Issuu on Google+

Nº 237 – O b aD b d Outubro Dezembro de 2012 – A Ano 64

A Palavra de Deus chega a deficientes visuais, proporcionando benefícios espirituais, culturais e sociais.

SBB disponibiliza texto sagrado às comunidades surdas do País.

Assembleia Geral da SBB define metas para o próximo triênio.

Povo nadëb recebe Novo Testamento em sua língua materna.

SBB inaugura Centro de Distribuição da Bíblia em São Paulo.


C贸digo: RA085BRLUT


Expediente

Sumário

Publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil Registro no INPI sob o nº 811491960 ISSN 1518-7136 OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2012 – Edição nº 237 Editor Chefe: Erní Walter Seibert Editora Responsável: Márcia Carneiro (MTb 22.583) Redação: Márcia Carneiro, Maria Fernanda Salla Dias e Katiuscia Dias Diagramação: Daniel Assunção, Silvana Machado e Stella Souza Revisão: Denis Timm Colaboraram nesta edição: Camila Pinheiro, Eduardo Cesar, Gelson Cargnelutti, Gilson Abreu, Jaime Souzza, Luciana Garbelini, Samuel Santos, Shirley Ribeiro e Zilma Guzman. Redação: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 – Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 – e-mail: webmaster@sbb.org.br Presidente: Adail Carvalho Sandoval 1ª Vice-Presidente: Leopoldo Heimann. 2ª Vice-Presidente: Assir Pereira. Secretário de Atas: Christian Santiago Lo Iacono. Tesoureiro: José Júlio dos Reis. Diretores Titulares (Vogais): Lourdes Lemos de Almeida, Waldir Agnello, Euclides Schlottfeldt Fagundes, Paschoal Piragine, Nilo Wachholz, Vitor Hugo Mendes Sá, Rosecler Queiroz, Marta Alves Lança, Antonio Cabrera Mano Filho, Paulo Lutero de Melo, Altair Germano da Silva, Joel Holder, Ney de Mello Almada, Roberto Brasileiro e João Artur Müller da Silva. Diretores Suplentes: Paulo Silas Reis, Eliana Ovalle, Sérgio Gonçalves, Fernando Bortolleto Filho e Ka'egso Hery. Conselho Fiscal: Presidente: Ageo Silva. Vogais: Bonfim Raimundo de Aguiar e Hesio Maciel. Suplentes: Sillas dos Santos Vieira e Waldicir Rosa da Silva Diretor Executivo: Rudi Zimmer Secretarias Especializadas: Administração-Geral: Orivaldo Veloso. Comunicação e Ação Social: Erní Walter Seibert. Coordenação das Secretarias Regionais: Marcos Gladstone. Gráfica da Bíblia: Celio Erasmo Emerique. Logística: Edgar Dias Carvalho. Tradução e Publicações: Paulo Teixeira. Sede Nacional e Gráfica da Bíblia: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 - Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591. Encadernadora da Bíblia: Alameda Europa, 459 – Polo Empresarial Consbrás Tamboré – Santana de Parnaíba, SP – CEP 06453-325 – Fone: (11) 4152-4880 – Fax: (11) 41524880 – Ramal 104. Centro de Distribuição: Rodovia SP 029 Cel. PM. Nelson Tranchesi, 1.730 – Itapevi, SP Secretarias Regionais: Belém – Acyr de Gerone Júnior, Av. Assis de Vasconcelos, 356, Campina, CEP 66010-010, CP 641, CEP 66020-970, Belém, PA, Fone: (91) 3202-1350, Fax: (91) 3202-1363. Belo Horizonte – Marcos Lovera, Rua Caldas da Rainha, 2.070, São Francisco, CEP 31255-180, Belo Horizonte, MG, Fone/Fax: (31) 3343-9100. Brasília – Jessé Pereira da Silva, SGAN 603E, Ed. da Bíblia, CEP 70830-030, CP10-2371, CEP 70099-999, Brasília, DF, Fone: (61) 3218-1948, Fax: (61) 3218-1907. Curitiba – Walter Eidam, Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952, Parolin, CEP 80220-000, Curitiba, PR, Fone: (41) 3021-8400, Fax: (41) 3021-8380. Recife – Clovis Moraes, Av. Cruz Cabugá, 481, Santo Amaro, CEP 50040-000, Recife, PE, Fone: (81) 30921900, Fax: (81) 3092-1901. Rio de Janeiro – Sérgio José Alves Furtado, Av. Brasil, 12.133, Braz de Pina, CEP 21012351, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 3203-1999, Fax: (21) 3203-1950. São Paulo – Humberto Marchi, Av. Tiradentes, 1.441, Ponte Pequena, CEP 01102-010, São Paulo, SP, Fone: (11) 3245-8999, Fax: (11) 3245-8998. Unidades Regionais: Manaus – Reuel Klayber, R. Teresina, 80, Adrianópolis, CEP 69057-070, Manaus, AM, Fone: (92) 3131-3400. Porto Alegre – Waldemar Garcia Carvalho Júnior, R. Ernesto Alves, 91, Floresta, CEP 90220-190, Porto Alegre, RS, Fone: (51) 3272-9000, Fax: (51) 3272-9004 Espaços Culturais: Museu da Bíblia – Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto, CEP 06414-007, Fone: (11) 4168-6225. Centro Cultural da Bíblia – R. Buenos Aires, 135, Centro, CEP 20070-021, Rio de Janeiro, RJ, Fone: (21) 22219883, Fax: (21) 2224-3096 Ligue grátis: 0800-727-8888 – Visite nosso site: www.sbb.org.br – É permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas nesta revista, desde que mencionada a fonte. Preço do Exemplar Avulso: R$ 5,00 Tiragem: 100.000 exemplares Distribuição: Secretarias Regionais da SBB

Nº 237 – O b aD b d Outubro Dezembro de 2012 – A Ano 64

A Palavra de Deus chega a deficientes visuais, proporcionando benefícios espirituais, culturais e sociais.

SBB disponibiliza texto sagrado às comunidades surdas do País.

Assembleia Geral da SBB define metas para o próximo triênio.

Povo nadëb recebe Novo Testamento em sua língua materna.

Capa

10

Tradução

19

Lançamento da Bíblia em Braile em português completa dez anos, reforçando a necessidade de levar a Palavra de Deus a todas as pessoas cegas.

SBB inaugura Centro de Distribuição da Bíblia em São Paulo.

16 Bíblia em Ação

Projeto A Bíblia para Pessoas com Deficiência Auditiva é lançado com texto sagrado em Libras.

Povo nadëb recebe Novo Testamento na língua que fala ao seu coração.

22

Assembleia Geral

Objetivos da Sociedade Bíblica do Brasil para o triênio 2012-2015 são definidos em encontro.

Inauguração 32

Centro de Distribuição tornará ainda mais eficiente a distribuição das Escrituras Sagradas por todo o País.

EDITORIAL SBB DIGITAL CALENDÁRIO DE ORAÇÃO TESTEMUNHO MUNDO CIÊNCIAS BÍBLICAS LANÇAMENTOS SECRETARIAS REGIONAIS BRASIL DIA DA BÍBLIA ESPAÇO DO LEITOR

www.sbb.org.br

OPINIÃO ABNB - A Bíblia no Brasil

6 7 8 14 15 20 24 26 28 31 33 34 3


s e d da s i v No fanti In B SB


Sociedade BĂ­blica do Brasil


Editorial O foco é na missão

6

ABNB - A Bíblia no Brasil

el ív on sp d di a m iP bé ara p

Erní Walter Seibert – Editor Chefe

Nº 236 – Julho a Setembro de 2012 – Ano 64

m Ta

Uma organização que alcança o tamanho da Sociedade Bíblica do Brasil tem muitas faces pelas quais pode ser analisada. Ela pode ser analisada a partir de suas finanças e aí ser classificada como grande, média ou pequena. Ninguém pode duvidar que o aspecto financeiro seja importante, mas não é o tamanho do seu orçamento que define melhor uma organização. Ela pode ser analisada a partir de sua capacidade de produção. A SBB tem uma gráfica e produz muitas Bíblias. São mais de 20 mil Bíblias por dia, ou quase uma Bíblia por segundo. Mas também não é isso que melhor define esta organização. Ela pode ser analisada a partir de sua importância para as igrejas e mesmo para a sociedade brasileira como um todo. Mas todas estas análises, embora importantes, não conseguem englobar o todo da obra da SBB. O aspecto mais importante do trabalho da SBB está em sua missão. E a missão da SBB é “semear a Palavra que transforma vidas”. Para semear esta Palavra, é preciso traduzi-la numa linguagem que as pessoas possam entender, disponibilizá-la em formatos e meios que as pessoas possam usar e fazer com que esta Palavra que transforma vidas chegue até as pessoas de forma fácil e relevante. A missão só está cumprida quando vidas são transformadas pela Palavra de Deus. A análise dos resultados é importante para saber se a missão está sendo feita. No caso da Sociedade Bíblica do Brasil, estes números são considerados enormes. No entanto, se analisarmos do ponto de vista da missão, não é só o “realizado” que precisa ser olhado. Precisamos olhar o que está por realizar. E quando olhamos para o tamanho da missão da SBB, vemos números realmente gigantescos. Quando vemos tudo o que precisa ser feito, concluímos que o que já foi feito ainda é pouco. A missão de levar a Palavra de Deus a todas as pessoas de uma maneira relevante está muito longe de ser alcançada. Ao ritmo que estamos distribuindo, para levar a Palavra de Deus a todos os cegos do País, por exemplo, vamos levar mais de 200 anos. Nos hospitais, a Palavra de Deus só está disponível ao lado dos leitos, em um dos 365 dias do ano. O mesmo desafio pode ser visto, se analisarmos o que acontece com as crianças nas escolas, com os presos, com as forças armadas, e com tantos outros segmentos da sociedade brasileira. O desafio que a missão coloca diante da Sociedade Bíblica do Brasil continua sendo enorme. Por isso, vale a pena olhar para trás e para frente. Olhando o passado, temos o belo exemplo dos nossos pais, que resolveram se associar para criar uma sociedade da Bíblia, a Sociedade Bíblica do Brasil. Foram as igrejas e os cristãos que se reuniram, em 1948, para tomar uma decisão importante: o trabalho bíblico deveria ser feito em conjunto, com a força de todos. Ele deveria unir todos em torno da Palavra de Deus. Olhando para trás, vemos que Deus abençoou este trabalho. Este ano celebramos especialmente as bênçãos derramadas sobre os 50 anos de trabalho do programa Luz na Amazônia e sobre os 10 anos de existência da Bíblia em Braile em língua portuguesa. Olhando para o futuro, temos de humildemente renovar nossa disposição diante de Deus de querer servi-lo na distribuição da sua Palavra junto com todas as igrejas e cristãos. ■

Não deixe de ler a revista

cinco Luz na Amazônia completa a cci in décadas levando assistência médica e espiritual aos ribeirinhos.

Bíblia Manuscritaa chega a Mato Grosso.

Conheça o movimento moviment mento ento nto Jovem Evangelizador.

Bíblia em Braile completa uma década.

Joga Limpo Brasil é lançado em São Paulo.

Assine agora mesmo e fique por dentro da divulgação da Palavra de Deus no Brasil e no mundo.

Sociedade Bíblica do Brasil


Localize a SBB no Foursquare Quer se tornar “prefeito” da Sede Nacional da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) ou do Museu da Bíblia (MuBi)? Basta se conectar ao Foursquare (www. foursquare.com), rede social baseada em geolocalização, dizendo aos seus amigos e contatos onde você está. Para ter acesso à rede social, é preciso se cadastrar e baixar o aplicativo para smartphone, iPhone ou BlackBarry. Para se tornar “prefeito” da SBB, é preciso efetuar o maior número de check-in.

Doações Coletivas

A Agência Soma e a SBB se uniram mais uma vez para levantar recursos financeiros para levar a Palavra de Deus a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Dessa vez o público beneficiado é formado por famílias, crianças e adolescentes carentes e dependentes químicos, atendidos pelos programas sociais da SBB. Para participar, basta acessar o portal Doações Coletivas (www. doacoescoletivas.org). Com apenas um clique, é possível doar R$ 15,00 e contribuir para que uma vida seja transformada pela mensagem bíblica.

SBB Digital Revista A Bíblia no Brasil em versão digital A revista A Bíblia no Brasil acaba de ganhar versão digital. Além de reunir o conteúdo da revista impressa, o aplicativo oferece recursos como animações, imagens com muito mais brilho, fotos navegáveis, e link para vídeos. A versão digital está disponível no Google Play (www.googleplay.com), loja virtual de aplicativos para tablets e smartphones com sistema operacional Android, e na App Store (http://itunes.apple.com/ br/), loja virtual de aplicativos para aparelhos iOS (iPad, iPhone e iPod), por US$ 2,99. Usuários do iPhone têm acesso gratuito à reportagem de capa. Para ficar por dentro de todas as notícias em torno da Causa da Bíblia, o leitor do iPad pode fazer uma assinatura anual de US$ 9,99 e baixar todo o conteúdo da Revista A Bíblia no Brasil com apenas um toque. Ao adquirir a versão digital da revista A Bíblia no Brasil, o leitor contribuirá com os programas sociais desenvolvidos pela Sociedade Bíblica do Brasil.

