Issuu on Google+

SÓ EMPREGOS

Página 8

3 a 10 de maio de 2014

VEJA AS VAGAS COM ATENÇÃO SELECIONA ADMINISTRATIVA AUX. DP – S.J.Pinhais – Exp. com cálculo de folha e distema EBS/Cordilheira. Salário: R$1.300,00. Cód. 209. AN. MÍDIAS SOCIAIS – C. SIQUEIRA – Sup. compl. Publicidade Propaganda / Marketing. Experiência em ferramentas de monitoramento. Salário R$ 1.919,00 - Cód. 241 AN. RH SÊNIOR – C. SIQUEIRA – Sup. compl. Adm. ou Ciências Contábeis. Experiência na função, domínio fechamento de folha de pagamento. Salário R$ 2.524,00 - Cód. 261 COORD. DE PANFLETAGEM – CENTRO – Exp. na função. Salário: R$1.000,00. Cód. 341 CONS. NEGÓCIOS II – C. SIQUEIRA – Superior compl. Conhec. rotinas comerciais; Marketing e Negócios. Visitar representantes/clientes; Realizar pós-vendas. Salário R$ 2.823,00 - Cód. 291 GERENTE DE LOJA – SHOPPING PÁTIO BATEL – 2º grau compl. Exp. na função, preferência loja de moda, público classe A. Salário R$ 1.500,00 + comissão (média ganhos R$ 3.500 à 4.000,00) - Cód. 303 PROMOTOR DE VENDAS – CENTRO – Desejável experiência em feiras e eventos. Acima de 18 anos. Salário: R$1.000,00. Cód. 342 SUPERVISOR DE ARMAZÉM – BUTIATUVINHA – Exp. na função. Salário á combinar. Cód. 333. VENDEDOR – BARIGUI – Exp. ramo de bebidas. Salário R$1.300,00 - Cód. 264 VENDEDOR INTERNO – HAUER - Exp. com televendas. Salário: R$ 915,00 + comissão – Cód. 324. VENDEDOR EXT. - Exp. em vendas externas. Salário R$ 909,00 + comissões variáveis (R$ 1.500,00) Cód. 321 VENDEDOR INT. - CENTRO – Sup. cursando ou compl. Exp. vendas de SERVIÇOS; 2ª à 6ª 12h às 21h48. Salário R$ 1.280,00 - Cód. 319.

Novo salário mínimo para o PR

OPERACIONAL AJ. DE MOTORISTA – HAUER – Com exp. Salário: R$ 915,00 + prêmio produtividade + benefícios. Cód. 339. AJUDANTE DE MANUTENÇÃO – SJP – Exp. em carga e descarga – Cód. 315. ASS. LOGISTICA - ARAUCÁRIA – Exp. em controle e administração de cronograma de entregas de mercadorias. Desejável conhecimento em ERP. Cód. 307. AUX. OPERACIONAL CARGA E DESCARGA – XAXIM – Exp. carga pesada. Salário R$ 1017,00 - Cód. 208. AUX. DE LOGÍSTICA – TATUQUARA – Exp. em almoxarifado ou expedição. Salário R$ 1.045,00 – Cód. 322. AUX. MOVIMENTAÇÃO CARGAS - 20 vagas – SANTA FELICIDADE – Não é precisa exp. Salário R$ 980,00 - Cód. 177 AUX. DEPÓSITO – TARUMÃ – Não precisa exp. Salário: R$ 1.000,00 + benefícios – Cód. 265 AUX. PRODUÇÃO – PINHAIS – 2º grau compl. Exp. função. Salário R$ 1.152,00 - Cód. 297 AUX. PRODUÇÃO - PNE (PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS) – 05 VAGAS – PINHAIS – Não necessário exp. - Cód. 255 AUX. PRODUÇÃO - PINHAIS – Não necessária exp. Salário: R$ 1.086,00 - Cód. 351. AUX. PRODUÇÃO – PINHEIRINHO – Não necessária exp. Salário R$ 930,00– Cód. 344. ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL – ARAUCÁRIA – Exp. com admissão, controle de ponto, cálculo de recisão, férias, benefícios e demais rotinas de DP. Salário: R$1.300,00. Cód. 352. ASSISTENTE COMERCIAL – PINHAIS – Exp. na área comercial. Ensino médio completo. Salário negociável. Cód. 332. ATENDENTE – ALTO DA XV – Exp. com atendimento ao cliente, separação de material e rotinas básicas adm. Salário: R$950,00. Cód. 358. AUX. ALMOXARIDADO – HAUER / GUABIROTUBA - Exp. com almoxarifado, estoque. Fácil acesso á região. Salário: R$850,00. Cód. 362. AUX. DEPÓSITO – TARUMÃ / HAUER – Exp. na função. Salário: R$900,00. Ensino médio incompleto. Cód. 360. AUX DE ESCRITÓRIO – HAUER – Exp. como aux. Escritório, recepcionista ou atendente – rotinas adm. Ensino médio completo. Salário: 850,00 + VA R$300,00 + VR R$250,00 + VT. Cód. 361. AUX SERVIÇOS GERAIS – NOVO MUNDO – Exp. com manutenção predial, consertos/reparos e limpeza em geral. Salário: R$1.236,00. Cód. 354. AUX SERVIÇOS GERAIS – HAUER – Exp. com limpeza em geral. Irá atuar na limpeza de depósito. Cód. 363. COZINHEIRA – S.J.Pinhais – Exp. na função. Salário: R$ 1.300,00. Cód. 278. CAMAREIRA – Exp. limpeza – Salário 970,00. Cód. 327 DIVULGADOR – CENTRO – NÃO É NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA - Salário: R$800,00 + bonificação + benefícios. Acima de 18 anos. Cód. 340 DESENHISTA CADISTA – HAUER – Exp. Domínio AutoCAD. - Cód. 262 LABORATORISTA – PINHAIS – Já ter atuado em análise de alimentos. Salário: 1.100,00. Cód. 347. MOTORISTA CARRETEIRO – TARUMÃ - Exp. Disp. viagens São Paulo. Salário: R$ 2.000,00 – Cód. 281. MOTORISTA ENTREGADOR – TARUMÃ - Exp. Salário: R$ 1.000,00 – Cód. 279. OP. COBRANÇA – BOM RETIRO – Exp. em cobrança. Salário: R$846,00 + comissão. Cód. 357. OP. MÁQUINA – NOVO MUNDO – Exp. em metalúrgica. Ensino fundamental completo. Salário: R$1.236,00. Cód. 353. SOLDADOR MONTADOR – PINHAIS – Exp. comprovada na função (solda MIG), leitura e interpretação de desenho. Salário: R$ 1.250,00. Cód. 356. ZELADOR (A) – BATEL / CENTRO - Não é necessário exp. Para trabalhar em shopping Salário: R$ 860,00 Cód. 345.

Comparecer na entrevista com C.V e CTPS.

O Governador Beto Richa sancionou a lei que reajusta em 7,34% o salário mínimo regional, durante evento promovido pela Força Sindical do Paraná em comemoração ao Dia do Trabalho, em Curitiba. Com o aumento, acima da inflação, o piso salarial do Paraná é o maior do Brasil. “O novo piso, reajustado pelo quarto ano acima da inflação, é uma grande conquista dos trabalhadores paranaenses. Mais uma vez o Paraná da exemplo para o Brasil”, disse o governador. “Com esse novo salário, o trabalhador tem aumento real e fortalece a economia”, afirmou Richa, que também anunciou que, a partir de agora, nenhum servidor do Governo do Paraná ganhará menos que o novo mínimo estadual. O novo salário mínimo é aplicado em quatro faixas salariais, que variam de R$ 948,20 a R$ 1.095,60. Esse é um instrumento para regulamentar o salário de categorias profissionais que não têm convenção nem acordo coletivo de trabalho. Richa destacou que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o Estado detém o maior processo de expansão industrial do Brasil. Só o programa Paraná Competitivo já contabilizou mais de R$ 30 bilhões em novos investimentos, que abrem mais de 180 mil oportunidades de emprego em todas as regiões do Estado. “Vivemos um momento histórico, com grandes investimentos industriais e criação de milhares de novos empregos Em 2013, o PIB do Paraná cresceu o dobro do PIB nacional”, disse Richa. O Ministério do Trabalho confirmou que, em 2013, o Paraná ficou entre os estados que mais geraram empregos de carteira assinada e a pesquisa do Sebrae/CNI indicou o Paraná como o melhor ambiente para micros e pequenas empresas. DIÁLOGO - O percentual de reajuste do mínimo regional foi definido consensualmente por uma comissão tripartite, formada por representantes dos empregadores, dos trabalhadores e do poder público, e aprovado por unanimidade pelo Conselho Estadual do Trabalho. “O Estado intermediou as negociações e chegou num acordo que agradou os trabalhadores e empregadores. Essa é uma demonstração clara do governo democrático e de diálogo que fazemos no Paraná”, afirmou Richa. O presidente da Força, Nelson Silva de Souza, explica que o novo piso salarial serve de base ainda para negociações de outras categorias já convencionadas. “Essa é uma grande conquista que mostra que temos um governo comprometido com os interesses dos trabalhadores. Os índices de reajuste foram discutidos e de forma democrática escolhidos”, disse ele. “Hoje temos aumento real e o maior salário mínimo do Brasil” comemorou. O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Amin Hannouche, destacou também a importância do diálogo para o avanço no mínimo regional. “Pela primeira vez, desde que o piso do salário mínimo regional foi instituído, houve consenso entre trabalhadores, empregadores e poder público”, disse. Ele também explicou que as regras para o reajuste do salário mínimo para 2015 já foram definidos. (Fonte: AEnotícias)

AUXILIAR DE LOGÍSTICA – Experiência na área operacional. Para trabalhar de segunda a sexta-feira na Região do CIC. AUXILIAR DE ESTOQUE – Experiência na área operacional. Ensino fundamental completo. Para trabalhar na região do CIC. ASSISTENTE DE EXPEDIÇÃO – Experiência na área. Para trabalhar na região do CIC. CONFERENTE – Experiência na área. Para trabalhar na região do CIC. OPERADOR DE EMPILHADEIRA – Experiência com empilhadeira retrátil. Curso atualizado. Para trabalhar de segunda a sexta-feira na Região do CIC. VENDEDOR INTERNO – Experiência com vendas por telefone para pessoa jurídica. Ensino Superior. Para trabalhar na Região do Cabral em horário comercial. INSTALADOR GVT –Ensino médio completo; experiência com instalação. SUPORTE TÉCNICO GVT - Ensino Médio Completo. Vivência com atendimento ao Cliente. Salário fixo+ VariáveisBenefícios: Assistência Médica; Assistência Odontológica. Seguro de Vida Vale Transporte, Vale Refeição, Auxílio Creche para filhos até 07 anos, Auxílio Babá para filhos até 02 anos.Carga horária de trabalho: Escala 6x1 uma folga na semana, períodos tarde e noite. TELEVENDAS GVT - Ensino Médio Completo. Vivência em Vendas. Salário fixo+ VariáveisBenefícios: Assistência Médica; Assistência Odontológica. Seguro de Vida Vale Transporte, Vale Refeição, Auxílio Creche para filhos até 07 anos, Auxílio Babá para filhos até 02 anos.Carga horária de trabalho: Escala 6x1 uma folga na semana, períodos tarde e noite. Interessados comparecer com currículo à Rua Alferes Poli 1.898 – Rebouças Fone: 3093-3434 Ou se cadastrar no site: www.makejob.com.br

COMPARECER AV. MAL FLORIANO PEIXOTO, 50 – 15º ANDAR – das 8:30 ÀS 17hs de 2ª A 6ª MUNIDOS DE CV E CTPS. FONE: 41 3223-8550 / recrutamento@ciadorh.com.br CADASTRA-SE EM NOSSO SITE WWW.CIADORH.COM.BR

CONTRATA- SE PARA INICIO IMEDIATO 03 VAGAS PARA AUXILIAR DE OPERAÇÃO - Trabalhar com carga e descarga de materiais metálicos. Residir em Araucária ou proximidades. 05 VAGAS PARA AUXILIAR DE LOGÍSTICA – Experiência com separação, conferência, carga e descarga. Preferencialmente no ramo de aço. Residir nas proximidades da Vila Fanny. 02 VAGAS PARA OPERADOR DE OXICORTE – Experiência comprovada. Residir em São José dos Pinhais. 11 VAGAS PARA AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Trabalhará auxiliando o instalador no ramo de portas e janelas de alumínio. 07 VAGAS PARA AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Experiência com estoque, reposição, produção. Fácil acesso para Santa Felicidade. 10 VAGAS PARA AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Experiência com produção ou logística para trabalhar em multinacional no ramo de tintas. Residir nas proximidades de Colombo. 02 VAGAS PARA AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Experiência com produção, mecânica básica, segundo grau completo. Residir nas proximidades de São José dos Pinhais 09 VAGAS PARA AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Carteira branca. Residir nas proximidades ou fácil acesso ao CIC. 03 VAGAS PARA MONTADOR MECÂNICO – Experiência em metalúrgica, mecânica básica. Residir nas proximidades de Colombo. 03 VAGAS PARA VENDEDORAS - Trabalhar em shopping. Escala 06 x 01. Jardim das Américas. 07 VAGAS PARA AJUDANTE DE ARMAZÉM – Experiência com carga e descarga. Residir nas proximidades de Pinhais. 05 VAGAS PARA AUXILIAR DE OPERAÇÃO – Não é necessário experiência. Disponibilidade para viagens. CNH AB. 02 VAGAS PARA OPERADOR DE CONTROLE – Não é necessário experiência. Trabalhar no ramo dedetização. CNH AB. Guabirotuba. ATENDENTE – Experiência com vendas no ramo de material de construção. Campo Magro. AUXILIAR DE LOGÍSTICA – Experiência com movimentação de cargas. Residir nas proximidades de Quatro Barras. IMPRESSOR FLEXOGRÁFICO – Experiência com impressão flexográfica de 08 cores. Residir nas proximidades de Campina Grande do Sul ou Quatro Barras. MOTORISTA – Experiência comprovada. CNH C. MOPP, EAR. Trabalhará com transporte de vidros e materiais de alumínio. Vila Hauer. TÉCNICO DE QUALIDADE – Experiência com documentação da ISO. Curso na área. Desejável que tenha trabalho com produtos hospitalares. Campo Magro. AUXILIAR DE MANUTENÇÃO – Experiência com manutenção predial, elétrica e hidráulica. Cajuru AUXILIAR ADMINISTRATIVO – Experiência no ramo de autopeças, podendo ter trabalhado como vendas ou auxiliar de mecânico. Residir nas proximidades de Santa Felicidade. COMPRADOR JUNIOR – Experiência comprovada na área. Residir nas proximidades de Colombo. AUXILIAR DE FATURAMENTO – Experiência com emissão e processos de NF, organização de documentação. Santa Felicidade. AUXILIAR DE DEPARTAMENTO PESSOAL – Experiência com cartão ponto, horas extras e demais rotinas do setor. Desejável conhecimento no sistema Cordilheira. CIC ASSISTENTE DE RECURSOS HUMANOS – Experiência com conferência de folha de pagamento, apontamento de cartão ponto, dentre outras atividades. São José dos Pinhais. ASSISTENTE DE MARKETING – Experiência com prospecção de novos clientes, visitas a clientes, relatório, Desejável experiência no sistema ERP. ASSISTENTE DE COBRANÇA – Experiência comprovada na área. Superior completo ou cursando. LÍDER DE TESTE – Experiência com organizar e orientar equipes na execução das atividades, manter a equipe treinada e atualizada com relação a novos produtos e equipamentos; Curso técnico completo ou cursando Mecatrônica / Eletrônica / Eletrotécnico. Residir nas proximidades de Colombo. TELEVENDAS – Experiência comprovada. Desejável no ramo de telefonia. Trabalhará com vendas de sistemas para empresas. Centro.

COMPARECER AV. MAL FLORIANO PEIXOTO, 50 – 15º ANDAR – das 8:30 ÀS 17hs de 2ª A 6ª MUNIDOS DE CV E CTPS. FONE: 41 3223-8550 / recrutamento@ciadorh.com.br CADASTRE-SE EM NOSSO SITE www.ciadorh.com.br


SÓ EMPREGOS

3 a 10 de maio de 2014

Página 9

TODOS TÊM DIREITO A EMPREGO VAGAS URGENTE AGENTE DE ATENDIMENTO – PRADO VELHO MASC/FEM. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA, TER ENSINO MÉDIO COMPLETO, DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO ENTRE MANHÃ E NOITE PARA TRABALHAR NA REGIÃO DO PRADO VELHO, PRÓXIMO À PUC. ESCALA 6X1. SALÁRIO FIXO R$ 804,00 + COMISSÃO + VT + VALE-REFEIÇÃO R$ 200,00 + VALE-ALIMENTAÇÃO R$ 200,00 + CONVÊNIO MÉDICO E ODONTOLÓGICO + AUXÍLIO CRECHE OU BABÁ R$ 370,00 + AUXÍLIO EDUCAÇÃO E OUTRAS VANTAGENS OFERECIDAS PELA EMPRESA. MAIS VAGAS URGENTES AUXILIAR DE PRODUÇÃO – PINHAIS MASCULINO. PARA TRABALHAR EM EMPRESA DE GRANDE PORTE. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA. PARA TRABALHAR 1º 2º E 3º TURNO. ESCALA 6X1. SALÁRIO 1.086,00 + ÓTIMOS BENEFÍCIOS. AUXILIAR DE PRODUÇÃO – COLOMBO MASCULINO. COM OU SEM EXPERIÊNCIA. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO INICIAL R$850 + BENEFICIOS. DIGITADOR – HAUER (PARA TRABALHAR 10 DIAS POR MÊS MEDIANTE ESCALA) MASCULINO/FEMININO. NÃO É NECESSÁRIO TER EXPERIÊNCIA. IMPORTANTE TER ALGUMA HABILIDADE COM DIGITAÇÃO E CONHECIMENTO BÁSICO COM INFORMÁTICA. INTERESSADOS FAVOR COMPARECER MUNIDOS DE CURRÍCULO E CARTEIRA DE TRABALHO PARA ENTREVISTA NA RUA MARECHAL DEODORO, 235, 20° ANDAR, ED. ARNALDO THÁ – CENTRO – CURITIBA - CONTRATAÇÃO IMEDIATA VAGAS OPERACIONAIS AUXILIAR DE COZINHA – CURITBA (DISPONIBILIDADE PARA MORAR EM ALOJAMENTO) MASC / FEM. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA. TER TOTAL DISPONIBILIDADE PARA MORAR EM ALOJAMENTO. EMPRESA OFERECE MORADIA / ALIMENTAÇÃO. AUXILIAR DE CONFEITEIRO (CONFEITARIA) - JUVEVÊ MASCULINO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MINIMA DE 06 MESES EM FORNO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). HORÁRIO DAS 9H AS 17:20H SALÁRIO DE R$1100 + VT + VA + UNIFORME E LANCHE NO LOCAL. CONFEITEIRO (A) (HOTELARIA) – CENTRO MASCULINO/FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMINGO POR MÊS). SALÁRIO R$1600 + VT + CONVÊNIO MÉDICO E ODONTOLÓGICO + ALIMENTAÇÃO NO LOCAL + CARTÃO ALIMENTAÇÃO R$100. AUXILIAR DE SALGADO E DOCES (CONFEITARIA) – JUVEVÊ MASC/FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MINIMA DE 06 MESES NA FUNÇÃO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). HORÁRIO DAS 9H AS 17:20H SALÁRIO DE R$1100 + VT + VA + UNIFORME E LANCHE NO LOCAL. AUXILIAR DE RECEPÇÃO - CENTRO MASCULINO. NECESSÁRIA CNH DEFINITIVA, SABER DIRIGIR CARROS NORMAIS E AUTOMÁTICOS. EXPERIÊNCIA COM ATENDIMENTO AO PUBLICO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO + VALE ALIMENTAÇÃO + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. AUXILIAR DE RECEPÇÃO - CENTRO

