Revista Feeling edição 136

Page 1

Ano 23 - Edição 136- Maio - 2021 Revista Digital

Feliz dia dos Namorados

Infertilidade conjugal Dra Flávia Clivatti - Urologista

Obras do aeroporto de Caçador

Cicatrizes, acnes e estrias Dra Cleunice Mottecy



Editorial

Sumário

Chegamos ao inal do mê s de maio. Claro nã o poderıámos deixar de lembrar as datas comemorativas que aconteceram como o Dia das Mã es, també m chamado o mê s das noivas. Mas tudo com comemoraçõ es diferentes neste ano atı́pico de pandemia onde todos de alguma forma perderam algué m, de seu convıv́io para este vıŕus. Porem temos que continuar fazendo nossa parte, cuidando-nos atravé s dos protocolos de saú de. Seguindo restriçõ es determinadas pelos ó rgã os competentes ao caso e lembrar que somos responsá veis pelos nossos atos. També m campanhas aconteceram para a conscientizaçã o sobre segurança no transito, Maio Amarelo. Desencadeado pelo ó rgã o competente em nosso municıp ́ io. En im vamos começar junho de cabeça erguida, pedindo sempre a proteçã o do altıśsimo para todo o planeta. Brasil acima de tudo e Deus acima de todos. Boa leitura.

04 -Variedades - Edumar Junior 06 - Opinião -Quirino Ribeiro 08 - 09 - Dra. Flávia H. Mortari 10- Dra. Cleonice dos Santos Mottecy 11 - Relembrando 12 - 13 - Mudança de Classificação da Covid-19 15 - Obras do aeroporto de Caçador 16 - Aconteceu - Alcir Bazzanella 17 - Dia dos Namorados 19 - Saúde Animal 20 - Economia 22- Educação 24 - 25 - Ollhar Social - Nivaldo Narã 26 - Espiritualidade - Guerino Bebber 28 -Na Cozinha - Alcir Bazzanella Diretor: Alcir Bazzanella (Jornalista-SC 1668 JP) (49) 9 8809 7373 - alcir@abonline.com.br Departamento Comercial: Edumar Verge Junior (49) 9 9807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com Administra vo: Karine Silva Dias Bazzanella (49) 3567 1584 - adm@abonline.com.br Criação/Diagramação: EJR – Serviços de Comunicação (49) 9 9815 2244 - edumarvjunior@hotmail.com

Ano 23 - Edição 136- Maio - 2021 Revista Digital

Departamento Jurídico: Gilson Francisco Kollross

Feliz dia dos Namorados

Infertilidade conjugal Dra Flávia Clivatti - Urologista

Obras do aeroporto de Caçador

Cicatrizes, acnes e estrias Dra Cleunice Mottecy

Capa: Rose Wartha Foto: Interne. Revista Feeling é uma publicação da editora AB Revista e Jornal Impressos Ltda Rua Alcides Tombini – 256 Bairro Paraíso Caçador – SC - CEP 89503-006 Todas as matérias e publicidades assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores. A opinião das pessoas não reflete necessariamente a opinião da revista.


49 - 998071448

Vacina Covaxin: contra Covid-19 tem 100% de e icácia Aprovado no Brasil pela Anvisa neste mê s o ensaio clın ́ ico da nova vacina contra Covid-19, a Covaxin. Produzida em colaboraçã o com o Conselho Indiano de Pesquisa Mé dica e o Instituto Nacional de Virologia, da cidade de Pune, na India, a Covaxin utiliza o vıŕus inteiro inativado para produçã o da vacina, assim como a Coronavac e a Astrazeneca, ambas já aprovadas no Brasil. De acordo com dados preliminares, a Covaxin tem 100% de e icá cia em relaçã o a casos graves. Para a Coronavac, este ın ́ dice é de 78% para casos moderados e també m de 100% para casos graves. Já para a Astrazeneca, també m conhecida como vacina de Oxford, este ın ́ dice pode variar de 85% a 90%. (Fonte: Letıćia Taets Revista Seleçõ es)

Klabin e Embrapa desenvolvem pesquisa que une produção de celulose e carne de baixo carbono. A Klabin e a Embrapa irmaram uma parceria iné dita para a criaçã o e a validaçã o de diretrizes de um sistema silvipastoril (integraçã o pecuá ria- loresta – ILPF) que permite o uso integral da loresta plantada para a produçã o de celulose e papel ao mesmo tempo em que o produtor cria gado de corte. Os sistemas silvipastoris podem ser usados para mitigar ou neutralizar os gases de efeito estufa emitidos pelo gado. Com a pesquisa que está sendo realizada, espera-se criar diretrizes para que os produtores rurais possam, alé m de acessar o mercado sustentá vel da carne baixo carbono, vender os plantios lorestais em sua totalidade para a indú stria de celulose e papel e ter uma fonte adicional de renda.(Fonte: FORBES)

Per is que compartilham fake news no Facebook podem 'sumir' O Facebbok anunciou nesta quarta-feira, 26, que os per is que compartilharem frequentemente fake news serã o penalizados com alcance reduzido em todos os seus posts.

O Facebook, no entanto, nã o detalhou a partir de quantos conteú dos falsos compartilhados a penalidade será aplicada, alegando que isso poderia ajudar pessoas mal-intencionadas a driblar os algoritmos. Outra novidade anunciada pelo Facebook é a reformulaçã o da noti icaçã o que avisa um usuá rio quando ele compartilhou um post considerado falso. As novas regras també m irã o valer para as pá ginas que compartilham notıćias falsas com frequê ncia. A rede social vai exibir um aviso para os usuá rios quando eles forem curtir uma dessas pá ginas.



OPINIÃO QUIRINO RIBEIRO Quirino@scc.com.br (49) 99947.2115

“Estamos começando a viver um novo normal". (Elis Radmann) FUTURO DA ECONOMIA PÓS-COVID Aos poucos, a economia e a vida tê m-se adaptado ao "novo normal". A reabertura econô mica proporcionada pela queda nos indicadores de novos casos e mortes em decorrê ncia do coronavıŕus tem criado novos postos de trabalho, alé m de dar fô lego ao caixa de empresas. Mas como será o futuro da Economia, passada a pandemia de Covid-19?

comerce só tem tendê ncia de aumento. Novos postos de trabalho devem ser criados, tendo como exemplo Santa Catarina que voltou a registrar saldo positivo nas vagas formais de emprego em abril. Foram criados 11.127 postos de trabalho no mê s. Com o resultado do mê s passado, o Estado chegou a um saldo positivo de 98.066 postos de trabalho no acumulado do ano até aqui.

