Issuu on Google+

14 de Abril de 2010 ANO 1 2ª Edição amontra.apr@gmail.com www.amontra-esrp.pt.vu

MAIS

DO QUE

CIN CO DIAS INC

Semana RRaul aul Pr oença Proença


O Jornal

2| A Montra |14 de Abril de 2010

Nesta Ed ição: Edição: Espaço de Opinião:Voz aos alunos- pág.3 Especial:Balanço da Semana Raul Proença-- págs.4 a 12 Dossier Inf ormativ o: Informativ ormativo: o:Violência Doméstica-pág.13

Notícias-págs.14-15

última-pág.16

Sabiam que... Existem várias maneiras de fazer um website, programas e plataformas em que normalmente se trabalha com o código HTML ou o CSS, como por exemplo o Joomla. Neste caso, o Joomla (www.joomla.org) é uma plataforma complexa e versátil que contém milhares de templates componentes e módulos para escolhermos, permitindo-nos moldar e ajustar a estrutura consoante a nossa preferência e a sua qualidade permite-nos construir um website ideal. Para isso é necessário alguns conhecimentos sobre programação, e o tempo de construção do website torna-se longo. Em contra-posição a plataforma Wix (www.wix.com) é uma plataforma em flash, um pouco mais simples e limitada porque só se pode usar as ferramentas que já existem no website, enquanto que no joomla se podem instalar vários componentes. Outro contra é o facto de não se conseguir escapar á publicidade, porque são plataformas grátis e acessíveis que têm patrocínios, o que acaba por destruir um pouco a estética da página. O Blogspot (www.blogger.com) é uma plataforma bastante popular, que não requer muito conhecimento a nível de informática e por isso é simples de se trabalhar, é normalmente usado para certos tipos de objectivos em que não se precisa de muitas ferramentas, é a sua simplicidade que lhe dá a popularidade que tem.

Solidariedade

O grupo "Agir já!" composto por João Costa, Joana Agostinho, Carolina Martins e Marta Fialho iniciou a campanha de angariação de material escolar no 2º Período e terá fim no início do 3º ( fim do mês de Abril). O tipo de material a ser recolhido, como sabes são: livros,cadernos, lápis, dicionários réguas, etc. Para mais informações podem contactar por via telemóvel 912698102 ou via e-mail areaprojecto12lh1@hotmail.com. No fim da recolha, os materiais vão ser enviados para a Ilha do Sal, Cabo Verde.

Sítios online a visit ar ... visitar ar... http://twitter.com/anocomadiabetes http://cienciaforense.tk http://www.fastfood-fastlife.webs.com http://www.wix.com/ifrequency/ifrequency http://www.wix.com/Animais_maltratados/ animais_maltratados http://www.raulrescue.tk http://www.wix.com/avoltadauniversidade/ avoltadauniversidade http://desportoalimentacao.forumeiros.com http://www.nao-se-cale.blogspot.com http://crumpatrimonioadescobrir.blogspot.com http://aesc-ap.blogspot.com http://questionaroobvio.blogspot.com http://amontra-esrp.pt.vu (a partir de 16 de Abril)


Espaço de Opinião

3| | A Montra |14 de Abril de 2010

Voz aos a lu nos

Depois de termos entrevistado o Coordenador do departamento de Área de Projecto, o professor Edgar Ximenes, decidimos nesta edição falar com os actores principais da disciplina: os alunos. Convidámos sete alunos a dar a sua opinião sobre o jornal "A Montra" o objectivo é, para além de dar voz aos alunos em relação ao nosso jornal, fazer com que melhoremos através das informações apresentadas, sejam elas positivas ou negativas.

" O jornal "A Montra" cumpre o seu objectivo de divulgar trabalhos realizados na disciplina de Área de Projecto de 12º ano da Escola Secundária Raul Proença, no entanto, existe uma fraca divulgação do mesmo, o que pode contribuir para o desconhecimento deste projecto que apesar de tudo parece prometer" João Gil - 12º LH1

"Não tive conhecimento da existência do jornal de Área de Projecto até o receber na minha turma, mas fiquei muito agradado quando o li. Tomei conhecimento de trabalhos que me parecem muito interessantes pessoalmente, e gostei muito da temática das informações sobre as ondas electromagnéticas. Espero que continuem com esta qualidade na próxima edição." António Pires-12ºCT1

Na minha opinião, o projecto da criação d’ “A Montra” é provavelmente dos mais interessantes que estão a ser desenvolvidos, principalmente pela originalidade da ideia e depois porque acho bastante positivo o facto de todos os alunos de 12º ano de Área de Projecto poderem estar a par dos trabalhos que estão a ser levados a cabo pelos diversos grupos, tanto em relação ao tema como à forma como estão a ser desenvolvidos. O acesso a esta informação pode até promover a cooperação entre grupos, de modo a tornar os projectos mais interessantes e apelativos. Jessica Pereira- 12ºLH2

"A início o jornal a “Montra” era visto, por mim, como um projecto sobre os projectos dos outros. Esta imagem que entretanto criara fazia com que este projecto não suscitasse tanto interesse como outros projectos que iam surgindo nas mais diversas turmas. Contudo, com o passar do tempo e empenho dos membros do jornal, a minha opinião foi mudando um pouco. Por agora só espero que continuem a surpreender." Joana Agostinho- 12ºLH1

“Considero tanto a ideia como o produto que tem vindo a ser desenvolvido, de um modo geral, bons. Porém, a impressão da 1ª edição não tinha a melhor qualidade. “ André Penha 12º CT4

“O jornal “A Montra” é um projecto que faz pela primeira vez a ligação entre todos os projectos de 12º ano, em apenas um projecto. Expõe aos seus leitores os eventos e projectos a levar a cabo pelos alunos de Área de Projecto do 12º ano, uma compilação de notícias única na nossa escola. Acho que deveria contar com o apoio financeiro da escola, visto que é do interesse de toda a comunidade escolar.” Jaqueline Conde- 12º LH2

