Page 1

EDIÇÃO 165 ANO 14

FEVEREIRO/2012


Revista Revista Mensal

Destaques 08 Confira os flashes do Reveillon da Agerip

Fevereiro/2012

EXPEDIENTE Associação Geronto Geriátrica de São José do Rio Preto Rodovia Assis Chateaubriand, km 178 CEP 15064-000 TELEFONE: 17 3223.2329 Email: agerip@agerip.com.br Site: www.agerip.com.br

Confira nossa matéria especial de capa, sobre sexo na terceira idade

Revista Agerip|Coordenação: Maria Laura Younes marialaurayounes@hotmail.com Tel. 17 9634-9550 Jornalista Responsável Malu Rodrigues - MTB 44529 SP malu@malurodrigues.tv.br

14 25

Projeto Visual: Abraão Scatena contato@abraaoscatena.com.br Tel. 17 7811.5897

No Raio-x deste mês, a associada Aparecida Ana Azevedo

CONTATO COMERCIAL Letícia Domingos: 17 9774.5655 / 9143.7050 Impressão: Gráfica Soraya | Tel. 17 3233.8212 Email: graficasoraya@terra.com.br CONSELHO DELIBERATIVO BIÊNIO 2011-2013 Presidente: José Eduardo Pereira Vice-Presidente: Jair Nardo Secretários: Kleber R. Nazareth - Anilda Farani Verdi - Celia Estrela Gattaz - Cid P. Cesar - Cleonice H. Pereira - Eliana Lucato Gilberto Scandiuzzi - Heloisa M. Botelho Pupim Hilio Bassi Iraides Pereira da Silva - José Marques - Manoel Simão Maria Cheu S. Costa - Marita Padua Diniz - Marlene Iossi Norma Focchi - Therezinha F. da Silva - Valentim Granzotto Vanderlice G. Negrelli - Dulcinéia C. Del Buono - Helida Fochi Suplentes: Antonio de N. Bacchiega - Zigomar L. Ricardi - Adelia B. Rahd - Sérgio Jordan - Vera Lucia N. Siqueira - Carlos Roberto Seixas - Vera Alice Mendonça - Antonio Carlos Gusson DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Osvaldo Graciani Vice-Presidente João B Queiroz 1º Secretario Tacito R. de Jesus 2ª Secretária Iraides R. Nascimento 1º Tesoureiro Jordão Reis Neto 2ª Tesoureira Aurora N. Sant’ana Diretor de Comunicação: Pedro G. Lopes Diretoria dos Núcleos de Moradia - Presidente: José Mauricio Pereira Vice-presidente: José Augusto Pereira Tesoureiro: Jordão Reis Neto Diretoria Cultural: Mariliza de Andrade - Vera Nilva Mussi Diretora Social: Marcia Bombini Diretor Jurídico: Eufly A.Ponchio Diretoria Fundo De Reserva Monetária Para Contingências - Presidente: Miguel Germano Vice-presidente: Tacito R. de Jesus Tesoureiro: Jordão Reis Neto Secretário: Domingos Tott Diretor de Patrimônio: Euclides De Carli CONSELHO FISCAL Membros Efetivos: José Carlos dos Reis - José Maria Teodoro Helvio Fochi Membros Suplentes: Antonio Merline - Antonio Fernando Araujo - Edson Edinho Araujo Comissão de Sindicância Elisa Germano - Dirce Mendes Silva Iraides R Nascimento Comissão de Eventos Marcia Bombini - Leonor De M . Conde Marlene Iossi - Nadir H. Balestrieri - Wilson Roberto Coelho Comissão de Obras José Augusto Pereira - José Vilanova - Julio Caio C. Matarazzo - Álvaro Luis Angeloni Comissão de Serviços à Comunidade Janete Mattar Pedro Marta Younes - Nadir H. Balestrieri Comissão de Veteranos Maria de B. Feghali - Enço Fochi

Carta ao leitor

Para muitos, a chegada da maturidade significa ausência da sexualidade. Mero engano. A Revista Agerip deste mês aborda este assunto importantíssimo para que você tenha qualidade em todos os momentos da sua vida.

Tenho a impressão que a insegurança (que muitas vezes é fruto do envelhecimento) faz com que deixemos de lado tudo aquilo que o outro gostava na gente e então chega a acomodação. E uma relação saudável deve ser o oposto disso – independentemente da idade que temos. Penso também, que muitos ainda não descobriram o quanto estar sozinhos nesta fase da vida pode ser o maior ato de amor que um ser humano pode viver. Pois vivenciando esta experiência poderá descobrir quem realmente é e o que realmente quer de um novo e saudável relacionamento amoroso. Maria Laura Younes Editora e Coordenadora

FEVEREIRO/2012 AGERIP 3


Palavra do Presidente Caros ageripanos,

Uma novidade chegou em suas mãos junto com a edição passada – o Calendário 2012 da Agerip Isto tem uma razão muito simples: queremos que você se programe para todas as nossas comemorações deste ano! 2012 está repleto de festas, bailes, almoços e jantares. Afinal de contas, você merece viver comemorando a melhor fase da sua vida! E a Agerip sabe muito bem fazer isso por você. Na fase final das obras, as novas suítes estão de encher os olhos daqueles que nos visitam. É impossível passar por elas e não observar o acabamento de primeira

4 AGERIP FEVEREIRO/2012

qualidade, as cores alegres... Tudo feito com os melhores profissionais da área. Nossa missão para o ano que entrou é o inicio das obras dos apartamentos. Pois é, não paramos de evoluir! Uma conquista atrás da outra. Fruto desta excelente administração que temos. Termino estas palavras com uma reflexão: “Para o ignorante, a velhice é o inverno da vida; para o sábio, é a época da colheita.” (Talmude) Um ótimo mês à todos,

Osvaldo Graciani


Agenda Cultural

Eventos

Reuniões e Eventos Religiosos

Almoço de Confraternização da Família

Grupo Bate Papo

Reserva Antecipada todo 3° Domingo do mês Dia 19/02/2012 as 12h30 Associados R$ 10,00 / Não Associados R$ 15,00

Feirinha

A partir de Janeiro de 2012 Todos os sábados. Com artesanato, roupas, calçados, bijouterias, entre outros. *Apenas para funcionários e associados.