EFEITOS Ainda é cedo para mensurar o impacto econô mico que a Covid-19 trouxe, porque ainda estamos sentindo os efeitos da pandemia. Dados da Organizaçã o para a Cooperaçã o e Desenvolvimento Econô mico o impacto é maior que a crise inanceira de 2008 e a crise atual é a pior crise desde a depressã o de 1930. Todo o mundo foi afetado. A crise econô mica no Brasil nã o foi diferente, mas, em comparaçã o com outros paıśes, até que se saiu bem.

AGRONEGÓCIO SALVADOR DA PÁTRIA O setor de agronegó cio é um dos responsá veis por impedir uma catá strofe ainda maior da economia brasileira nesse perıo ́ do marcado pela pandemia do coronavıŕus. Se por um lado, os demais setores da economia estã o em queda, as receitas do agronegó cio tiveram crescimento. O Brasil é lıd ́ er quando o assunto é soja, café , açú car, carne bovina e por aı́ vai.

O BRASIL JÁ TEM DADO SINAIS DE RETOMADA Desde Abril, os indicadores mostram recuperaçã o. A Indú stria, por exemplo, tem crescido e apesar do Paıś ter feito a liçã o de casa e o governo ter criado programas de cré dito para manutençã o de emprego, estım ́ ulo à economia e a extensã o do auxıĺio emergencial que pode custar mais R$ 20 bilhõ es ao governo e para voltar a crescer de fato, o Brasil precisa continuar com as reformas estruturais e mudar a base da economia, sem esquecer-se das questõ es ambientais e sociais. FUTURO DE DESIGUALDADES Apesar do pior já ter passado, pelo menos aparentemente, a herança deixada pela crise poderá ser de ampliaçã o das desigualdades para as geraçõ es futuras. Há risco de a crise econô mica tornar-se també m social. Nesse cená rio, jovens e mulheres correrã o mais risco de sofrer com desemprego e com a pobreza, por serem, em mé dia, menos quali icados e trabalharem em á reas como a Indú stria e o Turismo. A ECONOMIA VAI MUDAR O padrã o de consumo das pessoas já mudou. A tendê ncia é um maior avanço da digitalizaçã o, algo que já ocorria, mas se expandiu para novas á reas com as demandas de isolamento impostas pela pandemia. O e-

SANTA CATARINA Comemorou esta semana 14 anos como zona livre de febre aftosa sem vacinaçã o reconhecida pela Organizaçã o Mundial de Saú de Animal (OIE) e seis anos de zona livre de peste suın ́ a clá ssica (PSC). Com esse status sanitá rio, o Estado se tornou o maior produtor nacional de suın ́ os, o segundo maior produtor de aves e o quarto maior produtor de leite, com acesso aos mercados mais exigentes e competitivos do mundo. O PRESIDENTE DO SINDICARNE José Antô nio Ribas Junior ressalta que a excelê ncia de sanidade trouxe vá rios avanços para o Estado. “Somos relativamente pequenos em territó rio, mas grandes na produçã o. Nã o à toa somos lıd ́ eres na exportaçã o de frangos e de suın ́ os”. De acordo com Ribas, as conquistas sã o resultado de um trabalho sé rio, resiliente e competente de toda a cadeia produtiva de aves e suı-́ nos de Santa Catarina, junto com os ó rgã os o iciais de governo e agê ncias de gestã o sanitá ria. “Essa atuaçã o conjunta nos permitiu conseguir um grande patrimô nio que é nosso estado sanitá rio: com atuaçã o de governo, de produtores, de agroindú strias e de cooperativas, ou seja, muitas mã os trabalharam de maneira organizada e siné rgica para conquistar essa liderança de exportaçã o, atendendo mais de 150 paıśes e sendo relevante també m na produçã o nacional”, reforça.


Pratique a coleta seletiva e separe o lixo. A cidade e o planeta agradecem. Cidade limpa. Direito seu, dever de todos.

PARABÉNS CAÇADOR

Ÿ Limpeza Urbana Ÿ Coleta, Coleta Seletiva e Reciclagem Ÿ Operação de Aterros Sanitários Ÿ Implantação de Aterros Sanitários Ÿ Recuperação de Áreas Degradadas

Rua Conselheiro Mafra, 708 |Fone (49) 3563.2517 |Caçador, SC | Filial: Av. Herbert Hadler, 435 | Fone (53) 4141.1419 | Pelotas, RS


Saúde Dra. Flávia

CRM SC 20021

Infer lidade Conjugal Os filhos existentes de outros relacionamentos não interferem nessa classificação, todavia devem ser reportada devido seu valor prognos co. Estudos demonstram que a grande maioria (80 a 90 por cento) dos casais aparentemente normais conceberão no primeiro ano da tenta va de concepção, eles também mostram que a fecundabilidade (probabilidade de alcançar uma gravidez num único ciclo menstrual) diminui com o tempo e com o aumento da idade da parceira. Pacientes que não engravidaram após 12 meses apresentam fecundabilidade ainda menor.

A infer lidade é uma condição comum com importantes implicações psicológicas, econômicas, demográficas e médicas.

Cinco a 15 por cento dos casais aparentemente normais conceberão nos segundos 12 meses após a tenta va de concepção, de modo que, após 24 meses de tenta vas de engravidar, 95 por cento dos casais terão concebido.

A demanda por serviços de infer lidade cresceu substancialmente, embora a prevalência de infer lidade tenha permanecido estável. A infer lidade é uma condição médica impar, que envolve sempre o casal e não apenas um indivíduo. Define-se infer lidade, conforme a Sociedade Americana de Medicina Reprodu va, como a falha de um casal em engravidar após 12 meses de relações sexuais na ausência de métodos contracep vos. Nos casais em que a idade da mulher é acima de 35 anos, o risco é maior de falha de gravidez natural e de necessidade de técnicas de reprodução assis da. Nesses casos, considera-se infer lidade após 6 meses de tenta vas. Infer lidade primaria é classificada quando há dificuldade na obtenção do primeiro filho do casal e secundária quando o casal ja teve pelo menos um filho.

