__MAIN_TEXT__

Page 1

Revista

ISSN 1679-6659 – ANO 12 – NÚMERO 14 – MAIO DE 2012

Uma empresa do

IR Leiteiro

casa nova e recorde de registros. pelo 3° ano consecutivo, a raça com maior número de inscrições na expozebu.


* Marcas registradas de Dow AgroSciences.

Quando a tecnologia converte a pastagem em produtividade, quem ganha é você. Forrageira HD364

Excelente oportunidade para aumentar a sua produção de leite.

Elevados índices de proteína e digestibilidade ao longo do ano; Suporta melhor os períodos de seca prolongados; Maior tolerância às Cigarrinhas-das-pastagens; Semente incrustada da mais alta tecnologia. CONVERT* HD364, nome comercial dado à Brachiaria híbrida cultivar Mulato II (CIAT 36087). 2

| | | | Revista Gir Leiteiro 2010

Procure um distribuidor autorizado Dow AgroSciences.

0800 772 2492 | www.dowagro.com.br Revista Gir Leiteiro 2010 ||||

3


Palavra do PRESIDENTE Caro leitor, Renovamos as nossas saudações Girleiteiristas e a satisfação em tê-los como leitores. Neste momento, duas são as grandes alegrias que nós girleiteiristas podemos compartilhar com todos aqueles que, de alguma forma, acompanham as ações da ABCGIL. A primeira é, sem dúvida, a realização de um sonho de todos nós, materializado na execução de um projeto audacioso: a construção da sede de nossa Associação no interior do Parque Fernando Costa, em Uberaba, expressão de mais um gesto de confiança na parceria com a ABCZ. Mais significativa ainda é esta alegria quando certificamos que a construção deste edifício é mérito daqueles associados que acreditaram em nossa proposta e, em tempo muito rápido, viabilizaram os recursos financeiros necessários. A todos, cabe agradecer sinceramente pela confiança em nós depositada para se chegar ao mérito da obra. Tenham a certeza de que nesta casa todos os nossos anseios terão abrigo e respaldo para que possamos dar ao Gir Leiteiro todo o suporte em busca do crescimento sustentável. Zzn Peres

Para ocupar a Casa do Gir Leiteiro, temos uma equipe de colaboradores preparada, compromissada e alinhada com a nossa identidade e com a visão de que a ABCGIL existe para promover ações inovadoras que assegurem ao Gir Leiteiro constituir-se na mais sustentável e adequada raça leiteira tropical do mundo. A parceria com a ABCZ, construída com respeito e colaboração a partir da nossa afirmação de que chegamos efetivamente para somar, encontrará na Casa do Gir Leiteiro espaço sempre disponível para a construção de alternativas de crescimento da zebuinocultura como um todo.

A outra grande alegria que temos a satisfação de compartilhar nesta edição da revista é o fato de que, em 2011, foi superada a marca de registros de nascimento da raça Gir junto à ABCZ, vigente desde 1973. Foram quase 40 anos para a raça superar o descrédito do mercado e o desânimo dos criadores. Superação esta que veio com a valorização do trabalho de seleção, respaldado na tecnologia e focado na produção. Certamente os criadores alinhados com os ideais preconizados pela ABCGIL tiveram participação decisiva neste feito. É a mais clara demonstração de confiança dos criadores de Gir Leiteiro no potencial da raça em produzir com quantidade e qualidade, assegurando-se o necessário retorno econômico. Seguramente foram aplicados muitos recursos, não somente financeiros, para que esta marca fosse alcançada. Investimentos em genética, instalações, equipes, exposições e tantos outros itens de despesa e dedicação à atividade merecem ser considerados para que seja consolidada a tão almejada sustentabilidade de crescimento. Finalmente, nunca é demais advertir que atitudes de preciosismo e intolerância praticadas por quem prioriza a beleza estética em detrimento da produtividade, possa reconduzir a raça à instabilidade de crescimento ora superada. Ações que não somam, não constroem, podem atuar como desestímulo à criação. Refiro-me, especificamente, à questão relacionada com a pelagem de uma raça multicolorida. Juntos, coesos com os objetivos traçados, poderemos realizar muitos outros projetos em benefício do Gir Leiteiro. Tenham todos uma boa leitura. Convido-os a mais uma alegria, visitando a ExpoZebu e constatando que, pelo terceiro ano consecutivo, o Gir Leiteiro é a raça de maior expressão numérica no Parque Fernando Costa.

Com o meu abraço, Silvio Queiroz Pinheiro.

Este 4 de maio de 2012 é um marco histórico para todos nós que acreditamos no potencial de produção desta raça tão maravilhosa que é a raça Gir, sejamos girleiteiristas ou giristas de uma forma geral.

Silvio Queiroz Pinheiro Presidente da ABCGIL

8

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

9


16

CURTAS DA ABCGIL Confira as principais notícias do Gir Leiteiro.

ANO 12 – NÚMERO 14 – MAIO DE 2012

Sumário

PÁGINAS BRANCAS

O cirurgião vascular dr. Wilson Rondó aponta as vantagens do Leite A2 e esclarece a confusão acerca da intolerância ao consumo do produto. GALERIA DE FOTOS

C

LEITE AFORA

apa

ARTIGO TÉCNICO

Tratadores.

68 76

ntrevista

L

46

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

O Gir Leiteiro produz leite A2 em níveis bem próximos a 100%.

46 52 56

GIR LEITEIRO DE CASA NOVA

68

ESPECIAL

Quem produz leite com Gir Leiteiro

Para marcar o cinquentenário, a Estãncia Silvania está lançando o Leite A2. CONGRESSO MUNDIAL DO GIR LEITEIRO

BRUCELOSE E TUBERCULOSE

74 80 84

Perigo, principalmente para fêmeas, além de afetar a credibilidade do pecuarista como referência de criação e produção.

Leite A2

PNMGL na prática

“TUDO QUE VAI, VOLTA MELHOR”

Com esse mote, a nova campanha do programa pretende ampliar o número de rebanhos colaboradores.

Vender saúde, a nova meta da Silvania no aniversário de 50 anos de seleção.

GALERIA DE FOTOS Momentos marcantes das exposições da raça. NÚCLEOS

UNIÃO EM PROL DO CRESCIMENTO DA RAÇA

88 90 92

Acompanhe as atividades das associações e núcleos para promover o Gir Leiteiro. GALERIA DE FOTOS Pelas pistas das mostras principais realizadas no período.

eite Afora

A

52

Raça é destaque na Feileite, na Fenagro, na Emapa e outras mostras.

rtigo Técnico

Gestão

Exposições

Gabriel Fiorino

40

Além da sede própria, ABCGIL comemora recordes e crescimento constante.

HORA DA SAÚDE

Dr. Wilson Rondó,

12

Tá todo mundo lendo. CAPA

36

65

GALERIA DE FOTOS

ExpoGenética 2012 abre espaço para um amplo fórum de discussões sobre a raça leiteira que mais cresce no Brasil.

special

E

PROGRAMA EDUCAMPO

GALERIA DE FOTOS

Leite no Mundo

Zzn Peres

Divulgação

RAÇA É DESTAQUE NA FEILEITE E NA EMAPA

Parceria entre a ABCGIL e o Sebrae-MG vai difundir práticas de gestão e ampliar a base de fazendas colaboradoras.

Casa nova e recorde de registros. Pelo 3° ano consecutivo, a raça tem maior número de inscrições na ExpoZebu.

36

Tratadores.

Acompanhe as notícias sobre os julgamentos e torneios leiteiros em 11 exposições.

Gir Leiteiro

e

ENTREVISTA

Sebrae/MG

Educampo, do Sebrae-MG, leva capacitação aos produtores rurais.

BATE-PAPO NA COCHEIRA Fazenda Suspiro Objetivo de Luiz Taranto Neves é criar o melhor da raça, além de preservar a natureza. HORA DO CRIADOR

SANTA RITA DA ESTIVA

102 106 108

Fazenda Colaboradora mais antiga do PNMGL em atividade. E AINDA: LISTA DE ASSOCIADOS DA ABCGIL

110

AGENDA DE EXPOSIÇÕES 2011/2012

114 Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

13


ISSN 1679-6659

Palavra do

EDITOR

Béth Mélo Editora

Paulo Roque JORNALISTA

André Casagrande JORNALISTA

Associação Brasileira Pç. Vicentino Rodrigues da Cunha, 110 – Pq. Fernando Costa dos Criadores de Gir Leiteiro CEP 38022-330 - Uberaba/MG - (34) 3331-8400 www.girleiteiro.org.br • girleiteiro@girleiteiro.org.br

DIRETORIA EXECUTIVA Diretor Presidente: Silvio Queiroz Pinheiro

Diretor Vice-Presidente: Lúcio Rodrigues Gomes Diretor de Marketing: Rodrigo Martins Bragança Diretor Administrativo/Financeiro: José Afonso Bicalho Beltrão da Silva Diretor Técnico: Anibal Eugênio Vercesi Filho

CONSELHO DIRETIVO Presidente: Flávio Lisboa Peres

Membros: Silvio Queiroz Pinheiro, José João Salgado Rodrigues dos Reis, Rubens Resende Peres, José de Castro Rodrigues Neto, Eduardo Falcão de Carvalho, Ângelo Lucciola Neto, Léo Machado Ferreira e Joaquim José da Costa Noronha

Zzn Peres

Conselho Fiscal Ademir Lopes Cançado, Carlos Roberto Caldeira Brant e Luciano Luzes Borges

Membros Suplentes José Ricardo Fiuza Horta, Antônio Eustáquio Andrade Ferreira e Fernando Augusto Redher Quintela

Conselho Editorial Silvio Queiroz Pinheiro, Lúcio Rodrigues Gomes, Gutche Alborgheti REDATOR E DIRETOR DE ARTE

Vinicius Gallo REDATOR E DIRETOR DE ARTE

Humberto Ogawa DESIGNER

André Rabelo Fernandes, Ana Cristina Navarro Andrade, Carlos Alberto da Silva

Capa e Matéria de Capa Gutche Alborgheti

Juliana Vizzácaro Humberto Ogawa Ana Cristina Navarro Andrade

Fotógrafo Oficial: Zzn Peres Fotógrafos Colaboradores: Fábio Fatori/Fato Rural

Carlão da Publique/Publique Banco de Imagens Renan Antonelli/Publique Banco de Imagens

Tiragem 7.000 exemplares Editor-Chefe Carlos Alberto da Silva - MTB 20.330 Planejamento Carlos Alberto da Silva Jornalistas Béth Mélo - beth@publique.com

André Casagrande - andre@publique.com Paulo Roque - pauloroque@publique.com

Juliana Vizzaccaro DESIGNER

Marcia Miranda MÍDIA E PRODUÇÃO GRÁFICA

Andréia Barro ADMINISTRATIVO/ FINANCEIRO

Colaboradores Nathã Carvalho Departamento Comercial Carlos Alberto da Silva Bruno Knoop Rafaela Ferraz Renan Antonelli Cristiane S. Nogueira

Pesquisa de mídia, orçamento Andréia Barro e administração financeira Marcia Miranda

Denise Carvalho

Produção Gutche Alborgheti

Vinicius Gallo Balsys Humberto Ogawa Juliana Vizzaccaro

E

stamos vivendo os tempos de mais uma grande ExpoZebu. Nosso Gir Leiteiro chega a este certame, pelo 3º ano consecutivo, como a raça de maior expressão em número de animais, o que efetivamente tem que ser comemorado por todos os criadores da raça.

Esta edição da revista Gir Leiteiro está repleta de temas relevantes para a sustentabilidade do negócio leite e do negócio Gir Leiteiro. A matéria de capa foca o importante crescimento da raça com o recorde no número de registros, coroado com a inauguração da nova sede da ABCGIL, nas dependências do Parque Fernando Costa, em Uberaba. Sem dúvida, mais uma herança fundamental da administração do criador Silvio Queiroz Pinheiro, a quem somos todos gratos e devedores do bom momento vivido pelo Gir Leiteiro.

Diagramação e Edição Gutche Alborgheti de Imagens gutche@publique.com

Humberto Ogawa humberto@publique.com

Cristiane S. Nogueira GERENTE COMERCIAL

Renan Antonelli ZOOTECNISTA Atendimento e rp

Bruno Knoop Atendimento e rp

PRESIDENTE E FUNDADOR: Carlos Alberto da Silva

É uma honra entregar a vocês este número da revista Gir Leiteiro. Boa leitura a todos.

Carlos Alberto da Silva Editor e Presidente do Grupo Publique 14

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

CTP, Impressão Gráfica Mundo e Acabamento

www.publique.com

Nathã da Silva Carvalho CORRESPONDENTE RS

Denise Carvalho assistente de circulação

Rafaela Ferraz SECRETÁRIA DA PRESIDÊNCIA

Twitter @GRUPOPUBLIQUE

Slideshare slideshare.net/grupopublique

Facebook facebook.com/gpublique

YouTube youtube.com/GrupoPublique

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

15


ABCGIL

Novas normas de atuação para os jurados da ABCGIL

Durante reunião realizada em fevereiro deste ano, em Uberaba (MG), foram definidas novas normas de atuação dos jurados em exposições oficiais do ranking de Gir Leiteiro. A decisão foi tomada por representantes da Comissão Conjunta da ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro) da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) e do CJRZ (Colégio de Jurados das Raças Zebuínas). O encontro contou com a participação do presidente da ABCGIL, Silvio Queiroz Pinheiro; do coordenador Operacional do Programa Nacional do Melhoramento do Gir Leiteiro, André Rabelo Fernandes; dos diretores da ABCZ, José de Castro Rodrigues Netto e Celso de Barros Correia Filho; do coordenador do Colégio de Jurados das Raças Zebuínas, Mário Marcio Souza da Costa Moura; e do representante dos Jurados, Otávio Villas Boas. O objetivo das novas normas é, além de buscar imparcialidade e qualidade técnica dos julgamentos realizados nas exposições, com a rotatividade, promover o treinamento e a renovação do quadro de jurados atuantes.

2

Palestra sobre Gir Leiteiro na Republica Dominicana

Gir Leiteiro: raça especializada para produção de leite nos Trópicos - Evolução morfológica e atualidades foi o tema da palestra da veterinária Tatiane A. Drummond Tetzner, em Santo Domingo, na República Dominicana. Tatiane também realizou o julgamento de cerca de 60 animais Gir Leiteiro na Feira Nacional da República Dominicana. “Muitos pecuaristas deste país estão interessados na genética de Gir Leiteiro do Brasil e querem conhecer de perto o trabalho de seleção durante a ExpoZebu”, disse ela, que visitou o país de 17 a 21 de março. Durante o evento, ela também reuniu-se com os criadores do México, Ricardo Suárez e Manuel Suárez, para discutir a importância do Gir Leiteiro para todos os países da América Central, como raça pura nos vários tipos de cruzamento com raças europeias como Holandês, Jersey e Pardo Suíço. 16

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Divulgação

1

Zzn Peres

Curtas da

Uma das decisões foi a criação de uma Comissão – que será responsável por escolher e indicar os jurados para as exposições –, formada por dois representantes da ABCZ (José de Castro e Mário Marcio Moura), dois representantes da ABCGIL (os zootecnistas André Rabello e Fausto Cerqueira Gomes) e um representante do grupo de jurados (Otávio Villas Boas). Dentre as decisões, ficou estabelecido que cada jurado poderá atuar em até oito exposições no ano-calendário do Ranking Nacional Gir Leiteiro e, no máximo, duas, dentro do mesmo mês. Além de não poder julgar a mesma exposição por dois anos consecutivos, só pode atuar em até três exposições com mais de 400 animais dentro de um mesmo ano-calendário do ranking. Confira as novas regras no link: www.girleiteiro.org. br/novo/?noticiasDetalhe,323,1


AnĂşncio Corona


Curtas da

ABCGIL

ABCGIL é homenageada pela Embrapa Gado de Leite

4

Divulgação

Durante as comemorações dos 35 anos da Embrapa Gado de Leite, realizada no ano passado, a ABCGIL foi uma das homenageadas, em reconhecimento à sua contribuição para a trajetória de sucesso da entidade. Através do seu presidente, Silvio Queiroz Pinheiro, a ABCGIL que foi premiada na categoria de Associação de Criadores, pelos 26 anos da parceria com o PNMGL (Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro) e pela parceria com o Sistema de Produção de Leite, em de Coronel Pacheco (MG), firmada em 2010. Em seguida ao discurso de abertura da solenidade, o chefe geral Duarte Vilela ressaltou o papel da Embrapa Gado de Leite no desenvolvimento do setor e agradeceu a contribuição dos parceiros externos e dos funcionários da unidade por essas três décadas e meia de conquistas.

24

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Presidente da ABCGIL está no Conselho do Pró Láctea

Silvio Queiroz Pinheiro, – presidente da ABCGIL participa do Conselho Editorial do Pró Láctea (Programa apresentado pelo (Canal do Boi), que tem como proposta levar ao produtor rural informações sobre os elos da cadeia produtiva do leite. O Conselho tem como objetivo colaborar na orientação da produção do programa, no sentido de buscar temas que alavanquem a atividade, além de resolver problemas apontar soluções, de forma que o Pró Láctea seja um bom canal de comunicação com os elos da cadeia produtiva do leite, em especial o produtor rural.

Zzn Peres

3

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

25


5

Curtas da

ABCGIL 7

UFMG tem rebanho colaborador do PNMGL

51 exposições

A cada, ano o Gir Leiteiro vem se destacando na pecuária leiteira nacional. Prova disso é o aumento do número de exposições ranqueadas pela ABCGIL. No ano passado, 7.343 animais foram julgados nas mostras da raça realizadas no País, e esse número deve crescer em 2012. Antes da Nacional da raça, que ocorrerá durante a MegaLeite, já estão agendadas 20 exposições. A agenda de 2012 começou com a 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Aracaju, agora ranqueada, em Sergipe, no mês de fevereiro. Das 50 exposições agendadas, a mais nova homologada é a de Araxá, MG que aconteceu de 16 a 22 de abril, com recorde no torneio leiteiro. Mimosa FIV Vila Rica, uma filha de C.A. Sansão com Leliveldia TE Poções (Radar), exposta por Dilson Cordeiro e Maria do Carmo Oliveira Menezes, foi a campeã Fêmea Jovem e recordista mundial, com média de 42,072 kg de leite.

Luciene Frankilin

Em outubro do ano passado, o rebanho do Centro de Produção Sustentável - Fazenda Modelo da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, em Pedro Leopoldo, tornou-se o mais novo participante do PNMGL, por intermédio do professor Mark Heney. Na ocasião, o colaborador da ABCGIL, Márcio Ramos, entregou a Pitágoras Pereira da Silva Júnior, gerente da Fazenda Modelo, 70 doses de sêmen dos touros participantes do 26° Grupo de Touros do Teste de Progênie. “Estamos muito felizes em ser uma fazenda colaboradora, os touros são excelentes e as lactações das mães são de muita qualidade”, destacou o gerente. Banho de leite em Araxá.

6

8

Associação recebe relíquia

ABCGIL

A ABCGIL recebeu do novo gerente de Produto Leite Nacional da Alta Genetics, Guilherme Marquez de Rezende, uma relíquia para o acervo histórico da entidade. Trata-se de um raro em exemplar de número 254 da Revista Zebu, de março de 1968, que traz matéria sobre os primeiros controles leiteiro do Zebu Leiteiro (Gir, hoje Gir Leiteiro).

26

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Atibaia promete

Os interessados em participar da 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Atibaia (SP), evento que ocorrerá no Parque de Exposições Edmundo Zanoni, de 21 a 27 de maio, podem inscrever seus animais até dia 20. O Concurso Leiteiro começa dia 23 e termina dia 26. O julgamento será nos dias 26 e 27. A ABCGIL convida os associados para realizar uma bela exposição em Atibaia, com o que há de melhor no Gir Leiteiro. O criador Antonio Lopes Batista é o líder do evento. As fichas de inscrições estão no site da ABCGIL (www.girleiteiro.org.br). Mais informações no tel. (34) 3331-8400 ou por e-mail: fausto@girleiteiro.org.br


Equipe ABCGIL

Ana Cristina Navarro

Formada em administração pública, atua como secretária executiva da ABCGIL, trabalhando no gerenciamento da área administrativa/financeira da associação. ana@girleiteiro.org.br

André Rabelo Fernandes

Eduardo Soares Souza

andre@girleiteiro.org.br

eduardo@girleiteiro.org.br

Zootecnista, coordenador operacional do PNMGL. Responsável pelo acompanhamento dos rebanhos puros, tanto na execução do sistema linear de avaliação quanto na classificação para tipo.

Zootecnista, atua no Certificado de Qualificação Genética (CQG) e nas diversas ações do Teste de Progênie, fazendo a pré-seleção de touros e o acompanhamento de rebanhos colaboradores.

Gisele Oliveira

Iraides Aparecida de Souza

Carlos Matheus Arantes Pereira

Lidyane Guerra Miranda

Ranielly da Silva Maciel

José Geraldo Oliveira

Formada em secretariado executivo bilíngue, atua como secretária da presidência, na comunicação interativa com os criadores e demais visitantes do site da ABCGIL. gisele@girleiteiro.org.br

Formada em administração de empresas, atua no setor financeiro da ABCGIL e administra a parte contábil da associação. lidyanefinanceiro@girleiteiro.org.br

Responsável pelo processamento de dados dos controles leiteiros do PNMGL iraides@girleiteiro.org.br

Médica Veterinária, supervisora da base de dados de exposições e do controle leiteiro do PNMGL. rany@girleiteiro.org.br

Técnico agrícola, atua na distribuição de sêmen do Teste de Progênie e realiza o acompanhamento dos rebanhos colaboradores matheus@girleiteiro.org.br

Antônio Luiz de Andrade Filho Zootecnista, responsável pela logística de exposições. Trabalha na execução operacional das exposições homologadas e ranqueadas antonio@girleiteiro.org.br

Fausto Cerqueira Gomes

Zootecnista, responsável pela logística de exposições. Trabalha na execução operacional das exposições homologadas e ranqueadas da ABCGIL. fausto@girleiteiro.org.br

Técnico agrícola, atua na distribuição de sêmen do Teste de Progênie e realiza o acompanhamento dos rebanhos colaboradores jgeraldo@cnpgl.embrapa.br

Associação está crescendo para melhor atender seus associados

Milton Borges Junior

Estudante de Administração de Empresas, atua como estagiário do departamento administrativo. milton@girleiteiro.org.br

Suellen da Silva Pereira

Estudante de Sistemas de Informação, atua como estagiária do Departamento de Melhoramento Genético. suellen@girleiteiro.org.br

Fotos: Alysson de Oliveira Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

31


Páginas Brancas

Entrevista exclusiva: Dr. Wilson Rondó Jr. Leite A2 A alergia ao leite é por intolerância a lactose ou alergia a uma proteína? Em entrevista para a Revista Gir Leiteiro, o cirurgião vascular, especialista em medicina ortomolecular e nutrologia, dr. Wilson Rondó Jr., esclarece essa e outras dúvidas. “Raças zebuínas, como a Gir, não foram afetadas por mutação genética e, ainda, produzem leite A2 em níveis bem próximos a 100%”, afirma o dr. Rondó que aponta as vantagens de se consumir esse tipo de leite, para eliminar ou suavizar sintomas das reações alérgicas.

Divulgação

|||| Gir Leiteiro - O que o sr. pode nos falar sobre a intolerância ao leite de vaca? Wilson Rondó Jr.: É crescente ouvirmos comentários sobre alguma sensibilidade ou rejeição ao leite de vaca e, ao mesmo tempo, escutarmos pensamentos que dizem: “o homem é o único animal que bebe leite na idade adulta”, o que explicaria o fato de muitas pessoas não apresentarem problema aparente ao consumo do produto. Até pouco tempo atrás, entendia-se que esse número tão significativo de reações ao leite fosse somente pelo fato de que, com o passar dos anos, após a infância, o ser humano não produziria mais certas enzimas que são importantes na digestão do leite. Fato esse mais significativo nos indivíduos que reagiam de alguma forma ao leite e acreditando que, aqueles que não apresentassem qualquer alteração, tinham um privilégio da natureza por ainda produzirem certas enzimas. |||| GL - Existe uma confusão sobre as reações de rejeição ao leite, na maioria das vezes creditada à lactose. WR: Apesar de as reações alérgicas serem vistas como uma intolerância à lactose, o açúcar do leite, entendemos atualmente que há outro vilão nessa história, e que

precisa ser avaliado com cuidado. É a alergia à proteína do leite – que não tem nada a ver com lactose. Nesse caso, o processo alérgico pode ser disparado por qualquer tipo de leite, como o de vaca, cabra ou búfala. Um especialista é capaz de identificar a proteína vilã e, assim, torna-se fácil excluí-la da dieta. |||| GL - Todas as vacas produzem a proteína vilã e quais os problemas ela pode causar ao organismo humano? WR: Todas as fêmeas, incluindo a mulher, produzem a proteína Beta Caseína A2. No entanto, há cerca de 10 mil anos, algumas vacas também passaram a produzir Beta Caseína 1, a vilã, relacionada a uma série de reações alérgicas, casos de autismo, morte súbita, diabetes tipo1, em crianças, além de problemas coronários, neurológicos e colesterol elevado, em adultos. |||| GL - Qual a diferença entre as duas proteínas? WR: A única diferença entre as duas proteínas é apenas um aminoácido na 67ª posição entre 203 aminoácidos que a compõem. A Beta Caseína A1 possui uma histidina, enquanto que a Beta Caseína A2 tem uma prolina. Entra uma histidina no

“HÁ CERCA DE 10 MIL ANOS, ALGUMAS VACAS PASSARAM A PRODUZIR BETA CASEÍNA 1, A VILÃ, RELACIONADA A UMA SÉRIE DE REAÇÕES ALÉRGICAS” lugar de uma prolina e, como a natureza é caprichosa, essa aparente pequena diferença faz com que a proteína seja clivada (quebrada) nessa posição, dando origem a um peptídeo (parte de proteína) denominado “Beta Caso Morfina A7”, por ter estrutura química similar à morfina. É criado no estômago, por meio da digestão ácida, um verdadeiro opiáceo. Segundo vários autores, as Beta Caseínas A1 e seus peptídeos, principalmente um denominado Beta Caso Morfina 7, estariam relacionados a uma série de reações alérgicas. |||| GL - Quais os níveis de produção dessas proteínas nas raças leiteiras? Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

37


Páginas Brancas

WR: Segundo alguns pesquisadores, que estudaram todas as raças bovinas e descobriram quais as que produziam uma maior quantidade de leite A1 e A2, as raças zebuínas, como a Gir, não foram afetadas por mutação genética e, ainda, produzem leite A2 em níveis bem próximos a 100%. A Guernsey produz só o Leite A2. A Jersey, 75% de leite A2 e 25% de leite A1 (alergênico). A Holandesa produz 50% de leite A1 e 50% de leite A2.

