Page 1

REVISTA ABDL RELATÓRIO DE AÇÕES

GESTÃO 2015–2019

AÇÃO  MODERNIZAÇÃO INOVAÇÃO


ABDL 2019 15.

15. FESTA DE 30 ANOS

DA ABDL

03. EDITORIAL

08. SALÃO DE NEGÓCIOS

Atropelamos a crise e mostramos porque somos a locomotiva do livro no Brasil. Assim foi o nosso sentimento durante os quatro anos de nossa gestão.

Um gigante empreendedor. O Salão de Negócios é uma das marcas registradas da ABDL. Um dos maiores eventos focado em negócio do mercado livreiro no país.

05.

AÇÃO E MODERNIZAÇÃO Inovar, a palavra que esteve a frente da gestão “Ação e Modernização”, que coordenou e aperfeiçoou ainda mais as atividades realizadas pela ABDL.

Foram 30 anos de muito trabalho, de muita luta pelo reconhecimento do mercado da venda direta, de muitos desafios, mas de muitas vitórias.

11. PROJETO FENIX Um dia inteiro de treinamentos, workshops, exercícios, troca de experiência, aprendizado, esse é o Projeto Fênix.

14. BALCÃO DO EMPRE-

GO NA BIENAL

Iniciativa inédita da ABDL levou um balcão de empregos para dentro da Bienal do Livro de São Paulo.

11.

2


FALA DO PRESIDENTE "Atropelamos a crise e mostramos porque somos a locomotiva do livro no Brasil"

A

"É com muito orgulho que concluímos essa etapa, literalmente com a sensação de dever cumprido"

ssim foi o nosso sentimento durante os quatro anos de nossa gestão, sempre com a confiança de que mudaríamos esse cenário. Não poderia ser diferente, pois esse é o espírito da ABDL, sempre fazendo da perseverança do vendedor sua arma, e do livro seu escudo contra qualquer crise! Aliás, essa palavra foi banida do nosso vocabulário e posso garantir que em nenhuma de nossas reuniões, eventos e salões, foi sequer mencionada. Certa vez falei de como é inacreditável a capacidade de adaptação dos nossos profissionais de vendas, sobretudo, pelas diferenças culturais e sociais existentes em nosso país, mas o que aconteceu nesses últimos anos não tem precedentes! Vimos um mercado se alto regenerar, vimos o ressurgimento do clássico porta a porta e vimos a espantosa migração para o mercado de feiras e eventos culturais. Para cada uma dessas reações, tivemos uma ação antecipada! Implantamos o Fênix, projeto que visava recuperar o orgulho de pertencer ao mercado do livro no Brasil, criamos a comissão de feiras e eventos, e não é falta de humildade falar, fomos a associação que mais promoveu ações tendo o livro como protagonista. Além de compor parcerias com as principais entidades do seguimento e juntos, mostrar a força desse nosso setor. Foram longos e difíceis quatro anos, mas também ninguém disse que seria fácil! Na ABDL sempre pensamos positivo, e se o resto do mundo não acreditar, nós acredi3


tamos. É por esse motivo que há 32 anos a ABDL vem se empenhando para manter acesa a chama do profissional responsável por isso, o vendedor de livros! É com muito orgulho que concluímos essa etapa, literalmente com a sensação de dever cumprido. Traçamos nossa linha de ação e nela seguimos até chegar aqui. Nossa equipe não poupou esforços para realizar e alcançar nossas metas e aqui deixo meus agradecimentos, juntos tivemos dias de muitas alegrias. Minha eterna gratidão e reverencia para nossos associados que me apoiaram de forma

incondicional, permitindo que pudéssemos desenvolver todos os projetos que foram propostos por nós. Do desejo de pertencer a Associação Brasileira de Difusão do Livro a ter a honra de presidi-la por duas gestões, esse é o resumo do sentimento e respeito que tenho pela nossa ABDL. Com essa frase começamos e encerramos esse ciclo, desejando ao nosso próximo presidente, muita sorte e sucesso, pois juntos, somos mais fortes! Muito obrigado, LEANDRO CARVALHO

