Page 1

Ano 22 - edição 125 - Junho - 2020 Revista Digital

78 Anos FIESC contra coronavírus Maicé - Hospital do Bem Tedesco - Padroeiro Santo Antônio



Editorial Prezados amigos leitores: Quando no ciado o inicio da Covid-19 um novo momento começou a ser escrito na história dos brasileiros: ninguém saiu ileso das consequências que a pandemia trouxe. A essa altura, tornou-se redundante quan ficar a capilaridade da doença, capaz de impactar ambientes, mercados e costumes. Vimos preços abusivos pra cados por comerciantes e empresários gananciosos que se aproveitaram do medo e da fragilidade das pessoas assustadas num momento de incertezas, ao embate polí co que se tornou o problema de saúde pública e o debate entre governantes e empresários sobre a con nuidade ou o fim da quarentena. Mas apesar de tudo a solidariedade, palavra posi va e acalentadora em meio à crise foi ponto marcante, onde grupos de voluntários formados por amigos, moradores de bairros, en dades, igrejas, empresários e até mesmo desconhecidos conectados pela comoção fizeram e estão fazendo a diferença na vida de muitas pessoas. Nos da Revista Feeling estaremos levando até vocês edições digitais de nosso veiculo de comunicação para con nuarmos junto a comunidade caçadorense e da região nossa caminhada até que tudo volte ao normal. Que Deus derrame suas bênção sobre todos o planeta eliminando este mal que nos assola. Boa leitura a todos.

Sumário 04 - Variedades com Edumar Junior 06 - 07 - Estado - FIESC contra o coronavírus 10 - Saúde Animal 11 - Maicé -Hospital do Bem 12 -13 Adami 78 anos 14 - 15 - Relembrando 17 - Opinião - Quirino Ribeiro (novo) 18 - 19 - Aconteceu 22- Na Cozinha 24 -25 - Olhar Social com Nivaldo Narã 26 - Espiritualidade por Guerino Bebber

Ano 22 - edição 125 - Junho - 2020 Revista Digital

78 Anos FIESC contra coronavírus Maicé - Hospital do Bem Tedesco - Padroeiro Santo Antônio

Diretor: Alcir Bazzanella (Jornalista-SC 1668 JP) (49) 9 8809 7373 - alcir@abonline.com.br Departamento Comercial: Edumar Verge Junior (49) 9 9807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com Administra vo: Karine Silva Dias Bazzanella (49) 3567 1584 - adm@abonline.com.br Criação/Diagramação: EJR – Serviços de Comunicação (49) 9 9815 2244 - edumarvjunior@hotmail.com Capa: Rose Wartha - Foto Adami Revista Feeling é uma publicação da editora AB Revista e Jornal Impressos Ltda Rua Alcides Tombini – 256 Bairro Paraíso Caçador – SC - CEP 89503-006 Todas as matérias e publicidades assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores. A opinião das pessoas não reflete necessariamente a opinião da revista.


49 - 998071448

Em Celebração... Pelo Bispo diocesano Dom Jacinto Inácio Flach, aconteceu a Celebração Solene de profissão dos votos As jovens noviças Máylla Carvalho Lima, Roberta Zuan Mário Morelo, Daiane Rogaleski Vieira, Cris ane Fernandes Possa e Diélen Benedet Dela Vedova, naturais de três estados brasileiros, Bahia, Paraná e Santa Catarina, es veram por um determinado período em formação, nas etapas do vocacional interno, aspirantado, postulantado e noviciado.

No caso dos Servos Adoradores da Misericórdia Há um quarto voto, o de escravidão a San ssima Virgem Maria, segundo o tratado de São Luís Maria Grignion de Mon ort. Durante o rito de consagração, recebem as insígnias que são sinais externos da total entrega a Deus e vivência do carisma: o sinal, a corrente com a medalha de Nossa Senhora, o terço usado na cintura e a aliança. A jovem Máylla passa a ser chamada de Ir. Bernadete Consolata; Roberta de Ir. Edith Veritas; Daiane de Ir. Luisa Cris na; Cris ane de Ir. Michaela Maria e a Diélen de Ir. Cecília da Trindade. Por fim, após a santa missa, irmãs e formandas homenageram as neo-professas, por meio de uma belíssima dança com a música: "Sim, é teu meu coração" de Suely Façanha.

