Issuu on Google+

Ano XV No 204 Outubro/2012

Desde o lançamento do produto, em maio deste ano, a carteira do Sicoob Consórcios não para de crescer. SegunAvanços

Sicoob Coopjus adere ao serviço de conta corrente Página 4

do a gerente de Negócios do Sicoob Central Cecremge, Ana Cristina Maia Penido, o valor total de cotas vendidas já ultrapassou a marca dos R$ 11 milhões. “Os resultados do Sicoob Consórcios têm surpreendido, o que confirma a percepção de certa carência que existia em nosso conjunto de oportunidades de negócios. Percebemos que as cooperativas literalmente abraçaram o produto, e têm demandado bastante da Central e dos parceiros enquanto informações complementares,

Cooperativismo

Sistema Ocemg realiza encontro estadual de mulheres cooperativistas Página 5

treinamentos in loco e atendimento monitorado”, destaca. De acordo com levantamento realizado no mês de setembro, atualmente 39 filiadas ao Sicoob Central Cecremge estão habilitadas para oferecer o produto. Mas esse número deve aumentar em breve: das cooperativas que participaram do treinamento, seis ainda não oferecem o Sicoob Consórcios e uma está em processo de adesão. Ana Cristina ressalta que, além das campanhas realizadas pelo Bancoob, a Central apoia ações individuais promovidas pelas singulares. “Estamos atendendo algumas cooperativas que manifestaram intenção de fazer uma ação focada e já te-

Sistema

Central lança programas da Gestão de Pessoas do Sicoob Páginas 10 e 11

mos outras programadas para os próximos meses. Aquelas filiadas que também tiverem interesse em adotar uma ação mais incisiva, podem nos procurar”. Os contatos podem ser feitos com as analistas da Gerência de Negócios da Central: Daniela Miranda, pelo telefone (31) 2104-8750 ou o e-mail daniela.miranda@cecremge.org. br, e Lorena Barbosa, no telefone (31) 2104-8727 ou no e-mail lorena.barbosa@cecremge.org.br . Confira nas páginas 6 e 7 as ações e resultados do Sicoob Coopemata e do Sicoob Ascicred.


Intercâmbio

Expediente

Informativo da Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais Ltda.

Cooperativistas paranaenses visitam sede da Central

Sicoob Central Cecremge Av. do Contorno, 4.924, 3o andar Funcionários - Belo Horizonte - MG Cep: 30.110-032 Tel.: (31) 2104-8700 - Fax: (31) 2104-8701 e-mail: cecremge@cecremge.org.br Diretoria Executiva: Diretor-presidente: Luiz Gonzaga Viana Lage Diretor Administrativo e de Desenvolvimento: Márcio Olívio Villefort Pereira Diretor de Supervisão e Controle: Alfredo Alves de Oliveira Melo

A partir da esquerda: Geraldo Martins, Vanderlan Pedro, Adriane Fraga, Márcio Villefort, Paulo Meinerz, Vilmar Peters e Samuel Flam

Diretor Comercial e Financeiro: Samuel Flam Conselheiros de Administração:

epresentantes do Sicoob Central Paraná estiveram na sede do

Carla Maria Gonçalves Corrêa Generoso

Sicoob Central Cecremge, no dia 27 de setembro, com o intuito

César Augusto Mattos Charles Dake Guimarães Gonçalves

de conhecer, especialmente, os trabalhos desenvolvidos pela

Cristiano Felix da Silva

área de Negócios, além dos processos de Tecnologia da Informação e o

Darcy da Silva Neiva Filho

Planejamento Estratégico da Central.

Hélio Alves de Rezende Jacson Guerra Araújo

Recepcionados pelos diretores Samuel Flam e Márcio Villefort e pelos

Nelson Soares de Melo

superintendentes Geraldo Martins e Vilmar Peters, o diretor de Negócios

Ramiro Rodrigues Ávila Júnior

da Central Paranaense, Vanderlan Pedro da Silva, e o consultor da Área

Ronaldo Siqueira Santos Urias Geraldo de Sousa Conselheiros Fiscais: Antônio de Ávila e Silva João Carlos Leite Osmano Diniz França Pedro-Waldo Fernandes de Cunha

de Planejamento, Paulo Roberto Meinerz, receberam informações sobre os projetos, desafios e as rotinas desenvolvidas pela Superintendência Financeira e de Negócios e pelas gerências de TI e de RH. Segundo apontamento realizado por Vanderlan, durante a visita, ele pode perceber o desafio do Sicoob Central Cecremge ao centralizar

