Issuu on Google+

IMPRESSO

Jornal da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

Dezembro de 2010 | Ano 21 | Nº 202 | abccc.com.br

Laço com nova regra no ciclo 2012

Página 7

Provas Jovens têm mais três seletivas Página 38

Raça é destaque no Super Stakes em SP Página 39

Saiba os valores da anuidade 2011 Página 5

Novos núcleos, sede e diretorias Página 41

Foto Arquivo ABCCC

Tudo pronto para a grande final do Tiro de Laço Em novembro foram realizadas mais 13 seletivas à etapa final da modalidade, disputada em Esteio/RS no mês de janeiro Foto Felipe Ulbrich

Expointer 2011

Controle

PÁGINA 35

Foto Mário Tissot

Agenda de Classificatórias e Passaportes está definida Calendário do Freio de Ouro prevê dez semifinais no Brasil e duas internacionais e ainda as Exposições Passaporte Página 5

ABCCC passa a exigir DNA

Associação não aceitará mais padreação de éguas cujos reprodutores não possuírem o exame genético Página 4


2

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Opinião

Editorial

Foto do criador

No balanço final, o crescimento Chegamos ao último mês do ano, período para planejar e estabelecer metas para 2011. No ambiente crioulista ainda é época de cruzamentos para definir os produtos do próximo ano. E embora com um ciclo de trabalho definido entre uma Expointer e outra, dezembro é uma segunda oportunidade para fazermos um balan-

Isso significa que o cavalo Crioulo brasileiro começa a entrar em uma nova era de expansão, que ultrapassa os limites da Região Sul.

ço das ações realizadas ao longo de 2010. Dados do Setor de Registro Genealógico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) mostram que o nosso cavalo está despertando interesse de outras regiões do país. Ainda é cedo para avaliarmos o resultado do Projeto Vaquejada, iniciado em abril deste ano.

Este espaço é dedicado para divulgar imagens de criadores em momentos representativos de sua trajetória dentro da raça Crioula. As fotos, devidamente identificadas, devem ser enviadas para o e-mail: jornalcavalocrioulo@abccc.com.br – assunto: Foto do Criador.

Será ainda preciso pelo menos mais um ou dois anos. Mas o certo é que os números das movimentações cartoriais são, no mínimo, animadores. Em 2009 foram transferidos mais de sete mil animais somente no estado do Rio Grande do Sul. Até novembro deste ano esse número era pouco maior que quatro mil exemplares nessa região, porém, o índice de crescimento no país supera os 20%. Isso significa que o cavalo Crioulo brasileiro começa a entrar em uma nova era de expansão, que ultrapassa os limites da Região Sul. Até o final deste mês as estimativas apontam para a comercialização de cerca de R$ 100 milhões. O montante é dez vezes maior que em 1999, quando as vendas de cavalos Crioulos giravam em torno dos R$ 9 milhões. É com este saldo e na perspectiva de que 2011 seja ainda melhor para os crioulistas brasileiros que a diretoria e os funcionários da ABCCC desejam a todos associados, criadores, proprietários e admiradores da raça Crioula um Feliz Natal e um Ano-novo repleto de realizações.

A Foto do Criador deste mês foi enviada por Gislaine Pacheco, do CT Tapera, de Tramandaí/RS. A imagem mostra os potros do CT alinhados junto ao pequeno Otávio Pacheco, filho de Gislaine, que tem paixão por cavalo Crioulo e pretende ser um Ginete de Ouro

Índice

Espaço do leitor

Parabéns pelas reportagens, principalmente do Freio de Ouro... sugestão: cavalo Crioulo poderia ser chamado de cavalo Criouro.” Andre Luiz Machry, de Frei Rogério/SC

Opinião

2

Por dentro da ABCCC

4

Freio de Ouro

8

Morfologia

14

Entrevista

24

Morfologia

27

Eventos

28

Geral

41

Gente

46

Sugestões de matérias a serem abordadas e comentários a respeito do Jornal Cavalo Crioulo podem ser enviados para o e-mail: jornalcavalocrioulo@abccc.com.br

Expediente

O Jornal Cavalo Crioulo é a publicação oficial da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), produzido pelo setor de Comunicação e Marketing da Associação. Tem periodicidade mensal e tiragem de quatro mil exemplares. Correspondências para o Jornal devem ser encaminhadas para o e-mail jornalcavalocrioulo@abccc.com.br ou remetidas à ABCCC, Avenida Fernando Osório, 1754-A, CEP 96055-000, Caixa Postal 571, Pelotas/RS. O fechamento de cada edição ocorre no último dia do mês. DIRETORIA ABCCC 2010/2012 Presidente: Manuel Luís Benevenga Sarmento

Vices-presidentes: Frederico Wolf, Alfredo Lisboa Ribeiro Tellechea e Mauro Raimundi Ferreira Primeiro-secretário: Elisabeth Amaral Lemos Segundo-secretário: Luis Augusto Weber Primeiro-tesoureiro: César Augusto Rabassa Hax Segundo-tesoureiro: Milton Martins Moraes Filho Conselho Fiscal: Daniel Anzanello, Eduardo Macedo Linhares, Luiz Antônio Martins Bastos Suplentes do Conselho Fiscal: Antônio Augusto Marques de Fernandes, Fernando Fabrício de Faria Corrêa Presidente Conselho Deliberativo Técnico: Ricardo Vieira Borges Membros: Antonio Carlos Albuquerque Py, Francisco Kessler Fleck, Luiz Martins Bastos Neto, Ciro Manoel Canto de Freitas, Eduardo Móglia Suñe, Luiz Alberto Martins Bastos Diretor de Marcha Resistência: Paulo Gomes Móglia Diretor de Provas Funcionais: Mário Móglia Suñe

Membros: Cássio Souza Bonotto, Francisco Carlos Habowsky, José Francisco Pereira de Moura, Lauro Varela Martins, Leandro Amaral, Luis Rodolfo da Costa Machado Jornalista responsável: Débora Borba (MTB/RS 11.619) Textos: Créditos nas matérias Fotos: Créditos nas imagens Projeto Gráfico: Thiago Garcia Rocha – thiagorochadg@gmail.com Diagramação: Tadeo Pérez Davyt e Thiago Garcia Rocha Revisão: Rosi Pedroni Weege Impressão: Grupo Editorial Sinos AS, Novo Hamburgo/RS Publicidade: anuncios@abccc.com.br ou através do telefone (53) 3223-2122. Envio de arte sempre até o dia 25 de cada mês. Atenção anunciante: A ABCCC não se responsabiliza pelas informações prestadas nas páginas de publicidade, bem como pelas fotos cedidas para a publicação. Elas são de inteira responsabilidade dos anunciantes.


4

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Por dentro da ABCCC

DNA de potros passa a ser obrigatório Osíris Reis

Estabelecer um novo mecanismo para o controle da paternidade do animal. Esse é um dos principais objetivos da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) ao definir que todos os potros nascidos a partir de julho de 2010 devem ser submetidos a exame de DNA e o resultado comparado com o do pai. Ou seja, a associação não aceitará mais padreação de éguas cujos reprodutores não possuírem o exame genético.

Para o superintendente do Setor de Registro Genealógico da ABCCC, Gilberto Loureiro de Souza, a norma é uma adequação a uma exigência ministerial e torna o registro da raça algo concreto. “A norma servirá para o bom funcionamento do registro genealógi-

Informativo ao criador O Setor de Registro Genealógico da ABCCC encaminhou aos senhores os Pré-Registros e os formulários para comunicação das coberturas de suas éguas, na próxima safra. Com a intenção de melhor servi-los, segue um guia prático para preenchimento da documentação. 1 - O Pré-Registro deverá ser completamente preenchido pelo criador e assinado por ocasião da visita técnica, deixando em branco apenas a parte da resenha gráfica, a pelagem e o local para assinatura do técnico. 2 - Solicitamos que os pedidos de inscrições não sejam preenchidos por nossos técnicos, evitando assim reclamações sobre rasuras dos documentos ou a não identificação dos animais. 3 - Todo pedido de inscrição remetido à ABCCC sem o devido preenchimento e/ou a assinatura do proprietário será devolvido.

4 - O técnico da ABCCC coletará material para exame de DNA de todos os produtos nascidos a partir de 1º de julho de 2010, exceto dos machos que serão registrados como castrados. 5 - Averiguar por ocasião da visita do técnico, se o reprodutor tem exame de DNA. Caso não tenha, o pedido de inscrição será devolvido sem ser protocolado e o criador terá que chamar o técnico novamente para efetuar a coleta.

co”, explicou. Ele acredita que nenhuma raça possui credibilidade sem que se tenha certeza de suas paternidades.

Procedimento O procedimento é simples: quando o técnico chega na propriedade para realizar a resenha ao pé da mãe, já coleta uma amostra da pelagem da cola do potro (alguns pelos junto com a raiz) que deve ser encaminhada à análise laboratorial. Somente após o laudo confirmar a paternidade, é que o SRG fará o registro do animal. No laboratório, o pelo passa por uma análise genética e o resultado é comparado com um banco de dados que contém as informações genéticas dos reprodutores. “Até agora, 99% dos animais fecharam Nota: Tipagem Sanguinea não será aceita. 6 - Para que seja feita a reativação de animais, de castrados para inteiros, será necessário primeiro o exame comparativo de DNA e será cobrada taxa equivalente a dez vezes o valor normal do registro provisório. Após poderá ser apresentado para confirmação. 7 - Se o criador não estiver no estabelecimento na ocasião da visita, o técnico preencherá o pré-registro com a resenha, pelagem, assinatura e coletará o material para exame de DNA, deixando os documentos com o criador. Lembramos que o prazo de nove meses conta a partir do nascimento do potro até a data do protocolo na ABCCC. 8 - Quanto ao preenchimento dos Mapas de Padreações, nestes deverão constar os nomes dos reprodutores e o período correspondente às coberturas.

9 - Se o reprodutor for de sua propriedade, portanto, já registrado em seu nome ou estiver devidamente autorizado pelo proprietário a cobrir suas éguas - por escrito - o criador deverá somente assinar em “Assinatura do proprietário do reprodutor”, não havendo necessidade do reconhecimento da firma.

10 - Caso a cobertura seja cedida por outro criador ou comprada, a Declaração de Padreação deverá vir assinada pelo proprietário do cavalo, conforme está registrado na associação, com a firma reconhecida. 11 - Todos os documentos recebidos na ABCCC sem preenchimento rigo-

com as paternidades”, informou a responsável técnica pelo laboratório Detecta, Roberta Collares.

Exceções Em caso de potros castrados, não será preciso fazer o exame de DNA, devido ao fato que ele não será reprodutor, portanto, exclui-se a necessidade da certificação. Caso o criador informe que irá castrar o animal e mude de ideia, ele também pode requerer o exame na ABCCC, no entanto, suas despesas com o processo serão maiores. Outra exceção refere-se à tipagem sanguínea. Neste caso, a associação aconselha que os criadores aproveitem a visita do técnico para identificar os animais que só têm a tipagem e ainda não passaram pelo exame e proceder a coleta. rosamente correto serão devolvidos.

12 - Será de inteira responsabilidade do criador/proprietário a remessa de toda documentação, preferencialmente via Sedex ou carta registrada, ao setor de registro genealógico da ABCCC. Edilon Xavier de Almeida Chefe SRG Gilberto Loureiro de Souza Superintendente do SRG

Comunicação de padreações Os criadores que adquiriram cavalos, mas ainda não procederam a transferência, devem solicitar ao vendedor uma autorização para poder assinar as padreações desse animal enquanto ele ainda não for transferido. Assim que a autorização chegar à ABCCC, o próprio comprador poderá comunicar as padreações das suas éguas ou de terceiros que o cavalo tenha cobrido.

Nova tabela de emolumentos Atenção criador: aproveite para liquidar seus débitos até o dia 30 de dezembro, pois, a partir do próximo ano, os valores da tabela de emolumentos serão alterados de acordo com o novos dados do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), que serão conhecidos até o final de 2010.

Papo Técnico

Rouget Gigena Wrege – Médico Veterinário – CMRV/RS 08345

Técnicas e sistemas de reprodução equina - (Parte 1) * Quanto mais avançada a técnica reprodutiva utilizada, teremos mais eficiência, mais custo, mais trabalho, mais éguas por reprodutor e menos riscos. No entanto, se a técnica for aplicada sem dedicação, competência e conhecimentos necessários, todo o sistema sairá com deficiência.

A monta a campo pode ser conduzida de várias formas distintas.”

A reprodução equina, perante as normas da ABCCC, pode ser dividida em três certames básicos: monta a campo, monta controlada e inseminação artificial a fresco (somente em casos autorizados pela ABCCC). A monta a campo pode ser conduzida de várias formas distintas mas, basicamente, vamos dividi-la em monta a campo sem controle e com controle. A monta a campo sem controle, como todo o sistema reprodutivo que for utilizado, terá algumas vantagens como baixo custo, pouca mão de obra e, com um número adequado de éguas, boas condições de clima e ambiente, garanhão e éguas sadios, as taxas de prenhez neste sistema deverão ser bastante boas. E algumas desvantagens como desgaste do garanhão (principalmente em cavalos novos), baixo número de éguas a serem servidas, alto risco de acidentes, bem como transmissão e disseminação de doenças venéreas e problemas que acarretem em infertilidade ou subfertilidade definitiva ou temporária, rejeição do garanhão a algumas éguas e, no caso de um baixo índice de prenhez,

isto somente será constatado após ser tarde demais para solucionar e o prejuízo estar instalado. Na monta a campo com controle, normalmente, são feitos exames periódicos das éguas, quinzenais ou mensais, possibilitando assim acompanhar mais de perto o processo reprodutivo e o desempenho do garanhão e podendo retirar da manada as éguas que já se encontram gestantes, aliviando assim garanhão e potreiro e, em alguns casos que não há rejeição por parte do garanhão; podemos até substituir éguas prenhas por vazias, aumentando o uso do garanhão. Outra vantagem deste sistema perante a monta sem controle é a identificação de problemas reprodutivos de garanhão e éguas a tempo de serem solucionados e contornados, no entanto, este sistema aumenta o custo e a mão de obra do processo reprodutivo, bem como a inserção de novas éguas na manada tem o risco de rejeição por parte do garanhão. A monta dirigida pode ser conduzida de várias formas distintas, no entanto, para fins didáticos, falaremos em dois sistemas: com controle de folículo e sem controle de folículo. Neste sistema normalmente se utiliza o auxílio de um rufião, que pode ser outro garanhão grande ou pônei ou um rufião preparado. Não se aconselha o uso do próprio garanhão no trabalho de rufiação. É usual nestes casos a rufiação diária das éguas não servidas. Após ser detectado o primeiro dia de cio, a égua começa a ser servida pelo garanhão no terceiro dia, levando um salto a cada 48 horas até o término do cio, após 14 dias esta égua deverá retornar à rufiação por mais cinco a sete dias, para identificar o retorno ao cio, em caso desta não ter emprenhado no primeiro. * Continua na próxima edição

Dúvidas? Envie sua pergunta para

jornalcavalocrioulo@abccc.com.br


Passaporte e classificatórias do Freio com datas definidas Fotos Felipe Ulbrich

Osíris Reis

A corrida pelo título de Campeão do Freio de Ouro entrará em uma nova etapa no mês de março, quando se iniciam as fases classificatórias. Desta vez, as disputas para a maior prova de seleção da raça Crioula começam dia 21 de março, em Buenos Aires, na Argentina. Já as Morfologias Passaporte, que garantem a vaga na Expointer, terão início no mês de abril quando ocorrerá o Bocal de Ouro em Esteio/ RS. A edição 2011 da Expointer acontecerá de 27 de agosto a 4 de setembro.

Além destas oportunidades, os animais que tenham obtido 18 ou mais pontos nas Credenciadoras do ciclo 2010/2011, mas que não foram classificados ao Freio, ainda podem participar da Repescagem, que será realizada de 8 a 10 de julho em Esteio. Dos municípios listados abaixo, apenas

Etapas classificatórias iniciam no dia 21 de março de 2011 na capital argentina, Buenos Aires

Buenos Aires e Montevidéu não realizarão Exposições Passaporte, assim como em Esteio - du-

rante a Repescagem. As cidades de Pelotas e Uruguaiana não têm classificatórias agendadas.

Presidente da ABCCC Manuel Sarmento acompanhou a escolha do novo dirigente

A Associação Brasileira de Cavalos Crioulos passa a ter mais um canal de interlocução entre os núcleos regionais e a sede. Dessa vez, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília, reuniram-se e optaram por indicar um coordenador específico

para a Região 5C. Carlos Piegas, 39, foi escolhido e deverá representar os interesses peculiares das regiões mais afastadas do Rio Grande do Sul. A escolha aconteceu durante evento em Mococa (SP), na sexta-feira - 12 de novembro - e contou com a participação

sem o benefício do desconto. A partir de 1º/1/11 a anuidade, não paga em uma das opções oferecidas, será lançada automaticamente pela modalidade de três vezes a débito de sua conta na ABCCC já vencida. Salientamos que após não será possível outra opção de pagamento.

Quem optar pela parcela única, após o vencimento, só poderá fazê-lo até 29/12/10, direto à ABCCC

Lígia N M Ribeiro Gerente ADM

Airto Costa de Oliveira Júnior Porto Alegre/RS Airton Antônio Oliveira - Sapucaia do Sul/RS Alisson Cristiano Becher Ribas - Palmeira/PR

Buenos Aires - 21 a 23 de março Bocal de Ouro - Esteio/RS - 20 a 24 de abril Pelotas - Região 1 - 23 de março (Apenas Passaporte) Uruguaiana - Região 3 - 13 de maio (Apenas Passaporte) Montevidéu - 13 a 15 de maio Região 1 - São Lourenço do Sul/RS 19 a 22 de maio Região 2 - Bagé/RS - 27 a 29 de maio Região 5A - Lages/SC - 3 a 5 de junho Região 3 - Santo Ângelo/RS - 10 a 12 de junho Região 6 - Camaquã/RS - 17 a 19 de junho Região 4 - Passo Fundo/RS - 23 a 26 de junho Região 5B - Pato Branco/PR - 1º a 3 de julho Repescagem - Esteio/RS - 8 a 10 de julho Classificatória aberta - Brasília/DF 22 a 24 de julho

André Luís e Rodrigo Vaz Machado - Rio de Janeiro/RS

estados. Santa Catarina e Paraná já estão solidificados e falam uma linguagem similar ao Rio Grande do Sul, diferentemente dos outros estados”, explicou. De acordo com Carlos Piegas, vivenciar realidades e necessidades peculiares das regiões contribuirá para o fortalecimento dos núcleos. “Com essa nova representação as sub-regiões tendem muito a crescer”, disse o coordenador que cria éguas em Mococa. Além de ser um porta voz de necessidades, Piegas também coordenará a organização do calendário de eventos de cada localidade. Os núcleos que necessitarem de auxílio, devem encaminhar e-mails para o endereço eletrônico csmpiegas@hotmail.com. (Osíris

Reis)

Anuidade pode ser paga em parcela única até o dia 22 A ABCCC está emitindo cobrança pela Caixa Econômica Federal com vencimento em 22/12/2010 referente à Anuidade 2011, reajustada pela variação do IGPM do período 9,49%. Estão disponíveis três modalidades de pagamento. (Confira ao lado os valores)

Galeria de Novos Associados

Classificatórias e Exposições Passaporte

Carlos Piegas é o novo coordenador da Região 5C do presidente da associação, Manuel Luís Benevenga Sarmento. Solidificar o crescimento e a instalação de novos núcleos no Brasil. Com esse propósito, Piegas aproximará a região 5C - que compreende todos os estados brasileiros menos Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná - das áreas onde o crioulismo é mais desenvolvido. Além dele, André Rosa continua sendo o coordenador das regiões 5A e 5B, que englobam Santa Catarina e Paraná. Para o vice-presidente de Relacionamento com os Núcleos, Mauro Ferreira, a região 5C é territorialmente muito grande e culturalmente diversa, o que justifica a criação de uma coordenação específica. “Há uma afinidade cultural muito diferente entre os

5

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Por Dentro da ABCCC

Sócio-contribuinte Modalidade Parcela única Em 3 x reajustáveis Em 12 x fixas de

Valor R$ 710,00 1ª de R$ 237,00 R$ 69,00

Até o vencimento R$ 620,00 R$ 218,00 R$ 63,00

Sócio-aspirante Modalidade Parcela única Em 3 x reajustáveis Em 12 x fixas de

Valor R$ 355,00 1ª de R$ 118,00 R$ 36,00

Até o vencimento R$ 310,00 R$ 109,00 R$ 33,00

André L. A. Crespo e Renato S. Crespo - Pelotas/RS

Antônio Carlos Torres Vicente e Silva - Dom Pedrito/RS Aparício Anger Marques - São Luis Gonzaga/RS Ayrto Alberto Schvan - Novo Hamburgo/RS Eliana Antônia V. S. Collares e Irmãos - Bagé/RS Elizandro Gomes - Alegrete/RS

Palma

Élton César Ieimthes Mendes São Leopoldo/RS Erasmo Maricato - Erechim/RS

Júnior

Felipe Takis da Costa - Brasília/DF Jefferson Dias - Forquilhinha/SC

da

Silva

Gelon José Acosta Dias - Pelotas/ RS Gerson Derli John de Castro - Alegrete/RS João José Soares Machado - Manoel Viana/RS José Calvino Pires Maia - Porto Alegre/RS Loraci Flores de Lima - Bagé/RS Lucel Jussara e Carlos Ernesto Betiollo - Pinheiro Machado/RS Maria Luíza Tellechea Cerqueira & Filhos - Florianópolis/SC Matheus - Bagé/RS

Ribeiro

Fernandes

Nestor Braga dos Santos - Caxias do Sul/RS Neverton Castro - Sapiranga/RS

Gonçalves

Nicanor da Luz Júnior e Filhos Encruzilhada do Sul/RS Paulo César Ferrari Pires - Rio Grande/RS Rafael Depetris Haddad - Salto de Pirapora/SP Reonardo Helcias Gehrke - Porto Alegre/RS Suzana Teresinha Pelegrini Moraes - Porto Alegre/RS Thiago Lima Neves - Pelotas/RS Tiago Azeredo Cardoso - Porto Alegre/RS


6

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Calendário de Eventos Dezembro de 2010 9 a 13 - Evento: Festa da Família Crioulista, Prova de Jurados, Prova de 21 Dias, Morfologia - Cidade: Bagé/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Bagé - Responsável: Rafael Pons Suñe - Contato: (53) 3242 1701/(53) 3311 0230/(53) 9946 7846/(53) 9946 7846 10 a 12 - Evento: Concentração, Morfologia - Cidade: Jacareí/SP - Apoio: Núcleo de Criadores do Vale do Paraíba e Sul de Minas - Responsável: Alexandre Pupo Ferreira - Contato: (12) 3971 1831/ (12) 9757 2099 10 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Antônio Prado/RS - Apoio: Núcleo Serrano de Criadores de Cavalos Crioulos - Responsável: Daniela Brito - Contato: (54) 3232-6077 10 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Painel/SC - Apoio: Associação Catarinense CCC Adolfo Martins - Responsável: Hilário Vieira - Contato: (49) 8804-4498 11 - Evento: Prova de 21 Dias - Cidade: Cruz Alta/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Cruz Alta - Responsável: Jorge Alberto Machado da Costa - Contato: (55) 3322 1460 11 - Evento: Dia de Campo, Resenha Coletiva - Cidade: Cachoeira do Sul/RS - Apoio: Núcleo CCC de Cachoeira do Sul - Responsável: Núcleo CCC Cachoeira do Sul - Contato: (51) 3722 7386/(51) 3722 2181/(51) 9847 5757 - Maninho 11 - Evento: Paleteada, Tiro de Laço - Cidade: Quaraí/RS - Apoio: Núcleo Quaraiense de CCC - Responsável: Martin Gadret - Contato: (55) 9112-2441

Por Dentro da ABCCC 19 - Evento: Concentração, Paleteada Cidade: Tijucas/SC - Apoio: Núcleo de CCC de Florianópolis/Tijucas - Responsável: Kety - Contato: (48) 9972-5500 / Antônio Henrique Baki Huscher - Contato: (47) 3349 3132/(47) 3349 3132/ (47) 9936 3441/(47) 9936 3441 20 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: São José/SP - Apoio: Associação Catarinense CCC Adolfo Martins - Responsável: Marlon - Contato: (48) 9947-0541 26 - Evento: Concentração e Tiro de Laço - Cidade: Garibaldi/RS - Apoio: Núcleo CCC dos Vinhedos - Responsável: Renato José Gabana - Contato: (54) 3453 2353/ (54) 3453 2353/(54) 9972 1348 Janeiro de 2011 7 - Evento: Concentração, Tiro de Laço - Cidade: Frederico Westphalen/RS Apoio: Núcleo Palmeirense de CCC - Responsável: Luiz Carlos Ardenghy Sobrinho e Filhos - Contato: (55) 3742 2265/(55) 3742 3089/(55) 3742 2265/ (55) 9964 1122/(55) 9657 3823 8 - Evento: Paleteada Internacional, Paleteada - Cidade: Jaguarão/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Jaguarão - Responsável: Rodrigo Gonçalves/Carlos Gonçalves Neto - Contato: (53) 3261 2134/(53) 3261 1703/(53) 3261 2134/(53) 9818 4649 13 a 16 - Evento: Final Nacional do Tiro de Laço - Cidade: Esteio/RS - Apoio: ABCCC - Responsável: ABCCC - Contato: (53) 3223 2122/(53) 3223 4774 16 - Evento: Provas Jovens, Paleteada - Cidade: Bagé/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Bagé - Responsável: Vânia Ferrari (53) 3242-0006

11 - Evento: Dia de Campo, Morfologia, Concentração - Cidade: São José/SP Apoio: Núcleo de CCC de Florianópolis/ Tijucas

21 a 23 - Evento: Provas Jovens, Credenciadora - Cidade: Camaquã/RS - Apoio: Núcleo CCC José Júlio Coutinho - Responsável: Luiz Mário Azambuja - Contato: (51) 3692 3173/(51) 9984 0682-esposa/(51) 9984 0606

11 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Bom Retiro do Sul/RS - Apoio: Núcleo CCC de Santa Cruz do Sul - Responsável: Luiz Henrique dos Santos - (51) 3766-3162 / 9353-3483

22 a 23 - Evento: Dia de Campo - Cidade: Santiago/RS - Apoio: Núcleo CCC de Santiago - Responsável: Cristiano Weber da Silva - Contato: (55) 3251 1863/ (51) 9817 0999

11 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: São Martinho/RS - Apoio: Associação CCC Adolfo Martins - Responsável: Jailson (48) 8833-0777

22 a 23 - Evento: Credenciadora, Provas Jovens - Cidade: Lavras do Sul/RS Apoio: Núcleo de CCC de Lavras do Sul

12 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Santa Vitoria do Palmar/RS - Apoio: Núcleo CCC Pedro Arício Souza - Responsável: Rafael Rodrigues Machado - Contato: (53) 3263 1932 12 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Itaqui/RS - Apoio: Núcleo Itaquiense de Criadores de Cavalos Crioulos - Responsável: Irene Passos - (55) 3433-1342 / 9943-3416 12 - Evento: Resenha Coletiva, Dia de Campo - Cidade: Caçapava do Sul/RS Apoio: Núcleo CCC de Caçapava do Sul Responsável: Luiz Antônio Brito Teixeira - (55) 9964-2218 15 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Ilhota/SC - Apoio: Associação Catarinense CCC Adolfo Martins - Responsável: Róbson - Contato: (47) 9989-9068 18 a 19 - Evento: Festa Campeira da Família - Cidade: Pelotas/RS - Apoio: Núcleo Sudeste de CCC - Responsável: Núcleo Sudeste de CCC - Contato: (53) 3273 3414/(53) 3223 4433/(53) 3273 3414/(53) 9981 2383

23 - Evento: Paleteada - Cidade: Camaquã/RS - Apoio: Núcleo CCC José Júlio Coutinho - Responsável: Luiz Mário Azambuja - Contato: (51) 3692 3173/ (51) 9984 0682-esposa/(51) 9984 0606 27 a 30 - Evento: Credenciadora - Cidade: Santa Vitoria do Palmar/RS - Apoio: Núcleo de CCC Pedro Arício Souza - Responsável: Rafael Rodrigues Machado Contato: (53) 3263 1932 28 a 30 - Evento: Concentração, Provas Jovens e Credenciadora de Inéditos - Cidade: Canela/RS - Apoio: Núcleo de CCC Encosta da Serra - Responsável: Antônio Flávio da Costa - Contato: (51) 3565 2414/(51) 3565 2701/(51) 9159 7258/ (51) 3565 2701 29 - Evento: Prova de 21 Dias, Palestra Técnica, Resenha Coletiva - Cidade: Ponta Grossa/PR - Apoio: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de CC Fevereiro 3 a 6 - Evento: Tiro de Laço, Campereada, Paleteada, Provas Jovens - Cidade: São Borja/RS - Apoio: Núcleo de CCC de

