Page 1

Culto do Nascimento do

ParaĂ­so Terrestre


NOVA ESTRUTURA DA IGREJA NO BRASIL IZUNOME

JOHREI CENTERS - REGIÃO MINAS GERAIS IGREJA BELO HORIZONTE JC BARRO PRETO Rua Ouro Preto, 756 - Barro Preto - Belo Horizonte - MG CEP 30170-044 - Tel.: (31) 3292-2036 JC BETIM Rua Marajó, 63 - Brasiléia - Betim - MG CEP 30480-290 - Tel.: (31) 3532-0225 JC CONTAGEM Rua Itália, 116 - Glória - Contagem - MG CEP 32340-100 - Tel.: (31) 3356-3274 JC DIVINÓPOLIS Rua Goias, 157 - Porto Velho - Divinópolis - MG CEP 35500-433 - Tel.: (37) 3212-5861 JC MONTES CLAROS Rua Eugênio Nunes, 91 - Melo - Montes Claros - MG CEP 39401-852 - Tel.: (38) 3221-2958 JCN JABOTICATUBAS Rua Benedito Quintino, 102 - Centro Jaboticatubas - MG - CEP 35830-000 JC BARREIRO Rua Alcindo Vieira, 271- Barreiro de Baixo Belo Horizonte - MG - CEP 30640-100 - Tel.: (31) 3363-5975 JC CARLOS PRATES Rua Padre Eustaquio, 2.909 - Padre Eustáquio Belo Horizonte - MG - CEP 30720-100 - Tel.: (31) 3464-2213 JC CARMO DA MATA Rua José Antonio Ferreira, 49 - Centro Carmo da Mata - MG - CEP 35547-000 - Tel.: (37) 3383-1171 JC CIDADE NOVA - MG Rua Coronel Pedro Paulo Penido, 164 - Cidade Nova Belo Horizonte - MG - CEP 31170-330 - Tel.: (31) 3484-1246 JC CONSELHEIRO LAFAIETE Rua Alameda 2 De Novembro, 16 - Centro Cons. Lafaiete - MG - CEP 36400-000 - Tel.: (31) 3761-5303 JC CURVELO Rua João Pinheiro, 360 - Centro - Curvelo - MG CEP 35790-000 - Tel.: (38) 3721-4992 JC IPATINGA Rua Alexander Fleming, 39 - Cidade Nobre Ipatinga - MG - CEP 35162-353 - Tel.: (31) 3822-6214 JC PARÁ DE MINAS Rua Maestro Espindola, 140 Nossa Senhora Das Graças - Pará de Minas - MG CEP 35660-035 - Tel.: (37) 3232-1600 JC POUSO ALEGRE Rua João Basílio, 626 - Centro - Pouso Alegre - MG CEP 37550-000 Tel.: (35) 3422-6398 JC SÃO JOÃO DEL REI Pça. Duque de Caxias, 7 - Centro - São João Del Rei - MG CEP 36307-314 - Tel.: (32) 3371-8822 JC SÃO LOURENÇO Rua Marechal Floriano, 152 - Centro - São Lourenço - MG CEP 37470-000 - Tel.: (35) 3331-2697

JC SAVASSI Rua Outono, 324 - Carmo Sion - Belo Horizonte - MG CEP 30310-020 - Tel.: (31) 3282-0801 JC VENDA NOVA Rua Luíza Vieira, 48 - Venda Nova - Belo Horizonte - MG CEP 31610-110 - Tel.: (31) 3451-6757 JCN ITABIRITO Rua Belmiro Martins Paranhos, 130 Centro - Itabirito - MG - CEP 35450-000 JCN ITAJUBÁ Rua Doutor Luiz Viana, 20 - Varginha - Itajubá - MG CEP 37501-053 JCN NOVA LIMA Rua Doutor Antonio Fonseca Junior, 50 - Centro Nova Lima - MG - CEP 34000-000 JC UBERLÂNDIA Avenida Nicomedes Alves dos Santos, 153 Lídice - Uberlândia - MG CEP 38400-170 - Tel.: (34) 3235-8582 JC ARAXÁ Rua Almeida Campos, 311 - Centro - Araxá - MG CEP 38183-222 - Tel.: (34) 3662-9607 JC UBERABA Rua Major Eustáquio, 500 - Centro - Uberaba - MG CEP 38010-270 - Tel.: (34) 3336-1570 JCN ITUIUTABA Rua Trinta e Seis, 1681 - Centro - Ituiutaba - MG CEP 38302-008 JCE JUIZ DE FORA Rua Pasteur, 33 - Centro - Juiz de Fora - MG CEP 36015-420 - Tel.: (32) 3215-4234 JC ALÉM PARAÍBA Avenida Doutor Antonio Augusto Junqueira, 489 Porto Velho - Além Paraíba - MG CEP 36660-970 - Tel.: (32) 3462-9915 JC BARBACENA Praça Pedro Teixeira, 48 - Centro - Barbacena - MG CEP 36200-001 - Tel.: (32) 3331-6078 JC LEOPOLDINA Rua Presidente Carlos Luz, 603 Centro - Leopoldina - MG CEP 36700-000 - Tel.: (32) 3441-2304 JC MURIAÉ Avenida Monteiro de Castro, 133 Barra - Muriaé - MG CEP 36880-000 - Tel.: (32) 3721-5943 JC VIÇOSA Rua Sebastião Lopes de Carvalho, 393 - Centro Viçosa - MG - CEP 36570-000 - Tel.: (31) 3891-1968 JCN MANHUMIRIM Avenida Jacinto Antônio da Silva, 110 - Centro Manhumirim - MG - CEP 36970-000


ÍNDICE

Ensinamento do mês O Bem e o Mal

6

Trono de Kyoshu Mensagem de Kyoshu-Sama para os messiânicos do mundo inteiro

8

Trono de Kyoshu Palavras de Kyoshu-Sama Culto do Início da Primavera - 4 de fevereiro de 2017

9

IMM - Igreja Izunome Saudação do Presidente Masayoshi Kobayashi Culto Mensal de Agradecimento - 1º de maio de 2017

11

IMM - Igreja Izunome Orientação do Reverendíssimo Tetsuo Watanabe Solo Sagrado de Atami - 10 de fevereiro de 2008

14

Culto do Paraíso Terrestre Um passo em direção a Deus

18

Experiência na prática da fé A importância do sentimento em tudo que fazemos

20

IMMB - Gabinete da Presidência Presidente da IMMB visita Manaus e Boa Vista

22

IMMB - Divisão de Expansão Divisão de Expansão promove aprimoramentos

24

Fundação Mokiti Okada Faculdade Messiânica outorga diploma de Bacharel em Teologia a 165 missionários

IZUNOME

5

Foto F Fot to da d capa capa:: G Guilherme uilh ilherme Katsumi Shimada Medeiros. JUNHO/2017 –

3


IZUNOME

EDITORIAL

Um passo em direção a Deus

M

eishu-Sama, em vários de seus Ensinamentos, escreveu que, na natureza, tudo ocorre em ciclos. Na verdade, ele intuiu, no amanhecer do 15 de junho de 1931, no topo do monte Nokoguiri, que uma transformação sem precedentes estava tendo início no mundo espiritual e se conscientizou de que sua missão era guiar a humanidade na nova Era de Luz que, pouco a pouco, começaria a se manifestar no mundo material e concretizaria o Paraíso na Terra. Outros ciclos, porém, continuariam marcando a história da nossa Igreja. No dia 15 de junho de 1953, ao inaugurar o Solo Sagrado de Hakone, Meishu-Sama afirmou que aquele fato auspicioso simbolizava o próprio nascimento do Paraíso na Terra e que, no futuro, a data seria comemorada mundialmente como o “Dia do Nascimento do Paraíso Terrestre”. Hoje, com imensa alegria, vemos suas palavras concretizadas por meio dos milhares de discípulos que estão difundindo seu pensamento e seu ideal pelos quatro cantos do mundo. Um ano depois, em 5 de junho de 1954, Meishu-Sama anunciou aos seus seguidores que ele havia nascido de novo, como um Messias. No dia 15 do mesmo mês, no Solo Sagrado de Atami, realizou a “Cerimônia Provisória de Comemoração do Nascimento do Messias”, numa demonstração de que o ser humano é capaz de nascer de novo como um filho de Deus, como um Messias. No culto que realizamos no Solo Sagrado de Guarapiranga, no dia 15, o presidente da nossa

Igreja, Rev. Marco Antonio Baptista Resende, relembrou essas passagens, ressaltando a importância de refletirmos profundamente sobre o que Deus, por intermédio de Meishu-Sama, quer que aprendamos sobre o significado do “Culto do Nascimento do Paraíso Terrestre”. Segundo ele, ao reconhecer dentro de si a existência de Deus, Meishu-Sama deu o primeiro passo e conseguiu voltar-se completamente para Deus e para o Paraíso, tomando a decisão de concretizar na Terra, ideal que veio sendo profetizado há milhares de anos. “Nós, seguidores de Meishu-Sama, também precisamos dar esse primeiro passo em direção a Deus e ao Paraíso, e acredito que hoje é o dia ideal para isso”, afirmou o Rev. Resende. Tomar a decisão de reconhecer o Paraíso em nosso interior e concretizá-lo à nossa volta equivale ao estabelecimento de um novo ciclo em nossas vidas. Nesta edição, encontraremos textos muito importantes que vieram do Solo Sagrado do Japão, entre eles, uma mensagem especial enviada por Kyoshu-Sama, por ocasião do Culto do Paraíso Terrestre, e uma palestra do Reverendíssimo Tetsuo Watanabe. Ambos, certamente, enriquecerão ainda mais nossos estudos, no sentido de darmos mais um passo em direção a Deus. É importante sempre lembrar-nos da frase proferida por Meishu-Sama: “O lugar onde as pessoas se reúnem e se sentem felizes, aí está estabelecido o Paraíso Terrestre.” Boa leitura, bom aprimoramento para todos.

