Issuu on Google+

A A P

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

www.aapjr.org.br

ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DE JUNDIAÍ E REGIÃO

FEVEREIRO/2011 nº 278

Já estamos nas ruas! 2011 mal começa e a AAPJR abre luta por mínimo a R$ 580,00, contra desonerar folha e reajuste no “Leão” páginas 3 e 5

Baile PréCarnavalesco na sede social, dia 22 de fevereiro. Reserve sua mesa! página 8

página 8

Ato em São Paulo dia 18/01: aumento maior no valor do benefício superior ao salário mínimo também é reivindicado

Aposentado com opinião: Nova coluna para você! Fazenda Casarão: Viagens, passeios e cultura página 7

página 8

Fique bem informado. Acesse o site da AAPJR: www.aapjr.org.br


2

INFORMAÇÕES

Calendário pagamentos / JANEIRO/FEVEREIRO 2011

até 1 salário mínimo Final do JANEIRO FEVEREIRO benefício

1 2 3 4 5 6 7 8 9 0

25/01 26/01 27/01 28/01 31/01 01/02 02/02 03/02 04/02 07/02

22/02 23/02 24/02 25/02 28/02 01/03 02/03 03/03 04/03 10/03

acima de 1 salário mínimo Final do JANEIRO FEVEREIRO benefício

1 e 6 2 e 7 3 e 8 4 e 9

01/02 02/02 03/02 04/02

01/03 02/03 03/03 04/03

5 e 0

07/02

10/03

Fique sócio da AAPJR

EXPEDIENTE Informativo da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região. Rua XV de Novembro, 1336, Jundiaí/SP, cep 13.201-305. Fones: (11) 4586 1129 Site: www.aapjr.org.br Associação: aapjr@aapjr.org.br Farmácia: farmaciaaposentados @aapjr.org.br Diretor responsável: Marcos Tebom Colaboração: Fé Juncal Diagramação: Selma Quinália Tiragem: 15 mil exemplares

FEVEREIRO/2011

Cultura/Lazer/Esporte Mais próximos a você! Exija respeito ao Estatuto do Idoso, uma conquista social

O

direito à educação, cultura, esporte, lazer, diversões, espetáculos, produtos e serviços que respeitem sua peculiar condição de idade é o que determina o Estatuto do Idoso, em vigor desde janeiro de 2004. Criar oportunidades de acesso do idoso é uma das premissas da Associação dos Aposentados. É o que o Departamento de Lazer e Cultura da AAPJR promove com atividades de lazer, esportes e de cultura. O associado ativo obtém benefícios e serviços há um

A A P

custo diferenciado. O idoso, mesmo não associado, a partir de 60 anos também tem seus direitos garantidos. Sendo nós uma entidade representativa e cumpridora do seu estatuto social vigente, todo trabalho é feito para garantir o acesso de seus associados e idosos a partir de 60 anos. Zelar por aquilo que é nosso direito é garantir um futuro melhor! Acesse nosso site www. aapjr.org.br/ na página Lazer e Cultura_Normas e Procedimentos.

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

Telefones e e-mail da AAPJR O telefones da Associação dos Aposentados de Jundiaí e Região mudaram. Marque em sua agenda!

Local

DDD Telefone

PABX

11 4583-1190 / 4586-1129

Recepção associação

11 4583-1191 / 4583-1199

Secretaria de Finanças

11 4583-1195

Secretaria Geral

11 4583-1193

Secretaria de Assuntos Jurídicos

11 4583-1194

Secr Patrimônio e Gestão 11 4583-1196 / 4583-1197 Depto Lazer e Cultura

11 4583-1198

Conheça os e-mails da AAPJR Geral da AAPJR: aapjr@aapjr.org.br Secr. Assuntos Jurídicos: assuntosjuridicos@aapjr.org.br Depto de Lazer e Cultura: lazer@aapjr.org.br


