Revista Feeling edição 133

Page 1

Ano 23 - Edição 133 - Fevereiro - 2021 Revista Digital

.

Suco de uva Integral

Saúde e Qualidade



Editorial Mês de fevereiro, o menor mês do ano, mas também o mês da folia, do Carnaval, a tão esperada comemoração de Momo, nas ruas e salões, acabou sendo adiada em todo o país, devido a pandemia que assola o planeta. Espero que isso tenha servido de lição para que os carnavalescos e en dades não brinquem com o poder supremo “Deus” Devemos lembrar também que as cores não são somente as que colorem o carnaval, o roxo e o laranja tem significados especiais, de informar e esclarecer sobre incidência de doenças como a leucemia, (laranja), e, lúpus a fibromialgia e mal de Alzheimer, (roxa) Temos ainda algumas datas comemora vas como: Dia mundial do câncer (4), que visa conscien zar as pessoas acerca da necessidade de adquirir hábitos de vida saudáveis a fim de prevenir a doença, Dia do gráfico (7), que são os profissionais de suma importância seno que os mesmos realizam a impressão de jornais, revistas, livros, Dia nacional do Rotary (23), que celebra a existência dos Rotary Clubs espalhado pelo mundo e o Dia do espor sta (19), este que busca incen var as pessoas a pra car esporte. Levamos também ate vocês matéria sobre a empresa familiar Za onelli excelência em suco de uva e maça, lançamento do novo Portal do Observatório – FIESC, medicina com a Urologista Dra. Flàvia Cliva (Endourologia Laparoscopia e Robó ca) , Variedades com Edumar Junior, Aconteceu com Alcir Bazzanella e muito mais. Lembrando evite aglomerações e use mascara, proteja você, seus amigos e seus entes queridos. Boa Leitura.

Sumário 04 - Variedades - Edumar Junior 06 - 07 - Dra. Flávia H. Mortari 09 - Opinião -Quirino Ribeiro 11- Dra. Cleonice dos Santos Mottecy 12 - 13 - Vacinas é viver, a que se destina 14 - 15 - Polícia - Golpes nas redes sociais 17 - Aconteceu - Alcir Bazzanella 18 - Relembrando 20 - Saúde Animal 21 - Economia 23 - Educação 25 - Espiritualidade - Guerino Bebber 26 - 27 - Ollhar Social - Nivaldo Narã 28 -Na Cozinha - Alcir Bazzanella

Diretor: Alcir Bazzanella (Jornalista-SC 1668 JP) (49) 9 8809 7373 - alcir@abonline.com.br Departamento Comercial: Edumar Verge Junior (49) 9 9807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com Administra vo: Karine Silva Dias Bazzanella (49) 3567 1584 - adm@abonline.com.br Criação/Diagramação: EJR – Serviços de Comunicação (49) 9 9815 2244 - edumarvjunior@hotmail.com Departamento Jurídico: Gilson Francisco Kollross Capa: Rose Wartha Revista Feeling é uma publicação da editora AB Revista e Jornal Impressos Ltda Rua Alcides Tombini – 256 Bairro Paraíso Caçador – SC - CEP 89503-006 Todas as matérias e publicidades assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores. A opinião das pessoas não reflete necessariamente a opinião da revista.


49 - 998071448

Rosi Dedekind... Primeira mulher eleita para a presidência da FAMPESC, que fica à frente da en dade de 2021 a 2023.

manutenção do crédito do Pronampe, projeto de autoria do senador Jorginho Mello, como polí ca pública permanente e não apenas durante a crise gerada pela pandemia; a desburocra zação para facilitar a vida de quem empreende e gera emprego; a valorização do comércio e serviço local; e a capacitação dos empreendedores para estes novos tempos, em que a tecnologia desempenha um papel central nos negócios”, destacou Rosi Dedekind. A Fampesc é composta por 20 associações de micro e pequenas empresas de todas as regiões. Para Rosi Dedekind, o enfrentamento das dificuldades deve ser feito de forma conjunta e colabora va. “Sempre falo que sair de sua empresa e sentar para trocar ideias com outras nos faz crescer, é es mulante e traz soluções. Este é, por exemplo, o papel do Programa de Núcleos Setoriais, parceria da Fampesc com o Sebrae, que nossas associações levam ao estado todo”, explicou.

“Daremos con nuidade a uma luta de 35 anos em defesa do tratamento justo e diferenciado aos pequenos negócios, previstos inclusive na Cons tuição. Neste momento, a Fampesc tem como pontos centrais a

Par cipam da FAMPESC na atual diretoria os membros da AMPE de Caçador, Edumar Verge Junior – Conselho Delibera vo, Neri Vezaro – Conselho Delibera vo e Odelir Neves – Vice Presidente Estadual do Comércio.

Marta e Itamar Zardo... A cada ano que passa fica mais evidente que a união de vocês é baseada em verdadeiro amor. E agora vocês conseguiram alcançar uma marca muito importante que confirma isso mesmo. Cinquenta anos de um maravilhoso casamento é um número que merece todos os elogios do mundo. Desejo que os próximos tempos con nuem levando vocês a novas experiências e conquistas. Certamente que ambos já viveram muitas coisas juntos, mas há sempre algo novo a aprender quando se tem a companhia de alguém muito especial. Parabéns pelos 50 anos de enlace matrimonial. Deus os abençoe.


23 de fevereiro - Dia do Rotary Clubs As doações feitas ao Fundo Permanente permanecem con nuamente inves das, e apenas os juros resultantes são usados em apoio aos programas. A Fundação teve início em 1917 com um fundo de dotações com o obje vo de fazer o bem no mundo. Embora a Fundação Rotária tenha sido oficialmente estabelecida em 1928. Todos os subsídios da Fundação Rotária são iniciados por clubes. A 2 de Fevereiro de 2005 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito de Portugal.

O Rotary Interna onal é uma associação de clubes de serviços cujo obje vo declarado é unir voluntários a fim de prestar serviços humanitários e promover valores é cos (expressos através da Prova Quádrupla) e a paz a nível internacional. Existem mais de 34 mil clubes Rotary no mundo, com cerca de 1,3 milhões de membros, chamados rotarianos. Foto 1 O primeiro Rotary Club foi fundado na cidade de Chicago, Estados Unidos, em 1905 pelo advogado Paul Harris e mais três homens de negócios, Gustav Loehr - engenheiro de minas, Hiran Shorey alfaiate, Silvester Schiele - comerciante de carvão. A Associação Nacional de Rotary Clubs (Na onal Associaon of Rotary Clubs) foi fundada em 1910 e em 1912 seu nome mudou para Rotary Interna onal em função da admissão do primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos, em Winnipeg, Canadá. A Fundação Rotária é patrocinada exclusivamente por doações. As contribuições para o Fundo Anual de Programas são inves das durante três anos, sendo os rendimentos ob dos também u lizados para cobrir os custos administra vos da en dade, isto é, os dólares doados financiam os programas três anos mais tarde.