Divulgação

“AS VACAS LEITEIRAS COMEM QUASE TUDO, HOJE EM DIA, INCLUSIVE ALIMENTOS EXÓTICOS, MENOS CAPIM”

|||| GL – Nas condições atuais, o que leva a vaca a produzir a proteína vilã? WR: O manejo alimentar inadequado do gado também altera a qualidade do leite. As vacas evoluíram comendo capim. São seres pastejadores herbívoros. Deveriam, portanto, se alimentar preferencialmente de capim. Certo? Errado. As vacas leiteiras comem quase tudo hoje em dia, menos capim. Veja, por exemplo, alguns componentes da dieta exótica das vacas leiteiras nos últimos 70 anos: esterco de galinha (felizmente proibido, mas amplamente utilizado na clandestinidade no Brasil); caroço de algodão; polpa de laranja; farelo de soja, ureia, sulfato de amônio; farinha de carne (hoje proibida) farinha de penas (também proibida); fubá e bicarbonato de sódio. O homem descobriu um atalho para a pobreza dos solos e, ao invés de fertilizá-los, prefere dar aos animais, diretamente, os sais que, na verdade, deveriam ser usados como adubos de solo. 38

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

|||| GL – Considerando as dietas alimentares, quais as raças leiteiras mais suscetíveis a apresentar problemas no leite? WR: Exatamente a vaca holandesa, criada nas fazendas-fábricas – que são preconizadas pelo status-quo técnicocientífico do chamado agronegócio, que insiste em tentar reduzir todas as tarefas biológicas a meros produtores de moeda corrente, sem levar em consideração as necessidades fisiológicas de cada espécie animal –, recebe uma dieta altamente acidificante e geradora de problemas já bastante conhecidos de todos os criadores de gado leiteiro, tais como laminite, indigestão, empanzinamento, abomaso desalojado, pouca longevidade, etc. O status-quo acadêmico-científico nos diz o que é certo e o que é errado e o que, conta no fim do dia, é produzir mais leite, não importando as consequências. Assim, a vaca Holandesa criada em confinamento (também ironicamente chamado de (freestall), com alimentação acidificante, que

produz leite alergênico, não é propriamente o que se pode chamar de ecologicamente correto ou até mesmo de salutar. GL - Alguns países já saíram na frente na produção do Leite A2? WR: A Nova Zelândia já se adiantou a registrar o nome “A2 Milk” e está certificando laticínios ou fazendas que trabalhem exclusivamente com Leite A2, determinado por meio de exame de DNA do rebanho, e normas de manejo que contemplem o livre acesso ao pasto, luz solar e ar livre, no caso dos animais em lactação. Na Austrália e Estados Unidos, esse leite é vendido, e bem, pelo dobro do preço! No mundo todo, consumidores conscientes estão demandando alimentos cada vez mais ecologicamente corretos. Usar leite predominantemente A2 pode eliminar o problema ou suavizar os seus sintomas. Pense nisso na sua próxima compra. (Veja matéria, na página 74, sobre o lançamento do projeto Vender Saúde, da Estância Silvania)


Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE TRATADORES

40

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

41


Silvio Queiroz e Paulo Maximiano

Leonidio Machado

Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE EXPOSIÇÕES

Maria Tereza Calil e José Orlando Bordin Maria do Carmo e Flávio Perez

Mila, Wagner, Maria Tereza Calil e José Orlando Bordin

Luiz Fernando Taranto Neves entregando prêmio para representante da Lumiar Agropecuária

Manuela Gama e Lilian

Roberto Vilhena

42

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Marta Noronha e Cici


Leite Afora Gir Leiteiro é o grande destaque na Feileite

Gabriel Fiorino Silvio Queiroz Pinheiro e Geraldo Alckmin

Zzn Peres

Mais uma vez, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, prestigiou a Exposição Internacional do Gir Leiteiro da Feileite, realizada em São Paulo, de 31 de outubro a 4 de novembro. Junto com a secretária da Agricultura, Mônika Bergamaschi, Alckmin visitou a feira e marcou presença no estande da ABCGIL, onde encontrou-se com o presidente Silvio Queiroz Pinheiro. A Fazenda Mutum foi a estrela da Feileite 2011 e levou a faixa de Grande Campeã, com Fécula TE F. Mutum, que também ficou em primeiro na categoria Vaca Adulta. A matriz pertence a Léo Machado Ferreira, de Alexânia (GO), também premiado com o título de Reservada Grande Campeã, com Gala FIV F. Mutum.

Novas marcas no torneio da Fenagro

Os animais foram julgados por Tatiane Almeida Drummond Tetzner, Lilian Jacintho e Lucyana Queiroz, que escolheu como Grande Campeão C.A. Gigante TE, de Joaquim J.C. Noronha, e, como Reservado, Desejo TE Silvania, de Eduardo Falcão de Carvalho. No torneio leiteiro, a Fazenda Mutum também fez a festa e conquistou o grande campeonato com Hassia FIV F. Mutum, a campeã da categoria Vaca Jovem, com média de 48,390 kg de leite. No torneio, a Reservada foi Hadali FIV de Brasília, da Fazenda Brasília Agropecuária, com média diária de 46,457 kg.

Na categoria Vaca Adulta a Campeã foi Cartagena de Brasília, de José Orlando Bordin, com média diária de 45,183 kg de leite.. A Reservada foi Feliciana TE, da Bom Jardim da Serra Agropecuária, com média diária de 42,810 kg. Na categoria Fêmea Jovem, C.A. India TE foi a campeã e ainda conquistou o título de Melhor Úbere. Propriedade de Joaquim J.C. Noronha, a matriz produziu a média diária de 36,650 kg leite. C. Africa FIV, do criador Amilcar Farid Yamin, foi a Reservada Grande Campeã da categoria, com média diária de 35,840 kg.

Presença marcante da raça em Passos - MG A 10ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Passos (MG), oficializada pela ABCGIL, foi realizada de 26 a 1º de abril, durante a 9ª Expass, com promoção do Sindicato Rural do município mineiro. A mostra foi organizada por Eduardo Soares Souza e Antonio Luiz de Andrade Filho, técnicos da ABCGIL, e se destacou pela forte 46

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

presença de selecionadores de vários Estados que levaram 289 animais para a pista e o torneio leiteiro. Na pista, o destaque, entre os machos, foi Apollo CAL, Grande Campeão, exposto por Gabriel Donato de Andrade. A Grande Campeã foi Filipina TE F. Mutum, de Leo Machado Ferreira. O

julgamento foi conduzido pelo trio de jurados formado por Fábio Miziara, Roberto Vilhena Vieira e Tatiane Almeida Drummond Tetzner. No torneio leiteiro, CA Alessandra, do criador Joaquim J.C. Noronha (Kinkão), da Fazenda Terra Vermelha, produziu a média diária de 48,570 e foi a Grande Campeã.

Durante a 8ª Exposição Estadual Baiana Gir Leiteiro, realizada na a Fenagro 2011 (24ª Feira Nacional da Agropecuária), em Salvador, BA, o criador baiano José Geraldo Vaz de Almeida quebrou o recorde mundial em torneio leiteiro, na categoria Vaca Jovem. Insistência TE BJS, de 47 meses, alcançou produção média diária de 50,197 kg de leite. A matriz, do rebanho do titular da Fazenda Belo Horizonte, de Amargosa (BA), também Reservada no concurso, ultrapassou o recorde antigo da categoria, que era 49,393 kg/dia. A Grande Campeã do Torneio Leiteiro da Fenagro foi Iaiá TE Vila

Dilson Cordeiro com Iaiá TE Vila Rica

Rica, com produção de 59,163 kg de leite/dia, propriedade de Dilson Cordeiro Menezes, que também ficou em primeiro lugar na categoria Fêmea Jovem, com Majestade Vila Rica (33,440 kg/dia) Com o reprodutor Destaque FIV

José Geraldo e a recordista mundial Insistência TE BJS

da JGVA, José Geraldo Vaz de Almeida fez o Grande Campeão e ficou com os títulos de Melhor Expositor e Melhor Criador. Odisséia Dona Beja, exposta por Miller Cresta de Melo Silva, foi a Grande Campeã.


Leite Afora

Zzn Peres

Forte presença do Gir Leiteiro em Avaré

Criadores prestigiam conquistas de Eduardo Falcão e Kinkão

A 4ª Exposição Regional de Gir Leiteiro de Avaré, realizada no segundo turno da Emapa, de 5 a 11 de março, reuniu 191 animais dessa raça, entre pista e torneio leiteiro. O julgamento da mostra promovida pela ABCGIL, com o apoio da APCGIL (Associação Paulista dos Criadores de Gir Leiteiro), foi

48

conduzido pela jurada Lucyana Malossi Queiroz. Na pista, o destaque entre as fêmeas foi Melba Y da BX, da Lumiar Agropecuária, que recebeu a faixa de Grande Campeã. Belíssima Babitonga, de José Orlando Bordin, foi a Reservada. No torneio leiteiro, a matriz foi a primeira na categoria Vaca Jovem e Melhor Úbere.

Aracaju - CE

Salvador - BA

De 5 a 10 de fevereiro, a 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Aracaju (SE) reuniu 68 animais em pista e 8 no torneio leiteiro. A mostra sergipana, ranqueada pela ABCGIL, teve como Grande Campeão Moag Fahir Rosarinho, exposto por Rubem Sérgio Santos de Oliveira, e, como Grande Campeã, Armenita CAL, propriedade de Walter Garcez de Carvalho. No torneio, a Grande Campeã foi Aldebarana FIV (33,83 kg/dia), da Morena Agropecuária, criatório que levou os títulos de Melhor Expositor e Melhor Criador.

Augusto Andrade, da Morena Agropecuária, fez a festa na 3ª Exposição Baiana do Gir Leiteiro, em Salvador (BA), realizada de 9 a 15 de abril. O criatório fez a Grande Campeã do torneio leiteiro, com Graúna FIV BCC, com média diária de 31,507 kg, além da reservada Jay Dalila, que alcançou a média diária de 30,667 kg. A Grande Campeã foi T.A. Belina e, a Reservada, Aurora do Sumaré, ambas da Morena Agropecuária, de Catu (BA). O Grande Campeão foi o touro Moag Fahir Rosarinho, exposto por Rubem Sérgio Santos de Oliveira.

| | | | Revista Gir Leiteiro 20112

O Grande Campeão foi o touro Dom TE da Silvania, de Eduardo Falcão, da Estância Silvania (SP), e o Reservado foi CA Gigante, de Joaquim José da Costa Noronha, Kinkão. O principal destaque do torneio leiteiro foi Kinkão, da marca CA., que fez a Grande Campeã na Categoria Adulta, com C.A. Alessandra, média de 53,640 kg de leite em três dias. Kinkão também levou o título de Reservada, com C.A. Carpa, com média de 42,030 kg de leite. Isa SL. Fortunato (Sansão em Festa TE Kubera), exposta por Amilcar Farid Yamin, da Agropecuária Corona, venceu o campeonato Fêmea Jovem, com a média de 38,793 kg/dia. Com a marca Isa entrou na lista das recordistas, entre as fêmeas com idade até 36 meses. C.A. Balcã FIV, também da Corona, foi a Reservada.

Rio das Ostras (RJ) A 4ª Exposição Interestadual Fluminense do Gir Leiteiro, em Rio das Ostras (RJ), de 10 a 14 de abril, contou com a participação maciça dos criadores cariocas. O Grande Campeão da mostra ranqueada pela ABCGIL foi Deputado do Marcão, exposto por Wolmer Cerqueira dos Santos, e Grande Campeã, Canaã FIV Lera, de Luiz Eutalio Rodrigues Almeida. No torneio leiteiro, a Grande Campeã foi Capitu FIV Parahy (32,940 kg/dia), de José Arley Lima Costa.


Leite Afora A

té o momento, a ABCGIL confirmou 51 exposições de Gir Leiteiro para 2012, das quais 50 ranqueadas e apenas uma homologada, a de Araxá (MG). Confira os resultados das principais mostras, realizadas de novembro de 2011 até a metade de abril de 2012.

Vitória da Conquista - BA superou recorde anterior, de 39,047 kg, de Valia FIV JMMA . O Grande Campeão foi Moag Fahir Rosarinho, de Rubem Sérgio Santos de Oliveira, que também venceu a Exposição de Aracaju 2012. A Grande Campeã foi Savana FIV Belleus, de Perivaldo M. de Vasconcelos, que ganhou o Torneio Leiteiro, com a Grande Campeã Savana FIV Belleus (46,800 kg/ dia). T.A. Belina (31,213 kg/dia), da

Campo Grande - MS

Hucha FIV de Brasília

Araxá: recorde em torneio leiteiro

50

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

a Grande Campeã do concurso: Indaiá TE Vila Rica produziu 43,342 kg de leite/dia.

Luciene Frankilin

Na 1ª Exposição Regional de Araxá (MG), realizada no Parque de Exposições da cidade, de 16 a 22 de abril, o Gir Leiteiro bateu mais um recorde mundial na categoria Fêmea Jovem. A façanha foi de Mimosa FIV Vila Rica (foto), que produziu a impressionante média diária de 42,07 kg de leite no Torneio Leiteiro da Exposição homologada pela ABCGIL. Mimosa foi exposta por Dilson Cordeiro de Menezes, que também fez

Sampa FIV da Palma

Morena Agropecuária, foi a primeira na Categoria Vaca Jovem.

Pará de Minas - MG

Divulgação

Carlos Jacob Wallaluer foi o destaque da 3ª Exposição Estadual do Gir Leiteiro de Campo Grande (MS), realizada, de 12 a 22 de abril. O dono da Fazenda Belas Artes fez os títulos mais importantes da mostra e consagrou em pista o Grande Campeão Mik FIV, e a Grande Campeã, Hucha FIV de Brasília. A matriz também foi a Grande Campeã do torneio leiteiro, com média de 40,100 kg/dia. O criatório também fez a reservada: Regata TE da Cal produziu a média de 30,167 kg/dia.

4ª Internacional do Gir Leiteiro – Feileite - São Paulo - SP

Divulgação

Bastante movimentada, a 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Vitória da Conquista (BA), realizada de 24 de março a 1 de abril, reuniu 149 animais (135 em pista e 14 no torneio leiteiro) e registrou mais um recorde de produção da raça, na categoria Fêmea Jovem. Sampa FIV da Palma, de Gilberto Francisco Ramos Filho, o Americano, produziu a média de 40,387 kg. Com a marca, a matriz

Com 62 animais em pista e 16 no torneio leiteiro, a 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Pará de Minas (MG), realizada de 9 a 15 de abril, foi um sucesso. A mostra ranqueada pela ABCGIL foi organizada pela AMCGIL (Associação Mineira dos Criadores de Gir Leiteiro), em parceria com o Sindicato Rural e a prefeitura da cidade. Na pista, a Fazenda Brasília fez bonito e conquistou os títulos de Grande Campeã, com Ficção FIV Brasília, e de Grande Campeão, com Expoente TE Brasília. A Reservada Grande Campeã, Iasmin Giroeste, de Luciano Ferraz, recebeu, também, a faixa de Melhor Úbere Jovem do torneio leiteiro e da pista. O Reservado foi Diferente Cal, exposto por Danilo Hamdan de Andrade. Fervura de Brasília, da Fazenda Brasília, foi a Grande Campeã do torneio leiteiro, com média diária de 44,077 kg de leite. Papola do Gavião, de João Vicente Alves de Ávila, foi a Reservada, com média de 43,803 kg.

Status: Ranqueada Mês de realização: 11/2011 Número de animais em pista: 409 Número de animais no Torneio Leiteiro: 18 Grande Campeão: KCA 1511 - C.A. Gigante TE Expositor: Joaquim J. C. Noronha e outro Cond. Grande Campeã: MUT 753 - Fécula TE F. Mutum Expositor: Leo Machado Ferreira Melhor Novilha: SRNA 165 - Gata da Albalat Expositor: Antonio Lopes Batista Campeã do Torneio Leiteiro: MUT 1025 - Hassia FIV F.Mutum Expositor: Leo Machado Ferreira Melhor Expositor: Leo Machado Ferreira Melhor Criador: Leo Machado Ferreira

8ª Exposição Estadual Baiana Gir Leiteiro - Fenagro - Salvador - BA

Status: Ranqueada Mês de realização: 12/2011 Número de animais em pista: 173 Número de animais no Torneio Leiteiro: 17 Grande Campeão: JGVA 48 - Destaque FIV da JGVA Expositor: José Geraldo Vaz de Almeida Grande Campeã: MMAT 77 - Odisséia Dona Beja Expositor: Miller Cresta de Melo Silva Melhor Novilha: PYTU 18 - Sapiência do PYTU Expositor: Perivaldo M. de Vasconcelos Campeã do Torneio Leiteiro: GIVR 74 - Iaiá TE Vila Rica Expositor: Dilson Cordeiro Menezes Melhor Expositor: José Geraldo Vaz de Almeida Melhor Criador: José Geraldo Vaz de Almeida

2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Aracaju - SE

Status: Ranqueada Mês de realização: 2/2012 Número de animais em pista: 68 Número de animais no Torneio Leiteiro: 8 Grande Campeão: JRIM 40 - MOAG Fahir Rosarinho Expositor: Rubem Sergio Santos de Oliveira Grande Campeã: CAL 8094 - Armenita CAL Expositor: Walter Garcez de Carvalho Melhor Novilha: MOAG 207 - Felipina FIV Morena Expositor: Morena Agropecuária Ltda. Campeã do Torneio Leiteiro: MOAG 7 - Aldebarana FIV Expositor: Morena Agropecuária Ltda. Melhor Expositor: Morena Agropecuária Ltda. Melhor Criador: Morena Agropecuária Ltda.

4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Avaré - SP Status: Ranqueada Mês de realização: 3/2012 Número de animais em pista: 135 Número de animais no Torneio Leiteiro: 14 Grande Campeão: EFC 686 - Dom TE da Silvania Expositor: Eduardo Falcão de Carvalho Grande Campeã: ROI 70 - Melba Y da BX Expositor: Lumiar Agropecuária Ltda. Melhor Novilha: SRNA 165 - Gata da Albalat Expositor: Antonio Lopes Batista

Campeã do Torneio Leiteiro: KCA 964 - CA Alessandra Expositor: Joaquim J.C. Noronha e outro Cond. Melhor Expositor: falta Melhor Criador: falta

4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Vitória da Conquista - BA Status: Ranqueada Mês de realização: 3/2012 Número de animais em pista: 275 Número de animais no Torneio Leiteiro: 14 Grande Campeão: JRIM 40 - MOAG Fahir Rosarinho Expositor: Rubem Sergio Santos de Oliveira Grande Campeã: BJA 350 Savana FIV Belleus Expositor: Perivaldo M. de Vasconcelos Melhor Novilha: PYTU 18 - Sapiencia do PYTU Expositor: Perivaldo M. de Vasconcelos Campeã do Torneio Leiteiro: BJA 350 Savana FIV Belleus Expositor: Perivaldo M. de Vasconcelos Melhor Criador: José Geraldo Vaz de Almeida Melhor Expositor: Morena Agropecuária Ltda.

10ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Passos - MG

Status: Ranqueada Mês de realização: 3/2012 Número de animais em pista: 275 Número de animais no Torneio Leiteiro: 14 Grande Campeão: CAL 7755 - Apollo CAL Expositor: Gabriel Donato de Andrade Grande Campeã: MUT 805 Filipina TE F. Mutum Expositor: Leo Machado Ferreira Melhor Novilha: MUT 1627 - Jagaia FIV F. Mutum Expositor: Leo Machado Ferreira Campeã do Torneio Leiteiro: KCA 964 - CA Alessandra Expositor: Joaquim J.C. Noronha e outro Cond. Melhor Expositor: Leo Machado Ferreira Melhor Criador: Gabriel Donato de Andrade

4ª Exposição Interestadual Fluminense do Gir Leiteiro, Rio das Ostras - RJ

Status: Ranqueada Mês de realização: 4/2012 Número de animais em pista: 89 Número de animais no Torneio Leiteiro: 12 Grande Campeão: RG: MTAC 54- Deputado do Marcão Expositor: Wolmer Cerqueira dos Santos Grande Campeã: Canaã FIV Lera Expositor: Luiz Eutalio Rodrigues Almeida Melhor Novilha: ALAE 97 - Califa FIV Alambari Expositor: José Eduardo Diniz Gonçalves Campeã do Torneio Leiteiro: PKY 59 - Capitu FIV Parahy Expositor: José Arley Lima Costa Melhor Expositor: Wolmer Cerqueira dos Santos Melhor Criador: Herica Cristina Ferreira D. Gonça

3ª Exposição Baiana do Gir Leiteiro Salvador - BA Status: Ranqueada Mês de realização: 4/2012 Número de animais em pista: Número de animais no Torneio Leiteiro: Grande Campeão: Moag Fahir Rosarinho Expositor: Rubem Sergio Santos de Oliveira

Grande Campeã: T.A. Belina Expositor: Morena Agropecuária Ltda. Melhor Novilha: RG: PRMP 203 - Gaiah FIV Córrego Branco Expositor: José Nunes Filho Campeã do Torneio Leiteiro: MAMJ282 - Grauna FIV BCC MAMJ Expositor: Morena Agropecuária Ltda. Melhor Criador: Morena Agropecuária Ltda. Melhor Expositor: Morena Agropecuária Ltda.

3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Pará de Minas - MG

Status: Ranqueada Mês de realização: 4/2012 Número de animais em pista: 362 Número de animais no Torneio Leiteiro: 16 Grande Campeão: RRP-5666 Expoente TE Brasília Expositor: Fazenda Brasília Agropecuária Ltda. Grande Campeã: RRP-5992 Ficção FIV de Brasília Expositor: Fazenda Brasília Agropecuária Ltda. Melhor Novilha: SOZA-1 Promessa FIV Soza Expositor: Osvaldo de Souza Junior Prata Campeã do Torneio Leiteiro: RRP5998 - Fervura FIV Brasília Expositor: Fazenda Brasília Agropecuária Ltda. Melhor Expositor: Fazenda Brasília Agropecuária Ltda. Melhor Criador: Gabriel Donato de Andrade

3ª Exposição Estadual do Gir Leiteiro de Campo Grande - MS

Status: Ranqueada Mês de realização: 4/2012 Número de animais em pista: 64 Número de animais no Torneio Leiteiro: 8 Grande Campeão: WALV 501 - Mik FIV Expositor: Carlos Jacob Wallauer Grande Campeã: RRP6467 - Hucha FIV de Brasília Expositor: Carlos Jacob Wallauer Melhor Novilha: RRP 7043 - Laguna de Brasília Expositor: Eduardo Folley Coelho Campeã do Torneio Leiteiro: RRP6467 - Hucha FIV de Brasília Expositor: Carlos Jacob Wallauer Melhor Criador: Denilson Lima de Souza Melhor Expositor: Carlos Jacob Wallauer

1ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Araxá - MG

Status: Homologada Mês de realização: 4/2012 Número de animais em pista: 87 Número de animais no Torneio Leiteiro: 6 Grande Campeão: FELG 54 - Amadeus da F.E. Expositor: Leandro de Aguiar Grande Campeã: BJAS 615 - Fruta TE BJS Expositor: Agrobilara Com. e Part. Ltda. Melhor Novilha: ISPG 1532 - Padaka 9 FIV M. Verde Expositor: Agrobilara Com. e Part. Ltda. Campeã do Torneio Leiteiro: GIVR56 - Indaiá TE Vila Rica Expositor: Dilson Cordeiro Menezes Melhor Criador: Agrobilara Com. e Part. Ltda. Melhor Expositor: Agrobilara Com. e Part. Ltda.

Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

51


Artigo Técnico

Educampo, do Sebrae-MG, leva capacitação aos produtores rurais

Programa já está presente em mais de 200 municípios e atende quase 2000 produtores rurais de Minas

P

equenos e grandes produtores podem mudar e devem buscar conhecimento, pois assim participarão com mais rapidez e menos dificuldades da transformação pela qual o setor está passando. Essa transformação exige ações coordenadas em diversas áreas, inclusive as que impactem em melhoramento genético do plantel leiteiro de Minas Gerais. Dentro dessa proposta, foi firmado um acordo entre a ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro) e o Sebrae-MG.

Sebrae/MG

Rogério Nunes Fernandes, Atendimento Coletivo - Agronegócios Sebrae-MG

inicialmente foi implantado em Araxá. Atualmente está em mais de 200 municípios mineiros e atende quase 2000 produtores rurais. O Educampo é um projeto de educação dinâmico e contínuo, voltado ao homem do campo. Busca, por meio da capacitação gerencial e tecnológica, desenvolver todos os aspectos de gestão na propriedade, tornando os grupos de produtores rurais atendidos mais eficientes e competitivos.

O Educampo baseia-se em alguns princípios. O primeiro A parceria prevê a implementação do Programa Nacional deles é a identificação de uma parceira (associações/ de Melhoramento do Gir Leiteiro nas propriedades cooperativas/indústrias), que terá o papel fundamental de assistidas pelo Educampo, promovendo o incremento da coordenar os consultores na aplicação da metodologia, bem como operacionalizar todas as ações coletivas do projeto. O produção leiteira. O Educampo foi criado em 1996, pelo Sebrae Minas, e segundo é a formação de um grupo de produtores vinculados

52

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012


Artigo Técnico O grupo de produtores que ingressa no projeto tem como primeira atividade um diagnóstico detalhado da empresa rural. Este diagnóstico mostra os principais indicadores técnicos e econômicos que são a base para todo o trabalho. O Educampo oferece consultorias e ações coletivas. As Ou seja, indicadores de eficiência relacionados à terra, mão consultorias são individuais, intensivas e periódicas de obra, máquinas, equipamentos, animais e lavouras, (mensais) e têm como objetivo a elaboração do diagnóstico evidenciando, assim, os principais gargalos. A partir do da empresa rural, o planejamento das ações e das metas e momento em que é feito o diagnóstico, de forma a apurar o acompanhamento da execução das atividades individuais esses principais gargalos e os indicadores de eficiência, e das ações coletivas. Durante este período, intervenções causadores do baixo desempenho econômico, o empresário técnicas também são realizadas, conforme necessidade de rural passa a ter nas mãos uma excelente ferramenta para cada propriedade. As ações coletivas, como os dias de campo, a tomada de decisão e para a construção do planejamento, as missões técnicas e os seminários, são planejadas para de forma a mitigar os pontos fracos identificados em sua suprir as dificuldades encontradas no grupo e para reforçar a empresa rural. A melhoria na gestão da propriedade possibilita ganhos importância das atividades já traçadas pelo consultor. Uma vez por mês o produtor recebe a visita de um consultor de toda ordem, como melhoria da qualidade da matériatécnico para as consultorias. Este consultor é capacitado pelo prima, aumento de volume de produção, redução de custo, aumento de renda e, sobretudo, aumento da rentabilidade Sebrae para prestar a consultoria tecnológica e gerencial. Durante este trabalho ele coleta os dados técnicos e da atividade leiteira. Quem faz parte dessa transformação econômicos das propriedades e os envia mensalmente já percebeu que é mais que um simples produtor. para a Central de Processamento de Dados do Educampo. Independente de seu tamanho, é um empresário rural. Estes dados são analisados e monitorados na central, que fica na Universidade Federal de Viçosa. Dessa forma, é possível dar confiabilidade na tomada de decisão por meio das informações geradas. O monitoramento das informações, a padronização do método de cálculo, o dinamismo do método e o poder de comparação são aspectos que diferem o Educampo de outros projetos. Em geral, os principais problemas encontrados nas empresas rurais são, na sua maioria, de ordem gerencial e tecnológica. Por falta de gestão, muitas propriedades rurais não têm os melhores indicadores técnicos, influenciando diretamente e negativamente o resultado econômico da empresa rural. Por meio das consultorias e das ações coletivas, o Educampo busca reverter essa situação. Entre as vantagens para os participantes estão uma melhor relação com o fornecedor, com o comprador, aumento ou melhoria do nível tecnológico, conhecimento das tecnologias mais adequadas e, principalmente, discussões de cunho gerencial com foco em custo de produção.