Sempre buscando como obje vo o melhor crescimento humano e espiritual, bem como um discernimento vocacional, para por fim, darem o seu SIM a Deus de modo consciente da importância de tal decisão. Inseridos em uma ordem religiosa os jovens professam os votos de pobreza, cas dade e obediência, segundo o seu carisma. Devido o momento crí co de pandemia do COVID-19, com exigência de isolamento social, a Santa Missa ocorreu de maneira privada, com a presença do fundador Pe. José Juan e alguns membros do clero diocesano: o reitor do santuário Pe. Antônio Vander da Silva, Pe. Daniel Zilli Da Rolt, pároco da Paróquia Sagrada Família, Araranguá (SC), Pe. Jiovani Manique Barreto, pároco da Paróquia N. Sra. da Na vidade, Cocal do Sul (SC) e o Diácono Mateus Réus Dos Reis. Os pais das jovens também se fizeram presentes. Já os demais familiares e amigos puderam acompanhar este momento especial ao vivo pelas redes sociais.

Vivas são as palavras do nosso querido papa: “Jovens não tenhais medo, Cristo não nos ra nada, Ele vos dá tudo”. Que seja esta também fonte inspiradora para tantos outros rapazes e moças que diante de tantas propostas do mundo, precisam ser firmes e corajosos na sua resposta generosa ao Senhor. (Fonte: ASCOM SAM) Parabéns pela jornada vencida. Vocação e pra os escolhidos. Sucesso. Deus as ilumine sempre.


5


Estado FIESC contra o coronavírus O evento foi conduzido pelo diretor regional do SENAI e diretor de educação e tecnologia da FIESC, Fabrizio Machado Pereira, que reforçou o papel das en dades da Federação no enfrentamento da pandemia.

“O IEL, por meio do Observatório, tornou-se o ponto focal de informações e inteligência”. Já o SENAI tem sido determinante para o desenvolvimento de tecnologias, tais como o respirador pulmonar nacional, novos EPIs, soluções para proteção de ambientes de trabalho, e a manutenção e reparação de respiradores danificados ou inoperantes, dentre outros. “O SESI, por sua vez, tem se preparado para implantar protocolos de saúde e segurança nas diversas cadeias produ vas, bem como aplicar testes em larga escala nas indústrias”, destacou. O diretor falou ainda sobre a atuação das en dades no campo da educação, com boa parte dos conteúdos sendo compar lhados no formato digital e a imple-

mentação de diversas tecnologias para apoiar docentes e alunos.

O diretor de inovação e compe vidade da FIESC, José Eduardo Fiates, salientou que o pós-pandemia exige um plano de reinvenção, no qual a Federação já vem trabalhando por meio do projeto Travessia. “Mobilizamos nossos especialistas, engajamos os empresários, atuamos nessa guerra contra o corona com informação, comunicação, suporte em logís ca e mobilização de recursos por meio do Fundo Empresarial (FERA) . Coordenamos o aumento da produção nacional de respirador . Temos pela frente o achatamento da curva de contaminação, a segunda onda de aumento de casos, o surgimento da vacina, o controle da doença, o desenvolvimento econômico e o plano de recuperação”, destacou.


