Revista A Bíblia no Brasil - Edição nº 238

Page 1



Expediente

Sumário

Publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil Registro no INPI sob o nº 811491960 ISSN 1518-7136 JANEIRO A MARÇO DE 2013 – Edição nº 238 Editor Chefe: Erní Walter Seibert Editora Responsável: Márcia Carneiro (MTb 22.583) Redação: Márcia Carneiro, Maria Fernanda Salla Dias e Katiuscia Dias Diagramação: Daniel Assunção, José Simião Júnior, Silvana Machado e Stella Souza Revisão: Denis Timm Colaboraram nesta edição: Abelardo Barbosa, Camila Pinheiro, Câmara Municipal de São Paulo, Décio Figueiredo, Eduardo Cesar, Gelson Cargnelutti, Gilson Abreu, Jaime Souzza, Kae'gso e Shirley Ribeiro. Redação: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 – Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 – e-mail: webmaster@sbb.org.br Presidente: Adail Carvalho Sandoval 1ª Vice-Presidente: Leopoldo Heimann. 2ª Vice-Presidente: Assir Pereira. Secretário de Atas: Christian Santiago Lo Iacono. Tesoureiro: José Júlio dos Reis. Diretores Titulares (Vogais): Lourdes Lemos de Almeida, Waldir Agnello, Euclides Schlottfeldt Fagundes, Paschoal Piragine, Nilo Wachholz, Vitor Hugo Mendes Sá, Rosecler Queiroz, Marta Alves Lança, Antonio Cabrera Mano Filho, Paulo Lutero de Melo, Altair Germano da Silva, Joel Holder, Ney de Mello Almada, Roberto Brasileiro e João Artur Müller da Silva. Diretores Suplentes: Paulo Silas Reis, Eliana Ovalle, Sérgio Gonçalves, Fernando Bortolleto Filho e Ka'egso Hery. Conselho Fiscal: Presidente: Ageo Silva. Vogais: Bonfim Raimundo de Aguiar e Hesio Maciel. Suplentes: Sillas dos Santos Vieira e Waldicir Rosa da Silva Diretor Executivo: Rudi Zimmer Secretarias Especializadas: Administração-Geral: Orivaldo Veloso. Comunicação e Ação Social: Erní Walter Seibert. Coordenação das Secretarias Regionais: Marcos Gladstone. Gráfica da Bíblia: Celio Erasmo Emerique. Logística: Edgar Dias Carvalho. Tradução e Publicações: Paulo Teixeira. Sede Nacional e Gráfica da Bíblia: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 - Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591. Encadernadora da Bíblia: Alameda Europa, 459 – Polo Empresarial Consbrás Tamboré – Santana de Parnaíba, SP – CEP 06453-325 – Fone: (11) 4152-4880 – Fax: (11) 41524880 – Ramal 104. Centro de Distribuição: Rodovia SP 029 Cel. PM. Nelson Tranchesi, 1.730 Unidades 15/16 – Itaqui – Itapevi, SP – CEP 06696-110 – Fone: (11) 4621-2990. Secretarias Regionais: Belém – Acyr de Gerone Júnior, Av. Assis de Vasconcelos, 356, Campina, CEP 66010-010, CP 641, CEP 66020-970, Belém, PA, Fone: (91) 3202-1350, Fax: (91) 3202-1363. Belo Horizonte – Marcos Lovera, Rua Caldas da Rainha, 2.070, São Francisco, CEP 31255-180, Belo Horizonte, MG, Fone/Fax: (31) 3343-9100. Brasília – Jessé Pereira da Silva, SGAN 603E, Ed. da Bíblia, CEP 70830-030, CP102371, CEP 70099-999, Brasília, DF, Fone: (61) 3218-1948, Fax: (61) 3218-1907. Curitiba – Walter Eidam, Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952, Parolin, CEP 80220-000, Curitiba, PR, Fone: (41) 3021-8400, Fax: (41) 3021-8380. Recife – Clovis Moraes, Av. Cruz Cabugá, 481, Santo Amaro, CEP 50040-000, Recife, PE, Fone: (81) 3092-1900, Fax: (81) 3092-1901. Rio de Janeiro – Sérgio José Alves Furtado, Av. Brasil, 12.133, Braz de Pina, CEP 21012-351, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 32031999, Fax: (21) 3203-1950. São Paulo – Humberto Marchi, Av. Tiradentes, 1.441, Ponte Pequena, CEP 01102-010, São Paulo, SP, Fone: (11) 3245-8999, Fax: (11) 3245-8998. Unidades Regionais: Manaus – Reuel Klayber, R. Teresina, 80, Adrianópolis, CEP 69057-070, Manaus, AM, Fone: (92) 3131-3400. Porto Alegre – Waldemar Garcia Carvalho Júnior, R. Ernesto Alves, 91, Floresta, CEP 90220-190, Porto Alegre, RS, Fone: (51) 3272-9000, Fax: (51) 3272-9004 Espaços Culturais: Museu da Bíblia – Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto, CEP 06414-007, Fone: (11) 4168-6225. Centro Cultural da Bíblia – R. Buenos Aires, 135, Centro, CEP 20070-021, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 22219883, Fax: (21) 2224-3096 Ligue grátis: 0800-727-8888 – Visite nosso site: www.sbb.org.br – É permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas nesta revista, desde que mencionada a fonte. Preço do Exemplar Avulso: R$ 5,00 Tiragem: 100.000 exemplares Distribuição: Secretarias Regionais da SBB

Capa

10

Tradução

18

Tradução Almeida Revista e Atualizada, publicação exclusiva da SBB, prepara-se para receber uma revisão.

16 Bíblia em Ação

Uma série de Encontros de Pessoas com Deficiência Visual foi realizada em todo o Brasil para celebrar os 10 anos da Bíblia em Braile.

Com a chegada do Antigo Testamento em sua língua materna, povo kaingang terá agora acesso à Bíblia Sagrada completa.

21 Barco da Bíblia

Depois de ampla reforma, Barco da Bíblia retoma suas atividades com viagem inaugural a cidades no Amapá e Amazonas.

Joga Limpo 31

Brasil

Iniciativa socioeducacional com comunidades carentes no ABC Paulista é apresentada como modelo para criação de ministérios esportivos nas igrejas.

EDITORIAL SBB DIGITAL CALENDÁRIO DE ORAÇÃO TESTEMUNHO LANÇAMENTOS SECRETARIAS REGIONAIS BRASIL ESPAÇO DO LEITOR OPINIÃO

5 7 8 20 23 26 28 33 34

www.sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

3


A SBB montou um programa especial para que cristãos de todo o país conheçam de perto o trabalho de divulgação da Bíblia Sagrada. Monte seu grupo e venha conferir: O processo produtivo da Bíblia Sagrada, realizado na Gráfica da Bíblia. O trabalho realizado pelas Sociedades Bíblicas no mundo. A história, a missão e o trabalho da Sociedade Bíblica do Brasil. O Museu da Bíblia, um dos maiores do gênero do mundo.

Para mais informações e agendamentos ligue (11) 4195-9590 – ramal 5854. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.


Não deixe de ler a revista

Nºº 23 N 237 37 – Outubro O t bro Ou oaD Dezembro b o de br e2 2012 20 012 2 – Ano A 64 4

Ta m

bé pa m d ra is iP pon a íAssembleia vemetasGeralparadaoa SBBSSB SBB disponibiliza texto d sagrado às comunidades define es l surdas do País. próximo triênio.

A Palavra de De Deu chega a deficientes visuais, proporcionando benefícios Deus espirituais, culturais e sociais.

Povo nadëb recebe Novo Testamento em sua língua materna.

SBB inaugura Centro de Distribuição da Bíblia em São Paulo.

Assine agora mesmo e fique por dentro da divulgação da Palavra de Deus no Brasil e no mundo.

Sociedade Bíblica do Brasil

Editorial A Bíblia numa língua e linguagem que possam entender Um dos aspectos mais importantes do trabalho bíblico é a tradução. Entregar a Bíblia a todos, numa língua que possam entender e a um preço que possam pagar faz parte do DNA das Sociedades Bíblicas. A Sociedade Bíblica do Brasil foi criada pelas igrejas e cristãos do Brasil com esta finalidade. E aí se destaca, como centro da missão, a questão da tradução: as pessoas precisam entender a língua em que a Bíblia está publicada. Esta questão da língua, no entanto, não é simples. Embora o português já seja falado há séculos, seu uso foi mudando ao longo do tempo e nos diferentes lugares onde ele é empregado. Brasileiros que visitam Portugal têm alguma dificuldade para entender o português que é falado e escrito por lá. O mesmo acontece em outros países lusófonos. Mas não é só com a distância geográfica que isso ocorre. O clássico “Os Lusíadas”, de Camões, é de difícil compreensão para a maioria dos brasileiros, embora seja escrito em português. Com o passar do tempo surgem palavras novas, outras caem em desuso e outras, ainda, mudam de sentido. Por isso, quando se fala em edição de texto bíblico, a tradução sempre tem papel fundamental. Até boas traduções precisam ser revistas, para que continuem sendo compreendidas e entendidas corretamente. Neste número da revista A Bíblia no Brasil, o leitor poderá ver vários exemplos práticos de como a tradução é importante. Há notícias sobre novas traduções da Bíblia e sobre o processo de revisão que está em curso de uma tradução existente. Por que tanto esforço? Porque a Bíblia precisa ser entendida por seus leitores. Quando se fala em línguas, há outra questão relacionada a questão da linguagem. A Bíblia em português precisa ser apresentada em uma linguagem jovem e atualizada. Para isso, este ano começará a marcar presença nas ruas um grande esforço que igrejas e organizações cristãs iniciaram, com o objetivo de levar os valores bíblicos a todos durante os grandes eventos esportivos, que acontecerão no Brasil. Em 2013, já haverá a Copa das Confederações. Este é um treinamento para a Copa do Mundo que acontecerá em 2014 e para as Olimpíadas de 2016. Língua e linguagem são dois grandes desafios na Causa da Bíblia. Deus, ao nos dar sua Palavra, mostrou que quer se comunicar conosco. Levar esta comunicação de Deus a todos é o desafio que temos em nossas mãos. E nesta tarefa, todos temos de tomar parte. ■

Erní Walter Seibert – Editor Chefe

ABNB - A Bíblia no Brasil

5



SBB Digital Novidades na TV SBB

SBB no Google+

A TV SBB, canal da SBB no Youtube, está repleta de novidades. Para celebrar os 50 anos do Luz na Amazônia, iniciativa que leva esperança aos ribeirinhos da Amazônia, comemorado em 2012, a SBB produziu um emocionante vídeo que conta a trajetória desse programa. Os 10 anos da publicação da primeira Bíblia em Braile em português também foi celebrado no ano passado. Conheça a história desse programa por meio de um vídeo muito especial, com audiodescrição. É possível, ainda, conhecer o novo Centro de Distribuição inaugurado em agosto de 2012. Saiba mais acessando: http:// www.youtube.com/user/sbbvideos.

