Issuu on Google+

Nº 213 - Outubro a Dezembro de 2006 - Ano 58

BIBLIOTECA DO MUSEU DA BÍBLIA

Com um acervo totalmente dedicado às Escrituras Sagradas, configura-se na maior e mais completa biblioteca do gênero do Hemisfério Sul, reunindo edições da Bíblia em mais de mil idiomas.

Museu da Bíblia inaugura Prensa de Gutenberg

Prepare-se para as celebrações do Dia da Bíblia

Saiba o que há por trás do Evangelho de Judas

Atrações preparadas pela SBB são destaque na Expo Cristã


BÍBLIA DE ESTUDO NTLH

• Texto bíblico: Nova Tradução na Linguagem de Hoje • 2,2 mil notas introdutórias • Mais de 14 mil notas de rodapé • Concordância com mais de 2,4 mil palavras e 17 mil passagens • Dicionário bíblico com mais de 2,7 mil verbetes • Quadros temáticos e históricos • Mapas Encadernação: Luxo, beiras douradas, índice digital e capa nas cores preta, vinho e azul Formato: 17,2 x 23,5 cm Código: NTLH087ETI - com índice NTLH087E - sem índice

BÍBLIA DE ESTUDO DESPERTAR

BÍBLIA DA FAMÍLIA

• Texto bíblico: Nova Tradução na Linguagem de Hoje • 170 meditações baseadas na Bíblia e fundamentadas no programa dos Doze Passos, moldadas em princípios do processo de recuperação e relacionadas com a Oração da Serenidade • 60 biografias de personagens bíblicos

• Texto bíblico: Nova Tradução na Linguagem de Hoje • 482 estudos de Jaime e Judith Kemp • Vocabulário • Notas textuais • Referências cruzadas

Encadernação: Luxo, beiras douradas, capa tipo agenda, nas cores marrom ou marfim Formato: 17,2 x 23,5 cm Código: NTLH086BED

Encadernação: Capa duotone (vinho e mostarda), com gravação a seco e beiras douradas Formato: 17,2 x 23,5 cm Código: NTLH085BF

Encadernação: Luxo, com capa em couro bonded branco com gravação em vermelho, beiras prateadas, acondicionada em caixa individual Formato: 17,2 x 23,5 cm Código: NTLH087BFW


A BÍBLIA EM QUEBRA-CABEÇAS Cada volume traz seis histórias bíblicas acompanhadas por quebra-cabeças.

Nível Médio Encadernação: Capa dura ilustrada Formato: 20,7 x 27,5 cm Códigos: Volume 1 – TNL693P1 Volume 2 – TNL693P2 Nível Fácil Encadernação: Capa dura ilustrada Formato: 19,1 x 19,1 cm Códigos: Volume 1 – TNL683P1 Volume 2 – TNL683P2

Nível Médio

Nível Fácil

ILUMINA GOLD

• Interatividade • Animações • Passeios virtuais pela Terra Santa • Conteúdo bíblico com gráficos, referências cruzadas e notas de rodapé • Enciclopédia com centenas de artigos • Bíblia completa na Nova • Tradução na Linguagem de Hoje, nas duas versões de Almeida e na King James.

A BÍBLIA COM E SEM ALÇA

Código: ILUMINACD-ROM Encadernação: Edição Econômica Formato: 10,0 x 13,0 cm Código: D46TIBe

BÍBLIA EM ÁUDIO VOLUME 4 • Narração: Cid Moreira • Trilha sonora excluviva • Conteúdo: Levítico, capítulos 22 a 27; Números, capítulos 1 a 27; Marcos, capítulos 13 a 16; e Lucas capítulos 1 a 8. Código: NTLH460CD4

Encadernação: Edição Econômica Formato: 10,0 x 13,0 cm Código: D46TIAe


S

umário

14 Nº 213 - Outubro a Dezembro de 2006 - Ano 58

BIBLIOTECA DO MUSEU DA BÍBLIA

EVENTOS Prensa de Gutenberg Os visitantes do Museu da Bíblia poderão conferir o funcionamento do equipamento, criado por Gutenberg no século XV.

ARTIGO Evangelho de Judas Especialista em tradução bíblica desfaz a polêmica em torno do evangelho. Com um acervo totalmente dedicado às Escrituras Sagradas, configura-se na maior e mais completa biblioteca do gênero do Hemisfério Sul, reunindo edições da Bíblia em mais de mil idiomas.

Museu da Bíblia inaugura Prensa de Gutenberg

Prepare-se para as celebrações do Dia da Bíblia

Saiba o que há por trás do Evangelho de Judas

18

Atrações preparadas pela SBB são destaque na Expo Cristã

CAPA Biblioteca do Museu da Bíblia Com um acervo totalmente dedicado às Escrituras Sagradas, é a maior e mais completa biblioteca do gênero do Hemisfério Sul, reunindo edições da Bíblia em mais de mil idiomas.

EDITORIAL CALENDÁRIO DE ORAÇÃO VOCÊ SABIA? ASSEMBLÉIA

E

DIA DA BÍBLIA Celebração Bíblia Sagrada: Alimento para a Vida é o tema da campanha preparada pela SBB.

FEIRA Expo Cristã Com atrações para pessoas de todas as idades, estande da SBB é destaque na feira.

10

5 7 8 9

AÇÃO SOCIAL TESTEMUNHO A BÍBLIA NO BRASIL A BÍBLIA NO MUNDO

xpediente

Publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil Registro no INPI sob o nº 811491960 ISSN 1518-7136 OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2006 - Edição nº 213 Editor Chefe: Erní Walter Seibert Editora Responsável: Márcia Carneiro (MTb 22.583) Colaboraram nesta edição: Alessandra Campos Reig, André Leão/AgX, Chico Bezerra, Eduardo César, Emerson Nunes, Jaime Souza, Josué Xavier, Mário Rost, Shirley Ribeiro, Silvio Ferreira (in memoriam), Ana Paula Adão, Danilo Takano, Andréa Faria, Francisco do Santos, Sonia Mele Redação: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 – Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 Presidente: Pr. Enéas Tognini 1º Vice Presidente: Rev. Adail Carvalho Sandoval. 2º Vice Presidente: Rev. Leopoldo Heimann Secretária de Atas: Dra. Lourdes Lemos Almeida Dr. Carlos Wesley Vogais: Dr. Antonio Cabrera Mano Filho, Rev. Assir Pereira, Pr. Ageo Silva, Dr. Almir dos Santos Gonçalves Júnior, Sr. Euclides Schlottfeldt Fagundes, Dr. Gottfried Brakemeier, Dr. Ney de Mello Almada, Pr. Lécio Dornas, Sr. Clarindo Aparecido da Silva Filho, Profa. Eleny Vassão de Paula Aitken, Sr. Ronaldo Rodrigues de Souza, Dr. Ruy Carlos de Camargo Vieira, Pr. Valdir Agnello, Profa. Simoni Bausells Piragine, Pr. Vitor Hugo Mendes Sá. Suplentes: Pr. Luiz Carlos Pinto, Dr. Joaquim Beato, Dr. Waldicir Rosa da Silva, Prof. Wilson Matos, Pr. Martinho Arnaldo Carmona.

20 23 24 28

16

22 MISSÃO ESPAÇO DO LEITOR PUBLICAÇÕES OPINIÃO

30 32 33 34

Diretor Executivo: Rudi Zimmer Secretarias Especializadas: Ação Social e Comunicação Social: Erní Walter Seibert. Gráfica da Bíblia: Célio Erasmo Emerique. Finanças: Helio Fudissaku. Produção: Edgar Dias Carvalho. Secretaria de Distribuição: Antonio Antunes dos Santos. Tradução e Publicações: Paulo Teixeira. Secretarias Regionais: Belém: Jilvan do Socorro F. Guimarães, Av. Assis de Vasconcelos, 356, Campina, CEP 66010-010, CP 641, CEP 66020-970, Belém, PA, fone:(91) 3202-1350, fax: (91) 3202-1363. Brasília: Jessé Pereira da Silva, SGAN 603E, Ed. da Bíblia, CEP 70830-030, CP102371, CEP 70099-999, Brasília, DF, fone: (61) 3218-1948, fax: (61) 3218-1907. Recife: Marcos Gladstone F. Silva, R. Cruz Gabugá, 481, Santo Amaro, CEP 50040-000, Recife, PE, fone: (81) 3092-1900, fax: (81) 3092-1901, Rio de Janeiro: Adílio José Emerich, Av. Brasil, 12.133, Braz de Pina, CEP 21012-351, Rio de Janeiro, RJ, fone: (21) 2101-1300, fax: (21) 2101-1301. São Paulo: Walter Eidam, Av. Tiradentes, 1.441, Ponte Pequena, CEP 01102-010, São Paulo, SP, fone: (11) 3329-8999, fax: (11) 3329-8998. Curitiba: Sérgio José Alves Furtado, Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952, Parolim, CEP 80220-000, Curitiba, PR, fone: (41) 3021-8400, fax: (41) 3021-8380. Centro de Distribuição de Porto Alegre: Márcia Santos, R. Ernesto Alves, 91, Floresta, CEP 90220-190, Porto Alegre, RS, fone: (51) 3225-1459, fax: (51) 3225-3360. Centro de Distribuição de Belo Horizonte: Marcos Lovera, Rua Caldas da Rainha, 2.070, São Francisco – Pampulha, CEP 31255-180, Belo Horizonte, MG, fone: (31) 3492-6868. Espaços Culturais: Museu da Bíblia: Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto, CEP 06414-007, fone: (11) 4168-6225 Centro Cultural da Bíblia: R. Buenos Aires, 135, Centro, CEP 20070-020, Rio de Janeiro, RJ, fone: (21) 2221-9883, fax: (21) 2224-3096 Ligue grátis: 0800-727-8888 – Visite nosso site: www.sbb.org.br – É permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas nesta revista, desde que mencionada a fonte. – Preço do Exemplar Avulso: R$ 5,00 – Tiragem: 85.000 exemplares – Distribuição: Secretarias Regionais da SBB

Visite nosso site: www.sbb.org.br


O

Amor na

Bíblia

Esta obra reúne 27 histórias extraídas da Bíblia que retratam o amor sob vários aspectos.

NTLH560 Formato: 12,0 x 17,5 cm Encadernação: brochura, com capa ilustrada e colorida.

E

ditorial

UM LIVRO INDISPENSÁVEL Todos sabem que a produção de livros nos dias atuais é enorme. As feiras desse segmento multiplicam-se em todas as capitais e até mesmo em cidades do interior. A quantidade de títulos lançados cresce a cada ano. É impossível que alguém consiga conhecer todos as obras e autores disponíveis no mercado. Entre tantos livros publicados, poucos chegam a uma segunda edição. E são menos ainda os que são lembrados depois de 50 anos. Aí, facilmente chega-se à conclusão de que existem livros necessários e outros perfeitamente dispensáveis. A Bíblia Sagrada, certamente, configura na lista dos livros indispensáveis para a humanidade. Ela venceu a barreira do tempo. Na Bíblia estão textos escritos há milhares de anos que ainda hoje, em pleno século XXI, são lidos e fazem sentido para as pessoas. Além disso, a Bíblia é um livro que em seu bojo contém alguns dos ensinamentos mais importantes para a convivência humana. Nada supera, por exemplo, a mensagem de amor ao próximo contida no Livro Sagrado. E, ao lado do amor, o perdão. A Bíblia traz ensinamentos essenciais para a vida em sociedade. Mas a Bíblia tem outras características que a tornam um texto indispensável para a humanidade. Ela leva consolo para os que sofrem, esperança para os desanimados, orientação para os que perderam o rumo. Ela leva muitos benefícios para os que a lêem. E, certamente, o maior de todos eles é a vida eterna em Jesus Cristo oferecida àqueles que estavam condenados à morte. Nos últimos meses, a Sociedade Bíblica do Brasil participou de muitos eventos em que essa característica especial da Bíblia ficou muito aparente. No lançamento da Bíblia do Surfista, um Novo Testamento com “dicas” e orientações para quem gosta dessa modalidade esportiva, ficou nítido como a Bíblia é importante para quem se amarra nesta onda. Em feiras de livros de que a SBB participou, pudemos ver como a Bíblia tem um lugar especial na constelação dos livros produzidos e como ela recebe um lugar de destaque não apenas por ser o primeiro livro impresso, mas também por ser, até hoje, o mais traduzido, publicado e distribuído do mundo. Nos eventos de ação social em que a SBB esteve envolvida, foi fácil verificar como a Bíblia ajuda as populações carentes e se torna algo fundamental, comprovando a afirmação de Cristo de que nem só de pão vive o ser humano. Esta edição da revista é a que estará em suas mãos no período em que o Brasil celebrará mais um Dia da Bíblia, no segundo domingo de dezembro. As manifestações de apreço e gratidão a Deus por este livro inigualável, certamente, acontecerão em todas as cidades e rincões de nosso país. Isso dará mais uma vez o testemunho público de que a Bíblia é um livro indispensável. Erní Walter Seibert – Editor Chefe

LIGUE 0800.727.8888 OU PREENCHA O CUPOM ENCARTADO NESTA REVISTA

visite nosso site: www.sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

5


N

ão deixe de ler!