São Borja - Responsável: Rita Dorneles Contato: (55) 3431-5195 5 a 6 - Evento: Enduro - Cidade: Dom Pedrito/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Dom Pedrito - Responsável: Marco Antônio Gomes/Filipe Fialho Gomes - Contato: (53) 3243 3622/(53) 3243 1273/(53) 9975 5341 5 - Evento: Palestra Técnica, Prova de 21 Dias - Cidade: Pelotas/RS - Apoio: Núcleo Sudeste de CCC - Responsável: Núcleo Sudeste de CCC - Contato: (53) 3273 3414/(53) 3223 4433/(53) 3273 3414/(53) 9981 2383 5 a 6 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Lavras do Sul/RS - Apoio: Núcleo de CCC Lavras do Sul - Responsável: Muça Esquirio El Hatal - Contato: (53) 3247 7070/(53) 3247 7070/(55) 9972 4871 6 - Evento: Prova de 21 Dias - Cidade: Dom Pedrito/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Dom Pedrito - Responsável: Marco Antônio Gomes/Filipe Fialho Gomes - Contato: (53) 3243 3622/(53) 3243 1273/(53) 9975 5341 11 a 13 - Evento: Concentração, Morfologia, Credenciadora de Inéditos, Paleteada - Cidade: Herval do Sul/RS - Apoio: Núcleo Sudeste de CCC - Responsável: Gisliane Puccineli - (53) 3267-1256 19 a 20 - Evento: Movimiento La Rienda, Rédeas - Cidade: Rosário do Sul/RS - Apoio: Núcleo CCC Rosário do Sul - Responsável: Miguel Ângelo Prates Schossler - Contato: (55) 3231 2006/(55) 3231 1233/(55) 3231 1233/(55) 9974 4932 19 - Evento: Prova de 21 Dias, Tiro de Laço, Concentração, Morfologia - Cidade: Ponta Grossa/PR - Apoio: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Responsável: 20 - Evento: Campereada - Cidade: Palmeira das Missões/RS - Apoio: Núcleo Palmeirense de CCC - Responsável: Luiz Carlos Ardenghy Sobrinho e Filhos - Contato: (55) 3742 2265/(55) 3742 3089/(55) 3742 2265/(55) 9964 1122/ (55) 9657 3823 25 a 27 - Evento: Copa do Proprietário - Cidade: Ponta Grossa/PR - Apoio: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Responsável: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Contato: (42) 3232 2893/(42) 8805 1332 25 a 27 - Evento: Provas Jovens e Credenciadora de Inéditos - Cidade: São Lourenço do Sul/RS - Apoio: Núcleo de CCC de São Lourenço - Responsável: João Alberto Cunha da Rocha - Contato: (53) 3251 1198/(53) 3251 1608/(53) 9959 3638/(53) 9971 2607/(53) 3503 2526 26 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Santa Maria/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Santa Maria - Responsável: 27 - Evento: Dia de Campo - Cidade: Palmeira das Missões/RS - Apoio: Núcleo Palmeirense de CCC - Responsável: Luiz Carlos Ardenghy Sobrinho e Filhos - Contato: (55) 3742 2265/(55) 3742 3089/(55) 3742 2265/(55) 9964 1122/ (55) 9657 3823 Março 1º - Evento: Resenha Coletiva - Cidade: Vacaria/RS - Apoio: Núcleo Serrano de CCC - Responsável: Fábio Muricy Camargo - Contato: (54) 9974-8324 5 a 6 - Evento: Dia de Campo - Cidade:

Santo Ângelo/RS - Apoio: Núcleo Missioneiro de CCC - Responsável: Pedro Paulo Bottom Moro - Contato: (55) 3312 5370/(55) 9961 2615 5 - Evento: Dia de Campo - Cidade: Arroio Grande/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Arroio Grande - Responsável: Marcelo Silveira da Silveira - Contato: (53) 3262 1272/(53) 3262 2885/(53) 9975 0015 5 a 8 - Evento: Concentração, Tiro de Laço, Campereada, Provas Jovens, Credenciadora, Paleteada e Morfologia - Cidade: Caxias do Sul/RS - Apoio: Núcleo de CCC dos Vinhedos - Responsável: Valdecir Souza de Lima - Contato: (54) 3214 6277/(54) 3222 4747/(54) 3025 6951/(54) 9972 7707

(53) 3243-3622/(53) 9975-5341

3243-1273/(53)

20 - Evento: Dia de Campo - Cidade: Santa Maria/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Santa Maria - Responsável: 23 - Evento: Morfologia - Cidade: Pelotas/RS - Apoio: Núcleo Sudeste de CCC - Responsável: Rouget Wrege - (53) 8117-9146 24 a 25 - Evento: Morfologia, Credenciadora de Inéditos - Cidade: Balsa Nova/ PR - Apoio: Associação Paranaense de Criadores de Cavalos Crioulos - Responsável: Mariano Lemanski - Contato: (41) 3264 6292/(41) 3264 3314/(42) 3254 1237/(41) 9973 9187/(42) 9232 0667

6 - Evento: Resenha Coletiva - Cidade: Pedras Altas/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Pedras Altas - Responsável: Carlos Santos Silveira de Ávila - Contato: (53) 3261 1580/(53) 3261 4326/(53) 9976 1168/(53) 9976 1168

25 - Evento: Concentração, Marcha - Cidade: Jaguarão/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Jaguarão - Responsável: Rodrigo Gonçalves - Contato: (53) 3261-2134/(53) 32611703/(53) 3261-2134/(53) 9818-4649

9 a 13 - Evento: Concentração, Paleteada, Credenciadora, Provas Jovens, Morfologia, Prova de 1 Ano de Doma, Prova de 21 Dias - Cidade: Alegrete/RS Apoio: Núcleo de CCC de Alegrete - Responsável: Ciro Manoel Canto de Freitas - Contato: (55) 3422 4236/(55) 3422 6823/(55) 9974 2024/(55) 9626 8729

25 a 27 - Evento: Concentração, Paleteada, Provas Jovens, Credenciadora - Cidade: Santana do Livramento/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Livramento - Responsável: Elton José Barreto Enick - Contato: (55) 9961-1179/(55) 8124-0000

11 a 13 - Evento: Paleteada, Provas Jovens, Credenciadora de Inéditos, Morfologia - Cidade: Arroio Grande/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Arroio Grande - Responsável: Marcelo Silveira da Silveira - Contato: (53) 3262 1272/(53) 3262 2885/(53) 9975 0015 11 a 13 - Evento: Credenciadora - Cidade: Ponta Grossa/PR - Apoio: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Responsável: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Contato: (42) 3232 2893/(42) 8805-1332 18 a 20 - Evento: Credenciadora - Cidade: Jaguarão/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Jaguarão - Responsável: Rodrigo Gonçalves/Carlos Gonçalves Neto - Contato: (53) 3261-2134/(53) 32611703/(53) 3261-2134/(53) 9818-4649 18 a 20 - Evento: Palestra Técnica, Resenha Coletiva, Paleteada, Campereada Cidade: Rio Grande/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Rio Grande - Responsável: Manoel Vanderlei Braz Gonçalves - Contato: (53) 3230-1317/(53) 3230-2154/ (53) 9971-1415/(53) 9931-1415 18 - Evento: Concentração, Morfologia - Cidade: Dom Pedrito/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Dom Pedrito - Responsável: Marco Antônio Gomes/Filipe Fialho Gomes - Contato: (53) 3243-3622/ (53) 3243-1273/(53) 9975-5341 18 a 20 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Ponta Grossa/PR - Apoio: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Responsável: Núcleo Caminho das Tropas de Criadores e Proprietários de Cavalos Crioulos - Contato: (42) 3232 2893/(42) 8805 1332 18 - Evento: Dia de Campo - Cidade: Eldorado do Sul/RS - Apoio: Núcleo de CCC da Região Carbonífera - Responsável: Núcleo CCC da Região Carbonífera - Contato: (51) 9282-1977 19 a 20 - Evento: Provas Jovens, Credenciadora Inéditos - Cidade: Dom Pedrito/ RS - Apoio: Núcleo de CCC de Dom Pedrito - Responsável: Marco Antônio Gomes/Filipe Fialho Gomes - Contato:

25 a 26 - Evento: Palestra Técnica - Cidade: Santa Maria/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Santa Maria - Responsável: 25 a 27 - Evento: Provas Jovens, Credenciadora Inéditos, Credenciadora - Cidade: Pelotas/RS - Apoio: Núcleo Sudeste de CCC - Responsável: Rouget Wrege - (53)8117.9146 25 - Evento: Resenha Coletiva, Concentração - Cidade: Santiago/RS - Apoio: Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Santiago - Responsável: Cristiano Weber da Silva - Contato: (55) 32511863/(51) 9817-0999 26 - Evento: Resenha Coletiva - Cidade: Santa Cruz do Sul/RS - Apoio: Núcleo de CCCC de Santa Cruz do Sul - Responsável: Tibicuera Menna Barreto de Almeida - Contato: (51) 3713-2280/(51) 37192532/(51) 3713-2280/(51) 9884-9339 26 - Evento: Tiro de Laço - Cidade: Santiago/RS - Apoio: Núcleo de CCC de Santiago - Responsável: Cristiano Weber da Silva - Contato: (55) 3251-1863/ (51) 9817-0999

Calendário de Concentrações Dezembro 2010 10 - Jacareí, às 14h, Rafael Fagundes Sant'anna 10 - São Martinho, Adolfo José Martins Netto 11 - São José, às 7h30min, Ricardo Guazelli Martins 19 - Tijucas, às 9h30min, Ricardo Guazelli Martins 26 - Garibaldi, Ricardo Guazelli Martins Janeiro 2011 7 - Frederico Westphalen 28 - Canela, às 9h Fevereiro 11 - Herval do Sul, às 8h 19 - Ponta Grossa Março 5 - Caxias do Sul 9 - Alegrete 18 - Dom Pedrito, às 8h 25 - Jaguarão 25 - Santana do Livramento, às 14h 25 - Santiago 31 - Esteio


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Por dentro da ABCCC

7

Tiro de Laço terá novo regulamento no ciclo 2012 Foto Divulgação

Douglas Saraiva

Após analisar e discutir propostas de qualificação do Crioulaço, a Subcomissão da modalidade chegou a um consenso e estabeleceu algumas alterações no regulamento da competição. As novas determinações foram aprovadas pela Comissão de Provas Funcionais da ABCCC e entrarão em vigor após a Final Nacional do ciclo 2011, disputada entre os dias 14 e 16 de janeiro em Esteio/RS.

De acordo com o coordenador da Subcomissão de Tiro de Laço, Lúcio Rigon Stacowski, o novo regulamento foi construído pelos membros da comissão e editado pelo vice-presidente de Relacionamento com os Núcleos, Mauro Raimundi Ferreira, com o assessoramento do vice-presidente do Conselho Deli-

valendo as atuais determinações da modalidade. Além disso, Stacowski conta que, devido a inúmeros pedidos, a diretoria da ABCCC estuda a possibilidade de promover a Final Nacional de 2012 do Crioulaço em nova data e local.

Conheça as alterações - Será exigido, no momento da inscrição, o registro definitivo original dos equinos inscritos ou a sua cópia devidamente autenticada em frente e verso. Alterações no regulamento do Tiro de Laço entram em vigor após a Final Nacional do ciclo 2011

berativo Técnico, Ricardo Vieira Borges. Stacowski diz crer que o regulamento do Crioulaço precisava de mais “recheio” há um tempo. “A evolução no Laço é espantosa,

nunca se laçou tanto como agora e o profissionalismo chegou para ficar”, afirma. O coordenador faz questão de ressaltar que, até a final do ciclo corrente, em janeiro do ano que vem, ainda estarão

- Não serão aceitos para fins de inscrição: fax de pedigree, telefonemas de técnicos, relatório de quinta geração, registro provisório ou cópia sem autenticação de frente e verso. - Tamanho da armada: para menores de 12 anos, competidoras do sexo feminino ou maiores de 65

anos a armada é livre. De 12 até 15 anos a armada será de sete metros, com quatro rodilhas de 25 centímetros. Para os demais a armada será de oito metros e quatro rodilhas de 25 centímetros.

Laço Criador

O concurso Laço Criador ocorrerá paralelo a todos os Crioulaços. Somente poderão participar criadores de cavalos Crioulos, seus cônjuges, pais e filhos, os quais deverão montar animais de sua criação. Esta prova será disputada em caráter individual sob as mesmas regras do Crioulaço de duplas sendo que o mesmo conjunto (cavalo e cavaleiro) poderá participar do Crioulaço de duplas. * O Regulamento completo com as novas determinações está disponível no site de Tiro de Laço da ABCCC.


8

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Freio de Ouro

Rio Grande credencia exemplares Nívea Bilhalva Oliveira

O município gaúcho de Rio Grande proporcionou o credenciamento, entre os dias 13 e 14 de novembro, de mais oito animais para a disputa de uma vaga na seletiva máxima da raça Crioula, o Freio de Ouro 2011. Os habilitados estão agora aptos a participar da classificatória da região um que ocorrerá em maio, na cidade de São Lourenço do Sul.

Participaram da competição oito fêmeas e 11 machos, avaliados pelos jurados Eduardo Móglia Suñe, João Alberto Cunha da Rocha e José Luiz Lima Laitano. (Leia mais sobre este evento nas páginas 17 e 38) A primeira égua credenciada, AS Malke Punhalada, montada por Marcelo Rezende Móglia, já marcou sua história dentro da raça ao ser eleita Grande Campeã da Expointer deste ano. Punhalada

é filha de BT Jurado e Farofa do Itapororó, do criador e expositor Agropecuária Schwanck Ltda, de Uruguaiana/RS. A égua foi avaliada na etapa morfológica com a média de 8,433, manteve-se durante toda a prova em primeiro lugar e chegou à final com a pontuação de 20,062. O primeiro colocado entre os machos, Los Hermanos Cimarron, também é um cavalo com histórico reconhecido na raça Crioula, pois participou do último Freio de Ouro. Montado por Zeca Macedo, o mouro, filho de Ganadero da Harmonia e Quatiara da São Leopoldo, obteve média morfológica de 7,183 e chegou à final da funcional com 20,445. O cavalo é da criação de Fernando Moraes de Mello e Irmãos, do município de Jaguarão/RS e exposto pela Estância Nazareth, Itapitocai e Cabanha do Pontal, dos municípios de Uruguaiana e Arambaré/RS.

Transferência de embrião Devido à conquista do grande campeonato em Esteio, As Malke Punhalada registrou seu nome no livro de Registro de Mérito da ABCCC, alcançando com isso o direito de fazer transferência de embrião. Conforme o ginete Marcelo Móglia, que montou a égua, este será agora o destino da mesma, fato que fez com que Punhalada disputasse a credenciadora de Rio Grande. “Optamos por trazer a égua a Rio Grande, devido à data e também para prestigiar o pessoal do Núcleo, assim como o colega Zeca Macedo”, relata Móglia.

Credenciados Fêmeas 1º lugar AS Malke Punhalada, filha de BT Jurado e Farofa do Itapororó, do criador

Fêmeas

e expositor Agropecuária Schwanck Ltda, de Uruguaiana/RS. Ginete: Marcelo Rezende Móglia. Nota: 20,062 2º lugar Sananduva do Salton, filha de AS Malke Cartucho e Setária do Rincão do Barreto, criador e expositor Paulo Murilo Barreto Dias Lopes, Cabanha Salton, Dom Pedrito/RS. Ginete: Márcio Maciel. Nota: 19,837 3º lugar Ketacada Tupambaé, filha de Taco de São Bibiano e São Martim Redoblada, criador e expositor Oswaldo Dornelles Pons, Cabanha Tupambaé, Dom Pedrito/RS. Ginete: Sulimar Munhoz. Nota: 18,453 4º lugar SR Reculuta, filha de San Baldomero Puestero e SR Legenda, criador Luiz Maggi Linhares e expositor Nelso Cibulski, Cabanha Turuna, Palmares do Sul/RS. Ginete: André Luiz Cibulski. Nota: 17,167 Machos 1º lugar Los Hermanos Cimarron, filho de

Ganadero da Harmonia e Quatiara da São Leopoldo, criador Fernando Moraes de Mello e Irmãos, expositor estâncias Nazareth, Itapitocai e Cabanha do Pontal, Uruguaiana/RS e Arambaré/RS. Ginete: Zeca Macedo. Nota: 20,445 2º lugar Feriado de Santa Edwiges, filho de Rodopio de Santa Edwiges e Víbora de Santa Edwiges, criador e expositor Daniel Anzanello, Cabanha Santa Edwiges, São Lourenço do Sul/RS. Ginete: Mílton Castro. Nota: 19,294 3º lugar Oitão do Esperanto, filho de JA Ontonte e JW Andorinha, criador Eroni Vaz Madruga, expositor Flávio e Rosângela Rodrigues, Cabanha Los Amores, Rio Grande/RS. Ginete: Jackson Fonseca. Nota: 18,448 4º lugar Marumby Tupambaé, filho de Galo de Briga Tupambaé e Barcelona Tupambaé, criador Oswaldo Dornelles Pons, expositor Leandro Souza, Cabanha Paredão, Rio Grande/RS. Ginete: Rodrigo Fonseca. Nota: 17,630

Machos

AS Malke Punhalada, a primeira credenciada entre as fêmeas

Fotos Nívea Oliveira

Los Hermanos Cimarron, o primeiro credenciado entre os machos

Sananduva do Salton ficou com a segunda colocação entre as éguas credenciadas

Ketacada Tupambaé garantiu a terceira colocação entre as éguas

SR Reculuta, a quarta colocada entre as fêmeas credenciadas

Feriado de Santa Edwiges, o segundo credenciado entre os cavalos

Oitão do Esperanto, o terceiro macho credenciado no evento de Rio Grande

Marumby Tupambaé ficou com a quarta colocação entre os machos credenciados


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Freio de Ouro

9

Bom futuro profissional em Esteio Pâmela Seyffert

O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da 6ª Região realizou a 10ª Credenciadora de Inéditos de Primavera. O evento realizado entre os dias 19 e 21 de novembro contou com a participação de 11 fêmeas e 18 machos na cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul.

O julgamento do conjunto de provas foi realizado pelos jurados Fabrício Marino, Marco Antônio Stumpf e Ricardo Torres. Em clima de confraternização e temperaturas agradáveis, a Credenciadora de Inéditos de Esteio, teve a presença de um bom público no Parque de Exposições Assis Brasil. De acordo com o jurado, Ricardo Torres, o nível dos animais inscritos ainda apresenta

um estágio inicial de treinamento e que com o passar do tempo deverá apresentar um melhor desempenho profissional. ”Destaco o trabalho realizado pelos três jurados do evento, que garantiram a qualidade de profissionais jovens da nova geração”, conclui. Atuou também na credenciadora o técnico Marcelo Montano Coelho. (Leia mais nas páginas 22, 28 e 38)

Credenciados

na/RS. Ginete: Gabriel Marty. Nota: 17,882 2º lugar Uruguaia da Quinta, filha de BT Faceiro do Junco e Anahi da Quinta, criador Estância da Quinta Ltda, expositor Péricles e Dinah Druck, Estância Boa Vista da Quinta, Rio Pardo/RS. Ginete: Madson Fagundes da Silva. Nota: 17,679 3º lugar

Fêmeas 1º lugar Baturete Cimarron, filha de Xique Cimarron e Urtiga Cimarron, criador e expositor Fernando Fabrício de Faria Corrêa, Estância Aurora, Uruguaia-

Astuta 487 Maufer, filha de BT Bailongo e Simpática 189 Maufer, criador Maurício e Fernando Lampert Weiand, expositor Joni dos Santos/ Volmir Santos Guimarães. Ginete: Volmir Guimarães. Nota: 17,324 4º lugar

Fêmeas

Atacama do Capão Redondo, filha de Buenacho 04 do HV e Pacifica Lunera, criador e expositor Luiz Carlos e Antônio Carlos A. Py, Fazenda Capão Redondo, Barra do Ribeiro/RS. Ginete Jardel Pereira. Nota: 17,303 Machos 1º lugar Taco dos Castanheiros, filho de General de Santa Angélica e Ousada de Santa Angélica, criador Miguel e Rodrigo Scarpellini Campos, expositor José Darcy de Leão e Filhos, Cabanha Leão, Sapiranga/RS. Ginete Juca Rolim. Nota: 17,734 2º lugar Jacarandá Negrito, filho de Jalisco de Santa Angélica e Jacarandá Valsa, criador Antônio Augusto Marques

de Fernandes, expositor Enilton Francisco Maduell Nunes, Cabanha Del Huaso, Viamão/RS. Ginete João Furtado. Nota: 16,837 3º lugar Líder da Boa Vista, filho de Chicão de Santa Odessa e Pitanga da Vila Velha, criador Fazenda Boa Vista, expositor João Vítor Wille e Morgana Maria Sanvido, Cabanha Recanto da Várzea, Gramado/RS. Ginete Cléo Falcão. Nota: 16,506 4º lugar Carrancudo Liberal, filho de Xique Cimarron e Salamanca Liberal, criador e expositor Augusto Ormazabal de Faria Corrêa, Cabanha Liberal, Uruguaiana/RS. Ginete Paulo Cariolato. Nota: 16,153

Machos

Baturete Cimarron, a primeira credenciada entre as fêmeas, com nota final 17,882

Taco dos Castanheiros obteve o primeiro lugar entre os machos com nota final 17,734

Uruguaia da Quinta atingiu nota final 17,679 e ficou com a segunda colocação

Astuta 487 Maufer ficou em terceiro lugar entre as fêmeas com nota 17,324

Atacama do Capão Redondo ficou em quarto lugar entre as fêmeas com nota 17,303

Fotos Felipe Ulbrich

Jacarandá Negrito ficou com nota final 16,837 e garantiu a segunda colocação

Líder da Boa Vista, o terceiro credenciado entre os machos, com nota 16,506

Carrancudo Liberal ficou com a quarta colocação com nota 16,153


10

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Freio de Ouro

Pista de destaque e fêmea de futuro André Amaral

Entre os dias 26 e 28 de novembro, Carlos Loureiro de Souza, Eduardo Móglia Suñe e Luiz Martins Bastos Neto definiram mais oito exemplares inéditos para participar do Bocal de Ouro 2011, na cidade gaúcha de Arambaré. As provas, que tiveram supervisão técnica de Rodrigo Teixeira, foram realizadas na Cabanha do Pontal e chamaram atenção pela excelente pista de mangueira e qualidade das jovens fêmeas.

Na avaliação de Eduardo Móglia Suñe, a quantidade restrita de exemplares não foi suficiente para reduzir o potencial do evento, que contou com oito machos e 11 fêmeas de futuro promissor. “Poucos, mas bons”, pontuou. Na opinião de Suñe, a égua ganhado-

ra, BT Salamanca II, foi o grande destaque. Ele aposta no futuro do animal que atingiu 21,661 pontos de nota final. “Ela é excepcional, vai incomodar muito.” Com relação ao primeiro cavalo credenciado, Bagunceiro 24 da Trovador, Suñe afirma ser um animal de qualidade e potencial, mas que ainda precisa de alguns ajustes. O clima bom e o gado corredor também foram citados pelo jurado. Sobre a pista de provas, Suñe não poupou elogios ao afirmar que é uma das melhores do Brasil: “Estrutura espetacular, um lugar maravilhoso”. (Leia mais sobre este evento na página 27)

Credenciados Fêmeas

1º lugar

BT Salamanca II, filha de BT Lucero e BT Malvina, criador Flávio Bastos Tellechea, expositor Cabanha Basca, Cabanha Basca, Uruguaiana/RS. Ginete: José Fonseca Macedo. Nota: 21,661. 2º lugar

Festa Campeira do Pinhal, filha de Piá Forasteiro e Caramela do Pinhal, criador Armin José Schvarc, expositor Santo Izidro e Ouro Fino Crioulos, Cabanha Santo, Sant’Ana do Livramento/RS. Ginete: Miguel Souza. Nota: 20,095 3º lugar

Boneca da Anita, filha de Ganadero da Harmonia e Boneca da Harmonia, criador Giovana Ely Flores e Augusto Luís G. Dias e expositor Carla Musa e Onécio Silveira Prado Jr., Haras Tamareira, Mundo Novo/GO. Ginete: Cézar Augusto Schell Freire. Nota:

Fêmeas

19,886 4º lugar

Piazita do Infinito, filha de Cônsuelo do Infinito e Piá Libertá, criador Roberto Sidney Davis Júnior e expositor Elton José Barreto Enick, Cabanha Don Enick, Santana do Livramento/RS. Ginete: Márcio Maciel. Nota: 19,671 Machos

1º lugar

Bagunceiro 24 da Trovador, filho de BT Lucero e BT Olada, criador Neri, Adriano e Guilherme Mallmann e expositor Adriano e Guilherme Mallmann, Cabanha Trovador, Santana do Livramento/RS. Ginete: Márcio Maciel. Nota: 20,345 2º lugar

Abre Cancha da Onicron, filho de

3º lugar

Hospedeiro do Tamboré, filho de Santa Elba Señuelo e BT Georgia, criador Diego de Lucena Zanandréa e expositor Condomínio Hospedeiro do Tamboré, Palmares do Sul/RS. Ginete: Flávio de Borba Pereira. Nota: 19,134 4º lugar

PO Ouro Negro, filho de Joio de Santa Edwiges e La Invernada Consentida, criador Gonçalo Porto Silva e expositor Henrique Osvaldo Poeta Roenick, Cabanha Don Andrea, Porto Alegre/RS. Ginete: Roniglei Silva Noble. Nota: 16,549

Machos

BT Salamanca II atingiu a excelente nota de 21,661 e conquistou o primeiro lugar entre as fêmeas

Piazita do Infinito ficou com a quarta colocação ao atingir nota final 19,671

Fotos Divulgação

Bagunceiro 24 da Trovador conquistou o primeiro lugar entre os machos com nota final 20,345

Festa Campeira do Pinhal ficou com a segunda colocação entre as fêmeas com nota 20,095

Boneca da Anita ficou em terceiro lugar entre as éguas com nota final 19,886

Pergaminho AA e Quina Tupambaé, criador e expositor José Eduardo Bueno, Cabanha Onicron, Palmares do Sul/RS. Ginete: Cézar Augusto Schell Freire. Nota: 20,015

Abre Cancha da Onicron garantiu a segunda colocação com nota final 20,015

Hospedeiro do Tamboré ficou em terceiro lugar entre os machos com nota final 19,134

PO Ouro Negro conquistou o quarto lugar entre os cavalos com nota final 16,549


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Freio de Ouro

11

Gado corredor, cavalos eficientes André Amaral

Junto à 8ª Exposição Morfológica, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Soledade/RS realizou sua 1ª Credenciadora de Inéditos ao Bocal de Ouro, no dia 26 de novembro. A prova, realizada no Parque Centenário, teve como técnico responsável Jorge Aginelo do Nascimento e foi julgada por João Arízio, Lúcio Fontoura e Álvaro Dumoncel. (Leia mais sobre este evento nas páginas 23 e 32)

Em um clima de primeira, os 11 machos e as 14 fêmeas foram testados por um gado excelente, que exigiu competência e habilidade. “Este inclusive foi um ponto forte da competição”, disse Arízio, que destacou a melhor

qualidade das fêmeas credenciadas. O jurado salientou sua preferência pelo primeiro macho credenciado e pelas duas melhores colocadas entre as fêmeas. “Desempenho realmente muito bom, principalmente, se tratando de uma Credenciadora de Inéditos.”

Credenciados

Estampa de Santa Domitila, filha de BR Jacuí e Galdina 78 da Madrugada, criador Ibanez Vieira da Cruz, expositor Rafael e Karina Pereira da Cruz, Cabanha Santa Domitila, Eldorado do Sul/RS. Ginete: Fábio Teixeira. Nota 18,574 3º lugar

Fêmeas 1º lugar

2º lugar

Tabaquera Cala Bassa, filha de Cadidato Simpatia e Esbelta Cala Bassa, criador Marcelo Rezende Móglia, expositor Luís Augusto Weber, Cabanha do Ouriço, Carazinho/RS. Ginete: Charles Fagundes. Nota: 18,854

Descoberta do Mapa Gaúcho, filha de BT Átila do Junco e Calabresa do Inhandui, criador e expositor Leandro Mosmann e André Arnecke Angeli, Cabanha Mapa Gaúcho, Sapiranga/RS. Ginete: Tiago Gularte. Nota: 17,166 4º lugar

Faceira II da Reconquista, filha de BT Jade e Novela da Reconquista, cria-

Fêmeas

dor Eduardo e Marcelo Tellechea Cairoli, expositor Maurício Bastos Molina, Cabanha Passo Novo, Uruguaiana/RS. Ginete: Rogério Soares. Nota: 16,451

Cabanha Santa Cinilda, Cabanhas Sorsul e Santa Cinilda, Horizontina/ RS. Ginete: Rodrigo Nunes. Nota 17,603

Machos

Dom Dido Maestro, filho de Galo de Briga Tupambaé e Donzela do Agabê, criador Danilo Ferrão da Costa, expositor Hugo de Vasconcellos Neto, Cabanha Henzo, Soledade/ RS. Ginete: Rodrigo Guterres. Nota: 16,180

1º lugar

Tango II do Passo Fundo, filho de Intendente do Inhanduvá e Jararaca do Passo Fundo, criador Evaristo Tagliari Neto, expositor Josemar Sgorla, Cabanha Olho D’Água, Passo Fundo/RS. Ginete: Charles Fagundes. Nota: 18,607 2º lugar

Inédito de Santa Cinilda, filho de BT Harmônico e BT Doidivana, criador Márcia Regina Gonçalves de Castro, expositor CT Cabanha Sorsul e

3º lugar

4º lugar

Candeeiro da Retranca, filho de Ganadero da Harmonia e Florida do Ponche Verde, criador Sabrina Zanetti, expositor Amaro Cardoso Arteiro Neto, Cabanha Dom Arteiro, Portão/ RS. Ginete: Adriano Streck. Nota: 16,134

Machos Fotos Divulgação

Tabaquera Cala Bassa, de Carazinho/RS, teve ótimo desempenho e conquistou a primeira colocação entre as fêmeas

Tango II do Passo Fundo, de Passo Fundo/RS, atingiu 18,607 pontos e garantiu o primeiro lugar entre os machos

Estampa de Santa Domitila, de Eldorado do Sul/RS, garantiu o segundo lugar entre as fêmeas

Descoberta do Mapa Gaúcho, a terceira colocada

Faceira II da Reconquista ficou com o quarto lugar

Inédito de Santa Cinilda conquistou a segunda colocação entre os machos

Dom Dido Maestro, o terceiro cavalo credenciado

Candeeiro da Retranca foi o quarto colocado


12

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Freio de Ouro

Arroio Grande define credenciados Nívea Bilhalva Oliveira

A 17ª Credenciadora de Arroio Grande, que aconteceu de 5 a 7 de novembro, durante a 72ª Expofeira do município gaúcho, contou com a presença de 18 animais. A participação de competidores de comprovada funcionalidade e de ginetes vencedores do Freio de Ouro qualificou e elevou o nível da seletiva. (Leia mais sobre este evento na página 14)

Das oito éguas que participaram da prova funcional, a primeira credenciada, SR Tertúlia, foi exposta por Ailton Batista dos Santos, da Cabanha Todos os Santos, município de Capão da Canoa/RS. A baia de oito anos foi montada por Everton de Deus Vallin, e atingiu a pontuação final de 19,277. SR Tertúlia está voltando a competir, pois em 2008 foi uma das finalistas do Freio de Ouro.Entre os 10 machos

presentes na Credenciadora, dois já foram finalistas do Freio de Ouro, o primeiro colocado, Alvoroço 01 de Itabuna e o que ficou na terceira posição, Bombardeio de São Cristóvão. O credenciamento de Alvoroço 01 de Itabuna atingiu uma elevada pontuação, 20.016, digna de finalista do Freio de Ouro. O cavalo rosilho, filho de BT Jurado e Hipótese Liberal, também ficou com a maior nota morfológica (7.100).