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) acaba de chegar ao Google+, rede social do Google, criada para que seus usuários utilizem suas conexões na Internet de modo mais parecido com a vida real. Dividida em círculos de amizade, a rede social permite ao usuário arrastar seus contatos para determinado grupo, compartilhando conteúdos específicos. O Google+ também oferece mais recursos como os Sparks (sugestões de conteúdo), Hangouts (bate-papo por vídeo) e os Huddles (bate-papo em grupo). Para incluir a SBB no seu círculo, basta acessar o endereço: http://gplus.to/sbbbrasil.

Agenda de Oração 2013

Para guiar os cristãos brasileiros em oração pela Causa da Bíblia no País e no mundo, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) acaba de lançar a Agenda de Oração 2013. Repleta de novidades, a publicação ganhou formato digital, disponível, gratuitamente, no Google Play (https://play.google.com/ https://play.google.com/ store), ), loja virtual para tablets e smartphones com sistema operacional Android, e na App Store (https://itunes.apple. https://itunes.apple. com/us/book), ), loja virtual de aplicativos iPad e iPhone. Também está disponível a versão em ePub. Além das orações semanais, a Agenda de Oração traz um breve resumo sobre o país onde há uma Sociedade Bíblica presente. Faça parte dessa grande corrente de oração pela Causa da Bíblia.

Bênçãos de Deus para Você A porção bíblica Bênçãos de Deus para Você está disponível em versão digital. Neste livreto, estão selecionadas passagens bíblicas que orientam e trazem conforto para momentos difíceis da vida. São palavras de força e encorajamento, que podem ser baixadas, gratuitamente, da App Store (https://itunes.apple.com/us/book/) para seu iPad, iPhone ou iPod Touch.

ABNB - A Bíblia no Brasil

7


Fotos: UBS

Calendário de Oração

Dona Maria vende Bíblias perto de uma rodovia, na área industrial de Luanda, em Angola.

Superando obstáculos Com a eleição de novo órgão diretivo, a Sociedade Bíblica de Angola volta a se dedicar integralmente à missão de difundir a Bíblia Sagrada. Um novo tempo chegou à Sociedade Bíblica de Angola (SBA). Depois de passar por um momento de adversidade, a organização volta a dedicar-se integralmente a disseminar a Palavra de Deus. Essa reorganização começou há alguns meses e seu processo foi concluído com a constituição da nova Diretoria, eleita na Assembleia Geral realizada em 2 de setembro de 2012. “Os problemas enfrentados pela organização a impediram de ter pleno aproveitamento das oportunidades. Esses são os desafios que precisam ser encarados e vencidos”, afirmou o secretário executivo da Sociedade Bíblica de Angola, David Nkosi. As dificuldades enfrentadas pela SBA, no entanto, não impediram o desenvolvimento de importantes projetos de tradução no ano passado. A organização trabalhou na revisão do texto bíblico nas línguas Kikiongo, Umbundu e Luchazi. Também estão em andamento projetos nos idiomas Umbangala, Songo e Nkumbi. Para 2013, estão previstos mais dois projetos editoriais: um voltado ao público jovem e o outro a pessoas encarceradas. A entidade tem ainda o propósito de ampliar o apoio às igrejas na difusão da Bíblia, a fim de levar o conforto e a esperança da Palavra de Deus ao povo angolano. Com população de aproximadamente 18 milhões de pessoas, Angola sofreu por mais de 27 anos com a guerra civil. Desde o acordo de paz firmado em 2002, que colocou um ponto final no confl ito, o país tem sido 8

ABNB - A Bíblia no Brasil

palco de um acelerado crescimento econômico. Grande parte desse desenvolvimento é impulsionado pela extração de petróleo, pois Angola é o segundo maior produtor da matéria-prima no continente africano. Apesar de toda riqueza produzida no país, o povo angolano não tem desfrutado de todos esses benefícios. A maior parte da população sofre com a pobreza extrema. A taxa de mortalidade infantil no país continua sendo uma das maiores do mundo, de acordo com relatório divulgado pela Unicef (sigla em inglês para Fundo das Nações Unidas para a Infância) em 2010. Por essa razão, Nkosi reconhece que ainda há muito a ser feito para levar esperança ao povo angolano. “Levar a Palavra de Deus é muito mais do que apoiar projetos de tradução ou distribuir Escrituras Sagradas impressas. Temos de nos esforçar ainda mais para que a Palavra de Deus seja fonte de inspiração na vida do povo angolano”, explicou. Uma oração especial pela SBA Vamos nos unir em oração e pedir a Deus para que a Sociedade Bíblica de Angola vença as adversidades, fazendo com que a Palavra de Deus alcance o povo angolano. Ore pela nova Diretoria da SBA, eleita na última Assembleia Geral, para que ajude a organização a se dedicar integralmente à missão de disseminar a Palavra de Deus aos angolanos.■


Calendário de Oração

Orações do Trimestre JANEIRO Afeganistão: Ore para que tenhamos sucesso na tarefa de disponibilizar a Palavra de Deus a todos. África do Sul: Ore para que os programas holísticos da Sociedade Bíblica local ajudem a combater a miséria e a epidemia de AIDS. Albânia: Ore pelos projetos de tradução da Bíblia Sagrada. Alemanha: Peça para que o trabalho da Sociedade Bíblica leve as pessoas a ampliarem seu interesse pela Palavra. Antígua e Barbuda: Ore pela difusão da obra bíblica nessas ilhas. Arábia Saudita: Ore para que a Bíblia consiga chegar às mãos dessa população. Argélia: Ore para que a Palavra de Deus se espalhe pelo país. Argentina: Ore para que cristãos voltem a ter interesse pela Palavra de Deus. Armênia: Ore pela distribuição da Bíblia neste país. Aruba: Louve a Deus pelo trabalho que tem sido realizado na região.

FEVEREIRO Austrália: Agradeça a Deus pelos projetos realizados. Áustria: Louve a Deus por progressos no trabalho de distribuição da Bíblia. Azerbaijão: Agradeça a Deus por sua mão poderosa no trabalho da Sociedade Bíblica local. Bahamas: Ore para que sejam bem-sucedidos programas de combate às drogas. Bahrein: Ore pela paz duradoura. Bangladesh: Ore por programas que promovam a divulgação da Bíblia. Belarus: Dê graças a Deus pela forma como ele ajudou no desenvolvimento dos trabalhos em prol da Causa da Bíblia em 2012. Bélgica: Ore pelos projetos de disseminação da Bíblia Sagrada. Belize: Ore contra a violência e pela promoção dos valores bíblicos. Benin: Agradeça pelo bom relacionamento da Sociedade Bíblica local com as igrejas cristãs. Bermudas: Ore para que a Sociedade Bíblica do Canadá desenvolva projetos bem-sucedidos em Bermudas. Bolívia: Peça a Deus que livre a nova geração do perigo das drogas.

Jovem lê sua Bíblia durante celebração na cidade de Bujumbura, no Burundi.

MARÇO Bósnia-Herzegovina: Ore pela obra bíblica neste país. Botsuana: Peça por projetos que combatam a miséria e a epidemia da AIDS. Brasil: Ore a Deus pelo trabalho de tradução, publicação, impressão e distribuição da Bíblia, realizado pela SBB, por todos os funcionários e colaboradores e pelos programas sociais realizados no país. Brunei: Ore por iniciativas e projetos que toquem o coração dessa população. Bulgária: Ore por novas oportunidades de distribuir Bíblias a diferentes segmentos da população não cristã. Burkina Fasso: Peça por projetos criativos para a distribuição da Palavra de Deus. Burundi: Ore para que a Palavra de Deus restaure essa população. Butão: Peça pela obra bíblica nesse país. Cabo Verde: Ore para que os novos projetos contribuam para o crescimento da obra bíblica nesse país. Camarões: Peça a Deus para abrir novos canais de divulgação da Bíblia. Camboja: Peça para que as Escrituras Sagradas estejam disponíveis em diferentes mídias.. Canadá: Ore pelos projetos iniciados tendo como foco a população francófona canadense. Cazaquistão: Ore pelo fornecimento de Escrituras Sagradas nessa localidade. Chade: Ore para que as crianças e jovens coloquem em prática os valores cristãos contidos na Bíblia Sagrada. Chile: Louve a Deus pela vida e trabalho de voluntários que ajudam na distribuição da Bíblia Sagrada. China: Peça a Deus que abra portas e oportunidades de divulgação da Bíblia Sagrada na China. Chipre: Ore pela obra bíblica no país. Cingapura: Ore pela disponibilização de mais Escrituras Sagradas. Colômbia: Agradeça pelos projetos bem-sucedidos. ABNB - A Bíblia no Brasil

9


Capa

Após quase 60 anos de sucesso entre os cristãos brasileiros, a tradução Almeida Revista e Atualizada, com a anuência e participação da igreja cristã, prepara-se para receber uma revisão. Preferida por um número expressivo de cristãos brasileiros, a tradução Almeida Revista e Atualizada (ARA) tem uma distribuição anual de milhões de exemplares. Publicada com exclusividade pela Sociedade Bíblica do Brasil, possui uma série de diferenciais, entre os quais se destacam sua fidelidade aos textos originais, sua linguagem atualizada sem abrir mão do vocabulário e sintaxe eruditos, sua riqueza de estilos literários, além de sua legibilidade e sonoridade. Sua primeira edição foi feita entre 1943 e 1959, em plena era do rádio. Assim, a equipe que conduziu esse processo teve uma grande preocupação com sua leitura em voz alta. Perto de completar seis décadas, a ARA, com a anuência das igrejas cristãs brasileiras, prepara-se para receber uma atualização, com o objetivo de tornar o que já é excelente em algo ainda melhor. De acordo com Rudi Zimmer, diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), a ARA, também conhecida como a Bíblia do púlpito, tem uma série de predicados que a tornam tão amada pelo público evangélico: “Em primeiro lugar, assim como o próprio João Ferreira de Almeida usou, em sua época, os me-

10

ABNB - A Bíblia no Brasil

lhores textos originais disponíveis, o mesmo ocorreu nas revisões de sua tradução, que resultaram na edição Revista e Atualizada. Em segundo lugar, foi a tradução que melhor incorporou o português erudito utilizado no Brasil. Em terceiro lugar, o vocabulário teológico da maioria das igrejas brasileiras se coaduna melhor com o vocabulário da edição Revista e Atualizada. Por fim, e isso é a culminância de tudo que disse até aqui, a edição Revista e Atualizada, naturalmente, passou a ocupar o espaço do culto, sendo a tradução que, no entender das igrejas, mais bem se afina com o uso litúrgico das Escrituras Sagradas”. Para Roberto Brasileiro, pastor presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil, a ARA foi adotada pela Igreja por seu texto amigável, que contribui para o uso e compreensão da população. “Ela tem uma linguagem mais fácil. Isso possibilita que o povo tenha acesso a um português correto, claro para todos. Consequentemente, promove o crescimento de nossa Igreja”, avalia.