“Adotamos o home office para a grande maioria dos nossos colaboradores desde o dia 15 de março, emi mos bole ns diários sobre as ações referentes ao coronavírus, afastamos os colaboradores do grupo de risco e criamos a rede do bem para oferecer suporte online aos que estão em home office”, comentou. Nas redes de farmácia e alimentação, o SESI também implementou medidas como o uso do álcool em gel e de protetores faciais, além de barreiras sicas e demarcações que garantem o distanciamento seguro entre as pessoas. Na sexta-feira (29), às 10h30, a FIESC transmite no seu canal do YouTube evento com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, apresentação cultural do maestro João Carlos Mar ns e o lançamento do Livro sobre os 70 anos da en dade. (Fonte: ASCOM -FIESC)

O diretor ins tucional da FIESC, Carlos José Kurtz, também esclareceu dúvidas jurídicas a respeito do coronavírus. “O comportamento das pessoas e das empresas será decisivo na condução desse processo de adaptação das indústrias a este novo cenário imposto pela pandemia e só há uma maneira efe va de se proteger: seguindo os protocolos de segurança. Manter distância segura, usar álcool em gel e máscaras, além de realizar testes são medidas essenciais nesse processo”, afirmou. As en dades da FIESC também adotaram uma série de medidas de segurança. O plano de con ngência foi detalhado pelo diretor de desenvolvimento corpora vo e Negócios da FIESC, Alfredo Piotrovski.




A Associação Franco Brasileira (Hospital Maicé), diante a atual situação de pandemia do covid-19, E, em meio a tonto sofrimento, gostaria de agradecer a solidariedade dos colaboradores e comunidade em geral. Tal ação vêm encontrando espaço e fazendo a diferença em muitos lugares. Todos os gestos solidários e palavras de incentivos se multiplicam, contagiando, positivamente, muitas Pessoas. Nós, Família Maicé, deixamos aqui os nossos mais sinceros AGRADECIMENTOS e GRATIDÃO por todo gesto de carinho e solidariedade prestado à nossa instituição.


Saúde Animal Intoxicação por “Sago Palm” em Cães Sago Palm é uma planta muito comum no estado da Flórida, também conhecida como “Palm Tree” (palmeira) ou “Cycad plant” por conter “cycasin”, uma substância altamente tóxica para cães e gatos. Infelizmente cães são atraídos pelo gosto desta planta. Todas as partes da planta contêm “cycasin” especialmente a semente, que contém a maior concentração deste agente tóxico. A ingestão de uma única semente pode causar intoxicação séria em cães de grande porte, sendo fatal na maioria dos casos em cães de pequeno a médio porte.

fatalidade associada ao consumo de Sago Palm em cães gira em torno de 50% a 75% dos casos e a incidência tem crescido mais de 200% nos úl mos 5 anos, o que é muito preocupante. No Hospital Veterinário da Universidade da Flórida, todo mês, cães são tratados devido à intoxicação por Sago Palm e infelizmente muitos deles não sobrevivem mesmo com toda a tecnologia e serviço de atendimento ao paciente crí co especializado. Na suspeita de intoxicação, o primeiro passo é ligar para o ASPCA (888) 426-4435, eles irão ajudar com os cuidados iniciais antes da chegada até o hospital veterinário. No hospital, seu veterinário irá iniciar fluidoterapia endovenosa e coletar sangue para avaliação das enzimas hepá cas e coagulação sanguínea. No início da intoxicação a fluidoterapia irá ajudar na perfusão hepá ca e a adição de an emé cos e protetores hepá cos e alguns dias de hospitalização poderão salvar o seu animal. Em estágios mais avançados, seu animal irá necessitar de múl plas transfusões sanguínea e plasma e cuidados intensivos e monitoramento crí co e mesmo com todo este controle muitos cães não sobrevivem devido à exytensa necrose hepá ca, coagulopa a e sep cemia.