Nossa missão A Missão do Rotary Interna onal é servir ao próximo, difundir a integridade e promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários.

Para Serviços Sociais em Caçador, entre em contato e surpreenda-se: (49) 3567-2113 Rua Marcos Gonçalves Cordeiro 35 no Bairro Berger na Cidade de Caçador, SC.



OPINIÃO QUIRINO RIBEIRO Quirino@scc.com.br (49) 99947.2115

“Quem vende seu próprio voto não tem moral para chamar os polí cos de corruptos”. ELEIÇÕES Por que nenhum candidato a vereador, durante campanha, fala abertamente do seu interesse em, após as eleições, caso eleito, abrir mão de todos os votos recebidos e aceitar o 'convite' do prefeito para assumir alguma secretaria? HISTÓRICO As eleições estão se aproximando e os comentários de sempre são os de que nenhum candidato tem valor e que vão par cipar do pleito apenas para 'pegar boquinha' e se 'dar bem na vida'. Em parte isso é grande verdade, porém, existem pessoas sérias e honestas que almejam construir algo em bene cio da cole vidade. É PRECISO ATENTAR AO HISTÓRICO De vida de cada postulante, consultando ferramentas simples à disposição, como sites de busca, e aprendendo a iden ficar no cias falsas com essas mesmas ferramentas. As fake news pelas redes sociais influenciaram sobremaneira as úl mas eleições valendo-se da boa-fé de muitos e a má-fé de outros tantos. BUSCANDO INFORMAÇÕES Sem discriminar posições contrárias, podemos votar com mais segurança, mesmo porque, o voto é um dos únicos meios que dispomos na construção da democracia. Abrir mão dele significa deixar a Nação nas mãos de minoria já poderosa economicamente que flerta com autoritarismo e exclusão da população de processos decisórios. E atenção, templos religiosos são locais de oração, comunhão e solidariedade e não currais eleitorais. Fujam dos falsos profetas. Vote consciente. A sua cidade merece. COM A APROXIMAÇÃO DAS ELEIÇÕES Aqui vai alerta a todos os eleitores que estarão na frente das urnas em 15 de novembro próximo. Excluindo exceções, tanto os novos candidatos e os que pleiteiam a reeleição, a maior parte deles está pouco se importando com sua própria moral, assim como de suas mulheres, filhos, netos etc., quanto menos com a do povo que poderá elegê-los.

PORTANTO, NÃO SE VENDAM! Por 'dinheiro de pinga', cesta básica, pagamentos de contas de luz, ou por quaisquer outras propostas ou bene cios pífios que venham lhe oferecer. Pois a i r re s p o n s a b i l i d a d e d i a nte d a s u r n a s p o d e rá proporcionar quatro anos de mordomias a esses candidatos, mais conhecidos como 'sanguessugas', e, ao mesmo tempo, quatro anos de inferno para você, sua família e a toda população brasileira. Vote com dignidade. ESTIAGEM Volta a prejudicar produção em Santa Catarina. Falta de água provoca desabastecimento das propriedades rurais e compromete lavouras de milho. O déficit hídrico já ultrapassa 700 milímetros neste ano estado e a escassez de chuvas volta a preocupar a produção agropecuária no Estado. O alerta é da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) ao citar o desabastecimento das propriedades rurais e os prejuízos nas lavouras de milho como principais problemas enfrentados no momento. O PRESIDENTE JOSÉ ZEFERINO PEDROZO Ressalta que a Federação está em contato com a Secretaria de Agricultura do Estado e com demais órgãos do Governo para buscar soluções e auxiliar os produtores rurais catarinenses. “A situação é muito preocupante. Muitos produtores estão tendo que inves r na contratação de caminhões pipa para abastecer as propriedades e os que iniciaram o plan o de milho já têm prejuízos com a má germinação dos grãos, devido à falta de umidade no solo”, detalha o dirigente. O PROBLEMA MAIS GRAVE É na região oeste, onde os produtores estão contratando caminhões pipas para assegurar o abastecimento de aves e suínos. O milho para silagem já foi plantado e, devido à es agem, renderá menos volume do que o previsto para o ano. A soja, que tem plan o iniciado no final de outubro, também pode ser prejudicada, já que as previsões não indicam chuvas suficientes para os próximos meses.


Saúde Dra. Flávia

CRM SC 20021

Cirurgia minimamente invasiva na Urologia Atualmente, com advento de novas tecnologias, as cirurgias urológicas estão podendo ser realizadas por técnicas denominadas “minimamente invasivas”, a qual traduz a realização de procedimentos com pequenos cortes ou até mesmo sem cortes, u lizando ori cios naturais. A Endourologia, Laparoscopia e Cirurgia Robó ca são os nomes des nados a essas técnicas modernas.

A Endourologia é realizada através de pequenas câmeras e instrumentos extremamente finos que são introduzidos no interior do trato urinário, através de ori cios naturais, realizada através da uretra até os rins. As principais doenças tratadas por meio dessa técnica são os cálculos urinários (li ase), doenças benignas de próstata/uretra (ex: hiperplasia prostá ca benigna) e tumores urológicos (bexiga, ureter, rins). É subdividida conforme localização e aparelho especial u lizado: Ÿ

Uretrocistoscopia/Ureteroscopia: exame diagnós co de doenças relacionadas a uretra, bexiga e ureteres.

Ÿ

Uretrotomia interna: trata-se de tratamento de doenças da uretra (canal de saída da urina), onde o procedimento é realizado através da própria uretra, melhorando os sintomas urinários.

Ÿ

Ressecção endoscópica de próstata: tratamento de hiperplasia prostá ca benigna através da re rada de fragmentos da próstata, através da uretra, também, bom obje vo de melhorar o fluxo urinário.

Ÿ

Ressecção endoscopica de tumor vesical: re rada de tumores de bexiga através da uretra, com obje vo de tratamento inicial de câncer de bexiga.

Ÿ

Cistolitotripsia: re rada de cálculos no interior da bexiga Nesse caso u liza o laser para fragmentar os cálculos.

Ÿ

Ureterolitotripsia: re rada de cálculo no interior do ureter (canal que comunica o rim com a bexiga), geralmente indicado para pacientes com quadro de cólica renal. Também u liza ferramentas para fragmentação dos cálculos (laser ou balís co). Existem dois sub pos de aparelhos para realização desse procedimento: rígido (u lizado para cálculos ureter médio e distal) e flexível (u lizado para cálculos de ureter proximal até rim).

