Page 1

Copyright2012 por Frances J. Roberts This Portuguese language edition issued by special arrangemente with: Barbour Publishing, Inc., Uhrichsville, Ohio, U.S.A. Publicado no Brasil com a devida autorização e com todos os direitos reservados pela A. D. Santos Editora Al. Júlia da Costa, 215 80410-070 - Curitiba - Paraná - Brasil +55(41)3207-8585 www.adsantos.com.br editora@adsantos.com.br

Capa: PROC Design Diagramação: Manoel Menezes Tradução: Haroldo Janzen e Thomas Neufeld de Lima Impressão e acabamento: Betânia Locução no CD encartado: Adelson Damasceno Santos Acompanhamento Editorial: Priscila R. Aguiar Laranjeira

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Roberts, Frances J. Amor Total – Roberts, Frances J. do original Total Love– Curitiba: A.D. Santos Editora, 2012 – 240 p. ISBN – 978-85-74591. Meditações CDD – 242 1ª Edição em português: Maio / 2012 – 6.000 exemplares. Proibida a reprodução total ou parcial, por quaisquer meios a não ser em citações breves, com indicação da fonte.

Edição e Distribuição:


ÍNDICE DAS MEDITAÇÕES Os números indicam as meditações e não as páginas. 1. Amor Total 2. Em busca de sua Pessoa 3. A lei da paciência 4. O olhar de Deus 5. Suportando sofrimentos 6. O amor bate à porta 7. Nenhuma dessas coisas me perturba 8. O Reino de Deus está em você 9. Concentre-se em Cristo 10. Ele ressuscitou 11. Muito bem, servo bom e fiel 12. E Jesus observava 13. Honra-me 14. O irmão que faltava 15. A tranquilidade da adoração 16. A atitude de gratidão 17. Não estranhe 18. O Noivo e a Noiva? 19. Lembretes oportunos 20. O princípio da transcendência 21. A pérola perdida – a humildade 22. O fator de equilíbrio 23. Um salmo de louvor 24. Senhor dos reis


25. Anjos de misericórdia 26. Sem reputação 27. Tenham coragem! 28. O poder criativo do amor de Deus 29. Deus não é culpado 30. Santidade e graça – parceiros inseparáveis 31. Cristo, nossa justiça 32. O grande Médico 33. Aqui está a sua felicidade 34. Libertar os cativos 35. Deus de esperança e paciência 36. Deus de graça 37. Cristo é a nossa vitória 38. A casca ou a semente? 39. O apito 40. A humildade, a graça dos despojados 41. A vitória está assegurada 42. As realidades do Espírito 43. Rebelião, feitiçaria e os falsos profetas 44. O Senhorio de Cristo 45. De Deus não se zomba 46. A armadura completa 47. Herdeiros de Deus 48. De volta aos princípios básicos 49. A “posição do Calvário” 50. Perfeição infinita 51. Gratidão 52. “Estou pronto para morrer” ii


iv


AMOR TOTAL – Meditações sobre o amor de Deus Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós. Sabemos que permanecemos nele, e ele em nós, porque ele nos deu do seu Espírito. E vimos e testemunhamos que o Pai enviou seu Filho para ser o Salvador do mundo. Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus. Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. 1 João 4:7-16

v


vi


1. A CHAMADA DO AMOR João 3.16

Continue firme, meu filhinho, e um dia saberá por que tantas provas e sofrimento foram enviados para prová-lo dessa forma. Nunca houve um dia mais glorioso que este que você pode ver agora, nunca houve uma canção mais doce que essa que você canta para mim. Amei-o no meio da escuridão e amei-o na luz. Sempre que precisou de mim, estive ao seu alcance. Nunca o deixei sozinho para batalhar por conta própria. Dei-lhe suas alegrias mais doces quando fez a minha vontade. Não o chamo de servo, não o chamo de amigo; o chamo de meu amado, e o amarei até o fim. Vou amá-lo quando o caminho for difícil, e quando a noite for longa. Vou lhe dar forças e esperança, e cantarei uma canção para você. Direi que o amo, direi que me importo com você. Caminharei ao seu lado e levarei todos os seus fardos. Darei a você esperança e coragem quando as suas forças chegarem ao fim. Andaremos juntos até o dia em que nos tornaremos um... O dia em que o chamarei para o além, para o céu aberto. Quando o recolher para mim mesmo e secar os seus olhos cheios de lágrimas.


