a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1


A Banqueta

Compromisso com o leitor

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

O governo federal publicou no Diário Oficial da União, neste domingo (22), um decreto considerando as atividades e os serviços relacionados à imprensa como essenciais durante os períodos de restrições para o combate ao coronavírus. "São considerados essenciais as atividades e os serviços relacionados à imprensa, por todos os meios de comunicação e divulgação disponíveis, incluídos a radiodifusão de sons e de imagens, a internet, os jornais e as revistas, dentre outros", diz o texto.

Valores

Por isso, estamos hoje aqui, na sua residência, nesta quinta-feira, 26 de março de 2020, como fazemos há 10 anos e 4 meses, em 518 edições do Jornal A Banqueta de Notícias. O tempo passou, mas os valores do semanário se mantêm os mesmos: imparcialidade, humildade, isenção e respeito às pessoas. Fazendo jus ao papel do jornalismo, compromissado com o interesse público, o A Banqueta prima pelo profissionalismo e a ética para buscar as informações, com a certeza de que o diferencial e a qualidade de qualquer veículo de comunicação estão em ouvir todos os envolvidos, apurar os fatos e, sobretudo, não julgar.

Medidas de higienização

Diante do cenário de crise com o Massa de ar polar perde força e pode haver uma ligeira elevação da temperatura do ar. Não há previsão de chuvas. Sol entre nuvens

Sol entre nuvens

Sol entre nuvens

Sol entre nuvens

Quinta Mín: 16º Máx: 27º

Sexta Mín: 17 Máx: 28º Sábado Mín: 17º Máx: 29º Domingo Mín: 17º Máx: 29º

Jornal A Banqueta de Notícias - 518ª Edição

aumento de casos do Covid-19, o A Banqueta também tomou medidas para evitar o contágio de seus profissionais e leitores. Por isso, a equipe de jornalismo está trabalhando de casa, em sistema de home office, e aqueles cuja presença é impreterível para o exercício de suas funções, vão à redação do semanário, somente duas vezes na semana, orientados a seguir todas as normas de prevenção. A equipe de distribuição do impresso está equipada com álcool em gel e foi disposta de forma a não se aglomerar.

Força do comércio

Neste momento, não podemos deixar de destacar a nossa parceria com os nossos anunciantes. Sem eles, não teria como chegarmos até vocês, leitores. Como fazer um jornal, esta semana, com a grande parte dos estabelecimentos comerciais de portas fechadas? Mas, a garra, a força de vontade e a criatividade dos empresários de Nova Lima, Raposos e Rio Acima, oportuniza a criação de diferentes formas de vendas. O famoso delivery, que antes da crise era referente ao ramo alimentício, agora está em todo segmento comercial das nossas cidades de atuação. De tijolo e cimento à chocolates. Por isso, devemos valorizálos e aplaudi-los de pé, por se manterem firmes a cada crise. Muitas vezes, as pessoas se esquecem que são esses os maiores empregadores da cidade e não

Buracos

as grandes empresas e mineradoras. Obrigado comerciantes, do fundo do nosso coração. Contem sempre com o nosso semanário.

Matérias desta edição

O A Banqueta segue com sua missão de levar as informações apuradas aos leitores, de forma a combater as fake news. E em mais essa edição, a equipe preparou matérias especiais para alertar sobre os riscos do coronavírus e as medidas de contenção da doença em Nova Lima, Raposos e Rio Acima. Nas próximas páginas, o leitor poderá conferir as atualizações dos casos confirmados, suspeitos e descartados nas três cidades. Também, as recomendações do infectologista Dr. Guenael Freire para evitar a contaminação. A Associação Comercial e Empresarial (ACE-NL) fala aos associados sobre as medidas de apoio aos comerciantes no período de quarentena. Ademais, o alerta sobre as consequências do isolamento social para a saúde mental dos confinados e os meios de evitá-las. É claro, seguem ainda as colunas fixas, que fazem, do A Banqueta, junto de suas matérias e anúncios, o jornal mais lido e mais respeitado da região!

Direto da Comunidade

“É uma vergonha o que a prefeitura tem feito com os moradores do bairro Alvorada. Há meses a rua Vitória está com buracos enormes e a endinheirada prefeitura não faz nada”. João Neto Alvorada

Resposta - A Prefeitura de Nova Lima esclareceu que os buracos citados ocorreram em função das fortes chuvas que atingiram a cidade nestes meses. Em decorrência da pandemia do coronavírus, a realização desse tipo de serviço está suspensa no momento, mas será colocada no cronograma de atendimento assim que os trabalhos forem retomados.