O composto tóxico causa irritação gástrica no início (até 12 horas após o consumo) e quando iden ficado prontamente pelo proprietário e pronta procura por ajuda médica veterinária as chances de tratamento aumentam e a recuperação pode ser total caso não tenha ocorrido nenhuma lesão hepá ca. Sinais clínicos no início incluem vômito, diarreia, fraqueza e depressão. Com o tempo, a toxina afeta o gado e causa severa insuficiência hepá ca (icterícia, cirrose hepá ca, ascite). A insuficiência hepá ca gera problemas de coagulação (coagulopa a hepá ca) e aparecimento de sinais clínicos como sangramento nasal, hematomas pelo corpo e diarreia com sangue. Infelizmente não há muito a ser feito pelo cão quando o gado é afetado. Sinais neurológicos como incoordenação e convulsões também podem acontecer dependendo da quan dade ingerida. O ASPCA (Animal Poison Control Center) es ma que a

Cães e gatos vivem rodeados por várias substâncias tóxicas que podem causar sintomas graves e até risco de vida na maioria dos casos. Donos de cães e gatos devem prestar muita atenção nos produtos químicos que possuem em casa e limitar o acesso. Existem inúmeras plantas que causam intoxicação em cães e gatos, Sago Palm é só uma delas. Visite o site do ASPCA para ver a lista completa de plantas tóxicas. Donos de cães e gatos devem estar atentos ao po de plantas que possuem em casa, limitar seu acesso e ao comprar uma planta nova procurar se informar sobre o potencial risco de intoxicação animal. (Fonte: by Dr. Luiz Bolfer)


Chuva de pedra dia 16 /10/1958 Em frente a Estação Ferroviaria.(Foto Boni)

Linha de produção da empresa Sulca em Caçador, sendo que a mesma chegou a produzir 11 mil pares de calçados por dia. Exportava para todos os con nentes.

C a l ça m e nto sendo executado na Rua José Boiteaux Foto Internet

Era sofrido an gamente nas estradas

Carnaval Clube 7, Bloco Viva Guadalajara, foto dos casais 1977. Reni Caramori, Tico Bora, Paulo Ceche o, Nelson Marins, Lucio Gast, Carlos Granzoto, Adelar Peruzzolo, Renato Marins, Juarez Buba, Iva Caramori, Lenita Ceche o, Gladis Marins, Marli Marins, Marli Gast, Marlene Granzoto, Teresinha Buba, Neca Costa Peruzzolo, Rejane Cury


An ga Escola na "Estação Experimental do Trigo" depois EPAGRI - Anos 70.

Av. Barão do Rio Branco - Moinho Santo André Myatã em Caçador

Pessoas que contribuíram ´para o desenvolvimento de Caçador. Da esquerda para a direita: Luiz Almeida, Jacob Cararo, João Cararo e Ba sta Bressan

Encerramento do Tiro de Guerra no ano de 1976

Hotel Avenida, onde na década de 60 funcionou a União Caçadorense de Estudantes UCE, onde teve como Presidente Salomão Ribas Junior

Neste registro histórico o prefeito Jucy Varela e a neta Patricia Varela Regis na, Av. Barão do Rio Branco




Pratique a coleta seletiva e separe o lixo. A cidade e o planeta agradecem. Cidade limpa. Direito seu, dever de todos.

Ÿ Limpeza Urbana Ÿ Coleta, Coleta Seletiva e Reciclagem Ÿ Operação de Aterros Sanitários Ÿ Implantação de Aterros Sanitários Ÿ Recuperação de Áreas Degradadas

Rua Conselheiro Mafra, 708 |Fone (49) 3563.2517 |Caçador, SC | Filial: Av. Herbert Hadler, 435 | Fone (53) 4141.1419 | Pelotas, RS


OPINIÃO

QUIRINO RIBEIRO Quirino@scc.com.br (49) 99947.2115

“Promover a morte ou promover a vida! O que você está escolhendo”? Adiamento Das Eleições

Esses centros

Parece que o Senado está preocupado na aprovação do projeto de autoria do senador Randolfe Rodrigues que prevê o adiamento das eleições municipais, de 4 de outubro para 6 de dezembro. E a votação do projeto deve ocorrer em caráter de urgência, mesmo que a sessão seja realizada de forma virtual neste período em que o País está em 'guerra' contra a Covid-19.

Em todos os municípios de nossa região, poderão ser criados em espaços públicos ociosos neste momento, como os ginásios poliespor vos das Prefeituras, escolas municipais e estaduais, ou até por meio de vagas ociosas na rede hoteleira das cidades.