MASCULINO. NÃO É NECESSÁRIA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO. EXPERIÊNCIA COM ATENDIMENTO AO PUBLICO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO + VALE ALIMENTAÇÃO + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (HOTELARIA) – CENTRO MASC/FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MINIMA DE 06 MESES NA FUNÇÃO DE LIMPEZA. HORÁRIO DE TRABALHO DAS 10H AS 18:20H OU DAS 15H AS 23:10H – ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMINGO POR MÊS). SALÁRIO: R$1000 (FIXO + VARIAVEL) + VT + CONVENIO MÉDICO E ODONTOLÓGICO + ALIMENTAÇÃO NO LOCAL + CARTÃO ALIMENTAÇÃO R$100 + CONVÊNIO FARMÁCIA, ACADEMIA E FACULDADES. AUXILIAR TÉCNICO (HIDRÁULICA) – PAROLIN MASCULINO. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA. SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 18H. SALÁRIO R$930 + BENEFICIOS. AUXILIAR DE LIMPEZA (HOTELARIA) – CENTRO FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA EM LIMPEZA GERAL. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMINGO POR MÊS). SALÁRIO + VALE ALIMENTAÇÃO + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. AUXILIAR DE LIMPEZA EM COZINHA (HOTELARIA) – CENTRO MASC/FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MINIMA DE 06 MESES NA FUNÇÃO DE LIMPEZA. HORÁRIO DE TRABALHO DAS 7H AS 15:20H OU DAS 15H AS 23:10H – ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMINGO POR MÊS). SALÁRIO: R$1000 (FIXO + VARIAVEL) + VT + CONVENIO MÉDICO E ODONTOLÓGICO + ALIMENTAÇÃO NO LOCAL + CARTÃO ALIMENTAÇÃO R$100 + CONVÊNIO FARMÁCIA, ACADEMIA E FACULDADES. BALCONISTA (CONFEITARIA) - JUVEVÊ MASC / FEM. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO A PARTIR DE R$900 + VT + VA + UNIFORME E LANCHE NO LOCAL. CAMAREIRA – CENTRO FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA DE LIMPEZA EM GERAL. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO + VALE ALIMENTAÇÃO + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. COBRADOR – PCD MASC/FEM. TRABALHAR 6 HORAS POR DIA. ESCALA 6X1. SALÁRIO 1.028,00 + BENEFÍCIOS. NECESSÁRIO TER DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO. GARÇOM – CENTRO MASCULINO/FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO + VALE + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. AUX. DE ELETECISTA –CIC - TEMPORÁRIA MASCULINO. NECESSSÁRIA CURSO NA ÁREA E EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. VAGA TEMPORÁRIA DE 45 DIAS, PODENDO SER PRORROGADAV POR MAIS 45 DIAS. SALÁRIO R$ 1.280,00 + BENEFÍCIOS. MANOBRISTA (HOTELARIA) – CENTRO MASCULINO. PARA RELIZAR MANOBRAS DOS CARROS DOS HÓSPEDES E ATENDER A EVENTOS DO HOTE. NÃO É NECESSÁRIO EXPERIÊNCIA. POSSUI CARTEIRA DE HABILITAÇÃO CATEGORIA B. HORÁRIO DAS 15H AS 23:10H - ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). PROMOTOR DE VENDAS MASC/FEM. NÃO É NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA. PARA TRABALHAR COM ABASTECIMENTO DE PRODUTOS EM SUPERMERCADO. A PARTIR DE 18 ANOS, SEM LIMITE DE IDADE. VAGAS PARA DIVERSAS REGIÕES DE CURITIBA. SEGUNDA A SEXTA DAS 7H ÀS 16H E SÁBADO DAS 7H ÀS 11H. SALÁRIO R$ 850,00 + VT + VR R$15,00 + PRÊMIO ASSIDUIDADE EM DINHEIRO R$ 100,00 + DÉCIMO QUARTO SALÁRIO. VAGAS ADMINISTRATIVO/COMERCIAIS ANALISTA DE COMPRAS JR – CIC MASCULINO/FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO DE NO MINIMO 02 ANOS. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO R$1820 + ÓTIMOS BENEFICIOS. ANALISTA FINANCEIRO – SÃO JOSÉ DOS PINHAIS MASCULINO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. HORÁRIO COMERCIAL.

SALÁRIO A COMBINAR + ÓTIMOS BENEFICIOS. AUXILIAR ADMINISTRATIVO (CONSTRUÇÃO CIVIL) – ÁGUA VERDE MASC/FEM. EXPERIÊNCIA EM MATERIAL DE CONSTRUÇÃO / CONSTRUTORA. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO R$1200 + VT +VR ASSISTÊNCIA MÉDICA AUXILIAR DE FATURAMENTO – UBERABA MASCULINO/FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE TRANSPORTES. HORÁRIO DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H AS 17:30H E SÁBADO DAS 8H ÀS 12H. SALÁRIO A COMBINAR + BENEFICIOS. COORDENADOR DE CONTABILIDADE – SÃO JOSÉ DOS PINHAIS MASCULINO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO A COMBINAR + ÓTIMOS BENEFICIOS. ESTÁGIO ENGENHARIA CIVIL – ÁGUA VERDE MASC/FEM. A PARTIR DO 7º PERÍODO. PARA TRABALHAR EM EMPRESA DE GRANDE PORTE EM SETOR DE OBRAS. SEGUNDA A SEXTA 6 HORAS POR DIA. A COMBINAR. BOLSA-AUXÍLIO R$ 750,00 + VT. ENCARREGADO DE ESTACIONAMENTO – BATEL MASCULINO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MÍNIMA DE 06 MESES NA FUNÇÃO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 12X36. HORÁRIO 12H ÀS 24H. SALÁRIO R$1190 + BENEFICIOS. GERENTE DE OBRA (CONSTRUÇÃO CIVIL) – JOINVILLE MASCULINO. EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. SUPERIOR COMPLETO. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO A COMBINAR + BENEFICIOS RECEPCIONISTA JR (HOTELARIA) – BATEL MASC/FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 6X1 (UMA FOLGA NA SEMANA E UM DOMIGO POR MÊS). SALÁRIO R$1462 + REFEIÇÃO NO LOCAL + VT + ASSIDUIDADE R$180 RECEPCIONISTA PLENO – BATEL MASCULINO. COM EXPERIÊNCIA EM ATENDIMENTO AO PÚBLICO. TURNANTE (FAZ A FOLGA DOS DEMAIS DE ACORDO COM A ESCALA). COM EXPERIÊNCIA EM ATENDIMENTO AO PÚBLICO. CONHECIMENTO EM INFORMATICA NIVEL USUÁRIO E INGLÊS AVANÇADO E DESEJÁVEL CNH. SALÁRIO R$1520 + VALE ALIMENTAÇÃO + CONVÊNIO MÉDICO + CONVÊNIO ODONTOLÓGICO + CONVÊNIO FARMÁCIA. RECEPCIONISTA – CENTRO FEMININO. PARA ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO E CONHECIMENTO EM INFORMÁTICA. SALÁRIO R$850 + BENEFICIOS. TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES – ÁGUA VERDE MAS/FEM. EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO. SALÁRIO R$ 2.800,00 + BENEFÍCIOS. PARA TRABALHAR DE SEGUNDA À SEXTA 8H ÀS 18H. TRAINEE EM ENGENHARIA CIVIL – ÁGUA VERDE MASC/FEM. EXPERIÊNCIA EM OBRAS. SUPERIOR COMPLETO. HORÁRIO COMERCIAL. SALÁRIO R$4344 + BENEFICIOS. VENDEDOR - HAUER MASC/FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA DE 6 MESES NO MÍNIMO NA FUNÇÃO REGISTRADO EM CARTEIRA, PARA VENDAS EM SHOPPING. UMA FOLGA SEMANAL, DOMINGOS INTERCALADOS. SALÁRIO FIXO R$ 900,00 + COMISSÃO VARIÁVEL + VT + VALEREFEIÇÃO R$ 15,00/DIA. VENDEDOR INTERNO – CENTRO FEMININO. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO DE NO MÍNIMO 06 MESES. DISPONIBILIDADE PARA TRABALHAR NA ESCALA 5X1. SALÁRIO R$856 + COMISSÕES 5% + BENEFÍCIOS. (VAGA TEMPORÁRIA) VENDEDOR INTERNO JR - BIGORRILHO MASC / FEM. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA MÍNIMA DE 06 MESES NA FUNÇÃO PREFERENCIALMENTE NA ÁREA DE ALIMENTOS. SEGUNDA A SEXTA DAS 9H ÀS 19H E SÁBADO DAS 9H ÀS 18H. SALÁRIO R$950 + VT + VR R$10 + HORAS EXTRAS VENDEDOR EXTERNO – JARDIM DAS AMÉRICAS MASCULINO / FEMININO. REALIZAR VENDAS DE RASTREADORES AUTOMOTIVOS PARA TRANSPORTADORAS. NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE VENDAS. POSSUIR VEÍCULO PRÓPRIO. SALÁRIO FIXO R$800 + COMISSÃO + AJUDA DE CUSTO PARA COMBUSTÍVEL + PLANO DE SAÚDE + VALE REFEIÇÃO. A EMPRESA OFERECE TREINAMENTO.

INTERESSADOS FAVOR COMPARECER NA RUA MARECHAL DEODORO N°235, 20°ANDAR, ED. ARNALDO THÁ - CENTRO DE CURITIBA. CASO TENHA INTERESSE EM OUTRAS OPORTUNIDADES ENVIE UM CURRÍCULO COM CARGO NO ASSUNTO E PRETENSÃO SALARIAL PARA RECRUTAMENTO@RHSIMOESEDANTAS.COM.BR QUE ENTRAREMOS EM CONTATO. TELEFONES: 3079-8287 / 3072-8250 / 3078-1634 ATENDIMENTO DE SEGUNDA À SEXTA FEIRA DAS 08:00 ÀS 17:00.

Sul é a região com menor taxa de desocupaçãodopaís

ANALISTA DE RH/FOLHA DE PAGAMENTO - Superior completo. Experiência anterior em fechamento em folha de pagamento, cálculos de tributos (IRRF, FGTS, PIS), rescisão, admissão, férias, RAIS, DIRF, desoneração da folha de pagamento, entre outras. Horário de seg. a sexta das 8h às 18h. Salário R$ 2.000,00 + benefícios. Para empresa localizada no Hauer. ASSIST. DE TI - Superior cursando em áreas afins. Conhecimento avançado em Excel e Power Point. Experiência anterior em Banco de Dados. Será responsável pela implantação do Qlick View. Horário de seg. a sexta das 8h às 18h. Salário R$ 1.500,00 + VR (R$ 14,00/dia) + Ass. Médica + Ass. Odontológica + Auxilio Educação. Empresa Batel. AUX. ALMOXARIFADO (PCD) – Ensino médio completo. Experiência função, conhecimento de matemática básica e informática básica. Irá atuar com organização de estoque e retirada de pedidos. Salário R$ 993,00 + VT + Refeição no local + assistência médica + assistência odontológica + cesta básica (R$ 164,00) + PPR. Horário de trabalho de seg. a sexta das 08h às 18h ou das 10h às 20h. Para trabalhar em empresa do ramo de material elétrico localizada no bairro Portão. VENDEDORA INTERNA - Ensino médio completo. Experiência com vendas internas. Irá realizar o atendimento ao cliente. Salário R$ 915,00 + comissões + premiação por meta + VT e VR. Horário de seg. a sábado das 9h às 18h ou das 10h às 19h. Para trabalhar em loja de utensílios domésticos localizada no Centro de Curitiba.

Confira todas as vagas no blog keeper-rh.blogspot.com E cadastre seu Currículo no site rhkeeper.com.br VAGAS ADMINISTRATIVAS ADVOGADO – Experiência em Direito Trabalhista. Possuir CNH B. Disponibilidade para viagens, com inscrição na OAB. Pretensão salarial + VT + VR. Horário de seg. a sexta em horário comercial. Para empresa localizada no Centro de Curitiba. ANALISTA FINANCEIRO – Ensino superior cursando. Experiência na área. Realizará contas a pagar e receber, conciliação bancária, emissão de notas fiscais e elaboração de relatórios. Salário R$ 1.500,00, após efetivação passa para R$ 1.800,00 + VT + VR + Plano de saúde. Horário de trabalho de seg. à sexta das 08h ás 18h. Para empresa no Bairro Rebouças em Curitiba. ASSIST. ADMINISTRATIVO - Cursando Superior em Administração de empresas. Experiência anterior na função. Conhecimento no pacote Office. Irá atuar com lançamentos de notas fiscais, manutenção predial, fechamento de malotes, entre outras. Horário de seg. a sexta das 8h às 18h. Salário R$ 1.200,00 + VR (R$ 14,00/dia) + Ass. Médica + Ass. Odontológica + Auxílio Educação. Para empresa localizada Batel. AUX. ADMINISTRATIVO – Superior cursando. Conhecimento intermediário em Excel. Experiência na função. Realizará elaboração e alimentação de planilhas, atuação em sistema, suporte a área financeira e comercial da empresa. Salário de 1.200,00 + VT + VR + Plano de Saúde e Odontológico. Horário de seg. a quinta das 08h ás 18h e sexta das 08h ás 17h. Para distribuidora de peças automotivas no CIC. ESTAGIÁRIO (2 vagas) - Cursando Eletrotécnica, Eletromecânica. Não é necessária experiência. Conhecimento no pacote Office. Horário de seg. a sexta das 8h às 15h15. Bolsa auxílio de R$ 760,00 + Refeição no local + VT + Ass. Médica e Odontológica. Para empresa localizada no Atuba. ESTAGIÁRIO DE CRIAÇÃO - Curso na área, domínio do adobe photoshop, para desenvolver banners, flyers, e demais atividades da função. Salário a combinar, para atuar 6 horas por dia. Para empresa no CIC. FATURISTA – Ensino médio completo. Experiência na função. Irá realizar entrada, recebimento e lançamento de Notas Fiscais e auxílio em substituição tributária. Salário R$ 1.172,00 + VT + Refeição no local + Ass. médica + Ass. odontológica + cesta básica (R$ 164,00) + PPR. Horário de trabalho de seg. a sexta das 08h às 18h. Para trabalhar em empresa do ramo de material elétrico. GERENTE DE LOJA – Ensino Superior completo. Experiência na função. Fará gestão de pessoas e ficará responsável pelo funcionamento da empresa. Realizará abertura e fechamento, funcionamento da infraestrutura, definição de tarefas, vendas, atendimento, exposição de produtos, controle de estoque, caixas, planilhas, organização de arquivos de Departamento Pessoal, vitrine, cobrança, satisfação do cliente e acompanhamento de resultados. Deverá contratar, demitir, treinar, motivar e liderar os funcionários. Emitir resultados financeiros, apresentando relatórios e propor soluções. Horário de seg. a sexta das 9h ás 19h e sábado das 9h às 18h. Salário fixo de R$ 2.500,00 + comissão + premiação + VT + VR. Para empresa no bairro São Braz em Curitiba. GERENTE DE LOJA - Superior ou cursando. Experiência anterior em varejo. Disponibilidade de horário. Irá atuar com Coordenação de equipes de vendas, treinamento, Recrutamento e Seleção, controle de estoque. Salário fixo + comissão + benefícios. Para empresa localizada no Centro. RECEPCIONISTA – Superior cursando. Experiência na função com atendimento a clientes. Trabalho de seg. à sexta das 8h às 18h e aos sábados das 9 às 13h. Salário R$ 1.000,00 + VT + VR + Ass. médica e convênio farmácia. Para empresa no bairro Seminário.

VAGAS COMERCIAIS AGENTE DE LOCAÇÃO - Ensino médio completo ou cursando superior. Irá realizar atendimento ao cliente, abertura e encerramento de contratos de locação de veículos através de sistema, entrega e recebimento de veículo, lançamento de notas fiscais. Horário das 14h às 00h (escala de revezamento). Salário R$ 1.200,00 + VR (R$ 14,00/dia) + Seguro de Vida em grupo. Após a experiência de 90 dias tem Ass. Médica, Ass. Odontológica e Auxílio Educação. Para empresa localizada em São José dos Pinhais, próximo ao Aeroporto. ATENDENTE DE COBRANÇA – Ensino Médio Completo. Experiência com cobrança. Irá fazer cobrança de veículos. Salário R$ 865,00 + comissão + VT + VR. Horário de seg. a sexta das 14h10 às 20h30, e sábado das 07h50 às 14h10. Para empresa localizada no Centro de Curitiba. CAIXA – Ensino médio completo. Experiência na função. Salário R$ 915,00 + VT + VA (R$ 208,00) + quebra de caixa (R$ 91,50) + premiações. Horário de seg. a sábado das 09h às 18h ou das 10h às19h. Folgas na semana. Para empresa localizada no Centro. VENDEDOR INTERNO - Ensino Médio completo. Experiência com Telemarketing. Realizará venda ativas e receptivas de anúncios publicitários na internet. Salário Fixo R$ 1.000,00 + Comissão de vendas + Premiações semanais + VT + VR + Plano de saúde. Horário de trabalho de seg. à sexta das 08h ás 18h. Para empresa no Bairro Rebouças em Curitiba.

VAGAS TÉCNICAS/TI ASSIST. FARMÁCIA - Ensino médio completo. Técnico em química ou técnico em enfermagem. Experiência na função na área hospitalar ou farmácia de manipulação ou de nutrição clínica. Trabalho das 10h até às 19h + plantão sábados, domingos e feriados em regime de escala. Salário R$ 1.116,00 + VT + VR + VA + plano de saúde. Para empresa do ramo de nutrição clínica em Curitiba. DESENHISTA PROJETISTA - Técnico na área. Experiência na função. Conhecimento avançado Pacote Office, Auto CAD e Solid Works. Horário de seg. a sexta das 08h às 17h48. Salário R$ 1.600,00 + VT + Plano de saúde + refeição no local e seguro de vida.

ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO PREDIAL – Vaga inicialmente temporária, mas com grande chance de efetivação. Ensino médio completo. Possuir o curso básico de Elétrica Predial ou Industrial e NR-10. Experiência em manutenção elétrica predial (baixa tensão). Horário de seg. a quinta das 07h30 às 17h30, e sexta das 07h30 às 16h30. Salário R$ 1.353,00 (após efetivação passa para R$ 1.427,00) + VT + AL + Vale mercado (R$ 100,00) + Cesta básica, após efetivação tem Ass. Médica e Seguro de Vida. Para empresa localizada no CIC. MECÂNICO INDUSTRIAL – Ensino médio ou curso técnico em mecânica, eletrônica. Experiência com manutenção de maquinas industriais, refrigeração. Salário R$ 1.700,00 + benefícios. Trabalho de seg. a sexta em horário comercial. Para empresa localizada em Curitiba. TÉCNICO DE BALANÇAS (Santa Catarina) - Ensino médio completo. Técnico em Eletrônica (com comprovação) ou Superior em Mecatrônica. Conhecimento em informática. Residir em Blumenau ou Itajaí - SC. Possuir CNH B e ter disponibilidade para viagens. Irá realizar manutenção de equipamentos Eletrônicos e rede Ethernet, Automações na região de Santa Catarina (próximo a Itajaí). Horário de seg. a sexta das 7h30 às 17h18. Salário R$ 1.800,00 + Ass. Médica + Seguro de Vida + Reembolso total de medicamentos + VA (R$ 107,00) + Reembolso de despesas de viagens + PLR. Sem local fixo de trabalho – irá trabalhar na própria residência.