Ÿ

Nefrolitotripsia percutânea: tratamento cirúrgicos de cálculos renais, geralmente volumosos, através de uma incisão de aproximadamente 1 a 2cm na pele, com acesso de uma câmera no interior do rim para re rada dos cálculos. Geralmente há necessidade de fragmentação dos cálculos, também podendo u lizar aparelho do laser ou balís co/ultrassônico.


executado pelo cirurgião, cirurgias anteriormente convencionais passaram a ser executadas por braços mecânicos.

A videolaparoscopia é o meio de realização de procedimentos cirúrgicos, no caso da urologia, dentro da cavidade abdominal ou pélvica, através de incisões milimétricas, onde são introduzidos materiais para realização da cirurgia proposta, sob ampliação de uma câmera. Essa modalidade facilita menores incisões, ou seja cicatrizes, além de melhor recuperação pósoperatória, principalmente relacionado a menores taxas de dores, menor tempo de internação hospitalar e retorno precoce as a vidades co dianas. Cirurgias relacionado a câncer de rim, glândula suprarrenal , próstata de bexiga e reconstrução do ureter, em casos de obstrução ou fistulas , podem ser realizadas através dessa técnica, considerando a singularidade de cada caso.

Por mais que existe a impressão que o robô faria tudo sozinho, isso não é verídico. Qualquer movimento que os braços do robô executa, é realizado pelo cirurgião treinado nessa técnica. Diminuição de sangramentos, dores pós operatórias, recuperação mais rápida e também diminuição tempo de internação hospitalar são as vantagens relacionadas a essa tecnologia. Existem aproximadamente 55 unidades de sistemas robó cos instalados no Brasil, todavia ainda é uma opção cirúrgica com altos custos para execução, bem como treinamento dos cirurgiões através de uma cer ficação internacional. Para realização de qualquer uma dessas modalidades minimamente invasivas necessita de materiais e treinamentos especiais, o que acaba elevando o custo desses procedimentos.

A cirurgia minimamente invasiva na Urologia é uma opção muito importante que deve ser ofertada aos pacientes quando indicado, visando melhores resultados cirúrgicos. Ainda mais recente, o uso da cirurgia robó ca tem se tornando uma alterna va também para realização dos procedimentos cirúrgicos na Urologia. A par r de 2000, surgiu o sistema de cirurgia Da Vinci, em que através de braços robó cos e um centro de comando que é

Cliva

Urologia

Caçador/SC - 49 9 9152 0260 - Ed Caraguata Sala 41 Ÿ Responsável técnico Dr Guilherme Moreira Cliva (CRM SC 18354 / RQE 17606) Ÿ Dra Flavia H.M Cliva (CRM SC 20021 / RQE 18674


Pratique a coleta seletiva e separe o lixo. A cidade e o planeta agradecem. Cidade limpa. Direito seu, dever de todos.

Ÿ Limpeza Urbana Ÿ Coleta, Coleta Seletiva e Reciclagem Ÿ Operação de Aterros Sanitários Ÿ Implantação de Aterros Sanitários Ÿ Recuperação de Áreas Degradadas

Rua Conselheiro Mafra, 708 |Fone (49) 3563.2517 |Caçador, SC | Filial: Av. Herbert Hadler, 435 | Fone (53) 4141.1419 | Pelotas, RS


Saúde Dra Cleonice

O Es lo de Vida e a Sua Saúde No atendimento do dia a dia dos meus pacientes, uma pergunta tornou-se ro na e obrigatória, “ Como funciona o seu intes no? ” Mais que depressa, sem exageros, recebo mais de 99% das respostas entre MUITO BEM ou Preguiçoso, aí lá vai a Dra Cleonice perguntar o que seria “muito bem” para você?

sono, qual seu equilíbrio emocional; já aqui percebemos que os compromissos com a saúde são bastante desafiadores, e sejam quais forem as suas queixas, suas mudanças, se quiseres melhorar, terão que passar por TODOS esses tópicos, caso contrário sua melhora será muito fugaz.

Muitas vezes uma frequência aumentada ou diminuída, não significa ser um bom funcionamento, pois devemos ter um período certo para absorvermos os nutrientes, tão necessários para todas as ações do nosso organismo. Quando recebo paciente interessados na real melhora da sua saúde, obje vando em primeiro lugar, agir na causa do problema e trazendo como consequência a solução de sua saúde, pergunto a este o quanto o mesmo estará disposto a enfrentar as mudanças tão necessárias para os devidos cuidados de sua saúde.

Quando falamos de alimentos nunca imaginamos que uma má alimentação pode estar relacionada, por exemplo, com uma derma te crônica nas mãos (ou em qualquer outro lugar), ou com uma enxaqueca, ou queda de cabelo, ou alteração na memória por exemplo ou com uma alteração emocional, já que esta depende do equilíbrio de neurotransmissores e consequentemente de bons nutrientes. Temos várias intolerâncias alimentares gené cas que podem se manifestar em qualquer lugar, pois esta intolerância dificulta de alguma forma a absorção dos nutrientes tão necessários para o bom funcionamento deste sistema tão perfeito que é o corpo humano.

Muitas vezes o paciente espera que as manifestações dos processos inflamatórios sejam claras e diretas, o que na maioria dos casos não o é. Processos inflamatórios costumam ser silenciosos, mas através do aumento de radicais livres e oxidação a nível celular vão minando vagarosamente a nossa saúde no todo. Nossa saúde ou qualquer das nossas queixas nesta, estão 60 % relacionados com nosso es lo de vida, 20 % com o meio ambiente, 15 % com nossa gené ca e somente 5% com a interferência médica. Quando falamos do es lo de vida estamos nos referindo ao o que você come, qual a vidade sica que pra cas, quanto de agua tomas, como funciona seu intes no, qual seu equilíbrio hormonal, qual a qualidade do seu

No equilíbrio hormonal não percebemos, com clareza, que o uso de an concepcionais provoca uma “menopausa química” com muitos sinais e sintomas decorrentes da baixa hormonal, o que afeta diretamente a libido, a pele, o cabelo, as emoções e todo o nosso sistema funcional. Não raro vejo homens jovens com uma queda importante e desvios para a ina vidade de sua testosterona, e em muitos casos uma simples reposição sem uma avaliação minuciosa pode provocar até uma piora do seu quadro clinico. Estes assuntos dariam horas e horas de conversa, pois é muito apaixonante retornar aos cuidados básicos da saúde e perceber que muitas vezes é no simples que podemos resolver problemas complexos. Mas se esta conversa servir para alertar nossos leitores de terem mais atenção a fatores básicos como sua alimentação, a agua ingerida, a a vidade sica, o descanso, o lazer; já estaremos ajudando a enfrentarmos qualquer desafio (como esta pandemia) de uma maneira mais segura. Pois a melhora da saúde no todo certamente trará uma melhor imunidade.


