Issuu on Google+

05

Dê um upgrade na sua carreira: pare de fumar! Profissionais não fumantes são mais produtivos e rentáveis para as empresas pág. 10

LEIA TAMBÉM: PROFISSIONAL DESTAQUE

Natália Villas Bôas Zanelatto

AGENDA CULTURAL

Zeca Baleiro interpreta Zé Ramalho


ÍNDICE

03

Palavra do Presidente

04

Profissional Destaque

06

Entre Departamentos

10

Vida e Lazer

07

08

14

17

Pelo Mundo

13

Ação Social

Agenda Cultural

Seção Nostalgia

Coluna Alfredo Andersen

A Revista Nossa ABA é uma publicação interna do escritório Andersen Ballão Advocacia. Periodicidade bimestral. Coordenação e Edição: Comitê de Marketing - Gil Justen Santana, Monroe Olsen, André Luiz Bettega D’Avila.  Produção de conteúdo: Smartcom Inteligência em Comunicação - www.smartcom.net.br.  Jornalista Responsável: Silvana Piñeiro Nogueira – MTB 2375/PR.  Redação: Camila Canassa – DRT/PR 5408, Silvia Cunha. Projeto Gráfico: Likewise - www.likewise.com.br.  Participe da edição enviando sugestões de assuntos, críticas ou elogios. Fique à vontade, colabore para que este espaço traga a informação que você quer saber. Envie sua mensagem para contato@smartcom.net.br.

2

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


PALAVRA DO PRESIDENTE

“Nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio”.

A tão conhecida frase do poeta inglês John Donne carrega consigo uma verdade que pode ter sua dimensão ampliada. Se não convém a nenhum homem crescer isolado de seus pares, também não é possível a nenhuma instituição humana desenvolverse de maneira saudável sem cultivar uma série de relações: sejam elas com seu público interno, com seus clientes, parceiros e com a sociedade de uma forma geral. Só assim ela se completará. Diante da realidade citada acima, me alegra muito perceber que a equipe da Andersen Ballão Advocacia tem se esforçado para manter contatos produtivos capazes de gerar um crescimento socialmente responsável ao escritório. A Revista Nossa Aba tem refletido esses esforços. Nesta edição, daremos destaque: em como a nossa parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha tem rendido eventos de importância significativa para o panorama jurídico local, ao contato do Departamento Contencioso com a sede de um de nossos clientes nos Estados Unidos, à ampliação de nossos investimentos no Terceiro Setor e, é claro, continuamos a manter relações com a nossa cultura por meio de seções como a Agenda Cultural, a Nostalgia e a coluna do Museu Alfredo Andersen. Visando zelar pela qualidade de vida da nossa equipe, nesta edição vocês também encontrarão uma matéria sobre os perigos do vício do cigarro. Mesmo sabendo que todos conhecem os malefícios do fumo, é importante chamar atenção para o tema. O nosso abacateiro que o diga! Vale a pena conferir as dicas e colocações da médica clínica geral Dra. Jaqueline Schimit. Aprecie a leitura!

Wilson José Andersen Ballão · Sócio Fundador NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

3


PROFISSIONAL DESTAQUE

Natália Villas Bôas Zanelatto

A advogada Natália Zanelatto atua há sete anos no Departamento Societário, onde ingressou como estagiária. Graduada pela Universidade Federal do Paraná, buscou especializar-se na França, em uma das mais conceituadas instituições do mundo, a Universidade Panthéon-Assas, em Paris. 4

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


Idade: 26 anos Formação: Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná e LL.M pela Universidade Panthéon-Assas. Estado Civil: Solteira Time do coração: Torce para o Coritiba, mas não se interessa muito por futebol, exceto quando é jogo da Seleção Brasileira e Copa do Mundo. Esporte favorito: Frequenta a academia e já praticou ballet clássico por muitos anos. Livro que marcou: O mundo de Sofia – Jostein Gaarder e A Cidade do Sol – Khaled Hosseini. Banda preferida: Gosta muito de Jamiroquai e de Seu Jorge. Hobby: Andar de bicicleta e ver seriados. Atualmente está assistindo Mad Men, premiada série de televisão criada e produzida por Matthew Weiner. A trama tem como foco a parte profissional das agências de publicidade e as vidas pessoais das personagens que trabalham nelas, à luz das mudanças sociais ocorridas nos Estados Unidos da época.

