Page 1


E xpediente

S umário

Publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil Registro no INPI sob o nª 811491960 ISSN 1518-7136 ABRIL A JUNHO DE 2011 – Edição nª 231 Editor Chefe: Erní Walter Seibert Editora Responsável: Márcia Carneiro (MTb 22.583) Redação: Márcia Carneiro e Raphael Cavaco Diagramação: Gustavo Teixeira, Juliana Oliveira e Silvana Machado Revisão: Denis Timm Colaboraram nesta edição: Abelardo Barbosa, Dênis Molina, Eduardo Cesar, Gladyston Rodrigues, Mila Pinheiro, Renato Spencer e Shirley Ribeiro. Redação: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 – Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 – e-mail: redacao@sbb.org.br Presidente: Adail Carvalho Sandoval 1ª Vice-Presidente: Leopoldo Heimann. 2ª Vice-Presidente: Ney de Mello Almada. Secretária de Atas: Lourdes Lemos Almeida. Tesoureiro: José Júlio dos Reis. Vogais: Antonio Cabrera Mano Filho, Assir Pereira, Euclides Schlottfeldt Fagundes, Lécio Dornas, Ruy Carlos de Camargo Vieira, Vítor Hugo Mendes de Sá, Eleny Vassão de Paula Aitken, Waldir Agnello, Ageo Silva, Antonio Gilberto da Silva, Waldicir Rosa da Silva, Joel Holder, Sócrates Oliveira, Roberto Brasileiro, Christian Santiago Lo Iacono. Suplentes: Clarindo Aparecido da Silva Filho, Marta Alves Lança, Hesio César de Souza Maciel, Paulo Lutero de Mello, Jonas Moreira Valente Filho. Conselho Fiscal: Presidente: Carlos Wesley. Vogais: Bonfim Raimundo de Aguiar, Arno Hübner. Suplentes: Newton de Barros Madureira, Cristiano Farias Santos, Sillas dos Santos Vieira. Diretor Executivo: Rudi Zimmer Secretarias Especializadas: Administração Geral: Orivaldo Veloso. Comunicação e Ação Social: Erní Walter Seibert. Coordenação das Secretarias Regionais: Marcos Gladstone. Gráfica da Bíblia: Celio Erasmo Emerique. Logística: Edgar Dias Carvalho. Tradução e Publicações: Paulo Teixeira. Sede Nacional e Gráfica da Bíblia: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 - Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 Encadernadora da Bíblia: Alameda Europa, 459 – Polo Empresarial Consbrás Tamboré – Santana de Parnaíba, SP – CEP 06453-325 – Fone: (11) 4152-4880 – Fax: (11) 4152-4880 – Ramal 104 Secretarias Regionais: Belém: Acyr de Gerone Júnior, Av. Assis de Vasconcelos, 356, Campina, CEP 66010-010, CP 641, CEP 66020-970, Belém, PA, Fone: (91) 3202-1350, Fax: (91) 3202-1363. Belo Horizonte: Marcos Lovera, Rua Caldas da Rainha, 2.070, São Francisco, CEP 31255-180, Belo Horizonte, MG, Fone/Fax: (31) 3343-9100. Brasília: Jessé Pereira da Silva, SGAN 603E, Ed. da Bíblia, CEP 70830-030, CP102371, CEP 70099-999, Brasília, DF, Fone: (61) 3218-1948, Fax: (61) 32181907. Curitiba: Walter Eidam, Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952, Parolin, CEP 80220-000, Curitiba, PR, Fone: (41) 3021-8400, Fax: (41) 3021-8399. Recife: Clovis Moraes, Av. Cruz Cabugá, 481, Santo Amaro, CEP 50040-000, Recife, PE, Fone: (81) 3092-1900, Fax: (81) 3092-1901, Rio de Janeiro: Sérgio José Alves Furtado, Av. Brasil, 12.133, Braz de Pina, CEP 21012-351, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 2101-1300, Fax: (21) 2101-1301. São Paulo: Humberto Marchi, Av. Tiradentes, 1.441, Ponte Pequena, CEP 01102-010, São Paulo, SP, Fone: (11) 3245-8999, Fax: (11) 3245-8998. Centro de Distribuição de Porto Alegre: Waldemar Garcia Carvalho Júnior, R. Ernesto Alves, 91, Floresta, CEP 90220-190, Porto Alegre, RS, Fone: (51) 3272-9000, Fax: (51) 3272-9004. Espaços Culturais: Museu da Bíblia: Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto, CEP 06414-007, Fone: (11) 4168-6225. Centro Cultural da Bíblia: R. Buenos Aires, 135, Centro, CEP 20070-021, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 2221-9883, Fax: (21) 2224-3096 Ligue grátis: 0800-727-8888 – Visite nosso site: www.sbb.org.br – É permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas nesta revista, desde que mencionada a fonte.

Preço do Exemplar Avulso: R$ 5,00 Tiragem: 100.000 exemplares Distribuição: Secretarias Regionais da SBB

Capa

10

Em 16 anos, a Gráfica da Bíblia alcança a marca de 100 milhões de Bíblias produzidas. Conquista será celebrada em 10 de junho.

Bíblia em Ação

16

Campanha SOS Esperança leva apoio espiritual e donativos à população das cidades castigadas pelas chuvas.

20

Dia da Bíblia

Comemoração engajou milhares de famílias brasileiras a reverenciar o Livro Sagrado em diversos eventos pelo País.

Lançamentos

30

Considerada um marco da literatura bíblica nacional, a Bíblia na Tradução Brasileira está de volta em nova edição.

Editorial Calendário de Oração SÓCIO EVANGELIZADOR TESTEMUNHO BRASIL COMÉRCIO ELETRÔNICO ESPAÇO DO LEITOR

w w w. s b b . o r g . b r

Mundo

8

Brasil é escolhido o país-sede da UBS Publishers’ Fair, cujo tema é Publicando as Boas Novas para a Geração de Hoje.

Opinião

5 6 23 25 26 29 33 34 ABNB - A Bíblia no Brasil

3


E ditorial

Bíblia Sagrada: um livro para todos Em 10 de junho de 1948, líderes das igrejas cristãs se reuniram no Rio de Janeiro para tratar da fundação da Sociedade Bíblica do Brasil. O trabalho de disponibilização da Bíblia no Brasil era liderado pela Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira e pela Sociedade Bíblica Americana. No entanto, era hora de iniciar um novo momento. A obra bíblica no Brasil precisava ser conduzida pelos brasileiros. Mas, além da necessidade de Bíblias, havia outros aspectos que precisavam ser considerados. A obra bíblica precisava ser realizada em parceria com todas as igrejas. Deus confiou a sua Palavra a todo o seu povo. Era preciso fazer este trabalho em conjunto, de forma coordenada. Por outro lado, as igrejas entenderam que este trabalho deveria ser feito por uma organização que servisse a todas as denominações cristãs: a Sociedade Bíblica do Brasil. O trabalho começou pequeno. A falta de recursos era generalizada. Mesmo assim, foi possível distribuir 80 mil exemplares da Bíblia, ao final do primeiro ano de trabalho. Dali para frente o trabalho seguiu crescendo. Nos dois últimos anos, a SBB distribuiu no Brasil cerca de seis milhões de Bíblias por ano. Quando esta edição de A Bíblia no Brasil chegar às suas mãos, a Gráfica da Bíblia deverá ter completado a produção de 100 milhões de Bíblias. Estes números impressionantes trazem à tona uma pergunta: Será que o ideal de dar a Bíblia a todos os brasileiros foi alcançado? A resposta é não. No Brasil, se quisermos que cada brasileiro, ao chegar à idade de 15 anos, tenha a sua Bíblia, seria preciso distribuir, anualmente, perto de 12 milhões de exemplares do Livro Sagrado, exatamente o dobro do que é feito hoje. E no mundo, se quisermos que cada pessoa com quinze anos tenha a sua Bíblia, seria preciso, no mínimo, multiplicar este número por dez. Ou seja, estamos longe de tornar a Bíblia um livro de todas as pessoas. No entanto, mesmo assim, é tempo de agradecer a Deus. E a gratidão nos leva a nos dispormos a servir mais e melhor ao Deus a quem agradecemos. Ele certamente nos abençoará, se nos dispusermos a continuar a difundir a sua Palavra. Ele nos abençoará com a energia e os recursos necessários para continuarmos a fazer sua obra. Ele nos abençoará com inteligência, para podermos levar a sua Palavra a todos os cantos da terra. Nos últimos meses, no Brasil e no mundo, muitos desastres naturais impactaram as pessoas. Inundações, deslizamentos, terremotos e tsunamis estiveram nas manchetes dos meios de comunicação. E a Bíblia fez falta nestes locais para dar consolo, orientação e esperança às vítimas dessas catástrofes. Levar, portanto, a Bíblia a todas as pessoas continua sendo um grande desafio. Erní Walter Seibert – Editor chefe ABNB - A Bíblia no Brasil

5


de Oração

Centenário da Bíblia coreana

Fotos: SBU

C alendário

Conheça o trabalho da Sociedade Bíblica da Coreia do Sul e confira as orações deste trimestre. Nesta edição, a seção Calendário de Oração destaca o trabalho da Sociedade Bíblica da Coreia do Sul (SBCS). Em 2011, o país asiático comemora os 100 anos da tradução e publicação da primeira Bíblia coreana completa. Antes disso, só havia disponível na língua coreana o Evangelho de Lucas, traduzido em parceria com um missionário escocês e um grupo de jovens locais, em 1882. Desde seu lançamento em 1911, a Bíblia coreana teve seu texto revisado três vezes no século passado. A maior parte das igrejas usa a última edição (1998), chamada Nova Versão Revisada Coreana. “Foi através dessa Bíblia, há 100 anos, que cristãos coreanos vieram a conhecer o amor de Deus e a aplicar a Palavra em suas vidas”, conta Eui Hyun Kwon, secretário-geral da SBCS. Segundo o dirigente, conforme as Escrituras tornaram-se disponíveis ao povo, ela também ofereceu oportunidades para os coreanos aprenderem a ler e escrever. “Através da tradução da Bíblia para o coreano, as pessoas foram capazes de redescobrir o encanto de Hangul, o sistema de escrita e alfabeto coreano desenvolvido no século 15, mas que por um longo tempo foi preterido em uma cultura na qual o chinês era a língua mais nobre e de aprendizado”, explica o secretário. Ele lembra que a Coreia do Sul é hoje um país com menos de 1% de analfabetos. “A Bíblia tem estado sempre no coração de nossas igrejas. Até mesmo hoje, igrejas encorajam seus membros a ler a Bíblia o maior número de vezes possível, a reescrevê-la à mão e até mesmo memorizá-la”, completa. Em comemoração ao centenário do Livro Sagrado, a SBCS tem investido recursos e esforços em cinco projetos de tradução bíblica para comunidades minoritárias do país vizinho Myanmar. Além disso, lançará uma série de DVDs temáticos da Bíblia. A organização também se destaca na área acadêmica e criou o Instituto de Pesquisa do Texto Bíblico, dedicado a estudos bíblicos e trabalhos de tradução em diferentes línguas. Ao mesmo tempo, faz parte da iniciativa um bem-sucedido modelo de arrecadação de ofertas junto às igrejas para apoiar seus projetos. “Desde 2008, operamos um programa de doação para produzir e fornecer Escrituras sob demanda às nossas Sociedades Bíblicas

6

ABNB - A Bíblia no Brasil

irmãs. Todo ano, auxiliamos a fraternidade das Sociedades Bíblicas Unidas com a contribuição de US$ 1 milhão em prol da causa bíblica no mundo”, conta Eui Hyun Kwon. Nem o clima hostil e separação entre as Coreias do Sul e Norte desalentam a obra missionária da instituição. “Servimos a Deus no único país dividido do mundo, por isso há ainda muitas barreiras no fornecimento de Escrituras à Coreia do Norte, onde o cristianismo é proibido”, afirma. Mesmo assim, desde 1990, a SBCS encabeça um programa de fundos para produzir e fornecer um milhão de Escrituras gratuitas à nação vizinha. “Por favor, orem para que as portas do trabalho missionário no Norte se abram para que a Palavra da vida possa ser espalhada aos nossos irmãos coreanos de lá”, clama Eui Hyun Kwon. A fim de promover o uso do Livro Sagrado pelo país, a Sociedade Bíblica Coreana mantém programas de exposição bíblica e muitos projetos sociais. Faz doações de Escrituras para igrejas recém-fundadas, exército (dos 600 mil soldados existentes, 45% são cristãos), hospitais, organizações missionárias, escolas, locais de trabalho e centros de assistência social. Na linha editorial, a SBCS procura lançar publicações com novos designs e layout de capa, contendo muitas páginas coloridas e ilustradas. “Buscamos formatos de uso mais amigável e facilmente acessível aos leitores da Palavra”, diz Eui Hyun Kwon. Alinhada à atual revolução tecnológica, a organização já se prepara para difundir as Escrituras nas mídias digitais, sobretudo para alcançar a juventude. “A Coreia é líder mundial em número de usuários e acessibilidade de Internet. Assim, oferecemos uma série de serviços às gerações do computador, como leitura e pesquisa bíblica, edições em formato CD-ROM, e conteúdo bíblico para aparelhos móveis e redes sociais como Facebook”, conclui.