Rui Rezende Souza

cooperativas com tanta diversidade de atuação. “Percebemos que a

Zélia Maria Alves Rabelo

Central busca a padronização de procedimentos e de estratégias de

Superintendente Financeiro

negócios, mas respeita a autonomia de cada uma de suas singulares.

e de Negócios:

O trabalho desenvolvido pela área de Negócios e pela Tecnologia, com

Geraldo Martins Alves

quem tivemos mais contato, demonstra ser pautado pelo profissionalismo

Superintendente de Supervisão e Normas: Vilmar José Peters

e pela busca constante da eficiência”, parabenizou o diretor.

Redação e editoração: A2 Comunicação & Marketing (31) 3243 8660 - www.a2bh.com.br Projeto gráfico: Caroline Iglesias Jornalista Responsável: Cristiane Prado - Mtb 06389 JP/MG Colaboração: Marinha Luiza Ilustração: Wenderson Sobreira Edição: Karla Brandão, Anderson Moreira e Lorena Lage CTP e impressão: Gráfica Orion Tiragem: 1.500 exemplares As matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores.

2

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


Crescimento

Sicoob Saromcredi inaugura Posto de Atendimento em Vargem Bonita Sicoob Saromcredi (Cooperativa de Crédito de São Roque de Minas) inaugurou, no dia 15 de setembro, sua nova unidade de atendimento em Vargem Bonita, cidade com 2,5 mil habitantes, localizada na região da Serra da Canastra. A solenidade de inauguração contou com a presença de muitos

Em seu discurso, o presidente do Sicoob

cooperados, além de autoridades regionais, como

Saromcredi se emocionou ao lembrar do contexto

a representante do SEBRAE-MG, Fabiana Rodrigues

em que o primeiro PA foi inaugurado em Vargem

Rocha, e o conselheiro de Administração do Sicoob

Bonita, em 1996. “Com a chegada da Cooperativa, a

Central Cecremge, Nelson Soares de Melo.

comunidade depositou sua confiança no cooperati-

O novo Posto de Atendimento (PA) foi instalado na

vismo, passando a fazer movimentações na Agência.

região central do município, tendo uma área de 280 m².

Se não tivessem existido os primeiros, não estaríamos

Para o presidente da Singular, João Carlos Leite,

aqui hoje fazendo esta grande festa”, orgulhou-se

a nova unidade de atendimento é fruto da união

João Carlos.

dos vargianos que depositaram fidelidade e apoio

Para o médico e cooperativista Geraldo Magela

à Cooperativa. “Não somos nós, do Conselho de

Couto, ex-presidente da Unicred Central/MG e Uni-

Administração da Cooperativa, que estamos dando

cred do Brasil, participar da inauguração foi uma

um presente à Vargem Bonita, mas sim a própria

oportunidade para constatar o quanto o cooperati-

comunidade, que pôde nos proporcionar este mo-

vismo de crédito, uma vez sólido e bem organizado,

mento”, destacou.

mobiliza e aumenta a autoestima das comunidades.

O evento teve início com a apresentação do

“Com a presença de uma cooperativa, a comunidade

grupo de Folia de Reis São Francisco de Assis, que

pode contar com uma instituição que é dos próprios

cantou, tocou e conduziu uma imagem de Nossa

cooperados, os quais se sentem engrandecidos e

Senhora Aparecida do antigo Posto de Atendimen-

motivados a participarem cada vez mais do processo

to até o novo endereço, ambos situados na Avenida

de desenvolvimento da sua cidade”, observou.

São Paulo (foto abaixo).

Após a abertura oficial, cerca de 2 mil pessoas

Os gerentes Renato Soares Macedo e Gilson Ca-

participaram de uma confraternização no Estádio

margo desfizeram o laço inaugural do PA, abrindo as

Municipal José Abílio de Souza, onde artistas da re-

portas da agência para a comunidade.

gião fizeram apresentações musicais.

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais

3


Avanços

Sicoob Coopjus ampliará sua atuação aderindo ao serviço de conta corrente o concluir a migração para o Sisbr no dia 31

tece com as demais cooperativas do Sicoob. Também

de agosto, o Sicoob Coopjus (Cooperativa

viabiliza a oferta de produtos e serviços feitos sob me-

de Economia e Crédito Mútuo dos Integran-

dida para os cooperados”, afirma a gerente de Marke-

tes do Poder Judiciário da União e MPU em Minas

ting e Negócios do Sicoob Coopjus, Patrícia Teixeira.