O curso de LL.M, máster profissional em Direito, teve duração de um ano e, durante sua estadia no exterior, Natália pôde conhecer outros países da Europa, como Espanha, Portugal, Bélgica, Holanda, Inglaterra e Alemanha, enriquecendo ainda mais a bagagem cultural proporcionada pela experiência fora do Brasil. Ainda na infância, deu os primeiros passos no ballet clássico, atividade que praticou regularmente até o ano de 2007. Nos finais de semana, costuma ir ao cinema e frequentar cafés. Natália também esteve envolvida em causas sociais, atuando ativamente durante sete anos como voluntária do Deaco, movimento juvenil cristão sem fins lucrativos vinculado à Igreja Católica. A curitibana sobe ao altar no mês de junho, após três anos e meio de namoro, e está a mil com os preparativos da cerimônia! NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

5


ENTRE DEPARTAMENTOS

Monroe Olsen coordena mesa redonda promovida pela Câmara Brasil-Alemanha Sócio do escritório Andersen Ballão mediou encontro sobre Atualidades Tributárias

Monroe Olsen, advogado do Departamento Tributário, coordenou a 1ª Mesa Redonda do ano promovida pelo GIETRI – Grupo de Intercâmbio de Experiências Tributárias da Câmara de Comércio e Indústria BrasilAlemanha. Durante o evento, que ocorreu no dia 21 de fevereiro na Sala de Eventos da Confeitaria Saint Germain do Ecoville, foram abordados os temas “Atualidades e Tendências do Estado do Paraná”, “Tributação Internacional e a conversão da MP 627/2013 em Lei” e “Serviços sem Transferência de Tecnologia e o Parecer PGFN 2.363/2013”. Houve especial destaque ao recente entendimento das autoridades fiscais federais sobre a prevalência das normas tributárias internacionais específicas sobre as normas domésticas, mais precisamente do artigo 7º dos acordos para evitar a dupla tributação sobre a renda, um dos mais relevantes motivos da denúncia pela Alemanha da Convenção firmada com o Brasil. O evento contou ainda com a presença dos debatedores José Julberto Meira Júnior e Demetrius Nichele Macei. Para este ano, estão previstos mais encontros em parceria com a Câmara Brasil-Alemanha, sendo o próximo no dia 22 de março. Para mais informações sobre a programação da entidade acesse www.ahkcuritiba.com.br. 6

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


PELO MUNDO

As advogadas Marisol Andrade e Karen Luna com André Bettega na sede da Subway para a América Latina e Caribe

André Bettega é expert witness de processo em Miami O advogado aproveitou a viagem para visitar clientes e reencontrar colegas

No final de mês do janeiro, o advogado do Departamento Contencioso, André Luiz Bettega D’Ávila, passou quatro dias em viagem para Miami, nos Estados Unidos. O deslocamento se deu porque o profissional foi convidado para comparecer como expert witness, ou seja, assistente técnico sobre processo civil brasileiro em uma causa que tramitou perante a Corte de Miami. Após o julgamento, André se reuniu com os advogados Michael Liberattore (imigração), Brian Barakat (contencioso), que atuaram na causa, além da esposa de Brian, a juíza Michelle Barakat. Durante a visita, o advogado do Departamento Contencioso se reuniu com a equipe jurídica da empresa cliente Subway, em seu escritório para a América Latina e Caribe. Além disso, ele teve a oportunidade de reencontrar a correspondente parceira da ABA em território americano, Laura Ross, que atuou como estagiária da Andersen Ballão há alguns anos, e seu namorado Eddy Leal, advogado do banco americano Wells Fargo. NOSSA NOSSA ABA ABA ·· edição edição 05 05 ·· abril/2014 abril/2014

77


NOSTALGIA

Sob a bênção da arquitetura europeia São 11 anos na casa principal da Avenida Jaime Reis No dia 22 de abril, o escritório Andersen Ballão completou 11 anos instalado na antiga casa da Avenida Jaime Reis, 86, no coração de Curitiba. Antiga, mas com um charme inigualável que encanta não somente quem trabalha na ABA1 como todos os curitibanos.