Acesse nossos sites:

Publicação mensal da Igreja Messiânica Mundial do Brasil Ano V - nº 112 - ISSN 2177-7462 Tiragem: 96.610 exemplares Elaboração: Igreja Messiânica Mundial do Brasil Impressão: Editora Abril Divisão de Comunicação Diretor da Divisão: Rev. Marco Antonio B. Resende Redação e Administração: Rua Morgado de Mateus, 77 – 1º andar – CEP 04015-050 Vila Mariana – São Paulo – SP E-mail: ascom@messianica.org.br Produção e coordenação de impressão Editoria interina: Kelly Mello - MTb: 69608 Edição de Arte: Kioshi Hashimoto Redação: Aline Pagliarini, Silvana Boghi. Fotografia (colaboradores nesta edição): www.fmo.org.br Cinara Troina, Erika Passos, Luís Leite, Marcio Setor Comercial: Rua Joaquim Távora, 1030 Manji, Melissa Binder, Michel Rossetti, Ricardo CEP 04015-012 – Vila Mariana – São Paulo – SP Fuchigami, Takuma Suzuki e Tony Tajima. Tel. 11 5087-5186

4 – JUNHO/2017

www.messianica.org.br

www.fmo.org.br

www.korin.com.br

www.kmambiente.com.br

www.planetaazul.com.br

www.faculdademessianica.edu.br

SEKAI KYUSEI KYO IZUNOME

www.solosagrado.org.br

www.izunome.jp


IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL DO BRASIL

O

IZUNOME

ENSINAMENTO DO MÊS

O bem e o mal

mundo apresenta diversos aspectos, em que o bem e o mal estão mesclados. Tragédia e comédia, infelicidade e felicidade, guerra e paz, tudo é motivado por um ou por outro. Por que existem pessoas boas e pessoas más? Creio que, via de regra, as pessoas já chegaram a pensar que deve haver uma causa determinante do bem e do mal. O que passo a explicar é a causa do bem e do mal, e é imprescindível que todos a conheçam. O ser humano em geral, obviamente, deseja ser do bem e tem aversão a ser do mal. Com raras exceções, tanto o governo como a sociedade ou a família amam o bem, porque sabem que do mal não nascem a paz nem a felicidade. Para facilitar a compreensão de todos, dividirei a definição do bem e do mal em duas partes: 1) “Homem bom é aquele que crê no invisível” e 2) “Homem mau é aquele que não crê no invisível.” Aquele que crê no invisível, crê na existência de Deus e é espiritualista. Aquele que não crê no invisível, é materialista e ateu. (...) Os praticantes do mal negam absolutamente a existência de Deus e não se importam em realizar más ações em seu proveito, desde que não sejam descobertos. Sua psicologia se assemelha ao pensamento niilista. Assim sendo, praticam fraudes como ações perfeitamente normais, fazendo o próximo sofrer, não importando se isso causa infortúnios à sociedade humana. E chegam ao cúmulo da prática do homicídio. (...) O mal surge, ainda, do pensamento de que, após a morte, o ser humano retorna ao Nada e que não existe vida no Mundo Espiritual. Embora a sorte favoreça o homem mau e este tenha êxito durante algum tempo, a realidade nos mostra, sem exceção, que, a longo prazo, ele está fadado à ruína. Isso porque, aquele que comete delitos vive inquieto e atormentado pelo receio de ser preso. Sob a tortura da sua consciência acusadora, é induzido ao arrependimento, sendo frequente o caso de criminosos que, quando se entregam ou quando

são presos, se alegram com o cumprimento da pena, porque assim recobram a paz de espírito. Isso significa que sua alma atribuída por Deus está sendo censurada por Ele uma vez que aquela se comunica com Deus por meio do elo espiritual. Ao praticar o mal, mesmo que consiga enganar os outros, a pessoa não pode enganar a si mesma. Já que o ser humano está ligado a Deus por meio do elo espiritual, todos os atos humanos são do conhecimento Divino. (...) (...) quem crê em Deus, que é invisível, não se deixa ludibriar por perspectivas “brilhantes”, pois possui a crença de que, mesmo que consiga enganar o próximo, é impossível enganar a Deus. Ainda que, do ponto de vista humano, seja considerada uma pessoa de bem, se não crê em Deus, situa-se na esfera do mal, pois corre o risco de transformar-se num mau elemento a qualquer momento. Por essa razão, ter fé, isto é, crer no invisível, é o atributo essencial do autêntico homem de bem. Estou convencido de que nada, além da fé, é capaz de salvar a situação atual de excessiva degradação dos preceitos morais. Embora se continue criando leis, polícia, tribunais e prisões para impedir a ocorrência de crimes, tudo isso é como construir jaulas e cercas de ferro, a fim de nos proteger do perigo dos animais ferozes. Dessa forma, os criminosos não estão sendo tratados como seres humanos, mas como animais. E haverá maior infelicidade para alguém do que terminar a vida rebaixado à condição de animal, uma vez que foi criado como um ser elevado? O ser humano se transforma em animal, quando se degenera, e em ser divino, quando se eleva. Esta é uma verdade imutável. O ser humano é realmente um ser intermediário entre Deus e o animal. Nesse sentido, o autêntico civilizado é aquele que se libertou da característica animal. Creio que o progresso da cultura significa a evolução do ser animal para o ser divino. E qual é o lugar onde seres divinos se reúnem, senão o Paraíso Terrestre? Por Meishu-Sama, em 5 de Setembro de 1948 Extraído do Alicerce do Paraiso, vol. 1, pág. 84 a 88 - trechos

JUNHO/2017 –

5


IZUNOME

TRONO DE KYOSHU

Mensagem de

Kyoshu-Sama

para os messiânicos do mundo inteiro Publicamos abaixo uma importante mensagem enviada por Kyoshu-Sama, na auspiciosa data do Culto do Paraíso Terrestre*.

Sama por me permitir despertar para isso. Deus deseja intensamente que encontremos nosso “velho eu”, reconheçamos nossa velha forma de pensar, despertemos e lembremos daquilo que já tínhamos em nosso interior – aquilo eishu-Sama funque, desde o Início da Criação, dou nossa relibrilha intensamente dentro de gião trazendo a nós. Deus quer que nos lembremaior de todas as mos do “novo eu” que existe boas-novas para dentro de nós. a humanidade – a Transição Eu estou no processo de perda Era da Noite para a Era do ceber o meu “velho eu” e minha Dia. Deus acolheu nesta nova velha forma de pensar e tamera tudo o que existe no Céu e bém, de me lembrar do que tive na Terra. Ele acolheu cada um dentro de mim desde o Início da de nós, sem exceção. Talvez não Criação. É sobre isso que venho percebamos, mas eu afirmo que falando aos senhores nos cultos já estamos vivendo na Era do e em outros eventos. Dia e estamos sendo criados e Nessas ocasiões, minhas paeducados por Deus nesta nova lavras são confissões a Deus – a era. súplica de minha alma a Ele. Yoichi Okada, Líder Espiritual da IMM. Todos nós carregamos em As três mensagens intitulanosso interior um “velho eu”. das “Palavras de Luz”, “Nosso Esse “velho eu” agora se revela para nós através do Juramento” e “Palavras de Oração” são a essência do poder de Deus e através da luz da gloriosa Era do que venho tentando lhes dizer nos últimos dez anos Dia. aproximadamente. Eu as preparei porque gostaria Eu estive apegado ao meu “velho eu” por muito que o maior número possível de pessoas se voltasse tempo. Sem perceber isso, eu compreendia os Ensi- para o seu “novo eu”, que traz o nome Messias dennamentos de Meishu-Sama de forma limitada e ten- tro dos senhores. denciosa. Porém, com Sua graça, através de MeishuOs senhores estão participando da Obra Divina em -Sama, Deus me fez, e ainda me faz perceber o meu vários lugares: Sedes, Johrei Centers, etc. Onde quer “velho eu” e minha forma limitada de pensar. que os senhores estejam, Deus e Meishu-Sama jamais O que será que significa a palavra “Deus” para os abandonarão. Gostaria que todos os senhores direMeishu-Sama? Qual será o significado de “ser huma- cionassem seus corações e mentes a Deus, que consno” para Meishu-Sama? E as palavras “amor”, “Joh- tantemente refletissem e buscassem, de forma que purei”, “salvação”, “felicidade”, “Paraíso Terrestre”, dessem perceber a sua velha forma de ser. Desejo que “fé”, “prática” e assim por diante? O que será que os senhores tenham constantemente a permissão de essas palavras significam para ele? perceber novas coisas, e que possam compartilhá-las Hoje, eu confesso aos senhores que entendia o com muitas pessoas, ao invés de guardá-las para si. significado dessas palavras de forma completamente Acredito que esse é o verdadeiro trabalho missionário oposta à que Meishu-Sama queria que entendêsse- que Meishu-Sama quer que realizemos. Portanto, vamos. Eu entendia de forma errada todas as palavras mos caminhar em frente, com coragem, nessa forma que nos foram ensinadas através de Meishu-Sama e, totalmente nova de Obra Divina. por isso, eu preciso pedir desculpas a ele. Ao mesEm nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, mo tempo, sinto-me profundamente grato a Meishu- que a graça de Deus esteja com os senhores.

M

* Informamos que não se trata da palestra proferida por Kyoshu-Sama no Solo Sagrado de Atami por ocasião do Culto do Paraíso Terrestre, pois esta ainda está sendo preparada e só será publicada numa edição posterior.

6 – JUNHO/2017


IMMB - GABINETE DA PRESIDÊNCIA

IZUNOME

A todos os messiânicos Após receber as palavras de Kyoshu-Sama no Culto do Início da Primavera, no último dia 4 de fevereiro, a Igreja Messiânica Mundial – Izunome –, esclareceu a todos os messiânicos, por meio da saudação do Presidente Masayoshi Kobayashi proferida no Culto Mensal de maio, o caminho que será traçado pela nossa Igreja de agora em diante. Assim sendo, publicamos, a seguir, três textos: as palavras de Kyoshu-Sama proferidas no Culto do Início da Primavera; a saudação do Presidente Masayoshi Kobayashi por ocasião do Culto Mensal de maio e uma orientação dada pelo Reverendíssimo Tetsuo Watanabe em 2008. A Igreja Messiânica Mundial do Brasil deseja assumir a postura da Sede Geral do Japão de querer caminhar unida ao sentimento de Kyoshu-Sama. Assim, nós, messiânicos brasileiros, vamos herdar a mesma postura, a paixão e determinação que o Reverendíssimo Tetsuo Watanabe sempre teve para seguir as palavras de Kyoshu-Sama.