VAGAS OPERACIONAIS AUX. DE ESTOQUE - Ensino médio completo. Experiência anterior na função. Conhecimento no Pacote Office. Horário de seg. a sexta das 8h às 18h18 ou das 8h30 às 18h48 + horas extras. Salário R$ 950,00 + VR (R$ 11,00/dia) + Vale Combustível (R$ R$ 110,00) + Ass. Médica. Para empresa localizada em São José dos Pinhais. AUX. DE LOGÍSTICA - Ensino médio completo. Experiência na função. Possuir CNH AB. Horário de seg. a sexta das 10h às 18h com disponibilidade para trabalhar um final de semana por mês das 10h ás 18h. Salário R$ 1.014,00 + VT + VR (R$ 13,00) + plano de saúde Sulamérica + Plano Odontológico Sulamérica + assiduidade 7% calculado salário base. Para empresa no Bairro Batel em Curitiba. AUX. DE PRODUÇÃO - Ensino médio completo ou cursando. Não é necessário experiência. Irá trabalhar em turno, em escala 6x2. Salário R$ 970,00 + ônibus fretado + alimentação local + vale mercado (R$ 135,00) + Ass. médica e odontológica. Para empresa multinacional localizada na Fazenda Rio Grande. AUX. DE PRODUÇÃO - Experiência na função. Salário de 950,40 + VT + VA (R$ 180,00) + Refeição no local + Café da manhã + Ass. médica + Seguro de vida. Horário de seg. a sexta das 07h15 às 17h03. Para empresa localizada em São José dos Pinhais. ESTOQUISTA – Ensino fundamental completo. Salário R$ 1.050,00 após 3 meses R$1300,00 + VT. Horário de seg. a sexta das 8h às 18h. Para empresa localizada no Boqueirão. ESTOQUISTA - Ensino médio completo. Experiência com separação de pedidos. Salário R$ 1.000,00 + premiação por metas + VT e VR. Horário de seg. a sábado das 9h às 18h Para empresa de utensílios domésticos no São Braz. MECÂNICO INDUSTRIAL – Ensino médio ou curso técnico em mecânica, eletrônica. Experiência com manutenção de maquinas industriais, refrigeração. Salário R$ 1.700,00 + benefícios. Trabalho de seg. à sexta em horário comercial. Empresa em Curitiba. MOTORISTA TOCO – Ensino Fundamental completo. Possuir CNH C. Experiência na função. Realizará entrega de peças automotivas em Curitiba e Região Metropolitana. Salário de 1.300,00 + VT + VR + Plano de Saúde e Odontológico. Horário de seg. a sexta das 08h ás 18h. Para distribuidora de peças automotivas no CIC. MOTORISTA TOCO – Ensino Fundamental completo. Possuir CNH C. Experiência na função. Realizará viagens entre Curitiba e São Paulo. Salário de 1.500,00 + VT + VR + Plano de Saúde e Odontológico. Horário de seg. a sexta das 08h ás 18h. Para distribuidora de peças automotivas no CIC. OFICIAL DE MANUTENÇÃO PREDIAL – Vaga inicialmente temporária, mas com grande de efetivação. Ensino fundamental completo. Experiência em manutenção civil (divisórias, reparo civil em geral, tijolo, reboco, azulejo, pintura e hidráulica). Horário de seg. a quinta das 07h30 às 17h30, e sexta das 07h30 às 16h30. Salário R$ 1.301,00 (após efetivação passa para R$ 1.422,00) + VT + AL + Vale mercado (R$ 100,00) + Cesta básica, após efetivação tem Ass. Médica e Seguro de Vida. Para empresa localizada no CIC. OP. DE TERMOFORMAGEM - Ensino Médio Completo. Experiência na função. Salário inicial R$ 1.500,00 + VT + VR (R$ 10,50) + Cesta Básica (R$ 125,00) + Assiduidade (R$ 78,00) + Plano de saúde. Para trabalhar em Escala 6x2, 2 dias das 06h ás 14h, e 2 dias das 14h ás 22h. Para empresa localizada no CIC. PINTOR PREDIAL - Vaga inicialmente temporária, mas com grande chance de efetivação. Ensino fundamental completo. Experiência em pintura predial (rolo e pincel), com tintas látex, acrílica, sintética e epóxi. Conhecimento em pintura com pistola. Irá realizar pintura de paredes, pisos, tetos, faixas de sinalização, peças e equipamentos. Horário de seg. a quinta das 07h30 às 17h30, e sexta das 07h30 às 16h30. Salário R$ 1.301,00 (após efetivação passa para R$ 1.422,00) + VT + AL + Vale mercado (R$ 100,00) + Cesta básica, após efetivação tem Ass. Médica e Seguro de Vida. Para empresa localizada no CIC. ZELADOR - Ensino fundamental completo. Experiência na área. Irá realizar limpeza e organização no ambiente de trabalho. Horário de seg. a sábado das 7h às 15h20. Salário R$ 1.078,00 + VT + Refeição no local + plano de saúde + cesta básica (R$ 125,00). Para empresa no centro de Curitiba.

A taxa de desocupação caiu no quarto trimestre do ano passado, em comparação a igual período de 2012, em todas as grandes regiões do país e em todas as faixas etárias. A constatação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que divulgou hoje (10) a Pesquisa Nacional do Amostra de Domicílio Continuada (Pnad Continuada). A divulgação dos dados da Pnad Continuada, pelo IBGE, ocorre com relativo atraso em razão da demora no processamento de dados correspondentes ao emprego do país ao longo do ano. Com a taxa de desocupação para o total do país se situando em 6,2% no quarto trimestre de 2013, a queda do indicador em relação ao terceiro trimestre de 2013 ficou em 0,7 ponto percentual, mesmo patamar do quarto trimestre de 2012. O levantamento indica que a menor taxa de desocupação do país é a da Região Sul onde o indicador se situou no quarto trimestre do ano passado em 3,8% da população economicamente ativa. Amaior taxa de desocupação do país no quarto trimestre de 2013 ficou com a Região Nordeste: 7,9%. Ainda assim houve queda significativa em relação ao terceiro trimestre de 2013, quando a taxa era de 9,0%, assim como em relação ao quarto trimestre de 2012 (9,3%). A Pnad Continuada indica que, entre os jovens de 18 a 24 anos de idade, com taxa de desocupação no quarto trimestre de 2013 equivalente a 13,1%, foi registrado um patamar superior em relação à taxa média total de 6,2%, comportamento verificado também nas cinco grandes regiões. O levantamento indica que a taxa de desocupação é menor entre os homens (5,1% no quarto trimestre de 2013), contra 7,6% da taxa das mulheres, que representavam 53,4% da população desocupada do país no período. (fonte: Agência Brasil)


SÓ EMPREGOS

Página 10

INFORME JURÍDICO Aprovado aumento do tempo máximo de caminhoneiros ao volante O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou proposta que aumenta o tempo máximo ao volante do motorista profissional de 4 horas para 5,5 horas contínuas e altera a forma de aproveitamento do descanso obrigatório, além de outros detalhes no regulamento da profissão. Segundo a proposta, a jornada do motorista profissional continua a ser de oito horas, com duas extras, mas convenção ou acordo coletivo poderá prever até quatro horas extras. A matéria será votada ainda pelo Senado. O texto aprovado é um substitutivo do relator pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), aos projetos de lei 4246/12, do deputado Jerônimo Goergen (PPRS); e 5943/13, da comissão especial que analisou o tema. TEMPO DE DESCANSO De acordo com o texto, a cada seis horas no volante, o motorista deverá descansar 30 minutos, mas esse tempo poderá ser fracionado, assim como o de direção, desde que esse último seja limitado às 5,5 horas contínuas. Já o descanso obrigatório, de 11 horas a cada 24 horas, poderá ser fracionado, usufruído no veículo e coincidir com os intervalos de 30 minutos. O primeiro período, entretanto, deverá ser de 8 horas contínuas. O texto também define o que é tempo de espera, quando o motorista não está dirigindo. São enquadradas nesse conceito as horas em que o motorista profissional empregado aguarda a carga ou descarga do caminhão e o período gasto com a fiscalização de mercadoria na alfândega. Se essa espera for maior que duas horas, o tempo será considerado como repouso.

A proposta converte em advertência as multas aplicadas em decorrência da lei atual (12.619/ 12) quanto à inobservância dos tempos de descanso e também aquelas por excesso de peso do caminhão. LONGA DISTÂNCIA Nas viagens de longa distância com duração maior que sete dias, o projeto concede repouso semanal de 35 horas, contra as 36 horas da lei atual, permitindo seu fracionamento em dois e o acúmulo de até três períodos de repouso seguidos, que poderão ser usufruídos no retorno da viagem. No caso do empregado em regime de compensação, que trabalha 12 horas seguidas e descansa por 36 horas, o projeto retira a necessidade de a convenção ou acordo coletivo que prever esse regime justificá-lo em razão de especificidade, de sazonalidade ou de característica do transporte. Todas as regras de descanso semanal e diário constam da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-lei 5.452/ 43). O projeto permite ao motorista estender o período máximo de condução contínua pelo tempo necessário para chegar a um lugar que ofereça segurança e atendimento. Na lei atual, essa extensão é de uma hora. PENALIDADES A penalidade que poderá ser aplicada pela polícia rodoviária ao caminhoneiro por descumprir esses períodos de repouso passa de grave para média, embora permaneça a retenção do veículo para cumprimento do tempo de descanso. Entretanto, o projeto determina a conversão da penalidade para grave se o motorista cometeu outra infração igual nos últimos 12 meses. No caso dos motoristas de ônibus, o fracionamento do intervalo de descanso poderá ser em períodos de 10 minutos e, se o empregador adotar dois motoristas, o descanso poderá ocorrer com o veículo em movimento. Após 72 horas, no entanto, o repouso deverá continuar em alojamento externo ou com o veículo parado se for do tipo leito. LOCAIS DE DESCANSO Em relação aos locais de descanso e pontos de parada, o projeto determina a publicação da relação desses locais pelo poder público e condiciona a aplicação das penalidades pelo descumprimento da futura lei à publicação dessa relação e de suas atualizações subsequentes relativamente a cada rodovia incluída. Entre os locais de repouso e descanso dos motoristas profissionais, o projeto lista estações rodoviárias, refeitórios das empresas ou de terceiros e postos de combustíveis. Está previsto também que o poder público terá cinco anos para ampliar a disponibilidade dos locais de repouso e descanso nas estradas, inclusive por meio da exigência de sua abertura pelas concessionárias de rodovias e instituição de linhas de crédito. (Texto retirado do site TRT9)

3 a 10 de maio de 2014

Últimos dias para inscrever-se na Ambev Estão abertas as inscrições para o programa Trainee Industrial Ambev 2014. Podem se inscrever pessoas que se formaram no final do segundo semestre de 2012 ou que tenham previsão de formatura até julho de 2014, nos cursos de Engenharia, Química, Farmácia, Agronomia, Biologia, Ciências da Alimentação, Biotecnologia e demais cursos de graduação. Os interessados devem ter aptidões como habilidade para negociação e gerenciamento de pessoas, interesse por desenvolvimento de novas tecnologias, capacidade de liderança, visão empreendedora, disponibilidade para viagens e mudanças de cidade, estado ou país e Inglês fluente. Não há limites de vagas no processo seletivo. “Neste ano, os futuros trainees têm mais um motivo para se inscrever, a oportunidade de trabalharem no ano de Copa do Mundo em uma das empresas patrocinadoras do evento”, afirma o diretor de gente e gestão da Ambev, Renato Biava. Na edição

de 2013, mais de 28 mil candidatos se inscreveram e foram selecionadas 14 pessoas. PROCESSO SELETIVO Os interessados devem se inscrever pelo site www.traineeambev.com.br até o dia 4 de maio. Após o término das inscrições, os candidatos passarão por teste online de português, inglês e raciocínio lógico; dinâmicas de grupo – que ocorrerão por todo o país – entrevistas

individuais, painel de negócios e painel final. O treinamento começa em agosto deste ano e o salário inicial é de R$ 4.900, mais benefícios como assistência médica, assistência odontológica, seguro de vida, previdência privada, vale refeição, vale transporte, abono assiduidade, entre outros. O treinamento terá duração de 12 meses. Durante os cinco primeiros meses, os trainees co-

nhecem o processo de produção das unidades fabris; passam pelas áreas comerciais (distribuição e vendas) dos Centros de Distribuição Direta (CDD) e participam de treinamento estratégico na central administrativa, em São Paulo, para se aprofundar na cultura Ambev. Nos sete meses seguintes, os jovens recebem orientação dirigida para atuarem na área industrial, onde podem exercer funções como engenheiro industrial ou mestre cervejeiro, por exemplo. Neste período do treinamento, eles aprofundam seus conhecimentos sobre as atividades futuras que exercerão. No fim do programa, os trainees são alocados em projetos assistidos no Brasil ou enviados ao exterior para complementar a formação com cursos específicos. O salário inicial é de R$4.900, mais benefícios como assistências médica e odontológica, seguro de vida, previdência privada, vale-refeição, vale-transporte e abono assiduidade, entre outros

PESQUISA | Apenas 20% dos jovens têm

interesse em pequenas empresas Apesar delas oferecerem 88,3% dos empregos formais gerados no país, a maioria ainda prefere esperar por uma colocação em grandes companhias No momento de ingressar no mercado de trabalho, qual a melhor opção? Ir em busca de grandes empresas ou galgar seu lugar em corporações de pequeno porte? Segundo uma pesquisa realizada pelo Nube, mais de 50% prefere uma colocação em renomadas e gigantes organizações. O estudo foi desenvolvido entre os dias 20 e 31 de janeiro, com 17.819 jovens entre 15 e 26 anos. Diante da pergunta “Onde você preferiria trabalhar ou estagiar?”, os votantes tinham quatro opções de resposta: “Grande empresa”, “Multinacional”, “Órgãos públicos” e “Pequena ou média empresa”. A primeira e segunda alternativas somaram 58,9%, ou seja, 10.502 votos. “Muitos estudantes sonham com altos cargos e salários, por isso almejam atuar em famosas organizações. Não à toa, a escolha por ‘Grande empresa’ foi a mais desejada, com 34,4%, seguida por ‘Multinacionais’, com 24,5%”, explica Rafaela Gonçalves,

analista de treinamento do Nube. No entanto, segundo a especialista, focar apenas nesse tipo de corporação pode limitar a oportunidade de estágio e prejudicar a inserção no mundo corporativo. “Estar nessas companhias é realmente bom para o currículo, mas a obsessão por tais vagas pode ocasionar a perda de grandes chances. Afinal, em quantos outros empreendimentos muito bons não seria possível atuar?”, questiona Rafaela, ressaltando o fato de ser fundamental não perder oportunidades no início da carreira. Em terceiro lugar, ficou “Órgãos públicos”, com 21,06%. Escolha ideal para quem deseja muito aprendizado durante um estágio, pois em repartições públicas o colaborador pode aprender diversas atividades. “É muito bom termos pessoas interessadas em atuar no ramo. Esse tipo de trabalho exige muito empenho, as vagas são boas e existe carência de mão de obra qualifica-

da”, afirma a analista. Fora isso, quem consegue passar nos concursos e se torna efetivo, ainda tem a vantagem da alta remuneração e estabilidade! A última opção obteve 20,01%. Mesmo com um bom índice de votantes, 3.564, muitos estudantes desconhecem os benefícios dessas vagas. Só em 2013, de acordo com dados do Sebrae, com base em informações do Ministério do Trabalho, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 88,3% dos novos empregos formais gerados no país. Além de serem as mais propícias para quem procura possibilidade de crescimento, ainda

oferecem acesso fácil aos gestores e grandes chances de efetivação e promoção. “Mostrando um bom desempenho, a retenção dos colaboradores é mais viável. Sem falar na competitividade ser bem menor”, enfatiza a especialista. “Começar pela média e pequena empresa prepara para novos desafios. Pense nisso!”, conclui. Sobre o Nube Desde 1998 no mercado, o Nube oferece vagas de estágio e aprendizagem em todo o país. Possui mais de 6 mil empresas clientes, 12 mil instituições de ensino conveniadas no Brasil e já colocou mais de 500 mil pessoas no mercado de trabalho. Também administra toda a parte lega e realiza o acompanhamento do estagiário e aprendiz por meio de relatórios de atividades.

Usiminas inscreve para programa O Programa Jovens Profissionais é a porta de entrada para você que gostaria de fazer parte da equipe Usiminas. Com duração de 2 anos, oferece um desenvolvimento diferenciado aos participantes, com formação sólida alinhada ao modelo de gestão da empresa, proporcionando assim inúmeras oportunidades e desafios. Um dos principais objetivos do programa é desenvolver profissionais que tenham uma visão completa da empresa e que, após este período, estejam prontos para atuar de forma estratégica na organização, sempre focados na eficiência operacional, ganhos de produtividade e na integração entre equipes. Para participar, é preciso até dois anos de experiência no exercício da profissão, ou seja, jovens profissionais que tenham se formado entre julho de 2012 e julho de 2014 nos cursos de graduação em engenharia, administração, ciências contábeis e economia. O programa permite que o

selecionado transite lateralmente por diversos setores da siderúrgica. As oportunidades são para as unidades em Belo Horizonte (MG), Ipatinga (MG) e Itatiaiuçu (MG), Cubatão (SP) e Guarulhos (SP). Como diferencial, os participantes terão uma formação estruturada de cinco anos, em temas como Planejamento, Processos Industriais, Logística, Vendas, Custos, RH e Gestão, sendo dois anos pelo programa Jovens Profissionais e mais três anos de treinamentos complementares. Durante os primeiros 24

meses, o profissional terá apoio do RH, de gestores e tutores, além de receber uma avaliação de performance e feedback ao final de cada etapa. Quais os principais destaques do programa? Treinamentos (aproximadamente 250h formais) com conteúdo específico sobre temas que contemplam a gestão estratégica da organização: Planejamento, Processos Industriais, Logística, Vendas, Custos, Recursos Humanos e Gestão; acompanhamento de Recursos Humanos e um tutor, ao longo

dos 2 anos, com avaliações formais e feedbacks; rotações nas áreas de negócios durante os 12 primeiros meses, passando por setores diferentes, com oportunidade de aprendizado transversal; evolução de carreira e de remuneração anual com base na performance. Acompanhamento estruturado do progresso da carreira durante 3 anos após o programa. A Usiminas está com inscrições abertas até o dia 12 de maio através do site www.acrossrh.com.br.


SÓ EMPREGOS

3 a 10 de maio de 2014

A FSB é uma agência que está sempre de olho no futuro. Líder do setor de Comunicação Corporativa no Brasil e 22ª maior do mundo, segundo o ranking The Holmes Report, estruturou-se ao longo de seus 34 anos para oferecer aos clientes o que existe de mais avançado em comunicação, gestão de reputação, gerenciamento de crises de imagem e mídias digitais, entre outras áreas. Para isso conta com uma equipe multidisciplinar, formada por jornalistas, publicitários, relações públicas, designers, historiadores e outros perfis profissionais, responsável pelo atendimento a clientes de todos os setores da economia em 6 escritórios próprios no Brasil e uma operação em NY. Mas a empresa precisa e quer ir além. O programa Trainee - Novos Líderes FSB vai desenvolver uma geração de novos talentos e formá-

Página 11

FSB Comunicações abre vagas los no jeito FSB de atuar, aplicando o conhecimento de suas formações às atividades de comunicação. Gente criativa, responsável e, acima de tudo, comprometida com

o lema da FSB: entregar para o cliente mais do que ele espera. Para candidatar-se é necessário ser recém-formados em Administração, Economia, Direito, Marketing

e Ciência Política, com conclusão do curso entre Dez/2011 e Dez/ 2013; necessário conhecimento avançado do Idioma Inglês; bons conhecimentos do Pacote Office.

O programa incluirá oito trainees, sendo dois em Brasília, três no Rio de Janeiro e três em São Paulo. O processo seletivo será composto das seguintes etapas: inscrições através do site www.ciadetalentos.com.br; testes on-line aos aprovados nas inscrições, além de provas presenciais (redação, testes situacionais) e entrevistas. O PROGRAMA O Programa Trainee da FSB Comunicações terá duração de 12 meses. Cada jovem profissional terá um escopo de ações relacionadas à sua formação e com foco no atendimento às necessidades do nosso negócio. As atividades serão divididas em: integração e ambientação, imersão em áreas do negócio, vivência prática, orientada por tutores, avaliações periódicas e reunião de acompanhamento; realização de projeto final.

TRR oferece vagas de trainee A TRR Securitas é uma corretora de seguros de capital nacional, com atuação em seguros patrimoniais, responsabilidade civil (ramos elementares), benefícios e produtos massificados, oferecendo uma plataforma única, preparada para atender a uma ampla gama de demandas em seguros. Está entre as maiores do país e tem como sócio estratégico a Estater, uma das mais importantes empresas brasileiras de gestão e finanças – através de seu braço de investimentos, Estater GI. Neste momento estão abertas as inscrições à seleção destinada a vagas no Programa de Trainee TRR Securitas, cujos pré-requisitos são os seguintes: currso de Administração de Empresas, Direito, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia de Produção, Estatística, Publicidade e Propaganda,

ARTIGO|

Ciências Atuariais; Inglês Fluente; Graduação entre Julho de 2012 e Julho de 2014. É fundamental estar dentro dos pré-requisitos acima divulgados, pois não são flexíveis. São etapas do processo: Inscrição no site

www.ciadetalentos.com.br + testes online; análise quantitativa e qualitativa da ficha de inscrição; entrevista na TRR Securitas. O programa de Trainee TRR Securitas visa identificar, treinar e desenvolver jovens talentos com alto potencial de

desempenho. O programa é rotativo e abrange a área Comercial e de Produtos. Sendo esta última segmentada conforme as três linhas de atuação da empresa: Benefícios, Ramos Elementares e Mercados Massificados. Cada Trainee terá um Tutor definido no início do programa. O Tutor apoiará o Trainee no desenvolvimento das competências técnicas e comportamentais, além de orientar em relação às atividades e dar feedbacks com frequência. A cada três meses haverá o giro entre as áreas, com avaliações sobre o conhecimento adquirido. O início do programa está marcado para o dia 15 de julho na cidade de São Paulo/ SP, com salário compatível com mercado + benefícios como Plano de Saúde, Vale Transporte e Vale refeição.