Todas as quintas-feiras as 16h30 com a psicóloga Vanessa Bernardi

Reunião e Palestra N.A. Quartas-feiras às 20h00

Missa

Aos sábados às 16h30 com o Padre Alessandro Lopes da Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus

Culto Evangélico

Palestras

Quintas-feiras as 11h00

Palestras Espíritas aos sábados Tema: Livre / Horário: 10hs

Todas as: Segundas, Quartas e Sextas- feiras A partir das 16h30

Palavras Cruzadas

FEVEREIRO/2012 AGERIP 5


6 AGERIP FEVEREIRO/2012


FEVEREIRO/2012 AGERIP 7


AGERIPANAS Gente nova

O Coral Marta Kikuco, que ensaia toda às segundas-feiras às 16h nas dependências da Agerip, cresce a cada dia. A mais nova integrante é Eneyda Marques de Carvalho. Bem vinda Eneyda! Quem quiser soltar a voz é só se juntar a turma. Como já dizia o poeta quem canta seus males espanta, então vamos cantar juntos rumo à felicidade.

Casa nova

Quem está mobiliando o novo chalé no Condomínio Recanto das Flores é Mariliza de Andrade. Logo a turma do condomínio vai ter vizinha nova. Paz e prosperidade na sua casa nova Mariliza e seja bem vinda!

Chorinho novo

Nasceu no dia 7 de janeiro o pequeno Arthur, filho da funcionária do almoxarifado Jacqueline Luisa Barcelos. Mãe e filho passam bem. Saúde e prosperidade a toda família são os votos da família Agerip.

Agende-se

Dia 8 de março é o dia internacional da mulher. Não é diferente no nosso condomínio, por isto agende-se para participar de uma tarde bem animada na Agerip. Estão no planejamento um café da tarde bem gostoso, uma palestra curta e proveitosa ( a confirmar) e um grande bingo com muitos prêmios. Você não vai querer perder, vai? Então anote aí!

Café com música

O saxofonista João Pereira Felix entretêm os ageripanos todas as sextas-feiras no café da tarde (das 15h30 às 16h30). É o dia do café com música. É importante frisar que todo o trabalho de João é voluntário. Ele passa a tarde toda tocando com seu saxofone músicas agradáveis que trazem bons sentimentos a quem aprecia. A casa agradece João! Muito obrigado!

Maturidade Feliz

O programa Maturidade Feliz é exibido pelo Canal 30 da Net todas às sextas - feiras às 22h ( inédito), com reprises aos sábados às15h30 e 22h, domingos às22h30 e quintas- feiras às 13h30. O programa trata de assuntos que interessam à todos que querem envelhecer com qualidade de vida, como saúde, esportes e lazer. Noticias da Agerip – Condomínio para terceira idade estão sempre na pauta. Prestigie!

8 AGERIP FEVEREIRO/2012

por Malu Rodrigues

Registro

Todos os momentos da cobertura do programa Fantástico da Rede Globo da nossa viagem a Caldas Novas foram maravilhosos. Os três domingos de programa estão no Youtube se você quiser rever, basta pesquisar por Agerip- Condomínio para Terceira Idade. Porém, de arrepiar foi o final da série embalada pela voz de Nadir Balestriere. A moradora do Condomínio soltou a voz e não é que o editor gostou e finalizou a série com sua voz? Parabéns Nadir, adoramos!

Cheirinho de acabamento

Apesar da chuva não dar trégua já estão quase prontos os dois blocos de oito suítes cada que vão somar ao nosso condomínio para terceira idade. As suítes são como flats, quarto, sala, cozinha, garagem individual, ou seja, o espaço é maior do que os quartos, porém menor do que os chalés. Cada associado decide o que é melhor para ele. Ah em tempo, todas as suítes já têm proprietários. Se você se interessa pela suíte pode entrar em uma lista de espera, caso aconteça uma desistência, você pode ser chamado.

Recuperação

Almir Olímpio Puggia, funcionário do RH da Agerip, já está em casa e passa bem . Como todos sabem ele teve um acidente de moto, sofreu fraturas e passou por cirurgia. A família Agerip faz votos de recuperação rápida à Almir. Saúde!

Carnaval

O baile de carnaval da Agerip está marcado para o dia 11 de fevereiro. É o carnaval de marchinhas animado por Odilon Vagner.Free-dancers e jantar, as reservas são antecipadas. Ligue e fale com a Cris no fone -3223-2329.

Jornalismo social

O programa “Malu Rodrigues Visita” é exibido pela RPTV- Canal 30 e traz os melhores acontecimentos da cidade. Anote os horários: inédito às sextas-feiras às 23h com reprises aos sábados às 22h30, domingos às 16h30 e 23h, segundas-feiras às 22h, terças-feiras às 13h30, quartas-feiras às 20h30 e quintas-feiras às 22h. Conto com sua audiência!


Águas termais

Depois do sucesso da viagem organizada pela Agerip para Caldas Novas, que foi série do Fantástico em três capítulos, vem ai uma excursão para Lins. O passeio será do dia 9 ao dia 12 de abril (segunda a quinta) com saída da Agerip. São três diárias completas, com um desconto especial para sócios da Agerip. Uma festa diferente cada noite, interação com os animadores do hotel, jogos, gincanas, campeonatos, além de uma super infra-estrutura estão no cardápio. Vale lembrar o resort de Lins tem águas termais, quentinha, quentinha, perfeita para relaxar e brincar.

Olha só quem já demonstrou interesse em participar: Antonio e Alcina Baltazar, Maria Azem, Ghalie (Olga) Cury, Márcia Lamin e Carlos Rodrigues, Odete Lavezo, Iraídes Pereira, Myriam Pupo e Paulo Norberto, Edval de Oliveira, Maria Julieta Pires, Marita Pádua Diniz, Wilson Coelho e família. Participam também desta excursão o nosso presidente Osvaldo Graciani e sua esposa Cleuza. E você está esperando o que para ligar para a Cris na Agerip, no telefone (17) 3223-2329 e reservar o seu lugarzinho ao sol! Te esperamos!

Confira os flashes da Festa de Reveillon da Agerip por Taysa Sanchez

1

2 3

4

5

6

7

8

9

[1] Claudete Arósio e convidado [2] A associada Maria Adelina Cleusa Coraucci com ‘free dancer’ [3] A associada Marici Barbosa com familiares [4] A associada Dione Silveira Marques Silveira com familiares [5] Miguel Germano, Elisa, Lili com convidados [6] Irene Lopes com familiares [7] Aurora com sua filha Geisa e Leonor de Mello Conde [8] Wilson Mazoto com familiares [9] Associados e convidados no baile FEVEREIRO/2012 AGERIP 9


Destaque

Colaborador do Mês

Cristina Maria Arroyo de Oliveira Idade: 52 anos

Trabalha na AGERIP desde: Outubro/2003

Trabalhar na AGERIP para mim é: Motivo de alegria, pois aprendi aqui que envelhecer não é sinônimo de tristeza e sim oportunidade de crescimento e sabedoria. A Agerip é a continuação da minha família, pois tenho aqui amigos que amo verdadeiramente. Tenho orgulho por fazer parte desta equipe de trabalho e agradeço a Deus todos os dias.