Machos são destaque Na credenciadora, os animais foram avaliados por Cláudio Azevedo, de Pelotas/RS, Eduardo Móglia Suñe, de Bagé/RS e Frederico Araújo, de Rio Grande/RS. Para eles teve grande destaque a qualidade do gado utilizado nas provas, o que proporcionou o bom desem-

penho dos animais.

Como na primeira vez em Esteio O ginete Everton de Deus Vallin, que montou a vencedora da prova, SR Tertúlia, conta que foi esta mesma égua que lhe proporcionou estrear no Freio de Ouro em 2008. “Este ano estamos voltando para tentar novamente competir na final em Esteio”, diz Vallin, informando que após 2008 SR Tertúlia foi para a cria e agora retorna às provas. “Sinto que estamos mais maduros, e eu mais confiante devido a esta maturidade”, ressalta o ginete.

Credenciados Fêmeas 1º lugar SR Tertúlia, filha de Respeito Tupambaé e SR Milonga; criador Luiz Maggi Linha-

Fêmeas

res, expositor Ailton Batista dos Santos, Cabanha Todos os Santos, Capão da Canoa/RS. Ginete: Everton de Deus Vallin. Nota: 19,277 2º lugar Ilhapa da Ouro Branco, filha de Damasco da Ouro Branco e Acordeona da Escondida; criador Erni Griebeler, expositor Sandro Gonzales e Gabriel Robe, Cabanha da Costinha, Pelotas/RS. Ginete: Alex Maciel. Nota: 17,540 3º lugar Entrosada da Reconquista, filha de BT Inquisitor e Temida da Reconquista; criador Eduardo e Marcelo Tellechea Cairoli, expositor Luis Fernando Figurelli e Zeca Macedo, Centro de Treinamento Zeca Macedo, Rio Grande/RS. Ginete: Bruno Vaz. Nota: 16,682 4º lugar Atrevida da Várzea, filha de Pisco do Capão Grande e Chinoca; criador Mário Eduardo Ramos da Silveira, expositor José Tamoio G. de Pinho, Fazenda Pinho, Arroio Grande/RS. Ginete: Valdeci (Cicca). Nota: 16,595

2º lugar Cacique do Rincão da Figueira, filho de BT Faceiro do Junco e Taleira 1141 de São Bibiano; criador Pedro Galtieri, expositor André Macinei, Cabanha Bela Vista, São Francisco de Assis/RS. Ginete Maurício Idiart. Nota: 19,604 3º lugar Bombardeio de São Cristóvão, filho de Debochado do Quartel Mestre e BT Moda do Junco; criador Tiago Peretto, expositor Joelson Blen, Cabanha Venâncio Blen, Porto Alegre/RS. Ginete: Everton de Deus Vallin. Nota: 18,501 4º lugar Caiboaté da Tradição, filho de Rebuliço da Tradição e El Trapiche T Revoltosa; criador e expositor Luiz Alberto Martins Bastos, Estância Nazareth, Uruguaiana/ RS. Ginete: Zeca Macedo. Nota: 18,427

Machos

SR Tertúlia, de Capão da Canoa, foi a primeira credenciada entre as fêmeas, ao atingir nota final 19,277

Atrevida da Várzea, de Arroio Grande/RS, a quarta fêmea credenciada, com nota final 16,595

Fotos Nívea Oliveira

Alvoroço 01 de Itabuna, de Caçapava do Sul/RS, o macho com maior nota final na Credenciadora: 20,016

Ilhapa da Ouro Branco, de Pelotas/RS, teve nota final 17,540 e ficou em segundo lugar entre as fêmeas

Entrosada da Reconquista, de Rio Grande/RS, conquistou a terceira colocação entre as fêmeas

Machos 1º lugar Alvoroço 01 de Itabuna, filho de BT Jurado e Hipótese Liberal; criador e expositor Matheus Gomes Lopes, Cabanha Itabuna, Caçapava do Sul/RS. Ginete Raul Lima. Nota: 20,016

Cacique do Rincão da Figueira, o segundo colocado entre os machos credenciados

Bombardeio de São Cristóvão, terceiro melhor macho da credenciadora

O quarto macho credenciado em Arroio Grande foi Caiboaté da Tradição


14

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

Tempo bom e animais de qualidade Maysa Maciel

Os crioulistas que passaram pelo Parque de Exposições de Cascavel, no Paraná, entre os dias 4 e 7 de novembro puderam apreciar animais de muita qualidade na 3ª edição da Exposição Morfológica da cidade. O evento foi promovido pela Associação Paranaense de Criadores de Cavalos Crioulos.

O tempo bom e os 43 animais de ótimo nível possibilitaram um bom trabalho à supervisão técnica de Jorge Aginelo do Nascimento e ao jurado Antônio Fernandes, que disse observar um grande avanço em termos de qualidade, com animais de ponta capazes de disputar as primeiras colocações em qualquer exposição da América. “O elevado nível e o preparo dos animais que hoje se apresentam, são reflexos diretos dos investimentos realizados pelos criadores locais aliados a uma busca constante por assessoria técnica.” A escarapela de Melhor Exemplar da Raça foi conquistada por Esmeralda do Ribeirão Bonito. A égua criada e exposta por Arison Jung foi considerada um exem-

plar de exceção. “Trata-se de uma potranca de grande feminilidade, muito correta, estruturada, com leveza e suavidade de linhas e apresentando uma grande capacidade de avanço ao caminhar”, coloca Fernandez. O Grande Campeão, por sua vez, primava por um expressivo selo racial, estrutura e biótipo funcional, segundo o jurado. Outro fato destacado por Fernandez foi a grande qualidade dos animais da categoria incentivo, especialmente das fêmeas. “Foram apresentadas quatro potrancas de exceção que, sem dúvida alguma, serão éguas e ventres de destaque na raça.”

Resultado (Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas

Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça

Esmeralda do Ribeirão Bonito, filha de Viragro Rio Tinto e Delta de Rosazul, criador e expositor Arison Jung, Guarapuava/PR

Fotos Mário Tissot

Reservada Grande Campeã

Guasuara La Yarara, filha de Charque Rayo e Dormida Espiga, criador Luís Angel Frare, expositor Osvaldo e Renato Vacinaletti, Cabanha Mapuche, Pomerode/SC 3ª Melhor Fêmea

Santa Tecla 07 Buena Suerte, filha de Jacarandá Peleador e Sapata de Santa Edwiges, criador e expositor Máximo Antônio Deud e Jamil Deud Júnior, Cabanha Santa Tecla, Clevelândia/PR

Melhor Exemplar da Raça e Grande Campeã, Esmeralda do Ribeirão Bonito

RZ Singapura da Carapuça foi o Grande Campeão do evento

Guasuara La Yarara foi escolhida Reservada Grande Campeã

Entonado do Ribeirão Bonito, o Reservado Grande Campeão

Entonado do Ribeirão Bonito, filho de Viragro Rio Tinto e Duquesa JB de Palermo, criador e expositor Arison Jung, Cabanha Ribeirão Bonito, Guarapuava/PR

Cabanha do Lageado, Guarapuava/ PR

3º Melhor Macho Lageado Andejo, filho de Mañanero Manicero e Pora Serena, criador e expositor Vinícius Virmond Kruger,

Oeste Mutante e Cimbronazo Tran-

4ª Melhor Fêmea

Mapuche Doriana, filha de BT Delantero e Mapuche Amazônia, criador e expositor Osvaldo e Renato Vacinaletti, Cabanha Mapuche, Pomerode/ SC Machos

Grande Campeão

RZ Singapura da Carapuça, filho de BT Lamborguine e Graciela da Carovy, criador Rubens Elias Zogbi, expositor Leonardo R. de Onofre e Guilherme S. Maciel, Guarapuava/PR Reservado Grande Campeão

4º Melhor Macho Mapuche Del Mutante, filho de Del ca, criador e expositor Osvaldo e Renato Vacinaletti, Cabanha Mapuche, Pomerode/SC

Mostra comemora o centenário do Sindicato Rural de Arroio Grande Realizada no dia 5 de novembro, no parque de Exposições Guilhermino Dutra, a 25ª Exposição Morfológica de Arroio Grande foi uma mostra comemorativa aos cem anos do Sindicato Rural do município. (Leia mais sobre este evento na página 12) Os animais foram avaliados pelo jurado bageense Eduardo Móglia Suñe, que apontou como Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça a égua menor Taragüi Jamas, dos criadores e expositores Érico e Sérgio Russo, da Cabanha Taragüi, de Pelotas/RS. Em seu comentário final, Suñe destacou o melhor exemplar da mostra como “uma égua muito feminina, com boa estrutura óssea e que vende muito bem a raça Crioula”. Entre os machos expostos, o Grande Campeão eleito pelo jurado foi o cavalo adulto AS Malke Juramento, exposto pela Parceria Juramento, da Cabanha Juramento, de Arroio Grande/RS. Na avaliação de Suñe “é um cavalo com bastante classe e expressão racial”.

Núcleo presta homenagem Ao final da exposição, cava-

larianos da diretoria do Núcleo, juntamente com o presidente Marcelo Silveira, fizeram uma homenagem ao Sindicato Rural levando bandeiras até o pavilhão onde foram hasteadas para as solenidades da 72ª Expofeira de Arroio Grande. Sob o lema O evento que resiste ao tempo, a Expofeira comemorativa ao centenário do Sindicato Rural contou em sua programação com o 2º ExpoCanto (Festival de Músicas Gaúchas), shows, palestras e seminários. (Nívea Bilhalva Oliveira)

Resultado

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Machos

Grande Campeão - Campeão Cavalo Adulto

AS Malke Juramento, filho de BT Jurado e Órfã de Pai Passo, criador Agropecuária Schwanck, expositor Parceria Juramento, Cabanha Juramento, Arroio Grande/RS Reservado Grande Campeão Reservado Campeão Cavalo Adulto

São João do Juncal Paladino, filho de Tormento da Badana e São João do Juncal Pretensiosa, criador e expositor Roberto Vieira Lucas, Estância São João do Juncal, Jaguarão/RS 3º Melhor Macho - Terceiro Melhor Cavalo Adulto

Lagarto Centurião, filho de Ganade-

ro Centurião e Guaira da Don Fernando, criador Marco Antônio Moraes, expositor Ernesto Gonçalves Monteiro, Arroio Grande/RS 4º Melhor Macho - Quarto Melhor Cavalo Adulto

Arapan da Baraúna, filho de São Leopoldo Danado e São Leopoldo Violeteira, criador Arapan, Agro Pastoril Ltda, expositor Baraúna Agro Pastoril Industrial Ltda, Cabanha Baraúna, Arroio Grande/RS Fêmeas

Grande Campeã - Campeã Égua Menor

Taragüi Jamas, filha de CRT Guapo e Âncora do Elebê, criador e expositor Érico e Sérgio Russo, Cabanha Taragüi, Pelotas/RS

Reservada Grande Campeã - Campeã Égua Adulta

Escolta do Capão Grande, filha de Guasso do Itapororó e Taipa do Capão Grande, criador e expositor Maria Lúcia Santos Drummond de Macedo, Cabanha Capão Grande, Arroio Grande/RS 3ª Melhor Fêmea - Campeã Égua Prenhe

Famosa da Badana, filha de Tormento da Badana e Promessa do Jaredo, criador e expositor Uilson Silveira Machado e Filhos, Agropecuária Palmito, Arroio Grande/RS 4ª Melhor Fêmea - Reservada Campeã Égua Menor

Guerreira Charrua, filha de Entrevero Charrua e Jornada do Rincão, criador e expositor João Rouget Pérez Wrege, cabanha Os Charruas, Jaguarão/RS

Fotos Nívea Oliveira

Tarangüi Jamas eleita Grande Campeã do evento

Escolta do Capão Grande, a Reservada Grande Campeã

AS Malke Juramento, o Grande Campeão da mostra

São João do Juncal Paladino, o Reservado Grande Campeão


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

15

Exporastro demostra qualidade Douglas Saraiva

Em ambiente diferenciado, no Hotel Eco Resort Rio do Rastro, na cidade de Bom Jardim da Serra, foi realizada, no dia 6 de novembro, mais uma exposição morfológica Crioula em Santa Catarina. Com a presença total de mais de 60 animais, a Exporastro foi promovida pela quarta vez, em uma parceria entre a Associação Catarinense de Criadores de Cavalos Crioulos (ACCCC) e a cabanha Rio do Rastro, de Roberto Sandrini Cascaes.

Considerada de muito bom nível, tanto de animais quanto de estrutura, a Exporastro teve também boa presença de público. Segundo Cascaes, a mostra está se consolidando como uma das mais importantes do estado. “Foi um evento maravilhoso, o melhor que já organizamos aqui. Os animais da categoria incentivo foram muito elogiados, o que mostra que os criatórios catarinenses estão realizando um bom trabalho”, disse. A opinião do criador foi reforçada pelas palavras do jurado, José Inácio Freitas, que salientou a uniformidade dos exemplares. “Não tinha nível baixo, a gente nota um trabalho muito bom realizado pelo técnico”, afirmou. Sobre os Gran-

des Campeões, Freitas destacou que “o macho é um cavalo bom, de primeira linha e ganhou fácil. Muito correto, com bons aprumos e bem estruturado. A fêmea também é um animal de muito boa qualidade, bom corpo, musculatura e estrutura e, por isso, foi o Melhor Exemplar da Raça”. Os escolhidos de Freitas foram o macho Teatino do Purunã, Campeão Cavalo Adulto e Grande Campeão do julgamento, e a fêmea Entonada da Maior, Campeã Égua Menor, Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça. De acordo com o técnico da ABCCC no evento, Adolfo José Martins Neto, a égua ainda foi premiada com o título de Melhor Exemplar Nascida em Santa Catarina. “Os catarinenses estão de parabéns. Os criadores do estado devem seguir participando efetivamente das exposições promovidas aqui”, concluiu o técnico. A exposição teve 41 animais nos campeonatos e 21 na categoria incentivo. Na ocasião também ocorreu Concentração de Machos com a confirmação de três dos quatro potros participantes. Foi organizada ainda uma rodada de conversas entre os criadores com a presença de Marcelo Cairoli, da cabanha Reconquista.

Fotos Henrique Vicente

Resultado (Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã Entonada da Maior, filha de Buenaço da Maior e JC Atrevida, criador e expositor André Ricardo Souto Maior, Cabanha Maior, Painel/SC

Grande Campeã e Melhor da Raça, Entonada da Maior

Teatino do Purunã, o Grande Campeão do evento

Guapuruma Jandaia, a Reservada Grande Campeã

Raio de Santa Odessa, o Reservado Grande Campeão da mostra

do Purunã e Morocha do Purunã, criador Mariano Lemanski e expositor Gilson H. Nagano/José Ademir Pereira

3°Melhor Macho As Malke Obediente, filho de BT Jurado e As Malke Escondida, criador Agropecuária Schwanck Ltda e expositor Ernani José de Castro Gamborgi, Fazenda Boqueirão, Lages/SC

Reservada Grande Campeã Guapuruma Jandaia, filha de Zepelim do Igiquiquá e Safira do Igiquiquá, criador e expositor André Luiz Narciso Rosa, Estância Guapuruma, Navegantes/SC 3°Melhor Fêmea SJ Queda D'Água, filha de BT Mouro e Chake La Monedita, criador João Alberto Cunha da Rocha e expositor Romão Francisco Rodrigues Oliveira, Estância de São Pedro, Lages/SC 4ª Melhor Fêmea Canyon Reparona, filha de Níspero do Purunã e Ok Consuelo, criador André Martins Narciso e expositor Robson Gustavo de Souza Vieira, Cabanha Estância Crioula, Urupema/SC Machos Grande Campeão Teatino do Purunã, filho de Hércules

Reservado Grande Campeão Raio de Santa Odessa, filho de Chicão de Santa Odessa e Bellaca de Santa Odessa, criador Torquato Tasso Alano Petrarca e expositor André Ricardo Hoeschl, Cabanha Canaã, Lages/SC

4º Melhor Macho Gaiteiro da Lua Cheia, filho de Impulso do Itapororó e Faísca da Mauá, criador Sérgio Luís da Silveira Costa e expositor Pablo Benvenutti e Márcio Medeiros, Brusque/SC

Fêmeas são destaque de mostra organizada pelo Núcleo Costa Doce A exposição morfológica promovida pelo Núcleo de Cavalos Crioulos da Costa Doce, em Guaíba/RS, foi realizada no dia 6 de novembro, no Sindicato Rural da cidade. Mesmo com poucos animais na disputa, as melhorias na estrutura do evento estimulam a realização de novos eventos. Para o tesoureiro do Núcleo da Costa Doce, Rafael Rech, a administração está preparando um projeto de mangueira coberta. Além disso, foram construídas cerca de 80 cocheiras. “O parque é bonito e possui um acesso fácil. No entanto, vieram muitas pessoas, mas poucos cavalos.” De acordo com o jurado, Roberto Crespo, a exposição teve um nível muito bom de animais e as fêmeas se destacaram mais, já que estavam mais parelhas. “Achei os animais de boa morfologia. Porém, não haviam muitos inscritos”, ressalta. Aproximadamente 26 animais participaram da exposição. Por isso, a mostra não pôde ser oficializada, já que o número de inscritos foi inferior a 40 - quantidade mínima estabelecida pela ABCCC para homologação do

evento. O jurado disse acreditar que o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da Costa Doce está em expansão e existe um desejo de realizar melhorias, principalmente nas instalações. “O número de eventos realizados está aumentando e a participação do público também”, conclui. (Pâmela Seyffert)

Resultado (Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Machos Grande Campeão

Almirante do Caraguatá, filho de Chicão de Santa Odessa e Jóia dos Três Cerros, criador e expositor Antônio Juarez da Silva Ramos, Cabanha Caraguatá, São Jerônimo/RS Reservado Grande Campeão Vento Leste de Santa Edwiges, filho de Tañido Redoblado e Novela de Santa Edwiges. criador Daniel Anzanello e expositor Ventos do Sul Energia S/A, Osório/RS 3°Melhor Macho Ypsilone da Granja das Figueiras, filho de Duelo da Jacuí e Soberba da Granja das Figueiras, criador Francisco Lineu Schardong e expositor Cláudio Alfeu Rener Viana Júnior, Arroio dos Ratos/RS

4º Melhor Macho Pisco do Infinito, filho de Consuelo do Infinito e BT Ostra do Junco, criador Roberto Sidney Davis Júnior e expositor Fausto Manica, Eldorado do Sul/RS Fêmeas Grande Campeã Bombonera 33 da Quinta, filha de BT Faceiro do Junco e Essência de Perfume do Strass, criador Estância da Quinta Ltda e expositor Péricles e Dinah Druck, Estância Boa Vista da Quinta, Rio Pardo/RS Reservada Grande Campeã Alma do Capão Redondo, filha de Farandola do Itapororó e Rumba do

Capão Redondo, criador Luiz Carlos

e Antônio Carlos A. Py e expositor José Heitor Ortiz Cardoso Júnior, Guaíba/RS

3°Melhor Fêmea

Esperança da Capão Formoso, filha de BT Jamaicano e Armada 8 Metros

Barão, criador Carlos Alberto Roos e expositor Marcos Goulart, São Jerônimo/RS

4ª Melhor Fêmea

Três Pontas Negaça, filha de Três Pontas Real Invido e Três Pontas Se-

renicima, criador Luiz Mierczynski

Neto e expositor Jorge Roberto Nunes Saint Pierre, Cabanha Acácia Negra, São Jerônimo/RS

Fotos Almirante Neves

Bombonera 33 foi escolhida a Grande Campeã da Morfologia

Alma do Capão Redondo, a Reservada Grande Campeã

Almirante do Caraguatá, escolhido Grande Campeão

Vento Leste de Santa Edwiges, o Reservado Grande Campeão


16

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

Alta qualidade e grande quantidade André Amaral

O tempo não estava dos melhores, parecia que ia chover. No entanto, o clima permaneceu estável, quente e agradável, perfeito à realização da exposição Morfológica organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Lavras do Sul, entre os dias 4 e 7 de novembro, julgada por Rouget Wrege em Lavras do Sul, Rio Grande do Sul.

O evento reuniu mais de 70 exemplares e foi realizado no Sindicato Rural do município. Com muito boa organização e receptividade por parte do núcleo responsável, o resultado foi uma exposição qualificada, de boa estrutura e feita em um parque de boas instalações. (Leia mais sobre este evento nas páginas 28, 32 e 35) De acordo com o jurado, Rouget Wrege, o nível da mostra estava espetacular, com número e qualidade representativos. “O campeonato todo estava muito bom”, simplificou. O animal eleito Melhor Exemplar da Raça, a égua Campana Tutora, foi escolhida por ser muito bem estruturada, classuda e com bom selo racial.

“Animal de arqueamento de tórax fantástico, com aprumos muito bons”, elogiou. Entre os machos, que no geral, segundo Wrege, estavam mais fracos do que as fêmeas, o Grande Campeonato ficou com o macho Quilero Tero Real. “As fêmeas estavam melhores, mas tinham bons machos também. O Grande Campeão, por exemplo, estava muito equilibrado, com selo racial, bons aprumos e linha superior”, argumentou. Também presentes na exposição, os Incentivos chamaram a atenção do jurado de maneira positiva. Para contrariar o ocorrido entre os animais marcados, nos incentivos, o destaque ficou para os machos. Segundo Wrege, o nível geral foi muito bom, com exemplares de excelente desenvolvimento.

Resultados (os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã

Fotos Divulgação

Campana Tutora, filha de BT Brasão do Junco e Campana Nicotina, criador e expositor Mário Moglia Suñe, Cabanha Campana, Bagé/RS Reservada Grande Campeã Favorita Cala Bassa, filha de Honesto Simpatia e Amapola Cala Bassa, criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Bagé/ RS

Campana Tutora, a Grande Campeã e Melhor da Raça

Favorita Cala Bassa, a Reservada Grande Campeã

Quilero Tero Real foi escolhido Grande Campeão da mostra

Piraí 1533 do Honesto, o Reservado Grande Campeão do evento

3°Melhor Fêmea Brahma Extra do Macanudo, filha de Pergaminho AA e Relíquia do Macanudo, criador Antônio Augusto Brum Ferreira e Expositor Mauro e Telmo Ferreira, Cabanha Macanudo, Lavras do Sul/RS 4ª Melhor Fêmea Cumparcita do Macanudo, filha de Índio da Escondida e Urtiga do Macanudo, criador e expositor Mauro e Telmo Ferreira, Cabanha Macanudo, Lavras do Sul/RS Machos Grande Campeão Quilero Tero Real, filha de São João do Juncal Pandemônio e Quilero Meta y Ponga, criador e expositor Eduardo Móglia Suñe, Cabanha Qui-

lero, Bagé/RS Reservado Grande Campeão Piraí 1533 do Honesto, filho de Honesto Simpatia e Santa Thereza Fisga, criador e expositor Paulo Tavares Móglia, Estância Firmeza, Bagé/RS 3°Melhor Macho Zamorano da Coronilha, filho de Santa Elba Señuelo e Malícia da

Coronilha, criador e expositor Parceria Agropecuária Osório Gomes, Cabanha Coronilha, Dom Pedrito/RS 4º Melhor Macho Cafajeste do Macanudo, filho de Pergaminho AA e Soberba do Macanudo, criador e expositor Mauro e Telmo Ferreira, Cabanha Macanudo, Lavras do Sul/RS

Participação do público é destaque em evento dominado pelas fêmeas O Núcleo de Cavalos Crioulos Pedro Arício Souza promoveu, no dia 4 de novembro, exposição morfológica no Parque do Sindicato Rural de Santa Vitória do Palmar/RS, para avaliar elogiados exemplares da raça. No evento, ocorreram além da mostra, diversas atrações direcionadas ao grande público que passou pelo local. Segundo o técnico da ABCCC que supervisionou o evento, Rodrigo Rodrigues Teixeira, durante a exposição foram realizadas algumas atividades paralelas como shows, rodeio e mostra de cães. “As instalações do parque são reconhecidas como uma das melhores do interior do Estado”, ressalta. A participação do público foi um dos grandes destaques da competição. Além disso, esteve presente no município o presidente da ABCCC, Manuel Luís Benevenga Sarmento. Ainda de acordo com Teixeira, a Concentração de Machos contou com a participação de sete animais sendo que seis deles foram marcados. Para o jurado da morfologia, Fábio Ruivo, o nível das fêmeas estava melhor do que o dos machos. “Achei as éguas mais homogêneas e com um conjunto melhor”, destaca. No entanto, o Grande

Campeão e Melhor Exemplar da Raça foi o cavalo Harmonia Temprano. “O grande campeão era um cavalo equilibrado, de aprumo excelente e muito firme”, conclui. Na opinião de Ruivo, o evento estava bem organizado e a receptividade dos crioulistas locais é um dos pontos de maior destaque. (Pâmela Seyffert)

Resultados (os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Machos Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeão Harmonia Temprano, filho de Ganadero da Harmonia e Coral Sombra,

criador e expositor Harmonia Agricultura e Pecuária Ltda, Cabanha Harmonia, Santa Vitória do Palmar/ RS Reservado Grande Campeão Reservado Campeão Potranco Maior Dibujo da Tamanca, filho de Xiru de Santa Edwiges e BT Jornalista do Junco, criador e expositor Lauro Cardoso Terra e Filhos, Estância Tamanca, Santa Vitória do Palmar/RS 3° Melhor Macho - 3º Melhor Potranco Maior Duerme Negrito da Tamanca, filho de Xiru Velho da Tamanca e Zorra da Tamanca, criador e expositor Lauro Cardoso Terra e Filhos, Estância Tamanca, Santa Vitória do Palmar/RS

4º Melhor Macho - Campeão Cavalo Menor

Domingo da Tamanca, filho de Ganadero da Harmonia e Refundanga da Tamanca, criador e expositor Lauro Cardoso Terra e Filhos, Estância Tamanca, Santa Vitória do Palmar/RS Fêmeas

Grande Campeã - Campeã Égua Adulta

Harmonia Percanta, filha de Ganadero da Harmonia e Thalia da Acauã, criador e expositor Harmonia Agricultura e Pecuária Ltda, Cabanha Harmonia, Santa Vitória do Palmar/RS Reservada Grande Campeã Reservada Campeã Égua Adulta

-

Guanabara Habanera, Filha de Santa Elba Señuelo e BT Vassoura, criador e expositor Luiz Carlos da Silva Carvalho Júnior, Estância Guanabara, Rio Grande/RS 3ª Melhor Fêmea - Campeã Égua Menor

Xuxa da 3J, filha de Lutador do Purunã e Solera da 3J, criador Agropecuária Andrade Lima Ltda, expositor Cabanhas 3J e Rebuliço, Pelotas/RS 4ª Melhor Fêmea - Campeã Égua com Cria

Lamparina da Dona Silvina, filha de Hércules da Tradição e Estrela do Bota-Fogo, criador e expositor Cabanha Dona Silvina, Cabanha Dona Silvina, Santa Vitória do Palmar/RS Fotos Antônio Ferrari

Harmonia Temprano, o Melhor da Raça e Grande Campeão

Harmonia Percanta, a Grande Campeã da competição

Dibujo da Tamanca, o Reservado Grande Campeão

Guanabara Habanera, eleita Reservada Grande Campeã


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

17

Mococa debate expansão Crioula Camila Almeida

Próximo à divisa com Minas Gerais, o município de Mococa/SP sediou, entre os dias 11 e 14 de novembro, disputas e atividades com a inserção da raça Crioula. A Concentração de Machos, 2ª Exposição Morfológica e 4ª Prova Milionária de Team Penning foram realizadas no Parque de Exposições José André de Lima, no recinto Expoam (leia mais sobre este evento na página 32). Além das provas na pista, associados da região debateram propostas de expansão da raça e participaram da reunião de posse da nova diretoria do Núcleo Sem Fronteiras.

Nos dois primeiros dias de evento, ocorreu a exposição morfológica, analisada pelo jurado Mauro Ferreira, de Lavras do Sul/ RS. Na final e entrega dos títulos da morfologia, as fêmeas tiveram destaque. “Algumas delas têm base para suportar premiações máximas”, comentou Ferreira, que foi jurado em São Paulo pela primeira vez. A égua JQ Conquista, garantiu o título de Melhor Exemplar da Raça. Para o jurado, a Grande Campeã e a Reservada Grande Campeã eram semelhantes morfologicamente. “Uma tinha três anos e a outra dois. Então optamos pela

Fotos Felipe Ulbrich

égua mais completa.” Na avaliação de Ferreira, a Reservada Grande Campeã, JQ Darisca, também tinha boa morfologia, porém, ainda está em formação. O jurado ainda comentou o nível de apresentação dos machos, o qual considerou razoável. “O Grande Campeão é muito forte, retangular, com linha de cima firme. Foi superado pela égua no Melhor Exemplar da Raça pela leveza de pescoço e o requinte de cabeça”, falou sobre o macho Taco da Carapuça. Sobre o Reservado Grande Campeão, Bueno do Franz, o jurado destacou o selo racial, a frente leve e a boa estrutura óssea.

Para consolidar O presidente da ABCCC, Manuel Luís Benevenga Sarmento, que foi a Mococa durante o evento, destacou a categoria de incentivo. “Os animais criados aqui mostram que estão no caminho certo”, disse. “O objetivo da nossa vinda é mostrar mais apoio aos núcleos distantes”, afirmou Sarmento. Além dele, também estiveram presentes o vice-presidente de eventos, Mário Móglia Suñe, o coordenador da subcomissão de campereada, Gustavo Weindt, e o técnico Heitor Cheuiche Coelho. Durante o evento, uma reunião foi

realizada com criadores de municípios e estados vizinhos, na qual foram expostas as necessidades e criada uma espécie de força-tarefa, que discutiu ações a serem implementadas em conjunto para consolidar a criação da raça na região. “O pessoal se mostrou satisfeito e com o comprometimento de querer crescer”, disse Sarmento sobre o resultado do encontro.