54

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Sebrae/MG

ao parceiro estratégico identificado. O terceiro é o trabalho focado na consultoria gerencial e tecnológica. E o quarto é o pagamento de pelo menos 50% do custo das consultorias mensais pelo produtor participante.

Rogério Nunes Fernandes


Galeria Galeria

Leite de Pedra

Foto: JM Matos

PEDIGREE ABERTO, GENÉTICA QUE POTENCIALIZA O LUCRO.

Jaguar da Badajós

DEFOTOS FOTOS DE TRATADORES

Pedigree: Jaguar x Fênix x Sândalo

Peso em coleta: 770 kg

Criador / Prop.: Luciano L. Borges e Leonardo L. Borges | RGD: LLB 44 | Nasc.: 05/10/2003

FILHO DE JAGUAR 3R Teste de progênie 2012 Opção em pedigree Jaguar tem 4 filhos provados

Templo VR

Jaguar 3R

Baroneza 3.937 kg

Macieira 3R de Uberaba 5.384 kg

Fênix 3R de Uberaba

Jaguar da Badajós

Graviola 3R de Uberaba 4.147 kg

Filha: Pitanga da Badajós Prop.: Luciano L. Borges e Leonardo L. Borges 1ª Lactação: 5.638 kg

56

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Grupo de filhas

Filha: Unida da Badajós Prop.: Luciano L. Borges e Leonardo L. Borges. Pico Torneio Leiteiro ExpoZebu 2011 com 30,4 kg 1ª Lactação: 6.662 kg

Filha: Cristalina “Girolando 1/2”


André Rabelo, Mariana Alencar e Anibal Vercesi

Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE EXPOSIÇÕES

Amélio e Eduardo Falcão

Dalila Galdeano e Henrique Rocha

Beth Melo e Renan Antonelli

Andreia Nunes Eduardo Ambar

Antonio Paulo Abate Junior

Bruno Machado, Euclides, Leo Machado e Ricardo

Carlão e Dalila Galdeano

Carlão, Governador, Maria Tereza Calil e Dalila Galdeano

58

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Carlos Wallauer e Santiago


Eduardo Falcão e filhos

Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE EXPOSIÇÕES

Luiz Ronaldo e Karla de Paula

Evandro Guimarães e esposa

Angelo Lucciola e Lilico

João Machado e Lucienne Prata

Governador Geraldo Alckimin e Anibal

Kinkão e Marta Noronha

Carlão, Rafaela e Francisco JB Oliveira

Flavio Perez, Kinkão, José de Castro, Lucio Gomes e Anibal Vercesi

Graziela e Paulo Maximiano Meire Ferreira e Leo Machado

60

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012


Lilico

Galeria Galeria DE FOTOS DE FOTOS

Francisco JB Oliveira e Rafaela Ferraz

TÁ TODO MUNDO LENDO

Tatiane, Maria Tereza, Renata e Camila

Lilico e José Geraldo Vaz de Almeida

Renato Teixeira Geisse Kerly

Jorge Matsuda e Carlão

Miller Cresta

Dania

Otaviano N. Ângelo, diretor da Bronks Corretora de Seguro Gerais

José Nunes

Silvio Queiroz

64

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

65


Nathã

Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE

TÁ TODO MUNDO LENDO

Kinkão

Agnaldo Agostinho

Izamar Lucyana e Tatiane José Nunes e Rafael Veloso

Luiz Ronaldo e Eduardo Falcão

Carlão

66

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Izamar e José Nunes


Capa

CASA DO GIR LEITEIRO Recordes sucessivos, crescimento ano a ano e a realização de um grande sonho: a sede própria, no Parque Fernando Costa, de onde a ABCGIL inaugura nova fase de expansão da raça.

C

om a conquista de sua sede própria, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), a ABCGIL, Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro, ficou ainda mais forte e mais preparada para trabalhar em prol da raça, que é imbatível na produção de leite nos trópicos, a baixo custo, e que coleciona vários recordes e supera os resultados a cada ano. Além de acomodar todos os colaboradores, a nova sede da associação está instalada em um moderno prédio de dois andares e dispõe, também, de uma sala do Conselho e Diretoria Executiva, que antes funcionava no prédio da ABCZ. “Agora, estamos preparados para atender ainda melhor os criadores associados, assim como os interessados pela raça, em um único local”, afirma o presidente da ABCGIL, Silvio Queiroz Pinheiro.

Para se ter uma ideia da força do Gir Leiteiro, a raça ampliou sua participação na venda de sêmen e bateu recorde em registros na ABCZ, em produção nos

68

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

torneios leiteiros, em animais inscritos na ExpoZebu, comparados a outras raças, e registrou crescimento do número  de exposições ranqueadas e homologadas. Também aumentou o número de leilões virtuais e presenciais. Apenas para ilustrar, na ExpoZebu 2012, são 13. O quadro de associados também evoluiu bastante. De 15, na sua fundação, em 1980, somava 354 associados (13 de abril). “Esses resultados evidenciam o potencial de produção das vacas e as estimativas de ganhos genéticos também mostram crescimento, em razão da utilização de touros provados pelo Teste de Progênie da Embrapa/ ABCGIL”, observa Silvio Pinheiro. Este ano, a adesão à pista e ao Concurso Leiteiro da ExpoZebu mostrou a supremacia do Gir Leiteiro. O número de animais inscritos na mostra mineira supera cada ano as expectativas. Em 2012, pelo terceiro ano consecutivo, o Gir Leiteiro é a raça de maior expressão numérica na ExpoZebu.

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

69


Capa REGISTROS DE NASCIMENTO O crescimento é o motor do Gir Leiteiro, que pode ser confirmado pelos números de Registros Genealógicos de Nascimento realizados pela ABCZ em 2011 (Veja gráfico). Segundo a ABCZ, nunca, na história do Serviço de Registro Genealógico das Raças Zebuínas, se registrou tanto Gir Leiteiro como em 2011: 29.827 registros de nascimento, dos quais 19.819 fêmeas e 10.008 machos, ante 25.678, em 2010. Em 2011 foi superado o recorde de 28.570, alcançado em 1973, ano em que o número de registros de nascimento da raça começou a cair e chegou ao nível mais baixo, em 1999, com o total de 5.652. O presidente Silvio cita dois fatores que contribuíram para o aumento no número de registros: a divulgação da 1ª Bateria de Touros Provados pelo PNMGL, Programa Nacional do Melhoramento do Gir Leiteiro, o Teste de Progênie da ABCGIL/Embrapa, em 1993, que trouxe mais credibilidade para o mercado sobre as potencialidades do Gir Leiteiro e, depois, a realização, em 1999, da 1ª Exposição Nacional do Gir Leiteiro, em Brasília. “A partir de 1999, a evolução no número de registros de nascimentos foi constante. Criadores e usuários de genética de Gir Leiteiro também têm mérito em mais essa conquista. Esperamos e acreditamos que vamos nos superar ano a ano”, destaca.

DE NORTE A SUL

O Gir Leiteiro vem crescendo e expandindo a sua presença em todo o País, mostrando sua força e seu potencial para produzir leite de qualidade nos trópicos a baixo custo, con-

tribuindo com sua rusticidade e, cada vez mais, com sua força leiteira nos cruzamentos. Isso se deve ao melhoramento genético da raça que foi conquistado através do PNMGL, aos criadores dedicados que apostaram em uma ferramenta de trabalho que é uso de touros provados ou em teste e conseguiram melhorar o seu rebanho em algumas gerações. “Como suporte a esse trabalho, o criador de Gir Leiteiro precisava de uma canal para a divulgação de seu rebanho melhorado. Pensando nisso,

MAIS SÊMEN NO MERCADO

Vaca Adulta (Iaiá TE Vila Rica, com 59,163 kg). Segundo Fausto, 2012 começou muito bem, com a quebra do recorde mundial Fêmea Jovem, por duas vezes seguidas. Primeiro, com Sampa FIV da Palma, média de 40,387 kg, em Vitória da Conquista, e, depois, com Mimosa Vila Rica, com 42,07, em Araxá. Silvio Queiroz Pinheiro, presidente da ABCGIL

Fausto Cerqueira: 2012 começou bem

“estamos preparados para atender ainda melhor os criadores associados, assim como os interessados pela raça, em um único local”

NÓS DA ABCGIL ACREDITAMOS!

A ABCGIL também registrou novo recorde no número de exposições. Neste ano, já são 51 agendadas, entre ranqueadas e homologadas. “Esse resultado mostra a força do Gir Leiteiro em todo o país. Com o crescimento das exposições é possível o criador levar genética de qualidade ao pequeno produtor de várias regiões, que é o seu publico alvo e que utiliza essa genética”, observa.

Outra boa notícia, em 2011, foi o aumento da comercialização de sêmen da raça Gir Leiteiro, com 766.758 doses de sêmen, participação de 46,07%, do mercado, entre as raças nacionais produtoras de leite, segundo relatório da Asbia (Associação Brasileira de Inseminação Artificial), divulgado em fevereiro de 2012. No mesmo período, o Gir Leiteiro foi a raça brasileira que mais exportou sêmen em 2011, entre as raças de leite e corte. “Esse resultado, na opinião do presidente da ABCGIL, comprova que o Gir Leiteiro está cada vez mais caminhando para consolidar a sustentabilidade da raça na equação de produzir leite a pasto. O sucesso da raça Girolando, como solução para os produtores de leite, só foi possível com a genética melhorada do Gir Leiteiro. Por essas e outras, o Gir Leiteiro, que é um divisor de águas na pecuária leiteira brasileira, já está fazendo a diferença nos criatórios das Américas.

a ABCGIL criou o circuito Nacional de Exposições, onde criadores e expositores podem mostrar seu trabalho levando os animais em várias exposições pelo país”, relata Fausto Cerqueira, coordenador de Logística de Exposições e técnico da ABCGIL. Em 2011 foram 49 exposições, entre homologadas e ranqueadas, todas elas com acompanhamento de um técnico da ABCGIL supervisionando os trabalhos, garantindo o cumprimento de seu regulamento. Em torneios leiteiros, 2011 foi um sucesso, com dois recordes em uma mesma exposição, na Fenagro, em Salvador (BA): Vaca Jovem (Insistência TE BJS, média de 50,197 kg) e

70

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

71


Capa AS RECORDISTAS Vários nomes encabeçam a lista de fêmeas recordistas de produção em torneio leiteiro, em 2011 e 2012, saídas de criatórios consagrados e de destaque no Gir Leiteiro. No campeonato Fêmea Jovem, a líder do ranking é a recordista mundial Mimosa FIV Vila Rica, de Dilson Cordeiro e Maria do Carmo Oliveira Menezes, média diária de 42,072 kg (Araxá 2012). Na categoria Vaca Jovem a estrela é Insistência TE BJS, de José Geraldo Vaz de Almeida, média de 50.197 kg/dia (Fenagro 2011). Por fim, no Campeonato Vaca Adulta, o destaque é Iaiá TE Vila Rica, de Dilson Cordeiro, média de 59.163 kg/dia (Fenagro 2011).

Iaiá TE Vila Rica (Meteoro de Brasília x Fada Vila Rica), 59,163 kg/dia na Fenagro 2011

Os recordes de produção leiteira em concursos oficiais ABCGIL Fêmea Jovem (até 36 meses)

Vaca Jovem (de 36 a 48 meses)

Vaca Adulta (acima de 48 meses)

• Mimosa FIV Vila Rica (Sansão x Lelivéldia TE Poções), 42,072 kg/dia (Araxá 2012), Dilson Cordeiro e Maria do Carmo Oliveira Menezes

• Insistência TE BJS (Teatro x Coraça BJS), 50,197 kg/dia (Fenagro 2011) José Geraldo Vaz de Almeida

• Iaiá TE Vila Rica (Meteoro x Fada Vila Rica), 59,163 kg/dia (Fenagro 2011), Dilson Cordeiro de Menezes

• Via FIV JMMA (Sansão x Solução de Brasília), 49,393 kg/dia (Megaleite 2011), José Mário Miranda Abdo

• C.A. Alessandra (Oscar x C.A Isa), 53.640 kg/dia (Emapa 2012), de Joaquim J.C. Noronha

• Hássia FIV F. Mutum (Teatro x Dejua TE F. Mutum) 48,390 kg/dia (Feileite 2011), Léo Machado Ferreira

• Fécula F. Mutum (Sansão x Palma F. Mutum), 52,793 kg/dia (Uberlândia 2011), Léo Machado Ferreira

• Via FIV JMMA ( Sansão x Solução de Brasília) , 42,687 kg/dia (Morrinhos 2011), José Mário Miranda Abdo

• Fécula F. Mutum (Sansão x Palma F. Mutum), 51,227 kg/dia (Luziânia 2011), Léo Machado Ferreira

•Afrodite CAL ( Teatro x Pesquisa Bem Feitor Cal) – 39,593 kg/dia (Passos 2011), Marilia Furtado De Andrade

• Urutaina CAL (Nobre x Quimbanda CAL), 49,873 kg (Sete Lagoas 2011),

• Sampa FIV da Palma (Jaguar x Estrela de Brasília), 40,387 kg/dia (Vitória da Conquista 2012), Gilberto Francisco Ramos Filho • Valia FIV JMMA (Sansão x Edra F. Mutum), 39,047 kg/dia (Brasília 2010) José Mário Miranda Abdo • Isa SL. Fortunato (Sansão x Festa TE Kubera), 38.793 kg/dia; (Emapa 2012), Amílcar Farid Yamin • Bianca TE do Fundão (Teatro x Nogueira do Fundão), 36,800 kg/dia (Uberlândia 2011), José R. F. Horta

72

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012


e special Os irmãos Laura e Álvaro Andrade junto com o dr. Gabriel Andrade.

UEM PRODUZ LEITE COM GIR LEITEIRO Além do orgulho, criadores destacam que suas qualidades tornam a raça uma opção fundamental para a moderna pecuária leiteira no Brasil A raça Gir Leiteiro tem-se consolidado como importante fornecedora de material genético para a produção de leite em regiões tropicais e, atualmente, além de bater sucessivos recordes (leia a reportagem de capa, página 68), entre as produtoras de leite é também uma das principais na comercialização de material genético. De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o Gir Leiteiro é uma opção importante como raça pura ou de mestiços, para a produção de leite com sustentabilidade e rentabilidade. As principais características que tornam a raça atraente são produção leiteira, qualidade do leite, fertilidade, docilidade, rusticidade, longevidade e alto retorno econômico, além de resistência às 74

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

infestações por ecto e endoparasitas e menor incidência de doenças do que raças de clima temperado. Isso acontece porque os animais estão bem adaptados ao clima tropical e ao sistema de produção a pasto, possibilitando a redução dos custos da atividade leiteira. Segundo a ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro), a produção média da raça (3.254 kg/305 dias) corresponde a mais de três vezes a média nacional (960 kg). A duração de lactação é de 307 dias (média diária = 12 kg de leite). “E, o mais importante, leite obtido com gado adaptado às nossas condições climáticas e de manejo”, destaca o presidente da entidade, Silvio Queiroz Pinheiro. Independente do tamanho da propriedade,

os criadores da raça são unânimes em afirmar que o Gir Leiteiro é, hoje, em função da sua capacidade de produção, fundamental para se produzir leite na faixa de clima tropical, devido, principalmente, a sua rusticidade e adaptação e, graças ao processo de melhoramento que a raça está sendo submetida, tem melhorado a cada ano. A história da paixão e confiança no Gir Leiteiro se repete em cada família de criadores. Um trabalho que passa de pai para filho e, a cada geração, o entusiasmo com a raça aumenta. Mostramos, nesta edição, a experiência e o trabalho de dois criatórios de Minas Gerais, a tradicional Fazenda Calciolândia, em Arcos, e a Fazenda Matinha, em Frutal, exemplo de pequeno produtor que tira o sustento da sua família com a atividade leiteira.

Aval de 100 anos A Fazenda Calciolândia produz leite desde 1912, portanto, há exatos 100 anos. Donato Andrade, pai do dr. Gabriel Andrade, veio para região de Calciolândia em 1911 e, já em 1912, começou a produzir leite. Na década de 30, chegou a produzir mais 6.000 litros/dia, em mais de 20 retiros. O gado era mestiço Suíço com Zebu, informa seu diretor, Jordane José da Silva. Gabriel Andrade conta que os fornecedores começaram a se interessar pelo Gir e seus mestiços. Então, em 1962, ele adquiriu, em Franca (SP), o touro Bombaim e mais umas 20 fêmeas, incluindo algumas filhas deste genearca. Esse lote deu início à seleção Gir Leiteiro da Calciolândia. “O resultado foi muito animador, as vacas produziam em torno de 1.800 kg por lactação, mas algumas poucas superaram  a casa dos 4.000 kg em controle leiteiro oficial, como Roxona,  Bela Vista e Campista, demonstrando o potencial da raça para produção de leite”, relata o criador. Jordane Silva acrescenta que, na época, o gado Gir da Calciolândia ajudou a diminuir ou a amenizar o problema que as fazendas brasileiras, em geral, tinham com a grande incidência de febre aftosa, dificuldades no controle de carrapatos, baixa resistência a doenças e fertilidade do gado mais europeu.

Segundo o diretor da Calciolândia, a partir da divulgação dos primeiros resultados do Teste de Progênie, os avanços foram ainda maiores. Hoje o plantel tem média de produção de 4.700 kg por lactação, com média diária de pouco mais de 15 kg, em controle oficial, com um manejo racional, a pasto, nas águas, e silagem de milho, na seca, além do uso de concentrado de forma proporcional à capacidade de produção. “Algumas matrizes do rebanho, a partir da 3ª lactação, são desafiadas em regime de Concurso Leiteiro, apenas para efeito de marketing, pois sabemos que esse sistema de produção não é rentável. Mas, nesse manejo, chegam a produzir lactações superiores a 10.000 kg”, afirma Jordane silva. “Mas essa não é a nossa filosofia de seleção, pois queremos vacas com produção sustentável e que sejam capazes de repetir ou até superarem quando fora do nosso manejo”, acrescenta Gabriel Andrade. Ele lembra, ainda, que a raça Gir Leiteiro produz leite com maiores teores de sólidos, um diferencial de valorização do mercado. “Na Calciolândia, recebemos, em média, um adicional de 8%, no preço no leite de Gir Leiteiro, quando comparado com as nossas mestiças. Considerando também os avanços conseguidos em menos de cinco décadas, quando a produção mais

que dobrou e a necessidade de menor uso de defensivos no controle de endo e ectoparasitos, a soma de tudo isto faz com que o Gir Leiteiro se torne uma opção não só interessante, mas fundamental para a melhoria de produtividade da moderna pecuária leiteira no Brasil,” completa o criador. Gratidão “O Gir Leiteiro representa tudo na minha vida e na vida da minha família, pois me dá tudo o que preciso”. É assim que Alfredo da Mata, proprietário da Fazenda Matinha, expressa sua gratidão à raça que, segundo ele, entrou na sua vida exatamente no dia em que nasceu, 2 de outubro de 1956, quando ganhou de presente duas bezerras Gir de sua avó, Dona Maria Luísa de Melo. Nascido e criado na Fazenda Matinha, de 25 alqueires mineiros, Alfredo herdou a propriedade e o gosto pelo Gir Leiteiro de seu avô, seu Lubosino, primeiro dono da Matinha, e de seu pai, Melania. Tem o orgulho de dizer que toda a sua vida foi dedicada a essa raça. “A partir de 1983, começamos a nos preocupar com o melhoramento genético de nosso rebanho e passamos a trabalhar nesse sentido. Compramos sêmen de dois touros da marca FB, na época, do pai de José de Castro: JB Nobre e JB Legítimo”, conta. E, assim, começou a melhorar o rebanho. Em 1998, aderiu ao Programa de Melhoramento do Gir Leiteiro da Embrapa/ ABCGIL e, a partir de 2.000, passou a registrar os animais na ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu). Atualmente, o rebanho da fazenda é composto de 45 vacas, com uma produção de 250 litros/dia e média de 9 a 10 litros animal/ dia, a pasto. Ao lado de Dona Selma, sua esposa, e seus três filhos, Rubens, Alfredo e Jaqueline, o dono da Fazenda Matinha se diz orgulhoso de ser um criador de Gir Leiteiro e, mesmo pequeno, ser considerado um grande contribuidor para o melhoramento genético da raça e para o desenvolvimento da pecuária leiteira do Brasil. Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

75


e special estadual, destacando a Estância Silvania como responsável pela formação de novos e bem sucedidos plantéis de Gir Leiteiro em várias regiões do país. Seus produtos são extremamente valorizados nos leilões e na fazenda. Segundo Eduardo Falcão, o Gir Leiteiro, certamente, nos últimos anos, foi decisivo na produção de leite no Brasil e o Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro (PNMGL) foi o grande divisor de águas, colocando a raça como a principal para o desenvolvimento de pecuária leiteira nos trópicos. Com touros grandes campeões em pista, o rebanho destaca-se, também, por ter os melhores lineares para temperamento e sistema mamário entre os reprodutores provados, sendo que cinco descendentes de três matrizes Silvania estão entre os 12 melhores PTA leite. No PNMGL da Embrapa/ABCGIL, 90,91% de seus touros são positivos e nos da ABCZ/Unesp, 100%.

EITE A2 Estância Silvania completa 50 anos

E a nova meta é vender saúde.

Eduardo Falcão acha necessário uma mudança de foco no Gir Leiteiro para transformá-lo na raça especializada na produção de leite com valor agregado.

76

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

S

ão 50 anos de seleção e melhoramento da raça Gir Leiteiro e muitas conquistas à comemorar. Ao caminhar pela Estância Silvania, no município de Caçapava, SP, ciceroneado pelo seu proprietário Eduardo Falcão e sua esposa Camila, o visitante tem o privilégio de caminhar entre animais campeões de pistas e concursos leiteiros nas mais importantes exposições e feiras do País.

São vacas de alta produção leiteira, como Comenda, Fábula, Alemanha, Amêndoa, Avenida, entre outros nomes conhecidos e admirados no meio da pecuária leiteira brasileira. O profissionalismo e a visão técnica empresarial de Eduardo Falcão o consagraram sete vezes melhor criador nacional e 10 vezes melhor criador

Camila e Eduardo Falcão na sala de ordenha da Estância Silvania

Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

77


e special Além de ser uma base na formação de animais cruzados com raças européias, na visão da Silvania, é necessário, também uma mudança de foco no Gir Leiteiro e transformá-la na raça especializada na produção de leite com valor agregado. Segundo Falcão, além de genética, a raça precisava de uma forma econômica de exploração diferenciada, ou seja, oferecer um produto diferenciado ao mercado consumidor .

do ambiente – e construções sustentáveis e funcionais, principalmente para os funcionários. Dentro dessa filosofia de trabalho para o desenvolvimento da pecuária, Eduardo Falcão prevê, para os próximos 50 anos, a transformação do Gir Leiteiro na melhor raça para produção de leite nos Trópicos como fonte de alimento de altíssimo valor biológico e promotor de saúde.

Assim, a Estância Silvania lança seu projeto Vender Saúde, isto é, obedecendo todas as normas para o desenvolvimento de uma pecuária leiteira sustentável, passa a produzir o Leite A2, recomendado para as pessoas, principalmente crianças, alérgicas ao leite de vaca (6% da população tem intolerância ao leite de vaca). É importante não confundir com intolerância à lactose por deficiência de produção da enzima lactase (veja, a entrevista com o Dr. Wilson Rondó Jr sobre o assunto).

Nata da Silvania, grande ícone da raça A recordista e ícone da raça Nata Silvania, nascida em 1993, fez história na pecuária leiteira do Brasil. Foi Recordista Mundial de produção em 1999 e Campeã Vitalícia Nacional no ano 2000. Com produção de 15.126 kg de leite, a doadora é mãe de 10 touros em Centrais de Inseminação: Teatro,Vale Ouro, Barbante, Brilhante, Bazuah, Atlântico, Desejo, Famoso, Golias e Garrido. Além dos touros, gerou importantes doadoras da raça, dentre elas: Doçura, Ascensão, Fábula e Falada. Nata morreu no dia 19 de outubro de 2009, mas permanece na lembrança de Eduardo Falcão que, por gratidão pelo o que ela representou para a Estância Silvania e para a raça Gir Leiteitro, mandou embalsamar sua cabeça e a colocou na sua sala de estar.

As raças zebuínas, principalmente o Gir Leiteiro, produzem o leite A2, com a proteína Beta Caseína A2, com níveis bem próximos a 100%. Para a produção do A2, e seus derivados, Falcão construiu novas instalações, que abrigam a ordenha e a futura área de laticínios, bem como os destinados aos animais, com vários piquetes distribuídos entre áreas de pastagens rotacionadas para abrigar o rebanho de 280 cabeças. São 53 vacas em lactação, com média de 18,5 litros de leite/animal/dia, responsáveis pela produção diária de, aproximadamente, 1000 litros/dia. A meta é chegar, a curto prazo ( 1 ano), a 2.000 litros/dia com 120 vacas em lactação.

78

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Zzn Peres

Além do mais, o projeto tem forte apelo ecológico, pois o produto é originário de raça adaptada em condições naturais de produção, com animais resistentes a ectoparasitas, criados em harmonia com o nosso clima. A Estância Silvania parte para um modelo de produção tropical, com base no respeito e preservação ambiental, através da recuperação de pastagens, preservação das nascentes, produção de volumoso de boa qualidade, tratamento de dejetos - esterqueira e adubação de capineiras, produção de adubo orgânico com poluição zero

C


Zzn Peres

Leite no Mundo

em aí o 1º Congresso Mundial do Gir Leiteiro Especialistas do Brasil e do exterior vão discutir temas importantes voltados para o desenvolvimento da raça

U

m dos momentos mais esperados na programação oficial da ExpoGenética 2012 é o 1º Congresso Mundial de Gir Leiteiro, importante evento técnico marcado para o período de 21 a 24 de agosto, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG). Gir Leiteiro: genótipo especializado em produzir é o tema do central do congresso, realização da ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro) e da ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu), com o apoio da Embrapa Gado de Leite, do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e do Brazilian Cattle Genética. O comitê organizador do Congresso é formado por Lúcio Rodrigues Gomes, pela ABCGIL, Luiz Antônio Josahkian, pela ABCZ e pelo médico veterinário Ivan Luiz Ledic.