Revista A Bíblia no Brasil Informações Atualidades Reportagens Testemunhos Com um novo projeto gráfico e repleta de matérias interessantes, na revista A Bíblia no Brasil você encontra: • Notícias sobre o trabalho de distribuição da Bíblia • Reportagens sobre os programas da Sociedade Bíblica do Brasil • Testemunhos que podem mudar vidas • Informações sobre os lançamentos da SBB • Temas atuais sobre a Bíblia Sagrada Assine agora mesmo e fique por dentro da divulgação da Palavra de Deus no Brasil e no mundo.

Há 58 anos transformando vidas com a Palavra de De us.

LIGUE 0800.727.8888 OU PREENCHA O CUPOM ENCARTADO NESTA REVISTA

visite nosso site: www.sbb.org.br


l

s

C

alendário de Oração

DEUS CONHECIDO EM TODA PARTE “Fizeste milagres e maravilhas na terra do Egito e continuas a fazer o mesmo até hoje, tanto em Israel como em todas as outras nações. Por isso, agora és conhecido em toda parte” (Oração de Jeremias, 32.20). As Sociedades Bíblicas trabalham para que a Bíblia e a sua mensagem sejam difundidas. Ore pelas iniciativas que procuram dar mais visibilidade à Bíblia; que despertam o interesse das pessoas, levando-as a buscarem informações acerca da Palavra de Deus; que testemunham os feitos maravilhosos de Deus para que todos conheçam e confiem em Jesus, seu Filho.

“Deus, que dá a semente para semear e o pão para comer, também dará a vocês todas as sementes que vocês precisam.” 2Coríntios 9.10 Nova Tradução na Linguagem de Hoje

OUTUBRO DE 2006 Noruega: Agradeça a Deus o lançamento do Novo Testamento revisto nas duas principais línguas norueguesas. Suécia: Ore pelos voluntários que trabalham para o progresso da Obra bíblica. Alemanha: Ore pelos eventos que serão realizadas para assinalarem o 25º aniversário da Sociedade Bíblica. Chipre: Louve a Deus pela distribuição do Novo Testamento Grego pelo Ministério da Educação em todas as escolas do país.

NOVEMBRO DE 2006 Moldávia: Ore para que a nova Bíblia para Crianças tenha impacto grande e ore também pelo alcance dos membros das forças armadas. Albânia: Dê graças pela finalização da tradução interconfessional do Novo Testamento. Dê graças a Deus também pela mudança pacífica de governo. Romênia: Louve a Deus por sua orientação no trabalho de tradução. Peça a Deus que continue iluminando a mente dos tradutores para que, através deles, a Palavra de Deus toque o coração e a alma das pessoas.

Argélia: Dê graças a Deus porque a Bíblia está criando raízes na vida das pessoas e sua semente já está produzindo fruto através de vidas transformadoras.

PROGRAMA sócio

DEZEMBRO DE 2006 Croácia: Louve a Deus pelo progresso que tem sido alcançado na promoção da Obra bíblica e pelo êxito de projetos com a distribuição de Bíblias para crianças. Macedônia: Ore para que a Sociedade Bíblica possa concretizar o trabalho de revisão da Bíblia. Ore por melhoramentos na rede de distribuição e pela introdução da educação religiosa nas escolas públicas. Senegal: Louve a Deus pelo reinício do trabalho na Bíblia na língua fouta toro. Agradeça-lhe também a finalização da Bíblia na língua sereer. Dê também graças a Deus pelo aumento na distribuição de Porções e Seleções para os falantes da língua TAZI.

Evangelizador Seja também um Sócio Evangelizador e ajude a SBB a semear a Palavra de Deus no coração da população de todo o país.

SEJA UM SÓCIO INTERCESSOR Para participar dessa grande corrente de oração, basta se cadastrar no site da SBB: http://www.sbb.org.br/sbbemacao/ inter_apresentacao.asp ou pelo telefone: 0800-727-8888.

ABNB - A Bíblia no Brasil

7

visite nosso site: www.sbb.org.br 0800-727-8888


Deus

V

fala à

Família Um verdadeiro guia para o estudo e reflexão da vida em família.

Formato: 9,0 X 15,5 cm Encadernação: Brochura, com duas opções de capas Código: NTLH560PA

visite nosso site: www.sbb.org.br

ocê Sabia?

ALTIVEZ – (1) Orgulho; arrogância (Is 2.11). (2) Nobreza (Gn 49.3, RA). ANÁS – [Javé Mostra Graça] Sumo sacerdote que viveu no tempo de Jesus. O sumo sacerdote em exercício era Caifás. Anás tinha sido o sumo sacerdote antes de Caifás, seu genro, e era costume continuar chamando de sumo sacerdote aquele que já havia ocupado esse cargo (Lc 3.2). BAÇO – Sem brilho (Lv 13.6, RA). BEL-PRAZER – Vontade própria (1Rs 12.33, RA). CANDACE – Título que quer dizer “rainha”, assim como “faraó”, que quer dizer “rei” (At 8.27). CÍMBALO – Instrumento musical composto de dois pratos de bronze, que eram batidos um contra o outro (Sl 150.5). DISCORRER – (1) Falar (RA: 1Rs 4.33; Mt 16.7; Rm 15.18; Hb 12.5). (2) Discutir (RA: Mc 9.33; At 18.4; 19.9). (3) Pensar (Lc 3.15, RA). (4) Esquadrinhar (Lc 24.27, RA). ESDRAS [Ajuda] Sacerdote e escriba que trabalhou junto com Neemias na volta do povo de Israel da Babilônia e na restauração do culto a Javé na Terra Prometida (Ed 7; 10; Ne 8; 12). EXATOR – (1) Feitor (Êx 3.7). (2) Cobrador de impostos (Dn 11.20). FILACTÉRIO – Tira em que se escreviam certos textos da lei, usada na fronte ou nos braços (Mt 23.5). O filactério usado na fronte continha quatro compartimentos. Em cada um deles se colocava uma passagem da Bíblia (Êx 13.2-10; 13.11-17; Dt 6.4-9; 11.13-21). Os filactérios eram usados nas horas de oração da manhã. GERIZIM – Monte de Samaria que fica defronte do monte Ebal. No monte Gerizim, se recitavam as bênçãos da Lei (Dt 28.1-14), e ali os samaritanos construíram o seu templo (Jo 4.20-21).

8

GRANJEAR – Conquistar com trabalho ou esforço (Sl 127.2, RA). HERMOM – Majestoso monte localizado no extremo Norte de Israel, perto de Cesaréia de Filipe. Era chamado de Senir pelos amorreus e de Siriom pelos sidônios. Seu topo fica a três mil metros de altitude, estando sempre coberto de neve. A transfiguração de Jesus se deu, provavelmente, ao pé desse monte (Sl 133.3; Mt 17.1-13). HIGAIOM – Termo musical que, provavelmente, signifique “melodia para meditação” ou “interlúdio” (Sl 9.16, RC). ILHARGA – Cada uma das partes laterais inferiores da barriga (Jó 15.27). INIQÜIDADE – Pecado que consiste em não reconhecer igualmente o direito de cada um, em não ser correto, em ser perverso (Sl 25.11; 51.5; Is 13.11; Mt 7.23; Hb 1.9). JAZER – (1) Estar estendido no chão ou na cama (Gn 4.7; Mt 8.6). (2) Estar morto (Gn 47.30). (3) Permanecer (Mt 4.16, RA). (4) Cidade que ficava na região de Gileade, na tribo de Gade (Nm 21.32). LEMÁ – Palavra aramaica que quer dizer “por quê?” (Mt 27.46, RC; RA, lamá). JOPE – Antigo porto marítimo cercado de muralhas, localizado 56 km a noroeste de Jerusalém em território filisteu, mas que pertencia à tribo de Dã (Js 19.46, RA; RC, Jafo). Simão Pedro desenvolveu atividade missionária ali (At 9-11). Verbetes extraídos do Dicionário da Bíblia de Almeida, editado pela Sociedade Bíblica do Brasil.

ABNB - A Bíblia no Brasil


ssembléia

Foto: Eduardo César

A

REPRESENTANTES DE TODO O BRASIL REÚNEM-SE PELA CAUSA DA BÍBLIA Entre os dias 30 e 31 de agosto, a Sede Nacional da SBB foi palco de um encontro de grande importância para o fortalecimento da divulgação das Escrituras no país: a XVIII Assembléia Geral. O evento, realizado a cada três anos, contou com a participação de representantes de todos os estados brasileiros, de diferentes correntes cristãs, e serviu para traçar diretrizes que intensifiquem a divulgação da Bíblia e de sua mensagem. “A presença maciça de membros dos Diretórios da SBB; as excelentes contribuições dos participantes para a composição do plano estratégico, que norteará as atividades da SBB neste novo triênio; e a comunhão cristã em torno da Palavra de Deus foram alguns dos destaques da reunião”, enumera o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer. A Assembléia Geral tem, ainda, a finalidade de analisar os resultados que vêm sendo obtidos. Nesse sentido, o período 2003-2006 foi avaliado de forma muito positiva. “Não há como duvidar: o Rev. Luiz Antonio Giraldi encerrou a sua gestão na SBB com chave de ouro. E, pelos inestimáveis serviços prestados, por meio

de uma vida inteira dedicada à Causa da Bíblia, recebeu uma justa homenagem: foi agraciado com o título de Sócio Honorário Vitalício da SBB”, informa o diretor executivo. Para o futuro, vários desafios devem ser superados. Entre eles, o de manter a distribuição de Escrituras nos elevados patamares dos últimos anos. “Talvez esse seja o mais monumental deles. Porém há outros: tornar a Palavra de Deus acessível a pessoas que, embora saibam ler, preferem não fazê-lo; promover ajustes na estrutura da SBB e um maior envolvimento dos colaboradores para que a SBB realize sua missão com mais eficiência e eficácia; e oportunizar aos diretores e conselheiros da SBB uma atuação mais colaboradora e presente”, conclui Zimmer. Durante a XVIII Assembléia Geral, foi eleita a Assembléia Administrativa da SBB e demais Conselhos. Confira, ao lado, como ficou o novo quadro diretivo.