4


AÇÃO E MODERNIZAÇÃO

A gestão que trouxe inovação à ABDL

5


I

novar, a palavra que esteve a frente da gest ã o “Aç ã o e Modernização”, que coordenou e aperfeiçoou ainda mais as atividades realizadas pela ABDL, no mandato de 2015 a 2019, com Leandro Carvalho comandando a presi-

dência da instituição. Conhecer e propagar atividades e atitudes que colocassem a ABDL e seus associados á frente no setor livreiro, que nesse período passou por uma dura crise, mas que pouco abalou o setor da venda direta justamente por conta dos caminhos alternativos que estivemos buscando durante esses 4 anos, foi um dos pontos altos da gestão. Implementar e sugerir projetos que tivessem como foco a modernização do segmento, um dos mais antigos do mercado livreiro, e que se mantém firme diante de tantas adversidades que o país enfrentou. Agir ao invés de acomodar. Mudar ao invés de estagnar. Mais do que buscar alternativas de negócios e capacitar vendedores, mais do que encontrar caminhos que facilitem o trabalho da venda direta para os associados, a ABDL apresentou soluções. Começando pela participação ativa na CNIC - Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, comissão que avalia e aprova os projetos culturais da Lei Rouanet. A ABDL

foi presença assídua e muito atuante no período, buscando cada vez mais apoio para o livro e as publicações, atualmente com o Sr.Márcio Tupinambá como seu representante nas reuniões da comissão em Brasília. A gestão conseguiu também a implementação da carta de exclusividade para os associados, um documento que certifica a empresa como detentora dos direitos autorais em casos de licitações e participações em concorrências e em projetos do governo, para a compra de livros ou material didático para as redes de ensino do país, uma grande conquista para a ABDL e nossos associados. E a entidade também está lutando para conseguir a certificação do InMetro para os livros infantis publicados pelos associados da instituição. As negociações ainda estão em andamento, e empresas certificadoras estão sendo avaliadas. Em breve mais um grande passo para a ABDL estará batendo a nossa porta. Outro grande incentivo para os associados e também para os vendedores foi a parceria com a General Motors, possibilitando aos associados comprar veículos 6


com desconto de frotista, e podendo assim ampliar os negócios, beneficiar os vendedores e sempre manter o transporte dos livros moderno e equipado. Um dos destaques da gestão ficou a cargo do apoio para as feiras de livro, um dos mercados mais rentáveis e promissores da venda direta. A direção criou uma comissão especial que avalia feiras e possibilidades de eventos ao redor do Brasil, e durante a gestão, foram mais de 19 feiras apoiadas pela ABDL em diversos estados. E o projeto é que este número cresça cada vez mais e que a Comissão de Feiras de Livros possa oferecer aos associados maiores e mais diversificadas possibilidades de bons negócios nesse formato. A gestão foi marcada também pela capacitação de novos vendedores. Diversos projetos foram criados para que cada vez mais os profissionais de venda estejam motivados e preparados para o mercado. O projeto Fênix é o maior exemplo disso. Um projeto inovador, criado para formar vendedores capazes de enfrentar adversidades e de mostrar o papel modificador que o livro pode ter na vida das pessoas. Mais

do que capacitar e criar vendedores, esta- meira entidade de classe do mermos desenvolvendo criadores de sonhos. cado livreiro a realizar as reuniE com essa meta em mente, foi que a ões de diretoria com essa nova revista “Ler e viver” foi reavivada. O projeto ferramenta. Um passo largo para voltou em 2015 e se mantém firme no propósito de "mais do que encontrar caminhos, a ABDL incentivar a leitura. E mais do que uma multiplicadora de apresentou soluções" conhecimento, a publicação é também uma excelente ferramenta para modernizar as comunicações da auxiliar o vendedor de livros na abordagem. instituição e facilitar os debates E por falar em ferramenta para ajudar os tão importantes para que possaprofissionais, este ano foi anunciado durante mos caminhar cada vez mais lado o 17º Salão de Negócios uma novidade, a a lado com as novas tecnologias. TV ABDL. Um projeto de capacitação digiA gestão liderada por Leandro tal para vendedores com o apoio do Dr. Jô Carvalho deixou sua marca no que Furlan, que fará uma série de vídeo aulas diz respeito a modernidade, uso com temas variados para motivar e capaci- das tecnologias a favor dos assotar vendedores e editores. Uma forma de ciados, na busca por novos camiusar a tecnologia a nosso favor e quebrar nhos e oportunidades para o setor as distâncias físicas do conhecimento. da venda direta, em estreitar boas Como apontado no plano de trabalho da relações com instituições fedeChapa Ação e Modernização, foi iniciado rais e com o governo, e acima de esse ano a novidade das reuniões em vídeo tudo, levar o livro para cada vez conferência, que quebrou as barreiras e per- mais lugares e pessoas. Um movimitiu debates nas reuniões da diretoria nos mento para alcançar e criar cada quatro cantos do país, e fez da ABDL a pri- vez mais leitores no país.