BEX Edições Ltda. CNPJ: 11.160.970/0001-70 Fale conosco: 31 3541-5701 / 98569-2926 ou abanqueta@gmail.com Diretor: Frederico Sarti Mendes Jornalista responsável: Júnia Rodrigues Redação: Júnia Rodrigues, Mariana Lacerda e Camila Madeira Estagiária Jornalismo: Maria Caroline de Freitas Diagramadoras: Sonia Souza, Jordana Matos e Tatiana Dias Comercial: Clauzy Barbosa: 99847-9631-Efigênia Veloso: 98848-4388 Gráfica Editora Sempre - 16.000 exemplares

Contato: 31 3541-5701

“Parabenizo a equipe da TV Banqueta pela excelente entrevista realizada no programa Banqueta em Foco dessa segunda-feira. Parabenizo também o Secretário de Administração, Jean Seabra, que participou do programa e que junto de sua equipe não está medindo esforços para mitigar os danos dessa situação que é passageira, mas não se sabe até quando. Deus abençoe a todos”.

Alô Banqueta

2

O jornal A Banqueta de Notícias se exime de qualquer responsabilidade sobre opiniões e pontos de vistas expressos em artigos, anúncios e publicações assinadas que exprimam conotações políticas, religiosas ou sociais, por não refletirem as convicções desta diretoria. Reservamo-nos o direito de erro gráfico.

Carla Fróes - Centro


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

3


Foto: Júlio 2 Cliques

4

A Banqueta

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

Coronavírus Atualização

Com 7 casos confirmados, Nova Lima é a terceira cidade com maior número de diagnósticos por Covid-19 em Minas Gerais

O número de pessoas infectadas pelo coronavírus, em Minas Gerais, já passa de cem. Até o fechamento desta edição, o estado tinha 14.227 casos suspeitos e nenhum óbito, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, na quarta-feira (25). Belo Horizonte registrou 90 dos 133 casos confirmados em 19 cidades mineiras. Juiz de Fora, com oito casos, é a segunda cidade com maior número de confirmações, seguida de Nova Lima e Uberlândia, com 7 casos cada.

Quadro clínico

Segundo a Prefeitura de Nova Lima, dos 266 casos notificados, sete foram confirmados, 213 são casos suspeitos e 46 foram descartados. O órgão ainda ressalta que os pacientes com diagnóstico positivo de Coronavírus - até o dia 25/3, às 13h - foram avaliados e considerados com quadro leve. Todos estão em isolamento domiciliar. Não existe na cidade, até o fechamento desta edição, nenhuma pessoa internada por causa da Covid-19.

Exames somente para casos graves

Desde a terça-feira (24), seguindo as orientações do governo de Minas Gerais, a prefeitura somente realiza o teste para Covid-19 em casos graves, com as pessoas hospitalizadas. A medida foi tomada, em nota técnica da Secretaria Municipal de Saúde, diante da alta demanda dos laboratórios credenciados pelo estado a realizarem os testes.

Pioneirismo

De acordo com o coordenador do Gabinete de Crise de Combate ao Coronavírus, do governo municipal, Jean Seabra, o município iniciou o processo de pulverização dos pontos de maior circulação da cidade. “Realizaremos, de forma pioneira no estado, a limpeza de praças, pontos de ônibus, portas de UBSs, hospital, UPAs, farmácias, supermercados e outros. Utilizaremos o quaternário de amônia, que age como uma película, matando os microorganismos como: vírus, bactérias, fungos e ácaros, formando uma camada protetora que mantém o local desinfetado. É a mesma medida usada na desinfecção de vias públicas realizada em outros países. Foi comprovado que ajuda a diminuir a proliferação do

coronavírus. Mas, é importante lembrar que a principal prevenção é a higiene pessoal e o isolamento social”, alerta.

Vacinação interrompida

Na segunda-feira (23), teve início a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Inicialmente, apenas pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde seriam vacinados. Em Nova Lima, a prefeitura optou por aplicar as vacinas em idosos nas suas residências, por uma equipe volante da Secretaria Municipal de Saúde. Mas, nesta quartafeira (25), o órgão público informou que a vacinação foi suspensa temporariamente, devido à falta de abastecimento de vacinas pelo Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SESMG).

Envio semanal

O governo do estado informou que a distribuição das doses utilizadas na 22ª Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza é de responsabilidade do Ministério da Saúde. Segundo a SES-MG, o papel da secretaria é receber as doses enviadas pelo Ministério e as repassar para as 28 Regionais de Saúde do Estado, que, por sua vez, encaminham para cada município sob sua jurisdição. Informou também que novas doses estão sendo enviadas para os estados em remessas semanais e que durante a campanha serão realizadas aproximadamente 14 remessas.

Restrição de funcionamento

A Prefeitura de Nova Lima mantém válidos os diversos decretos municipais, expedidos na última semana, que determinam a suspensão por 15 dias das atividades de diversos estabelecimentos comerciais que geram aglomeração de pessoas. O órgão informou que, entre os dias 19 e 24 de março, foram recebidas e atendidas 148 denúncias sobre descumprimento dos decretos restritivos, sendo 118 pela Vigilância Sanitária e 30 pela Divisão de Fiscalização de Atividades Urbanas (Dfau). A prefeitura ainda salienta que, neste momento, é fundamental o cumprimento das determinações restritivas por parte de todos, para garantir a eficiência das ações realizadas pelo governo municipal.