Orações do Trimestre ABRIL

Foto: SBU

Coreia do Norte: Ore para que este país abra em breve suas portas para que as pessoas possam receber as Escritura. Coreia do Sul: Agradecemos pela comemoração do 100ª aniversário da Bíblia em coreano. Inglaterra e País de Gales: Este ano comemoramos o 400ª aniversário da Versão Autorizada da Bíblia. França: Dê graças pelo impacto contínuo de nossa exposição bíblica pela França e em países francófonos. Alemanha: Peça que Deus abençoe os projetos para aumentar o conhecimento sobre a Bíblia. Bélgica (Flamenga): Ore para que nossas exposições sobre a Bíblia venham a ser um recurso útil às igrejas. Bélgica (Francófona): Agradeça por termos conseguido levar as Escrituras a hospitais, presídios e escolas. Suriname: Louvamos a Deus pelo Novo Testamento revisado no idioma indígena patamuna. Brasil: Junte-se a nós nas orações de agradecimento pelo progresso na distribuição de Escrituras no Brasil. Equador: Ore para que a Palavra se torne viva em todas as pessoas. Peru: Agradecemos a Deus pelo impacto dos projetos de alfabetização ao povo quéchua.

Porto Rico: Ore pelos serviços que prestamos às igrejas. Antilhas Francesas: Ore pela obra bíblica nessas ilhas. Congo: Lembre-se de nosso trabalho de tradução, produção e distribuição bíblica. Burundi: Louve a Deus por nossas boas relações com as igrejas e por nossos voluntários. Ruanda: Ore para que as igrejas tornem a Bíblia seu foco principal.

MAIO República Dominicana: Agradecemos pela comemoração dos 60 anos de nossa Sociedade Bíblica. Caribe Oriental: Damos graças pelo reconhecimento conquistado pelo projeto Galeria de Alunos dos Heróis.

Japão As Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) convocam os cristãos em todo o mundo a continuar orando pela recuperação do Japão e por todos que lá sofrem com as trágicas consequências dos terremotos e tsunamis. Madagascar: Dê graças pelo impacto positivo em nossas atividades de distribuição e arrecadação de fundos. Maurício: Ore pelo impacto do Novo Testamento em crioulo. Seicheles: Louve a Deus por abençoar nosso trabalho de tradução. Moçambique: Louve a Deus pelo sucesso do programa Bom Samaritano.

Croácia: Ore pelo projeto de tradução da Nova Bíblia em croata. Bósnia e Herzegovina: Peça a Deus para que os cristãos tenham acesso à Bíblia. Sérvia e Montenegro: Dê graças por nossos Guias de Bíblias de Estudo.

JUNHO Bulgária: Dê graças pela impressão e distribuição de milhares de Bíblias. Romênia: Ore por nossos planos de desenvolver um projeto de divulgação da Bíblia entre as famílias cristãs. Moldávia: Louve a Deus pelo bemsucedido lançamento da Bíblia Cornilescu revisada. Ucrânia: Ore pela Casa da Bíblia em Kiev. Nova Zelândia: Ore pela nova tradução da Bíblia para maori contemporâneo. Pacífico Sul: Ore por nossos diversos projetos de tradução. Papua-Nova Guiné: Damos graças por todos os nossos projetos. Micronésia: Ore para que nossos projetos atraiam fundos para continuarmos a fornecer Bíblias a todos. Filipinas: Louve a Deus pelo sucesso de nosso Museu da Bíblia. Burkina Fasso: Dê graças pela publicação, em breve, da Bíblia no idioma san. Costa do Marfim: Dê graças pela recente impressão da Bíblia na língua cebaara. Gana: Agradeça a Deus pela conclusão de diversos projetos de tradução. Seja um Sócio Intercessor Para participar dessa grande corrente de oração, basta se cadastrar no site da SBB: www.sbb.org.br/sociointercessor ou pelo telefone: 0800 727 8888.

ABNB - A Bíblia no Brasil

7


M undo

Brasil é sede de evento mundial

A terceira edição da UBS Publishers’ Fair (Feira de Editores das Sociedades Bíblicas Unidas) acontecerá de 6 a 10 de junho e reunirá representantes de diversas Sociedades Bíblicas do mundo. Neste ano, o Brasil foi o país escolhido para sediar a terceira edição da UBS Publishers’ Fair (Feira de Editores das Sociedades Bíblicas Unidas – SBU). O evento acontecerá de 6 a 10 de junho, no Centro de Eventos de Barueri (SP), onde está localizado o Museu da Bíblia, que foi especialmente reformado para a ocasião. Sob o tema Publicando as Boas Novas para a Geração de Hoje, a feira receberá representantes das 147 Sociedades Bíblicas do mundo. O encontro contará com uma programação diária especial, repleta de palestras, estudos de caso, workshops simultâneos, fóruns de discussão, reuniões e exposições da Bíblia. Cada Sociedade Bíblica terá a oportunidade de apresentar suas mais recentes publicações e programas, a fim de compartilhar novas ideias e produtos em torno da difusão da Bíblia. “Nós queremos que todos os participantes da Feira voltem para casa com a visão de ministério renovada, contatos de publicação ampliados e um novo conjunto de habilidades e experiências que possibilitem melhor servir seus respectivos públicos com a Palavra de Deus”, enfatiza Anthony Harrop, consultor de Publicações das SBU e coordenador da Feira. A revolução digital e o público infantojuvenil serão o foco da maioria das exposições e apresentações. Após a última Assembleia Mundial das SBU, realizada em setembro do ano passado, na Coreia do Sul, as Sociedades Bíblicas renovaram suas metas e estratégias, muitas delas voltadas a alcançar a juventude com a Palavra de Deus. Segundo Harrop, hoje é impossível predizer quais serão os formatos e meios desejados de recebimento das Escrituras pela população do mundo. “Será por meio de aparelhos portáteis, como iPhone, iPad e leitores de e-book? Será por formatos em áudio? Por outro lado, muitos cristãos ainda não receberam as primeiras Bíblias impressas, que são uma grande demanda no Hemisfério Sul, onde muitas pessoas estão saindo do analfabetismo”, analisa.

8

ABNB - A Bíblia no Brasil

Para ajudar a responder às dúvidas sobre como deverá ser, no futuro, a difusão bíblica pelos cinco continentes, a feira deste ano acolherá, pela primeira vez, a Assembleia Anual dos Grupos de Editoração das SBU, representadas por sete núcleos: chinês, inglês, europeu, francês, português, espanhol e suaíli (dialeto africano). “Esses grupos desempenham uma função essencial na área de editoração das SBU, conduzindo Sociedades Bíblicas de mesma língua a discutir projetos em cooperação e benefícios mútuos”, explica Harrop. A criação da Publishers’ Fair partiu da necessidade de conectar mais as Sociedades Bíblicas publicadoras por meio da aliança mundial das SBU. Inspirada no modelo das consagradas feiras do livro de Frankfurt e Londres, a Feira de Editores das SBU já teve duas edições. A primeira foi realizada em Hong Kong (China), em 2007, enquanto a segunda ocorreu na Cidade do Cabo (África do Sul), em 2009. “Desta vez, a intenção foi levar a Feira para o Ocidente, destacando outro continente e uma Sociedade Bíblica publicadora localizada em um grande centro urbano como São Paulo”, explica o coordenador. Segundo ele, outra razão para a escolha foi o trabalho bem-sucedido da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) na tradução, publicação e distribuição bíblica, bem como no relacionamento com as igrejas. “A Gráfica da Bíblia, sua encadernadora e imprensa braile despertam grande interesse de outras Sociedades Bíblicas, assim como os programas sociais e holísticos da SBB, que atendem às necessidades físicas e espirituais da população.” Ao final da Feira, os visitantes terão a oportunidade de conhecer alguns dos programas sociais da SBB em Belém, Recife, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. Os participantes também vão prestigiar a grande celebração pelos 100 milhões de Escrituras produzidas pela Gráfica da Bíblia e pelo 63ª aniversário da organização (leia matéria na p. 10).


A Bíblia na reconstrução do Haiti

Pouco mais de um ano após o trágico terremoto, povo haitiano dá exemplo de fé e aumenta sua sede pela Palavra de Deus. O ano de 2010 foi terrível e inesquecível para o Haiti. Pessoas de qualquer lugar do mundo ainda guardam na memória o sofrimento do povo haitiano após o fatídico terremoto, que devastou a capital, Porto Príncipe, e outras cidades, no dia 12 de janeiro do ano passado. Mesmo com um incontável número de vítimas e destruições, os haitianos mostraram uma surpreendente fé que serviu de exemplo para os cinco continentes. O evento aflorou na população local um imenso desejo espiritual. Passado pouco mais de um ano da catástrofe natural, a carência por Escrituras continua grande por lá. No entanto, o trabalho realizado logo após a tragédia teve resultados positivos. As Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) empreenderam uma grande mobilização mundial em favor do país. Com o apoio de Sociedades Bíblicas de diversas partes do mundo, além de outras entidades parceiras, a Sociedade Bíblica do Haiti (SBH) foi capaz de responder prontamente às necessidades físicas e espirituais da população. “No dia 12 de janeiro, por volta das cinco horas da tarde, quando aconteceu o terremoto, a cidade inteira, como num grande coro, evocou o nome de Jesus para ajudar”, relembra Magda Victor, secretária-geral da SBH, complementando que os haitianos são fundamentalmente religiosos. A secretária-geral ficou tocada com as palavras transmitidas na televisão nacional no dia seguinte ao terremoto por uma mulher. A entrevistada suplicava pelo Livro Sagrado, dizendo: “Isto é o que nós queremos agora. Nós queremos Bíblias. Só a Bíblia pode nos ajudar a entender o que aconteceu”. Ao ouvir tal apelo, Magda

Victor pediu a Deus para orientá-la como a Sociedade Bíblica poderia melhor atender a essa necessidade. Uma semana após o incidente, com a ajuda de doadores e parceiros, foram produzidas cerca de 300 mil porções e seleções bíblicas. Todo o material foi distribuído em caráter de urgência em acampamentos populares e em casas danificadas. Em parceria com a ONG Water Missions International, a SBH também ofereceu sistemas de tratamento para água potável. “Tanto as Escrituras como os alimentos doados foram recebidos pelo povo com o mesmo entusiasmo”, conta. “Agradeço as Sociedades Bíblicas irmãs e a solidariedade de alcance mundial, pois fomos imediatamente capazes de nos levantar para a ação.” Contudo, o número de exemplares bíblicos distribuídos inicialmente se mostrou uma gota no oceano frente à sede dos haitianos pela Palavra de Deus. Mais literatura bíblica deveria ser dada às vítimas do desastre. Dessa forma, mais de 20 mil exemplares da Bíblia em crioulo foram doados. A procura foi tanta que a SBH também vendeu mais de 80 mil Escrituras entre janeiro e setembro do ano passado. Além disso, outros milhares de Escrituras continuam sendo doados pelas Sociedades Bíblicas para a distribuição gratuita no Haiti. “Todos os dias desde o terremoto, muitas pessoas têm entrado na fila do lado de fora de nossa sede para descobrir se temos quaisquer Bíblias. A demanda é crescente. Orem, por favor, para que todos aqueles que recebam essas Bíblias sejam transformados por sua leitura”, convoca a secretária-geral da SBH.

Fotos: SBU

Foto 1 – Rev. Lee Chung (à dir.), da Igreja Presbiteriana da Coreia do Sul, distribui novas Bíblias em crioulo para cristãos haitianos que perderam seus exemplares bíblicos no terremoto de Porto Príncipe; Foto 2 – Magda Victor, secretária-geral da Sociedade Bíblica do Haiti; Foto 3 – Doações do Novo Testamento em crioulo em acampamento com 63 mil refugiados do distrito de Delmas, na capital haitiana.