A A P

PREVIDÊNCIA SOCIAL

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

FEVEREIRO/2011

AAPJR é contra desonerar com prejuízo a aposentado

D

Se redução da

esonerar a folha de pagamento das empresas reduzindo a contribuição previdenciária de 20% para 14% dividiu patrões, trabalhadores e aposentados. A medida poderá atender há antigo pleito dos empresários, mas preocupa os aposentados. Se for aprovada a desoneração com riscos para o caixa da Previdência e ao pagamento de nossos direitos vamos nos colocar “radicalmente contra”, afirma Edegar de Assis, presidente Associação dos Aposentados e Pensionistas

contribuição patronal colocar em risco a Previdência e nossos benefícios, vamos para a luta nas ruas!

Financiamento da Previdência Social: um debate necessário A desoneração da folha de pagamento é um assunto bastante relevante, mas que não é debatido pela maioria da população. O que ocorre é que somente as grandes empresas, as grandes confederações, os grandes institutos e o meio empresarial são os que debatem o assunto. Mas, a população em geral não é envolvida. Há que se avaliar e estudar a racionalidade dos projetos para a reforma tributária a ser apresentada pelo governo Federal.

Impactos Quais seriam os impactos

de curto e longo prazo para com o caixa da Seguridade Social? Uma coisa é certa: criar um novo tributo devido à desoneração não é a solução. Hoje, a prioridade das entidades organizadas na defesa dos direitos dos apo-

sentados é defender uma Previdência Social Pública, uma Seguridade Social que não dê superávit, mas que gaste tudo o que se arrecada. Isso porque um país que tem uma dívida social tão grande, como o Brasil, não pode ter lucros com a saúde e a assistência social. Isso seria um descaso com a população brasileira. A Associação dos Aposentados não se nega a debater a questão, mas por decisões tomadas na diretoria da entidade se coloca contra a desoneração da folha e a favor do fortalecimento da Seguridade e da Previdência Social.

3

de Jundiaí e Região. A presidente da República Dilma Rousseff pretende mandar ao Congresso, em fevereiro de 2011, propostas de redução da tributação sobre a folha de pagamento das empresas para estimular a contratação formal de mais trabalhadores.

Perda de R$ 9,2 bilhões Acreditamos que se ocorrer a aprovação da proposta no Congresso, mesmo que o objetivo seja o de estimular a contratação formal de mais trabalhadores, a presidente Dilma não terá dinheiro para pagar os benefícios aos aposentados. O caixa da Seguridade Social, com a desoneração da folha, perderia, no primeiro ano da medida, pelo menos R$ 9,2 bilhões.


4

NOSSO JORNAL

FEVEREIRO/2011

A A P

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

História da Nossa História – VIII

E

m janeiro comemoramos 27 anos da existência do Jornal dos Aposentados, que em seu primeiro número, em forma de boletim, recebia o nome de O Aposentado. O editorial dessa edição dizia: “Nosso jornal, um instrumento de luta!”. Nele, a diretoria afirmava que era necessário ter um órgão de divulgação para informar, denunciar os problemas que enfrentamos, bem como prestar conta aos associados das atividades da mesma, mas lembrava também que o êxito de tal iniciativa precisava, acima de tudo, da colaboração de todos. Afinal, para o jornal se concretizar

era necessária sua produção, divulgação, distribuição e, principalmente, muita dedicação. A vontade era muita, mas também eram conhecidas as dificuldades que viriam pela frente. Durante esses 27 anos muitas coisas mudaram em nosso país. Nossos associados sempre estiveram junto ao povo brasileiro, reivindicando, protestando e processando judicialmente. Quando se fez necessário e a partir do primeiro número do nosso jornal, sempre procuramos levar as informações aos nossos associados e à população em geral. São 278 edições até agora editadas, mas nunca dei-