Raposos

O único caso suspeito de Covid-19 que havia sido notificado, na última quarta-feira (18), foi descartado, segundo a Prefeitura de Raposos. A administração municipal informou que acompanhou a paciente durante uma semana. Ela havia alegado que teve contato com paciente em quarentena no local de trabalho. Contatada pela prefeitura, a empresa afirmou não haver ninguém em suas dependências com suspeita ou confirmação da doença. Na entrada da Unidade Mista de Saúde da cidade, uma tenda foi montada para triagem de pacientes, evitando assim aglomerações na recepção. Entretanto, o órgão também informou que a demanda por atendimento reduziu consideravelmente, inclusive nas unidades de Programa Saúde da Família (PSF). A vacinação contra a gripe no município também segue a recomendação de isolamento social e os idosos estão sendo vacinados em seus domicílios. Os profissionais da área da saúde foram vacinados em seus locais de trabalho. Novas etapas da imunização serão realizadas futuramente e divulgadas nos meios de comunicação do órgão.

Rio Acima

Rio Acima possui 33 casos notificados. Desses, 32 são suspeitos e um foi descartado, nesta semana, segundo informações da Prefeitura Municipal. O boletim divulgado, nesta quarta-feira (25), também informa a orientação da Secretaria de Estado de Saúde, de que os testes para Covid-19 só sejam realizados em pacientes que apresentem Síndrome Respiratória Aguda Grave e profissionais da saúde com sintomas gripais. O resultado leva, em média, dez dias para ficar pronto. De acordo com a prefeitura, a campanha de vacinação na cidade, está sendo realizada no Centro Social Urbano. No local foram dispostas cadeiras de espera com distância de um metro e álcool para higienização das mãos, conforme determinação do Ministério da Saúde. Pessoas acamadas serão atendidas em casa, de acordo com a programação que ainda será divulgada.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

5


6

A Banqueta

Covid-19

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

Pandemia

Infectologista traz estimativas, orientações e alertas sobre o novo coronavírus

Comprometido com a função do jornalismo, o Grupo Banqueta de Comunicação, por meio dos seus produtos Jornal A Banqueta de Notícias e a TV Banqueta, reforça a importância de noticiar às populações de Nova Lima, e Rio Acima, Raposos informações seguras e oficiais, principalmente, nesse momento em que o mundo vive uma pandemia. A TV nova-limense exibiu, na última quinta-feira (19), o primeiro programa Banqueta em Foco - Especial coronavírus, que contou com a presença do Secretário Municipal de Administração, Jean Seabra, para tratar das medidas adotadas pela Prefeitura de Nova Lima para combater a propagação do vírus na cidade. O médico infectologista, Dr. Guenael Freire, também foi entrevistado para informar ao público sobre as orientações para evitar o contágio por coronavírus.

O caos causado pela Covid-19 preocupa todas as nações. Países desenvolvidos lidam, atualmente, com hospitais superlotados, médicos tendo que escolher quem salvar ou não e até mesmo com a falta de local para sepultar tantos corpos. Nenhum sistema de saúde comporta tamanha demanda em tão pouco tempo. Dessa forma, as medidas de contenção do vírus no país são fundamentais para evitar que o Brasil tenha o mesmo cenário caótico, como o que ocorre na Itália, que já soma mais de 6 mil mortes por conta da doença.

Aumento de casos

Dr. Guenael avaliou que a tendência é o número de casos aumentar nos próximos dias, a medida que os resultados dos exames para confirmação da doença ficarem prontos. Deve se levar em conta que não são todos os laboratórios que o realizam e a demanda é alta nesse momento. Salientou que um número pequeno de casos confirmados não deve ser sinônimo de despreocupação. “Temos que lembrar que em todos os lugares, como na China e no Irã, por exemplo, começaram com um único caso”, relembrou. O comportamento do vírus no Brasil está sendo descoberto ao passo que a contaminação avança. “Não temos motivos para pensar que aqui será diferente dos outros países. Temos que pensar que será igual, com um fator agravante: o sistema público de saúde brasileiro já trabalha com a capacidade máxima”, reiterou.

Sem aglomerações

As pessoas têm que ficar em casa e evitar aglomerações, por menores que sejam. O médico ressaltou que a transmissão do coronavírus ocorre mais rapidamente que a da gripe comum, assim uma pessoa contamina outras facilmente. “Cerca de 80% dos casos, se manifestam por sintomas leves, mas, normalmente, as pessoas não ficam em casa quando têm esses sintomas. Uma pessoa doente, contaminada pelo vírus, tosse, espirra, fala e o alcance da gotícula que ela emite, e nós não vemos, é de cerca de um metro. Essa gotícula pode cair, por exemplo, em uma superfície que será tocada por alguém, que levará a mão à boca, ao nariz ou aos olhos e se contaminará. É possível aspirar a gotícula também. É dessa forma que se transmite”, explicou.