1

2

3

ABNB - A Bíblia no Brasil

9


C apa

100

milhões Bíblias Milhões dedeBíblias Em 16 anos de existência, a Gráfica da Bíblia alcança a marca de 100 milhões de Bíblias produzidas, dos quais 20% abasteceram todos os continentes do mundo. “Semear a Palavra que transforma vidas”. Esta é a síntese da missão da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) que serviu de inspiração para que a organização investisse esforços na concretização do sonho de instalar, no Brasil, uma gráfica especializada na impressão de Bíblias. Agora, 16 anos após sua inauguração, a Gráfica da Bíblia registra a produção de 100 milhões de Bíblias, que serviram para atender não só a demanda do Brasil, mas também de 105 países de todos os continentes. A conquista será celebrada com um grande evento de louvor e agradecimento a Deus pela semeadura de sua Palavra e reunirá autoridades públicas, lideranças religiosas e cristãos de todas as partes do planeta. A grande festa da Bíblia Sagrada acontecerá no dia 10 de junho – data em que a SBB completa 63 anos de existência –, no Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri (SP). Ao mesmo tempo em que comemora esta marca mundial inédita, a SBB se prepara para alcançar novas metas, trabalhando pelo seu propósito maior de contribuir para a evangelização, em união com a comunidade cristã brasileira. “Vamos redobrar esforços para, em parceria com as igrejas cristãs, despertar cada vez

10

ABNB - A Bíblia no Brasil

mais o interesse genuíno pela Palavra de Deus. Temos de, principalmente, buscar junto ao Pai celeste meios de ampliar nosso parque gráfico e modernizar nossas ferramentas, fazendo face à demanda pela Palavra e à evolução tecnológica revolucionária de nosso tempo”, diz o presidente da SBB, Adail Carvalho Sandoval. O projeto de implantação da nova Gráfica da Bíblia já está em pleno desenvolvimento. O objetivo é ampliar em 50% a área construída e deixar preparada uma reserva de mais 50% para expansão futura, o que vai significar dobrar a capacidade de produção e de armazenamento em médio prazo. A primeira fase do investimento deve entrar em operação em 2012, junto com a implantação de uma nova impressora rotativa, 100% dedicada à produção de Bíblias de estudo, que vêm tendo um crescimento consistente na demanda. “Com esses investimentos, podemos estimar um aumento de 5% a cada ano na nossa produção, o que resultaria em atingir a marca de 200 milhões de Bíblias até 2020, quando a produção anual poderá ser de cerca de 14 milhões de exemplares”, prevê Celio Emerique, gerente geral da Gráfica da Bíblia.


Foto: Eduardo Cesar

Para Celio Emerique, os novos investimentos permitirão produzir 200 milhões de Bíblias até 2020.

Diante desses planos e das oportunidades abertas pelo desenvolvimento de novas tecnologias, o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, vislumbra um crescimento ainda maior. “A própria tecnologia contribuirá cada vez mais para o cumprimento de nossa missão. Além da forma impressa, que deverá continuar a crescer, há novos meios de levar a Palavra de Deus às pessoas. O desafio para a SBB é utilizar todos os meios disponíveis de forma eficaz, a fim de que a boa notícia do amor de Deus em Cristo se espalhe cada vez mais”, afirma. A SBB também traça planos para manter a eficiência operacional aliada ao uso responsável de recursos, evitando desperdícios. “Nossa gestão deve sempre buscar mecanismos para eliminar gastos e desperdícios, aprimorando os processos principalmente através da atuação de pessoas capacitadas em todas as áreas”, diz Orivaldo Veloso, secretário de Administração Geral. “Ao demonstrar eficiência no uso dos recursos, estimulamos os doadores a participar da Causa da Bíblia e dos projetos sociais”, acrescenta. Os jovens e as pessoas que ainda não tiveram acesso à Bíblia serão foco das ações a serem desenvolvidas nos próximos anos. De acordo com o secretário de Comunicação e Ação Social, Erní Seibert, para que cada brasileiro aos 15 anos receba sua própria Bíblia, será necessário elevar a produção nacional para 12 milhões de Bíblias por ano. “Como temos a maior produção do mundo, nossa situação é mais confortável do que em outros países. Há um percentual crescente de demanda reprimida, já que a população mundial vem aumentando em ritmo superior ao da distribuição de Bíblias. Isso deve ser um alerta para que os cristãos se dediquem ainda mais a levar a Palavra de Deus a todas as pessoas”. Para passar essa mensagem de esperança no futuro, a SBB está preparando uma grande celebração pela marca conquistada. Na semana de 6 a 10 de junho, o Brasil vai sediar a UBS Publishers’ Fair – Feira de Editores das Sociedades Bíblicas Unidas (leia matéria na p. 8). Este encontro reunirá cerca de 200 É preciso produzir 12 milhões de Bíblias ao ano para que cada brasileiro tenha a sua Bíblia ao completar 15 anos.

representantes das 147 Sociedades Bíblicas, espalhadas em todos os continentes. “Na noite de 10 de junho, vamos unir esse público e realizar uma celebração de louvor a Deus por mais este feito em nossa missão. Será o momento de orar para que alcancemos nossas novas metas”, antecipa Seibert, responsável pela coordenação do evento, que pretende reunir mais de cinco mil pessoas.

Sementes de amor Para o diretor executivo da SBB, a alegria e gratidão que a SBB quer compartilhar com todos é, acima de tudo, pelo fato de que os 100 milhões de Bíblias chegaram efetivamente às mãos de cristãos, no Brasil e em mais de uma centena de países. “Cada um desses exemplares levou a mensagem de amor da Palavra de Deus a alguém que a buscava. Esse número representa, portanto, a transformação de milhões de vidas e, por isso, é tão importante”, destaca. “Não sonhávamos, lá em 1995, que, em 16 anos, alcançaríamos este número. E não há nenhuma outra explicação para isso a não ser a multiplicadora ação compassiva do Salvador Jesus, já encontrada na história da multiplicação dos pães e peixes”, ressalta Zimmer, citando Mateus 14.13-21. “Estamos convencidos de que Jesus, com a mesma compaixão com que multiplicou alguns pães e peixes para saciar a fome física de uma multidão, também multiplicou o pão divino para, por meio da Gráfica da Bíblia, saciar a fome espiritual de milhões de pessoas”. O presidente da SBB acrescenta como fator fundamental para o alcance dessa marca a partici-


pação das igrejas cristãs. “Produzimos tantas Bíblias porque o povo brasileiro, ao lado de outros povos, tem revelado uma enorme sede de realidades espirituais que só a Palavra de Deus pode satisfazer. Essa marca traduz com fidelidade o crescimento das igrejas cristãs no Brasil e em alguns países, especialmente do continente africano e da América do Sul”, afirma Sandoval, complementando: “Esse fato significa que o Senhor está no controle da SBB e a está usando como instrumento precioso em um período fértil de nossa história para a evangelização”. A intensificação das ações sociais realizadas pela SBB em todo o País também contribuiu para aumentar a demanda e a distribuição de Bíblias, como observa Erní Seibert. “Nossa obra social não poderia ser feita sem Bíblias. E ter Bíblias especialmente preparadas para diversos públicos ajuda ainda mais a realizar as transformações que desejamos na nossa sociedade”. Em todos os programas sociais da SBB os beneficiados recebem literatura bíblica gratuitamente, desde aquelas editadas em braile, especificamente para os deficientes visuais, até os exemplares distribuídos em hospitais, escolas, presídios e em situações de emergência. “É importante notar que, com a implantação da Gráfica da Bíblia, foi possível produzir Bíblias com um custo cada vez menor. Isso foi determinante para que pudéssemos contribuir na realização da palavra bíblica que diz que as pessoas terão fome e sede da Palavra de Deus (Amós 8.11)”, observa.

Números que impressionam A SBB inaugurou a Gráfica da Bíblia com uma estimativa de produzir três milhões de Bíblias e Novos Testamentos por ano. No entanto, em pouco tempo superou essa meta. “Em 1991, quando surgiu a ideia de construção da Gráfica da Bíblia, a Sociedade Bíblica do Brasil distribuía cerca de um milhão de Bíblias e 100 mil Testamentos por ano. Por isso, o ousado plano apresentado à Diretoria foi de construir uma gráfica capaz de produzir 2,5 milhões de Bíblias e meio milhão de Testamentos por ano”, lembra Luiz Antonio Giraldi,

12

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Eduardo Cesar

C apa

Gráfica da Bíblia: Escrituras em produção

que, como diretor executivo da SBB entre 1984 e 2005, foi o principal idealizador da Gráfica da Bíblia (leia artigo na p. 34). Hoje, a unidade trabalha seis dias por semana, produzindo cerca de 700 mil exemplares por mês ou 28 mil por dia ou 20 por minuto ou uma Bíblia a cada três segundos. Para atender à demanda nacional e internacional, são consumidas mensalmente cerca de 400 toneladas de papel ou 800 bobinas de papel que, se desenroladas, representam 24 mil quilômetros. Isso significa que em um ano seria possível dar 7,2 voltas na terra com todo o papel utilizado para a produção de Bíblias. O baixo custo, a alta qualidade e variedade de edições, aliados ao crescimento do movimento evangelista no Brasil e no mundo, impulsionaram a demanda, o que levou a SBB a ampliar ano a ano a sua produção. Nos últimos cinco anos, a produção média anual foi de 8,5 milhões de exemplares. Para Celio Emerique, o número alcançado é resultado do trabalho contínuo realizado nesses 16 anos, focado em atender e impulsionar a demanda. “Antes de 1995, havia no Brasil uma sistemática falta de Escrituras em quantidade e opções porque o País não contava com gráficas e encadernadoras especializadas. A Gráfica da Bíblia veio com o objetivo principal de oferecer as condições de pronto atendimento da crescente demanda por Escrituras e, adicionalmente, dar mais opções editoriais, com variedade de tamanhos, modelos de encadernação e preço. Isso acabou impulsionando a demanda”, explica.


A Gráfica da Bíblia produz principalmente para a SBB, mas fornece também a editoras nacionais e exporta para Sociedades Bíblicas de todo o mundo. Dos 100 milhões de exemplares de Bíblias produzidos nesses 16 anos, 23 milhões foram enviados para 105 diferentes países. Sua gestão é realizada com foco na eficiência, procurando atender às necessidades dos clientes quanto ao prazo, qualidade e custos. Edgar Carvalho, secretário de Logística da SBB, destaca que o avanço tecnológico representado pela implantação da Gráfica da Bíblia teve consequencias diretas nessa forma de gestão. “Além da agilidade, nossa Gráfica trouxe um salto gigantesco de qualidade na impressão de Bíblias no Brasil. Temos equipamento moderno, usamos as melhores matérias-primas, somos especializados e, principalmente, temos uma Gráfica ajustada para altas tiragens, o que permitiu reduzir muito os custos da produção”, diz. Antes de 1995, a Bíblia com menor preço de venda distribuída pela SBB custava US$ 6,50, equivalente a cerca de R$ 10,90. Hoje, custa US$ 1,19, ou apenas R$ 2,00.

Em diferentes formatos Outra característica da forma de atuação da Gráfica da Bíblia que contribuiu para a ampliação crescente de sua produção foi a diversificação do catálogo por meio da criação de Bíblias e Novos Testamentos

em diferentes formatos, com capas personalizadas e com conteúdos adicionais. O secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira, ressalta que a decisão de diversificar surgiu da necessidade de atender aos diferentes públicos. “Logo percebemos que com edições diferenciadas poderíamos levar a Palavra de Deus de uma maneira mais adequada e efetiva. E isso é comprovado por centenas de testemunhos que recebemos de leitores agradecidos por terem à disposição as Escrituras num formato ou mídia com a qual se identificam”, afirma Teixeira. Um dos destaques dessa nova linha editorial foi a Bíblia com letra gigante e a série de Bíblias de estudo. Uma das formas de aprimorar a gestão e manter uma produção alinhada com as demandas das diferentes comunidades cristãs é o estreito relacionamento da SBB com as igrejas, realizado por meio das secretarias regionais, que estão na ponta final do ciclo de distribuição. “Nosso papel é servir às igrejas e aos cristãos. Mantendo um contato direto com os parceiros na distribuição da Palavra, podemos ouvi-los, identificar necessidades e contribuir no desenvolvimento de publicações que sejam ferramentas adequadas para o trabalho de evangelização realizado pelas igrejas”, enfatiza o secretário de Coordenação das Secretarias Regionais da SBB, Marcos Gladstone.