Bíblia do Papai em formato ebook Sucesso editorial, a Bíblia do Papai acaba de ganhar uma edição ebook. Disponível em formato ePub e Kindle, a versão digital é uma boa opção para presentear pais e futuros pais de todas as idades. Com o mesmo conteúdo da versão impressa, a edição digital da Bíblia do Papai tem texto bíblico na tradução Almeida Revista e Atualizada e navegação nos quadros temáticos por meio de pop-up. O formato ePub da publicação está disponível nas lojas virtuais Gato Sabido (www.gatosabido.com.br), Iba (www.iba. com.br) e Livraria Saraiva (www.livrariasaraiva.com.br) por R$ 24,90; e a versão Kindle pode ser encontrada na Amazon (www.amazon.com) por US$ 9,99.

ABNB - A Bíblia no Brasil

7


Fotos: UBS

Calendário de Oração

Makoto Watabe, secretário-geral da Sociedade Bíblica do Japão, em frente aos destroços da Prefeitura de Iwate, uma das cidades atingidas pelo terremoto seguido de tsunami, que atingiu o Japão em 11 de março de 2011.

Fazendo a diferença com a Palavra de Deus Um ano após a tragédia que assolou parte do Japão, a Sociedade Bíblica trabalha para confortar os corações dos japoneses. Com quase 127 milhões de habitantes, o Japão sofreu uma das maiores catástrofes naturais de sua história em 11 de março de 2011. Tudo começou com o mais violento terremoto já registrado no país: 9 graus na escala Richter. A ele, seguiu-se o tsunami que arrasou a costa nordeste do território. Morreram mais de 15 mil pessoas e milhares estão desaparecidas. Esse desastre ainda provocou a mais grave crise nuclear, quando três dos seis reatores da usina de Fukushima derreteram, obrigando o governo a ordenar a evacuação das cidades situadas a menos de 20 quilômetros da central nuclear. Em um momento assolado pelo medo e pela dor da perda, a Sociedade Bíblica do Japão (SBJ) iniciou as atividades de assistência, desenvolvendo uma campanha de arrecadação de fundos para levantar 20 milhões de ienes para distribuir exemplares da Bíblia e produtos de necessidade básica nas áreas afetadas. A organização também mobilizou mais 23 Sociedades Bíblicas ao redor do mundo e doadores japoneses que residem em regiões que não sofreram grandes danos com a tragédia. Até o momento, foi arrecadada a quantia de aproximadamente US$ 260 mil. Esses recursos permitiram que mais de 50 igrejas e instituições cristãs localizadas nas províncias de Miyagi, Iwate e Fukushima recebessem a Bíblia Sagrada e produtos de necessidade básica. O secretário-geral da Sociedade Bíblica do Japão, Makoto Watabe, lembra que o medo da contaminação nuclear ainda assombra os moradores de Fukushima. “Para levar um pouco de conforto ao coração deles, pro8

ABNB - A Bíblia no Brasil

movemos um concerto beneficente, em 16 de setembro de 2011. Também estamos oferecendo apoio psicológico e, para essa finalidade, organizamos um novo concerto beneficente intitulado ‘O Messias’. O intuito foi levar a esperança e o amor de Jesus Cristo àqueles que estão sofrendo espiritualmente”, explica. Além de difundir a Palavra, levando alívio no momento de dor e crise sem precedentes na história do país, a SBJ tem outro grande desafio: diminuir a indiferença dos japoneses em relação à Bíblia Sagrada. O total de cristãos no país gira em torno de 1% da população – cerca de 1,2 milhão. Entre as estratégias para aproximar o povo japonês do Livro Sagrado, estão o lançamento de uma série de publicações. O destaque vai para a série Bíblia em Mangá (histórias em quadrinhos em estilo japonês), publicada em cinco volumes. “A série contém o Antigo e o Novo Testamentos e transmite a mensagem bíblica para crianças e jovens de uma maneira fácil de compreender”, avaliou Makoto Watabe. Essa ferramenta também está disponível em formato digital para o sistema iOS (iPhone, iPad, iPod Touch). Outro projeto desenvolvido pela organização é uma nova tradução da Bíblia. “A Nova Tradução Interconfessional é utilizada por 80% dos cristãos, sendo amplamente difundida em igrejas e escolas no país. No entanto, seu lançamento ocorreu há 25 anos. Esforços estão em andamento para renovar a linguagem que ficou inadequada para o nosso tempo. Esperamos que esta nova tradução seja concluída e publicada em 2016”, concluiu o secretário-geral. ■


Orações do Trimestre

Calendário de Oração

OUTUBRO Geórgia: Ore para que tenhamos sucesso na tarefa de disponibilizar a Palavra de Deus a todos. Azerbaidjão: Dê graças pelo trabalho de tradução da Bíblia para os idiomas azerbaidjano, talish e udi. Armênia: Peça pela publicação da tradução da Bíblia Revisada. Projeto Sahel: Agradeça por projetos voltados para jovens, mulheres, analfabetos e pessoas afetadas pela AIDS. Gâmbia: Louve a Deus pela conclusão do Novo Testamento Jola e da Bíblia Mankinka. Senegal: Agradeça a Deus pelo Proclaimer, com Escrituras em áudio nos idiomas serreer e puular. República Democrática do Congo: Dê graças pela produção da Bíblia em kisongye e mbanza. Congo (Brazzaville): Ore por nossos projetos de tradução. Ruanda: Louve a Deus por nosso plano estratégico quinquenal. Burundi: Ore pela publicação da primeira Bíblia Kirundi e pela Bíblia Kirundi Revisada. Afeganistão: Peça a Deus para que a Bíblia Dari seja bem aceita. Paquistão: Dê graças a Deus pelo lançamento da Bíblia de Estudo em urdu. Irã: Ore a Deus para que a recém-publicada Bíblia Infantil ajude muitas crianças a conhecer Jesus.

NOVEMBRO Chile: Dê graças pelo Antigo Testamento em romani. Argentina: Peça a Deus pela conclusão da tradução da Bíblia Toba Sur completa e por sua publicação até dezembro. Bolívia: Ore pela revisão da Bíblia em quéchua central. Uruguai: Dê graças por nossos doadores. Paraguai: Peça a Deus que os corações de nossos doadores sejam tocados. República Dominicana: Ore pela produção local de Bíblias e distribuição em presídios. Caribe Oriental: Ore pelo aumento do financiamento de nosso principal projeto, a Galeria dos Heróis dos Alunos. Porto Rico: Peça pela obra bíblica neste país. Uganda: Peça a Deus pelo lançamento da campanha de recuperação de traumas no norte de Uganda. Quênia: Lembre-se dos projetos de tradução para os idiomas teso e maasai.

Jovem em estudo bíblico com a ZeBible, publicação direcionada à juventude desenvolvida pela Sociedade Bíblica da França.

Tanzânia: Agradeça a Deus pelo sucesso dos programas A Fé Vem Pelo Ouvir e Bom Samaritano. Nepal: Louve a Deus por suas contínuas bênçãos ao nosso ministério. China: Ore por recursos financeiros e pela impressão e distribuição da Bíblia na China. Mongólia: Peça a Deus para que haja Escrituras disponíveis ao povo da Mongólia.

DEZEMBRO Coreia do Norte: Ore para que as portas da Coreia do Norte se abram ao Evangelho. Coreia do Sul: Peça a Deus para alcançarmos muitas pessoas com as Escrituras em formato digital. Inglaterra e País de Gales: Ore por nossas iniciativas este ano para engajar pessoas na Bíblia. França: Dê graças a Deus pela Bíblia para jovens ZeBible. Alemanha: Louve a Deus pelo sucesso das traduções do Novo Testamento: BasisBibel e Neue Genfer Überstzung. Bélgica (Flamenga): Louve a Deus pelo fiel e contínuo apoio ao Clube uma Bíblia por Mês. Bélgica (Francófona): Agradeça a Deus pelas 1,6 mil Bíblias distribuídas em presídios. Marrocos: Ore por nossos tradutores. Argélia: Peça a Deus para que sejamos capazes de oferecer a Bíblia ao povo argelino. Tunísia: Ore por estabilidade política. Romênia: Junte-se a nós em orações pela devolução dos direitos autorais de nosso texto protestante. Hungria: Peça a Deus para que consigamos concluir a nova revisão da Bíblia em húngaro moderno. Brasil: Ore por nosso projeto em língua de sinais. Peru: Peça a Deus pela construção do Centro da Bíblia. Equador: Ore pela distribuição da Palavra de Deus. Suriname: Dê graças pela inauguração de nossos escritórios regionais de distribuição. ABNB - A Bíblia no Brasil

9


Capa

10 anos de Bíblia em Braile A Palavra de Deus chega à pessoa com deficiência visual, proporcionando benefícios nos âmbitos espiritual, cultural e social. Mais de três mil beneficiados, 82 Bíblias completas entregues a bibliotecas públicas do País e, principalmente, milhares de vidas transformadas pela Palavra de Deus. Esse é o saldo alcançado ao longo de dez anos de trabalho em torno da Bíblia em Braile, a primeira em língua portuguesa, lançada em 30 de novembro de 2002, pela Sociedade Bíblica do Brasil. Os benefícios dessa iniciativa podem ser percebidos em diferentes áreas: no aspecto cultural, pois muitos dos beneficiados se alfabetizaram e começaram a ler em braile por causa da Bíblia. No espiritual, pois a mensagem bíblica trouxe a essas pessoas esperança e vontade de superar os obstáculos. E no âmbito social, trazendo inclusão e autonomia. Agora, a SBB comemora os dez anos da publicação, agradecendo pelos resultados alcançados e preparando-se para vencer os desafios, que ainda são muitos. Para o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, a celebração dos 10 anos da Bíblia em Braile evoca um duplo sentimento. “Em primeiro lugar, somos inundados pelo sentimento de alegria e louvor a Deus, por termos podido realizá-lo com competência técnica e também em atendimento às reais aspirações das pessoas com deficiência visual”. Por outro lado, Zimmer manifesta um sentimento de frustração pelo ritmo, ainda lento, da distribuição dessa publicação. E ele tem razão. De acordo com os dados divulgados pelo IBGE referentes ao ano de 2010, existem no Brasil mais de 6,05 milhões de pessoas com alguma deficiência visual, das quais quase 530 mil completamente cegas. “Por conta do custo elevado, a distribuição da Bíblia em Braile 10

ABNB - A Bíblia no Brasil

vai num ritmo bastante lento. Nossa tarefa é entregar uma Bíblia em Braile a cada uma das pessoas com deficiência visual, mas como fazê-lo se o seu custo está ao redor de R$ 1.330,00?”, questiona. Para ele, esse desafio só será vencido com mais agilidade se as igrejas se engajarem mais no provimento de recursos para isto. “Aproveito essa celebração para deixar aqui o nosso apelo. Precisamos da ajuda de todos para impulsionar a produção e a distribuição também da Bíblia em Braile”, conclama. Partidário da mesma opinião, o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, reforça a necessidade de contar com a ajuda dos cristãos, para aumentar o ritmo de distribuição da Palavra em braile. “Até agora foram várias as conquistas importantes, que demandaram um esforço tremendo, além do investimento mensal de cerca de R$ 100 mil. No entanto, estamos conscientes de que há ainda muito a ser feito, pois os números mostram que, com todo o esforço que fizemos, alcançamos uma parcela ainda muito pequena das pessoas com deficiência visual, principalmente, por falta de recursos. Este é um grande desafio que vamos enfrentar com a colaboração da comunidade cristã brasileira”, ressalta. “Toda pessoa, com deficiência ou não, tem direito à informação. Com as pessoas cegas não é diferente. Temos também o direito a conhecer e vivenciar a Palavra de Deus.” Markiano Charan Filho, presidente da Associação de Deficientes Visuais e Amigos (Adeva).


Capa “A leitura é algo pessoal, você observa a colocação de uma vírgula, a abertura de um parágrafo, a troca de capítulos. É por isso que é muito diferente você ouvir alguém lendo a Bíblia e você mesmo ler.” Edson Rosário, presidente da Associação dos Deficientes Visuais Evangélicos do Brasil (Adeveb).