"O projecto do jornal "A Montra" pareceu-me inicialmente muito interessante porque permitia divulgar os trabalhos dos vários grupos que não têm meios para chegar a toda a comunidade escolar, contribuindo assim para que estes fossem melhor aproveitados. No entanto, foi com tristeza que vim a descobrir que a primeira edição do jornal não abrangia todos os trabalhos. Ainda assim, tenho esperança que até ao final do ano consigam falar de todos os grupos da escola." Alexandre Manuel- 12ºCT1


Especial

4| A Montra |14 de Abril de 2010

SEGUNDA- FEIRA, 08

Balanço SEMAN A MANA

DE FEVEREIRO

Crimes na Raul Proença - “Investigação Criminal” Os alunos Daniela Madeira, Joana Mota,Tiago Baptista e Vitor Veríssimo que levam avante o projecto Criminologia- Ciência Forense realizaram a actividade: “Investigação Criminal” nas salas 7 e 8. Com o laboratório criminal que recriaram, preocuparam-se em abranger várias áreas da Ciência Forense,simulando a recolha de vestígios e análise de evidências. A actividade foi distribuída por seis estações, onde os alunos poderiam adquirir e aplicar conhecimentos sobre as diferentes áreas: Testes de Paternidade; Impressões Digitais, Balística; Serologia ( é o estudo da composição do sangue que é feito através de exames e de manchas de sangue; esta área também faz a análise de sémen, saliva e outros fluidos corporais.); Área da Microscopia; Área da Odontontologia, Entomologia e Antropologia Forense.

No fim, questionaram os participantes sobre as expectativas que tinham sobre a actividade e se as mesmas foram correspondidas, os resultados foram satisfatórios, pois a grande maioria respondeu afirmativamente. Os alunos gostaram significativamente da área das impressões digitais.

fotografARTE As alunas Rafaela Fernandes, Sílvia Ferreira e Nídia Jorge compõem o grupo do 12º AV1 "FotografARTE", que se baseia essencialmente na criação de uma foto reportagem e, no contexto da Semana Raul Proença, decidiram organizar um evento com um antigo aluno da escola chamado Pedro Cá. O aluno referido estuda agora no ensino superior, percorrendo um trajecto que as constituintes do grupo pretendem também seguir, e como tal, trazê-lo de volta à escola para uma conversa informal fazia todo o sentido. O antigo aluno da escola

"Sent "Sentee Só!"

mostrou-se sempre muito disponível para colaborar com o projecto e esclarecer as dúvidas dos presentes, e o evento demonstrou ser um tremendo sucesso, dada a elevada adesão da comunidade escolar e a boa impressão com que os assistentes revelaram ter ficado. Para além da conversa com o estudante Pedro Cá, o grupo aproveitou também para expor algum do seu trabalho realizado durante este ano a nível de foto reportagem, recebendo ínumeros elogios pela qualidade do produto, o que é sempre motivante para qualquer artista.

Grupo do 12º CT4, participou nesta semana através da realização de uma palestra sobre aromaterapia. No final do ano, o objectivo do grupo é ter um kit de cosmética criado, composto por uma série de produtos (como um óleo de massagens, sabonete e pérolas para banho), e como tal sentiram a necessidade de organizar este evento, não só para informar os interessados sobre o assunto como também para as próprias organizadoras aprenderem um pouco mais. A palestra realizouse na biblioteca, e contou com a presença da Dra. Ana Paula Carneiro, especialista em biologia, aromaterapia e reflexologia e do Dr. Frederico Carvalho, pertencente à direcção de formação e qualificação do Instituto de Medicina Tradicional, vulgarmente conhecido como IMT. O assunto foi exposto tendo em conta que a audiência sabia pouco sobre este, e os oradores destacaram-se pela facilidade de exposição e quantidade de conhecimento que possuiam. É sem dúvida uma grande honra e prestígio para a nossa escola ter pessoas como estas presentes, e a palestra pode ser considerada um sucesso.


5| | A Montra |14 de Abril de 2010

RAUL PROEN ÇA ENÇ

TERÇA- FEIRA,

09

DE

Especial

FEVEREIRO Animais, Amigos

ou Objectos?

Jogo das Essências

Filipa Jorge, Filipa Franco, Filipa Paulo, Joana Pinho e Luís Ribeiro organizaram uma actividade em que demonstravam o processo necessário para extrair as essências das diversas matérias-primas, aproveitando também para descobrir qual o melhor método a ser utilizado, pois eles utilizaram vários e poderam averiguar em primeira mão qual se revelava mais prático. A destilação por arraste a vapor e a extracção por solventes voláteis foram alguns dos processos a que o grupo recorreu.

H

Para além desta actividade em que os participantes apenas poderiam observar, este conjunto de elementos procedeu também à criação de um jogo das essências, em que os participantes eram convidados a cheirar algumas essências e a tentar identificá-las no menor período de tempo possível. O concurso chamou a atenção pela sua originalidade, factor de diversão e também pelo prémio que oferecia: a possibilidade de obter o perfume criado pelo grupo em primeira mão.

Um ano ccom om a diabet es diabetes

Ana Oliveira ,Ana Rita, Carolina Fernandes, Mónica Vicente e Renato Ferreira são os elementos constituintes do grupo que realizou uma palestra informativa sobre a diabetes. Para isso contactaram entidades com conhecimento neste campo e solicitaram a sua comparência na nossa escola, para esclarecer as dúvidas que pudessem existir e também para informar os nossos alunos sobre esta questão. A palestra foi realizada no palco da nossa escola, com a ajuda de uma enfermeira, uma dietista e também de uma testemunha real da nossa idade que lida com a doença. As informações mais relevantes que nos foram

transmitidas foram relativas à tabela de valores nutricionais, à quantidade de alimentos que se podem ingerir sem que agravem a doença, e também sobre uma dieta saudável e equilibrada que poderá evitar problemas relacionados com a diabetes no futuro. Esta palestra serviu também para o apelo à sensibilização do público, porque a testemunha real explicou a sua vivência com a doença, e a proximidade etária da audiência com este caso, levou a que a sua compreensão fosse maior. No final da palestra houve um rastreio para medir os valores glicémicos de alguns alunos voluntários, para uma possível avaliação estatística da saúde dos alunos desta escola.