8

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


Prova disso é o grande número de admiradores, fotógrafos e estudantes de Arquitetura, enfim, pessoas que pedem para visitar a casa em seu interior. Já houve pessoas que quiseram alugar a casa para fazer filmes, mas infelizmente não foi possível atendê-las, pois comprometeria o andamento do escritório. “Mas outras demandas como fotos de casamento e publicidade já foram autorizadas”, lembra Wilson J. Andersen Ballão. Não para menos, pois além das obras de arte do artista norueguês Alfredo Andersen presentes em quase todos os principais cômodos, os móveis também são uma atração à parte. O mobiliário foi desenhado em 1947 pelo célebre arquiteto ítalo-austríaco, Enrico Furio Dominici, que na época morava em São Paulo. “Tanto a casa, os móveis, o lustre de 32 braços, o tapete e o espelho presentes na sala de reuniões e, até, a roupa de cama usada pela Família Calluf, antiga proprietária, foram projetados por Dominici”, recorda Dr. Ballão. Com o crescimento do escritório, a casa principal ficou pequena para os

“TANTO A CASA, OS MÓVEIS, O LUSTRE DE 32 BRAÇOS, O TAPETE E O ESPELHO PRESENTES NA SALA DE REUNIÕES E, ATÉ, A ROUPA DE CAMA USADA PELA FAMÍLIA CALLUF, ANTIGA PROPRIETÁRIA, FORAM PROJETADOS POR DOMINICI”

tantos advogados e demais profissionais. Ao longo do tempo, o escritório expandiu-se para mais dois prédios próximos à ABA1: a casa da Rua Treze de Maio, 937, onde ficam o Setor de Arquivo e o Setor Financeiro – chamada de ABA2 e a casa da Av. Jaime Reis, 152 – chamada de ABA3, onde estão instalados os profissionais do Departamento Tributário. “E o espaço continua apertado. Devido ao aumento dos colaboradores, estou estudando a compra ou locação de outra casa próxima, a fim de acomodar adequadamente todos que aqui trabalham”, conclui Dr. Ballão. NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

9


VIDA E LAZER

Dê um upgrade na sua carreira: pare de fumar! Profissionais não fumantes são mais produtivos e rentáveis para as empresas Eles dormem menos, produzem menos e são menos saudáveis. Os efeitos nocivos do cigarro para a saúde humana são inquestionáveis, porém, pesquisas recentes revelam que o tabagismo pode ser também altamente prejudicial para a vida profissional dos fumantes.

10

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) comprovam que afastamentos em decorrência do uso do tabaco representam uma enorme parcela na diminuição do desempenho financeiro das empresas, motivo este que tem levado muitas companhias a priorizarem candidatos não fumantes durante os processos de seleção. “Em suma, os benefícios para os empregadores incluem aumento na produtividade dos colaboradores, redução de doenças relacionadas ao tabagismo ativo e passivo, redução de acidentes de trabalho e de riscos de incêndio”, explica a clínica geral Jaqueline Schmidt Anunciação. Segundo o diagnóstico da OMS, o colaborador que fuma tende a não cumprir horários com mais frequência que os demais profissionais. Os fumantes estão também mais sujeitos a desperdiçarem até 20% do expediente em interrupções para fumar, sobrecarregando os colegas não-fumantes e acumulando atividades pendentes. Outra questão apontada pelos estudos alerta para os custos elevados com o plano de saúde. Empresas com um grande número de fumantes no quadro de colaboradores têm de arcar com mais custos referentes a esse benefício. Dentre os tabagistas, as principais causas de afastamento do trabalho estão relacionadas a doenças cardiorrespiratórias. “Hoje existem mais de 50 doenças relacionadas ao tabagismo. Levantando dados epidemiológicos, 33% dos infartos fulminantes são provocados pelo tabaco, e nos indivíduos entre 45 e 55 anos, esse número sobe para 50%. Além disso, 85% dos casos de bronquite crônica e enfisema são causados pelo mau hábito. A par-