ELEITOS Assembléia Administrativa • Presidente: Pr. Enéas Tognini (SP)* • 1º Vice-Presidente: Rev. Adail Carvalho Sandoval (DF)* • 2º Vice-Presidente: Rev. Leopoldo Heimann (RS)* • Secretária de Atas: Dra. Lourdes Lemos de Almeida (DF)* • Tesoureiro: Dr. Carlos Wesley (RJ)* • Vogais: Dr. Antônio Cabrera Mano Filho (SP)*; Rev. Assir Pereira (SP)*; Pr. Ageo Silva (SP); Dr. Almir dos Santos Gonçalves Júnior (RJ); Sr. Euclides Schottfeldt Fagundes (DF); Dr. Gottfried Brakemeier (RS); Dr. Ney de Mello Almada (SP); Pr. Lécio Dornas (BA); Sr. Clarindo Aparecido da Silva Filho (SP); Profa. Eleny Vassão de Paulo Aitken (SP); Sr. Ronaldo Rodrigues de Souza (RJ)*; Dr. Ruy Carlos de Camargo Vieira (DF)*; Pr. Valdir Agnello (SP); Profa. Simoni Bausells Piragine (SP); Pr. Vitor Hugo Mendes Sá (ES). • Suplentes: Pr. Luiz Carlos Pinto (SC); Dr. Joaquim Beato (ES); Dr. Waldicir Rosa da Silva (RJ); Prof. Wilson Matos (PR); Pr. Martinho Arnando Carmona (PA). * Os nomes seguidos de asterisco compõem a Diretoria da SBB.

ABNB - A Bíblia no Brasil

9


C

apa

Foto: Eduardo César

BIBLIOTECA DA BÍBLIA

Reunindo um acervo com mais de 17 mil obras bíblicas, a Biblioteca do Museu da Bíblia configura-se na maior do gênero no Hemisfério Sul e um centro de referência de novas traduções das Escrituras Sagradas. A partir do dia 17 de outubro, estudiosos da Bíblia contarão com um vasto material para pesquisa. São mais de 17 mil obras relacionadas com as Escrituras Sagradas concentradas em um único espaço: a Biblioteca do Museu da Bíblia, a maior do gênero no Hemisfério Sul. Ocupando uma área de 225 m2, a Biblioteca estará integrada ao Museu da Bíblia, localizado em Barueri (SP), e será inaugurada pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) com o objetivo de disponibilizar a Bíblia em todos os idiomas para os quais já foi traduzida e se tornar um centro de referência de novas traduções. “O Museu da Bíblia passará a ser referência para todos os que têm envolvimento ou interesse na tradução da Bíblia, bem como para lingüistas em geral. Sem contar que cristãos e outros interessa-

10

ABNB - A Bíblia no Brasil


Capa dos poderão apreciar de perto cópias de traduções em línguas que jamais imaginaram existir”, avalia o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer. Na Biblioteca poderão ser encontrados exemplares da Bíblia em mais de mil línguas, além de obras raras e acadêmicas, entre as quais se destacam a Bíblia Hebraico–Latim, de 1546; a Bíblia Sacra Vulgata, edição de 1669; e Histórias das Línguas – The Bible House, de 1911. Para compor esse acervo tão diverso, a SBB recebeu cerca de 10 mil publicações das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU). “Essas obras estavam guardadas na Sociedade Bíblica Americana, em Nova Iorque. A partir de agora, é a SBB que está encarregada de sua conservação e organização”, explica o diretor do Museu da Bíblia, Erní Seibert. Além da Bíblia em diversos idiomas, o acervo será formado por outros itens, entre os quais, livros, periódicos, áudios, vídeos, CDs e fotos, sempre focados no assunto principal: a Bíblia. Haverá, ainda, obras de Teologia e de literatura devocional, assim como material de referência bíblica, tais como dicionários, enciclopédias, concordâncias e crítica textual. De acordo com o diretor executivo da SBB, a importância desse acervo será avaliada à medida que estiver sendo explorado tanto como fonte de pesquisa quanto de interesse cultural, por tratar–se de um conjunto de obras que só possui uma única réplica, localizada na Biblioteca da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, também cedidas pelas SBU.

Bíblias em todas as línguas Para cumprir o desafio de reunir em um único espaço todas as traduções

bíblicas existentes, a SBB contará com a colaboração de outras Sociedades Bíblicas, para as quais a entidade solicitará exemplares que ainda não dispõe em seu acervo. “A partir do ano que vem, pretendemos também registrar as novas publicações e gerar um relatório anual com a finalidade de informar às Sociedades Bíblicas a quantidade de traduções publicadas no mundo”, antecipa o coordenador da Biblioteca, Lourival Pereira. O processamento técnico da biblioteca emprega recursos de última geração, largamente utilizados por bibliotecas de todo o mundo. Para uma melhor interação com o usuário, a SBB desenvolverá um site exclusivo do Museu da Bíblia, através do qual será possível consultar o acervo da Biblioteca. “No entanto, a pesquisa física da obra de interesse só será possível de ser realizada pessoalmente”, informa o coordenador. O atendimento ao público será feito por meio de agendamento prévio, no horário de funcionamento do Museu: de terça a domingo, das 9 às 17 horas. “Por se tratarem de obras raras e únicas, o material não será emprestado”, esclare-

ce Lourival Pereira, enfatizando que consultas só poderão ser feitas no espaço da Biblioteca.

ABNB - A Bíblia no Brasil

11


Capa

Acervo único e valioso

A Biblioteca do Museu da Bíblia se destaca por abrigar obras raras, acadêmicas e curiosas, totalizando 17 mil itens. Até hoje, a iniciativa mais conhecida era a da Biblioteca de Cambridge, na Inglaterra, onde existe uma área pertencente às Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), com um acervo de 35 mil publicações referentes às Escrituras Sagradas, em aproximadamente 2,5 mil idiomas. A variedade do material reunido na Biblioteca do Museu da Bíblia inclui Bíblias, Novos Testamentos, porções, obras acadêmicas, livros, Bíblias de estudo, dicionários, concordância e enciclopédias bíblicas. Conheça, a seguir, algumas obras de destaque da Biblioteca do Museu da Bíblia: Acadêmicas • Bucklan, A. R.; Williams, A. Lukyn. The Universal Bible Dictionary. London: The Religious Tract Society, [s.d.]. • Rienecker, Fritz. A Linguistic Key to the Greek New Testament. Michigan, USA: Zondervan, 1982 . • The Analytical Greek Lexicon. Michigan, USA: Zondevan, 1969. • Holladay, William L. A Concise Hebrew and Aramaic Lexicon of the Old Testament. Michigan, USA: Wm. B. Eerdmans, 1971. • Moulton, James Hope; Milligan, George. The Vocabulary of the Greek Testament Illustrated from the Papyri and Other Nonliterary Sources. Michigan, USA: Wm. B. Eerdmans, 1963. • Champlin, Russel Norman. O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo. Obra em 6 volumes. Guaratinguetá, SP: Sociedade Religiosa A Voz Bíblica Brasileira, [s.d.]. • Tamez, L. Elsa. Diccionario Conciso Griego–español – Nuevo Testamento. [Reading, UK]: Sociedades Bíblicas Unidas, 1978. • Jackson, Samuel Macauley. The New Schaff-herzog Encyclopedia of Religious Knowledge. Michigan, USA: Baker book house, 1950. • Septuaginta Id Est Vetus Testamentum Graece Iuxta LXX interpretes.Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1978. • Bíblia Sacra Iuxta Vulgatam Versionem. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1994.

12

ABNB - A Bíblia no Brasil

• Biblia Sacra Latina. New York, USA: Samuel Bagster & Sons, [s.d.]. • Bíblia Hebraica. New York, USA; Stuttgart: American Bible Society; Privileg. Wurtt. Bibelanstalt, 1950. • The New Testament in Hebrew and French. London, UK: The Trinitarian Bible Society – The Society for distributing the Holy Scriptures to the Jews, [s.d.]. • Bíblia Hebraica Stuttgartensia. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1977. • The Hebrew Students Manual Heads of Hebrew Grammar, Hebrew Reading Lessons, Hebrew Interlinear Psalms, HebrewEnglish Lexicon.New York, USA: Samuel Bagster e Sons, [s.d.].

• Abreu e Lima, José Inácio. As Bíblias Falsificadas. Recife, PE: Typografia Commercial de G. H. de Mirsa, 1867. • Concordantie Sacrorum Bibliorun: em latim. Anturpie, 1733. • A Bíblia Sagrada: história bíblica e doutrina moral da religião católica, extraída dos livros santos do Antigo Testamento com freqüentes paráfrases, várias notas literais e reflexões morais. Largo do Correio, Portugal: Typografia da Revista, 1864

Edições em Braile • Bíblia em Braile – Nova Tradução na Linguagem de Hoje. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2002.

As mais antigas e raras

• A Bíblia no Brasil: Publicação periódica da Sociedade Bíblica do Brasil.

• Bíblia Sagrada: Tradução de Padre Antonio Figueiredo, em 17 volumes. Lisboa, Portugal: Ed. das Américas. 1783 a 1790.

• Páscoa e Ressurreição. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, [s.d].

• Bíblia Hebraico–Latim: 2 volumes. [s.l.]: Munsteri Sebastiani, 1546. • Bíblia em Alemão: tradução de Martinho Lutero. Stuttgart, [Sociedade Bíblica da Alemanha], 1821. • Holy Bible: Tamanho Gigante. Oxford: Jackson and Hamilton, 1783. • Bíblia Sagrada: Almeida. New York: American Bible Society, 1857. • Septuaginta: 2 volumes. Stuttgart: [Sociedade Bíblica da Alemanha], 1935. • Bíblia Sacra Vulgata. [s.l.] : Typographia Ioannis Carteron, 1669.

• Antes de tudo Intercessão. [s.l.], [s.d.]. • A Certeza da Salvação. [Canadá]: Christ for all nations, [s.d.] • Bíblia Sagrada: Seleções do Antigo e Novo Testamentos. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, [s.d].

BIBLIOTECA DA BÍBLIA Funcionamento: De terça-feira a domingo Horário: Das 9h às 17h Endereço: Avenida Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672 Vila Porto - Barueri - SP Telefone: (11) 4168.6225 Entrada: Gratuita


Chegou com a Turma do Smilinguido A crianรงa crescia e ficava forte; tinha muita sabedoria e era abenรงoada por Deus. Lc 2.40 - NTLH

LIGUE 0800.727.8888 OU PREENCHA O CUPOM ENCARTADO NESTA REVISTA

Hรก 58 anos transformando vidas com a Palavra de De us.

visite nosso site: www.sbb.org.br


vento

Foto: Eduardo César

E

PRENSA DE GUTENBERG É A NOVA ATRAÇÃO DO MUSEU DA BÍBLIA No dia 30 de agosto, o Museu da Bíblia inaugurou a exposição de sua mais nova atração: uma réplica, em atividade, da Prensa de Gutenberg. Criado no século XV pelo alemão Johann Gutenberg, o equipamento teve um grande impacto no desenvolvimento da humanidade, da fé cristã e da literatura. Sua invenção possibilitou que o Livro Sagrado fosse reproduzido em larga escala, difundindo a Palavra pelo mundo, e contribuiu para o nascimento da indústria literária. As mais de 100 pessoas presentes no evento de inauguração assistiram a demonstrações de como Gutenberg imprimiu as primeiras páginas da Bíblia em 1454. “Estamos utilizando a mesma técnica idealizada por Gutenberg, no século XV”, afirmou Erní Seibert, diretor do Museu da Bíblia. “Dessa forma, os visitantes do Museu da Bíblia terão a oportunidade

14

ABNB - A Bíblia no Brasil

de conhecer os primórdios da tipografia e refletir sobre a importância dessa técnica para a construção de nossa civilização.” A Prensa de Gutenberg possibilitou que, a partir de letras individuais, os textos fossem montados e impressos manualmente. Após a impressão, as letras eram guardadas e organizadas por tamanho e forma. A grande vantagem é que podiam ser utilizadas na impressão de um novo texto. Além de tornar o trabalho de impressão mais ágil, o equipamento reduziu os custos, possibilitando a produção de tiragens maiores e a difusão de peças literárias. As primeiras experiências de Gutenberg com a prensa aconteceram por volta de 1445, com a impressão de pequenos textos, cartas de indulgência e missais. Em 1454, ele iniciou a impressão da Bíblia. Com uma equipe de 12 ajudan-

tes, em três anos, o inventor imprimiu cerca de 250 exemplares da Bíblia em latim. Antes dessa invenção, as cópias da Bíblia eram feitas à mão por monges copistas, e a produção de um exemplar durava, em média, de 12 a 15 meses. Atualmente, ainda existem 40 exemplares das primeiras Bíblias – que estão entre os livros mais valiosos do mundo. Do próprio Gutenberg existem apenas páginas impressas. Nenhum tipo móvel e nenhuma imagem do equipamento foram preservados, mas a prensa de Gutenberg serviu de modelo para o desenvolvimento de outros equipamentos de impressão. As demonstrações de funcionamento da Prensa de Gutenberg acontecerão diariamente no Museu da Bíblia. Além de conhecer o processo de impressão, os visitantes também poderão adquirir réplicas de páginas da Bíblia tal como foram produzidas no século XV.