27º

xamos de aperfeiçoar nossos meio de comunicação. Assim, vieram: Aposentados em Revista (marca patenteada); Destaque Eletrônico enviado aos interessados cadastrados; programas de rádio; e o site www.aapjr.org.br . Durante todos esses anos várias mudanças ocorreram em nosso país. O sistema de governo foi mudado e

leis foram criadas, algumas até boas proporcionando o restabelecimento de vida digna a uma camada da população que se encontrava na miséria. Mas, grande parte da nossa categoria ficou à parte da História de evolução da nossa sociedade. Aposentados e pensionistas são para os grandes empresários e parte de nossos políticos que também são empresários - um “fardo pesado” que eles nunca carregaram e que sempre procuraram um culpado. E sempre concluem que os culpados somos nós, os aposentados e pensionistas. Nosso jornal nunca se omitiu quando teve que de-

nunciar a verdade. E nunca nos omitiremos quando a verdade tiver que ser divulgada. Esperamos que você, que é parte do nosso corpo de luta, esteja sempre conosco. Há 27 anos, em nosso primeiro número, convocamos todos a colaborar, divulgar, distribuir e acima de tudo criticar para que possamos a melhorar a cada momento Esta convocação e este convite estão em pé. Contamos com sua fundamental participação, companheira e companheiro aposentado e pensionista.

Cid de Jesus Tavares Aposentado e Secretário Geral Executivo da AAPJR


A A P

MOBILIZAÇÕES

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

FEVEREIRO/2011

5

Queremos o mínimo a R$ 580,00 Valorização ajudou sair da crise. Empresas tiveram benefício da isenção

Q

uem não se lembra do lançamento da campanha de valorização do salário mínimo no ano de 2004 pelas centrais sindicais? Das marchas da classe trabalhadora, que avançaram no planalto e nas quais se fizeram presentes milhares de trabalhadores com a palavra de ordem “pela valorização do salário mínimo”? O resultado destas ações fez com que o mínimo obtivesse reajustes consideráveis, como em maio de 2005 quando passou de R$ 260,00 para R$ 300,00. Em 2006 chegou a R$ 350,00, alcançando em 2007 R$ 380,00.

AAPJR presente na manifestação em São Paulo, dia 18 de janeiro

Foram três anos de negociações e mobilizações. Finalmente em 2007, uma política permanente de valorização do salário mínimo foi fechada para até 2023.Essa política tem como critérios de reajuste o repasse da inflação do período entre as suas correções e o aumento real pela variação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

2009, foi o poder de compra dos brasileiros (as), que, em conjunto com outras medidas, fortaleceu a economia, gerou empregos e ajudou o país a sair da crise. Uma crise que deixou de joelhos as economias dos Estados Unidos e da Europa, até então tidas como as mais sólidas do mundo.

Poder de compra derrota a crise

Com essa realidade positiva em relação ao resto do mundo, está sendo defendido hoje pelas centrais sindicais o valor do salário mínimo

Mesmo com a crise financeira internacional, no ano de

"Leão" sem reajuste O ano de 2011 inicia e nossas aposentadorias também têm seus reajustes corroídos pelo Imposto de Renda. Aliás, os trabalhadores ativos também têm seus vencimentos gulosamente comidos pelo “leão”, devido a uma política econômica regressiva. Ou seja, quem ganha menos paga mais e quem ganha mais paga menos. Nós aposentados temos que ficar alertas, discutir propostas, fazer ações e

mobilizações. Não podemos ouvir e permanecer parados, somente reclamando ou aceitando. O que nós queremos? Como ficará o futuro de nossos filhos e netos?

para 2011 em R$ 580,00. A Associação dos Aposentados apoia essa bandeira de luta, e esta nas ruas por ela, para garantir a continuidade da política de valorização do salário mínimo. No dia 18 de janeiro, com início às 10h, em frente ao Tribunal Regional Federal, na avenida Paulista, em São Paulo, uma delegação da AAPJR participou junto com as centrais sindicais uma mobilização para reivindicar o salário mínimo a R$ 580,00, o reajuste na mesma proporção no valor das aposentadorias e pensões acima deste piso e pela correção da tabela do Imposto de Renda (veja nesta página).