Em geral, mulheres com menos de 30 anos de idade, com história de infer lidade inferior a dois anos, que veram uma gravidez anterior, ausência de doença tubária, anovulação, parceiros com infer lidade por fator masculino ou endometriose, têm o melhor prognós co para concepção independente de tratamento. Fatores femininos como causa da infer lidade, em países industrializados, são responsáveis por 30% dos casos. Fatores masculinos e femininos concomitantemente são iden ficados em cerca de 40% dos casais.


te variáveis e dependem de múl plos fatores, tanto masculino quanto feminino. 
 Atualmente técnicas de reprodução assis das são alterna vas para casais que não ob veram sucesso com as técnicas tradicionais:

Sendo assim, a causa de inves gação de dificuldade para engravidar deve contemplar causas femininas e masculinas simultaneamente. Em 5% dos casos, no entanto, não é possível estabelecer uma causa, classificando como casal portador de infer lidade sem causa aparente (ISCA). Considerando a infer lidade masculina, pode-se dividir aproximadamente conforme as causas: 34% causas inexploradas, 17% varicocele (varizes) 10% hipogonadismo (alteração hormonal), 9% infecção urogenital, 8% criptoquidia (tes culo que nasceu fora da bolsa escrotal) , 6% fatores sexuais, 5% fatores sistema imune e 3% doenças sistêmicas. A inves gação da infer lidade masculina é ampla e detalhada, visando iden ficar todos fatores que podem influenciar nega vamente na fer lidade conjugal. Fatores de agravo como obesidade, tabagismo, fatores ambientais, idade avançada (acima dos 50 anos) e uso de drogas gonadotóxicas sempre devem ser abordados. A análise seminal (espermograma) é base fundamental na avaliação, todavia não é um teste de fer lidade. Um exame normal não garante que o homem engravidará sua parceira, assim como uma análise alterada não significa que o casal obrigatoriamente necessitará de ajuda médica para obter uma gravidez. Esse exame servirá apenas como um guia para abordagem da infer lidade do casal. A infer lidade deve ser sempre abordada de forma detalhada, visando inves gação sempre do casal, que na maioria das vezes acaba sendo feito pelo médico Urologista e Ginecologista. O diagnós co preciso possibilita o tratamento direcionado. Os resultados são extremamen-

- Fer lização in vitro clássica (FIV): óvulos (coletados por ultrassom vaginal) em contato com os espermatozóides, fazendo com que a fecundação ocorra naturalmente. - ICSI (injeção intracitoplasmá ca de espermatozoides): consiste na injeção de um espermatozóide dentro do óvulos. Nessas técnicas os embriões são desenvolvidos e acompanhados no laboratório, sendo assim transferidos para o útero. A chance dessas técnicas pode chegar até 60% em condições favoráveis e em pacientes com menos de 35 anos. Importante sempre iden ficar todas as possibilidades com seu médico Urologista e Ginecologista.

Cliva

Urologia

Dr Guilherme Moreira Cliva - Diretor Técnico (CRMSC 18354)
 Dra Flavia Hoffmann Mortari Cliva 49 9 91520260


Saúde Cicatrizes de Acne e Estrias

Dra Cleonice

Procedimentos Eficazes X Mitos mente na gestação), nádegas, e as medicamentosas (principalmente uso de cor costeroides), sejam recentes ou an gas, tem em comum sempre serem determinadas por múl plos fatores, as de Es lo de vida, pois encontra-se estrias em pacientes jovens e de mais idade, em pacientes magros e nos obesos, claro que o paciente deve ter tendência pessoal a desenvolver esta patologia com ruptura de fibras da pele, mas os alimentos que ingere, a quan dade de agua que toma, o funcionamento intes nal, a a vidade sica , o seu equilíbrio hormonal, o seu equilíbrio emocional a qualidade do seu sono, são fatores determinantes na saúde geral, inclusive da pele. A medicina esté ca enfrenta há muitos anos muitos mitos em relação a alguns sinais resultado de patologias, como as cicatrizes de acne por exemplo, ou de es lo de vida como as famigeradas e temidas estrias. An gamente dizia-se “isto não tem solução...”; hoje com o avanço e a associação de técnicas de pequenos procedimentos um pouco mais invasivos podemos apresentar ao paciente muitas opções de tratamentos com resultados que classificam-se como bem mais que sa sfatórios. Muitas vezes as marcas residuais de patologia como a acne, que acomete em maior frequência a adolescência ficam eternamente, sem tratamento adequado, o mesmo acontece com as estrias que podem acometer o paciente em qualquer época da vida. Quando lidamos com cicatrizes de acne, técnicas como microdermoperfusão, esfoliações mais agressivas, técnicas cirúrgica minimamente invasiva, bioes muladores, entre outras, fazem parte do arsenal de procedimentos que associados dão resultados muito eficientes e que trazem sa sfação e melhora da autoes ma de nossos pacientes. Importante ressaltar que as cicatrizes de acne muitas vezes resultam de um processo inflamatório aumentado e uma manipulação desta pele de uma maneira errônea, por isto me vejo muitas vezes falando ao paciente: “não pode espremer”. E as famosas estrias, sejam elas de crescimento, comum em dorso de adolescentes, sejam elas por es ramento da pele, presente nos seios, coxas, abdômen (principal-

Sinto-me empolgada quando o paciente adere e se dedica a realizar o tratamento cuidando todos estes fatores citados, aí sim o tratamento tem altas chances de dar ó mos resultados.

As técnicas empregadas são diversas desde es muladores de colágeno tópicos, esfoliantes, de uso caseiro, como procedimentos seriados a nível de consultório incluindo, peeling, laser, microagulhamento, preenchimento entre outros. Com a evolução das técnicas u lizadas nestas e em outras patologias cada dia temos mais certeza da possibilidade de melhores resultados e consequentemente maior sa sfação de nossos pacientes. Uma abraço a todos Gra dão a Deus. Dra. Cleonice Mo ecy CRM 4914 Medica Rua Victor Meireles 663 - Videira –SC (49) 35331657(49) 991527673


Relembrando

Turmas de Normalistas do Colégio Nossa Senhora Aparecida . Ano 1969 . Na foto , da esquerda para direita, Maria do Carmo Dalazen, Mafalda Belaver(in Memory) Miriam Lourdes Staskowian (in Memory) , Iara John e Regina Tomazi

Os Texanos – Vozes de Ouro, no repertó rio musica popular, gauchesca e sertaneja. Eram compostos da seguinte maneira: Olvide (pistom) , Kiko (guitarra e vocal), Miguel (bateria), Jairo Neves (vocal e guitarra), Adã o de Souza Garcia (acordeom) tendo como diretor Joã o Maria Alves Cardoso.