E o mais importante disso tudo É que não há nenhuma esperança de que esse problema seja ex nto antes das eleições, sejam elas adiadas ou não. A propósito, o Ministério da Saúde, segundo nota no portal da Transparência Brasil, informa que 'enfrentaremos quatro meses muito duros' a respeito do novo coronavírus. E alerta que estudo vinculado ao Imperial College, no Reino Unido, diz que o distanciamento sico pode durar até 12 meses ou mais, devido à Covid-19, o que pode fazer com que as eleições não aconteçam com a mesma normalidade.

Vidas valem a pena A principal recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) e dos especialistas em epidemiologia é que em caso de infecção pelo coronavírus a pessoa que não desenvolveu os sintomas graves da doença seja isolada por pelo menos dez dias do restante da família para evitar o contágio. Mas como a realidade econômica e social das famílias de nossas grandes cidades é bastante diferente isso reflete diretamente nas condições de moradia.

E pensando nas famílias Que vivem em habitações de elevada precariedade, é importante criar condições para as pessoas infectadas pelo coronavírus que vivem em situação de maior vulnerabilidade social, em moradias precárias, sem as devidas condições de realizar o isolamento em sua própria casa, possam evitar a transmissão da doença para outras pessoas de sua família que as Prefeituras tenham centros municipais de acolhimento e isolamento de pacientes com o virus.

Destaque nacional e mundial Santa Catarina completou 13 anos do reconhecimento internacional como área livre de febre a osa sem vacinação. Em 25 de maio de 2007, o estado recebeu o cer ficado da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e desde então se mantém como referência em saúde animal e defesa agropecuária. Na úl ma década, os catarinenses se tornaram os maiores produtores de suínos do Brasil, o segundo maior produtor de aves e o quarto maior produtor de leite, com acesso aos mercados mais exigentes e compe vos do mundo.

Ricardo Mio o Secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural em exercício, destacou: "Em maio celebramos uma conquista muito importante para o agronegócio de Santa Catarina, em especial a produção de proteína animal. Nós estamos comemorando 13 anos da obtenção do nosso cer ficado, junto à OIE, como área livre de febre a osa sem vacinação. Esse é um status sanitário diferenciado, que coloca Santa Catarina em posição de destaque no mercado mundial, dando acesso a mercados mais nobres”.

A cer ficação da OIE É o maior status sanitário que um estado ou país pode alcançar e demonstra ao mundo, principalmente aos mercados internacionais, que cumpre todos os requisitos técnicos e que consegue comprovar a saúde de seu rebanho. A febre a osa é uma das doenças com maior risco sanitário e econômico, por isso alguns países só compram carnes de áreas livres da doença sem vacinação, onde comprovadamente não existe a circulação do vírus e, consequentemente, o controle sanitário é maior.


Aconteceu Alcir Bazzanella

81 anos tamentos, produção de celulose e papel, produção de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Além da unidade fabril de Caçador, ainda possui fábrica em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e escritórios em São Paulo e Porto Alegre. A empresa Primo Tedesco S.A. começou a ser formada na década de 30, quando Primo Tedesco instalou, em Caçador, Oeste de Santa Catarina, uma pioneira fábrica de pasta mecânica, movida por uma pequena turbina instalada no Rio do Peixe. Em 1939 foi cons tuída a empresa de nome Primo Tedesco, que se tornaria uma grande organização fabricante de papel e embalagens.

A ver calização da Primo Tedesco S.A. garante a base renovável de seu negócio, desenvolvendo trabalhos de preservação do meio ambiente em todas as suas unidades industriais. Esta preocupação com a valorização dos recursos renováveis é uma demonstração clara da sua polí ca de crescimento sustentável com responsabilidade, beneficiando assim a comunidade como um todo. Seus parques industriais somam aproximadamente 50.000 m² de área construída, tendo como área total 500.000 m².