7


SINUS ET ET RE LAM FACCUM VOLUPTI TE EUM VOLUPTATIA IMUSAERI OFFICTO TATUS. EQUI UT RESTIUS. LO COREPRAT FUGA. ITASINU LLUPTIUM QUI SITATISTI

SALÃO DE NEGÓCIOS: UM GIGANTE EMPREENDEDOR

O

Salão de Negócios é uma das marcas registradas da ABDL. Um dos maiores eventos focado em negócio do mercado livreiro no país, o Salão é a oportunidade de editores e compradores de todo Brasil se reunirem especialmente para falar sobre as novidades e fazer excelentes negócios. A ABDL promove anualmente o Salão para aproximar editores, livreiros, distribuidores, atacadistas num espaço destinado para negociações. E na gestão comandada por Leandro Carvalho, o foco em enfrentar a crise e seguir em frente foi sempre o lema. Muito mais do que vender, o Salão é o momento de troca de ideias e experiências entre os profissionais. Além de promover esse encontro, o Salão tem outro papel fundamental para os associados, o de motivar e auxiliar. Anualmente um grande palestrante é convidado pela ABDL para falar aos participantes sobre um tema pertinente ao nosso dia a dia, sobre motivação, sobre inovação, sobre técnicas de venda. O cuidado na organização do Salão, a escolha da cidade sede, dos palestrantes, dos brindes, tudo isso faz com que o conjunto deste evento seja um dos mais acolhedores do Brasil. Todos os anos, através da pesquisa de satisfação, temos a certeza da importância deste evento para todos os participantes, e a cada edição tentamos melhorar ainda mais. “Para nós é uma oportunidade de trazer lançamentos, trazer novos projetos, novas propostas, para discutir com esses empresários e essas empresas que nos distribuem no atacado, ou seja, no crediário e no porta a porta. O Salão, ele viabiliza o entrosamento entre as pessoas, uma aproximação e ele é um investimento que é compensador, porque é uma oportunidade que você consegue atender inúmeros clientes, com um único deslocamento”, foi o que o Marcos Vinicius Barili Alves, superintendente da Editora Melhoramentos, um dos expositores mais assíduos no Salão de Negócios, sobre a importância do Salão para o expositor. Durante o mandato de Leandro, foram realizadas quatro edições do Salão de Negócios, em quatro cidades diferentes: Gramado, na serra gaúcha, Atibaia, no inte8


NÚMEROS

CENTENAS de participantes por edição nos últimos anos

17

edições do Salão de Negócios ABDL

DEZENAS

de editoras participantes no evento

O Salão viabiliza o entrosamento entre as pessoas, uma aproximação. é um investimento que é compensador, porque é uma oportunidade que você consegue atender inúmeros clientes, com um único deslocamento.

rior de São Paulo, Foz do Iguaçu, no Paraná e Poços de Caldas, em Minas Gerais. Somando a tradicional feira de livros, onde as editoras tem a oportunidade de apresentar seus produtos para compradores, revendedores e distribuidores de todo o território nacional, o Salão de Negócios sempre fica marcado por excelentes negócios tanto para os expositores quanto para os clientes, por palestras que marcaram os participantes com grandes nomes como César Frazão, Eugênio Sales de Queiroz, Eduardo Shinyashiiki e Maurício Góis , por noites de descontração e diversão, pelo apoio jurídico oferecido pela ABDL, para que os associados tirem dúvidas e pela troca de informação e conhecimento ao longo dos dias. “Eu quero parabenizar o presidente Leandro, quero parabenizar a equipe da ABDL, a organização do salão é impecável. Eu acho que a cada ano o Salão se supera” parabeniza Luis Antônio Torelli, ex-presidente 9