Qualidade de vida com autocrítica

*Por Ernesto Haberkorn Qualidade de vida e autocrítica são assuntos em discussão pela sociedade, principalmente, no mundo corporativo. A cobrança da sociedade para que as pessoas sejam bem-sucedidas, ricas e, se possível, donas do próprio negócio, é constante. Claro que, na vida, todos nós queremos ser bem sucedidos, está aíuma questão cultural, pois a maioria das pessoas está sempre em busca da perfeição. Mas com tanta exigência, onde entra a qualidade de vida? É possível fazer da autocrítica uma aliada no cotidiano de cada um? Se pudéssemos, seríamos donos do nosso destino, autônomos e independentes nas nossas escolhas e decisões, possuiríamos poder e tornaríamos real tudo aquilo que desejamos atingir. Mas, infelizmente, isso nem sempre é possível. Para isso, a autocrítica pode ser utilizada de forma saudável e positiva. O indivíduo, de tempos em tempos, deve fazer uma autoavaliação e analisar as próprias atitudes, a reação das pessoas, conforme o relacionamento social, as opiniões e a própria satisfação em relação ao trabalho. Acredito que, para conquistar qualidade de vida, se o indivíduo estiver em equilíbrio, a autocrítica, na medida certa, pode tornar a pessoa mais produtiva, competente e melhor. Mas sabemos que por conta do cotidiano tão estressante e da constante pressão em busca de bons resultados, problemas de autoestima, insatisfação pessoal e baixa produtividade fazem com que esse sentimento, para muitas pessoas, se torne prejudicial e nocivo à saúde. Sabemos que cada pessoa tem capacidade de avaliar seu comportamento e, de certa forma, estabelecer limites. Mas, a partir do

momento em que o resultado dessas autoavaliações se tornam sempre negativo e se voltam contra nós mesmos, sabotando e flagelando nossos sonhos e vontade de viver, é hora de ficar alerta e estabelecer limites de até onde a autocrítica deve chegar. A autocrítica, quando excessivamente negativa, pode estar relacionada a problemas emocionais e de autoestima que, em excesso, podem gerar uma situação de conflito interno. Em muitos casos, o profissional se cobra mesmo sem possuir experiência suficiente para desempenhar alguns papeis. Na maioria das vezes, quem é muito crítico está sempre se comparando com pessoas que desempenham cargos mais altos ou que são bem sucedidos. Precisamos entender e administrar que, na vida, tudo tem seu tempo e hora para acontecer e que existem “degraus” a serem escalado, um de cada vez. Por isso, vale ressaltar os cuidados que devemos ter com nossa qualidade de vida. O indivíduo que vive em um processo contínuo de autocrítica deixa de acreditar em

si mesmo e entender do que é capaz, além de passar uma imagem negativa e se tornar menos produtivo. É preciso saber qual a sua exigência, seu potencial, sua capacidade e características para entender quais resultados pode atingir e até onde você pode chegar. Cada ser humano possui uma maneira de raciocinar e querer, cada mente reflete uma determinada forma de pensar. Colocar o senso crítico em prática e estabelecer prioridades também auxilia na busca por melhores relações no trabalho e na vida. Quando o profissional busca por oportunidades melhores, um pouco de autocrítica, para entender onde ele está errando em determinada situação, ajuda a torná-lo mais qualificado e preparado para alcançar determinados objetivos e metas. Vale ressaltar que é necessário estar atento às metas. Não adianta deixar o foco muito aberto e ver tudo que as outras pessoas fazem bem para obterem sucesso, senão o individuo vai acreditar que não consegue fazer nada.

Se o trabalho de um profissional pede algo em que ele não seja tão bom, é preciso buscar uma maneira de se aperfeiçoar, mas sem se torturar por isso. Às vezes, se a autocrítica é muito dura e pesada, o indivíduo diminui sua capacidade de se desenvolver e crescer na vida profissional e pessoal, pois perde a autoconfiança. Saber colocar na balança e dosar esse sentimento pode fazer do ser humano, uma pessoa mais completa, melhor e feliz. É possível ter uma carreira bem sucedida atrelada a qualidade de vida e desfrutar de uma carreira promissora e se tornar um ser humano pró-ativo e saudável. Estas são atitudes fáceis de entender, mas difíceis de serem colocadas em prática. O mais importante é que a pessoa dê foco aos seus objetivos e não exceda em nenhum dos campos, caso contrário, a balança vai pender sempre para um lado apenas. (*Criador do Circuito NETAS (acrônimo de Natureza, Esporte, Trabalho, Amor e saúde), treinamento diferenciado, criado com o intuito de apresentar uma rotinamais saudável e com qualidade de vida aos executivos; e diretor da TI Educacional)

A verdade sobre seus pontos fortes Entenda porque fazer algo de maneira excelente nem sempre pode ser considerado um ponto forte Durante muito tempo acreditei que ponto forte era algo que se sabia fazer bem feito, ao passo que ponto fraco era algo que precisava ser desenvolvido. Estudando um pouco mais sobre o tema, percebi que tudo o que imaginava se tratava de um grande equívoco, pois o que sempre acreditei ser um ponto forte era na verdade uma habilidade bem desenvolvida. Sendo assim, podemos pensar de maneira mais simplificada o que é visto como ponto fraco, ponto forte e habilidade. Dentre as várias definições para ponto fraco, a que mais me identifico é aquela que denomina ser qualquer atividade que te faça se sentir mais fraco, entediado e desmotivado, mesmo que seu desempenho seja excelente, pois é algo que esgota energias e causa tédio ou faz com que você se desvie de seu objetivo principal, aquele idealizado por você ao longo dos anos. Ponto fraco é aquela atividade que só em pensar causa desânimo, angústia ou tristeza. Vemos muito isso a nossa volta. Um emprego enfadonho pode sim ser o ponto fraco de alguém – algo que enfraquece, mesmo que seja realizado de maneira excelente e inquestionável. Já o ponto forte é algo que como o próprio nome diz, faz sentir mais fortalecido, é aquilo que desperta a vontade em fazer, que motiva e que não precisa de esforço para manter a concentração, porque é prazeroso, realiza e faz bem. Algo que quando é concluído, gera uma sensação imensa de bem estar. Muitas pessoas confundem ponto forte com habilidades bem desenvolvidas e é aí que mora o perigo, pois podem acabar por anos a fio fazendo o que no fundo não suportam simplesmente porque consideram que aquilo

é o ponto forte delas, não percebendo que levaram anos treinando tal habilidade para serem exímios executores daquilo que fazem de maneira quase que automática. Deve ser por isso que vemos tantas pessoas infelizes no trabalho, na carreira e na vida de forma geral, porque passam grande parte do tempo focando nas habilidades e não nos pontos fortes. Fazendo isso, geram insatisfação, potencializando ainda mais os pontos fracos. Parece algo contraditório, mas é totalmente válido e real. Basta olhar a sua volta ou pior – e espero que este não seja o seu caso – basta olhar para si mesmo. É preciso entender que habilidade desperdiçada com algo que você não gosta de realizar acaba se transformando em ponto fraco, trazendo uma sensação de angústia, frustração e até mesmo desespero, como se você estivesse sempre no lugar errado, andando em círculos sem caminhar para a direção que sonhou um dia. É quase assustador pensar que se pode passar uma vida profissional distante de seus pontos fortes, apenas alimentando suas fraquezas – mas é isto que torna um profissional medíocre, a falta de reflexão acerca daquilo que realiza. Talvez por acomodação ou falta de coragem as pessoas acabam vivendo de maneira medíocre, em um emprego que não agrega, não desenvolve e não realiza e por fim desperdiçam toda sua energia em algo que não faz bem. Sabemos que estamos desenvolvendo um ponto forte, quando ao final do dia, temos aquela sensação de missão cumprida, de ser valioso e principalmente de sentir que está no lugar certo, fazendo o que é certo, sem procurar atender expectativas alheias ou aquilo que os outros acham que você faz bem. Ninguém sabe melhor de suas potencialidades do que você mesmo. E lembre-se, ponto forte não é aquilo que você faz bem, isto é habilidade. Ponto forte é aquilo que te fortalece e te faz sentir realizado, o resto é apenas uma tentativa frustrada de agradar aos outros e enganar a si mesmo. ( *Sobre Gisele Meter Gisele Meter é psicóloga (CRP 08/18389), empresária, diretora executiva de Recursos Humanos, palestrante, consultora estratégica em gestão de pessoas e gestão de mudança organizacional. Colunista de portais e sites voltados ao público feminino e de Administração, ela também é a idealizadora do método Life® Liderança Feminina Estratégica para o desenvolvimento de líderes nas empresas.)


SÓ EMPREGOS

Página 12

3 a 10 de maio de 2014

Edital • Paraná

ADAPAR abre 200 vagas de 2º e 3º graus A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – ADAPAR - fará provimento de 200 vagas em cargos que exigem nível superior (107) e nível técnico (93). Oportunidades para Técnico de Laboratório, Técnico de Manejo e Meio Ambiente, Agrônomo, Engenheiro Agrônomo, Médico Veterinário, com salários de R$ 2.152,88 e R$ 5.382,20. A inscrição poderá ser efetuada até as 23h do dia 15 de maio, no endereço eletrônico www.cops.uel.br. A prova de conhecimentos será realizada nos municípios de Cascavel, Curitiba e Londrina, no dia 15 de junho. ADAPAR - AGÊNCIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA ESTADO DO PARANÁ EDITAL Nº 078/2014 Departamento de Recursos Humanos A DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA - SEAP, no uso de suas atribuições legais, bem como atendendo aos termos do Decreto Estadual nº 7.116, de 28/01/2013 e considerando a autorização governamental exarada no Protocolo nº 11.865.229-0, torna público o presente Edital que estabelece as instruções especiais para a realização do Concurso Público de Provas para o provimento de 200 (duzentas) vagas no Quadro da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O Concurso Público será regido pelas regras estabelecidas no presente Edital e executado nas provas de conhecimento pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina - Cops/UEL e destina-se a selecionar candidatos para provimento nos cargos de Fiscal de Defesa Agropecuária e Assistente de Fiscalização da Defesa Agropecuária, conforme detalhamento constante do item 2 deste Edital. 1.2. O Concurso Público consistirá da avaliação de conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, em conformidade com o estabelecido neste Edital, e de Avaliação Médica, de caráter eliminatório. 1.3. A inscrição no Concurso Público implicará na aceitação tácita das normas estabelecidas neste Edital e em outros que forem publicados durante a realização do Concurso Público, cujas regras, normas e critérios obrigam-se os candidatos a cumprir. 1.4. É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, disponibilizados na internet, no endereço eletrônico da Cops/UEL - www.cops.uel.br - e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos - www.dioe.pr.gov.br, obrigando-se a manter atualizado o endereço informado no ato da inscrição para fins de eventual contato com o candidato, conforme especificado no subitem 14.13 deste edital. 1.5. A Prova de Conhecimentos será realizada nos municípios de Cascavel, Curitiba e Londrina, no dia 15 de junho de 2014, na forma prevista neste Edital, em locais a serem divulgados por meio do Cartão Informativo do candidato. 1.6. O prazo de validade do Concurso será de 2 (dois) anos, contados a partir da data de publicação da Homologação do resultado final, por ato do Titular da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, no Diário Oficial do Estado do Paraná www.dioe.pr.gov.br, prorrogável por uma única vez, por igual período, a critério da Administração Pública Estadual. 1.7. Poderá ser atribuído atendimento especial para a realização das provas ao candidato que o solicitar, desde que justificada a necessidade desse tratamento especial, cuja solicitação deverá ser efetuada, por escrito, no período de 24 de abril a 15 de maio de 2014, em formulário disponível no endereço eletrônico www.cops.uel.br, e postado para a Cops/UEL até o dia 16 de maio de 2014, no endereço Rodovia Celso Garcia Cid, PR-445, CEP 86057-970, Caixa Postal 10.011, Londrina - PR. 1.8. A solicitação de condições especiais para a realização das provas será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade, mediante apreciação da coordenação do Concurso Público. 1.9. Será admitida a solicitação de impugnação deste Edital, no prazo de 5 (cinco) dias a contar do dia útil imediato à data de publicação. A solicitação de impugnação deverá ser protocolada junto ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência - SEAP, Rua Jacy Loureiro de Campos, s/n Centro Cívico - CEP: 80530-140, Curitiba - PR. 1.9.1. Cabe ao interessado informar especificamente o(s) item(s) objeto de impugnação, bem como a respectiva motivação. 1.10. A publicação do resultado final do Concurso Público será feita em 3 (três) listas, quando couber, por ordem decrescente de pontos, sendo a primeira uma lista geral contendo a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos afrodescendentes e a das pessoas com deficiência, a segunda, uma lista com a pontuação dos candidatos afrodescendentes, e a terceira com a pontuação das pessoas com deficiência, todas ordenadas por cargo e função. 1.11. Antes de inscrever-se no Concurso Público, deve o candidato observar atentamente as prescrições deste Edital, inclusive quanto aos requisitos e condições exigidos para a posse, em relação aos quais não poderá alegar desconhecimento. 1.12. As etapas do Concurso Público são preclusivas, sendo o candidato automaticamente excluído da etapa seguinte, quando não tiver se submetido, independentemente do motivo, ou não tiver sido habilitado na prova/fase/etapa precedente. 2. DO CARGO, FUNÇÃO, NATUREZA DO VÍNCULO FUNCIONAL, REGIME PREVIDENCIÁRIO, Nº DE VAGAS, ESCOLARIDADE MÍNIMA EXIGIDA, REQUISITOS, CARGA HORÁRIA, SUBSÍDIO, TAXA DE INSCRIÇÃO E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 2.1. Os requisitos/escolaridade previstos no quadro a seguir deverão ser preenchidos até a data da posse do candidato, devendo ser comprovados por meio de documentação oficial. 2.2. O requisito de escolaridade deverá estar devidamente legalizado junto aos órgãos educacionais competentes. 2.3. DO CARGO DE FISCAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA

2.5. REGIME JURÍDICO: Estatutário, com direitos, vantagens, obrigações e atribuições especificadas na Lei Estadual nº 17.187, de 12 de junho de 2012 e, subsidiariamente, as disposições gerais referentes aos funcionários civis do Estado - Estatuto dos Funcionários Civis do Paraná Lei nº 6174/1970 e legislação pertinente que vier a ser aplicada. 2.6. REGIME PREVIDENCIÁRIO: Regime Próprio de Previdência Social - RPPS. 2.7. DA DESCRIÇÃO DAS FUNÇÕES: 2.7.1. As atribuições determinadas no Anexo I deste Edital, bem como as peculiaridades constantes dos Perfis Profissiográficos das funções, Resolução Conjunta SEAP/ SEAB nº 023, de 22 de abril de 2014, fazem parte da rotina de trabalho e serão exigidas no desempenho do cargo e função ao qual o candidato concorre. 3. DA RESERVA DE VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 3.1. À pessoa com deficiência, amparada pelo artigo 37, inciso VIII da Constituição Federal, pela Lei Estadual nº 13.456, de 11 de janeiro de 2002, e pela Lei Estadual nº 15.139, de 31 de maio de 2006, fica reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas autorizadas e ofertadas. 3.2. Quando a aplicação do percentual de reserva às pessoas com deficiência resultar em número fracionado, este será elevado até o primeiro número inteiro subsequente. 3.3. O percentual de vagas reservado neste Edital às pessoas com deficiência será observado ao longo do período de validade do Concurso Público, inclusive em relação às vagas que surgirem ou que forem criadas, desde que o quantitativo de vagas assim permita. 3.4. São consideradas pessoas com deficiência aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas na Lei Estadual nº 15.139/2006 e na Lei Estadual nº 16.945/2011.