Desde que chegou a Caçador, Primo Tedesco vislumbrou a necessidade de preservar as reservas florestais da região para suprimento de matéria-prima. A par r da década de 50, enquanto as matas eram derrubadas, ele plantava pinheiros, tornando-se o primeiro reflorestador da região. Pelo feito inovador, o mesmo foi agraciado com o tulo de Comendador da Ordem da Árvore. Seu trabalho permi u a integração das a vidades das empresas lideradas pela fabricação de papel.

Conta com 1.000 colaboradores diretos, que contribuem para o seu crescimento e desenvolvimento.

As unidades de negócios da Primo Tedesco S.A. são cons tuídas de produção de energia elétrica, reflores-

Todas as unidades estão dotadas de moderna tecnologia para atender as especificações de seus clientes, oferecendo sempre uma solução adequada.


Fé faz parte da concepção da empresa Desde 1942, sempre no dia 13 de junho, dia de Santo Antônio, direção, empregados, ex-empregados, acionistas e convidados, par cipam de culto nas dependências da empresa, nas unidades de Caçador/ SC e Canoas/ RS. Este ano devido a pandemia após 78 anos realizando este evento magnifico de confraternização com todas as famílias não será possível realiza-lo, mas tenha a certeza que todos neste dia com sua fé estarão mandando energias posi vas.

Na década de 30, com a chegada do fundador da empresa em Caçador, trouxe não somente seu empreendedorismo, mas sim uma devoção muito grande a este Santo Antonio. Em 1939, ano de fundação da empresa, foi construída uma capela em homenagem ao Santo Antônio e três anos mais tarde, deu-se início a uma tradição que perdura até hoje.

Como tradição a benção e distribuição dos pães de Santo Antônio a todos os presentes através da oração: Lembrai-vos, ó glorioso santo Antônio, amigo do menino Jesus e filho querido de Maria Imaculada, que nunca ouviu dizer que alguns daqueles que tem recorrido a vós e implorado a vossa proteção tenha sido abandonado. Animado de igual confiança, venho a vós, ó fiel consolador dos aflitos. Gemendo sob o peso dos meus pecados, prosto-me a vossos pés, e, pecador como sou, ouso aparecer diante de vós. Não rejeiteis a minha suplica, vós, tão poderoso junto do Coração de Jesus, mas escutai-a favoravelmente, e dignai-vos atende-la.

O pároco que realizou a cerimonia emoldurado pelos proprietários da empresa, Cris ane Tedesco, Alda Tedesco, Julio e Vani Tedesco e os empresários Henrique Basso e Leonir Tesser. Vale dizer que Julio Tedesco ressaltou que faz questão e manter a tradição, pois o padroeira da empresa cuida com muito carinho de todos os colaboradores e familiares, e trata-se de um momento único e agradável para confraternizar.


Agora em todo o Brasil pelo www.abonline.com.br Meu canal no YouTube Programa Alcir Bazzanella


UNIARP lançará e-book com olhar interdisciplinar sobre a pandemia do covid-19 Impactos polí cos da pandemia da Covid-19; Impactos na agroindústria ou no setor de alimentos; Relato de experiência com a doença provocada pelo coronavirus. O capítulo do livro deve ser entregue, impreterivelmente, até o dia 28 de maio de 2020. Devem ser enviados para o e-mail: claudriana@uniarp.edu.br (Fonte: ASCOM UNIARP)

IFSC entrega mais 100 protetores faciais para a UNIARP A UNIARP, por meio do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Desenvolvimento e Sociedade está produzindo um e-book com o tulo: “Corona Vírus a Grande Pandemia do Século XXI: Um Olhar Interdisciplinar”. Os professores organizadores do e-book são: Claudriana Locatelli, Ivanete Schneider Hahn e Levi Hülse. A obra visa avaliar os impactos que a sociedade mundial enfrenta diante da pandemia provocada pelo COVID-19. Para isso, se pretende estudar o assunto através dos seguintes tópicos: Vírus: aspectos morfológicos, caracterís cas biológicas; Covid-19 – Caracterís cas da doença;

A Uniarp recebeu nesta quarta-feira (27) mais 100 protetores faciais de dupla proteção. Os itens foram produzidos pelo IFSC de Caçador, com a impressora 3D. O professor Dr. Anderson Antônio Ma os Mar ns, reitor da UNIARP recebeu as doações. Ele agradeceu e parabenizou alunos e professores pela inicia va que se une a muitas outras, neste momento de enfrentamento da pandemia do covid-19.