Capa Já Almir Marrone, pastor vice-presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia, destaca a clareza e fidelidade ao texto original como diferenciais da tradução. “Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que os ensinos e doutrinas precisam ser construídos sobre um fundamento confiável. Na pregação e no estudo doutrinários, preterimos as versões e preferimos a tradução do original. A Almeida Revista e Atualizada traz essa segurança e, ao mesmo tempo, tem uma linguagem acessível”, explica. “Nosso diferencial chama-se Sociedade Bíblica do Brasil”, sentencia Paulo Roberto de Moura Pinheiro, pastor e editor da Casa Publicadora Brasileira, complementando que “o que a SBB faz encaramos como de primeira qualidade”. Nesse sentido, vale ressaltar que a tradução de Almeida Revista e Atualizada é uma marca registrada da Sociedade Bíblica do Brasil e, portanto, foi desenvolvida totalmente pela organização. Assim, a ARA é encontrada com exclusividade apenas nas obras que levam o selo SBB. Outro ponto observado por Adail Carvalho Sandoval, presidente da SBB e pastor jubilado da Igreja Presbiteriana do Brasil, é a questão da afinidade e intimidade com o texto da ARA. “Quem viveu mais um pouco e se acostumou com a primeira e segunda edições, decorando textos, lendo-a diariamente e pregando com base nesta versão, fica até difícil utilizar-se de qualquer outra”, comenta, destacando que sua linguagem poética, agradável ao ouvido, também é uma razão de ser a preferida entre os cristãos. Para Egon Kopereck, pastor presidente da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) esta é uma tradução que se enraizou em sua Igreja e, por isso, é a tradução recomendada. “Podemos dizer que ela é a linguagem de amor da nossa Igreja”, sintetiza. Também sobre afinidade com o texto da ARA fala Ernesto Ferreira Junior, pastor da Igreja do Nazareno. “É o nosso principal texto bíblico, única utilizada no púlpito, inclusive já fizemos edições personalizadas, para datas comemorativas. Nós pastores somos educados a partir da ARA e temos, portanto, uma relação mais estreita com ela”.

A tradução do Novo Testamento feita por João Ferreira de Almeida foi revisada antes de ser publicada

em 1681 e, quando o texto foi publicado, já necessitava de imediata revisão. Depois, em meados do século 18, ainda na ilha de Java, foi feita uma revisão do texto de toda a Bíblia. A segunda grande revisão, chamada de “revisão de Londres”, foi feita 100 anos mais tarde, entre 1689 e 1875. Vinte anos depois, em 1894, ainda em Londres, o mesmo texto foi corrigido quanto à ortografia e alguns termos obsoletos foram substituídos. A edição de 1898, feita em Lisboa, viria a ser conhecida como Almeida Revista e Corrigida (ARC). Ao longo dos anos, essa edição vem sofrendo atualização gráfica e pequenos retoques no que diz respeito a termos arcaicos e palavras que mudaram de significado: 2ª edição, em 1969, 3ª edição, em 1995. A mais recente dessas revisões foi feita em 2009 e contou como uma importante alteração, a palavra “caridade” foi substituída por “amor”. Estima-se que o texto de Almeida tenha sido revisado oito vezes, antes da edição Revista e Atualizada. Em 1943, a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira e a Sociedade Bíblica Americana, que atuavam no Brasil naquela época, decidiram preparar e publicar uma revisão da tradução de Almeida. Essa revisão, que a partir de 1948, passou aos cuidados da Sociedade Bíblica do Brasil, viria a ser conhecida como Almeida Revista e Atualizada. Dela participaram biblistas e vernaculistas de renome, membros das mais diversas denominações evangélicas presentes no Brasil naquela época. A revisão do Novo Testamento foi publicada em 1952. A revisão do Antigo Testamento foi concluída em menos tempo, em 1956, porque uma pequena comissão se dedicou a essa tarefa em regime de tempo integral. A Bíblia toda só foi publicada em 1959. Uma segunda edição da Almeida Revista e Atualizada foi publicada no Brasil, em 1993. Trata-se de uma tradução de equivalência formal, já que há um respeito à forma das línguas-fonte (hebraico e grego). Assim, é mantida a ordem das palavras que aparece no original, como pode ser observado em Gênesis 1.1: “No princípio, criou Deus os céus e a terra”. “A tendência aqui é traduzir verbos por verbos, substantivos por substantivos”, ensina Vilson Scholz, consultor de tradução da SBB.

ABNB - A Bíblia no Brasil

11


Capa

“A edição Revista e Corrigida traz um português que os ‘atualizadores’ do Brasil consideram ‘oriental’. Além disso, é uma tradução bem literária, mas arcaica quanto à linguagem”, explica Scholz, destacando que se trata de uma King James na língua de Camões. Uma das diferenças entre as edições Revista e Atualizada e Revista e Corrigida diz respeito ao texto grego adotado como base para a tradução do Novo Testamento. No século 17, Almeida dispunha somente do assim chamado “texto recebido” (textus receptus) – único disponível naquele tempo –, que tem sua origem no Novo Testamento Grego, editado por Erasmo de Roterdã, em 1516, e baseado em alguns poucos manuscritos gregos copiados durante a Idade Média. Durante os séculos 19 e 20, foram descobertos manuscritos gregos mais antigos, muitos deles copiados no quarto século d.C. e até mesmo antes disso. A partir desses manuscritos, que estão mais próximos do tempo dos evangelistas e apóstolos, passaram a ser publicadas edições do Novo Testamento chamadas de “edições críticas”. “O termo ‘crítico’ indica que essas edições permitem que se faça a crítica textual, ou seja, a comparação entre o texto que se considera original e as variantes ou alternativas textuais – inclusive as do textus receptus –, que aparecem ao pé da página”, esclarece o consultor de Tradução. Para a edição Revista e Atualizada, decidiu-se traduzir o melhor texto grego disponível naquele momento, que era a 16ª edição do Novo Testamento Grego editado por Erwin Nestle. Esse Novo Testamento Grego foi sendo reimpresso sem alterações até o surgimento da 26ª edição, em 1979. Além desta diferença quanto à base textual, a ARA se caracteriza pelas seguintes modificações em relação à ARC: (1) Foram eliminados cerca de 2 mil tipos de cacófatos ou desagrados cacofônicos, como “tatu” (“volta tu também”, Rt 1.15), “alice” (“e todo o Israel ali se achou”, Ed 8.25) etc. Nessa mesma linha, para evitar um mal entendido, “a vós” passou a ser, em certos contextos, a locução “a vós outros”; 12

ABNB - A Bíblia no Brasil

(2) O nome de Deus (Javé), no Antigo Testamento, foi traduzido por Senhor e impresso em versalete, isto é, com letras maiúsculas; (3) A primeira letra da palavra que inicia um parágrafo foi impressa em negrito; e (4) Os textos poéticos como, por exemplo, Salmos, passaram a ser impressos em formato de poesia. “De modo geral, a Almeida Revista e Atualizada difere de edições anteriores em aproximadamente 30% do texto e ainda preserva um amplo vocabulário, com mais de oito mil termos diferentes, sem contar os nomes de pessoas e lugares”, contabiliza o consultor de Tradução da SBB.

Com o objetivo de eliminar a linguagem arcaica, a ARC sofreu algumas alterações em seu vocabulário, o que resultou na ARA. Entre elas, estão a substituição de “de Deus” por “por Deus” (2Co 1.4) e


Capa

“redarguir” por “corrigir” (2Tm 3.16). Mas nem todas as modificações trouxeram ganhos para o texto. Por exemplo: em Mt 18.15 “repreender” foi substituído por “arguir”. Neste ano, a tradução de Almeida Revista e Atualizada completa 57 anos de existência. Mas se forem contabilizados os anos desde quando foram iniciados os trabalhos de tradução, em 1943, já se passaram 70 anos. De acordo com as diretrizes das Sociedades Bíblicas Unidas, a recomendação é de que, a cada 25 anos, seja feita uma revisão do texto. “Quanto mais se demora em fazer uma revisão, mais difícil ela se torna”, avalia Scholz. Para ele, uma tradução excelente pode ser melhorada, especialmente, para as novas gerações. “Para se usar de metáfora, a ARA é uma estrada bem construída, mas que apresenta algumas saliências que poderiam ser niveladas”,

sintetiza o consultor, destacando os seguintes pontos: as edições do texto original já são outras; quanto à linguagem, no século XX, Almeida foi trazida a Portugal, agora é preciso trazê-la para o Brasil. Para Roberto Brasileiro, esta é uma tradução que deve ser melhorada sempre: “Até para manter seu conceito de Revista e Atualizada”, diz. Já Egon Kopereck destaca que, por adotar uma linguagem bastante antiga, muitos vocábulos e termos não são mais usados pelas pessoas normalmente. “Então, acho que muitas palavras podem ser trocadas, trazendo para a realidade do português utilizado no Brasil atualmente”, destaca. Partidário da mesma opinião, Samuel Esperandio, pastor e diretor executivo da Convenção Batista Pioneira fala sobre a atualização da forma de escrever: “Seria interessante adequar a escrita ao estilo do português do Brasil, com sequência de sujeito, verbo e objeto, e a substituição do vós, que ninguém mais utiliza no Brasil, por vocês, nos casos possíveis”, opina. Adonias Pereira do Lago, bispo presidente da Igreja Metodista, observa que é preciso sim fazer modificações na linguagem, mas sem perder a essência: “Obviamente, é necessário ter o cuidado de não perverter o texto a partir do original e do que Deus de fato quis dizer a nós no momento em que foi escrito”. Sob esse aspecto, Leopoldo Heimann, pastor luterano e 1º vice-presidente da SBB, enfatiza que “ao se fazer a revisão, é importante preservar o estilo de Almeida, zelando por ele. O que pode e deve ser melhorado é uma questão linguística, determinadas terminologias que caducaram e não são mais utilizadas”. “Trata-se de um esforço louvável e necessário. Louvável porque revela que a SBB está atenta às expectativas manifestas pelos leitores. Necessário porque a vida e o tempo vão ensinando novas possibilidades”, avalia Romeu Ruben Martini, pastor e assessor Teológico da Presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). A ideia é dar continuidade ao que foi feito em meados do século passado, apresentando à população brasileira um texto condizente ao original e à língua portuguesa atualizada, mas que conserve a expressão de João Ferreira de Almeida. ABNB - A Bíblia no Brasil

13


Capa

Representantes de diferentes denominações cristãs, presentes em encontro organizado pela SBB, consideraram oportuno o início de uma revisão da ARA.