JQ Conquista, a Grande Campeã e Melhor da Raça

RZ Taco da Carapuça foi escolhido Grande Campeão

JQ Darisca, a Reservada Grande Campeã da mostra

Bueno do Franz, o Reservado Grande Campeão

do Junco e Tacada Cala Bassa, criador Marcelo Rezende Móglia, expositor Edmond Chaker Farhat Júnior, Fazenda Jequitibá, Itatinga/SP

dor Adalberto Franz, expositora Karla Daniela dos Santos Saram, Cabanha Saram, Igaratá, SP

Resultado

(os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça, Grande Campeã e Campeã Potranca Maior JQ Conquista, filha de Apero do Curupá e Dengosa da Charqueada, criador e expositor Edmond Chaker Farhat Júnior, Fazenda Jequitibá, Itatinga/SP Reservada Grande Campeã e Campeã Potranca Menor JQ Darisca, filha de Apero do Curupá e Badana do Borba, criador e expositor Edmond Chaker Farhat Júnior, Fazenda Jequitibá, Itatinga/SP Terceira Melhor Fêmea e Campeã Égua Adulta Hortência da Charqueada, filha de BT Neno e Gralha 179 de Nazareth, criador e expositor Rubens Elias Zogbi, Estância da Carapuça, Cristal/RS Quarta Melhor Fêmea e Campeã Égua com Cria Tachada Cala Bassa, filha de BT Brasão

Machos Grande Campeão e Campeão Cavalo Adulto RZ Taco da Carapuça, filho de BT Lamborguine e SJ Milonga, criador Rubens Elias Zogbi, expositor Luiz de Alencar Araripe Júnior, Fazenda Boqueirão, Areal, RJ Reservado Grande Campeão e Campeão Cavalo Menor Bueno do Franz, filho de Lãs Missiones de Já Hoje e Salamera da 3J, cria-

Terceiro Melhor Macho e Reservado Campeão Cavalo Adulto Atalho da Tamanca, filho de Uísque Duplo da Tamanca e Bailarina de São Thomé, criador Lauro Cardoso Terra e filhos, expositor Marcelo Farias da Silva, Cabanha Entrevero, Itaboraí, RJ Quarto Melhor Macho e Reservado Campeão Cavalo Menor RZ Tacorito da Carapuça, filho de BT Lamborguine e BT Janela, criador Rubens Elias Zogbi, expositor Parceria Tacorito, Itararé e Bagé, SP e RS

Fêmeas chamam a atenção do jurado na exposição de Rio Grande O grande volume de animais e a disputa competitiva entre as fêmeas chamaram a atenção do jurado Eduardo Móglia Suñe, na Exposição Morfológica da Raça Crioula de Rio Grande/RS, que aconteceu durante a 36ª Expofeira do município, no dia 12 de novembro. (Leia mais sobre este evento nas páginas 8 e 38) Assim como na morfologia, foi grande a participação de animais na Concentração de Machos que o Núcleo promoveu na manhã que antecedeu o julgamento da exposição. Até o momento uma das maiores do Estado, contando com a presença de mais de 30 animais, sob a responsabilidade técnica de Ricardo Pinto Torres.

raça Crioula”, disse. (Nívea Bilhalva de Oliveira)

Resultado (os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã - Campeã Égua Menor BT Ágata, filha de BT Delantero e BT Rocha, criador Condomínio Flávio Bastos Tellechea e expositor Mariana Franco Tellechea e Filhos, Cabanha Basca, Uruguaiana/RS Reservada Grande Campeã Campeã Potranca Maior Jocasta Mapocho, filha de Xiru de

Santa Edwiges e BT Oleada do Junco, criador e expositor Sérgio Santos Sant'Anna e Filhas, Cabanha Mapocho, Pelotas/RS

Harmonia, Santa Vitória do Palmar/ RS

3°Melhor Fêmea - Campeã Égua Adulta Guanabara Habanera, filha de Santa Elba Señuelo e BT Vassoura, criador e expositor Luiz Carlos da Silva Carvalho Júnior, Estância Guanabara, Rio Grande/RS

Machos Grande Campeão - Campeão Potranco Maior Harmonia Temprano, filho de Ganadero da Harmonia e Coral Sombra, criador e expositor Harmonia Agricultura e Pecuária Ltda, Cabanha Harmonia, Santa Vitória do Palmar/ RS

4ª Melhor Fêmea - Reservada Campeã Égua Adulta Harmonia Percanta, filha de Ganadero da Harmonia e Thalia da Acauã, criador e expositor Harmonia Agricultura e Pecuária Ltda, Cabanha

Reservado Grande Campeão Campeão Cavalo Menor Império Mapocho, filho de BT Lucero e Linha Dura de Santa Angélica, criador e expositor Sérgio Santos Sant'Anna e Filhas, Cabanha Mapo-

cho, Pelotas/RS 3° Melhor Macho - Campeão Potranco Menor Destaque da Jolari, filho de Ganadero da Harmonia e Belladona do Mar, criador e expositor João Pinho e Larissa Miranda de Pinho, Cabanha Jolari, Rio Grande/RS 4º Melhor Macho - Reservado Campeão Cavalo Menor Vareio da 3j, filho de Mano a Mano do Itapororó e Lucelia Flor 1860 de Santo Ângelo, criador Agropecuária Andrade Lima Ltda e expositor Carlos Amorin e Antônio Carlos de Souza, Cabanha Monte Sinai, São José do Norte/RS Fotos Nívea Oliveira

Evolução detectada Esta não foi a primeira vez que Suñe avaliou animais em Rio Grande, porém, desta vez, lhe chamou atenção a grande evolução que os criadores do município estão tendo com seus animais. “Encontrei em todas as categorias um bom volume de animais e dentro da tendência moderna da

BT Ágata foi escolhida Grande Campeã e Melhor da Raça

Jocasta Mapocho foi a Reservada Grande Campeã

Harmonia Temprano foi o Grande Campeão da mostra

O Reservado Grande Campeão foi Império Mapocho


18

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

Aceguá tem mostra dominada pelas fêmeas O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Aceguá realizou inúmeras provas e competições, entre os dias 11 e 14 de novembro. A Exposição Morfológica reuniu 42 animais no CTG Pista da Fronteira, no Rio Grande do Sul, e foi julgada por Aldo José Tavares dos Santos.

De acordo com o técnico, Fernando Drummond Mello, o nível dos animais era bom, mas como tiveram que colocar algumas éguas de laço a mais para oficializar a exposição, a qualidade dos animais caiu um pouco. “Quem se destacou mais foram as fêmeas, havia uns oito exemplares ótimos”, aponta. O tempo bom e a temperatura agradável foram grandes aliados do evento. Mello disse acreditar que algumas melhorias na infraestrutura poderiam estimular a presença de mais participantes. “Um dos problemas foi que

Foto Divulgação

poucos animais foram inscritos no tempo determinado e isto atrasou um pouco a exposição.” A concentração de machos, que ocorreu no dia 12 de novembro, contou com a participação de 16 animais e nove deles foram marcados. O público que compareceu no local entre os quatro dias do evento, pôde conferir ainda a Prova de 21 dias e o Tiro de Laço. (Leia mais sobre este evento na página 35) (Pâmela Seyffert)

Machos Grande Campeão Piraí 1533 do Honesto, filho de Honesto Simpatia e Santa Thereza Fisga, criador e expositor Paulo Tavares Móglia, Estância Firmeza, Bagé/RS Reservado Grande Campeão Piraí 1511 do Candidato, filho de Candidato Simpatia e Firmeza 125 do Papito, criador e expositor Paulo Tavares Móglia, Estância Firmeza, Bagé/RS

Resultados

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã Abadesa Cala Bassa, filha de Piraí 1569 do Brasão e Florença Cala Bassa, criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Bagé/RS Reservada Grande Campeã

Móglia, Cabanha Cala Bassa, Bagé/RS

Abadesa Cala Bassa, a Melhor da Raça, e Piraí 1533 do Honesto, o Grande Campeão

Campana Raísa, filha de Campana Guasquero e Campana Kuenca, criador e expositor Mário Moglia Suñe, Cabanha Campana, Bagé/RS 3ª Melhor Fêmea Firmeza 1524 do 1040, filha de Piraí 1040 do Brazão e Firmeza 1206 do

Candidato, criador e expositor Paulo Tavares Móglia, Estância Firmeza, Bagé/RS 4ª Melhor Fêmea Abadia Cala Bassa, filha de Ganadero da Harmonia e Agenciada Magestic, criador e expositor Marcelo Rezende

3°Melhor Macho Hermoso do Aceguá, filho de Este Moço do Aceguá e Argentina do Aceguá, criador e expositor Carlos Mário Antunes Suñe e Filhos, Estância Santa Leontina, Bagé/RS 4º Melhor Macho Hóspede da Reconquista, filho de Orelhano do Igiquiquá e Pilcha do Igiquiquá, criador e expositor Eduardo e Marcelo Tellechea Cairoli, Reconquista Agropecuária Ltda, Alegrete/RS


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

19

Conceito morfológico diferenciado A 11ª Exposição Morfológica de Pinheiro Machado/RS, realizada no dia 12 de novembro teve a presença de 55 animais de criadores das regiões de Bagé, Pedras Altas, Piratini, Pelotas, Pinheiro Machado, Candiota, Arroio Grande e Herval. O evento integrou a 11ª Lida Campeira, promovida pelo Núcleo Zona Sul de Criadores de Cavalos Crioulos. (Leia mais sobre este evento na seção Eventos)

Na avaliação do técnico da ABCCC, Rodrigo Teixeira, os animais estavam com um nível bom, principalmente as fêmeas, que apresentaram um diferencial no conceito morfológico. Teixeira nunca havia participado de eventos em Pinheiro Machado e a programação intensa de atividades o surpreendeu. “É um núcleo de poucos criadores de cavalos e muitos usuários. As pessoas frequentam o local porque gostam da estrutura que ele oferece”, destaca. No dia 10 de novembro o técnico realizou a confirmação dos animais de sete dos 16 animais que participaram. Felipe Braga, responsável pelo julgamento dos animais ao lado de José Bernardo Cardoso, destacou a feminilidade na escolha pela Grande Campeã e Melhor Exemplar da

Raça, Cinchador Tarca, do criador e expositor Aldo José Tavares dos Santos, da Cabanha Cinchador de Bagé. “Era uma égua com linhas muito bem equilibradas, boa linha superior e bem feminina.” Já a Reservada Grande Campeã, TDO Amistad, foi considerada uma égua muito boa em relação à terceira. “É uma égua que tem uma frente um pouco mais leve e feminina”, observou. Com relação à 3ª Melhor Fêmea, Bagunça da Forquilha, o jurado apesar de considerá-la uma potranca bem equilibrada, identificou pouca feminilidade. “Gostaria de ver melhores aprumos superiores e determinação de garupa.” A 4ª Melhor Fêmea foi ASE Faca na Bota. Na categoria dos machos o destaque ficou com o Grande Campeão AS Malke Juramento. “O rosilho é um cavalo composto, muito parelho com posterior corretíssimo”, diz José Bernardo Cardoso. O Reservado Grande Campeão, Liberdade M 230, garantiu na opinião do jurado os olhares na apresentação. O 3º Melhor Macho foi Poncho Viejo e o 4º Melhor Macho ficou com Mackenzie do Canguçu. “É um cavalo com uma frente muito bonita, um cavalo que tem um futuro promissor”, ponderou Cardoso.

Fotos Leandro Vieira

Resultados (Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã Cinchador Tarca, filha de BT Brasão do Junco e Cinchador Katuama, criador e expositor Aldo José Tavares dos Santos, Cabanha Cinchador, Bagé/RS Reservada Grande Campeã TDO Amistad, filha de As Malke Juramento e Lua Cheia Quebracho, criador José Luiz Garcia Kosby e filhos, expositor Kerlon de Ávila Farias, Cabanha Imaguaré, Pinheiro Machado/ RS 3ª Melhor Fêmea Bagunça da Forquilha, filha de Vagalume da Forquilha e Odalisca da Forquilha, criador e expositor Luiz Cláudio Lemieszek Pereira, Cabanha Santa Cecília, Dom Pedrito/RS 4ª Melhor Fêmea ASE Faca na Bota, filha de Luto da 3J e Simpatia 476 da Itaúna, criador e expositor Marcos Ronei Dias de Oliveira, Agropecuária Santa Eliza, Pinheiro Machado/RS Machos Grande Campeão

AS Malke Juramento, o Grande Campeão entre os machos

Cinchador Tarca, a Melhor da Raça e Grande Campeã entre as fêmeas

Liberdade M 230 eleito Reservado Grande Campeão do evento

TDO Amistad escolhida Reservada Grande Campeã pelo jurado

AS Malke Juramento, filho de BT Jurado e Orfã de Pai Passo, criador Agropecuária Schwanck Ltda, expositor Parceria Juramento, Cabanha Juramento, Arroio Grande/RS

Poncho Viejo do Cristóvão, filho de Labrusco do Infinito e Regência do Marco Caído, criador Ricardo, Fernando e Frederico Tavares, expositor Fernando e Frederico Lima da Silva Tavares, Estância Serro Alegre, Bagé/RS

Reservado Grande Campeão Liberdade M 230, filho de Ganadero da Harmonia e Liberdade F 131, criador Jaime, Luiz Carlos e Arthur Luiz Silveira, expositor Rodrigo Dias e Rafaela Wink, Cabanha La Comparsa, Pelotas/RS 3º Melhor Macho

4º Melhor Macho Mackenzie do Canguçu, filho de Chicão de Santa Odessa e Parafina Tupambaé, criador Mauro Duarte Mabilde Silveira, expositor Heber e Danili da Rosa Farias, Fazenda Perau da Águia, Pinheiro Machado/RS

Exposição promovida pelo Núcleo de Canguçu atrai grande público A meteorologia previa chuva, mas o tempo cooperou e a Exposição Morfológica do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Canguçu, realizada no dia 14 de novembro, em Canguçu/RS, foi um sucesso. Junto da Morfologia, a palestra técnica feita por Aníbal Torres, sobre manejo reprodutivo, e a concentração de machos, que confirmou dois animais, ajudaram a movimentar o evento realizado no Sindicato Rural do município. Mais de 40 exemplares foram julgados por Eduardo Azevedo, que considerou o nível da prova satisfatório. A mostra incluiu ainda exposição incentivo. Segundo o jurado, a qualidade das fêmeas foi um tanto superior à dos machos. “Estas estavam mais parelhas e equilibradas.” O exemplar eleito melhor da raça foi a égua Castelhana do Capão Redondo, de Barra do Ribeiro/RS. “Tem tudo o que a gente procura. Esse animal já vem sendo premiado em outras exposições”, informou o jurado. Já entre os machos, o Grande Campeonato ficou com o cavalo Monarca da Sia'dona, de São Ben-

to do Sul, Santa Catarina. “Um cavalo bom, sem defeito, mas a égua estava melhor”, revela Azevedo, ao explicar o porquê da escolha pela égua. Na categoria incentivo, contrariando o ocorrido entre os animais marcados, o jurado destacou a superioridade dos machos e elogiou o melhor potranco menor, Brasão do Butiazeiro. “Muito promissor, estava realmente muito bom.” (André Amaral)

Resultados

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã Castelhana do Capão Redondo, filha de Buenacho 04 do HV e Urtiga do Capão Redondo, criador e expositor Luiz Carlos e Antônio Carlos A. PY, Fazenda Rodeio, Barra do Ribeiro/RS Reservada Grande Campeã Dominique da Reconquista, filha de BT Delantero e Urtiga da Reconquista, criador Eduardo e Marcelo Tellechea Cairoli e expositor José Fernando Keller Jochims, Cabanha Del Chaco, Piratini/RS 3ª Melhor Fêmea Cambona do Álamo, filha de BT Mascote e Chinoca das Três Bocas,

criador e expositor Felipe Lontra Otero Ávila, Cabanha Álamo, Pelotas/RS 4ª Melhor Fêmea Fuzarca da São João da Armada, filha de Napoleão de São Pedro e JW Picumã, criador e expositor Paulo Gabriel Nunes Ribeiro, Cabanha São João da Armada, Canguçu/RS Machos Grande Campeão Monarca Da Sia'dona, filho de BT Lado a Lado e Campana do Strass, criador e expositor Deolinda Helena Coelho Dourado, Cabanha Sia'dona, Canguçu/RS Reservado Grande Campeão

Andarilho da Terrabella, filho de Rebuliço da Tradição e Palmeira 2302 da Tradição, criador e expositor Estevão Stobiênia, Cabanha Terrabella, Cristal/RS 3°Melhor Macho Habilidoso do Liscano, filho de Festeiro do Itapororó e Ortodoxa de Santa Edwiges, criador e expositor Pietro e Giuliano Pereira Zanetti, Fazenda Liscano, Arroio Grande/ RS 4º Melhor Macho Dele Boca do Capão Redondo, filho de Xingú Ibiá e Manga do Capão Redondo, criador e expositor Luiz Carlos e Antônio Carlos A. PY, Fazenda Capão Redondo, Barra do Ribeiro/RS Fotos Chéli Terres

Castelhana do Caoão Redondo, a Grande Campeã e Melhor da Raça

Monarca Da Sia’dona, eleito Grande Campeão entre os machos

Dominique da Reconquista, a Reservada Grande Campeã

Andarilho da Terrabella foi escolhido Reservado Grande Campeão


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

21

Exemplares expressivos em Rolante Yéssica Lopes

No dia 14 de novembro, o Núcleo Encosta da Serra de Criadores de Cavalos Crioulos promoveu a Exposição Morfológica no Parque Municipal de Rolante/RS, paralela ao evento Expo Rolantchê 2010. (Leia mais sobre este evento na página 35)

Participaram da exposição 89 exemplares da raça crioula, 45 marcados e 44 incentivos, julgados por Lúcio Fontoura e Luís Rodolfo Machado. Fontoura ressaltou que as fêmeas eram de nível superior aos machos, “as fêmeas foram destaque na exposição, pois todas eram de nível bom enquanto a maioria dos machos possuía um nível médio”, comenta. Além disso, também foi realizada a concentração de nove animais e cinco desses foram confirmados. O presidente do Núcleo, Neri Costa, diz que essa exposição ocorreu de forma planejada e satisfatória. “Foi a 22ª exposição que realizamos no Parque, tudo ocorreu tranquilamente.” Ricardo Guazzelli Martins, técnico que supervisionou a ex-

posição, também disse que os animais eram expressivos e destacaram-se em Rolante. A Grande Campeã, Campeã Égua Adulta e Melhor Exemplar da Raça foi Status Naira, filha de PO Soy Taura e Valsa dos Sete Povos, do criador e expositor Alípio Henrique Petzinger, Fazenda Várzea São João, São Francisco De Paula/RS.

3° Melhor Macho - Reservado Campeão Cavalo Menor

Resultados

Favorito da Cabanha Santa Fé, filho de El Capatacito Griego e Mariquita 1248 da Tradição, criador e expositor Gilberto Rodrigues de Freitas, Cabanha Santa Fé, Taquara/RS

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Machos

Grande Campeão - Campeão Cavalo Menor

Querendon dos Alpes, filho de Maragato dos Alpes e FAT Solitária, criador Leonardo Pereira Dias, expositor Valmor Cardoso e Filhos, Cabanha Três Corações, Gramado/RS Reservado de Grande Campeão Campeão Cavalo Adulto

Candidato do Ribeirão Bonito, filho de Acalanto de Santa Angélica e Delta de Rosazul, criador Arison Jung, expositor Amaro Arteiro, Cabanha Dom Arteiro, Novo Hamburgo/RS

Fotos Henrique Vicente

Herdeiro 99 do Cerro Velho, filho de Mananero Jalisco e Rincón Bienvenida, criador Lizandro Paz Lopes, expositor Marcone Braga e Sandro Cunha, Arroio do Sal/RS 4° Melhor Macho Potranco Menor

-

Campeão

A Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça, Status Naira

Querendon dos Alpes eleito o Grande Campeão da mostra

Dama do Errevê escolhida Reservada Grande Campeã

Candidato do Ribeirão Bonito, o Reservado Grande Campeão

& Filhos, Cabanha Errevê, Santo

Cabanha Terra Nativa, Presidente Lucena/RS

3° Melhor Fêmea - Reservada

4°Melhor Fêmea - Campeã Égua Prenhe

Fêmeas

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã - Campeã Égua Adulta

Status Naira, filha de PO Soy Taura e Valsa dos Sete Povos, criador e expositor Alípio Henrique Petzinger, Fazenda Várzea São João, São Francisco de Paula/RS Reservada Grande Campeã Égua Menor

Campeã

-

Dama do Errevê, filha de Leopardo do Basalto e Luma do Imbaha, criador e expositor Vítor Jair da Silva

Antônio da Patrulha/RS

Campeã Égua Adulta

Heroína da Terra Nativa, filha de

Estimado da Terra Nativa e Maravilha do Recanto do Boqueirão, criador e expositor Carlos Eugênio Santos,

BT Joaninha, filha de La Invernada Hornero e BT Alhambra, criador Flávio Bastos Tellechea, expositor Cabanha Fazenda da Serra Ltda, Cabanha Fazenda da Serra, Canela/RS

Parque estruturado, público presente e fêmea vitoriosa em Erechim No dia 13 de novembro, o Núcleo Alto Uruguai de Criadores de Cavalos Crioulos promoveu a 4ª Exposição Morfológica, evento que ocorreu no Parque da Frinape, em Erechim/RS, reunindo 73 animais. Segundo o técnico responsável Jorge Aginelo do Nascimento, além de bem estruturado, o Parque contou com grande participação do público. “É importante destacar a união das famílias no evento, que estavam, em sua maioria, participando junto aos seus filhos”, ressalta. Álvaro Dumoncel julgou a exposição, além de palestrar sobre morfologia e exposição, e elogiou a sua organização. “Fiquei surpreso com a união do núcleo. Foi a primeira vez que julguei em Erechim e a exposição foi muito boa”, comenta. Dumoncel acrescentou ainda que o nível das fêmeas superou o dos machos nos aspectos morfológicos. A Campeã Égua Adulta, Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça foi JT Recompensa, do criador José Otávio Telles, de Lagoa Vermelha/RS. O seu expositor foi Erni José Backes, da

cabanha Rigorosa, de Chapecó/ RS. (Yéssica Lopes)

Resultados

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã - Campeã Égua Adulta JT Recompensa, filha de Quebracho do Purunã e Muchachita da Rio Bonito, criador José Otávio Ferreira Telles, expositor Erni José Backes, Cabanha Rigorosa, Chapecó/SC Reservada Grande Campeã Campeã Égua Prenhe

-

Hortênsia da Boa Vista, filha de

Chicão de Santa Odessa e La Invernada Divisa II, criador Fazenda Boa Vista, expositor Ricardo Silva, Cabanha Vô Ataide, Chapecó/SC 3ª Melhor Fêmea Potranca Menor

-

Campeã

Amauri José da Silva, Cabanha JS Parceria, Erechim/RS

Cabanha Tombini, Carazinho/RS Machos Grande Campeão Potranco Maior

-

Campeão

Pólvora da Boa Vista, filha de Dom Carrasco do Purunã e Hematita da Boa Vista, criador Fazenda Boa Vista, expositor Fábio Camargo, Cabanha Boa Vista, Vacaria/RS

MN Capataz, filho de BT Lamborguine e RZ Deslumbrada, criador Parceria Máximo Deud e Nalmir Moreira Jr., expositor Thiago Luiz Spessatto, TRD Cavalos Crioulos, Xanxerê/SC

4ª Melhor Fêmea Potranca Maior

Reservado Grande Campeão Campeão Cavalo Adulto

-

Campeã

TL Décima Rima, filha de Ibirapuitã do Itapororó e Trigueira de São Pedro, criador e expositor Bruno Berwig Tombini, Sementes e

-

Esquilador do Portal Gaúcho, filho de Esplendor da Carovy e Pimenta de São Pedro, criador José Luiz Teixeira Marcantonio, expositor

3º Melhor Macho - Reservado Campeão Cavalo Adulto Açafrão de Los Álamos, filho de por BT Lord do Junco e Reparona de Santa Angélica, criador Marcelo Lima Gerhardt, expositor Domênico da Costa Menegati, Cabanha JS Parceria, Erechim/RS 4º Melhor Macho Capanegra Martillo, filho de Embrujado Tupambaé e Capanegra Chiquita, criador Fernando Dornelles Pons, expositor Airton Luiz Rosset, Cabanha JS Parceria, Erechim Fotos Alexandre Freitas

JT Recompensa eleita a Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça

Hortênsia da Boa Vista escolhida Reservada Grande Campeã

MN Capataz, o Grande Campeão da exposição morfológica

Esquilador do Portal Gaúcho, o Reservado Grande Campeão


22

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

Destaque nas fêmeas, vitória de macho e surpresa nos incentivos André Amaral

Paralelo à 10ª Credenciadora de Inéditos, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da 6ª Região realizou sua Exposição Morfológica de Primavera (leia mais sobre este evento na página 9). A mostra realizada entre os dias 19 e 21 de novembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, teve como jurado o criador Rodrigo Py, que considerou o nível dos exemplares bastante bom e a produção de cavalos jovens muito surpreendente.

Na avaliação o jurado escolheu Domínio 857 Maufer como Melhor Exemplar da Raça. O garanhão de criação da Cabanha Maufer, de Cruzeiro do Sul/RS,

foi o Campeão Cavalo Menor e conquistou ainda os títulos de Melhor Cola e Melhor Lombo. “Cavalo de muito bons aprumos e linha superior. Mais pronto do que a Grande Campeã, melhor potranca menor.” Apesar de o resultado ter apontado um cavalo como melhor da raça, segundo o jurado, o lote de fêmeas, de modo geral, estava um tanto superior ao de machos. Na categoria Incentivo, uma surpresa positiva. Py afirmou ter ficado surpreso com a qualidade dos exemplares jovens, principalmente pelo fato de a exposição ter sido realizada na 6ª região, tradicional consumidora, mas não criadora e produtora de cavalos. “Muitos competidores, cerca de 40, com excelente qualidade.”

Questionado quanto à receptividade do Núcleo organizador, Py destacou o grande profissionalismo e a boa organização do evento. A única crítica ficou por conta do clima, muito quente e um tanto desconfortável para os animais. “O calor excessivo dificultou, principalmente, à tarde.”