Eliminarei toda dor do seu coração e sararei cada uma de suas perdas. Darei a você alegria, paz e vida em vez do sofrimento. E o que hoje parece um caminho árduo será esquecido ali, pois em minha presença tudo é novo, e tudo é bom e justo. Então, levante a cabeça e sorria novamente, e deixe sua angústia ir; ela só me causa aflição e dor, porque o amo tanto assim. O amo com amor afável que não muda ao longo do tempo, e não é menor por causa de todos os seus pecados, nem poderia ser mais sublime, mesmo que você assumisse a forma de anjo, ou pudesse ser um santo; o amo, não por quem você é, mas por quem você é para mim. O vejo através da luz sagrada da minha própria divindade. O amo com o amor total. Por toda eternidade!

Oração Nosso Deus e Pai, em nome de Jesus, chegamos a ti com mãos vazias e coração aberto. Nada temos a te oferecer senão nosso amor e nossa gratidão. Somos gratos por cada graça divina derramada sobre nós e te louvamos por quem tu és, à parte das tuas dádivas. Em ti nosso coração encontra paz, descanso e consolação. Tu és a nossa fonte de força, vida e poder sustentador. Tu és a nossa alegria. Em um mundo de mudanças, perda e decadência, somos renovados diariamente pelo teu Espírito, porque tu és o Imutável, e em ti a vida é sempre vibrante. Salva-nos da monotonia que nos mata aos poucos. Eleva-nos acima das cenas vis do mundo ao nosso redor, e faça-nos sempre lembrar que Deus “nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus”. Permite que nossos olhos espirituais vejam as belezas do Reino dos Céus. Ministra o teu toque confortador a cada alma necessitada e apressa-te em 2


realizar a tua vontade na terra, pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém.

2. EM BUSCA DE SUA PESSOA Filipenses 8

Jesus sabia que veio a este mundo para morrer. Amados, nós também estamos aqui para morrer – morrer para a nossa natureza pecaminosa, nossos desejos insatisfeitos, nosso egoísmo e teimosia, sim, nossa rebelião e ressentimentos. Estamos aqui para morrer para os nossos direitos, as nossas exigências de satisfação, para a autopiedade e a atitude farisaica. Durante a vida toda, estamos sempre morrendo, mas estamos morrendo com o intuito de aperfeiçoar o nosso viver. Pois, a verdadeira vida é Cristo. Encontrar vida e viver a vida é encontrar Cristo e viver Cristo. Vivemos de verdade na medida em que estamos identificados com Cristo. Estamos sempre em busca da clareza de visão que colocará Cristo em foco em nossa sensibilidade pessoal. Estamos em busca da sua pessoa em todas as dimensões do seu ser. Estamos engajados na busca de conhecê-lo como ele é e de nos tornarmos mais parecidos com ele; e a essência de nos tornarmos semelhantes a Cristo não vem tanto de nossa devoção quanto de sua pureza. Não se trata tanto do que somos em nós mesmos, mas daquilo que nos tornamos nele. Vemo-nos lutando com gigantes do mal, mas ele está enviando anjos de luz para nos proteger. Sentimos que estamos presos no tem3


po. Ele habita na eternidade e nos vê nele mesmo – irrestritos e ilimitados. Não precisamos rastejar no pó da derrota. O Vencedor mora no interior e nele não há limitações físicas. Nossa liberação é de acordo com a medida de nossa identificação consciente com Cristo. É o nosso amor por ele que vai nos unir, e nosso amor por ele é apenas a resposta ao amor que ele derramou sobre nós. Deus está continuamente usando o poder da redenção. Esse é um processo contínuo, operando em cada filho de Deus – operando de acordo com a sua vontade e, em última análise, trazendo filhos para a glória. Esse é o seu mandato e seu desejo supremo. Por esse motivo, nós também devemos dar a nossa vida, até que possamos dizer verdadeiramente: “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2.20).