Saúde NA PANDEMIA, O DESAFIO DA NOVA ESCOLA A pandemia da Covid-19 entra em uma fase importante com a chegada das vacinas, apesar de novas cepas virais que vitaminam uma segunda onda, a qual assola de maneira impiedosa todos os países do globo. As vacinas descor nam o caminho para o encerramento deste evento sanitário, o que se espera para o primeiro semestre de 2022.

aprendizagem de todo o aluno cursando a Educação Básica no Brasil, tendo sua introdução e obje vos gerais já aprovados, apresentando 10 competências gerais, as quais ferramentam a educação brasileira para a transposição do modelo atual para a educação da 4ª Revolução Industrial, a 4.0. Suas competências específicas estão sendo construídas loco-regionalmente, através de oficinas que permitam o fluxo social e carecendo da aprovação dos Conselhos de Educação. Inicialmente se pretendia concluir esta etapa em 2021, mas a pandemia pode alterar este cronograma. A Educação Básica se compõe do ensino infan l, fundamental e médio. Segundo o censo escolar de 2017, o Brasil conta com 184,1 mil escolas de Educação Básica, 2/3 destas sob responsabilidade dos municípios, sendo 21,7% da rede privada. Temos 67% das escolas brasileiras localizadas em áreas urbanas, 71,5% oferecem ensino fundamental e apenas 15,5%, ensino médio.

Este evento sem precedentes na história da humanidade carrega consigo a capacidade de desestruturar modelos polí cos e econômicos, de desnudar problemas conjunturais, como a desigualdade social, a degradação ambiental, a fragilidade de sistemas de saúde que se somam a ações de governança ineficazes e ao radicalismo ideológico que impera em diversas partes do mundo. Em contraponto, também carrega consigo o viés de prover ou acelerar transformações em múl plas áreas, nas relações e forma de trabalho, nos costumes, no relacionamento interpessoal e no modelo educacional. O nosso modelo de ensino ainda tem como base o modelo criado entre a 1ª e a 2ª Guerra Mundial, calcado em ferramentas e metodologia de aprendizagem que trazem resquícios da 2ª Revolução Industrial, que se iniciou em 1850. Entretanto, este modelo começou a mudar na prá ca em 2014 com a elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), promulgada pelo Ministério da Educação em 2017 e que visa atualizar o Plano Nacional de Educação. A BNCC é o documento que determina os direitos de

Das escolas públicas de ensino fundamental, 46,8% dispõe de laboratório de informá ca, 65,6% tem acesso à internet e em 53,5% a internet é por banda larga, mas esta proporção se configura de maneira desigual pelas regiões do país, descor nando locais de extrema carência no seu sistema educacional. Lembro que, mais de 100 milhões de brasileiros estão conectados à internet em contraponto a 68 milhões que estão excluídos da era digital. O ensino híbrido, o qual conjuga o ensino tradicional com ao menos um recurso tecnológico, parece ter sido descoberto na pandemia, mas, o Blended Learning surgiu nos EUA ainda nos anos 60, década em que começou a u lização da tecnologia em sala de aula, embalada pela 3ª Revolução Industrial iniciada em 1950, responsável pela transição da tecnologia analógica para a digital, pelo surgimento dos microcomputadores e, em 1969, da internet. Este conceito foi aprimorado e desenvolvido, ainda nos EUA, pelo Ins tuto Clayton Christensen nos anos 2000, chegando ao Brasil em 2014, a par r de um trabalho conjunto desenvolvido pelo Ins tuto Península e Fundação Lemann.


Os modelos de ensino híbrido se dividem em 2 grandes grupos: disrup vos e sustentados. No Brasil são mais aplicados os sustentados, sendo os modelos: rotação por estações, laboratório rotacional e sala de aula inver da.

Na crise, se repense, se transforme, CRIE! Vem comigo!!!

Todos eles mesclam o modelo tradicional com a tecnologia, se diferenciando na forma e na intensidade do uso dos meios digitais, mas se assemelhando no conceito de modificação na relação aluno e professor, em uma nova organização nas salas de aula, na didá ca de aprendizagem e no conceito de se fomentar o desenvolvimento de um aluno pesquisador, empreendedor e proa vo. O ensino híbrido é um conceito que está vertebrando a Educação 4.0, a qual surgiu a par r da 4ª Revolução Industrial que se iniciou em 2011 e que se conceitualiza no learning by doing, em português, “aprender fazendo”. Se a pandemia impôs a ampliação do ensino online, também antecipará a mudança do nosso modelo de ensino, tardiamente e impactante para muitos, estamos entendendo o quanto está atrasado o nosso modelo educacional. Neste momento de retorno às aulas, é importante que se tenha foco no que precisamos urgentemente fazer, qual seja, um projeto de retorno seguro, o qual tenha um planejamento sanitário sustentável que englobe protocolos, palestras para professores, pais e alunos, treinamento para os atores educacionais e assessoria para a sua implementação, assim como para os empreendedores, no intuito de estarem resguardados perante a legislação sanitária criada nesta pandemia. Este projeto sanitário precisa dialogar com o planejamento polí co pedagógico do estabelecimento ou sistema de ensino. Claro que, o projeto de retorno seguro às aulas, que se divide em sanitário e pedagógico, precisa estar incluído em um planejamento estratégico que entenda que a transformação do modelo de ensino atual para o modelo de Educação 4.0 é irreversível. Em um momento de mudança, de transformação, aqueles que entendem e comungam com o novo mundo que se avizinha, prosperam.

Contatos: Fones/Whatsapp: (47) 99983-6026, (47) 99916-0744 E-mail: ballesteroconsultoremsaude@gmail.com


Sucos Zottonelli uma empresa familiar Fala ainda que na região de Caçador, no oeste catarinense, é um local de al tude mais alta, onde a Uva Isabel se adaptou muito bem. Eu e Renato fazemos questão de fazer desde a comercialização até a entrega tendo assim um atendimento personalizado. Sabemos que isso faz a diferença para o cliente porque ele confia em nós.

A Zotonelli, indústria de produtos coloniais surgiu da implementação da agroindústria através dos empreendedores Renato Parizzoto e Eduardo Scapinelli, visando produzir um suco de uva com extrema qualidade e pureza, valorizando o produto dos fornecedores, buscando sempre ser destaque na produção do produto atendendo assim as expecta vas dos clientes como um todo, gerando um alimento com tecnologia sempre protegendo o meio ambiente.