Diferentes tipos de Bíblia e encadernação: edições variadas atendem às necessidades de todos os públicos.

ABNB - A Bíblia no Brasil

13


C apa Lideranças cristãs reconhecem e celebram a marca

Foto: Eduardo Cesar

Pastor Eliseu Martins, diretor-executivo da Escola de Missões das Assembleias de Deus: “É mais uma grande vitória que precisamos celebrar juntos porque o mundo não será mudado se não for pela Palavra. A SBB cumpre sua obra missionária e nós temos por isso que agradecer a Deus. Certamente, é ele que está atuando por meio da SBB para que a Palavra alcance todo o povo, todas as línguas, todos os países. Em nosso trabalho de preparação de missionários, a produção de Bíblias é fundamental. Por isso também sou grato ao Senhor pela equipe da SBB que, comprometida com a evolução contínua, tem nos oferecido Bíblias de estudo de alta qualidade.”

Walter Feckinghaus, diretor executivo da Editora Esperança: “Como parceiros da SBB entendemos este momento como motivo para agradecer a Deus pela bênção que nos deu ao proporcionar as condições para cumprir a nossa missão de levar a Bíblia ao povo, pois só a Palavra tem poder para transformar. Meu desejo é que cada uma dessas 100 milhões de Bíblias chegue às mãos de alguém que possa ser um agente de Deus nas famílias brasileiras e de outros países. Que este feito impulsione ainda mais as ações no futuro, buscando despertar o interesse da leitura da Bíblia naqueles grupos de pessoas que ainda não tiveram essa bênção.”

Bispo João Carlos Lopes, presidente da Igreja Metodista: Produzir 100 milhões de Bíblias é, sem dúvida, um feito impressionante, já que a Gráfica da Bíblia tem pouco mais de 15 anos. Essas Bíblias, além de alcançar milhões de pessoas em todo o Brasil, levam a Palavra também a dezenas de países no mundo todo. Sabemos como a SBB procura tornar a Bíblia acessível às pessoas de baixa renda através do desenvolvimento de programas sociais. Isso tudo só reforça a certeza de que a Gráfica da Bíblia tem sido um tremendo instrumento de cooperação com o Corpo de Cristo na sua missão de fazer discípulos de todas as nações. Parabéns pelos 100 milhões de exemplares e obrigado pela parceria.” Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Pastor José Wellington, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil: “Este fato beneficia ricamente todo o povo brasileiro e também cristãos de diversos países. Nós da Assembleia de Deus estamos irmanados e orando a fim de que este trabalho da SBB continue a ser realizado, juntamente com o crescimento das igrejas em nosso País, para que em breve possamos atingir novos recordes como este. Desejo, portanto, do fundo do meu coração, que a SBB se desenvolva em todas as dimensões e especialmente na edição de Bíblias usando sua experiência e as novas tecnologias em benefício do povo cristão.”

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para as lideranças cristãs brasileiras, a marca de 100 milhões de Bíblias é também um motivo de louvor. Leia, a seguir, a palavra de alguns desses líderes sobre o fato.

Pastor José Carlos de Lima, diretor geral da Casa Publicadora Brasileira: Eu acompanho o trabalho da SBB há muitos anos e recebo essa notícia com grande alegria. Mais uma vez, reconhecemos o papel da SBB na pregação, no desenvolvimento da evangelização e na modernização da impressão de Bíblias, com edições diferentes e adequadas a todos os públicos. Temos muita satisfação em ter uma relação de parceria com essa instituição, gerida por pessoas com quem temos grande carinho e amizade.


Foto: Gladyston Rodrigues

Fernanda de Paula Lima, 19 anos, de Passos (MG), beneficiada pelo programa A Bíblia em Situação de Emergência: “A partir do momento em que a minha família teve contato com a Bíblia, a mudança foi visível, tanto na forma de falar, como na de se comportar. Creio que Deus fará muitos milagres em nossas vidas através da Palavra.”

Paulo Souza Filho, de Barueri (SP), beneficiado pelo projeto Terceira Idade do programa A Bíblia e a Família: “Foi o melhor presente que ganhei, pois na Bíblia está o amor, a verdade, a paz, a dignidade, a compreensão e as regras do bem viver. Só temos que colocar em prática o que está escrito nela.”

Foto: Abelardo Barbosa

Jussara da Conceição, Nova Iguaçu (RJ), beneficiada pelo programa A Bíblia em Situação de Emergência: “O pouco que tínhamos perdemos nessa chuva. A Palavra de Deus chegou para a gente em uma hora muito importante e creio que daqui para frente vai restaurar minha vida.”

Mário Janone Paula de Queiroz, professor do Ensino Fundamental, que coordena as ações do programa A Bíblia na Escola, na Escola Municipal Monteiro Lobato, na cidade de Novo Gama, Goiás: “A Bíblia entrou em minha vida na catequese quando, com apenas 10 anos aprendi que devemos ter sede de justiça e que Jesus é a própria justiça. Hoje, sou evangélico e acredito que a Bíblia é a voz de Deus que me orienta, me exorta e me anima a acreditar na vida”.

Osvaldo Souza Silveira, ex-dependente químico, hoje é coordenador do Centro de Reintegração Deus Proverá, em Planaltina (DF), parceiro do projeto A Bíblia na Recuperação da Dependência: “Tenho 29 anos e durante 24 eu não conheci a Palavra de Deus. Tive a oportunidade quando cheguei ao Centro de Reintegração e me deram um exemplar, publicado e doado pela SBB. Naquele momento, minha história começou a mudar, porque o amor de Deus preencheu o vazio que antes eu tentava preencher com as drogas”.

Foto: Abelardo Barbosa

Foto: Eduardo Cesar

Anderson Elias atua no Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Contagem (MG) e participa do programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência: “A Bíblia é fundamental na minha vida. É através dela que tenho maior entendimento da Palavra de Deus, é nela que busco inspiração para preparar minhas pregações. A Bíblia é meu livro diário, onde encontro todas as respostas.”

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

100 milhões de vidas transformadas

ABNB - A Bíblia no Brasil

15


em Ação

Foto: Arquivo SBB

B íblia

SBB mantém campanha para levar apoio espiritual e donativos a vítimas das chuvas do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Durante o mês de janeiro, a população da região serrana do Rio de Janeiro, atingida pelas chuvas de proporções inéditas, comoveu a população brasileira, que se mobilizou enviando doações de todas as regiões do País. Na mesma ocasião, as cheias também atingiram milhares de moradores nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Para levar uma palavra de esperança às vítimas, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) uniu-se à corrente solidária e deu início à campanha intitulada SOS Esperança. Com duração de três meses – até 29 de abril –, a iniciativa tem o objetivo de angariar e entregar donativos às vítimas das enchentes nessas diferentes localidades. Bíblias usadas em bom estado, água potável, produtos de higiene pessoal e limpeza fazem parte dos itens arrecadados. Já as doações em dinheiro estão sendo usadas estritamente para a distribuição de literatura bíblica entre a população vitimada pela catástrofe. A campanha SOS Esperança integra o programa social A Bíblia em Situação de Emergência da SBB. “Em situações emergenciais como estas, além de receber apoio material, é muito importante que as pessoas obtenham conforto e recuperem a esperança, que podem ser encontrados na Palavra de Deus”, afirma o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. Equipes da SBB já prestaram atendimento à população das regiões devastadas, sempre em parceria com outras entidades e com o auxílio de voluntários.

16

ABNB - A Bíblia no Brasil

“Trata-se de uma grande corrente solidária, formada por órgãos governamentais, organizações religiosas e sociedade civil, todos imbuídos pelo sentimento de amor ao próximo”, conclui Seibert, destacando que, quanto mais pessoas ajudarem, mais rápida será a recuperação material e espiritual dessa população. O foco emergencial dos trabalhos de assistência social e espiritual se deu em cidades bastante castigadas, como Atibaia (SP), Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis (RJ) e Alagoa e Três Corações (MG). Em cada kit de alimentos doado foi colocado um exemplar da Bíblia, a fim de levar esperança e conforto às pessoas afetadas por essa calamidade. “Ficamos estarrecidos com a destruição. Somente o consolo que vem do Senhor pode sustentar essas famílias. Conseguimos deixar Bíblias em algumas casas e oramos em todas as em que entramos”, conta Marcos Batista, coordenador de Desenvolvimento Institucional da SBB no Rio de Janeiro. A SBB mantém postos de arrecadação abertos ao público em sua Sede Nacional (SP), no Centro Cultural da Bíblia (RJ), e nas Secretarias Regionais de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. A entidade também disponibilizou uma conta bancária (Banco: Bradesco – Agência: 3390-1 – CC 18512-4), para receber as doações em dinheiro, e pede que os contribuintes enviem os comprovantes de depósito para o e-mail relacionamento@sbb.org.br ou para o fax (11) 34745828, com CPF/CNPJ e endereço para contato.


Foto: Arquivo SBB

Petrópolis (RJ) foi uma das cidades em estado de calamidade.

Retomando a esperança

Foto: Arquivo SBB

A Palavra de Deus tem servido de alimento e consolo para muitos desabrigados e pessoas que perderam entes queridos em decorrência das fortes chuvas. Moradora da Granja Florestal, na região serrana do Rio de Janeiro, Rita Aparecida Guzzo, 50 anos, viu sua casa desmoronar. “Tudo aconteceu durante a madrugada. Tive muito medo. Pensei que seria o fim de nossas vidas, ou até o fim do mundo. Ouvi barulhos e pessoas gritando. Abri a janela para ver o que estava acontecendo e percebi que a escada da minha casa já não estava no lugar, pois tinha sido levada por uma forte correnteza”, relata. Na tentativa de recomeçar a vida com sua filha, Rita vem buscando forças na Bíblia Sagrada. “Agradeço por nos presentear com Bíblias, pois é a Palavra de Deus que trará esperança à minha vida e de meus familiares. Nesse momento, peço força, saúde, paz e um lugarzinho a Deus para reconstruir a vida”, complementa. Em Friburgo (RJ), a situação é igualmente comovente. “A chuva levou minha Bíblia, mas ganhei uma novinha e uma nova esperança também. Dou graças a Deus pela vida”, agradece Maria do Carmo Boeta, 74 anos. As mortes causadas pelas inundações ainda deixam profundas marcas nos corações de quem perdeu amigos e familiares. “Apenas o meu sobrinho de 17 anos sobreviveu e agora sou a mãe dele. É muito triste para todos nós enfrentar tudo isso. Somente o consolo que vem da Palavra de Deus é que nos dá força nessa hora”, diz a sobrevivente Jandira Monteiro Gomes.

Maria do Carmo, moradora de Friburgo (RJ): “A chuva levou minha Bíblia, mas ganhei uma novinha e uma nova esperança também”.

Balanço positivo Graças à mobilização da população, igrejas e outras denominações, a campanha SOS Esperança da SBB conseguiu arrecadar um grande volume de donativos. Nas cidades afetadas da região serrana do Rio de Janeiro, houve a distribuição de três toneladas de alimentos, duas toneladas de roupas e cerca de 22 mil exemplares bíblicos, entre Bíblias, Novos Testamentos, porções e seleções. No estado paulista, mais de 60 famílias de Atibaia receberam kits bíblicos. Enquanto que para os dois municípios mineiros foram destinados cerca de mil exemplares de literatura bíblica e mais de mil itens de material escolar. Mesmo meses após a tragédia, as vítimas das chuvas ainda necessitam de ajuda. Participe da campanha e confira os endereços de doação no site www.sbb.org.br/sosesperanca.