Oração Estimado Senhor e Salvador, trazemos a ti um coração que tem fome de tua justiça e um espírito que anseia pela tua comunhão. Sem ti a vida é vazia. Longe do teu amor não há conforto. Na tua presença experimentamos plenitude de alegria. Que a tua bondade e misericórdia nos acompanhem todos os dias, e permita que habitemos na tua casa para todo o sempre. No nome precioso de Jesus, amém.

4


3. A LEI DA PACIÊNCIA Isaías 55.6; Mateus 6.33

Deus

não pode ser intimidado a conceder bênçãos. Quando buscamos o seu reino e a sua justiça, ou seja, seu domínio e sua pureza, percebemos que possuímos a combinação que abre os registros da Casa do Tesouro Celestial. Buscamos isso, então, não com determinação carnal e obstinação teimosa, mas com o apelo persistente dos que são completamente destituídos. É o momento derradeiro do “ou um ou outro” – a crise decisiva. Toda obra criativa do Espírito de Deus na alma humana é precedida pela devastação; pois o Espírito se move como um redemoinho, arrancando aquilo que é ofensivo, e então segue como uma brisa agradável em um mar calmo. Pois, à medida que o coração se rende ao desejo por ele, esse desejo não é saciado, mas intensificado. A fome se torna mais profunda e mais forte, pois só pode ser satisfeita com a plenitude dele. Mas, deixe a paciência completar a sua obra, e aceite pacientemente as dores do crescimento à medida que ele alarga o seu coração; pois a sua plenitude não pode ser recebida instantaneamente. O melhor dos céus não é obtido em um salto. “Escalamos a subida íngreme dos céus por meio de paciência, trabalho árduo e sofrimento”. A própria fome que parece ser uma frustração não é nada mais do que o braço dele nos envolvendo, aproximando-nos cada vez mais dele. Não se irrite com as rédeas, porque o puxar do freio é causado pela resistência da carne, porque ele conhece o coração e suas rédeas são testadas. Seu Espírito contende com o nosso espírito até obter domínio. 5


Abra o seu coração! Não tema o bisturi, porque ele só remove a carne orgulhosa. O Senhor fere para poder curar. Não duvide de seu amor nem de sua cura. Ele o mantém sobre a roda do oleiro até formar um vaso que lhe agrada para sua própria habitação; e quando finalmente tirá-lo da roda, ele vai enchê-lo com a sua presença. Não resista, para que seu vaso não seja estragado nas mãos dele. Não o censure pelo seu aparente atraso; pergunte ao seu coração quantas vezes você o impediu de agir pela sua delonga em responder. Mesmo agora, com sua impaciência e tentativa de apressá-lo, você se tornou um entrave. “Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração” (Jeremias 29.13).

Oração Pai nosso, elevamos nossos olhos a ti em adoração e louvor, sabendo que todas as coisas boas procedem de tuas mãos, e que de ti recebemos diariamente nossa vida e força. Descansamos no teu amor, como o filhote de pássaro em seu ninho. Não precisamos de outra fonte de consolo. Não pedimos nada além do dom da graça de amar-te de forma mais perfeita e entender como compartilhar este amor com os outros de tal forma que ambas as partes sejam atraídas para mais perto de ti. Conceda-nos isso, ó Senhor, nós oramos. Em nome de Jesus, amém.

6


Profile for A.D.Santos Editora

Amor Total  

AMOR TOTAL -Meditações sobre o amor de Deus Pare tudo o que você estiver fazendo e ouça o que Deus quer falar ao seu coração. Para você, su...

Amor Total  

AMOR TOTAL -Meditações sobre o amor de Deus Pare tudo o que você estiver fazendo e ouça o que Deus quer falar ao seu coração. Para você, su...

Advertisement