JUNHO/2017 –

7


IZUNOME

TRONO DE KYOSHU

Palavras de

Kyoshu-Sama

Culto de Início da Primavera em Atami 4 de fevereiro de 2017 Templo Messiânico do Solo Sagrado de Atami

F

elicitações a todos pela realização do Culto do Início da Primavera Eu havia preparado a minha palestra para o Culto do Início da Primavera. Porém, hoje eu desejo muito transmitir uma mensagem a todos os messiânicos do Japão e de todo o mundo, ligados à Igreja Messiânica Mundial – Izunome. Peço desculpas por esta atitude súbita. Eu sinto que o sistema institucional centralizado em Kyoshu (Líder Espiritual), ideal básico estabelecido na instituição da Igreja Messiânica Mundial – Izunome, foi descartado pelo Presidente Kobayashi e demais membros da direção, alguns dias antes da realização deste Culto do Início da Primavera. Ao mencionar os membros da direção, estou me referindo ao Presidente Kobayashi e demais diretores da Sede Geral, ao reverendo Maeda e demais diretores da Expansão e aos conselheiros da Igreja Izunome. A diretoria, que se encontra sob a responsabilidade do Presidente Kobayashi, rejeitou as palavras que eu estou transmitindo aos diretores. Nesse momento, eu gostaria de me abster de mencionar a respeito dos detalhes dessa conversa e dos motivos que me fizeram chegar ao ponto de precisar me dirigir aos senhores hoje. Possivelmente, os diretores, a começar pelo Presidente Kobayashi, devem dizer para os senhores que o objetivo das minhas palavras hoje é causar distúrbios na instituição. Talvez, minhas palavras e ações sejam utilizadas como base para criticarem a minha pessoa. Também é possível que sejam feitas diversas explicações para os senhores em suas unidades religiosas. Os diretores não reconhecem que rejeitaram o ideal básico de um sistema institucional centralizado no Líder Espiritual e, certamente, dirão aos senhores que está sendo elaborada uma nova estrutura de centralização no Líder Espiritual, com base na linha de pensamento da diretoria. Entretanto, este não é o meu desejo. Desejo que todos tomem cuidado para não serem iludidos por essas palavras ou ações. Atualmente, os senhores cantam a versão em japonês do "Hino da Luz Divina" após os cultos especiais no Solo Sagrado e em outras ocasiões. Isso é algo que foi sugerido por mim, e eu também cantava junto com os senhores aqui na nave. Contudo, a diretoria definiu que a partir deste Culto do Início da Primavera eu não poderei mais

8 – JUNHO/2017

cantá-lo na nave junto com os membros. A partir de hoje, eu não posso mais cantar o Hino da Luz Divina na nave junto com todos os senhores. Além disso, após os cultos, eu sempre apertava a mão dos senhores, escutava seus sentimentos e me encorajava com isso. Todavia, a diretoria decidiu que, a partir deste Culto do Início da Primavera, eu não poderei mais apertar a mão dos senhores. A partir de agora, exceto em ocasiões especiais, eu não poderei mais apertar a mão dos senhores. Mesmo que os senhores estendam a mão para mim, eu não poderei mais cumprimentá-los. Isso é algo que não tenho como me desculpar com todos os senhores. Todas estas decisões foram tomadas pelos diretores em uma reunião geral da diretoria, realizada no dia 15 de janeiro, e me foram transmitidas no dia 24 de janeiro pelo Presidente Kobayashi. Eu me importo do fundo do meu coração com todos os membros da Igreja Izunome. Amo os senhores de todo meu coração. Não poderei mais encontrar com os senhores de forma natural, conversar, sorrir ou compartilhar a mesma tristeza. Isto é algo realmente triste, porém, esta decisão foi tomada pela diretoria da Igreja Izunome, que está sob orientação do Presidente Kobayashi. Contudo, os senhores não têm com o que se preocupar. Eu interpreto isto como algo necessário para que a Igreja Izunome e todos os senhores possam buscar Meishu-Sama verdadeiramente. Desejo do fundo do coração que a relação de confiança entre mim e a direção da Igreja Izunome seja restaurada o quanto antes. Muito obrigado.


IMM - IGREJA IZUNOME

IZUNOME

Saudação do Presidente

Masayoshi Kobayashi Culto Mensal de Agradecimento - Maio Templo Messiânico Solo Sagrado de Atami 1º de maio de 2017

P

arabéns pelo Culto Mensal de Agradecimento do mês de maio. Após o Culto do Início da Primavera, nós, membros da direção, causamos uma grandiosa preocupação em todos os messiânicos com relação ao futuro da nossa igreja. Apesar disso, não apresentamos uma prática concreta desde então. Hoje, peço licença para usar este local e me desculpar com relação a isso, além de relatar aqui as práticas que serão feitas pelos diretores de agora em diante. Presidente Kobayashi, junto com diretores executivos e diretores de expansão, No Culto do Início da Primavera deste apresenta suas desculpas e seu compromisso para daqui em diante. ano, Kyoshu-Sama disse que a direção da nossa Igreja havia determinado que, a partir desse foi motivado pela seguinte reflexão, registrada neste culto, ele não poderia mais cantar a versão em japo- texto elaborado em 2006: “Havia certa discordância no sentimento que posnês do Hino da Luz Divina na nave com os membros e, exceto em ocasiões especiais, não poderia mais suíamos sobre o ‘Trono de Kyoshu’, tendo-o como ‘o apertar a mão dos fiéis. Essa decisão por parte dos trono que herda a sagrada obra de Meishu-Sama’, além das práticas que nascem por meio dele. Isto é a reflexão diretores é um fato verídico. A direção sequer consultou o sentimento de que devemos ter sobre os fatos que existiram no passaKyoshu-Sama, tomando assim, uma decisão unilateral. do da nossa igreja, como ter tratado o Líder Espiritual, Nós, diretores, acabamos estipulando inúmeras Kyoshu-Sama, apenas como um símbolo e a tendência razões para impedir o intercâmbio de Kyoshu-Sama de ter a direção como centro administrativo”. Com base nessa reflexão, foi tomada a seguinte com os membros e tínhamos o sentimento de afastádecisão, registrada no mesmo texto: -lo dos senhores. “Relataremos os fatos como eles se apresentam para Kyoshu-Sama está buscando Meishu-Sama através do contato com os messiânicos. Apesar disso, Kyoshu-Sama, confirmando se nossos pensamentos e tomamos essa decisão e, por isso, pedimos nossas atitudes estão corretas. Além disso, receber orientação mais sinceras desculpas por esse ocorrido e infor- no sentido de conferir se isso corresponde ao sentimenmando aqui também que essa decisão foi totalmente to do Líder Espiritual, Kyoshu-Sama e, por conseguinte, ao sentimento de Meishu-Sama. Todos os diretores, revogada. A Igreja Messiânica Mundial – Izunome, desde a começar pelo seu presidente, desejam igualmente sea purificação da nossa igreja, objetivou o estabele- guir em frente através dessa confirmação”. Além do mais, fizemos o seguinte juramento: cimento de um sistema centralizado no Líder Espi“Com base no pensamento de que o sentimento ritual, Kyoshu-Sama. Neste ínterim, os diretores da nossa igreja elaboraram em novembro de 2006, cen- de Meishu-Sama nos será transmitido por meio do tralizados no Reverendíssimo Tetsuo Watanabe, o desejo e da vontade do Líder Espiritual, Kyoshu-Satexto intitulado: “Considerações sobre o que precisa ma, todos os diretores assumem a decisão de seguir ser refletido e corrigido?”. Por intermédio desse tex- em frente, corrigir o próprio sonen, realizar uma adto, relatamos a Kyoshu-Sama e, consequentemente, ministração totalmente coerente ao sentimento do Lía Meishu-Sama, qual é o princípio básico da Igreja der Espiritual, Kyoshu-Sama e seguir pelo caminho da prática da fé”. Messiânica Mundial – Izunome. Entretanto, apesar de termos feito esse juramenSendo assim, o que levou os diretores da nossa igreja a seguir até hoje alicerçada no estabelecimento to, afirmamos que é difícil entender as palavras de de um sistema centralizado no Líder Espiritual? Isso Kyoshu-Sama; que elas diferem dos Ensinamentos; JUNHO/2017 –

9


IZUNOME

IMM - IGREJA IZUNOME

que a igreja não expandirá se seguirmos suas orientações e que ele está intervindo na administração da igreja. Oficialmente, enfatizávamos o sistema centralizado em Kyoshu-Sama, mas, na prática, colocamos a direção no centro da administração e compreendíamos os Ensinamentos à nossa maneira. Dessa forma, acabamos nos afastando totalmente do princípio básico idealizado pela nossa igreja. Portanto, as minhas palavras nos cultos eram completamente diferentes das palavras de Kyoshu-Sama. Isso foi um grande erro da minha parte. Eis o significado do princípio básico da nossa igreja, ou seja, do sistema de centralização em Kyoshu-Sama: “O sentimento de Meishu-Sama nos será transmitido por meio do desejo e da vontade do Líder Espiritual, Kyoshu-Sama”. Para a Igreja Messiânica Mundial – Izunome, este princípio é algo que deve ser eternamente herdado pelas próximas gerações. Assim, renovamos hoje essa decisão. Todavia, eu me esqueci do espírito de “centralizar em Kyoshu-Sama” e acabei negligenciando-o. Por isso, peço perdão a todos os messiânicos e também a Kyoshu-Sama. Peço minhas sinceras desculpas. Apresentaremos aos senhores a prova dessa decisão e pedido de perdão na prática. Concretamente falando, será realizada uma drástica revisão do conteúdo das saudações nos cultos, das publicações e dos aprimoramentos, fazendo com que todos estejam dentro do ideal básico da nossa igreja. A partir de agora, dedicarei a minha própria fé, sem me esquecer desse ideal básico, e terei como ponto-chave o que está firmado na diretriz de expansão para o ano de 2017: “Despertar para uma fé completamente nova, em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama”. Além disso, quero me empenhar com os messiânicos do mundo inteiro no estudo das palavras de Kyoshu-Sama, buscar e praticar o seu sentimento, para que possamos “compreender a essência dos Ensinamentos através das palavras de Kyoshu-Sama”. Seguirei em frente com meu coração em união com Kyoshu-Sama. Reafirmo este compromisso perante Deus, Meishu-Sama e Kyoshu-Sama. Desejo de todo o meu coração que, apesar de nossas imperfeições, todos os messiânicos possam compreender a decisão e a reflexão de todos os diretores. A partir de agora, todos os messiânicos no Japão e no mundo inteiro se empenharão para caminhar numa etapa completamente nova, sob as orientações de Kyoshu-Sama. Peço a colaboração e o apoio de todos os senhores perante este novo ponto de partida que se inicia hoje para a direção da nossa igreja. Muito obrigado.