Entre os pontos a serem observados e avaliados em uma nova revisão, destacam-se os seguintes: Além da base textual que mudou um pouco, há eventuais revisões exegéticas a serem feitas, como em Ap 1.3. Língua portuguesa atualizada implica, hoje, o português brasileiro. Certas expressões poderiam ser mais idiomáticas, como em Gn 23, “tua morta”, que poderia ser substituída, por exemplo, por “a falecida”. Quando comparada com a ARC, a ARA, em alguns casos, tornou-se mais arcaica do que a ARC. Arcaísmos ou formas pouco encontradas na literatura, como “tas”, “to”, “outrem”, “baluarte”, “chasquear”, entre outros, podem ser objetos de revisão. Para analisar a necessidade de uma revisão da ARA, a Sociedade Bíblica do Brasil convidou, em

1

2

15 de outubro de 2012, líderes de igrejas cristãs brasileiras para um encontro. Com a presença de cerca de 30 representantes de 11 diferentes denominações cristãs, a grande maioria considerou oportuno o início de uma revisão da tradução, desde que de forma moderada, preservando o estilo de Almeida. Assim, para que isso aconteça, o próximo passo é formar uma equipe interdenominacional de trabalho, que passará a estudar o texto da ARA para propor modificações, no que virá a ser a 3ª edição da tradução. “Dependendo do alcance da revisão e do ritmo de trabalho, deve ser possível concluir a revisão num período de três a cinco anos. Uma equipe de revisão não muito numerosa, bem focada, contando com os modernos recursos de informática, poderá realizar essa revisão num período bem menor do que o tempo que se levou no século passado (13 anos!)”, conclui Vilson Scholz.■

3

4

Foto 1 – Roberto Brasileiro, pastor presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil / Foto 2 – Egon Kopereck, pastor presidente da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) / Foto 3 – Adonias Pereira do Lago, bispo presidente da Igreja Metodista / Foto 4 – Samuel Esperandio, pastor e diretor executivo da Convenção Batista Pioneira.

14

ABNB - A Bíblia no Brasil


Capa João Ferreira Annes de Almeida nasceu por volta de 1628, em Torre de Tavares, Portugal, e morreu em 1691, na cidade de Batávia – atual ilha de Java, Indonésia. O que se conhece da vida de Almeida está registrado na “Dedicatória” de um de seus livros e nas atas dos presbitérios de Igrejas Reformadas (calvinistas) do Sudeste da Ásia, para as quais trabalhou como pastor, missionário e tradutor, durante a segunda metade do século 17. Segundo registros da época, em 1642, aos 14 anos, Almeida teria deixado Portugal para viver em Málaca, Malásia. Ele havia ingressado no protestantismo, vindo do catolicismo, e transferia-se com o objetivo de trabalhar na Igreja Reformada Holandesa daquele local. Dois anos mais tarde, começou a traduzir para o português uma parte dos Evangelhos e das Cartas do Novo Testamento. Em 1651, se transferiu para a Batávia e, em 1656, se ordenou pastor, sendo indicado para o Presbitério de Ceilão, hoje Sri Lanka. A partir de 1663 – dos 35 anos de idade em diante –, Almeida trabalhou na congregação de fala portuguesa da Batávia, onde ficou até o fi-

nal da vida. Nesta nova fase, teve intensa atividade como pastor. Ao mesmo tempo, retomou o trabalho de tradução da Bíblia, iniciado na juventude. Almeida publicou o primeiro Novo Testamento completo em língua portuguesa, há mais de 330 anos, em 1681. Na época, o português era a língua de contato, a língua internacional usada na rota de navegação para o Oriente. No entanto, acredita-se que o português empregado por Almeida tanto em pregações como na tradução da Bíblia fosse bastante erudito e, portanto, de difícil compreensão para a maioria do povo. Enquanto progredia a revisão do Novo Testamento, Almeida começou a traduzir o Antigo Testamento. Em 1683, ele completou a tradução do Pentateuco. Iniciou-se então a revisão desse texto, e a situação que havia acontecido na época da revisão do Novo Testamento, com muita demora e discussão, acabou se repetindo. Já com a saúde prejudicada – pelo menos desde 1670, segundo os registros – Almeida teve sua carga de trabalho na congregação diminuída e pôde dedicar mais tempo à tradução. Mesmo assim, não conseguiu acabar a obra à qual havia se dedicado por toda a vida, tendo chegado até Ezequiel 48.21. A tradução do Antigo Testamento foi completada em 1694, por Jacobus op den Akker, pastor holandês. O texto do Antigo Testamento completo só viria a ser impresso em 1751 e a Bíblia completa, em um único volume, em 1819. Ao que tudo indica, o texto da Bíblia de Almeida chegou ao Brasil pela primeira vez em 1712, ainda que de forma acidental. Uma remessa de 150 exemplares do Evangelho de Mateus, impressas em Amsterdã e destinadas ao povo de fala portuguesa das Índias Ocidentais, acabou aportando no Brasil. Acontece que o navio foi interceptado pelos franceses e conduzido a um porto brasileiro, no Rio de Janeiro ou Salvador. Não se sabe quem ficou com as cópias do Evangelho de Mateus. Posteriormente, a Bíblia de Almeida passou a ser distribuída no Brasil pela Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira.

ABNB - A Bíblia no Brasil

15


Foto: Décio Figueiredo

Bíblia em Ação

Eventos celebram os 10 anos da Bíblia em Braile Uma série de Encontros de Pessoas com Deficiência Visual foi realizada em todo o Brasil. Os 10 anos da Bíblia em Braile na língua portuguesa foram celebrados de forma especial em todas as regiões do Brasil. Para isso, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) realizou sete edições do Encontro de Pessoas com Deficiência Visual, entre os meses de setembro e novembro. Deficientes visuais, representantes de instituições que trabalham com esse público e voluntários prestigiaram os eventos que aconteceram nas cidades de Santarém (PA), Barueri (SP), Brasília (DF), Boa Vista (RR), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Recife (PE). Com uma programação diversificada, as edições do Encontro utilizaram recursos como audiodescrição e interatividade, além de diversas atrações artísticas a fim de proporcionar um evento inclusivo. Por meio da palestra “10 anos da Bíblia em Braile”, os convidados conheceram a trajetória da tradução e produção do Livro Sagrado em Braile. Em seguida, foi exibido o vídeo, com audiodescrição, que celebra uma década dessa iniciativa da SBB.

E, para instigar a imaginação dos participantes, o Grupo Dois na Mala narrou a história de “Davi e Golias”. Nas edições de Barueri (SP), Curitiba (PR), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ), foram reservados um momento especial para premiar os vencedores do IV Concurso Literário de Contos e Poesias. Inspirados no tema “Bíblia em Braile em minha vida: 10 anos de história”, os selecionados contaram como a Palavra de Deus na língua que fala ao seu coração transformou a vida deles. Confira os vencedores e as composições selecionadas no site da SBB. Morador da cidade de Santa Isabel, que fica a 57 km de São Paulo, Claudir Aparecido Vieira prestigiou o evento e sentiu-se muito bem recebido. “Organizadores e voluntários fizeram de tudo para que nos sentíssemos à vontade”, disse. Esse reconhecimento deu a Emilene Araujo, gerente de Ação Social da SBB, a certeza de que o evento atingiu o seu objetivo. “Cumprimos o que propomos fazer: um evento inclusivo que teve o intuito de difundir a mensagem bíblica”, afirmou.

Fé e apoio familiar na recuperação A temática foi abordada numa série de cinco edições do Encontro sobre Dependência Química, realizada em diferentes partes do País. Com o objetivo de promover o debate sobre a dependência química e o papel da Bíblia no processo de recuperação e reintegração social do dependente químico, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) organizou entre os meses de agosto e dezembro, cinco 16

ABNB - A Bíblia no Brasil

edições do Seminário sobre Dependência Química. Aproximadamente 1.270 pessoas marcaram presença nas edições realizadas nas cidades de Recife (PE), Barueri (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF).


Bíblia em Ação

Agosto

Foto: Arquivo SBB

16: Organização do V Encontro de Capelania Hospitalar em Paulista (PE). 20: Entrega da Bíblia em Braile em Abaetetuba (PA). 31: Capacitação de instituições parceiras no Rio de Janeiro (RJ).

Setembro

Foto: Abelardo Barbosa

1: Organização de capacitação com capelães evangélicos, em Belém (PA). 3: Capacitação de professores do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB), em Limeira (SP). Distribuição de literatura bíblica aos moradores do Morro do Piolho, na cidade de São Paulo, que foi atingido por um incêndio de grandes proporções. 22: São João do Cariri (PB) é beneficiada com a visita do Luz no Nordeste. As comunidades Cinco Bocas, Picapau e Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro (RJ), são beneficiadas pelo Luz no Sudeste. Encontro de Capelania Prisional e Hospitalar, em Brasília (DF). 23: I Encontro de Surdos, no auditório do Instituto Felipe Smaldone, em Belém (PA). Mobilização social em parceria com o Instituto Ressoar, em Cajamar (SP). 24: Encontro sócio-familiar no CRAS Santo Amaro, em Recife (PE). Capacitação de professores do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB), em Altamira (PA). 27: Capacitação de instituições parceiras em São Paulo (SP). 29: Apoio ao evento Dia Internacional do Idoso, promovido pelo Governo do Distrito Federal, em Brasília (DF).

Outubro

4: Capacitação dos beneficiados do Projeto de Ação Social de Barueri (SP) para implantação do Projeto Acervo Comunitário. 5: Capacitação de instituições parceiras em Manaus (AM). 6: Lançamento da Campanha Natal dos Ribeirinhos, em Belém (PA). 11: Celebração do Dia das Crianças no Hospital João Paulo II, em Belo Horizonte (MG). 17: Entrega da Bíblia em Braile para a Associação de Deficientes Visuais de Irecê (BA). 20: Moradores de Doutor Ulysses (PA) são beneficiados pelo projeto Luz no Sul. 25: Passeio com integrantes do projeto A Bíblia para Pessoa com Deficiência no Memorial da Inclusão, em São Paulo (SP).

Novembro

2: Moradores de Bonito (PE) são beneficiados pelo Luz no Nordeste. 7: Entrega da Bíblia em Braile para Biblioteca Municipal de Apucarana (PR). 10: Capacitação de instituições parceiras em Belo Horizonte (MG). II Encontro de Capelania Hospitalar em Vitória (ES). Tunas do Paraná é beneficiado pelo Luz no Sul. 23: I Encontro de Voluntários em São Paulo (SP). 24: Capacitação de instituições parceiras em Belém (PA).