10 AGERIP FEVEREIRO/2012


Nutrição

QUAIS ALIMENTOS AJUDAM OU ATRAPALHAM O PROCESSO DE DIGESTÃO

por Jaqueline Tarifa CRN 18495

Alguns alimentos, embora saudáveis, podem atrapalhar o processo digestivo quando consumidos em excesso

N

a teoria, deveríamos estar aptos a digerir qualquer tipo de comida. No entanto, algumas mudanças no processamento e no preparo de alguns alimentos, como a fritura, por exemplo, além do estilo de vida sedentário, faz com que o estômago não reaja bem a tudo o que consumimos. A melhor coisa a ser feita é evitar alguns tipos de comida, como as carnes muito gordas. Mas, para driblar problemas ou incômodos, acompanhe um guia, que indica o que é bom e o que é ruim para o funcionamento do processo digestivo. Frituras: comidas fritas e gordurosas sobrecarregam o estômago e resultam em azia e refluxo ácido. Alimentos ricos em gordura também podem causar um fenômeno chamado esteatorreia, que é o excesso de gordura nas fezes. Pessoas com a síndrome do intestino irritável devem ficar longe destas opções, incluindo manteiga e cremes. Pimenta: a pimenta pode diminuir a pressão do músculo na parte inferior do esôfago, permitindo que o ácido do estômago volte para o esôfago. Como resultado, você pode sentir azia, provocada pelo refluxo ácido. Este é um problema particularmente sério para quem sofre de azia crônica. Leite e derivados: o cálcio é importante na dieta diária, e é fácil suprir as doses recomendadas por meio de derivados como queijo e iogurte. Porém, para quem tem intolerância à lactose pode ter sintomas como diarreia, gases, inchaço abdominal e cólica.

Álcool: o álcool relaxa o corpo, mas também relaxa o esfíncter esofágico, o que pode causar azia e refluxo. O ato de beber também pode inflamar o revestimento do estômago, prejudicando algumas enzimas e impedindo que nutrientes sejam absorvidos. Os excessos também podem causar diarreia e cólica, mas a menos que você tenha alguma desordem gastrointestinal, doses moderadas de álcool não irritarão o sistema digestivo. As recomendações são de dois drinques diários para os homens - no máximo - e um para as mulheres. Frutas vermelhas: as frutas vermelhas como amoras e framboesas fazem bem à saúde, mas algumas delas podem representar um problema para pessoas que têm diverticulite, inflamação geralmente encontrada no intestino grosso. Embora ainda não existam comprovações científicas, alguns indícios apontam para esta reação. Para quem tem o problema, vale observar se a semente dessas frutas, bem como as de girassol ou de abóbora, tem irritado o intestino. Se sim, fique longe delas. Chocolate: um estudo do ano de 2005 sugere que o chocolate pode ser problema para quem tem a síndrome do intestino irritável ou constipação crônica. No entanto, os especialistas indicam que nem sempre o chocolate é o vilão por si só. Para quem é alérgico a leite, por exemplo, pode ter problemas devido ao leite contido no chocolate. A cafeína, também encontrada neste tipo de alimento, pode estimular à cólica, o inchaço e a diarreia. Milho: o milho é rico em fibras, mas também contém celulose, um tipo de fibra que o organismo humano não consegue quebrar facilmente, por isso, pode ser um pouco indigesto. Iogurte: o iogurte contém bactérias saudáveis que repõem a flora intestinal e é um alimento que auxilia no processo digestivo. Carnes e peixes magros: se você for comer carne, escolha frango, peixe ou carnes magras, que são digeridos muito mais facilmente do que um bife suculento. A carne vermelha é mais gordurosa, em contrapartida, as carnes magras não aumentam o risco de câncer de cólon. Grãos integrais: alimentos integrais são boas fontes de fibras, que ajudam a digestão. Eles também ajudam a baixar os níveis de colesterol, mas podem causar inchaço, gases e outros problemas em pessoas que rapidamente aumentam seu consumo. Também não são indicados para pessoas que têm intolerância a glúten. FEVEREIRO/2012 AGERIP 11


Saúde

Fatores que causam

envelhecimento

da pele podem ser combatidos POR JOÃO ROBERTO ANTÔNIO

O

dermatologista Dr. João Roberto Antonio, ex-presidente da SBCD – Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, cita sempre uma frase exemplar. “Todos desejam viver para sempre, mas ninguém quer ser considerado velho”, diz ele. Os anos e a experiência comprovam a veracidade do pensamento e nos despertam sobre como podemos encarar a realidade do aparecimento das rugas e da perda de vitalidade da pele. Enfrentar o tempo nem sempre é possível, mas é possível enganá-lo usando de algumas estratégias. Dr. João Roberto, que também é professor da Famerp, explica que o envelhecimento é um processo dinâmico que envolve, com o passar do tempo, mudanças clínicas, fisiológicas, histológicas e psicológicas. Nos fatores genéticos a longevidade máxima do homem está compreendida entre 90 e 120 anos, mas sua expectativa de vida hoje gira em torno dos 75 anos. Já nos fatores hormonais o envelhecimento natural envolve as mudanças químicas do corpo humano. “Na infância temos a pele macia, na adolescência as alterações na produção sebácea, na idade adulta temos perda gradativa da lubrificação e elasticidade com o aparecimento de rugas finas e na senescência temos a diminuição da regeneração celular e da produção das proteínas do colágeno”, disse Dr. João Roberto Antonio. Nos fatores imunológicos o professor da Famerp explica que o envelhecimento está diretamente ligado a uma redução das defesas do organismo e a um aumento na produção de Radicais Livres. Já o envelhecimento por le-