MUSEU DA BÍBLIA Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 17h Endereço: Avenida Sebastião Davino dos Reis, 672 Vila Porto – Barueri – SP Telefone: (11) 4168-6225 – Entrada: gratuita


Evento

COMPROMISSO COM A PAZ: “Felizes as pessoas que trabalham pela paz” (Mateus 5.9). Não por acaso, o versículo do evangelho de Mateus marcou a abertura do evento de lançamento da campanha Compromisso com a Paz, iniciativa conjunta da Sociedade Bíblica do Brasil e da Lifewords. A leitura desse trecho das Sagradas Escrituras, realizada por Antônio Antunes, secretário de Distribuição da SBB, salientou a importância dessa ação, que tem o objetivo de levar a Palavra de Deus a cerca de 75 mil detentos em todo o país. O lançamento da campanha, realizado em 15 de agosto, na Secretaria Regional da SBB, na capital paulista, foi prestigiado por representantes de entidades como PMs de Cristo, Adhonep, Atletas de Cristo, Rede Alcance, Ministério Vida na Febem, além de integrantes de igrejas de diversas denominações religiosas e de órgãos públicos estaduais. O jornalista e escritor Percival de Souza teve uma participação especial na cerimônia. Com reconhecida experiência no tema, fez considerações valiosas sobre o trabalho a ser desenvolvido junto à população encarcerada: “A Bíblia deixa claro que a origem de todos os males está no coração humano, e o Sermão das Bem-aventuranças é o texto que representa o maior código ético que já existiu para a humanidade. As Escrituras contêm o nosso norte, o nosso rumo”. Davi Kruklis, diretor de Desenvolvimento Regional para a América Latina da Lifewords, lembrou que a so-

Foto: Eduardo César

ENTIDADES ADEREM À CAMPANHA

ciedade brasileira tem sofrido as conseqüências do agravamento da criminalidade, da violência urbana, especialmente nos grandes centros. “Esta campanha mostra que estamos perfeitamente sintonizados com a complexidade da causa da violência urbana no Brasil”, destaca Kruklis, certo de que a solução exige o comprometimento contundente de todos os setores da sociedade, na construção de uma nação mais justa. Em sua apresentação, Rudi Zimmer, diretor executivo da SBB, lembrou que, mais do que vítimas, somos co-responsáveis pela solução do problema da violência. “Deus ama todas as pessoas, mesmo aquelas discriminadas. E a notícia deste amor de Deus é o evangelho. Quando anunciada, vem acompanhada do poder de Deus e é capaz de derreter os corações mais duros”, disse, complementando que essa notícia tam-

bém deve chegar aos encarcerados. Para alcançar um quarto do contingente de detentos do país, é necessária a captação de recursos da ordem de R$ 100 mil. Esse montante será destinado à distribuição do livrete O Sonho de Liberdade, uma publicação desenvolvida especialmente para os encarcerados. As primeiras ações de distribuição acontecerão durante o mês de outubro. “Já recebemos algumas ofertas, que estamos transformando em literatura bíblica e distribuindo. Porém precisamos de mais ajuda para atingirmos nossa meta”, informa o coordenador da campanha e secretário de Comunicação Social da SBB, Erní Seibert. FAÇA PARTE: Contribuição mínima: R$ 10,00 Informações: Site: www.compromissocomapaz.org.br Telefones: SBB – 0800-727-8888 e Lifewords – (12) 3941-6675.

ABNB - A Bíblia no Brasil

15


A

rtigo

O EVANGELHO DE JUDAS *Dr. Vilson Scholz

No dia seis de abril de 2006, na sede da National Geographic Society, em Washington, nos Estados Unidos, foi apresentado ao grande público o texto de um documento conhecido como Evangelho de Judas. A data foi escolhida com cuidado: antes da Páscoa e antes do lançamento do filme “O Código da Vinci”. Houve até quem dissesse: “Esqueçam o Código da Vinci; o quente agora é o Evangelho de Judas.” Jornais de todo o mundo noticiaram o fato. Esperava-se que a Igreja reagisse com indignação, mas isso não aconteceu. Muitos ficaram curiosos; outros continuam confusos. Afinal, que Evangelho é esse? E quem seria esse Judas? Esse Judas é Iscariotes, o traidor. Só que o texto não foi escrito por Judas. Ele é um dos personagens principais, tomando a frente nos diálogos com Jesus. No entanto, o que mais chamou a atenção, nesse Evangelho apócrifo, é que Judas, muito antes de ser o traidor, é o mais fiel e íntimo discípulo de Jesus.

16

ABNB - A Bíblia no Brasil

Novidade, mas nem tanto A rigor, a novidade do dia 6 de abril ficou por conta do conteúdo desse Evangelho apócrifo. Isso porque, desde o segundo século, sabia-se que ele existia. Em 180 d.C., Irineu, Bispo de Lyon, na França, fez referência a esse Evangelho, ligando-o a uma seita gnóstica. Segundo Irineu, esses gnósticos diziam que “somente por ter conhecimento da verdade como nenhum outro tinha é que ele [Judas] consumou o mistério da traição.” Irineu continua: “Eles apresentam uma história fictícia desse tipo, à qual dão o nome de Evangelho de Judas.” O que se tinha antes de abril de 2006 eram especulações em torno do conteúdo da obra. Hoje, temos acesso a boa parte do texto desse apócrifo.

A história O Evangelho de Judas é um documento escrito em copta, mas parece ser a tradução de um original grego. O documento a que se tem acesso hoje e que representa apenas uns 70% da obra completa consta de treze folhas de papiro, num total de 26 páginas de texto. Testes científicos mostraram que o manuscrito foi produzido entre os anos 220 e 340 d.C. Esse documento ficou durante mais de 1.500 anos numa caverna em Al-Minya, uma região desértica do Egito. Foi descoberto entre 1970 e 1980. Em

1983, um mercador de antiguidades tentou, sem sucesso, vender o achado a pesquisadores norte-americanos. Mais tarde, o manuscrito acabou parando num cofre nos Estados Unidos. Em 2000, foi comprado pela antiquária suíça Frieda Nussberger-Chacos. Em 2004, a National Geographic entrou em cena: ajudaria a financiar a autenticação, restauração e tradução do documento em troca dos direitos de publicação do texto. Com o auxílio de um programa de computador, especialistas em copta e na restauração de documentos antigos conseguiram, aos poucos, reconstruir 90 a 95% do manuscrito. Esse trabalho levou cinco anos para ser concluído. Foi necessário juntar mais de mil fragmentos de papiro, resultantes do manuseio inadequado do material desde sua descoberta na década de 70. Depois de restaurados, os fólios foram cobertos com vidro. Assim, as páginas puderam ser fotografadas, transcritas e traduzidas.

O conteúdo O Evangelho de Judas começa assim: “O relato secreto da revelação que Jesus fez em conversa com Judas Iscariotes ao longo de uma semana, três dias antes de celebrar a Páscoa.” Logo a seguir, aparece um relato do ministério terreno de Jesus: “Quando Jesus apareceu na Terra, ele realizou milagres e grandes maravilhas para a salvação da


Artigo humanidade. E, visto que alguns [andaram] no caminho da justiça, ao passo que outros andaram em suas transgressões, foram chamados os doze discípulos. Ele começou a falar com eles a respeito dos mistérios que ultrapassam este mundo e que teriam lugar nos tempos do fim. Muitas vezes, ele não aparecia a seus discípulos como ele próprio, mas se apresentava a eles como uma criança.” As supostas palavras de Jesus que mais chamaram a atenção aparecem num contexto bastante fragmentário, como se pode ver na transcrição a seguir: “Judas disse a Jesus: Escuta, o que farão aqueles que foram batizados em teu nome? Jesus disse: Em verdade, eu [te] digo, esse batismo [...] meu nome [-- há uma lacuna de mais ou menos nove linhas -- ] a mim. Em verdade, [eu] te digo, Judas, [aqueles que] oferecem sacrifícios a Saklas [...] Deus [ -- lacuna de três linhas -- ] tudo que é mau. Mas tu irás superar a todos eles. Porque irás sacrificar o homem que me veste.” O texto segue por mais algumas páginas e tem uma conclusão abrupta, como segue: “Os sumo sacerdotes murmuraram porque [ele] havia entrado no quarto de hóspedes para orar. Mas alguns escribas estavam ali, observando-o cuidadosamente, para prendê-lo enquanto orava, pois tinham medo do povo, visto que todos o consideravam um profeta. Eles se aproximaram de Judas e lhe disseram: Que estás fazendo aqui? Tu és um discípulo de Jesus. Judas respondeu a eles, assim como eles queriam. E ele recebeu algum dinheiro e o entregou a eles.”

Fica evidente que, neste apócrifo, Judas é o discípulo a quem Jesus contou tudo sobre si e sua missão. Longe de ser o mau e corrupto seguidor de Jesus, Judas aparece como amigo íntimo. Ele o entregou às autoridades, porque Jesus queria que ele fizesse isso. Além do mais, Judas era o único capaz de compreender os ensinamentos de Jesus e recebeu uma revelação secreta, bem ao gosto dos gnósticos que elaboraram esse documento. A afirmação a respeito do “homem que veste Jesus” revela uma tendência gnóstica ou platônica, estranha ao contexto judaico em que Jesus viveu: o corpo era apenas um invólucro externo. A traição, sob esse aspecto, foi um favor que Judas prestou a Jesus, pois deu início ao processo pelo qual Jesus se libertaria da matéria na qual se achava preso.

A importância do achado O Evangelho de Judas é a mais significativa descoberta de texto nãobíblico dos últimos 60 anos. Na verdade, porém, é apenas mais um dos tantos (mais de 30) Evangelhos apócrifos que foram escritos a partir do segundo século. Esses Evangelhos apócrifos, muitos dos quais seguem uma linha gnóstica, pressupõem a existência dos Evangelhos canônicos e tratam de preencher as “lacunas” que estes deixaram. Um Evangelho desses é uma obra de ficção, que não representa nenhuma ameaça aos fundamentos do Cristianismo. Tem valor histórico, mas não para

O Evangelho de Judas é a mais significativa descoberta de texto não-bíblico dos últimos 60 anos.

a história de Jesus e seus discípulos ou para o Cristianismo do primeiro século. Amplia, isto sim, nosso conhecimento das crenças gnósticas daquele tempo. Deixa claro que essas pessoas julgavam que a salvação só era possível através da gnose, um conhecimento secreto transmitido por Jesus. A cruz de Cristo não lhes interessava, muito menos a ressurreição. Isso explica por que o Evangelho de Judas termina no momento em que Jesus é entregue às autoridades.