3.5. Para inscrição como pessoa com deficiência, o candidato deverá observar, no momento da inscrição, os procedimentos específicos previstos no item 6 deste Edital, assecuratórios de tratamento especial a esse grupo, caso contrário não concorrerá às vagas reservadas, mas automaticamente às vagas de ampla concorrência, nem terá direito às prerrogativas asseguradas neste Edital. 3.6. Só serão homologadas as inscrições na reserva para pessoas com deficiência dos candidatos que atenderem ao disposto no item 6 e na Lei Estadual nº 15.139/ 2006. 3.7. O candidato inscrito como pessoa com deficiência que não tiver confirmada essa condição, perderá o direito às vagas reservadas aos candidatos desse grupo, passando a integrar apenas o grupo de candidatos que pleiteiam as vagas destinadas à ampla concorrência. 4. DA RESERVA DE VAGAS PARA AFRODESCENDENTES 4.1. Ao candidato afrodescendente, amparado pela Lei Estadual nº 14.274/2003, é reservado 10% (dez por cento) das vagas, conforme item 2 deste Edital, dentro do prazo de validade do Concurso Público, para o cargos estabelecidos neste Edital, devendo o candidato observar, no ato da inscrição, além das condições gerais estabelecidas neste Edital, também as condições especiais previstas neste item, para que possa fazer uso das prerrogativas disciplinadas em lei e neste Edital. 4.2. Quando o número de vagas reservadas aos afrodescendentes resultar em fração igual ou superior a 0,5 (zero vírgula cinco), arredondar-se-á para o número inteiro superior, ou para o número inteiro inferior quando resultar em fração menor que 0,5 (zero vírgula cinco). 4.3. Para efeitos do previsto neste Edital, considera-se afrodescendente aquele que assim se declarar expressamente, no ato da inscrição, identificando-se como de cor preta ou parda, de raça etnia negra, devendo tal informação integrar os registros cadastrais de ingresso de servidores, conforme o disposto no Parágrafo Único, do Artigo 4º, da Lei nº 14.274/2003. 4.4. O candidato afrodescendente participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos no que concerne às exigências estabelecidas neste Edital, conforme previsto no Artigo 2º da Lei Estadual nº 14.274/2003. 4.5. Detectada falsidade na declaração a que se refere este Edital, sujeitar-se-á o candidato à anulação da inscrição no concurso e de todos os efeitos daí decorrentes e, se já nomeado, à pena de demissão, assegurada em qualquer hipótese, a ampla defesa e o contraditório. 4.6. O candidato que se inscrever como afrodescendente concorrerá, além das vagas reservadas por força de lei, também à totalidade das vagas de ampla concorrência por município e por sexo. 4.7. Na hipótese de não existirem candidatos inscritos, aprovados ou habilitados para as vagas reservadas aos afrodescendentes, as vagas respectivas e remanescentes serão destinadas aos demais candidatos aprovados e habilitados na lista geral, observada a ordem geral de classificação, o município e o sexo. 5. DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO E O PAGAMENTO DA TAXA 5.1. A inscrição poderá ser efetuada a partir das 18h30min do dia 24 de abril de 2014 até às 23h do dia 15 de maio de 2014, somente via internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br, no qual existirá um link com o formulário destinado à inscrição, que deverá ser devidamente preenchido pelo candidato. A partir do dia 30 de abril de 2014, deverá o candidato imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa. 5.2. O valor da taxa de inscrição é de R$ 100,00 (cem reais) para o Cargo de Fiscal de Defesa Agropecuária e de R$ 70,00 (setenta reais) para o Cargo de Assistente de Fiscalização da Defesa Agropecuária, cujo pagamento deverá ser efetuado até o dia 16 de maio de 2014, em qualquer agência bancária credenciada, durante o horário regular de atendimento bancário, mediante a apresentação do boleto. 5.3. No ato da inscrição, o candidato deverá optar pelo local para realização das etapas, indicando 1 (um) entre os 3 (três) municípios sede de prova, conforme estabelecido no subitem 1.5 deste Edital. Após a efetivação da inscrição, não será aceito qualquer pedido de alteração de município para realização das etapas. 5.4. A inscrição somente será efetivada e confirmada com o correspondente pagamento da taxa de inscrição. Apenas o agendamento do pagamento no sistema bancário não é suficiente para efetivação da inscrição, não se responsabilizando a Secretaria de Estado da Administração e da Previdência - SEAP nem a Cops/UEL pelo não recebimento da confirmação bancária do recolhimento do valor da taxa de inscrição. 5.5. Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deve inteirarse das regras deste Edital e certificar-se de que preenche ou preencherá, até a data da posse, todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo. Não haverá a devolução da taxa de inscrição após a sua efetivação, quaisquer que sejam os motivos e mesmo que o candidato não compareça às provas. 5.6. Não haverá isenção, parcial ou total, do valor da taxa de inscrição, exceto aos candidatos que se enquadrarem no disposto no item 7 do presente Edital. 5.7. É vedada a inscrição condicional e/ou fora de prazo. 5.8. A qualquer tempo poderá ser anulada a inscrição, as provas e a nomeação, por meio de processo administrativo devidamente instaurado, ouvido o candidato, o que pode ocorrer inclusive após a homologação do resultado final do Concurso Público, desde que verificada a prática de qualquer ilegalidade pelo candidato, tais como: falsidade nas declarações e/ou quaisquer irregularidades nas provas e/ou nos documentos apresentados, entre outras. 5.9. Ao efetuar a inscrição, o candidato assume o compromisso de que aceita as condições estabelecidas no presente Edital e nos demais que vierem a ser publicados durante a realização das fases do Concurso Público. 5.10. Na hipótese de múltiplas inscrições, será mantida a última que tiver sido efetivada. Não serão aceitas solicitações de alteração depois de efetivada a inscrição, sendo a opção de exclusiva responsabilidade do candidato, no ato da inscrição. 5.11. Após 5 (cinco) dias úteis do efetivo pagamento do boleto bancário, o candidato poderá acompanhar, no endereço eletrônico www.cops.uel.br, a situação de sua inscrição, devendo, se houver alguma divergência, entrar em contato com a Cops/ UEL, Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, km 380, Caixa Postal 10011, CEP 86057970, Londrina - PR. 5.12. A relação geral dos candidatos que tiveram as inscrições homologadas será divulgada no dia 23 de maio de 2014 no endereço eletrônico www.cops.uel.br, em 3 (três) listas, quando couber. 5.13. O candidato que não tiver sua inscrição homologada poderá interpor recurso dirigido à Cops/UEL, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contados da data da divulgação da relação de candidatos inscritos, enviando cópia escaneada do boleto bancário juntamente com o comprovante de pagamento para o e-mail cops@uel.br. 5.14. Na hipótese de mero erro material de dados cadastrais digitados incorretamente no ato da inscrição (nº de documentos de identificação e/ou endereço), o candidato deverá informar quais as alterações que devem ser procedidas, mencionando também os dados que identificam a sua inscrição, por meio do fax (43) 3328-4448 ou email cops@uel.br, aos cuidados da Coordenadoria de Processos Seletivos da UEL, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contados da data de divulgação da relação de inscritos. 5.15. Decorridos 5 (cinco) dias da publicação das inscrições homologadas, a Cops/ UEL não se responsabilizará por inscrições não recebidas, em decorrência de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados. 5.16. Os locais de realização das provas serão divulgados pela Internet, no endereço eletrônicowww.cops.uel.br, a partir das 17h do dia 9 de junho de 2014. 5.17. A Cops/UEL disponibilizará, a partir das 17h do dia 9 de junho de 2014, no endereço eletrônico www.cops.uel.br, o Cartão Informativo do candidato para consulta e impressão, no qual estarão indicados o local e o horário de realização das provas. É de exclusiva responsabilidade do candidato a obtenção do Cartão Informativo por meio de impressão. 6. DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PARA INSCRIÇÃO APLICÁVEIS À PESSOA COM DEFICIÊNCIA 6.1. Além de atender às condições especiais do item 3 e às gerais do item 5, ambos deste Edital, o candidato que se inscreveu como pessoa com deficiência deve ainda atender aos procedimentos previstos neste item, assecuratórios do tratamento especial previsto neste Edital. 6.2. A pessoa com deficiência deverá fazer a opção pela Região das vagas no momento da inscrição, mediante o preenchimento do Formulário de Atendimento Especial para o dia da prova, que deve ser instruído com os seguintes documentos: a) laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença CID, bem como a provável causa da deficiência; b) requerimento de tratamento diferenciado, se for o caso, indicando as condições de que necessita para a realização das provas; c) requerimento de tempo adicional de, no máximo, 1 (uma) hora para a realização das provas, se for o caso, com justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência. 6.3. Para concorrer à vaga de deficiente, o candidato com deficiência deverá declarar essa condição ao efetivar sua inscrição e, até o dia 16 de maio de 2014, deverá enviar, obrigatoriamente, à Cops/UEL, situada na Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, km 380, Caixa Postal 10.011, CEP 86057-970, Londrina-PR, por meio de correspondência, via SEDEX, o laudo médico com o número do CID a que se refere a alínea “a” do subitem 6.2 deste Edital. 6.4. Os requerimentos referidos nas alíneas “b” e “c” do subitem 6.2 deste Edital deverão ser formalizados e instruídos pelo candidato, obrigatoriamente, até o dia 15 de maio de 2014, e serão analisados e decididos pela Coordenação do Concurso Público, segundo critérios de viabilidade e razoabilidade. 6.5. Os requerimentos referidos nas alíneas “b” e “c” do subitem 6.2 deste Edital deverão ser encaminhados até o dia 16 de maio de 2014 à Cops/UEL, situada na Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, km 380, Caixa Postal 10.011, CEP 86057-970, Londrina, Estado do Paraná, por meio de correspondência, via SEDEX. Os requerimentos que não forem encaminhados até o dia 16 de maio de 2014 ou que não estiverem devidamente instruídos com os documentos mencionados nas alíneas “b” e “c” do subitem 6.2 ou que tiverem sido enviados por outro meio que não a correspondência SEDEX, não serão considerados. 6.6. A pessoa com deficiência que não realizar a inscrição de acordo com o disposto nos itens 3 e 5 deste Edital não receberá o atendimento diferenciado previsto na alínea “b” nem o atendimento especial previsto na alínea “c”, ambos do subitem 6.2 deste Edital, ainda que inscrito como pessoa com deficiência, não sendo admitida a interposição de recurso nesta hipótese. 6.7. Ao efetuar a inscrição no Concurso Público como pessoa com deficiência, o candidato adere às regras deste Edital e automaticamente fica ciente, para todos os efeitos e fins de Direito, que, se aprovado e classificado dentre o número de vagas reservadas, será submetido, previamente à nomeação, a procedimento de avaliação da sua condição de pessoa com deficiência. 6.8. Para a inscrição como pessoa com deficiência, o candidato deverá observar, no momento da inscrição, os procedimentos específicos previstos no item 3 deste Edital, assecuratórios de tratamento especial a esse grupo, caso contrário não concorrerá às vagas reservadas, mas automaticamente às vagas de ampla concorrência, nem terá direito às prerrogativas asseguradas neste Edital às pessoas com deficiência. 7. DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO 7.1. Haverá isenção do valor total da taxa de inscrição para o candidato que, cumulativamente: a) Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal CadÚnico, de que trata o Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e b) for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 2007. 7.2. Para estar inscrito no Cadastro Único é necessário que o candidato tenha efetuado o cadastramento junto ao órgão gestor do Cadastro Único do município em que reside. 7.3. O cadastro e o respectivo Número de Inclusão Social - NIS do candidato deverão estar devidamente identificados e confirmados na base de dados do CadÚnico até a data da sua inscrição no concurso. 7.4. Não será concedida a isenção do pagamento da taxa de inscrição ao candidato que não atenda ao disposto no subitem 7.1. 7.5. É da inteira responsabilidade do candidato procurar o órgão gestor do CadÚnico

do seu município para a atualização do seu cadastro na base de dados. 7.6. Para a realização do pedido de isenção do pagamento da respectiva taxa de inscrição, o candidato deverá preencher o Requerimento de Isenção, apresentado no endereço eletrônicowww.cops.uel.br e salvá-lo de acordo com as orientações constantes do formulário. No Requerimento, deverá indicar, além do NIS atribuído pelo CadÚnico do Governo Federal, os seguintes dados: nome completo, sem abreviações; data de nascimento; sexo; número do documento de identidade; data de emissão do documento de identidade; sigla do órgão emissor do documento de identidade; número do CPF; nome completo da mãe. 7.7. O candidato solicitante da isenção da taxa de inscrição deverá firmar declaração, no Requerimento de Isenção, de que atende à condição estabelecida na letra “b” do subitem 7.1. 7.8. Os dados informados pelo candidato, no ato da inscrição, deverão ser exatamente iguais aos que foram declarados ao Órgão Gestor do CadÚnico. 7.9. Não serão analisados os pedidos de isenção sem a indicação do número correto do NIS e, ainda, aqueles que não contenham as informações suficientes e corretas para a identificação do candidato na base de dados do Órgão Gestor do CadÚnico ou que não atendam ao estabelecido no presente item. 7.10. O pedido de isenção poderá ser efetuado no período compreendido entre as 18h30min do dia 24 de abril de 2014 e as 23h do dia 28 de abril de 2014. 7.11. As informações prestadas no Requerimento de Isenção, referentes à isenção do pagamento da taxa de inscrição, serão de inteira responsabilidade do candidato. 7.12. A Cops/UEL consultará o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato. 7.13. A declaração falsa sujeitará o candidato às sanções previstas em lei, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto Federal nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. 7.14. Serão desconsiderados os pedidos de isenção de pagamento da taxa de inscrição do candidato que omitir informações relevantes/necessárias/essenciais ou prestar informações inverídicas. 7.15. Será desconsiderado o pedido de isenção do pagamento da taxa de inscrição do candidato que já tenha efetuado o pagamento da taxa de inscrição. 7.16. Não serão analisados pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição para candidatos que não preencham as condições para sua concessão, seja qual for o motivo alegado. 7.17. A relação dos candidatos com pedidos de isenção deferidos ou indeferidos será disponibilizada na internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br até o dia 5 de maio de 2014. 7.18. A relação dos candidatos com pedidos de isenção indeferidos, contendo os respectivos motivos do indeferimento, quando for o caso, será divulgada, na internet, simultaneamente à divulgação dos pedidos de isenção deferidos. 7.19. O candidato cujo pedido de isenção do pagamento da taxa de inscrição tenha sido indeferido poderá apresentar recurso contra o indeferimento no primeiro dia útil posterior à divulgação de que trata o subitem 7.17, para o e-mail cops@uel.br indicando, no campo Assunto, “ADAPAR: recurso do pedido de isenção”. 7.20. O resultado da análise de eventuais recursos apresentados será dado a conhecer, via internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br no dia 9 de maio de 2014. 7.21. Os candidatos cujos pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição forem deferidos deverão preencher o Formulário de Inscrição no endereço eletrônico www.cops.uel.br e imprimir o comprovante de inscrição até o dia 15 de maio de 2014. 7.22. Os candidatos cujos pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição forem indeferidos deverão, para efetivar sua inscrição no concurso, acessar o endereço eletrônicowww.cops.uel.br, preencher o Formulário de Inscrição e imprimir o respectivo boleto bancário até o dia 15 de maio de 2014 para efetuar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 16 de maio de 2014. 7.23. Os candidatos a que se refere o subitem 7.22 que não efetuarem o pagamento da taxa de inscrição, dentro do prazo estipulado, serão automaticamente excluídos do Concurso. 8. DA PROVA DE CONHECIMENTOS 8.1. As provas terão por base os conteúdos programáticos que constam do Anexo II deste Edital. Fica a critério de cada candidato a escolha da bibliografia que entender conveniente. 8.2. A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será elaborada conforme demonstrado no quadro a seguir:

8.3. A Prova Objetiva será realizada no dia 15 de junho de 2014, às 13h, observado o horário oficial de Brasília-DF, nos locais e horários a serem divulgados por meio do Cartão Informativo dos candidatos, observados os subitens 8.7 a 8.10 deste Edital. 8.4. A Prova Objetiva será realizada simultaneamente para todos os candidatos e terá duração máxima de 4 (quatro) horas, incluído o tempo para o preenchimento do Cartão-Resposta. O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de sala. 8.5. O tempo de duração da Prova poderá ser acrescido em, no máximo, 1 (uma) hora para os candidatos que tenham requerido tempo adicional para a sua realização, desde que o pedido tenha sido deferido, na forma do disposto no subitem 6.2, alínea “c” deste Edital. 8.6. O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da Prova com antecedência, munido obrigatoriamente, de documento de identificação original, lápis, borracha e caneta esferográfica de corpo transparente com tinta preta. 8.7. O ingresso na sala de provas somente será permitido ao candidato munido de um dos documentos abaixo discriminados, válidos, em via original e apresentando forma legível: a) Cédula de Identidade Civil (RG); b) Carteira de identidade fornecida por órgão ou Conselho de Representação de Classe; c) Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei nº 9.503/2007 Código de Trânsito Brasileiro; d) Passaporte brasileiro; e) Certificado de Reservista; f) Carteiras de Identificação das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército ou Marinha); g) Carteira de Identidade de Estrangeiros emitida no Brasil; h) Carteira Profissional. 8.8. Não serão aceitos como documentos oficiais de identidade: certidão de nascimento, título eleitoral, cadastro de pessoa física (CPF), carteira nacional de habilitação sem foto, carteira de estudante, carteira funcional sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados. 8.9. Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento de identificação. 8.10. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documentos de identificação original, por motivo de roubo, furto, perda ou extravio, o candidato deverá apresentar à Coordenação do Concurso documento oficial que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 (noventa) dias, para fins de adoção de procedimentos especiais para identificação do candidato, sob pena de ficar impedido de realizar a prova. 8.11. Os portões de acesso aos locais de realização da prova serão abertos às 12h20min e fechados às 13h, estando impedido de ingressar, por qualquer motivo, ainda que de força maior e caso fortuito, o candidato que chegar ao local de prova após o horário estipulado para início da realização da prova. 8.12. É de responsabilidade do candidato comparecer ao local de prova, no horário estipulado, bem como observar o tempo destinado à realização da prova e preenchimento do Cartão-Resposta. 8.13. O não comparecimento do candidato à prova implicará sua eliminação do Concurso Público. 8.14. Para as Questões Objetivas, em cada questão, o candidato deverá assinalar a resposta que julgar correta no Caderno de Prova, devendo transcrevê-la no CartãoResposta, o qual será o único documento válido para a correção da prova. As respostas deverão ser transcritas conforme as instruções que constarem na capa da prova, não sendo válidas as respostas que não atenderem às instruções estabelecidas. 8.15. As respostas às Questões Objetivas, lançadas no Cartão-Resposta, serão corrigidas por meio de processamento eletrônico. 8.16. Não serão computadas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura. 8.17. O candidato é responsável pelo correto preenchimento do Cartão-Resposta e pela sua conservação e integridade, pois em nenhuma hipótese haverá substituição do cartão, salvo em caso de defeito de impressão. 8.18. As Questões Objetivas serão de múltipla escolha, contendo 5 (cinco) alternativas (a, b, c, d, e), em que apenas 1 (uma) alternativa é a correta. 8.19. O candidato poderá retirar-se da sala de prova somente 1 (uma) hora após o início da Prova, devendo entregar aos fiscais o Caderno de Prova e o CartãoResposta. 8.20. Ao término da realização da prova, em cada sala, é obrigatória a saída simultânea dos 3 (três) últimos candidatos, os quais deverão assinar a ata de encerramento da aplicação da prova naquela sala. 8.21. Durante a realização da prova, não será permitido ao candidato ausentar-se do recinto, a não ser em caso especial e acompanhado por um fiscal. 8.22. Não será permitida, durante a realização da prova, a comunicação entre os candidatos, o uso de calculadoras e/ou similares, o uso de aparelhos eletrônicos (telefone celular, bip, walkman, notebook, receptor, palmtop, tablet, gravador e outros) que possam comprometer a segurança do Concurso, livros, réguas de cálculo, cadernos, apostilas, dicionários, rascunhos ou outros materiais de consulta. 8.23. Não será permitida, durante a realização da prova, a utilização de gorros, bonés, óculos escuros e relógios nem o porte de chaves ou carteiras e similares, que deverão ser acondicionados em sacolas plásticas fornecidas pela Cops/UEL e guardados em local que impeça seu acesso. 8.24. A SEAP e a Cops/UEL não se responsabilizarão por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem por danos neles causados. 8.25. É proibido o porte de arma de fogo e/ou arma branca durante a realização das provas, exceto para os candidatos que, por força da atividade que exerçam e da legislação, tenham autorização para tal. Neste caso, os candidatos deverão procurar a Comissão Organizadora do Concurso, que instruirá o desmuniciamento da arma antes do início das provas. 8.26. O candidato que usar de atitudes de desacato ou desrespeito com qualquer dos fiscais ou responsáveis pela aplicação da prova, bem como aquele que descumprir o disposto nos subitens 8.22 e 8.23 deste Edital, será excluído do Concurso Público. 8.27. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova deverá preencher o formulário “Requerimento de atendimento especial para o dia da prova”, no período de 24 de abril de 2014 a 15 de maio de 2014, disponível nos passos da inscrição via Internet, e, até o dia 16 de maio de 2014, enviá-lo pelo correio, via SEDEX, à Cops/UEL, Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, km 380, CEP 86057-970, Caixa Postal 10.011, Londrina-PR, solicitando atendimento para esta finalidade no local de realização da prova. A candidata deverá levar um acompanhante, maior de


SÓ EMPREGOS

3 a 10 de maio de 2014

Página 13

Edital • Paraná

Abertas 411 vagas de educador A Secretaria de Estado da Administração e da Previdência do Paraná (SEAP - PR) lançou edital de concurso para provimento de 411 vagas na função de agente de execução/ educador social para atuar nas Unidades Socioeducativas da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social (SEDS). Destas, 350 vagas são para candidatos do sexo masculino e 61 para mulheres. Podem participar candidatos com formação em nível médio completo que tenham carteira nacional de habilitação na categoria B. As inscrições seguem até dia 12 de maio através do site www.cops.uel.br e a taxa é de R$ 100,00. EDITAL Nº 074/2014 A DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA - SEAP, no uso de suas atribuições legais, bem como atendendo aos termos do Decreto Estadual nº 7.116, de 28/01/2013, e considerando a autorização governamental exarada no Protocolo 11.554.041-6, torna público o presente Edital que estabelece as instruções especiais para a realização do Concurso Público de Provas para provimento de 411 (quatrocentas e onze) vagas para o cargo de Agente de Execução - Função Educador Social, do Quadro Próprio do Poder Executivo - QPPE, nas Unidades Socioeducativas da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social - SEDS. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O Concurso Público será regido pelas regras estabelecidas no presente Edital e executado pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina - Cops/UEL. 1.2. O Concurso Público consistirá da avaliação de conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Objetiva de Conhecimentos, Prova de Aptidão Física, Visita Técnica, Avaliação Psicológica e Avaliação Médica, em conformidade com o estabelecido neste Edital. 1.3. A Prova de Conhecimentos, a Prova de Aptidão Física, a Avaliação Psicológica e a Avaliação Médica serão realizadas nas cidades de Cascavel, Curitiba e Londrina. 1.3.1. A Visita Técnica será realizada nos municípios de opção de vaga por ocasião da inscrição. 1.4. A inscrição no Concurso Público implicará na aceitação tácita das normas estabelecidas neste Edital e em outros que forem publicados durante a realização do Concurso Público, cujas regras, normas e critérios obrigam-se os candidatos a cumprir. 1.5. É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, disponibilizados na internet, no endereço eletrônico da Cops/UEL www.cops.uel.br - e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos - www.dioe.pr.gov.br, obrigando-se a manter atualizado o endereço informado no ato da inscrição para fins de eventual contato com o candidato, conforme especificado no subitem 16.13 deste edital. 1.6. A Prova de Conhecimentos será realizada nas cidades de Cascavel, Curitiba e Londrina, no dia 8 de junho de 2014, na forma prevista neste Edital, em locais a serem divulgados por meio do Cartão Informativo do candidato. 1.7. O prazo de validade do Concurso será de 2 (dois) anos, contados a partir da data de publicação da Homologação do resultado final, por ato do Titular da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos www.dioe.pr.gov.br, prorrogável por uma única vez, por igual período, a critério da Administração Pública Estadual. 1.8. Poderá ser atribuído atendimento especial para a realização da Prova de Conhecimentos ao candidato que o solicitar, durante o período de inscrição, desde que justificada a necessidade desse tratamento especial. A solicitação deverá ser efetuada por escrito, na forma e prazo determinados neste Edital, conforme orientam os subitens 4.15 e 4.16, e poderá ser atendida, de acordo com critérios de viabilidade e de razoabilidade, mediante apreciação da Coordenação do Concurso. 1.9. Será admitida a solicitação de impugnação deste Edital, no prazo de 5 (cinco) dias a contar do dia útil imediato à data de publicação. A solicitação de impugnação deverá ser protocolada junto ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria da Administração e da Previdência - SEAP, Rua Jacy Loureiro de Campos s/n Centro Cívico - CEP: 80530-140, Curitiba-PR. 1.9.1 Cabe ao interessado informar especificamente o(s) item(ns) objeto de impugnação, bem como a respectiva motivação. 1.10. A publicação do resultado final do Concurso Público será feita em 2 (duas) listas, quando couber, por ordem decrescente de pontos, sendo a primeira uma lista geral contendo a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos afrodescendentes, e a segunda, uma lista com a pontuação dos candidatos afrodescendentes, ambas ordenadas por município e sexo. 1.11. Antes de inscrever-se no Concurso Público, deve o candidato observar atentamente as prescrições deste Edital, inclusive quanto à sua aptidão para realização das provas e etapas previstas no subitem 6.1, assim como os requisitos e condições exigidos para a posse, em relação aos quais não poderá alegar desconhecimento. 1.12. As etapas do Concurso Público são preclusivas, sendo o candidato automaticamente excluído da etapa seguinte, quando não tiver se submetido, independentemente do motivo, ou não tiver sido habilitado na prova/ fase/etapa precedente, ressalvado disposto nos subitens 8.5 e 8.6. 2. DO CARGO, FUNÇÃO, NATUREZA DO VÍNCULO FUNCIONAL, REGIME PREVIDENCIÁRIO, Nº DE VAGAS, ESCOLARIDADE MÍNIMA EXIGIDA, REQUISITOS, CARGA HORÁRIA, VENCIMENTO BÁSICO, TAXA DE INSCRIÇÃO E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 2.1. Os requisitos/escolaridade previstos no quadro a seguir deverão ser preenchidos até a data da posse do candidato, devendo ser comprovados por meio de documentação oficial. 2.2. O requisito de escolaridade deverá estar devidamente legalizado junto aos órgãos educacionais competentes.