10 – JUNHO/2017


IMM - IGREJA IZUNOME

Tetsuo Watanabe Templo Messiânico Solo Sagrado de Atami 10 de fevereiro de 2008

B

oa-tarde a todos! Estão passando bem?

interpretação e achava que a sua é que era a certa e, por isso, nasceram os conflitos. “Estudar as palavras de Kyoshu-Sama e praticá-las, para receber graças”

Nós, da Igreja Izunome, viemos defendendo que queríamos consolidar um sistema de Obra Divina centralizado em Kyoshu-Sama. Assim, atualmente Kyoshu- Sama vem, com muito carinho, nos contemplando O desejo de Kyoshu-Sama é: “A com suas orientações, de forma bem partir de agora, quero desenvolver detalhada. Nós estamos desenvola Sagrada Obra de Deus em conforReverendíssimo Tetsuo Watanabe. vendo uma Obra Divina em que midade com a Lei Espírito Precede estudamos cada uma dessas oriena Matéria”. Como podemos assimilar esse desejo como sendo o nosso desejo? Eu acredito tações, empenhando-nos para tentar compreendê-las. que a verdadeira unificação nascerá quando nos tor- Depois que passamos a praticá-las, surgem as graças, narmos um “único corpo” com Kyoshu- Sama, acei- que são transmitidas às pessoas como manifestações de tando que o Trono de Kyoshu herda a Sagrada Obra Meishu-Sama. Esta verdadeira unificação, ou seja, a necessidade de Meishu-Sama, fazendo do sentimento e do desejo de unificarmos o mais depressa possível, já está se esde Kyoshu-Sama, nossos sentimentos e desejos. Antigamente, todos estavam “unidos a Meishu- palhando por todos os cantos..., mas será que, dentro -Sama”. Mesmo aqueles que se tornaram dissidentes de cada um de nós, já conseguimos verdadeiramenda nossa Igreja, estavam unidos a ele. Na última puri- te fazer do sentimento e do desejo de Kyoshu-Sama, ficação da Igreja, cada grupo sentia ou acreditava que como nossos sentimentos e desejos? Eu acredito que estava unido a Meishu-Sama, mas na prática, era cada ainda não... Muitas pessoas dizem: “Se conseguirmos ficar um agindo conforme a conveniência... É fácil qualquer um dizer: “Estou unido a Meishu-Sama”, “Estou unidos a Meishu-Sama, conseguiremos nos unir ao centralizado em Meishu-Sama”. Afinal, ninguém vai sentimento e desejo de Kyoshu-Sama”. Eu não digo ouvir Meishu-Sama contestar, dizendo: “Você ainda assim. O que eu tenho dito é o seguinte: “Se nós connão está unido a mim...” Por esse motivo, cada grupo seguirmos nos unir ao sentimento de Kyoshu-Sama, interpretava conforme o próprio interesse, e afirmava: se fizermos de seu desejo, o nosso desejo, teremos a “Somos nós que estamos certos, certamente somos permissão de nos unir a Meishu-Sama”. Para muitos, nós...” e assim surgiram grupos que igualmente se estas duas formas de falar parecem iguais, não é? Contudo, para mim, existe uma grande diferença achavam certos, nascendo assim os conflitos. Eu também sei sobre a antiga unificação (NT. entre: “Basta estudar os Ensinamentos de MeishuOcorrida na década de 1970). Naquela época, por que -Sama e olhar seus feitos, que vamos nos unir ao surgiram tantas igrejas dissidentes? É porque aqueles sentimento de Kyoshu-Sama” e “Se compreenderque resolveram nos deixar, achavam que Kyoshu-Sa- mos o desejo de Kyoshu-Sama, unindo-nos ao seu ma não era necessário. Eles se desligaram da nossa sentimento, seremos agraciados com o caminho para Igreja, e cada um se tornou um “Kyoshu-Sama”. Mas nos unir a Meishu-Sama”. O que os senhores acham? É a mesma coisa? Não será que Kyoshu-Sama queria que eles fossem embora dessa maneira? Logicamente que não! Mesmo é, né... então, qual deles é o certo? Quem acha que o assim, muitos se foram e se denominaram “Kyoshu”. certo é: “Se nos unirmos a Meishu-Sama, estudando Depois disso, vivemos a grande “purificação da seus Ensinamentos e tudo o que ele fez, conseguireIgreja”, que se arrastou por vinte anos. O que ori- mos nos unir ao sentimento de Kyoshu- Sama”, pode ginou essa purificação? Se pensarmos bem, vamos levantar a mão? E quem acha que o certo é: “Se nos unirmos ao sentiperceber que, mesmo Kyoshu-Sama estando presente, era como se ela não estivesse lá. É porque não a mento de Kyoshu-Sama, fazendo do desejo de Kyoshuposicionaram no centro. Assim, cada grupo tinha sua -Sama, o nosso desejo, conseguiremos merecer nos unir “A verdadeira unificação começa na centralização no sentimento de Kyoshu- Sama”

JUNHO/2017 –

11

IZUNOME

Orientação do Reverendíssimo


IZUNOME

IMM - IGREJA IZUNOME

a Meishu-Sama”, pode levantar a mão? Obrigado! Eu também acho isso! Como Kyoshu-Sama está no centro do Plano Divino desenvolvido neste mundo material, ele vai dizer claramente as coisas. Se consultarmos Kyoshu-Sama: “O que o senhor acha? Será que está errado?” Kyoshu- Sama vai responder: “É... aquilo está errado!” E se perguntarmos: “O senhor acha que já estamos unidos?” Ele vai responder: “Ainda não...” Mesmo que façamos essas perguntas a Meishu-Sama, não vamos ouvir a voz dele. Logo, o centro do Plano Divino desenvolvido neste mundo material é Kyoshu-Sama! Não quer dizer que vamos “endeusar” Kyoshu-Sama... Nada disso! É a atuação do Trono de Kyoshu. E qual é essa atuação? Acho que os senhores já devem saber, não é? Dentro de suas orientações Kyoshu-Sama vem nos explicando que o ser humano depende de seu sonen, ou seja, esclarece a importância do sonen. É importante o que fazemos, mas, mais importante ainda, é com que sentimento estamos fazendo. No futuro, vai chegar uma época em que a humanidade vai pesquisar a respeito do sonen. Ele disse também que todos nós somos representantes de Deus que receberam a partícula divina e que somos a soma de incontáveis antepassados. Kyoshu-Sama veio nos explicando tudo isso com muito carinho, de forma bem detalhada e, graças a isso, pela primeira vez, conseguimos entender muitas coisas. Até então, acho que não tinha pensado seriamente em entender esses temas, em acreditar dessa forma. Eu não sei quanto aos senhores, mas eu era assim. Nas aulas de iniciação, eu falava desse jeito, mas talvez da boca para fora. Será que realmente somos representantes de Deus que receberam a partícula divina? No caso de Meishu-Sama, talvez ele fosse mesmo, mas nós também? Será que, antes, muitos não pensavam assim? Eu pensava assim... Isso é importante! Se não entendermos isso, não entenderemos também a visão sobre o Messias da Igreja Messiânica, explicado por Kyoshu-Sama. Eu acredito que, quanto mais estudarmos as palavras de Kyoshu-Sama, mais aprofundaremos nosso entendimento sobre os Ensinamentos de Meishu-Sama e alcançaremos um nível de fé cada vez mais elevado. Muitas pessoas dizem que a Purificação da Igreja se deu porque muitos só ouviam levianamente os Ensinamentos de Meishu-Sama. Se os tivessem estudado com seriedade e profundidade, nada daquilo teria ocorrido. Por isso, era motivo de reflexão... foi isso o que disseram. Eu pergunto: como vamos compreender profundamente os Ensinamentos de Meishu-Sama? Eu acredito que é somente quando estudarmos as palavras de Kyoshu-Sama, que entenderemos com profundidade os Ensinamentos. É por eu ter essa certeza que hoje estou aqui falando com os senhores.