Sintomas

Mesmo um encontro familiar, com poucas pessoas, deve ser evitado, pois pode oferecer riscos se houver uma única pessoa com quadro respiratório. Os sintomas de coronavírus se assemelham aos de uma gripe ou resfriado comum. “Começa com febre embora não seja um sintoma obrigatório - associada à tosse, inicialmente seca, além dos sintomas de resfriado, como, por exemplo, coriza, mal estar e nariz entupido”, informou. Em casos mais graves, soma-se a esses sintomas a falta de ar. “É um sinal de alerta importante, porque esse vírus atinge os pulmões. Não fica restrito às vias aéreas superiores, causando uma pneumonia grave e extensa. Nesse caso, o paciente, muitas vezes, precisa de oxigênio suplementar ou mesmo ventilação mecânica para passar por esse período mais crítico e se recuperar”, declarou.

Grupo de risco

Se enquadram no grupo de risco idosos, acima de 60 anos, pessoas com doenças cardiovasculares, hipertensos, diabéticos e pessoas com problemas pulmonares. Essas pessoas têm menos chances contra a Covid-19. “Especialmente, idosos que tem outras doenças. A letalidade acima de 80 anos pode chegar a 20%, dependendo do estudo”, relata.

Orientação

As orientações da Prefeitura de Nova Lima sobre como a população deve proceder, caso identifique os sintomas, foram reforçadas pelo médico. Em caso de sintomas leves, como, por exemplo, tosse e coriza, o paciente deve permanecer em casa, por sete dias, reforçando a hidratação e o descanso. A febre é um sintoma moderado e, caso ocorra, o paciente deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. Dificuldades respiratórias se enquadram como sintomas graves e a recomendação é procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou o Pronto Atendimento do Jardim Canadá. “Os pacientes não devem procurar o hospital quando tiverem sintomas leve, porque o mesmo tem de estar preparado para os casos graves. Os sintomas da gripe podem ser tratados em casa, com remédios para dor, febre, chás e hidratação”, explica.

Ele menciona a não recomendação do medicamento Ibuprofeno. “Estamos pedindo para evitar o uso do Ibuprofeno, que pode até fazer parte da composição de outros remédios, porque existe a possibilidade de ele piorar o quadro. Isso não está definido, mas, por enquanto, vamos evitar”, ressaltou.

Diagnóstico confirmado

Cerca de 80% das pessoas diagnosticadas com Covid-19 permanece em isolamento domiciliar, usando medicação para os sintomas, de acordo com o médico. “Cerca de 15% dos acometidos precisam de apoio hospitalar, as vezes para ter o oxigênio complementar e tomar medicamento na veia, por exemplo. Cerca de 5% dos pacientes precisam ser internados no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e necessitam de ventilação mecânica. Desse grupo todo, mais ou menos, 5% falecerá”, afirmou.

Sequelas

O médico também informou que há relatos na literatura sobre infecção por Covid-19 mais de uma vez. “É bom lembrar que a primeira vez sempre é pior, mais grave. Ainda não conhecemos a doença totalmente”, salientou. Ele também falou sobre a possibilidade de haver sequelas da doença. “Não sabemos muito sobre essas informações, porque o vírus foi descoberto em dezembro de 2019, mas há chances de ter fibroses, a capacidade respiratória pode ser prejudicada, talvez até em definitivo, mas veremos com o passar do tempo”, constatou.

Uso de máscara

Devem usar máscara pessoas com quadros gripais e profissionais da saúde que atendem os pacientes, segundo Dr. Guenael. “Fora isso, todas as indicações são discutíveis. Inclusive, pedimos para não utilizar em outras situações porque está faltando máscara no país todo e o preço está muito alto atualmente”, pontuou.

Preparo para atendimento

Segundo Dr. Guenael, o Hospital Nossa Senhora de Lourdes tem se preparado para atender casos mais graves, se for necessário. “São dez leitos de CTI. A diretoria do hospital está criando, na medida do possível, mais quatro leitos com possibilidade de criar mais seis. Então, em um cenário de catástrofe, podem ter 22 leitos de Terapia Intensiva”, acrescentou. Também informou que não há pacientes internados por coronavírus até então. “Estamos nos preparando, porque acreditamos que chegará uma leva, pois a pneumonia do Covid-19 pode surgir no sétimo ou décimo dia de sintomas. Temos casos brandos, atualmente, mas pode haver uma explosão de casos daqui a uma ou duas semana talvez”, relatou.

Ele explicou ainda que se acontecer o mesmo que em outros países, muitos pacientes serão internados no CTI do município. A Secretaria Municipal de Saúde estabeleceu um plano para reforçar o apoio na UPA, para evitar que pacientes com quadros leves superlotem a unidade e o hospital. Ambos serão como contingência para casos mais graves. “O atendimento nos postos está sendo reforçado, focado nos quadros respiratórios. Um anexo a UPA está sendo planejado para ser dedicado ao atendimento de casos leves”, adiantou.