E que dizer do ato de Judas? Quanto ao ato de Judas, que Irineu descreve como “o mistério da traição”, os Evangelhos deixam claro que ele o fez por dinheiro (Mt 26.14-15). Também fica evidente que Jesus não foi apanhado de surpresa (Lc 22.22; Jo 13.21). E se, por um lado, o ato de Judas era necessário – pois, se Jesus tivesse tido uma morte natural, a salvação não teria sido realizada – também se pode afirmar que não era absolutamente necessário que Judas o fizesse. Como disse Jesus: “o Filho do Homem vai morrer da maneira como dizem as Escrituras Sagradas; mas ai daquele que está traindo o Filho do Homem! Seria melhor para ele nunca ter nascido!” (Mt 26.24) Permanece, portanto, o “mistério da traição”. E nada, nem mesmo um Evangelho apócrifo, consegue apagar esse “ai” proferido por Jesus. Também este foi registrado, como diria Paulo, “para advertência nossa” (1Co 10.11).

* Dr. Vilson Scholz é consultor de Tradução da Sociedade Bíblica do Brasil.

ABNB - A Bíblia no Brasil

17


ia da Bíblia

Foto: Eduardo César

D

ALIMENTO PARA A VIDA Campanha da SBB para o Dia da Bíblia enfatiza a importância fundamental da Palavra de Deus na existência do ser humano.

Tendo como tema Bíblia Sagrada: Alimento para a Vida, a campanha lançada pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) para o Dia da Bíblia tem o objetivo de estimular uma reflexão profunda sobre os benefícios proporcionados pelo Livro Sagrado. “Fonte de valores éticos, culturais e espirituais, a Bíblia é um verdadeiro manual para vida e, portanto, deve estar disponível a todas as pessoas”, analisa o secretário de Comunicação So-

18

ABNB - A Bíblia no Brasil

cial da SBB e coordenador da campanha, Erní Seibert. Partindo dessa premissa, a campanha pretende estimular cristãos de todo o país para contribuírem para que esse pão espiritual também esteja acessível àqueles que não tiveram a oportunidade ou condições de recebê-lo. “Queremos sensibilizar as pessoas a doarem recursos financeiros que nos permitam distribuir Escrituras a segmentos da população que se encontram em situ-

ação de risco social e, portanto, não têm como obter os ensinamentos sagrados sem a nossa ajuda”, explica Seibert. De abrangência nacional, a campanha tem como lema O ser humano não vive só de pão (Mateus 4.4). “Não se trata aqui de tirar a importância do pão físico. Não há dúvidas de que ele é indispensável para a vida humana. O que queremos transmitir é que há outro pão, a Palavra de Deus, que também nos alimenta.


Dia da Bíblia E todo ser humano precisa desses dois tipos de pão”, enfatiza o coordenador. Para alcançar todo o país, foram produzidos 97 mil cartazes, 30 mil envelopes para contribuições e 12 mil adesivos alusivos às celebrações do Dia da Bíblia. A distribuição desse material ficará a cargo dos membros dos Diretórios estaduais e municipais da SBB, sob a coordenação das Secretarias Regionais da entidade. Além disso, serão organizadas celebrações regionais e atividades que contribuam para a união de todos os cristãos em torno do Livro Sagrado. Uma delas está programada para o dia 10 de dezembro, Dia da Bíblia, na Zona

Com o objetivo de mobilizar grupos de jovens e comunidades na obtenção de Escrituras para famílias carentes da Zona Leste de São Paulo (SP), a SBB programou para 10 de dezembro, Dia da Bíblia, um passeio ciclístico diferente: o Pedalando por Bíblias. A expectativa é reunir perto de 10

Leste da capital paulista. Trata-se do passeio ciclístico Pedalando por Bíblias (leia matéria abaixo), que espera reunir 10 mil pessoas e conta com o apoio de diversas Igrejas e entidades.

O Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha, pelo Bispo Cranmer, que incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI, um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil, a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primei-

ros missionários evangélicos. Porém a primeira manifestação pública aconteceu com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP). De lá para cá, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Hoje, é comum a programação de atividades ao longo da semana que antecede o segundo domingo de dezembro. Realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus esse alimento para a vida.

mil pessoas, que cumprirão um percurso de 9 Km, ao longo da Avenida Jacu Pêssego. Para participar, basta pagar uma taxa de R$ 10,00, que dá direito a um kit composto de sacola, camiseta, boné e um exemplar do Novo Testamento, além de uma fruta e uma garrafa de água. O investimento também servirá como fonte de recursos para a distribuição de literatura bíblica a comunidades da região. Cada inscrito contribuirá, automaticamente, para que um exemplar do Novo Testamento chegue às mãos de uma pessoa. Sucesso por onde passa, o projeto Pedalando por Bíblias surgiu em 1984 na Austrália, com o ciclista Bob Forrest. Nessa ocasião, ele percorreu os 900 Km que separam Sidney e Melbourne, na companhia de seu filho e de um amigo. Para cumprir esse percurso, o australiano conseguiu patrocinadores e destinou os recursos obtidos

a projetos de distribuição de Bíblias. Replicado em mais de 20 países, como Alemanha, Argentina, Hong Kong, Namíbia, Sri Lanka e Suíça, o projeto também foi adotado no Brasil em um formato que mobiliza milhares de pessoas em torno da divulgação da Bíblia Sagrada. “Este projeto possibilita a reunião de diferentes Igrejas e entidades cristãs em torno de uma mesma Causa: a da Bíblia. Além de celebrar a Palavra, o evento associa a divulgação da Palavra de Deus a uma atividade saudável e de lazer”, define o secretário de Comunicação Social da SBB, Erní Seibert. As inscrições para a edição de 2006 poderão ser realizadas entre 10 de outubro e 30 de novembro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800727-8888 ou pelo site www.sbb.org.br.

Uma tradição de quase 500 anos

ABNB - A Bíblia no Brasil

19


A

ção Social

INCLUSÃO DO DEFICIENTE VISUAL BÍBLIA EM ÁUDIO NO BENJAMIN CONSTANT

Foto: Andréa Faria

Depois de entregar a coleção de 38 volumes da Bíblia em Braile ao Instituto Benjamin Constant (IBC), em março deste ano, agora a Sociedade Bíblica do Brasil se compromete a doar todos os volumes que integrarão a coleção Bíblia em Áudio, que reúne o texto bíblico em áudio narrado por Cid Moreira. E foi justamente ele, dono da mais famosa voz do país, que fez a entrega simbólica da obra, em cerimônia realizada em 25 de julho,

na sede do IBC, no Rio de Janeiro (RJ). Nessa data também foi lançado o quarto volume da coleção. “O deficiente visual foi um dos públicos que serviu de inspiração para o desenvolvimento dessa obra, e, por isso, resolvemos apresentar em primeira mão o novo volume para esse público”, disse o secretário de Comunicação Social da SBB, Erní Seibert, durante a cerimônia, que contou com a presença de mais de 100 pessoas.

BÍBLIA EM BRAILE É REFORMULADA Lançada em 2002, a Bíblia em Braile passou, nos últimos dois anos, por uma ampla reformulação para se adequar à Normatização da Grafia Braile BrasilPortugal e Nova Grafia Braile para Língua Portuguesa. A publicação foi refeita

com os novos sinais propostos e o Guia de Leitura, antes só disponível em braile; também ganhou uma versão impressa em tinta. A edição foi elaborada com a finalidade de orientar e facilitar o trabalho de alfabetização do deficiente visual e

divulgar o método entre as pessoas que enxergam. Por meio do programa Inclusão do Deficiente Visual, mantido pela SBB há mais de 15 anos, a Bíblia em Braile atende hoje a um público formado por mais de 2,6 mil pessoas.

AÇÃO SOCIAL JUNTO A POPULAÇÕES EM SITUAÇÃO DE RISCO DIA DE FAZER A DIFERENÇA

Foto: Sonia Mele

Brincadeiras, narração de histórias e distribuição de literatura bíblica. Foi dessa forma que a SBB contribuiu para o Dia de Fazer a Diferença, um dos maiores eventos de mobilização para ações sociais simultâneas do país,

realizado em 27 de agosto, no bairro paulistano de Heliópolis. Mais de 5 mil exemplares das publicações Aventuras da Bíblia e Deus Fala à Família foram entregues a crianças e adultos que estiveram presentes.

Duzentos casais deram início a uma nova fase de sua vida tendo em mãos um exemplar da Bíblia Sagrada. Isso foi possível graças à iniciativa da SBB, que, por meio do programa Ação

20

ABNB - A Bíblia no Brasil

Social junto a Populações em Situação de Risco, distribuiu o Livro Sagrado durante a 12º edição do Casamento Comunitário em Osasco (SP), realizado em 22 de julho.

Foto: Eduardo César

BÍBLIAS PARA CASAIS


Ação Social

LUZ NA AMAZÔNIA CIDADANIA AOS RIBEIRINHOS parceria, que terá duração de dois anos, pretende facilitar a emissão de documentos civis básicos e oferecer atendimento jurídico a uma parcela da população que hoje não tem acesso a esses serviços. Para isso, a Defensoria Pública utilizará o barco da SBB, que presta atendimento a comunidades da região, para disponibilizar os serviços oferecidos pelo projeto Balcão de Direitos. O projeto tem o objetivo de re-

Foto: Jaime Souza

Com o objetivo de ampliar o atendimento jurídico prestado à população ribeirinha da região paraense, a SBB e a Defensoria Pública do Estado do Pará assinaram um convênio em 18 de julho. A cerimônia foi realizada no barco Luz na Amazônia III e contou com as presenças do secretário de Comunicação Social da SBB, Erní Seibert, e da chefe da Defensoria Pública, Anelyse Santos de Freitas. A

duzir conflitos e desigualdades sociais, promovendo cidadania e a defesa dos direitos fundamentais por meio do atendimento jurídico aos legalmente necessitados.

Foto: Jaime Souza

NATAL SOLIDÁRIO

Pelo sexto ano consecutivo, a SBB lança a campanha Natal dos Ribeirinhos, que visa arrecadar, além de recursos financeiros, roupas, calçados, brinquedos, alimentos e literatura bíblica para a popu-

lação ribeirinha da Amazônia. A campanha foi lançada em 19 de setembro, na Secretaria Regional de Belém, para formadores de opinião, empresários e representantes de entidades públicas e parceiras do programa Luz na Amazônia. A expectativa da SBB é superar o resultado alcançado em 2005, quando foram arrecadadas mais de 13 toneladas de donativos, beneficiando cerca de seis mil pessoas. O material arrecadado será entregue entre os dias 16 e 30 de dezem-

bro, encerrando as atividades de 2006 do programa Luz na Amazônia. O barco Luz na Amazônia III e sua tripulação percorrerão 12 comunidades do Pará, localizadas nos municípios de Belém, Barcarena, Acará e Abaetetuba. Para dar uma abrangência nacional à campanha, postos de arrecadação foram instalados nas Secretarias Regionais da SBB, assim como na Sede Nacional da entidade, em Barueri (SP). Mais informações sobre como participar pelo telefone 0800-727-8888.