Foto: Arquivo SBB

Uma longa caminhada O lançamento da Bíblia em Braile coroou os esforços empreendidos pela SBB desde 1954, quando tiveram início as primeiras iniciativas para levar as Escrituras Sagradas às pessoas com deficiência visual. Durante décadas, a instituição produziu o texto bíblico em fitas-cassete e CD, importou livros da Bíblia em Braile em português e distribuiu esses materiais em todo o País, contribuindo para o desenvolvimento espiritual desse público. No início da década de 1990, Paula França, que tem deficiência visual, compartilhou com a SBB seu desejo de ajudar a produzir a primeira Bíblia em Braile em português. “Eu tinha acesso às Escrituras, mas percebi que milhares de outros cegos no Brasil não tinham e era preciso fazer algo”, conta ela, que hoje é assistente de Ação Social, Comunicação e Publicações da SBB. A SBB abraçou a ideia e começou a pesquisar as tecnologias mais adequadas para implantar uma imprensa braile na Gráfica da Bíblia. “Todas as entidades em que buscamos informações para o nosso projeto não possuíam os recursos técnicos que, afinal, pudemos implantar, especialmente na área da diagramação. E isto possibilitou que, em tempo recorde, pudéssemos disponibilizar a Bíblia completa em braile”, lembra o diretor executivo da SBB. Após estudar várias formas de produção em braile, por meio de visitas a possíveis fornecedores em diversos países, a SBB decidiu investir no equipamento norueguês Braillo. “Era um dos mais modernos e nos permitia realizar a impressão sob demanda, o que evita a manutenção de estoques volumosos e caros”, explica o gerente geral da Gráfica da Bíblia, Celio Emerique. Após essa definição, a equipe da SBB escolheu o programa de editoração a ser utilizado para transformar texto em caracteres braile e desenvolveu o produto em si, determinando as dimensões, tipo de encadernação e demais características. “É necessário destacar a colaboração preciosa que tivemos e ainda hoje temos da Paula França. Sua partici-

pação no desenho dos detalhes do layout e da composição dos vários volumes da Bíblia em Braile foi fundamental para que conseguíssemos desenvolver uma publicação que realmente atendesse às pessoas com deficiência visual”, lembra Rudi Zimmer. Mesmo sem experiência na área de publicações, Paula França estava determinada a fazer o que fosse preciso para realizar esse sonho. Junto com a SBB, procurou ajuda de outras instituições como a Fundação Dorina Nowill para Cegos que, desde 1946, atua com o objetivo de ampliar a produção de literatura em braile no Brasil. Esses parceiros contribuíram com a execução do projeto. “Ficamos muito gratos em poder participar desse processo”, diz a coordenadora da Fundação Dorina Nowill, Regina de Fátima Caldeira. “Se a pessoa tem uma crença ela precisa ter os instrumentos necessários para que possa se desenvolver dentro dessa crença: estudar, compreender, participar. A Bíblia é a principal ferramenta para o cristão, então era preciso reproduzir seu texto em uma linguagem acessível aos cegos, para que eles pudessem ler e consultar com autonomia”, acrescenta. O texto escolhido para a Bíblia em Braile foi o da Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH). Essa tradução, que adota uma estrutura gramatical mais simples e contemporânea, facilita a compreensão do conteúdo pelas pessoas com deficiência visual e também pode ser usado na alfabetização em braile. O secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira, lembra o maior desafio enfrentado pela sua área na época. “Nossa equipe fez um enorme esforço para desenvolver um conjunto de técnicas editoriais que

Impressora braile

ABNB - A Bíblia no Brasil

11


Foto: Arquivo SBB

Capa instrumento pelo qual atendemos a este segmento da população. Por meio desses produtos, eles podem ter contato direto com a Palavra de Deus”, afirma Erní Seibert.

A distribuição Depois do lançamento, a SBB inseriu a Bíblia em Braile no Programa A Bíblia para Pessoa com Deficiência Visual. Durante o processo de produção, os responsáveis por este programa realizaram uma pesquisa para avaliar as principais demandas das pessoas que já eram cadastradas e também ampliaram esse cadastro. “Adotamos uma sequência de disPaula França, durante o evento de lançamento da Bíblia em Braile, em 2002. tribuição dos livros adequada às necessidades reduzisse o tempo de preparação de uma Bíblia em braile detectadas na pesquisa e incluímos o Guia de Leitura e o dos costumeiros oito a dez anos para algo em torno de livro de Mary Jones em Braile”, conta a gerente de Ação um ano. Comemoramos muito esse êxito naquela época”, Social, Emilene Araújo. recorda. Atualmente, o cadastro tem 3.146 pessoas. Todas Após quase uma década de trabalho, o resultado foi recebem gratuitamente um volume a cada três meses, até apresentado no dia 30 de novembro de 2002. A Bíblia em que tenham todos os livros. O aposentado Ebrahim Lopes Braile estava pronta, em 38 volumes, contendo todos os liCorrea, de 81 anos, um dos mais antigos participantes do vros da Bíblia, e mais um volume com o Guia de Leitura, Programa, é uma das 566 pessoas que já completou a coleque tem informações sobre a disposição do texto na coleção. “A Bíblia em Braile, que ocupa quase duas prateleiras, ção, os recursos de pesquisa oferecidos e ainda uma cartié a estrela da minha biblioteca. Já li todos os volumes e os lha com as normas de grafia do braile. A coleção toda pesa consulto diariamente”, afirma. “Eu estava acostumado com cerca de 40 quilos e, empilhada tem dois metros de altura. traduções mais antigas e rebuscadas, então, tive que me Para a Sociedade Bíblica do Brasil, foi mais um pasadaptar para o texto da NTLH. Mas isso foi bom por dois so importante em sua missão. “Não estaríamos cumprinmotivos: porque ampliou o meu conhecimento; e porque é do integralmente a nossa missão se não preparássemos a uma linguagem mais fácil de todos compreenderem. Foi Bíblia de forma adequada à pessoa com deficiência visual. uma excelente escolha”, aprova. Assim como a Bíblia em Áudio, a Bíblia em Braile é o Para Zivan Maria Carvalho dos Santos, a Bíblia em Braile chegou bem na hora. Ela sempre teve problemas de Celebração com prêmios visão, mas perdeu completamente a capacidade de enxergar há cerca de nove anos. Um dia, foi ao Centro de Apoio A comemoração dos dez anos do lançamento da Bíblia Pedagógico para pedir orientações sobre mobilidade, pois em Braile completa na língua portuguesa será no dia 22 de queria aprender a andar de bengala para ter mais autonosetembro, no Museu da Bíblia, em Barueri (SP), durante o mia. Conversando com a equipe, descobriu que já existia V Encontro de Pessoas com Deficiência Visual. Na ocasião, a Bíblia completa em braile. “Falei com o pastor da minha cerca de 400 convidados vão conhecer a história da produção igreja e ele fez o meu cadastro no programa da SBB. Nunca desta publicação e alguns dos resultados já alcançados. vou esquecer a minha felicidade no dia em que tive o priNo evento, também serão conhecidos os vencedores do meiro volume em minhas mãos”, conta. “Valorizo muito a VI Concurso Literário, que tem como objetivo premiar os meBíblia em Braile, pois ela nos permite interagir mais com o lhores textos escritos por pessoas com deficiência visual sobre texto. Posso escolher o versículo que quero ler, parar para temas bíblicos, em formato de conto ou poesia. Este ano, o tema refletir, pesquisar temas. Enfim, é uma bênção”. foi “Bíblia em Braile em minha vida: Dez anos de história”. 12

ABNB - A Bíblia no Brasil


Capa “Trabalhei minha vida toda na área de publicações e posso dizer que a SBB conseguiu fazer uma Bíblia em Braile com custo baixo, mas de excelente qualidade. Isso demonstra que é importante ter eficiência no cumprimento da missão evangélica.” Ebrahim Correia, 81 anos, aposentado, Rio de Janeiro (RJ). Além da distribuição para os beneficiados do programa, a SBB doa a edição completa para bibliotecas públicas ou especializadas em braile que demonstrem interesse. “No ano passado, iniciamos a organização de uma seção braile em nossa biblioteca e a primeira solicitação que tivemos foi de colocar uma Bíblia”, conta a bibliotecária Rosa Maria Alves dos Santos, que trabalha na Biblioteca Dr. Renato Lopes, no município de Ilha Bela (SP). Depois de muito pesquisar, ela entrou em contato com a SBB e seu pedido foi atendido rapidamente. “Só precisamos nos comprometer em dar acesso a todos e divulgar para o público. Estamos programando eventos especiais para atrair a atenção dos cegos da nossa região. Queremos aumentar o nível de consulta”, ressalta. O trabalho de distribuição da Bíblia em Braile impulsionou outras atividades da SBB voltadas a pessoas com deficiência visual, como os encontros realizados para esse público junto com as Secretarias Regionais da SBB, que têm o objetivo de levar a mensagem bíblica por meio de atividades inclusivas. “Em 2012, inauguramos uma nova linha de ação do programa, para atender à pessoa com deficiência visual e sua família, promovendo a inclusão, autonomia e independência da pessoa cega”, conta a gerente de Ação Social. O piloto dessa iniciativa está sendo realizado em Curitiba, Recife e Barueri, e inclui a prestação de serviços que motivem a participação desse público na rede socioassistencial e espaços de convivência. Já seus familiares são contemplados com serviços de apoio, informação, orientação e encaminhamento. Melhorias e ampliações Em 2010, para atender à crescente demanda, a SBB investiu em um novo equipamento de impressão, o que permitiu dobrar a capacidade de produção. “Até julho de 2012 já foram impressos 188 mil volumes de Bíblia, que representariam cerca de 5,5 mil Bíblias completas. Neste momento, estamos investindo para instalar toda a produção de volumes em braile em um único local, o que deve

acontecer ainda até o final deste ano. Com isto, vamos ter uma Gráfica Braile completa dentro da Gráfica da Bíblia”, comemora Emerique. Também está previsto o crescimento da distribuição. A expectativa é doar 20 Bíblias completas para instituições e realizar 350 novos cadastramentos por ano. Além disso, está sendo ampliado o leque de publicações oferecido a esse público. Em junho deste ano, foram lançadas duas porções bíblicas: Bênçãos de Deus para Você e Promessas de Deus para Você. “Nossa programação de novas publicações é feita de acordo com os pedidos que recebemos dos beneficiados”, explica Paulo Teixeira, acrescentando que já estão sendo preparadas outras porções bíblicas, com conteúdos específicos sobre temas como família, saúde e confiança, entre outros. O objetivo dessas ações é avançar continuamente na ampliação do acesso às Escrituras pelos cegos, no Brasil e em outros países que utilizam o português. Para o secretário de Comunicação e Ação Social, essa tarefa vai precisar contar com a contribuição intensiva de pessoas e organizações em todo o Brasil, não só com doações, mas também com a divulgação do trabalho. “Está em nossos planos desenvolver ações específicas para aumentar o ritmo de distribuição. Isso poderá ser feito, inclusive, com programas, por meio dos quais pessoas e empresas adotariam um ou mais cegos, patrocinando os custos de impressão e envio dos volumes para esses beneficiados”, sugere Erní Seibert. “Quando perdi a visão entendi perfeitamente o que leva uma pessoa ao suicídio. Comecei a ler a Bíblia, Deus me ajudou. Costumo dizer que foi um transplante de coração.” José Valdizio, beneficiado do programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência.

Colabore para esta causa

Todos podem contribuir para aumentar a impressão e distribuição de Bíblias. As doações devem ser feitas em depósitos de qualquer valor para: Banco Bradesco – Agência 3390-1 – Conta-Corrente 18512-4 Para saber mais sobre este assunto, entre em contato pelos canais da SBB: Site: www.sbb.org.br e-mail: relacionamento@sbb.org.br Telefone: 0800.727.8888

ABNB - A Bíblia no Brasil

13


Testemunho

Na infância, fui diagnosticada com retinose pigmentar, uma doença degenerativa que provoca a perda gradual da visão. Quando tive de enfrentar essa dura realidade, a vida me pareceu perversa, cruel e implacável. Arrebatou de mim os sonhos para o futuro, que estavam baseados no estudo. Aos 11 anos, meus pais me tiraram da escola porque, na época, não havia recursos para que pudesse continuar na sala de aula. Meus projetos foram interrompidos. Como sonhar? Como viver diante desse problema? Tudo o que eu mais queria era viver como qualquer criança da minha idade. Dos meus 11 aos 26 anos, minha família fez de tudo para que eu voltasse a enxergar, mas tudo foi em vão. Então, tive de assumir a cegueira. Mas, graças a Deus, encontrei amigos que me ajudaram a ingressar no mercado de trabalho. Aos 26 anos, voltei à sala de aula e concluí, com muita luta, o Ensino Médio. Ainda aprendi a escrita braile, espanhol, inglês e computação. Também realizei o sonho de me casar. Mas a vida não é completa sem Jesus. Há algum tempo, ganhei uma Bíblia de presente da minha cunhada. Fiquei muito alegre, mas, ao mesmo tempo, desapontada, porque não podia ler. Sempre dependia de alguém para fazer as leituras. Até que um dia, uma amiga soube do projeto da Sociedade Bíblica do Brasil que doava a Bíblia

Foto: Arquivo SBB

A vida não é completa sem Jesus.

em Braile e fez meu cadastro. Com grande alegria comecei a receber as edições das Escrituras Sagradas em braile. Emocionava-me todas as vezes que estava com o Livro Sagrado nas mãos, pois a SBB deu autonomia não só para mim, mas a todos os cegos, de ler sobre a Palavra de Deus, dando-nos a chance de ter uma Bíblia que atenda a todas as nossas necessidades. Zivan Maria Carvalho dos Santos, 55 anos, estu-

dante, moradora de Feira de Santana (BA), é beneficiada

do programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual. Testemunhos sobre a Bíblia

Se você tem uma experiência edificante com a Palavra de Deus, escreva para a revista A Bíblia no Brasil e também para o site da SBB contando-a. Aqueles que tiverem seus testemunhos selecionados e publicados ganharão um exemplar da Bíblia de Estudo NTLH. Envie seu testemunho acompanhado por uma foto para webmaster@sbb.org.br.