O grupo dos Animais Maltratados organizou uma palestra de esclarecimento sobre a complexidade dos seres vivos, como os animais e as plantas, explicando a sua consciência sobre o que é dor, o que os rodeia, e também explicando o significado do termo Senciência( É a capacidade que um ser tem de sentir conscientemente algo, ou seja, de ter percepções conscientes do que lhes acontece). O objectivo principal desta palestra era tornar conscientes os alunos da crueldade que o ser humano exerce sobre os animais, mesmo aqueles que são minúsculos. Este assunto só pode ser solucionado a longo prazo, mudando pouco a pouco a mentalidade das gerações, pois muitas das razões que nos levam a prejudicar os animais estão inerentes aos padrões de cultura e aos valores que a sociedade segue. Uma das possíveis estratégias escolhida para ser divulgada foi a apresentação de um vídeo de sensibilização ao público, no vídeo apresentado estavam retratados os assuntos da desflorestação, o aquecimento global e a escassez de água. Estes assuntos foram também apresentados porque a criação massiva de animais para consumo humano contribui para o aquecimento global, e também para a escassez de água, uma vez que para criarem quantidades industriais de animais têm de se gastar grandes quantidades de recursos naturais. Surge um problema: a poluição que os excrementos destes animais provocam no ambiente. Como uma solução possível foi apresentado o vegetarianismo e o veganismo e as consequências positivas que estes regimes alimentares poderiam trazer para o nosso planeta. Para quem estiver interessado, fica aqui o nome do vídeo apresentado através do youtube: 'A life connected'.


Especial

6| A Montra |14 de Abril de 2010

TERÇA- FEIRA,

09

DE

FEVEREIRO

Regresso do Raul Sem Fronteiras

O Raul Sem Fronteiras regressou à nossa Semana Raul Proença, desta vez, e ao contrário do que tinha acontecido em edições anteriores,realizadas somente até 2004, não foi organizado pelos professores de Educação Física mas sim pelos alunos: Cristiana Costa, Patrícia Simões, Carlos Monteiro, Cláudio Moldes e Nélson Santos. Esta actividade contou com grande aderência, e sobretudo com grande animação dos participantes, que no fim da actividade espelhavam no rosto o sucesso da mesma. Porém, apesar do próprio grupo se ter divertido grandemente com a organização destes momentos lúdicos que puseram à prova a condição física dos participantes, a sua pontaria, rapidez, perspicácia..., o grupo lamenta a falta de apoio da escola, sendo que a actividade foi totalmente sustentada pelos próprios. Mas também é um facto que todas as actividades do âmbito da disciplina de Área de Projecto necessitam de grande empenho, sacrifício e até mesmo do uso dos nossos próprios meios económicos para que se concretizem. Esperemos que a tradição se mantenha e para o ano haja de novo esta actividade. Na opinião de Rodolfo Ribeiro, um dos participantes, o Raul Sem Fronteiras foi "giro e um sucesso" pois " nunca tinha participado, foi uma experiência engraçada que envolveu espírito de equipa, cooperação e amizade"

Rodolfo Ribeiro

QUARTA - FEIRA, 10

DE

FEVEREIRO

Rastreio à Pressão Arterial O grupo da "Medicina Preventiva" tem como último objectivo a promoção de um estilo de vida mais saudável, focando-se principalmente na prevenção de hipertensão e hipotensão. Assim sendo, no decorrer da Semana Raul Proença, os elementos do mesmo organizaram um rastreio para esses dois malefícios, tal como já tinham feito há alguns meses atrás. No entanto, dado que na anterior actividade os alunos submetidos ao rastreio tinham sido escolhidos, e o grupo tomou conhecimento que havia mais pessoas que desejavam medir os seus níveis de tensão, os seus elementos decidiram organizar uma nova sessão de prevenção, desta feita aberta a quem quisesse participar. Os funcionários da escola aderiram em massa à iniciativa, mas, para lamento do grupo, os estudantes (talvez pela existência de inúmeras actividades no decorrer da semana) não o fizeram em tão grande número. Outro facto que desanimou o grupo prendeu-se com os resultados obtidos: os funcionários, ainda que com uma idade muito superior à dos estudantes, apresentaram níveis de tensão muito mais baixos. Esta ocorrência é preocupante, e devemos agradecer ao grupo por se dedicar tão incessantemente a tentar melhorar a saúde da comunidade escolar.


Especial

7| | A Montra |14 de Abril de 2010

QUARTA - FEIRA, 10

DE

FEVEREIRO

Turbo-Kick

O grupo do CT1 “Desporto, nutrição e alimentação” participou de muitas formas na Semana Raul Proença. Na quarta-feira o grupo proporcionounos um momento divertido e desportivo, com a colaboração do ginásio Sem Stress através da demonstração de uma aula de TurboKick. O jornal " A Montra " falou com a representante do ginásio,

Cristina Figueiredo, a qual nos disse que foi divertido, os jovens aderiram muito bem. Ainda acrescentou que "o desporto é muito importante para a saúde e bem estar de todos, pois trabalha a coordenação motora, a concentração e faz-nos ter uma vida saudável". Falámos ainda com uma aluna que participou na actividade,

‘Caldas: Um património a descobrir’ constituído por Ana Amaral,Ana Serrenho, Mariana Machado, Margarida Perdigão e Raquel Oliveira realizou uma actividade no polivalente da escola cujo objectivo era avaliar o conhecimento dos alunos sobre as Caldas da Rainha. Até ao dia da

actividade o número de inscrições foi bastante reservado, mas um pouco antes do decorrer do quiz houve bastantes alunos interessados em participar. A actividade correu com entusiasmo tanto por parte dos organizadores como dos concorrentes, e de forma divertida, à medida que as

Joana Agostinho, que nos definiu a actividade em três palavras: "intensa, altamente e cansativa". Para além disso, este grupo colocou uma máquina de bebidas refrigeradas no ginásio. No 3º Período o grupo pretende proceder à realização de um pequeno livro de receitas e de um filme.