Dezembro

1: Encontro do Grupo de Trabalho da Rede COMTER, em Itapecerica da Serra (SP). 4: Entrega da Bíblia em Braile em Maringá (PR). 15: II Encontro de Voluntários em São Paulo (SP). ABNB - A Bíblia no Brasil

17


Foto: Kae'gso

Tradução

Antigo Testamento chega aos kaingangs Finalmente, esse povo terá a oportunidade de conhecer as promessas de Deus feitas antes da vinda de Jesus. “Agora conheceremos todas as promessas de Deus feitas ao seu povo, antes mesmo da vinda de seu filho Jesus”. A declaração emocionada foi feita pelo índio Nivaldo Vãnfy Lourenço, após a cerimônia de entrega do “Primeiro falar de Deus conosco”, nome dado pelo povo kaingang ao Antigo Testamento, que aconteceu em 15 de outubro, na Sede Nacional da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), em Barueri (SP). Originário do Sul do Brasil, o povo kaingang recebeu o Antigo Testamento, 35 anos depois de conhecer o Novo Testamento em seu idioma. A edição foi publicada graças a um esforço conjunto da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e da Missão de Cristianismo Decidido, liderada pelo missionário Martin Ka’egso Hery. Para ele, o Antigo Testamento ajudará as novas gerações do povo kaingang a compreender as promessas de Deus. Durante a cerimônia de entrega do Antigo Testamento, Hery fez questão de ressaltar a importância das traduções do Livro Sagrado no idioma que fala ao coração da população indígena. “A Bíblia em português não chega ao coração dos índios. É por essa razão que temos de ampliar os projetos de tradução, para que a Palavra de Deus possa, de fato, transformar a vida de cada um deles”, afirmou. No Brasil, há 181 idiomas indígenas, dos quais apenas 58 possuem alguma parte das Sagradas Escrituras traduzida. Até o momento, há projetos de tradução em andamento para 54 idiomas. 18

ABNB - A Bíblia no Brasil

Filho de missionários alemães, Hery assumiu a missão de traduzir o Antigo Testamento com uma equipe formada majoritariamente por indígenas, que se revezaram ao longo de 17 anos de trabalho. A tradução teve importante contribuição da linguista alemã Ursula Wiesemann, responsável por desenvolver o registro gráfico da língua, entre as décadas de 60 e 70. O trabalho de tradução do Antigo Testamento, que foi iniciado em 1995, deu seus primeiros frutos em 2002, com a publicação de três livros: Ester, Rute e Jonas, todos impressos pela SBB. “As narrativas foram muito apreciadas pelos kaingang. São livros fáceis de compreender, que não exigem o conhecimento de todo o contexto do Antigo Testamento”, afirmou Hery. A impressão do Antigo Testamento recebida pelos kaingang é uma versão experimental. Ela foi feita a fim de que os nativos possam fazer uma revisão completa da tradução. “Todo esse cuidado é para assegurar que o texto da publicação oficial seja compreendido pelos falantes da língua”, explicou Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB.■

Raio X

Povo Kaingang Língua: família linguística Jê do tronco Macro-Jê (SIL Brasil) Localização: Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (Conplei) População: 37.470 (Censo 2010)


Fotos: Arquivo SBB

Tradução

Estudantes de Santa Maria do Herval recebem publicações em hunsrik.

Palavra de Deus em pomerano e hunsrik SBB lança o primeiro volume da série Aventuras da Bíblia em pomerano e hunsrik, contribuindo com a preservação desses idiomas. O português é o idioma falado por grande parte da população de Norte a Sul do Brasil. No entanto, há uma pequena parcela de brasileiros que não tem a língua portuguesa como idioma materno. Descendentes de imigrantes de fala germânica, vindos da Europa no século XIX, escolheram o País como seu lar. Mas mantiveram o pomerano e o hunsrik, dialetos alemães, como a língua que fala ao seu coração. Com o lançamento do primeiro volume da série Aventuras da Bíblia em pomerano e hunsrik, em outubro de 2012, nas cidades de São Lourenço do Sul e Santa Maria do Herval (RS), a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) torna acessível a mensagem bíblica a essa parcela da população, além de contribuir com a preservação desses idiomas. Primeiro volume de uma série de oito livros, a publicação conta com as histórias de Noé, Moisés, Sansão e Davi, apresentadas com ilustrações de Diogo Godoy. Ao final de cada história, há uma seção na qual a narrativa é apresentada também em alemão e português. As traduções aparecem lado a lado, a fim de auxiliar a criança no processo de alfabetização dos três idiomas. Após chegar ao Brasil, grande parte dos falantes do hunsrik e pomerano se fi xaram no Sul do Brasil. Outros grupos se dividiram por outros estados como Mato Grosso e Espírito Santo. Não há registro oficial de quantas pessoas falam esses idiomas. Estima-se que 2 milhões de pessoas falam o hunsrik e 500 mil, o pomerano.

O consultor de tradução da SBB, Vilson Scholz, participou ativamente do trabalho de tradução das publicações. Ele lembrou que, embora os dialetos possuam origem semelhante, há particularidades que os distinguem. “O hunsrik é falado em algumas regiões da Alemanha. O mesmo não ocorre com o pomerano. Essa língua, no entanto, se manteve viva no Brasil, sendo utilizada em muitos cultos cristãos”, afi rmou. Desde 2004, as professoras Solange Maria Hamester Johann e Mabel Dewes iniciaram o trabalho de codificação da língua hunsrik, com o apoio da linguista alemã Ursula Wiesemann. Ela foi responsável por estabelecer o código linguístico do idioma indígena kaingang (leia matéria na página 18). Solange contou que sua própria história serviu de fonte de inspiração para ingressar no projeto. “Sou falante do hunsrik e só aprendi a falar português aos sete anos. Senti na pele a dificuldade dos falantes da língua em ver reconhecida a sua identidade cultural”, afirmou. Pela mesma razão, o pastor Arnildo Munchow, morador de Canguçu e falante do pomerano, aceitou participar do projeto de codificação da língua pomerana a partir de 2009. Para realizar o trabalho de tradução, Munchow e outros falantes do idioma tiveram um curso preparatório com a linguista alemã. “Participar do projeto de tradução é contribuir com o resgate da minha própria origem. É lembrar a língua que a minha mãe e o meu pai falavam com a gente lá em casa”, disse. ■ ABNB - A Bíblia no Brasil

19


Testemunho

Passei por uma experiência muito dolorosa em 2010. No final de 2009, senti dores horríveis nas costas. Consultei um ortopedista no início do ano seguinte. Depois de alguns raios X e uma avaliação, foi constatado que estava com uma fratura na coluna vertebral. O médico solicitou uma ressonância magnética com urgência, que foi feita uma semana depois. No dia 11 de janeiro, recebi o terrível diagnóstico. Estava com mieloma múltiplo, um tipo de câncer que se desenvolve na medula óssea. A doença estava bem avançada, com inúmeras lesões ósseas e duas fraturas patológicas. Meus ossos quebravam como cristal. Naquele dia, reunimos a família e choramos muito. Depois desse momento de desabafo, no dia seguinte, era hora de enfrentar a doença. Não tínhamos recursos financeiros, nem plano de saúde. Procurei um hospital público em Curitiba, onde fui encaminhado para uma equipe de hematologistas e oncologistas. Eles constataram que a minha situação era muito grave. Teria pouco tempo de vida se não fosse submetido imediatamente ao tratamento. Passaria por quimioterapia nos próximos seis meses e, se suportasse, por um transplante de medula óssea. Fiquei muito debilitado, pois sou diabético. Mas a ordem era não desistir e enfrentar tudo com ânimo e muita fé. E a Bíblia Sagrada foi fundamental nesse momento. A cada vez que lia a Palavra de Deus, ela sustentava a minha fé. Um milagre ocorreu em minha vida. No quarto ciclo da quimioterapia, recebi a notícia de que o câncer havia

20

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Arquivo SBB

A Palavra de Deus sustentou a minha fé.

zerado. Situação que deixou a equipe médica bem animada. No entanto, teria um novo desafio. Como não havia doador de medula óssea, eu deveria ser o meu doador. Eles chamam esse procedimento de transplante autólogo. Em 22 de julho, fiz o transplante. Foi como uma transfusão de sangue, que durou 20 minutos. Para a glória de Deus, em setembro, fui para Fortaleza com a minha família passear e comemorar esse milagre. Levo uma vida praticamente normal no convívio da família e dos amigos. Aldo Roberto Mattar, de Curitiba (PR), 52 anos, casado e

pai de três filhos.

Testemunhos sobre a Bíblia

Se você tem uma experiência edificante com a Palavra de Deus, escreva para a revista A Bíblia no Brasil e também para o site da SBB contando-a. Aqueles que tiverem seus testemunhos selecionados e publicados ganharão um exemplar da Bíblia de Estudo NTLH. Envie seu testemunho acompanhado por uma foto para webmaster@sbb.org.br.


Fotos: Jaime Souzza

Barco da Bíblia

Barco da Bíblia é reinaugurado Maior livraria flutuante de literatura bíblica da Amazônia, que oferece publicações a preços acessíveis e atividades culturais, retoma suas atividades. Após passar por uma grande reforma, que durou quase dois anos, o Barco da Bíblia retomou as viagens pela região ribeirinha da Amazônia. A embarcação partiu de Belém (PA), em 19 de setembro, para sua viagem inaugural rumo a Macapá (AP), e cumpriu um cronograma de visitas a cidades do Amapá e Amazonas até 24 de novembro. Criado para levar conhecimento e literatura bíblica à população que vive na Região Norte do País, o Luz na Amazônia II – Barco da Bíblia foi totalmente remodelado, reunindo uma área de livraria mais ampla e moderna, que enfatiza o atendimento ao público, além de um espaço cultural, batizado de Museu da Bíblia. A iniciativa está inserida no programa Luz na Amazônia e foi criada para levar conhecimento e literatura bíblica à população que vive na Região Norte do País. “O Barco da Bíblia tem como principal finalidade oferecer Escrituras a um valor acessível, facilitando sua aquisição por pessoas que vivem nos diversos contextos geográficos da Amazônia”, afirmou Acyr de Gerone Junior, secretário Regional da SBB em Belém. Para ele, além de proporcionar melhor atendimento àqueles que desejam adquirir a Bíblia Sagrada, o Barco da

Bíblia contribuirá ainda mais para disseminar a Palavra de Deus entre os moradores da região. “A criação do Museu da Bíblia permitirá que a população conheça curiosidades e objetos relacionados ao Livro Sagrado”, destacou. Reuel Klayber, gerente da Unidade Regional da SBB em Manaus, acompanhou um dos trechos da viagem inaugural da embarcação, em Parintins (AM). “O Barco da Bíblia, ou como muitos chamam, ‘O Barco da Esperança’, foi recebido com muita alegria. O principal motivo está no fato de que muitas pessoas não teriam outra oportunidade de adquirir a Palavra de Deus em suas comunidades, se não fosse a presença do barco na cidade”, observou. “A presença do Barco da Bíblia em Macapá é verdadeiramente uma bênção, sobretudo porque não dispomos de um acervo tão rico e diversificado como encontramos aqui. O acesso a esses materiais enriquece não apenas o povo de Deus, mas aqueles que têm fome de conhecer a sua Palavra”, comemorou Wirley de Oliveira, de Macapá (AP).