Mundo

Distribuição de Bíblias cresce 11% em 2011 As Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) têm inúmeros motivos para celebrar. No ano passado, foram distribuídos 32,1 milhões de Bíblias completas em todo o mundo, um incremento de 11,2% em relação a 2010. Essa é a primeira vez que o número de Bíblias distribuídas ultrapassa a marca de 30 milhões em um único ano. O maior crescimento foi observado na África e nas Américas, com a distribuição de 3,6 milhões de Escrituras Sagradas a mais do que em 2010, somando

cerca de 13 milhões. Na Europa, houve um discreto aumento de 2,7%. Já a distribuição do Livro Sagrado na Ásia e Oceania recuou 4,2%. Também houve crescimento na distribuição de seleções e porções bíblicas. Em 2010, foram entregues 337 milhões, enquanto, que em 2011, quase 350 milhões foram distribuídos ao redor do mundo. Ao todo, foram entregues 381 milhões de Escrituras, alcançando 5,4% da população mundial.■

Estúdio em El Salvador apoia a Causa da Bíblia Um estúdio de gravação instalado na sede da Sociedade Bíblica de El Salvador está ajudando a impulsionar a Causa da Bíblia em um país devastado pela recessão econômica. Além disso, está colaborando com a arrecadação de fundos para o trabalho de difusão da Palavra de Deus no exterior. A ideia de implantar o estúdio no local foi do engenheiro de som Pablo González Langlois. “Quando me formei, quis unir minhas maiores paixões: a música e a Palavra de Deus. Para isso, fiz uma proposta à Sociedade Bíblica para instalar um estúdio de gravação profissional no local e doar 50% do trabalho à Causa da Bíblia. Afetada pela recessão econômica que atinge o país e com

dificuldade de financiar seus projetos, a organização aceitou a proposta”, conta Langlois. O estúdio está funcionando desde o início de 2011. Vários músicos cristãos utilizaram o local para produzir suas canções, como a conhecida banda salvadorenha Emmanuel y Linda. Em parceira com o vocalista da banda, Emannuel Espinosa, a Sociedade Bíblica também está produzindo uma série de estudos bíblicos intitulada Três a Cada Dia (www.trescadadia.org), que consiste em pequenos vídeos devocionais para incentivar a leitura e meditação da Palavra de Deus. O devocional entrou no ar há seis meses e conta com mais de 300 mil acessos de pessoas de todo o mundo.■ ABNB - A Bíblia no Brasil

15


Bíblia em Ação

A Palavra de Deus em Libras SBB lança o projeto A Bíblia para Pessoas com Deficiência Auditiva e disponibiliza o texto sagrado para esse público. Embora o português seja a língua majoritária no Brasil, o idioma não é o único falado por todos os brasileiros. Cerca de 345 mil pessoas com deficiência auditiva se comunicam por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Até então, as pessoas surdas não tinham o privilégio de conhecer a Palavra de Deus em sua língua. Com o lançamento do primeiro volume da série Aventuras da Bíblia em Libras, no VIII Fórum de Ciências Bíblias, nos dias 21 e 22 de junho, no Museu da Bíblia (MuBi), em Barueri (SP), a Sociedade Bíblica do Brasil tornou acessível a mensagem bíblica a essa parcela da população. Primeiro volume de uma série de oito, a publicação é composta por um DVD com a narração em Libras e legenda das histórias de Noé, Sansão, Moisés e Davi, além de um livreto ilustrado com as narrativas. Para desenvolver o projeto, foram necessários mais de quatro anos de trabalho e o envolvimento direto de 20 pessoas entre tradutores, intérpretes, consultores e editores. Para o secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira, o desenvolvimento desta publicação foi um dos

principais desafios da SBB. “É um dos projetos mais inovadores com o qual trabalhamos nos últimos anos”, disse. Em fase final, o segundo volume da série será lançado até o primeiro semestre de 2013. O objetivo é finalizar a coleção em quatro anos. Paralelamente ao lançamento da publicação, a SBB apresentou o projeto A Bíblia para Pessoas com Deficiência Auditiva. A iniciativa consiste em distribuir as porções bíblicas em Libras aos surdos. “Pelo fato de o material ser voltado principalmente para crianças e adolescentes, dificulta o envio diretamente aos beneficiários. Então, decidimos beneficiar organizações e escolas que trabalham com esse público. Essas instituições ficarão responsáveis em fazer com que o material chegue às mãos de pessoas surdas e suas famílias”, explicou Emilene Araújo, gerente de Ação Social da SBB. Apesar de todos os esforços para difundir a mensagem bíblica em Libras, a SBB conta com o apoio dos cristãos para finalizar os demais volumes da série Aventuras da Bíblia em Libras. Transforme-se em um apoiador do projeto. Mais informações no site www.sbb.org.br.

Há 50 anos, um Natal de Luz na Amazônia Dezembro é um período crítico na região amazônica devido à entressafra do açaí e escassez do pescado, tornando mais grave a situação de pobreza da população ribeirinha. Por essa razão, a Sociedade Bíblica do Brasil promove, pelo 11º ano consecutivo, a campanha Natal dos Ribeirinhos. Essa iniciativa tem o intuito de levar conforto material e espiritual à população carente da Amazônia. 16

ABNB - A Bíblia no Brasil

Com o tema “Há 50 anos, um Natal de Luz na Amazônia”, a campanha também celebrará os 50 anos do programa Luz na Amazônia. A iniciativa tem como objetivo levantar recursos financeiros, material escolar, roupas, cestas básicas e brinquedos, para proporcionar um Natal feliz a essa população. Além disso, a campanha busca disseminar os valores bíblicos às famílias beneficiadas. Mais informações pelo site www.sbb.org.br.


Bíblia em Ação

Junho

6: Capacitação de voluntários para ministrar a palestra “O que é a Bíblia?” em 13 escolas públicas de Belém (PA). 7: A SBB promoveu o encontro de ex-presidiários em Porto Alegre (RS). 13: Capacitação de agentes de leitura no Galpão dos Meninos e Meninas de Santo Amaro, no Recife (PE). 16: Celebração do aniversário da ONG Futuro Melhor, em Barueri (SP). | Apoio ao V Seminário de Capelanias Hospitalar, Prisional e Escolar da Ordem dos Capelães Evangélicos do Brasil, em Brasília (DF). | Luz no Sudeste – Rio de Janeiro visitou as comunidades do Pica-pau, Cinco Bocas e Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro (RJ). | Moradores da cidade de Doutor Ulysses, no interior do Paraná, foram beneficiados pelo Luz no Sul. 17: Capacitação de educadores de Belém (PA), por meio do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB). 20: Realização de Café Social, em Curitiba (PR), com o intuito de aproximar instituições sociais cristãs da capital paranaense. 26: Visita a escolas na cidade de Condado (PE), por meio do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB). | Participação na caminhada Antidrogas, em Sete Lagoas (MG). 30: Comunidade do bairro Santo Amaro, em Recife (PE), é beneficiada pela visita do Luz no Nordeste. | Moradores das comunidades de Santa Maria e Taquara, no Rio de Janeiro (RJ), são visitados pelo Luz no Sudeste.

Julho

20: Capacitação de instituições parceiras em Salvador (BA), apresentando o trabalho desenvolvido pela SBB. 21: Moradores de Guaraqueçaba (PR) foram beneficiados pelo Luz no Sul. Comunidades de Vila Ideal e Parque Vila Nova, em Duque de Caxias (RJ), são visitadas pelo Luz no Sudeste – Rio de Janeiro. 27: A SBB promoveu o curso de capacitação com instituições parceiras em Recife (PE). Comunidades de Ilha Grande e São José, no Pará, são beneficiadas pelo Luz na Amazônia.

Agosto

2: Ação social com as famílias dos deficientes visuais cadastrados no projeto A Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual, em Recife (PE). Doação de materiais bíblicos para o acervo comunitário do Espaço Mulher Ruth Cardoso, em Barueri (SP). 3: Capacitação de professores por meio do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB), na cidade de Igarapé-Miri (PA). 4: Organização da III Etapa do Projeto Paulista Pela Vida, com o tema Vida Saudável, em Paulista (PE). 6: Visita especial à Casa de Idosos Encontro com Sabedoria, em Belo Horizonte (MG). | Participação na abertura da Semana do Presidiário na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus (AM). 10: Encontro de Agentes Multiplicadores por meio do projeto Estudando com a Bíblia (ECAB), em Abreu e Lima (PE). 11: Mobilização social na Escola Municipal Padre Guilherme Peters, no bairro de São Lucas, Belo Horizonte (MG). 13: Palestra sobre A Bíblia e a Paz para adolescentes no Centro de Atendimento Socioeducativo, em Santa Luzia (PE).

Foto: Gilson Abreu

5: Organização de encontro do grupo de trabalho da COMTER (Comunidades Terapêuticas em Rede), em São Paulo (SP). 7: Comunidades do Morro de Largatixa e da Pedreira, no Rio de Janeiro (RJ), são atendidas pelo projeto Luz no Sudeste – Rio de Janeiro. | Doação de 50 Bíblias de Estudo Despertar por meio de campanha de arrecadação de recursos do portal Doações Coletivas para a Casa de Recuperação Resgate e Vida, em Araucária (PR). 10: Assinatura do convênio com a Agência Goiana do Sistema de Execução Penal (AGSEP), no Complexo Prisional, em Aparecida de Goiânia (GO). 14: Apoio à 3ª edição da Mostra Cultural Reconstruir, em Belo Horizonte (MG). | Apoio na mobilização social na Comunidade Santa Luzia, no Rio de Janeiro (RJ). ABNB - A Bíblia no Brasil

17


Fotos: Arquivo SBB

Tradução

Orgulho de louvar a Deus em sua própria língua Povo nadëb recebe tradução do Novo Testamento no idioma que fala ao seu coração. Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo que nele crê não morra, mas tenha a vida eterna. (João 3.16). Ao ler esse versículo em seu idioma, um índio da etnia nadëb olhou para todos os presentes na cerimônia que celebrou a entrega do Novo Testamento traduzido na língua que fala ao seu coração, em 6 de junho, e disse: “Hoje, eu tenho a certeza da vida eterna. Obrigado!”. Esse reconhecimento e sentimento deram aos missionários Rodolfo e Beatrice Senn a certeza de que haviam tomado a decisão certa de deixar Berna, na Suíça, há mais de uma década, para se dedicar à tradução do Novo Testamento. Para realizar esse trabalho, os tradutores mudaram-se para a aldeia do Roçado, nas imediações da cidade de Santa Isabel do Rio Negro (AM). A tradução e distribuição do Novo Testamento no idioma nadëb é resultado do esforço conjunto da Associação Internacional de Linguística (SIL Brasil), organização da qual faz parte o casal Rodolfo e Beatrice Senn, e da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). O primeiro passo para iniciar a tradução do Livro Sagrado foi o de aprender a língua, que era ágrafa, ou seja, sem representação gráfica. “Foi preciso iniciar a tradução do zero, pois a língua mais próxima desse idioma não tem o Novo Testamento traduzido”, afirmou Rodolfo Senn. Paralelo ao trabalho de tradução, também foi desenvolvido um projeto de alfabetização na aldeia. O gerente da Unidade Regional da SBB em Manaus, Reuel Klayber Ferreira, que representou a organização na ce-

rimônia de entrega dos Novos Testamentos, ficou emocionado com a maneira que o povo nadëb recebeu o Livro Sagrado. Ele conta que os índios, que haviam passado a noite caçando, colocaram os cestos cheios de caça no centro da aldeia. Eles e suas esposas dançaram e cantaram em volta dos cestos. Num determinado momento, o cacique pediu para que os cestos fossem retirados e substituídos por um outro, onde estavam depositados os exemplares do Novo Testamento na língua nadëb. Naquele momento, o cacique decretou que a Palavra de Deus era o que havia de mais sagrado para o seu povo. “Cada um retirou um exemplar para si. Vi a emoção nos olhos de cada um ao ler a Palavra em sua língua”, relembra Ferreira. A tradução do Novo Testamento transcendeu o objetivo do casal Senn, que era de levar a misericórdia de Deus por meio da Palavra. “Além de garantir a sobrevivência de uma língua falada por pouco mais de 300 pessoas, o Livro Sagrado também valorizou os índios da etnia nadëb como pessoas criadas à imagem e semelhança de Deus e amadas por ele, disse o missionário Rodolfo Senn. ■