AÇÃO SOCIAL PELA PAZ Dois mil exemplares do Novo Testamento foram distribuídos pela SBB, em 24 de agosto, aos formandos da 4ª série do Ensino Fundamental da rede pública de ensino de Campinas (SP). Os estudantes fazem parte do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), uma iniciativa da Polícia Militar que visa prevenir

o uso de drogas entre crianças e adolescentes. Por meio de palestras educativas, o programa tem promovido a união de três importantes instituições da sociedade: a família, a escola e a Polícia Militar no combate a uma das principais causas da violência. Por estar em linha com as atividades propostas pelo programa Ação Social pela Paz, a SBB

Foto: Eduardo César

FORMANDOS RECEBEM LITERATURA BÍBLICA

vem apoiando esse projeto por meio da distribuição de literatura bíblica. ABNB - A Bíblia no Brasil

21


eira

Foto: Eduardo César

F

PARA TODOS OS PÚBLICOS gem atraente, conteúdo diferenciado e preços acessíveis. Em sua determinação de cumprir a missão de levar a Palavra de Deus para todas as pessoas, a SBB investe na variedade e qualidade para apresentar a Bíblia em edições atraentes para todos os segmentos da população. Na 5ª Expo Cristã, que aconteceu entre os dias 12 e 17 de setembro, a entidade lançou novas

edições do Livro Sagrado, inclusive uma especial para os surfistas. Elaborada em parceria com a Missão Surfistas de Cristo, a Bíblia dos Surfistas (leia matéria na página 33) foi um dos grandes destaques do estande da SBB. Outro sucesso foi a Bíblia Sagrada Ilustrada com a Turma do Smilingüido, desenvolvida pela SBB em conjunto com a Editora Luz e Vida. Com texto bíblico na Nova Tra-

dução na Linguagem de Hoje, a obra é ilustrada com 56 cenas da turma do Smilingüido e tem duas opções de capa: uma com a turma do Smilingüido e outra com a charmosa formiguinha Faniquita. Confira, a seguir, as principais atrações promovidas pela SBB durante a Expo Cristã, que reuniu em sua quinta edição mais de 100 mil visitantes e 300 expositores.

1

2

3

4

5

6

1 – Cid Moreira lança o volume 4 da coleção Bíblia em Áudio e distribui autógrafos. / 2 e 3 – Jojó de Olivença e Chico Paioli marcam presença no estande da SBB. / 4 – Jaime Kemp fala sobre a Bíblia da Família e autografa a publicação para o público presente. / 5 – Clientes e parceiros da SBB compareceram ao evento realizado no dia 15 de setembro e conferem as publicações preparadas especialmente para a feira. / 6 – Crianças interagem com as narrações bíblicas baseadas na coleção Aventuras da Bíblia.

22

ABNB - A Bíblia no Brasil

Fotos: Eduardo César

Formatos inovadores, lingua-


T

estemunho

O AMOR DE UMA VIDA

Foto: Arquivo SBB

Tenho 27 anos, nasci em lar

A Bíblia para mim é meu terceiro pulmão. Só respiro por causa dela e do meu Deus.

de ser um apaixonado pela Bíblia para ser um amante da Bíblia. Todos os dias, até hoje, sou um eterno namorado da Palavra de Deus. Hoje, sou missionário local em minha igreja, consagrado na Obra do Senhor, e me dedico a anunciar a Palavra de Deus a todos. Sempre falo para as pessoas quando estou evangelizando que a Bíblia para mim é meu terceiro pulmão. Só respiro por causa dela e do meu Deus. A Bíblia é para mim, ainda, como uma janela: quem não a lê fica distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem.

cristão e fui educado na fé pelos meus pais. Minha infância sempre girou em torno de minha casa, igreja e escola. Minha juventude sempre foi direcionada para o Senhor, na minha igreja. Meu primeiro contato com a Bíblia foi sentado no colo do meu avô, quando tinha cinco anos de idade. Ele lia para mim histórias bíblicas, e eu achava aquilo muito interessante. Com ele, aprendi a gostar da Palavra. Já o segundo contato ocorreu quando eu tinha 17 anos. Minha mãe ganhou, do meu tio, sua primeira Bíblia. Eu lia mais do que ela. Fiquei apaixonado pela Palavra de Deus. Certo dia, na escola, um colega de sala fez um questionamento sobre a Bíblia, e foi neste momento que deixei

Samuel Stanley Galvão dos Santos Maceió – AL

Estou preso há nove anos, e minha infância foi muito conturbada. Passei por grandes dificuldades e circulei por muitos presídios. Muitas pessoas lutaram para tirar a minha vida, inclusive eu mesmo estava com o intuito de cometer o suicídio. Minha família estava passando necessidade, e minha mulher, nesse ínterim, me abandonou. Fiquei sem ninguém. Decepcionado, estava a ponto de me matar! Desiludido, peguei a Palavra de Deus e comecei a lê-la. O “Senhor dos Exércitos” me conduziu na leitura desta Palavra maravilhosa, que liberta, sara, cura, limpa, lava e nos faz nova criatura. Foi nesse momento que percebi que havia me transformado em uma nova pessoa. Encontrei-me com o meu Salvador através da sua Palavra. Hoje, sou liberto, mudei de vida há um

ano e já estou, “Aleluia! Louvado Seja Deus!”, pregando a Palavra de Deus aqui dentro do presídio, porque sei que “a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo”. Deus tem um plano para muitas vidas aqui e tem Obra de espanto a fazer. Meu desejo é que Deus use a Sociedade Bíblica do Brasil e a Lifewords para que a Palavra tenha mais alcance dentro destas almas que estão detentas. Aleluia! Luiz Passarelli Neto Bauru – SP TESTEMUNHOS SOBRE A BÍBLIA Se você tem uma experiência edificante com a Palavra de Deus, escreva para a revista A Bíblia no Brasil contando-a. Aqueles que tiverem seus testemunhos selecionados e publicados ganharão um exemplar da Bíblia de Estudo NTLH, autografado pelos editores da revista. Envie seu testemunho acompanhado por uma foto.

Foto: Arquivo SBB

LIBERTO PELA PALAVRA

A fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo.

ABNB - A Bíblia no Brasil

23


A

Bíblia no Brasil

MAIS DE 250 VISITANTES EM DOIS MESES De 22 junho a 17 agosto, a SBB recebeu em sua Sede Nacional, localizada em Barueri (SP), a visita de 252 pessoas. Pastores, membros de diversas denominações religiosas, jovens e até mesmo um grupo norte-americano estiveram entre o público presente. A iniciativa faz parte do

10

programa Você é o nosso convidado, criado para promover uma maior aproximação entre a SBB e os cristãos em geral e informar sobre como é realizada a divulgação da Palavra de Deus. O programa prevê café-da-manhã de confraternização e louvor, visita à Gráfica da Bíblia e

Museu da Bíblia, além de apresentação de palestra sobre o trabalho das Sociedades Bíblicas no Brasil e no mundo. Mais informações sobre agendamento de visitas pelo telefone (11) 4195-9590 – Ramal: 5828. Veja, a seguir, os grupos que estiveram presentes no período.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

1 – 22 de junho: Igreja Presbiteriana de São Miguel Paulista (SP) / 2 – 4 de julho: Grupo de Jovens da Associação Pestalozzi de Osasco (SP) / 3 e 4 – 5 e 13 de julho: Grupo Rends Mission – EUA / 5 – 14 de julho: Vale da Bênção e Grupo da Jocum – Araçariguama (SP) / 6 – 17 de agosto: Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras – São Paulo (SP) / 7 – 8 de agosto: Igreja Presbiteriana de Santos (SP) / 8 – 10 de agosto: Igreja Batista de São Caetano do Sul (SP) / 9 – 15 de agosto: Igreja Espaço Pentecostal – São Paulo (SP) / 10 – 18 de julho: Igreja Presbiteriana Independente de São José do Rio Preto (SP) /

24

ABNB - A Bíblia no Brasil


A Bíblia no Brasil

PAIXÃO PELA BÍBLIA Raimundo Nonato Freitas Cerqueira, pastor da Igreja Batista Independente, já leu a Bíblia 66 vezes. Essa paixão pela Palavra teve início no dia em que recebeu o guia de leitura da Imprensa Bíblica Brasileira. “Até hoje sigo essas orientações para ler toda a Bíblia em um ano”, diz Cerqueira com a propriedade de quem lê 10 capítulos por dia e 15 nos finais de

semana, há mais de duas décadas. Tanta dedicação é definida por ele como puro prazer: “quanto mais eu leio, mais amo a Palavra de Deus”. Casado, pai de três filhos, nascido na Bahia, hoje, aos 61 anos, reside em Florianópolis. Seu primeiro contato com a Bíblia aconteceu ao concluir o ensino fundamental em 1962, quando ganhou um exemplar do Livro

Sagrado autografado pela direção da escola onde estudou. Formado em Arquitetura, Cerqueira se dedica a difundir a mensagem bíblica através do rádio e se prepara para ingressar em uma nova área, a da literatura, por meio da qual também pretende divulgar a Palavra de Deus. “A Bíblia para mim é o alimento do espírito”, conclui.

3

Foto: Francisco do Santos

2

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

Dando continuidade à programação de divulgação da Bíblia da Família nas mais diferentes regiões do país, a SBB promoveu, entre os meses de agosto e setembro, eventos de lançamento nas cidades de Belém (PA), Presidente Prudente (SP) e Imperatriz (MA). Milhares de pessoas tiveram a oportunidade de conhecer a obra, que reúne 482 estudos assinados por Jaime e Judith Kemp.

Foto: Jaime Souza

BÍBLIA DA FAMÍLIA É LANÇADA EM DIVERSAS REGIÕES DO PAÍS 1

4

1 – Auditório da Universidade do Amazonas – Belém (PA) / 2 – Casa de oração para todos os povos – Presidente Prudente (SP) 3 – Shopping Americanas – Presidente Prudente (SP) / 4 – Imperatriz (MA)

SBB PARTICIPA DA FEIRA PAN-AMAZÔNICA

Foto: Jaime Souza

Pela nona vez consecutiva, a SBB marcou presença na X Feira Pan-Amazôni-

ca do Livro, realizada entre 15 e 24 de setembro, em Belém (PA). No estande da SBB, além dos lançamentos, foi apresentada uma série de atrações para o visitante. Um dos principais destaques foi a divulgação da Bíblia Sagrada com a Turma do Smilingüido, que contou com a participação de atores caracterizados como os personagens da publicação,

encantando adultos e crianças. A Feira Pan-Amazônica é um evento que vem crescendo a cada ano e tem se mostrado um importante espaço para a divulgação do Livro Sagrado. Na edição de 2006 reuniu um público formado por mais de 300 mil pessoas e gerou a comercialização de aproximadamente 500 mil livros. ABNB - A Bíblia no Brasil

25


A Bíblia no Brasil

SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS BÍBLICAS ALCANÇA MAIS DE MIL PESSOAS

2

Além disso, contou com a participação de palestrantes com larga experiência acadêmica e religiosa. Inaugurado em 2001, o Seminário de Ciências Bíblicas já contou com 22 edições e alcançou perto de oito mil pessoas. Confira, a seguir, as três últimas edições do evento realizadas neste ano.

Foto: André Leão/AgX

1

em painéis que abordam temas variados sobre as Escrituras Sagradas, as edições abordaram temas como A Bíblia: sua natureza, função e finalidade, A transmissão do texto bíblico, A tradução da Bíblia: histórias, princípios e influência, A formação do cânone bíblico e O uso de material bíblico nas Igrejas.

Foto: Arquivo SBB

Foto: Emerson Nunes

Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), São José do Rio Preto (SP), Campina Grande (PB) e Teresina (PI) foram as cidades escolhidas pela SBB para sediar as edições do Seminário de Ciências Bíblicas no ano de 2006, aproximando mais de 1,2 mil pessoas do mundo da tradução do Livro Sagrado. Dividido

3

1 – 30 de junho e 1 de julho: São José do Rio Preto (SP) / 2 – 21 e 22 de julho: Campina Grande (PB) / 3 – 18 e 19 de agosto: Teresina (PI)

No dia 13 de julho, a SBB homenageou o Pastor Woldemar Kinas pelos 30 anos dedicados à Causa da Bíblia. Graças a seu empenho e amor cristão, milhares de pessoas tiveram a oportunidade de conhecer

os ensinamentos sagrados. A homenagem foi prestada pelo diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, durante reunião da Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus de Santa Catarina.

