Page 1

ABCFARMA FITOTERÁPICOS 17 ESPECIAL

CAPTURE!

& Alimentos Funcionais

Maio 2017 • Ano 7 • nº

Capas fito__Maio_17.indd 1

26/04/2017 16:22:17


ABCFARMAcomvocê.indd 1

26/04/2017 16:49:31


Editorial

P r e s id e n t e P edro Z idoi J o r n a lis t a R e s p o n s á v e l C elso A rnaldo A rauj o M T B : 1 3 .0 6 4 Di a g r a m a ç ã o e Ar t e S ergio R . B ichara

F a le c o n o s c o ABCF AR MA

R ua S anta I sabel, 1 6 0 - 5 º andar C j 5 1 - V ila B uarque - S ão P aulo/ S P C ep: 0 1 2 2 1 - 0 1 0 (1 1 ) 3 2 2 3 - 8 6 7 7 trade@ abcf arma. org. br w w w . abcf arma. org. br

P u b l i c i d a d e / Di s t r i b u i ç ã o A B C F A R M A

I m p r e s s ã o e Ac a b a m e n t o r fica ro

COLECIONE!

Da primeira à terceira idade O avanço dos fitoterápicos é notável em todas as camadas da sociedade – de recém-nascidos a idosos. Um dos responsáveis pelo crescimento exponencial dessa categoria de medicamentos é, além de sua eficiência comprovada, a chancela da Anvisa – que exige desses produtos o mesmo rigor farmacológico dos demais remédios. Em relação à terceira idade – como mostra matéria nesta edição especial – os fitoterápicos têm tido uma aceitação cada vez maior, não só por seus efeitos terapêuticos próprios, em diversas patologias, como por beneficiar um tipo de paciente que muitas vezes sofre com os efeitos colaterais da interação de medicamentos convencionais, usados nas doenças crônicas.

Os fitos oficiais, regulamentados, também têm feito sucesso no combate à ansiedade – um dos males mais frequentes da vida moderna. E no alívio dos distúrbios estomacais – como azia, gastrite e refluxo gástrico. Boa leitura. E saúde!!

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

Editorial fito_maio_17.indd 3

3 27/04/2017 16:36:13


Vida Saudável

ANSI EDADE, EST

A

rotina em cidades grandes é marcada pelo ex cesso de trâ nsito, pressão no ambiente de trabalho e problemas relacionados à segurança. C om isso, a população que vive nos centros urbanos se torna ví tima de males que podem impactar em seu bem- estar, envolvendo tanto aspectos psicoló gicos quanto f í sicos. “ Esses f atores tê m sido cada vez mais f requentes e podem atingir pessoas de dif erentes f aix as etárias” , alerta a Dr a . K a r i n a K i s o , f a r m a c ê u t ic a f o r m a d a p e la U SP e m é d i c a e s p e c i a l i s t a e m c lín ic a m é d ic a c o m m e s t r a d o e m s a ú d e c o l e t i v a p e l a Sa n t a Ca s a d e Sã o P a u l o . A tensão acumulada do dia a dia, a longo praz o, pode gerar riscos e impactar a saúde. A médica acrescenta: “ O mais indicado é que, se os sintomas estiverem interf erindo nas atividades cotidianas, a pessoa busque alternativas e tome medidas terapê uticas para não ter sua saúde comprometida” .

4

DI STÚ R BI O AL I MENTA An s i e d a d e e e s tre s s e

É muito comum falarmos que estamos ansiosos ou estressados. M as diagnosticar as características dos quadros é importante para avaliar se as sensações estão dentro da normalidade. A ansiedade pode ser caracterizada como um sentimento desagradá vel, um sinal de alerta, que faz com

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

Ansiedade___Maio 17.indd 2

26/04/2017 16:30:48


COLECIONE!

STR ESSE,

que a pessoa passe a se defender e proteger- se de ameaças - sendo uma reação natural e necessá ria. J á o estresse é uma resposta do organismo ao esforço físico, psicológico e emocional, que pode ser identificado através de uma preocupação exagerada com eventos diversos ou atividades cotidianas – além de sintomas como irritab ilidade, tensões musculares, perturb ações no sono, entre outros. O s sintomas de nervosismo, medo e insegurança podem desencadear falta de ar, fob ias e tonturas. Segundo a D ra. K arina K iso, a partir do momento em que interferem negativamente na qualidade de vida, a ansiedade e o estresse podem ser considerados distúrb ios.

Di s t ú r b i o s d o s o n o e a u m e n to d e p e s o

BI OS NTAR ES

Além de quadros de ansiedade e estresse, prob lemas com o sono e aumento de peso podem estar associados. Especialistas relatam que dormir pouco interfere no ganho de medidas. Um dos principais prob lemas é a insônia, caracterizada por dificuldade em iniciar ou manter o sono continuamente durante a noite. Segundo a médica, os tratamentos para todos esses quadros podem ser feitos naturalmente com atividades físicas, prá ticas de lazer e descanso, além de meditação e massagens, sem esquecer uma alimentação b alanceada. “ edicamentos fitoterápicos também pode auxiliar o paciente. A a i ora incarna a, por exemplo, é uma sub stâ ncia capaz de minimizar os efeitos causados pela ansiedade e estresse, além de melhorar a insônia. Sem produzir sedação excessiva, seu uso é indicado sob supervisão médica”, conclui.