Desabamento no Pará A cidade de Belém (PA) também passou por momentos de tensão e dificuldades. Após o desabamento de um grande prédio em construção, no final de janeiro, a SBB mobilizou esforços na distribuição de literatura bíblica às cinco famílias enlutadas, aos vizinhos, também abalados emocionalmente pelo acontecimento, e aos diversos trabalhadores envolvidos na operação de socorro. Cerca de 650 famílias foram beneficiadas pela ação de apoio espiritual. Entrega de material ao Corpo de Bombeiros

ABNB - A Bíblia no Brasil

17


B íblia

em Ação

Foto: Arquvio SBB

Em Abreu e Lima, um dos municípios carentes da Grande Recife (PE), mais de 300 pessoas foram recentemente beneficiadas durante um dia de ação. Os moradores e famílias atendidas demonstraram gratidão por receber Escrituras e assistência social. “O Luz no Nordeste é um programa muito importante para nós, ainda mais por sermos uma comunidade carente. Eu já fiz o exame de glicose, meus filhos passaram pelo escovódromo. Deveria ser feito mais vezes”, comenta a beneficiada Albanita Gomes da Fonseca. “O atendimento do programa ajudou muito, porque minha taxa de diabetes e pressão estavam altas e não sabia o quanto. Então, pretendo me cuidar mais”, diz José Santana da Silva. Percorrendo municípios carentes da região nordestina desde 2009, o caminhão Luz no Nordeste leva esperança, alegria e mais qualidade de vida por onde passa. O veículo especial é equipado com dois consultórios médicos e uma área de exposição chamada Mundo da Bíblia. “Muitos adolescentes e pessoas com mais idade

18

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Renato Spencer

Luz no Nordeste Beneficiados se emocionam

Albanita e seus três filhos foram beneficiados com os diversos atendimentos do programa social.

não conhecem a Bíblia. Então, é importante esse espaço cultural”, avalia a aposentada Wilma Albuquerque, que recebeu literatura bíblica após a visita ao museu sobre rodas. “O que achei mais importante foi trazerem a Palavra de Deus para a comunidade”, acrescenta a professora de escola municipal, Maria do Sacramento.

Consciência Cristã Com a participação de seis mil pessoas por dia, um grande evento contou neste ano com a assistência oferecida pelo caminhão Luz no Nordeste. Trata-se da XIII Consciência Cristã, realizada durante o período de Carnaval, em Campina Grande (PB). Estacionado no parque onde aconteceu o encontro, o veículo especial recebeu a visita do público em seu espaço cultural “Mundo da Bíblia”. Ao mesmo tempo, foram promovidos seminários e palestras, além de uma grande ação social no centro da cidade, proporcionando recreação e atendimento médico aos visitantes. O evento, considerado o maior do gênero na América Latina, é uma iniciativa da Visão Nacional para a Consciência Cristã (Vinacc). Seu objetivo consiste em proporcionar uma consciência cristã à população, contribuindo para o crescimento do indivíduo na sociedade e na família. 


da

B íblia Foto: Arquivo SBB

D ia

Uma celebração da família cristã

Brasileiros de todas as partes do País celebraram o dia do Livro Sagrado com a realização de diferentes eventos, enfatizando a importância da união familiar pela Palavra. Com muita emoção e fraternidade, os cristãos brasileiros celebraram o Dia da Bíblia 2010, no segundo domingo de dezembro, realizando eventos em cidades de todo o país. O tema sugerido pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) – A Bíblia na Família – motivou as pessoas a irem a igrejas, praças e ruas para levar a mensagem de união pelo amor a Deus. “Registramos uma mobilização maior do que em anos anteriores e, certamente, o tema ajudou na adesão. A celebração do Dia da Bíblia focada na família beneficiou diretamente o público das igrejas”, avalia Mário Rost, gerente de Desenvolvimento Institucional da SBB e responsável pela coordenação nacional da campanha. Outra novidade deste ano, que contribuiu para ampliar a participação na celebração, foi a criação do hotsite especial. Por meio dessa ferramenta eletrônica, a SBB centralizou as informações sobre os eventos previstos e a distribuição dos materiais de divulgação da campanha, facilitando a mobilização das pessoas e instituições. Mais de 500 igrejas solicitaram e receberam os materiais de divulgação disponibilizados na página da Internet. “A campanha de 2010 proporcionou um grande aprendizado a todos nós da SBB, incluindo as equipes dos Diretórios estaduais e das Secretarias Regionais. Acredito que essa boa experiência será bem aproveitada na organização do Dia da Bíblia de 2011”, ressalta Rost, acrescentando que o tema já foi escolhido. “Vamos focar

20

ABNB - A Bíblia no Brasil

na juventude, direcionando as ações para toda a comunidade cristã brasileira a partir de agosto, para que mais gente entre no espírito de celebrar a Palavra de Deus”. Algumas cidades realizaram eventos durante toda a semana, como Campo Grande (MS). O centro das comemorações foi a praça principal da cidade, onde foram instaladas três tendas com exposição bíblica, atividades de evangelismo infantil e interação com o público. As atrações incluíram a distribuição de cartazes, banners sobre o plano da salvação, exibição de audiovisuais e apresentação da Bíblia Digital Glow. Na tenda dedicada às crianças, voluntários se revezavam contando histórias e coordenando oficinas de desenhos. Nos finais de tarde, eram realizados momentos de louvor com a participação de músicos, cantores e bandas. O culto de encerramento aconteceu no domingo pela manhã, com pregação do Pastor Marcelo Moura da Silva. Já a cidade de Duque de Caxias (RJ) concentrou a celebração no Dia da Bíblia com atividades durante toda a manhã atraindo mais de mil pessoas. O evento começou com um culto público no “coração” do município, na tradicional Praça do Pacificador, entre o imponente Teatro Raul Cortez e a Biblioteca Pública, ambos projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Além das orações e pregações, o público assistiu a shows de cantores e bandas gospel, apresentação de corais com crianças e jovens da comunidade e


da

B íblia

louvores feitos por diversos grupos. Durante esse evento, foram distribuídos cerca de 10 mil folhetos e 70 Bíblias. Um dos eventos que obteve grande repercussão foi o VII Encontro do Dia da Bíblia, realizado no Museu da Bíblia (MuBi), em Barueri (SP), com a presença de mais de 500 pessoas, entre as quais cerca de 180 crianças. Além de assistirem a palestras, apresentações teatrais e musicais, os visitantes conheceram o espaço de exposições do MuBi e participaram de atividades interativas e sorteios. Na data, também foram conhecidos os vencedores do VII Concurso “Pintando o Natal”, que teve cerca de 130 participantes, de 4 a 12 anos. Desde 2001, quando o Dia da Bíblia passou a integrar o calendário oficial de eventos do País, com a promulgação da Lei Federal 10.335, tem havido um crescimento contínuo da mobilização dos brasileiros para esta celebração. Criada em 1549, na Grã-Bretanha, pelo Bispo Thomas Cranmer, a data é comemorada no Brasil desde 1850, ano marcado pela chegada dos primeiros missionários evangélicos europeus e norte-americanos. Veja, a seguir, alguns outros eventos realizados no Dia da Bíblia de 2010.

Minas Gerais O Dia da Bíblia foi celebrado pelos mineiros com

Foto: Arquivo SBB

atividades variadas, desde o culto público comemorativo, realizado por diversas igrejas, até eventos especiais como a Blitz pela Paz, promovida pelo Conselho de Pastores Evangélicos e a Polícia Militar de Santa Luzia. Em Além Paraíba, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus organizou a 1º Expo Bíblia e também a Maratona Bíblica. Em Unaí, aconteceu a 3º Expo Bíblia e um culto de gratidão, eventos organizados pela Primeira Igreja Batista em parceria com a Igreja Presbiteriana Central e o Conselho de Pastores da cidade. Em Medina, a Igreja Metodista promoveu um evento com exposição de curiosidades bíblicas, culto espe-

Foto: Mila Pinheiro

D ia

Visitação infantil no espaço de exposição do Museu da Bíblia

cial, bolo comemorativo e doação de literatura bíblica. As crianças e adolescentes da denominação se mobilizaram para fazer doações nos cofrinhos temáticos da campanha em prol da Causa da Bíblia no Brasil.

Distrito Federal A capital do Brasil celebrou a Bíblia com cultos comemorativos promovidos por: Assembleia de Deus (Brasília); Igreja Batista Adonai (Samambaia); Assembleia de Deus (Bandeirante); Primeira Igreja Batista (Cruzeiro); Primeira Igreja Batista (Sobradinho) e Igreja Batista (Guará II).

Espírito Santo Os capixabas realizaram diversos eventos, com destaque para o Pedalando por Bíblias, na cidade de Rio Novo do Sul e os cultos comemorativos promovidos pelas Igrejas Presbiterianas da Serra e de Vitória.

Pará A capital Belém foi palco de nove diferentes eventos comemorativos ao Dia da Bíblia, reunindo cristãos de diversos bairros nas celebrações. Em Pedreira, a Igreja Batista local aproveitou para realizar a entrega de Certificados de Leitura da Bíblia em Um Ano, o que foi feito com a presença de Acyr de Gerone Júnior, secretário regional da SBB em Belém. Em Ananindeua, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus promoveu passeata e maratona de leitura bíblica, com distribuição de materiais e orações durante toda a semana. Em Tucuruí, aconteceu a 20º Maratona de Leitura Bíblica, no bairro Jardim de Deus.

São Paulo Na capital, a Câmara Municipal de São Paulo dedicou uma sessão solene para celebrar a data. O evento contou com uma palestra de Erní Seibert, secretário de Comunicação ABNB - A Bíblia no Brasil

21


D ia

da

B íblia

Foto: Arquivo SBB

e Ação Social da SBB, sobre a história e a importância da Bíblia. Uma passeata bíblica percorreu o bairro de Parelheiros mobilizando mais de 400 pessoas. A Faculdade de Pindamonhangaba aproveitou a data para inaugurar oficialmente o Monumento da Bíblia.

Bahia Duas cidades do Sul do estado promoveram eventos especiais em comemoração à data. Em Itabuna, aconteceu a Caminhada e Exposição do Dia da Bíblia, organizada pelo Conselho Itabunense de Ministros e Pastores Evangélicos. Já em Ilhéus, houve uma passeata seguida de culto público, promovida pela Igreja Batista Luz do Iguape, com apoio da Polícia Militar e das Associações de Moradores e Comercial do Iguape. Em Salvador, um dos eventos foi a realização de culto comemorativo na Igreja Batista Pérola dos Mares, que contou com a presença do presidente do Diretório da SBB na Bahia, Arno Hübner.

Bíblia, que contou com a presença de 40 igrejas e mais de 1.500 pessoas. Juntos, eles leram todos os capítulos da Bíblia em apenas 10 minutos. Também houve celebração em Maringá, com distribuição de Bíblias, e nas cidades de Assis Chateaubriand, Castro e Paranaguá.

Paraná Mais de uma dezena de eventos foram realiza-

Rio de Janeiro A capital carioca realizou 12 cultos comemo-

dos pelos paranaenses. Só na capital, Curitiba, aconteceram sete cultos comemorativos. Em Guarapuava e Santa Helena a data foi marcada pelo já tradicional passeio ciclístico Pedalando por Bíblias. Já em Campo Mourão houve uma grande festa, reunindo os cristãos na Praça Central. A principal atividade foi a leitura coletiva da

rativos e diversas exposições de Bíblias. Na cidade de Seropédica, a data foi celebrada com uma concentração evangelística que teve participação de todas as igrejas locais. Em Miracema, houve um Pedalando por Bíblias, e em Volta Redonda, o Conselho de Pastores Evangélicos promoveu uma grande carreata.

Campanha supera expectativas

Confira, a seguir, os resultados alcançados pela campanha do Dia da Bíblia de 2010, promovida pela SBB, cujo tema foi A Bíblia na Família. • 511 igrejas receberam materiais de divulgação disponibilizados no hotsite do Dia da Bíblia 2010. • Foram distribuídos 300 cofrinhos de arrecadação, 69 mil envelopes de oferta, 25 mil cartazes da campanha e 92 mil planos de leitura bíblica. • Foram angariados R$ 15 mil em ofertas. • O público adquiriu 3,5 mil exemplares da Bíblia da Família; 8,5 mil exemplares das porções bíblicas Deus fala à família e Famílias por um fio, além de 28 milhões de folhetos bíblicos alusivos ao tema família.