Gerais) já se prepara para a implantar o serviço de

Ela destaca ainda que a migração é uma opor-

conta corrente. A previsão é de que a partir de janei-

tunidade de oferecer aos associados produtos mais

ro de 2013 a Cooperativa comece a oferecer a nova

atrativos e fidelizá-los à Cooperativa. “Ao aderirmos

modalidade de operação aos seus cooperados.

ao serviço, abrimos caminho para implantarmos a

Com a mudança, o Sicoob Coopjus deixa de ser

maioria dos produtos do Sicoob, que hoje são direta-

uma cooperativa estritamente focada em crédito e

mente vinculados à conta corrente”, ressalta Patrícia.

investimento, ampliando o portfólio de produtos e

O diretor-presidente da Singular, Antônio Cláu-

serviços para oferecer soluções integradas e com-

dio dos Santos Rosa, também comemora. “Espera-

pletas, com o objetivo de ser a principal instituição

mos, cada vez mais, propiciar ao associado novos

financeira do associado.

produtos para que ele tenha a praticidade de realizar

“A migração permite que passemos a atuar de

movimentações em uma única instituição financeira,

forma sistêmica, promovendo a harmonização, a in-

que oferece taxas justas e cujos resultados são rein-

tegração e a racionalização de processos como acon-

vestidos em benefício do próprio cooperado.”

Encontro reúne equipe de funcionários do Sicoob Coopjus No dia 28 de setembro, a Cooperativa promoveu o I Encontro Coopjus, reunindo cerca de 70 pessoas entre conselheiros, funcionários, associados e lideranças cooperativistas. Realizado no Quality Afonso Pena Hotel, em Belo Horizonte, o evento teve como tema “Pensar, crescer e servir melhor”. A iniciativa teve como objetivo compartilhar informações sobre o cenário do Sicoob Coopjus, avaliando a perspectiva de aglutinação com outras singulares e a necessidade de ampliação da carteira de produtos e serviços, além de oferecer subsídios para a atualização do Planejamento Estratégico da Cooperativa. Entre os palestrantes esteve o diretor Comercial e Financeiro do Sicoob Central Cecremge, Samuel Flam, que falou sobre “A contribuição da Central para suas filiadas”, destacando o papel de fomento e todo o suporte de capacitação oferecido às cooperativas singulares. O evento também contou com a participação do coordenador do Departamento de Organização A partir da esq.: Igor Miranda (Sicoob Coopjus); Marcos Valério (Sicoob Credicom); Samuel Flam (Sicoob Central Cecremge); Antônio Cláudio (Sicoob Coopjus); Marco Aurélio Almada (Bancoob); e Ronaldo Scucato (Sistema Ocemg)

4

do Sistema Financeiro do Banco Central – DEORF em Belo Horizonte, Romeu Eugênio de Lima; do gerente sênior da CNAC, Rui de Assis Vasconcelos; e do presidente do Bancoob, Marco Aurélio Almada.

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


Cooperativismo

Sistema Ocemg promove Encontro de Mulheres Cooperativistas ntre os dias 25 e 28 de setembro, o Sistema

Segundo Thaís, a procura pelo encontro aumen-

Ocemg promoveu o XI Encontro Estadual de

ta a cada ano. A edição de 2012 reuniu 250 mulheres,

Mulheres Cooperativistas Mineiras, no Hotel

de 100 cidades e 46 cooperativas.

Fazenda Canto da Siriema, em Jaboticatubas, com o

Durante os quatro dias de evento, as participan-

objetivo de fortalecer a participação e valorizar as es-

tes contaram com diversas atividades, como pales-

pecificidades das mulheres no cooperativismo.

tras, teatro e oficinas.

Na solenidade de abertura, o vice-presidente

O presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scu-

do Sistema Ocemg e diretor-presidente do Sicoob

cato, encerrou o encontro ressaltando o importante

Central Cecremge, Luiz Gonzaga Viana Lage, deu as

papel da mulher na sociedade e nas cooperativas.

boas-vindas às presentes, destacando a importância

“Vocês, mulheres, nos surpreendem com sua deter-

do tema do encontro, focado no Ano Internacional

minação, característica empreendedora e jornada

do Cooperativismo.

quádrupla de atribuições, desempenhadas sempre

A coordenadora do evento, Thaís Leite, destacou

com eficiência”, reconheceu.

que a mobilização dos familiares dos cooperados para os princípios cooperativistas é um dos principais objetivos do Sistema ao organizar encontros como o de mulheres e o de jovens. “Buscamos estimular a atuação das mulheres na gestão das cooperativas, além de levar informação sobre o trabalho que é realizado nas instituições cooperativistas”, afirmou.