Resultado

(os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Machos

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeão

Domínio 857 Maufer, filho de BT Delantero e Turca 266 Maufer, criador e expositor Maurício e Fernando Lampert Weiand, Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul/RS Reservado Grande Campeão

Alambrador de Pai Passo, filho de BT Neruda e Morena de Pai Passo, criador e expositor Condomínio Pai Passo, Estância Pai Passo, Uruguaiana/RS 3º Melhor Macho Tchê Silêncio Que Te Quero, filho de CRT Guapo e Fronteiriça do Tchê, criador Jorge Guilherme Pires Maia, expositor José Calvino Pires Maia, Cabanha Santa Rita, Dom Pedrito/ RS 4º Melhor Macho Mapuche Del Mutante, filho de Del Oeste Mutante e Cimbronazo Tranca, criador e expositor Osvaldo e Renato Vacinaletti, Cabanha Mapuche, Pomerode/SC

Fêmeas

Grande Campeã Itapitocai Índia Mansa 401, filha de Camb Toncho e Coscojera Índia Mansa, criador e expositor Ângelo

Antônio Martins Bastos, Estância Itapitocai, Uruguaiana/RS Reservada Grande Campeã Guasuara La Yarara, filha de Charque Rayo e Dormida Espiga, criador Luís Angel Frare, expositor Osvaldo e Renato Vacinaletti, Cabanha Mapuche, Pomerode/SC 3ª Melhor Fêmêa Alteza 517 Maufer, filha de Mananero Jalisco e Lúcia de Santa Angélica, criador e expositor Maurício e Fernando Lampert Weiand, Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul/RS 4ª Melhor Fêmêa Relíquia de San Diego, filha de Dilúvio de Entre Rios e Ambiciosa da Manto Azul, criador e expositor Diego Borges Peixoto, Cabanha San Diego, Santo Antônio da Patrulha/RS Fotos Felipe Ulbrich

O Grande Campeão do evento foi Domínio 857 Maufer

O Reservado Grande Campeão foi Alambrador de Pai Passo

Itapitocai Índia Mansa 401, a Grande Campeã da mostra

Guasuara La Yarara foi eleita Reservada Grande Campeã

Pato Branco destaca os melhores exemplares da raça Crioula O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Sudoeste do Paraná realizou, no dia 20 de novembro, Exposição Morfológica em Pato Branco, durante a Expopato 2010. Estiveram presentes diversas autoridades locais e regionais em evento no qual ainda ocorreu Concentração de Machos, Resenha Coletiva e inauguração da nova sede da unidade. De acordo com o técnico, Jorge Aginelo do Nascimento, a exposição, que ocorreu no Parque de Exposição de Pato Branco, contou com a presença de exemplares competitivos, apesar da recente concentração de criadores na localidade. “O núcleo é novo e os animais apresentados desfilaram qualidade pelo parque.” O julgamento dos animais foi feito pelo jurado Marlus Arruda. Segundo Nascimento, o grande destaque da exposição morfológica foram as fêmeas, que apresentaram superioridade em relação aos machos. Entretanto, o animal escolhido como o Melhor Exemplar da Raça na

mostra foi o potranco menor Rico da Lagoa Seca, da cabanha Guepardo de Pato Branco. O evento foi realizado com o apoio da Prefeitura de Pato Branco e da Sociedade Rural. O tempo bom e o dia ensolarado ser viram de incentivo para que a população comparecesse no local para assistir à exposição e aos julgamentos. “A infraestrutura da pista era muito boa e acredito que o local de provas é um dos melhores parques do Paraná”, conclui. (Pâmela Seyffert)

Uruguaio de São Pedro, filho de CRT Guapo e Futrica de São Pedro, criador Eduardo Macedo Linhares, expositor Altamiro Ricardo da Silva Júnior, Cabanha Meline, Mangueirinha/PR 3º Melhor Macho

Ícaro da Guerra, filho de As Malke Impulso e Jurista do Cadeado, criador Agrícola Guerra Ltda, expositor Eliete Vignaga Tônus, Cabanha Tradição Crioula, Pato Branco/PR

site de Morfologia da ABCCC)

Machos

Fêmeas

(os campeonatos podem ser acessados no

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeão

Rico da Lagoa Seca, filho de Real Invido do Purunã e Hortelã da Lagoa Seca, criador Gilda Campello, expositor Ralf Murilo Bertol, Cabanha Guepardo, Pato Branco/PR Reservado Grande Campeão

3ª Melhor Fêmea

Estampa da Bacia do Prata, filha de Ganadero da Harmonia e Boneca da Harmonia, criador Athaydes Mena Rodrigues, expositor Eliete Vignaga

Tônus, Cabanha Tradição Crioula, Pato Branco/PR 4ª Melhor Fêmea

Alpargata da Sem Costeio, filha de Trevo II da Tradição e Pietra D’Bruno, criador e expositor Fernando Batista da Silva, Cabanha Sem Costeio, Pato Branco/PR Fotos Mário Tissot

4º Melhor Macho

Santa Tecla 78 Franco Atirador, filho de BT Inteiro do Junco e Eulália 152 da Ronda, criador Máximo Antônio Deud e Jamil Deud Júnior, expositor Giocimar José Giasson, Cabanha Império Crioulo, Pato Branco/PR

Resultados

Jacarandá Peleador e Sapata de Santa Edwiges, criador e expositor Máximo Antônio Deud e Jamil Deud Júnior, Cabanha Santa Tecla, Clevelândia/PR

O Grande Campeão, Rico da Lagoa Seca

Uruguaio de São Pedro, o Reservado Grande Campeão

A Grande Campeã, Conquista da JRV

Reservada Grande Campeã, Santa Tecla 07 Buena Suerte

Grande Campeã

Conquista da JRV, filha de NS Nobre e Uli da Música, criador e expositor Vanderlei e Regis Casagrande, Pato Branco/PR, Cabanha Alvorada, Pato Branco/PR Reservada Grande Campeã

Santa Tecla 07 Buena Suerte, filha de


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

23

Jurado reconhece superioridade feminina em Soledade Fotos Divulgação

André Amaral

Junto à 1ª Credenciadora de Inéditos ao Freio de Ouro, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Soledade/RS promoveu sua 8ª Exposição Morfológica, no dia 26 de novembro. A mostra, realizada no Parque Centenário, teve como técnico responsável Jorge Aginelo do Nascimento e foi julgada por João Arízio, que destacou a superioridade das fêmeas e a boa receptividade do núcleo organizador. (Leia mais nas páginas 11 e 32)

Sob clima muito agradável, Arízio considerou o resultado final interessante com, segundo ele, quatro machos e quatro fêmeas importantes. A qualidade dos exemplares foi destacada pelo jurado, que fez questão de salientar sua preferência pelas éguas. “Um nível privilegiado, havia umas três ou até mesmo quatro, melhores do que o Grande Campeão.” Com relação à Grande Campeã, Encantada da Estância Guar-

da Velha, Arízio frisou a qualidade dos aprumos, a modernidade e o físico, muito potente e musculado. “Uma égua de um padrão muito dentro do que se busca, com lombo firme e frente leve.” Uma observação interessante feita pelo jurado foi a de que tanto a Grande Campeã quanto a Reservada Grande Campeã, Escaramuça da Estância Guarda Velha, são filhas do mesmo cavalo, Âncora Floreio. “Já vi um nível muito interessante de filhas desse cavalo.” A única ressalva feita pelo jurado diz respeito à pista de julgamento que, segundo ele, poderia ser um pouco mais larga. “Mas isto já está sendo providenciado, já foram solicitadas as reformas”, antecipa. Apesar de mobilizar a presença de exemplares de qualidade, o número de animais expostos, 39, não foi suficiente à oficialização da mostra.

Resultados

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas Melhor Exemplar e Grande Campeã Encantada da Estância Guarda Velha, filha de Âncora Floreio e Arisca da Canhada, criador e expositor Jacson Tiago de Souza Silva, Estância Guarda Velha, Gentil/RS Reservada Grande Campeã Escaramuça da Estância Guarda Velha, filha de Âncora Floreio e Sirigaita do Passo Fundo, criador e expositor Jacson Tiago de Souza Silva, Estância Guarda Velha, Gentil/RS 3ª Melhor Fêmea Figueira do Capão da Ronda, filha de Basco Jacarandá e DC Galopera de Mi Flor, criador e expositor Jorge e Júlio Costa, Cabanha Capão da Ronda, Cruz Alta/RS 4ª Melhor Fêmea Santa Tecla 07 Buena Suerte, filha de Jacarandá Peleador e Apata de Santa Edwiges, criador e expositor Máximo Antônio Deud e Jamil

Deud Júnior, Cabanha Santa Tecla, Clevelândia/PR

Machos Grande Campeão Barão Liberal, filha de Tan Tan Cimarron e Sanfona Liberal, criador Augusto Ormazabal de Faria Corrêa, expositor Pedro Afonso Bohn de Andrade e Filhos, Cabanha Três Aporriados, Carazinho/RS

Encantada da Estância Guarda Velha eleita a Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça

Reservado Grande Campeão Galo da Charqueada, filho de Pozo Azul Deslinde e Gafieira da Luz, criador Jacó Edmundo Weiand, expositor Thiago Luiz Spessatto, TRD Cavalos Crioulos, Xanxerê/SC 3º Melhor Macho MN Capataz, filho de BT Lamborguine e RZ Deslumbrada, criador Parceria Máximo Deud e Nalmir Moreira Jr, expositor Thiago Luiz Spessatto, TRD Cavalos Crioulos, Xanxerê/SC 4º Melhor Macho

Barão Liberal considerado o Grande Campeão da Exposição Morfológica

LFP Índio Apache, filho de General da Reiúna e Imperatriz da Manada, criador Luiz Fortunato Parcianello, expositor Lederson Trindade de Lima e Otacílio de Ávila, Cabanha Cotiporã, São Vicente do Sul/RS

Belas construções e ótimos exemplares definem cenário de Pedras Altas Sob clima agradável, em um local privilegiado pela beleza de antigas construções, foi realizada, no dia 27 de novembro, em Pedras Altas, no Rio Grande do Sul, a Exposição Morfológica do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do município. A mostra, julgada por Alexandre Suñe no Parque de Eventos Rurais, teve supervisão técnica de Ricardo Torres, contou com a participação de 46 animais e rendeu destaque às éguas. (Leia mais sobre este evento na página 38) De acordo com Suñe, o nível geral da competição estava muito bom, mas as fêmeas demonstraram superioridade. O Melhor Exemplar da raça, a Grande Campeã Cartajena Puacá, chamou atenção pelo grande equilíbrio, pela tipicidade e qualidade de aprumos. “Uma égua ótima e muito bem preparada”, elogiou. Já com relação ao Grande Campeão, Eleito do Mano a Mano, Suñe disse ser um animal de cabeça muito boa, frente leve e bom relevo muscular. “Cavalo muito bom, mas optei pela fêmea pela maior firmeza da linha supe-

rior”, explica. Os Incentivos também receberam elogios do jurado, que aposta no futuro tanto do macho quanto da fêmea. “Ambos os campeões são promissores tanto nas exposições morfológicas quanto em provas funcionais”, aposta. O presidente do Núcleo, Carlos Santos Silveira de Ávila, ficou muito satisfeito com a realização do evento e agradeceu o apoio da prefeitura, através do prefeito Gabriel de Lellis Júnior e do secretário de Agricultura, que não mediram esforços para melhorar a infraestrutura do Parque de Eventos, dando suporte ao Sindicato Rural. (André Amaral)

Resultados

(Os campeonatos podem ser acessados no site de Morfologia da ABCCC)

Fêmeas

Melhor Exemplar da Raça - Grande Campeã Cartajena Puacá, filha de Centenário da Tala e Charque Reserva, criador Edmundo Torres Neto e expositor Sérgio Tessaro e Filhos, Cabanha Santa Amábile, Pedras Altas/RS Reservada Grande Campeã Obra Prima 58 da Recalada, filha de CRT Guapo e Preciosa de Santa Angélica, criador e expositor Fábio Langlois Ruivo, Cabanha Recalada, Pelotas/RS 3ª Melhor Fêmea

Tinajera Bienvenida, filha de Curitoro Facón e Tinajera Tapera, criador Victor Esevich e expositor Sérgio Tessaro e Filhos, Cabanha Santa Amábile, Pedras Altas/RS 4ª Melhor Fêmea Opereta de Santa Angélica, filha de General de Santa Angélica e Formosa de Santa Angélica, criador Paulino e Agenor Ávila Costa e expositor Suc. de Paulino e Agenor Ávila Costa, Cabanha Santa Angélica, Pedras Altas/RS

Machos

Grande Campeão Eleito do Mano a Mano, filho de BT Mano a Mano do Junco e SC Lua Nova, criador e expositor Paulo Ronei Reali e Thiago Merck Reali, Cabanha Carpe Diem, Fazenda Vilanova/RS

Reservado Grande Campeão RZ Sanguinário da Carapuça, filho de BT Lamborguine e RZ Inclusion, criador Rubens Elias Zogbi, e expositor Condomínio Sanguinário, Bagé/RS 3°Melhor Macho As Malke Juramento, filho de BT Jurado e Orfã de Pai Passo, criador Agropecuária Schwanck Ltda e expositor Parceria Juramento, Cabanha Juramento, Arroio Grande/RS 4º Melhor Macho FJA Macanudo, filho de Chicão de Santa Odessa e BT Horda do Junco, criador Fonseca Júnior Agropecuária Ltda e expositor Carlos Albino Roloff, Cabanha Passo do Taquara, Pedras Altas/RS Fotos Dioglomar Colman

Cartajena Puacá, a Grande Campeã e Melhor da Raça

Obra Prima 58 da Recalada, a Reservada Grande Campeã

Eleito do Mano a Mano, o Grande Campeão

Reservado Grande Campeão: RZ Sanguinário da Carapuça


24

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Entrevista

Firmeza, Piraí e as bases de uma história familiar

Fotos Felipe Ulbrich

Renato Dalto

Desde antes de 1932, quando foi criada a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), a família Móglia já mexia com cavalos selecionados pela aptidão campeira para o trabalho nas estâncias. Paulo Gomes Móglia e os filhos Paulo e Mário já selecionavam éguas base. Quando abriu o registro, dois afixos foram registrados: Santa Thereza para as fêmeas e Piraí para os machos. Paulo Tavares Móglia herdou do pai, Paulo Gomes Móglia, a cavalhada que fez toda a base. “A base, o primeiro cavalo importado pelo meu avô, Gaúcho 12, do Uruguai, sangue Petiriby Cardal, depois vieram o Truco e o Golias da La Invernada. Lembro-me que também veio o Chileno Sepulturas, em 1963, filho de uma égua chilena. Foi o primeiro cavalo de sangue chileno”, lembra Paulo Tavares Móglia. Hoje, o afixo Piraí antecede o nome dos machos no registro particular. As fêmeas levam o afixo Firmeza e a criação multiplicou-se quando o filho Marcelo entrou no negócio e mais um afixo se abriu: Cala Bassa. Tantos nomes parecidos, tantas gerações que se sucederam nas estâncias em Bagé. Hoje, numa dessas moradas de família, a Estância da Lagoa, Paulo Gomes Móglia e o filho Marcelo se dedicam a uma cabanha onde há junto um centro de treinamento, com a base vinda da família. A manada já segue outras linhagens importantes - Idahue Papito, BT Brasão do Junco, os sangues Taco através de Candidato e Honesto Simpatia - mas sem esquecer dos fundamentos que fizeram a manada. “Seguimos trabalhando com a mesma base, temos cerca de 180 éguas em cria e os afixos são só uma questão de registro. Trabalhamos em família, o Marcelo atende toda a parte de Crioulos e toma conta do manejo funcional”, explica Paulo Móglia. Entretanto, faz uma separação importante: o Centro de Treinamento que Marcelo mantém é um negócio à parte da cabanha. Foi Marcelo Móglia, montando Candidato Simpatia, que arrebatou o Freio de Ouro 2002.

Marcelo Móglia, Paulo Gomes Móglia e Paulo Tavares Móglia: três gerações de dedicação aos cavalos Crioulos com qualidade reconhecida nos afixos Piraí, Firmeza e Cala Bassa

Mas o pai, Paulo, não esquece o que está por trás desse prêmio que significa o trabalho de várias gerações. Outros prêmios importantes se sucederam, dois deles durante a Expointer 2009: o Freio de Prata Firmeza 1278 do 1040 e o Grande Campeonato com Piraí 1569 do Brasão. Depois, na primavera, outro Grande Campeonato em Bagé com Piraí 1583 do Destaque. É com essa história e essa performance que se erguem os pilares da criação de Paulo e Marcelo Móglia. Qual o critério acasalamentos?

usado

nos

Temos ranqueadas as famílias das éguas. Procura-se dentro do possível botar éguas dentro do que está dando certo. Temos três ou quatro famílias de éguas. São as famílias das éguas-base, por exemplo a Fisga, que é filha do Entrevero Charrua, uma égua Santa Thereza, é a mãe do 1040. A outra família é a mãe do zaino, que é a Firmeza do Palanqueiro, também tem nos dado importantes filhos e estamos apostando muito. Temos três ou quatro famílias que são direcionadas den-

tro daqueles cavalos... A base são as fêmeas, especialmente nossas éguas antigas, as Santa Thereza velhas. Os sangues fortes dessa base são Chileno Sepulturas, Golias e Truco. E dessas famílias, como se escolhe os pais?

Procuramos não trabalhar com consanguinidade para não fechar demais. Usamos Señuelo também, Candidato sempre apostamos nele, o Honesto também. As filhas Palanqueiro são uma linhagem. As filhas com sangue Señuelo são outra linhagem. Com a base Papito que vem lá detrás também, com sangue Invernada, aí nos vamos fechando a família. O Marcelo tem conduzido isso com muito critério não só em termos morfológicos, mas também funcionais. É um estudo mais de olho do que de papel?

Acho que os dois andam juntos. Mas é fundamental o olho. A observação no acasalamento é fundamental para aproveitar o papel, que é uma ferramenta importante também.

Como é o manejo nutricional das éguas em cria e na parição?

Nós tratamos o nosso plantel profissionalmente. Estamos sempre com os animais sanitariamente bem, reproduzindo em lugares adequados, veterinário permanente na propriedade na parte de reprodução e também na parte funcional. As éguas são a campo, com dosificação, mas os de campo não comem ração. Como é o desmame dos potrilhos?

Os potrilhos ficam até os seis, sete meses ao pé da égua. Antes do desmame já se faz uma correção de cascos e depois segue-se acompanhando. Selecionamos os que vamos cuidar para campanha morfológica ou funcional e o resto é vendido aos dois anos no remate Redomão da Lagoa, onde acontece também a prova de rédea. Ficam os machos para um lado e as fêmeas para outro. Qual é o manejo dos potrancos no primeiro e segundo ano de vida?

O manejo é o mais natural possível. Só entram pra cocheira quando vão pra exposição ou alguma prova funcional. Senão são cria-

dos soltos, algum pode até comer ração nos piquetes. Mas ficam no estado mais natural possível para melhor criação e formação estrutural de tendões, ligamentos e casco. Qual o critério para levar animais para a cabanha?

Aí entra fundamentalmente a parte morfológica, para fazer campanha. E alguns animais que a gente queira seguir funcionalmente também procura associar morfologia por causa do peso morfológico que tem o Freio de Ouro. Não quer dizer com isso que algum animal que não tenha morfologia não se cuide também. Mas tem que procurar associar a morfologia à função. Na propriedade de vocês tem cabanha e centro de treinamento juntos. Como funcionam essas duas coisas?

São dois negócios distintos. A criação tradicional, que vem de avô para neto, e o centro de treinamento que é um negócio específico do Marcelo, independentemente do criatório apesar dele ser criador também. Tem a vantagem e o melhor aproveitamento


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Entrevista

dos nossos animais que o Marcelo vai seguir funcionalmente. Como são escolhidos os machos que se tornarão reprodutores? É um acompanhamento desde que nascem. E principalmente dentro dos acasalamentos a gente começa a programar um reprodutor, um pai de cabanha. Essa é uma das coisas mais fascinantes que tem num criatório, é projetar e ir conquistando, adquirindo um nível genético que venha a dar resultados no futuro. E algumas vezes se escolhe um pai pela parte funcional e pelo potencial genético, independente da morfologia. Como é iniciada a doma e qual o sistema utilizado?

Os potros todos são amanunsiados no desmame. Vamos deixando eles bem costeados para poder depois se fazer a doma, que é depois dos dois anos. O Marcelo tem uma equipe que faz uma doma tradicional misturada com a racional. Doma de bocal, puxa o cavalo de cima e se aproveita também muita coisa racional. Depois do animal estar redemoneado de bocal, mais ou menos como na nossa doma tradicional com algum requinte, se acrescenta alguma coisa mais técnica que o Marcelo tem e usa muito. Como é iniciada a preparação de animais para provas morfológicas e funcionais?

Nossa trajetória é assim: primei-

25

ro vamos fazer campanha morfológica, depois quando o animal está bem domado entramos na parte funcional. Para dar um exemplo, esse nosso cavalo que saiu Grande Campeão em 2009 da Expointer (Piraí 1569 do Brasão) fez campanha morfológica em Bagé e em Esteio desde o ano retrasado. E agora estamos projetando competir funcionalmente com esse cavalo em 2012. Este ano trabalhou bastante, em muitas éguas, mas já está sendo mexido. Se tudo correr bem, em 2012 ele se apresenta. Não estamos preocupados em apurar muito a parte funcional. Estamos preocupados em chegar bem. Preparamos para morfologia a partir dos dois anos, se tem condições já concorre em potranco menor. E se tem potencial de chegar no prêmio máximo que é o Grande Campeão de Esteio a gente segue com ele e busca conquistar isso. Em termos de idade, na parte funcional começa o preparo de três para quatro anos. O ideal é chegar ao Freio a partir dos cinco anos de idade. Todos nós temos a ânsia de apurar, mas esse é o ponto ideal. E a participação do Marcelo nesse processo?

É fundamental. Hoje o criatório, tanto da Firmeza como Cala Bassa é ele que administra. Nós moramos na Lagoa, onde é o Centro de Treinamento.

Freio de Ouro 2009: uma das maiores emoções para Paulo Tavares Móglia, que assistiu ao filho, Marcelo Móglia, conquistar o Freio de Prata

Como são selecionados os animais que vão pra venda em remate?

Temos esse remate, o Redomão da Lagoa, que é o passo inicial.

Depois, as éguas que dão bom resultado, temos três ou quatro crias, a gente disponibiliza para o leilão de primavera, o Têmpera Crioula. É um leilão que a gente faz junto com a Cabanha Campana e que fizemos uma seleção de potras que não vão seguir pra mãe e de éguas comprovadas que a gente fica com algumas filhas. No Redomão é um outro público, cavalo para competição de laço, paleteada, onde colocamos o resto da produção. O senhor, como presidente da ABCCC, teve como marca uma integração com o Cone Sul, especialmente com o Uruguai. Como o senhor vê esse intercâmbio e a integração dos criatórios do Cone Sul?

História construída por Paulo Gomes Móglia (centro) é a base dos pilares das criações de Paulo Tavares Móglia e Marcelo Móglia

A raça Crioula é uma raça do Cone Sul. Cada país começou a fazer a sua seleção, mas acho fundamental o intercâmbio e o que veio nos dar mais força nisso foi o Freio de Ouro. A prova começou a ser mostrada em nível de Cone Sul e o Uruguai, principalmente, que é parceiro há mais de 15 anos, começou a fazer a prova lá e a Argentina também. O Chile também já demonstrou interesse em competir no Freio. Acho que esse intercâmbio é fundamental porque temos que olhar mais para frente. E olhar mais pra frente é o mundo. A

Europa consome muito cavalo. Os Estados Unidos também. Não é querer levar o Freio lá, isso é uma coisa do Cone Sul dentro da raça Crioula. Também já pensamos numa ação conjunta dos países do Cone Sul que poderia dar muita força para que a raça Crioula atravessasse para o outro lado e pegasse Estados Unidos e Europa também. Tenho convicção que isso vai acontecer. Já temos nos Estados Unidos cavalos competindo na rédea de igual pra igual com outras raças. Só que precisamos levar mais animais pra lá, abrir o leque para quem tem recursos e gosta do cavalo vir aqui comprar e levar animais pra competir. Qual foi sua maior emoção como criador?

Tirar o Grande Campeonato em Esteio é fantástico, nós tiramos o Reservado de Grande Campeão na FICC, competindo no Freio de Ouro 2009 conseguimos o Freio de Prata, o Marcelo já conseguiu o Freio de Ouro 2002 (com Candidato Simpatia). Essa emoção do Freio é sensacional, é indescritível pra quem passa, às vezes, uma geração inteira buscando chegar. E isso nós conseguimos. Meu pai está com quase 90 anos. E é muito gratificante termos dado um Freio de Ouro para ele.


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Morfologia

27

Definido na capacidade reprodutiva André Amaral

Entre os dias 26 e 28 de novembro, na cidade gaúcha de Arambaré, foi realizada a Exposição Morfológica de Incentivos promovida pela Cabanha do Pontal com o apoio do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos José Júlio Coutinho. A mostra, julgada por Fernando Weiand e Rodrigo Teixeira, reuniu mais de 50 exemplares e rendeu destaque para os machos. A boa receptividade dos organizadores e a qualidade da pista de julgamento também foram frisadas. (Leia mais sobre este evento na página 10)

O jurado considerou o nível da competição bastante forte e elegeu um macho de menos de um ano de idade como Melhor Exemplar da Raça. “Uma frente irretocável e, apesar da pouca idade, já demonstra forte expressão de macho.” Com relação à Grande Campeã, uma potranca colorada, Weiand destacou o excelente volume, o comprimento e a cabeça, muito bonita e feminina.

Ao ser questionado sobre a preferência do cavalo sobre a fêmea, o jurado explica que a escolha foi feita devido à maior dificuldade de se produzir um macho daquele nível. “Apesar de estarem no mesmo patamar qualitativo, considero mais difícil fazer um cavalo desta qualidade do que uma égua. Além disso, um macho produzirá muito mais do que uma fêmea”, explica.

Resultados (Fornecidos pelo núcleo)

Machos Grande Campeão - Melhor Exemplar da Raça RE Famoso, expositor Evaldo Francisco da Rosa, Cabanha Liberdade, Rolante/RS Reservado Grande Campeão Boato do Mato Grande, expositor Geraldo Silveira Machado e Alexandre Porciúncula, Cabanha GNT, Arroio Grande/RS 3º Melhor Macho

Pica Flor da Boa Vista, expositor Fábio Camargo e Juliano Pinheiro, Cabanha do Bueiro, Uruguaiana/RS

Reservada Grande Campeã Santa Alice Jóia, expositor Marcelo Marçal e Filhos, Estância Santa Alice, Rosário do Sul/RS

4º Melhor Macho Bien Venido do Mandiyu, expositor Paulino Rodrigues Neto, Cabanha do Boeiro, Uruguaiana/RS

3ª Melhor Fêmea Lua Cheia do Juju, expositor Paulino Rodrigues Neto, Cabanha do Boeiro, Uruguaiana /RS

Fêmeas Grande Campeã

4ª Melhor Fêmea

Princesa da Esperança, expositor Rodrigo da Rocha Koll, Cabanha Esperança, General Câmara/RS

Música da Ouro Branco, expositor Paulo Grienbler, Cabanha Ouro Branco, Camaquã/RS Fotos Divulgação

RE Famoso eleito Grande Campeão e Melhor Exemplar da Raça

Princesa da Esperança consagrada Grande Campeã da mostra

Boato do Mato Grande escolhido Reservado Grande Campeão

Santa Alice Jóia ficou como Reservada Grande Campeã

Sindicato Rural de Rosário do Sul sedia 1a Etapa da Copa Mini-Incentivo No final de semana de 13 e 14 de novembro de 2010 o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Rosário do Sul/RS promoveu inúmeros eventos com apoio do Sindicato Rural do município, contando com a presença de criadores e competidores de várias localidades. Além da 1ª Copa Mini-Incentivo e prova de Paleteada, ocorreu a Concentração de Machos, a cargo da técnica da ABCCC, Christina Bandeira de Mello. (Leia mais sobre este evento na página 28) A Copa Mini-Incentivo ocorreu no Parque de Exposições Annanias Vasconcellos do Sindicato Rural da cidade. Participaram do evento animais oriundos de cabanhas do município e da região, com número expressivo de animais participantes. A Concentração de Machos contou com a participação de 13 animais e quatro deles foram marcados. De acordo com o jurado, Ciro Manoel Canto de Freitas, 16 animais participaram da Copa Mini-Incentivo e as fêmeas se destacaram mais do que os machos. “O nível dos animais estava excelen-

te. As fêmeas estavam bem preparadas e enquadradas no padrão da raça”, ressalta. Freitas salientou ainda que a promoção de eventos como este é de significativa relevância aos criadores. “Essa categoria é bastante importante porque o novo criador tem condições de apresentar um animal em pouco tempo. Além disso, o criador mais antigo pode acelerar a conclusão de linhagem.” (Pâmela Seyffert)

Resultados (Fornecidos pelo núcleo)

Machos

3°Melhor Macho

Reservada de Campeã

Campeão Incentivo

Hércules Jr do Elebê, filho de Piraí 1040 do Brazão e Jamaica 58 do Refúgio, criador Leônidas Burtet e expositor Leônidas Burtet, Agropecuária Burtet, Cachoeira do Sul/RS

Santa Alice Jóia Rara, filha de Aqui Estoy da Santa Juvita e Santa Alice Nortenha, criador Marcelo Bonfiglio Marçal e expositor Marcelo Bonfiglio Marçal, Estância Santa Alice, Rosário do Sul/RS

Santa Alice Jogo Duro, filho de Peleador do Itapororó e Santa Alice Volta e Meia, criador Marcelo Bonfiglio Marçal e expositor Marcelo Bonfiglio Marçal, Estância Santa Alice, Rosário do Sul/RS Reservado de Campeão Zastraz do Campo Seco, filho Maragato do Passo Fundo e Queimada do Campo Seco, criador Fernando Campos Dominguez e expositor Fernando Campos Dominguez, Estância Santa Ambrosina, Rosário do Sul/RS

Fêmeas Campeã Incentivo Firmeza 1799, filha de Índio da Escondida e Santa Thereza Farra, criador Paulo Tavares Móglia e expositor Paulo Tavares Móglia, Estância Firmeza, Bagé/RS

3ª Melhor Fêmea RJ Buenas Noches, filha de CRT Guapo e Utopia de Santa Edwiges, criador Rosângela Fração e Juliano Flores e expositor Rosângela Fração e Juliano Flores, Cabanha da Pedra, Itaara/RS

Fotos Divulgação

Firmeza 1799 eleita Grande Campeã da Copa Mini-Incentivo

Santa Alice Jóia Rara, a Reservada Grande Campeã

Santa Alice Jogo Duro, o Grande Campeão entre os machos

Zastraz do Campo Seco escolhido Reservado Grande Campeão


28

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

Paleteadas credenciam 50 animais na Região Sul do país Fotos Divulgação

Mais de 200 duplas de cavalos Crioulos, no total de 452 animais, movimentaram sete provas de Paleteada na região Sul do país no mês de novembro. Desse total, 50 animais participarão das fases classificatórias.

Nalder Souza com Zamba Cimarron e Vanessa Castilho montando Posteiro da Rama Negra Maicon Munhoz com Dale Boca da Biboca e Ricardo Silveira com Enrosco da Biboca

As provas foram sediadas pelos municípios Sant’Ana do Livramento, Rosário do Sul, Pinheiro Machado, Lavras do Sul, Uruguaiana, Pantano Grande e Esteio. As duplas finalistas das classificatórias disputarão o título na Expointer 2011, que ocorre de 27 de agosto a 4 de setembro, em Esteio/RS. Saiba, a seguir, como foi cada uma das provas.

Tempo quente na Paleteada de Livramento

Sob os olhos atentos de Edson Carrion e Miguel Ângelo Castro, 33 duplas enfrentaram, além de bois de ótima qualidade, dias de muito calor na prova da Paleteada realizada entre 4 e 5 de novembro no Parque de Exposições de Sant’Ana do Livramento. Mesmo em uma pista não específica para a realização da prova, o técnico responsável Ricardo Torres considerou a estrutura muito boa e destacou o empenho e a organização do Núcleo Santanense, que promoveu o evento. O selo de raça foi concedido a Bagunceiro 24 da Trovador.

Classificados em Livramento

Malaya Tupambaé

Ildo Quevedo, montando HN Esfera, e Rudimar Penso, com Carmencita do Mate Doce, foram os vencedores da prova realizada em Sant’Ana do Livramento

Ildo Quevedo montando HN Esfera e Rudimar Penso com Carmencita do Mate Doce Armênio Roberto Torres Leite com Duquesa do Itacamochin e Martim Saraiva montando Vento Norte do Jundiá Márcio Maciel montando Nimbo da Música e Denise Leite com Baralho Tupambaé Francisco Carlos da Luz Feltrim com Prateada da Lima Negra e Mário Saldanha montando Isqueiro de São Bibiano Cézar Marques montando Monarca da Restinga e Leo Pereira Marques com Capanegra Guaraná Lauro Melo montando OPL Já Te Ganho e Natieli de Castro com

Rafael Suñe e Solimar Munhoz foram os ganhadores da disputa realizada em Lavras do Sul

Zamba Cimarron Michele Machado com Debochada da Lima Negra e Rudimar Penso montando Santa Alice Otário Denise Leite montando Piazita do Infinito e Márcio Maciel com Bagunceiro 24 da Trovador

Sucesso total em Lavras do Sul

Clima quente, pista boa, gado excelente e um número expressivo de competidores. Com todos esses atributos, a Paleteada organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Lavras do Sul, entre os dias 4 e 7 de novembro, no Parque do Sindicato Rural do município, não poderia ter sido diferente: um sucesso total. (Leia mais sobre este evento nas páginas 13, 32 e 35) O grande número de duplas, cerca de 50, foi um destaque à parte. Com muitos competidores qualificados, a prova foi decidida na elevada eficiência da dupla vencedora. Segundo Rouget Wrege, que julgou a prova com Mário Suñe, os campeões conseguiram correr todos os bois muito bem, de maneira equilibrada, competente e sem deixar um deles escapar. A pista também ficou bem cotada na avaliação de Wrege, que considerou o local de realização da prova muito bom e com brete de primeira qualidade. Além disso, o jurado fez questão de elogiar a atuação de seu companheiro de julgamento, Mário

Suñe. “Julgou muito bem, com muito critério”, afirmou. O gado utilizado na prova, segundo Wrege, estava excelente, refugou um pouco para sair do brete, mas em geral estava em boas condições para correr e testar o desempenho dos competidores. “Tinha bom peso e tamanho. Muito bom mesmo.” Entre os destaques da prova, a égua HN Esfera, ficou com o selo de raça.