12 – JUNHO/2017

Quando se está estudando as orientações de Kyoshu-Sama, será que não aparece algo como: “Ah, então isso tinha esse significado?” Será que quando entoarmos os salmos de Meishu-Sama, não vamos perceber neles algum sentimento, algum desejo que está contido neles, que até hoje não tínhamos percebido? Eu acho que sim... “Consolidar a visão de Messias da Igreja Messiânica Mundial” Quando faço reuniões, eu tenho sugerido: “Vamos praticar verdadeiramente uma fé que se liga ao Messias Meishu-Sama?”, “Vamos consolidar uma visão de Messias da Igreja Messiânica?”, “Não é uma visão de Messias do Judaísmo, nem do Cristianismo, nem do Islamismo... Vamos consolidar uma visão de Messias da Igreja Messiânica!” E todos unanimemente têm se empenhado nisso. Estamos estudando com muito esmero e, depois, vamos submeter a Kyoshu- Sama, até ganharmos dele a confirmação: “Isso mesmo! Esta é a visão de Messias da Igreja Messiânica!” Não pode haver diferenças entre aquilo que apresentamos à sociedade e o que acreditamos. Não pode haver “frente e verso”, nem “o que eu falo é uma coisa, mas o que eu penso é outra”...Nossos estudos estão indo na direção de consolidar uma visão de Messias que, tanto o que for explicado aos outros, como o que nós acreditamos, sejam a mesma coisa. Devemos apresentar aquilo que acreditamos. Quando finalizarmos esse estudo, quero apresentá-lo a Kyoshu-Sama, e se ele disser: “É isso mesmo! Vamos usar isso!”, quero divulgar a todos os senhores, no devido formato, para que os membros passem a acreditar nisso, e depois, difundir no mundo inteiro. Este é o meu plano. Eu quero me empenhar voltado para o grande objetivo, que é a verdadeira unificação, que certamente vamos alcançar. Gostaria de fazer um pedido aos senhores. Desde o ano passado, em cada região, em cada área, tenho


IMM - IGREJA IZUNOME

tudei as palavras de Kyoshu-Sama e aprendi isso, fiz essa prática, consegui essa graça... e os senhores, que graças receberam?” É isso que espero dos estudos em conjunto. Como todos já estão focados em estudar as palavras de Kyoshu-Sama, vão conseguir! Até agora, talvez era um pouco diferente... há quem dizia: “Mais do que as palavras de Kyoshu-Sama, temos que estudar os Ensinamentos de Meishu-Sama e olhar os seus feitos”, ou ainda “Nós, da Igreja Izunome, já estamos percebendo e fazendo as reflexões...” Entretanto, para chegarmos ao ponto de fazermos reuniões em que todos possam discutir concretamente sobre o quê e como percebemos, o quê e como fazemos as reflexões, como estamos colocando em prática e quais graças foram recebidas, cada um dos senhores precisa praticar as palavras de Kyoshu-Sama. Quem está praticando e já recebeu alguma graça, pode levantar a mão? Quero que aqueles que já receberam graças, participem dessas reuniões e as compartilhem com bastante orgulho. Eu gostaria de criar em todo o país, um ambiente espiritual em que as pessoas que praticam as palavras de Kyoshu-Sama possam compartilhar dinamicamente suas graças e o que aprenderam com essas práticas. Ou seja, criar um novo ambiente espiritual. Eu acredito que esse seja o caminho que levará nossa Igreja à unificação do ponto de vista da fé. Senhores, vamos praticar? Este é o meu único desejo.

JUNHO/2017 –

13

IZUNOME

pedido a todos os ministros, integrantes e dedicantes para estudarem, juntos, as palavras de Kyoshu-Sama e praticá-las. Peço também que, quando receberem graças, levem-nas às reuniões e as compartilhem com outros ministros. Gostaria que, por meio dessas graças recebidas, pudessem perceber e apreender o desejo de Meishu-Sama, o desejo de Kyoshu-Sama. Se você estudar sozinho, há limites. Tempos atrás, pedi aos funcionários dos setores internos da Sede Geral e das empresas coligadas para fazerem esse estudo. Em conjunto, todos deveriam discutir o que perceberam, o que aprenderam, como praticaram, e quais graças receberam. Hoje, eu percebo que o estudo em grupo fez com que todos crescessem, e os próprios setores também evoluíram. Se o estudo fosse individualizado, o resultado também ficaria “espalhado”... Assim sendo, peço aos senhores que, a partir de agora, se empenhem seriamente em compreender e praticar as palavras de Kyoshu-Sama. Se não entenderem, pensem e repensem... ouçam as graças recebidas dos colegas, aprendam com isso! Digam: “Ah, então é isso? Eu não tinha entendido assim... realmente você está certo...” e façam o compromisso de praticar. E quando receberem uma graça, compartilhem com os colegas: “Olhem, eu alcancei esse resultado! Estou muito feliz!” Estudando dessa forma, espero que apareça em cada área um representante que possa dizer: “Eu es-


IZUNOME IZUN IZ UNOM OME E IZUNOME

CULTO DO PARAÍSO TERRESTRE

legenda

Um passo em direção Saudação do presidente da IMMB, Rev. Marco Antonio Baptista Resende Solo Sagrado de Guarapiranga 15 de junho de 2017

Primeiramente, gostaria de ler a mensagem que o nosso Líder Espiritual, Kyoshu-Sama, enviou aos messiânicos do mundo inteiro por ocasião do Culto do Paraíso Terrestre.

om-dia! Feliz Dia do Paraíso! Todos estão passando bem? Vamos enviar um caloroso bom-dia aos nossos irmãos messiânicos do Brasil que estão participando conosco deste culto! Bom-dia!!! Hoje, também estamos recebendo messiânicos vindos do exterior. No total, são 19 pessoas, representando: a Bolívia, o México, os Estados Unidos e a Itália. Sejam bem-vindos ao Solo Sagrado! Agradeço a Deus e a Meishu-Sama a permissão de realizar este Culto do Paraíso Terrestre e poder servir à Obra Divina com todos os senhores e senhoras.

NR: A íntegra da mensagem de Kyoshu-Sama está na página 6 desta edição. Após a leitura, o presidente da IMMB deu continuidade à saudação que dirigiu aos messiânicos brasileiros. O Culto do Paraíso Terrestre foi transmitido, via satélite, para todo o País.

B

14 – JUNHO/2017

Fiquei muito feliz por ter recebido as palavras de Kyoshu-Sama neste Culto do Paraíso Terrestre. Estou certo de que, através de seu estudo, poderemos aprofundar ainda mais a nossa fé. Bem, o culto que estamos celebrando hoje, é uma data muito importante para os messiânicos e para a humanidade, pois esclarece a missão da Igreja Messiânica

O Culto contou com cerca de 16 mil participantes. A ce

Mundial, que é a construção do Paraíso Terrestre. No alvorecer do dia 15 de junho de 1931, Meishu-Sama recebeu a revelação divina sobre a Transição


CULTO DO PARAÍSO TERRESTRE

erimônia foi transmitida por satélite para todo o Brasil.

da Era da Noite para a Era do Dia. Nesse momento, Meishu-Sama conscientizou-se de que sua missão era concretizar o Paraíso na Terra e, obedecendo à vontade de

JUNHO/2017 –

15

IZUNOME

a Deus

Deus, dedicou-se, incansavelmen- Deus e vem se manifestando no te, a esta concretização. mundo físico, envolvendo toda a Vinte e dois anos depois, ao Sua Criação. inaugurar o primeiro Solo SagraO fato de Meishu-Sama ter do do Japão, no dia 15 de junho de reconhecido a existência de Deus 1953, Meishu-Sama, afirmou que vivo dentro de si e que Deus é o Paraíso havia nascido na Terra, quem comandava sua vida, utiproferindo as seguintes palavras: lizando-a segundo Sua vontade, “A conclusão do Paraíso Ter- tornando-se nosso modelo. Isso restre do Solo Sagrado de Hakone foi motivo de grande alegria simboliza o próprio nascimento para Deus, que o recebeu de voldo paraíso na Terra, creio que, por ta ao Paraíso como Seu verdadeise tratar de um dos eventos mais ro filho. auspiciosos ocorridos desde o iníPrecisamos sempre nos lemcio dos tempos, este dia será come- brar do nosso modelo, que é morado mundialmente por toda a Meishu-Sama. Realmente, se eseternidade. Por tamos determinaessa razão, é prodos a seguir seus vável que, futupassos, primeiro ramente, o dia 15 é imprescindível de junho venha a entender, o quanse tornar o dia do to antes, que para Culto do Nasciencontrar o camimento do Paraíso nho de retorno ao Terrestre...” Paraíso, precisaMuito anos mos reconhecer se passaram, e que Deus está hoje podemos vivo dentro de confirmar o que nós e que temos M e i s h u - S a m a Presidente da IMMB, reverendo Mar- uma profunda co Antonio Baptista Resende. afirmou, pois os relação com o admessiânicos do vento do Paraíso mundo todo, onde quer que este- Terrestre. jam, estão comemorando este dia. Conforme Meishu-Sama nos Isto não é maravilhoso? ensina, fomos criados por Deus Posso estar enganado, mas tal- e estamos sendo utilizados por vez, a Igreja Messiânica Mundial Ele nesta Obra de Salvação. Por seja a única religião que celebra e conseguinte, nossas ações, nossos comemora o dia do nascimento do pensamentos e nossos mais vaParaíso Terrestre. riados sentimentos, como alegria, As palavras “Nascimento do tristeza, tranquilidade, inseguranParaíso” ecoam fortemente em ça, medo, paz... já são do conhecinossos corações, não é? Eu sinto mento de Deus e não dizem resque elas nos trazem alegria, âni- peito somente a mim. mo, esperança. Nesse sentido, todas as vezes Todavia, não é só isso. É im- que enfrentamos dificuldades, portante não nos acomodar, pois acabamos tentando resolvê-las precisamos pensar sobre o que sozinhos, ou seja, somente utiDeus, através de Meishu-Sama, lizando nossa capacidade e fordeseja que aprendamos a respeito ça. Contudo, em suas palavras, do significado do Culto do Nasci- Kyoshu-Sama nos orienta que mento do Paraíso Terrestre. podemos retornar a Deus e, com Eu acredito que Meishu-Sama Meishu-Sama, conduzir tudo o instituiu esse dia como um marco, que realmente está ocorrendo em para que, a cada ano, nós, messiâ- nossa vida. nicos, pudéssemos despertar, ainEm uma de suas caligrafias, da mais, nossa consciência para Meishu-Sama escreveu: essa maravilhosa obra de concretização do Paraíso, que avança “O Paraíso existe dentro seguindo a absoluta vontade de do meu coração.”