Raio X

Origem: Os nadëb são um subgrupo dos Makus. Língua: Família linguística do Maku. Localização: Vivem no estado do Amazonas. População: 326 pessoas (Censo 2010). Aldeia do Roçado: Localizada no nordeste do Amazonas, às margens do Rio Uneiuxi, a cerca de 280 km de Santa Isabel do Rio Negro. ABNB - A Bíblia no Brasil

19


Fotos: Eduardo Cesar

Ciências Bíblicas

A Palavra de Deus desbravando fronteiras Com cerca de 250 participantes, o VIII Fórum de Ciências Bíblicas recebeu especialistas de renome internacional para discutir o tema Bíblia e Missões. O Fórum de Ciências Bíblicas chegou à oitava edição com o tema Bíblia e Missões, apresentando as ações mais relevantes desenvolvidas em prol da Causa da Bíblia no Brasil e no mundo. O encontro, realizado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) nos dias 21 e 22 de junho, no Centro de Eventos de Barueri – Museu da Bíblia (MuBi), reuniu cerca de 250 pessoas. Tal como previu o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, o público compartilhou “momentos agradáveis e edificantes” durante as palestras e no lançamento de obras acadêmicas e de uma pioneira porção bíblica na Língua Brasileira de Sinais. Como já se tornou tradição, o MuBi inaugurou uma exposição com o mesmo tema do evento, Bíblia e Missões. A mostra ressalta a importância da tradução bíblica para as

20

ABNB - A Bíblia no Brasil

missões cristãs e também celebra os 50 anos de existência do programa Luz na Amazônia e 10 anos da Bíblia em Braile. A programação foi aberta com o painel “Aspectos transculturais da tradução bíblica e da obra missionária”, a cargo de Paulo César Duarte de Oliveira, coordenador de Missiologia da Área das Américas da Associação Linguística Evangélica Missionária (ALEM) e Aliança Global Wycliffe. Ele expôs a experiência adquirida ao longo de 17 anos de convivência com o povo Tembé, no Pará, e o desafio de se traduzir a Palavra de Deus ainda hoje, no século 21. Acyr de Gerone Junior, secretário regional em Belém, e Marizete Lopes Andrade, à época coordenadora regional de Ação Social da SBB, revezaram-se na apresentação da palestra “Luz na Amazônia: Um Projeto de Missão Holística”. “Com 50 anos de atividade, o programa é realizado a partir de uma perspectiva da missão integral, preocupando-se com o bem-estar físico, social, material, cultural e espiritual do ser humano, em uma área com 33 mil comunidades ribeirinhas”, explicou Gerone Junior. O painel “A Causa da Bíblia no Brasil” abriu espaço para o lançamento das seguintes publicações acadêmicas, apresentadas por seus autores: Antigo Testamento Interlinear Hebraico-Português – Volume 1 - Pentateuco, de Edson de Faria Francisco; O Livro de Provérbios Analítico e Interlinear, de Antônio Renato Gusso; A Bíblia no Brasil Império,


Ciências Bíblicas de Luiz Antonio Giraldi; e Origem e Transmissão do Texto do Novo Testamento, de Wilson Paroshi. O público também conheceu a primeira publicação da SBB voltada a pessoas com deficiência auditiva: Aventuras da Bíblia em Libras – Volume 1. O lançamento da série em Libras foi marcado por uma apresentação teatral da equipe do Instituto de Expressão Surda (IES), parceira da SBB no desenvolvimento da obra. O diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, enfatizou a contribuição dos novos livros à Causa da Bíblia. Ele lembrou o esforço para a edição da Bíblia em Braile e, mais recentemente, do desafio de atender às pessoas com deficiência auditiva. “Louvo a Deus por termos a oportunidade de levar a sua Palavra aos surdos na língua que fala ao coração deles”, disse Zimmer, emocionado. “A Bíblia como Texto para Missões” foi o tema de Timoteo Carriker, doutor em Filosofia e mestre em Teologia e Divindade. “Essa iniciativa de juntar duas áreas que são tão obviamente vinculadas, missão e a Bíblia, é inédita no meio acadêmico”, avaliou. A Bíblia para todos O segundo dia do evento teve início com a palestra “A audição da Bíblia como ferramenta missionária”, proferida pelo assessor de Projetos Especiais da SBB, Eude Martins. O destaque da apresentação foi a campanha É tempo de ouvir a Palavra de Deus, iniciativa da SBB fundamentada na Bíblia em áudio. “Como um bom número de pessoas não lê ou não gosta de ler, a audição da Bíblia mostrou-se importante para levar a Palavra de Deus a todos”, ressaltou.

“A Bíblia para Públicos com Necessidades Especiais: 10 Anos de Bíblia em Braile e Lançamento da Série Aventuras da Bíblia em Libras” foi o tema da palestra do secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. “A acessibilidade não se restringe ao meio físico, mas também aos meios de comunicação e informação. A SBB cumpre sua missão, disponibilizando o texto bíblico no formato adequado a esses públicos e garantindo, assim, a cidadania”, destacou o palestrante, ao lançar o programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência Auditiva. O painel “A Causa da Bíblia no Mundo” reuniu consultores de tradução das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU). Coordenador do painel, o argentino Esteban Voth afirmou que, atualmente, as SBU desenvolvem 478 projetos de tradução. A mexicana Elza Tamez mostrou exemplos de tradução para língua de sinais na América Latina, enquanto o moçambicano Justino Alfredo falou de seu trabalho junto ao povo iowe e o uruguaio Daniel Gerber apresentou as etapas de tradução das Escrituras Sagradas no idioma quéchua para o povo ayacucho, do Peru. Esteban Voth encerrou a programação com a palestra “A Tradução da Bíblia na Perspectiva das Missões”. Segundo ele, a globalização tem sido um grande desafio ao ministério de tradução. “Ela tem propiciado o intercâmbio entre os povos, promovendo mudanças significativas nos idiomas em função da incorporação de novas expressões”, ele declarou, alertando ainda que é preciso acompanhar a evolução dos meios de comunicação, para levar a Palavra de Deus. A próxima edição do Fórum será realizada nos dias 6 e 7 de junho de 2013, com o tema “Bíblia e Juventude”. ■

Público aprovou Algumas pessoas foram ao Fórum pela primeira vez, outras vêm comparecendo desde a primeira edição, mas as manifestações têm em comum o aprendizado, a descoberta de novas formas de disseminar a Bíblia: Henrique Régis de Almeida Silveira, professor de Teologia do Instituto Teológico de Barueri (ITEB) e membro da Assembleia de Deus: “Frequento o fórum desde a primeira edição e também faço questão que meus alunos estejam aqui. Nosso material de trabalho é a Bíblia, e a SBB sempre fornece ferramentas e respostas concernentes à Palavra de Deus.”

Eliana G. C. Jerônimo, do Instituto Teológico Independência: “Foi uma surpresa o convite para participar deste Fórum. É muito rico, estou maravilhada e ansiosa para participar do próximo. Esta iniciativa serviu de alerta. Há tempos lendo a Bíblia, evangelizando, não tinha tido a visão de que temos que levá-la para outras pessoas, de outras culturas. Aprendi demais aqui.”

Jonas Celestino Ribeiro, da comunidade Batista do Rio de Janeiro: “É a primeira vez que participo do Fórum. Fui muito tocado pelas experiências de tradução da Bíblia e, principalmente, pela palestra que tratou da Bíblia para portadores de deficiências, de grupos que muitas vezes esquecemos. A representação do completo silêncio me fez enxergar uma realidade diferente.”

ABNB - A Bíblia no Brasil

21


Foto: Eduardo Cesar

Assembleia Geral

Assembleia Geral da SBB define metas para o próximo triênio Na 20ª edição do evento, Adail Carvalho Sandoval é reeleito presidente. Os objetivos da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) para o próximo triênio (2012-2015) foram definidos na XX Assembleia Geral, que aconteceu nos dias 20 e 21 de agosto, na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP). Na ocasião, também foram eleitos os membros dos órgãos de governança da SBB, que reelegeram Adail Carvalho Sandoval como presidente da organização para os próximos três anos. No encontro, os dirigentes deram uma nova redação à missão da SBB, mantendo os mesmo princípios que sempre nortearam os trabalhos da SBB: “Promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”. A Diretoria apresentou objetivos e estratégias que serão implementados pela organização no próximo triênio. Entre eles, recebeu ênfase especial a divulgação da Palavra de Deus entre a juventude; a ampliação dos investimentos na área digital; a intensificação do relacionamento com as igrejas; e o desenvolvimento contínuo dos programas sociais. 22

ABNB - A Bíblia no Brasil

Realizada a cada três anos, a Assembleia Geral ainda tem a finalidade de avaliar o trabalho realizado pela SBB no último triênio. O diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, destacou a importância do encontro para que a organização avance no cumprimento da missão de difundir a Palavra de Deus. “A Diretoria sempre acompanha bem de perto o trabalho realizado pela Administração, zelando para o desenvolvimento das atividades relativas à missão”, diz. Outro ponto exaltado pelo diretor executivo é o fato de a Diretoria da SBB ser constituída por membros de diferentes denominações cristãs. “Houve muita sabedoria dos líderes do passado em desenvolver critérios importantes para o preenchimento dos vários órgãos de governança da SBB. Estes critérios primam por uma distribuição justa de leigos e pastores, pela presença significativa de mulheres e, acima de tudo, pela representação do mais amplo espectro de confissões cristãs. Tudo isso demonstra o reconhecimento de que a Causa da Bíblia precisa estar, por um lado, protegida de ingerências unilaterais e, por outro, voltada ao serviço de todas as igrejas”, analisa Rudi Zimmer.■


Assembleia Geral A Palavra que não volta vazia Confira o devocional realizado pelo presidente de honra da SBB, Guilhermino Cunha, durante a XX Assembleia Geral, que teve como base os textos de Isaías 55.6-13 e de João 5.39. I) É a palavra que procede da boca de Deus, através do mensageiro de Deus, o profeta: Profeta ou profetisa é o homem ou a mulher que Deus usa para levar a sua Palavra ao povo de Deus, em nome de Deus, na unção, poder e autoridade de Deus. É quem pode dizer: “assim diz o Senhor...” ou “veio a mim a palavra do Senhor, dizendo...”. Não volta vazia; faz o que agrada a Deus; prospera no propósito para o qual ele, soberanamente, destina a sua palavra. II) Duas figuras ilustram este processo de transmissão – acolhimento – da mensagem e as consequências: 1ª figura: da chuva derramada; e a 2ª figura: da neve derretida. É água que rega a terra, faz germinar a semente, faz crescer a planta, florir e frutificar, para dar pão a quem tem fome e semente a quem semeia. III) Assim é a Palavra que sai da boca do Deus Eterno, ela realiza os seus propósitos, ou seja, prospera e transforma. Estamos todos envolvidos em uma obra de consequências eternas. É muito mais do que traduzir acuradamente a Bíblia; aprimorar as traduções; produzir Escrituras para o Brasil e para o mundo; dar cursos de Ciências Bíblicas... É ensinar a manejar bem a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. IV) Sim, é de consequências eternas porque nas Escrituras, e, por meio delas, cuidamos ter a vida eterna

por Jesus Cristo, nosso Senhor: O verbo, a Palavra encarnada, que é viva e eficaz, que transforma. Examinamos as Escrituras, temos feito isto; proclamamos as Escrituras, porque elas testificam de Jesus; é nele e por ele que cuidamos ter a vida eterna. Jesus é a Palavra encarnada, revelada a nós. A Bíblia é o testemunho escrito dessa revelação; a nossa fé é cristocêntrica; a nossa pregação é cristológica. Martinho Lutero afirmou: “a Bíblia é como um grande berço, cujo neném é Cristo”. Conclusões: (1) Examinamos a Palavra e encontramos Cristo; (2) Invocamos o Senhor; (3) Estamos convertidos ao Senhor; (4) Somos perdoados e sarados; porque “o segredo da cura total, é o perdão completo”. (5) Trata-se de: cura física; cura emocional; cura espiritual; (6) Sairemos desta reunião da Assembleia da SBB com alegria; em paz seremos guiados; os montes e os outeiros, romperão em cânticos; e as árvores do bosque baterão palmas; (7) A nossa realidade será mudada, em nome de Jesus! Cipreste, no lugar dos espinheiros; murta, bonita e perfumosa, no lugar da sarça, ainda que ardente. Tudo para a glória do Deus Eterno. As árvores do bosque baterão palmas, em nossa presença e passagem, porque “a alegria do Senhor, a nossa força é!”. Soli Deo gloria! Que Deus muito nos abençoe.