Manter valorização Mobilização na rua Considerando que o índice de correção seja baseado no crescimento da economia previsto para 2010, que gira em torno de 7.5%, isso faz com que o governo mantenha o

compromisso da continuidade da política de valorização do salário mínimo. Com o reajuste poderá ser injetado até R$ 42,7 bilhões a mais na economia ao longo do ano, e a arrecadação tributária subir em até R$ 12,4 bilhões.

Igualdade no tratamento Sabemos que o PIB brasileiro de 2009 teve resultado negativo em 0,2%. Mas, como isso não foi gerada pelos brasileiros e sim pelo contexto da queda financeira de outros países, não há razão para que o salário mínimo tenha apenas a reposição da inflação. Mesmo porque, no auge da crise, os setores empresariais tiveram isenção de impostos. Ora, se os empresários foram contemplados, os trabalhadores na ativa e os aposentados merecem o mesmo direito. É uma simples questão de igualdade de tratamento.


6

MAIS FACILIDADE

FEVEREIRO/2011

A A P

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

Desconto em folha na Associação Novo sistema facilita pagamento das contribuições pelos associados Os novos associados que estão ingressando no quadro da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região se beneficiam com as facilidades do desconto em folha. Decidido em assembleia extraordinária em agosto de 2010, ele

foi implantado a partir deste ano. Com ele, o associado efetua o pagamento mensal à AAPJR através do desconto em folha, processado diretamente pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social, a Dataprev. A Dataprev, como fiel depositária dos sistemas e bancos de dados da Previdência Social, é a responsável pelo processamento do desconto em folha de pagamento, em toda América Latina, provenientes das associações de aposentados

e entidades sindicais, entre outros.

de 2010.

Associados ativos

Associados inativos Desde setembro de 2010 estamos comunicando, através de nossas edições de jornais, os nossos associados inativos sobre esta nova opção de pagamento e as facilidades e controle que recebem. Muitos têm nos procurado para entender o desconto em folha para, assim, se beneficiarem das resoluções decididas em assembleia ocorrida em agosto

Também a presença de associados ativos, em nossa sede, vem fazendo a opção pelo desconto em folha. Muito mais que um benefício, é uma facilidade, esse novo processamento de pagamento é a garantia estrutural da AAPJR, que, foi fundada há quase 32 anos por trabalhadores aposentados que utilizaram seus próprios recursos para dar origem à entidade. É

motivo de orgulho de cada um de nós associados termos esse patrimônio, essa casa de defesa dos direitos dos aposentados e pensionistas garantida para um futuro.

Venha conhecer Os interessados devem dirigir-se diretamente à Tesouraria, com Vanessa, para conhecer os procedimentos. Situações de acertos de pagamentos de anos anteriores, o presidente da associação tem atendido pessoalmente.

Visite nosso site: www.aapjr.org.br FALE COM A GENTE!

Dra. Elizabeth Nowicki Crosp 59340

CIRURGIÃ-DENTISTA

•Ortodontia •Aparelhos fixos e móveis •Estética •Facetas de porcelana •Clareamento a laser

PARA ASSOCIADOS E FAMILIARES Rua Barão do Triunfo, 49 Centro - Jundiaí/SP Fone: 4586.5078


A A P

ELEIÇÕESCLIPES 2010

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

FEVEREIRO/2011

7

Aposentados com opinião! A partir desta edição, o Jornal dos Aposentados traz uma nova coluna para melhor informar os leitores, aposentados e pensionistas. É a “Aposentados com opinião!”. Nela estarão destacadas diversas informações, sobre vários assuntos da associação, da cidade e região, do estado e até do país. Boa leitura!

Aberração jurídica O fim da aposentadoria especial para os ex-governadores está frequentando os noticiários nos últimos dias graças ao posicionamento da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional. Parece que a cúpula da advocacia brasileira declarou guerra ao que ela considera uma aberração jurídica, sem entrar nos aspectos morais. A nosso ver, não é justo que alguém trabalhe durante apenas alguns meses (ou mesmo cumprindo quatro anos de mandato), não contribua para nenhum instituto de previdência e, ao final do mandato, saia com um beneficio vitalício, válidos para as viúvas e filhos menores, com regras totalmente diversas daqueles praticadas aos que os elegeram.