Representantes do Sicoob Aracoop visitam sede da Central Aproveitando a participação no XI Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas Mineiras e a vinda à Belo Horizonte, as representantes do Sicoob Aracoop (Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Triângulo Mineiro) visitaram o Sicoob Central Cecremge, na manhã do dia 25 de setembro, para conhecer o funcionamento e a estrutura da Central. O grupo, formado por seis mulheres, foi recepcionado pelo superintendente de Supervisão e Normas, Vilmar Peters, que realizou uma apresentação institucional da Central e, em seguida, A partir da esquerda: Heloísa da Silva, Neide Aparecida, Adma Vieira Neto, Vilmar Peters, Valéria Cristina de Alcântara, Ângela Rodrigues Guedes e Paula Anyelre Santos

convidou a comitiva para conhecer um pouco da rotina de cada um dos departamentos da instituição.

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais

5


Produto

Sicoob Coopemata é destaque de vendas de Consórcios em campanha do Bancoob ntre os meses de junho e julho deste ano, o

focada em trabalhar com produtos rentáveis e que,

Bancoob promoveu uma campanha de incen-

ao mesmo tempo, atendessem às expectativas dos

tivo às vendas do consórcio de imóveis, ofere-

cooperados, prestando um bom atendimento, com

cendo uma taxa de administração promocional e pre-

custo competitivo e agilidade. “Pensando assim,

miação para os cinco primeiros maiores vendedores.

lançamos a campanha de Consórcios do Sicoob

O Sicoob Coopemata (Cooperativa de Crédito

Coopemata e conseguimos conquistar o terceiro

de Livre Admissão da Zona da Mata) se destacou,

lugar nacional na venda do produto, o que reforça

garantindo a conquista do 3 lugar na disputa.

ainda mais a ideia de que unidos e focados no cres-

o

Para chegar a esse resultado, a Singular lançou uma campanha interna que abrangeu as sete cida-

cimento da nossa Cooperativa, só temos a ganhar sempre”, afirmou.

des em que atua: Cataguases, Leopoldina, São João

O dirigente considera que, não apenas o Sicoob

Nepomuceno, Muriaé, Ubá, Viçosa e Visconde do

Consórcios, mas os demais produtos da carteira do

Rio Branco.

Sicoob, como poupança e cartões, colaboram para

Para estimular a compra das cotas, foi envia-

o crescimento das singulares e são imprescindíveis

do para os associados da Cooperativa um e-mail

para a fidelização de seus cooperados. “Muito impor-

marketing, informando sobre as vantagens do novo

tante também

produto. Também foram veiculados nas rádios locais

para

anúncios comerciais sobre o Sicoob Consórcios.

este objetivo é

cumprir

O resultado alcançado em apenas dois meses de

o seguro, ofe-

campanha foi de um montante de R$ 3.116.000,00

recido via par-

em cotas de consórcios.

ceria

Segundo o diretor-presidente da Singular, César Mattos (foto ao lado), a Cooperativa sempre esteve

Sicoob

com

o

Corre-

tora”, destaca.

Sicoob Ascicred também promove campanha para o incremento de suas vendas O Sicoob Ascicred (Cooperativa de Crédito de

meta o valor de R$ 250 mil em cotas vendidas, para

Livre Admissão de Pará de Minas) está investindo

cada funcionário, devendo ser pelo menos uma cota

em divulgação para aumentar as vendas do produto

de consórcio de imóvel. Como forma de incentivo, a

Sicoob Consórcios.

Cooperativa irá realizar um rateio de 10% do total do

Para motivar sua equipe, a Singular desenvolveu

comissionamento entre os funcionários que participa-

uma campanha interna, em parceria com a Gerên-

rem das vendas. E ainda irá oferecer uma premiação

cia de Negócios do Sicoob Central Cecremge, com

extra, em dinheiro, para os três funcionários que mais

foco nos gerentes e atendentes da Cooperativa,

se destacarem na comercialização do produto.

mobilizando 20 profissionais.