Nova Diretoria da SBB Assembleia Administrativa Presidente: Adail Carvalho Sandoval 1º Vice-Presidente: Leopoldo Heimann 2º Vice-Presidente: Assir Pereira Secretário de Atas: Christian Santiago Lo Iacono Tesoureiro: José Júlio dos Reis Diretores Titulares (Vogais): Lourdes Lemos de Almeida, Waldir Agnello, Euclides Schlottfeldt Fagundes, Paschoal Piragine, Nilo Wachholz, Vitor Hugo Mendes Sá, Rosecler Queiroz, Marta Alves Lança, Antonio Cabrera Mano Filho, Paulo Lutero de Melo, Altair Germano da Silva, Joel Holder, Ney de Mello Almada, Roberto Brasileiro e João Artur Müller da Silva Diretores Suplentes: Paulo Silas Reis, Eliana Ovalle, Sérgio Gonçalves, Fernando Bortolleto Filho e Ka'egso Hery Diretoria Presidente: Adail Carvalho Sandoval 1º Vice-Presidente: Leopoldo Heimann 2º Vice-Presidente: Assir Pereira Secretário de Atas: Christian Santiago Lo Iacono Tesoureiro: José Júlio dos Reis Diretores Titulares (Vogais): Antonio Cabrera Mano Filho e

Lourdes Lemos de Almeida Diretores Suplentes: Waldyr Agnello e Ney de Melo Almada Conselho Fiscal Presidente: Ageo Silva Vogais: Bonfim Raimundo de Aguiar e Hesio Maciel Suplentes: Sillas dos Santos Vieira e Waldicir Rosa da Silva Conselho Consultivo Presidente: Adail Carvalho Sandoval Presidentes de Honra: Enéas Tognini, Guilhermino Silva da Cunha e Aldo da Silva Fagundes Vogais: Ruy Carlos de Camargo Vieira, Jonas Moreira Valente Filho, Walter Pereira da Silva, Cesar Augusto dos Santos, Euler de Oliveira Alves de Souza, Wilson Matos, Clarindo Aparecido da Silva Filho, Erlie Lenz Cesar Filho, Eleny Vassão de Paula Aitken, Joaquim Beato, Edvaldo José Gonzaga de Melo, Éber Cocarelli, Zezina Bellan, Daniel Oliveira da Rocha, Hilquias da Anunciação Paim, Alberto Schlatter, Esequias Soares da Silva, Emilson Reis e José Carlos Alcântara Suplentes: Carlos Wesley, Luis Carlos Matsumoto Huttenlocher, Claudio Marcelo de Carvalho, Raimunda Apolônia Freire e Maurício Price Grechi ABNB - A Bíblia no Brasil

23


Lançamentos Com reflexões de Martinho Lutero Reunindo uma seleção de textos do vasto acervo deste importante teólogo, esta edição da Bíblia Sagrada tem o objetivo de contribuir para a pregação do evangelho e edificação da igreja cristã. Esta edição da Bíblia Sagrada traz cerca de 900 reflexões de Martinho Lutero selecionadas por estudiosos especialistas no vasto acervo de escritos deixados pelo teólogo que, há alguns anos, estão sendo traduzidos e disponibilizados também em língua portuguesa. Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, a obra está voltada mais para a compreensão histórica e exegética dos textos bíblicos, ou, ainda, para uma orientação pastoral e prática. De acordo com o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, a contribuição de Lutero na caminhada do cristianismo é reconhecida de forma universal. “A obra de Lutero é citada por escritores de praticamente todas as correntes cristãs”, avalia. Os textos foram escolhidos a partir de obras de Lutero publicadas em português pela Comissão Interluterana de Literatura (CIL), instituição formada por representantes da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB). Entre elas estão: o devocionário Castelo Forte, de 1983; a obra Pelo Evangelho de Cristo, de 1984; e a coleção “Martinho Lutero – Obras Selecionadas”, volumes 1 ao 11. A seleção destaca a ênfase cristocêntrica de Lutero. “Talvez pudéssemos dizer que, até pela experiência pessoal e avassaladora de Lutero com a mensagem de Cristo, na Bíblia, a cristocentricidade passou a caracterizar, de modo supremo, o seu ponto de vista a respeito da Bíblia. Nela, praticamente em cada página, ele percebia a atuação do Cristo vivo, o Verbo de Deus”, explica Zimmer.

Com o objetivo de que a obra contribua para a pregação do evangelho e edificação da Igreja cristã, foram estabelecidos critérios para a seleção dos textos. Foram eles: (1) Seleção, principalmente, de textos nos quais Lutero fizesse referência a uma passagem bíblica para fundamentar seu pensamento. Em alguns casos, também foram inseridos textos nos quais Lutero não faz uma relação direta com uma passagem bíblica, mas que se ligam a uma passagem bíblica pela afinidade do tema; (2) Reprodução dos textos escritos por Lutero, selecionados a partir das edições traduzidas e publicadas em português; e (3) Pequenas adaptações ou acréscimo de uma explicação inicial em itálico em textos que, quando retirados de seu contexto, não poderiam ser compreendidos. Ao final de cada quadro, o leitor encontrará a fonte de onde aquele texto foi extraído. Com os textos dos auxílios impressos em uma segunda cor, o marrom, a edição reúne, ainda, notas textuais e referências cruzadas, prefácio ao Antigo e Novo Testamentos, e os seguintes apêndices: Prédicas semanais sobre Mateus 5-7 (Prefácio); O capítulo 15 da Primeira Carta de S. Paulo aos Coríntios (Prefácio); Comentário da Epístola aos Gálatas (Prefácio); Breve instrução sobre o que se deve procurar nos Evangelhos e esperar deles; Uma seleção dos hinos compostos por Martinho Lutero; Catecismo Menor para os pastores e pregadores indoutos; além de um breve glossário; biografia resumida de Martinho Lutero e índice remissivo.

Código: RA085BRLUT Formato: 17,0 x 23,5 cm Encadernação: Capa em couro sintético, vinho nobre Preço: R$ 84,90

24

ABNB - A Bíblia no Brasil


Lançamentos Bíblia de Estudo do Expositor Com texto bíblico na nova Versão Textual Expositora, a Bíblia de Estudo do Expositor foi desenvolvida para ajudar a todos que desejam entender melhor as Sagradas Escrituras. Cada versículo dos sessenta e seis livros da Bíblia contém comentários exclusivos escritos por Jimmy Swaggart, renomado tele-evangelista pentecostal da década de 1980, que auxiliam na compreensão do texto bíblico. Publicada pelo Ministério de Jimmy Swaggart, a obra será distribuída com exclusividade, no Brasil, pela Sociedade Bíblica do Brasil. Código: BE087EJS Encadernação: Capa em couro bonded, disponível em duas opções de cor: vinho ou preto Formato: 15,2 x 22,9 cm Preço: R$ 119,90

Mais conforto na leitura Com letra gigante, texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje e novas opções de capas, esta edição da Bíblia Sagrada permite mais conforto na leitura da Palavra de Deus. Código: NTLH065LGi (couro sintético rosa claro, pink ou marrom) e NTLH067LGi (couro bonded preto) Encadernação: Capa couro sintético ou bonded Formato: 13,5 x 21,0 cm

Bíblia Caminho – novas capas A Bíblia Caminho ganhou novas opções de capa. Agora em couro sintético nas cores rosa e azul, a publicação apresenta 481 artigos de Jaime Kemp, que tratam de assuntos específicos da juventude à luz da Palavra de Deus. Ilustrações em formato de quadrinhos, texto impresso em duas cores, encarte colorido e espaço para anotações fazem desta publicação ideal para jovens a partir de 15 anos. Código: NTLH065PJK (capa rosa ou azul) Encadernação: Capa couro sintético Formato: 13,5 x 21,0 cm

Milagres de Jesus no Evangelho de João Voltada para o público infantil, o livro apresenta uma seleção de quatro milagres de Jesus, extraídos do Evangelho de João, e ilustrados por artistas nacionais consagrados e premiados (Fabiana Salomão, Diogo Godoy, Paulo Debs e Adilson Reis), que conferiram às histórias ainda mais emoção. Código: TNL560PMJ Encadernação: Capa brochura ilustrada Formato: 14,0 x 21,0 cm Preço: R$ 7,50 ABNB - A Bíblia no Brasil

25


Fotos: Samuel Santos

Secretarias Regionais

1

Tradição e renovação Localizada na capital fluminense, a Secretaria Regional da SBB no Rio de Janeiro foi responsável pela distribuição de 16% das Escrituras da SBB, em 2011. A Secretaria Regional da Sociedade Bíblica do Brasil no Rio de Janeiro é o berço do trabalho da SBB, que nasceu na então capital federal em 1948, graças à união das lideranças cristãs. Nos últimos anos, a Secretaria tem vivido uma grande renovação e ampliação de seu trabalho, já que atua também no Espírito Santo, estado brasileiro com maior crescimento da população evangélica. Apesar da pouca extensão de sua abrangência territorial, esta Secretaria Regional distribuiu, em 2011, 16% das publicações da SBB. Ciente de sua importância estratégica para a evangelização em seu território, a Secretaria Regional da SBB no Rio de Janeiro tem trabalhado com todos os públicos, buscando um relacionamento estreito que ajude a multiplicar as suas ações. “Temos uma equipe empenhada em fazer sempre mais pela Causa da Bíblia. Estamos prontos para novos desafios”, avalia o secretário regional da SBB no Rio de Janeiro, Sérgio Furtado, que assumiu o cargo em novembro de 2007. “Além do significado histórico do Rio de Janeiro para a SBB, esta Regional tem como diferencial o trabalho desenvolvido pelo Centro Cultural da Bíblia, verdadeiro polo de estudos das Escrituras Sagradas e de disseminação da Palavra”, ressalta o secretário de Coordenação das 26

ABNB - A Bíblia no Brasil

Secretarias Regionais, Marcos Gladstone. Para ele, outro ponto de destaque na atuação da Secretaria Regional da SBB no Rio de Janeiro é o crescimento do trabalho social. Seguindo as diretrizes da SBB, as ações sociais desenvolvidas pela Secretaria Regional são focadas no objetivo de cumprir a missão de promover a difusão da Bíblia como instrumento de transformação da população. Realizadas em conjunto com diferentes tipos de instituições, essas ações têm levado para comunidades carentes serviços de saúde e jurídicos e assistência para a busca de direitos do cidadão, entre outros. O objetivo é oferecer o que a comunidade precisa junto com a esperança e o conforto da Palavra de Deus. Entre os vários programas desenvolvidos, o secretário ressalta a importância de A Bíblia e a Paz, que é desenvolvido por meio de dois projetos: A Bíblia no Cárcere e a Bíblia na Recuperação da Dependência. “O crime e as drogas têm exercido influências negativas nas grandes cidades da nossa região e esse programa busca resgatar a esperança naqueles que seguiram maus caminhos”, diz. Outro destaque é o Luz no Sudeste – Rio de Janeiro, que é um sucesso junto às comunidades. “A área social foi alavancada com a implantação desse programa, que está atendendo a muitas comunidades em situação de risco so-


Secretarias Regionais

2

3 Foto 1 – Secretaria Regional do Rio de Janeiro / Foto 2 – Centro Cultural da Bíblia / Foto 3 – Atendimento do ônibus Luz no Sudeste.

cial, oferecendo assistência à saúde e o conforto da Palavra de Deus”, explica Marcos Gladstone. Por meio de um ônibus-ambulatório, o programa percorre comunidades que vivem em situação de risco social nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, levando assistência à saúde, espiritual e acesso à cultura, por meio do Museu da Bíblia. “Cada vez que abrimos as portas do ônibus, enxergamos em cada rosto a alegria de ver o evangelho fazendo a diferença em sua comunidade. A cada ano, a agenda de eventos é preenchida mais cedo. Em junho deste ano, já estávamos com todos os finais de semana ocupados e as solicitações não param”, conta Furtado.