Aspectos epidemiológicos da Covid-19; Diagnós co e Prognós co da Covid-19; Terapias alvo com ensaios clínicos contra a Covid-19; Isolamento social: efeitos sobre a saúde sica e mental; Impactos sociais da pandemia ocasionada pela Covid-19; Impactos da crise no comportamento empreendedor e na economia da região do contestado; Impactos na educação da pandemia da Covid-19.

Mais protetores faciais serão produzidos. Ins tuições podem solicitar no telefone (49) 99816-8706 (prof. Lúcio).


Na Cozinha Com Alcir Bazzanella

Fraldinha na mostarda Ingredientes 1 peça de fraldinha Sal e chimichurri - (pimenta de sua preferencia) 4 colheres (sopa) de manteiga 1 xícara (chá) de mostarda Dijon 2 dentes de alho amassados 5 batatas pré-cozidas em cubos

Modo de preparo Faça furos na carne com uma faca e tempere com sal, chimichurri e se desejar pimenta branca ou de sua preferencia. Coloque em uma fôrma retangular média, forrada com papel-alumínio, e besunte a carne com metade da mistura feita com a manteiga, a mostarda e o alho. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio, preaquecido, por 30 minutos ou até dourar levemente. Retire o papel, coloque as batatas ao redor da carne e regue com a mistura de mostarda restante. Volte ao forno por mais 30 minutos ou até dourar e amaciar a carne e as batatas. Transfira para uma travessa polvilhe com temperos verdes e sirva. Acompanha salada verde, arroz branco e para beber um bom vinho tinto.

Quer anunciar: (49) 3567 1584 (49) 98809 7373 – (49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com


6

6


Nivaldo Narã Quarentena

nivaldonara@colunista.com.br disseminação do Covid-19. Em tempos de

Fotos divulgação: Instagram

coronavírus, cenas do cotidiano em quarentena.

Variedades Para comemora seus 45 anos a revista Vogue traz em sua capa Gisele Bündchen. Por apresentar um conteúdo mais leve em vez de focar na pandemia a revista foi criticada.

Fotos: Luigi & Iango – Divulgação

O Instagram se tornou a janela da casa das pessoas, que têm exposto suas rotinas nas redes sociais em tempos de isolamento social.

No caso de Gisele Bündchen, as fotos foram feitas em dezembro, na mesma casa onde ela está em isolamento social na Costa Rica. Gisele ao anunciar a capa falou: “O momento de reclusão nos faz, de alguma forma, reavaliarmos nossas vidas. É um convite a rever nossas prioridades e valores. A vida Todos em casa. Nada de festas, viagens e eventos, tudo em prol de um bem maior que é o controle da

nos fez olhar não só para dentro de nós mesmos, mas para como agimos e nos relacionamos com o outro”.


Desejo

Quarentena Sérgio Moro não poderá ter novo cargo público por seis meses e, portanto ganhará vencimentos normais na condição de ex-ministro por seis meses.

Interrogante Lula questionou o conhecimento de Nelson Teich sobre o SUS e o novo ministro da Saúde respondeu A cantora e atriz Lady Gaga, 34 anos, anunciou em

que iniciou sua carreira “há 39 anos no SUS”. Só que o

suas redes sociais a nova data para o lançamento

SUS nasceu há 32 anos.

do 6º CD Chromatica adiado por causa da pandemia: 29 de maio. Capa e recheio da revista

Aniversariantes em Caçador

InStyle, ela conta seus planos. Na vida pessoal seu sonho é ser mãe: “Vou dizer que estou muito