IZUNOME

CULTO DO PARAÍSO TERRESTRE

Os senhores conseguem sentir o espírito de Meishu-Sama através dessas palavras? Eu não sei quanto aos senhores, mas eu acreditava que o Paraíso existia somente no coração de Meishu-Sama. Eu nunca tinha parado para pensar que esse Paraíso pudesse existir no meu coração também. Todavia, Kyoshu-Sama nos ensina que o paraíso existe dentro do coração de cada um de nós e, por essa razão, acredito que podemos fazer a mesma afirmação e sentir o espírito de Meishu-Sama por meio dessas palavras. Eu gostaria que os senhores repetissem comigo: “O Paraíso existe dentro do meu coração!” Que emoção! Eu acredito que Deus deve ter ficado muito feliz ao

ouvir Seus filhos repetindo as palavras de Meishu-Sama: “O Paraíso existe dentro do meu coração”. Hoje, ao ouvir o relato da senhora Rosana, pude sentir a felicidade de Deus e Meishu-Sama com sua firme decisão de fazer as pessoas felizes, conduzindo-as à maravilhosa Obra Divina. Há anos, ela vinha agindo de forma automática como ela própria disse, sem colocar o verdadeiro sentimento de salvação em suas dedicações. Após receber uma orientação sobre a importância de preencher o formulário do Culto do Paraíso Terrestre, ela refletiu e mudou sua postura e sentimento. Com isso, teve a grande felicidade de conduzir o genro, que ainda não era messiânico, e que ingressou na fé

Ministros Antonio Ramos de Queiroz Filho e Geórgia Branquinho de Oliveira Raffo: Ofertório de Gratidão.

Demonstração da Cerimônia do Chá.

16 – JUNHO/2017

no final do mês de maio. Parabéns, Sra. Rosana, continue firme, com o sentimento de fazer as pessoas felizes! Meishu-Sama deu o primeiro passo e conseguiu voltar-se completamente para Deus e para o Paraíso, reconhecendo Sua existência dentro de si e tomou a decisão de concretizar na Terra este Paraíso, que veio sendo profetizado há milhares de anos. Nós, seguidores dos passos de Meishu-Sama, também precisamos dar esse primeiro passo e, hoje, acredito ser o dia apropriado para isso. Afinal, é o Dia do Paraíso, não é? Então, vamos exercitar esse primeiro passo, junto a Meishu-Sama, em direção a Deus? Vamos? Então, peço a todos que

Em vários pontos do Solo Sagrado de Guarapiranga foram criados ambientes para a ministração e recebimento do Johrei.

Oficina de preparação de mudas para utilização em hortas caseiras.


CULTO DO PARAÍSO TERRESTRE

Eu também vou me voltar para o altar e peço que, após eu falar, os senhores repitam as Palavras de Oração. Deus, eu reconheço que o Senhor está vivo. Dentro de mim, o Senhor está vivo. Eu Lhe agradeço por me criar e educar para nascer de novo como Seu filho. Que essa benção seja compartilhada com todos. Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama, eu me entrego ao Senhor. Por favor, me use conforme a Sua vontade. Que emoção!! Como estou feliz! Os senhores também estão felizes?

As orações e cânticos dos cultos podem ser acompanhadas por meio de panfletos distribuídos a todos os participantes.

O lugar onde as pessoas se reúnem e se sentem felizes, o Paraíso Terrestre aí se estabelece. Não é isso que Meishu-Sama nos ensina? Desejo que, a partir da prática dessa oração, direcionemos cada vez mais, nossos corações e mentes a Deus e a Meishu-Sama. Então, senhores e senhoras, como discípulos de Meishu-Sama, vamos tomar a decisão de reconhecer o Paraíso em nosso interior e concretizá-lo à nossa volta? Vamos tomar a decisão de nascer de novo, com alegria? Que, iluminados por Deus e Meishu-Sama, sigamos com muita alegria, paz e gratidão no coração. Um excelente mês e boa dedicação a todos. Mais uma vez, feliz Dia do Paraíso e muito obrigado!

Coral Mokiti Okada: mensalmente levando alegria e emoção por meio da música, uma das mais sublimes manifestações do Belo.

Marquise 2: loja disponibiliza publicações e material litúrgico da Igreja.

Grupos de dedicantes: eles fazem tudo dar certo para nós. JUNHO/2017 –

17

IZUNOME

estão sentados que fiquem de pé. Agora, voltados para Deus, vamos dar o primeiro passo... E agora, dando as mãos às pessoas ao nosso lado, vamos, unidos a Meishu-Sama, novamente retornar a Deus dando um passo à frente. Muito bem! Conseguimos dar os primeiros passos em direção a Deus! Acredito que, todos os dias, precisamos dar esse primeiro passo. Creio que este é o exemplo que recebemos de Meishu-Sama para refletirmos sobre o dia de hoje. Agora, gostaria de fazer outra prática com os senhores. Para consolidarmos nossa decisão de seguir os passos de Meishu-Sama, unidos ao sentimento de Kyoshu-Sama, vamos entoar uma oração?


IZUNOME IIZ ZU UN NOM OME IZUNOME

EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA DA FÉ

A importância do sentimento em tudo que fazemos

B

om-dia a todos! Sou membro da Igreja Messiânica há dezesseis anos e dedico no Johrei Center São Roque, ligado à Igreja Pinheiros São Paulo. Hoje, gostaria de compartilhar as transformações ocorridas em meu sentimento e, principalmente, na minha postura em relação à preparação para este culto do Paraíso Terrestre. No final do mês de abril, tive uma entrevista com o ministro responsável pelo Johrei Center e ele me orientou a respeito da importância da preparação para o Culto do Paraíso Terrestre. Nessa entrevista, ele leu o formulário que recebemos todo ano para colocarmos os nomes das pessoas que objetivamos conduzir à Obra Divina, ressaltando o trecho do hino da Luz Divina em que está escrito: “Cada qual somar deve mais um”. Assim que acabou de ler, fez uma pergunta que me tocou profundamente: “Quantas pessoas você teve a permissão de encaminhar nesses dezesseis anos de fé messiânica?” Aquela pergunta mexeu tanto comigo, que nem soube o que responder. No fundo, senti-me muito envergonhada, pois meu último encaminhamento foi há dez anos. Saí daquela entrevista diferente e disposta a realmente somar mais um nessa maravilhosa Obra até o Culto do Paraíso. Fiquei pensando na situação, e veio um pensamento que persistia em minha mente: “Você tem uma pessoa para encaminhar, e ela está pronta”. Em todos esses anos de fé messiânica, sempre coloco alguns nomes no meu formulário, e um deles é do meu genro, único em meu

18 – JUNHO/2017

Rosana de Fátima da Silva.

lar que ainda não era messiânico. Refleti que vim participando desse culto, preenchendo o formulário de maneira muito automática, sem colocar sentimento e assumir, de verdade, o compromisso que assumimos perante Deus e Meishu-Sama. Além disso, o ministro me orientou a buscar, todos os dias, um ponto positivo e agradecer, por mais simples que eu achasse, pois esse sentimento é importante para nos ligarmos a Deus. Assim, comecei essa prática e, ao preencher o formulário do culto do Paraíso Terrestre neste ano, o fiz com um sentimento diferente dos outros anos. Escrevi cada nome, mentalizando os antepassados de cada um e assumindo o compromisso de me colocar à disposição para fazê-los felizes. Escrevi dez nomes de pessoas que eu me comprometi a encaminhar e coloquei novamente o nome de meu genro, porém sem o apego de antes. Passei a me empenhar na prática do Johrei em meus plantões diariamente no Johrei Center, a fa-


EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA DA FÉ

IZUNOME

zer oração para todos do meu formulário e, às quintas-feiras, abria as portas do meu lar para realizar reunião de Johrei. Nesse período, meu genro foi acometido de uma forte crise de bronquite. Como eu estava firme na prática de ver o lado positivo de cada situação, agradeci a Deus e a Meishu-Sama, pois por meio dessa purificação, surgia a oportunidade de ministrar-lhe Johrei Comecei a fazê-lo e, um dia, após receber Johrei, ele disse que precisava estar mais próximo de Deus. Naquele momento, senti que ele reconheceu a Luz do Johrei e começou a despertar. Então, sugeri que ele fosse conversar com o ministro. No Culto Mensal de Agradecimento de maio, ele foi até o Johrei Center acompanhado de minha filha. Nesse dia, após o culto, o ministro foi ao seu encontro e o chamou para conversar. O ministro lhe disse para pensar na possibilidade de fazer as pessoas felizes por intermédio do sagrado Johrei, que ele já conhecia e tinha consciência de sua atuação. Então, ele tomou a decisão de iniciar as aulas de Primeiras Noções Messiânicas e, no dia 27 de maio deste ano, teve a permissão de receber a Medalha da Luz Divina (Ohikari).

E /di Willia ( e o) a depoente de oe te Rosana Ro a a de Fátima, Fáti a o Re o Esq/dir: Willian (genro), Rev. Ma Marco Resende, Danilo (filho), Leila (filha) e a netinha, Laura Alice.

“Agora consigo sentir e entender a importância de colocarmos verdadeiro sentimento e compromisso em tudo o que fazemos, principalmente quando preenchemos os formulários dos cultos especiais.” Desde então, está firme na ministração do Johrei e hoje ele e minha filha estão mais unidos, felizes servindo à Obra Divina e formando um verdadeiro Lar de Luz. Agora consigo sentir e entender a importância de colocarmos verdadeiro sentimento e compromisso em tudo o que fazemos, principalmente quando preenchemos os formulários dos cultos especiais. Entendi que, graças à minha dedicação sincera, oração diária e, principalmente, à minha atitude mental, eu consegui ser instrumento no encaminhamento do meu genro através do Messias

Meishu-Sama. Com o coração repleto de alegria, materializei meu donativo de gratidão. Hoje, estar aqui relatando essa experiência e tendo minha filha e meu genro, participando juntos do Culto do Paraíso Terrestre, é uma emoção que não tenho como descrever. Meu compromisso é continuar acompanhando as pessoas que coloquei no meu formulário até elas ganharem a permissão de se tornarem instrumentos úteis a Deus e Meishu-Sama. Feliz Dia do Paraíso a todos e muito obrigada. JUNHO/2017 –

19


IZUNOME

IMMB - GABINETE DA PRESIDÊNCIA

Presidente da IMMB

visita Manaus

Nos dias 5, 6 e 7 de maio, o presidente da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, reverendo Marco Antonio Baptista Resende, esteve no Amazonas para visita missionária, acompanhado do reverendo Isaac Chagas Leão Ezagui e pela responsável da Igreja Manaus, ministra Cynthia da Silva Souza. COLABORAÇÃO: MARCOS APOLO MUNIZ