Rodoviaria em Caçador nos anos 70

Caçadorense com Hermes, Gambeta, Galina, Elizeu, Toninho Caixã o, Vilmar, Zeca, Valmor, Cabinho, Tuico e Dé lcio.

Loja de Calçados Gatermann. Da Dona Vilma e Sr Aldo Gatermann seres Humanos maravilhosos em todos os sentidos.Deixaram uma famıĺia linda uma parte da histó ria de caçador que ica nas lembranças e memó rias. sempre muinto prestativos atenciosos atendiam com alegria respeito dedicaram suas vidas ao comé rcio. Deixaram saudades eternas.


Saúde Mudança de Classi icação da Covid-19, A Doença se Mostra Mais Complexa que já circulavam, criando novas cepas virais mais agressivas, com maior velocidade de contaminação, que a ngem de maneira importante pessoas com menos de 40 anos e que, inclusive, podem escapar parcialmente a imunidade adquirida pelas vacinas. Esta úl ma caracterís ca se explica pela presença da mutação E484K, a qual pode driblar os an corpos. O terror causado por esta segunda onda ou, como preferem alguns cien stas, esta nova pandemia, tem como fatores principais a variante P1 (originada em ManausAM) e a P2 (originada no Rio de Janeiro), ainda as oriundas do Reino Unido (B.1.1.7) e da África do Sul (B.1.1.351). Dia 29 de abril de 2021 foi um marco terrível nesta pandemia, com o Brasil ultrapassando os 400 mil mortos, uma média de 2.700 óbitos por dia. Já percebemos que para alterar este quadro nefasto precisaremos de uma vacinação em massa aliada a ações de governança eficazes e a campanhas de conscien zação da população que partam dos 3 entes federa vos, municípios, estados e Governo Federal. Neste momento, que boa parte do mundo empreende campanhas de vacinação em massa de sua gente, mas com foco no controle da contaminação e estudando o aparecimento de novas cepas virais, nosso país con nua a mercê de narra vas negacionistas, com poucas vacinas disponíveis e colhendo os frutos do fracasso do enfrentamento desta pandemia, isto está explicitado diariamente através da perda de vidas e se tornou contundente no dia 29 de abril.

O descontrole da contaminação em nosso país se alia a vacinação insipiente e a falta de cuidados de muitos para nos tornar um celeiro de proliferação de novas variantes. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), estes indicadores que citei estão gerando mutações das variantes

Soma-se a estas uma nova variante detectada em Belo Horizonte e região metropolitana, a qual, segundo estudos do Laboratório de Biologia Integra va do Ins tuto de Ciência Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pelo setor de pesquisa e desenvolvimento do Grupo Pardini em parceria com o Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Prefeitura de Belo Horizonte, apresenta um conjunto de 18 mutações nunca descritas anteriormente e que estão associadas a modificações já iden ficadas, as quais apresentam um aumento do risco de morte dos pacientes. Esta nova pandemia que estamos vivenciando é consubstanciada pelo número de mortes por dia e delineada pelo perfil dos pacientes a superlotarem as UTIs país afora. Segundo a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), em amostragem de março de 2021, diferentemente do que ocorria anteriormente, neste momento, 52,2% das UTIs do Brasil estão sendo ocupadas por pessoas com menos de 40 anos, 58,1% dos pacientes em condição de UTI precisam de ven lação mecânica, um número recorde, e 1/3 dos pacientes graves não apresentam comorbidades.


O Sars-Cov-2 nesta nova etapa pandêmica se expressa através da doença por ele causada, a Covid-19, a se mostrar organicamente mais agressiva e complexa que an gamente. Isto somado a repe ção de quadros clínicos importantes, faz com que os cien stas proponham a mudança da sua classificação. Perante esta nova realidade e a constatação clínica da evolução da doença com a ampliação do risco de morte, um importante grupo de pesquisadores brasileiros de 6 ins tuições de assistência médica e pesquisa cien fica, quais sejam, Hospital Pró-Cardíaco, IOC/Fiocruz, Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE), Ins tuto Nacional do Câncer (INCA), Ins tuto Carlos Chagas (Fiocruz Paraná) e United Health Group, publicaram ar go na conceituada revista cien fica Memórias do Ins tuto Oswaldo Cruz onde defendem que o Sars-Cov-2 seja o primeiro agente reconhecido por atuar aumentando a formação de coágulos (trombos), os quais podem obstruir a circulação. Esta hipercoagulação poderia se manifestar nos pulmões, no cérebro, no aparelho gastrointes nal e em diversos outros órgãos. Este ar go propõe a reclassificação da doença, ao invés de ser iden ficada como uma Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), seria classificada como uma doença mais complexa, a Febre Viral Trombó ca. O referido ar go tem como base estudos elaborados na França e na Holanda, se alicerçando na constatação de manifestações trombó cas em pacientes internados, mesmo com a u lização de técnicas clínicas preven vas. Ainda houve a percepção de manifestações tromboembólicas pós alta hospitalar e em estudos histopatológicos em casos de óbito por Covid-19. Vivemos o momento mais di cil da pandemia em nosso país, não deveria ser assim se véssemos, desde o início, elaborado um planejamento de contenção eficaz, preparado a nossa população para a realidade do que estamos vivendo e adquirido, antecipadamente, vacinas numa quan dade que nos permi sse já estarmos realizando uma vacinação em massa. Lamentavelmente nada disso foi feito.

A ciência de sua parte evoluiu no conhecimento do Sars-Cov-2 e da doença por ele causada, a Covid-19, paralelamente, por caracterís ca do vírus e em muito por nossos erros, a pandemia alterou seu patamar evolu vo para algo muito mais perigoso, que a nge um público-alvo plural e tem como cerne uma doença de maior complexidade. Antes tarde do que nunca, com foco em evitarmos uma tragédia maior em perdas humanas, cabe a nós entendermos e termos a tudes perante este novo e di cil momento que vivemos. Na crise, se repense, se transforme, CRIE! Contatos: Fones/Whatsapp: (47) 99983-6026, (47) 99916-0744 E-mail: ballesteroconsultoremsaude@gmail.com


(49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com


Geral Obras aeroporto Caçador O Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil, autorizou a licitação das obras de ampliação do Aeroporto Dr. Carlos Alberto da Costa Neves, em Caçador (SC). A previsão é que o edital de licitação seja publicado pelo Execu vo Municipal nas próximas semanas. Após a contratação e assinatura da ordem de serviço, a empresa vencedora da concorrência pública terá 20 meses para executar os trabalhos.