“EM SUMA, OS BENEFÍCIOS PARA OS EMPREGADORES INCLUEM AUMENTO NA PRODUTIVIDADE DOS COLABORADORES, REDUÇÃO DE DOENÇAS RELACIONADAS AO TABAGISMO ATIVO E PASSIVO, REDUÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO E DE RISCOS DE INCÊNDIO”

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

11


tir dos 50 anos de idade, 25% dos acidentes vasculares cerebrais têm como causa o tabaco. As alterações imunológicas causadas pelo consumo do cigarro, com suas mais de 4 mil substâncias químicas e destas, 70 já comprovadamente cancerígenas, tornam o fumante mais propenso a todos os tipos de câncer e originando 90% do cânceres de pulmão”, alerta a clínica. Fenômeno recente, criado com a proibição do fumo em locais públicos em todo o território brasileiro, os “fumódromos” são locais altamente tóxicos, que devem ser evitados, sobretudo, pelos não fumantes. De acordo com a Jaqueline, a fumaça ambiental é ainda mais nociva do que a fumaça inalada pelos fumantes, pois a combustão do tabaco entre as tragadas ocorre a uma temperatura menor, ou seja, de forma incompleta. A consequência é a maior concentração de elementos tóxicos e cancerígenos nessa fumaça. “O tabagismo passivo é uma das principais causas de doenças em não fumantes, incluindo câncer do pulmão, doença isquêmica do coração e morte por parada cardíaca”. A boa notícia é que os benefícios para quem decide parar de fumar são imediatos. Em 20 minutos a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal, em duas horas não há mais nicotina no sangue, entre 12 a 24 horas seus pulmões já funcionam melhor, e assim por diante. Evite a maior causa de mortes do planeta, pare de fumar já! A Andersen Ballão Advocacia apoia esta ideia!

12

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

DICAS PARA PARAR OU REDUZIR O CONSUMO DE CIGARROS NO AMBIENTE DE TRABALHO: • Beba bastante água e suco de frutas para desintoxicar o organismo; • Evite café e doces, pois eles aumentam a vontade de fumar; • Se sentir vontade de segurar o cigarro entre os dedos, substitua-o por uma caneta ou outro objeto; • Tenha sempre em mente o quanto o cigarro é prejudicial à sua saúde. Se antes de acendê-lo você se lembrar que, atualmente, o fumo é responsável por 30% das mortes por câncer, 90% por câncer de pulmão e 25% por doença coronariana ou cerebrovascular, com certeza irá pensar duas vezes antes de fazer esse mal ao seu organismo.


AÇÃO SOCIAL

Novo departamento na Andersen Ballão Assuntos Culturais e Terceiro Setor serão o foco da mais recente subdivisão da ABA A busca pelo atendimento especializado e de qualidade tem pautado a trajetória da Andersen Ballão Advocacia desde a sua fundação. Uma prova disto está no trabalho desenvolvido pelos seus diversos Departamentos que atuam em frentes específicas do Direito. Em março, uma nova subdivisão foi inaugurada no escritório a fim de suprir a carência por consultoria jurídica especializada nas áreas social e cultural. Trata-se do Departamento de Assuntos Culturais e de Terceiro Setor. O novo Departamento será composto pela advogada Marcella Souza Carvalho e pelo estagiário Maximilian Eriksson Birckholz Andersen Ballão e terá o auxílio constante das equipes dos demais Departamentos da ABA. A intenção é oferecer atendimento a clientes que visam investir na área social e organizações não governamentais que precisam de auxílio jurídico para se profissionalizar – além de contribuir com a entrada de projetos sociais em empresas que já se relacionam com o escritório. De acordo com Marcella Souza, que também atua como Conselheira de Cultura do Estado do Paraná, foi o crescimento significativo do