Foto: Alessandra Campos Reig

PASTOR KINAS É HOMENAGEADO

ENCONTRO DE DIRETÓRIOS ACONTECE EM BELÉM

Foto: Jaime Souza

Os estados de Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará, Piauí e Roraima estiveram representados no Encontro de Diretórios, realizado na Secretaria Regional da SBB de Belém (PA), entre os dias 23 e 24 de junho. “O objetivo do encontro foi apresentar estratégias que amplifiquem a divulgação da Palavra de Deus nessas regiões”, sintetiza o secretário regional de Belém, Jilvan Gui-

26

ABNB - A Bíblia no Brasil

marães. Além dos membros dos Diretórios Estaduais, estiveram presentes integrantes dos Diretórios dos municípios paraenses de Abaetetuba, Marabá e distrito de Icoaracy. “Por meio de iniciativas como essa, pretendemos conhecer e atender às diferentes necessidades de cada localidade para, dessa maneira, viabilizar o trabalho desenvolvido pelos Diretórios”, finaliza Guimarães.


A Bíblia no Brasil

SÓCIOS EVANGELIZADORES REÚNEM-SE EM BELÉM E SÃO PAULO reuniram para planejarem ações que incrementem a divulgação da Bíblia entre

Foto: Eduardo César

Foto: Jaime Souza

Sócios evangelizadores com atuação nos estados de Belém e São Paulo se

1

2

a população das regiões em que atuam. Os encontros aconteceram no dia 24 de junho, na Secretaria Regional de Belém (PA), e, em 2 de setembro, na Secretaria Regional de São Paulo (SP). Mais de 200 pessoas compareceram e tiveram a oportunidade de trocar experiências e apresentar sugestões para um desenvolvimento mais eficaz do programa Sócio Evangelizador.

1 – Encontro em Belém / 2 – Encontro em São Paulo

NOTA DE FALECIMENTO Em 25 de março, faleceu Wilson Villanova. Pastor da Igreja Metodista de Porto Alegre, ele esteve à frente da Secretaria Regional da SBB de Porto Alegre entre os anos de 1961 e 1989. Com uma vida dedicada à Palavra de Deus, Villanova deixa saudades, mas também o legado inestimável de quem lutou com amor e dedicação pela Causa da Bíblia.

ANOTE NA AGENDA Outubro: 7 Encontro de Sócios Evangelizadores Osasco (SP) 12 12 17 21 28

As Crianças da Bíblia, evento para o público infantil Museu da Bíblia, Barueri (SP) Abertura das inscrições para o III Concurso de Desenho do Museu da Bíblia Inauguração da Biblioteca do Museu da Bíblia Barueri (SP) I Encontro pela Causa da Bíblia Porto Alegre (RS) Inauguração do Centro de Distribuição da SBB de Belo Horizonte (MG)

Novembro: 8 Abertura da exposição Os Manuscritos do Mar Morto e a História da Bíblia Centro Cultural da Bíblia, Rio de Janeiro (RJ) 11

Encontro de Sócios Evangelizadores Ribeirão Preto (SP)

24

Encontro de Conselhos de Pastores da Região de Barueri – Museu da Bíblia, Barueri (SP)

Dezembro: 4 a 10 Semana da Bíblia 10

Pedalando por Bíblias (passeio ciclístico) Zona Leste, São Paulo (SP)

11

III Festival de Corais Natalinos Infantis Centro Cultural da Bíblia, Rio de Janeiro (RJ)

ABNB - A Bíblia no Brasil

27


A

Bíblia no Mundo

EVANGELHO AJUDA MULHERES INDIANAS A GANHAREM RESPEITO

Foto: SBU

ÍNDIA — Desde 1950, as

Leitura do evangelho no culto dominical da Igreja Luterana de São Pedro, Gundlupet, Karnataka.

mulheres indianas têm direito ao voto. Porém, embora possam ter no papel direitos iguais aos dos homens, a realidade ainda é muito diferente para a grande maioria delas. Cerca de 70% das mulheres são analfabetas, 65%, malnutridas e 45% vivem abaixo da linha de pobreza. Freqüentemente, elas são negligenciadas e oprimidas, especialmente em áreas rurais. E algumas são vítimas de diversas formas de abuso físico. Visando contribuir para a mudança desse cenário, a Sociedade Bíblica da Índia (SBI), em parceria com Igrejas e organizações religiosas, tem utilizado a mensagem do evangelho. Concentrando esforços na cidade de Bangalore e em seus arredores – onde o rápido crescimento po-

pulacional tornou as condições de vida especialmente difíceis –, a SBI distribuiu uma revista em quadrinhos especial, intitulada Jesus e as Mulheres, juntamente com seleções bíblicas e exemplares do Novo Testamento e da Bíblia nos principais idiomas falados no país. A equipe da Secretaria Auxiliar de Karnataka da SBI conseguiu arregimentar a ajuda de quase 200 mulheres de várias Igrejas e organizações cristãs locais. Após receberem treinamento, essas mulheres distribuíram as Escrituras de porta em porta em dez áreas diferentes. De acordo com a SBI, a resposta foi sensacional: “Acreditamos que por meio deste projeto milhares de mulheres foram abençoadas e incentivadas a buscar conforto nas palavras contidas na Bíblia. Muitas delas se tornaram testemunhas vivas do poder do evangelho.”

UCRÂNIA — Crianças correm felizes pela estreita rua do abrigo para idosos e deficientes em Kakhovka. Dentro da casa, os 200 residentes têm muito mais dificuldade de locomoção, mas mesmo assim irradiam a mesma alegria das crianças do lado de fora. O trabalho é apoiado por diferentes indivíduos e organizações, incluindo membros da Igreja local que visitam regularmente o abrigo. Representantes da Secretaria Regional Sul da Sociedade Bíblica Ucraniana (SBU) se juntaram ao Pastor Sergei, líder de uma Igreja carismática local, para distribuirem no abrigo exemplares do livro de Salmos e do evangelho de Lucas com letra grande.

28

ABNB - A Bíblia no Brasil

Os visitantes são recebidos com alegria pelos residentes que se locomovem a uma velocidade considerável em diversos veículos com rodas. Dentro do prédio, outros residentes também se juntam à recepção. Alexander Sultan, responsável pela arrecadação de fundos na Secretaria Regional Sul da Sociedade Bíblicas conta como conheceu e passou a amar a Bíblia: “Quando era criança, eu tentava ler o Novo Testamento de minha avó. Na época, não entendia nada, mas de Oleg, à direita, considera a Bíblia um grande livro.

Foto: SBU

ESCRITURAS PARA IDOSOS E DEFICIENTES


A Bíblia no Mundo

FÓRUM BÍBLICO REÚNE DUAS MIL PESSOAS Internacional, organizado em maio pela Sociedade Bíblica do Japão (SBJ), levou duas mil pessoas a um hotel de Tóquio durante três dias em maio. No total, 14 palestrantes japoneses e nove estrangeiros fizeram 29 palestras sobre assuntos variados, como “Pesquisa moderna sobre os manuscritos do Mar Morto”, “Hebraico bíblico para iniciantes” e “O mundo da Bíblia no cinema americano”. Na programação foram incluídas atrações adicionais como concertos, teste sobre a Bíblia, exposições de arte, feira de livros e a oportunidade de copiar manualmente parte da Bíblia. A natureza

Freiras copiam manualmente versículos da Bíblia durante o Fórum Bíblico Internacional.

“popular” dos eventos paralelos refletiu o objetivo do Fórum, que era estimular o interesse pela Bíblia não apenas entre acadêmicos e cristãos no Japão, mas também entre o público em geral. O inte-

resse pelo estudo da Bíblia entre cristãos japoneses aumentou nos últimos anos e o Fórum foi útil para fornecer informações atualizadas baseadas em pesquisas recentes.

Foto: SBU

JAPÃO — O Fórum Bíblico

alguma forma me lembrei disso e tentei lê-lo novamente já adulto. Depois disso, minha vida mudou e ofereci meu coração a Deus. Acredito que estes livros também podem mudar suas vidas.” Porém mais impressionante do que seu testemunho são as palavras de algumas das pessoas que vivem no abrigo. Confinado a uma cadeira de rodas desde sua infância, Oleg, por exemplo, gosta de contar aos visitantes sobre seu relacionamento com a Bíblia. “Quando morava em um abrigo para crianças, algumas pessoas vinham conversar conosco sobre Deus. Elas também traziam doces. Portanto, atraíam minha atenção! Comecei a ler a Bíblia e a fazer perguntas sobre

ela. Perguntava por que tantas pessoas acreditavam em Deus. E foi, então, que li a Bíblia com fervor para saber o motivo. Descobri que a Bíblia é um grande livro. Após a entrega das Escrituras, os visitantes foram levados por Ludmila, uma das enfermeiras, àqueles que não podem deixar seus quartos. Na saída, a enfermeira revela que um sonho compartilhado pelos residentes e pela equipe está virando realidade. “Desejamos construir uma capela aqui. Graças a pequenas quantias de dinheiro, economizado pelos residentes e pela equipe de seus próprios salários, já conseguimos construir as fundações. Agora, sonhamos vê-la concluída antes de nos aposentarmos.” ABNB - A Bíblia no Brasil

29


issão

Foto: MEAP

M

ENSINANDO A PESCAR PELA

PALAVRA

Há 24 anos, a MEAP presta assistência espiritual e social a pescadores do litoral do país que vivem isolados da civilização.

Em 1980, Jaime Orr, filho de

Foto: MEAP

missionários canadenses que trabalhavam no litoral entre São Paulo e Paraná, viu alguns pescadores que chegavam à praia com canoas rústicas e começou a imaginar de onde vinham. Ele pesquisou e descobriu que eram pescadores artesanais, que viviam em pequenas ilhas próximas ao litoral, mas distantes da civilização. Havia mais de sessenta vilas habitadas por esses pescadores naquela região, onde viviam centenas de pessoas que não conheciam

30

ABNB - A Bíblia no Brasil

a história do pescador que ele mais admirava: Jesus Cristo. Sozinho, Orr construiu um barco – batizado de Missionário – e resolveu fazer contato com aquele povo. Era um trabalho difícil, mas ele estava determinado. Em 1981, encontrou Márcio Gárcia, com quem compartilhou sua vontade, e, juntos, lançaram a semente do que se transformaria, em 1986, na Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores (MEAP). As descobertas feitas por essa dupla de missionários são impressionantes. Os mais de oito mil quilômetros de costa brasileira abrigam cerca de duas mil vilas localizadas em ilhas oceânicas nas quais vivem pessoas que guardam culturas e hábitos muito semelhantes. São pescadores que fazem seus próprios instrumentos de trabalho, não têm acesso à informação e vivem apenas da pesca e de outros recursos da natureza. Hoje, a MEAP está presente em cerca de 1,6 mil dessas vilas, levando a Palavra embalada em compaixão, fé e amor. “Nós não chegamos às vilas como missionários. Apenas nos estabelecemos e ajudamos no que podemos. Consertamos as casas, trabalhamos na pesca, cuidamos de enfermos. Esperamos que um dos líderes

nos pergunte o que queremos. Quando isso acontece, nós falamos: viemos aqui para contar a história de pescadores muito antigos, viemos trazer a Palavra deles para vocês”, conta Antônio Assalin, diretor de Comunicação e Desenvolvimento da MEAP, mais conhecido como Tote. Como a grande maioria não sabe ler, os missionários lêem a Bíblia contando as histórias e apontando caminhos para a mudança das pessoas. “Eles têm muitos problemas. A começar, pela alimentação, que é fraca, e as doenças, que são muitas. Mas o principal é que não sabem da existência de Deus e vivem muito mal por causa disso”, diz o diretor. A Bíblia é o principal instrumento de trabalho desses pescadores de almas, missionários permanentes e voluntários, vindos de todos os lugares do Brasil. “Levar a Palavra de Deus é nossa missão. Mas só podemos esperar que ela toque esses corações se também tivermos compaixão pela situação material deles. Então, temos de levar alimento, saúde, novas formas de trabalho, moradia, educação e lazer”, ressalta Tote. A MEAP tem hoje oito bases que atuam em cinco estados – Paraná, São Paulo, Bahia, Maranhão e Amapá. A ação mais recente foi a inauguração de um barco-clínica, equipado com consultórios médicos e odontológicos, e um laboratório para exames. “Já construímos muitas igrejas, já mudamos a realidade de muitas pessoas. Agora, com esse barco vamos levar saúde com mais qualidade e agilidade”, comemora o diretor da MEAP, acrescentando que a instituição está em campanha para conseguir doações que ajudem na manutenção do barco-clínica. FAÇA PARTE: MEAP Site: www.meap.org.br Telefones: (13) 3383-3784 e (71) 3431-4332.