Confira os resultados Rafael Suñe com Consuelo da Camila e Solimar Munhoz montando Irio Tupambaé Cezar Lopes montando Xerife do Macanudo e Jonatan Teixeira com Africano do Macanudo Eduardo Souza com Campana Mormazo e Tiago Teixeira montando Capella Orvalho Ricardo Silveira montando Forró Zíngaro e Maicon Munhoz com Debochado da Biboca Pedro Móglia com Propina de Santa Thereza e Luíza Sarmento montando Ciruela Chico Alexandre Echegarai montando Mandarin Tupambaé e Edir Lima com Capanegra Malagueña Tiago Duarte com Capanegra Jaguary e Fábio Alves montando Capanegra Jornalero Solimar Munhoz montando Macega Tupambaé e Felipe Pons com

Paleteada em Pinheiro Machado reúne 24 duplas O Núcleo Zona Sul de Criadores de Cavalos Crioulos realizou de 12 a 14 de novembro as provas de Paleteada e Tiro de laço em Pinheiro Machado, no Rio Grande do Sul. O evento analisado pelo jurado Felipe Braga, reuniu participantes das cidades de Dom Pedrito, Arroio Grande, Bagé e outras regiões do Estado. (Leia mais sobre este evento nas páginas 19, 32 e 35) De acordo com o técnico Rodrigo Teixeira, a prova de Paleteada reuniu 24 duplas e seis delas foram classificadas. “Os participantes estavam muito bem preparados e a competição foi ótima.” Para o técnico, o gado era muito arisco, justamente por ser de linhagem nova. Por isso, os competidores que possuíam mais rotina de lida com os animais acabaram se saindo melhor. “Foi uma prova com gado corredor e quem era mais campeiro teve mais facilidade.” O grande destaque do evento foi a dupla de gêmeos de Dom Pedrito, que conquistou 99 pontos na prova. “Os competidores estavam bem treinados e ganharam com folga dos outros adversários”, conclui. O selo de raça foi concedido ao garanhão Puma Cala Bassa.

Classificados Anibal Torres, montando Guaycuru El Zorzal e Diego Torres com Buenacha Tape - Dom Pedrito/RS Mariana Silveira, montando Oriente 704 do Barulho e Vanessa Castilho com El Gringo do Boeiro - Santana do Livramento/RS Válter Marques com Barão de Dom Pulsério e Vanessa Castilho montando Posteiro da Rama Negra Martin Saraiva com Vento Norte do Jundiá e Armênio Leite com Duquesa do Itacamochim Vagner Betemps com Puma Cala


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

29

Foto: Divulgação

Prova acirrada, com bom tempo e gado de qualidade, teve os irmãos Rogério e Pablo Fialho como vencedores em Rosário do Sul, no dia 14 de novembro

Bassa e Ariosto Camboim montando Corisco do Três T Valmorio Dutra Machado com Timbre de Galo do Sur e Frederico Fonseca com Baronesa do Forte Álamo

Surpresas em Pantano Grande

O sábado do dia 13 de novembro foi marcado por uma boa paleteada, realizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Pantano Grande, em Pantano Grande, no Rio Grande do Sul. Na prova, 19 duplas correram sob a avaliação de Carla Flores e Lizandro Paz Lopes e chamaram a atenção do público, que compareceu em peso para prestigiar o evento. (Leia mais sobre este evento na página 35) O gado excelente acirrou a disputa e exigiu ainda mais dos competidores, revelando algu-

mas surpresas no final da competição. “Tinham umas quatro duplas boas que estavam se destacando, mas que acabaram não indo para a final”, disse Lopes. Já a dupla vencedora, apesar de ter sofrido uma penalização com um dos cavalos, conseguiu obter uma média boa o suficiente para atingir o lugar mais alto do pódium. “Correram todos os bois e conseguiram ficar em primeiro.”

Classificados Igor Lopes com Bandoleiro do Ximbó e Flávio Machado montando Salteador do Elebê Francisco Quadros montando Feito à Mão Del Rey e Adriano Rudiger com FRT Artilheiro Edir Lima com Capanegra Malagueña e Alexandre Echegaray mon-

tando Mandarin Tupambaé Juarez Vanderlei da Conceição com JA Amargo e Rudimar Penso com Carmencita do Mate Doce

Poeira sim, qualidade, também

No dia 14 de novembro, o Centro de Treinamento Água Azul, de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, foi palco de uma Paleteada muito disputada. Na prova, organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos Flávio Bastos Tellechea, 38 duplas foram julgadas por Carlos Félix e Pedro Bastos, que consideraram a competição de excelente qualidade e tiveram suas expectativas superadas. (Leia mais sobre este evento na página 35) O alto nível qualitativo dos

competidores, aliado ao gado corredor, gerou um cenário bastante atrativo e teve como resultado uma prova competitiva e bastante prestigiada pelo público. “Dia de sol e gado corredor que deu trabalho às duplas. A prova foi melhor do que a expectativa e trouxe bastante gente para correr e assistir”, informou Bastos. A boa receptividade do núcleo organizador também rendeu elogios ao evento. Segundo o jurado, a pista de provas estava muito boa e a única crítica ficou por conta do clima, que estava seco e deixou a pista um tanto empoeirada. “O pó incomodou”, afirma Bastos.

Confira os resultados Guinter de Quadros montando Quilero Onça Parda e Adão Gonçalves

com Áureo da Tradição Everson Boeira Machado com ITT Bin Laden e Itamar Martins montando Tigrão do Vale do Camoati Felisberto Fagundes Neto montando Fandango do Coqueiro e Adair Pereira com Clementina do Coqueiro Adão Gonçalves montando Palmeira 2917 da Tradição e Nárcio Goularte com TT Russa Maurício Pinto com Passo Novo Essência e Mauro Matos montando Passo Novo Festeiro Renan Freitas montando Touro Passo Ríspido e Júlio Cunha com Na Ponta do Laço do Mineiro Manoel de Macedo Pons Neto montando Rebenque do Barulho e Alair Rodrigues com CAMB Miliciano Fabiana Zacarias com Bolero Maleva e Rodrigo Rivero montando TST Novelo


30

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Paleteada tem 30 duplas em Rosário do Sul

Tarde de sol e tempo bom. Com a ajuda de um clima agradável, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Rosário do Sul, promoveu mais uma prova de Paleteada durante o dia 14 de novembro de 2010. A prova teve como jurados Gustavo Ribeiro e Miguel Schossler e a supervisão da técnica da ABCCC Christina Bandeira de Mello. (Leia mais sobre este evento na página 27) A disputa bastante acirrada, realizada no Sindicato Rural de Rosário do Sul, no Rio Grande do Sul, teve a participação de 30 duplas. De acordo com o jurado, Gustavo Ribeiro, o nível de competidores estava muito bom e seis duplas foram classificadas. “A prova foi ótima. Os concorrentes eram fortes e a média de paleteada estava muito boa”, destaca. O gado utilizado era excelente

Eventos

e as condições da pista estavam em ótimo estado. Para Ribeiro, os animais eram parelhos e muito ligeiros. “O gado era tão bom que aumentou o nível de dificuldade da prova”, ressalta. Em relação ao evento, Ribeiro garante que o tempo bom foi fundamental na contribuição de visitações ao evento. Além disso, a primeira dupla conseguiu conquistar 106 pontos, sendo que a pontuação máxima é de 120. “O Evento estava ótimo. A pista mesmo sendo de areia, não era pesada e conseguir a inscrição de 30 duplas é um ponto muito positivo”, conclui.

Classificação Rogério Fialho com Humaitá da Escondida e Pablo Fialho com BT Último Vagner Chuma com Rosário Querendona e Jeferson Gorostides com Apolo da Tradição Diego Silveira com Maracutinga da

Escondida e Vinícius Freitas com Floreio II da Escondida Fernando Horst com Niazzi Butiá e Júlio Oliva com Imperador do Arenal Alex Braz com Capanegra Gato Pallero e Luiz Botinon montando Capella Nômade Jaime Molina montando Santa Brígida do Aculleo e Miguel Miranda com Herodes Tupambaé

Disputa decidida no detalhe

Esteio, como já é de tradição, teve um final de semana marcado pela altíssima qualidade em uma Paleteada que reuniu 33 duplas sob o julgamento de Carlos Quadros e Luís Rodolfo Machado. No Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, no Rio Grande do Sul, sob muito calor e com bastante poeira, os competidores demonstraram excelente nível e a prova organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da 6ª Região foi decidida pela maior constância de notas

obtidas pelos grandes vencedores. (Leia mais sobre este evento nas páginas 9 e 22) De acordo com o jurado Carlos Quadros, a qualidade dos participantes era altíssima, não permitindo que fosse perdido boi algum. “Esses guris estão realmente ótimos, não deixam um boi escapar. Tivemos pouquíssimas notas baixas”, revelou. Por falar em resultados, Quadros fez questão de salientar que o que lhe chamou atenção foi o fato de a maioria das notas terem sido parelhas, fazendo com que a disputa fosse decidida no quesito paridade. “Ganharam aqueles que mantiveram uma média entre 8, 5 e 9 em todas as etapas, não quem apenas foi bem em uma outra”, disse. Outros elogios feitos pelo jurado ficaram por conta da pista de prova e do gado, ambos considerados excelentes. Segundo o jurado, o gado utilizado era muito padrão e corredor e a pista de prova, apesar da poeira decorrente do clima seco, era de primeira qualidade.

Confira os classificados

Antonieto Rosa montando PO Solita e Gabriel Cola com RN Navalha João Vítor Dutra com Garoa da Morada Nova e Ricardo Peres montando Iguaria da Morada Nova Júlio Azevedo montando Pimenta da Macena e Ney Faria Correa com Paloma da Macena Diego Marinho com Ford Tupambaé e Alexandre Pozzebon com Fuzarca do Vale Verde Adolfo San Martin montando BT Posteiro II e Andrey Souza com Capela Jerez Ricardo Peres com Hulha Negra da Morada Nova e João Vítor Dutra montando Flor de Maçanilha da Morada Nova Luiz Henrique Souza montando Ijuí Tupambaé e Marcelo Martins com Lado a Lado de Santa Angélica Felipe Móglia Pons montando Malaya Tupambaé e Solisma Munhoz com Macega Tupambaé


32

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

Campereada teve três seletivas em novembro Foto Divulgação

Provas foram disputadas em Lavras do Sul, Caxias do Sul e Soledade (foto) e tiveram a participação de mais de 20 trios; a disputa de Pinheiro Machado não foi oficializada pela coordenação da competição, mas teve excelentes resultados

Em três seletivas de Campereada disputadas durante o mês de novembro, mais de 20 trios competiram pelo ranqueamento na modalidade, cuja final compreende os 20 melhores do ciclo. Além dos eventos ocorridos nas cidades gaúchas de Lavras do Sul, Caxias do Sul e Soledade, a raça ainda teve presença de destaque no Team Penning disputado em Mococa/ SP. A prova realizada em Pinheiro Machado/RS não foi oficializada pela coordenação da competição.

Os melhores trios do ciclo garantem vaga na Final Nacional da Campereada, disputada em Esteio/RS durante a Expointer, entre 27 de agosto e 4 de setembro.

Prova incentiva novos talentos em Lavras do Sul

A disputa acirrada na prova de Campereada movimentou o Sindicato Rural de Lavras do Sul/RS. O evento foi realizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da cidade, entre os dias 4 e 7 de novembro e os resultados da competição foram surpreendentes. (Leia mais sobre este evento nas páginas 13, 28 e 35) Segundo o técnico, Luiz Francisco Leite, oito trios participaram da competição e o tempo de realização de prova foi impressionante. “As instalações estavam ótimas, principalmente a pista. O público também estava bastante participativo.” Um dos pontos altos da disputa está associado a um participante de apenas seis anos de idade, que alcançou o segundo melhor tempo na prova. “A disputa estava linda e é preciso estar muito concentrado para colocar os animais no cerco”, ressalta.

Para Leite, os principais fatores para o sucesso de um evento estão relacionados aos jurados, à pista e à qualidade do gado. “Este tipo de evento exige boas estruturas e excelentes jurados e foi possível acompanhar estas características durante a competição”, conclui.

Resultados 1º lugar

Valdemir Silveira montando Prenda da Aguada, André Silveira com Formosa do Caponete e Nei Cezar com Corta Vento da Coronilha. 6 bois. Tempo: 2’60”13 2º lugar Ignácio Blanco Suñe com Delicada do Caponete, Renato Moreira Ornes montando Capanegra Damasco e Rafael Suñe montando Capanegra Jaguary. 5 bois. Tempo: 2’48”14

Competidores de qualidade na Campereada em Caxias do Sul/RS Promovida pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos dos Vinhedos, em Caxias do Sul/ RS, a Campereada realizada nos dias 12 e 13 de novembro apresentou competidores de muita qualidade e garantiu a presença de sete trios no ranking do qual serão extraídos as 20 melhores equipes para a Final Nacional da Modalidade. Além da destreza dos laçadores, a qualidade da pista e a receptividade do Núcleo também foram fatores elogiados pelo jurado da prova, Luís Francisco de Quadros Leite. (Leia mais sobre este evento na página 35)

Resultados 1º lugar Flávia Miguel com PPR Jocasta, Everton Machado com Caudilho da Lagoa Serena, Tiago Barcelos montando Bochincho Mesteño. 6 bois, tempo: 2’35”37 2°lugar Cristiane Velho com Gamarra 07 do Guerreiro, Jorge Sehbe montando Fuzarca Ebhes dos Cedros, Daniel Sehbe com Gaudéria Ebhes dos Cedros. 6 bois, tempo: 3’20”03 3°lugar Clodoaldo Lima com Gaita Ponto da Auxiliadora, Carlos Alberto Garcia Vieira montando Crioula do Salqueiro, Derli Silveira com Aquerenciado da Santa Juvita. 5 bois, tempo: 3’58”11 4º lugar


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

33

Foto Felipe Ulbrich Foto Solano Ferreira

Geraldo Panata com Campana Kacilda, Gilberto Andreatta dos Santos montando Gaudério do HV, Leonel Antônio Susin com Filoca do Parapó. 5 bois, tempo: 4’02”14 5º lugar Rízzio Tadeu Borba de Azambuja montando Veneno do Passo, Vanderlei Paz com Parceiro do Passo, Gilberto Correia com Ultimato do Passo. 5 bois, tempo: 4’33”04 6º lugar Gelson Gedoz Jr. com Que Bueno de Santa Angélica, Moises Massarotto com Escaramuça Hora Certa, Libamar Novello montando Xis Pampeiro. 3 bois, tempo: 4’13”01 7º lugar Amilcar Pereira Rego montando PPR Omã, Luciano Silveira com Farrapo da Lagoa Serena, Leonardo Machado montando PPR Querendona. 3 bois, tempo: 3’58”00

Público motivado em Soledade O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Soledade promoveu prova de Campereada, no dia 28 de outubro, junto à programação do SoledadeTchê, evento tradicional do município gaúcho. A disputa ocorreu no Parque Centenário e foi avaliada pelo jurado Iran Francisco de Barros, sob a supervisão técnica de Jorge Aginelo do Nascimento. (Leia mais sobre este evento nas páginas 11 e 23) Na competição, habilitaram-se ao ranqueamento, quatro dos seis trios inscritos. Entre eles, os vencedores, bastante elogiados por Barros. “Eles se destacaram por já ter bastante experiência campeira”, comentou. Além disso, o jurado ainda salientou o bom público que prestigiou a prova. “O pessoal estava motivado, o gado de primeira, o parque maravilhoso. Mérito do núcleo que se empenhou para realizar o evento”, disse. O Selo de Raça foi concedido a Butiá Ventania.

Resultados 1º lugar

João Ortiz com Querubim do Itapororó, Marçal Ortiz com Guarda Costa do Pau Ferro e Tiarajú Ortiz montando JD Vento Forte. 6 bois, tempo 3’32”84 2º lugar Frederico Tissot montando Falcatrua da Cabanha Olho D’água, Marcelo Gomes com Berberia Faisão e André Lopes montando Aparte do Capão Fronteiro. 5 bois, tempo 2’58”76 3º lugar Rodrigo

Hoffstaedter

montando

Team Penning, disputado em Mococa, no estado de São Paulo, também proporcionou destaque aos Crioulos, que obtiveram excelentes resultados ao competirem com outras raças

Sendero 94 Maufer, Carlos Almeida com Feiticeira do Angico Velho e Tiago Orlando com Pagode dos 3 Pastores. 5 bois, tempo 4’03”43 4º lugar Juliano Brusco montando Macaio 38 da Cecília, Márcio Serafini com Butiá Ventania e Ademar Rosa com Anastácia do Capão Alto. 3 bois, tempo 4’41”76

Clima instável em Pinheiro Machado O Núcleo Zona Sul de Criadores de Cavalos Crioulos realizou de 12 a 14 de novembro, com o apoio financeiro da prefeitura local, a prova de Campereada em Pinheiro Machado, no Rio Grande do Sul. As atividades fazem parte da 11ª Lida Campeira, que ocorreu no Parque Charrua do Sindicato Rural. (Leia mais sobre este evento nas páginas 19, 28 e 35) De acordo com o jurado, José Bernardo Cardoso Terra, o evento foi ótimo e contou com a participação de dez trios. “O tempo de prova foi muito bom e o nível dos animais estava excelente.” A prova, porém, não foi oficializada. Mesmo com temperaturas instáveis, que ao decorrer do dia entraram em elevação, o público compareceu em peso para prestigiar o evento. “Bastante gente veio para acompanhar as provas e tínhamos participantes de todo o Estado”, destaca.

Segundo Terra, o nível dos participantes estava ótimo e a cada dia a competição evolui mais. Além disso, a disputa foi bastante acirrada. “O nível da Campereada estava muito bom e mesmo não sendo uma disputa oficial, a prova foi bem desempenhada”, ressalta.

Resultados (Informados pelo núcleo)

1º lugar Bernardo Chiodeli montando Mandinga Tchê Rubicho, Elton Mailon com Janaína da La Coronilla e Mário Fagundes montando Herdeira da La Coronilla - Pinheiro Machado/RS 2º lugar Ambrósio Perret montando La Castellana Cacique, Maurício Pereira com TDO Amistad e Danilo Souza montando Balaca da Caneleira - Piratini/RS

Recorde com cavalo Crioulo no Team Penning Em quatro dias de evento no Parque de Exposições José André de Lima, em Mococa/SP, a raça Crioula mostrou o seu desempenho na 4ª Prova Milionária de Team Penning, na qual conquistou os dois melhores tempos registrados. Os trios puderam se inscrever na categoria especial para a raça Crioula e na geral,

multirraça, a Hand Cap 11, com premiações distintas. O calor forte predominou durante todos os dias de classificatórias, entre os dias 11 e 14 de novembro. A cada dia eram selecionados 15 trios, dos quais somente cinco se classificavam para a final. As seletivas somaram 1.311 inscrições, das quais 319 foram para a categoria de cavalo Crioulo. A interação com os espectadores, que reagiam a cada passada, ficou na memória dos gaúchos de Júlio de Castilhos. “Tivemos que esquecer os princípios da Campereada”, comentou Galeno Puente de Barros Filho, sobre a rapidez desta modalidade até então desconhecida pelo trio formado junto a Felipe Ribeiro Scherer e Adelar Fagundes de Almeida, que montaram, respectivamente, Tirana da U, Zamba Charrua e Tatu dos Troncos. No terceiro dia das classificatórias, o grupo fez o melhor tempo de toda a prova: 12,734 segundos. O segundo melhor tempo nos quatro dias de Team Penning também veio de trio com cavalo Crioulo, porém, de Mococa/ SP. Paulo Minussi, Luiz Manuel Tranquilini (Neneu) e Gabriel Caliccio fizeram 13 segundos. No último dia de provas, o forte calor deu trégua e a chuva caiu entre a final do cavalo Crioulo e o início da classificatória, da semifinal e da final do Hand Cap 11. Entre os 20 trios com exemplares cavalos Crioulos, o melhor tempo foi feito por um de Moco-

ca/SP, em 14,288 segundos. A competição entregou um total de R$ 15 mil aos cinco primeiros colocados.

Confira o resultado do Team Penning (Informado pelo núcleo)

1º lugar - R$ 5 mil Andelsom Gonçalves com Quero-Quero do Rancho Grande, Lucas Hisbek com Minuano do Rancho Grande e Angelo Buiu montando Recado do Rancho Grande. Tempo:14,288 2º lugar - R$ 4 mil Gabriel Nicolas montando Neimar, Vinícius Lelis com Palheiro da Primavera e Íris de Lima com Garantia da Princesa do Jacuí. Tempo: 15,210 3º lugar - R$ 3 mil Guilherme Brisiguelo com RZ Quartel Mestre da Carapuça, Guto Tranquilini com Recuero do Rastreador e Gabriel Nicolas montando Neimar. Tempo: 15,794 4º lugar - R$ 2 mil Vinícius Lelis montando Vale Quatro da 3J, Guilherme Brisiguelo com RZ Quartel Mestre da Carapuça e Guto Tranqulini montando Recuero do Rastreador. Tempo: 15,924 5º lugar - R$ 1 mil Íris de Lima com Garantia da Princesa do Jacuí, Tonho montando Laurinho do Garrucho e Afrisio com Ipê do Infinito. Tempo: 16,105


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

35

Laçadores apertam a armada rumo a Esteio Foto Divulgação

A um mês da Final Nacional do Crioulaço, as seletivas classificatórias seguem mobilizando laçadores de todas as regiões do Sul do Brasil em busca de uma vaga em Esteio/RS, onde será disputada a finalíssima, entre os dias 14 e 16 de janeiro. A competição entregará mais de R$ 70 mil em prêmios aos melhores da modalidade durante o ciclo 2011.

As inscrições para a final podem ser feitas no site da ABCCC, até o dia 7 de janeiro no valor de R$ 200,00 a dupla, ou no escritório da ABCCC junto à pista de provas no dia 13/1 pelo mesmo valor. Já no dia 14 a taxa sobe para R$ 300,00 e as inscrições deverão ser efetuadas até as 20h. Confira na página 37 a programação da Final. O vencedor de cada categoria retorna para disputar o Laço de Ouro. A programação do evento também inclui provas de Laço Individual Feminino, Guri (até 12 anos incompletos) e Veterano (mais de 65 anos), que terão suas inscrições realizadas diretamente no escritório da ABCCC, junto à pista de provas até o dia 15 de janeiro, às 10h, no valor de R$ 50,00. Durante o mês de novembro, 13 localidades sediaram provas de Tiro de Laço e habilitaram 158 duplas à final. As peneiras ocorreram em Lavras do Sul, Pinheiro Machado, Caxias do Sul, Aceguá, Rolante, Pantano Grande, Uruguaiana, Panambi e São Marcos, no Rio Grande do Sul; além de São Bento do Sul, Santo Amaro da Imperatriz, Criciúma e Capão Alto, em Santa Catarina.

Confira, a seguir, como foi cada uma das provas de novembro:

Lavras do Sul tem prova concorrida

Em evento realizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Lavras do Sul/RS, no próprio município, entre os dias 4 e 7 de novembro, foi promovida prova de Tiro de Laço. A competição atraiu participantes de várias regiões do Estado e o público presente mostrou receptividade aos visitantes. (Leia mais sobre este evento na página 16, 28 e 32) De acordo com o técnico da ABCCC no evento, Luiz Francisco Leite, a prova contou com 72 duplas inscritas na disputa do prêmio de R$ 2 mil. A competição reuniu participantes dos municípios gaúchos de Cachoeira do Sul, Bagé,

José Roberto Tizczka montando PP Delegado da Renascer e Maicon Mokva com Armada da RGR Vanderson Rau com Delestero Bala na Agulha e Márcio Ivan Vieira montando Tango do Penhasco do Retiro

Pinheiro Machado classifica dez duplas

Prova de Santo Amaro da Imperatriz, uma das seletivas ao Laço de Ouro 2011, contou com a participação de 12 duplas

São Gabriel, Dom Pedrito e Santana do Livramento. Para Leite, a pista estava excelente e o gado parelho e corredor. Além disso, o incentivo financeiro oferecido pela organização contribuiu para alcançar um grande número de participantes. “A premiação foi essencial na disputa. O evento estava bem organizado e contou com a presença de um público muito animado”, concluiu. Na ocasião, o Selo de Raça foi concedido a Herói do La-Bella.

Resultados Lúcio Stacowisk com Xiru Véio do Macanudo e Darci Munhoz com Sete Belo do Macanudo

Bento Soares com Oficial Maragato e Valério Biagi montando Hermano da MP Santo Soares montando Chumbo dos Minérios e Paulo Pinheiro com Duque da Cerca de Pedra Guilherme Assunção com Urgência Tangará e Simião Martins montando Caudilho do Perau da Águia Ivanio Borges montando Farroupilha dos Altos da Bela Vista e Luís André Silveira com Cocodrilo do Devaneio Chico Pereira com Capella Jacaré e Guilherme Saraiva montando Faceira da Magnólia do Seival Diogo Ernandes com NV Lábia e Diego Ernandes com Flor do Caponete Cláudio Mechado com Culatra de Santa Carmen e Gilmar Melo montando Ordeiro do Nhocorotó Nemo Valerio montando NV Pichidégua e João Antônio com NV Mui Linda Carlos Soares com Don Juan da Soprovet e Neco montando Que Tipo da Canhada Diego Simões montando Querência do

Velho e Tiago Siage com Chinoca do Tucuman Ronaldo Barcelos com Trabuco do Macanudo e Rodrigo Barcelos com Noturno do Reponte Jurandir Pinto montando Borboleta do Ituzaingo e Jandir Pinto com Umbu Pioneira Marcus Munhoz com Influência Tupambaé e Rudimar Soares montando Neosaldina Tupambaé Selmar Soares com Festeira do Reponte e Olavo Munhoz montando LS Butiá Marcelo Branco montando Faísca da Marca Coração e Simiro Félix dos Santos com Milonga da Marca Coração Darci Munhoz com Ópio do Macanudo e Alício Munhoz montando Sabiá do Macanudo Diogo Hernandes montando Lucero Oco da Serra e Paulo Lanes com Quero-Quero da Palmeira da Serra Nemo Valério com Dom Dido Lenda e Elisandro Ribas montando Trinta e Três Traiçoeira Ricardo Silveira montando Mango Tupambaé e Marcos Munhoz com Nochero Tupambaé Valdemir Silveira com Prenda da Aguada e Luís Silveira montando Formosa do Caponete Roberto Barcelos com Gamarra da MP e Ricardo Moreira com Gajo da MP Carlos Soares com Água-Pé do Marco Caído e Eraldo Marquez montando Destreza da Santa Marta do Jóca Olavo Munhoz montando Juramento Tupambaé e Selmar Soares com Tarancón Banderilha

São Bento do Sul realiza prova com 34 duplas O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Planalto Norte

Catarinense realizou, no dia 5 de novembro, prova de Tiro de Laço que ocorreu no Parque de São Bento do Sul/SC. A chuva foi um dos fatores que influenciaram na prorrogação das inscrições para a disputa, ainda assim, um bom número de competidores compareceu no local. Participaram do evento 34 duplas. Mesmo com o mau tempo e a chuva, o número de presentes foi satisfatório para os organizadores. Na avaliação do técnico Marcos Gomes Antunes, o desempenho dos participantes foi muito bom. “O nível dos lançamentos estava excelente, mas as instalações ainda necessitam de algumas melhorias”, conclui.

Resultados José Lemes Machado com Möller Desaforada e Jucinei Martins com Espada da Rio Bonito Henrique Neto montando CC Brisa e Aquiles Pereira com GT Flor Del Chaco Diomar Fevelho com Morocha da Rio Bonito e João Hack montando El Campero da Bela Aliança Ivonir Júnior com Emigrante da Bela Aliança e Iran Barbosa com Juriti Pupu Pradeiras João Hack com Famosa da Bela Aliança e Albano Souza montando Domingo da Bela Aliança Alex Giordini montando Az de Ouro da Lagoa da Serra e Boscardi com Cayenne do Barro Azul Anderson do Padro com IBO Don Olímpio e Cristiano Bennonte montando Floresta da Bela Aliança Luiz César com Badana da Rio Bonito e Jonathan Machado com Janaína do Lagarto

O Núcleo Zona Sul de Criadores de Cavalos Crioulos realizou, entre os dias 12 e 14 de novembro, as provas de Tiro de Laço e Paleteada em Pinheiro Machado, no Rio Grande do Sul. O evento reuniu criadores e competidores de várias cidades do Estado e foi analisado pelos jurados Mário Sérgio Garcia e Renato Sá Costa Machado. (Leia mais sobre este evento nas páginas 19, 28 e 32) A prova de Tiro de Laço contou com a participação de 32 duplas, sendo que dez conseguiram classificação na competição. De acordo com o técnico Rodrigo Teixeira, o nível dos participantes estava excelente e havia laçadores de toda a região sul. “A prova foi bem disputada e as duplas apresentaram um desempenho maravilhoso”, ressalta. Em relação ao gado, Teixeira considerou os animais de alto nível. Além disso, destacou que os bois eram corredores e a pista muito boa. “A infraestrutura do local é ótima e os resultados da prova foram excelentes”, conclui. O selo de raça do evento ficou com TDO Amistad.