80

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

O evento começa no dia 21 de julho, com visita às centrais. O primeiro dia da programação técnica é voltado aos trabalhos realizados no Brasil. O Gir Leiteiro é a raça que tem mais história para contar, em termos de programa de melhoramento genético, e todo esse trabalho será destacado. No dia seguinte, é a vez da participação de países das Américas do Sul e Central, além de convidados da Índia. Encerrando o evento, ocorrerá Dia de Campo na propriedade do Grupo Monte Verde, em Uberaba. Parcerias “Os criadores de Gir Leiteiro, através da ABCGIL, concretizaram o trabalho que vinham fazendo em seus rebanhos através de programas e parcerias com a ABCZ, Embrapa Gado de Leite, Epamig, além de instituições de ensino e associações estaduais”, diz Ledic. Conforme explica, essas parcerias possibilitaram o desenvolvimento

de pesquisa e experimentos que deram suporte aos trabalhos de seleção e validaram cientificamente as informações sobre perfis de desempenho e características morfométricas dos animais Gir Leiteiro, norteando os criadores em seu trabalho de seleção e melhoramento dos rebanhos, como também promoveram o Gir Leiteiro além fronteiras. “Hoje, o Brasil possui uma raça zebuína especializada para leite, e que representa uma importante alternativa para atender os produtores dos países em desenvolvimento, localizados nas faixas tropicais, propiciando uma pecuária sustentável”, observa o vice-presidente da ABCGIL. Interesse estrangeiro Ledic lembra que o Gir Leiteiro é, hoje, uma realidade, não só no Brasil como em toda a América Desde 1994, são realizadas palestras e cursos nos


Leite no Mundo

Colômbia, Venezuela e Equador), América Central (Panamá, Honduras, Costa Rica, Guatemala, Honduras e República Dominicana) e México. “Esses países são compradores de sêmen e embriões (alguns não oficialmente) e de animais. Além disso, recentemente, a República Dominicana e Honduras adotaram também o Gir Leiteiro como solução para sua pecuária, com animais adquiridos do México, mas com DNA comprovando a origem brasileira. A Alta Genetics, por exemplo, conseguiu legalizar touro Gir Leiteiro brasileiro no Canadá para driblar a burocracia e poder exportar sêmen do Zebu leiteiro brasileiro em nível mundial, principalmente para China, África, Nova Zelândia, Austrália e para a própria Índia, além de países da América que não possuem protocolo sanitário com o Brasil. Por essa razão, os embargos econômicos ou de reserva de mercado estão na pauta do Congresso. “Disfarçados como sanitários, os embargos têm impedido a exportação oficial de material genético dessa raça

para alguns países”, ilustra Ledic. Do outro lado, há uma empresa dos Estados Unidos que está comercializando internacionalmente material genético de dois touros adquiridos no México, filhos de reprodutores provados pelo Teste de Progênie, que entraram naquele país, de forma clandestina. “Isso fere a legislação pertinente ao assunto e das autoridades sanitárias da OEA (Organização dos Estados Americanos), OIE Organização Internacional de Epizootias), OMS (Organização Mundial da Saúde), afirma. Ledic acredita que o atual diretor geral da FAO (a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), o brasileiro José Graziano da Silva, palestrante do Congresso, pode colaborar para que tudo isso seja resolvido de forma mais diplomática. Segundo Graziano, os países de América Latina e do Caribe também podem e devem compartilhar suas tecnologias com outras nações em desenvolvimento. “Essa cooperação

pode permitir o salto para uma produção sustentável e suficiente de alimentos”, disse ele. “Este é, portanto, o momento mais que propício para a ABCZ, juntamente com a ABCGIL, promover um Congresso Mundial do Gir Leiteiro durante a ExpoGenética. Dessa forma poderemos resgatar o direito universal de propriedade, e obtermos de alguma forma de royalties e patente da marca do Zebu Leiteiro Provado Made in Brasil”, afirma o superintendente técnico da ABCZ, Luiz Antônio Josahkian. “Assim, através de ações concretas das entidades de classe, das autoridades dos órgãos e empresas, com uma política voltada para o setor, e por meio de discussões amplas, como a proposta pelo Congresso, será possível romper barreiras impostas pelos países que dominam o comércio de material genético e, dessa forma, valorizar todo esse esforço que coloca o Brasil em destaque no cenário mundial”, acrescenta Lúcio.

Programação do Congresso Mundial do Gir Leiteiro Dia 21 (terça-feira) Inscrições 13:30 – Visita às centrais 18:00 – Sessão solene de abertura 19:00 – Coquetel de boas vindas Dia 22 (quarta-feira) 8:00 – A Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro Silvio Queiroz Pinheiro 9:00 – Programas da FAO para Redução da Fome e Miséria – José Graziano da Silva 10:30 – O Gir Leiteiro como Alternativa para Produção de Leite nos Trópicos - Ivan Luz Ledic 11:30 – Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro Rui da Silva Verneque 14:00 – Objetivos de Seleção para o Gir Leiteiro - Aníbal Eugênio Vercesi Filho 15:00 – Inventários Zootécnicos do Gir Leiteiro na ABCZ – Carlos Henrique Cavallari Machado 16:30 – Biotipo Leiteiro na Raça Gir – André Rabelo Fernandes 17:30 – Ações do Brazilian Cattle para Difusão do Gir Leiteiro Icce Garbellini

82

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

18:30 – Potencial da Comercialização de Sêmen do Gir Leiteiro - Asbia Dia 23 (quinta-feira) 8:00 – Mesa Redonda “Qual a importância do Gir Leiteiro na pecuária dos países da América Latina” Participantes: Bolívia (Eduardo Eguez); Colômbia (Fernando Durán Carvajal), Venezuela (José Carrasquero Mundo); Equador (Ana Valdivieso); Panamá; Honduras (Jaime Maradiaga Colindres); Costa Rica (Héctor Alfonso Muñoz Fonseca); Guatemala (Julio Chavez); República Dominicana (Pablo Contreras); México (Jaime Mantecon) 10:30 – Continuação da Mesa Redonda 14:00 – Potencial do Gir Leiteiro para os Países Africanos – Leovegildo Matos 15:00 – Perguntas e Respostas 17:00 – Discussão em plenário: Perspectivas para Consolidação do Gir Leiteiro como Gado Especializado para a Pecuária Tropical 18:30 - Encerramento e Entrega de Diplomas Dia 24 (sexta-feira) 8:30 – Dia de Campo no Grupo Monte Verde - Felipe Picciani


Hora da Saúde

erigo à vista A brucelose e a tuberculose exigem cuidados redobrados em feiras e exposições, pois pode comprometer a credibilidade do produtor.

O

controle de normas sanitárias em exposições, feiras e leilões é cada vez mais rigoroso, exigindo dos expositores uma série de providências para evitar a contaminação e a disseminação de doenças entre os animais que participam desses eventos. No caso do gado de leite, a brucelose e a tuberculose requerem cuidados especiais, pois, devido à grande aglomeração de animais e ao contato dos mesmos com secreções de outros animais, há um aumento do risco de contaminação. 84

| | | | Revista Gir Leiteiro 20112

Segundo Márcio de Freitas Espinoza, médico veterinário do HVU (Hospital Veterinário de Uberaba), em ambas as doenças, secreções de modo geral, leite, saliva, urina, fezes de animais infectados, são os principais transmissores. “Por compartilharem o mesmo pavilhão com animais saudáveis, estes são os principais agentes de transmissão. Por isso, os organizadores das exposições devem exigir atestado negativos, de tuberculose e brucelose, de todos os animais que


Hora da Saúde participarem desses eventos, para principal porta de entrada para o M. evitar sua disseminação”. bovis é a via respiratória, através da inalação de aerossois contaminados. E, Por serem doenças infecto- no caso dos bezerros, do leite de mães contagiosas, explica o veterinário, contaminadas”, alerta. podem ser transmitidas ao homem zoonose). “Hoje, o Brasil conta com E lembra que o agente causador da o PNCEBT (Programa Nacional de tuberculose pode sobreviver vários Controle e Erradicação da Brucelose meses em ambientes fechados e com e Tuberculose Animal), que tem como muita matéria orgânica, facilmente objetivo erradicar as duas doenças no encontrada em currais, o que facilita país, em vigor há 10 anos, e que já colhe a ampliação e a propagação da resultados produtivos”, diz Espinoza. doença. O diagnóstico é feito através O certificado de estabelecimento de um teste chamado de alérgicode criação livre para brucelose e cutâneo, que pode ser realizado por tuberculose é atribuído somente para médicos veterinários habilitados no fazenda de gado de leite. A certificação programa PNCEBT. E o seu controle é de adesão voluntária. através do descarte (abate sanitário) dos animais positivos. Zoonose crônica A tuberculose é uma zoonose de Espinoza aponta os principais caráter crônico, que apresenta como prejuízos num criatório causados agente etiológico o Mycobacterium pela tuberculose, destacando as bovis. Sua principal característica é o perdas diretas com a morte dos desenvolvimento progressivo de lesões animais positivos, inclusive com nodulares, que podem ser localizadas a condenação da carcaça, que não em qualquer órgão ou tecido. Acomete pode ser aproveitada, queda no principalmente bovinos e bubalinos. desenvolvimento dos animais e no Espinoza esclarece que, nos dias ganho de peso, redução na produção de atuais, prevalece mais nos países em leite. “O mais importante, uma vez que desenvolvimento e já se encontra a doença é detectada: o produtor perde erradicada e em processo de erradicação sua credibilidade como referência de em alguns países da Europa. criação e produção.” No Brasil, segundo o veterinário, cerca de 1% do rebanho nacional ainda responde positivamente ao teste de tuberculinização. Ele explica que existem várias formas de infecção e transmissão da doença, mas a principal forma de introdução no rebanho é através da compra de animais infectados. “Vale ressaltar que a eliminação do agente ocorre antes mesmo do animal demonstrar sinais clínicos. Assim, a 86

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Por se tratar de uma doença com predileção pelo trato reprodutivo dos animais, explica, a principal fonte de infecção é a eliminação do agente (bactéria) através de conteúdo uterino, como aborto ou parto, e em todo o puerpério de uma vaca gestante, contaminando pastagens, água, alimentos e fômites (objeto inanimado ou substância capaz de absorver, reter e transportar organismos contagiantes ou infecciosos). “Em ambiente favorável, a Brucella abortus pode sobreviver longos períodos, por exemplo, na água, por até 150 dias. Uma vez no ambiente, a principal forma de contaminação para outros animas é a via oral, mas o simples fato de um animal cheirar um feto abortado pode contaminá-lo”, alerta. Segundo ele, os maiores prejuízos registrados numa propriedade são as perdas com abortos, baixos índices reprodutivos, aumento no intervalo entre partos, diminuição na produção de leite, uma vez que o trato reprodutivo é o mais afetado.

Finalmente, esclarece, “para diagnóstico da doença são utilizados alguns exames: prova do anel do leite, teste de soro aglutinação acidificado tamponado (AAT) e teste do 2 mercaptoetanol (2ME). Todos esses exames devem ser realizados por Doença reprodutiva médicos veterinários credenciados no A Brucelose é causada por bactérias do PNCEBT”, recomenda. gênero Brucella, sendo a mais importante para os bovinos e bubalinos a Brucella Para controlar a doença, Espinoza abortus. Também é uma zoonose. No afirma que, no Brasil, já está Brasil, diz Espinoza, estima-se que cerca disponível uma vacina, chamada de 4% do rebanho seja positivo para essa B19, que deve ser aplicada apenas em doença. “Mas, ao dividirmos o país em fêmeas, com idade entre 3 a 8 meses. regiões, notamos que o Estado de Santa Há outra vacina, a RB51, porém, não Catarina tem menos que 0,2% do seu se encontra disponível no País. “Além rebanho positivo e, hoje, já caminha para da vacina, o descarte dos animais a sua erradicação e tem tudo para se tornar positivos para abate sanitário também um estado livre da doença”, afirma. é uma forma de controle”, observa.


o PNMGL na Prática

udo que vai, volta melhor Este é o apelo da nova campanha do PNMGL, criada com o objetivo de ampliar o número de fazendas colaboradoras

O

PNMGL (Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro), iniciativa da ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro) e da Embrapa Gado de Leite, está realizando uma ampla campanha para aumentar o número de fazendas colaboradoras cadastradas, que ultrapassam, atualmente, mais de 600 propriedades com rebanhos de animais puros e mestiços. O mote “Fazenda colaboradora do PNMGL, você participa e ganha

88

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

melhoramento genético”, reforça a nova campanha do programa, que foi criado em 1985 para promover o melhoramento da raça, por meio da identificação de reprodutores geneticamente superiores para características de produção de leite (gordura, proteína e sólidos totais) de conformação e manejo, além de realizar a avaliação genética dos animais dos rebanhos participantes. Outra iniciativa do PNMGL é a publicação anual do Teste de Progênie. “O programa tem por finalidade avaliar o desempenho de touros Gir Leiteiro, com o intuito de comprovar a sua superioridade genética. O PNMGL implanta nas propriedades parceiras um programa de melhoramento genético. Estes recebe gratuitamente, o sêmen de Gir Leiteiro, assim como o acompanhamento e controle leiteiro de suas matrizes. Em troca o colaborador fornece os dados de

produção dos animais” explica o coordenador operacional do programa, André Rabelo Fernandes. Segundo ele, as fazendas colaboradoras contribuem com o Teste de Progênie, fornecendo matrizes para serem inseminadas. O sêmen é distribuído pela ABCGIL e Embrapa, na base de duas doses por vaca disponibilizada. Em contrapartida, o produtor se compromete a reter as fêmeas no rebanho, até o encerramento da primeira lactação. Um dos requisitos para se tornar uma fazendacolaboradoraéternapropriedade a estrutura mínima necessária para a utilização da inseminação artificial, inclusive o botijão para armazenar o sêmen. Também precisa realizar boa escrituração zootécnica, de modo a fornecer ao programa as informações da inseminação ao nascimento, o que é feito durante as visitas anuais de acompanhamento. O programa realiza o controle leiteiro, por meio de pesagens

mensais, das filhas dos touros em primeira lactação e das companheiras de rebanho. Se a fazenda não fizer o controle, o mesmo será implantado pela ABCGIL, através de profissionais credenciados pelo PNMGL. Segundo a Embrapa, a maior parte da produção leiteira do País provém de rebanhos mestiços com algum grau de sangue do Gir Leiteiro. André Rabelo lembra que as fazendas colaboradoras, em sua maioria, são de pequeno e médio porte e a atividade leiteira garante o sustento da família, razão pela qual a distribuição de sêmen tem sido decisiva para o melhoramento desses rebanhos. “Vale lembrar que a ABCGIL e a Embrapa cobrem as despesas de controle leiteiro, de distribuição do sêmen e das visitas. Portanto, a disseminação de tecnologia tem custo zero para os parceiros que fornecem informações para as avaliações do Teste de Progênie”, resume. Adesão de municípios mineiros O Programa Nacional de Melhoramento Genético do Gir Leiteiro, da ABCGIL e Embrapa Gado de Leite, chega ao município mineiro de Tapira. O coordenador operacional do programa, André Rabelo Fernandes, visitou a propriedade de José Adriano, na região do Tamboril, para acompanhar a execução do programa no município. Segundo ele, Tapira já conta com quatro propriedades no PNMGL e tem potencial para dobrar este número até o final deste semestre. O produtor José Adriano foi o primeiro a participar e já possui animais nascidos na propriedade. No Estado de Minas Gerais, a Emater é a parceira da ABCGIL para auxiliar na captação de rebanhos com o perfil para produção de leite. Cassu, Pompeu e Curvelo são os mais novos municípios mineiros participantes do PNMGL. Há cerca de 12 anos, a ABCGIL já teve um rebanho de colaboradores em Cassu que utilizou sêmen do PNMGL, com bons resultados. “Devido à credibilidade, o programa retornou com a adesão de seis fazendas colaboradoras. Para isso, contamos com o apoio do zootecnista Thiago Guimarães,

criador de Gir Leiteiro no município”, reconhece André Rabelo. Ele acrescenta: “Cassu será o nosso ponto de partida para abrir novos rebanhos naquela região do Estado.” Dia 17 de março, durante reunião realizada em Curvelo, com lideranças locais, foi firmada a intenção do município participar do programa, através do Sindicato Rural e o Núcleo de Criadores de Gir Leiteiro do Centro Norte Mineiro. Depois da ExpoZebu, o técnico da ABCGIL levará as primeiras doses de sêmen para as fazendas participantes, cerca de 10, pelos cálculos do André Rabelo. “Projeto um volume grande de novos colaboradores, por ser uma região bastante propícia à raça. Além disso, Curvelo representa grande potencial de expansão para o norte do Estado”, afirma.

No dia seguinte, o coordenador do PNMGL participou de uma reunião no Sindicato Rural de Pompéu, com a presença de lideranças do município, entre representantes de produtores, cooperativas e outras entidades. Do encontro, surgiu a adesão de 12 novas fazendas colaboradoras. “Acredito muito no potencial da região, que é a maior bacia leiteira do Brasil. A grande receptividade pelo Gir Leiteiro nos dá otimismo para, talvez, transformar Cassu no maior pólo de rebanhos colaboradores do PNMGL”, prevê. Para participar do PNMGL ou obter mais informações, entrar em contato com a ABCGIL, por telefone, (34) 3331 8400 ou por e-mail: girleiteiro@ girleiteiro.org.br

Embrapa Gado de Leite, um marco na atividade Em 2012, a Embrapa Gado de Leite comemora 36 anos de trabalhos dedicados à bovinocultura leiteira tropical. Fundada no dia 26 de outubro de 1976, a instituição representa um marco no aumento da produção e da produtividade da pecuária leiteira nacional, com resultados que já ultrapassaram as fronteiras do país. Segundo o chefe geral da entidade, Duarte Vilela, juntamente com outras instituições nacionais de pesquisa, a Embrapa Gado de Leite contribuiu para alavancar a produtividade de leite brasileira, levando o país a ocupar a sexta posição entre os principais produtores mundiais.

Um dos trabalhos mais importantes da Embrapa Gado de Leite é o Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro, em parceria com a ABCGIL. Na opinião de Rui da Silva Verneque, chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da unidade, os resultados da pesquisa podem contribuir ainda mais para o aumento da produtividade. “Temos tecnologias que podem quadruplicar a atual produção de maneira sustentável, afirma Verneque. Segundo ele, o sucesso dos trabalhos da Embrapa Gado de Leite é creditado à equipe de profissionais que integram a equipe da empresa, cujo corpo técnico é formado por 314 colaboradores, dos quais, 69 pesquisadores, 65 analistas e 180 assistentes. Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

89


Silvio Queiroz, Dalila Galdeano e Camila

Tatiane e Vascão da Faz. Terra Vermelha

Familia Eduardo Falcão de Carvalho

Galeria Galeria DEFOTOS FOTOS DE EXPOSIÇÕES

Lucyana Queiroz

Patrick Brauner Alessandra e Fernanda Carvalho Ana Navarro e João Machado

Saul Borges e Eduardo Falcão

Agnaldo Agostinho

Rednilson e Paulinho

Equipe de pisteiros

Jordane Silva e Anibal Vercesi

Bruno Machado e Henrique Queiroz

Fernanda Carvalho, André Marques e Maria Tereza Calil

Mulheres do Gir Camila Almeida e Maria do Carmo

Dr. Wilson Rondó e esposa

José Coelho Vitor

Henrique Figueira e André Marques

Dania e Miller Cresta

Ilza Helena e filha

Juízas Feileite 2011 João Gabriel

Rosania Alves

Antônio Lopes Batista

90

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Gustavo Scheibe entregando premio para representante da Faz. Jacurutu

Dalila, Camila e Eduardo Falcão

Equipe ABCGIL

Equipe Programa Leilões


Núcleos A união faz a força de uma raça É através do trabalho e do empenho dos núcleos e associações, espalhados por várias regiões do Brasil, que a raça Gir Leiteiro ganha espaço e projeção na pecuária nacional. A participação dos sócios é de fundamental importância para o crescimento e desenvolvimento do gado zebuíno que, de acordo com o presidente da ACBGIL, Silvio Queiroz Pinheiro, é detentora do maior e mais eficiente potencial produtivo e reprodutivo para a sustentabilidade da cadeia leiteira global.

A união dos criadores que, com sua competência, aliada ao trabalho dos núcleos e associações, é um dos principais fatores para a divulgação da importância da raça que, cada vez mais, se fortalece num grande movimento para a sua consolidação na pecuária tropical, através da multiplicação da boa genética. Veja, aqui, a atuação dessas entidades que, de norte a sul do Brasil, com a acirrada dedicação de seus membros, realizam essa importante tarefa.

Divulgação

ATOCGIL - 2011 foi bom, 2012 será muito melhor

Primeira mostra de Gir leiteiro do Tocantins realizada pela ATOCGIL em parceria com Sindicato Rural de Araguaína, de 3 a 13 de junho do ano passado.

Segundo Napoleão Machado Prata Júnior, presidente da ATOCGIL (Associação Tocantinense dos Criadores de Gir Leilteiro), 2011 foi bom e 2012 será muito melhor. “Ano passado realizamos a primeira mostra de Gir Leiteiro do Estado do Tocantins, durante a Expoara (Exposição Agropecuária de Araguaína). Nosso pavilhão foi muito movimentado e  bastante elogiado, pelo público e

92

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

pelos promotores do evento (Sindicato Rural de Araguaína)”, conta Napoleão. Segundo ele, o colorido do Gir Leiteiro chamou atenção lado as raças Nelore, Tabapuã e Guzerá que sempre participam da feira. Este ano o evento acontecerá de 3 a 13 de junho e  a ATOCGIL garante que realizará segunda mostra muito melhor que a primeira. Estamos também com presença marcada

durante a Agrotins, feira que acontece  em Palmas, capital do Estado, de 8 a 12 de maio, a ATOCGIL  participa com estande, e os criadores, com gado no pavilhão. De acordo com o presidente da ATOCGIL, “outro marco importante será a tão esperada visita da equipe técnica de nossa entidade maior, a ABCGIL,  quando realizaremos um dia de campo com palestras técnicas e, também, teremos a oportunidade de mostrar aos criadores do Tocantins como funciona o teste de progênie Embrapa-ABCGIL, com a finalidade de angariar fazendas colaboradoras, pois o  estado atualmente não tem nenhuma propriedade participante”, diz Napoleão. Por outro lado, acrescenta, “a ATOCGIL está crescendo e vem despertando interesse dos estados vizinhos. Criadores do Pará e Maranhão já estão se juntando a nós, do Tocantins, com forte interesse no desenvolvimento da raça.


Núcleos AMCGIL - Prova de leite a pasto com a PUC Minas Muitas ações marcam este ano na AMCGIL (Associação Mineira dos Criadores de Gir Leiteiro). Além da realização de várias exposições, com forte presença de criatórios da raça, o presidente da entidade, Luciano Ferraz, destaca a 1ª Prova de Novilhas Gir Leiteiro em convênio com a PUCMinas, na Fazenda Experimental da Universidade, em Esmeraldas (MG). A prova, que conta com o apoio da ABCZ, da ABCGIL e participação da Epamig, já está em andamento. As medições de leite foram iniciadas em 15 de abril. Luciano Ferraz destaca, também, a

liderança no movimento em favor da preservação do Parque da Gameleira, na cidade de Belo Horizonte, em parceria com outras entidades representativas dos setores agropecuário do Estado; a instituição da Comenda João Feliciano Ribeiro – “O Gir faz amigos” –, destinada a agraciar colaboradores da raça e da AMCGIL, pela Deliberação nº 01/2012 da diretoria; e os estudos e iniciativas para implantação do Seleite – selo de qualidade de produção de leite e genética a partir do GirLeiteiro. Os eventos que mobilizam os criadores e

contribuem, em muito, para a divulgação da raça, são as exposições e torneios leiteiros. Já foi realizada a de Pará de Minas, de 9 a 15 de abril (ranqueada) e estão previstas as de Curvelo, 14 a 20 de maio (homologada); Belo Horizonte, durante a Superagro, de 1 a 10 de junho de (ranqueada); Pompéu, 9 a 15 de julho (homologada); Sete Lagoas: 1 a 5 de agosto (ranqueada); Itabira, agosto (ranqueada); Governador Valadares, setembro (realização do Núcleo dos Criadores dos Vales do Rio Doce, Mucuri, São Mateus e Montanhas).

Divulgação

ACRIGIL-MS destaca o Gir leiteiro na Expogrande 2012 A ACRIGIL-MS (Associação dos Criadores de Gir Leiteiro de Mato Grosso do Sul) destaca, nesse primeiro semestre de atuação, a realização da 3ª Exposição de Gir Leiteiro de Campo Grande, durante a 74ª Expogrande 2012, que contou com a presença do ministro dos Esportes Aldo Rebelo que, na oportunidade, entregou a premiação da Grande Campeã da raça no evento (veja seção Leite A fora, pág. 47). Durante a cerimônia de premiação, o ministro recebeu um banho de leite simbólico (com bolinhas de isopor), como forma de acolhida pelos criadores

O ministro dos Esportes Aldo Rebelo fez a entrega da premiação do torneio leiteiro e recebeu um banho de leite simbólico.

94

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

de Gir Leiteiro de Mato Grosso do Sul e como homenagem pelos trabalhos do parlamentar. A ACRIGIL-MS, segundo seus diretores, sentiu-se muito honrada e prestigiada com a visita de Aldo Rebelo, que, enquanto deputado federal, foi o relator do Código Florestal na Câmara dos Deputados, elaborando um projeto que tem o mérito de viabilizar a atividade agropecuária produtiva preservando o meio ambiente, conjugando de forma harmônica o binômio produção e sustentabilidade.