Nada se compara

Sobre comparar a Covid-19 com outras doenças e, até mesmo, com tipos de violência que matam pessoas frequentemente, Dr. Guenael esclareceu que são situações diferentes. “Conhecemos esses inimigos, eles já estão aí. Não podemos comparar a morte acumulada de uma doença antiga com a morte acumulada de uma doença que tem três meses. Mas, se compararmos com as principais doenças da Itália ou da China, veremos que a Covid19 foi a que mais matou. Então, falar isso é subestimar o poder que a doença tem de causar muitos danos à sociedade”, finalizou.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

7


8

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

Saúde mental Covid-19

uarentena pode ocasionar males como o estresse e a ansiedade. Psicólogo aponta maneiras de tornar o período em casa mais leve e saudável

Fotos: Albert Grant

A pandemia de coronavírus pegou o mundo de surpresa e exigiu da população a adoção de medidas sérias para evitar a disseminação da doença. Uma delas é o isolamento social. Muitos estão em casa sem trabalhar ou estudar - se reinventando para ocupar o tempo - já outros realizam o trabalho home office. Além da incerteza dos caminhos do novo Covid-19, outras dúvidas surgem nesse momento: será que a quarentena traz consequências sérias para a saúde mental dos confinados? Para o psicólogo Matheus Mc Gregor, ela pode ocasionar males como o estresse e a ansiedade. Entretanto, seguir algumas recomendações poderá tornar esse período em casa mais leve e saudável.

Experiência de punição

De acordo com o psicólogo, o confinamento sugerido a partir do risco de disseminação do vírus é vivido como uma experiência de punição. Matheus explica que, desde a infância, se aprende que o castigo como ser proibido de sair de casa - é resultado de uma atitude errada; assim como as pessoas que infligem as leis e podem perder sua liberdade. “Todos nós estamos vivendo esse momento de quarentena como uma punição, por algo que não sabemos direito o que é. De protagonistas de nossas vidas, passamos a ser coadjuvantes. O sentimento de desamparo, aliado a problemas - como o medo do

desemprego e da falta de recursos para pagar as contas - podem acarretar o estresse, a ansiedade, a tristeza, a angústia e até mesmo a depressão”, diz.

Sentimentos individuais

A forma com que cada pessoa poderá ser afetada pela quarentena, depende das suas vivências individuais, segundo Matheus. De forma geral, aqueles cuja vida social ou rotina de trabalho é mais ativa podem sentir maior impacto, mas não há regra. Independente do grupo e da idade se faz necessário buscar saídas para resolver as possíveis disfunções responsáveis por afetar a saúde mental, a fim de evitar ainda seus agravamentos. A ansiedade, por exemplo, pode resultar na entrega a uma alimentação em excesso, na maioria das vezes não saudável, além do uso exacerbado de algumas substâncias como medicamentos e bebidas alcoólicas.

De bem com a quarentena

É preciso reprogramar a rotina ao novo contexto. Para isso, o especialista recomenda evitar a exposição excessiva as informações sobre o Covid19, mas de forma a não ficar alienado. Também, checar a fonte das informações, a fim de inviabilizar as fake news. Além disso, ler, meditar, fazer exercícios físicos, escrever e resgatar um hobby são atitudes prazerosas que ocuparão o tempo dentro de casa. “Realize algo que te de prazer e ocupe seu tempo. Ficar 24h vendo noticiários não é uma

conduta muito saudável”, completa Matheus.

Ele reforça a importância de se manter perto das pessoas, mesmo distante fisicamente, principalmente dos mais isolados. As tecnologias são grandes aliadas nisso. Vídeo chamada, conferências pelo WhatsApp e longas conversas ao telefone são maneiras seguras de levar carinho, amor e uma palavra de acolhimento, sem julgamentos, nesse momento de dificuldade.

Atenção as crianças

Com o adiamento das aulas como medida de proteção, as crianças, em casa, também estão suscetíveis ao estresse, a angústia e a ansiedade, muitas vezes, confundidos com uma agitação rotineira. Segundo Matheus, elas precisam ressignificar esse momento de coronavírus, junto dos pais e, para isso, algumas ações serão importantes. Os adultos devem explicar a realidade aos pequenos com clareza, sem criar pânico, e buscar saídas lúdicas para atentá-las ao risco Covid-19. Ademais, criar uma nova rotina, onde haja horários para estudo e a promoção de atividades interativas. Jogos de tabuleiros, elaboração de receitas saudáveis, brincadeiras virtuais ou com brinquedos, feitos pelas próprias crianças, podem estar na lista de diversões.