Eduardo ressalta que a qualidade produtos da empresa é o grande diferencial, pois a uva que produzimos aqui é de ó ma qualidade, gerando assim um alto valor agregado aos nossos sucos.

Método de ponta de esterilização para o envase.

Ressalta que para se capacitar e atravessar os obstáculos do mercado que ainda estava em desenvolvimento em 2007, pesquisaram muito para encontrar a maneira que se encaixasse na produção deles, onde também se deslocaram até o rio Grande do Sul, na serra gaúcha, buscando assim conhecimento e dicas inclusive tecnologias das empresas que já estão nesta mercado a mais tempo.

Sempre mantendo atenção para a qualidade do produto


atender novos nichos de mercando, com menos valor agregado buscando introduzir estes dois novos produtos e esperar a aceitação de publico esperando o aumento de 5% nas vendas do ano.

Tecnologia de ponta a vácuo para retirada do suco

Afirma o jovem que os que enchem de orgulho de um produtor rural é ver seu produto onde chega em vários estabelecimento comerciais ao vários locais do país. Com uma produção de 12.000 litros diários, a empresa usa uma capacidade de 70% da empresa para depois levar seus produtos para a região de Curi ba, região de São Paulo, região de Caçador, atendendo também toda a merenda das escolas Estaduais de Santa Catarina. Todo o processo de cozimento é feito em recepientes de aço inox.

Através disso Eduardo e Renato notaram a necessidade de se capacitar, onde através do SEBRAE fizeram cursos para assim atuarem com mais capacidade e mais segurança e maior produ vidade, pois neste ramo você tem que produzir tudo em três meses com um estoque alto, sendo que o inves mento na safra é grande sendo necessário um bom capital de giro para alavancar o negócio. Visionários empreendedores os jovens além de expandirem as negociações do suco de uva par ram também para o suco de maça, tendo em mente a comercialização do suco de uva recons tuído e também o refresco para

Suco Zotonelli Estrada Comunidade Rio Bugre 89514-899 – Caçador SC (49) 3563 0002 – 99110 9374 – 99983 6006


(49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com


Relembrando

Cologio Nossa Semhora Aparecida 1965 1-Cícero Pereira, 2- Anair Kimak, 3-Neli Lopes, 4Míriam Fonseca, 5-Eliane de Paris, 6-Suelena Maffessoni, 7 Iveres Rocker, 8- Henriqueta Bortolon, 9Ema D’Agostini, 10-Márcia Olsen, 11- Iara Moreira, 12-Denise Pressanto, 13-Aecler Wiltner, 14-Marilene Hautsch, 15-Iris Santa Clara,16-Leila Ferroni, 17- Elisabete Kubaski, 18-Maria Leda Carvalho, 19- Rute Romão, 20- Teresinha Bressan, 21Terezinha Francio, 22-Sheila Haymussi, 23-Maria Conceiçao Tomazi.

Moinho Brescianini, sobre o Rio Do Peixe em Caçador.

Visita do presidente Nereu Ramos à Caçador Déc. 50

Ônibus da empresa Ca ani em Caçador - Década de 70 Fonte: Acervo Marco A. Goldani


Neoberto Balestrin e Carlos Moisés recebem o título Doutor Honoris Causa A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) realizou na quinta-feira, 18 de fevereiro, solenidade de outorga do tulo honorífico de Doutor Honoris Causa ao governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva e também para o advogado Neoberto Geraldo Balestrin, presidente da Diretoria Execu va e do Conselho Curador da FUNIARP.

relevância nos úl mos anos. O advogado Neoberto Geraldo Balestrin recebe o Título como agradecimento pela dedicação e empenho no fortalecimento da educação superior à frente da Fundação UNIARP.

Os Homenageados Carlos Moisés da Silva

A solenidade aconteceu, às 17 horas no Centro Administra vo e Reitoria da UNIARP, com restrição de público e seguindo os protocolos de saúde e segurança contra a Covid-19. Haverá transmissão ao vivo da solenidade, pela página da UNIARP no Facebook. Honoris causa é uma expressão em la m e usada atualmente como um tulo honorífico, que significa literalmente “por causa de honra”.

A concessão do tulo ao Governador é uma forma de agradecer seu apoio ao ensino superior no Estado por meio do Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu) que recebeu inves mentos de grande

Natural de Florianópolis, Carlos Moisés da Silva nasceu em 17 de agosto de 1967. Entrou no serviço público pela formação da Polícia Militar no ano de 1987. Concluiu o Curso de Formação de Oficiais da Academia da Polícia Militar de Santa Catarina em 1990. Nessa época a PM e o Corpo de Bombeiros faziam parte da mesma corporação e, assim, Moisés decidiu ser Bombeiro. Foi trabalhar em Tubarão, no Sul do Estado. Casou-se com Késia e veram duas filhas: Sarah e Raissa. Em sua trajetória profissional, além de ser Coronel da Reserva do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), também se dedicou à vida acadêmica. É bacharel em Direito e mestre em Direito Cons tucional pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), onde foi professor de direito administra vo e cons tucional. É inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Com mais de 30 anos de trabalho no Corpo de Bombeiros, Moisés nunca ocupou cargos ele vos.


Neoberto Geraldo Balestrin

Rotary Club de Caçador, Presidente da Associação Caçadorense de Educação Infan l e Assistência Social (ACEIAS). Também atuou como vice-presidente da ACEIAS por um mandato. Membro do Conselho Curador da FUNIARP. Foi membro da diretoria da Associação Empresarial de Caçador (ACIC) em duas gestões, membro do Conselho de Administração e Conselho Fiscal do SICCOB Advocacia de Santa Catarina, membro da Associação de Crédito ao Microempreendedor do Contestado, membro do Conselho Fiscal da FUNIARP, membro da Diretoria Execu va da FUNIARP.

É natural da cidade de Água Doce-SC. Filho de Armindo Balestrin e Ivanir Iolanda Balestrin (in memoriam). É casado com Rosana Aparecida Repa Balestrin e é pai do João Antônio Repa Balestrin. É advogado militante desde abril de 1991 quando aqui fixou residência. Foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Subseção de Caçador (SC), Conselheiro Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Santa Catarina, Secretário do V Tribunal de É ca e Disciplina da 0AB/SC, Presidente do V Tribunal de É ca e Disciplina da OAB/SC. Teve par cipação em diversos cursos, eventos, bem como atuou como debatedor em seminários na área jurídica. Assessor Jurídico do Sindicato da Indústria da Madeira de Caçador, do Sindicato do Comércio Varejista de Caçador, Sindicato das Indústrias do Couro, Calçados, Vestuário e Artefatos de Couro de Caçador e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Caçador (CDL), bem como de diversas empresas e pessoas sicas de Caçador e Região. Também atuou como membro da Comissão de Defesa e Assistência dos Advogados. É Membro da Loja Maçônica XV de Novembro nº 1988, desde 1996, tendo assumido vários cargos, bem como o de venerável mestre.