“O que é as Caldas para além do famoso...” perguntas eram projectadas no palco um dos elementos do grupo circulava entre as cadeiras e anotava a resposta de cada concorrente. No final foram seleccionados os alunos com mais respostas certas e disputaram o primeiro lugar com outra série de perguntas. O grupo planeia ainda fazer um vídeo sobre os principais pontos de interesse a visitar nas Caldas, que se chegar a ser realizado irá passar na nossa escola. Na imagem, da esquerda para a direita: Teresa Graça, Raquel Oliveira, Ana Serrenho, Ana Amaral, Margarida Perdigão, Mariana Machado e Mariana Batalha, Os elementos do Grupo e as vencedoras do concurso: Teresa Graça e Mariana Batalha


Especial

8| A Montra |14 de Abril de 2010

QUARTA - FEIRA, 10

DE

FEVEREIRO

Violênc om éstica é Violêncii a D Dom oméstica

CRIME

As alunas do 12º LH1: Mónica Tonelo, Mafalda Sobreiro, Mariana Martinho e Joana Pereira procuram mostrar, através do seu projecto, que a violência doméstica é crime, e que existe a necessidade de denunciar estes casos para colocar um término neste tipo de acções. Assim, o seu trabalho prende-se essencialmente com a tentativa de alertar as pessoas para estas situações, que muitas vezes, sem nos aprecebermos, já fazem parte das nossas vidas: no nosso lar, ou no daqueles que nos rodeiam. Na Semana raul proença convidaram a Professora Dra. Marlene Rodrigues ( Universidade Lusófona) que veio esclarecer as pessoas que estiveram presentes na sala 24 sobre os conceitos em torno do tema em questão, mostrando dados estatísticos, enunciando os problemas da violência doméstica, o que leva a que uma pessoa agrida outra? Quais as consequências para os agredidos e para os agressores ... A palestra foi bastante interessante e esclarecedora, deviam ter estado presentes mais alunos pois o número de casos tem vindo a crescer. Será que se agride mais ou se denúncia mais ? De qualquer forma é um problema social que necessita de ser trabalhado. Neste momento encontram-se a preparar a afixação dos cartazes que criaram ( as alunas foram as modelos das fotografias tiradas e trabalhadas pelo aluno da nossa escola: Pedro Pinto) com o intuito de transmitir a mensagem: " A Violência doméstica é crime" serão colocados em hospitais, escolas, e instituições...

Refeitório da escola

+ saudável

O grupo "Regime alimentar na prevenção das doenças" do CT1 contribuiu para a Semana Raul Proença para uma alimentação saudável no refeitório da escola. Na quarta-feira foram eles que deram instruções às cozinheiras da escola para o almoço. Este foi constituído por alimentos muito nutritivos e saborosos. O almoço foi esparguete à bolonhesa, acompanhado de salada, sopa, pão e uma peça de fruta e ou iogurte. Assim ,todos os alunos e professores que compraram almoço para esse dia tiveram direito a uma óptima refeição. O grupo pretende ainda continuar a ajudar as cozinheiras do refeitório na realização de fichas técnicas sobre os nutrientes e calorias. No terceiro período irão tentar substituir alguns cartazes que se encontram no refeitório por uns mais actualizados e com as proporções correctas de doses diárias de alimentos, nutrientes, calorias etc, o que certamente irá ajudar todos os interessados a melhorar a sua alimentação e imunidade contra um elevado número de doenças.


Especial

9| | A Montra |14 de Abril de 2010

QUINTA -

FEIRA,

11

DE

FEVEREIRO

Extraterrestres na R au Rau aull Pro ença roença Artech realizou um concurso de fotomanipulação através do uso do programa GIMP que se assemelha ao photoshop mas possui open source ( código aberto) tornando-o gratuito, é assim uma alternativa bastante satisfatória visto que é de fácil manipulação, interessante para todos os que gostam de melhorar as suas fotografias.

As alunas do 12º AV1: Cátia Sampaio, Joana Castanheiro, Margarida Cabrita, Natascha Burity e Rita Macedo estiveram presentes não só para encaminhar a actividade, mas para explicar as ferramentas do programa, facilitando a sua utilização para que os alunos pudessem dar azo à sua imaginação.A afluência foi positiva, as obras de arte ficaram curiosas, principalmente as dos alunos do 3º ciclo, que alinharam nesta actividade em maior número. 'Existirá vida extraterrestre?' era o mote para a criação, e pelo que vimos, se há ou não extraterrestres não sabemos, mas os alunos criaram imagens muito interessantes do possível aspecto de um.

iFrequency desvenda mitos mesmos. Eles tentaram recriar um

Na sequência do fantástico trabalho que têm vindo a realizar, o grupo do "iFrequency", composto pelos elementos Diogo Monteiro, Miguel Carvalho, Rodolfo Ribeiro, Rui Ximenes e Sónia Cunha, organizaram uma actividade dinâmica na Semana Raul Proença, em que contaram com a colaboração e a adesão em massa da comunidade escolar. Tal como acontece em diversas áreas das ciências, e não só, existem alguns mitos que correm de boca em boca e são tidos como certos pela maioria das pessoas. No entanto, muitos deles na verdade não são reais, mas sim invenções ou experiências mal realizadas. O grupo propôs-se, através desta actividade, a desvendar alguns mitos relacionados com os telemóveis, como a (suposta) possibilidade de fazer pipocas com as radiações dos

famoso vídeo do You Tube em que tal acontece, e perante o fracasso chegaram à conclusão de que o mito era falso. Mais concretamente, todos os mitos que o grupo testou eram falsos, pelo que devemos chegar à conclusão que acreditar em todas as experiências que nos contam pode não ser a melhor opção, mesmo quando toda a gente parece confirmar a veracidade delas. Estas actividades foram feitas em público, e com a interacção da comunidade escolar, sendo que todos os assistentes ficaram visivelmente agradados com o esforço do grupo, e obtiveram novos conhecimentos que lhes perdurarão na memória por muito tempo. É de realçar o contributo do grupo para a comunidade científica ao desvendar mitos urbanos tão amplamente disseminados.