sões cumulativas é o que associa o envelhecimento com a ação deletéria provocada por Radicais Livres. Nos fatores psicólogicos a medida que uma pessoa envelhece, suas probabilidades de morrer aumentam. A formação da consciência corporal, a identidade e a aparência pessoal geram pensamentos que, conforme o grau de satisfação ou insatisfação, tem o poder de modificar o processo de envelhecimento, positiva ou negativamente. Para o dermatologista Dr. João Roberto Antonio as pessoas não ficam velhas. Quando param de crescer é que envelhecem. A prevenção do envelhecimento envolve inúmeros fatores. “Podemos destacar alguns itens como boa higiene de vida, evitar excesso de fumo, de álcool e exposições solares intensas e repetidas, stress, tristezas, cuidados higiênicos com a pele e a utilização de medicamentos como vitaminas e oligoelementos antioxidantes preventivos e reparadores”, completou Dr. João. A prevenção do envelhecimento depende de uma série de cuidados, das condições de vida, do tipo de alimentação, do controle das emoções e de outros fatores que se estendem por toda a existência, associados a medicamentos que, corretamente administrados, poderão, de um modo lento e progressivo, proporcionar uma melhor qualidade de vida e permitir que a idade biológica fique aquém da idade cronológica. “A prevenção do envelhecimento é uma arte de vida que se cultiva desde a infância até a maturidade. Isso não é mito é realidade”, finaliza Dr. João.

*Dr. João Roberto Antonio, é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica 12 AGERIP FEVEREIRO/2012


Saúde

CATARATA Cuidados na maturidade devem redobrar POR LEONARDO PEREIRA

A

faixa etária do brasileiro está aumentando, em suma, as pessoas da melhor idade integram parcela cada vez maior da população. Este fenônemo traz consigo o aumento da incidência de algumas doenças característica da idade mais avançada, entre elas, a catarata, a maior causa de cegueira tratável no mundo. A catarata atinge cerca de 25% da população mundial com idade entre 60 e 70 anos, 50% da população entre 70 e 80 anos e em 75% de idosos com idade acima de 80 anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A catarata é uma grave doença ocular causada pela opacificação do cristalino, lente natural do olho responsável pela focalização da luz sobre a retina. Quando o cristalino se torna opaco, a luz não chega à retina em quantidade suficiente, o que prejudica a qualidade da visão. Com o passar do tempo, a catarata pode se agravar até causar cegueira reversível. Lembre-se disso que, mais adiantei, abordaremos os tratamentos.

Os tipos de catarata são:

Congênita: é aquela que está presente no portador desde seu nascimento. Em geral, ocorre quando a gestante sofre de rubéola no início da gravidez e também pode ser hereditária. Inflamatória: inflamações intra-oculares podem ocasionar catarata. Para evitar esta complicação, o ideal é consultar um oftalmologista sempre que notar algo diferente nos seus olhos ou na sua visão. Dor, vermelhidão, cansaço visual e sensibilidade à luz podem ser um sinal de algo não vai bem. Medicamentosa: todo medicamento tem em sua fórmula substâncias específicas para tratar um determinado problema. Pessoas que usam remédios por conta própria, sem a recomendação de um médico, estão arriscando a saúde. Alguns medicamentos, que têm em sua composição um elemento chamado corticóide, em longo prazo ou em excesso, podem propiciar o surgimento da catarata. Metabólica: alterações do metabolismo como diabetes, colesterol alto, doenças do fígado, hormônios também podem levar a formação de catarata. Senil: o passar dos anos atinge todas as partes do corpo. Em função do envelhecimento, o cristalino perde

suas características (transparência e mobilidade) dando origem à catarata. Traumática: agressão física, grandes quedas e acidentes automobilísticos são exemplos de situações críticas que podem ocasionar este tipo de catarata. Por isso, ao passar pelas situações citadas ou similares, consulte um oftalmologista. Doenças como glaucoma e diabetes também podem favorecer o surgimento de catarata.

Tratamentos

Entre os tratamentos para a catarata, citamos: Cirurgia: na qual o cristalino opaco é substituído por uma lente artificial. É um procedimento rápido e seguro, sob anestesia local. No mundo, 50 milhões de pessoas já voltaram a enxergar graças ao implante de lentes intraoculares. No Brasil, um milhão de lentes foram implantas nos últimos 15 anos. Facoemulsificação: nesta técnica um aparelho que emite ondas de ultra-som é utilizado para despedaçar o cristalino. Depois estas pequeninas partes são aspiradas e uma lente artificial é implantada. Extração extra-capsular do cristalino (EECC): neste procedimento o cristalino é retirado por inteiro, o que implica em um corte maior para sua extração, e substituído por uma lente artificial.

*Dr. Leonardo Pereira é oftalmologista do HO Redentora, especialista em Catarata, Transplante de Córnea e Cirurgia Refrativa FEVEREIRO/2012 AGERIP 13


Capa

SEXO NA 3ª IDADE

Q

uando falamos em sexo, logo se pensa em jovens bonitos, saudáveis e que tenham uma vida sexual ativa, que são sensuais e cheios de desejos. Agora, olhar para uma pessoa idosa, em que a beleza não é mais a mesma, a disposição e os movimentos não são mais os mesmos, os interesses são outros, pensamos: Será que eles pensam em sexo? Fazem sexo? Por que não? Quem disse que são velhos demais para fazer sexo? De acordo com algumas pesquisas, esses estereótipos de que pessoas idosas não são atraentes fisicamente, não tem interesse por sexo ou são incapazes de sentirem algum estímulo sexual, são amplamente difundidos, pois essa é uma informação não real. Muitos estudos demonstram que grande percentual de pessoas acima de

14 AGERIP FEVEREIRO/2012

por Vanessa Bernardi

65 anos continuam com suas atividades sexuais em perfeita capacidade e são totalmente satisfeitos. Quando se tem uma saúde razoável e um parceiro, muitos seniores continuam a desfrutar da sua sexualidade até 80/90 anos. Com o passar do tempo, ocorre uma diminuição nos estímulos, mas este processo está relacionado ao processo normal do envelhecimento. Claro que a disfunção erétil e a libido podem não ser mais os mesmos, mas não só pela idade, e sim devido a alguns medicamentos como o da hipertensão, antidepressivos, tranqüilizantes, falta de motivação do parceiro e entre outros. Mas isso não impede de ter a vida sexual. Os casais da 3º idade vivem os mesmos dilemas dos jovens casais, tem problemas financeiros, com

Quem disse que alguém é velho demais para fazer sexo?


a aposentadoria, problemas da própria velhice, mudança ao estilo de vida e assim sucessivamente. Isso interfere no psicológico e podem interferir no biológico e no interesse sexual, por isso esses aspectos exigem mais atenção. Contudo, nos dias de hoje, a sexualidade na 3º idade, deu um salto muito grande e com isso, não podemos deixar de falar das doenças sexualmente transmitidas (DST) e a AIDS, que devido a essa liberdade sexual, o número de

idosos contaminados está aumentando. Por isso, namorar é muito bom em qualquer idade, bem como fazer sexo, mas fazer sexo seguro, devidamente prevenido, sempre usar a camisinha. Brinque, dance, namore, de risada, se divirta, mas sempre cuidando de você, pois não só na melhor idade, como em todas as idades, devemos respeitar nossas limitações, mas nunca deixar de viver bem a vida, pois sempre é tempo de aprender e ser Feliz!