6

O técnico em Atendimento e Vendas, Geraldo

A campanha, que teve início no dia 1o de setem-

Morais, responsável pelo acompanhamento da cam-

bro e terminará no dia 31 de outubro, prevê como

panha no Sicoob Ascicred, destaca que a ação tem

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


alcançado bons resultados. “Desde que iniciamos a

Segundo o diretor-presidente da Singular, Osma-

campanha, a Cooperativa já vendeu mais de R$ 1,9

no Diniz França, a iniciativa veio em momento muito

milhão em cotas e esse número ainda deve aumen-

oportuno. “A campanha já foi lançada em nossas três

tar”, afirmou.

unidades, nas cidades de Pará de Minas, Presidente Vargas e Antunes, e a adesão dos cooperados tem sido expressiva”, assegurou. Osmano ressalta ainda que os produtos disponibilizados pelo Bancoob representam um diferencial competitivo para as cooperativas singulares, que ficam em nível de igualdade de soluções com relação ao mercado financeiro. “No Sicoob Ascicred temos um departamento que lida exclusivamente com os

Os funcionários da sede envolvidos na campanha – a partir da esquerda: Fábio Daniel, Ana Flávia, Geraldo Morais, Aline Mirana e Roseval Bueno

produtos do Sicoob, pois os consideramos essenciais para a carteira da Cooperativa devido a sua qualidade e competitividade”, concluiu.

Evento

Ano Internacional do Cooperativismo é tema de evento do Banco Central Banco Central do Brasil, em parceria com

Central Cecremge, Luiz Gonzaga Viana Lage (foto),

a Organização das Cooperativas Brasileiras

participou do evento com a palestra “Crescimento

(OCB) e o Sistema Ocemg, realizou, no dia

Sustentável”. Luiz Gonzaga destacou o cooperativis-

27 de setembro em Belo Horizonte, um evento em

mo como um movimento social e econômico que

alusão ao Ano Internacional do Cooperativismo, reu-

agrega expressivo valor às comunidades. “O Sicoob

nindo lideranças de todo o país.

nasceu com o sonho de fazer do Brasil um país mais

Com o tema “O Cooperativismo de Crédito e o

justo. Com excelentes resultados, o sistema coopera-

Desenvolvimento Sustentável”, o evento apresentou

tivista ajuda a fomentar a prosperidade e solidarieda-

experiências positivas e ações referentes à contribui-

de nas regiões em que está inserido”, afirmou.

ção das cooperativas de crédito para o desenvolvi-

Ele ressaltou que as cooperativas de crédito são

regional

a melhor alternativa financeira para seus associados,

sustentável e os

destacando um pensamento do ex-presidente da

desafios que ainda

Aliança Cooperativa Internacional (ACI), Roberto Ro-

serão enfrentados

drigues: “as cooperativas não são apenas uma opção,

pelo setor.

mas sim a melhor escolha para quem utiliza serviços

mento

vice-presi-

financeiros. A aposta em uma cooperativa de crédi-

dente do Sistema

to significa aderir a uma instituição que trabalha em

Ocemg

prol do desenvolvimento sustentável e que tem nas

O

e

presi-

dente do Sicoob

pessoas o seu ponto mais forte”.

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais

7


Expansão

Sicoob Crediacip é a mais nova cooperativa de livre admissão em Minas Sicoob Crediacip (Cooperativa de Crédito

Bacen, que veio atender uma demanda que a Singu-

Mútuo dos Comerciantes de Confecção

lar pleiteava já há algum tempo. “Queremos aprovei-

do Sul e Sudoeste Mineiro), depois de ma-

tar as oportunidades que surgirão, trabalhando sem-

nifestação favorável do Banco Central do Brasil, no

pre com o intuito de proporcionar aos cooperados o

dia 13 de agosto, se transformou em Cooperativa de

acesso a produtos e serviços financeiros de qualida-

Crédito de Livre Admissão.

de, fomentando o desenvolvimento de empreendi-

Dentre os benefícios dessa expansão está a oportunidade de trabalhar com novos produtos, como

mentos rurais e urbanos geradores de empregos em Campos Gerais e região”, ressaltou.

crédito rural e linhas de financiamento do BNDES e do BDMG. Para a gerente Administrativa da Singular, Débora Tame Monteiro Oliveira, esse é o principal benefício da mudança. “A abertura amplia nossas possibilidades de negócios, levando à expansão da Cooperativa para o atendimento a cooperados além do segmento de comerciantes”, destacou. O diretor-presidente da Cooperativa, José Eustáquio do Nascimento, comemora a autorização do

