Issuu on Google+

10ª edição / 2014


Apresentação  Entrevistas pessoais com as 80 maiores empresas de turismo no Brasil;  Série histórica iniciada em 2004  Pesquisa complementar ao BDET (Boletim Econômico do Turismo), o qual é trimestral;

de

Desempenho

 Principais pontos abordados:  Fatores estimuladores ou limitadores da expansão dos negócios;  Investimentos realizados e programados;  Informações do desempenho do ano imediatamente anterior e projeções para o ano corrente (Faturamento, Preço, Custo e Quadro de pessoal).


Segmentos Pesquisados

Empresas respondentes:

. Total do faturamento em 2013:

Postos de trabalho em dez./2013:

Unidades da federação representadas:

R$ 62,7 bilhĂľes

116 mil


Resultados Consolidados – 2013 / 2012

10,0% 8,8% 6,9% 5,4% 5,0%

0,2% 0,0% Faturamento

Preços

Custos

Quadro de pessoal


Perspectivas Consolidadas – 2014 / 2013 10%

6,6%

4,8%

5%

3,3%

1,3%

0% Faturamento

Preços

Custos

Quadro de pessoal


Empresas por segmento Segmento

Quantidade

Agências de Viagens

10

Locadoras de Veículos

4

Meios de Hospedagem

18

Operadoras de Turismo

13

Organizadoras de Eventos

7

Promotores de Feiras

8

Transporte Aéreo

3

Transporte Rodoviário

7

Turismo Receptivo

10

Total Geral

80


Resultados – Faturamento e Preço – 2013 / 2012 16%

14%

13,8%

13,5%

12%

10,9% 9,6%

10%

8,6%

8,6%

8%

6,8% 5,3%

6% 4%

5,9%

6,3%

6,7%

6,1% 5,1%

5,3%

5,0%

3,3% 2,0%

2%

0,5%

0% Promotores de Feiras

Agências de Viagens

Transporte Aéreo

Organizadoras Operadoras de de Eventos Turismo

Faturamento

Transporte Rodoviário

Preços

Meios de Hospedagem

Locadoras de Automóveis

Turismo Receptivo


Resultados - Custos e Quadro de Pessoal – 2013 / 2012 14% 12,1%

12%

11,4%

10,9%

10%

9,0%

9,0%

8,2%

8%

7,3%

6,5%

5,4%

6%

4,6%

4,0%

3,5%

4%

4,4%

2% 0,1%

0% -0,4%

-2%

-1,5%

-2,1%

-4% -6%

-4,7% Locadoras de Automóveis

Organizadoras Promotores de de Eventos Feiras

Agências de Viagens

Custos

Transporte Rodoviário

Turismo Receptivo

Quadro de Pessoal

Operadoras de Turismo

Meios de Hospedagem

Transporte Aéreo


HaverĂĄ investimentos em 2014 (%)? 100% 80%

5 95

100

4

6

96

94

18

100 0

40

100

100

35

82

60% 60

40% 20% 0%

Sim

NĂŁo

65


Montante (em % do faturamento) a ser investido – 2014 Consolidado

10,0%

Meios de Hospedagem

15,7%

Transporte Rodoviário

13,0%

Promotores de Feiras

10,9%

Organizadoras de Eventos

10,0%

Transporte Aéreo

9,1%

Locadoras de Automóveis

9,0%

Turismo Receptivo

7,6%

Agência de Viagens

5,0%

Operadoras de Turismo 0,0%

2,4% 2,0%

4,0%

6,0%

8,0%

10,0%

12,0%

14,0%

16,0%

18,0%


Perspectiva – Faturamento e Pessoal – 2014/2013 7,9%

Turismo Receptivo

75,1% 13,5%

Organizadoras de Eventos

12,9% 5,0%

Meios de Hospedagem Operadoras de Turismo

11,2% -2,1% 10,8% 1,3%

Agências de Viagens Locadoras de Automóveis Promotores de Feiras Transporte Rodoviário -10,0%

8,1% 0,0% 7,7% 0,4% 6,7% 1,0% 5,5% 0,0%

10,0%

20,0%

Quadro de Pessoal

30,0%

40,0%

Faturamento

50,0%

60,0%

70,0%

80,0%


Perspectivas 2014 Considerando os empresários de todos os segmentos, quanto à perspectiva de evolução dos negócios em 2014, 84% do mercado pesquisado indicou expectativa de crescimento, 12% estabilidade e 4%, redução.

A seguir são listados os principais fatores responsáveis pelas expectativas otimistas dos empresários do setor de turismo em relação a seus próprios negócios para o ano de 2014.


Investimentos em novas tecnologias, serviços e na área comercial, visando a aumentar a carteira de clientes além de incremento das atuais; alta exposição do País na mídia internacional.

Continuidade da tendência de demanda crescente do mercado, com base principalmente na realização do megaevento esportivo nos meses de junho e julho, além das eleições que ocorrerão no derradeiro trimestre do ano em curso.


Principalmente uma perspectiva de forte expansão da demanda devido à realização da Copa do Mundo de Futebol, além dos seguintes motivos: reabertura de unidades que estavam em obras, reajuste de preços praticados pelos hotéis (diária média) e captação de negócios e eventos a serem realizados em suas próprias instalações.

Abertura de novas lojas, maior esforço e foco, em termos de procura de novos clientes e vendas, por parte das empresas, além de crescimento dos negócios realizados pela internet.


Minimamente manutenção do número de clientes e do total de eventos a serem realizados com a expectativa de majoração dos preços, além da possibilidade de aumento da demanda por eventos (inclusive daqueles de grande porte), e a maior visibilidade do Brasil no exterior.

Mesmo com redução do volume de negócios, há expectativa de reajuste dos preços, além de otimização dos investimentos realizados pelas empresas e a captação de grandes feiras.


Aumento da oferta de assentos, renovação da frota, realização de melhorias diversas (que visam gerar crescimento da demanda) e aumento da taxa de ocupação dos voos.

Realização da Copa do Mundo de Futebol, melhorias em obras de infraestrutura devido aos megaeventos esportivos além do reajuste tarifário.

Maior visibilidade do País no exterior e consequente aumento da demanda de turistas para os destinos brasileiros, em razão do megaevento Copa do Mundo de Futebol.


mtur_pacet_10edicao