Foi Secretário do Rotary Club de Caçador, Presidente do

Atualmente é Presidente da FUNIARP, Membro do Ilustre Conselho do Grande Oriente do Brasil Santa Catarina, Presidente da comissão de direito do trabalho da OAB/Subseção de Caçador (SC). Recebeu homenagem do BADESC e do Governo do Estado de Santa Catarina pelo trabalho voluntário em favor dos pequenos empreendedores. Esteve à frente dos trabalhos de criação e instalação da Vara da Jus ça Federal de Caçador. Também atuou na criação e instalação da Vara Criminal da Comarca de Caçador e fez parte da Comissão para criação e instalação da Vara da Família, Infância Juventude, Órfãos, Sucessões e Idoso da Comarca de Caçador. (Fonte (ASCOM UNIARP)


Geral

Evite aglomerações e ambientes fechados. Mantenha os ambientes ven lados. Não toque os olhos, nariz ou boca sem antes higienizar as mãos. Higienize suas mãos com água e sabonete liquido ou álcool gel, principalmente após tossir, espirrar ou assoar o nariz.

Use lenço descatável para assoar o nariz. Ao tossir ou espirrar apoie no cotovelo, nunca nas mãos. N ã o co mp a r l h e co p o s , talheres e objetos pessoais. Algumas infecções respiratórias podem ser prevenidas. Verifique sua carteira de vacinação ou vá até uma unidade de saúde para obter maiores informações.


Saúde Animal CUIDADOS COM OS ANIMAIS DOMÉSTICOS A tudes importantes para manter a saúde dos animais domés cos.

Os animais sempre foram u lizados na vida do homem, seja como forma de alimentação, para trabalhos pesados, para carregar cargas ou como meio de transporte ou companhia. Com esse convívio, algumas espécies que antes viviam soltas, livres pela natureza, passaram a ser domes cadas. O cachorro é considerado o maior amigo do homem, pois é fiel, defende seu dono e fica alegre com sua presença. Para mantermos contato com animais domés cos, como ter um cachorrinho dentro de casa, são necessários alguns cuidados, para garan r a saúde dos animais e das pessoas da nossa casa. - Levar ao veterinário para fazer as vacinações necessárias é uma importante a tude, pois existem doenças sérias que podem ser transmi das pelos cães. Assim como as pessoas precisam se prevenir das doenças, os animais também precisam de cuidados para não contraí-las. - Fazer a tosa dos pelos em excesso também é um importante cuidado para que o animal fique livre do calor excessivo e de parasitas; e com uma boa aparência. Além disso, suas unhas devem ser cortadas, pelo veterinário, se es verem muito grandes, pois podem machucar o próprio animal, quando ele se coça. - Dar banho uma vez por semana e escovar os dentes do bichinho, com pasta de dentes especial, é uma forma de cuidar de sua higiene, assim como cuidamos da limpeza do nosso corpo. O animal também gosta de ser bem tra-

tado, de ficar limpo e cheiroso. É comum o aparecimento de pulgas e carrapatos nos animais e, por isso, são necessários cuidados especiais para que se livrem desses parasitas. Normalmente os sabonetes e xampus próprios para animais domés cos contêm substâncias tóxicas que matam esses bichinhos, mas muitas vezes eles precisam ser catados do corpo do animal, pelo próprio dono. Por chuparem o sangue dos animais de es mação, esses seres vivos podem causar muitas doenças. Os animais que vivem em nossas casas se acostumam com a nossa presença e sempre que chegamos ficam alegres. Eles demonstram isso quando balançam o rabinho, olhando para nós. Por isso, é importante que os bichinhos recebam atenção e carinho, e sempre tenham alguém disponível para brincar um pouquinho com eles. Alguns brinquedos também ajudarão a deixá-los felizes quando sozinhos. A alimentação dos animais deve ser adequada para sua espécie. Hoje em dia podemos encontrar rações que eliminam o mau cheiro das fezes, rações mais nutri vas, etc. Além disso, animais devem beber água fresca, se possível filtrada. É importante que os vasilhames de água e comida estejam sempre limpos e que as sobras sejam descartadas, evitando o aparecimento de outros bichos ou de bactérias e fungos. É errado dar comida de gente para os animais, pois essa pode prejudicar a saúde deles, além de deixar o pelo e os dentes feios. Ao encontrarmos animais abandonados e sofrendo maus tratos, pelas ruas das cidades, devemos ligar para os órgãos de proteção aos animais, que poderão recolhêlos e realizar os cuidados necessários, dando abrigo e alimentação. É muito triste saber que há pessoas têm coragem de abandonar seu animal de es mação! Quanto aos animais selvagens, a melhor forma de cuidar deles é respeitando-os. Por isso, nada de pegar, tocar, cutucar, ou jogar objetos nesses seres vivos. (Fonte: Internet)


Educação

Economia

A Federação das Indústrias (FIESC)... Lançou o novo portal do Observatório da en dade, nesta quinta-feira, dia 18, com transmissão pelo YouTube. A plataforma, que reúne as principais informações da economia catarinense e do país, ganhou novo endereço (h ps://observatorio.fiesc.com.br), passou por uma re e st r u t u ra çã o te c n o l ó g i ca e re c e b e u n ova s funcionalidades, com foco na experiência do usuário. Na parte de conteúdo, agregou novas informações e análises, especialmente sobre economia industrial.

de informações abertas à sociedade e também informações exclusivas que vão auxiliar as decisões dos empreendedores”, salienta. Ele ressaltou que há um grande volume de dados e informações disponíveis a t u a l m e n te , m a s a t ra n s fo r m a ç ã o d i s s o e m conhecimento é fundamental para o desenvolvimento dos negócios, dos produtos, das estratégias compe vas das empresas e dos ambientes onde as companhias estão inseridas. Ao navegar pela Plataforma, o usuário vai encontrar cinco menus principais: soluções, cenário econômico, indicadores, publicações e SC Compe va. A parte de soluções oferece informações personalizadas para o cliente, como mapeamento de cadeias produ vas, planejamento estratégico setorial e painéis de inteligência de mercado, por exemplo. Em cenário econômico, o usuário encontra, de forma descomplicada, uma série de análises sobre indicadores como emprego, balança comercial, produção industrial, índice de confiança e intenção de inves r.