2.3. Com base no disposto na Resolução nº 10.889/2013 não haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, conforme estabelece o inciso II, do artigo 35, da Lei Estadual no 15.139, de 31 de maio de 2006, tendo em vista que a função de Educador Social exige aptidão plena por parte de seu ocupante. 2.4. Descrição básica da função Educador Social: Promover a proteção e defesa dos direitos e deveres dos adolescentes a que se atribua a autoria de ato infracional, identificando e atendendo suas necessidades e demandas, mediante intervenção direta, garantindo e executando a segurança preventiva e interventiva. 2.4.1. Descrição genérica da função de Educador Social: * Comprometer-se com o processo socioeducativo dos adolescentes em todas as fases; * Recepcionar e acolher os adolescentes; * Comunicar situação de risco e de violação de direitos à chefia imediata; * Executar e acompanhar a rotina diária dos adolescentes, observando e atendendo suas necessidades; * Preservar a integridade física e mental dos adolescentes e demais servidores; * Fazer cumprir regras e normas; - Acompanhar e supervisionar os adolescentes nas movimentações internas e externas sempre que necessário; * Participar de reuniões socioeducativas; * Desenvolver oficinas; realizar atividades artísticas, de lazer, cultura, recreativas, esportivas e pedagógicas lúdicas; * Realizar procedimentos de segurança, entre eles revista corporal, revista de ambiente, revista de espaço, de alimentos; * Elaborar relatórios e documentos; * Realizar a segurança preventiva e interventiva junto aos adolescentes, dentro e fora da unidade; * Zelar pelo patrimônio, mediante vistoria sistemática das instalações físicas e de materiais utilizados nas atividades, prevenindo situações de crise; * Executar atividades relacionadas com a rotina diária dos adolescentes, tais como: higiene pessoal, servir a alimentação, recolher os resíduos; entregar medicação regularmente prescrita; * Revistar, orientar, acompanhar e controlar o acesso de pessoas e visitantes no âmbito da unidade; * Dirigir veículos oficiais, observando as leis de trânsito e normas de segurança; * Manter a organização do ambiente de trabalho;

* Realizar atividades administrativas; * Atuar em equipe cumprindo suas funções e colaborando com os demais. 2.5. REGIME JURÍDICO: Estatutário, com direitos, vantagens, obrigações e atribuições especificadas na Lei Estadual Nº 6.174, de 16 de novembro de 1970 (Estatuto dos Funcionários Civis do Paraná), na Lei Estadual Nº 13.666, de 5 de julho de 2002, e legislação pertinente que vier a ser aplicada. 2.6. REGIME PREVIDENCIÁRIO: Regime Próprio de Previdência Social RPPS, conforme legislação específica aplicada. 3. DA RESERVA DE VAGAS PARA AFRODESCENDENTES 3.1. Ao candidato afrodescendente, amparado pela Lei Estadual nº 14.274/ 2003, é reservado 10% (dez por cento) das vagas, conforme Anexo I deste Edital, dentro do prazo de validade do Concurso Público, para o cargo estabelecido no item 2 deste Edital, devendo o candidato observar, no ato da inscrição, além das condições gerais estabelecidas neste Edital, também as condições especiais previstas neste item, para que possa fazer uso das prerrogativas disciplinadas em lei e neste Edital. 3.2. Quando o número de vagas reservadas aos afrodescendentes resultar em fração igual ou superior a 0,5 (zero vírgula cinco), arredondar-se-á para o número inteiro superior, ou para o número inteiro inferior quando resultar em fração menor que 0,5 (zero vírgula cinco). 3.3. Para efeitos do previsto neste Edital, considera-se afrodescendente aquele que assim se declarar expressamente, no ato da inscrição, identificando-se como de cor preta ou parda, de raça etnia negra, devendo tal informação integrar os registros cadastrais de ingresso de servidores, conforme o disposto no Parágrafo Único, do Artigo 4º, da Lei nº 14.274/03. 3.4. O candidato afrodescendente participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos no que concerne às exigências estabelecidas neste Edital, conforme previsto no Artigo 2º da Lei Estadual nº 14.274/03. 3.5. Detectada falsidade na declaração a que se refere este Edital, sujeitarse-á o candidato à anulação da inscrição no concurso e de todos os efeitos daí decorrentes e, se já nomeado, à pena de demissão, assegurada em qualquer hipótese, a ampla defesa e o contraditório. 3.6. O candidato que se inscrever como afrodescendente concorrerá, além das vagas reservadas por força de lei, também à totalidade das vagas de ampla concorrência por município e por sexo. 3.7. Na hipótese de não existirem candidatos inscritos, aprovados ou habilitados para as vagas reservadas aos afrodescendentes, as vagas respectivas e remanescentes serão destinadas aos demais candidatos aprovados e habilitados na lista geral, observada a ordem geral de classificação, o município e o sexo. 4. DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO E O PAGAMENTO DA TAXA 4.1. A inscrição poderá ser efetuada a partir das 18h do dia 23 de abril de 2014 até às 23h do dia 12 de maio de 2014, somente via internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br, no qual existirá um link com o formulário destinado à inscrição, que deverá ser devidamente preenchido pelo candidato. A partir do dia 30 de abril de 2014, deverá o candidato imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa. 4.2. O valor da taxa de inscrição é de R$ 100,00 (cem reais), cujo pagamento deverá ser efetuado até o dia 13 de maio de 2014, em qualquer agência bancária credenciada, durante o horário regular de atendimento bancário, mediante a apresentação do boleto. 4.3. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por concorrer às vagas de 1 (um) único município na forma do Anexo I deste Edital, bem como assinalar o local para realização das etapas, indicando 1 (um) entre os 3 (três) municípios sede de prova, conforme estabelecido no subitem 1.6 deste Edital. Após a efetivação da inscrição, não será aceito qualquer pedido de alteração de local de vaga e de alteração de município para realização das etapas. 4.4. A inscrição somente será efetivada e confirmada com o correspondente pagamento da taxa de inscrição. Apenas o agendamento do pagamento no sistema bancário não é suficiente para efetivação da inscrição, não se responsabilizando a Secretaria de Estado da Administração e da Previdência SEAP nem a Cops/UEL pelo não recebimento da confirmação bancária do recolhimento do valor da taxa de inscrição. 4.5. Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deve inteirar-se das regras deste Edital e certificar-se de que preenche ou preencherá, até a data da posse, todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo. Não haverá a devolução da taxa de inscrição após a sua efetivação, quaisquer que sejam os motivos e mesmo que o candidato não compareça às provas. 4.6. Não haverá isenção, parcial ou total, do valor da taxa de inscrição, exceto aos candidatos que se enquadrarem no disposto no item 5 do presente Edital. 4.7. É vedada a inscrição condicional e/ou fora de prazo. 4.8. A qualquer tempo poderá ser anulada a inscrição, as provas e a nomeação, por meio de processo administrativo devidamente instaurado, ouvido o candidato, o que pode ocorrer inclusive após a homologação do resultado final do Concurso Público, desde que verificada a prática de qualquer ilegalidade pelo candidato, tais como: falsidade nas declarações e/ou quaisquer irregularidades nas provas e/ou nos documentos apresentados, entre outras. 4.9. Ao efetuar a inscrição, o candidato assume o compromisso de que aceita as condições estabelecidas no presente Edital e nos demais que vierem a ser publicados durante a realização das fases do Concurso Público. 4.10. Na hipótese de múltiplas inscrições, será mantida a última que tiver sido efetivada. Não serão aceitas solicitações de alteração depois de efetivada a inscrição, sendo a opção de exclusiva responsabilidade do candidato, no ato da inscrição. 4.11. Após 5 (cinco) dias úteis do efetivo pagamento do boleto bancário, o candidato poderá acompanhar, no endereço eletrônico www.cops.uel.br, a situação de sua inscrição, devendo, se houver alguma divergência, entrar em contato com a Cops/UEL, Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, km 380, Caixa Postal 10011, CEP 86057-970, Londrina-PR. 4.12. A relação geral dos candidatos que tiveram as inscrições homologadas será divulgada no dia 20 de maio de 2014 no endereço eletrônico www.cops.uel.br, em 2 (duas) listas, quando couber. 4.13. O candidato que não tiver sua inscrição homologada poderá interpor recurso dirigido à Cops/UEL, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contados da data da divulgação da relação de candidatos inscritos, enviando cópia escaneada do boleto bancário juntamente com o comprovante de pagamento para o email cops@uel.br. 4.14. Na hipótese de mero erro material de dados cadastrais digitados incorretamente no ato da inscrição (nº de documentos de identificação e/ou endereço), o candidato deverá informar quais as alterações que devem ser procedidas, mencionando também os dados que identificam a sua inscrição, por meio do fax (43) 3328-4448 ou do e-mail cops@uel.br, aos cuidados da Coordenadoria de Processos Seletivos da UEL, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contados da data de divulgação da relação de inscritos. 4.15. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova poderá solicitar por escrito, pessoalmente na Cops/UEL, ou pelo correio, via SEDEX, à Cops/UEL, Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, CEP 86057-970, Caixa Postal 10011, Londrina-PR, atendimento para esta finalidade no local de realização da prova, cuja solicitação deverá ser efetuada no período de 23 de abril de 2014 a 13 de maio de 2014. A candidata deverá levar um acompanhante, maior de idade, que ficará em local reservado para essa finalidade e que será o responsável pelos cuidados e pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará a prova ou etapa. 4.15.1. A criança não poderá permanecer com a candidata na sala de prova. 4.15.2. O tempo de amamentação não será acrescentado ao tempo total de realização da prova. 4.16. O candidato que necessitar de atendimento especial no dia da Prova deverá solicitar, por escrito, à Cops/UEL, atendimento para esta finalidade no local de realização da prova, cuja solicitação deverá ser efetuada no período de 23 de abril de 2014 a 13 de maio de 2014, pessoalmente na Cops/UEL, ou pelo correio, via SEDEX, à Cops/UEL, Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445, CEP 86057-970, Caixa Postal 10011, Londrina-PR. 4.17. A partir das 17h do dia 2 de junho de 2014, serão divulgados, no endereço eletrônicowww.cops.uel.br, os locais de realização das provas no Cartão Informativo do candidato. 4.18. No Cartão Informativo do candidato, estarão indicados o local, o horário e o endereço de realização da prova, sendo de exclusiva responsabilidade do candidato a sua obtenção. 4.19. Decorridos 5 (cinco) dias da publicação das inscrições homologadas, a Cops/UEL não se responsabilizará por inscrições não recebidas, em decorrência de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados. 5. DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO 5.1. Haverá isenção do valor total da taxa de inscrição para o candidato que, cumulativamente: a) Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e b) for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 2007. 5.2. Para estar inscrito no Cadastro Único, é necessário que o candidato tenha efetuado o cadastramento junto ao órgão gestor do Cadastro Único do município em que reside. 5.3. O cadastro e o respectivo Número de Inclusão Social - NIS do candidato deverão estar devidamente identificados e confirmados na base de dados do CadÚnico até a data da sua inscrição no concurso. 5.4. Não será concedida a isenção do pagamento da taxa de inscrição ao candidato que não atenda ao disposto no subitem 5.1. 5.5. É da inteira responsabilidade do candidato procurar o órgão gestor do CadÚnico do seu município para a atualização do seu cadastro na base de

dados. 5.6. Para a realização do pedido de isenção do pagamento da respectiva taxa de inscrição, o candidato deverá preencher o Requerimento de Isenção, apresentado no endereço eletrônicowww.cops.uel.br e salvá-lo de acordo com as orientações constantes do formulário. No Requerimento, deverá indicar, além do NIS atribuído pelo CadÚnico do Governo Federal, os seguintes dados: nome completo, sem abreviações; data de nascimento; sexo; número do documento de identidade; data de emissão do documento de identidade; sigla do órgão emissor do documento de identidade; número do CPF; nome completo da mãe. 5.7. O candidato solicitante da isenção da taxa de inscrição deverá firmar declaração, no Requerimento de Isenção, de que atende à condição estabelecida na letra “b” do subitem 5.1. 5.8. Os dados informados pelo candidato, no ato da inscrição, deverão ser exatamente iguais aos que foram declarados ao Órgão Gestor do CadÚnico. 5.9. Não serão analisados os pedidos de isenção sem a indicação do número correto do NIS e, ainda, aqueles que não contenham as informações suficientes e corretas para a identificação do candidato na base de dados do Órgão Gestor do CadÚnico ou que não atendam ao estabelecido no presente item. 5.10. O pedido de isenção poderá ser efetuado no período compreendido entre as 18h do dia 23 de abril de 2014 e às 23h do dia 25 de abril de 2014. 5.11. As informações prestadas no Requerimento de Isenção, referentes à isenção do pagamento da taxa de inscrição, serão de inteira responsabilidade do candidato. 5.12. A Cops/UEL consultará o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato. 5.13. A declaração falsa sujeitará o candidato às sanções previstas em lei, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto Federal nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. 5.14. Serão desconsiderados os pedidos de isenção de pagamento da taxa de inscrição do candidato que omitir informações relevantes/necessárias/ essenciais ou prestar informações inverídicas. 5.15. Será desconsiderado o pedido de isenção do pagamento da taxa de inscrição do candidato que já tenha efetuado o pagamento da taxa de inscrição. 5.16. Não serão analisados pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição para candidatos que não preencham as condições para sua concessão, seja qual for o motivo alegado. 5.17. A relação dos candidatos com pedidos de isenção deferidos ou indeferidos será disponibilizada na internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br até o dia 5 de maio de 2014. 5.18. A relação dos candidatos com pedidos de isenção indeferidos, contendo os respectivos motivos do indeferimento, quando for o caso, será divulgada, na internet, simultaneamente à divulgação dos pedidos de isenção deferidos. 5.19. O candidato cujo pedido de isenção do pagamento da taxa de inscrição tenha sido indeferido poderá apresentar recurso contra o indeferimento no primeiro dia útil posterior à divulgação de que trata o subitem 5.17, para o e-mail cops@uel.br indicando, no campo Assunto, “Educador Social: recurso do pedido de isenção”. 5.20. O resultado da análise de eventuais recursos apresentados será dado a conhecer, via internet, no endereço eletrônico www.cops.uel.br no dia 9 de maio de 2014. 5.21. Os candidatos cujos pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição forem deferidos deverão preencher o Formulário de Inscrição no endereço eletrônico www.cops.uel.br e imprimir o comprovante de inscrição até o dia 12 de maio de 2014. 5.22. Os candidatos cujos pedidos de isenção do pagamento da taxa de inscrição forem indeferidos deverão, para efetivar sua inscrição no concurso, acessar o endereço eletrônicowww.cops.uel.br, preencher o Formulário de Inscrição e imprimir o respectivo boleto bancário até o dia 12 de maio de 2014 para efetuar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 13 de maio de 2014. 5.23. Os candidatos a que se refere o subitem 5.22 que não efetuarem o pagamento da taxa de inscrição, dentro do prazo estipulado, serão automaticamente excluídos do Concurso. 6. DAS ETAPAS DO CONCURSO: 6.1. O Concurso Público compreenderá as seguintes etapas: I . Prova de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório; II . Prova de Aptidão Física, de caráter eliminatório; III . Visita Técnica, de caráter eliminatório; IV . Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório; V . Avaliação Médica, de caráter eliminatório. 7. DA PROVA DE CONHECIMENTOS 7.1. Será aplicada Prova de Conhecimentos de caráter eliminatório e classificatório, sendo as questões objetivas de múltipla escolha (a, b, c, d, e), distribuídas entre as áreas de conhecimentos, em conformidade com o conteúdo programático constante do Anexo II deste Edital, assim distribuídas:

7.2. A Prova de Conhecimentos será aplicada no dia 8 de junho de 2014, com início às 13h, observado o horário oficial de Brasília-DF, nos locais a serem divulgados no Cartão Informativo do candidato. 7.3. O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da Prova de Conhecimentos, com antecedência necessária, munido de lápis, borracha, caneta esferográfica de corpo transparente com tinta preta e obrigatoriamente documento de identificação original. Os portões de acesso serão abertos às 12h20min e fechados impreterivelmente às 13h, ficando impedido de ingressar o candidato que chegar ao local de Prova após o horário estipulado, independentemente do motivo, ainda que por força maior e/ou caso fortuito. 7.4. O ingresso na sala de prova somente será permitido ao candidato munido de 1 (um) dos documentos abaixo discriminados, apresentando forma legível e em via original: I . Cédula de Identidade Civil (RG); II . Carteira de identidade fornecida por órgão ou conselho de representação de classe; III . Carteira Nacional de Habilitação, dentro do prazo de validade legal e com fotografia, na forma da Lei nº 9.503/97 - Código de Trânsito Brasileiro; IV . Passaporte brasileiro válido; V . Carteira Profissional; VI . Certificado de Reservista; VII . Carteira de Identificação das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército ou Marinha); VIII . Carteira de Identidade de Estrangeiros emitida no Brasil. 7.5. Não serão aceitos como documentos de identificação para ingresso na sala de prova: CPF, Certidão de Nascimento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação sem foto, Carteira de Estudante, carteira funcional sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados. 7.6. Não será aceita cópia de documento de identificação, ainda que autenticada, nem protocolo de documento de identificação. 7.7. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização da prova, documentos originais de identificação previstos no subitem 7.4 por motivo de roubo, furto ou extravio, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido, no máximo, há 30 (trinta) dias, sob pena de ficar impedido de realizar a prova. 7.8. Não será permitida, durante a realização da prova, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se como tentativa de fraude. 7.9. Não será permitido, no dia da realização da prova, o uso de aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, smartphone, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, tablet, receptor, gravador e similares), óculos escuros, carteiras, chaves e relógios que possam comprometer a segurança do Concurso, a critério da Cops/UEL. Caso o candidato porte qualquer um desses objetos, deverá desligá-los e colocá-los sob a carteira. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se como tentativa de fraude. 7.10. Não será permitida, durante a realização da Prova de Conhecimentos, a utilização de gorros, bonés, e demais acessórios que impeçam a visibilidade das orelhas. Estes objetos deverão ser guardados pelos candidatos em local que impeça seu acesso. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se como tentativa de fraude. 7.11. A SEAP e a Cops/UEL não se responsabilizarão por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem por danos neles causados. 7.12. É proibido o porte de arma de fogo e/ou arma branca durante a realização das provas, exceto para os candidatos que, por força da atividade que exerçam e da legislação, tenham autorização para tal. Neste caso, os candidatos deverão procurar a Comissão Organizadora do Concurso, que instruirá o desmuniciamento da arma antes do início das provas.