Ao todo, serão inves dos R$ 13.383.626,65 milhões – recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) – para a implantação de faixas de pista e áreas de segurança. A intenção inicial do município é manter no terminal a operação regular de aeronave comercial bimotora (ATR72) e, futuramente, também de aeronaves a jato. As melhorias no terminal aeroportuário estão previstas no Termo de Compromisso n° 08/2020, firmado entre o MInfra e a Prefeitura Municipal de Caçador. Pelo acordo, a União assumiu 100% dos recursos necessários à obra e o Execu vo local, as desapropriações – de cerca de 450 mil metros quadrados – e a elaboração dos projetos, contratados junto à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

MELHORIAS – Paralelamente às obras de terraplanagem para implantação de faixas de pista e áreas de segurança, haverá a ampliação da área patrimonial do aeroporto e serão executadas obras de drenagem e construção de nova cerca operacional.

Hoje restrita a 1.625 metros, a área de pouso e decolagem vai incorporar o espaço dos recuos de cabeceiras, passando a operar com 1.800 metros no total. Com isso, o aeroporto de Caçador terá uma das maiores pistas de pouso e decolagem de Santa Catarina. A obra é fundamental para impulsionar a economia do município, polo industrial regional do meio-oeste catarinense, e com vocação para se tornar um importante entroncamento logís co do Sul do país. (Fonte: Com informações da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) Assessoria Especial de Comunicação - Ministério da Infraestrutura)


Ao amigos e familiares de Salézio Kindermann Diante da morte nã o há nada que possamos fazer a nã o ser rezar. E preciso rezar por aquele que amamos e que partiu, para que descanse em paz e encontre a luz para continuar crescendo espiritualmente. Mas é preciso rezar també m por aqueles que icam, para que encontrem conforto e consigam enviar pensamentos de paz para quem agora já nã o está entre nó s. Nã o podemos nos entregar ao sofrimento. E preciso seguir adiante com a vida, o nosso caminho ainda está por fazer. Levemos viva conosco a lembrança de quem perdemos, lembremos com amor e carinho sempre, mas honremos a sua memó ria vivendo a nossa vida em paz e com alegria. Os meus mais sinceros pê sames pela sua perda. Que Deus ilumine você !

Neste registro o ... Secretario da Saú de de Caçador Roberton Marton explanando ao apresentador Alcir Bazzanela que perguntou sobre o tratamento precoce, onde segundo as informaçõ es do secretario trabalham seguindo o protocolo do Ministé rio da Saú de baseado na Organizaçã o Mundial de Saú de, onde a secretaria emitiu uma nota té cnica de um tratamento interativo que um complemento para o combate ao Covid 19, sendo que isto aconteceu atravé s da criaçã o de comissã o composta por vá rios pro issionais da saú de como mé dicos, farmacê uticos e outros. Nesta nota té cnica foi colocado a disposiçã o da populaçã o a azitromicina, hidroxicloroquina e ivermectina, caso o mé dico prescreva, porem vale ressaltar que isto é de livre iniciativa do pro issional respeitando assim a conduta mé dica.

Quer anunciar: (49) 3567 1584 (49) 98809 7373 – (49) 99807 1448 revistafeelingedumar@hotmail.com


Dia dos Namorados Dia de São Valentim cai num dia festivo de dois mártires cristãos diferentes, de nome Valentim (padre de Roma condenado à pena capital no século III). Mas os costumes relacionados com este dia provavelmente vêm de um antigo festival romano chamado Lupercália, que se realizava todo dia 14 de fevereiro. A festa celebrava a fertilidade homenageando Juno (deusa da mulher e casamento) e Pan (deus da natureza) Também marcava o início oficial da primavera.

Data no Brasil O Dia dos Namorados, em alguns países chamado Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais e namorados, em alguns lugares é o dia de demonstrar afeição entre amigos, sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de bombons. Em Portugal e em Angola, assim como em muitos outros países, comemora-se no dia 14 de Fevereiro. No Brasil a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António de Lisboa, conhecido pela fama de "Santo Casamenteiro".

Origem No Brasil, a data foi criada pelo publicitário João Doria, sendo comemorada no dia 12 de Junho por ser véspera do 13 de Junho, Dia de Santo António, santo português com tradição de casamenteiro. Doria trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes paulistas, iniciando em junho de 1949 uma campanha com o slogan "não é só com beijos que se prova o amor". A ideia se expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o Dia de São Valentim — que nos países do hemisfério norte, ocorre em 14 de fevereiro e é utilizada para incentivar a troca de presentes entre o casal apaixonado.


Geral

Evite aglomerações e ambientes fechados. Mantenha os ambientes ven lados. Não toque os olhos, nariz ou boca sem antes higienizar as mãos. Higienize suas mãos com água e sabonete liquido ou álcool gel, principalmente após tossir, espirrar ou assoar o nariz.

Use lenço descatável para assoar o nariz. Ao tossir ou espirrar apoie no cotovelo, nunca nas mãos. N ã o co mp a r l h e co p o s , talheres e objetos pessoais. Algumas infecções respiratórias podem ser prevenidas. Verifique sua carteira de vacinação ou vá até uma unidade de saúde para obter maiores informações.


Saúde Animal Manutenção do aquário no inverno que ele seja acompanhado de um controlador de temperatura, assim a água não irá esquentar demais. Como saber se o peixe está com frio dentro do aquário no inverno Quando a temperatura diminuir, analise se os peixes do seu aquário estão quietos ou até mesmo passando tempo demais no fundo do aquário. Esse comportamento é para evitar movimentos e economizar energia e calor. Um ó mo indica vo de que os peixes estão em uma temperatura um pouco fria.