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, destaca que ao longo de sua existência, o Observatório se consolidou como referência em informação econômica de credibilidade e em 2020 deu importante contribuição ao enfrentamento da Covid-19, ao centralizar uma Central de Suporte à Indústria, que teve mais de cem mil acessos. “Hoje apresentamos mais uma atualização tecnológica. O Observatório passa a contar com um ambiente moderno e dinâmico, além de novos conteúdos, onde as informações são localizadas mais facilmente. São novidades que vão ampliar a interação do Observatório com a indústria e aperfeiçoar os serviços prestados. Nesta nova fase, reforçamos a função do Observatório como centro de inteligência. Ou seja, vamos apoiar ainda mais empresas e organizações n a t o m a d a d e d e c i s ã o ”, a fi r m a . O diretor de inovação e compe vidade da Federação, José Eduardo Fiates, salientou “Vamos ter um conjunto

O menu SC Compe va, que subs tui a publicação SC em Dados, reúne as principais informações da indústria e da economia catarinense. O novo formato permite atualização frequente e traz informações setoriais. Por exemplo, a indústria catarinense tem 50,8 mil estabelecimentos, é a mais diversificada e tem o quarto maior parque industrial do país, responde por 26,7% do P I B , 3 4 % d o s e m p r e g o s fo r m a i s ( 8 0 4 , 7 m i l trabalhadores), 90,7% das exportações e 97,9% das importações de SC. Além disso, a indústria de Santa Catarina liderou a geração de empregos no país em 2020, com a abertura de 25,4 mil vagas. O menu também traz dados sobre municípios catarinenses: 91,5% deles possuem renda per capita maior que a média brasileira. Os mais populosos são Joinville, Florianópolis e Blumenau. Os que possuem maior PIB são Joinville, Itajaí, Florianópolis e Blumenau. Os índices sociais do estado estão entre os melhores do país e da América La na. Santa Catarina possui o mais alto índice de expecta va de vida do país, uma das menores taxas de mortalidade infan l e também é a unidade federa va com menor desigualdade econômica e analfabe smo do Brasil. (Fonte e Foto – ASCOM - FIESC)


6

6


Educação

Educação

Inscrições abertas para as vagas remanescentes do UNIEDU A UNIARP está com inscrições abertas para as vagas remanescentes do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (PROESDE) do UNIEDU. Os candidatos selecionados terão bolsa de estudo de 100% da mensalidade do curso (limitado a dois salários mínimos do ano anterior). As inscrições devem ser feitas até 20 de outubro no site do UNIEDU.

vimento Humano (IDH). A intenção do Estado de Santa Catarina ao disponibilizar esses recursos é fazer com o que os municípios com baixo IDH possam se desenvolver por meio dos projetos que os alunos bolsistas realizarão ao longo do curso. SERVIÇO: Mais informações na Coordenadoria de Extensão, Cultura e Relações Comunitárias da UNIARP. Telefone (49) 35616200. Email: extensao@uniarp.edu.br. Edital completo neste link.

Reitor acompanha apresentação do Planejamento do Programa UNIEDU

Para concorrer ao bene cio é preciso ser acadêmico de primeira graduação da UNIARP (qualquer curso) e ser nascido ou residente dos seguintes municípios: Calmon, Macieira, Matos Costa, Frei Rogério, Lebon Régis, Monte Carlo, Timbó Grande, Bandeirante, Bela Vista do Toldo, Bocaina do Sul, Brunópolis, Capão Alto, Entre Rios, Painel, Palmeira, Sal nho, Santa Terezinha do Progresso, São Bernardino, Abelardo Luz, Alfredo Wagner, Anita Garibaldi, Santa Terezinha, Cerro Negro, Vargem, Rio Rufino, Passos Maia, Campo Belo do Sul, Campo Erê, Caxambu do Sul, Ipuaçu, Ouro Verde, Ponte Alta do Norte, São Cristovão do Sul, Coronel Mar ns, Imaruí, Leoberto Leal, Major Vieira, Monte Castelo, Ponte Alta, Ponte Serrada, Romelândia, São João do Sul, São Joaquim, São José do Cerrito, Urubici, Vargeão, Bom Jardim da Serra, Abdon Ba sta, José Boiteux e Vitor Meireles. Esses municípios apresentam baixo Índice de Desenvol-

O professor Dr. Anderson Antônio Ma os Mar ns, reitor da UNIARP, par cipou dia 17 de fevereiro de uma reunião em Florianópolis com o governador Carlos Moisés da Silva e com o secretário de Estado da Educação Luiz Fernando Vampiro. Na ocasião foi apresentado o planejamento para o Programa UNIEDU para 2021. O encontro também promoveu uma aproximação e diálogo com o novo Secretário da Educação.



Nivaldo Narã

nivaldonara@colunista.com.br

Daniela e Gabriela

Enquanto isso os penduricalhos nas estatais: Infraero, por exemplo, usa dinheiro do contribuinte para pagar “auxílio combus vel”. O BNDES paga R$ 1.521, por mês em “auxílio-refeição” e mais R$ 654 na “cesta alimentação”. E por ai seque tantas outras.

Armados O número de armas legais de propriedade de cidadãos saltou de 697 mil em dezembro de 2018, para 1,15 milhão no fim do ano passado, de acordo com dados do Exército e da Polícia Federal. Mudanças de norma aumentaram os limites individuais de compra e reduziram o poder de autoridades de barrar declaração de necessidade de uso. Para alegria de Bolsonaro, na sua insana busca de armar o brasileiro. Em tempo: Nesse 1,15 milhão de armas nas mãos de civis as favoritas são as carabinas e as pistolas.

Deusa

Cur ram um pouco do verão e dos dias lindos em Maceió, mãe e filha aproveitaram todo esse clima de encantamento e exibiu a prova todo conforto da moda praia, de sua própria grife Daniela Tombini. (Fotos: Divulgação Facebook)

Pagamentos Os brasileiros movimentaram em 2020, com cartões de crédito, débito e pré-pago R$ 2 trilhões. O que representa um crescimento de 8,2% em comparação a 2019. Se considerarmos os valores transacionais devido ao auxílio emergencial a alta chega a 11%. As transações no crédito somaram R$ 1,18 trilhão, alta de 2,6%. No débito, o crescimento foi de 14,8% com R$ 762,4 bilhões e os cartões pré-pagos cresceram 107,4% chegando a R$ 45,4 bilhões.

Penúria Conforme os dados atualizados do IBGE dão conta que 13,6 milhões de brasileiros vivem com menos de US$ 1,90 por dia. Também revelam que 4,5 milhões de crianças brasileiras, vivem em estado de extrema privação e desamparo, muitas obrigadas a trabalho infan l.