Popline

Do 12º AV1, composto por quatro elementos: Carolina Quintela, Francisca Barreto, Raquel Marques e Joana Subtil, tem um objectivo final bastante ambicioso: elas planeiam retratar os movimentos artísticos do século XX (como o surrealismo ou o cubismo) através da moda. Para isso, decidiram criar um vestido para cada corrente artística, organizando no final do ano um desfile pelas várias escolas das Caldas de forma a exibir o produto criado. Durante a Semana Raul Proença o trabalho ainda estava a ser desenvolvido, sendo que o grupo optou por expor os protótipos dos seus vestidos no átrio do Bloco A. No entanto, a exposição organizada durante essa semana foi considerada negativa pelo grupo, na medida em que, na opinião dos seus constituintes, a comunidade escolar não prestou a atenção e o reconhecimento que o trabalho merecia. Perante a falta de sucesso obtida, o conjunto de elementos decidiu tentar outra vez, expondo desta feita os protótipos na biblioteca da escola (depois da Semana Raul Proença), e o resultado foi completamente diferente: as pessoas prestam uma maior atenção ao trabalho, ajudando o grupo através de críticas construtivas, o que vai certamente melhorar o produto final. As expectativas para o que este conjunto de elementos é capaz de criar estão muito altas, mas a opinião geral é a de que elas não irão decepcionar.


Especial

10| A Montra |14 de Abril de 2010

SEXTA -

FEIRA,

12

DE

FEVEREIRO

Diz-me o que comes, dir-te-ei que atleta és!

A alimentação e o desporto estão ligados de forma muito estreita, sendo que qualquer atleta que se preze tem de ter um cuidado especial com tudo o que come. Assim sendo, a palestra que o grupo "Dizme o que comes, dir-te-ei que atleta és", da turma do 12º CT4, organizou na biblioteca sobre a temática de alimentação e nutrição no desporto, agradou certamente a todos os atletas escolares.

O grupo conseguiu reunir um conjunto de pessoas indicadas para falar sobre o assunto, nomeadamente a nutricionista Abigail Branco, os atletas escolares Homílzio Santos, Eva Vital e Alexandre Vale, os treinadores do ginásio Sem Stress Sérgio Cruz e Vítor Figueiredo e o judoca olímpico, participante nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 (terminando em 9º lugar na categoria de -66 kg) Pedro Dias.

Perante um elenco tão ilustre, é certo que todos os que assistiram à palestra ganharam conhecimentos importantes na temática da mesma, e que poderão aplicá-los para se tornarem melhores atletas e, em última análise, pessoas mais saudáveis.

Psicologia do Suicídio No 2º Período o grupo da Psicologia no Suicídio começou por realizar uma recolha de dados através de inquéritos às várias turmas de ensino Secundário para a realização de estatísticas. Elaborou também um folheto informativo para respectiva distribuição aos participantes da palestra. No folheto constaram contactos SOS Voz Amiga (12h às 24h) 912 802 669 e 963 524 660, vários conselhos para professores, funcionários, pais e colegas estarem atentos aos comportamentos dos jovens, o site www.consultoriosaramalhoa.com do consultório de psicologia da Dra. Sara Malhoa, entre outras informações. Ainda para captar atenção para a palestra, o grupo pintou camisolas com o seu símbolo, "a mão", que representa ajuda. Assim cativaram as pessoas a ir ver a palestra.

Na sexta-feira da Semana Raul Proença, o grupo da Psicologia do Suicídio, composto por 5 elementos (Sofia Valente, Sara Vieira, Ricardo Viegas, Gonçalo Bernardo e Daniel Neves), realizou uma palestra com a Dra. psicóloga Sara Malhoa. A palestra teve como nome "Suicídio Juvenil saltar ou não?" e falou de todos os assuntos apresentados no folheto: a explicação do que é um acto suicida; como identificar um adolescente em risco; factores de risco; factores protectores; as ajudas, etc. A palestra contou com uma boa aderência por parte dos alunos com várias participações dos mesmos. Foi uma palestra interessante e atractiva, pois o tema foi muito bem abordado. O produto final deste grupo é a realização de um site na Internet, onde estarão dispostos todos os

trabalhos, informações históricas sobre o suicídio, contactos de associações, dicas de ajuda de forma a não cometer o suicídio, questões pertinentes, fóruns, entre outros, de maneira a que as pessoas possam perder o tabu acerca deste tema, informar-se e persuadi-las a não cometerem esse acto tão polémico nos dias de hoje. O grupo pretende ainda realizar uma curta-metragem que já se encontra em andamento e que só não ficou pronta este período devido a problemas informáticos fora da responsabilidade dos elementos do grupo.


Especial

11| | A Montra |14 de Abril de 2010

SEXTA -

FEIRA,

12

DE

FEVEREIRO

Concu rs o de B oncurs rso Baanda ndass p paara aajj uda udarr o Ha iti O grupo da turma do 12º LH2 “Palco”, constituído pela Ana Branco, Jaqueline Conde, Pedro Pinto, Sandro Aragão e pela Teresa Graça estão a trabalhar na revitalização do palco, contudo, para isto precisaram de fundos monetários a que só tiveram acesso este período. Por isso, sentiram a necessidade de arranjar projectos paralelos e dividiram-se em dois subgrupos intitulados “Apelo às Artes” e “Artes do Espectáculo”.

Teve também como objectivo uma recolha de fundos para a ajuda humanitária (através da AMI) ao Haiti, da qual obtiveram 200 euros. A organização do Concurso contou com o apoio financeiro da Associação de Estudantes que pagou todas as despesas relativas ao aluguer de som e ainda com a ajuda de Renata Henriques, membro da AE, e também da Isabel Calado e do João Bernardino, como apresentadores.

O subgrupo “Apelo às Artes” é constituído por Jaqueline Conde, Sandro Aragão e Teresa Graça. Organizaram o Concurso de Bandas com o qual encerraram a Semana Raul Proença, com o objectivo de promover a música a nível escolar.