Núcleos Nathã Carvalho

Ranking Gaúcho premia os melhores de 2011

Da esquerda para a direita, Iliseu Pressler, proprietário da melhor fêmea jovem; José Amaral, melhor expositor; Carlos Wallauer, melhor criador; Álvaro Bombonatto, proprietário do melhor macho e Roque Cacciamani, gerente da Agropecuária Fortaleza, criatório da melhor fêmea adulta O Núcleo Gaúcho de Criadores de Gir Leiteiro promoveu no dia 4 de dezembro de 2011, em Estrela, mais um encontro de girleiteiristas para a discussão de projetos e para duas ocasiões um tanto especiais. A primeira foi a comemoração dos dois anos da entidade. A segunda foi a divulgação oficial e a premiação dos vencedores da primeira edição

do Ranking Gaúcho do Gir Leiteiro (RGGL), disputa que contou com quatro etapas. Em 2011, a abertura do calendário ocorreu em Esteio, RS, durante a maior exposição agropecuária da América Latina, a Expointer (27/8 a 4/9), e prosseguiu na Agrotecnoleite, em Passo Fundo (26 a 30/9), Pelotas (8 a 12/10) e Alegrete/RS (13 a 16/10). No total, a

disputa mobilizou 11 criadores e quase 100 animais inscritos. O melhor criador foi Carlos Jacob Wallauer, Agropecuária Fortaleza, e o melhor expositor, José Adalmir Ribeiro do Amaral, Fazenda das Nogueiras. O Ranking Gaúcho do Gir Leiteiro 2012 terá um incremento em seu calendário com o intuito de propagar a raça em outras regiões, como aquela que concentra a maior bacia leiteira do Rio Grande do Sul que é a norte. É lá que está localizada Santa Rosa, onde acontece a Feira Nacional da Soja, a Fenasoja, com ampla participação de gado leiteiro e com estreia programada do Gir Leiteiro entre 26 de abril e 2 de maio, marcando a abertura do ranking deste ano. Entre 16 e 20 de maio, mais outra estreia: A Fenasul 2012, em Esteio, juntamente com as demais raças leiteiras. A 3ª Exposição Gaúcha de Gir Leiteiro será realizada, mais uma vez, durante a Expointer, de 25 de agosto a 2 de setembro, também em Esteio. O julgamento será nos dias 25 e 26 de agosto. O resultado completo do Ranking Gaúcho do Gir Leiteiro 2011 pode ser conferido no site: www.girleiteirors. blogspot.com (Por Nathã Carvalho, correspondente do Grupo Publique no RS)

ARCGIL - RO - Ação para conquistar criadores do Acre Ao completar 13 meses de sua fundação, a ARCGIL estará realizando o 2º Leilão e Torneio Leiteiro da raça Gir Leiteiro do Estado de Rondônia, como demonstração de empenho e crença no seu potencial não só na região como na Amazônia, em geral. Novamente em parceria com Cooperativa Agrorural de Jaru - Cooaja e a sua 6ª edição da Expoleite, os eventos serão realizados no Parque de Exposição. O leilão acontecerá no dia 7 de junho, no

96

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Tatersal da Cooaja Leilões, e o Torneio Leiteiro durante a 6ª Expoleite que será de 6 a 10 de junho. Ainda como parte dos eventos do mês de junho, em Jaru, a ARCGIL e a Cooaja estarão colaborando com o PMGZ Leite na realização do Dia de Campo da raça Gir, na Fazenda Olhos D`Água, de Sebastião de Araújo Pinto, dia 2 de junho (sábado), às 8h00. A ARCGIL planeja estender a sua

área de atuação até o vizinho estado do Acre, onde o PNMGL está em andamento por meio da parceria entre ABCGIL, Embrapa Gado de Leite e a Secretaria de Agropecuária daquele Estado. Outro esforço da entidade, com apoio do Núcleo Regional Norte da Embrapa Gado de Leite, tem sido no sentido de articular com a ABCGIL a implantação em Rondônia, ainda neste ano, do PNMGL.


Núcleos Gir Bahia - Estímulo à participação nas exposições O presidente do Núcleo Gir Bahia, Edvaldo Brito Filho, esclarece que, em 2012, o Núcleo inicia suas atividades com sete exposições ranqueadas. “O ranking baiano ganhando força estimula os criadores a participarem das exposições com o que há de melhor em genética do Gir Leiteiro dos seus plantéis. A conquista de dois recordes mundiais de

produção em torneio leiteiro oficial por criadores baianos ratifica nossa evolução na seleção de animais geneticamente superiores da raça”, diz o presidente. “Continuaremos militando em prol da pecuária leiteira e dos selecionadores de Gir Leiteiro, promovendo eventos sociais e técnicos, concretizando nossa meta de sermos uma entidade que vai além

das exposições agropecuárias. Em 2012 seremos uma associação de criadores que atenderá, na medida do possível, os anseios dos seus congregados, garantindo, desta forma, a sustentabilidade econômica da raça e o cumprimento do papel social de exímios produtores de genética e leite para o Estado da Bahia”, acrescenta Edvaldo brito Filho.

AFCGIL - RJ - Mercado volta a aquecer A AFCGIL (Associação Fluminense dos Criadores de Gir Leiteiro) fortalece sua campanha de divulgação da raça no Estado do Rio, através das exposições e concursos leiteiros, nas quais os sócios participam ativamente. Além da 7ª Exposição Estadual Fluminense do Gir Leiteiro, realizada paralelamente à tradicional Expo Cordeiro, que este ano chega à sua 70ª edição, no município de Cordeiro, em julho, a AFCGIL

promoverá, também em julho, a 2ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Quissamã. Ainda este ano serão realizadas a 4ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Cachoeiras de Macacu, em agosto; a 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Macuco, em setembro, e a 5ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Resende, também em setembro. O presidente da AFCGIL, José Antônio Lino lembra que, a partir

desse mês de maio, com a divulgação dos resultados de Teste de Progênie da ABCGIL o mercado volta a aquecer. Segundo ele, o sumário de touros provados da ABCGIL/Embrapa trará novidades. “Então, vamos refazer as engenharias dos acasalamentos e a engrenagem volta a todo vapor.” Para ele, “criar Gir Leiteiro é prazeroso e apaixonante e creio que em 2012 a paixão vai aumentar”.

ACGP – Distrito Federal – Revitalização e conquista de novos sócios A ACGP (Associação dos Criadores de Gir do Planalto) está completando seu segundo ano de criação. O trabalho desenvolvido pela sua diretoria, presidida pelo criador Luciano Souza da Conceição, continua a fortalecer suas ações para revitalizar a entidade, conquistar novos sócios e incentivar ainda mais os atuais.

98

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Através da participação em de eventos, como exposições e concursos leiteiros, a ACGP está conseguindo divulgar o Gir Leiteiro na região e, também, mostrar que no Distrito Federal se desenvolve boa pecuária leiteira. Entre as metas da diretoria Luciano da Conceição destaca a promoção de ações para fomentar o

mercado regional, que também atraem criadores para a raça. Para tanto, a ACGP já iniciou os preparativos para a realização de mais uma edição da Expogil Fest, em Brasília, com a participação de vários dos melhores criadores de Gir Leiteiro do Brasil, que acontecerá em outubro.


Núcleos APCGIL - São Paulo - Prova de Gir Leiteiro a Pasto com a USP

Da esquerda para direita: Douglas Ribeiro, Silvio Queiroz Pinheiro, Carlos Alberto da Silva, Enrico Ortolani , José Antonio Visintin, Franciso Palma Rennó e Rafael Barletta durante cerimônia de lançamento

Esse primeiro biênio marcou algumas realizações da Associação Paulista dos Criadores de Gir Leiteiro (APCGIL) que, dentre tantas conquistas, aumentou o número de exposições ranqueadas de seis, em 2010, para dez em 2011. Além disso, inovou ao lançar, durante a Feileite 2011, a primeira PGLP (Prova de Gir Leiteiro a Pasto), em parceria com a Faculdade de Medicina e Veterinária e Zootecnia da Unversidade de São Paulo (FMVZ-USP). A PGLP avaliará a produção de leite das matrizes Gir Leiteiro, persistência de lactação, qualidade do leite, taxa de reconcepção das novilhas, entre outras características. A iniciativa conta com a coparticipação técnica da ABCGIL e da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), além do apoio de empresas do setor privado como a Dow Agrosciences e a C.R.I. Genética Brasil, primeira central de inseminação a apoiar a PGLP. “Nós da C.R.I. Genética Brasil temos um compromisso com o desenvolvimento da pecuária leiteira do Brasil. Todas as ações que convergirem para essa direção terão o apoio inequívoco de nossa empresa. Essa iniciativa da APCGIL será um divisor

100

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

de águas para o avanço do Zebu leiteiro. Por isso apoiamos incondicionalmente a APCGIL. Toda a diretoria da entidade merece nossos mais sinceros elogios”, afirma Henrique Rocha, gerente de Produto Leite da empresa. Douglas Ribeiro, da Dow Agrosciences, além de comemorar os dois anos da APCGIL, destacou a importância da nutrição animal para o sucesso da prova. “Em pecuária, quando mencionamos alimentação animal, estamos diretamente falando sobre pastagem e a Dow acredita

Henrique Rocha, da C.R.I. Genética Brasil: apoio à APCGIL e USP.

e dará todos os subsídios necessários à realização desse projeto”. Um dos idealizadores da prova e entusiasta no melhoramento da raça Gir Leiteiro, o professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, Francisco Palma Rennó, ressaltou a importância da parceria e também a iniciativa da APCGIL. “O Gir Leiteiro é hoje pungente na pecuária leiteira do Brasil e essa prova tende a valorizar ainda mais o crescimento da raça”. “O futuro reserva dias importantes para o Gir Leiteiro e nesse sentido o trabalho da APCGIL é de fundamental importância para o crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade do negócio leite no Brasil”, argumenta Carlos Alberto da Silva, presidente da entidade. A primeira edição da prova começa no próximo mês de agosto, com os animais chegando na USP, campus de Pirassununga,  no 7º mês de gestação, e termina em agosto de 2013, após 10 meses de controle leiteiro a pasto. Os resultados serão divulgados em outubro de 2013, na 7ª Feileite, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.


Galeria Galeria DE FOTOS DE FOTOS EXPOSIÇÕES

Maurício Coelho e Agnaldo Agostinho

Maria Tereza Calil e Ilza Helena

Laranjeira e Daivo Queiroz

Juliana Camargo e Léo Machado

Lucienne Prata, João Machado e Kinkão

Marta Noronha e Geraldo Marques

Luciana Ochuiuto

Maria do Carmo e Camila Almeida

Luis Evandro Aguiar e Paulo Maximiliano

Nilton Cândido e Jordane Silva Suzana e Henrique Figueira Lucyana Queiroz e auxiliar de pista

Nathã Carvalho, Carlão e Dalila

102

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Rose e Antônio Lopes Batista


Banho de Leite FENAGRO 2011

O TERRAVIVA BROTOU NO CORAÇÃO DO ZEBU. EM UBERABA, MINAS GERAIS.

Galeria Galeria DE FOTOS DE FOTOS EXPOSIÇÕES

Stefan e Carlão

na ld

c m Se

Ag or a

qu

e

ca Um

em qu

O Ca nal de Saul Borges e Alessandra Arnaud

Geisse Kerly e José Geraldo Vaz de Almeida Gustavo Scheibe e funcionários da Fazenda do Basa

Murilo, José Mário, Eduardo e André Andrade

VENHA VISITAR A CASA DO TERRAVIVA NA 78ª EXPOZEBU. Sandra e Amilcar Yamin

104

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Tatiane Tetzner

www.tvterraviva.com.br

viv a . erra oT

Silvio Queiroz e Geraldo Marques

de

io.

Sonia Maciel

é

en ha

d sa ca

ia

do

m a

óc

ôn

l de contas , vo cê

. sa ca

e

rim

fi na s. A

a ze buí na ,v

a

e

a

os

p

ist

as c

eg

m ta es

is ma

da pecuár i

spe cia l

. tar isi sv

Tatiane Tetzner e Antônio Lopes

to

a in d a e rt o

TV e

no

Dilson Cordeiro e Dalila Galdeano

ire

e

re nt

ltor e pecuarista, com a

mU be rab a, n

n ro

Vera, José de Castro e Silvio Queiroz

e

icu agr , ê voc

ue Fernando C osta, e

ag

pl a

e

c

ria

e nd e t s

u us

No Parq

um is

nt a

Janine e Luis Evandro Aguiar

s. a íz e r s a


Bate-papo na Cocheira

e, referindo-se às filhas dessas vacas famosas adquiridas no início da formação do seu rebanho Gir Leiteiro, diz que “esses animais contribuem para que a raca, dentro de 5 a 7 anos, passe a ter o desempenho leiteiro equivalente ao que o Girolando tem, hoje. Atualmente, o rebanho Gir Leiteiro da Suspiro é formado por 130 animais, dos quais 20 doadoras, e mais 110 animais, entre vacas, novilhas e bezerras, além de 40 prenhezes para nascer este ano. Desse time de matrizes, 20 produzem 300 litros leite/dia.

E OLHO NO MELHOR DA RAÇA Executivo da Fundação Cásper Libero é um apaixonado pelo Gir Leiteiro

U

ma estrada vicinal chamada Suspiro, no município paulista de Itatinga, originou os nomes da marca Suspiro e da fazenda que, até 1976, se chamava Santa Maria da Barra Grande. Quem conta é o seu proprietário, Luiz Fernando Taranto Neves. Paulistano, mas criado no interior, aos 12 anos de idade foi morar, com sua família, em Santa Rita do Passa Quatro, SP, onde viveu até os 16 anos. Lá, aprendeu a gostar do campo e a conviver com fazendas e seus proprietários. Casado com filha de fazendeiro, não tardou em adquirir a propriedade, onde, além da criação de cavalos, a pecuária de leite é destaque.

106

| | | | Revista Gir Leiteiro 2011

Advogado de formação, atualmente, é superintendente e responsável pelos negócios da Fundação Cásper Líbero. No início, conta, criava somente Girolando e passou a conhecer melhor o Gir Leiteiro incentivado pelo Dr. Francisco Junqueira, da Fazenda Santa Fausta, que, como criador, grande admirador e divulgador da raça, mostrava as qualidades e a excelência do Gir para o, então, jovem pecuarista.

olhar o Gir Leiteiro. Aos poucos, fui tomando gosto pela raça”, lembra o pecuarista que, a partir de 2003, iniciou a formação do seu criatório dessa raça, comprando, inclusive, da Santa Fausta, a vaca Verdade e outras matrizes famosas de selecionadores respeitados. Entre elas, Profana, Luzíada, Setiba, Oferenda, Soja e Proteína, da Fazenda Brasília; Lenda, Nigéria, Planta e Uvedalia, da Calciolândia; Nata, da Estância Silvania; e Dengosa, da Fazenda Mutum.

“Eu ia sempre à Fazenda Santa Fausta comprar gado Girolando e, acatando os conselhos do Dr. Francisco Junqueira, comecei a

DESEMPENHO Segundo Taranto Neves, o processo de FIV faz com que a alta genética seja reproduzida muito rapidamente

TENHO ORGULHO EM PRESERVAR E RESPEITAR UMA GRANDE ÁREA DE FLOResTA PRÓXIMA A UMA DAS MAIORES CIDADES DO MUNDO

Taranto Neves faz vários acasalamentos de seus animais por sua própria conta e, em outros, procura conversar, trocar ideias e pedir opiniões a técnicos. Já com relação ao manejo, utiliza somente sua experiência. O gado é criado a pasto que, em sua grande parte, é formado por capim Tifton 85, mais suplementação.

DE GOTA EM GOTA MOMENTO INESQUECÍVEL - O nascimento de Jurema FIV Suspiro, filha de Setiba com Sansão, filha do máximo com o máximo. GIR LEITEIRO - Beleza, mansidão e rusticidade. LUIZ FERNANDO TARANTO NEVES POR LUIZ FERNANDO TARANTO NEVES - Estudo e trabalho.

RIQUEZA VERDE O que mais impressiona na Fazenda Suspiro é a preocupação com a preservação do meio ambiente. Sobre terra roxa estão 45 alqueires de floresta fechada, parte da Mata Atlântica, com fauna e flora totalmente protegidas. Carro não entra, existem somente trilhas que conduzem a dois riachos e a oito cachoeiras que permanecem intocáveis em meio à exuberância de centenas de espécies nativas, principalmente de madeiras nobres. “A preservação da natureza é uma preocupação de todos e deve ser permanente. No meu caso, preservo vida. Tenho orgulho em preservar e respeitar uma grande área de floresta próxima a uma das maiores cidades do mundo. Aqui, temos respeito ao meio ambiente e a exuberância da natureza como referência.”

PAIXÃO - Curió. BRASIL - Um país com potencial como poucos no mundo, mas nossa classe política precisa melhorar muito para merecer o país que eles representam. LEITE - Um sacrifício. CIDADE GRANDE - Gosto da cidade e adoro o campo. UM MEDO - Não ter tempo de fazer tudo o que quero. UM DESAFIO - Ganhar dinheiro com fazenda. FAZENDA SUSPIRO - É o meu ponto de referência, é o meu lugar.

Luiz Fernando Taranto Neves

FUTEBOL - São Paulo. MARIA ISABEL, ESPOSA - Neta e filha de fazendeiros, gosta de fazenda, mas gosta muito mais da cidade.

Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

107


Hora do Criador

ma seleção de mais de 60 anos Mais antiga fazenda colaboradora do PNMGL em atividade, a Santa Rita da Estiva é um exemplo de dedicação e trabalho em prol do Gir Leiteiro

E

m meados de 1942, Jeronymo Alves Pinheiro, conhecido com Sr. Jerominho, readquiriu a Fazenda Santa Rita da Estiva, vendida por seu pai em 1936. Com 20 fêmeas da raça Gir, retomou a atividade leiteira na propriedade, localizada em Buritizal, na região de paulista de Ituverava. A base econômica da Santa Rita da Estiva era a fabricação de queijos e a criação de bezerros, para venda a produtores da região, a partir de vacas boas produtoras de leite e de bezerros de grande porte. A partir de então, ele ensinou aos seus filhos que, para escolher bons reprodutores, era necessário ver a genealogia das mães e das irmãs desses touros. As características a serem observadas eram bons úberes, grandes produções de leite, mas, acima de tudo, docilidade. “Caso as fêmeas fossem ariscas e arredias, ele dizia que as outras qualidades pouco importavam”, conta Duarte Queiroz Pinheiro, um dos filhos do

108

| | | | Revista Gir Leiteiro 2011

Sr. Jerominho. Por isso, ele comprava reprodutores de criadores da cidade de Franca que transmitissem estas características, além da docilidade, que era apurada pelo manejo. A partir de 1960, Bráulio Queiroz Pinheiro começou a ajudar o pai na lida na fazenda. Com base na experiência do Sr. Jerominho e nas novas oportunidades, iniciou nova fase, voltada para o melhoramento do Gir. Para isso, dois anos depois, introduziu reprodutores descendentes do gado importado da Índia pelo lendário Torres Homem Rodrigues da Cunha, da Estância Poty Gir, de Uberaba (MG). O primeiro reprodutor da Marca VR a desembarcar na propriedade foi Demagogo VR (Pandit x Retórica). Depois chegaram Fonético da Matinha VR (Hindostan Imp. x Retórica), Iansã da Sundernagar VR (Eco da Sudernagar VR x Nutrolac VR), Ídolo VR (Vijaya R. Motti II DC x Divindade VR), Nascente da Pontal VR (Huno da Sundernagar VR x Chanka VR).

Em 1981, o sr. Jerominho adquiriu seu último touro antes de seu falecimento, que ocorreu no ano seguinte: Tapume da Poty (Mamute da Zebulândia VR x Ladka da Pontal VR). Na mesma época Bráulio adquiriu Mamute da Zebulândia VR (Bey Filho x Gulab da SC). O falecimento do titular da Santa Rita da Estiva levou à divisão da fazenda em cinco glebas. Duarte assumiu a sua parte, que continha a casa sede, enquanto seus irmãos Bráulio e Silvio Queiroz Pinheiro, atualmente presidente da ABCGIL (Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro, começaram a tocar, respectivamente, a Fazenda Nova Estiva e a Fazenda Alto da Estiva. Em 1983 os irmãos acrescentaram ao pequeno rebanho individual parte do plantel iniciado em 1942. Neste ano, Duarte comprou um touro Gir que servia um rebanho Holandês. “Não vi sua mãe, só suas filhas Girolandas. Paguei caro por não ter seguido as instruções do meu pai. Todas as filhas

desse touro foram ruins de leite. Assim, perdi a genética de algumas fêmeas que herdei. Depois dessa decepção, resolvi que a solução seria a inseminação artificial”, conta. Ele e o irmão Bráulio fizeram, então, um curso de inseminação na Pecplan. Lá, também frequentava o curso um irmão e um cunhado do técnico da ABCGIL Embrapa, José de Oliveira Campos, Juca, que nos apresentou, então, conhecemos o Teste de Progênie ABCGIL / Embrapa”, continua. Passou, então a usar touros do teste. Em 1987, os irmãos tomaram uma decisão histórica, que definiria o futuro da criação de Gir Leiteiro nas fazendas. Filiaram-se à ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), com o objetivo de conseguir o registro genealógico dos animais da antiga Fazenda Nova Estiva. Todos os rebanhos foram submetidos aos exames da entidade e, do total, 80% obtiveram registro definitivo, um reconhecimento ao trabalho iniciado pelo saudoso Sr. Jerominho. Para intensificar e modernizar os processos de seleção, no ano seguinte, passou a participar do controle leiteiro oficial mensal da ABCZ, com o objetivo de validar e direcionar a seleção dos animais. Em 1989, Duarte começou a introduzir a inseminação artificial, com a utilização de sêmen de touros melhoradores.

Gado de Leite e ABCGIL. Desde então, a Nova Estiva, passou a utilizar no rebanho touros melhoradores, uma lista que inclui Bambolê 2F (Chave de Ouro Neto x Faixa 2F) Helenco 2F (Chave de Ouro Neto x Garapa Eva), Impaciente da Poty VR (Doncolin da Poty VR x Sanosara da Poty VR), Feitiço da Poty VR (Jaguar 3R x Sacristia da Poty VR), Tutor JF (Justo x Espanha), Doncolin da Poty VR (Jaguar 3R x Fifi da Sundernagar VR), Conde JF (Gaiolão DC x Gameleira), Trajeto da Poty VR (Benfeitor Raposo Cal x Estrada da Poty VR), Astro da Poty VR (Benfeitor x Estrada da Poty VR), Biblos de Kubera (Fabuloso de Brasília x Halênia da Brasília), Devon de Kubera (Fantoche de Brasília x Paquera de Brasília). Com a base iniciada por seu Jerominho e a aposta, sempre, no melhoramento genético, a fazenda soma mais 60 anos selecionando animais da raça Gir para a sua verdadeira aptidão: produzir leite e sólidos lácteos a pasto. “São amimais para quem quer iniciar a seleção da raça ou para cruzamentos voltados para a produção de leite (Girolando), com o aval de 20 anos de Controle Leiteiro mensal oficial da ABCZ e Embrapa Gado de Leite, em condições naturais

de manejo”, diz Bráulio. Desde a divulgação do resultado do primeiro grupo do Teste de Progênie até hoje, Duarte não perdeu nenhuma delas, e afirma que facilitou bastante acasalar as fêmeas. “Não somente usando os melhores touros para leite, mas agora, muito mais, sigo as recomendações de meu pai, sem ter de visitar todos os rebanhos para escolher o filho da vaca melhor produtora de leite, de melhor úbere, com tirada macia e dócil”, afirma. Muitas fêmeas do rebanho de Duarte mostram que é possível tirar leite de vacas Gir Leiteiro, sem cria ao pé e sem a necessidade de amarrálas. Exemplo disso é a novilha de primeira cria Eirassy, na foto com 24 dias de parida. “Apartada da cria, sem mesmo ser mostrada a ela para descer o leite, sem peia (não amarrada, solta), tranquila, permite ser ordenhada e o leite desce com facilidade. Não é sonho, é realidade, é só selecionar”, atesta. “Todas os subsídios para a seleção estão no Sumário ABCGIL/ Embrapa. Por tudo isso, não me considero como fazenda colaboradora do Programa e sim um beneficiado”, finaliza.

Dentro dessa proposta e com o foco no aprimoramento genético de seus animais, Silvio comprou o reprodutor Feitiço da Poty, um filho de Jaguar em Sacristia da Poty VR, animais de destaque na seleção de aptidão leiteira. Em 1990, a Bráulio passou a participar como rebanho colaborador do Programa de Melhoramento Genético do Gir Leiteiro (PNMGL), trabalho realizado em parceria pela Embrapa

Docilidade: Duarte Queiroz ordenha a novilha de 1ª cria Eirassy, aos 24 dias de parida, sem necessidade de contenção.