FEVEREIRO/2012 AGERIP 15


Artigo

UM NOVO ANO NOVO É

Como é isso de um NOVO Ano Novo ?

assim, muitas vezes fazemos aqueles planos, promessas e decisões para nosso ano Novo mas continuamos fazendo, pensando e vivendo as mesmas velhas coisas, fechados em nós mesmos, dentro de uma rotina que nos deixa tristes e desanimados, quase nos arrastando pela vida, não é mesmo ? Que tal colocar ‘a cabeça para fora de seu mundo’ para: • descobrir novas coisas • conhecer melhor as pessoas • desenvolver a mente • ser mais criativo • ser mais alegres pelas nossas descobertas Conversei com a Cristina Arroio, guia de turismo e funcionária da AGERIP; perguntei a ela, que acompanha as pessoas daqui que participam de nossos passeios: Cristina o que você acha dos passeios que são organizados pela AGERIP? “Os passeios são muito bons, fomos a vários lugares, saimos para a Foz do Marinheiro, para Caldas Novas, que foi o últimos”. Você acha que fazem bem às pessoas? “Acontece uma coisa interessante, aqui são muitas pessoas e temos muitas atividades, além das saídas para a cidade, ir ao médico, etc. Muitas vezes as pessoas que moram aqui não conhecem todas as outras pois temos muitas coisas para fazer e nas ocasiões em que saem para uns dias fora têm tempo para conhecer melhor as outras, além de disfrutar de novas atividades”. Você nota que muda algo quando chegam de volta? “Sim, elas ficam mais alegres e se relacionam com mais pessoas, pois se sentem melhor, parece que todos ficam mais alegres. É uma nova socialização, parece que encontram um outro colorido no dia a dia”. A rotina de nossas vidas também é muito importante,

16 AGERIP FEVEREIRO/2012

por Glicinia Rodrigues

horários das refeições, de dormir e acordar, de nossa higiene, etc. mas isso não deve nos impedir de fazer algo mais que queremos conhecer, desfrutar ou aprender. Certo dia terminei de dar uma aula de Yoga na UNESP e convidei as alunas para comparecerem a uma conferência muito importante de um médico de S. Paulo na próxima semana. Várias concordaram e uma delas disse que gostaria muito de vir mas era dia de descongelar e limpar a geladeira, então ela não poderia vir. Se você não pode sair muito, passear ou viajar suas possibilidades de enriquecer sua vida podem ser outras: • pode fazer uma ‘viajem’ ao Japão lendo o livro Shogum • conversar mais profundamente com alguém que mora aqui e você não conhece direito • conhecer mais o funcionamento de seu cérebro lendo ‘Quem Somos Nós’, um belo livro capaz de nos levar a uma nova visão de vida; é físdica quântica mas podemos entender bem; a física quântica chega até a espiritualidade e fala sobre o cérebro, as emoções, a ciência, a religião.... muitas coisas; é um livro inteligente, prático e divertido, além de ser muito bonito pela forma em que foi feito, com gravuras, fotos, etc. • pode procurar um bom programa de TV para conhecer mais o Brasil ou outros países Enfim, cada pessoa pode procurar seu Novo onde estiver, até mudar seu cabelo, não é ? Esta frase que coloco aqui é para lermos e pensarmos, e pensarmos outra vez: ‘Se o universo é tão incontrolável e imprevisível, tão cheio de possibilidades, por que nossos pensamentos sobre nossas vidas são tão limitados?’


Nova Dimensão

FELICIDADE

por Pedro Lopes

Muitos buscam, nem todos encontram

É

verdade que algumas pessoas têm uma propensão maior para ser feliz. É interessante observar que elas buscam ver sempre o lado bom, positivo ou o aprendizado de uma situação. O que faz uma grande diferença para melhor e, com certeza, para o estado de ser feliz. Sim, felicidade é um estado, não de passagem, mas um estado do ser. É um sentimento interno, profundo, da alma. Felicidade não tem nada a ver com a compra de um bem, com uma viagem ou com um novo amor. Não se deve confundir felicidade com alegria. Alegria é um estado passageiro, que varia ao sabor dos eventos externos. Felicidade é sólida como uma montanha. A felicidade é construída de dentro para fora. Demanda tempo, vontade, disciplina. É fruto de escolhas. Mas para fazer essas escolhas precisamos primeiro escolher a nós mesmos, aprender a fazer contato conosco, a nos conhecer, a mudar pensamentos e hábitos. Mas só modificamos o que aceitamos e a aceitação vem com o autoconhecimento. A felicidade se perpetua nas coisas simples. Na beleza do silêncio, no canto de um pássaro, no por e nascer do sol, na chuva, no riso da criança, no abraço de quem amamos, na verdade do idoso, na flor que está ali, por acaso, no caminho. A felicidade precisa de tão pouco e a maioria de nós tenta encontrá-la em coisas grandiosas. Muitos acham que para ser feliz pecisa trocar o carro, comprar um apartamento maravilhoso, fazer a viagem de seu sonho, se aposentar, encontar seu grande amor e por aí vai. A lista é grande e está sempre no futuro. Enquanto isso a vida vai tecendo seus fios aqui, no presente, cheia de acontecimentos simples e maravilhosos, visíveis e sentidos por quem traz a felicidade em si mesmo. Trecho do livro “O que é Meditação”. Ed. Nova Era, da escritora, Coach, Palestrante e instrutora de Meditação, SANDRA ROSENFELD

*Pedro Lopes é radialista e Diretor de Comunicação da Agerip

FEVEREIRO/2012 AGERIP 17


Artigo

CUIDADORES

DE IDOSOS

“Cuidadores de idosos” já tem bastante demanda e a tendência é aumentar cada vez mais