Lista com 81 ideias de atividades divertidas entre pais e filhos: forbes.com.br/colunas


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

9


10

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

11


12

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

13


14

A Banqueta

Aposta no delivery

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

Coronavírus

Comerciantes realizam entrega em domicílio para sobreviver ao cenário de crise. ACE oferece apoio jurídico e dicas de redução de custos aos associados

O mundo se vê diante de um novo vírus e desconhece ainda os caminhos que ele tomará. Entretanto, os prejuízos já são sentidos em diversos setores, entre eles, a economia. O isolamento social é uma ação necessária para conter a disseminação rápida do Covid-19, entretanto, com a medida, muitos comerciantes tiveram que interromper suas atividades neste período. Em Nova Lima, o decreto n° 9.957, de 20 de março de 2020, complementar a outros dois divulgados pela prefeitura, suspende o funcionamento “in loco” de comércios e serviços que não sejam os de alimentos em geral e os ligados à área de saúde. A luta para manter o comércio em funcionamento fez com que o delivery chegasse como opção para sobreviver. Nesse cenário de crise, a Associação Comercial de Nova Lima (ACE) também atua para buscar meios de auxiliar os empresários e incentivar o apoio aos pequenos negócios.

Análise de decretos

Foto: André Solano

De acordo com a presidente da ACE, Tatiane Verônica, é um momento novo para todos e não existe um manual para ultrapassá-lo. “É uma crise muito diferente das passadas, que eram somente econômicas. Ela atinge o aspecto econômico, a saúde, e até mesmo a política, diante de algumas manifestações contra e a favor ao governo federal”, afirma. Nesse momento, a presidente reforça que o corpo jurídico da ACE e da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas) estudam os decretos das instâncias de governo municipal, estadual e federal, a fim de levar esclarecimentos

embasados aos empresários do estado e de Nova Lima.

Orientações jurídicas

A ACE busca formas de amenizar os reflexos do período de quarentena. Uma delas é apoio jurídico aos empresários. “O advogado, presidente da OAB, Dr. Carlos Eduardo Rodrigues, está a disposição dos nossos associados para atendê-los pelos meios digitais. Além disso, ele busca, continuamente, as informações necessárias para encaminhar a eles. Contadores do município também são nossos parceiros e nos ajudam a compreender melhor as Medidas Provisórias”, relata Tatiane. Ela completa que nas redes sociais da ACE estão sendo disponibilizadas dicas para todos os empresários nova-limenses, associados ou não. “Esse é o momento de negociar descontos e prazos com fornecedores e locadores. A redução de custos do empresário também é importante. Daremos várias orientações neste sentido. É a hora de todos se ajudarem, pois estamos na mesma situação”, elucida.

Resistência no delivery

Outra iniciativa da ACE é criação de um guia para a comunidade com a lista de empresas associadas que estão com serviço de entrega domiciliar, uma grande tendência do período, principalmente, para o setor de alimentação. A publicação será feita nas redes sociais da associação informando ainda os contatos e o horário das entregas. Para a presidente da ACE, o delivery é um esforço das empresas que desejam manter o atendimento ao consumidor, com um bem essencial, mas também garantir o pagamento da folha dos funcionários.

Cada um busca a melhor maneira de atrair a atenção do consumidor. Proprietária da Pic Lanches, Tatiane Verônica precisou adaptar sua empresa a nova realidade, onde seu maior foco agora é o delivery. “Além do site, temos o aplicativo da empresa, no Play Store e iOS. Por ele, o cliente faz a compra, acompanha o tempo de produção, o momento que o pedido sai da loja, até chegar ao destino”, explica. A empresa optou ainda pelos pagamentos online, o que evita o contato com dinheiro e cartão. Segundo a empresária, isso ajuda a reduzir a aproximação com os motoboys, que tiveram a higienização das mãos e das motos reforçadas. A taxa de frete também foi reduzida nesse período de quarentena para facilitar a compra.

Apoio ao comércio local

Tatiane alerta que se as lojas permanecerem fechadas por muito tempo será inevitável as demissões de funcionários, entretanto o desejo maior é de que a pandemia se resolva logo. “Começávamos a nos recuperar de uma crise financeira e, agora, fomos surpreendidos com esse novo cenário mundial. Será o momento mais difícil da economia do país, caso a situação não se normalize rapidamente”, diz. Tatiane destaca ainda a importância de fortalecer a cultura bairrista diante da quarentena. “Consumidores, valorizem as empresas constituídas na cidade. O pequeno negócio tem menos recursos para se manter, no dia a dia, e o impacto para ele tende a ser muito maior. Vamos contribuir com a sobrevivência dessas empresas no futuro”, encerra. Instagram e Facebook: acenovalima


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

15


A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

política precisa dar o exemplo e fazer sua parte. Por isso, decidi que doarei meu salário como deputado dos três próximos meses para ações de combate ao Coronavírus.