Revista Gir Leiteiro 2011 ||||

109


ALAGOAS – AL ALVARO JOSÉ DO MONTE VASCONCELOS Fazenda ValParaíso CHÁ PRETO – AL Tel.: (82) 3344-5560 / (82) 3344-5557 / (82) 9321-3456

BAHIA – BA ALMIR MENDES DE CARVALHO NETO Fazenda Utinga II – CABACEIRAS – BA Fazenda Caracol – ITAPETININGA – BA Tel.: (71) 3245-5008 / (71) 3413-8422 / (71) 9982-5526 harascarvalho@uol.com.br almircarvalhoneto@hotmail.com www.condominiobahia.com.br ANGELO LUCCIOLA NETO Fazenda São George TERRA NOVA – BA Tel.: (71) 3674-1529 / (71) 9998-7941 / (71) 9223-3181 / (71) 3674-2173 augustolucciola@ig.com.br AUGUSTO ALBERTO DA SILVA ANDRADE Fazenda Morena de Santo Antonio CATU – BA Tel.: (11) 3023-6786 / (11) 5505-5404 / (11) 2133-0033 BEIRA RIO AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Beira Rio RAFAEL JAMBEIRO – BA Tel.: (71) 2105-2500 / (71) 9167-3408 fazendabeirario@fazendabeirario.com.br arturpinho@atarde.com.br www.fazendabeirario.com.br BONANZA IND. E AGRÍCOLA LTDA. Fazenda Bonanza SALVADOR – BA Tel.: (75) 3414-3017 / (75) 3452-2851 / (75) 8845-9988 laticiniobonanza@gmail.com CONTABRÁS AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Taquipe SÃO SEBASTIÃO DO PASSÉ – BA Tel.: (71) 3241-1400 / (71) 9172-0610 / (71) 3245-2714 jsoutobr@yahoo.com.br EBDA - EMPRESA BAIANA DE DESENVOLVIMENTO AGRÍCOLA S.A Estação Experimental de Itaberaba SALVADOR – BA Tel.: (71) 3375-1688 / (71) 3375-1693 / (71) 3116-1800 gerencia.itaberaba@ebda.ba.gov.br; ebda.ddp@ebda.ba.gov.br EDVALDO BRITO FILHO Fazenda Murundu SÃO GONÇALO DOS CAMPOS – BA Tel.: (71) 3281-4900 / (71) 3353-0910 / (71) 9132-6991 / (71) 9198-7142 efilho@uol.com.br edvaldobritoadvogados@edvaldobrito.com.br EVILÁSIO BASTOS CHAVES Fazenda Vila Rica IRECÊ – BA Tel.: (74) 3641-2059 / (74) 3641-7401 / (74) 9971-6020 evilarica@ig.com.br GILBERTO FRANCISCO RAMOS FILHO Fazenda Gama I VITORIA DA CONQUISTA – BA Tel.: (77) 2101-0555 / (77) 2101-0552 gilbertinhorf@msn.com JAYMILTON GUSMÃO CUNHA FILHO Fazenda Santa Helena VITÓRIA DA CONQUISTA – BA Tel.: (77) 9979-3369 / (77) 3421-3508 jaymiltonfilho@hotmail.com JOSÉ ERIVAN DE CARVALHO FEITOSA Fazenda Bom Viver ALAGOINHAS – BA Tel.: (71) 3341-1148 / (71) 3604-2552 / (71) 9613-9579 erivancarvalho@uol.com.br JOSÉ GERALDO VAZ ALMEIDA Fazenda Belo Horizonte AMARGOSA – BA Tel.: (75) 3634-1077 / (75) 9981-8877 geraldovaz@tellecom.com.br JOSÉ NUNES FILHO Fazenda Reunidas JN CANDEIAS – BA Tel.: (71) 3367-1011 / (71) 9964-5274 jnfi@ig.com.br  izamarnunes@hotmail.com www.jnagropecuaria.com.br LUTZ VIANA RODRIGUES Fazenda Cinelândia LAJEDÃO – BA Tel.: (33) 3621-4111 / (33) 3621-5376 / (33) 3621-5734 / (33) 9979-1621 cinell@superig.com.br MORENA AGROPECUÁRIA    Fazenda Região do Mel CATU – BA Tel.: (11) 2133-0033 / (11) 9190-1431 morena@consdon.com.br PAULO EDUARDO GUIMARÃES DE FREITAS Agropecuária Santa Terezinha - Fazenda Laranjeiras ITANAGRA – BA Tel.: (71) 3336-5396 / (71) 3331-4246 / (71) 9978-0808 / (71) 9978-1085 davifreitas1@yahoo.com.br environmed@gmail.com PERIVALDO M. DE VASCONCELOS

110

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

Fazenda Belo Horizonte IBICUÍ – BA Tel.: (73) 3272-6005 / (73) 3525-4344 / (73) 8106-3998 riobahia@veloxmail.com.br RAFAEL OLIVEIRA OSORIO Fazenda Santa Bárbara BELÉM DA CACHOEIRA – BA Tel.: (71) 3452-8551 / (71) 3354-4116

Goiás – GO ADEMIR LOPES CANÇADO Faz. Santa Cruz da Trilha LUZIÂNIA – GO Tel.: (61) 3468-1926 (61) 3502-1118 / (61) 9984-1049 girdatrilha@gmail.com

ROBERVALDO MARTINS PENA Fazenda Alegria ITARANTIM – BA Tel.: (73) 3266-2233 / (73) 8129-1529 rmitarantim@hotmail.com

AGROPECUÁRIA PALMA LTDA. Fazenda Palma LUZIÂNIA – GO Tel.: (61) 3209-1940 / (61) 3362-0191 / (61) 9984-4311 lucia-de-sa@hotmail.com eraleles@hotmail.com

RUBÉM SÉRGIO SANTOS DE OLIVEIRA Fazenda Morada dos Ventos I e II ALAGOINHAS – BA Tel.: (75) 3421 -1451 / (75) 9971-4747 / (75) 3423-6561 alunor@oi.com.br

ANDREIA MARIA PEREIRA NUNES DE CARVALHO SOUZA Estância São José TRINDADE – GO Tel.: (62) 3093-4015 / (62) 9971-5095 / (62) 9962-6141 estanciasaojese@gmail.com

SÍLVIO ROBERTO TAVARES DE ARAÚJO Fazenda Santa Rosa ITAPÉ – BA Tel.: (73) 3211-2470 / (73) 3613-4127 / (73) 8105-3095 profetaaof@gmail.com

BRUNO DE SOUZA MACHADO FERREIRA Fazenda Mutum ALEXÂNIA – GO Tel.: (62) 3336-1228 fazendamutum@hotmail.com mut@fazendamutum.com.br www.fazendamutum.com.br

CEARÁ – CE DIETER ALIMENTOS E AGROINDÚSTRIAS LTDA. Sítio Rio Negro GUARAMIRANGA – CE Tel.: (85) 3321-1212 / (85) 8608-7505 FRANCISCO FEITOSA DE A. LIMA Fazenda Novo Horizonte FORTALEZA – CE Tel.: (85) 3342-3276 / (85) 3464-76-33 / (85) 3301-1306 FRANCISCO ROBERTO PINTO LEITE Fazenda Água Preta SURURU – CE Tel.: (85) 3248-2829 / (85) 3254-2464 / (85) 3253-7060 / (85) 9981-2285 rol_leite@hotmail.com

Distrito Federal – DF ESTÂNCIA VILLA VERDE Estância Villa Verde PLANALTINA – DF Tel.: (61) 3547-1582 / (61) 9119-1581 villaverdeadvogados@gmail.com JOE CARLO VIANA VALLE Fazenda Malunga BRASÍLIA – DF Tel.: (61) 3500-0554 / (61) 3039-1030 / (61) 3275-2003 / (61) 9267-0042 joe.carlo@terra.com.br; faleconosco@malunga.com.br www.malunga.com.br

CAIO SANDRO DE ARAÚJO Fazenda Arca CALDAS NOVAS – GO Tel.: (64) 3453-6669 / (64) 8415-1018 caiogir@gmail.com CARLOS EDUARDO DE AZEVEDO BEZERRA    Fazenda Positiva Ponte Alta CORUMBÁ – GO Tel.: (61) 3427-1096 / (61) 9984-3823 / (61) 3399-3941 / (61) 3399-3045 dudubezerra@uol.com.br DANIEL ANTONIO SILVANO   Fazenda Santo Antônio BELA VISTA – GO Tel.: (62) 3376-9250 / (62) 9976-9250 danieldogir@gmail.com DEMÉTRIUS MARTINS MESQUITA Fazenda Jacurutu PADRE BERNARDO – GO Tel.: (61) 3386-7555 / (61) 3386-7556 / (61) 3344-1824 / (61) 8116-0718 demetriusdf@uol.com.br DILSON CORDEIRO  MENEZES Fazenda Vila Rica COCALZINHO – GO Tel.: (61) 3367-3465 / (61) 3363-8575 / (61) 9975-6709 / (61) 9951-3650 fazendavilarica@terra.com.br engeagro@terra.com.br

LUMIAR AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Lumiar PLANALTINA – DF Tel.: (61) 3468-4786 / (61) 9651-5151

DILSON OLIVEIRA MENEZES Fazenda Vila Rica COCALZINHO – GO Tel.: (61) 3363-8575 adriana.fazendavilarica@gmail.com

MARCELO RICARDO DE TOLEDO Fazenda Três Poderes TAGUATINGA – DF Tel.: (61) 3253-7810 / (61) 8123-7810 marcelo@geneticazebuina.com.br

ENI CABRAL Fazenda São João Bosco SILVÂNIA – GO Tel.: (62) 3215-1973 / (62) 9973-8254 / (62) 3215-5749 enicabral@terra.com.br

PAULO HORTA BARBOZA DA SILVA Fazenda Hermínia PLANALTINA – DF Tel.: (61) 3501-4040 / (61) 3366-1544 / (61) 3366-4769 / (61) 9244-5659 paulohorta@terra.com.br

EROTIDES ALVES DE CASTRO Fazenda Duas Marias LUZIÂNIA – GO Tel. (61) 81756265 / (61) 8412-5126

RAIMUNDO MARTINS MESQUITA Haras Jacurutu BRASÍLIA – DF Tel.: (61) 3386 7555 / (61) 3386 7556 / (61) 9618-3556 / (61) 9649-9774 demetriusdf@uol.com.br RAUL HENDERSON AVILA JUNIOR Granja Londrina CEILÂNDIA – DF Tel.: (61) 3367-2476 / (61) 8177-2232 girlondrina@gmail.com RICARDO ALVES DA CONCEIÇÃO Fazenda Santa Terezinha PLANALTINA – DF Tel.: (61) 3468-3443 / (61) 3202-6820 / (61) 8105-3000 / (61) 9146-0099 ra.conceicao@hotmail.com lucicom@globo.com www.girsantaterezinha.com.br

Espírito Santo – ES ELIO VIRGINIO PIMENTEL Fazenda Jabaquara  ANCHIETA – ES Tel.: (27) 3329-7632 / (27) 3229-5300 / (27) 3339-5717 elio@mercofood.com.br FÁBIO FARAH LUCINDO LIMA E OUTRO Fazenda Barro Branco GUAÇUÍ – ES Tel.: (21) 2704-4263 / (21) 2605-8885 (21) 9987-9274 fabiofarahlucindo@hotmail.com MARCOS CORTELETTI   Fazenda Santo Antônio SERRA – ES Tel.: (27) 3259-6138 fiore.suprimentos@terra.com.br PAULO CÉZAR GALLO Fazenda São Francisco COLATINA – ES Tel.: (27) 3722-3350 / (27) 3721-2288 / (27) 3743-3155

GETÚLIO VILELA DE FIGUEIREDO Fazenda Rio Dourados TURVOLÂNDIA – MG Tel.: (65) 3624-1136 / (65) 3623-1759 / (65) 3624-2573 / (11) 3758-9668 / maressa@grupocincoestrelas.com.br www.grupocincoestrelas.com.br

FÁBIO ANDRÉ Estância Royal HIDROLÂNDIA – GO Tel.: (62) 3215-1858 / (62) 3214-1444 / (62) 3057-1804 / (62) 9972-9870 girfan@estanciaroyal.com www.estanciaroyal.com FERNANDO RODRIGUES FERREIRA LEITE Fazenda São Pedro da Barra PADRE BERNARDO – GO Tel.: (61) 3368-8005 / (61) 3368-9278 / (61) 9655-8711 mfcleite@hotmail.com fernandoleite@caesb.df.gov.br contato@saopedrodabarra.com.br www.gabrielloureiro.com.br JOÃO DOMINGUES GOMES DOS SANTOS Fazenda São Domingos LUZIÂNIA – GO Tel. (61) 3443-8976 / (61) 7815-8822 / (61) 3321-0288 JOÃO DOS REIS DIAS Fazenda Santa Izabel LUZIÂNIA – GO Tel.: (61) 3346-5410 / (61) 8409-8113 joao.reisdias@hotmail.com JOAQUIM DOMINGOS RORIZ Fazenda Palma LUZIÂNIA – GO Tel.: (61) 3502-2222 / (61) 3209-1940 / (61) 3209-1941 / (61) 9984-1291 / agropecuariapalma@02.net.br laticio.palma@rudah.com.br JORGE AGOSTINHO CALIL Fazenda Colarinho Branco MARA ROSA – GO Tel.: (62) 3366-1260 / (62) 3366-1643 / (62) 3366-1304 marlycalil@yahoo.com.br calil_jorge@yahoo.com.br JOSÉ DONIZETE CAETANO Fazenda Olhos D’Água GOIÂNIA – GO Tel.: (62) 3255-3872 / (62) 3242-2490

Associados

Associados

ABCGIL

ABCGIL

até 13 de abril de 2012 JOSÉ MARIO MIRANDA ABDO Fazenda Coqueiro ALEXÂNIA – GO Tel.: (61) 3323-4199 / (61) 9994-5756 / (61) 9989-5854 / (61) 8124-2801 jmabdo@aeaconsultoriaer.com.br jose.abdo@uol.com.br LÉO MACHADO FERREIRA Fazenda Mutum ALEXÂNIA – GO Tel.: (62) 3336-1228 / (62) 9268-0787 / (62) 3336-1442 / (61) 7816-7792 fazendamutum@hotmail.com mut@fazendamutum.com.br www.fazendamutum.com.br LEONIDIO FERREIRA GOMES Fazenda Mutum ALEXÂNIA – GO Tel.: (62) 3336-1228 / (62) 9268-0787 / (62) 3336-1442 www.fazendamutum.com.br LUCIO DIAS DE OLIVEIRA Chácara Oliveira ALEXANDRINA – GO Tel.: (61) 3223-5713 / (61) 3224-9631 MARIA DO CARMO OLIVEIRA MENEZES Fazenda Vila Rica COCALZINHO – GO Tel.: (61) 3367-3465 / (61) 3363-8575 MAURO BAFUTTO Fazenda Ariranha JATAÍ – GO Tel.: (62) 3281-0009 / (62) 3291-6860 MURILO DE OLIVEIRA ABDO Fazenda Barreiro ALEXÂNIA – GO Tel.: (61) 3225-5756 / (61) 9994-5756 murilo.abdo@uol.com.br NAIM ASSEF NETO Fazenda Serra D’Água Quente RIO QUENTE – GO Tel.: (64) 9215-8920 OTÁVIO BATISTA O. VILAS BOAS Fazenda Santa Maria LEOPOLDO DE BULHÕES – GO Tel.: (34) 3311-5904 / (34) 9984-0111 / (34) 3074-9185 WAGNER LÚCIO JACINTO Fazenda Taquari BELA VISTA DE GOIÁS – GO Tel.: (64) 3413-3533 / (64) 9606-6419 luciogirdasdsedoria@hotmail.com

Minas Gerais – MG ABSS AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Bom Sucesso PASSOS – MG Tel.: (35) 3521-4252 / (35) 8426-1579 / (35) 8426-2636 / (18) 9149-6859 adrianomaia@passosnet.com.br amsbonsucesso@gmail.com ADELMO CARNEIRO LEÃO Água da Pedra CONQUISTA – MG Tel.: (31) 3335-8335 / (31) 8855-8335 / (31) 8838-8335 / (31) 2108-5344 marcosoliveiravg@hotmail.com pedro@verdegir.com.br www.verdegir.com.br ADEMAR BARBOSA GUIMARÃES   Sítio da Ponte Preta CORONEL PACHECO – MG Tel.: (32) 9975-4842 / (32) 9945-2188 phyade@uol.com.br www.girleiteiro.net AGROBILARA COMÉRCIO E PARTICIPAÇÕES LTDA. Fazenda Monte Verde UBERABA – MG Tel.: (21) 7897-3857 / (34) 7811-3676 / (34) 7811-2188 / (34) 9904-3733 agrobilara@hotmail.com AGROEXPORT LTDA. Faz. São Sebastião

até 13 de abril de 2012

CAMPO FLORIDO – MG Tel.: (34) 3313-7100 agroexport@agroexport.agr.br www.agroexport.agr.br

VAZANTE – MG Tel.: (34) 3813-1032 / (61) 8185-1515 fazendasalobo@yahoo.com.br

AGROPECUÁRIA AGROOPEGEN CLARETS LTDA. Agroopegen POUSO ALEGRE – MG Tel.: (35) 3423-0042 agroopegen@agroopegen.com.br

ANTÔNIO GOMES LEMOS   Fazenda Alcântara GOVERNADOR VALADARES – MG Tel.: (33) 3272-1260 / 3272-1238 / (33) 3271-3060 harasalcantara@harasalcantara.com.br; antoniolemos@harasalcantara.com.br; agrotara@trimeisp.com.br

AGROPECUÁRIA SANTA BÁRBARA XINGUARA S/A Agropecuária Santa Bárbara Xinguara S/A UBERABA – MG Tel.: (11) 3167-3561 / (34) 2103-8600 / (34) 9144-7618 / (34) 8408-3306 sandra.barbosa@agrosb.com.br AGROPASTORIL DOS POÇÕES E PART. LTDA. Fazenda dos Poções JEQUITIBÁ - MG Tel.: (31) 3281-1800 / (31) 3717-6271 / (31) 3227-4868 / (31) 9631-2880 arthur.souto@uol.com.br radarpocoes@yahoo.com.br pocoes@fazendadospocoes.com.br AGROPECUÁRIA BOM PASTOR LTDA. Fazenda Salobo VAZANTE – MG Tel.: (34) 3813-1052 / (34) 3813-1032 / (31) 9616-0057 / (61) 8185-1515 agrobompastor@yahoo.com.br andre@fazendasalobo.com.br www.fazendasalobo.com.br AGROVILLE AGRICULTURA E EMPREENDIMENTOS LTDA. Fazenda Curralinho MORADA NOVA DE MINAS – MG Tel.: (31) 2191-7889 / (31) 2191-7895 / (31) 2191-7868 leonardo@villefort.com.br financeiroagropecuaria@villefort.com.br ALBERICO DE SOUZA CRUZ Fazenda Alto Tangará ABAETÉ – MG Tel.: (37) 3541-2215 / (37) 9961-3905 dione.tangara@gmail.com condesp@abaetenet.psi.br ALENCAR CESAR MARTINS ZAMBANI Fazenda da Limeira ALÉM PARAÍBA – MG Tel.: (32) 3462-3688 alencar@zamboni.br fazendadamata@yahoo.com.br ALFREDO DA MATA   Fazenda Matinha FRUTAL – MG Tel.: (34) 3421-0296 / (34) 3421-8281 / (34) 9974-0595 fazendamatinha@bol.com.br ALTA GENETICS DO BRASIL LTDA. Central UBERABA – MG Tel.: (34) 3318-7777 / (34) 3318-7701 ksantos@altagenetics www.altagenetics.com.br ALVARO FURTADO DE ANDRADE Fazenda Calciolândia ARCOS – MG Tel.: (37) 3359-7400 girleiteiro@calciolandia.com.br jordane@calciolandia.com.br ANDRE G. VASCONCELOS MONTEIRO Fazenda Remanso SIMÃO PEREIRA – MG Tel.: (21) 9851-1043 / (21) 2156-6263 andre.monteiro@grupocrivel.com.br ANGELUS CRUZ FIGUEIRA Fazenda Terras de Kubera UBERABA – MG Tel.: (34) 3359-0660 / (34) 9113-4016 terrasdekubera@voiler.com.br ANIBAL EUGÊNIO VERCESI E FILHOS Fazenda Bela Vista  e  Morro D’Agua  GUAPÉ – MG Tel.: (19) 3233-8606 / (35) 9953-5013 / (19) 9172-2223 joaopinheirobr@yahoo.com.br ANTÔNIO EUSTÁQUIO ANDRADE FERREIRA   Fazenda Salobo / Lugar Lagoa Feia

ANTÔNIO PAULO ABATE Fazenda Santa Albertina CAMPO FLORIDO – MG Tel.: (11) 2905-3123 / (34) 3322 1437 / (34) 9634-5007 apangenetica@terra.com.br BRASILINO RIBEIRO DA SILVA Fazenda Olhos D’Água SACRAMENTO – MG Tel.: (34) 3312-5749 / (34) 9972-3577 brasilinor@terra.com.br BRAULIO JOSÉ DOS PASSOS CORREA Fazenda Abaeté SAGARANA – MG Tel.: (31) 9970-1302 CARLOS FERNANDO FERRAREZI GUIMARÃES Fazenda Esperança GUANHÃES – MG Tel.: (33) 3421-1598 / (33) 3421-1527 / (33) 3421-1011 cf.ferra@bol.com.br CARLOS ROBERTO CALDEIRA BRANT Fazenda Gavião SÃO PEDRO DO SUAÇUÍ – MG Tel.: (31) 3221-9349 / (31) 3227-4707 / (31) 8669-5393 fazendagaviao@ig.com.br CELIO TEODORO DA SILVA Fazenda Columbia Unaí – MG Tel.: (38) 3676-3631 CELSO LUIS MIZIARA DINIZ Faz. Nossa Senhora Aparecida PERDIZES – MG Tel.: (16) 3811-0498 / (16) 9176-9190 celsodiniz@netsite.com.br CÉSAR AUGUSTO GOMES GASPAR Sítio Nossa Senhora da Penha Andrelândia – MG Tel.: (21) 7634-2616 / (21) 3337-3378 / (24) 8811-0371   girleiteironsp@ig.com.br girleiteironsp@hotmail.com CÉSAR HENRIQUE BASTOS KHOURY Fazenda São Geraldo POTÉ – MG Tel.: (33) 3522-3886 / (33) 3521-1767 / (33) 9985-1767 ckhoury@terra.com.br CHRISTINA DO VALLE TEIXEIRA LOTH   Fazenda São Vicente  MAR DE ESPANHA – MG Tel.: (32) 3276-1159 / (32) 3276-2381 / (32) 9972-5480 amandagribel@yahoo.com.br  fazendaespanha@hotmail.com CLAÚDIO SEVERINO LARA Fazenda Pontal PEDRO LEOPOLDO – MG Tel.: (31) 3661-3124 / (31) 3661-1090 / (31) 9951-7410 / (32) 8421-8216 claudio@cenatte.com.br DARIO EMERSON RESENDE COUTO E SILVA Fazenda Pedreira BOM DESPACHO – MG Tel.: (37)3521-2153 / (37)9985-1827 darioemersoncouto@hotmail.com www.produzirgenentica.vet.br EDMAR ALVES DE CARVALHO Estância Lindóia  ARCOS - MG Tel.: (37) 3351-0291 / (37) 3351-3245 / (37) 3351-1691 / (37) 8404-9820 edmar@estancialindoia.com.br EDUARDO COSTA SIMÕES Fazenda Lapa Vermelha PEDRO LEOPOLDO – MG Tel.: (31) 3660-3125 / (31) 3660-3110

fazenda@lapavermelha.com.br EDUARDO JORGE MILAGRE Estância Milagre UBERLÂNDIA – MG Tel.: (34) 3234-7323 / (34) 3236-4409 / (34) 9971-3168 eduardo@milagrefomentomercantil.com.br EDVALDO ANTÔNIO BUENO Fazenda Sítio Nossa Senhora de Fátima Inconfidentes – MG Tel.: (35) 3464-1020 / (35) 3464-1168 crocheveronez@hardonline.com.br ELIANE CARVALHO FREITAS SIGILIÃO Chácara das Flores MURUAÉ – MG Tel.: (32) 3721-3793 / (32) 3721-3629 ssigiliao@uol.com.br ENIR GOMES BARBOSA  Fazenda Estiva Brumadinho – MG Tel.: res. (31) 3394-1079 / Fax: (31) 3394-9728 animaisdaestiva@yahoo.com.br contato@qualisul.com.br EPAMIG - EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS Fazenda Experimental Getúlio Vargas UBERABA – MG Tel.: (34) 3317-7600 / (34) 9969-6442 / (34) 9142-5057 epamig@epamiguberaba.com.br cttp@epamig.br www.epamig.br

GILSON CARLOS BARGIERI Fazenda São José UBERABA – MG Tel.: (13) 7803-0017 / (13) 3455-2795 / (13) 9712-6304 carlos_frederico2006@yahoo.com.br GUILHERME DE MELO MASCI Fazenda do Ipê - CURVELO – MG Fazenda Flores e Mangabeiras – CURVELO – MG Tel.: (31) 3225-3848 / Fax: (31) 3335-8835 / (31) 9972-498 gmmasci@hotmail.com HEDA BORGES MACHADO   Fazenda Santa Bárbara UBERABA – MG Tel.: res. (34) 3312- 3226 / (34) 9979-1403 / (34) 3338-7419 lfmachador2@uol.com.br HÉLIO MACEDO DE  QUEIROZ   Sítio Vale Azul GOVERNADOR VALADARES – MG Cel.: (33) 9989-3022  hmdqueiroz@hotmail.com HENRIQUE CAJAZEIRA FIGUEIRA   Fazenda Figueira UBERABA – MG Tel.: (16) 3911-7314 / (16) 7812-3231 hfigueira@hotmail.com HENRIQUE FERREIRA PINHEIRO Fazenda Arapoema UBERABA – MG Tel.: (34) 3321-6764 tecnico@leitegir.com.br HUMBERTO ROCHA ARAUJO Estância Laura BOM DESPACHO – MG Tel.: (31)3243-4906 / (31)8422/4906 ISOMÉRIO FERREIRA DOS REIS Fazenda JJC PASSOS – MG Tel.: (35) 3522-8040 / (35) 3521-6484 fazendajjc@bol.com.br IVAGRO AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Curralinho VEREDA – MG Tel.: (31) 2191-7895 / (31) 2191-7868 / (31)2191-7889 leonardo@villefort.com.br JOÃO CRUZ REIS FILHO Fazenda Sumaúma  MIRADOURO – MG Tel.: (61) 3264-1187 / (61) 8187-1187 / (61)9948-1187 sumauma@fazendasumauma.com.br www.fazendasumauma.com.br

Tel.: (34) 3421-8179 / (34) 9155-8346 jorgefjao@bol.com.br JOSÉ ANTONIO SAUD OLIVEIRA Fazenda Oliveira UBERABA – MG Tel.: (34) 3313-8550 / (34( 3313-8404 zoonitro@uol.com.br JOSÉ AUGUSTO TEIXEIRA Retiro São Gabriel SÃO GONÇALO DO RIO ABAIXO – MG Tel.: (31) 3833-5168 / (31) 3833-5226 belleuslanches@yahoo.com.br

JOSÉ CARLOS FELIPE ABUD Fazenda Aleluia CAMPO FLORIDO – MG Tel.: (34) 3314-8823 / (34) 2103-6130

LUCIANA OCHUIUTO T. DE RESENDE Fazenda Labareda e Sítio Rio Branco UBERABA – MG Tel.: (34) 3315-5699 / (34) 9198-6431

JOSÉ CARVALHO Fazenda Alvorada UBERABA – MG Tel.: (34) 3315-6468 / (34) 3317-4555 / (34) 9904-6568 andrea_feijao@hotmail.com

LUCIANO BIASSUTTI DELECAVE / OUT Fazenda Barreirão IPIAÇU – MG Tel.: (34) 3269-0040 ldelecave@hotmail.com

JOSÉ COELHO VITOR Fazenda São José do Can Can PASSOS – MG Tel.: (35) 3529-0600 / (35) 9133-1825 / (35) 9133-1840 mauricio@josecaboverde.com.br passos@josecaboverde.com.br www.josecaboverde.com.br

LUCIANO DE ARAÚJO FERRAZ Fazenda Estiva ITAPECERICA – MG Tel.: (31) 3293-3536 / (31) 9981-1533 ferrazadv@terra.com.br

JOSÉ JOÃO SALGADO RODRIGUES DOS REIS    Faz. Criciúma CARMO DO RIO CLARO – MG                    Tel.: (35) 3561-1399 / (35) 3561-1357 / (35) 9135- 0630 JOSÉ  LÚCIO REZENDE Fazenda Santo Antônio MATOZINHOS – MG Tel.: (31) 3516-7922 / (31) 9304-7067 ecb@ecbsa.com.br fazendasantoantonio@ecbsa.com.br JOSÉ MÁRCIO CASARIN HENRIQUES Fazenda Agropecuária Novo Horizonte GUARANI – MG Tel.: (32) 3575-1708 / (32) 3575-1527 / (32) 9958-3369 fazendanovohorizontemg@gmail.com JOSÉ MARCIO DE SIMONI SILVEIRA Fazenda Limeira e Fazenda Santa Rosa PASSOS – MG Tel.: (35) 3521-3159 / 9133-0919 josemarcio@intersur.com.br carlos@zbrlimeira.com.br www.zbrlimeira.com.br