Há 27 anos nascia... O primeiro número do jornal informativo, da AAPJR, criado para mobilizar e informar os aposentados e pensionistas, foi impresso em folha de sulfite frente e verso e reproduzido em copiadora

Xerox para distribuição. O ano é janeiro de 1984. Publicado durante quase 27 anos, o Jornal Aposentados é um dos melhores registros da história de luta da categoria. Em suas 277 edições ele reportou alguns fatos importantes como a vitória dos 147%, das mobilizações pelas diretas-já, do fim do governo militar, da eleição do primeiro operário presidente e da luta constante pela aprovação do reajuste das aposentadorias. Registrou narrativas de vida de dezenas de associados escrita pelo sempre dedicado João Duran, nosso diretor.

dades de Saúde em Ação. Dia 28 de janeiro realizou testes preventivos de saúde em oftalmologia, de diabetes e medição da pressão arterial. Tudo realizado pela equipe de saúde da Ótica Visual. E dia 04 de fevereiro é a vez da equipe de saúde da ARTMED promover ações em como prevenir doenças ósseas e musculares. Dias 01 e 02 de março acontecerão, pela 10º ano consecutivo, os testes de diabetes, colesterol e pressão arterial para os associados ativos. Acompanhe a agenda do Programa Saúde em Ação através do site www.aapjr. org.br/saudeemacao .

nizado pela Federação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo (Fapesp). Tradicionalmente, a missa que marca o início das mobilizações é realizada há 22 anos. Confira no site www.aapjr.org.br/ movimentos .

Reunião ampliada dia 03/02 Dia 03 de fevereiro a

sede da associação ocupou o cenário nas discussões sobre a tabela de Imposto de Renda na Fonte, que não foi atualizado pelo governo em 2011, a desoneração da folha de pagamento com a reforma tributária que tramita no Congresso e pelo reajuste dos salários dos aposentados. Detalhes no site www. aapjr.org.br/noticias .

Dia de luta! Agência INSS de Jundiaí No dia 18 de janeiro, Edegar, Marcos Tebom, Cid Tavares e Pina, diretores da associação, estiveram na mobilização nacional promovida pelas Centrais Sindicais. Ficaram diante do prédio do Tribunal Regional Federal - na avenida Paulista, altura do número 1840. Foi um dia de luta em defesa do salário mínimo de R$ 580, 00, da correção da tabela do imposto de renda e do reajuste das aposentadorias e pensões para os que recebem benefício superior ao mínimo. Veja mais em nosso site www.aapjr.org. br/noticias – A subsede da CUT/Jundiaí cedeu as fotos divulgadas no site.

Saúde em ação 2011 A associação iniciou firme em 2011 as suas ativi-

Dia 27, uma equipe da agência do INSS de Jundiaí esteve na sede da associação para falar sobre Previdência Social aos aposentados associados. O evento foi realizado em comemoração ao Dia Nacional do Aposentado, comemorado em 24 de janeiro, criado por lei federal instituída pelo companheiro aposentado e ex-deputado federal Benedito Marcilio que hoje ocupa a presidência da Associação dos Aposentados do ABC.

Delegação de aposentados Dia 30 de janeiro estiveram na cidade de Aparecida do Norte, interior de São Paulo, 92 aposentados de Jundiaí para participar do 1º Ato-Mobilização dos Aposentados do ano, orga-

www.oticasvisual.com.br


8

CULTURA BRASÍLIA E LAZER

FEVEREIRO/2011

A A P

jornal dos

APOSENTADOS e pensionistas

Associação com qualidade de vida Passeios, atividades e descontração Fique por dentro da programação. Para mais informações, visite o Departamento de Cultura e Lazer da associação, de segundas a sextas-feiras, das 8h às 11h e das 13h às 15h30, ou telefonar para (11) 4583.1198.

co Petrônio: Em Mairinque/ SP, é um passeio de muitas lembranças para as pessoas que foram fãs do artista e ideal para quem deseja passar um dia muito agravável e realizar atividades, como caminhada.