A

s mudanças na expectativa de vida da população mundial trazem uma série de desafios para os quais o Brasil ainda não está preparado. Atualmente, o Brasil se encontra em avançado estágio de transição, tanto para mortalidade quanto para fertilidade, o que permite prever, de maneira confiável, a distribuição etária e o tamanho da população nas próximas quatro décadas. Enquanto a população de idosos com idade acima dos 65 anos aumentará em velocidade acelerada (2 a 4% ao ano), a população jovem diminuirá. De acordo com projeções das Nações Unidas, a população idosa aumentará de 3,1% em 1970 para 19% em 2050. Além disso, segundo o Ministério da Saúde, existem hoje aproximadamente 3,8 milhões de idosos com algum grau de dependência no País. Entre as novas necessidades geradas pelo processo de envelhecimento populacional está a de serviços especializados para pessoas idosas, o que leva ao surgimento de novas profissões, principalmente as ligadas à saúde. Por isso, o mercado de trabalho para os chamados “cuidadores de idosos” já tem bastante demanda e a tendência é aumentar gradativamente. De acordo com Marcelo dos Santos Antunes, responsável pela Projeta Cursos, há uma carência muito grande de

18 AGERIP FEVEREIRO/2012

profissionais nessa área. “O número de idosos está em constante crescimento e muitas famílias procuram associações em busca de dicas e de profissionais que prestam serviço para pessoas da terceira idade. O “Cuidador” é indicado por essas entidades para trabalhar tanto em clínicas e casas de repouso como nos domicílios dos idosos, nesse caso eles podem trabalhar tanto como autônomos quanto para agências que fazem a intermediação do trabalho”, salienta. A capacitação dos cuidadores de idosos tem papel fundamental quando se fala em promoção de saúde e ação preventiva, evitando as internações. O modelo de assistência à saúde, centrado em atitudes curativas, tende ao fracasso, pois hoje se trabalha na prevenção de doenças, na diminuição de riscos à saúde e, portanto, na melhora da qualidade de vida do ser humano. O idoso bem conduzido por cuidadores capacitados conseguirá uma melhor evolução clínica e qualidade de vida, evitando as complicações e reduzindo a demanda pelos serviços de saúde de um modo geral. “O trabalho do cuidador é muito complexo pelo fato de envolver cuidados com o lado físico e emocional do idoso. Ele é mais do que um mero acompanhante, promove o bem-estar para o idoso, dá medicação, cuida da alimentação, da higiene, coloca a pessoa na cama, no sofá. A rotina do cuidador é focada na prevenção e para que o idoso não tenha um grau elevado de dependência do profissional de saúde”, afirma Marcelo. A demanda pelos profissionais nessa área é grande. A maioria das pessoas que procuram o curso são mulheres e com idade entre 30 e 35 anos, porém, há demanda para cuidador do sexo masculino também. Cuidador de idosos é uma profissão reconhecida e inserida na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego com o Código 5162-10 (Cuidador de pessoas idosas e dependentes e Cuidador de idosos institucional). Esta capacitação é também exigida aos profissionais que trabalham em Instituições de longa permanência para idosos.


Artigo

CIRURGIA PLÁSTICA

NAS PÁLPEBRAS É OPÇÃO DE

ALCANÇAR REJUVENESCIMENTO FACIAL

O

aspecto de cansaço no olhar e muitas vezes a dificuldade para enxergar podem ser corrigidos através da blefaroplastia, cirurgia plástica de pálpebras. De acordo com o médico cirurgião Rubem Bottas a procura por este procedimento é grande, na maioria das vezes são homens e mulheres que já passaram dos 40 anos de idade e que querem melhorar o aspecto do rosto e diminuir os sinais do envelhecimento. Pesquisas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica revelam que dos 645.464 mil procedimentos realizados no país no ano passado, 9% são de pálpebras, ou seja, quase 65 mil. Com o envelhecimento a pele das pálpebras tende a ficar mais flácida, assim como a musculatura de sustentação dos olhos. Algumas pessoas têm maior tendência a formar aquelas bolsas de gordura sob a pálpebra, isso se agrava com a perda do tônus muscular que mantém as bolsas. Com o tempo a musculatura flácida associada ao excesso de pele faz com que as pálpebras fiquem pesadas e caídas. Este processo, que pode ser acelerado pela perda súbita de peso, processos alérgicos, alterações oftalmológicas e até problemas tireoidianos.

Na blefaroplastia superior, remove-se, do centro de cada pálpebra superior, uma dobra horizontal de pele, de modo a que a cicatriz se localize ao longo de uma prega natural, ficando escondida quando a pálpebra está aberta. Na blefaroplastia inferior, a incisão é feita logo abaixo dos cílios, de modo a que a cicatriz fique na zona de sombra das mesmas e se prolongue obliquamente, de modo a não ficar visível. O cirurgião explica que a cirurgia também pode melhorar o campo visual em pacientes que chegam a ter um excesso significativo de pele nas pálpebras superiores. O resultado da cirurgia costuma ser excelente. “As cicatrizes resultantes do procedimento são quase imperceptíveis, colocadas estrategicamente em sulcos naturais dos olhos para ficarem disfarçadas. E o tempo de recuperação é rápido, em poucos dias o paciente retorna às suas atividades”, explica Rubem Bottas. Ele acrescenta que a cirurgia é feita sob anestesia local e sedação anestésica, assim, o paciente não necessita ficar hospitalizado, recebendo alta após o procedimento. Muitos destes pacientes optam por realizar no momento da cirurgia a aplicação de preenchimento e de toxina botulínica, para melhorar ainda mais a aparência. FEVEREIRO/2012 AGERIP 19


Artigo

SEM

OFUSCAR As lentes polarizadas eliminam por completo o ofuscamento produzido pela luz, evitando acidentes de trânsito que diariamente ocorrem devido à falta de visibilidade do motorista

O

ofuscamento em estradas, luzes refletidas em prédios, vidro, água, semáforos e em outras situações são grandes causadores de acidentes de trânsito. “Os reflexos indesejáveis causados por essa tal luz que reflete causam danos e fadiga aos olhos e são considerados a maior ameaça ao conforto visual. Além disso, altera a percepção das cores, a visão fica mais natural, garantindo conforto visual superior ao usuário”, comenta a oftalmologista Fernanda Liedtke Kaiser. Com as lentes polarizadas tal desconforto é nulo. Os óculos com lentes que possuem filtros polarizadores estão ganhando cada vez mais adeptos. A lente polarizada já é a principal escolha daqueles que procuram óculos com qualidade e segurança. “Os clientes buscam a cada dia o que há de melhor, mais moderno no mercado. A lente polarizada já é bastante conhecida, devido à eliminação total de ofuscamento que ela proporciona, hoje é a lente mais pedida por aqueles que querem investir mais no cuidado com a visão”, explica a proprietária das Óticas Diniz, Vanessa Melo. O produto elimina ainda o ofuscamento ocasionado pela luz direta, ou refletida em uma superfície