da entidade e também da CBL, e um dos maiores apoiadores da ABDL durante todo o mandato da atual gestão. A cada edição do Salão uma nova aprendizagem, um novo caminho, uma nova visão sobre o mercado e nossos desafios, mas sempre levando em consideração as necessidades dos associados, que são nossa maior preocupação. Todos os anos, conversamos com alguns participantes e recebemos feedbacks que são importantes para que cada edição seja ainda melhor. “Eu estou feliz com o meu primeiro Salão como expositor” comentou Hélcio Mucédula, da Lig Lig Briquedos durante a 16ª edição do Salão na cidade de Foz do Iguaçu, a primeira em que ele participou também como expositor além de comprador, “Esse encontro anual que a ABDL faz é importante porque você revê os amigos, você revê outras formas de negócios. Eu não venho aqui somente pela parte comercial, eu venho aqui também para encontrar novos negócios no futuro, clarear mais as ideias na cabeça de coisas novas que a gente pode fazer “. Nestes quatro anos de mandato foram mais de 20 editoras que estiveram patrocinando as edições do Salão, com editoras de diversos segmentos e a cada ano, um novo nome do mercado abrindo as portas para o

mercado da venda direta. Em cada edição foram dezenas de patrocinadores e centenas de participantes, entre expositores e compradores, representantes de instituições do mercado de livros como a CBL, a ANL, a FNILIJ, a ABEU, que estiveram prestigiando o Salão. Um evento que cresce todos os anos e se reinventa a cada edição, e que mantém o mercado da venda direta inflamado e otimista para os anos vindouros. Um orgulho para a ABDL, um orgulho para a gestão de Leandro Carvalho, e uma honra para todos nós que fazemos parte desse projeto.

10


PROJETO FÊNIX TREINAMENTO E INCENTIVO À VENDA DE LIVROS

11


U

m dia inteiro de treinamentos, workshops, exercícios, troca de experiência, aprendizado, esse é o Projeto Fênix. A cada cidade escolhida, uma programação especial e diferenciada para que os associados possam convidar suas equipes e clientes a aprender mais e mais sobre o mundo mágico da venda de livros e também sobre gestão de tempo, finanças, e outros temas tão importantes e que muitas vezes não recebem tanta atenção no dia a dia. Como uma forma de estimular o mercado livreiro e inovar dentro segmento da venda direta, a ABDL criou o Projeto Fênix, uma iniciativa que realiza ações que geram o fortalecimento dessa cadeia produtiva que é hoje um dos três principais canais de venda de livros no Brasil. O projeto nasceu na gestão do presidente Leandro Carvalho, que identificou a necessidade de algo voltado para a formação do vendedor do livro, um profissional capacitado cada vez mais raro no mercado hoje. “Num mercado cada vez mais competitivo, e neste cenário em que a venda tradicional, ou seja, as livrarias, estão sofrendo com a crise, o vendedor direto precisa estar atento as oportunidades e saber usa-las a seu favor. Para o vendedor não existe crise, existe a chance de fazer diferente, de se reinventar” revelou Leandro. Durante o mandato da atual gestão, o Projeto Fênix passou por três cidades: São Paulo (2015), Gravatá (2016) e Rio de Janeiro (2017) com a participação de equipes de vendedores com mais de 150 profissionais em cada região. Promovendo um dia inteiro de