Vera Fischer se prepara para comemorar seus 70 anos, em 27 de novembro. No ano em que completa mais uma primavera, Vera segue estonteante e com a autoes ma lá em cima. Aproveitando deste momento de grandes expecta vas posou em ensaio para Fernando Torqua o, e também está terminando seu quinto livro e preparando uma coleção de joias. “E diz que o segredo de seu vigor é a paixão pela vida”. (Foto: Fernando Torqua o)


Poderosa

O magnífico ar sta visual e internacional Juarez Machado vive a expecta va de comemorar, seus 80 anos de idade em 2021. Com curadoria cultural de seu irmão Edson Machado e coordenação geral de Liliana Cabral e Rebecca Gavião e demais equipe de profissionais. Estão organizando para comemorar a notável data, uma grande exposição do ar sta in tulada “Volta ao Mundo em 80 Anos", no Museu Oscar Niemeyer-MON, em Curi ba.Foto: Divulgação

Exposição

Cláudia Raia fez sua estreia no Tiktok e aproveitou para compar lhar em seu Instagram (@claudiaraia). No post, ela sensualiza, muda de figurino e u liza como cenário a Banqueta Duda Counter, criada pelo Designer brasileiro Aristeu Pires. A peça é encontrada na loja Autoria Design, que fica em Itajaí. Foto: Instagram

Aniversariante

A ar sta plás ca blumenauense Maria Sale e Engels Werling, a convite do curador, Edson Busch Machado tem suas obras expostas ao público das cidades de Joinville e São Joaquim. No Ins tuto Juarez Machado, a exposição “Inquietações” poderá ser visitada até o dia 27 de fevereiro. Já a exposição “Memórias Afe vas” abrirá no dia 20 de fevereiro até 26 de abril na Galeria de Arte Villa Francioni, em São Joaquim, em comemoração aos 15 anos de produção dos vinhos da empresa.(Foto: Divulgação)

Realismo Conforme dados da Pnad, somente cerca de 4% de filhos de país sem instrução conseguem completar o nível superior para os filhos de país, sem instrução conseguem completar o nível superior. No entanto os pais com ensino superior, pra camente não têm filhos sem instrução universitária.

Supremo rejeita Para quem acreditava no direito ao esquecimento deve ter ficado frustrado, com a decisão do Supremo. Só para imaginar: que tal os bisnetos de Getúlio Vargas pedir para que se esqueça de que ele deu ro no próprio peito. E os descendentes de Emílio Garrastazu Médici exigir que não se fale mais na carnificina promovida em seu governo. Entre outras centenas de desejos ao esquecimento.


A pequenez do homem perante Deus. Salmo 39(38): Neste salmo, o salmista nos leva a uma meditação profunda e sincera sobre a pequenez do homem, quando visto na dimensão cósmica, especialmente quando cotejado com o seu Criador, Deus. E, antes de entrar no seu tema escolhido, primeiro o salmista olha o ser humano se debatendo no meio em que se encontra, vendo-se, ele, o justo, cercado de pessoas que não pensam em Deus, em o respeitam, e seus negócios e empreendimentos vão cada dia mais prosperando. Ele disse de si para si mesmo: 'Eu seguirei o meu caminho, sem deixar minha língua se soltar; guardarei minha boca com uma tranca, até que o ímpio ( homem sem Deus) es ver diante de mim. Eu me calei, silencio e calma, mas ao ver a sorte ( do ímpio) o me tormento explodiu'. E nesta angús a, o salmista chegou a pedir a Deus que apressasse o seu fim: ' faze-me, Senhor, saber meu fim, e qual e a medida dos meus dias'. E a essa altura de suas cogitações, ele se dá conta da brevidade de seus dias, e da pequenez da vida humana, e voltando-se para Deus, quase como um grito de revolta, mas de reconhecimento, exclama: ' Como um instante (Senhor) fizeste meus dias; e minha duração ( período de vida), um nada diante de Ti', e prossegue: ' Nada senão um sopro todo homem eu se ergue; nada, senão uma sombra, o humano que caminha; nada, senão um sopro, as riquezas que ele amontoa', e quase que zombando do ser humano, ele próprio, conclui : e ele ( o homem) nem sabe quem gozará delas'. Uma estrofe mais adiante, o salmista sentencia: 'Nada mais do que um sopro, todos os humanos'. E ciente e convencido desta realidade ( a vida humana), faz um pedido a Deus: ' Olha para mim, Senhor a fim de que eu respire, antes que eu parta, e nada mais de mim'. Esta úl ma expressão, embora se perceba no contexto que o salmista está falando desta vida fenomênica, existencial, mesmo assim ,deixa um ar de não-crença da vida eterna. Aliás, a gente sabe que a revelação da Vida Eterna Deus a comunicou aos poucos, a longo das Escrituras, esperando a plenitude dos tempos, em que o Filho de Deus, Jesus , o Cristo, veio completar toda a Revelação. Então, que fique ara nós claro, que não é preciso que uma verdade esteja presente em toda a Escritura para ser verdadeira, basta que uma vez seja dita com toda segurança. Foi por este mesmo jeito de falar que o Verbo de Deus, Jesus, preferiu falar em ' parábolas' e não em afirmações claras, para que os ouvintes da Palavra vessem tempo para crescerem e sen rem o sen do das mensagens, aos poucos, dia após dia, nível após nível de consciência.


Na Cozinha Com Alcir Bazzanella

Tilápia com molho de queijos Ingredientes 800g de filé de lápia Suco de 1 limão siciliano Sal de cheiro a gosto Farinha de arroz para empanar Cebolinha para polvilhar

Molho 1 e 1/2 xícara (chá) de creme de leite 1 xícara (chá) de requeijão cremoso 150g de queijo mussarela ralado 100g de queijo parmesão ralado Orégano a gosto

Modo de preparo Para o molho, coloque o creme de leite, o requeijão, a mussarela, o parmesão e o orégano em uma panela e cozinhe até derreter. Desligue e reserve. Tempere os filés de peixe com sal e pimenta de cheiro. Empane na farinha de arroz e frite, aos poucos, em óleo quente até dourar. Escorra em papel toalha e transfira para uma travessa. Regue com o molho, polvilhe com cebolinha e sirva acompanhado de arroz com açafrão com saladas verdes e palmito.

Para harmonizar Vinhos como Chardonnay, Sauvignon Blanc. Dependendo do prato, até espumantes brut harmonizam muito bem.Para quem prefere cerveja: Amber Lager e as Bohemia Pilsener.

Quer anunciar: (49) 3567 1584 (49) 98809 7373 – (49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com


Feeling Potencial de Caçador Ja circulando

Mostre e divulgue sua empresa para o Brasil e o mundo Em 2022 venha anunciar aqui