“Felizes as pessoas que trabalham pela paz” Mt 5.9 (NTLH)

Muitas vezes, basta um pequeno gesto, uma boa Palavra... para mudar a sociedade. Assuma um Compromisso com a Paz A SBB e a Lifewords se uniram no combate à a violência que tem invadido as ruas e os lares brasileiros. Para isso, pretendem captar recursos suficientes para distribuirem a Palavra de Deus a 75 mil detentos que ainda não conhecem esse poder transformador. Dê uma chance a seu próximo! Dê uma Palavra de paz, contribuindo com essa campanha.

COMPROMISSO

COM A PAZ

www.compromissocomapaz.org.br


E

spaço do Leitor

A HISTÓRIA DA COLPORTAGEM NO BRASIL

BÍBLIA SAGRADA Bíblia Sagrada é o livro que contém a verdade dos céus. Profetas e apóstolos a escreveram com suas penas, mas inspirados por Deus. É uma espada de dois gumes, que corta o mal do pecador. E é um mapa detalhado, que, certo, guia o viajor. É uma lâmpada brilhante, que alumia o caminho do cristão. Em suas páginas escrito está o necessário para dar ao ser humano salvação. Bíblia Sagrada é o livro inimitável pelo mais sábio escritor. Somente a compreendem e lhe obedecem sábios e leigos, mas, de Cristo, aos seguidores. Tem o conselho pronto e certo, aos que a desejam consultar. E tem a justa punição aos que a verdade desprezarem. Tem o alento para o crente e o caminho do perdão ao pecador. Sessenta e seis livros inspirados em um só livro: Bíblia Santa do Senhor. Waldir José da Silva – por e-mail

32

ABNB - A Bíblia no Brasil

A revista A Bíblia no Brasil

fotos antigas sobre esse tra-

(ABNB) convida você a parti-

balho tão valoroso, que tem

cipar da reportagem A História

garantido que a Palavra de

da Colportagem no Brasil. Se

Deus chegue às mais remotas

você tem registros históricos

localidades. Seja também um

sobre essa atividade, já foi um

repórter da revista ABNB. Sua

colportor ou tem uma história

carta deverá ser enviada para

interessante para contar sobre

o seguinte endereço:

esse assunto, envie para a redação da revista. Você pode participar, ainda, mandando

COMPROMISSO COM A PAZ Parabéns pela iniciativa. Que Deus abençoe abundantemente essa Campanha para que, de fato, a Palavra de Deus, semeada na mente e coração dos detentos, produza frutos de vida e paz. Luzia Sena – por e-mail

BÍBLIA DA FAMÍLIA Gostaria de expressar como tem sido uma bênção em minha vida e na vida de minha família a “Bíblia da Família”. Como é bom, depois de ler a Palavra de Deus, meditar nos estudos preparados pelo Pr. Jaime e sua esposa, Judith Kemp! Agradeço a Deus a vida desse casal e de todos que cooperam de alguma forma para esse ministério. Deus abençoe a todos! Dirceu Cardoso – por e-mail

Revista A Bíblia no Brasil Avenida Ceci, 706 06460-120 – Barueri - São Paulo e-mail: bibliabrasil@sbb.org.br

GUERRA PELA PAZ! Ano de Copa e eleição, volte o Brasil com a taça ou não, no País da corrupção, somos mais que hexacampeões. Não podemos aceitar essa triste situação. Vamos juntos a Deus clamar em favor desta nação! Conformismo nunca mais! Chegou a hora, lute pela paz, a arma está em sua mão. Não atire no escuro e nem vote branco ou nulo. Não lave sua mão. Eder Cícero Laranja – São Mateus (SP) CARTAS PARA A REDAÇÃO: Avenida Ceci, 706 - Tamboré CEP 06460-120 - Barueri - SP e-mail: bibliabrasil@sbb.org.br


P

ublicações

A BÍBLIA DO SURFISTA Esta é uma obra concebida especialmente para os praticantes e apreciadores do surfe. Idealizada em parceria com a Missão Surfistas de Cristo (MSC), a Bíblia do Surfista traz o Novo Testamento na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) permeado por depoimentos de surfistas de diferentes gerações sobre a importância da Palavra de Deus em sua vida. Na obra podem ser encontrados testemunhos de alguns dos maiores ídolos do surfe. “No coração do homem existe um vazio que tem a forma de Deus e só ele pode preencher”, relata Chico Paioli no texto de sua autoria. Para Renato Galvão, conhecer Jesus foi a melhor coisa que aconteceu em sua vida. Jojó de Olivença, bicampeão brasileiro, também está presente e conta que seu relacionamento com Cristo foi fundamental para mantê-lo focado nas competições e construir um caráter sólido diante da popularidade.

A Bíblia do Surfista tem projeto gráfico contemporâneo, que inclui história em quadrinhos e ilustrações, além de adotar uma diagramação similar a de um livro comum, em uma coluna. O design chama atenção ainda pelos grafismos e tipo de letras. Além do texto bíblico escolhido – a NTLH, que se caracteriza pela fidelidade aos originais e, ao mesmo tempo, por adotar a estrutura gramatical e a linguagem falada pelo brasileiro –, a Bíblia do Surfista traz expressões utilizadas pelos jovens, garantindo maior empatia com esse público. Entre os recursos oferecidos estão introdução aos livros bíblicos, referências cruzadas, notas textuais e vocabulário. Formato: Encadernação: Código: Preço:

13,5 x 19 cm brochura com capa cristal NTLH260P R$ 18,90

CRIMES NA BÍBLIA Tensão, suspense e drama. Também na Bíblia estão presentes esses elementos em histórias que falam sobre crimes. E, justamente, alguns desses acontecimentos foram reunidos na publicação Histórias de Crime da Bíblia. Contendo 24 episódios extraídos das Escrituras, os crimes narrados vão de uma mera disputa de posse até um genocídio e os motivos para cometê-los, os mais variados: cobiça, inveja e ódio. Apesar da semelhança com inúmeras histórias policiais, as narrativas apresentadas na Bíblia são contadas com o propósito de reforçar que cada crime

cometido é, na verdade, um delito contra Deus. Com texto bíblico-base na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, cada história é precedida de uma introdução que auxilia na contextualização do conteúdo bíblico e na compreensão dos aspectos históricos e culturais expostos. Formato: Encadernação: Capa: Código: Preço:

12,0 x 17,5 cm. brochura. ilustrada, colorida. NTLH5602. R$ 9,80.

BÍBLIA EM ÁUDIO – VOLUME 4 A exemplo das três primeiras edições, o quarto volume da coleção reúne seis CDs, sendo quatro do Antigo Testamento e dois do Novo Testamento. Neste volume estão reunidos os textos de Levítico, capítulos 22 a 27; Números, capítulos 1 a 27; Marcos, capítulos 13 a 16; e Lucas capítulos 1 a 8. A coletânea,

gravada por Cid Moreira, é um desafio iniciado em 2004 e que, ao final, deve reunir perto de 90 CDs.

Código: Preço:

NTLH460CD4 R$ 59,90

ABNB - A Bíblia no Brasil

33


O

pinião

A SOCIEDADE BÍBLICA E OS DEFICIENTES VISUAIS *Rudi Zimmer

O movimento das Sociedades Bíblicas já tem mais de 200 anos. Desde o começo foi inspirado por duas convicções básicas: (1) que a Palavra de Deus foi intencionada por Deus para todas as pessoas do mundo; (2) que cada membro das comunidades, congregações e igrejas cristãs poderia participar e se envolver na tarefa de levar a Palavra de Deus em sua forma impressa ou por outros meios ao mundo. Essas duas convicções foram e ainda são as molas propulsoras desse movimento, do qual a SBB é a representante no Brasil. Se pensarmos na primeira convicção: “A Palavra de Deus foi intencionada para todas as pessoas”, a expressão “todas as pessoas”, obviamente, inclui os deficientes visuais. Digo “obviamente”, mas, na prática, isso nunca foi e ainda não é tão óbvio assim. Senão, não haveria necessidade de tantos projetos e programas em todas as partes do mundo para chamar atenção sobre o fato de que os deficientes visuais não estão tendo as mesmas facilidades e oportunidades. Portanto, “inclusão” é, hoje, uma palavra-chave ou até um chamamento. Nesse contexto, convém lembrar palavras sobre a Bíblia, ditas por pessoas que a experimentaram em sua vida: • “A Escritura divina é o banquete da

34

ABNB - A Bíblia no Brasil

sabedoria, e os seus livros compõem as várias iguarias” – Santo Ambrósio, 4º século da era cristã. • “A Bíblia é viva, ela fala a mim; ela tem pés e corre atrás de mim; ela tem mãos e as impõem sobre mim” – o reformador Martinho Lutero, século XVI. • “Há muitos livros que eu poderia ler, mas este é o único livro que lê a mim” – uma mulher da Tanzânia, século passado. E os deficientes visuais? Será que os cegos, no Brasil, têm acesso às Escrituras, de modo que possam receber a vida que dela procede e por ela possam também ser lidos? Quantos deficientes visuais temos no Brasil? As estatísticas não são muito precisas. De modo geral, considera-se que, num país em desenvolvimento como o nosso, haja 10% de deficientes. Desse total, 10% seriam deficientes visuais, ou seja, 1% da população. Como nossa população, hoje, é de aproximadamente 180 milhões de pessoas, teríamos 1,8 milhão de deficientes visuais, efetivamente cegos. Quantos membros há em sua Igreja? 200 mil? 700 mil? 3 milhões? 18 milhões? Tenha certeza de que 1% desse total é cego. Portanto, não é inoportuno perguntar para quantos desses cegos a Bíblia, de fato, é a lâmpada para guiar os seus passos e a luz que ilumina o seu caminho (Salmo 119.105).

Foto: Silvio Ferreira

“A Palavra de Deus foi intencionada para todas as pessoas; a expressão ‘todas as pessoas’, obviamente, inclui os deficientes visuais.” Para contribuir com o atendimento a essa população, a SBB lançou, em 2002, a Bíblia completa em braile, composta por mais de 30 volumes, e, através do programa Inclusão do Deficiente Visual, já distribui gratuitamente, de três em três meses, aos cegos inscritos no programa, um volume da Bíblia. São mais de 2,6 mil deficientes cadastrados que recebem regularmente os volumes. Isso, porém, representa apenas uma pequena gotinha dentro de um grande deserto de necessidades. Queremos fazer um apelo a você que nos lê, a fim de que se alie à missão de levar a Palavra de Deus também aos deficientes visuais. Imaginamos, por exemplo, que, com o seu apoio, se possa disponibilizar uma edição completa da Bíblia nas grandes Igrejas ou em bibliotecas onde os deficientes visuais poderiam ter acesso à Palavra de Deus. Queira Deus, portanto, que também os deficientes visuais, no Brasil, venham a ter maior acesso, como disse Santo Ambrósio, ao banquete da sabedoria de Deus e possam servir-se, em cada um dos livros, de suas iguarias.

*O Rev. Dr. Rudi Zimmer é diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil



Abnb 213