Foram apuradas 9 bandas para o Concurso: Punk Violet; Another Jetlag; Sputnik; Mcafee; The Villans; Izakake; Last Witness; Otherwise; Grab it! . Contou com a presença do Gomo (Paulo Gouveia), Miguel Nicolau, Manel Simões e

Ricardo Botão como júri. A banda vencedora foram os Grab it!, que ganharam 1 hora de gravação na loja X-eventos; com o 2º Prémio ficaram os Sputnik, que tiveram direito a 1 vale na quantia de 30 euros, também na loja X-eventos e com o 3º Prémio os Another Jetlag. Todas as bandas premiadas irão actuar (data a definir) no Rádio Bar. O júri atribuiu ainda uma Menção Honrosa aos The Villans, por causa do seu bom desempenho face à sua idade e também visto que ficaram sem vocalista apenas uns dias antes do Concurso, e ainda assim conseguiram dar a volta à situação mostrando um excelente desempenho e sendo também referência e fonte de encorajamento para os seus colegas.

Grab it! - 1º Classificado Quanto ao grupo “Artes do Espectáculo”, constituído pela Ana Branco e pelo Pedro Pinto, ficaram encarregues de uma proposta paralela ao Concurso de Bandas, a realização de uma experiência no âmbito performativo/teatral. Esta experiência passa pela forma como as pessoas vivem cada situação da sua vida: “Os personagens saem de cena, os actores dão corpo a histórias de amor, impessoais, sem nomes ou épocas, são na sua maioria histórias pertences à humanidade. É uma viagem pelo desabar e desequilíbrio do Amor. Um reflectir sobre o egoísmo, o tempo, e a individualidade do amor.” Esta performance teatral vai ser encenada por Pedro Pinto no final do 3º Período, após a conclusão da Revitalização do Palco.


Especial

12| A Montra |14 de Abril de 2010

OUTROS

Moda

Um grupo de cinco alunos: Catarina Fernandes, Daniel Ferreira, Marta Silva, Pedro Rodrigues, Rita Norte e Sofia Valentim optaram por fazer um projecto sobre Moda, Música e Sociedade, ou seja, a forma como se influenciam e condicionam. Na Semana Raul Proença fizeram do Bloco B a sua casa, expondo inúmeros fatos usados em estilos de dança diversos, acompanhados de alguns quadros com informação histórica musical.

Música e Sociedade

Nesta mesma semana foram feitos inquéritos de forma aleatória a alunos do 7º ao 12º ano com o objectivo de conhecer os gostos musicais das pessoas segundo o seu sexo, curso, idade... Estes inquéritos encontram-se agora sobre análise para retirar conclusões através da composição de gráficos e de estatísticas, sendo que ao longo desta fase procuram também falar com o psicólogo da escola para que este dê o seu parecer sobre o trabalho efectuado. Para além disto, este grupo encontra-se a ensaiar um teatro do qual escreveram o argumento, está prevista a encenação da peça para final de Maio ou princípios de Junho. O objectivo é que a peça teatral seja vista pelo maior número de pessoas possível e, para isso, procuram pô-la em cena no palco do Centro da Juventude e dos Pimpões.

“Ma lhoa e Arti stas”

na Semana Raul Proença Na turma do 12º AV1, o grupo "Malhoa e artistas, memórias de uma cidade" decidiu participar na Semana Raul Proença de uma forma discreta, mas ainda assim marcante: os seus elementos Mafalda Marques e Mariana Silva tiveram a ideia de fazer um Power Point sobre a vida e obra de José Malhoa (que é o tema principal do seu trabalho), passado várias vezes nos televisores que se encontram no polivalente, informando assim todos os que o viram sobre alguns acontecimentos fundamentais para compreender o mundo do célebre pintor (e não só) caldense. A todos os que têm algum interesse no trabalho deste artista, recomenda-se vivamente que assistam ao documentário produzido pelo grupo.

‘Art Artee e Espiritualidade ao Serviço da Cultur a’ Cultura’

Na terça-feira, dia 9 de Fevereiro, pelas 10.30h o grupo ‘Arte e Espiritualidade ao Serviço da Cultura’ organizou uma palestra sobre fotografia com Carlos Vieira. A palestra teve lugar na sala 25, onde ele partilhou o seu conhecimento falando sobre técnicas de fotografia dando dicas, explicando como funcionam as máquinas e a importância das lentes. No mesmo dia, às 12h houve uma exposição de máquinas fotográficas Lomo com um coleccionador das mesmas. Para quem não sabe ‘Lomografia é um fenómeno fotográfico que é produzido por uma câmara automática, de alta sensibilidade, capaz de registar cor e movimento sem necessidade de flash e sem deformação'* *lomografia.wordpress.com

O mesmo grupo trouxe animação à escola com um dia dedicado às ‘artes circenses’. Durante a tarde um aluno de outra escola foi convidado para fazer malabarismo enquanto a rádio da escola ficou por conta dos membros do grupo, tornando o ambiente mais fiel ao dia em questão. Vários alunos aproveitaram também para acrescentar algo ao seu visual, graças a um dos alunos do grupo que se disponibilizou a fazer rastas sem cobrar nada em troca. Pelo fim da tarde encerraram-se as actividades, a música deixou de tocar e a escola voltou a um dia igual a tantos outros.


Dossier Informativo

13| | A Montra |14 de Abril de 2010

Em que cconsist onsist e? onsiste? Violência doméstica trata-se de violência literalmente praticada dentro de casa ou no âmbito familiar, entre indivíduos unidos por parentesco como marido e mulher, sogra, pai, mãe, filhos, irmãos etc. Inclui diversas práticas como a violência e o abuso sexual contra as crianças, maus-tratos contra idosos, e violência contra a mulher e contra o homem geralmente nos processos de separação litigiosa além da violência sexual contra o parceiro.

Exist em vários tipos de Existem violência doméstica...