Comemoração

Feliz Aniversário Na edição 203 parabenizamos as filiadas aniversariantes do mês de outubro como sendo do mês de setembro. Por isso, publicamos novamente nossa homenagem, reiterando nossos votos de sucesso e conquistas às singulares inauguradas em outubro e pedindo desculpas às filiadas que comemoram sua fundação em setembro, desejando-lhes prosperidade e bons negócios para que levem sempre as melhores soluções para seus associados. OUTUBRO

SETEMBRO Cooperativa

8

Dia

Cooperativa

Dia

Cosemi

1

Sicoob Arcomcredi

1o

Sicoob Crediparnor

1o

Sicoob Credileste

10

Coopertim

10

Sicoob Cosmipa

12

Sicoob JUS-MP

11

Coopoços

18

Ardocredi

17

Sicoob Credivale

19

Coopecic

25

Cecrem

20

Sicoob Engecred

29

Sicoob Acicredi

28

Sicoob Saromcredi

28

Tupicred

30

o

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


Aniversário

Sicoob Credimepi festeja 15 anos de fundação naugurado em julho de 1997, o Sicoob Credimepi (Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Médio Piracicaba e do Circuito do Ouro), hoje com 15 anos de história, oferece produtos, serviços e soluções que atendem, com qualidade, à demanda financeira dos seus mais de 7 mil cooperados. A celebração do aniversário da Cooperativa começou no mês de março. Após a realização da Assembleia Geral Ordinária, que aconteceu no dia 23, foi oferecido um coquetel aos 430 associados presentes. Além da participação do músico Ricardo Monlevade, que animou a festa tocando ritmos variados, os cooperados também foram presenteados com uma ecobag estampada com as cores do Sicoob e imagens de pontos turísticos da região do Circuito do Ouro.

O diretor-presidente da Singular, Jacson Guerra, corta o bolo alusivo aos 15 anos

Cooperativa celebra com funcionários e conselheiros as conquistas da sua história No dia 29 de setembro, a Cooperativa reuniu

“Nesses 15 anos, vivenciamos momentos mar-

cerca de 250 convidados, entre funcionários e conse-

cantes que nos conduziram no caminho até sermos

lheiros, em um evento realizado no Ideal Clube, em

uma das mais importantes instituições financeiras do

João Monlevade. Aggeu Marques e a Banda Yester-

Médio Piracicaba e Circuito do Ouro. Dentre os vários

day animaram a noite, tocando clássicos dos Beatles.

fatores de sucesso da Cooperativa, considero três

Em reconhecimento ao papel de sua equipe

mais relevantes: aderência aos princípios e valores

para o crescimento do Sicoob Credimepi, a data foi

cooperativistas; uma estrutura mais horizontalizada,

marcada por homenagens. Quatro funcionários que

permitindo agilidade nos processos; e uma equipe

ajudaram a iniciar os trabalhos da Cooperativa e que

comprometida com o crescimento e resultado da

ainda compõem o quadro de funcionários recebe-

Cooperativa”, destacou o diretor-presidente, Jacson

ram um presente especial.

Guerra Araújo.

Os conselheiros de Administração do Sicoob Credimepi, a partir da esquerda: Antônio Neves Silva, Carlos Augusto Arthuso, Jacson Guerra Araújo, Luiz Cláudio Dornelas e Lucien Marques Cosme

Os funcionários homenageados, a partir da esquerda: Luciene Vieira Acipreste, Wanda Marília Duarte Moreira, Zilda Fonseca Rodrigues e Edson Rocha de Carvalho

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais

9


Sistema

Central lança programas de Gestão de Pessoas do Sicoob m evento realizado no dia 17 de setembro, o Sicoob Central Cecremge lançou para sua equipe de funcionários os programas de Gestão de Pessoas do Sicoob, que faz parte do Manual de Instruções Gerais (MIG) desenvolvido pelo Sicoob Confederação. A novidade foi apresentada, na sede da Central, pela gerente de Gestão Estratégica de Pessoas do Sicoob Confederação, Tatiana Matos Rodrigues. Conforme explica a gerente, o MIG Gestão de Pessoas é composto por instrumentos que auxiliarão os dirigentes e gestores a conduzirem suas equipes e mantê-las niveladas aos objetivos e metas do Sicoob. Composta por seis programas e alinhada às melhores práticas de mercado, a iniciativa tem o objetivo de proporcionar condições adequadas de desenvolvimento, valorização e retenção dos empregados, o que é hoje um dos principais desafios do Sistema.