22

ABNB - A Bíblia no Brasil


S ócio E vangelizador

Ensinando a Evangelizar Em 2011, a SBB promove 15 edições do Treinamento para Evangelização com Literatura e lança a versão jovem do programa Sócio Evangelizador. Formar uma legião de evangelistas. Essa é a missão do programa Sócio Evangelizador, mantido pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) há cerca de 30 anos e que conta com mais de quatro mil voluntários cadastrados. Com o objetivo de capacitar e incentivar cristãos a desenvolverem esse trabalho, a SBB promove, há seis anos, o Treinamento para Evangelização com Literatura, que enfatiza a importância de se evangelizar com material bíblico. A cada ano, o número de edições do evento tem aumentado. Em 2010, foram realizadas 14, em 11 estados, contabilizando um total de cerca de cinco mil participantes. “Os encontros do ano passado ajudaram a desmistificar a ideia de que só determinadas pessoas ou lideranças podem evangelizar. Todos podem compartilhar a Palavra, seja no trabalho, com a família ou amigos. Isso é evangelização. A semente do Evangelho se espalha e Deus usa o cristão para isso”, comenta Mário Rost, gerente de Desenvolvimento Institucional da SBB e responsável pela coordenação nacional do programa. Dos participantes, 20%, em média, já são ou tornam-se sócios evangelizadores no dia do treinamento. Este é o caso da estudante Konny Alarcon, 20 anos, que aderiu ao programa durante uma edição promovida no templo da Igreja Assembleia de Deus, em Barueri (SP). “Os folhetos bíblicos que distribuímos têm o poder de transformar vidas. Há seis anos, meus pais receberam mensagens impressas da Palavra e modificaram a vida deles. A rotina de casa mudou para melhor. Hoje, nossa convivência em família é repleta de amor, paz e harmonia”, testemunha. Jovem evangelizador Ao longo de 2011, haverá 15 edições do Treinamento para Evangelização com Literatura, realizadas em 11 estados. A grande novidade

deste ano será o lançamento do programa Sócio Evangelizador voltado ao público jovem, cujo primeiro treinamento acontecerá em 3 de setembro, em Blumenau (SC). A proposta do novo projeto – ainda sem nome definido – é treinar grupos de jovens e facilitar o compartilhamento de estratégias e práticas de evangelização entre suas lideranças. “O programa Sócio Evangelizador com grupos de jovens é uma ideia antiga da SBB, que ganhou força no final do ano passado, depois da realização da Assembleia Mundial das Sociedades Bíblicas, na Coreia do Sul. No encontro, foi levantado o desafio de atender às necessidades da juventude no mundo cristão”, explica Mário Rost. Como parte da versão jovem do programa, serão produzidos fascículos do Evangelho e porções bíblicas especiais com temas relevantes à juventude, entre os quais drogas, solidão e ingresso na universidade. Também está previsto o desenvolvimento de materiais com recursos digitais e até um site, onde os jovens poderão compartilhar suas experiências e fazer download de material para ser usado na evangelização, entre outros recursos. “A intenção é promover um grande encontro anual da juventude cristã no País”, antecipa Rost. De abrangência nacional, o programa Sócio Evangelizador tem como principal ferramenta os folhetos bíblicos ilustrados, que são distribuídos em locais de grande movimento. Chamados de seleções bíblicas, esses folhetos trazem passagens bíblicas selecionadas com o objetivo de provocar uma reflexão sobre temas do dia a dia da população urbana, como solidão, violência e valor da vida humana. Mais informações sobre como participar do programa podem ser obtidas pelo e-mail relacionamento@sbb.org.br. 

ABNB - A Bíblia no Brasil

23


Foto: Arquivo SBB

T estemunho

Só o caminho do Senhor salva A minha maior alegria é dar meu testemunho das maravilhas que o nosso Jesus Cristo fez na minha vida. Hoje, sou uma serva do Senhor e participo do grupo de mães intercessoras. Tive uma filha, a Jéssica, que nasceu com uma enfermidade que os médicos não conseguiam compreender. Minha fé foi aumentando e com muita oração ela foi curada. Nada é impossível para Deus. Logo após a cura da minha filha, comecei a sentir muitas dores de cabeça e dormência do lado esquerdo. Inicialmente, os médicos me disseram que era apenas estresse. Até que fiz uma tomografia e descobri ter um tumor maligno no bulbo. Fui, então, para São Paulo a fim de ser operada. Já no hospital, durante a cirurgia, tive uma convulsão e fui encaminhada para a UTI. Um dia depois, eu acordei muito mal. Pedi a Deus que me levasse, pois não estava mais suportando as fortes dores. Logo após o pedido, senti uma sensação de anestesia e acabei adormecendo. Mais tarde, acordei assustada em uma sala de enfermos de outro hospital, para onde fui transferida. Lá, pedi mais uma vez em silêncio e fiz uma oração em

voz alta para Deus me ajudar. Dali em diante, fiquei curada. O nosso Deus opera qualquer milagre nas enfermidades, quando se busca e obedece aos seus mandamentos. Como mostra em Mateus (9.22): “E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: tem ânimo filha, a tua fé te salvou. E imediatamente a mulher ficou sã”. Retornando à minha cidade na Bahia, logo procurei uma igreja para frequentar. Escolhi a Primeira Igreja Batista de Teixeira de Freitas, onde fui batizada e me casei. Por isso amo muito nosso Deus vivo. Como diz a Palavra em Isaías (58.11): “E o Senhor o guiará continuamente e fartará a tua alma em lugares secos e fortificará os teus ossos, e será como um jardim regado e como manancial cujas águas nunca faltarão”. *Testemunho enviado por Lídia Maria Correia de Morais, por carta, Teixeira de Freitas (BA).

Evangelizando com as boas-novas Em 1998, adquiri quatro Bíblias, uma para mim e minha esposa, e uma para cada um de nossos filhos. Deus então foi ajudando e deu livramento e salvação à nossa casa. Deus tem feito grandes coisas. Lemos a Bíblia todos os dias. É o nosso pão do céu. Eu, minha esposa e meus filhos fomos convertidos por Jesus Cristo. Deus tem nos sustentado e nossa família permanece unida ainda mais. Foto: Arquivo SBB

Agradeço também ao Senhor por me tirar do vale da morte. Ele é nosso socorro a todo instante, por isso somos gratos a Deus e à sua palavra. Sou sócio evangelizador da SBB e distribuo os folhetos bíblicos, evangelizando muitas pessoas com as boas-novas. A Palavra de Deus é a verdade que cura, salva e liberta a todos para a vida eterna.  *Testemunho enviado por João Eduardo Rodrigues, por carta, Santos (SP).

Testemunhos sobre a Bíblia Se você tem uma experiência edificante com a Palavra de Deus, escreva para a revista A Bíblia no Brasil e também para o site da SBB contando-a. Aqueles que tiverem seus testemunhos selecionados e publicados ganharão um exemplar da Bíblia de Estudo NTLH. Envie seu testemunho acompanhado por uma foto para webmaster@sbb.org.br. .

ABNB - A Bíblia no Brasil

25


B rasil

Em 22 de fevereiro, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) fez a entrega de uma Bíblia personalizada à Câmara Municipal de Barueri (SP). Com letra grande e na tradução Almeida Revista e Atualizada (RA), a publicação tem acabamento especial, que inclui capa em couro preto legítimo, gravada com o brasão da casa legislativa. O exemplar bíblico foi doado para ser utilizado na abertura das sessões da Câmara. Um projeto de lei aprovado pelos vereadores de Barueri contempla a leitura e reflexão de uma passagem da Bíblia no início de cada audiência pública. “Antes de a sessão começar, nós convidamos um vereador para ler um ver-

Foto: Arquivo SBB

Câmara de Barueri recebe Bíblia Sagrada

sículo bíblico. Essa Bíblia da SBB é um presente tão abençoado para nós, pois a verdade da vida está toda ali dentro. É um livro de orientação e será uma bênção usar o nome de Deus nesta casa de leis”, agradeceu o vereador e presidente da Câmara, Josué Pereira Silva. Ele recebeu o Livro Sagrado das mãos do secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, e do gerente industrial da Gráfica da Bíblia, Luiz Forlim.

Revista para pregadores No início de 2011, chegou ao mercado editorial cristão a revista Pregação e Pregadores. Com periodicidade trimestral, a publicação é editada pela Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB). Seu conteúdo abrange ilustrações, dicas, artigos e reportagens sobre pregação e vida do pregador. Graças a uma parceria entre OPBB, SBB e Editora Esperança, os assinantes da revista podem adquirir A Bíblia do Pregador, na tradução Almeida Revista e Atualizada (RA),

a um preço especial – de R$ 91,90 por R$ 40,00. Coedição da SBB com a Editora Esperança, a obra reúne perto de dois mil esboços para o preparo e auxílio de pregações. A assinatura anual da revista Pregação e Pregadores custa R$ 30,00. A promoção relativa à Bíblia do Pregador será válida ao longo de 2011, para as quatro primeiras edições da revista. Os interessados em se tornar assinante e, ao mesmo tempo, adquirir a Bíblia do Pregador pelo preço especial, devem acessar diretamente os sites www.opbb.org.br e www.pregacaoepregadores.com.br. O limite é de uma Bíblia por assinatura. “A proposta da revista é munir com boas ferramentas todos os que usam o púlpito do pastor, mesmo quando ele não se encontra na igreja”, conta o pastor Juracy Bahia, diretor executivo da OPBB.

Encontro de livreiros e editores cristãos Nos dias 20 e 21 de junho, o Museu da Bíblia, em Barueri (SP), sediará o Encontro de Livreiros e Editores Cristãos. O evento é promovido pela ASEC (Associação dos Editores Cristãos) em parceria com a ANLE (Associação Nacional de Livrarias Evangélicas). O encontro contará com a participação dos 100 maio-

26

ABNB - A Bíblia no Brasil

res livreiros e editoras cristãs do País. A programação terá oficinas temáticas, seminários, fóruns de discussão, rodada de negócios e visita à Gráfica da Bíblia. Na ocasião, haverá também a votação do Prêmio Excelência do Mercado Editorial Cristão em diversas categorias.


B rasil

Sempre é tempo de ouvir a Palavra Lançada em junho de 2009, a campanha “É tempo de ouvir a Palavra de Deus” tornou-se um projeto permanente da SBB. “Acreditamos que a tarefa de estimular o conhecimento bíblico, por meio de sua audição, faz parte de nossa missão. Por isso, incluímos a campanha em nossa programação fixa”, explica o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, destacando que, ao sensibilizar a população para a necessidade de ouvir e vivenciar os ensinamentos sagrados, a SBB espera contribuir para a formação de uma sociedade mais justa e pacífica. Desde seu lançamento até o final de 2010, foram formados perto de sete mil grupos de audição do Novo Testamento, num total aproximado de 85 mil participantes. Além disso, foram distribuídos aos grupos inscritos cerca de 17 mil exemplares do Novo Testamento

em áudio, gravado no formato MP3. O material está disponível em três traduções: Almeida Revista e Atualizada (RA), Almeida Revista e Corrigida (RC) e Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH). “Em 2010, percebemos que cresceram o envolvimento e a receptividade das igrejas com a campanha. Muitas aderiram. Para 2011, acredito que haverá ainda mais adesões”, estima o coordenador nacional da campanha, Eude Martins. Engaje sua igreja e participe desta campanha por meio do site www.tempodeouvir.org.br.

Congresso de Capelania Escolar “Missão Relevante na Sociedade Contemporânea” é o tema da quarta edição do Congresso Brasileiro de Capelania Escolar e Ensino Religioso, que acontecerá de 27 a 30 de julho, no Centro de Convenções e Eventos Santa Mônica, em Guarulhos (SP). Organizado

pela Rádio Trans Mundial em parceria com a Capelania Escolar, o evento contará com as preleções de diversos especialistas no assunto, entre os quais o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. Para mais informações, acesse www.transmundial.com.br.

Bíblia da Mulher Quadrangular No final de 2010, a Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) lançou uma edição personalizada da Bíblia Sagrada: a Bíblia da Mulher Quadrangular. A iniciativa foi possível graças ao projeto Bíblia de Afinidade da SBB. Com tiragem inicial de 1,5 mil exemplares, a obra foi concebida para captar recursos para a construção de novos templos da denominação em localidades carentes do estado

paulista. Com texto bíblico na tradução Almeida Revista e Atualizada (ARA), possui encarte especial de 20 páginas com o histórico da igreja. “Foi um grande sonho realizado publicar uma obra dessa importância em parceria com a SBB”, afirma a pastora Soraya Jabur Madureira, coordenadora estadual de mulheres da IEQ. Segundo ela, a Bíblia nasceu do desejo antigo de abençoar São Paulo com templos em comunidades necessitadas. “Nossa mulheres abraçaram essa causa com muito amor e empenho. A Bíblia agradou de forma unânime e nos uniu ainda mais em torno de um projeto. Tem sido uma experiência maravilhosa”, avalia a pastora. ABNB - A Bíblia no Brasil

27


B rasil

Bíblias para evangelização As edições econômicas da Bíblia Sagrada oferecidas pela SBB vêm auxiliando com êxito o trabalho evangelístico de muitas igrejas e cristãos pelo Brasil. Fácil de carregar e com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), a edição tem sido utilizada em grande volume pelas diferentes denominações cristãs e missionários. Cada exemplar é vendido ao preço de R$ 2,00 e pode ser adquirido em caixas para facilitar sua distribuição. Na cidade paraense de Monte Alegre, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus comprou inicialmente mais de 200 unidades da edição. O material vai suplementar as ações semanais de evangelização da Igreja, pois será distribuído entre seus membros: grupos familiares, novos convertidos no culto e jovens que fazem evangelismo nas ruas. “Essas Bíblias vão nos ajudar a alcançar e compromissar mais pessoas para Jesus”, acredita a irmã e missionária da igreja, Ozilda Vasconcelos.