Como aquecer seu aquário no inverno? Iniciantes no aquarismo podem pensar que basta colocar um determinado volume de água quente no aquário para aquecer os animais. No entanto, esta a tude é nunca deve ser feita e pode até gerar um choque térmico capaz de matar os peixes. A melhor maneira de cuidar do seu aquário no inverno é inves r em um termostato ou aquecedor. Além disso, é aconselhável colocá-lo em um ambiente que receba luz solar e esteja protegido do frio intenso e correntes de ar. “A maioria das espécies man das em aquários são de ambiente tropical, ou seja com uma temperatura média de 26°C. Por tal mo vo, é importante que o aquário seja equipado com um termostato. Esse equipamento permite que a água se mantenha aquecida, desligando automa camente ao a ngir a temperatura desejada”, explica o especialista em animais silvestres Tiago Calil. Aquecedor de aquário: como usar O termostato vem com aquecedor e, para comprá-lo, faça uma conta simples de 1W para cada 1L de água. Esta é uma ó ma opção, pois o disposi vo ajuda a controlar a temperatura do aquário. Se a sua cidade costuma ter dias gelados com freqüência, escolha um termostato mais potente. Outra sugestão é adquirir um aquecedor, porém o ideal é

Os peixes precisam de cuidados diários e adaptações na ro na do aquário no inverno. De acordo com a região que mora, faça os inves mentos necessários para que seus peixes fiquem seguros durante os dias frios. “Outro ponto relevante é nas trocas de água! Quando repor a água no aquário, verifique se ela não está em uma temperatura muito baixa. Isso pode gerar um choque térmico na fauna. Nesse caso, é importante aquecêla até que fique na mesma temperatura em que se encontram os peixes” . (Fonte: Cobasi – Tiago Calil Ambiel – Biologo)


Educação

Economia

Voo cargueiro Miami-Florianópolis já movimentou R$ 525 milhões Em nove meses de existência e 41 voos realizados, a rota cargueira direta de Miami (EUA) à capital catarinense movimentou 450 toneladas, que correspondem a R$ 525 milhões. Ainda que haja uma tendência de crescimento do volume transportado, a média semanal carregada em 2021 é de 13 toneladas, com picos de 25 toneladas a 30 toneladas, enquanto a capacidade do avião é de 52 toneladas. A análise foi apresentada nesta terça-feira (18) durante a reunião conjunta e on-line do Conselho Estratégico para Infraestrutura de Transporte e a Logís ca Catarinense e da Câmara de Transporte e Logís ca da FIESC por representantes da Latam Cargo e da Floripa Airport, que operam, respec vamente, o voo e o aeroporto de Florianópolis.

É indiscu vel a importância de termos um aeroporto de cargas em Santa Catarina”, destacou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. “O aeroporto de Florianópolis tem todas as condições favoráveis, como o comprimento de pista, segurança e infraestrutura de serviços, incluindo a Receita Federal para o ágil desembaraço das cargas”, acrescentou. Aguiar ainda considera importante que o setor industrial catarinense faça uso desse voo para vender ao mercado externo, tendo em vista que, conforme os representantes da Latam e da Floripa Airport, até o momento não houve demandas para exporta-

ção. “O voo tem três fatores fundamentais: alta regularidade, alta pontualidade e a oportunidade que o estado de Santa Catarina tem para o comércio internacional, aumentando a ocupação do voo”, disse Ricardo Gesse, diretor-execu vo da Zurich Airport Brasil, da qual a Floripa Airport é subsidiária. Alexandre Silva, diretor de Vendas de Cargas Internacionais no Brasil da Latam Airlines, explicou que até agora o voo foi realizado em todas as semanas. O voo, feito por uma aeronave cargueira do modelo Boeing 767-300F, decola em Miami todas as segundas-feiras, às 3h15min (horário local) direto para Florianópolis, onde pousa às 12h45min. No retorno faz escala em São Paulo. Conforme as apresentações de Alexandre Silva e Davi Piza, coordenador logís co da Zurich Airport Brasil, 86% das cargas que chegam têm como des no Santa Catarina, 7% vão para o Paraná e o restante é distribuído entre o Rio Grande do Sul, São Paulo e o Distrito Federal. Do percentual que é des nado ao estado catarinense, 70% é importado por empresas localizadas na Grande Florianópolis e 15%, de Itajaí. Em torno de 80% da carga é de produtos eletrônicos. A maior parte (79%) do volume é liberada em até 24 horas. Beatriz Pereira, diretora-execu va da All Na ons, importadora de produtos de informá ca, disse que os produtos fazem a rota Hong Kong-Miami-Florianópolis, o que reduz os riscos de roubos e avarias, além da agilidade em todo o processo. O vice-presidente de vendas para a América do Norte da Latam Airlines, Andrés Varela, informou que a companhia adquiriu mais dez aviões cargueiros, que se juntarão à atual frota de 11 aeronaves exclusivas para transporte de cargas. Na reunião também foram apresentadas propostas que a FIESC apresenta nesta quarta-feira ao Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para o atendimento de demandas catarinenses no Plano Nacional de Logís ca.( Fonte – Foto – Assessoria Comunicação FIESC)


6

6


Educação

Educação

Mulheres reitoras do sistema ACAFE as reitoras fazem uma apresentaçã o histó rica contando um pouco de suas trajetó rias de vida e, posteriormente, apresentam um diá logo com os estudantes. Na conversa, que se encontra transcrita, icam evidentes as di iculdades encontradas na gestã o, na carreira, na manutençã o das instituiçõ es e nos relacionamentos para transformar as universidades em instrumentos de desenvolvimento humano, de formaçã o pro issional, de serviços comunitá rios e de produçã o de conhecimento para a soluçã o dos problemas regionais.

Por meio de uma parceria da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) e o Programa de Pó sgraduaçã o em Ciê ncias Contá beis e Administraçã o da FURB/Blumenau, realizou-se nesta terça-feira (18), o lançamento de um e-book intitulado Panorama Catarinense de Gestã o Universitá ria: Mulheres no Poder. A obra tem como organizaçã o a professora do programa de Pó s-graduaçã o, Dra. Maria José Carvalho de Souza (Org.) e da Me. e doutoranda Juciele Marta Baldissarelli. O livro está disponıv́el no endereço eletrô nico: https://cutt.ly/8b1snwm O material digital traz relatos e re lexõ es extraıd ́ os do III Panorama de Gestã o Universitá ria Catarinense, um evento realizado em maio de 2019, nas dependê ncias da FURB, cujo foco foi estudar a participaçã o das mulheres na gestã o da universidade. O evento foi organizado por mestres e alunos doutorandos do programa stricto sensu de Ciê ncias Contá beis e Administraçã o da FURB, com a presença da reitora da Universidade Regional de Blumenau (FURB) Má rcia Espindola, a reitora do Centro Universitá rio de Brusque (UNIFEBE) Rosemari Glatz e a reitora da Universidade do Contestado (UNC) Solange Sprandel da Silva. O material está dividido em duas partes. Na primeira,