Comemora

animada para ter filhos. Estou ansiosa para ser

Nora, mãe e filha nos dias 10 e 18 de maio festejando

mãe”. Foto: Nathaniel Goldberg - Divulgação

em Petit Comité, em meio à quarentena.Foto Instagram

Sardinhas espanholas

O governo da Espanha vai doar ao Brasil cerca de 30 mil latas de sardinhas, que serão distribuídas pelo Ministério da Cidadania a ONG da linha de frente do combate à Covid-19. Faltam leitos de UTI, respiradores, máscaras e outros, mas não vão faltar sardinhas. Também quero!

aniversário, Neusa Araújo e Danielly

divulgação:


O que é Evangelho: Evangelho é a doutrina e a história de Jesus Cristo. É cada um dos quatro livros principais do Novo Testamento. É cada um dos trechos do Novo Testamento que são lidos durante a liturgia da missa. É uma palavra de origem grega que significa "Boa-nova". Evangelizar é o ato de divulgar a mensagem de Cristo e evangelista é o autor de qualquer dos quatro livros do Evangelho. No Novo Testamento da Bíblia Sagrada existem quatro evangelhos que narram a história de vida de Jesus relatando todos os acontecimentos inerentes à sua vida na terra e os ensinamentos sobre a doutrina cristã. Os seus autores foram os evangelistas Mateus, Marcos, Lucas e João. Estes quatro evangelhos foram reconhecidos legi mamente pelo Cris anismo e adotados como os primeiros livros do Novo Testamento recebendo a designação de "Evangelhos Canônicos". Vários outros evangelhos foram escritos sobre a vida de Jesus Cristo, por exemplo, O Evangelho segundo S. Tomé ou O Evangelho segundo S. Judas. No entanto, esses evangelhos não foram reconhecidos pela religião cristã por não terem sido considerados de inspiração divina, razão pela qual não fazem parte do cânone. São então denominados "evangelhos apócrifos".

Pai misericordioso A misericórdia de Deus é tão grande e tão maravilhosa que Ele nos concede infinita bondade e generosidade. A prova disso está em Mateus 7 e 8: “Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta”. Basta que nós busquemos o nosso Pai e o encontraremos. Basta que nós peçamos e nós teremos!

Use a sua fé para mover o impossível A palavra de Deus diz que é impossível agradar o Pai sem fé. E essa é a ferramenta que temos para ver o impossível acontecer! Em Mateus 17:20 está escrito: "porque a fé que vocês têm é pequena. Eu asseguro que, se vocês verem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: 'Vá daqui para lá', e ele irá. Nada será impossível para vocês”.

Não existe impossível para Deus

No sen do figurado evangelho é aquilo que se tem por verdadeiro, ou aquilo que é digno de inteiro crédito.

Você tem alguma causa impossível? Sonha com algo que não parece ter chances de se tornar realidade? Então é hora de se lembrar que, para Deus, não existe impossível, afinal, Ele é o criador dos céus e da Terra. “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis", Mateus 19:26.

Deus onipresente

Não cansa de fazer o bem

Em Salmos 139:8 está escrito: “Se subir ao céu, lá tuestás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também”. Isso quer dizer que não há como fugir de Deus! Em qualquer lugar que você es ver, Ele estará ao seu lado. Deus é onipresente. Ele sempre saberá das suas ações, das palavras ditas, dos sen mentos e pensamentos. Não importa quão longe você esteja, Deus estará lá também.

Em Gálatas 6:9 diz: “e não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos”. Deus promete que nós colheremos o fruto que plantarmos. Ou seja, se plantarmos o bem, colheremos o bem. Mas não podemos nos esquecer que essa promessa é válida se não desanimarmos. Por isso, mantenha-se firme na presença do Pai e, mesmo cansado, não para de fazer o bem.


Breve o Lançamento

Feeling Potencial de Caçador Mostre e divulgue sua empresa para o Brasil e o mundo Quer anunciar: (49) 3567 1584 (49) 98809 7373 – (49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com



Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.