E DO SONO

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

Ansiedade___Maio 17.indd 3

5 26/04/2017 16:30:53


Vida Saudável

O

A melhor idade

con ecimento da fitoterapia acompan a a manidade o come o da ci i i a o era praticamente a nica forma de tratamento om o s r imento das dro as micas as p antas medicinais passaram a ser despre adas por rande parte da sociedade partir da d cada de diante do so a si o dos f rmacos micos a r ani a o ndia de a de inicio ma campan a para pes isar e cata o ar as er as medicinais re a ori ando com isso a efici ncia da fitoterapia com o a mento da pop a o idosa portadora de m tip as pato o ias cr nicas e o conse ente so com inado de medica es di rias o e m incremento das intera es medicamentosas de efeitos indese eis E, principalmente, do uso desnecessá rio de algumas dessas sub stâ ncias. D iante desse quadro, cada vez mais comum, a fitoterapia pode ser uma alternativa para o tratamento complementar de idosos com indicação de polifarmacologia. A fitoterapia, como se sabe, caracteriza-se pelo tratamento através de plantas com propriedades medicinais. Essa terapêutica se estab eleceu recentemente sob retudo como tratamento complementar e seu consumo está aumentando. Ela traz grandes vantagens, como simplicidade do tratamento, baixo custo e eficácia mediante consumo, sendo recorrente de uso na população idosa – principalmente na terapia complementar da hipertensão arterial, do diab etes, da osteoporose, das neoplasias, das demências e dos transtornos do sono. N esse cená rio, a fitoterapia se insere como alternativa de minimização de efeitos adversos.

8 melhor idade.indd 2

SUBSTÂNCIAS ÚTEIS NA MELHOR IDADE

eos de pei e

Ó leos de peixes de á guas profundas, como salmão, bacalhau ou rill, são ricos em ômega- e á cidos graxos, que são considerados essenciais para a vida saudável. omega- encontrado em peixes ajuda a proteger o coração contra doenças cardiovasculares, promove a circulação saudá vel e melhora a memória, o humor e a concentração. D omenico P risco, da Universidade de F lorença, declarou em um estudo pub licado na revista esearch Trombose, que o ômega- ajudou a reduzir a pressão arterial em pacientes que tomaram 4 g por dia de óleo de peixe. A dosagem recomendada é de . mg a . mg, por dia.

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

26/04/2017 16:33:55


COLECIONE!

de para os fitos em dios do campo

N o interior do país, a utilização de plantas medicinais pela população mais idosa é muito prevalente, muitas vezes devido a há b itos familiares de longa data. Num estudo com dos pacientes atendidos no Amb ulatório de G eriatria do H ospital Universitá rio de rasília ( U ), nada menos que , utilizavam, no momento da pesquisa, ao menos uma planta medicinal. Esses usuá rios, em sua grande maioria do gênero feminino ( , ), residem em áreas urbanas ( , ) e, cultivam as plantas que utilizam. Foram citadas espécies pertencentes a famílias b otâ nicas concomitante com a utilização de medicamentos. As espécies mais citadas foram a ervacidreira ( , ), capim-santo ( , ) camomila ( , ), boldo e hortelã ( , ), alecrim ( , ), limão ( , ), arnica, algodão e mastruz ( , ). A avaliação do uso de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos por idosos foi objeto de um estudo de delineamento transversal, na cidade de ordeiros A, entre junho e outubro de .

Q uestioná rios padronizados foram aplicados a adultos com idade acima de anos, totalizando idosos entrevistados. erca de dos idosos utilizam plantas medicinais e destes, só fazem uso quando estão doentes. Ainda assim, menos de das indicações são realizadas por profissionais de saúde. A planta mais citada foi o capim santo ( vezes). Em relação aos medicamentos fitoterápicos, apenas dos idosos relataram utilizar e o mais citado foi o extrato de carqueja ( vezes). bservou-se que faltam profissionais capacitados para prestar orientação adequada, pois, apesar de terem acesso relativamente frequente a serviços de saúde, dos entrevistados acreditam que as plantas e medicamentos em questão não podem causar qualquer dano saúde. as cerca de afirmaram que não trocariam medicamentos sintéticos por plantas ou fitoterápicos, mesmo se indicados por médicos ou farmacêuticos. Por isso, é necessário que os profissionais de saúde se capacitem nessa área e orientem melhor os pacientes quanto ao uso racional de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos.