Não são só as igrejas que vêm utilizando essa edição das Sagradas Escrituras em suas ações. Cristãos que trabalham pela causa bíblica têm, por iniciativa própria, difundido a Palavra de Deus por meio dessas publicações. É o caso da empresária Pablina Hadid Souza. Ela compra os exemplares da edição econômica para presentear clientes de suas cinco lojas de beleza no Rio de Janeiro (RJ), além de membros de uma igreja próxima. Em média, por dia, Pablina distribui cerca de 50 Bíblias em seus estabelecimentos e 20 para o espaço de culto e oração. “Em geral, as pessoas estão abertas a receber a Palavra de Deus. Muitos clientes que ganham essas Bíblias acabam indo ao culto e passam a frequentar a igreja. E esse material acaba impactando também os lojistas vizinhos e seus funcionários”, testemunha a evangelizadora.

Religiosos visitam presidente do TCU Foto:Dênis Molina

Uma comitiva de líderes cristãos esteve em Brasília (DF), no final do ano passado, para cumprimentar o novo

presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), o ministro Benjamin Zymler. Fizeram parte do grupo o presidente da SBB, Adail Carvalho Sandoval, e os pastores da Igreja Família Cristã, Márcio Nogueira e Kelson Dib. Na ocasião, os representantes da comunidade evangélica felicitaram o ministro por sua eleição para presidir o TCU e desejaram sucesso em sua gestão. Benjamin Zymler foi agraciado com uma placa, um exemplar da Bíblia em hebraico e o livro “Viva a vida com Jesus”, do pastor Kelson Dib. Em retribuição, o ministro manifestou profunda admiração pela comunidade evangélica e destacou a importância dos princípios éticos e morais da religião. O encontro foi encerrado com uma oração.

Museu da Bíblia em reforma Até meados de junho, o Museu da Bíblia (MuBi), em Barueri (SP), prosseguirá fechado para reformas e melhorias em suas instalações. Os agendamentos para visitas poderão ser feitos a partir de

28

ABNB - A Bíblia no Brasil

agosto. Realizadas em parceria com a Prefeitura Municipal de Barueri, as obras tiveram início em janeiro. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail webmaster@sbb.org.br.


C omércio E letrônico

SBB lança nova loja virtual Com mais de 200 obras bíblicas disponíveis, a SBB PontoCom foi remodelada para atender ao mesmo tempo o consumidor on-line de varejo, atacado e e-books. A partir de maio, entra no ar a nova versão da loja virtual SBB PontoCom. O nome e o endereço eletrônico (www.sbb.com.br) continuam os mesmos. No entanto, o projeto, que levou cerca de oito meses para ser finalizado, agregou uma série de benefícios ao usuário. A começar pelo layout mais moderno e fácil de navegar. “Com o objetivo de acompanhar os avanços tecnológicos, decidimos investir em uma nova plataforma que oferecesse mais recursos e praticidade ao usuário, além de uma resposta mais rápida às necessidades percebidas”, conta Márcia Carneiro, gerente de Comunicação Social da SBB. Desenvolvida no formato “três em um”, a loja tem a capacidade de atender a diferentes públicos em todo o Brasil. São mais de 200 obras disponíveis para a venda não só dos consumidores do varejo, como também do atacado, além de livros eletrônicos (e-books). “Desde o início, o projeto teve como foco o usuário on-line de diferentes segmentos, para tornar sua experiência de compra muito mais agradável, simples e ágil, dentro de um ambiente seguro, 24 horas por dia”, enfatiza Guilherme Lunardi, gerente de Novos Negócios da Jet Tecnologia, empresa responsável pelo desenvolvimento da nova loja virtual da SBB. Com as melhorias implantadas, o cliente final contará com recursos e ferramentas que tornarão ainda mais dinâmicas a navegação e a finalização do processo de compra. Além de ter acesso ao histórico de suas compras, o usuário poderá usufruir de novos canais para postar mensagens, como mural de recados e comentários sobre produtos. Seguindo uma tendência do mercado literário, a SBB PontoCom incrementou sua área de vendas de publicações eletrônicas. Chamada de Biblioteca Digital da Bíblia, foi idealizada para disponibilizar livros eletrônicos que rodam na plataforma Libronix. Assim, oferece mais possibilidades tecnológicas, que permitirão a venda

de pacotes de livros, além de aumentar o leque de opções. “A ideia é, em breve, ampliar a oferta de produtos digitais, incluindo aí outras obras bíblicas no formato ePub”, antecipa Márcia Carneiro. Mas, de todas as novidades, a principal está na loja de atacado, destinada a atender especialmente igrejas e livrarias. As barreiras geográficas não serão mais empecilho para adquirir a literatura bíblica em grande volume. “Antes, quem mais se beneficiava das facilidades da SBB para igrejas, livrarias e outras organizações eram aqueles que estavam localizados nas cidades mais próximas de nossas Secretarias Regionais. Agora, clientes de todos os lugares terão acesso à ampla gama de literatura bíblica e poderão fazer seus pedidos de onde estiverem: escritório, casa ou igreja”, comemora Marcos Gladstone Silva, secretário de Coordenação das Secretarias Regionais da SBB. Funcionando em caráter experimental, a lojapiloto voltada ao atacado permitirá ao cliente, a qualquer momento, fazer um pré-pedido, conferir as promoções, consultar descontos e, ainda, se informar sobre lançamentos. “Nessa primeira fase do projeto, o cliente poderá escolher as publicações de seu interesse, mas não conseguirá finalizar a compra. O pré-pedido será encaminhado on-line para a Secretaria Regional mais próxima, que em até dois dias úteis dará um retorno ao cliente”, explica Márcia Carneiro. Além disso, a loja será um canal para postar vídeos com informações sobre produtos e material promocional. Para acessar a loja voltada ao atacado, que será restrita, o cliente receberá login e senha. “Vejo as igrejas, colportores e livrarias de cidades mais distantes, onde o acesso à Bíblia é mais difícil, podendo adquirir as mais diversas ferramentas para a divulgação do Evangelho”, observa Gladstone. ABNB - A Bíblia no Brasil

29


L ançamentos

A sabedoria de Deus para as mães Bíblia da Mamãe ensina às mulheres o quanto é preciosa e vital sua participação no plano de Deus para a família. Sucesso nos Estados Unidos, chega ao Brasil a Bíblia da Mamãe. Aguardada com grande expectativa, a obra é indicada para presentear mães e futuras mães de todas as idades, especialmente em datas comemorativas como Dia das Mães e aniversários. Os recursos contidos na publicação ajudam a levar as mães até a presença de Deus, onde encontrarão sabedoria e inspiração para desempenhar o seu papel materno, auxiliando e orientando seus filhos a partir dos sólidos princípios bíblicos. “Uma mãe que se relaciona com Deus, a fonte de amor, pode amar ainda mais e melhor sua família”, enfatiza Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB. “Essa Bíblia aplica a Palavra na vida da mãe de tal maneira que aprofunda o relacionamento dela com Deus”, acrescenta. Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada (ARA), a Bíblia da Mamãe é uma tradução da Mom’s Bible, publicada no ano passado pela editora Thomas Nelson. Os estudos e notas foram escritos por Bobbie Wolgemuth. Esposa, mãe e avó, a autora dirige grupos de estudo bíblico voltados especialmente para mães.

Código: RA065BMA Formato: 13,5 X 21,0 cm Encadernação: capa e guarda impressas

30

ABNB - A Bíblia no Brasil

A Bíblia da Mamãe possui uma série de recursos, entre os quais quadros de estudo divididos em oito temas, com destaque para o intitulado “Perguntas de Criança”. Nessa seção, há 97 perguntas usualmente feitas pelos filhos, desde a tenra idade até a adolescência. A seleção dos conhecidos “por quês?”, que acompanham todo o desenvolvimento da criança até a fase adulta, são extremamente úteis para guiar as mães, à luz da Bíblia, no relacionamento com seus filhos. “Essa publicação tem um potencial muito grande de aproximar as mães do plano de Deus para a família”, observa Teixeira. A obra reúne, ainda, notas e referências cruzadas, introduções aos livros da Bíblia, índice de assuntos, leituras para dias especiais, textos famosos da Bíblia, como encontrar ajuda na Bíblia e o que a Bíblia diz sobre o perdão de Deus. Outro diferencial da publicação é sua capa rosa decorada com textura na cor branca. Vem embalada em caixa de presente diferenciada, cuja edição é limitada. Custa R$ 49,90.


L ançamentos

Bíblia "tira-teima" está de volta Considerada um clássico da literatura bíblica no País, a Bíblia Sagrada na Tradução Brasileira é relançada em nova edição impressa e também em formato digital. Um clássico da literatura bíblica voltou a ser monumento da história da tradução da Bíblia no Brasil”, disponibilizado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). endossa Vilson Scholz, consultor de Tradução da SBB. Trata-se da nova edição da Bíblia Sagrada na Tradução A nova edição trouxe algumas alterações e atuBrasileira, considerada a primeira completamente tradu- alizações em relação ao texto bíblico de 1917, embora zida em solo brasileiro. Sua versão inaugural foi publi- ainda mantenha as características de linguagem da época. cada em 1917, como parte de um pioneiro projeto de Quem já teve contato com o texto nessa versão, aprotradução que levou 11 anos para ser concluído (1903 a vou. “A Tradução Brasileira não se consagra apenas por 1914). Para conceber a histórica obra, criou-se à época cuidar da integridade do texto sagrado, mas também por uma comissão de tradução formada por notáveis da litera- zelar pela estética da língua portuguesa”, opina o pastor tura nacional, entre os quais Rui Barbosa, José Veríssimo Claudionor de Andrade, gerente de Publicações da CPAD e Heráclito Graça, que atuaram como consultores lin- (Casa Publicadora das Assembleias de Deus). guísticos. Liderado por Hugh Clarence Tucker, missioná- As principais mudanças ocorridas foram a rio metodista norte-americano, o trabalho contou ainda atualização gramatical e ortográfica, de acordo com as com líderes religiosos do Brasil e Estados Unidos. normas atuais da língua portuguesa, bem como a utili Também conhecida como Versão Brasileira ou zação das formas aportuguesadas na grafia dos nomes Versão Fiel, a Tradução Brasileira ficou famosa como próprios. Originalmente, na Tradução Brasileira, os “Bíblia Tira-Teima”, por ser bastante literal. Ou seja, des- nomes haviam sido transliterados, como, por exemplo, taca-se pela fidelidade ao sentido original do texto bíblico. Jehoshaphat, Habakkuk, Nebuchadnezzar e Zephanias. “Essa tradução é mais erudita que a tradução de Almeida Na nova edição, os nomes aparecem grafados como e se pautou por alguns maneirismos brasileiros. Usando Josafá, Habacuque, Nabucodonosor e Sofonias, respecpela primeira vez o português do tivamente. “A Tradução Brasileira Brasil, foi uma tentativa de traduzir mantém seu valor na literalidade e com literalidade cada palavra e exprescontinua a ser a Bíblia tira-teima”, são dos textos originais. Um feito aponta Paulo Teixeira. extraordinário para a época”, exalta Outra novidade é a publicaPaulo Teixeira, secretário de Tradução ção da obra para plataformas digitais. e Publicações da SBB. Ela está disponível em formato ele Até a década de 1950, ela trônico no pacote de traduções ofeera amplamente usada por todas recido pela Bíblia Digital Glow e, em as igrejas cristãs, em um contexto formato ePub, na loja virtual Gato em que não havia abundância de Sabido e na Livraria Saraiva, e na edições da Bíblia. Além disso, por Biblioteca Digital da Bíblia da nova meio da Tradução Brasileira, é posloja virtual SBB PontoCom (leia sível compreender em muitos casos matéria à pág. 29), para plataforma a origem das formulações encontraLibronix. “No ano em que a SBB das na tradução de Almeida Revista celebra 100 milhões de Escrituras e Atualizada. “Seu relançamento produzidas, tínhamos de ter a pioserve para lembrar uma geração que neira Tradução Brasileira devolvida Código: TB063 Formato: 13,5 x 21,0 cm teve papel importante e resgatar um ao povo brasileiro”, celebra Teixeira. Encadernação: capa dura preta

ABNB - A Bíblia no Brasil

31


L ançamentos

Aconselhamentos psicológicos à luz da Palavra Novo Testamento da Bíblia de Estudo Conselheira é lançado com abordagens terapêuticas para fortalecer a saúde emocional e espiritual.