Bastidores

16

DOAREI MEU SALÁRIO COMO DEPUTADO ESTADUAL

Hoje a coluna será diferente. Devido ao período de quarentena e das paralisações do esporte, vamos falar uma pouco sobre o momento que estamos vivendo. Esse período é de sacrifício para todos os brasileiros e brasileiras. Entendo que a classe

Paralelo a isso, tenho trabalhado ininterruptamente para buscar ajuda do nosso Estado. Ontem, na Assembleia Legislativa, votamos e aprovamos o projeto que decreta a situação de calamidade pública em Minas Gerais. Isso dará mais segurança e agilidade às ações necessárias do Governo do Estado. Criamos também um grupo de trabalho para arrecadar materiais de proteção aos profissionais da saúde, inclusive, o meu salário será doado para essa ação. É uma forma de ajudar o país a enfrentar esse momento tão delicado. Não podemos deixar nossos soldados sem armas no campo de batalha. Conversei com diretores de hospitais importantes da grande BH e todos eles foram unânimes em relatar a dificuldade pela a falta de equipamentos de proteção.

Por isso, ao lado de um grupo de empresários, sensibilizados com a grande necessidade de ajudar a rede pública hospitalar de Belo Horizonte e do Estado, lançamos a campanha para arrecadar recursos para compras de produtos e materiais para serem destinados aos hospitais públicos. Além de mim, o grupo de apoio também foi idealizado e é composto por: Rafael Menin (MRV), Dr Henrique Salvador (Hospital Mater Dei), Dr Guilherme Riccio (Santa Casa de Belo Horizonte), Dr Fábio Baccheretti (Rede Fhemig), Daniel Furletti

(Sinduscon-MG) e Alex Veiga (Patrimar).

Até o momento, já contabilizamos R$ 2 milhões em doações. Além da arrecadação financeira, algumas empresas estão doando os produtos. Uma empresa alimentícia, por exemplo, doará 5 toneladas de café com leite para os hospitais da capital. A ajuda será focada em três frentes e que serão a porta de entrada para o tratamento do Covid-19, em Belo Horizonte e região metropolitana: Rede Fhemig (Hosp João XXIII, Hosp Eduardo de Menezes, Hosp Júlia Kubitschek e outros), Hospital das Clínicas e Santa Casa de BH. Esse é o momento da união de todos. Devemos acreditar e confiar nos profissionais da saúde que tem feito um belíssimo trabalho à frente dessa grave crise. Não esqueçam: fiquem em casa e vamos juntos para essa guerra. Estamos unidos!

Olimpíadas adiadas

O maior encontro esportivo do mundo foi adiado. Isso mesmo, os Jogos Olímpicos de Verão 2020, que aconteceria no Japão, passará para o meio de 2021, na mesma sede. Isso se deu após reunião entre Thomaz Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), e Shinzo Abe, Primeiro-Ministro Japonês. Tal decisão foi tomada visando resguardar a segurança dos atletas. A decisão do adiamento foi muito celebrada por comitês olímpicos e atletas. Isto porque a grande maioria está impossibilitada de treinar, por conta das proibições de estarem em locais de aglomerações.

No Fundo do Baú

Esta semana, vamos relembrar do Esporte Clube Morro Velho, vice-campeão amador nova-limense de 1986. A equipe, que era um timaço, foi formada pelo treinador Toninho Bala. O presidente da época era Bandeira, pai do atual presidente do clube, Rodrigo “Bitelo”. Outro grande desportista do time era Baiano massagista, que também teve passagens pelo Villa Nova.

Morro Velho

Em pé: Jorginho Amisco, Toninho Ventania, Valmir, Marcos Lima, Orácio, Paulinho Careca e Baiano (massagista).

Agachados: Cléber, Gipe, Quirino, Robertinho, Nelson e Toninho Bala.

Enquete - Quais foram os melhores jogadores do Morro Velho, vice-campeão amador nova-limense de 1986? Envie sua resposta para o e-mail: enqueteabanqueta@gmail.com. Participe! Resposta da enquete anterior - Os melhores jogadores do Unidos do Morro, campeão da Copa Nogueirão 2020, foram: Beá, Veião, Chocolate e Estrela, empatados com 25% dos votos cada.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

17


18

A Banqueta

Distribuição de cestas básicas

A Prefeitura de Nova Lima distribuirá cestas básicas, nas próximas semanas, para as família dos alunos das escolas municipais da cidade. Cada cesta possui 23 itens: 2 Kg de açúcar, 5 Kg de arroz, 1 pacote de biscoito Cream Cracker (200g), 1 pacote de biscoito Maisena (170 g), 1 pacote de rosquinha (400 g), 1 pacote de café (500 g), 1 pacote de farinha de mandioca (1 kg), 1 pacote de farinha de trigo (1 kg), 2 pacotes de feijão (1 Kg), 1 pacote de fubá (1 kg), 1 pacote de leite em pó integral (400 g), 2 pacotes de macarrão parafuso (500 g), 1 pet de óleo (900 ml), 1 polpa de tomate (520 g), 1 kg de sal refinado, 3 latas de sardinha (125 g), 12 litros de leite integral UHT e 1 pente de ovos brancos.

Apoio a João Marcelo

Na última semana, o secretário de Administração e coordenador do Gabinete de Combate à Crise do Coronavírus, da Prefeitura de Nova Lima, Jean Seabra (DEM), divulgou uma nota em que declinou de sua pré-candidatura e declarou apoio à pré-candidatura de João Marcelo (Cidadania), acompanhado do vereador Wesley de Jesus ( DEM ) a sucessão para prefeito de Nova Lima.