segmento de terceiro setor e a profissionalização e aprimoramento da área de gestão cultural que impulsionaram a inauguração desta nova divisão. A advogada ainda ressaltou que o departamento contribuirá para o desempenho da função social da ABA. “Trata-se de proporcionar aos nossos clientes a convergência dos interesses econômicos e das boas práticas de governança corporativa para alcançar o desenvolvimento social”, enfatiza Marcella, que ainda destaca: “hoje, a atuação social da empresa influencia no modo como a sociedade a encara e contribui para alavancar os negócios”. NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

13


AGENDA CULTURAL

MÚSICA

Zeca Baleiro interpreta Zé Ramalho Curitiba recebe show do artista maranhense pelo projeto Banco do Brasil Covers A sexta-feira do dia 9 de maio promete um evento inédito em Curitiba. Pela primeira vez, o projeto Banco do Brasil Covers desembarca na cidade. A iniciativa vai colocar no palco do grande auditório do Teatro Guaíra o músico Zeca Baleiro a interpretar um de seus compositores preferidos: Zé Ramalho. Além do diferencial musical, o Banco do Brasil Covers conta com uma outra surpresa que vai agradar a plateia curitibana: preços acessíveis. Segundo o material de divulgação do projeto, o valor da entrada inteira vai variar entre R$ 40 a R$ 80. Quem se animar com a iniciativa, ainda vai poder prestigiar os outros dois shows que serão promovidos pelo projeto no mesmo mês: Maria Gadú celebra Cazuza e Astros do Rock Brasileiro cantam The Beatles (sobre estes shows, obter informações em: www.teatroguaira.pr.gov.br).

14

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

SERVIÇO

Zeca Baleiro canta Zé Ramalho Data: 9 de maio, sexta-feira Local: Teatro Guaíra Endereço: Rua XV de Novembro, 971, Centro. Ingresso: Entrada inteira entre R$ 40 a R$ 80. Mais informações: www.diskingressos.com.br


AGENDA CULTURAL

ARTES PLÁSTICAS

Museu do Holocausto reserva fortes emoções Espaço reúne homenagens e histórias impactantes sobre a Segunda Guerra Mundial

Poucas pessoas sabem que a capital paranaense abriga o único museu do Brasil com acervo específico sobre o Holocausto da Segunda Guerra Mundial. Por meio de objetos de época, testemunhos escritos e em vídeo, documentos históricos e obras de arte, o Museu do Holocausto de Curitiba presta homenagem às vítimas da intolerância étnica nazista – judeus ou não, sobreviventes ou não. Uma experiência educativa e comovente que promove reflexões sobre a questão do preconceito e da violência ao longo do século XX. O Museu do Holocausto fica localizado no Bairro Bom Retiro e, além de seu rico acervo, oferece cursos e uma biblioteca sobre o tema aberta à comunidade de uma forma geral. Sua construção foi uma iniciativa da Associação Israelita de Curitiba. As visitas precisam ser previamente agendadas por meio do site http://www.museudoholocausto.org.br/

SERVIÇO Museu do Holocausto de Curitiba Endereço: Rua Coronel Agostinho Macedo, 248 - Bom Retiro. Agendamento de visitas: www.museudoholocausto.org.br Ingresso: Gratuito. Horário de funcionamento: terças e quartas, das 8h30 às 17h30. Sextas, das 8h30 às 11h30. Domingos, das 9h às 12h. NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

15


AGENDA CULTURAL

ÁLBUM

COLABORADOR INDICA

Blak and Blu (2012) · Gary Clark Jr.