Resultados Carlos Ávila com SC Taura II e Samuel Pires montando Gole Amargo da Rubira João Pedro Brites montando Andarilha do Rincão do Telho e Joel Oliveira com Alba 345 Guaçú Jorlei Rosa com Junco do Rincão e Carlos Ávila montando Raça do Saibro Bruno Alves montando Besouro da Ki-Mania e Edinho Mailon com Floreio do Perau da Águia Vanderley Rosa com Guanabara Fandango e Irajá Pereira montando Dengoso do Miradouro Danilo Dias com Comandante do Agabe e José Bernardo Cardoso com Corisco do Três T Edinho Camacho montando Umbro 319 Maufer e Jorge Rosa com Almirante Gaudério Rivelino Silva com Esquinazo Cala Bassa e Sérgio Souza montando Gaudério da Rubira José Mário com Divisa do Perau da Águia e Luciano Silva montando Guri da Sanga Preta Fernando Oliveira montando Carrasco do Perau da Águia e Marne Oliveira com Gema da Caneleira


36

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

Competidores promissores em Caxias do Sul Pista qualificada, gado corredor e duplas competitivas formaram o cenário do Tiro de Laço realizado pelo Núcleo de Cavalos Crioulos dos Vinhedos, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, nos dias 13 e 14 de novembro, no Parque de Exposições de Caxias do Sul. Junto do Tiro de Laço, também foram realizadas uma Campereada e, na sexta-feira, uma confirmação de fêmeas e machos castrados. (Leia mais sobre este evento na página 32) Com bastante público prestigiando, a prova, que reuniu 42 duplas, contou com a presença de competidores importantes, que elevaram o nível da disputa. “Bons participantes que têm muitas condições de chegar até a final”, opinou o jurado, Luís Francisco Quadros Leite.

Resultados Joelson Andrade com Pretto 256 Quina e Luran da Silva montando Estaca da Coruja Willian Oliveira montando Maria Bonita do Salimar e Vítor Terres com Embaixador do Phoenix Jeison Storchi com Möller Glória e Jean Garcia montando AS Malke Jaboticaba Leonardo Zatti montando Las Misiones Guria e Luan de Carli Arrogante da Marca Casco Aldori Santos montando Uma Brasa 326 Maufer e Márcio Bitencourt com Inserta da Santa Corila Jarbas Bertolucci montando Dal Campo da Invernia e Ronaldo Cardoso com Del Suerte da Invernia Rogério Castilhos montando São Martim Hipoglós e Cristiano Marques com Mandaçaia da Hulha Negra Agnaldo de Godoy com Goiabada 293 do Santa Fé e Luan da Silva montando Lendário da Perpeta Gilson Boff montando TJ Nevoeiro e Volmar Araújo com HN Duro na Queda Juarez Maneguzzi montando Noturno Aja e Adair Pirez com Macanudo da Sanguinha Betinho montando Âncora Artista 48 e Hermes Nunes com CDZ Marguerita Alceu Barbosa Velho montando CS Gaita e Eduardo Barbosa com Mulata da Hulha Negra Marcos Orso com Serrana 74 da Herança Paternal e Márcio Orso montando Alvorada JD de Lucena

Tiro de Laço reúne 27 duplas em Aceguá Dia ventoso e com muita poeira. Este foi o clima que marcou a prova de Tiro de Laço no dia 14 de novembro em Aceguá, Rio Grande do Sul. O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos reuniu 27 duplas na competição analisada pelos jurados José Paulo Mattos, Orsai Azambuja e Luís Coelho Porto. (Leia mais sobre este evento na página 18) De acordo com o técnico, Fer-

158 duplas foram classificadas à final, que será realizada em janeiro no município de Esteio

nando Drummond Mello, o gado era de nível mediano em relação à velocidade, mas mesmo assim, apresentou desenvoltura parelha. “Ocorreu tudo de forma normal, sem muitos destaques de pontuação e tempo”, ressalta. Para o jurado José Paulo Mattos, a prova estava muito animada e bem disputada. Das 27 duplas participantes, oito foram classificadas. “O desempenho foi dentro do esperado e estava de acordo com as normas do Laço.” Para a execução da prova, o gado foi selecionado com rigor e, segundo o jurado, a maioria dos participantes ficou contente com o nível dos animais. “Hoje está cada vez mais difícil conseguir gado de nível bom para realizar os eventos, já que a maioria dos animais é alugado”, destaca. Para Mattos, por ser um evento novo na região é possível considerar a infraestrutura como adequada, já que tem instalações dentro do tamanho exigido para a realização da prova de Tiro de Laço. “A pista foi reformada e o evento estava bem organizado”, conclui.

Resultados Flávio Vigil montando Paisano do Salimar e Anderson Pires com Intruso do Rincão da Querência. Luís Carlos Silva com Gavionaço do Trinta e Oito e Micael Gomes montando Endiabrado da Reconquista. Bruno Vilamil montando Três Cerros Rancheiro e Danilo Rodrigues com Preciosa das Três Argolas. Lizandro Peres com Interventor Tupambaé e Lucas Mattos montando Esplanado da Miolo. Favorino Collares com Melosa da Don Leonardo e Oscar Collares montando Libertador da Luz. Luís Carlos Silva montando Folgado do Trinta e Oito e Micael Gomes montando Sirigote do Camboim. Aluim Martins montando F Envenena-

da do Seival e Xiru Azambuja com Piraí 1603 do Candidato. Luís Coelho com Topázio do Strass e Rodrigo Ferreira montando Chalana II Mattos

Tiro de Laço em Rolante O Núcleo Encosta da Serra de Criadores de Cavalos Crioulos promoveu, no dia 12 de novembro, prova de Tiro de Laço em Rolante/ RS, com a participação de 148 animais. A competição integrou a programação da Expo Rolantchê 2010, que ainda teve Exposição Morfológica e Concentração de Machos. (Leia mais sobre este evento na página 21) Das 74 duplas participantes, 24 conseguiram confirmar a classificação à Final da modalidade em Esteio/RS. A prova foi julgada por Antônio Delfino e contou com a supervisão do técnico Ricardo Guazzelli Martins. Teve destaque na competição o cavalo Kozalko Tupambaé, que recebeu o Selo de Raça.

Resultados Dênis Valim com Recoluta da Quinta e Bruno Quadros montando Ligado do Trinta e Oito Júnior Martins montando Teimosa do Bicoteiro e Kim Camilo com Joio dos Tapes Alan Soares com Quellaycito do Infinito e Taian de Ávila montando Berbéria Inteiro Pedrinho Rodrigues montando Impossível de Santa Adriana e Luciano Muniz com Barulho do Rincão do Sossego Guilherme Danke com Japiranga dos Baios e Lucas Forjarini montando Descoberta Aragano Beto Soares montando Kananga de Santa Odessa e Gabriel Lopes com RE Baioneta Mauro Barcellos com RE Celebridade II e

Evilásio Reis com RE Batalha Alan Soares com Suprema Adios Mi Madre e Taian de Ávila montando Rumbeador do Infinito Roberto Barato montando Flor de Masanilha da Morada Nova e Ramon Barbosa com Garoa da Morada Nova Ramon Grifanti com Licor das Três Estâncias e Rafael Passos montando Fantástico do Rincão da Figueira Vanderlei Vaz montando Guapuruma Indiana e Aniel Luz com Poderoso do Morro Verde Tobias Lima com RE Bill Bar e Oliverio Neto montando Peleia do Sá Brito Henrique Oliveira com Atrevida do Strass e Guto Fox com Dom Gabriel Arteira Roger Costa com Trago Largo 109 da Lata e Cristiano Dias montando Luna da Carona Anderson Ramos montando RE Dulçura e Josué Santos com RE Divina Henrique Oliveira com Zulu Gravatá e Guto Fox com Negrinha do Painel Vanderlei Rosa com RE Caprichosa e Amauri Fidelis montando Jóia do Simanso Ramon Barbosa montando JSR Castelo e Roberto Barato com EJV Dama Farroupilha Douglas Schenckel com JL Bueno e Cesar da Silva montando Aianguera da Manto Azul Edson Santos montando Esquilo do Serra Azul e Leandro Reis com Santa Adriana Osasco Pepe Menegali com CM Tenente e Iuri Peixoto montando Escaramuça do Serra Azul Elvio Nunes montando Bola Pampa da Tropilha Mansa e Rodrigo Klein com Presilha Ilhapa Alvarez dos Reis com Capanegra Krystal e João Vilmar montando RE Bem me Gusta Paulo Belarmino montando Satélite do Passo dos Mouras e Pedro Crispin com Condor Ibiá

Para entrar para a história de Pantano Muita quantidade e qualidade marcou o Tiro de Laço realizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Pantano Grande, em Pantano Grande, no Rio Grande do Sul. 65 duplas participaram da prova, realizada no Centro de Remates de Pantano Grande, sendo que 20 atingiram nota suficiente à classificação. (Leia mais sobre este evento na página 28) Com um gado corredor e pista de prova toda preparada para receber os competidores, a disputa foi acirrada e contou com duplas muito bem pontuadas. De acordo com o técnico responsável, Olmiro Andrade Filho, a dupla vencedora atingiu 100 dos 120 pontos disputados na prova. “Talvez a melhor prova dos últimos tempos realizada no município”, opinou o técnico. O selo de raça ficou com Baila Salsa da Cola Crioula.

Resultados Vilson Júnior com Índio Cala Bassa e Diego Pitana montando Baronesa do Jacaré Antonieto Rosa montando Baila Salsa da Cola Crioula e Edu Espírito Santo com Caliterra Aparecida Douglas Nunes com Desafio de Santa

Leocádia e Maurício Becker montando SLB Aladin Gustavo Daccin montando Ianque do Capané e Mateus Teixeira com Relincho do Garrucho Alcindor Terres com Simpatia da Terra Preta e Gabriel Teixeira com Cotiporã do PRF Ismael Silva montando Chacal Cala Bassa e Guilherme Grehs com EFB Campana Antonieto Rosa com PO Solita e Edu Espírito Santo montando RN Navalha Paulo César Pereira montando Querendona do Milionário e Sandro Rosa com Áspero 511 Maufer Sandro Silva com Esperança da Kratochwil e Emerson Tomé montando Índia da Kratochwil Leomar Almestre montando Rótulo do Infinito e Leandro Lopes dos Santos com Maturacá Bertolini Rodrigo Souza com Estrela Dalva 33 do Cerro Velho e Air Mota montando Flor do Cerro da Lagoa Roberto Arena montando Gondoleiro das Águas Claras II e Juliano Vargas com El Fuego Filhos do Vento Gilmar Oliveira com Namorado do Boeiro Branco e Gerson Tavares montando Curimatá do Bertolini Marcos Souza com Lua Atrevida dos Pinheiros e Régis Cunha com Italuí Laguna II Ricardo Dombroski montando LLQ Bailanta e Fabrício Becker com Negro da Gaita do Inhatium Rafael Trevizan com Medalha do Taquarembozinho e Alex Silva montando Desafio da Curitiba Felipe Calveti montando Honoluzu 109 do Cerro Velho e Edir Lima com AE Faca Buena Marino Nascente com Guanabara 90 do Cerro Velho e Ceno Brasil montando PPR Jacuí Gilmar Oliveira montando Ambiciosa da Baraúna e Guilherme Lopes com Famosa da Boa Esperança Maurício Azambuja com Salteador do Elebê e Flávio Machado montando AE Fulana de Tal

O vento dificulta laçadas em Uruguaiana As 14 duplas participantes do Tiro de Laço precisaram vencer um inimigo natural, presente na competição organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos Flávio Bastos Tellechea, em Uruguaiana/RS, no dia 14 de novembro. O vento presente na pista de prova do Centro de Treinamento Água Azul atrapalhou bastante, fazendo com que apenas cinco duplas conseguissem atingir a classificação desejada. (Leia mais sobre este evento na página 28) Julgada por José Olímpio Casagrande e Renato Rodrigues, a prova reuniu 28 conjuntos e, na avaliação dos jurados, teve boa organização e receptividade. “Duplas muito boas e gado corredor, de qualidade, mas o vento, de frente, estava horrível”, afirmou Casagrande. Pela quantidade de inscritos, seis duplas deveriam ter conseguido número de laçadas suficiente à classificação, mas, com o número mínimo de laços válidos


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

Seis duplas em São Marcos

(quatro), apenas cinco atingiram a marca. “Até mesmo duplas superlaçadoras, como as de Itaqui, não conseguiram ter o mesmo desempenho que costumam apresentar”, lamenta o jurado.

Resultados Ricardo Flores montando HD Triunfo e Adilson Chaves com El Toro do Pauferro Maurício Bedinot com ST Estrela Boeira e Felipe Trindade montando Pataca Mancha Floriano de Faria Corrêa montando PO Ytapuitã e Agnaldo Reis com Onça do Nhocorotó Juarez Lopes com Leopardo do Mineiro e Maurício Poetini montando PP Loucura da Renascer Maurício Pinto montando Passo Novo Essência e Mauro Matos com Passo Novo Fronteira

Em Santa Catarina mais quatro duplas se classificam Na segunda-feira, 15 de novembro, 12 duplas participaram de mais uma prova classificatória de Tiro de Laço na cidade de Santo Amaro da Imperatriz, localizada em Santa Catarina. A garoa afastou parte do público mas a cabanha Jóia Rara, que promoveu a prova, foi elogiada e já projeta outra etapa até o fim do ano de 2010. Jardel Schürhaus, responsável pela cabanha, recebeu apoio da Associação Catarinense de Criadores de Cavalos Crioulos para realizar o evento. O técnico Adolfo Martins supervisionou a prova e comentou a respeito do local. “A pista era muito boa e estava bem iluminada”, ressaltou. Já é a terceira prova de Tiro de Laço realizada na cabanha, que fica às margens da BR-282. O Selo de Raça foi concedido à fêmea Bibiana do Espigão, de José Ademir Pereira, de Canoinha/SC. A prova final de Tiro de Laço ocorrerá de 3 e 16 de janeiro, em Esteio.

Resultados Sérgio Murilo Guimarães com Galponeiro de Santa Angélica e José Felipe Souza com OEA Novela Gracílio Montibeller com Jóia de Rampa e Jardel Schürhaus montando Cupido Chico Sérgio Murilo Guimarães com Don Juan do Vô Bráulio e Renan Herculano Pereira com Madriguera Jasmim Evilásio Souza Júnior com Quimera do Baraúna e Remo Remor Borguezan montando Baú do Embaú

Panambi classifica 19 duplas A prova de Tiro de Laço promovida pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Ijuí em parceria com o CTG Tropeiro Velho foi realizada no dia 19 de no-

Provas foram disputadas nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul

vembro, na Estância de Rodeios Delomar Zimmermann, em Panambi, no Rio Grande do Sul. O evento contou com a participação de 56 duplas sendo que 19 delas foram classificadas. A supervisão técnica foi realizada por Ricardo Guazelli Martins. No evento, os crioulistas ainda puderam apreciar a Concentração de Machos, onde foram marcados cinco exemplares, dos 11 participantes. De acordo com o técnico Ricardo Guazzelli Martins, o evento ofereceu uma premiação de R$ 1,5 mil em prêmios e contou com a participação de laçadores renomados no mundo do rodeio. “O nível dos participantes estava ótimo e o gado corredor”, conclui.

Resultados Verlei Aguiar montando Piava da Mumbuca e Fabiano Machado com Espoleta 984 da Capororoca Daiana Decker com Piá do Boeiro Branco e Cristiano Vieira montando Quero-Quero da Mimosa Cleber Cardoso montando Castelhana do Rincão do Pataca e Rafael Facco com Domingueira do Ituzaingo Fábio Almeida montando Coronel do Elebê e Cristiano Vieira com Bibiana da Pátria Farroupilha Juliano Pereira com Pilchas 214 e Rafael Winr montando Companheiro do Chão Batido Cristiano Melo com Bolero Flor do Tabulero e César Araújo montando Assovio Flor do Tabuleiro Daniel Portela com Harmônica do Potreiro Velho e Cláudio Marques montando Solitário do Monjolo Rudnei Martins montando Quero Invido da Guarita e José da Silva com Fascinação da Juliana Daiana Decker com Milonga da Manoca Crioula e João montando São Xavier Vitorino José Pinheiro Neto montando GT Clonada e Zé Paraguai com GT Essência Noé Ribas montando Estrela de Fogo da Juliana e Manoel Ribas com Silêncio do Sol de Maio Gilson Santos com Caçador 29 do Señuelo e Fábio Santos montando Caçador 24 Destaque Darlan Belarmino montando Santa Brígida Avispa e Júnior Mensche com Essência da Linha Seis Ibi Rieger com Impossível de Santa Adriana e André Machado montando Barulho do Rincão do Sossego Justino Goergen montando AV Viscacha 246 e Lucas Liberchneck com Esbarrada do Jaguary 221

Adaleo Luft com Harmônico da Sede Velha e Marco Lohman montando Percanta da Sede Velha Gilson Santos montando Marca Onze 72 Galo Forte e Fábio Santos com Bailanta do Aguapey Ibi Rieger montando Guri de Santa Adriana e André Machado com Fagulha do Puruã Luciano Oliveira com Quebra Freio do Jundiá e Cláudio Marques montando Enganada do Ouriço

Elogios a Criciúma Sob supervisão técnica de Adolfo José Martins Netto, a cidade catarinense de Criciúma realizou seu 1º Crioulaço no dia 19 de novembro. Foram classificadas seis duplas das 22 participantes. Os competidores foram avaliados por Celso Oliveira Couto, Reginaldo Tunico e Claudiomar de Oliveira. O evento, realizado no CTG Pedro Raimundo, é uma classificatória para a grande Final Nacional do Tiro de Laço e, ao que tudo indica, segundo Netto, técnico da prova, colocará bons competidores na grande final. “A competição precisou ter várias rodadas de laço para definir os finalistas”, conta. Os elogios do técnico não ficaram apenas por conta dos competidores. Netto também destacou a qualidade da pista, do gado e dos animais que, segundo ele, estavam muito bem cuidados e preparados. “Uma competição de laço que representou muito bem o que se busca”, afirmou.

Resultados Renan Simão montando Inverno da Morada Nova e Fabrício Mattos com Identico do Cadeado Antônio Velho com RE Despenseiro e Roberto Aéves montando Ambicioso da Oigatchê Xeróca Monteiro montando Três Cerros Trovador e Joares Simão com Recuerdo do Garrucho Anderson Ramos com Água Buena do Vale Azul e Fabrício Mattos montando RE Dádiva Samuel Recco com Farrapo da Badana e Maurício Maurer montando Nacarito da Boa Vista Itamar Bodega montando Sanga Funda Querência e Gean Rotta com Buenacha da Estância do Meio

Entre os dias 26 e 27 de novembro, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos dos Vinhedos realizou prova de Crioulaço, dentro da programação da 1ª Festa do Redomão Cavalo Crioulo, na pista Recieri Bertozzi, em São Marcos/RS. A programação do evento ainda incluiu Prova de 21 Dias e Palestra Técnica. A Doma de 21 Dias contou com a participação de 19 participantes, sob julgamento de Nei Faria Correa, que considerou de muito bom nível a competição. Já o Tiro de Laço, que apesar de concorrer com o agendamento de outros eventos semelhantes na região, contou com a presença de 42 animais, sendo classificadas seis duplas à final da modalidade. A prova de laço foi julgada por Daujair Carlos Fortunatti, Iron Antônio Posso e Antônio Quissini. O técnico da ABCCC Fernando Drummond Mello foi o responsável pela supervisão da disputa. Na ocasião, foi concedido o Selo de Raça à égua moura Ornada da Olaria.

Resultados Aldori dos Santos com CRT Campeira e Cláudio Andrade montando Inserta de Santa Corila Adroaldo Leal Júnior montando Noitada do Passo da Cruz e Ezequiel Mello com Nutria Sessenta e Seis da Boa Ventura João Augusto com Italiana do Capão da Herança e Alan Ferraz montando Emotiva de Santa Edwiges Gilnei de Morais com Explosão Zamban e Rodrigo Padilha com Legendário do Tajã Aldori Santos montando Sentinela do Rancho e Cláudio Andrade com Saraivada Missioneira Alan Ferraz com Uma Brasa 326 Maufer e Rafael dos Reis montando CC Dama II

Boa organização e alto nível de competidores No dia 27 de novembro, em Capão Alto, Santa Catarina, 30 duplas participaram do Tiro de Laço organizado pela Associação Catarinense de Criadores de Cavalos Crioulos Adolfo Luís Nunes Martins. O evento foi julgado por José Joaquim Coelho, Sidnei de Cordo Vanello e Maicon Peres dos Santos e contou com a supervisão técnica de Adolfo José Martins Neto. Tanto a receptividade quanto a qualidade dos competidores foram muito elogiadas pelos jurados, que consideraram tudo 100%. “O nível de competidores foi alto e a receptividade e a organização realmente muito boas”,

37

opinou Vanello. O evento foi muito prestigiado pelo público e reuniu cerca de mil pessoas.

Resultados Cleidison Vieira montando Q-Perfumosa do Haras Sá e Erivaldo Leimas com LSR Apache Valdemar Fernandes montando Andorinha da Manfredi e Renaldo Camargo com Índio do Tamanduá Joacir Madruga com EJCG Altaneiro e Adair Neiy montando Andarilha da Estância Crioula José Alex Werner com Domingueiro da Escondida e Celso Rafaeli montando Dama da Tapera do Tributo Rodrigo José Dolsan montando Tabuleiro Huicano e Edson dos Santos com Habanera do Poncho Negro Maurício Delfis com Carta Marcada da Invernada de São Pedro e Leandro Rafaeli montando Imperador do Monte Bello Cláudio José Amaral montando Marimbondo do Tamanduá e Lucas do Amaral com Cala Boca Tavares Lisboa Daniel Moraes com Donzela da Tapera do Tributo e Éder Pereira montando Jangada do Liscano Franciel Pinto montando CAC-F-214 e Rodrigo José Dolsan com Atrevido da Oigatchê Maicon Gomes com Catita da Manfredi e Fernando de Cordo Vannelo montando Mapuche Chalana

Agenda e valores da premiação da Final Nacional de Laço 13/1 de 2011 (quinta-feira) 14h às 20h - Inscrições para a final de duplas 14/1 de 2011 (sexta-feira) 8h às 12h - Acampamento e chegada dos animais 8h às 18h - Identificação e entrega de coletes 14h - Raspadinha 18h - Raspadinha (sujeita à confirmação, conforme disponibilidade de tempo) 19h30min - Remate Pista G 15/1 de 2011 (sábado) 8h - 1ª e 2ª Rodadas da Final do Tiro de Laço 12h - Prova Laço Individual Feminino, Guri até 12 anos e Veterano acima de 65 anos 14h - 3ª, 4ª e 5ª Rodadas da Final do Tiro de Laço 16/1 de 2011 (domingo) 8h - Grande Final do Tiro de Laço Premiações individuais 10 armadas R$ 10 mil 9 armadas R$ 9 mil 8 armadas R$ 8 mil 7 armadas R$ 7 mil 6 armadas R$ 6 mil 5 armadas R$ 5 mil Laço de Ouro Ouro R$ 11 mil Prata R$ 8 mil Bronze R$ 5 mil Laço Guri 1º lugar R$ 300,00 2º lugar R$ 200,00 Veterano 1º lugar R$ 300,00 2º lugar R$ 200,00 Laço Feminino 1º lugar R$ 300,00 2º lugar R$ 200,00


38

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Eventos

Duas gerações se encontram nas Provas Jovens da 6ª Região Fotos Carlos Freitas

vencedor foi Vinícius Dal Pilva da Silva, com Tropilha da Ibirapuera, atingindo 11,664.

Resultados Categoria Infantil Masculina 1º Thobias de Andrade Nunes, com Morena Linda da Dom Manoel, pontuação final 8,522.

Gabriela Mônaco foi a vencedora da categoria Aspirante Feminina e recebeu o trofeu das mãos do jurado Rodolfo Machado

Yéssica Lopes

Nos dias 12, 13 e 14 de novembro, o Núcleo dos Criadores de Cavalos Crioulos da 6ª Região promoveu a Prova de Jovens e a Final da Copa do Proprietário, no Parque do município de Esteio/RS.

A prova de jovens teve 12 participantes e foi julgada por Fabrício Marino, Rodolfo Machado e Marco Antônio Stumpf. Segundo Stumpf, o nível dos animais estava bom,

mas os participantes eram poucos. Ele aconselhou que as provas não fossem feitas em dias de semana e comentou sobre as alterações das provas. “A pechada nos jovens prejudicou o andamento da prova, pois foi perigoso, mas a Paleteada mudou para melhor”, opinou. Já o técnico Marcelo Montano Coelho disse que as alterações só trouxeram incentivos à participação dos jovens e que as mudanças “foram bem aceitas pelo público”, comenta. Coelho ainda acrescen-

tou que o tempo estava propício às provas e que a pista era muito boa. O destaque foi o Aspirante Masculino Maicon Silva, que atingiu pontuação de 9,362, com Combati da Cabanha Ferraria. A final da Copa do Proprietário 2010 contou com 34 participantes - 20 na categoria Amador e 14 na categoria Master. O vencedor na categoria Master foi o ginete Helder Longaray, montado Zulu de Jacaré, que atingiu a pontuação final de 11,802. Na categoria Amador, o

Alunos de Zeca Macedo são destaques Fotos Nívea Bilhalva

Carolina Garcia com BT Panamá

Felipe Souza e Segredo de Santa Angélica

O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Rio Grande promoveu entre os dias 13 e 14 de novembro, durante a 36ª Expofeira do município gaúcho, etapa classificatória da Prova Jovem. (Leia mais sobre este evento nas páginas 8 e 17) A disputa contou com a presença de dois participantes, uma na categoria Juvenil Feminina e outro na Juvenil Masculina. Ambos os participantes são alunos da escola de equitação que o ginete Zeca Macedo possui há aproximadamente oito meses, em Rio Grande, e fizeram a sua estreia em competições na ocasião.

Os dois competidores realizaram a prova na nova modalidade regulamentar, onde na Mangueira o participante, além de apartar o gado, agora deve dar uma pechada e na prova de campo, realizar a corrida nos fardos sob novo desenho. Na Juvenil Feminina, Carolina Garcia montou BT Panamá e alcançou a pontuação de 9,253. Aos 14 anos, Carolina conta que primeiro foi em busca de um animal bom para montar e depois então se inscrever nas competições. “Tive uma boa base de equitação aqui em Rio Grande, na escola do ginete Everton

Lobato, mas sempre gostei de montar a cavalo e queria cada vez mais dar continuidade ao esporte”, conta Carol revelando ainda que gosta também de aprender a lida diária de tratamento dos animais, o que faz agora no Centro de Treinamento Zeca Macedo, além de treinar seu cavalo. Felipe Souza, da categoria Juvenil Masculina, montou Segredo de Santa Angélica e obteve média final de 7,774. O jovem de 13 anos conta que tem muita vontade de seguir a carreira de ginete e que entre as etapas das provas, a que acha mais difícil é a Mangueira. “A gente entra na pista, com um monte de pessoas olhando, daí nos deixa muito nervoso.” Felipe treina sozinho, em sua casa, na localidade de Sertão Santana, próximo a Guaíba/RS, e sempre que pode durante as férias ou os feriados vai até o Centro de Treinamento de Zeca Macedo para aprender mais. “O Zeca é demais, um bom professor, ele explica com calma, fala o motivo das reações dos animais e como corrigi-las.” (Nívea Bilhalva Oliveira)

Categoria Juvenil Masculina 1º Lucas Leão, com Jandaia da Escondida, pontuação final 9,199. 2º Thiago Carneiro Neves, com Ajota Fandango, pontuação final 7,883. 3º Gabriel Gamborgi, com Dona do Tempo Novo, pontuação final 6,860. 4º Dionatan Waiss, com TJ Tamoio, pontuação final 6,273.

Categoria Aspirante Masculina 1º Maicon Silva, com Combati da Cabanha Ferraria, pontuação final 9,362. 2º Maicon Barcelos, com Tenida Sombra, pontuação final 7,894. 3º Dione Pereira, com El Trapiche da Terra Nostra, pontuação final 6,722. 4º Deivison Robaski, com Rharcam da Ohana, pontuação final 4,651. Categoria Aspirante Feminina 1º Gabriela Mônaco, com OEA Otelo, pontuação final 7,699. 2º Ana Paula Jardim Lopes, com Rebêlos Prenda Minha, pontuação final 6,822. 3º Márcia Souza, com Nega do Boeiro Branco, pontuação final 5,754.

Lucas Leão foi o primeiro da Categoria Juvenil Masculina com Jandaia da Escondida

Habilidade e desempenho bonito em Pedras Altas Fotos Dioglomar Colman

Helena Py Silveira competiu na categoria Infantil Feminino montando SC Serra Azul

Ilson da Luz Ramos cumpriu com eficiência as etapas da prova Aspirante Masculino

O Parque de Eventos Rurais de Pedras Altas, no Rio Grande do Sul, foi palco das Provas Jovens realizadas pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Pedras Altas no dia 28 de novembro. A competição foi julgada pelos jurados Júlio Hax, Hermes Goulart Sá e Alfredo Tavares e, apesar da pequena quantidade de competidores, teve saldo bastante positivo.

Na disputa, muita habilidade e bonito desempenho. Na categoria Infantil Feminino, Helena Py Silveira, montando SC Serra Azul, obteve nota final 9,4. “Boa a guria. Muito cavaleira”, opinou Hax. Já na categoria Aspirante Masculino, Ilson da Luz Ramos teve nota 8,081. “Ambos foram bem e cumpriram as etapas com eficiência”, afirmou. (André Amaral)


Eventos

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

39

Cavalo Crioulo terá premiação especial no Super Stakes da AGCR Henrique Baldini - Revista Horse

Yéssica Lopes

Nos dias 11 e 12 de dezembro, a Associação Gaúcha do Cavalo de Rédeas (AGCR) realizará o 1º Super Stakes de Rédeas, no Centro Querência, em Porto Alegre/ RS. A prova distribuirá R$ 27 mil em prêmios e destinará uma premiação especial para cavalos da raça Crioula, fornecida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Para 2011 será a vez da ABCCC realizar sua primeira edição do Super Stakes.