As reitoras apresentam també m as estraté gias de resoluçã o para a resoluçã o desses problemas. Já na segunda parte da obra, os alunos doutorandos apresentam em seis capıt́ulos, estudos em forma de artigos que relatam a evoluçã o da luta das mulheres pela igualdade no mercado de trabalho e relata, també m, a trajetó ria feminina na liderança do trabalho no ensino superior. Faz importantes re lexõ es sobre o modelo decisó rio e o planejamento nas instituiçõ es universitá rias, analisa o impacto na reduçã o de matrıćulas nessas instituiçõ es do sistema ACAFE e sugere perspectivas de futuro.

A obra digital possui como autores dos capıt́ulos, os professores e doutorandos: Denise Maria Sapelli, Douglas Heinz, Juciele Marta Baldissarelli, Má rcia R. Bronnemann, Má rcio Aparecido Lucio; Má rio Cé sar de Ramos; Larissa Kvitko e Rubens de Oliveira D'Agostini.



Nivaldo Narã

nivaldonara@colunista.com.br

Campeã do Big Brother Brasil 21

eleitoral do ano que vem. A construçã o liga Porto Velho (RO) a Rio Branco (AC).

A tropa O bolsonarista Clá udio Castro, atual governador do Rio de Janeiro cogitou nomear Carlos Bolsonaro, para seu secretariado. No entanto, depois de veri icar o clã Bolsonaro, recuou: ele é mais ú til ao pai em Brasıĺia, comandando o “gabinete do ó dio” do que no Rio de Janeiro.

Brasileiros armados Juliette Freire, vencedora do Big Brother Brasil 21, se transformou em verdadeiro meteoro. Só no Instagram sã o mais de 27 milhõ es de seguidores. Juliette virou boneca de computador, ganhou mú sica de ı́dolos, como Carlinhos Brown e há ila de marcas atrá s dela para anunciar seus produtos. O macacã o usado na inal se esgotou e o batom vermelhaço virou hit. E Luan Santana, seu ıd ́ olo já a convidou para gravar com ele. E agora depois de sua vitó ria o cartunista Mauricio de Sousa, fez uma tira onde a personagem Tina parabeniza Juliette pela vitó ria.(Foto: Reproduçã o)

Sorveteiros Presente no Peru e no Panamá , a Popsy, uma das maiores fabricantes de sorvetes da Colô mbia, esta planejando entrar no mercado brasileiro, no intuito de internacionalizaçã o da marca. Mas quer se associar a investidores locais para a abertura de lojas.

Aposentados Conforme dados do boletim de informaçõ es da FIPE (Fundaçã o Instituto de Pesquisas Econô micas). Diminuiu a participaçã o das mulheres no total de aposentadorias concedidas por tempo de contribuiçã o em 2019 para 2020, passando de 40,5% para 35,5%. No caso dos homens, o percentual aumentou, de 59,5% para 64,8% no mesmo perıo ́ do.

Os mesmos vícios A Ponte de Abuñ a inaugurada por Bolsonaro, e que foi entregue a toque de caixa e com as obras inacabadas. “Nã o há sequer um poste de iluminaçã o ao longo da via”. No entanto já serve como conteú do, do calendá rio

A Taurus, fabricante de armas obteve R$ 68 milhõ es de lucro lıq ́ uido no primeiro trimestre de 2021. E o quarto trimestre consecutivo de lucro. A receita lıq ́ uida da Taurus avançou para R$ 551 milhõ es, impulsionada pelo aumento no volume de vendas de armas aos brasileiros.

Sigiloso

Os documentos solicitados pela CPI da Covid para avaliar possıv́eis irregularidades do governo da pandemia estã o guardados numa sala-cofre, localizada no té rreo do Senado. A sala possui porta reforçada e câ meras de vigilâ ncia ativas 24 horas, o acesso é restrito a alguns parlamentares, e que só pode entrar acompanhados por um servidor da Casa.


Churrasco de presidente A churrascada realizada pelo presidente Jair Bolsonaro, no Palá cio Alvorada, em homenagem ao Dia das Mã es, para sua famıĺia e amigos, foi ao regalo de uma farta picanha, cujo valor é de R$ 1.799,00 o quilo. A carne era de gado da raça Wagyu, de origem japonesa. Que é uma das carnes mais valorizadas do mercado gastronô mico brasileiro e internacional.

Ganância e desprezo

souberam responder.

Vício de mentiroso O grupo de checagem Aos Fatos (www.aosfatos.com.br) contou 2.919 declaraçõ es falsas ou distorcidas de Bolsonaro desde sua posse, até a data da ú ltima atualizaçã o em 28 de abril. Foram 848 dias ou 3,44 mentiras por dia. E sã o apenas as pú blicas, feitas em discursos, entrevistas, atravé s de suas redes sociais ou colhidas no cercadinho do Alvorada, onde ele mente até para seus seguidores mais entusiasmados.

Desfrutando

A mineradora Vale, registrou um mega lucro lıq ́ uido de R$ 30,1 bilhõ es no primeiro trimestre deste ano, o que representa quase dez vezes mais do custo das indenizaçõ es das vıt́imas, inclusive fatais, do rompimento da barragem de Brumadinho. E assim mesmo segue criando di iculdades para indenizar suas vıt́imas e provoca nova apreensã o com ameaça de rompimento de barragem Norte Laranjeiras, em Sã o Gonçalo do Rio Abaixo, na Regiã o Central de Minas Gerais.

Enfermidades Dados da Organizaçã o Mundial de Saú de mostram que o Brasil é o paıś mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo. E conforme pesquisa da Fundaçã o Dom Cabral e Talenses Group, a pandemia prejudicou ainda mais a saú de mental de 73,8% dos mais de 500 pro issionais entrevistados. Entre os pesquisados, 53% conhecem algué m que tenha sofrido Burnout – um estado de estresse crô nico causado pelo trabalho que leva à exaustã o fıśica e emocional.