32

ABNB - A Bíblia no Brasil

Segundo ele, com a leitura das notas e quadros explicativos da edição, os leitores serão ajudados a encontrar na Palavra de Deus o suporte e orientação que precisam. Para Kepler, o que há de mais especial nesta literatura bíblica de estudo é a atitude de escuta de um terapeuta, treinada em anos de prática nos consultórios, na sua maioria em encontros individuais. “Não somos nós terapeutas que injetamos na Bíblia nossos saberes técnicos, mas é nossa experiência que nos ajuda a descobrir no texto bíblico os vários elementos de acolhimento, reflexão e graça que nem todos veem, mas que estavam lá desde o princípio”, explica. Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), o Novo Testamento da Bíblia Conselheira traz uma série de recursos. São mais de 2,5 mil notas de estudo, além de 100 quadros temáticos, explicativos e capitulares. “Trata-se de uma obra utilíssima no âmbito da família, igreja e sociedade”, ressalta Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB. Quem conheceu e gostou do Evangelho de João vai se surpreender ainda mais com a edição do Novo Testamento. “Parece que a abordagem da Bíblia Conselheira conseguiu deixar a Palavra de Deus comunicar saúde e salvação, tal como fez o médico dos médicos, Jesus”, compara Karl Kepler, já debruçado com sua equipe no conteúdo de aconselhamentos do Antigo Testamento, a fim de completar a próxima etapa do projeto. Foto: Divulgação

A Bíblia Conselheira, projeto considerado inédito no mundo, acaba de gerar mais um fruto: o Novo Testamento. Este é o seu segundo produto, que teve no Evangelho de João, lançado em 2008, sua obra inaugural. Para desenvolver esse grandioso trabalho, desde 2005, um grupo de conceituados psicólogos e psiquiatras cristãos – apoiados pelo CPPC (Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos) e pela SBB –, tem se dedicado à tarefa de entender, explicar e enfatizar a riqueza terapêutica das Escrituras Sagradas. O objetivo do projeto é promover a saúde física, mental e espiritual do ser humano por meio do texto bíblico. “O grande motivador desse trabalho foi a necessidade de buscar um material de abordagem psicoteológica, visando a saúde emocional e espiritual do povo de Deus. Sempre senti falta de estudo bíblico contendo notas e textos com abordagens terapêuticas e de aconselhamento para auxiliar pastores, obreiros e o cristão em geral”, conta o pastor e psicólogo Jairo Miranda, idealizador da Bíblia de Estudo Conselheira. Ele iniciou o projeto quando era secretário regional da SBB no Rio de Janeiro e se encarregou de montar toda a equipe multidisciplinar em torno da pioneira obra bíblica. O projeto pretende abarcar o conteúdo integral da Bíblia Sagrada. A edição do Novo Testamento permite a leitura do texto bíblico na perspectiva da aplicação terapêutica em situações de aconselhamento psicológico e pastoral para recuperação de traumas e fortalecimento de valores e relacionamentos do indivíduo com Deus e seus semelhantes. “O conteúdo mais terapêutico que existe na Bíblia é sempre o amor de Deus. Nosso cuidado terapêutico é uma espécie de extensão dessa graça universal, desse amor que busca salvar em vez de condenar”, pondera Karl Kepler, diretor do CPPC e editor-geral das notas de estudo e aconselhamentos da obra.

Karl Kepler, editor das notas de estudo e aconselhamento da obra.


E spaço

do

L eitor

Doação bíblica Agradeço à SBB pela doação de sete Bíblias para o programa de Alfabetização pela Bíblia em nosso município. Já começamos as aulas com um pequeno grupo de alunos. Que Deus abençoe! Gizélia Garcia Barroso, de Arenápolis (MT), por e-mail.

ECAB Dia da Bíblia

Publicações

Muito obrigado pelo apoio com os materiais de divulgação do Dia da Bíblia que vocês nos mandaram. Foi uma bênção.

Nota 10 à SBB por lançar a Bíblia da Revelação Profética na tradução Revista e Corrigida (RC). Nada se compara a esta tradução bíblica. Fiquei muito feliz!

Leandro Vital, Parnamirim (RN), por e-mail.

Agradecimento Agradecemos o cartão natalino e desejamos que Deus continue nos amparando em nossa caminhada. Abraços em Cristo. Evelyn Peres, por e-mail.

Agradecimento 2 A SBB é uma instituição muito importante para mim, porque me deixa mais em contato com Deus. Diego de Jesus Alexandria, de São Paulo (SP), por e-mail.

Revista ABNB Gostaria de parabenizá-los pela excelente reportagem sobre juventude cristã, publicada na última edição da revista A Bíblia no Brasil (ABNB). Fiquei muito feliz ao ler sobre o trabalho dos cristãos católicos no âmbito das novas mídias e divulgação da Sagrada Escritura entre os jovens. Deus abençoe vocês, irmãos, pelo brilhante trabalho realizado naquela edição. Padre Valdir Lima, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, por e-mail.

Boletins eletrônicos

Cirley Bandeira de Abreu, por e-mail.

Publicações 2 Queridos irmãos, a minha esposa ficou maravilhada com a nova edição da Bíblia da Mulher, excelente ferramenta para o estudo e leitura devocional. Que o Senhor continue a vos inspirar na tão importante missão de difundir a sua palavra. Renato Moreira, por e-mail.

Publicações 3 Quero parabenizar pela Bíblia das Criancinhas, que está linda. Fiquei encantada. Tenho uma filha de quatro anos e pretendo presenteá-la com ela. Liane Alves Pereira, por e-mail.

Publicações 4 Quero parabenizar a SBB pela Bíblia das Descobertas. Que material excelente! Repleta de informações atuais para as crianças, com dicas criativas e legais. Lilian Herbarium, por e-mail.

SBB no celular

Obrigada pelo carinho, enviando fatos e acontecimento bíblicos que têm alegrado o meu coração. Tenho encaminhado todas as mensagens aos meus amigos, o que tem fortalecido a nossa fé.

Parabéns pela belíssima iniciativa de disponibilizar, gratuitamente, o conteúdo virtual da SBB para os celulares! É mais um importante veículo de propagação do Evangelho. Que o Senhor continue abençoando a todos!

Ana Cristina Lino, por e-mail.

Silvano Gonçalves de Melo, por e-mail.

Amei a coleção Estudando com a Bíblia (ECAB). Não sabia que vocês tinham esse material precioso. Sou pedagoga de escola pública e há muita dificuldade em encontrar material pedagógico de qualidade. Vou socializar com as professoras da escola para que as aulas de Ensino Religioso sejam baseadas nesta coleção. Aurian Costa e Silva, Manaus (AM), por e-mail.

Plano de leitura bíblica Gostaria de agradecer a SBB por ter me enviado a tabela de leitura da Bíblia, para utilizá-la na igreja que eu frequento. Alan Walace, do Rio de Janeiro (RJ), por e-mail.

Obra bíblica Louvamos a Deus por mais um ano pela obra realizada pela Sociedade Bíblica em vários países. Que a poderosa mão do Senhor continue sobre essa instituição. Elda Vieira, de Aimorés (MG), por e-mail.

Errata Ao contrário do que fora publicado na última edição da revista, a foto de abertura da matéria de capa sobre “Juventude Cristã” é na verdade um encontro de vários grupos cristãos na UNICAMP (Universidade de Campinas-SP). O trabalho evangelístico no campus é desenvolvido em conjunto pela Toca do Estudante, pela Aliança Bíblica Universitária (ABU-Campinas) e por outras organizações cristãs do gênero.

Cartas para a redação:

Avenida Ceci, 706 - Tamboré - CEP 06460-120 - Barueri - SP e-mail: redacao@sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

33


Foto: Arquivo SBB

O pinião

O presente de Deus *Luiz Antonio Giraldi Em 1991, quando surgiu a ideia de construção Dois anos depois, a Gráfica da Bíblia foi inauda Gráfica da Bíblia, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) gurada, passou a oferecer livros melhores a preços distribuía apenas um milhão de Bíblias e 100 mil Novos menores e deu um novo impulso à difusão das Sagradas Testamentos por ano e não tinha recursos para construir Escrituras no Brasil. Em apenas cinco anos, a distriuma gráfica. Por isso, o projeto apresentado, de construir buição da SBB triplicou, saltando para 4 milhões de uma gráfica capaz de produzir anualmente 2,5 milhões Bíblias e 300 mil Novos Testamentos, no ano 2000. de Bíblias e 500 mil Novos Testamentos, parecia um A Gráfica da Bíblia deu novas dimensões à dissonho impossível. Mas a Diretoria da SBB, em um ato tribuição das Escrituras Sagradas no Brasil. No início de fé, aprovou o projeto. Dois anos depois, as Sociedades do século XXI, ela já produzia anualmente mais de 6 Bíblicas Unidas apoiaram o projeto e fizeram um milhões de livros, o dobro da previsão inicial, e comeempréstimo à SBB, suficiente para adquirir o terreno, çava a exportar para muitos países. Em 2001, passou a construir o edifício e iniciar a compra das máquinas. produzir perto de 700 mil Bíblias por mês e atingiu a No dia 18 de agosto de 1993, cerca de 30 pessoas, fantástica marca de 100 milhões de livros produzidos entre diretores e funcionários da SBB, participaram de desde a sua fundação. uma cerimônia singela. Reunidos em Hoje, a Gráfica da Bíblia é uma das “É inestimável um terreno no Centro Empresarial, no maiores e melhores produtoras de a contribuição bairro de Tamboré, em Barueri (SP), Bíblias do mundo, e a SBB tornou-se a oraram a Deus e ouviram a leitura do maior distribuidora de Escrituras entre da Gráfica da Salmo 100. Em seguida, presenciaram as 147 Sociedades Bíblicas nacionais em Bíblia à difusão a colocação de uma pedra sobre uma atividade. do Evangelho urna enterrada no terreno, na qual É incalculável o número de pessoas foram depositados uma Bíblia e um que tiveram suas vidas transformadas no Brasil e no jornal paulistano do dia. pelo poder da Palavra de Deus, através mundo.” Naquela manhã de agosto, foi desses milhões de Escrituras espalhados lançada a pedra fundamental da Gráfica da Bíblia, empre- pelo Brasil. E é inestimável a contribuição dada pela endimento que permitiria à SBB impulsionar, de maneira Gráfica da Bíblia à difusão do Evangelho em nosso País inimaginável, a divulgação das Escrituras Sagradas no e no mundo. Brasil e no mundo. Por isso, esse é um momento de darmos graças Terminada a cerimônia, os diretores falaram a Deus. E é uma boa oportunidade de reconhecermos sobre o significado daquele ato simbólico. E o o excelente trabalho realizado pelos funcionários da Reverendo Adail Carvalho Sandoval, hoje presidente da Gráfica da Bíblia, comandados pelo Sr. Celio Emerique, Sociedade Bíblica do Brasil, declarou profeticamente: e dos funcionários da SBB, liderados pelo Rev. Rudi “Até o momento, a SBB tem se ressentido de uma Zimmer. produção de Bíblias a um custo menor e em maior * O Reverendo Luiz Antonio Giraldi é da Igreja Presbiteriana Indequantidade. Mas, agora, sentimos que Deus abriu as pendente do Brasil. De 1984 a 2005, atuou como diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil, sendo o principal responsável pela portas: estamos aproveitando o ‘kairós’.” idealização e implantação da Gráfica da Bíblia.

34

ABNB - A Bíblia no Brasil


Revista a Bíblia no Brasil - Edição 231  

Nesta edição, conheça todo o processo que resultou na marca histórica de 100 milhões de Escrituras produzidas em 16 anos.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you