Violência física- quando envolve agressão directa a alguma pessoa ou destruição de objectos e pertences da mesma (patrimonial); violência psicológica psicológica- envolve agressões verbais, ameaças, gestos e posturas agressivas, juridicamente produzindo danos morais; e violência sócio-económica sócio-económicaenvolve o controlo da vida social da vítima ou dos seus recursos económicos. Alguns também consideram a violência doméstica o abandono e a negligência quanto a crianças, parceiros ou idosos. Afectando ainda a vida doméstica pode-se incluir da categoria autodirigida o comportamento suicida especialmente o suicídio ampliado (associado ao homicídio de familiares) e de comportamentos de auto-abuso. É mais frequente o uso do termo "violência doméstica" para indicar a violência contra parceiros, contra a esposa, contra o marido e filhos. A expressão substitui outras como "violência contra a mulher". Também existem as expressões "violência no relacionamento", "violência conjugal" e "violência intra-familiar".

Porquê? Muitos casos de violência doméstica encontram-se associados drogas pois o seu ao uso de álcool e drogas, consumo pode tornar a pessoa mais irritável e agressiva especialmente nas crises de abstinência. Nesses casos o agressor pode apresentar inclusive um comportamento absolutamente normal e até mesmo "amável" enquanto sóbrio, o que pode dificultar a decisão do parceiro em denunciá-lo.

A Mulher Estatisticamente a violência contra a mulher é muito maior do que a contra o homem (cerca de 90% contra 10% respectivamente). Os motivos da agressão chamados: “desentendimentos domésticos” referem-se às discussões ligadas à convivência entre vítima e agressor (educação dos filhos; limpeza e organização da casa; divergência quanto à distribuição das tarefas domésticas). Há quem afirme que em geral os homens que batem nas mulheres fazem-no entre quatro paredes, para que não sejam vistos por parentes, amigos, familiares e colegas do trabalho. A cultura popular tanto propõe a protecção das mulheres como estimula a agressão contra as mulheres, chegando a aceitar o homicídio destas em casos de adultério, em defesa da honra e das tradições( isto em países com uma cultura oriental). As mulheres têm medo e vergonha de denunciar porque não querem expor a sua família.

O Homem A violência praticada contra o homem também existe, mas este tende a esconder-se por vergonha. Os agressores podem ser tanto a própria mulher como parentes ou amigos. Existem casos em que o homem é vítima enquanto dorme.

Alguns númer os: números: Felizmente o número de pessoas que pediram ajuda tem vindo a aumentar nos últimos anos. As forças de segurança registaram 11.162 ocorrências em 2000, 12.697 em 2001, 14.071 em 2002, 17.527 em 2003. A tendência sofreu uma quebra em 2004: 15.541. E recuperou quase de imediato: 18.193 em 2005, 20.595 em 2006, 21.907 em 2007. “O elevado volume de participações registadas pelas Forças de Segurança em termos de violência doméstica posiciona este crime como sendo o quarto crime mais registado em Portugal Portugal(a seguir ao “furto em veículo motorizado”, a “outros furtos” e à “ofensa à integridade física voluntária simples”) , e o segundo crime mais registado na tipologia de crimes contra as pessoas pessoas. “*

*-http://www.cig.gov.pt/

Apoio à vítima: Existe a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima- APAV. Esta disponibiliza apoio psicológico, jurídico, emocional e social, gratuito e confidencial. Os contactos da APAV são: 707200077 | www.apav.pt | Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima da APAV: apav.sede@apav.pt


Notícias

14| A Montra |14 de Abril de 2010

À Volta da Universidade O grupo “À Volta da Universidade”, da turma do 12º CT4, composto pelos elementos Ana Francisco, André Penha, Rodolfo Freitas, Diogo Duarte, Ana Martins, Inês Carvalho e Victoria Cazanoi continua este período o seu interessantíssimo trabalho, que tem como tema um dos assuntos mais marcantes para todos os estudantes da ESRP: o Ensino Universitário. Na verdade, eles planeiam divulgar à comunidade escolar o dia-a-dia dos estudantes do ensino superior (e não só o aspecto escolar, mas também a variante mais social), e proporcionar um contacto académico aos alunos do 12º ano de escolaridade. Para fazêlo, eles procederam à realização de alguns inquéritos aos alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (a ESAD), ao contacto de alguns alunos universitários e respectivos encarregados de educação, que podem fornecer uma visão mais rica sobre o assunto, e até à realização de uma visita de estudo com os elementos da sua turma a Coimbra

(a cidade que teve a primeira Universidade portuguesa, e conhecida pelas suas facetas académicas), de forma a visitar uma república de estudantes e outros pontos de interesse. O objectivo final do grupo é a realização de um painel (com a ajuda do Centro da Juventude, que fornecerá transporte e alimentação aos oradores) no Centro Cultural das Caldas, onde determinadas individualidades (o grupo aguarda uma resposta de Miguel Portugal, o presidente da Associação Académica de Coimbra) irão expor e debater algumas experiências académicas, de forma a aconselhar os assistentes (que serão todos os alunos do 12º ano de escolaridade). Perante um assunto tão importante para qualquer estudante, o trabalho deste grupo é sem dúvida uma grande notícia para a comunidade escolar, e certamente que toda a gente deseja que eles sejam bem sucedidos. Até agora, estão definitivamente no bom caminho.

OP Paai ntb ntbaal l

está a um passo de ter a merecida divulgação através de um documentário realizado por Rodrigo Franco, Rui Silva e Diogo Tavares do 12º AV1. O objectivo deste grupo prendese com a realização de um bloco de momentos de Paintball que permitem explicar em que consiste a modalidade e mostrar que é mais do que uma actividade lúdica. A sua apresentação está agendada para o dia 24 de Abril, as filmagens estão já efectuadas e isso deve-se ao contributo significativo da TV CALDAS que, através do empréstimo de meios para o fazerem, permitiram que tal acontecesse e acima de tudo salvaguardaram a sua qualidade.

Porém, os elementos do grupo estão dependentes da ajuda de um outro elemento, que possui mais conhecimentos ao nível da montagem e realização de vídeo, para que este fique com a melhor edição possível. Mesmo assim, esperam ter tudo concluído na data estipulada para que não percam esta oportunidade de, durante a Semana da Juventude Caldense, chegar aos jovens com a sua mensagem sobre o Paintball.