treinamentos, palestras e debates que fortaleceram, capacitaram e motivaram vendedores, distribuidores e editores do segmento de venda direta de livros, o projeto é uma forma de mostrar aos profissionais do mercado possibilidades de se reinventar e aprimorar técnicas de vendas e atuação. “o Projeto Fênix que a ABDL propõe, e que a gente já participou, eu achei de extrema importância pelo fato de poder passar para os nossos funcionários uma coisa a mais, um treinamento, um conhecimento a mais, que possa somar. Somar porque estamos atravessando um período não tão bom. O vendedor se motiva mais, de uma forma geral, e é bom se sentir enturmado no âmbito do livro. Fazer amizades também, trocar conhecimento, é de muita importância. Só tenho que agradecer a ABDL que vem nos oferecendo, nos assessorando, e que possa durar muitos e muitos anos”, foi o que revelou Polianderson Gregório Simões, da Distribuidora de livros Simões, que esteve na 2ª edição do Projeto, realizada na cidade de Gravatá, em Pernambuco, Já para Leonardo Barbosa Pinto, vendedor de livros que esteve no Projeto Fênix na cidade do Rio de Janeiro “Ter a oportunidade de ter participado do Projeto Fênix é um divisor de águas pra mim nesse dia. Porque eu como funcionário, esse projeto está enriquecendo o meu conhecimento. Assim, esse dia ficou marcado na minha vida. Eu agradeço a oportunidade de estar aqui presente nesse projeto. Muito obrigado.” “Primeiramente gostaria de parabenizar a ABDL por essa iniciativa de estar valorizando o vendedor do livro. O Projeto Fênix, como

12


nós podemos perceber, vem para resgatar os valores do vendedor do livro. E eu aprendi muito nesse dia de hoje, muitas coisas que foram aqui faladas estarão sendo levadas por mim por toda a minha vida” contou Leonardo Pontes Egídio, também participante do projeto no Rio de Janeiro. Valdir Valdomiro Fernandes, da Fernandes Editorial, que participou com a sua equipe de vendas do projeto, realizado na cidade de Gravatá, em Pernambuco, comentou que “Para a minha empresa foi muito importante. Um evento onde o vendedor ele aprende a lidar no mercado. O projeto traz expectativas boas, o Projeto Fênix faz com que o vendedor seja a cada dia mais motivado para estar em campo. A ABDL está de parabéns”. Com o cenário que vivemos hoje, é de extrema importância promover iniciativas de motivação e fortalecimento do profissional atuante em vendas. O objetivo da ABDL é levar o Projeto Fênix para associados de diversas cidades do Brasil, já que os resultados das demais edições são comemorados até hoje pelas empresas que fizeram parte do projeto. Afinal, uma equipe motivada e fortalecida trabalha com empenho e vence qualquer crise. “O Projeto Fênix, que é o trabalho que a ABDL hoje está levando para o seus associados, traz o conhecimento, a informação e palestras, para os nossos vendedores, e é muito importante porque se agrega valor tanto na questão do conhecimento para eles, como uma forma de incentivo e motivação, já que alguém de fora está trazendo novos conhecimentos para a gente, como também

é uma troca de ideias com a gente que trabalha nesse ramo do porta a porta”, parabeniza André Santana da Silva, da Prodae, que recebeu o Projeto Fênix em suas instalações em Gravatá. Já Rustein Diego da Real Livros, que participou de duas edições do projeto reconhece a importância de uma iniciativa como essa “Eu estou muito feliz pela Real Livros estar sendo aqui representada nesse projeto fantástico. Nós estivemos aqui representando no Nordeste do Brasil, e sabemos da importância desse evento, não é a toa que nós viemos de Pernambuco para cá e estamos fazendo parte desse projeto fantástico. Quero agradecer muito aos palestrantes aqui, á todos que estão colaborando com

essa iniciativa brilhante da ABDL. É muito enriquecedor”. E como conhecimento é sempre a melhor ferramenta de trabalho, e buscando quebrar as barreiras físicas, a ABDL este ano inovou novamente ao criar a TV ABDL, que está diretamente ligada ao Projeto Fênix. Nesta proposta, que vai usar o canal da ABDL no YouTube, o Dr. Jô Furlan, um dos coordenadores do Fênix e também palestrante nas demais edições, vai compartilhar vídeos com informações valiosas para o vendedor de livro. Sejam vídeo aulas ou mini palestras de motivação, o intuito da TV ABDL é trazer cada vez mais conhecimento para o vendedor de livros, e a cada dia aprender mais, e juntos para alçar voos cada vez mais altos.

Com o cenário que vivemos hoje, é de extrema importância promover iniciativas de motivação e fortalecimento do profissional atuante em vendas.

13


BALCÃO DE EMPREGO NA BIENAL INICIATIVA INÉDITA DA ABDL LEVOU UM BALCÃO DE EMPREGOS PARA DENTRO DA BIENAL DO LIVRO DE SÃO PAULO.

