Page 24

PRODUTO

EM FOCO

Zimmatic 9500L Um solução pouco comum e que, erradamente, recebe a designação de pivot. Em boa verdade, trata-se de uma “rampa de lançamento linear”. No entanto, e devido à utilização generalizada do termo, chamar-lhe-emos pivot. Montado numa das melhores folhas da Lagoalva, dotada de uma vala com mais de um quilómetro que serve de “pulmão”, encontrámos um equipamento único no nosso país. Veio substituir o antigo equipamento que, já com muita dificuldade, ia cumprindo a sua função. Assim, a empresa decidiu investir numa das mais modernas soluções da Zimmatic (sua representada), o 9500L, de forma a melhor aproveitar não só a vala como a conformação da folha. Provavelmente, a única coisa que tem em comum com o seu antecessor é mesmo a vala. A partir daqui tudo é diferente. Enquanto o antigo equipamento

24

abolsamia

era alinhado através de cabos e micro-palpadores, esta máquina é alinhada através de GPS, sistema RTK, solução ainda pouco utilizada no nosso país. O painel de controlo eletrónico é outra das diferenças facilmente identificáveis a olho nu: o controlador Vision, uma novidade em sistemas lineares, está ligado ao sistema FieldNet e permite que através, por exemplo, de um telemóvel se aceda, consulte toda a informação relativamente à localização e performance do equipamento, e dar ordens, como por exemplo mudanças de sentido, paragens, alterações de débito, entre outras. O motor, sendo na mesma diesel, é bastante mais moderno e, aliado à vala existente, permite uma autonomia assinalável para um pivot. Uma solução solar com capacidade para alimentar um equipamento desta dimensão e com as exigências existentes ao

julho/setembro 2021

nível da bomba ainda não está disponível. Ao nível do consumo, com a bomba em funcionamento, gasta entre 12 e 15 litros por hora. Está equipado com aspersores Rotators, da Nelson Irrigation, que permitem uma ampla distribuição da água, aumentando a eficiência da rega e reduzindo o encharcamento. Considerado “o último grito” no que à tecnologia de irrigação da Zimmatic diz respeito, este equipamento é tão específico que teve de vir diretamente da América. Um equipamento muito sensível, por não ter nenhum ponto fixo, requer uma afinação e calibração bastante exigentes. A montagem é ligeiramente mais demorada do que noutros casos, demorando cada duas secções cerca de um dia. O indicador de que a montagem está perfeita é o barulho característico provocado pela passagem do vento nos cabos em alta-tensão.

(da esquerda para a direita): Pedro Pinhão (encarregado), João Fonseca (diretor geral), Bernardo Ribeiro (diretor geral da Lagoalva Equipamentos e Serviços), Abílio Pereira (gestor de produto da marca Horsch).

O Grupo Lagoalva é constituído por 6 sociedades agrícolas que estão no património da família há várias gerações. Dos cerca de 5800ha de terra, 1200ha são áreas agrícolas (milho, cereais, hortoindustriais, vinha e olival) e 4600ha são áreas florestais (sobreiro, eucalipto, pinhal bravo e pinhal manso), onde as pastagens assumem uma área importante como suporte da alimentação do gado bovino e ovino. Ao longo das últimas décadas, a inovação e a utilização de práticas sustentáveis tem sido uma constante. A Lagoalva foi pioneira em Portugal na utilização de técnicas de mobilização mínima, mobilização na linha e práticas de agricultura de conservação. Considerando a susceptibilidade do sector agrícola às alterações climáticas, uma das estratégias do Grupo Lagoalva é a diversificação de culturas que, alinhada com boas práticas agrícolas, como a monitorização do uso da água, pretende mitigar os impactos no meio ambiente.

www.abolsamia.pt