JOÃO MACHADO PRATA JÚNIOR Fazenda Aprazível ÁGUA COMPRIDA – MG Tel.: (34) 3333-2349 / (34) 9972-7623 / (34) 9807-7177 fazendaaprazivel@hotmail.com

JOSÉ PATRÍCIO DA SILVEIRA NETO Fazenda Santa Isabel PIRAPORA – MG Faz: (38) 3741-2712 / (38) 3741-3011 / (38) 9982-0273 patriciopirapora@gmail.com

FABIANO SANTOS JUNQUEIRA   Fazenda Califórnia FLORETAL – MG Tel. (37) 3232-2800 / (37) 9932-3459 fabianojunq@nwm.com.br

JOÃO VICENTE ALVES DE AVILA Fazenda Bom Sucesso BELO HORIZONTE – MG Tel.: (313223-0275 / (31)3224-7984 / (31) 3222-6675 / (31) 9976-4942 João.vicente.avila@gmail.com

JOSÉ RAMOS FERREIRA Sítio Nossa Senhora Aparecida CAMANDUCAIA – MG Tel.: (11) 5841-2895 / (11)8845-5052 / (35)8404-0227 girnsaj@hotmail.com

FÁBIO ANTÔNIO POZZI Fazenda Santo Antônio ARAGUARI – MG Tel.: (34) 3256-9630 / (34) 3256-9614 diagro@nacionalexpresso.com.br

JOÃO VITOR DE MELO Fazenda Mineirão UBERABA – MG Tel.: (34) 3318-8188 / (34) 3338-8760 flavio.tx@uol.com.br

FAZENDA BRASÍLIA AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Brasília SÃO PEDRO DOS FERROS – MG Tel.: (33) 3352-1272 / (33) 3352-1376 / (33) 3352-1315 / (31) 9211-0018 girleite@uai.com.br flaper@uai.com.br www.fazendabrasilia.com.br

JOAQUIM BATISTA FILHO Fazenda Lapa PARACATU – MG Tel.: (38) 3671-5316 / (38) 3671-5363 / (38) 9962-5363 docjb@bol.com.br

JOSÉ RENATO FONSECA OLIVEIRA   Agropecuária Mackllani SANTA BÁRBARA – MG Tel.: (31) 3832-1187 / (31) 8647-1060 melsb@melsantabarbara.com.br  contato@mackllani.com.br

JOAQUIM ROSSI Fazenda São José COQUEIRAL – MG Tel.: (35) 9971-5174 / (34) 9984-0919 / (34) 9916-5174 carlonrossi@terra.com.br cassiofrossi@hotmail.com

JOSÉ RICARDO FIUZA HORTA Fazenda Fundão PAINS – MG Tel.: (31) 3335-9033 / (31) 3337-5993 / (31) 3335-8426 / (37) 9173-5186 j.horta@terra.com.br

JORGE PAPAZOGLU  E OUTRO / COND. Agropecuária JPZ INHAÚMA – MG Tel.: (31) 3774-5800 / (31) 3772-2504 / (31) 9621-5576 jorge@decopa.com.br

JOSÉ ROBERTO ROLAND DE OLIVEIRA Fazenda Oriente UBERABA – MG Tel.: (19) 9607-2615 tropicalnorte@uol.com.br

JOSÉ AFONSO BICALHO BELTRÃO DA SILVA Fazenda Cachoeira FERROS – MG Tel.: (31) 3292-2415 / (31) 8888-3452 / (31) 9697-2957 / (31) 3277-4462 jabsilva@uol.com.br adrianofbicalho@uol.com.br

JOSÉ SANTANA DE VASCONCELLOS MOREIRA Fazenda Santa Terezinha NOVA UNIÃO – MG Tel.: (31) 3297-5222 / (31) 3273-9780 / (31) 3273-3838 depjsv@deputadojosesantana.com.br

GABRIEL D. DE ANDRADE E FILHOS / COND. Fazenda Engenho Nogueira IGUATAMA – MG Tel.: (37) 3359-7400 / (37) 3359-7401 girleiteiro@calciolandia.com jordane@calciolandia.com GABRIEL DONATO DE ANDRADE Fazenda Calciolândia ARCOS – MG Tel.: (37) 3359-7400 / (37) 3359-7425 / (37) 9981-7481 girleiteiro@calciolandia.com jordane@calciolandia.com  www.calciolandia.com GERALDO ANTONIO DE OLIVEIRA MARQUES Estância Bom Retiro – SÃO SEBASTIÃO DO RIO VERDE – MG Fazenda Três Barras - VIRGÍNIA – MG Tel.: (11) 3672-0417 / (11) 3933-7805 / (11) 3933-7801 / (11) 8136-0566 gmarques@jhg.com.br GERALDO DE CARVALHO BORGES Fazenda e Haras Paraíso PARACATU – DF Tel.: (61) 9831-1800 / (34) 9145-6254 harasparaiso@pop.com.br

JOSÉ ANTÔNIO DA SILVEIRA Fazenda Esplanada UBERLÂNDIA – MG Tel.: (34) 3216-1287 xapetuba@xapetuba.com.br JOSÉ ANTÔNIO DE OLIVEIRA Fazenda Jaó FRUTAL - MG

LEONARDO DE PAULA GASBARRO Fazenda Pontal da Uruguaia CORINTO – MG Tel.: (38) 9949-7406 / (38) 8727-6065 / (38) 3722-2928 LUCAS DE M. M. FERREIRA E OUTRO Fazenda João Dias PARÁ DE MINAS – MG Tel.: (37) 3231-4701 / (37) 9915-9912 lucasmmf@yahoo.com.br

JOSÉ MARIA DE SOUZA Fazenda Santa Edwiges NAQUE – MG Tel.: (31) 3826-1651 / (31) 9109-1073 / (31) 3826-5001 souzatim@uol.com.br

EVANDRO DO CARMO GUIMARÃES Fazenda do Basa e Fazenda das Boas Lembranças LEOPOLDINA – MG Te.l: (11) 3097-0545 / (11)9910-9575 / (61) 9975-2133 evandrog@tvglobo.com.br

LEANDRO DE AGUIAR   Fazenda Engenho  IBIÁ – MG Tel.: (34) 3662-7774 / (34) 9155-7007 fazendaengenho@terra.com.br

JOSÉ AVILMAR LINO DA SILVA Fazenda Lagoa Grande MARTINHO CAMPOS – MG Tel.: (31) 3225-5389 / (31) 3273-3888 javilmar@ig.com.br

JOÃO GUILHERME MALDINI PITANGUY Fazenda Santo Antônio CURVELO – MG Tel.: (31) 9972-8705 / (31) 9949-7406

ERICK CARBONARI Fazenda Terra Alegre BRASILÂNDIA DE MINAS – MG Tel.: (11) 4538-6436 / (11) 4538-6814 / (11) 8325-6934 fazendaterraalegre@hotmail.com

julizardantas@taskmail.com.br julidantas@cardial.br http://sites.br.inter.net/fazendaestreladosul

JOSÉ RENATO DA SILVA Fazenda Rancho 900 PIRAPETINGA – MG Tel.: (32) 3465-1298 / (32) 3465-4005 / (32) 9986-0246 agrocenter@megazip.com.br

JOVELINO CARVALHO MINEIRO FILHO Fazenda Sant’Anna UBERABA – MG Tel.: (34) 3319-0700 / (34) 3319-0707 delamar@fazendasantanna.com.br www.fazendasantanna.com.br JULIZAR DANTAS   Fazenda Estrela do Sul NOVA MÓDICA – MG Tel.: (31) 3224-3228 / (31) 3222-2851 / (31) 9992-2851

LUCIANO LUZES BORGES / LEONARDO LIMA BORGES Fazenda Badajós UBERABA - MG Tel.: (34) 3312-1188 / (34) 3333-7181 / (34) 9145-0100 / (11) 8132-8462 leonardolborges@yahoo.com.br www.badajos.hpg.com.br LUCIANO MARTINS ANDRADE Fazenda Cachoeira CONCEIÇÃO DO PARÁ – MG Tel.: (37) 3226-2732 / (37) 3226-7413 LÚCIO MENDES VALE Fazenda Lugo JUIZ DE FORA – MG Tel.: (32) 9199-9911 geovanefv@terra.com.br LUIS EVANDRO AGUIAR   Fazenda Boa Esperança VERISSÍMO – MG Tel.: (34) 3313-0058 / (34) 9122-9556 luizevandroaguiar@terra.com.br LUIS FERNANDO RABELO BARROS Fazenda Lamarão UNAÍ – MG Tel.: (61) 3964-5549 / (61) 3245-5159 / (32) 9952-0886 / (61) 8117-8854 luisfrbarros@hotmail.com www.inbol.com.br LUÍS GUSTAVO RABELO XAVIER Fazenda Três Barras POMPEÚ – MG Tel.: (31) 3372-7550 / (31) 8428-0870 rebeloxavier@bol.com.br LUIZ ANTÔNIO DE ALMEIDA NORONHA Fazenda Fabel Bonsucesso LAMBARI – MG Tel.: (35) 9989-1718 / (35) 9989-1419 / (35) 3235-1888 / (35) 3271-1419 ladanoronha@yahoo.com.br LUIZ CARLOS ROCHA MACEDO Sítio Santa Cruz SANTA BÁRBARA DO MONTE – MG Tel.: (32) 8415-7464 / (22) 8126-2883 LUIZ RONALDO DE OLIVEIRA PAULA     Sítio Jubahy UBERABA – MG Tel.: (34) 3322-3522 / (34) 9192-9291 / (34) 9976-0986 / (34) 3311-1674 leitegir@leitegir.com.br MARCELO AUGUSTO CARVALHO DE OLIVEIRA Fazenda Querência UBERABA – MG Tel.: (34) 3312-4041 / (34) 3312-2342 / (34) 3338-4041 / (34) 9972-5855 girmalo.leiteiro@hotmail.com MÁRCIO DINIZ CRUZ Fazenda Campo Verde JABOTICATUBAS – MG Tel.: (31) 3227-7908 / (31) 3217-6920 marcio@frforte.com.br MARCO ANTONIO ANDRADE BARBOSA Fazenda Índia UBERABA – MG Tel.: (34) 3333-7788 / (34) 9972-1555 / (63) 3415-1606 maab1@terra.com.br maab@maab.com.br www.maab.com.br MARCO PAULO QUIRINO COSTA / COND. Fazenda Lagoa MARTINHO CAMPOS – MG Tel.: (37) 3522-5040 / (37) 9812-1900 mp.qc@hotmail.com MARCOS ANTONIO MARTINS Fazenda São Sebastião AUGUSTO DE LIMA – MG Tel.: (31) 9934-2951

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

111


MARCUS VINICIUS CANDIDO DOS REIS Fazenda Nossa Senhora da Aparecida UBERABA – MG Tel.: (34) 9918-1813 / (34) 9931-9902 mvcrgir@yahoo.com.br

Fazenda Mato Dentro VIÇOSA – MG Tel.: (31) 3891-6746 / (31) 9812-3435 / (31) 8865-6746 rafaelzootecnia@yahoo.com.br www.fazendamatodentro.com.br

SANTO ANTÔNIO DO MONTE – MG Tel.: (31) 3426-8873 / (31) 3653-8873 /  (31) 9982-1878 / (31) 9726-0997 tomaz@grotadas.com  tomasar@uai.com.br

MARIANGELA MUNDIM TEIXEIRA Fazenda Cocho D’Água PEDRO LEOPOLDO – MG Tel.: (31) 3661-1033 / (31) 9984-5837 mariangelalmt@yahoo.com.br

RAFAEL CORRÊA FONTOURA    Fazenda Água Santa CONQUISTA – MG Tel.: (34) 3313-9305 / (34) 9939-9309

TOMAZ GONZAGA OTONI Fazenda Boa Vista TEÓFILO OTONI – MG Tel.: (33) 3521-6692 / (33) 9985-2185

REGINALDO ANTONIO VILELA Fazenda Aurora GOVERNADOR VALADARES – MG Tel.: (33) 3276-8482 / (33) 3271-3530 / (33) 9989-7471 / (33) 3271-1585

TORRES LINCOLN PRATA CUNHA FILHO    Estância Poty UBERABA – MG Tel.: (34) 3312-4977 / Fax: (34) 3312-4916

MATEUS GIANNINI SILVA   Agropecuária Giannini SÃO JOÃO BATISTA DA GLÓRIA – MG Tel.: (35) 9981-4075 / (35) 9802-9893 / (35) 3522-0879 / (35) 8805-3017 mateusgiannini@hotmail.com MILLER CRESTA DE MELO SILVA  Faz. Ribeirão Grande SÃO JOÃO BATISTA DA GLÓRIA – MG Tel.: (35) 3526-2626 / (35)8827-2600 (35) 8819-2626 / (35) 8862-7400 contato@fazendaribeiraogrande.com.br MILTON DE ALMEIDA MAGALHÃES JÚNIOR e MILTON DE ALMEIDA MAGALHÃES NETO  Fazenda Preciosa – UBERLÂNDIA – MG Fazenda Prata – ITUIUTABA – MG Fazenda Santa Bárbara – GURINHATÃ – MG Tel.: (34) 3235-7174 / (34) 9813-1990 / (34) 9812-1990 miltonmagalhaes@terra.com.br miltonneto@tropicalgenetica.com.br MOISÉS FERNANDES CAMPOS Fazenda Cerrado Velho MARTINHO CAMPOS – MG Tel.: (31) 3773-9926 / (31) 8857-1255 moises@querenca.com.br NELSON CLARET SOARES Fazenda Recanto do Aconchego Governador Valadares – MG Tel.: (38) 9989-7565 ONOFRE EUSTÁQUIO RIBEIRO  Fazenda São Bento PARAOPEBA – MG Tel.: (31) 3714-7427 / (31) 9633-0049 onofreer@uai.com.br www.joaofeliciano.com.br ORLANDO DE OLIVEIRA VAZ FILHO Fazenda Santa Isabel PARAOPEBA – MG Tel.: com. (31) 3714-3191 / (31) 3273-1234 / (31) 3714-4700 santaisabel@uai.com.br

RENATO DA CUNHA OLIVEIRA Fazenda Baixadinha CONCEIÇÃO DA ALAGOAS – MG Tel.: (34) 3332-4733 / (34) 3359-0202 / (34) 9979-5278 / (34) 9105-6566 rcko@terra.com.br fazendabaixadinha@terra.com.br RENATO ROCHA LAGE Fazenda Córrego Frio SANTA MARIA DO ITABIRA – MG Tel.: (31) 3241-1832 / (31) 3241-1832 renaatorochalage@hotmail.com RICARDO CORDEIRO DE TOLEDO Fazenda Barreiro Branco ABAETÉ – MG Tel.: (31) 3227-1202 / (31) 3303-9698 RICARDO MIZIARA JREIGE   Fazenda Nossa Senhora de Lourdes UBERABA – MG Tel.: (34) 3321-7229 / (34) 3336-6707 melhorgen@netsite.com.br ROBERTO DIAS DE CARVALHO Fazenda Juá ARCOS - MG Tel.: (37) 3351-2857 / (37) 3359-7230 / (37) 3351-1443 / (37) 9983-4610 robertodias49@yahoo.com.br

ORLANDO GIORDANI DE MOURA Fazenda Vitória e Fazenda SETE LAGOAS – MG Tel.: (31) 3773-1557 / (31) 9986-0046 / (31) 9986-0046 orlandogiordani@retificadieselsete.com.br

ROBERTO MARTINS VILLELA Fazenda São José CACHOEIRA DOURADA – MG Tel. (34) 3261-1453 / (34) 9965-6360 / (34) 3269-9075 / 9668-2042 escritório@fazendamonteazul.com.br

OSMAR RODRIGUES DA SILVA Fazenda Castelo SÃO JOSÉ DA BARRA – MG Tel.: (35) 3526-8183 / (35) 9921-4261 summerbrazil@passosnet.com.br

ROBSON FIDALGO AMUI Rancho Kalapalu UBERABA – MG Tel.: (34) 3312-5384 / (34)3312-8258 / (34)9972-7364 amui@terra.com.br

OSVALDO XAVIER GONÇALVES Fazenda Oxygênio COROACI – MG Tel.:( 31) 3342-2775 / (31) 9991-2773 irsf@terra.com.br

RODRIGO LAUAR LIGNANI Fazenda Querença POTE – MG Tel.: (33) 8803-1000 / (33) 9916-4265 rlignani@gmail.com

PATRICIA VIEIRA BOSSI LEITE Fazenda Ariranha TEÓFILO OTONI – MG Tel.: (33) 3522-2590 aleitejr@gmail.com

RONALDO ALMEIDA DOS SANTOS Fazenda Fortaleza CARMO DO RIO CLARO – MG Tel.: (35) 9985-5461 ronaldoalmeidasantos@gmail.com

PAULO AFONSO FRIAS TRINDADE JR. E OUTRA Faz. Nova Trindade UBERABA – MG Tel.: (21) 2272-5000 / (34) 3359-0121 fazenda@novatrindade.com.br

RONEY MÁRCIO QUIRINO    Fazendas Rayputana e Benfeitor DIVINOPÓLIS – MG Tel.: (37) 9987- 9927 / (37) 3229- 7604 / (37) 3229- 7784 roneyquirino@ig.com.br

PAULO CÉSAR BARREIRA Fazenda Vista Alegre CARMO DA MATA – MG Tel.: (31) 3291-6773 / (31) 9953-6317 / (37) 9981-3290 pcbarreira@uol.com.br

SADONANA AGROPEC. LTDA. fazenda joaninha BELO HORIZONTE – MG Tel.: (31)3492-8488 / (31)3492-9344 sadonanaagropecuaria@hotmail.com

PAULO RICARDO MAXIMIANO Fazenda Cabanha Córrego Branco CAPETINGA – MG Tel.: (35) 3543-1623 / (35) 9126-9070 / (35) 9126-9066 elenaide@carthoms.com.br www.dacabanha.com.br

SENHORA DE FÁTIMA S/C LTDA. Fazenda Chácara e Retiro NOVA SERRANA – MG Tel.: (31) 3116-1666 / (31) 9991-6548 picolv@oi.com.br

PAULO ROBERTO ANDRADE CUNHA Fazenda Genipapo UBERLÂNDIA – MG Tel.: (34) 3219-4801 / (34) 9971-1692 / (34) 9968-9736 fazenda.genipapo@hotmail.com PECPLAN ABS IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA. Fazenda Santo Inácio UBERABA – MG Tel.: (34) 3319-5400 mnery@absnet.com.br www.abspecplan.com.br PEDRO ANANIAS AGUIAR Fazenda Congonhas ARAXÁ – MG Tel.: (34) 3661-2406 / (34) 9108-9988 / (34) 3661-1123 / (34) 9168-0723 PEDRO VENÂNCIO BARBOSA Fazendas Querência e Cristal ONÇA DE PITANGUI – MG Tel.: (31) 3394-7505 / (37) 3235-1216 / (37) 9911-1037 cristalagropec@terra.com.br RAFAEL BASTOS TEIXEIRA   

112

REGINALDO JOSÉ DA SILVA Fazenda 5R UBERABA – MG Tel.: (34) 3314-8167 / (34) 3332-6880 / (34) 3313-6766 / (34) 9909-2922 epsilva1@terra.com.br fazenda_5r@yahoo.com.br

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

SÍLVIO QUEIROZ PINHEIRO Fazenda Arapoema UBERABA - MG Tel.: (61) 3233-2848 / (61) 9989-4632 / (34) 9968-0596 silviop@solar.com.br SOCIEDADE EDUCACIONAL UBERABENSE Fazenda Escola Alexandre Barbosa UBERABA - MG Tel.: (34) 3319-8760 / 3319-8763 / 3319-8818 / 3319-8834 zebu@uniube.br zebu2@uniube.br fazenda.escola@uniube.br TARCISIO E. MORAES CASTRO JUNIOR Fazenda Santo Antonio Uberaba – MG Tel.: (34) 9914-9070 / (34) 3332-4398 / 7812566 TERRA MATA AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Terramata UBERABA – MG Tel.: (34) 3312-0133 terramata@mednet.com.br TOMAZ DE AQUINO RESENDE Fazenda Rancho Fundo das Grotadas

Estância Vale dos Veredas JUQUITIBA – SP Tel.: (11) 4667-2127 / (11) 5823-3017 / (11) 9114-0667 adonias@girveredas.com.br girveredas@girveredas.com.br

WILSON CARNEIRO SILVA JUNIOR Fazenda Berço da Lua SANTA JULIANA - MG Tel.: (34) 3332-0101 WINSTON FREDERICO ALMEIDA DRUMON Fazenda Quilombo CANÁPOLIS – MG Tel.: (34) 3268-3359 / (34) 3262-1340 / (34) 3263-1340

Mato Grosso - MT EVANDRO LOUREIRO BORDA Fazenda São José do Sapateiro CUIABÁ – MT Tel.: (65) 9981-1833 / (65) 3623-4888 / (65) 3321-4852 elborba@terra.com.br GETÚLIO VILELA DE FIGUEIREDO Estância Cinco Estrelas CUIABÁ – MT Tel.: (65) 3624-1136 / (65) 3623-1759 / (65)3624-2573 / (11) 3758-9668 / gv@grupocincoestrelas.com.br maressa@grupocincoestrelas.com.br www.grupocincoestrelas.com.br

Mato Grosso do Sul - MS CARLOS JACOB WALLAUER Fazenda Belas Artes RIO BRILHANTE – MS Tel.: (51) 9981-5293 / (51) 3638-1164 / (51) 3452-7178 fortaleza@megaembalagens.com.br DENILSON LIMA DE SOUZA Fazenda Cachoeirinha - Gir Pantanal TERENOS – MS Tel.: (67) 3341-7835 / (67) 9906-8098 dlsouza@uol.com.br EDUARDO FOLLEY COELHO Fazenda Cabeceira da Prata JARDIM – MS Tel.: (67) 3321-3351 GENÉTICA ADITIVA AGROPECUÁRIA Fazenda Remanso CAMPO GRANDE – MS Tel.: (67) 3321-5166 / (67) 9984-6958 genetica@geneticaaditiva.com.br HELBÂNIO BARBOSA DE SOUZA Fazenda Fortaleza LAGUNA CARAPÁ – MS Tel.: (17) 3227-3993 / (17) 9772-3255 / (67) 9905-4384 helbanio@gmail.com JOSÉ HENRIQUE FUGAZZOLA DE BARROS Fazenda Natureza NAVIRAÍ – MS Tel.: (16) 9996-0700 / (16) 3761-5588 luanacustodiobarros@hotmail.com ORESTES PRATA TIBERY JR.   Fazenda São João TRÊS LAGOAS – MS Tel. (67) 3521-2200 / Contato Rose: (67) 3521-2002 ot.fazendasaojoao@terra.com.br RAVISIO ISRAEL DOS SANTOS    Fazenda Los Angeles NOVA ANDRADINA – MS Tel.: (67) 3441-1237 / (67) 9961-1526 ravisiojr@terra.com.br RONAN RINALDI DE SOUZA SALGUEIRO Fazenda Fundão CAMPO GRANDE – MS Tel.: (67) 3342-8742

Pará – PA

até 13 de abril de 2012

até 13 de abril de 2012

VANIR GARCIA LEÃO Fazenda Xanadú IGUATAMA – MG Tel.: res. (31) 3292-7673 / com/fax (31) 3337-4528 luciano.leao@yahoo.com.br adtec@gold.com.br

WAGNER DE PAULA TITONELI Fazenda Santa Helena PIRAPETINGA – MG Tel.: (32) 3465-2737 / (22) 8118-0000

ABCGIL

ABCGIL

TROPICAL GENÉTICA Fazenda Curicaca UBERLÂNDIA – MG Tel.: (34) 3211-5259 / (34) 9178-3176 miltonmagalhaes@terra.com.br miltonneto@tropicalgenetica.com.br vicente@tropicalgenetica.com.br

VIRGILIO VILLEFORT MARTINS Fazenda Curralinho MORADA NOVA DE MINAS – MG Tel.: (31) 2191-7826 / (31) 3627-1094 eleide@villefort.com.br virgilio@villefort.com.br

Associados

Associados

ANTÔNIO ABÍLIO MARQUES CORDERO Fazenda Fiel Agropecuária Ltda. CASTANHAL – PA Tel.: (91) 4005-3445 / (91) 4005-3440 / (91) 8147-2323 abiliocordero@fiel.srv.br FRANCISCO EDVAN BEZERRA FEITOSA Fazenda Terra Boa de Mandacaru PARAGOMINAS – PA Tel.: (31) 3222-8594 HILTON DA CUNHA PEIXOTO  Fazenda Joaíma e Uraím PARAGOMINAS – PA Tel.: (31) 3223-3942 / (31) 9605-0780 / (91) 3729-4388 / (91) 9996-3839 hiltonpeixoto@ig.com.br

Paraíba – PB EMEPA-EMPRESA ESTADUAL DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DA PARAÍBA S/A Estação Experimental “João Pessoa” UMBUZEIRO – PB Tel.: (83) 3395-1001 / (83) 3221-4504 eejp.@uol.com.br

Paraná – PR BEATRIZ C. GARCIA E FILHOS CONDOMÍNIO Fazenda Cachoeira 2C SERTANÓPOLIS – PR Tel.: (43) 3356-2988 / (43) 3326-9001 fazenda@cachoeira2c.com.br JOÃO SALA   Fazenda Bom Pastor UMUARAMA – PR Tel.: res. (44) 3622-5816 / com. (44) 3621-3700 / fax: (44) 3621-3737 financeiro@autoramaautomoveis.com.br VALDO HENRIQUE MANDEGAN FAVORETO   Rancho Serrano LONDRINA – PR Tel.: (43) 3321-6082 / (43) 9151-9000 

Pernambuco – PE CRISTIANO DE B. MARCIO NOGUEIRA Fazenda Canadá POMBOS – PE Tel.: (81) 9968-6524 / (81) 3482-2566 yanaco.abcz@gmail.com FERNANDO ANTÔNIO MAIA RODRIGUES DE ALMEIDA Fazenda Pensilvânia – LAGOA DO CARRO – PE Fazenda Santana – Vitória do Santo Antonio – PE Tel.: (81) 3445-1145 / (81) 8751-1620 / (81) 9133-9090 fazendapensilvania@gmail.com SUPRANOR - IND. E COM. LTDA. Fazenda Sanharó ARCOVERDE – PE Tel.: (81) 2122-1855 / (81) 2122-1844 / (81) 9972-0678 supranor@supranor.com.br carlos.alberico@supranor.com.br

Peru PEDRO HUAMAN QUISPE Fazenda Cabana Canete Monter Surco – PERU Tel.: (51) 14-2780580