Ginástica: Segundasfeiras das 08h às 9h e às quartas das 10h30 às 11h30.

Viagens

Dança: Às terças-feiras, das 08h30 às 10h.

De 14 a 17 de fevereiro (segunda a quinta-feira) - Thermas dos Laranjais, em Olímpia: É

Vista do Sítio Francisco Petrônio: passeio em 25 de junho

Passeios 30 de abril (sábado) – Visita à Fazenda Camping Casarão: Em Itu, o local oferece um cenário de muito ar puro, mata nativa e vista panorâmica de encher os olhos e a alma. Para os grupos de Melhor Idade há uma programação especialmente. 29 de maio (domingo) – Passeio no Pesqueiro Maeda: O Maeda, em Itu é um complexo de lazer campestre. Tem estrutura de restaurante, passeios de trem, cavalo e muito mais. 25 de junho (sábado) – Excursão ao Sítio Francis-

um dos maiores complexos de águas quentes naturais do Brasil. De 16 a 19 de março (quarta-feira a sábado) – 1º Cruzeiro Marítimo da AAPJR: O cruzeiro passará por Búzios e Ilha Bela, à bordo do MSC Orchestra, que oferece uma perfeita e única mistura de arquitetura, conforto e segurança. Com amplas áreas abertas, é o mais simpático navio de cruzeiro da Itália. De 24 a 27 de março (quinta-feira a domingo) – Praia Grande/SP: A hospedagem será na Colônia de Férias dos Metalúrgicos

Yoga: Às segundas-feiras, em três turmas – das 09h10 às 10h10; das 10h15 às 11h15 e das 14h às 15h.

Vista aérea de Praia Grande: Excursão de 24 a 27 de março

De 15 a 17 de abril (sexta-feira a domingo) – São Lourenço/MG: Está situada ao pé da serra da Mantiqueira e às margens do rio Verde. Possui fontes de águas minerais, com reconhecidas propriedades terapêuticas. Lugar ideal para a saúde do corpo, da mente e do espírito. Ficaremos no Hotel Guanabara, com restaurantes, parque aquático, elevadores, fonte luminosa, salas de TV, jogos, recreação e sala de ginástica.

cristalinas e potáveis.

De 12 a 15 de junho (domingo a quarta-feira) – Thermas de Ubatã/ MG: Ubatã Thermas é um parque aquático termal, com nascentes de águas quentes,

Quando as aulas coincidirem com véspera de feriado é necessário confirmar horário pelo fone (11) 4583.1198. Nos feriados não há aulas.

Baile Pré-Carnavalesco No dia 22 de fevereiro (terça-feira): Início às 17h, o Grande Baile Pré-Carnavalesco na sede social da associação, com a presença do Reio Momo e da Rainha do Carnaval de Jundiaí. A venda de mesas já está aberta. Não haverá a venda na entrada do baile.

Atividades permanentes

Tai Chi Chuan: Com a professora Sônia – Quartasfeiras, das 09h15 às 10h15. Coral da Associação dos Aposentados “Música é Vida”: Às quartas-feiras, das 13h30 às 15h30, com direção da maestrina Elaine Freitas. Formado há seis anos, o Coral participa de festivais, apresentações culturais e beneficentes. É integrado por mulheres e homens aposentados e pensionistas, associados da AAPJR, que fazem do canto um momento de lazer e de qualidade de vida. O coral está aberto para novas inscrições. Para participar, faça contato com a equipe do Departamento de Lazer e Cultura e preencha a ficha de cadastro.

Orientações Todas as atividades físicas e culturais são realizadas na sede social da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região, rua XV de novembro, 1336, centro. As inscrições para participação devem ser feitas pessoalmente no Departamento de Lazer e Cultura, das 08h às 11h e das 13h às 15h30, de segundas a sextas-feiras.


Jornal Aposentados Fev11