Laços estreitos O relacionamento com os diversos públicos segue as diretrizes de presença constante, atenção às demandas de cada segmento, transparência e parceria. “Em relação aos livreiros, por exemplo, temos buscado um contato permanente por meio de visitas e encontros, o que nos permite melhorar a cada dia nossa atuação”, afirma o secretário regional. No atendimento às igrejas, a tônica da Secretaria Regional da SBB no Rio de Janeiro é a vontade de servir como braço da evangelização, por meio de apoio contínuo às atividades religiosas, seja em datas especiais, como o Dia da Bíblia, ou em eventos pontuais. As atividades desenvolvidas no Centro Cultural da Bíblia (CCB) dão apoio a essa estratégia de relacionamento. Localizado no prédio que foi a primeira sede da SBB, o CCB conta com uma estrutura completa que inclui uma área de exposição de Escrituras Sagradas, um auditório para 100 pessoas, salas de aula e de encontros informais e a Academia Evangélica de Letras do Brasil. “O CCB tem exercido um papel de extrema importância. É um local aberto, onde a população pode encontrar informações sobre a Bíblia e também é um espaço para encontros de diversos grupos interessados na causa da evangelização, desde lideranças das igrejas até estudiosos”, observa o secretário. Nos próximos anos, a Secretaria Regional da SBB no Rio de Janeiro planeja investimentos para alcançar metas de qualidade e ampliação do seu escopo de trabalho. “Um dos desafios é aumentar a nossa presença nas cidades do interior dos dois estados, sobretudo no Espírito Santo, onde o crescimento de fiéis nas igrejas evangélicas triplicou na década de 90”, antecipa Furtado. “Queremos também alavancar as doações para os programas sociais e aumentar em 20% o número de instituições parceiras na área social.” ■

Secretária Regional do Rio de Janeiro

O trabalho da Secretaria Regional do Rio de Janeiro abrange Rio de Janeiro e Espírito Santo, estados que, juntos, representam apenas 1,05% do território brasileiro, mas concentra 10,2% da população. A Secretaria Regional do Rio de Janeiro existe desde a fundação da SBB em 1948 tendo sido sua primeira sede, que era localizada no Edifício da Bíblia, onde hoje está instalado o Centro Cultural da Bíblia. Atualmente, a Regional conta com 22 funcionários diretos e cerca de 200 voluntários de 186 instituições parceiras, atendendo a um total de 1.297 igrejas, 764 livrarias e 2.919 colportores. Endereço e telefones: Av. Brasil, 12.133 – CEP 21012-351 – Braz de Pina – Rio de Janeiro – RJ. Tel.: (21) 3203.1999 – Fax: (21) 3203.1950.

ABNB - A Bíblia no Brasil

27


Brasil Governador recebe Bíblia Manuscrita do Rio Grande do Sul

Foto: Gelson Cargnelutti

O governador Tarso Genro recebeu a edição da Bíblia Manuscrita, transcrita pela população gaúcha, durante almoço que ocorreu em 27 de junho, no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Transcrita por 9.571 pessoas, as Escrituras Sagradas foram compiladas em sete volumes e ficarão expostas na Biblioteca Pública do Estado. Erní Seibert, secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, e Eude Martins, assessor de Projetos Especiais e coordenador do projeto Bíblia Manuscrita, representaram a organização. As edições da Bíblia transcritas pela população do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Mato Grosso, Alagoas, Espírito Santo e Rio de Janeiro podem ser conferidas no site www.bibliamanuscrita.org.br.

Concurso Cultural Onda Eterna Com o intuito de difundir a Palavra de Deus entre os surfistas e amantes do esporte, a SBB organizou o concurso cultural Onda Eterna. A organização convidou os fãs do esporte a responder a seguinte pergunta: Por que a Palavra de Deus é importante para a vida? A frase selecionada foi: “Porque a vida é uma onda ‘insurfável’ sem a Palavra de Deus, que é a “prancha” única e ideal para surfá-la, nos mantendo em perfeito equilíbrio”, de Aldo Roberto Mattar, de Curitiba

(PR). Ele foi contemplado com uma prancha de surfe personalizada, doada pelo fotógrafo e surfista Motaury Porto Filho. O concurso integrou ação promocional que divulgou a Bíblia do Surfista, desenvolvida pela SBB em parceria com a Missão Surfistas de Cristo (MSC), na exposição Onda Eterna, que apresentou imagens produzidas por Motaury que retratam a prática do surfe sob a inspiração da Palavra de Deus. O evento ocorreu em março, em São Paulo (SP).

Seminário de Ciências Bíblicas

Foto: Zilma Guzman

Aproximadamente 470 pessoas prestigiaram as duas edições s do Seminário de Ciências Bíblicas realizadas nas cidades de Palmas (TO), em 25 e 26 de maio, e Coronel Fabriciano (MG), em 29 e 30 de junho, a fim de ampliar o seu conhecimento sobre o Livro Sagrado. Nos encontros, ocorreram palestras que abordaram aspectos da tradução da Bíblia Sagrada e sua história, bem como a ampliação dos ensinamentos do Livro Sagrado em diferentes setores sociais, na igreja, na família, na escola, entre outros.

SBB é homenageada por seus 64 anos de existência A SBB foi homenageada em diferentes regiões do Brasil pelos seus 64 anos de atividades dedicadas à difusão da Palavra de Deus a todas as pessoas. Em 11 de junho, a organização recebeu homenagem em sessão especial na Assembleia Legislativa do Amazonas. A iniciativa foi de autoria do deputado estadual Wanderley Dallas. O aniversário da SBB também foi lembrado, em 18 de junho, pela Câmara Municipal de 28

ABNB - A Bíblia no Brasil

Manaus. No evento, a SBB foi representada pelo gerente da Unidade Regional de Manaus, Reuel Klayber Ferreira. O aniversário de fundação da SBB foi celebrado em Campo Grande (MS), no dia 15 de junho. Em sessão ordinária da Câmara Municipal, o presidente do Diretório da SBB no estado, Leonídio Schuls Görl, destacou o trabalho realizado pela organização a convite do vereador Herculano Borges.


Brasil Congresso de Capelania Escolar Orientar professores, estudantes e seus familiares em ambiente escolar, dando condições para enfrentarem problemas comportamentais que atingem crianças e jovens brasileiros tendo como base os ensinamentos bíblicos. Essa é a missão do 5º Congresso Brasileiro de Capelania Escolar. Promovido pela Rádio Trans Mundial e com o

apoio da SBB, por meio do projeto A Bíblia nas Escolas, o encontro tem como tema “Despertando a Igreja Brasileira para a Missão de Capelania Escolar” e ocorrerá de 14 a 17 de novembro, em Porto Seguro (BA). Mais informações podem ser obtidas no site: http://espacodocapelao.org. br/5congresso.

Treinamento de Evangelização

Você é o Nosso Convidado De maio a agosto, a SBB recebeu, em suas instalações, cerca de 400 pessoas, de 18 instituições. As visitas foram realizadas na Sede Nacional, em Barueri (SP) e no Museu da Bíblia (MuBi), e fazem parte do programa Você é o Nosso Convidado. Confira, a seguir, as organizações presentes nesse período. Para obter mais informações sobre agendamento de visitas, entre em contato pelo telefone (11) 3474-5854. No site www.sbb.org.br/fotos, é possível ver a galeria de fotos dos grupos visitantes. 24 de maio: Igreja Presbiteriana Independente de Botucatu (SP). 29 de maio: Senai José Ephim Mindlin, de Barueri (SP). 19 de junho: Igreja Presbiteriana de Pinheiros, de São Paulo (SP). 22 de junho: Instituto Expressão Surda, de Curitiba (PR). 26 de junho: Aliança Produção e Distribuição, de São Paulo (SP). 28 de junho: Casa das Formigas, de Poá (SP). 2 de julho: Igreja Batista Aba Pai, de Barueri (SP). 3 de julho: Aliança Produção e Distribuição, de São Paulo (SP); e Comunidade Evangélica Filadélfia, de Limeira (SP). 5 de julho: Igreja Metodista de Campinas (SP). 10 de julho: Igreja Assembleia de Deus – Ministério Belém, de Osasco (SP). 12 de julho: Igreja Adventista da Promessa, de São Paulo (SP). 13 de julho: Igreja Batista

Foto: Arquivo SBB

Foto: Camila Pinheiro

Mais de 2 mil pessoas participaram do Treinamento de Evangelização com Literatura, promovido pela SBB, a fim de capacitar e incentivar cristãos de todo o País a espalhar a mensagem bíblica entre a população brasileira. Em maio, foram realizadas duas edições: em Sumaré (SP), com 214 pessoas, e em Belo Horizonte (MG), que contou com a presença de 910 participantes. Outros dois encontros foram realizados em São Paulo em julho: Na capital paulista, houve o registro de 870 inscritos, enquanto em Taubaté compareceram 90 pessoas.

Aba Pai, de Barueri (SP). 17 de julho: Aliança Produção e Distribuição, de São Paulo (SP). 18 de julho: Caravana de Brasília (DF). 19 de julho: Igreja Cristo Salva – Missão Surfistas de Cristo, de Planalto Paulista (SP) e Igreja Batista da Liberdade, de São Paulo (SP). 26 de julho: Steve Sheldon e Elyse Patten, da Wycliffe Bible Translators (EUA). 30 de julho: Igreja Assembleia de Deus, de Guarulhos (SP). 2 de agosto: Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo, de Poá (SP). 7 de agosto: Conselho de Pastores de Barueri (SP) e Aliança Produção e Distribuição, de São Paulo (SP). ABNB - A Bíblia no Brasil

29


Foto: Jaime Souzza

Brasil

Ação com parceiros Para celebrar os 50 anos do programa Luz na Amazônia, a SBB convidou cerca de 40 parceiros a fim de conhecerem de perto a importante iniciativa social voltada a comunidades ribeirinhas, a qual eles contribuem com a venda e distribuição da Bíblia Sagrada. No dia 27 de julho, parceiros, de diferentes partes do

País, tiveram a oportunidade de fazer parte da equipe de voluntários do programa, atendendo a ribeirinhos da comunidade de Ilha Grande, em Belém (PA). Além das atividades, um emocionante culto de agradecimento a Deus reuniu os apoiadores, voluntários do Luz na Amazônia, ribeirinhos e colaboradores da SBB.

Concurso cultural celebra aniversário da SBB A SBB celebrou 64 anos de atividades dedicadas à Causa da Bíblia em 10 de junho. Para comemorar essa data, a organização convidou os internautas a participarem de concurso cultural respondendo à seguinte pergunta: Por que a missão da SBB de Semear a Palavra que Transforma Vidas é importante para o Brasil?

Foram selecionadas as 27 melhores frases, escolhidas por uma comissão julgadora da Sociedade Bíblica do Brasil. Os vencedores foram contemplados com um dos três tipos de kits: Bíblia, Acadêmico e Infantil. Confira a lista completa das melhores frases e os nomes dos ganhadores no site www.sbb.org.br .

Para celebrar seus 30 anos de trabalho missionário, a Associação Linguística Evangélica Missionária (ALEM) promoveu, entre os dias 17 e 18 de agosto, o Fórum de Ciências Bíblicas com o tema “A Tradução da Bíblia”. O evento ocorreu no Auditório do Colégio Militar de Brasília e contou com o apoio da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e da Associação Internacional de Linguística (SIL Brasil). Contando com especialistas de renome internacional, o Fórum teve seis painéis que mostraram a importância da Palavra de Deus para a transformação de toda a língua, nação e povo. Também foi abordado o esforço que tem sido feito para que esse objetivo seja alcançado em âmbito mundial. 30

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Arquivo SBB

ALEM celebra 30 anos de fundação

Outro destaque do evento foi o culto de celebração a Deus, que, na sexta-feira, 17 de agosto, foi ministrado pelo diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer. Na noite do dia 18, o pregador foi Rinaldo de Mattos, membro fundador da ALEM.