Página 14

SÓ EMPREGOS

3 a 10 de maio de 2014

Edital • Paraná

Salários de educador chegam a R$ 2.127,87 7.13. O não comparecimento do candidato à Prova implicará sua eliminação do Concurso Público. 7.14. O candidato que desacatar ou desrespeitar os fiscais ou responsáveis pela aplicação da Prova, bem como aquele que descumprir o disposto nos subitens 7.8, 7.9 e 7.10 deste Edital, será excluído do Concurso Público. 7.15. A duração da Prova de Conhecimentos será de 4 (quatro) horas, incluído aí o tempo para o preenchimento do Cartão-Resposta. O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de sala. 7.16. É de responsabilidade do candidato comparecer ao local de prova com a antecedência necessária para início da realização da Prova de Conhecimentos, bem como observar o tempo destinado à realização da prova e demais procedimentos previstos neste item. 7.17. As respostas às questões objetivas serão transcritas para o Cartão-Resposta com caneta esferográfica transparente com tinta preta, devendo o candidato assinalar 1 (uma) única resposta para cada questão. 7.18. As respostas às questões da Prova de Conhecimentos lançadas no Cartão-Resposta serão corrigidas por meio de processamento eletrônico. 7.19. Não serão computadas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura. 7.20. O candidato é responsável pela conferência e pelo correto preenchimento do Cartão-Resposta, por sua conservação e integridade, pois não haverá substituição do cartão, salvo em caso de defeito de impressão identificado antes do início da prova. 7.21. O candidato somente poderá retirar-se da sala de prova após 1 (uma) hora e 30 (minutos) do início da Prova de Conhecimentos, devendo, antes de retirar-se do recinto da sala, entregar aos fiscais o Caderno de Prova e o Cartão-Resposta, sob pena de exclusão do Concurso Público. 7.22. Durante a realização da Prova, não será permitido ao candidato ausentar-se do recinto da sala, a não ser em caso especial e desde que acompanhado por um fiscal. 7.23. Ao final do tempo destinado à realização da prova, em cada sala, é obrigatória a saída simultânea dos 3 (três) últimos candidatos, os quais deverão assinar a ata de encerramento da aplicação da prova naquela sala. 7.24. Para a segurança e a credibilidade do Concurso, todos os candidatos inscritos serão identificados por coleta da impressão digital, por ocasião da realização da Prova. 7.25. Para a obtenção do resultado da Prova de Conhecimentos serão observados os seguintes critérios: 1º CRITÉRIO: Serão considerados aprovados todos os candidatos que apresentarem, no conjunto das questões, total de acertos igual ou superior a 30 (trinta) questões e que tenham obtido, no mínimo, 15 (quinze) acertos na área de Conhecimentos Específicos, 03 (três) acertos em Língua Portuguesa, 03 (três) acertos em Atualidades, 01 (um) acerto para Informática e 01 (um) para Matemática. Serão automaticamente excluídos do Concurso Público os candidatos que não obtiverem o número de acertos mínimo previsto neste item. 2º CRITÉRIO: Os candidatos aprovados na Prova de Conhecimentos, conforme o 1o critério do resultado, serão classificados de acordo com o resultado do somatório de pontos obtidos após a aplicação dos pesos. Cálculo para obtenção do resultado da Prova de Conhecimentos para o cargo/função de Educador Social:

7.26. Os candidatos aprovados serão classificados em ordem decrescente de acordo com o número de pontos obtidos na Prova, após a aplicação do 2º critério previsto no subitem 7.25 com observância do disposto nos subitens 1.10 e 7.27 deste Edital. A divulgação da classificação será feita mediante publicação, em edital específico, no endereço eletrônico www.cops.uel.br e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos - www.dioe.pr.gov.br. 7.27. A classificação dos candidatos na Prova de Conhecimentos será baseada na pontuação obtida considerando-se 2 (duas) casas decimais. 8. PROVA DE APTIDÃO FÍSICA 8.1. A Prova de Aptidão Física terá caráter eliminatório, sendo o candidato considerado apto ou inapto. 8.2. Serão convocados para a Prova de Aptidão Física os candidatos aprovados e classificados na Prova de Conhecimentos, em número correspondente a até 15 (quinze) vezes o total de vagas ofertadas por município e sexo, observada rigorosamente a ordem de classificação e cidade de realização da Prova de Conhecimentos, por meio de edital específico a ser divulgado no endereço eletrônico www.cops.uel.br. 8.2.1. Conforme critérios de interesse, conveniência e oportunidade da Administração Pública, o número correspondente de até 15 (quinze) vezes o total de vagas ofertadas poderá ser majorado ou reduzido. 8.3. Em caso de empate, todos os candidatos com a mesma pontuação do último classificado participarão da Prova de Aptidão Física. 8.4. Os locais de realização da Prova de Aptidão Física serão determinados pela Cops/UEL e divulgados por meio de edital específico no endereço eletrônico www.cops.uel.br. Não serão aceitos, em hipótese alguma, pedidos de realização do exame fora da data, horário e local estabelecidos pelo Edital de Convocação para Prova de Aptidão Física, conforme os subitens 1.3 e 4.3, observados os subitens 8.5 e 8.6. 8.5. A candidata gestante convocada para a realização da Prova de Aptidão Física deverá apresentar, no dia, local e horário da prova, laudo médico constando tempo gestacional e data prevista do parto. 8.6. A candidata puérpera convocada para a realização da Prova de Aptidão Física deverá apresentar, no dia, local e horário da prova, laudo médico constando período de puerpério, bem como fotocópia autenticada da certidão de nascimento do recém-nascido. 8.7. O laudo médico ou o laudo médico e a fotocópia da certidão de nascimento de que tratam os subitens 8.5 e 8.6 poderão ser entregues por procurador, que, no dia, local e horário da prova prevista para a candidata, deverá entregar, também, a procuração com poderes específicos, assinada e com firma reconhecida em cartório. 8.8. Será divulgado edital específico contendo a relação das candidatas de que tratam os subitens 8.5 e 8.6, bem como normatizará procedimentos que deverão ser observados com vistas à realização da Prova de Aptidão Física. 8.9. Os casos de alterações psicológicas ou fisiológicas dos candidatos, tais como estados menstruais, indisposições, cãibras, contusões ou qualquer outra queixa de estado físico ou emocional que diminua sua capacidade física e/ou orgânica, não serão levados em consideração, não havendo concessões ou tratamentos diferenciados ou realização posterior da Prova de Aptidão Física. 8.10. A Prova de Aptidão Física conceitua-se como o procedimento que recorre a métodos, técnicas e instrumentos de avaliação, capazes de identificar aspectos ligados ao condicionamento físico do candidato, objetivando assim estabelecer um prognóstico da qualidade do desempenho das atividades relativas à função. 8.11. A Prova de Aptidão Física será registrada em áudio e vídeo e constará dos seguintes testes: a) Impulsão horizontal; b) Teste de flexão de quadril em 60 segundos - abdominal; c) Preensão manual; d) Corrida de vai-e-vem (Léger) de 20 metros. 8.12. As especificidades dos testes bem como os critérios a serem utilizados para a realização da Prova de Aptidão Física constam do Anexo III deste Edital. 8.13. Para a padronização dos resultados obtidos pelos candidatos em cada um dos quatro testes da Prova de Aptidão Física, de acordo com o gênero (masculino e feminino), adotar-se-á um procedimento denominado de escore-Z. Essa padronização é realizada da seguinte forma: toma-se o resultado obtido pelo J-ésimo candidato no i-ésimo teste, dado por Xij (escore bruto) e dele subtrai-se a média geral do grupo µi dos candidatos em cada um dos testes; entende-se por grupo o total de candidatos por cidade de realização dos testes. Em seguida, divide-se este resultado pelo desvio padrão do grupo µi, que é um índice de variação entre os candidatos. Assim tem-se que: $ˆij = Xij - ì, { i = 1,2,3,4 j = 1,2,...,Nj sendo que a média dos valores, para cada tipo de teste, será obtida por: Nj x ij “ ìi = j = 1 / Nj j = 1,2,...,N em que Nj é o número de candidatos do i-ésimo teste. O desvio padrão será calculado da seguinte forma: ˜ i = “ 1 / Nj Nj (x ij - ìi) ² , j = 1,2,...,Nj “ j=1 Após a padronização dos resultados de cada teste, obtêm-se os Escores-Z, para cada candidato em cada teste, de forma que: i) z1j é o escore-Z do j-ésimo candidato obtido no teste de impulsão horizontal; ii) z2j é o escore-Z do j-ésimo candidato obtido no teste de flexão de quadril em 60 segundos; iii)z3j é o escore-Z do j-ésimo candidato obtido no teste de preensão manual; iv)z4j é o escore-Z do j-ésimo candidato obtido no teste de corrida de vai-evem de 20 metros. 8.14. Serão considerados aptos os candidatos que conseguirem atingir, no

somatório dos escores de cada um dos testes, um valor maior que zero, ou seja, z1j + z2j + z3j + z4j > 0. 8.15. Cada candidato terá um tempo limite de 120 (cento e vinte) minutos para executar a bateria de testes, observado o horário de início estipulado em edital específico para a realização da sua avaliação. O critério utilizado para a definição do horário da Prova de Aptidão Física dos candidatos será a ordem alfabética. 8.16. Os candidatos deverão comparecer ao local designado para a realização da Prova de Aptidão Física com uma antecedência mínima de 30 minutos do horário determinado no Edital de Convocação, ficando impedido de ingressar o candidato que chegar ao local de prova após o horário estipulado, independentemente do motivo, ainda que de força maior e caso fortuito. 8.17. Para a Prova de Aptidão Física, o candidato deverá apresentar, antes da realização da Prova e no prazo a ser divulgado em edital específico, atestado médico datado de, no máximo, 15 (quinze) dias anteriores à data da realização da Prova, contendo o CRM e a assinatura do médico responsável, atestando apresentar o candidato condições físicas e de saúde para a realização da respectiva Prova. O candidato que não apresentar o atestado médico não realizará a Prova de Aptidão Física, independentemente dos motivos alegados. 8.18. Para a Prova de Aptidão Física, o candidato deverá: I . apresentar documento de identidade original, observado o subitem 7.4 deste Edital, devendo autenticar o documento de verificação de presença por meio da coleta de impressões digitais; II . apresentar-se trajado adequadamente, com roupa e calçado próprios e adequados à prática de atividades físicas ou desportivas; III . apresentar o atestado médico previsto no subitem 8.17 deste Edital, sob as penas previstas em mesmo subitem editalício. 8.19. Não haverá repetição na execução dos testes, exceto nos casos em que a banca examinadora reconhecer, expressamente, a ocorrência de falhas técnicas em sua aplicação, falhas essas às quais o candidato não tenha dado causa e que efetivamente tenham prejudicado seu desempenho. 8.20. Os candidatos considerados inaptos na Prova de Aptidão Física serão excluídos do Concurso Público, conforme previsto no subitem 8.1 deste Edital. 8.21. O não comparecimento ou atraso do candidato no local da Prova de Aptidão Física, por qualquer motivo, implicará na sua eliminação do Concurso Público. 8.22. Todos os candidatos considerados aptos na Prova de Aptidão Física serão convocados, por meio de edital específico, para a Visita Técnica, cujo edital será divulgado no endereço eletrônicowww.cops.uel.br. e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos www.dioe.pr.gov.br. 9. DA VISITA TÉCNICA 9.1. A Visita Técnica será realizada em uma Unidade Socioeducativa e terá por objetivo proporcionar aos candidatos conhecer o ambiente, a dinâmica funcional e as atribuições do respectivo cargo/função, subsidiando, assim, a opção do candidato em progredir ou não para as demais etapas deste concurso público. 9.2. A Visita Técnica terá caráter obrigatório e eliminatório, sendo considerados desistentes os candidatos ausentes ou aqueles que, por motivos pessoais, optarem por não realizá-la. 9.3. Os locais e horários de realização da Visita Técnica serão determinados pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social - SEDS e divulgados no endereço eletrônico www.cops.uel.br. Não serão aceitos, em hipótese alguma, pedidos de realização dessa etapa fora da data, horário e local estabelecidos para a Visita Técnica, conforme o subitem 1.3.1. 9.4. Os candidatos que realizarem a Visita Técnica em Unidade Socioeducativa integrante do município pelo qual concorrem à vaga estarão habilitados para a Avaliação Psicológica. 10. AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA 10.1. Os candidatos considerados aptos na Prova de Aptidão Física e que realizaram a Visita Técnica serão convocados para a Avaliação Psicológica por meio de edital próprio, a ser divulgado no endereço eletrônico www.cops.uel.br, que também especificará a data, horário e local de realização. 10.2. A Avaliação Psicológica terá caráter eliminatório, sendo o candidato considerado Indicado ou Não Indicado. 10.3. Os critérios para a realização da Avaliação Psicológica, inclusive quanto aos recursos que poderão ser interpostos pelos candidatos, constarão do edital específico de convocação para esta etapa do Concurso Público, obrigando-se os candidatos convocados a atendê-los. 10.4. A Avaliação Psicológica conceitua-se como o processo técnico-científico, que utiliza métodos, técnicas e instrumentos que permitam identificar aspectos psicológicos do candidato, objetivando o prognóstico da qualidade do desempenho das atividades relativas à função pretendida. 10.5. A Avaliação Psicológica tem por objetivo verificar se os candidatos habilitados nas fases anteriores deste Concurso Público apresentam as características de controle emocional, tolerância a situações de pressão, firmeza e outras que o habilitem a desempenhar as atividades específicas da função de Educador Social. 10.6. Para a Avaliação Psicológica, o candidato deverá apresentar documento de Identificação original, conforme elencados no subitem 7.4 deste Edital, devendo autenticar o documento de verificação de presença por meio da coleta de impressões digitais. 10.7. Os candidatos considerados não indicados na Avaliação Psicológica serão excluídos do Concurso Público, conforme previsto nos subitens 6.1 e 10.2 deste Edital. 10.8. Os candidatos considerados indicados na Avaliação Psicológica e classificados dentro do número de vagas, por município e sexo, serão convocados, por meio de edital específico, a ser divulgado no endereço eletrônico www.cops.uel.br, e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos - www.dioe.pr.gov.br para a Avaliação Médica. 11. DA AVALIAÇÃO MÉDICA 11.1. A Avaliação Médica terá caráter eliminatório, sendo o candidato considerado apto ou inapto. 11.2. Os candidatos indicados na Avaliação Psicológica e classificados dentro do número de vagas serão convocados para a Avaliação Médica, cuja etapa abrangerá exames de auxílio diagnóstico e avaliações especializadas /clínicas a serem detalhados em edital próprio. 11.3. Os exames de auxílio diagnóstico e as avaliações especializadas correrão às expensas do candidato. 11.4. Os tipos de exame e avaliações Especializadas bem como as orientações para a realização da Avaliação Clínica constarão de edital específico. Para a Avaliação Clínica, o candidato deverá apresentar-se munido de documento de identificação original, devendo assinar lista de presença. 11.5. Compete à Divisão de Medicina e Saúde Ocupacional - DIMS/SEAP a homologação do resultado da Avaliação Médica. 11.6. Na Avaliação Médica, será considerado apto o candidato que não apresentar quaisquer alterações patológicas que o contraindiquem ao desempenho das atribuições do cargo/função. 12. DOS RECURSOS 12.1. Caberá recurso após a divulgação dos resultados das etapas Prova de Conhecimentos, Prova de Aptidão Física e Avaliação Psicológica. 12.2. Quanto à etapa Prova de Conhecimentos: a) No dia 9 de junho de 2014, às 17h, serão divulgados a Prova de Conhecimentos e o gabarito oficial provisório das questões objetivas, no endereço eletrônico www.cops.uel.br; b) A partir da divulgação do gabarito provisório da Prova de Conhecimentos, o candidato terá o prazo de 2 (dois) dias úteis para interpor recurso, utilizando-se do formulário específico que estará disponível no endereço eletrônico www.cops.uel.br; c) O candidato deverá utilizar 1 (um) formulário para cada questão. Formulários contendo mais de uma questão não serão aceitos; d) Os recursos da Prova de Conhecimentos serão apreciados pela Cops/UEL, que os julgará em até 10 (dez) dias úteis. O resultado dos recursos da Prova será dado a conhecer mediante publicação do gabarito oficial definitivo no endereço eletrônico www.cops.uel.br, no dia 26 de junho de 2014; e) Os pontos relativos às questões objetivas que, porventura, forem anuladas serão atribuídos a todos os candidatos que se submeteram à respectiva prova. Se houver retificação de alternativa (a, b, c, d, e) divulgada pelo gabarito provisório como sendo a correta, os efeitos decorrentes serão aplicados a todos os candidatos, independentemente de terem ou não recorrido. O resultado da Prova de Conhecimentos será computado com base no gabarito oficial definitivo; f) Não serão admitidos recursos relativos ao preenchimento incompleto, equivocado, em duplicidade ou incorreto do Cartão-Resposta, nem pelo motivo de resposta rasurada. 12.3. As orientações referentes à interposição de recurso para as etapas Prova de Aptidão Física e Avaliação Psicológica estarão previstas nos respectivos editais específicos. 13. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL NO CONCURSO PÚBLICO 13.1. A classificação final dos candidatos será publicada, após decididos os recursos da Prova de Conhecimentos, mediante edital específico, conforme previsto no subitem 7.26 deste Edital e publicado no endereço eletrônico do Diário Oficial do Estado www.dioe.pr.gov.br e no endereço eletrônico da Cops/UEL www.cops.uel.br, servindo como atestado de aprovação, e será ordenada de acordo com os valores decrescentes das pontuações finais, por município, sexo, nome e inscrição, em 2 (duas) listas, quando couber. 13.2. Ocorrendo empate na pontuação final obtida pelos candidatos, serão adotados os seguintes critérios de desempate, sucessivamente: a) maior idade, dentre os candidatos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, até o último dia de inscrição neste Concurso Público, conforme Art. 27, Parágrafo único, do Estatuto do Idoso; b) maior pontuação nas questões de Conhecimentos Específicos; c) maior pontuação nas questões de Língua Portuguesa;