Não é um fitoterápico, mas uma conhecida substância que vem se destacando na medicina geriátrica moderna. O Sulfato de glucosamina reduz a dor e a inflamação em condições artríticas e é considerado uma espécie de “bloco de construção” para reparar danos na cartilagem. O Dr. Tanveer Towheed, da Universidade de Queen, afirma em uma revisão de 16 estudos científicos publicados em 2016, no “Cochrane Database of Systematic Reviews”, que sulfato de glucosamina é tão eficaz como drogas anti-inflamatórias não esteroides no tratamento e gestão da osteoartrite. A dosagem recomendada é de 1.500 mg por dia, tomados em até três meses, para que serja possível observar a redução dos sintomas.

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

melhor idade.indd 3

9 26/04/2017 16:33:58


COLECIONE!

Gastroenterologia

NA BOCA DO ESTÔMAGO

E

rva cidreira, espinheira santa e gengibre estão entre as plantas que aliviam a gastrite e outros desconfortos estomacais – podendo ser eficientes até na prevenção de úlceras gástricas

As ervas medicinais foram a primeira opção terapêutica para tratar doenças em toda a história da humanidade. E hoje, com o avanço da indústria farmacêutica e das técnicas de produção, os medicamentos fitoterápicos, extraídos dessas ervas, estão em alta, com um prestígio cada vez maior. Em 2010, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma resolução com uma lista de 66 ervas para as quais foram padronizadas as formas de uso, posologia, ações terapêuticas, possíveis reações adversas e contraindicações. “A fitoterapia vem ganhando cada vez mais adeptos na classe médica porque hoje os medicamentos desse tipo são produzidos com muito mais rigor e com extratos padronizados”, garante o professor José Armando Jr., da cadeira de Fitoterapia da Faculdade de Medicina do ABC. Entre essas ervas “oficiais”, há pelo menos três indicadas contra doenças ligadas ao aparelho digestivo.

Azia

Nome: Erva-cidreira (Lippia alba) Parte usada: folhas Indicação: alivia a sensação de queimação típica da azia, pois confere proteção extra à mucosa do estômago. Seus mecanismos de ação são desconhecidos. Contraindicação: pessoas com pressão baixa devem evitar o uso.

10 Estomago.indd 1

Gastrite

Nome: Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia). Parte usada: folhas Indicação: estudos realizados na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) demonstraram que a planta também é capaz de incrementar a barreira da mucosa do estômago, graças a uma substância chamada de friedenelol, presente em sua composição. A espinheira também é rica em flavonoides, o que justifica seu uso como antiinflamatório e preventivo para a formação de úlceras. Esses flavonoides inibem a ação de determinadas enzimas, reduzindo a produção de ácidos e óxido nítrico no estômago. Contraindicação: não deve ser usada por crianças menores de 10 anos, gestantes e lactantes.

Refluxo gástrico

Nome: Gengibre (Zingiber officinale) Parte usada: caule Indicação: rico em compostos fenólicos, como os gingeróis e os shogaois, age diretamente no trato digestivo, normalizando as contrações que causam o sintoma. Também alivia náuseas. Contraindicação: quem sofre de pressão alta deve evitar o gengibre. Durante a gravidez, o ideal é tomar, no máximo, uma xícara do chá de gengibre por dia.

ABCFARMA • Especial Fitoterápicos • Maio 2017

26/04/2017 16:39:02


Ei! Você!

Sua vida já está digital,

conectada e móvel: Uma revolução irreversível mas,

comum, o que as empresas devem

ainda assim, é comum ver organizações

discutir é ‘como iremos participar

que não sabem como aproveitar esse

deste movimento’.

movimento em massa na direção do mundo

A Revista ABCFARMA, mais uma vez,

digital e móvel. E muitas acabam perdendo

inova no mercado farmacêutico

oportunidades de inovar e surpreender seus

trazendo uma plataforma digital e móvel

consumidores.

que permite que seus leitores capturem

Com o mundo conectado, as pessoas

as matérias e anúncios que mais gostam,

hoje são muito mais exigentes quanto às

através do aplicativo Midiacode.

experiências que terão com as marcas.

Ao capturarem e guardarem os conteúdos

Elas querem as informações disponíveis e

em seus celulares, nossos leitores

fáceis. Mais ainda, querem que os conteúdos

acessam mais informação a respeito do

relevantes venham ao encontro delas. Uma

assunto e ainda podem compartilhar com

vez entendendo que essa revolução é

outras pessoas, tornando muito maior

irreversível, e isso parece ser senso

seu alcance.

Você ainda não experimentou isso? Vá em frente capture esta matéria através do aplicativo Midiacode no seu celular, com um conteúdo extra sobre a revolução dos dispositivos móveis nas empresas.

Midiacode_19_4_17__nsd__v2.indd 2

26/04/2017 17:01:15


Foto: Creativeart - Freepik.com

Como capturar e colecionar o conteúdo da Revista ABCFARMA 1 - Baixe o app Midiacode nas lojas

2 - Cadastre-se gratuitamento em 20 segundos

3 - Toque no botão azul para ativar a câmera

4 - Aponte a câmera para o código e capture o conteúdo

ANUNCIO MIDIACODE.indd 1

26/04/2017 13:46:15

ESPECIAL FITOTERÁPICOS  

Maio de 2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you