A

programação contou com a presença de ministros, missionários, membros e frequentadores de Manaus e vindos de Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Boa Vista (RR) e da Venezuela. Cerca de 1.100 pessoas prestigiaram a presença dele e participaram das atividades do evento como: ministração de Johrei, celebração de Culto Mensal de Gratidão e aulas do Programa de Formação Johvem 3. Em sua chegada (dia 5), o Reverendo Resende foi recebido carinhosamente pelos messiânicos e, em seguida, participou do Culto Vesperal da Igreja Manaus, proferindo breves palavras de saudação para o público presente, relembrando ainda as orientações que havia passado em sua primeira vinda a Manaus em julho de 2016. Já no dia 6, após o Culto Matinal, ocorreu uma intensa e forte prática de Johrei, que contou com a presença de membros, frequentadores e pessoas que visitaram a unidade pela primeira vez. Às 18 horas, teve início o Culto Mensal de Gratidão da Igreja Manaus, no qual o presidente da IMMB foi o Chefe do Cerimonial. O senhor Antônio Fernandes Filho relatou sua experiência de fé,

20 – JUNHO/2017

Rev. Resende: orientação e contato com membros.

ressaltando como vem superando sua purificação com a diabetes e hipertensão, praticando diariamente as orientações recebidas. A ministra Cynthia Souza agradeceu a permissão de receber novamente o presidente em Manaus, apresentou as caravanas presentes e elencou pontos da inédita visita à cidade de Boa Vista (Roraima). Em seguida, em suas breves palavras, o reverendo Isaac Ezagui se solidarizou com os membros venezuelanos, destacando o espírito de busca deles, por virem neste momento delicado pelo qual a Venezuela está passando. “Vocês são nossas famílias! Vencerão os momentos de dificuldades de seu país, com oração e Johrei”, ressaltou o reverendo Isaac. Os

membros venezuelanos também participaram das atividades com o presidente em Boa Vista. Em sua palestra, o Reverendo Resende ressaltou sobre o pragmatismo, a importância das práticas básicas messiânicas, como: oração, intensificar o recebimento e ministração de Johrei, leitura de Ensinamentos, encaminhamento de pessoas, participação nos cultos e donativo de gratidão. “Cada um tem uma dificuldade, então precisa agradecer e intensificar as práticas básicas para receber luz. Es-


IMMB - GABINETE DA PRESIDÊNCIA

IZUNOME

tamos atravessando momentos difíceis. É importante a atitude mental (sonen) de gratidão, para se superar as dificuldades do dia a dia com alegria”, ponderou o presidente. “Precisamos alinhar nossos passos com Meishu-Sama”, completa. A celebração foi marcada com a estreia das apresentações do Coral Mokiti Okada de Manaus, infantil e adulto, que emocionou o público com canções como ‘Maria Maria’, ‘Brincar de Viver’, ’Simples Desejo’, ‘Aquarela’, ‘Trem Bala’, sob regência do maestro Elton Seven. Na manhã do dia 7, o presidente proferiu palestra para novos alunos e membros já formados no Johvem 3. Ele destacou a importância de focarmos no recebimento e ministração de Johrei diário e de cuidarmos do próximo. “É muito importante nos tornarmos eficientes praticantes do Johrei. Com foco no Johrei, tudo muda”, afirmou o presidente.

Rev. Isaac Ezagui confraternizando com os membros locais.

Pela primeira vez Boa Vista recebe visita do

presidente da IMMB

Os membros do Johrei Center Boa Vista receberam o presidente da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, Reverendo Marco Antonio Baptista Rezende, em visita missionária, durante os dias 3, 4 e 5 de maio de 2017. Cerca de 650 pessoas participaram das atividades no local.

C

om uma recepção calorosa, o Reverendo Resende foi recebido pelos membros de Boa Vista e da Venezuela com fogos de artiJohrei para pioneiros. fício. Ele também estava acompanhado pelo reverendo Isaac Chagas Leão Ezagui, pela ministra de Manaus, Cynthia Souza (responsável pela Igreja Manaus) e pelo ministro Luiz Augusto Guerra O encontro com o presidente reuniu cerca de 650 pessoas. Neto (responsável pelo dão traz força e luz para a alma”, Johrei Center Boa Vista). “Obrigado por essa permissão. disse o reverendo em sua saudação. Dentre as atividades da proMuito obrigado por essa calorosa recepção. Durante esses dois dias gramação, o presidente proferiu vamos juntos orar para receber- uma palestra aos membros, fremos luz e fortalecer nosso espírito. quentadores e pessoas interessaA alma quando está acesa o corpo das em conhecer as práticas báChegada da comitiva ao JC Boa Vista. começa a se mexer. Vamos durante sicas da filosofia messiânica. Ele o Johrei agradecer e conduzir todas também participou de uma gran- Boa Vista recebeu a maior autorias nossas preocupações a Deus e de reunião de Johrei. Essa foi a dade eclesiástica da Igreja MessiâMeishu-Sama. A prática de grati- primeira vez que o Johrei Center nica Mundial do Brasil. JUNHO/2017 –

21


IZUNOME

DIVISÃO DE EXPANSÃO

Divisão de Expansão pro

Grupo de assistentes de ministro reunido para aprimoramento na Sede Central.

Em São Paulo (SP), a Divisão de Expansão está promovendo aprimoramentos para assistentes de ministros de todas as regiões do Brasil. O primeiro grupo participou das atividades nos dias 19, 20 e 21 de maio. Já o segundo, nos dias 26, 27 e 28, na Sede Central e no Solo Sagrado de Guarapiranga.

O

reverendo Tomokazu Yamada, gestor da Secretaria de Expansão Religiosa, deu início as atividades na Sede Central por meio de sua saudação. Após esse momento, por meio de um vídeo, foi transmitida uma mensagem do presidente da IMMB, reverendo Marco Antonio Baptista Resende, que agradeceu a dedicação dos assistentes de ministro e ressaltou que a atividade foi preparada para aprofundar a ligação com Deus e Meishu-Sama e a evidenciar a importância da missão dos presentes. “É importante estarmos com nosso sonen e nosso pensamento direcionados a Deus e a Meishu-Sama, agradecendo por sermos utilizados nessa grande missão de construir o Paraíso Terrestre, que se inicia dentro de cada coração humano, do sentimento e da existência de cada um de nós”. No primeiro dia do aprimoramento, o diretor da Divisão de Expansão da IMMB, reverendo José

22 – JUNHO/2017

Roberto Bellinger, repassou orientações sobre a missão dos assistentes de ministro e o papel em oferecer ajuda e encaminhar pessoas para se tornarem úteis a Deus, oferecendo apoio aos assistentes de família. Ensinar as pessoas a ultrapassar suas purificações com o Johrei, a limpeza de máculas e toxinas e a orientação por meio dos Ensinamentos, coloRev. Bellinger palestrou para os participantes. cando Meishu-Sama à frente das situações, foram outros da Arte. O ministro Erisson falou assuntos abordados pelo diretor sobre a elevação espiritual por meio do Belo e os pontos que norda Divisão. O gestor da Secretaria Ciên- teiam a arte: obra, artista e o aprecia do Belo da IMMB, ministro ciador. Logo após, os assistentes Erisson Thompson de Lima Ju- de ministros se organizaram em nior promoveu uma palestra em grupo e participaram de mesas que mostrou a simbologia e sig- redondas para estudos das oriennificado do Belo, de acordo com tações repassadas e colher relatos Meishu-Sama, bem como a missão da missão.


DIVISÃO DE EXPANSÃO

Grupo 1 em foto comemorativa na nave da Sede Central.

No Solo Sagrado de Guarapiranga, no segundo dia do aprimoramento, ambos grupos participaram da atividade para polimento da alma (mitamamigaki), ministraram e receberam Johrei, contemplaram os ambientes do local e compartilharam experiências de fé. Logo após, eles se dedicaram ao plantio e colheita no sítio Boa Vista. Essa atividade foi coordenada pelo gestor da Secretaria de Horta Caseira, ministro

Min. Erisson Thompson: palestra sobre o Belo.

Carlos Daniel Rodrigues, que fez uma reflexão sobre o verdadeiro sentimento de gratidão a Deus. No último dia, o grupo 1 assistiu a palestra do responsável da Igreja Brasília, reverendo Sandro Vieira Nunes. Ele abordou assuntos como: a importância de estar alinhado com Meishu-Sama, buscar estar no agrado de Deus e

Rev. Sandro Vieira Nunes.

Assistentes de ministro estudando Ensinamentos.

IZUNOME

move aprimoramentos

Min. Carlos Daniel Rodrigues.

servir como condutor de pessoas. O responsável pela Igreja Grajaú - RJ, ministro Sérgio Ricardo Mazelli Renesto participou do último aprimoramento no Solo Sagrado e proferiu uma palestra para o grupo 2. Ele contou experiências missionárias, a relevância de amar pessoas incondicionalmente, ser útil e se dedicar a felicidade do próximo. Os próximos aprimoramentos ocorrerão em junho.

Min. Sérgio Ricardo Mazelli Renesto.

Dedicação de plantio e colheita. JUNHO/2017 –

23


IZUNOME

FUNDAÇÃO MOKITI OKADA

Faculdade Messiânica

Formandos jogam seus capelos em comemoração a colação de grau na Sede Central (SP) À esquerda, Rev. Miguel Bomfim entregando o certificado e canudo ao formando.

O

Em 2016 a Faculdade Messiânica deu um grande passo acadêmico, ao focar na capacitação do corpo de reverendos, ministros e missionários da IMMB, que realizaram estudos teológicos com cursos livres de formação sacerdotal. A cerimônia de Colação de Grau da 8ª turma do Projeto de Convalidação em Teologia, composta por 165 alunos, ocorreu no dia 28 de abril, às 16 horas, na Sede Central da IMMB, em São Paulo (SP). Eles conquistaram o título de bacharéis em Teologia.