20 AGERIP FEVEREIRO/2012

horizontal. Segundo pesquisa do Instituto para a Visão, programa Manhattan Vision Associates, associação para pesquisa em visão e oftalmologia, a lente polarizada melhora o tempo de reação de um motorista em 1/3 de segundo, permitindo parar um veículo 7 metros antes do desejado, a 80km/h. “Muitas pessoas buscam óculos com lente polarizada especificamente para dirigir. Recebemos o retorno de clientes que relatam que conforto e o ofuscamento nulo proporcionam uma melhor qualidade de visão e uma direção mais segura”, destaca Vanessa Melo, proprietária das Óticas Diniz. Além de ser muito procurada por motorista, a lente também caiu nas graças de pescadores. O efeito da lente polarizada elimina o reflexo da água e oferece nitidez ao usuário, que enxerga melhor os peixes. Serviço: Dra. Fernanda Liedtke Kaiser, Oftalmologista. Fone: (17) 3302 4757 Óticas Diniz Rio Preto. Fone: (17) 3305 6265


Artigo

Usar Fio Dental faz bem para a Memória

A

ação de passar fio dental entre os dentes é recomendada por todos os dentistas, mas, segundo pesquisa do IBGE, menos de 15% da população tem o hábito de usá-lo diariamente. Gastar tempo e esforço no uso de fio dental pode ser um sábio investimento, não apenas para reduzir os riscos de doença gengival, doença cardíaca e derrame, mas também para proteger contra a perda de memória e câncer de cabeça e pescoço. Pesquisadores da Faculdade de Odontologia de West Virginia estão estudando a ligação entre doença gengival e perda de memória. Em um estudo em andamento com pacientes com idades a partir de 60 anos, cientistas compararam os exames de saúde bucal dos participantes, seu desempenho num teste de memória e o exame sanguíneo que mede o nível de inflamação para ver se a doença gengival está associada com a perda de memória. Homens e mulheres idosos que tiveram a menor pontuação no teste de memória – refletindo sintomas iniciais da doença de Alzheimer – apresentaram a maior associação com as bactérias causadoras de doença gengival. “O uso do fio dental tem grande implicação na saúde da população em sua generalidade. Pensando que a sociedade está envelhecendo, essa ligação entre o uso do fio dental e a perda de memória pode auxiliar a diminuição de casos de demência”, destaca o dentista Maurício Miyazaki. Para examinar uma possível associação entre cânceres de cabeça e pescoço e doença gengival crônica, pesquisadores em Nova York examinaram 473 pacientes – 226 diagnosticados com carcinoma de célula escamosa de cabeça e pescoço e 206 pacientes de controle. A doença periodontal dos pacientes foi medida pela perda de osso alveolar (de mandíbula ou maxila) detectada em raios-X panorâmicos. Cada milímetro de perda óssea nos pacientes estudados foi associado com risco aumentado de câncer de

Para obter o resultado cabeça e pescoço. Embora desejado não basta usar alguns dos o fio dental, é preciso pacientes com saber usá-lo. câncer não tivessem usado tabaco ou álcool, o tabagismo e a doença periodontal aumentaram a associação dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço. Mas para obter o resultado desejado não basta usar o fio dental, é preciso saber usá-lo. “Para usar o fio dental de maneira correta enrole aproximadamente 40 centímetros do fio ao redor de cada dedo médio, deixando uns dez centímetros entre os dedos. Segurando o fio dental entre o polegar e indicador das duas mãos, deslize-o levemente para cima e para baixo entre os dentes. Passe cuidadosamente o fio ao redor da base de cada dente, ultrapassando a linha de junção do dente com a gengiva. Nunca force o fio contra a gengiva, pois ele pode cortar ou machucar o frágil tecido gengival. Utilize uma parte nova do pedaço de fio dental para cada dente a ser limpo. Para remover o fio, use movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes”, explica o dentista Maurício Miyazaki. FEVEREIRO/2012 AGERIP 21


Artigo

ESCOLHA

VIVER

AQUI!

Os diretores da Agerip se reúnem com um único propósito: Responder as perguntas mais frequentes desta associação que é um grande sucesso!

João B. Queiroz

Osvaldo Graciani Presidente

1- Porque me associei a Agerip?

R: Porque estou me preparando para a convivência com pessoas da 3ª idade. 2- Qual é a sua preocupação com o avanço da idade?

Vice - Presidente

1- Porque me associei a Agerip?

R: Consciência de que havia realmente carência de um programa de convivência humana para pessoas de 3ª idade. 2- Qual é a sua preocupação com o avanço da idade?

R: Atualmente com a responsabilidade maior dos filhos, a preocupação é envelhecer com qualidade de vida em lugares próprios para a 3ª idade.

R: O envelhecimento é inexorável, e com ele a diminuição de nossas capacidades. A AGERIP pode proporcionar meios de deixar a vida continuar alegre apesar dele.

3- O que é ser Diretor da AGERIP?

3 - O que é a AGERIP para você?

R: Ser Diretor da Agerip é estar participando de um projeto de uma entidade que se preocupa com a terceira idade das pessoas. 22 AGERIP FEVEREIRO/2012

R: É uma associação de pessoas iguais na apreciação de vida e que sonham preserva-lo com dignidade.

Pedro G. Lopes

Diretor de Comunicação 1- Porque me associei a Agerip?

R: Ao tomar conhecimento das idéias inéditas de proporcionar conforto e estabilidade para as pessoas da 3ª idade, não tive dúvida em me associar. 2- Qual é a sua preocupação com o avanço da idade?

R: Saber que tenho um local que dará amparo na minha velhice. 3- O que é ser Diretor da AGERIP?

R: A AGERIP é meu segundo lar, que me garante uma convivência feliz, ao de pessoas que como eu “necessitam” essa importante companhia na 3ª idade.


VIVA A VIDA EM PLENITUDE.

ESCOLHA VIVER NA AGERIP.

Lurdinha Queiroz

Miguel Germano

Comissão de Eventos

Presidente do Fundo de Reserva Monetária para Contingência

1- Porque me associei a Agerip?

1- Porque me associei a Agerip?

R: Porque meu marido Batista acreditou no sonho do comendador.

R: Porque ao saber do projeto do que representava, achei ideal para o meu envelhecimento.