U

m projeto pioneiro no mercado editorial promovido pela em parceria com seus associados e com o Sebrae promoveu o recrutamento e a seleção de profissionais na Bienal Internacional do Livro de São Paulo de 2016: o Balcão do Emprego e do Empreendedorismo. A ideia surgiu após pesquisas realizadas pela própria ABDL, esse estudo apontou um crescimento do setor de venda direta de livros “Como o segmento de venda direta de livros é o que mais cresce no mercado editorial, isso gera uma alta demanda por mão de obra, e por isso decidimos investir nesse projeto e buscar profissionais que queiram ingressar no mercado livreiro”, revela Leandro Carvalho, um dos idealizadores do projeto. Durante toda a feira, que aconteceu no Pavilhão de Exposições do Anhembi em agosto de 2016, o estande da ABDL virou uma grande agência de empregos para quem tinha o sonho de trabalhar no mercado de livros. Diversos computadores foram instalados no estande, e cada interessado fez um pequeno teste vocacional, e depois pode cadastrar seu currículo gratuitamente. Além disso, consultores do Sebrae estiveram no estande tirando dúvidas e dando dicas sobre cursos, reciclagens e empreendedorismo, etc. E ao final da feira, todos os associados

receberam um link que dava acesso as centenas de currículos cadastrados no balcão de empregos da ABDL. Um iniciativa que marcou a Bienal do Livro de São Paulo e que mostrou que a profissão de vendedor de livro ainda encanta gerações e renova o sentimento de que estamos no caminho certo.

14


O

segmento da venda direta de livros tem levado a cultura, o conhecimento e o mundo mágico dos livros para os confins do Brasil, oferecendo às cidades pequenas, em sua maioria nas regiões Norte e Nordeste, o acesso à cultura. Cidades onde muitas vezes

cado da venda direta de livros conseguiu se manter firme. “O papel que a ABDL representa hoje no mercado da venda direta é fundamental não só para os associados, mas também para os leitores. Criar canais acessíveis para que os livros cheguem aos lugares mais distantes do nosso país, desenvolver o hábito da leitura e o amor pelos livros é a nossa maior meta”, declara Leandro Carvalho. “Mais do que vender o produto livro, o vendedor direto leva o sonho, a criatividade, um mundo novo que torna a vida de cada uma dessas pes-

FESTA DE 30 ANOS DA ABDL

o mercado tradicional de venda, ou seja, as livrarias, não estão, é o vendedor de livros porta a porta que leva o conhecimento. E com este cenário, não havia melhor forma de celebrar os 30 anos da ABDL do que relembrando o lúdico. Em 2017, o ano que que a ABDL se tornou uma balzaquiana do mercado editorial, a nossa comemoração não poderia ter sido mais especial. Em um momento em que mercado editorial brasileiro passou por uma retração significativa que afetou diretamente as maiores redes de livrarias do país, o mer-

soas melhor. Esse profissional leva para a casa das pessoas uma porta para o universo maravilhoso do conhecimento, e isso, não tem preço!” Foram 30 anos de muito trabalho, de muita luta pelo reconhecimento do mercado da venda direta, de muitos desafios, mas de muitas vitórias. A ABDL chega neste marco com a certeza de que hoje é uma das instituições mais importantes do mercado livreiro, com uma atuação forte em todo o Brasil, e que a cada ano, vai crescer ainda mais. E que venham mais 30 anos pela frente! 15


REVISTA ABDL RELATÓRIO DE AÇÕES

GESTÃO 2015-2019

AÇÃO

MODERNIZAÇÃO

INOVAÇÃO

ABDL – Associação Brasileira de Difusão do Livro Rua Marques de Itú, 408 conj. 71/72 Vila Buarque CEP: 01223-000 São Paulo-SP Telefone: (11) 3337 7933 E-mail: abdl@abdl.com.br  Site: www.abdl.com.br © ABDL 2019

Profile for Associação Brasileira de Difusão do Livro

Relatório de Ações - Gestão 2015-2019  

Relatório de ações da Gestão 2015-2019

Relatório de Ações - Gestão 2015-2019  

Relatório de ações da Gestão 2015-2019

Profile for abdl10
Advertisement