Rio de Janeiro – RJ ALESSANDRA CONFORT ARNAUD Fazenda Arnaud PINHEIRAL – RJ ALUISIO TELES FERREIRA FILHO Fazenda Tapera AREAL – RJ Tel.: (21) 2629-1629 / (21) 8847-1629 AMANDA SCHUAB SALOMÃO Fazenda Boa Vista ARARUAMA – RJ Tel.: (21) 3553-7000 / (21) 3553-7002 ARISTEU RAPHAEL LIMA DA SILVEIRA

Sítio Gabriel CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2713-5993 / (21) 9584-8524 CARLOS MAURICIO MEDINA GALEGO Fazenda Novo Paraíso CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 3150-1736 / (21) 2252-2131 CARMEN ROSA DE C. LINHARES ROIZ Fazenda Boa Esperança SANTO ANTONIO DE PÁDUA – RJ Tel.: (21) 2433-2122 / (21) 2270-2578 fdoces@uol.com.br CELESTINO DA SILVA JUNIOR Fazenda São João dos Coelhos DUAS BARRAS – RJ Tel.: (21) 2533-3378 / (21) 2551-0742 celestinoadv@bol.com.br CLOVIS TOSTES DE BARROS Fazenda São Marçal MIRACEMA – RJ Tel.: (22) 3852-0014 EMERSON TEIXEIRA DE OLIVEIRA Rancho Sagrada Família CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2487-0912 / (21) 2401-6627 / (21) 2401-5942 / (21) 2419-4206 / gir@ranchosagradafamilia.com elizabetholiveira@jpi.com.br www.ranchosagradafamilia.com FERNANDO FIUZA DIZ Fazenda Santana CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (22) 2793-1250 / (22) 2793-1268 / (21) 2745-3160 / (21) 9986-1173 fernando@seaflux.com.br FILIPE ALVES GOMES Fazenda Volta Fria – Raposo ITAPERUNA - RJ Tel.: (22) 3847-2284 / (22) 3847-2133 / (22) 9963-2284 fazendavoltafria@hotmail.com FRANCINIR ANTÔNIO SANCHES Fazenda Ouro Branco GUAPIMIRIM – RJ Tel.: (21) 2221-1665 / (21) 9110-4900 / (21) 9983-1868 francinirsanches@uol.com.br GEISSE KERLY DE OLIVEIRA DA SILVA Fazenda Bom Jesus CANTAGALO – RJ Tel.: (22) 9982-7884 / (22) 8139-0101 HÉRICA CRISTINA FERREIRA DINIZ GONÇALVES Agropecuária Alambari RESENDE – RJ Tel.: (24) 3357-1310 / (24) 9996-3906 carmen@agropecuariaalambari.com.br

JOSÉAUGUSTO MACIEL JORDÃO Fazenda Campo dos Sonhos ARUAMA – RJ Tel.: (21) 2498-3745 a.jordao@globo.com luiscarvalho@globo.com JOSÉ CARLOS PIRES COUTINHO Fazenda Mãe D’Água CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 9525-3005 / (21)8196-4146 / (21) 2159-9200 JOSÉ LUÍS NEVES DE CARVALHO   Fazenda Makabu SANTA MADALENA – RJ Tel: (21) 2634-2553 / (21) 2222-0553 rurturaresp@uol.com.br LUIS MARIO MOREIRA SNOCK Fazenda Piedade Santa VALENÇA – RJ Tel.: (21) 2667-2530 LUIZ CARLOS BANDOLI GOMES   Fazenda Morro Alto NATIVIDADE – RJ Tel.: (22) 2722-3211 / (22) 2733-1079 / (22) 9981-8707 micromedcom@terra.com.br LUIZ EUTÁLIO  RODRIGUES DE ALMEIDA  Fazenda Santa Luzia CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2745-4096 / (21) 2745-4102 / (21) 2745-4064 / (21) 9272-6562 / eutalio@yahoo.com.br paulademarque@yahoo.com.br LUIZ RONALDO DE OLIVEIRA PAULA Fazenda do Catete PLANALTINA – RJ Tel.: (34)3322-3522 / (34) 9192-9291 / (34) 9204-0007 / (34) 9976-0986 leitegir@leitegir.org.br MARCELO FERREIRA DE MENEZES Fazenda Recreio do Paraíso PIRAÍ – RJ Tel.: (21) 9967-4900 fazenda@fazendarecreiodoparaiso.com MARCÍLIO FIGUEIREDO RODRIGUES Fazenda Quero Vê SÃO JOSÉ DE UBÁ – RJ Tel.: (21) 2704-4304 / (21) 2717-8142 / (21) 9913-5025 / (22) 9896-8008 martamonteiro@predial.com.br MÁRCIO PALMA LEAL   Fazenda São José TRAJANO DE MORAIS – RJ Tel.: (22) 2551- 1573 / (22) 2551-1917 / (22) 8111-2457 / (22) 8124-5252 marcioleal.ratinho@gmail.com

JOÃO BATISTA BATISTA MARINHO Fazenda Vilarejo CONSERVATÓRIA – RJ Tel. (24) 9825-9339 / (24) 2438-1266 / (24) 2438-2164

MARCO AURÉLIO GRILLO DE BRITO Fazenda Terra Nova RIO DE JANEIRO – RJ Tel.: (21) 3325-8872 / (21) 3251-7000 / (21) 9159-1616 denise.grillo@terra.com.br

JOBSON DE ASSIS SALGADO   Rancho Cerro Azul CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2745-0756 / (21) 9489-7014 salgadoassis@terra.com.br

MARCUS SILVEIRA DE MORAES Sítio Macapá SANTA MARIA DE MADALENA – RJ Tel.: (22) 2551-0085 / (22) 2551-9000 / (22) 8823-6169 marcusmarcao@ig.com.br

JOSÉ ANTÔNIO LOPES DE NORONHA Fazenda Rancho Paraty CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 9612-4131

MILA DE CARVALHO LAURINDO E CAMPOS Fazenda Recreio SÃO JOSÉ DE UBÁ – RJ Tel.: (32) 3722-3416 / (22) 8803-4690

JOSÉ ANTÔNIO SILVA LINO Fazenda Acalanto CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2548-8845 / (21) 9466-1800 jalagel@gmail.com zoejalzoe@gmail.com www.fazendaacalanto.com.br

OTTO SOUZA MARQUES JUNIOR   Fazenda Babitonga CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 2612-0031 / (21) 2745-4044 / (21) 2612-0859 / (21) 9478-5169 ciadoleitemarapora@ig.com.br

JOSÉ ARLEY LIMA COSTA Fazenda Parahy CACHOEIRAS DE MACACU – RJ Tel.: (21) 3974-3030 / (21) 2745-4063 / (21) 9140-7266 / (21) 9144-0321 arley@arcoly.com.br parahy@arcoly.com.br www.fazendaparahy.com.br

PAULO MARCIO G. CONANGIA    Fazenda Mico-Leão-Dourado SILVA JARDIM – RJ Tel.: (21) 2266-3748 PLINIO BASTOS DE BARROS NETTO Fazenda MIRACEMA – RJ Tel.: 21 2619-412 / 21 8100-8912

pliniobastos@grupobertin.com.br RENATO GUIMARÃES Fazenda Indaiá PIRAÍ – RJ Tel.: (21)2502-7495 / (24) 2431-1274 / (24) 2431-1387 fazendaindaia@girdepirai.com.br www.girdepirai.com.br RIBAMAR MACEDO COELHO Fazenda Sítio Santa Luzia CORDEIRO – RJ Tel.: (21) 2611-2286 / (21) 3637-3131 / (21) 9987-3200 RODRIGO MARTINS BRAGANÇA Fazenda Novo Destino APERIBÉ – RJ Tel.: (22) 3864-1106 / (22) 9977-0001 rodrigobraganca@okinternet.com.br SÉRGIO LESSA Fazenda Las Horas VASSOURAS – RJ Tel.: (21) 2492-5524 / (21) 2259-1245 / (21) 2259-0099 s.lessa@alternex.com.br VOLMER CERQUEIRA JACINTO Fazenda São Geraldo CORDEIRO – RJ Tel.: (21) 2222-1394 / (21) 9220-4930 / (22) 2551-1582

Rio Grande do Norte – RN ACACIO SANZIO DE BRITO Fazenda Riacho Fundo SERRA NEGRA DO NORTE – RN Tel.: (84) 3616-7900 / (84) 9962-3022 acacio@rn.sebrae.com.br EMPARN - EMPRESA DE PESQUISA AGROPEC. DO RIO GRANDE DO NORTE S/A Campo Experimental Felipe Camarão SÃO GONÇALO DO AMARANTE – RN Tel.: (84) 3232-5864 emparn@rn.gov.br www.emparn.rn.gov.br

Rio Grande do Sul – RS JOSÉ ADALMIR RIBEIRO DO AMARAL Fazenda das Nogueiras CAXIAS DO SUL – RS Tel.: (54) 3283-1491 / (54) 3283-1625 / (54) 9975-4906 comercial@fazendadasnogueiras.com.br amaral@ultrapoxi.com.br www.fazendadasnogueiras.com.br

Rondônia – RO GEOVANI NUNES BARROSO Fazenda Curralinho JARU – RO Tel. (69) 3521-1661 / (69) 9221-5384 geovani.dogirleiteiro@hotmail.com geovani@barroso@hotmail.com JOSÉ ELIAS DOS SANTOS Fazenda Dalas COCAL – RO Tel. (69) 3441-5222 / (69) 9224-0331 acearensekcoal@hotmail.com

Santa Catarina – SC SEMEX DO BRASIL IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA. Central BLUMENAU – SC Tel.: (47) 3338-1400 / (47) 3231-0400

São Paulo – SP ACCELERATED GENETICS DO BRASIL LTDA. - AXELGEN Faz. Santo Antônio da Alegria MOCOCA -– SP Tel.: (16) 2137-7700 / (16) 9131-8719 / (16) 9128-2010 / (16) 9262-3018 jcastro@axelgen.com.br secretaria@axelgen.com.br vivacqua@axelgen.com.br www.axelgen.com.br ADONIAS SOUZA DOS SANTOS

AGROPECUÁRIA E IMOBILIÁRIA MARIPÁ LTDA. Fazenda Castelo JAGUARIÚNA – SP Tel.: (11) 3156-0859 / (11) 3156-0853 / (11) 3120-4984 / (16) 9139-5853 agromaripa@protege.com.br www.harasmaripa.com.br AMILCAR FARID YAMIN   Fazenda São Judas Tadeu do Chapadão PORTO FELIZ – SP Tel.: (11) 2131-7755 / (11) 2131-7778 / (15) 3262-6050 nair@corona.com.br ANDERSON PONTES ESTÂNCIA AGRO PONTES BIRIGUI – SP Tel.: (18) 3642-2288 / (18) 3643-3563 / (18) 8113-0672 anderson@andersoncomponentes.com.br ANTÔNIO LOPES BATISTA  Fazenda Albalat ATIBAIA – SP Tel.: (11) 2423-2800 (11) 9330-9619 / (11) 2421-7902 / (11) 4402-9016 alopes@superlopes.com.br paula.renesto@superlopes.com.br ANTONIO LUCIANO CATISTI Fazenda São José CAMPINAS – SP Tel. (19) 3253-2518 antonio@catisti.com.br BOM JARDIM DA SERRA AGROPECUÁRIA LTDA. Fazenda Quebra Cuia MOCOCA – SP Tel.: (19) 3665-3634 / (19) 3667-8446 / (19) 3665-5059 / (19) 3656-7618 bomjardim@terra.com.br fazendaquebracuia@uol.com.br gquintella@uol.com.br www.fazendabomjardim.com.br BRÁULIO QUEIROZ PINHEIRO Fazenda Nova Estiva BURITIZAL – SP Tel.: (16) 3729-3870 CARLOS ALBERTO DA SILVA               Rio Vale Agronegócios PORANGABA – SP                              Tel.: (11) 3063-1899 / (11) 3889-0507 /  (11) 9105-2030 cliente@riovale.com carlos@publique.com www.riovale.com CENTRAL GENÉNTICA LIMOUSINI LTDA. Fazenda São Judas Tadeu do Chapadão PORTO FELIZ – SP Tel.: (11) 2131-7755 / (11) 2131-7778 / (15) 3262-6050 nair@corona.com.br CRISTIANO DE OLIVEIRA CANHA Fazenda Menina Paula SÃO JOSÉ DO BARREIRO – SP Tel.: (21) 9873-9914 / (21) 9999-4000 CRV LAGOA DA SERRA LTDA. Fazenda CRV Lagoa da Serra SERTÃOZINHO – SP Tel.: (16) 2105-2299 / (16) 2105-6677 adriana.zaia@crvlagoa.com.br www.crvlagoa.com.br DALILA GALDEANO LOPES   Sítio São João MARÍLIA – SP Tel.: (14) 3425-2944 / (14) 2105-7777 / (14) 2105-7758 dalilagl@terra.com.br DANIEL COSTA MENDES  Rancho Campo Alegre SÃO JOÃO DA BOA VISTA – SP Tel.: (19) 3622-2959 / (19) 9100-7555 / (19) 8109-5551 / (19) 9144-3443 daniel@girleiteiroca.com.br www.girleiteiroca.com.br DUARTE QUEIROZ PINHEIRO Fazenda Santa Rita da Estiva BURITIZAL – SP Tel.: (16) 9998-7842 duarteqpinheiro.girdaestiva@hotmail.com EDUARDO FALCÃO DE CARVALHO Estância Silvania CAÇAPAVA – SP Tel.: (12) 3302-3077 / (12) 9713-7144 / (12) 9761-2237 girleiteiro@estanciasilvania.com.br www.estanciasilvania.com.br EDUARDO NICOLAU AMBAR Estância Saint Nicolas ÁGUAS DE LINDÓIA – SP Tel.: (19) 3824-2259 FÁBIO PINTO DA COSTA   Fazenda Betel IBITINGA – SP Tel.: (16) 9227-0079   fazbetel@terra.com.br FERNANDO AUGUSTO REHDER QUINTELLA Fazenda Angolinha MOCOCA – SP Tel.: (11) 3034-3084 / (11) 3854-1774 / (11) 9660-2562 gquintella@uol.com.br INSTITUTO DE ZOOTECNIA DO ESTADO DE SÃO PAULO Estação Experimental de Zootecnia de Ribeirão Preto RIBEIRÃO PRETO – SP

Tel.: (19) 3656-0200 Ramal 26 / (19) 3466-9400 polonordestinopaulista@apta.sp.gov.br JOÃO ANTÔNIO GABRIEL   Estância Santa Maria TAQUARITUBA – SP Tel.: (14) 3762-4349 / (14) 3672-1830 / (14) 3762-2164 / (14) 9148-6258 neloregabi@itelefonica.com.br JOÃO CARLOS DE ANDRADE BARRETO Fazenda Adriana VALENTIM GENTIL – SP Tel.: (17) 3485-7451 / (17) 3485-1356 / (17) 9113-8433 / (17) 9136-8728 fazendaadriana@grupobarreto.com.br carlinhosbarreto@grupobarreto.com.br JOÃO CARRIJO DA CUNHA Fazenda Chaminé da Cachoeira RESTINGA – SP Tel.: res. (16) 3722-2922 / (16) 9967-5122 joao.carrijo@gmail.com

mamedimn@superig.com.br MANOEL IZIDORO DO CARMO Sítio Passagem da Servidão SANTO ANDRÉ – SP Tel.: (11) 4451 6803 / (11) 8515-8717 construtoraccs@ig.com.br vitalconstru@uol.com.br MARCELO COSTA CENSONI E OUTROS Fazenda Amazonas LEME – SP Tel.: (19) 3633-2680 / (19) 35727463 / (19) 9775-1640 MARCELO MIRANDA DE MEDEIROS Fazenda Boa Vista TAUBATÉ – SP Tel.: (12) 3621-3210 / (12) 8111-9918 MARCOS RONALDO GASPAR Fazenda Rancho Tunin CONCHAS – SP Tel.: (15) 3283-3309 / (15) 3283-3283-3461 / (15) 9796-4646

JOAQUIM JOSÉ DA COSTA NORONHA Fazenda Terra Vermelha VARGEM GRANDE DO SUL – SP Tel.: (19) 3643-7033 / (19) 9105-6660 / (19) 3631-6575 girleiteirocampoalegre@yahoo.com.br www.girleiteiro-ca.com

MARIA TEREZA LEMOS COSTA CALIL Fazenda Paraíso FRANCA – SP Tel.: (16) 3625-6253 / (16) 3977-2700 / (16) 8155-4444 / (16) 8155-5667 mariatereza@fazendaparaiso.com.br

JORGE NUNES PEREIRA FILHO   Chácara Santa Helena JACAREÍ – SP Tel.: (12) 3962-6264 / (12) 3951-2000 / (12) 9713-2296

MARIO ROBERTO EWBANK SEIXAS   Fazenda Estância Mário Roberto PATROCÍNIO PAULISTA – SP Tel.: (16) 3145-1727 / (16) 3723-1515 /(16) 9999-9200 postomarioroberto@hotmail.com  www.marioroberto.com.br

JOSÉ CARLOS DE O. MACHADO JR. Mirante da Serra Hotel Fazenda PORTO FELIZ – SP Tel.: (11) 4026-1364 JOSÉ DE CASTRO RODRIGUES NETTO Fazenda Santana da Serra CAJURU – SP Tel.: (19) 3667-9404 / (16) 9128-2010 / (16) 2137-7700 jcastro@axelgen.com.br contato@girleiteirofb.com.br www.girleiteirofb.com.br José EDUARDO OLIVEIRA CORREA MELO Sítio Paineiras SÃO PAULO – SP Tel.: (11) 5523-9478 / (11) 3231-4589 zemello@uol.com.br JOSÉ  FRANCISCO JUNQUEIRA REIS Fazenda Sta. Fausta e São Francisco de Assis LINS – SP Tel.: (14) 3522-2247 / (14) 3522-2948 / (14) 3523 6233 / (14) 9745-1470 / santafausta@uol.com.br JOSÉ LUIZ JUNQUEIRA BARROS Fazenda Café Velho CRAVINHOS – SP Tel.: (16) 3625-2323 / (16) 3625-2174 joseljbarros@terra.com.br JOSÉ MARIA DE OLIVEIRA Fazenda Retiro CAMPINAS – SP Tel.: (19) 3256-4979 jmoliveira1@terra.com.br JOSÉ ORLANDO BORDIN  Fazenda Araquá CHARQUEADA – SP Tel.: (11) 3813-7187 / (11) 5571-5494 / (11) 9614-2644 / (19) 3486-4601 geneticagir@gmail.com www.geneticagir.com.br KENYTI OKANO  Fazenda Santo Antônio ITUVERAVA – SP Tel.: (16) 3729-3391 / (16) 8118-0056 / (16) 3729-3646 / (16) 8118-0012 adrianookano@carol.com.br LEANDRO FORTUNATO Sítio Vô Dubeto PORTO FELIZ – SP Tel.: (11) 4393-6363 leandro@prodemol.com.br LÚCIO RODRIGUES GOMES Fazenda Valão do Cedro TAUBATÉ – SP Tel.: (12) 3631-6329 / (12) 3632-6575 / (12) 9719-7219 / (12) 9156-6330 valaodocedro@ig.com.br valaodocedro@uol.com.br www.valaodocedro.com.br LUIS ISIDORO FELIPE Fazenda Nova Avanhadava – ZACARIAS – SP Rancho LF – ZACARIAS – SP Tel.: (11) 6755-8764 / (11) 9214-7674 / (11) 9742-2070 luisisidorofelipe@yahoo.com.br LUIZ FERNANDO TARANTO NEVES Fazenda  Santa Maria da Barra Grande ITATINGA – SP Tel.: (11) 3287-8361 / (11) 3289-4122 / (11) 3289-5808 / (14) 3847-3678 lfernando@fcl.com.br LUIZ ROBERTO LIMA DE MORAES Sítio Água da Mata PONGAÍ – SP Tel.: res. (11) 4521-5949 / com. (11) 4039-4070 / (11) 7205-8447 lrl.moraes@bol.com.br www.thermoprat.com.br MAMEDI MUSSI NETO E OUTRO COND. Estância 2M BARRETOS – SP Tel.: (17) 3322-5485 / (17) 3322-7900 / (17) 8141-5797

MB AGRÍCOLA E PECUÁRIA LTDA. Fazenda Boa Esperança da Serra MOCOCA – SP Tel.: (19) 3666-5500 / (19) 3656-2850 / (16) 9791-1090 / (16) 9775-6949 sbsantos@dglnet.com.br MILTON OKANO Sitio Nossa Senhora Aparecida ITUVERAVA – SP Tel. (16) 3839-3230 / (16) 8126-9584 NELSON ARIZA Sítio Monte Alegre NOVA GRANADA – SP Tel.: (17) 2136-9013 / (17) 3234-2086 / (17) 8122-2175 / (17) 8115-7651 nelsonariza@riopretopetroleo.com.br boi.assessoria@terra.com.br NOÉ ARAÚJO     Fazenda Santo Antônio da Bela Vista PARAIBUNA -– SP Tel.: (11) 3549-4990 / (11) 3288-5458 noearaujo@neoaraujoadoadv.com OURO FINO GENÉTICA ANIMAL LTDA. Sítio Haras Vitória BRODOWSKI – SP Tel.: (16) 3512-2109 / (16) 3664-5008 osmar.junior@ourofino.com www.ourofino.com PAULO ROBERTO CURI E RODRIGO CURI  Fazenda Clarão da Serra PARDINHO – SP Tel.: (14) 3882 2889 / (14) 9713 6841 rodcuri@lpnet.com.br PEDRO AVEDIS SEFERIAN Fazenda Danpris AVARÉ – SP Tel.: (11) 3022-9441 / (11) 3683-2666 / (11) 9932-2158 pedro@cobernit.com.br SÉRGIO LUIZ NEVES DE OLIVEIRA ANDRADE Fazenda São Francisco PARAIBUNA – SP Tel.: (12) 3941-6156 / (12) 3974-0434 / (12) 3941-6156 / (12) 9719-5266 sergiolona@bol.com.br URAPA PECUÁRIA E AGRÍCOLA LTDA. Fazenda Matão BOTUCATU – SP Tel.: (14) 3882-4880 VALENTIM PECOLLOTTO NETO SÍtio Veneza CAMPINAS – SP Tel.: (19) 3231- 2499 valntimpeccolotto@terra.com.br VALERIA RIBAS CAMARGO Estância Guatambu ATIBAIA – SP Tel.: (11) 6221-3247 / (11) 6203-9363 fazendaguatambu@fazendaguatambu.com.br WALDIR JUNQUEIRA DE ANDRADE Fazenda Iracema LINS – SP Tel.: (14) 3522-1196 / (14) 3522-1094 / (14) 3522-2705 / (14) 9118-5362 waldirja@linsnet.br andreandrade@linsnet.br YASMINE PIMENTA LOPES Fazenda Canoa ATIBAIA – SP Tel.: (11) 2089-387 alopes@superlopres.com.br

Tocantins – TO NAPOLEÃO MACHADO PRATA E FILHOS Fazenda Prata do Norte ARAGUAINA – TO Tel.: (63) 3421-4336 / (63) 3411-1159 / (63) 9207-2729 fazendapratadonorte@hotmail.com

Revista Gir Leiteiro 2012 ||||

113


PUBLIQUE

Agenda EXPOSIÇÕES 14 a 20/5/2012 1ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Curvelo – MG 20 a 27/5/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Atibaia – SP 17 a 27/5/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Patos de Minas – MG 22 a 27/5/2012 6ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Franca – SP 23 a 27/5/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Jequié – BA

Junho 29/5 a 2/6/2012 3ª Exposição Estadual do Gir Leiteiro de Goiás – Goiânia – GO 1 a 5/6/2012 3ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Belo Horizonte – MG 6 a 10/6/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Ituiutaba – MG 6 a 10/6/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Ourinhos – MG 8 a 12/6/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Morrinhos – GO (aguardando confirmação da data) 8 a 12/6/2012 2ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Quissamã – RJ

Julho 1 a 8/7/2012 Megaleite – 14ª Exposição Nacional do Gir Leiteiro de Uberaba – MG 9 a 14/7/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Governador Valadares – MG (aguardando confirmação da data) 10 a 15/7/2012 11ª Exposição Estadual Paulista do Gir Leiteiro – Jacareí – SP 12 a 17/7/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Araçatuba – SP (aguardando confirmação da data) 16 a 24/7/2012 7ª Exposição Estadual Fluminense do Gir Leiteiro – Cordeiro – RJ (aguardando confirmação da data) 24 a 28/7/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Formosa – GO (aguardando confirmação da data)

Agosto 31/7 a 5/8/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Paracatu – MG (aguardando confirmação da data) 2 a 6/8/2012 114

| | | | Revista Gir Leiteiro 2012

PGLP

6ª Exposição Estadual Mineira do Gir Leiteiro – Sete Lagoas – MG (aguardando confirmação da data) 4 a 12/8/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Salvador – BA 5 a 12/8/2012 6ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Mococa – SP 9 a 13/8/2012 4ª Exposição Estadual do Espírito Santo da Raça Gir Leiteiro – Vitória – ES (aguardando confirmação da data) 10 a 13/8/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Itabira – MG 8 a 14/8/2012 4ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Cachoeiras de Macacu – RJ (aguardando confirmação da data) 16 a 20/8/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Luziânia – GO 22 a 28/8/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Juiz de Fora – MG 22 a 28/8/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Ituverava – SP

PROVA DE GIR LEITEIRO A PASTO

Foto: Zzn Peres

Maio

2012

Setembro 31/8 a 8/9/2012 5ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Uberlândia – MG 2 a 9/9/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Feira de Santana – BA 6 a 10/9/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Unaí – MG 5 a 11/9/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Macuco – RJ 11 a 15/9/2012 4ª Exposição Regional de Gir Leiteiro Teofilo Otoni – MG 26 a 30/9/2012 4ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Alagoinhas – BA 27/9 a 2/10/2012 5ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Resende – RJ

Outubro 3 a 8/10/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Bela Vista de Goiás – GO 4 a 9/10/2012 2ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Lins – SP 10 a 15/10/2012 3ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de São José do Rio Preto – SP 11 a 16/10/2012 12ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Brasília – Expogil Fest Brasília – DF

Novembro 19 a 23/11/2012 Feileite – 5ª Exposição Internacional do Gir Leiteiro – São Paulo – SP

Reserve já a sua participação neste marco do Gir Leiteiro. A raça que, por sua produtividade e adaptabilidade ao meio ambiente, representa a garantia de sustentabilidade ambiental, econômica e social.

Informações: www.girleiteiropaulista.com.br presidente@girleiteiropaulista.com.br

Iniciativa e Promoção

Realização

PAULISTA

DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E PRODUÇÃO ANIMAL - VNP

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DOS CRIADORES DE GIR LEITEIRO

Co-Participação Técnica

Apoio:


Revista Gir Leiteiro nº14 - Maio 2012  

Revista Gir Leiteiro nº14 - Maio 2012  

Profile for abcgil
Advertisement