Barco da Bíblia

Tamanho do barco: 6 X 23 m. Duração da reforma: 1 ano e 9 meses. Colaboradores: Cinco atendentes na loja e um no Museu da Bíblia; oito na tripulação. Programação: Duas viagens semestrais, com dois meses de duração, a roteiros pré-definidos. ABNB - A Bíblia no Brasil

21



Lançamentos Para desbravar as Escrituras Bíblia das Descobertas para Adolescentes proporciona ao jovem uma verdadeira jornada pela Palavra de Deus. Com a Bíblia das Descobertas para Adolescentes, o jovem ganha a oportunidade de iniciar uma verdadeira jornada pelas páginas das Escrituras Sagradas. Para compreender acontecimentos, personagens e as lições do Livro Sagrado, o leitor conta com algumas ferramentas que irão ajudá-lo a chegar ao seu destino. Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, reúne mais de 900 quadros exclusivos ao longo da Bíblia, com notas que auxiliarão na compreensão da Palavra de Deus. São recursos variados que oferecem informações sobre a vida cotidiana nos tempos bíblicos, contexto histórico, biografias de personagens bíblicos, vocabulário e mapas, entre outras. Confi ra, a seguir, todos os equipamentos disponibilizados pela Bíblia das Descobertas para Adolescentes, para desbravar o universo das Escrituras Sagradas. Descobertas: Essas notas ajudam a capturar a experiência da vida cotidiana nos tempos bíblicos: costumes, plantas, animais, vida familiar e muito mais. Escavando a Verdade: São notas que ajudam o leitor a “escavar” o rico tesouro a ser encontrado na Palavra de Deus. Elas explicam o contexto histórico de famílias e de certos acontecimentos bíblicos. Por meio delas, será possível aprender sobre o significado de determinados versículos e de algumas passagens, além de desvendar como as pessoas viviam nos tempos bíblicos e se informar sobre as mais recentes descobertas arqueológicas nas regiões mencionadas na Palavra de Deus. Grandes Exploradores: Neste tópico são mencionadas informações sobre a vida de alguns dos personagens centrais da Bíblia: sua vida, família e sobre como Deus os usou para colocar em prática seus planos.

Tesouro Bíblico: Apresenta estudos, que ajudarão o leitor a conhecer as lições aprendidas por personagens bíblicos por meio de experiências marcantes. Fim do Mistério: Respostas para 100 perguntas frequentes sobre a Bíblia. Decifrando Palavras: Esse recurso funciona como uma verdadeira “bússola” para encontrar o significado de nomes e termos de difícil compreensão na Bíblia. Para entendê-los, não é preciso ir até às páginas finais da Bíblia. Essas palavras estão realçadas no próprio texto, com suas definições e referências bíblicas na mesma página. Mapas: Mapas detalhados trazem os lugares mencionados na Bíblia e permitem conhecer onde as histórias bíblicas realmente aconteceram. Vocabulário: Uma ótima ferramenta de estudo para ajudar o leitor a navegar por meio de palavras e termos difíceis. Código: NTLH065BDA Formato: 13,5 x 21,0 cm Encadernação: Capa em couro sintético marrom Preço: R$ 49,90 ABNB - A Bíblia no Brasil

23


Lançamentos Compreendendo rapidamente as questões da vida cristã A Bíblia de Estudo Esquematizada foi concebida para ajudar os cristãos a compreenderem rapidamente as questões da vida cristã. Tudo o que diz respeito à vida – atitudes, motivações, desejos, ações e até as palavras que são ditas – é influenciado pela visão que se tem de Deus. O comportamento do ser humano reflete sua opinião a respeito daquele que o criou. Assim, por meio dessa publicação, o leitor poderá aprofundar seu conhecimento sobre Deus, sabendo qual é a vontade dele para a sua vida. Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, a Bíblia de Estudo Esquematizada traz um guia com dez temas-chave da Bíblia composto por: Bíblia, Deus, Salvação, Adoração, Adoção, Santidade, Batalha Espiritual, Igreja, Propósito e Ministério. Dentro de cada tema, é possível se ter uma visão geral do tópico a ser abordado. A partir do assunto tratado e lendo a passagem bíblica indicada associada à nota de estudo, o leitor terá uma compreensão mais ampla da Palavra de Deus. A publicação contém outros recursos como quadros gerais, mapas e concordância temática, além de estar disponível em duas opções de capa: uma em couro bonded preto (RA087EESQ ) e a outra em couro sintético nas cores verde, cinza e preto (RA085EESQ ), no formato 17,0 x 23,5 cm.

Série Bênçãos ganha novos temas Perdão, paz, proteção, felicidade, vitória e liberdade. Os seis novos temas dessa série especial trazem citações bíblicas presentes no cotidiano da maioria das pessoas, que proporcionam momentos de reflexão, conforto e esperança. Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), o minilivro é ideal para presentear. Cada volume vem acompanhado de um minicartão, com versículo no verso e uma charmosa sacolinha com a mesma imagem da capa. Código: A bênção do Perdão (NTLH523P7), A bênção da Paz (NTLH523P8), A bênção da Proteção (NTLH523P9), A bênção da Felicidade (NTLH523P10), A bênção da Vitória (NTLH523P11) e A bênção da Liberdade (NTLH523P12) Encadernação: Capa dura ilustrada Formato: 9,0 x 9,0 cm (cada) Preço: R$ 5,90 (cada)

Palavras de Sabedoria para Você Esse livreto foi desenvolvido para servir de fonte de esperança nos momentos de crise, em diferentes fases da vida. Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) e trechos do livro de Salmos, seguidos de conselhos encontrados no Novo Testamento, é ideal para ações de evangelização e auxílio àqueles que precisam do conforto e da sabedoria da Palavra de Deus. Código: NTLH5503 Encadernação: Capa brochura Formato: 9,0 x 15,5 cm Preço: R$ 1,20 24

ABNB - A Bíblia no Brasil


Lançamentos A Bíblia no Brasil Império Esta publicação mostra, com riqueza de detalhes, a difusão da Bíblia Sagrada no Brasil Império. No período que se inicia com a chegada da família real portuguesa ao Brasil, em 1808, até à proclamação da República, em 1889, as possibilidades de distribuição das Sagradas Escrituras eram poucas ou quase nulas. A obra mostra que, apesar de todas as dificuldades do cenário e contexto da época, o Livro Sagrado – proibido no Brasil Colônia – foi difundido. O autor Luiz Antonio Giraldi é membro da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e atuou como diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil de 1984 a 2005. Código: EI980P2 Encadernação: Capa brochura ilustrada Formato: 15,5 x 23,0 cm Preço: R$ 37,90

Reflexão saudável sobre o envelhecimento Deus cuidará de você! é um livro que traz esperança e conforto àqueles que estão na terceira idade. A publicação ensina o leitor a viver bem e feliz em cada etapa da vida à luz da Bíblia Sagrada. Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), propõe ao leitor um relacionamento íntimo com Deus. Para isso, faz uso de histórias reais, reflexões e orações, além de uma seleção de textos bíblicos. Ideal para capelães hospitalares e cuidadores. A autora Eleny Vassão de Paula Aitken é missionária e capelã hospitalar com mestrado em Aconselhamento Bíblico. Código: NTLH580P4 Encadernação: Capa brochura ilustrada Formato: 14,0 x 21,0 cm Preço: R$ 2,60

Conheça também

Série Figuras Adesivas Código: Davi (TNL590P1), O Nascimento de Jesus (TNL590P2) e Histórias que Jesus Contou (TNL590P3) Encadernação: Capa brochura ilustrada Formato: 21,0 x 21,0 cm Preço: R$ 10,90 cada

Evangelho de Marcos em Quadrinhos Código: NTLH560PMC Encadernação: Capa brochura ilustrada Formato: 14,0 x 21,0 cm Preço: R$ 9,50

DVD Série Heróis da Fé Código: DVDHEROIS2 Formato: DVD Preço: R$ 9,90

Edição Bilíngue para Crianças Código: TNL593P5 Encadernação: Capa dura ilustrada Formato: 17,5 x 17,5 cm Preço: R$ 18,90

Série em E.V.A. Código: O jardim do Éden (TNL593PEVA1), A barca de Noé (TNL593PEVA2), A vida de Jesus (TNL593PEVA3) e Os milagres de Jesus (TNL593PEVA4) Encadernação: Capa dura ilustrada, acabamento em E.V.A. Formato: 20,0 x 25,0 cm Preço: R$ 24,90

Essas e outras novidades de publicações infantis você encontra na SBBPontoCom (www.sbb.com.br).


1

Levando a Palavra ao Sul do Brasil Atuante na Região Sul do Brasil, a Secretaria Regional de Curitiba foi criada em 2005 e responde por 14% da distribuição de literatura bíblica da Sociedade Bíblica do Brasil, além de ter forte atuação na área social. Responsável pela distribuição de Escrituras nos três estados da Região Sul do Brasil, a Secretaria Regional de Curitiba tem atuado com vigor no desenvolvimento de projetos sociais e de tradução em prol da Causa bíblica. Implantada em 2005, atualmente responde por 14% da distribuição de literatura bíblica da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), e se prepara para crescer, fortalecendo a Unidade Regional de Porto Alegre. “A Secretaria Regional de Curitiba tem uma ação que vai muito além das vendas, abrangendo programas de grande impacto social e apoiando trabalhos de tradução da Bíblia para comunidades de línguas minoritárias”, enfatiza o secretário de Coordenação das Secretarias Regionais, Marcos Gladstone. Ele acrescenta que, este ano, já foram lançadas duas porções bíblicas, uma em pomerano e outra em hunsrik (leia matéria na p. 19), com o propósito de levar a mensagem bíblica para os falantes desses dialetos germânicos. Outra ação destacada por Gladstone é o Programa Luz no Sul que, em parceria com a missão Rodas do Socorro, proporciona atendimento médico preventivo, cidadania, cultura e distribuição de Escrituras a comunidades em situação de risco social. “Também cabe ressaltar o trabalho da Regional em relação ao Estudando com a Bíblia (ECAB), feito em conjunto com o poder público de diversos municípios. É uma iniciativa que promove o resgate de valores éticos e morais com o ensino bíblico, fa26

ABNB - A Bíblia no Brasil

zendo a diferença na vida de muitas crianças, professores e familiares”, destaca. Secretário Regional da SBB em Curitiba há seis anos, Walter Eidam observa que os bons resultados colhidos nestes anos foram graças à postura da equipe de trabalho, sempre alinhada à missão da SBB. “O amor e a preocupação em semear a Palavra são diferenciais de nossa equipe. Graças a isso temos conquistado um papel de liderança junto aos parceiros sociais”, avalia Eidam, acrescentando que a Regional faz parte de grupos gestores de redes, apoia iniciativas de entidades sociais e participa das políticas públicas. O foco é a missão de levar a Palavra a todos. Periodicamente, a Regional promove treinamento sobre as Bíblias de estudo, com apresentação de palestra institucional sobre a SBB. “Mostramos ao lojista que, ao distribuir a Bíblia da SBB, ele está colaborando com os projetos que desenvolvemos em ação social, pois toda a nossa receita é direcionada à missão”, afirma. Com uma equipe de 20 profissionais, sendo 12 em Curitiba e outros oito em Porto Alegre – sob o comando de Waldemar Garcia Júnior, gerente da Unidade Regional –, a Secretaria Regional centraliza as ações sociais em Curitiba, embora atenda a projetos nos três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Para isso, contamos com as instituições parceiras e uma rede de 170 voluntários cadastrados, dos quais 80 atuam principal-

Foto: Gelson Cargnelutti

Foto: Gilson Abreu

Secretarias Regionais


Foto: Gilson Abreu

Secretarias Regionais

Foto: Gelson Cargnelutti

2

3

Fotos 1 – Secretaria Regional de Curitiba e Unidade Regional de Porto Alegre / Foto 2 – Colaboradores da Secretaria Regional de Curitiba / Foto 3 – Colaboradores da Unidade Regional de Porto Alegre.

mente nas iniciativas do Luz no Sul”, revela Eidam. A rede de relacionamento é formada, ainda, por igrejas, representantes das comunidades acadêmicas, colportores e doadores, sempre com transparência e espírito de parceria. “Os dados demonstram que, nos três estados, 85% da nossa distribuição ocorre onde estamos fisicamente. A implantação da Unidade Regional de Porto Alegre vem apresentando resultados junto ao público gaúcho. Acreditamos também que, com a intensificação dos programas sociais e o trabalho dos colportores, vamos ampliar continuamente a distribuição da Palavra de Deus”, afi rma o secretário regional.