2- Qual é a sua preocupação com o avanço da idade?

2- Qual é a sua preocupação com o avanço da idade?

R:O avanço da idade traz também a responsabilidade de escolhermos onde e como aposentaremos de curtir nossa etapa final. 3 - O que é a AGERIP para você?

R: A AGERIP representa para mim o lar aconchegante que me acolherá quando chegar a hora.

R:Sempre preocupado com a qualidade de vida não só da minha mas das demais pessoas. 3- O que é ser Diretor da AGERIP?

R: É muito gratificante pois tenho oportunidade de cada dia mais acreditar na minha escolha de vida.

Eufly A. Ponchio Diretoria Jurídica

1- Porque me associei a Agerip?

R: Buscamos todos segurança para nossa velhice. Vejo na AGERIP alguns fatores básicos para esta segurança. Um clube sem fins lucrativos, uma área rural nas cercanias de nossa cidade e um grupo de pessoas buscando qualidade de vida. 2- O que é ser Diretor da AGERIP?

R: É a possibilidade de prestar de forma voluntártia, um trabalho para uma associação que você acredita. Um trabalho exaustivo e que leva a participação diária de vários assuntos que elevam a sua condição de cidadão. FEVEREIRO/2012 AGERIP 23


Especial

ESTAMOS DE OLHO Na cidade de Patrocínio Paulista, pertencente à região de Franca, a Rodovia Assis Châteaubriant, desde 2005, tem um trecho duplicado de aproximadamente 15 km. Enquanto isto, um trecho de 9 km da mesma rodovia, ligando Rio Preto à Guapiaçu, com um tráfego muito maior, e já com o projeto de duplicação pronto e encaminhado, a novela vem se arrastando pelos últimos 3 anos.

24 AGERIP FEVEREIRO/2012

Por Valentim Granzotto

Queremos acreditar que o motivo pelo não início da duplicação não esteja ligado às desavenças políticas entre o patrocinador da obra, Senador Aloísio Nunes Ferreira, de Rio Preto, e o Governador Geraldo Alckmin, pertencente à outra ala do mesmo partido político, o PSDB. E nós, usuários da referida rodovia, alheios às picuinhas partidárias, ficamos no prejuízo. Este é o Brasil!


Raio-X

Aparecida Ana

Azevedo

Idade: 85 anos. Local de nascimento: Américo Brasiliense Apelido: Cida. Qual sua maior qualidade: Perfeccionista, gosto de tudo perfeito E o maior defeito: Observadora. Qual a característica mais importante em uma mulher? Sinceridade. E em um homem? Caráter. O que mais aprecia em seus amigos? Confiança. Sua atividade favorita é ? Bordado. Qual a sua idéia de felicidade? Estar com a família reunida. O que seria a maior das tragédias? Perda de um ente querido. Qual foi sua melhor viagem? Rio de Janeiro. Qual sua cor favorita? Lilás. Uma flor? Rosa. Qual seu cantor preferido? Leonardo. E o seu prato preferido? Macarrão. Que superpoder gostaria de ter? Poder ajudar a todos necessitados. Se pudesse viajar no tempo, pra onde iria? Chile. Como você gostaria de morrer? Dormindo. Qual o lema da sua vida? Eu tenho uma vida

maravilhosa. Momento preferido do dia? A hora de dormir. No que pensa quando acorda? Penso na Agerip, que é o meu dia-a-dia. Uma mania? Preciso verificar a segurança da casa antes de dormir. Gasta muito com? Supermercado. Lembranças de infância: Lembro muito das minhas férias na fazenda do meu avô. Uma vaidade: Estar sempre bem arrumada. O que é sagrado para você? Fazer minhas orações. O que você faria com um prêmio de milhões de reais? Em primeiro lugar ia ajudar toda a minha família e depois orfanatos, asilos e outras instituições. Por que escolheu a Agerip? Indicação de uma amiga há 9 anos.

FEVEREIRO/2012 AGERIP 25


Moda

Cuidando do seu corpo

e da sua pele

Saiba as mudanças que ocorrem e o que você pode fazer para combatê-las

A

Aos 50 e 60 anos, temos a temida fase da menopausa. A queda dos hormônios femininos deixam as mulheres em estado de loucura. Nesta fase, acontecem também as mudanças de humor, no corpo e nos desejos sexuais. Muitos médicos recomendam exercícios aeróbicos, pois ajudam a liberar os hormônios responsáveis pelo bom humor e a sensação de bem- estar. Musculação e pilates também podem ajudar. Rugas acentuadas ao redor dos olhos e dos lábios, são muito comum de apa-

26 AGERIP FEVEREIRO/2012

recerem. Tente encarar de uma forma natural e aproveite para combatê-las ainda nesta fase inicial com cremes e tratamentos que seu dermatologista indicar. Considere uma fase de estabilidade quando os 70 anos chegar. É a fase da plenitude. Todos os declínios que começaram aos 30 anos estão em estágio avançado, por isso é preciso ter cuidado redobrado durante a prática de exercícios, já que é grande a fragilidade dos múscu-

los e ossos. Faça pilates e musculação para melhorar a postura e diminuir as dores comum da idade. Abuse da hidroginástica. Sua pele estará mais ressecada e com maior flacidez, por isso tome cuidado com as manchas, pois a chance de aparecer câncer de pele é maior. Todos os tratamentos são indicados: laser fracionado de rejuvenescimento e luz intensa pulsada são os mais procurados.


Artesanato

Jogo americano

de EVA Você vai precisar de: 01 peça de tecido estampado

01 cola branca

01 pedaço de EVA 30x50 cm e 01 pedaço EVA 15x15 cm

Modo de fazer: Recorte o tecido no tamanho do EVA e cole nos 2 pedaços

por Sueli Militano

Para fazer o porta-guardanapos cole as duas pontas do EVA menor

Recorte os pedaços do EVA conforme a foto e cole tecido em todos

Cole as duas pontinhas do pedaço maior que recortou

Agora cole apertando ao meio

Passe a tira maior em volta do laço e cole

Fixe o lacinho e...

Está pronto seu jogo americano!

Desafio Supera

Brincar com Palitos

Pegue 9 palitos iguais, forme a figura ao lado. Mova quatro palitos e obtenha cinco triângulos.

Respostas de Dezembro: A, Ar, Dar, Roda, Dardo, Rodada, Dourada

FEVEREIRO/2012 AGERIP 27


Revista Agerip Fevereiro/2012 Edição #165  

Revista Agerip, Edição 165, Fevereiro/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you