Dia da Bíblia

Alcançar o jovem é o objetivo do Dia da Bíblia Ao repetir essa meta pelo segundo ano consecutivo, a SBB reforça a urgência de envolver as novas gerações com a mensagem bíblica. Pelo segundo ano consecutivo, a Bíblia para o Jovem é o tema que vai orientar as celebrações do Dia da Bíblia, a ser comemorado no segundo domingo de dezembro, que em 2012 será no dia 9. Ao repetir essa temática, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) reforça a urgência de se alcançar as novas gerações com a mensagem bíblica e envolvê-las na evangelização. Todas as igrejas brasileiras estão convidadas a participar da campanha, inspirada no texto de Jeremias 1.7: “...o Senhor respondeu: – Não diga que é muito jovem, mas vá e fale com as pessoas a quem eu o enviar e diga tudo o que eu mandar.” “Tornar a Bíblia importante para o jovem é o grande desafio e uma questão a ser encarada pelas igrejas. A responsabilidade da Sociedade Bíblica do Brasil é muito maior do que disponibilizar a mensagem bíblica em formato atrativo para os jovens. É preciso que essa mensagem os alcance, proporcionando-lhes transformação de vida. Repetindo o tema de 2011, o impacto e o alcance da campanha tornam-se bem mais efetivos”, explicou Mário Rost, coordenador nacional da campanha e gerente de Desenvolvimento Institucional da SBB. Para motivar todas as denominações cristãs a se envolverem, a SBB promoverá eventos de lançamento entre 26 de setembro e 10 de outubro nas cidades de Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Taguatinga (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ), a fim de apresentar o tema e objetivos das celebrações de 2012 à liderança das igrejas cristãs e de grupos de jovens. O intuito desses eventos, segundo Mário Rost, é motivar as igrejas a promover cultos especiais de louvor à Palavra e outras atividades como as leituras públicas da Bíblia. “A expec-

tativa é de que sejam organizados 370 eventos comemorativos em todo o Brasil. Além disso, queremos incentivar a Igreja brasileira a ofertar para a Causa da Bíblia”, disse. A SBB colocará seus 27 Diretórios estaduais à disposição daqueles que buscam ideias e orientações para suas comemorações. Para saber como contatá-los, basta ligar para 0800-727-8888. Será disponibilizada, de forma gratuita, pela SBB, materiais de divulgação, entre os quais cartazes, literatura bíblica para evangelização voltada a jovens, fornecida em parceria com a AMME Evangelizar, modelo de camiseta alusiva ao Dia da Bíblia 2012 e planos de leitura da Bíblia. Serão oferecidos, ainda, envelopes e cofrinhos infantis para estimular os participantes a levantar ofertas para a Causa da Bíblia. Todos esses materiais poderão ser solicitados por meio do hot site www.diadabiblia.org.br. Os recursos financeiros captados serão revertidos para os programas sociais mantidos pela Sociedade Bíblica do Brasil. As ofertas poderão ser depositadas diretamente na conta bancária da organização (Banco Bradesco, Agência 3390-1, C/C 18.512-4). Para quem quiser realizar doação por meio de transferência bancária pela internet, é necessário informar o seguinte número do CNPJ 33.579.376/0001-51.■

Compartilhe sua celebração

Além de disponibilizar os materiais de divulgação, o hot site do Dia da Bíblia é um canal para difundir as informações sobre o evento. Os líderes de diferentes denominações cristãs que aderirem à campanha poderão enviar relatos, testemunhos, imagens e vídeos sobre a celebração realizada em sua cidade para o e-mail webmaster@sbb.org.br. ABNB - A Bíblia no Brasil

31


Fotos: Eduardo Cesar

Inauguração

SBB inaugura Centro de Distribuição Localizado em Itapevi (SP), o empreendimento tornará ainda mais eficiente a distribuição das Escrituras Sagradas em todo o País. Em 22 de agosto, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) iniciou oficialmente as operações de seu Centro de Distribuição, criado para tornar ainda mais eficiente a distribuição da Palavra de Deus em todo o País. Localizado em Itapevi (SP), o empreendimento está vinculado à Secretaria de Logística e possibilitará a centralização em um só local das áreas de recebimento, movimentação, armazenagem, separação de pedidos e expedição, tornando ainda mais eficiente a distribuição das Escrituras Sagradas. Durante o evento de inauguração, que contou com um culto de dedicação a Deus, o secretário de Logística da SBB, Edgar Carvalho, explicou o motivo da centralização dessas operações: “Depois de uma análise elaborada pela consultoria da FIA (Fundação Instituto de Administração), decidimos criar um local específico para a distribuição. O estudo revelou que, ao investir nesse setor, teríamos inúmeras vantagens como a redução no custo de transporte e distribuição, redução nos prazos de entrega, aumento da produtividade e mais qualidade no atendimento às demandas por Bíblias.” Para Carvalho, a implantação do empreendimento deixou de ser um quesito operacional para se tornar uma questão estratégica. “Entre outros benefícios, a implantação do Centro de Distribuição permitiu reduzir gastos com armazenamento no Porto de Santos, bem como liberou espaço nas Secretarias Regionais, que irão manter uma área menor para estoque”, analisou. 32

ABNB - A Bíblia no Brasil

Todos os pedidos serão atendidos pelo Centro de Distribuição, o que permitirá a redução considerável nos custos com o transporte, tornando possível a economia de recursos e a sua aplicação nos programas que contribuem com a Causa da Bíblia. A única exceção será a Unidade Regional de Manaus. Como uma remessa à capital amazonense leva mais de um mês, optou-se pela manutenção de um estoque estratégico, para atender à demanda local. O diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, tem a convicção de que o Centro de Distribuição facilitará a disseminação da Palavra de Deus em todo o Brasil. “Temos muita dificuldade de levar a mensagem bíblica a todas as partes do País em função de suas dimensões continentais. A centralização do nosso estoque permitirá que as igrejas sejam mais bem servidas. Esse é o nosso objetivo maior”, ponderou. Partidário da mesma opinião, o presidente da SBB, Adail Carvalho Sandoval tem a certeza de que a Causa da Bíblia será ainda mais difundida não só no Brasil como ao redor do mundo. “Quando inauguramos um espaço como o Centro de Distribuição, estamos permitindo que vidas sejam transformadas pela Palavra de Deus.” ■ Centro de Distribuição

Área total: 3.199 m², reunindo área fabril, estoque, escritórios e estacionamento, localizado em Itapevi (SP), a 39 km de São Paulo. Endereço: Rodovia SP 029 Cel. PM. Nelson Tranchesi, 1.730 – Itapevi – SP


Espaço do Leitor Parabéns à SBB Parabéns por esse trabalho de tão grande importância para a história do Cristianismo. Ademilson Cordeiro Castro, por e-mail.

Aniversário da SBB Parabéns pelo aniversário de 64 anos da SBB. Que Deus continue a usá-los poderosamente e que todas as suas metas sejam alcançadas. Antonio Pinheiro, por e-mail.

Aniversário da SBB 2 Parabéns ao reino do Senhor Jesus porque achou homens dispostos a fazer a obra de Deus Pai. Que as bênçãos do Senhor continuem na vida da SBB e na família de todos os seus colaboradores, porque esse é o bem maior. Luciano Soares, por e-mail.

Leitura Bíblica Diária Sempre leio as mensagens bíblicas e medito nelas. Por isso, envio esse agradecimento a todos que fazem da Sociedade Bíblica do Brasil um verdadeiro instrumento para alcançar a salvação. Naur Prata Júnior, por e-mail.

Leitura Bíblica Diária 2 Obrigado por me enviarem diariamente essas passagens bíblicas. Estou passando por uma situação difícil e só Deus para intervir por nós. Obrigado por não me deixarem esquecer que ele é o Deus de nossas vidas, que tudo pode o Deus do impossível. Eder Amad, por e-mail.

Fórum de Ciências Bíblicas Parabéns pela realização do VIII Fórum de Ciências Bíblicas. Que Deus, nosso Pai, os abençoe ricamente por trazer um assunto tão apropriado para a igreja. Eldivam Gomes, por e-mail.

Fórum de Ciências Bíblicas 2 Agradeço a Deus, em primeiro lugar, e aos irmãos, também, por realizarem um evento, cujo tema contribuiu para o avivamento das igrejas. Tenho certeza de que esse empreendimento missionário permitirá a realização de grandes missões. Rawlinson Magno da Costa, por e-mail.

Fórum de Ciências Bíblicas 3 Participei do VIII Fórum de Ciências Bíblicas e da exposição sobre o tema Bíblia e Missões, no Museu da Bíblia. Fui abençoado com as palestras ministradas, que, com certeza, contribuirão para o meu trabalho bíblico-missionário. Marcelo Viana, por e-mail.

Captação de Recursos É motivo de muita felicidade ter a chance de contribuir com essa abençoada campanha, pois a santa Palavra de Jesus Cristo tem de ser levada a todas as pessoas carentes de Deus! Desejo também que todos os irmãos envolvidos nesse projeto sejam abençoados ricamente em nome de Jesus! Cláudio JFG, por e-mail.

História de Mulheres da Bíblia Li esse pequeno livro, mas maravilhoso. Por meio dele, aprendi muito, especialmente sobre as passagens que falam de Rute e Noemi e de Maria e Marta, exemplos para a minha vida. Aprendi tanto que resolvi presentear mais dez amigas com esse livreto. Parabéns! Maria Verga, por e-mail. Barco da Bíblia Recebi correspondência da SBB informando sobre a inauguração do Barco da Bíblia. Fiquei muito feliz com a novidade. Espero que essa missão de Deus seja, mais uma vez, um marco em nossa cidade. Jorge Nunes Vieira, por e-mail.

Agenda de Oração Quero parabenizar a SBB por enviar por e-mail a Agenda de Oração semanal. Leio com atenção e publico no meu blog. Sou sócio evangelizador e estou feliz por colaborar com este projeto! Parabéns! Alex Freitas, por e-mail.

Evangelização Escrevo para parabenizá-los pela realização do Treinamento para Evangelização com Literatura, em João Pessoa (PB). Foi maravilhoso. Que Deus continue a abençoá-los. Roberto Figueiroa, por e-mail.

Aplicativo Baixei o aplicativo Bíblia Primeiros Passos com Jesus. Achei fantástico. Muito obrigada. Earlene Strachman, por e-mail.

Cartas para a redação

Avenida Ceci, 706 - Tamboré - CEP 06460-120 Barueri - SP e-mail: webmaster@sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

33


Opinião A Bíblia em Braile e o resgate da cidadania para a pessoa com deficiência visual.

A leitura é para a pessoa cega, da mesma forma que para qualquer ser humano, o veículo fundamental de desenvolvimento da comunicação. Não se restringe apenas à satisfação da necessidade de ler por prazer ou para obtenção de informação genérica, mas representa fator decisivo para a formação e o desenvolvimento educacional, cultural, técnico e científico. Por meio da leitura, a pessoa com e sem deficiência tem a possibilidade de compreender o mundo e adquirir a maior parte dos conhecimentos acumulados pela humanidade. Segundo a terceira edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, estudo que tem como objetivo central medir intensidade, forma, motivação e condições de leitura da população brasileira, a Bíblia é o livro mais lido pelos brasileiros, além de ser citado pelos participantes como o livro mais marcante. Garantir, promover e facilitar a oportunidade de acesso ao livro e outras fontes de informação, em formato acessível, para a pessoa cega e com baixa visão é assegurar o exercício dos direitos constitucionais do cidadão brasileiro. Neste sentido, desde 2002, quando foi lançada pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), a Bíblia em Braile na língua portuguesa tem o objetivo de oferecer materiais bíblicos em formatos adequados às necessidades das pessoas cegas. A produção e distribuição da Bíblia em Braile têm se destacado enquanto instrumento efetivo no resgate da cidadania para a pessoa com deficiência visual, uma população de mais de 6 milhões de cidadãos, segundo o último Censo realizado pelo IBGE. Pensando ainda que a maioria das informações oferecidas às pessoas com deficiência visual se dá através dos meios de comunicação de massa, o que oferece um enfoque informacional de poucas escolhas, a Bíblia impressa em braile oferece ao leitor contato direto com a ortografia, a representação da simbologia científica, musicográfica e fonética, além de maior compreensão, experimentação, percepção e conceituação, fatores fundamentais no processo de ensino-aprendizagem da leitura. O Sistema Braille é o sistema de leitura e escrita destinado a pessoas cegas por meio do tato. Sua escrita 34

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Arquivo SBB

*Alfredo Weiszflog

é baseada na combinação de seis pontos, dispostos em duas colunas de três pontos, que permitem a formação de 63 caracteres diferentes, que representam as letras, números, simbologia aritmética, fonética, musicografia e informática. O Sistema Braille se adapta à leitura tátil, pois os pontos em relevos devem obedecer a medidas padrão, e a dimensão da cela braille deve corresponder à unidade de percepção da ponta dos dedos. O avanço tecnológico iniciado em meados de 1950 permite que pessoas cegas possam se beneficiar de novas formas de leitura. O livro falado e, mais recentemente, o livro digital, garantem o acesso mais rápido à cultura, à informação e ao lazer, mas o Sistema Braille continua a ser o meio natural de escrita e leitura das pessoas cegas, além de imprescindível para que elas tenham acesso direto ao conteúdo e façam suas próprias interpretações. A Bíblia, enquanto livro mais lido no Brasil e certamente no mundo, é uma ferramenta de transformação espiritual. Nela, as pessoas buscam inspiração, conforto, compreensão. Sem dúvida, ela transforma a sociedade, e a SBB tem participado ativamente, dando condições para essa transformação. ■ *Alfredo Weizflog é presidente do Conselho Curador da Fundação Dorina Nowill para Cegos, presidente do Conselho de Administração da Cia. Melhoramentos de São Paulo e membro titular do Conselho Administrativo da Gráfica da Bíblia.



Revista A Bíblia no Brasil - Edição nº 237