Além do Luz no Sul e Estudando com a Bíblia, o programa A Bíblia e a Paz também tem destaque na Região. A Secretaria Regional iniciou, este ano, uma parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Superintendência de Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul, voltada para a distribuição de Escrituras nas unidades prisionais do estado. De acordo com Walter Eidam, foram treinados 215 voluntários para atuarem neste projeto e, ainda este ano, deverão ser atendidas cerca de dez mil pessoas. “Nossa expectativa é levar a Palavra para 34 mil presos em todo o Rio Grande do Sul até 2016”, antecipa. Para o secretário de Coordenação das Secretarias Regionais, Marcos Gladstone, este é um trabalho de grande relevância. “Estamos contribuindo para a ressocialização e a transformação de vidas com a Palavra da Deus”, diz. Entre os desafios para os próximos anos, Eidam aponta para a necessidade de ampliar a presença da SBB nas 50 maiores cidades dos três estados. “Essa meta está no nosso planejamento estratégico. A população destas cidades corresponde a 47% da população da Região Sul e nós vamos atuar com promotores institucionais para, em dois anos, termos presença em todas elas”, acredita. O trabalho já está sendo feito por meio de visitas, nas quais os representantes da SBB procuram conhecer os públicos e fazer alianças para ampliar a distribuição. Ao mesmo tempo, esses contatos vão permitir ampliar o número de doadores e evangelizadores. Outro desafio, de acordo com Marcos Gladstone, será a reforma da Unidade em Porto Alegre. “Queremos ampliar suas atribuições, intensificando as ações com os programas bíblicos e tendo uma loja moderna, que seja um espaço de desenvolvimento da nossa missão junto a igrejas e demais públicos”, promete. ■

A Secretaria Regional de Curitiba

O trabalho da Secretaria Regional de Curitiba abrange os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul que, juntos, ocupam 6,8% do território brasileiro e possuem uma população de 27,4 milhões de pessoas ou 14,4% do total do País. Implantada em 2005, conta, atualmente com 20 funcionários diretos, sendo oito alocados na Unidade Regional de Porto Alegre, além de cerca de 170 voluntários. Endereço: Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952 – CEP 80220-000 Parolim – Curitiba – PR. Telefones: (41) 3021.8400 – Fax: (41) 3021.8380 ABNB - A Bíblia no Brasil

27


Foto: Gelson Cargnelutti

Brasil

Bíblia de Lutero é lançada em Porto Alegre

Seminário de Ciências Bíblicas A fim de ampliar o conhecimento sobre as Escrituras Sagradas, a SBB promoveu cinco edições do Seminário de Ciências Bíblicas. Aproximadamente 1,7 mil pessoas estiveram presentes no ciclo de palestras que foi realizado em João Pessoa (PB), em 24 e 25 de agosto; Joinville (SC), em 14 e 15 de setembro; no Rio de Janeiro (RJ), em 20 e 21 de setembro; Porto Alegre (RS), em 28 e 29 de setembro; e em Manaus (AM), em 19 e 20 de outubro. Só na capital fluminense, o seminário contou com aproximadamente 700 pessoas. O presidente do Diretório Estadual da SBB no Rio de Janeiro, Maurício Price Grechi, ressaltou que a qualidade das palestras incentivou a grande procura pelo evento. 28

ABNB - A Bíblia no Brasil

ensão histórica e exegética dos textos bíblicos ou para uma orientação pastoral e prática. O consultor de tradução da SBB, Vilson Scholz, crê que essa publicação auxiliará os cristãos no entendimento do texto bíblico. “Estamos convencidos de que esta Bíblia será uma grande bênção para a igreja cristã”, afirmou. As reflexões de Lutero também foram tema central da mensagem bíblica, ministrada pelo secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. “Lutero é estudado por todas as correntes da igreja cristã. Mais importante que as notas de estudo de uma Bíblia, é a Palavra de Deus. Ela nos liberta de falsas convicções. E Lutero foi libertado por essa Palavra”, disse. Foto: Arquivo SBB

Em homenagem ao mês da Reforma Protestante, celebrado em 31 de outubro, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) promoveu o lançamento da Bíblia Sagrada com reflexões de Lutero. O evento ocorreu em 23 de outubro, na Comunidade Evangélica de Porto Alegre (CEPA), na capital gaúcha. Prestigiado por cerca de 100 pessoas de diversas denominações cristãs, o encontro ressaltou a contribuição de Lutero para a caminhada do cristianismo. Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, a Bíblia Sagrada com reflexões de Lutero traz cerca de 900 reflexões de Martinho Lutero selecionadas por estudiosos especialistas no vasto acervo de escritos deixados pelo teólogo. A publicação está voltada mais para a compre-


Foto: Arquivo SBB

Brasil

Pedalando por Bíblias nos 400 anos de São Luís (MA) As comemorações pelos 400 anos da cidade de São Luís (MA), completados em 8 de setembro, contaram com um evento muito especial. A capital maranhense foi palco do passeio ciclístico Pedalando por Bíblias, iniciativa realizada em diversos países, que visa mobilizar grupos de jovens e de comunidades na obtenção de literatura bíblica para famílias carentes.

Promovido pela SBB, o passeio ciclístico contou com cinco mil pessoas, que largaram com suas bicicletas de cinco locais diferentes: Lagoa da Jansen, Turú, Cidade Operária, São Cristóvão, Anjo da Guarda, Cohatrac, em São Luís; e da cidade vizinha São José do Ribamar. No final de cada percurso, houve apresentação de bandas e mensagem bíblica.

Treinamento de Evangelização com Literatura Mais de 800 pessoas marcaram presença no Treinamento de Evangelização com Literatura, promovido pela SBB para capacitar e incentivar os cristãos de todo o País a espalhar a mensagem bíblica entre a população brasileira. Em 25 de agosto, 400 pessoas prestigiaram o evento em Araucária (PR). Cerca de

400 participantes também estiveram presentes na edição realizada na cidade de Osasco (SP), em 2 de setembro. Nos treinamentos, foram cadastrados 60 novos sócios evangelizadores e foram realizadas seis adesões ao Clube Uma Bíblia Por Mês e mais cinco inscrições para o programa Sócio Intercessor.

Foto: Eduardo Cesar

Dia das Crianças no MuBi “Uma viagem missionária” foi o tema escolhido pelo Museu da Bíblia (MuBi) para celebrar o Dia das Crianças em 2012. Aproximadamente 800 pessoas – cerca de 500 crianças com idades entre 3 e 12 anos – estiveram presentes na festa, que ocorreu em 12 de outubro. Estavam incluídas na programação atividades como brincadeiras e narração de histórias. Na ocasião, também aconteceu o lançamento do IV Concurso “Pintando o Natal”, que teve o objetivo de promover o resgate da data cristã mais festejada no mundo. ABNB - A Bíblia no Brasil

29


Brasil SBB é homenageada com a Salva de Prata Foto: Câmara Municipal de São Paulo

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) foi homenageada com a Salva de Prata, honraria concedida pela Câmara Municipal de São Paulo, em sessão solene, realizada em 19 de setembro. Na ocasião, a SBB foi representada por Assir Pereira, 2º vice-presidente da entidade, e por seu diretor executivo, Rudi Zimmer. A homenagem à SBB na Câmara Municipal de São Paulo foi de autoria do vereador David Soares. O evento foi prestigiado por representantes de diferentes denominações cristãs.

Foto: Camila Pinheiro

Encontro de Intercessores em São Paulo A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) promoveu o Encontro de Intercessores em São Paulo (SP). O evento ocorreu em 31 de agosto, na Igreja Batista do Povo, na Vila Mariana, na capital paulista. O objetivo do encontro foi reunir cristãos de diferentes denominações para orarem pela Causa da Bíblia Sagrada no Brasil e no mundo. Aproximadamente 250 pessoas estiveram presentes no Encontro, intercedendo pelas igrejas brasileiras do País, pelos programas sociais da SBB e também pelas 146 Sociedades Bíblicas espalhadas em todo o mundo.

Você é o Nosso Convidado

30

ABNB - A Bíblia no Brasil

Cia. de Teatro e Dança Rhema, de Goiânia (GO). 2 de outubro: Igreja Presbiteriana do Brasil de Campinas (SP). 4 de outubro: Instituto Teológico Shammah. 9 de outubro: Capelania Evangélica Hospitalar em Americana (SP). 15 de outubro: Missão Cristianismo Decidido, de Queimadas (PR). 18 de outubro: Senai José Ephim Mindlin. 30 de outubro: Senai José Ephim Mindlin.

Foto: Arquivo SBB

No período de agosto a outubro, cerca de 350 pessoas, de 14 instituições, conheceram as instalações da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) por meio do programa Você é o Nosso Convidado. As visitas ocorreram na Gráfica da Bíblia, na Sede Nacional da SBB, e no Museu da Bíblia (MuBi), ambas localizadas em Barueri (SP). Para mais informações sobre o agendamento de visitas, entre em contato pelo telefone (11) 3474-5854. No site www.sbb.org.br/fotos, é possível ver a galeria de fotos dos grupos visitantes. 15 de agosto: Missão Mundial Fogo e Glória de Sorocaba (SP). 22 de agosto: Missionários Cristãos Cooperadores de Apíai (SP). 31 de agosto: Cielo S/A. 6 de setembro: Escola de Missões das Assembleias de Deus de Campo Limpo Paulista (SP) e Desperta Débora, de Vila Mariana, São Paulo (SP). 13 de setembro: Igreja Presbiteriana de Pinhal (SP) e Universidade Unip, unidade Alphaville, Barueri (SP). 18 de setembro: Universidade Unip, unidade Alphaville, Barueri (SP). 25 de setembro: Igreja Adventista da Promessa de Sumaré (SP). 28 de setembro:


Foto: Arquivo SBB

Joga Limpo Brasil

Professor Dilson Villela com crianças beneficiadas pelo projeto social Esporte e Inclusão Social, do Jardim Santo André.