d) maior pontuação nas questões de Matemática; e) maior pontuação nas questões de Informática; f) maior pontuação nas questões de Atualidades; g) maior idade, excetuando-se o critério definido na alínea “a”. 14. DOS REQUISITOS EXIGIDOS PARA A INVESTIDURA, POSSE E EXERCÍCIO NO CARGO 14.1. Para a investidura no cargo: a) ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo de direitos políticos (parágrafo 1º do artigo 12 da Constituição Federal e Decretos nº 70.391/72 e nº 70.436/ 72); b) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos na data da posse; c) estar em dia com as obrigações eleitorais; d) possuir Certificado de Reservista ou de dispensa de incorporação, se do sexo masculino; e) comprovar o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo, na data da posse; f) apresentar boa saúde; g) ter boa conduta; h) não possuir acúmulo ilegal de cargos na forma prevista na legislação; e i) cumprir as determinações deste Edital. 14.2. Para a posse no cargo, deverá o candidato apresentar os documentos abaixo relacionados: a) Certidão negativa emitida por distribuidores ou cartórios criminais e cíveis da(s) cidade(s) na(s) qual(ais) o candidato tenha residido/domiciliado nos últimos 5 (cinco) anos, expedida nos últimos 30 (trinta) dias (original); b) certidões negativas cíveis e criminais da Justiça Federal da(s) região(ões) na(s) qual(ais) o candidato reside ou residiu nos últimos 5 (cinco) anos (originais); c) certidão de quitação eleitoral dos respectivos domicílios eleitorais nos últimos 2 (dois) anos (original); d) Declaração por escrito, com firma reconhecida em cartório de que não tenha sido demitido, em consequência de aplicação de pena disciplinar, do serviço público federal, estadual, distrital ou municipal, nos últimos cinco anos, nem perdeu o cargo em razão de ordem judicial transitada em julgado a ser cumprida ou em cumprimento (original); e) Declaração dos bens, direitos e valores que constituem o seu patrimônio, nos termos do art. 103, em prazo determinado em edital, antes da posse, sob pena desta não se efetivar (original); f) Declaração de que não exerce outro cargo, emprego ou função pública, nos termos do art. 37, incisos XVI e XVII da Constituição da República Federativa do Brasil (original); g) Certificado de reservista do serviço militar (original e cópia); h) Certificado de conclusão do Ensino Médio (original e cópia); i) Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria B, válida e regular (original e cópia); j) Título de eleitor e comprovante da última votação ou certidão de quitação eleitoral (original e cópia). 14.3. Para o exercício do cargo, apresentar os seguintes documentos: a) Carteira de identidade - RG (original e cópia); b) Documento que informe o número do cadastro de pessoa física - CPF (original e cópia); c) Documento que informe o número do PIS-PASEP, se já for cadastrado (original e cópia); d) Certidão de nascimento dos filhos menores (original e cópia); e) Comprovante de endereço atual (original e cópia); f) Certidão de casamento (original e cópia); g) Ficha cadastral preenchida (original). 14.4. A não apresentação dos documentos comprobatórios ou a falta de comprovação de qualquer dos requisitos exigidos para a posse no cargo/ função, especificados neste Edital, impedirá a posse do candidato e, automática e consequentemente, implicará a sua eliminação do Concurso Público e a nulidade da aprovação ou da classificação e perda dos efeitos dela decorrentes, sem prejuízo das sanções penais aplicáveis. 14.5. Verificada a falsidade nos documentos apresentados, será o candidato eliminado do Concurso Público, com nulidade da aprovação ou da classificação e dos efeitos decorrentes, sem prejuízo das sanções penais aplicáveis. 14.6. O candidato aprovado que tiver completado 70 (setenta) anos de idade antes da data designada para investidura no cargo não poderá ser empossado, conforme inciso II, do § 1º, do artigo 35, da Constituição do Estado do Paraná. 15. DO APROVEITAMENTO 15.1. Os candidatos serão aproveitados de acordo com a classificação final, ressalvado o atendimento do percentual legal de 10% (dez por cento) para afrodescendentes, de acordo com o item 3 e, ainda, o interesse da Administração Pública. 15.2. O candidato classificado dentro do número de vagas ofertadas, após a nomeação e posse, será lotado em qualquer unidade socioeducativa que integra o município de opção de inscrição, a critério da SEDS, observado o cronograma estabelecido pelo interesse da Administração. 15.3. O candidato aprovado e classificado no Concurso Público terá 2 (duas) classificações: uma por município de vaga para o qual se inscreveu e outra geral pelo Estado, por sexo. 15.4. Não havendo candidatos aprovados e classificados em número suficiente em um determinado município e permanecendo a necessidade de preenchimento de vaga(s), poderá ser utilizada a ordem de classificação geral do Estado, por sexo, independentemente do município pelo qual o candidato optou. 15.5. Caso o candidato aprovado opte por não assumir a vaga na classificação geral do Estado, manterá sua classificação no município pelo qual se inscreveu. 16. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 16.1. Caberá à Secretaria de Estado da Administração e da Previdência SEAP homologar o resultado final do Concurso Público. 16.2. A posse no cargo/função estará condicionada à apresentação da documentação comprobatória dos requisitos para investidura e ao atendimento das demais condições constitucionais, legais e regulamentares previstas neste Edital. 16.3. Todos os atos oficiais referentes ao Concurso Público, normatizados por este Edital, serão divulgados no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos -www.dioe.pr.gov.br e no endereço eletrônico www.cops.uel.br, com antecedência mínima de 5 (cinco) dias úteis. 16.4. Será excluído do Concurso Público, por ato do DRH/SEAP, o candidato que prestar declaração falsa ou inexata, em qualquer documento, ou usar de meios ilícitos durante o Concurso, em qualquer das etapas, sem prejuízo das sanções penais aplicáveis. Na hipótese de já ter sido nomeado será tornado sem efeito, na forma da lei, o respectivo ato de nomeação, sem prejuízo das sanções penais cabíveis. 16.5. O candidato será excluído do Concurso Público se, durante o período compreendido entre a data da emissão das certidões e declarações de que trata o subitem 14.2 até a data da posse, ficar constatado qualquer fato desabonador da sua conduta. 16.6. As despesas decorrentes da participação no Concurso Público e aquelas decorrentes de deslocamento ou mudança de domicílio para a investidura no cargo/função correrão às expensas do candidato. 16.7. Todos os prazos fixados neste Edital correrão a partir das datas de suas publicações, excluindo-se o dia da publicação e incluindo-se o dia do vencimento. 16.8. O descumprimento de quaisquer das instruções deste Edital implicará a eliminação do candidato do Concurso Público. 16.9. Não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões relativos à classificação ou pontuações de candidatos, valendo para tal fim os resultados publicados nos editais pelo endereço eletrônico www.cops.uel.br e no Diário Oficial do Estado do Paraná - Suplemento de Concursos Públicos www.dioe.pr.gov.br. 16.10. Não haverá segunda chamada para nenhuma prova, fase ou etapa do Concurso, importando a ausência do candidato, por qualquer motivo, inclusive moléstia, acidente ou outro fato, a sua eliminação automática do Concurso, salvo o disposto nos subitens 8.5 e 8.6. 16.11. Não será aplicada a Prova de Conhecimentos, ou procedido qualquer outro exame, em qualquer hipótese, em local ou data ou em horário diferente dos prescritos neste Edital, em editais específicos referentes às fases deste Concurso e no Cartão Informativo do candidato. 16.12. O candidato poderá obter informações referentes ao Concurso Público junto à Cops/UEL pelo e-mail cops@uel.br, telefone (43) 3371-4393 ou fax (43) 3328-4448. 16.13. O candidato aprovado e classificado no Concurso Público obriga-se a manter atualizado o seu endereço junto à Cops/UEL, por meio do endereço eletrônico www.cops.uel.br, até a data da homologação do resultado final do Concurso Público, após o que, deverá o endereço ser mantido atualizado junto ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Administração e da Previdência - DRH/SEAP, sito à rua Jacy Loureiro de Campos, S/N, 2º Andar - Centro Cívico - CEP: 80.530-140, Curitiba-PR, através de correspondência ou através do e-mail: dsrh.seap@seap.pr.gov.br para a hipótese de o referido órgão julgar necessário o contato individual com o candidato. 16.14. Fazendo uso da prerrogativa prevista no subitem 16.13 deste Edital, a Cops/UEL e a SEAP não se responsabilizarão por eventuais prejuízos decorrentes de: a) Endereço não atualizado; b) Endereço de difícil acesso; c) Correspondência devolvida pela ECT por razões de informação de endereço errado do candidato; d) Correspondência recebida por terceiros. 16.15. Os casos omissos serão resolvidos pelo Departamento de Recursos


SÓ EMPREGOS

3 a 10 de maio de 2014

Página 15

CONCURSOS • DIVERSOS

Aeronáutica abre 614 vagas CONCURSOS em pauta Concurso público é o meio pelo qual órgãos públicos, como prefeituras, por exemplo, selecionam novos funcionários. É regido pela Lei de nº 8.112, artigo 37 da Constituição Federal e funciona da seguinte forma. O órgão que necessita de novos servidores elabora um edital – as regras do concurso - que contém informações sobre os cargos disponíveis, os requisitos para candidatura, a quantidade de vagas, o salário oferecido, o período de inscrição, o valor da taxa de inscrição e o conteúdo do teste seletivo. A seleção é feita através de aplicação de provas que podem ser objetivas, com questões de múltipla escolha, e/ou discursivas, e ainda, em alguns casos, avaliação de títulos (experiências profissionais e cursos). As pessoas que conseguem as melhores notas, estando dentro do perfil do profissional requisitado e dentro do número de vagas oferecidos, são aquelas que ficam com as vagas tornando-se funcionários públicos. Verifique, na seqüência, alguns dos concursos que estão sendo realizados atualmente.

Ofertas no Balneário Camboriú-SC Abertas inscrições para o concurso da Prefeitura de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, destinado a seleção de 108 profissionais de nível médio para a Secretaria Municipal de Gestão em Segurança e Incolumidade Pública. Do total de vagas, 107 são para a função de guarda municipal de 3ª classe, sendo 90 para homens e 17 para mulheres, com vencimento de R$ 1.640,00 acrescida de adicional de 20% por atividade especial. A outra oportunidade é para o cargo de armeiro que, além do ensino médio completo, exigem curso na área de manutenção de armamento, com duração mínima de 20 horas-aula, e para qual o

vencimento é de R$ 1.346,03, acrescido de adicional de 20% por atividade especial. Os interessados devem inscrever-se até as 16h do dia 29 de maio, mediante preenchimento do formulário disponível no site www.guardabc.fepese.org.br e fazer pagamento da taxa no valor de R$ 110,00. Os inscritos serão submetidos a provas objetiva, prática, além de exame físico, avaliação psicológica, exame de saúde e questionário de investigação social, conforme o cargo pretendido. Data, horário e local de realização de cada etapa devem ser divulgados após o encerramento do prazo de inscrições.

Guarda Municipal: edital em breve Com atraso significativo na data de divulgação do edital, o departamento de recursos humanos da Prefeitura de Curitiba deve agilizar o processo de escolha da organizadora da seleção e divulgar o documento ainda em abril de 2014. A Guarda Municipal, segundo o seu diretor, Claudio Carvalho, tem pressa no andamento do processo, pois pretende preparar os novos convocados para os eventos de 2014. Além da prova objetiva, a Guarda recomenda aos interessados no concurso a dar atenção especial a prova física, uma fase importante e eliminatória na seleção. Valorização da carreira, incluindo aumento do efetivo e possíveis reajustes salariais estão na pauta da ad-

ministração da Prefeitura de Curitiba. O objetivo é contratar cerca de 500 novos guardas, com salário inicial de R$ 2.250,00, além de estabilidade sob o regime estatutário e plano de saúde. Para se candidatar ao cargo de guarda municipal de Curitiba é necessário ter o nível médio completo, idade superior a 18 anos, estar quites com a obrigação militar e carteira de habilitação. O concurso terá cinco etapas: prova objetiva, prova física, 1º teste psicológico para ser contratado e 2º teste psicológico para ter direito ao porte de arma e finalmente o curso de formação. Todas as etapas serão eliminatórias. (Texto: Depto comunicação curso Ordem Mais)

A Aeronáutica está recebendo inscrições de candidatos interessados em uma das 614 vagas do processo seletivo para o Curso de Formação de Sargentos. Para participar da seleção é necessário possuir ensino médio, ter mais de 17 anos e não completar 25 anos até 31 de dezembro de 2015. A inscrição deve ser feita por meio do site www.eear.aer.mil.br até o dia a 26 de maio, mediante preenchimento de cadastro e pagamento de taxa cobrada de R$ 60,00. A avaliação se dará por meio de provas escritas marcadas para o dia 20 de julho, com questões de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física. Os testes serão realizados em Belém (PA), Recife (PE), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), Campo Grande (MS), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Brasília (DF), Manaus (AM) e Porto Velho

(RO). Haverá, ainda, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, avaliação do condicionamento físico e validação documental. O curso será ministrado durante dois anos na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP). As especialidades previstas no edital são as seguintes: mecânica de aeronaves, material bélico, comunicações, foto-inteligência, guarda e segurança, eletricidade e instrumentos, equipamento de vôo, meteorologia, suprimento, informações aeronáuticas, desenho, estrutura e pintura, eletromecânica, metalurgia, bombeiro e controle de tráfego aéreo. Destas, apenas as áreas de mecânica, material bélico e guarda e segurança, são exclusivas para o sexo masculino. Após a conclusão do curso, se o aluno tiver aproveitamento, ele será nomeado Terceiro-Sargento e terá vencimento no valor de R$ 3.267,00.

Guardas para o litoral do PR Entre os dias 5 de maio e 5 de junho serão recebidas as inscrições para o concurso da Prefeitura de Pontal do Paraná, no Paraná, para provimento de 20 vagas e formação de cadastro reserva no cargo de guarda municipal. São 14 vagas para homens e seis para mulheres. Para concorrer ao cargo é necessário ter ensino médio completo. As inscrições deverão ser efetivadas, mediante preenchimento do formulário disponí-

vel no site www.fauel.org.br e pagamento da taxa no valor de R$ 80,00. Para a seleção dos candidatos, serão realizadas prova escrita, exame de suficiência física, exame de saúde e antropométrico, pesquisa social, avaliação psicológica e/ ou adequação ao perfil profissional da vaga e, por fim, curso de formação. Data, horário e local de realização de todas as etapas devem ser divulgados posteriormente.

TRF-Sul: em breve concurso de servidores O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) vai realizar concurso para servidor da Justiça Federal da 4ª Região neste ano. De acordo com a comissão organizadora do concurso, o edital de abertura ainda está sendo finalizado e tem previsão de publicação em maio. A empresa responsável pelo certame ainda não está definida. Não há número definido de vagas, pois o concurso se destina à formação de cadastro de reserva. Entretanto, a tendência é que o número seja expressivo porque usualmente ocorrem desligamentos. Em virtude disso, no concurso em vigor, até agora foram nomeados 227 analistas e 488 técnicos. O preenchimento das vagas só será realizado após expirar a validade do concurso atual, que é em 9 de julho para os cargos de analista e oficial avaliador e em 25 de agosto para os cargos de técnico e agente de segurança. O novo concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, e os servidores aprova-

dos poderão assumir em qualquer unidade da Justiça Federal da 4ª Região. Serão selecionados candidatos para os seguintes cargos: analista judiciário (área judiciária), analista judiciário (área judiciária/oficial de justiça avaliador federal), analista judiciário (área apoio especializado/informática), técnico judiciário (área administrativa), técnico judiciário (área administrativa/segurança e transporte), técnico judiciário (área apoio especializado/contabilidade), técnico judiciário (apoio especializado/ tecnologia da informação). A remuneração inicial para os cargos de analista é de R$ 8.178,06 e para os de técnico é de R$ 5.007,82. Além disso, os servidores têm direito a benefícios como: auxílio transporte, auxílio alimentação, auxílio creche, gratificação por atividade externa e gratificação por atividade de segurança. As primeiras convocações dos classificados no certame estão previstas para o final deste ano, possivelmente a partir de outubro.

CISLIPA tem 101 vagas O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Litoral do Paraná anunciou a abertura do Processo Seletivo para provimento de 101 vagas, além de formação de cadastro reserva. Candidatos com escolaridade de níveis fundamental, médio, técnico ou superior podem participar. Oportunidades nas funções de assistente administrativo (1); auxiliar de serviços gerais - zelador (1); condutor de veículo de emergência (35); enfermeiro (5); farmacêutico (1); médico intervencionista (6); médico regulador (6); rádio operador

(5); técnico auxiliar de regulação médica (10); técnico de enfermagem (30) e de informática (1). A remuneração oferecida aos aprovados varia entre R$ 915,00 e R$ 9.600,00. As inscrições seguem de 2 a 21 de maio pelo site www.fauel.org.br, da organizadora do concurso, mediante preenchimento de cadastro e pagamento de taxas que variam de R$ 40,00 a R$ 80,00. Os inscritos serão submetidos às provas objetiva e de títulos previstas para o dia 8 de junho.

Florianópolis-SC abre 36 vagas Seguem abertas até o dia 9 de maio as inscrições ao concurso da Prefeitura Municipal de Florianópolis, em Santa Catarina, com o objetivo de preencher 36 vagas em cargos que exigem níveis médio e superior. Pessoas com nível médio/ técnico poderão concorrer à função de almoxarife (1), educador artístico (1), técnico de edificações (1), técnico em higiene dental (1), técnico de laboratório (1), técnico de prótese dentária (1) e técnico de segurança no trabalho (1). Já os profissionais de nível superior podem inscreverse a educador artístico (1), enfermeiro (2), farmacêutico (1), farmacêutico bioquímico (1), fisioterapeuta (1), médico (5), médico cardiologista na área de ergometria (1),

dermatologista (1), endocrinologista (1), medicina de família e comunidade (5), ortopedista (1), pediatra (2), psiquiatra (1), reumatolo-gista (1), nutricionista (1), odontólogo endodontista (1), psicólogo (1), técnico de nível superior em Educação Física (1) e Terapeuta Ocupacional (1). Os vencimentos oferecidos variam de R$ 829,37 a R$ 2.166,84, em jornadas semanais de 30 e 40 horas, mais gratificações que podem alcançar R$ 8.873,93. As inscrições devem ser efetivadas pelo site www.fepese.org.br, até as 16h do dia 9 de maio, mediante cadastro e pagamento de taxa de R$ 70,00 para nível médio e R$ 100,00 para superior. Os inscritos passarão por avaliação escrita previstas para o dia 6 de julho.

Polícia Federal: 600 vagas de agente O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou, no último dia 26 de março, a realização do concurso público para o preenchimento de 600 vagas no cargo de agente da Polícia Federal. Para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração inicial da categoria é de R$ 7.887,33, incluindo o salário de 7.514,33 e auxílio alimentação de R$ 373,00 com jornada de trabalho de 40 horas semanais. A seleção inclui todos os Estados e a publicação do edital deve acontecer no mais tardar até o dia 26 de setembro, visto que a autorização determina prazo limite de seis meses para o lançamento do edital do concurso. Entre as atribuições do

cargo estão executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica e desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa. CONCURSO ANTERIOR – O último certame foi realizado em 2012 sob organização do Cespe/UnB, com oferta de 500 vagas e concorrência de 215,60 candidatos por vaga. Na ocasião os 107.799 inscritos forma submetidos a questões sobre língua portuguesa, noções de informática, atualidades, raciocínio lógico, noções de administração, noções de economia, noções de contabilidade, noções de direito penal, noções de direito processual penal, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional e legislação especial.


SÓ EMPREGOS

Página 16

3 a 10 de maio de 2014

Turma condena supermercado a pagar em dobro folgas concedidas A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou uma rede de supermercados no nordeste, a pagar em dobro as folgas semanais usufruídas de forma irregular por um empregado. Em decisão unânime , a Turma considerou irregular uma cláusula prevista em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho que autorizava a alteração da escala de folgas. O comerciário alegou que seu direito de usufruir do descanso semanal remunerado no dia correto foi desrespeitado ao longo de todo o contrato. Segundo ele, quando a folga semanal coincidia com o domingo no qual estava escalado, acabava trabalhando oito dias seguidos, em violação ao artigo 7º, inciso XV, da Constituição Federal, que prevê o repouso preferencialmente aos domingos. Na contestação, o grupo empresarial destacou que a Lei 605/49, que trata do repouso semanal remunerado, não

O segredo do futuro profissional Antecipar-se às necessidades será o diferencial entre estar dentro ou fora do mercado de trabalho.

NOVO DESFECHO

obriga que este seja sempre aos domingos. Sustentou que, por conta da natureza de sua atividade e da necessidade de escalas, celebrou o TAC com o MPT, e, assim, a concessão de repouso entre o sétimo e o décimo segundo dia trabalhado não implicaria

descumprimento da lei. O juízo da 4ª Vara do Trabalho de Juiz de Fora levou o TAC em consideração para indeferir o pedido do trabalhador. O Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) manteve a sentença.

(Por Ozinil de Souza) Penso que está muito claro a todos que vivemos tempos turbulentos nas mais diversas áreas de atuação. A mudança, que sempre existiu, transforma seus componentes direção, velocidade e impacto, em perigosos inimigos. A velocidade das mudanças é a mais assustadora. Mal nos acostumamos a uma determinada situação e lá vem outra alterando tudo que havíamos aprendido. Isto é atemorizante! No mercado de trabalho o cenário se repete. Há quatro eliminadores de emprego atuando de maneira constante e que afetam a geração e a manutenção dos postos de trabalho. São eles a informatização, a

mecanização, a robotização e por fim a virtualização. Pela primeira vez na história da humanidade não há migração de empregos de uma área para outra. Há, sim, eliminação de empregos! Tudo que puder ser mecanizado, informatizado, robotizado ou virtualizado, o será. É apenas uma questão de análise, levando em conta o custo, o benefício e o tempo. Isto para o empresário significa, em um mundo competitivo, sua sobrevivência. E nós trabalhadores da era da informação, o que temos que fazer para mantermos a competitividade? Mais do que nunca temos que desenvolver a capacidade de sermos múltiplos, polivalentes e agregar valor ao nosso

O empregado interpôs novo recurso, desta vez ao TST, onde o desfecho foi outro. A Quinta Turma confirmou a obrigatoriedade de respeito à periodicidade legal para o descanso, que deve ser concedido, no máximo, no dia posterior ao sexto dia trabalhado, sob pena de violar o artigo 7º, inciso XV, da Constituição. Quanto ao acordo assinado entre a empresa e o MPT, a Turma ressaltou que o órgão ministerial não teria cumprido seu papel constitucional de defensor dos interesses públicos da ordem jurídica e, principalmente, dos interesses sociais e individuais indisponíveis, sendo vedado ao MPT transigir sobre tal matéria. Tendo o ministro Emmanoel Pereira como relator, a Turma condenou a rede a pagar as folgas em dobro em todas as ocasiões em que foram concedidas ao empregado após o sétimo dia consecutivo de trabalho, nos termos da Orientação Jurisprudencial 410 da Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais (SDI1) do TST. (Texto retirado do site TST)

trabalho. Oferecer aquilo que o mercado está demandando não significa apenas ter o curso superior, pós-graduação ou idiomas, mas, sim, oferecer habilidades que o diferenciem como trabalhador do mercado virtual. O homem do século XXI deve estar preparado para trabalhar com ideias que ainda não foram desenvolvidas, com máquinas e equipamentos que ainda não foram inventados e a resolver problemas que ainda não existem. Se você for proativo e encarar os desafios como oportunidades de desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional, terá lugar no mundo que está sendo construído. (*Ozinil de Souza é consultor da SBA Asssociados e especialista em Gestão da Educação)


Issu2caderno