Conheça os programas que compõem o

• Programa de Humanização do Ambiente

Manual de Gestão de Pessoas do Sicoob:

de Trabalho: adoção de ações com o objetivo de promover o bem-estar do empregado por

• Programa de Carreiras do Sicoob: adoção da

meio de ações que melhorem as relações e as

estrutura de Carreira em Y, que tem como pres-

condições do trabalho, atendendo às dimen-

suposto a mobilidade e a ascensão profissional

sões biológica, psicológica e social.

pelo exercício de funções gerenciais ou de ocu-

• Programa de Educação Corporativa: plano

pações na sua especialidade. • Programa de Gestão de Desempenho: processo de planejamento, acompanhamento,

em sete escolas (Gestão Corporativa; Líderes; Negócios;

avaliação

Excelência Organizacional;

de metas e competências,

Supervisão e Monitoria;

assim como de criação de um

Desenvolvimento; e Tec-

Plano de Desenvolvimento

nologia), cujo desenvol-

Individual (PDI), com o intuito

vimento será conduzido

de comparar o desempenho

por trilhas de aprendiza-

alcançado pelo funcionário com os resultados esperados, a fim de trabalhar nos gaps encontrados e apoiá-lo no

10

de educação corporativa estruturada

gem, que permitirá que o funcionário assuma o desenvolvimento de suas competências por di-

seu desenvolvimento.

ferentes caminhos.

• Programa de Recrutamento e Seleção: objeti-

• Programas Complementares: programas que

va minimizar as falhas na contratação e permitir

definem os processos de contratação e acom-

a manutenção do quadro de pessoal qualificado

panhamento de estagiários, trainees, menores

e comprometido com os valores organizacionais.

aprendizes e pessoas com deficiência.

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


A base conceitual dos programas é a de gestão

junto com a instituição”, garante.

por competências, que possibilita o alinhamento das

A implantação do Programa de Gestão de Car-

políticas e das práticas de gestão de pessoas ao di-

reira já está sendo avaliada pela Central e, segundo

recionamento estratégico empresarial, bem como a

cronograma da área de RH, as adequações para a es-

integração sistêmica dos processos de gerenciamen-

trutura de carreira em Y deverão entrar em vigor em

to de pessoas, buscando a melhoria da performance

janeiro de 2013.

organizacional.

As cooperativas singulares também poderão,

De acordo com a gerente de Recursos Humanos

em breve, aderir ao projeto, que será gerenciado

do Sicoob Central Cecremge, Adriane Fraga, a novi-

por uma base tecnológica integrada, já contratada

dade foi muito bem recebida pelos funcionários da

pelo Sicoob. No mês de novembro, as filiadas deve-

Central. “O programa permitirá que o empregado

rão ser devidamente informadas para que o projeto

tenha espaço e oportunidade para se desenvolver

já comece a vigorar a partir de 2013.

Contabilidade

Balancete Patrimonial Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais Ltda. – Sicoob Central Cecremge CNPJ 00.309.024/0001-27 ATIVO ATIVO CIRCULANTE Disponibilidades Aplicações Interfinanceiras de Liquidez

31/08/2012 Em Reais 1.386.925.482,01 23.366,12

PASSIVO

Em Reais

PASSIVO CIRCULANTE Depósitos

56.374.756,74

791.696.311,87

Depósitos à Vista

Aplicações em Operações Compromissadas

518.504.394,01

Depósitos a Prazo

Aplicações em Depósitos Interfinanceiros

273.191.917,86

Relações Interfinanceiras

560.396.228,92

Outras Obrigações

Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria Vinculados a Prestação de Garantias Operações de Crédito Operações de Crédito Setor Privado ( - ) Prov.p/Oper.Créd.Liquid.Duvidosa Outros Créditos Rendas a Receber Diversos ( - ) Prov.p/Outros Créd.de Liq.Duvidosa Outros Valores e Bens

557.298.298,24 3.097.930,68 32.101.922,60

Cotas - País

54.073.163,99

( - ) Capital a Realizar

(2.109.748,27)

71.526,92 2.618.136,88 (31.244,12) 49.232,82

39.281.266,50 34.610.621,66

7.202.053,11

Sobras ou Perdas Acumuladas

5.419.701,64

CONTAS DE RESULTADO Receitas Operacionais (Despesas Operacionais) TOTAL PASSIVO

372.162,30 20.328.713,70 (19.956.551,40) 1.426.206.748,51

3.331.707,04 1.979.814,80 2.592.673,49

(Depreciações Acumuladas)