Esporte e Palavra de Deus: uma associação transformadora Projeto social do ABC Paulista encontra no Joga Limpo Brasil uma forma de difundir o ministério esportivo pelo Brasil. Como transformar a vida de famílias em situação de risco social? Por muitos anos, essa questão incomodou o professor de Educação Física, Dilson Villela. Ao conhecer o Jardim Santo André, comunidade carente localizada em Santo André, no ABC Paulista, Villela percebeu que a resposta sempre esteve à sua frente. Por que não incentivar a prática esportiva como ferramenta de inclusão social e educacional? Em meados de 2004, Villela iniciou o trabalho voluntário. Sozinho. “Melhor: Eu e Deus”, corrige. Aos poucos, ele foi conquistando a confiança dos moradores. E, no ano seguinte, a iniciativa tomou corpo e ganhou a adesão da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), onde Villela é professor universitário. Batizada de Projeto Esporte e Inclusão Social, a iniciativa atende anualmente cerca de 15 mil pessoas, em 11 comunidades situadas na divisa entre Santo André e Mauá, e conta com 19 monitores. Estudantes da USCS também participam das atividades nos finais de semana. O número de beneficiados e o reconhecimento não deixam dúvidas: esse projeto faz a diferença na vida das pessoas. Na visão do professor Villela, no entanto, a abrangência é muito pequena. “Esse projeto transformou inúmeras vidas no Jardim Santo André, mas ainda há muitas pessoas sem esperança no Brasil. Além do esporte, elas precisam conhecer o amor de Deus. E isso só é possível por meio da difusão de sua Palavra”, acredita.

Villela encontrou a parceria ideal no dia 10 de outubro, quando participou de um encontro de trabalho dos integrantes do Joga Limpo Brasil (JLB), iniciativa liderada pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), com o objetivo de criar uma gigantesca mobilização de atletas, igrejas e organizações cristãs para difundir a mensagem bíblica e seus princípios durante a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Acompanhado do pastor Odair Ferreira Borges, líder regional da Coalizão Brasileira de Esportes (CBE), integrante do comitê gestor do JLB, Villela mostrou a fórmula para mesclar o projeto idealizado por ele, há oito anos, com a difusão dos valores bíblicos: incentivar igrejas a criar ministérios esportivos em diversas comunidades carentes. “A ideia é apresentar um projeto consolidado, acompanhado do evangelismo. E a SBB pode ser uma parceira muito importante, devido a seu contínuo diálogo com inúmeras denominações cristãs”, diz Borges. Com o intuito de difundir a ideia dos ministérios esportivos pelo Brasil, Villela e Borges oferecem consultoria gratuita às igrejas, a fim de ajudá-las a preparar seus projetos e acompanhar todos os trâmites legais, até a liberação dos recursos. Para obter mais informações sobre como criar um ministério esportivo, basta entrar em contato com o professor Villela e o pastor Borges pelos e-mails dilsonvillela@uol. com.br ou desportoborges@hotmail.com.■ ABNB - A Bíblia no Brasil

31



Espaço do Leitor Sou policial militar e, diariamente, vejo de perto a necessidade das pessoas conhecerem o amor de Deus.

Jader José dos Santos, por e-mail.

SBB Participei de uma palestra da SBB, na minha instituição de ensino teológico em Porto Alegre (RS). Fiquei impressionado com o profícuo trabalho realizado pela organização. Parabéns! Eliel da Silva Santos, de Gravataí (RS), por e-mail.

SBB 2 Que Deus continue abençoando poderosamente a vida de vocês, que fazem o belo trabalho de propagar o reino de Deus. Fiquem na paz! Rodrigo Eduardo de Araújo, por e-mail.

SBB 3 Gostaria de parabenizar a Sociedade Bíblica do Brasil pelo seu compromisso com a Palavra de Deus. Não conhecia os projetos desenvolvidos pela organização e fiquei maravilhado. Deus tocou meu coração e adquiri algumas Bíblias para doar.

Ciências Bíblicas Estive presente no Seminário de Ciências Bíblicas, que ocorreu em 24 e 25 de agosto, em João Pessoa (PB). Quero parabenizar a todos os palestrantes e também a organização do evento. Que Deus continue abençoando a todos os envolvidos e os capacite mais e mais, colocando em seus corações o desejo de servi-lo sempre.

Dário Santos do Nascimento, de João Pessoa (PB), por e-mail.

esse material no projeto “A vida não é uma droga”, na escola em São José do Ribamar (MA), em um final de semana. Foi maravilhoso!

Pr. Ruben Nunes de Menezes, da Igreja

Presbiteriana Renovada, de São José do Ribamar (MA), por e-mail.

Jovem Evangelizador 3 Estou muito empolgado com este projeto. Inclusive, já solicitei o material que é distribuído gratuitamente. Tenho certeza de que vamos alcançar mais corações para Jesus. Vai ser uma bênção! Rodrigo Lorran da Cunha, de Itaju (SP), por e-mail.

Jovem Evangelizador Agradecemos a SBB por ter criado um projeto tão maravilhoso, que incentiva os jovens a fazer, a cada dia, mais pela obra de Deus. Já estamos colhendo os frutos aqui em nossa pequena comunidade. Há muitos jovens aceitando Jesus e a obra do Senhor tem sido glorificada.

A Bíblia para crianças Quero agradecer a Deus pela existência da Sociedade Bíblica do Brasil, que tem nos abençoado para falar do amor de Jesus aos pequeninos. Desejo que o Senhor continue lhes dando cada vez mais criatividade na elaboração de literatura cristã infantil.

Jovem Evangelizador 2 Quero agradecer a SBB pela literatura bíblica enviada para a evangelização de crianças, jovens e adolescentes. Foi um grande sucesso. Utilizamos

A Bíblia para crianças 2 Parabéns por difundir a Palavra de Deus para as crianças por meio de livros de ótima qualidade. Graças a esses materiais, o interesse das crianças em ouvir as histórias da Bíblia será despertado.

Leandro Vital, por e-mail.

Oferta pela Causa da Bíblia Tenho ofertado mensalmente para esse ministério. Também tenho orado para que a SBB tenha êxito no maravilhoso trabalho que tem sido realizado tanto no Brasil como em outros lugares do mundo. Tenho me inteirado dessas informações por meio da “Agenda de Oração” e da revista “A Bíblia no Brasil”. Essas publicações trouxeram notícias preciosas daquilo que o Senhor tem feito em tantos lugares. Em outubro, fiz questão de aumentar a minha oferta, para colaborar com a distribuição da Bíblia em Braile. Fiquei emocionada ao ler a reportagem da última revista. Que trabalho sensacional! Que Deus continue abençoando a Causa da Bíblia, tanto aqui quanto em outros países. “Todo o serviço feito para o Senhor não é em vão”. Clari Classi, por e-mail.

Consuelo Ramos da Rocha Nascimento, por e-mail.

Cristiane Pinheiro, por e-mail.

www.sbb.org.br O site da Sociedade Bíblica do Brasil é uma bênção em minha vida. Fábio Elias da Cruz, por e-mail. Cartas para a redação

Avenida Ceci, 706 - Tamboré - CEP 06460-120 Barueri - SP e-mail: webmaster@sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

33


Opinião Palavra que Transforma

Sempre que posso, gosto de visitar uma boa livraria e lá permanecer durante um bom tempo, principalmente nessas novas e grandes livrarias, que agora existem no Brasil e já existiam há algum tempo nos Estados Unidos e em países da Europa, onde a leitura sempre foi cultivada. São livrarias modernas que favorecem ao leitor passar horas e horas, em ambientes apropriados, atraentes e confortáveis, pesquisando e consultando todo o tipo de literatura que desejar. Hoje, neste novo conceito de livrarias, conhecido também como megastore, é possível desfrutar de um ambiente que inclui em seus espaços área para café, piano e música ambiente, utilizando, de forma inteligente, de um produto antigo, mas que seduz as pessoas em busca do conhecimento e de informação. As pesquisas revelam que, normalmente, o visitante sai satisfeito, pois o ambiente é acessível e atende a todas as camadas sociais.

“Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas.” (Hb 4.12 – NTLH) Nessas livrarias, um point muito procurado pelos visitantes é onde se encontram os livros de autoajuda, pois a sociedade está, a cada dia, mais carente e necessitada de ajuda, procurando uma solução para os problemas do cotidiano. Muitas pessoas querem vencer os traumas, os medos, as crises, a insegurança, a falta de paz etc. A maioria dos livros que são encontrados nas livrarias seculares fala de “autoajuda” com “U”, onde são apresentados conceitos e técnicas, que podem sim, ajudar as pessoas a adotarem princípios que poderão contribuir muito para um estilo de vida melhor. No entanto, podem simplesmente deixar de oferecer o resultado esperado porque tratam apenas de “técnicas e conceitos”. Muitas 34

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Arquivo SBB

*Vitor Hugo Mendes de Sá

vezes são baseados nos estudos científicos, que são importantes, mas são finitos e muitas vezes falhos. Porém, quando os princípios são bíblicos, estes sim, são infinitos e eternos, pois são do “alto”, dos céus, divinos. É interessante como, particularmente, no livro de Salmos, uma coletânea de poesia hebraica, e no livro de Provérbios, um livro de sabedoria, identificamos princípios de vida, que são muito mais que simples “técnicas”. Eles falam ao coração e ao íntimo da alma por serem a Palavra de Deus, proporcionando ao leitor, não somente o conhecimento, mas satisfazendo a alma e o espírito. Dessa maneira, trazem o bálsamo e o consolo espiritual, transmitindo vida em abundância por ser a mensagem do próprio Deus, como nos dizem as Escrituras: “Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas.” (Hebreus 4.12 – NTLH). É esta mensagem que Deus colocou à disposição da humanidade e que as Sociedades Bíblicas Unidas, e particularmente, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), têm desenvolvido ao longo de sua história. A SBB é uma organização cristã, cuja missão é a de “Promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”, sempre com a visão de “semear a Palavra de Deus que transforma vidas”. Amém! ■ *Vitor Hugo Mendes de Sá é pastor da Primeira Igreja Batista do Pará e membro da Diretoria da Sociedade Bíblica do Brasil.


“Como um jovem pode conservar pura a sua vida? É só obedecer aos teus mandamentos.” (Salmo 119.9)

Jovem, arregace as mangas e participe do movimento que pretende semear a Palavra de Deus no coração da juventude brasileira. Para você, que deseja fazer parte do MJE, é só curtir a página no Facebook (www.facebook.com/jovemevangelizador). Você sempre encontrará novidades sobre o movimento e ações criativas para alcançar a juventude. Esse também será o canal para preparar a celebração do Dia da Bíblia 2012.

Fique ligado

Saiba mais acessando www.sbb.org.br/jovemevangelizador ou webmaster@sbb.org.br