"Requalificação e Aproveitamento de Espaços Urbanos em Caldas da Rainha" O único grupo do 12º CT3 a participar de forma activa na Semana Raul Proença, através da realização de um workshop que ensinava os participantes a utilizar um complexo programa multimédia utilizado para projectar a recuperação de um imóvel. O seu objectivo final é utilizar um edifício degradado de forma a reabilitá-lo e a adaptá-lo para receber um equipamento social. Ao longo deste período, o grupo vai entrar na fase final do seu trabalho, definindo concretamente a localização do espaço e as instalações do mesmo, tudo isto através do projecto multimédia concebido pelos seus elementos. As constituintes do grupo já entraram em contacto com a directora do Centro de Acolhimento Temporário da Santa Casa da Misericórdia, adquirindo algumas informações essenciais para o sucesso do projecto, a nível jurídico e arquitectónico. O trabalho desenvolvido por este grupo é sem dúvida muito interessante, e a sua componente social tem um valor muito elevado. Para bem das crianças com dificuldades, desejamos o maior sucesso a este projecto que, perante a qualidade individual e colectiva dos seus intervenientes, será muito provavelmente bem-sucedido.


Notícias

15| | A Montra |14 de Abril de 2010

Faz-se música com lixo Ao longo do 2º Período, o grupo ‘Som Ambiente: Reciclar com Música’ elaborou vários instrumentos com materiais reciclados, entre os quais: um vidrofone, uma guitarra, um metalofone, umas maracas, um reque-reque, uns tans-tans e um txiqui txiqui. O grupo tem como principais objectivos no 3º período visitar alunos do terceiro ano, num dia ainda a definir, mas que em princípio ocorrerá na terceira semana do 3º período. Nessa visita, o grupo quer chamar a atenção dos jovens para a reciclagem e reutilização de materiais mostrando alguns dos seus instrumentos musicais feitos a partir de materiais reutilizáveis. Após isto, o grupo quer ajudar os jovens a construir objectos semelhantes aos deles. Outro dos grandes objectivos é a elaboração de uma exposição com os instrumentos musicais,a qual certamente terá um enorme sucesso.

Ort oprotesi Ortoprotesi oprotesiaa O grupo, composto por seis elementos de grande qualidade (Ricardo Rocha, Patrícia Santos, Inês Carvalho, Inês Ricardo, Ana Rita e Marta Verdugo) continuam o seu incansável esforço na investigação sobre os desafios científicos relacionados com as situações em que as pessoas se vêem limitadas fisicamente. O seu grande objectivo é a construção de uma prótese. Perante um desafio tão ambicioso, eles têm desenvolvido um trabalho muito intenso: no último Período, pela segunda vez durante este ano lectivo, eles foram, através dos seus próprios meios, à Escola Superior da

Tecnologia da Saúde (a célebre Universidade ESTeSL). Durante essa visita, eles aprenderam como fazer um encaixe para a prótese e quais os materiais mais indicados para a sua elaboração, através do contacto com professores da área da ortoprotesia. O próximo passo idealizado pelo grupo seria a ida ao Centro de Alcoitão, de forma a entrar em contacto com pacientes que possuam próteses, para perceber todas as suas dificuldades e enriquecer o trabalho apresentando uma vertente mais humanística. No entanto, o Centro é conhecido pela sua limitada abertura (o que é natural, tendo em conta o

tipo de pacientes que possui), e conseguir organizar a visita será uma tarefa imensamente complicada. No 3º período, os seis elementos do grupo farão uma mini-exposição no decorrer da Semana da Juventude, e apresentarão o produto final perto do término do ano lectivo. Um projecto tão ambicioso deve ser louvado inquestionavelmente, mas a verdade é que o grupo está a fazer tudo ao seu alcance para atingir o sucesso e tudo indica que realmente irão conseguir.


amontra.apr@gmail.com

última

www.amontra-esrp.pt.vu

Agrade os gradecci m ent entos

O jornal de Área de Projecto "A Montra" gostaria de agradecer a algumas pessoas, sem cuja assistência e ajuda não teríamos conseguido avançar: Professora Cristina Ferreira, que lecciona a disciplina na nossa turma (12ºLH1) Professora Ana Militão, que lecciona a disciplina no 12º AV1 Professor Luís Perna, que lecciona a disciplina no 12º CT1 Professor Paulo Ribeiro, que lecciona a disciplina no 12º CT2 e no 12º CT5 Professor Edgar Ximenes, que lecciona a disciplina no 12º CT4 e é o Coordenador do departamento de Área de Projecto Professor Nicolau Marques, que lecciona a disciplina no 12º CT3 Professora Leonor Lalanda, que lecciona a disciplina no 12º LH2 Sem a disponibilidade que os professores demonstraram para connosco, permitindo-nos entrar em contacto com os alunos no período lectivo deles, ser-nos-ia impossível obter qualquer tipo de informações. Para além disso, eles fizeram-no com extrema simpatia e vontade de ajudar, mostrando um apreço pelo nosso projecto pelo qual estamos muito gratos. Por fim, queremos deixar uma palavra de apreço muito especial a todos os alunos que colaboraram connosco, enviando informações por e-mail, falando pessoalmente ou apresentando uma opinião crítica sobre o primeiro número, sendo que sem eles nada disto seria possível. Continuamos a contar com eles para a próxima edição, e esperemos que eles desfrutem deste jornal.

Ca rto on

A MONTRA Os criadores e redactores deste jornal dão pelos nomes de João Santos, Mário Rebelo, Rafael Oliveira, Renata Henriques e Tatiana Francisco. Colaboradores: Cristina Ferreira, Ana Militão, Luís Perna, Paulo Ribeiro,Edgar Ximenes, Nicolau Marques, Leonor Lalanda e todos os alunos que contribuíram, de alguma forma, para o jornal Impressão: NetCópia, Caldas da Rainha Sede: Salas 18 ( terças das 15:10 às 16:40) e 39 (sextas das 10:15 às 11:45) da Escola Secundária Raul Proença Contacto: amontra.apr@gmail.com Tiragem: 10 Exemplares


2ª Edição