(1.240.781,25) 244,01 6.280,00 (6.035,99) 1.338.693,79

Outros Ativos Intangíveis

1.713.614,64

(Amortização Acumulada Ativos Intangíveis)

(374.920,85)

TOTAL DO ATIVO

Reservas de Lucros

34.610.621,66

Outras Imobilizações de Uso

(Amortizações Acumuladas)

7.368.413,36 64.585.170,47

2.658.419,68

Investimentos

Intangível

Diversas Capital Social

PERMANENTE

Gastos de Organização e Expansão

1.000.468,68

(489.158,38)

6.929,60

Diferido

9.559.674,03 1.190.791,99

32.591.080,98

42.303,22

Imóveis de Uso

1.295.314.984,97

Fiscais e Previdenciárias PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Despesas Antecipadas

Imobilizado de Uso

300.972,35 56.073.784,39

Sociais e Estatutárias

32.101.922,60

Outros Valores e Bens

Outros Investimentos

1.361.249.415,74

Luiz Gonzaga Viana Lage Diretor-presidente Samuel Flam Diretor Comercial e Financeiro Irany Márcia Pimenta CRC/MG 48.377 Contadora

1.426.206.748,51

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais

11


Aconteceu sim! Me contaram

Gurutuba e trás notícias agora o Jaques, lá de Janaú-

Flores. Mas por quê?

ba, que perto de sua cidade, na aprazível

– É que no elevador, ao ir pra casa, um homem falou

represa do rio Gurutuba, presenciou um

pro outro que eu era filho daquela galinha do 5o andar.

dia uma discussão das mais brabas possível, quando

Sem dúvida, o doutor desta história não gostou

o doutor Jesuíno Flores e o Isaldino Tavares se de-

nem um pouquinho desse caso e contra atacou:

sentenderam por coisa pouca, mas de muita monta

– Neste mesmo dia, este meu filho estava imitando

pros dois.

um plantador de banana aqui presente e o conde-

O doutor Flores tem esse título, pois todos o cha-

nado veio até a mim reclamar disso e eu, educado

mam assim, mas ninguém sabe em que ele é doutor,

como sou, imediatamente corrigi meu filho, proibin-

mas todos sabem muito bem que ele tem muita gra-

do-o de bancar o idiota.

na e um par de coisas no topo da careca, enfeitada

– Querem saber de uma coisa, exclamou o Dino,

diariamente pela dona Nhá, bonitona pra dedéu.

vou é embora pois isso aqui tá é cheirando chifre

Isaldino, o Dino, tem uma pequena propriedade

queimado. Vou dar uma passada na loja da Izildi-

onde planta banana e mamão, produção suficiente

nha e lá comprar um vestido de festa pra minha fiel

para o sustento da família, incluindo aí os estudos de

esposa. Té logo, gente, e passar bem, doutor de lá

dois filhos em Montes Claros, mas ele, coitado, nunca

não sei o que.

sentou num banco de escola e seguindo o exemplo

– A minha mulher, respondeu o doutor, a Loura mais

de um outro semi analfabeto sem dedo, vive a apre-

sexy da cidade e fiel ao seu gostosinho aqui, falou pra

goar isso como se fosse a maior vantagem do mun-

mim, certa ocasião, que nessa loja, agora citada por

do, mas, ao contrário daquele, trabalha de sol a sol

um cidadão ignorante, só tem roupa pra michê e que

com muita satisfação.

todas elas, as roupas, cheiram a zona boêmia.

Voltando ao início de nossa história, esqueci de contar que os dois não se suportam e, sempre que

– Quem sou eu pra discutir isso gente, brigadim pela

podem, estão a se alfinetar e foi o que aconteceu na-

informação, senhor Doutor, pois falou quem conhe-

quele dia.

ce o tema. Minha mulher santinha, que nunca fre-

Dino contava numa roda de amigos que, determinado dia, Paulinho, filho do doutor Flores, perguntou ao seu pai se ele tinha nascido de um ovo. – Claro que não, meu filho, respondeu-lhe o doutor

12

Dino respondeu:

quentou zona boêmia, tadinha, ia é ficar mal falada, só por conta de um vestido. E o tempo fechou!!! Luiz Gonzaga Viana Lage - Diretor-presidente

Informativo do Sicoob Central Cecremge - Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais


Cecremge