A Super Stakes é uma prova de rédeas para animais de quatro e cinco anos hípicos, diferente da Super Stakes Classic que permite a participação de animais de idade igual ou superior a seis anos. Conforme o coordenador da subcomissão de Rédeas da ABCCC, Eduardo Matas, para os cavalos Crioulos serão destinados R$ 5 mil, sendo R$ 2,5 mil para a Categoria Aberto, R$ 1 mil à Categoria Aberto Light, R$ 1 mil para a Categoria Amador e R$ 500,00 para a Amador Light.

Força na modalidade

Em competição ocorrida na Fazenda da Barrinha, no estado de São Paulo, obser vou-se que a raça Crioula vem ganhando significativo destaque na modalidade. Nos dias 6 e 7 de novembro, a categoria Aberto do Super Foto Perigo

1º Super Stakes de Rédeas da Associação Gaúcha do Cavalo de Rédeas será realizado nos dias 11 e 12 de dezembro, no Centro Querência, em Porto Alegre

Stakes contava com 24 participantes e apenas três competiram com cavalos Crioulos. Foi Gabriel Diano que ficou em primeiro lugar com Lãs Callanas Julito e, na Amador, Joana Azavedo conquistou o segundo lugar. Já no Super Stakes Classic, o cavaleiro Jango Salgado ficou com a primeira colocação com Operário do Infinito, na disputa em que seis dos 18 competidores eram da raça Crioula. No Super Stakes Classic Amador, quem venceu foi o jovem Jonathan Marca dos Santos, com Mágico de Paineiras.

Prova é destinada a animais de quatro e cinco anos hípicos


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Geral

Maringá recebe novo Núcleo de Criadores

Foto Ivan Amorim

41

Núcleo do Sudoeste do Paraná inaugura sede No dia 20 de novembro foi inaugurada a nova sede do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Sudoeste do Paraná, no município de Pato Branco, reunindo diversas autoridades locais e regionais, na Expopato 2010. O presidente do núcleo, Valmir Dallacosta, afirma que a inauguração da unidade, atualmente composta por 35 criadores, é resultado de um trabalho realizado em conjunto e ressalta: “É mais um sonho realizado pelos crioulistas”. Luís Augusto Weber, segun-

do-secretário da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), representou a diretoria da entidade e elogiou a organização do evento. “É muito importante e uma satisfação participar de eventos como esse, fora de nossa sede, pois muitos lugares são carentes da presença da ABCCC”, ressaltou. Weber agradeceu o convite e fez questão de dizer que a empolgação dos criadores na inauguração era ímpar. Além da ABCCC, também foram homenageadas nesse dia a Prefeitura e a Associação Rural de Pato Branco. (Yéssica Lopes) Foto Mário Tissot

Diretoria do recém fundado Núcleo de Criadores do Noroeste do Paraná posa junto à presidente da unidade, Jaqueline de Góes (C)

Yéssica Lopes

No dia 4 de novembro, foi fundado, no município de Maringá/PR, o Núcleo de Criadores de Cavalo Crioulo do Noroeste do Paraná, com adesão de 40 sócios. O lançamento oficial ocorreu no dia 17 de novembro, no evento Agrocampo 2010.

O Núcleo funciona em um escritório cedido pela Agropecuária Estrela do Sul e visa promover eventos relacionados à raça. A primeira projeção é de que no mês de maio de 2011 ocorra a 4ª Prova de Morfologia e a 3ª Credenciadora da Raça, ambas promovidas pelo Núcleo, paralelamente à

Expoingá. A presidente do Núcleo Jacqueline de Góes diz que o principal plano de sua gestão é “conscientizar os interessados na raça sobre os benefícios do cavalo e sobre a seriedade da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos”. Ela também acredita que, a partir da criação do Núcleo, os cavalos Crioulos serão valorizados, apesar da cultura da região de enfatizar as raças Árabe, Mangalarga e Quarto de Milha.

Confira a nominata da nova Diretoria Presidente: Jacqueline de Góes

Vice-presidente: Ricardo Zwecker

Secretária: Ana Suzy Jati

Tesoureiro: Adalberto de Góes Diretor de Divulgação: Moraes

Ademir

Diretor-técnico e de Provas: Jorge Aginelo do Nascimento Diretora Social: Allinne Góes do Amaral

Diretor Jurídico: Fernando Almeida de Oliveira Conselho Efetivo

João Manoel Cordeiro Costa Euro Ribas

Ricardo Zwecker

Evaldo Mendes Taborda Adalberto de Góes Ana Suzy Jati

Núcleo realiza primeiras atividades em SP Inaugurado em julho desde ano, o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Vale do Paraíba e Sul de Minas realizou a 1ª Exposição Morfológica, Concentração de Machos e Equinolatina nos dias 10, 11 e 12 de dezembro. As primeiras atividades foram realizadas no Parque de Exposições Fapija, localizado no município Jacareí/SP, considerada a “casa

oficial da ABCCC no estado de São Paulo”, segundo o primeiro-secretário do núcleo Eduardo Valassi, da cabanha Herança Gaúcha. O Núcleo foi inaugurado no dia 25 de julho pelo presidente Alexandre Pupo Ferreira, da cabanha Outros Pagos, e pelo vice-presidente José Carlos Fleuri, da cabanha Fleuricidade, e tem sede no município de Santo Antônio do Pinhal/SP.

Alexandre diz que é importante destacar o “ressurgimento do Núcleo na região, pois, depois de perder seu espaço, os criadores estão se juntando para fortalecê-lo”. Ele ainda projeta planos para as provas de Equinolatina. “Queremos criar um circuito dessas provas na festa da Fapija, que reúne mais de 300 mil pessoas”, comenta. (Yéssica Lopes)

Núcleo Sem Fronteiras tem nova diretoria O crioulista Paulo Roberto Parmegiani, de Bauru/SP, assumiu oficialmente a presidência do Núcleo Sem Fronteiras de Criadores de Cavalos Crioulos durante a exposição e as provas realizadas em Mococa/SP. “A intenção é consolidar eventos em praças importantes”, disse ao se referir às feiras paulistas de Itapetininga, Ourinhos e a de Londrina, no Pa-

raná, onde Parmegiani afirma que há demanda pela criação da raça Crioula. A participação de Carlos Sampaio Piegas, que deixou o cargo após duas gestões à frente da unidade sediada em Bauru, como coordenador regional, tem a finalidade de ajustar os calendários e garantir maior participação dos criadores. O ex-presidente assu-

miu a coordenadoria da região 5C da ABCCC, que compreende todos os estados brasileiros exceto o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná. (Leia mais na página 5) O núcleo também deverá promover reuniões itinerantes para facilitar a participação dos criadores, tratar sobre manejo, troca de experiências e fortalecer o aumento do número de associados.

Crioulistas reuniram-se em Pato Branco para festejar a inauguração do novo espaço

Rio Grande troca diretoria e homenageia ex-gestores Aproveitando os eventos da 36ª Expofeira de Rio Grande/ RS, a diretoria do Núcleo de Criadores do município realizou, durante a entrega de prêmios da Exposição Morfológica promovida entre os dias 11 e 14 de novembro, coquetel de confraternização. Na oportunidade, foi realizada assembleia de eleição da nova diretoria na qual o então presidente, Manoel Vanderlei Gonçalves, passou o cargo a Frederico Araújo. Mesmo passando por um momento de grande dor, pela perda de sua mãe, Manoel não desanimou e se manteve presente e atuante durante todo o evento. Aproveitou na despedida do cargo para agradecer a toda sua diretoria pelo apoio nos eventos, assim como prestar uma homenagem aos ex-presidentes do Núcleo: Fernando Albandes Macedo Júnior, Luiz Carlos Macedo, James George Kerr e Osvaldo Kafer. (Nívea Bilhalva

Oliveira)

Confira a nominata da nova Diretoria Presidente: Frederico Vieira Araújo Vice-presidente: Alexandre Ferreira Pinto

Primeiro-secretário: Luís Celso Camargo Nunes Júnior Segunda-secretária: Larissa Correa

Primeiro-tesoureiro: Djalma Ness Júnior Segundo-tesoureiro: dos Santos

Anderson

Comissão de Exposições e Provas Funcionais - Diretor: Everton Lobato. Integrantes: Rafael Ávila, Renato Macedo, Ramon Oliveira, Claiton Santos Júnior Comissão de Eventos Sociais Diretora: Helenita Barroco. Integrantes: Juliana Lima e Ana Cecília Cardoso Comissão Jovem: Ulisses Pinto

Diretores de Divulgação e Marketing: Floriano Rios da Fonseca e Rafael Lopes Diretor Jurídico: Valdir Barroco


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Geral

43

Na Doma Natural, aprendizado real Foto Cahuê Paz

Osíris Reis

Nunca olhar diretamente no olho, nem a uma lesão e não ultrapassar o espaço individual de um cavalo desconfiado são apenas algumas das orientações dadas pela escritora e etóloga espanhola Lucy Rees, que palestrou para o curso de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) no dia 17 de novembro.

Na bagagem, técnicas sobre como domar cavalos e controlar animais com traumas, além de uma lição sobre como tratar o equino não somente como um animal desenvolvido para participar de provas funcionais e trabalhar com força, mas também, dicas sobre a Doma Natural, que dispensa treinamentos traumáticos e trabalha para a aquisição da confiança do animal: além de um aliado no trabalho, a conquista da amizade do equino é imprescindível. De acordo com os conceitos de Doma Natural, emprega-se uma sequência direta de ações no cavalo de maneira que ele coopere com a vontade do treinador. Segundo os profissionais que utilizam essa técnica, ela é tão rápida que é possível montar um potro em apenas uma hora e conseguir resultados espetaculares com cavalos xucros ou

corresponde-se e é necessário um pouco de paciência por parte do profissional para respeitar as necessidades e os limites do animal.

Baias

Palestra da etóloga Lucy Rees foi realizada na UFPel, no dia 17 de novembro

ressabiados. Entender a doma requer o conhecimento antecipado e apurado sobre o comportamento animal. Conhecer peculiaridades da raça e saber deduzir determinadas preferências dos animais são os primeiros passos que devem ser seguidos pelos criadores. “Temos que pensar e trabalhar outras maneiras de fazer a doma sem trazer sofrimento ao animal”, explicou a especialista de 68 anos que em seu histórico já possui diversas publicações na área.

Castigo: aliado ou vilão? Quando se castiga, o domador estimula o animal a desenvolver respeito por ele. Certo? Errado. De acordo com a teoria preconizada por Lucy, o ato pode ser traumático e comprometer o desenvolvimento do animal em anos futuros. “Se castigas em uma relação de medo, tens mais medo; se castigas em uma relação de defesa, tens mais defesa”, explicou. Para ela está claro que a relação entre cavalo e domador

Geralmente o cavalo, quando criado para ser submetido a provas funcionais e morfológicas, por exemplo, passa grande parte de seu dia dentro de baias, o que, na visão de Lucy, é extremamente prejudicial para o desenvolvimento do animal. Em sua natureza, o equino passa grande parte do dia pastando. Viver a maior parte do tempo enclausurado pode causar inclusive estresse no animal. “Quando estão em baias, o cárcere não ajuda em nada a sua recuperação. O animal sente-se fraco, vulnerável e estressado”, explicou. Para detectar o estresse, o responsável deve estar sempre atento às informações que o equino passa todo o tempo. Diminuição da resistência a infecções, aumento do tempo de cicatrização de feridas e problemas com digestão são apenas alguns sintomas de que algo vai mal com o animal.

Cavalo Crioulo e treinamento Em relação aos treinamentos repetitivos aos quais os cavalos

Crioulos geralmente são submetidos para que adquiram resistência para provas funcionais, como o Freio de Ouro, a domadora afirma que a raça já é forte por natureza, já que era uma raça específica para o trabalho, mas é veemente em sua avaliação sobre a iniciação precoce dos animais. “Em muitos locais, colocam os animais em treinamento com três anos. Isso é muito pouco. Defendo que nenhum animal deveria ser treinado com menos de cinco anos”, disse.

Histórico Lucy Rees é escritora, etóloga equina e domadora e traz nos estudos uma bagagem que iniciou a ser construída na Universidade de Londres, onde estudou zoologia e especializou-se em neurofisiologia e neuroanatomia. Também realizou seus estudos de pós-graduação na Universidade de Sussex, na Inglaterra. Suas atividades como domadora começaram nas montanhas de Snowdone, no País de Gales. Foi lá que começou a domar cavalos selvagens e ganhou fama por seu especial trato com animais problemáticos. Atualmente, Lucy dá cursos de doma pelo mundo e escreve periodicamente para revistas inglesas e espanholas

Raça Crioula terá premiações exclusivas nas provas de Vaquejada Pela primeira vez a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC) premiará os melhores competidores da raça na Vaquejada. Além de troféus confeccionados especialmente para a prova, será distribuída premiação total de R$ 20 mil, em dois eventos, aos mais pontuados da raça. A ABCCC, através de iniciativa inovadora, fomenta o treinamento de cavalos Crioulos na modalidade desde abril de 2010, em diversos estados do Nordeste brasileiro, e trabalha para expandir a raça nestas regiões. Nos dias 3, 4 e 5 de dezembro no Clube do Vaqueiro, em Fortaleza/CE e 9, 10, 11 e 12 de dezembro, no Parque Martins, em Tabuleiro do Norte/CE, serão realizadas as duas vaquejadas que finalizarão a primeira etapa do projeto da ABCCC. Nas disputas multirraças, as três melhores duplas de vaqueiros com cavalos Crioulos de cada evento serão premiadas com um total

Foto Osiris Reis

de R$ 10 mil.

Projeto Ao notar o excelente desempenho do cavalo Crioulo em competições funcionais, a ABCCC decidiu expandir a participação da raça nas vaquejadas, prova comum no semiárido brasileiro que movimenta intenso e valorizado mercado de equinos, e promover o envio de 25 animais a 18 proprietários no Nordeste, para serem treinados e adequados de acordo com o exigido pela modalidade. Para o técnico da ABCCC em Tocantins, Romeu Koch, a vaquejada é um nicho importante e ideal para o crescimento da raça Crioula no Nordeste. “Queremos comprovar que o nosso cavalo também é muito competitivo nessa modalidade”, disse. Os animais selecionados foram encaminhados para os estados de Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Camilo Pereira foi o responsável pela produção dos troféus exclusivos

No entanto, Koch afirma que ainda é cedo para avaliar a consolidação da raça no mercado e que será preciso no mínimo dois anos para o cavalo apresentar o melhor de si. “É tudo uma questão de tempo, esse é um investimento de médio a longo prazo”, explicou.

Troféu exclusivo É pelas mãos de Camilo Pereira, 59, que nasceram os troféus que a ABCCC entregará às duplas que obtiverem melhor desempenho no Projeto Vaquejada. Em seu ateliê, em Pelotas/RS, nada mais do que alguns troncos

de madeira, ferramentas e uma habilidade incomparável. Entalhada no eucalipto branco, uma cena cotidiana para os ginetes servirá como troféu: o momento em que o puxador derruba o boi no local determinado dentro da pista. Segundo Pereira, que trabalha há mais de dez anos em parceria com a ABCCC, durante o entalhe do troféu, a parte mais trabalhosa é o início. “Depois que consigo encontrar a proporção adequada na madeira, o trabalho flui com mais naturalidade”, explica o artesão autodidata que entalha em madeira há mais de 20 anos. Entre as principais ferramentas, apenas alguns formões, goivas e um macete (espécie de martelo de ferro). Ao total, são necessários 15 dias de trabalho para que o troféu fique pronto; no final, ele é lixado e recebe um acabamento em anilina colorida que concede à peça única uma coloração envelhecida. (Osíris Reis)


44

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Geral

Concurso Jurado Jovem recebe 27 participantes em Rio Grande Foto Nívea Oliveira

Nívea Bilhalva Oliveira

O dia 13 de novembro foi a data escolhida pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Rio Grande, localizado no município gaúcho de mesmo nome, para realizar a segunda etapa do concurso Jurado Jovem do ciclo 2011. O concurso teve grande aceitação por parte da juventude, contando nesta edição com a participação de 27 inscritos.

Patrícia de Borba Pereira, da Comissão Jovem da ABCCC, fez a abertura do concurso explanando sobre o objetivo e a intenção do evento que é ensinar os jovens a selecionar, desde cedo, a raça Crioula. Os participantes tiveram como professor o jurado Eduardo Móglia Suñe, que, de forma bastante didática, passou ensinamentos de como avaliar os animais da raça. “Ao entrar em pista, o primeiro vistaço é muito importante, pois já de imediato podemos identificar as características da raça nos animais”, comentou Suñe, ressaltando que a responsabilidade de um jurado é muito grande, pois tem a função de selecionar uma raça.

Mural

Arroio Grande programa o outono Após o evento realizado durante a 72ª Expofeira de Arroio Grande, a diretoria do Núcleo de Criadores do município, já programa as atividades de outono. No dia 5 de março de 2011 será realizado um Dia de Campo com palestra técnica e no dia 11 de março ocorre Exposição Morfológica. Já nos dias 12 e 13 de março estão marcadas a Credenciadora de Inéditos, as Provas Jovens e o campeonato de Paleteada. Mais informações através do e-mail fabiag@terra.com.br ou pelos telefones (53) 3262-2885 e 9975-0015.

Nei Lima ministra curso em Jaguarão O Centro de Treinamento Marcos Silveira, localizado em Jaguarão/RS, na Estância São Gabriel, promoveu entre os dias

Laís Nicoleti Camargo Nunes - 15 pontos Bruno Xavier Lima - 14 pontos Luana Lima Macedo - 13 pontos Carolina Terra - 13 pontos Iuri Martins da Cunha - 13 pontos Helena Oliveira - 12 pontos Categoria Juvenil

Rafaela Macedo - 15 pontos Humberto Furtado - 14 pontos Categoria Aspirante

Dirce de Lima - 16 pontos Helder da Rosa Lemes - 16 pontos Jovens tiveram a tarefa de ordenar em filas quatro fêmeas e quatro machos sob o olhar atento do professor e jurado Eduardo Suñe

Foram colocados em pista quatro fêmeas e quatro machos, onde os jovens ordenaram suas filas e depois conferiram com as posições do jurado, assim como acompanharam as justificativas da ordenação de Suñe. Devido ao grande interesse dos jovens pelo concurso, a Comissão responsável pela realização do evento já programa para o dia 15 de janeiro de 2011, no Parque Fazenda da Serra, em Grama-

5, 6 e 7 de novembro curso com o ginete bicampeão do Freio de Ouro, Nei Eduardo Lima. O curso teve início com a doma, passou pelas provas funcionais e encerrou com Paleteada entre os 13 participantes inscritos. Segundo Marcos Silveira, proprietário do Centro de Treinamento, a atividade foi muito produtiva e agradou a todos os presentes.

Raça é destaque em programa sobre Vaquejadas O crescimento da raça Crioula no norte do país fez com que o cavalo Crioulo ganhasse destaque no programa Abre a Porteira, do Canal Rural. Com veiculação nos domingos às 8h, o programa vem trazendo matérias sobre os exemplares Crioulos, como os treinamentos realizados no Ceará. Nos dias 9 a 12 de dezembro o Programa Abre a Porteira também irá cobrir a prova de Vaquejadas que ocorrerá em Tabuleiro do Norte/CE. Lá a ABCCC destinará R$ 10 mil em prêmios para as três melhores duplas.

do/RS, e nos dias 10 e 20 de fevereiro, em Ponta Grossa/PR, os próximos concursos.

Aprendizado A pequena Luana Lima Macedo, de oito anos, que cursa a terceira série do Ensino Fundamental, conta que gostou muito de participar do concurso. “Aprendi bastante coisa, o que mais me chamou a atenção é que eu não

TV ABCCC mostra o melhor de Esteio A TV ABCCC disponibiliza vídeos com os melhores momentos das provas finais de Paleteada, Rédeas, Morfologia, Provas Jovens e, claro, do Freio de Ouro, de 2010. São dezenas de horas de gravação, transformadas em mais de três horas de vídeos que podem ser acessados via web, no site da associação. Além do Freio de Ouro, a TV ABCCC também apresenta diversos eventos da raça e ainda possibilita a transmissão de remates.

La Invernada Pascuero morre No dia 18 de novembro de 2010, a raça Crioula perdeu mais um de seus importantes reprodutores, La Invernada Pascuero, chileno puro que já produziu vários vencedores do Freio de Ouro. Entre suas crias estão Descoberta do Itapororó (Vencedor da FICCC 2003 e Freio de Prata 2003), Las Misiones Couro Cru (Bocal de Prata

sabia que ao olhar de frente um cavalo, para ele ser bom, não posso enxergar as patas de trás, assim como aprendi a analisar a silhueta dos animais”, contou bastante interessa.

Classificação

André Oliveira - 15 pontos João Gilberto Miranda de Pinho - 14 pontos Tiago Soares - 14 pontos Glauco Xavier - 14 pontos Max Vinícius Heller - 14 pontos Juliana Souza - 13 pontos Larissa Miranda de Pinho - 13 pontos

Categoria Infantil

Francisca Baldino - 12 pontos

Eduarda Araújo - 16 pontos

Joel de Ávila Júnior - 12 pontos

2004), Ibirapuitã do Itapororó (Multifinalista do Freio e pai do Freio de Ouro 2009 Matreiro do Itapororó) e Herança do Carrachi (Freio de Bronze 2010).

paratório ao Freio de Ouro, no Centro de Treinamento Santa Barbará, em Pelotas/RS. O evento contará este ano com a experiência do bicampeão do Freio de Ouro, Nei Eduardo Lima. Com apoio da Correaria Dima e Cabanha Redomona, o objetivo desta edição é demonstrar como preparar os animais para as provas funcionais do Freio. Os inscritos terão todas as refeições e acomodações inclusas no valor da inscrição.

Antônio Sória - 16 pontos

Dia de Campo reúne mais de cem em Ponta Grossa No dia 14 de novembro o Núcleo Caminho das Tropas realizou seu 1º Dia de Campo. A atividade ocorreu na Cabanha Santo Onofre, em Ponta Grossa/PR. Participaram do evento mais de cem pessoas, entre criadores do Paraná e de Santa Catarina, além de estudantes e interessados na raça. A programação contou com palestras sobre Planejamento de Centros Equestres, a Correlação Genética e Fenotípica entre Morfologia e Andaduras de equinos da raça Crioula e Morfologia.

Curso preparatório ao Freio de Ouro Nos dias 9 e 12 de dezembro será realizado o 34º Curso Pre-

Helen Caroline Fenker - 12 pontos

Núcleo de Canguçu promove palestra técnica No dia 12 de novembro, às 20h, foi realizada na sede do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Canguçu, paralela à 43ª Exposição Morfológica da raça ocorrida no município gaúcho, uma palestra técnica sobre o seguinte tema: Manejo reprodutivo na raça Crioula. A atividade teve como palestrante o médico veterinário e mestre em Clínica pela Universidade Federal de Pelotas, Anibal Torres.


Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Geral

Cavalo Crioulo atravessa o mundo

Bagé terá festa para a Família Crioulista Foto Divulgação

Foto Paulo Arantes

André Amaral

A raça Crioula alçou novos voos. Internacionais, diga-se de passagem. No dia 6 de novembro, em Londres, no Reino Unido, foi realizado o Riding Holiday Show, um evento internacional de promoção de viagens a cavalo. Na ocasião, expositores de 29 países se reuniram para trocar informações sobre cavalos e, entre as raças divulgadas, uma chamou muita atenção dos presentes: a Crioula.

Entre os participantes estava o brasileiro Paulo Junqueira Arantes, que levou material sobre o cavalo Crioulo para ser distribuído no local. Segundo ele, a aceitação foi muito boa e a iniciativa tem tudo para gerar excelentes resultados. “O pessoal ficou surpreso. Eles não têm ideia de que o Brasil tem cavalo Crioulo, conhecem mais os exemplares argentinos.” Segundo Arantes, o principal objetivo era divulgar a raça e, ao que tudo indica, a meta foi plenamente atingida. “Se interessaram e levaram o material. É muito provável que venha gente interessada em conhecer os cavalos pessoalmente”, aposta. Arantes acredita que alguns frutos já estão prestes a serem colhidos. Até o final do ano, quatro ingleses virão ao Brasil

Agenda de Remates Dezembro Dia 4 - Remate Virtual - Butiá/RS, às 9h (Trajano Silva, transmissão Canal Rural) Dia 4 – Leilão Potrancos e Potrancas – Camaquã/RS, às 21h (Crioulo Remates) Dia 4 – Leilão Aberto - Várias Cabanhas – Esteio/RS, às 21h (Crioulo Remates) Dia 4 – 2°Potrasso, Cabanhas Ouro Fino e Santo Izidro – Santa Maria/ RS, às 20h30min (Crioulo Remates, transmissão online) Dia 5 – Legenda Crioula – Bagé/RS, às 21h (Trajano Silva, transmissão Canal Rural) Dia 9 – Remate Cavalo Crioulo, Cabanhas São João e Convidados – Esteio/RS, às 21h (Crioulo Remates) Dia 10 – Leilão Redomão na Lagoa, Cabanha Cala Bassa e Estância Firmeza – Bagé/RS, às 20h30min (M&D Leilões, transmissão online) Dia 11 – Remate Cavalo Crioulo,

Material publicitário sobre o cavalo Crioulo despertou interesse de criadores estrangeiros que virão ao Brasil para conhecer melhor a raça

para visitar cabanhas de cavalos Crioulos e participar de cavalga-

das montando animais da raça. “Sem dúvida uma ótima oportu-

nidade para mostrar, in loco, a qualidade da raça Crioula.”

Cabanha da Fé e Parceiros – Bom Retiro do Sul/RS, às 19h (Crioulo Remates) Dia 11 – Mancha Crioula Virtual – Remate Virtual, às 21h (Trajano Remates, transmissão online) Dia 15 – Remate Crioulos para Todos – Pelotas/RS, às 20h30min (Casarão Remates, transmissão K2TV)

Fevereiro Dia 19 – 1°Remate Laço Missioneiro, Cabanhas Sanga do Abaeté, Tabuleiro e Paraíso – Santo Ângelo/RS, às 20h (Cambará Remates) Dia 24 - Crioulos do Pampa, Várias Cabanhas – Pelotas/RS, às 20h (Casarão Remates)

Números

Janeiro - 2011 Dia 15 – Remate Laçador - Esteio/ RS, às 21h (Trajano Remates, transmissão online) Dia 24 – Mancha Crioula Virtual, às 21h (Trajano Remates, transmissão Canal Rural) Dia 27 – Linhagens Consagradas – Virtual, às 21h (Trajano Remates, transmissão Canal Rural) Dia 27 – Remate Crie Crioulos, Várias Cabanhas – Pelotas/RS, às 20h (Casarão Leilões) Dia 29 - 1°Leilão Linhagens de Ouro – Rio Grande (Cassino)/RS, às 20h30min (M&D Leilões, transmissão Canal Rural)

Março Dia 18 - 4°Leilão Um mar de função, Cabanhas Mainá, Mouro Velho, La Sensacion e convidados – Rio Grande/RS, 20h30min (M&D Leilões, transmissão online) Dia 31 - Remate Só Potrancas, Cabanha Sinuelo – Pelotas/RS, às 20h (Casarão Remates) Abril Dia 28 - Especial de Ventres – Pelotas/ RS, às 20h (Casarão Remates) Maio Dia 26 - Remate Especial Crioulo Cinchador e Amigos – Bagé/RS, às 20h (Cambará Remates)

45

Trajano comercializa R$ 800 mil em Esteio O remate da Cabanha Don Marcelino e Convidados, realizado no sábado dia 20 de novembro na Pista G, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, comercializou R$ 800 mil com a venda de animais da raça Crioula. A média da Cabanha foi de R$ 29,1 mil. A batida do martelo ficou a cargo da Trajano Silva Remates e a média geral do evento foi de R$ 24,2 mil.

Remate Cavalo Certeiro em Rosário do Sul A 2ª edição do Remate Cavalo Cer-

De 8 a 12 de dezembro ocorrerá a Festa da Família Crioulista, na Associação Rural de Bagé, em Bagé, no Rio Grande do Sul. O evento está programado para começar às 7h30min do dia 8 de dezembro, com a chegada dos animais no parque. Já o julgamento da categoria Incentivo irá ocorrer no dia 9, a Prova de 21 Dias no dia 10 e a Prova dos Jurados nos dias 11 e 12. Além das disputas, no dia 10 será realizado o remate Redomão da Lagoa, às 18h30min. Até novembro, 120 potros já estavam inscritos, sendo que as inscrições podem ser feitas até o dia 6 de dezembro. O valor destas é R$ 50,00 para sócios, R$ 100,00 para não sócios e R$ 100,00 à prova dos jurados. Com relação à premiação, no Tempranito, o Grande Campeão Macho e a Grande Campeã Fêmea renderão R$ 1 mil para o proprietário e R$ 500,00 para o cabanheiro. Nos trios, a premiação é a mesma dos Grandes Campeões: R$ 1 mil para o proprietário e R$ 500,00 para o cabanheiro. Já na prova de 21 dias, o primeiro lugar receberá R$ 2 mil, o segundo R$ 1 mil e o terceiro R$ 500,00. A Melhor progênie e o melhor casal serão premiados com troféus e o Melhor Exemplar da Raça receberá o troféu Mário Fernando Bruce Suñe. (André Amaral) teiro realizada no sábado, dia 13 de novembro, em Rosário do Sul/RS, organizado pelas Cabanha Santa Alice, Estância Santa Ambrosina, e convidados obteve um faturamento R$ 181,7 mil com a comercialização de 43 equinos da raça Crioula. A média geral dos animais foi de R$ 4,2 mil.

Primeiro leilão Potros do Rio Grande O primeiro leilão potros do Rio Grande, realizado na noite de 13 de novembro, no Sindicato Rural de Rio Grande, comercializou com a venda de 40 lotes, um total de R$ 205.480,00. Conforme informações de M&D Leilões, o lote de maior valorização, Destorcido da Tamanca, atingiu a cifra de R$ 10,5 mil, sendo arrematado por Eduardo Betim, de Pelotas/RS.


46

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

Gente


Gente

Cavalo Crioulo Dezembro de 2010

47

Fotos Almirante Neves, Alexandre freitas, Felipe Ulbrich, Antônio Ferrari, Chéli Terres, Henrique Vicente, Leandro Vieira, Mário Tissot e Nívea Oliveira



Jornal Cavalo Crioulo - dezembro