“Recentemente me interessei por algumas músicas de Gary Clark Jr., o que me levou a conhecer a fundo o raso trabalho do jovem guitarrista de blues. Em seu primeiro e único álbum, ‘Blak and Blu’, o artista já conseguiu emplacar o 6º lugar no ranking de discos mais vendidos da Billboard American em 2012. O que mais me cativou foi a inegável influência de Jimi Hendrix e de Stevie Ray Vaughan em seus fraseados, o que provavelmente também despertou olhares de músicos famosos como John Mayer (dividindo o palco com o artista no show de introdução de Albert King no ‘Rock n Roll of Fame’) e Eric Clapton (tocando a música ‘Bright Lights’ no festival ‘Crossroads’ de Clapton). O último feito do artista ocorreu no dia 26 de janeiro na Celebração de Entrega do Grammy 2013, na qual recebeu o prêmio de melhor performance tradicional de R&B. Por isso tudo e por trazer de volta o velho e bom blues é que ‘Blak and Blue’ tem sido meu ‘disco de cabeceira’. Muita música de qualidade ainda pode se esperar de Gary Clark Jr, que por mais aclamado, ainda está apenas começando ”. André Felipe de Oliveira Disner Departamento Contencioso

Eyes Wide Shut (1999) · Stanley Kubrick

FILME

Aclamado pela crítica especializada, o último filme dirigido por Stanley Kubrick, Eyes Wide Shut (De Olhos Bem Fechados), estrelado por Nicole Kidman e Tom Cruise, baseia-se no conto Traumnovelle, de Arthur Schnitzler. “A minha motivação para escolhê-lo é pela grande mensagem que ele transmite, de que quanto mais você olha, menos você enxerga, de modo que não podemos nos deixar levar pelas aparências e tampouco nos deixar impressionar pelas ostentações de riqueza, porque, por de trás de uma cortina policromática, existe uma realidade um tanto quanto distinta”. Philipe van Herp Departamento Trabalhista 16

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014


COLUNA ALFREDO ANDERSEN

Andersen em Santa Catarina Olhar do artista revela paisagens inusitadas da serra catarinense

As andanças de Alfredo Andersen pelo Brasil renderam grandes pinturas de paisagens exuberantes. Uma delas é a obra “Humboldtstrasse”, que reproduz a fantástica paisagem serrana de Santa Catarina. Descrita pelo ângulo do caminho de acesso para a cidade de Corupá-SC, antigamente denominada de Humboldt, a figura humana e o animal se integram em um cenário perfeito, que documenta a diversidade e a beleza do Sul do País. Na paisagem catarinense é possível contemplar o gosto do artista por cores vibrantes, que se expandem, neste caso, de roxos a verdes. A passagem do artista pelo estado vizinho foi tema de uma exposição de arte em Florianópolis no final do ano passado. “Alfredo Andersen é um artista que nos legou obras que transcendem fronteiras. A exposição das obras de Andersen no MASC propiciou a visão da importância desse artista para a formação da cultura estética pátria”, afirma a artista plástica Amarílis Puppi, curadora da exposição.

O jornalista, escritor e crítico de arte José Roberto Teixeira Leite, no Dicionário Crítico da Pintura no Brasil, diz que o artista praticou todos os gêneros e se destacou como paisagista. “Espontâneo, rigoroso no pincelar e colorista sensível, sua obra é um caso único de aclimatação cultural de um artista escandinavo em terras brasileiras”, afirma. Com 74x75 cm, a tela “Humboldtstrasse” data de 1918 e usa a técnica de pintura a óleo. A obra faz parte do acervo particular do Dr. Ballão.

NOSSA ABA · edição 05 · abril/2014

17


R E V I STA

NOSSA ABA

Av. Jaime Reis, 86 CEP: 80510-010 | Curitiba/PR - Brasil fone +55 41 3221.7777 | fax +55 41 3223.2070 info@andersenballao.com.br www.andersenballao.com.br


Revista Nossa ABA 05