A maioria Conforme pesquisa feita pelo PoderData, 57% dos entrevistados acreditam que o presidente Jair Bolsonaro deva ser investigado pela atuaçã o perante a pandemia do coronavıŕus; 31% acreditam que ele nã o deveria ser investigado; e 12% nã o quiseram ou nã o

Na carona deste meteoro até mesmo Juliette, vinho lançado ano passado, vira inesperada homenagem à campeã do BBB e tem explosã o de vendas. O ró tulo da vinıćola catarinense Pericó nã o é , originalmente, uma referê ncia à participante do reality show. “Quem imaginou que ia surgir a Juliette?”, diverte-se Diego Censi, CEO da Pericó , “A gente sempre imaginou ter uma linha mais descontraıd ́ a que quebra um pouco a formalidade do vinho”, diz. Para concretizar a ideia, a vinıćola contratou o artista plá stico Eduardo Baruch e pediu para que ele izesse uma obra que remetesse à Pericó . Com o sucesso da BBB Juliette, a linha que coincidentemente leva o seu nome pulou para outro patamar. “O volume de venda quadriplicou e a Pericó já vem atingindo o maior faturamento de todos os tempos”. Agora, o CEO da Pericó , també m pretende aproximar a relaçã o com a sister campeã . (Foto Divulgaçã o)


Malícia do pecador e bondade de Deus. Salmo 36(35): É um salmo curto, com apenas 13 versículos, compostos de 2 hemis quios( duas linhas),descrevendo, do 1º ao 5º,a malícia do pecador ( o não temente a Deus, chamado de 'ímpio ou seja, não-piedoso, não voltado para Deus, na linguagem dos salmos), e do 6º versículo até o fim, o salmo mostra a bondade de Deus com todas as suas criaturas. É, pois, uma contraposição do Deus- Bom, e Benfazejo, contra a maldade, a pequenez e insensatez da criatura, com ênfase, do homem eu não reconhece o seu Criador. Assim inicia, caracterizando o homem, no caso, o 'ímpio : o pecado ( a não aceitação de Deus) está no fundo do seu coração ( lá onde devia estar a Lei de Deus); e con nua: ' nada de temor de Deus diante de seus olhos'. (esta é a caracterização do 'ímpio', na Sagrada Escritura). E prossegue a descrição deste homem, ou seja do homem que tem este comportamento com relação ao seu Criador: ' Ele se enxerga com um olhar demais lisonjeiro , para descobrir e detestar o seu erro; as palavras de sua boca : fraude e desfeita, acabou de ser um sábio. Enquanto os outros fazem o bem, ele rumina a maldade, até em seu leito; ele se obs na no caminho que não é bom, o mau, e dele não larga mão'. Depois de descrever o comportamento mau do homem ( que o torna um homem ímpio ou seja: não temente a Deus, ossalmista passa a falar da bondade de Deus-Criador, dirigindo-se a Ele em 2ª. Pessoa verbal: ' Yahvé, os céus estão cheios do teu amor; até as nuvens, a tua verdade; tua jus ça ( é tão alta) como as montanhas de Deus; teus julgamentos ( tão profundos) como o grande abismo'. E con nua, belamente : ' O homem e os animais, tu os socorres, Yahvé' , e interrompendo a descrição, exclama: ' como é precioso o teu amor, oh Deus! E retomando, prossegue: 'Assim, os filhos dos homens, à sombra de tuas asas, encontram abrigo'.(Aqui a figura da choca, tão frequente na Bíblia ,representando o amor de Deus). Este salmo é tão bem escrito que não se encontra outo jeito de falar dele, senão ater-se a ele mesmo, sem distanciar-se dele, e assim prossegue, falando da bondade divina com relação às suas criaturas: ' Elas ( as criaturas) se embriagam da gordura da Tua casa; nas torrentes de tuas delícias, Tu as dessedentas; em Ti está a fonte da vida; por meio da tua luz , nós vemos a luz'.( Neste úl mo verso, o salmista esquece os outros seres e fica apenas pensando no ser humano, por isso,' nós, e não ' eles'). Nos úl mos versículos faz a síntese, juntando o tema da ' malícia do pecador com a Bondade divina' , lá do tulo, e conclui, dirigindo-se a Deus: 'Guarda teu amor àqueles que Te conheceram, ( reconheceram ?), e Tua jus ça , aos corações retos. Que o pé dos soberbos não me esmague; que a mão dos ímpios não me casse! E sentencia, finalizando: ' Ei-los aí, caídos, os malfeitores, aba dos , sem poder se levantar'.


A Nova Sul Distribuidora de Alimentos, esta inserida na comunidade caçadorense desde 2010, oferecendo o que há de melhor em produtos nacionais e importados de diversas marcas.

AQUI TEM

produtos de

qualidade

para a família

INTEIRA

AQUI VOCÊ COMPRA MAIS!

Possuímos um amplo espaço, com estacionamento privativo par você realizar com o conforto que merece suas compras no varejo ou atacado. Aqui você encontra: bebidas, peixes, carnes, queijos, frios, enlatados, linha de panificação, confeitaria entre outros.

Av. Fahdo Thomé, 2022 – Bairros dos Municípios Telefone: (49) 3563-0026


Na Cozinha Com Alcir Bazzanella

Moqueca de salmão e camarão 1 ½ quilo de ilé s de salmã o 500 gramas de camarã o sem casca 1 cebola roxa cortada em fatias ou rodelas 1pimentã o vermelho cortado em tiras 1 pimentã o amarelo cortado em tiras 3 tomates picados sem semente 200 ml de leite de coco Suco de meio limã o ½ xicara de agua Sal e pimenta de cheiro a gosto Temperos verdes de sua preferencia para guarnecer

Modo de preparar Tempere os ilé s de salmã o com sal e pimenta de cheiro e acrescente o suco de limã o. Numa frigideira grande e profunda ou uma caçarola de barro coloque a cebola, formando uma base, e depois os pimentõ es, o peixe, bem distribuıd ́ os, os camarõ es e os tomates picados, acrescente a agua, o leite de coco Apó s tampar o recipiente e deixar em fogo brando por 15 a 20 minutos sem mexer até que o peixe esteja pronto. Servir em seguida acompanhado de arroz com açafrã o na manteiga e saladas verdes com palmito. Para beber um Chardonnay ou Sauvignon Blanc.


Feeling Potencial de Caçador Ja circulando

Mostre e divulgue sua empresa para o Brasil e o mundo Em 2022 venha anunciar aqui