Apoio a Wesley

Já a secretária de Educação, Viviane Matos (DEM), declarou apoio à pré-candidatura do vereador Wesley de Jesus (DEM) a prefeito de Nova Lima. Nas redes sociais, os correligionários gravaram um vídeo selando esse apoio. João e Wesley disputam internamente quem será o candidato a prefeito de Nova Lima, com o apoio do chefe do Executivo Vitor Penido (DEM).

Doação para a FHNSL

O Bloco Carnavalesco Unidos pelo Oswaldão depositou, nessa quarta-feira (25), o valor de R$ 2 mil na conta da Fundação Hospitalar Nossa Senhora de Lourdes (FHNSL). Essa doação é proveniente de parte das vendas dos abadás da área vip do Bloco do Oswaldão durante o Carnaval 2020.

Doação de salário

A Câmara de Vereadores de Nova Lima teve seu trabalhos suspensos desde o dia 19 de março. O vereador Tiago Tito (PSD) foi às redes sociais para informar que o seu salário referente aos dias de paralisação será doado ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes.

UBS Cristais

No domingo (22), de forma simbólica, a tão esperada obra da Unidade Básica de Saúde do bairro Cristais (UBS Padre Celso) foi entregue à comunidade. De acordo com o prefeito Vitor Penido (DEM), devido às medidas restritivas de combate ao coronavírus, nenhuma solenidade foi realizada, apenas uma queima de fogos para marcar a data, sem a presença da comunidade e autoridades.

Força do Marcelino

Banqueta Em Foco - Diário

O presidente do Sindicato dos Mineiros e região, De 2ª a 6ª feira - 19h30 - Ao vivo Marcelino Edwirges, na última terça-feira (24), Canal 6 da Net / Facebook/ YouTube denunciou em suas redes sociais as condições de trabalho dos tvbanqueta.com.br funcionários da AngloGold Ashanti, da Mina de Lamego, na cidade de Sabará. Segundo ele,

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de março a 01 de abril de 2020

Força do Marcelino

O presidente do Sindicato dos Mineiros e região, Marcelino Edwirges, na última terça-feira (24), denunciou em suas redes sociais as condições de trabalho dos funcionários da AngloGold Ashanti, da Mina de Lamego, na cidade de Sabará. Segundo ele, os trabalhadores desciam à mina subterrânea, em um elevador, todos colados uns aos outros, sem nenhuma prevenção ao coronavírus. Após o “grito” de Marcelino, a mineradora, adotou diversas práticas de prevenção ao Covid-19.

Taioba é pré-candidato

Segundo a legislação eleitoral, quem deseja ser candidato a vereador nestas eleições, mas que atua como ordenador de despesas, tem até o dia 4 de abril para deixar os cargos públicos que ocupa. Com isso,

“O momento é de sacrifício pra todo mundo. Temos muitos brasileiros humildes perdendo empregos e comerciantes de pequeno, médio e grande porte, não sabem como vão pagar as contas no mês seguinte. Não sou de família abastada, vivo do meu trabalho. Mas, tomei uma decisão importante, pois a classe política tem que dar exemplo. Pelos próximos três meses, vou abrir mão do meu salário de deputado estadual e 100% desse recurso será doado às entidades que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.” João Vitor Xavier

Cidadania Deputado Estadual

em Nova Lima, muita gente que vai deixar a cadeira da instituição para tentar a cadeira da Câmara. Adilson Taioba, presidente da Associação dos Servidores Públicos Municipais de Nova Lima, é um deles. Taioba é pré-candidato a vereador, provavelmente, pelo Partido Progressista (PP).

Coronavírus em Bicalho é fake

No último final de semana, um comunicado do Condomínio Eco Villa, em Honório Bicalho, distribuído aos moradores, afirmava que no conjunto de prédios, que fica em frente ao Clube do Sindicato, existia um morador com confirmação de coronavírus. Mas, nessa quarta-feira (25), em um outro comunicado do Condomínio Eco Villa, se fez a correção afirmando que, na verdade, não existe nenhum morador da localidade com caso confirmado de coronavaírus, o que houve foi uma falha na interpretação de documentos.

“Nosso governo, está reunindo todos os esforços para combater o avanço do coronavírus e estamos trabalhando em diversas frentes para minimizar o impacto no nosso município. Uma das preocupações é a alimentação das crianças que dependem da merenda e, por isso, nos próximos dias, as famílias dos estudantes da rede municipal de ensino receberão cestas básicas em substituição à alimentação que é oferecida às crianças, diariamente, em nossas escolas municipais, mas devido ao isolamento domiciliar elas não têm mais acesso.” Vitor Penido DEM Prefeito de Nova Lima


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

A Banqueta

19


20

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 26 de marรงo a 01 de abril de 2020

Profile for abanqueta1

A Banqueta 518  

A Banqueta 518  

Advertisement