24 – JUNHO/2017

evento contou com a presença do presidente da IMMB e patrono da turma 2016, Rev. Marco Antonio Baptista Resende; do vice-presidente da Igreja, Rev. Walter Grazzi; do presidente da Fundação Mokiti Okada, Rev. Miguel Neves Bomfim Neto; do diretor geral da Faculdade Messiânica, ministro Edivaldo de Oliveira Batista, e da coordenadora do Curso de Teologia e paraninfa da turma 2016, ministra Andréa Gomes Santiago Tomita. Na abertura da solenidade o Rev. Luiz Paulo Budel Vasconcellos prestou, com seus colegas de curso, o “Juramento do Teólogo”, comprometendo-se na difusão do pensamento de Mokiti Okada e na prática da assistência espiritual sem qualquer discriminação, considerando o ser humano como filho de Deus, dotado de partícula divina. O diploma de Bacharel em Teologia foi entregue ao ministro Sérgio Luíz dos Santos, que representou seus colegas de turma. A ministra Andréa Tomita dirigiu palavras de agradecimento aos seus “afilhados”. Ela destacou a importância da missão de todos,

a partir daquele momento, como “teólogos de Meishu-Sama”, e afirmou: “Essa foi uma experiência inédita de interação e superação para todos nós, alunos e professores. Sinto que em 2016, um ano de estudos intensivos, Deus estava nos preparando para novos desafios, já que, a partir de 2017, iniciamos uma nova fase de aprofundamento dos Ensinamentos contidos no volume 1 da coletânea Alicerce do Paraíso, e que resultou na publicação de uma edição com textos com nova revisão. Creio firmemente que a Teologia será uma importante aliada para o desenvolvimento da Obra de Meishu-Sama no Brasil e no mundo”. A base legal deste curso de Bacharel em Teologia da Faculdade Messiânica tem o parecer 63/ 2004 do Conselho Nacional de Educação, regulamentado pelo MEC, e, proporcionou aos alunos, conhecimentos teológicos capazes de garantir uma melhor atuação no campo missionário, pastoral, acadêmico e educacional, capacitando-os para a assistência religiosa a grupos de internação e atuação no âmbito religioso em entidades filantrópicas, públicas ou não governamentais.


FUNDAÇÃO MOKITI OKADA

165 missionários

Agradecimento da Min. Andréa Tomita.

Entrega de diplomas e certificados.

Orador Rev. José Luíz da Cruz Santos.

Subdivididos em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília, os alunos participaram de um programa com aulas presenciais, web aulas, apoio de materiais didáticos e acompanhamento via e-mail e WhatsApp. As principais matérias estudadas foram: Introdução à Teologia, Teologia Messiânica, Religião e Sociedade, Psicologia, Ciências da Religião, Teologia e Prática da Espiritualidade, Oratória, Cuidado e Assistência Ultrarreligiosa. E ao final, trabalhos de conclusão de curso (TCC). O Rev. José Luíz da Cruz Santos e Cláudia Andreu Russo Hashiguti, ambos oradores da turma, proferiram, em nome dos colegas, palavras comoventes. O missionário relatou algumas experiências de sua vida pastoral e esclareceu que o diploma recebido foi sonhado por toda a vida. “Estou muito feliz com essa conquista, que chega justamente no momento em que estou me aposentando do trabalho direto na Obra de Meishu-Sama.” Cláudia Hashiguti fez uma homenagem póstuma ao esposo, o ministro Daisuke Hashiguti, que iniciara o curso mas veio a falecer no decorrer do mesmo. Em seguida, os novos teólogos receberam seus certificados e

relembraram os melhores momentos das aulas, por meio da projeção de fotos em um telão. No encerramento da solenidade a formanda e professora de Ikebana em missão na África, Selma Florêncio Candido, entregou ao Rev. Marco Antonio Baptista Resende, patrono da turma, uma placa de agradecimento. Ao saudar os formandos, o presidente da IMMB afirmou: “Quero homenagear nossos reverendos pioneiros, que abriram caminho para o desenvolvimento da nossa Igreja no Brasil, e

que, certamente, estão muito felizes com esta formatura. Em especial, quero manifestar minha gratidão ao saudoso Reverendíssimo Tetsuo Watanabe, o grande idealizador da Faculdade Messiânica. Ele foi um modelo de teólogo prático e hoje, no mundo espiritual, deve estar muito orgulhoso pela conquista de todos os senhores aqui presentes”. Para obter informações sobre o curso de graduação em Bacharelado em Teologia, entre outros, acesse o site www.faculdademessianica.edu.br

Os formandos prestam“Juramento do Teólogo” durante a cerimônia. JUNHO/2017 –

25

IZUNOME

outorga diploma de Bacharel em Teologia a


IZUNOME

TEMAS PARA REFLEXÃO

Meishu-Sama era assim...

Vimos um filme juntos

O

que mais me impressionou no meu primeiro encontro com Meishu-Sama foram as flores que enfeitavam a sala onde nos reunimos. Ele vivificava pessoalmente todos os arranjos do tokonoma*. Sempre que nos convidava, havia ali uma de suas vivificações. Ao apreciá-las, percebia-se algo diferente. A aparência do arranjo era extremamente harmônica, fazendo com que sentíssemos algo fora do normal. Creio que ele era um especialista. Meishu-Sama era transcendental, talvez fosse

daí que vinha este “algo” que sentíamos. Era realmente incrível. Como um exemplo, gostaria de citar o seguinte episódio. Por ocasião de uma visita a Gora, enquanto fazíamos juntos a refeição, após termos ido ao museu, Meishu-Sama me disse: “À noite, assistirei a um filme com os dedicantes, você gostaria de assistir?” ao que respondi: “Sim, com prazer!”. Então, nós nos dirigimos ao Nikko-den. Porém, tratava-se de uma crítica bastante negativa em relação às religiões. Além disso, era praticamente uma sátira à Igreja Messiânica. Mesmo assim, ele o mostrou aos membros, o que me assustou.

Enquanto via a película, Meishu-Sama gargalhava e dizia: “Muito bom! Isto é muito engraçado!” Fui fortemente tocado pela sua grandeza. Do ponto de vista humano, normalmente, as pessoas imaginam que um filme que satiriza a Igreja Messiânica não deveria ser mostrado a seus fiéis. Mas, com toda tranquilidade, é como se ele estivesse dizendo: “Vejam só, também existe esta maneira de ver as coisas.” Sua atitude não era exagerada, vinha do mais sincero sentimento. Como era magnânimo! En-o Ishikawa Ator de teatro Kabuki e presidente da Academia de Artes do Japão

(*) Tokonoma: na arquitetura japonesa, recanto principal de uma sala, que se costuma adornar com ikebana, caligrafias e pinturas em rolo.

26 – JUNHO/2017


NOVA ESTRUTURA DA IGREJA NO BRASIL I G R E JA O E S T E JC JARDIM GUARUJÁ Rua Aluízio De Azevedo, 1004 - Jardim Monte Líbano Campo Grande - MS - CEP 79004-050 - TEL.: (67) 3341-5027 JC AQUIDAUANA Rua Manoel Antonio Paes De Barros, 394 - Centro Aquidauana - MS - CEP 79200-000 - Tel.: (67) 3241-4646 JC DOURADOS Rua Toshinobu Katayama, 946 - Jardim Camamuru Dourados - MS - CEP 79806-030 - Tel.: (67) 3421-9020 JC JARDIM Rua Guanabara, 347 - Vila Angélica - Jardim - MS CEP 79240-000 - Tel.: (67) 3251-1522 JC PONTA PORÃ Rua Marechal Floriano, 1484 - Centro- Ponta Porã - MS CEP 79900-000 - Tel.: (67) 3431-3259 JC SETE DE SETEMBRO Rua Sete de Setembro, 840 - Centro Campo Grande - MS - CEP 79002-121 - Tel.: (67) 3025-6906 JCN CORUMBÁ Rua Tiradentes, 576 - Centro - Corumbá - MS CEP 79302-050 JCN RIO BRILHANTE Rua Doutor Boaventura, 796 Centro - Rio Brilhante - MS - CEP 79130-000

JCE CUIABÁ (JC SHANGRILÁ) Rua Ceilão, 153 - Jardim Shangri-La - Cuiabá - MT CEP 78070-150 - Tel.: (65) 3627-4455 JC BARRA DO GARÇAS Rua Hermano Ribeiro, 192 - Centro - Barra do Garças - MT CEP 78600-000 - Tel.: (66) 3401-8181 JC CENTRO SUL Rua Desembargador Ferreira Mendes, 253 Centro Sul - Cuiabá - MT CEP 78020-200 - Tel.: (65) 3032-5952 JC JUÍNA Rua Cristiane Casquete, 394 N - Centro - Juína - MT CEP 78320-000 - Tel.: (66) 3566-4012 JC TANGARA DA SERRA Av. das Palmeiras, 833 - Núcleo Habitacional Novo Tarumã Tangará da Serra - MT CEP 78300-000 - Tel.: (65) 3326-8836 JCN CÁCERES Rua dos Operários, 740 - Centro - Cáceres - MT CEP 78200-000 JCN SINOP Rua das Primaveras, 4038 - Setor Residencial Norte Sinop - MT - CEP 78550-348

JOHREI CENTERS - REGIÃO RJ - 1 IGREJA GRAJAÚ - RJ JC GRAJAÚ - RJ Rua Itabaiana, 74 - Grajaú - Rio de Janeiro - RJ CEP 20561-055 - Tel.: (21) 2106-7800 JC MELO MATOS Avenida Melo Matos, 33 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ CEP 20270-290 - Tel.: (21) 2568-4700 JC BAIRRO DE FÁTIMA Rua Tadeu Kosciusko, 19 - Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP 20230-050 - Tel.: (21) 2232-3802 JC PAULO DE FRONTIN Avenida Paulo de Frontin, 173 - Praça Da Bandeira Rio de Janeiro - RJ - CEP 20260-010 - Tel.: (21) 2502-6835 JC SÃO CRISTOVÃO Av. do Exército, 65 - São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ CEP 20910-025 - Tel.: (21) 2596-6885 JCN ALMIRANTE BARROSO Av. Almirante Barroso, 6 - Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP 20031-000 - Tel.: (21) 2240-1065 JC ANDARAÍ Rua Barão de Itaipu, 359 - Andaraí - Rio de Janeiro - RJ CEP 20541-120 - Tel.: (21) 2208-2575 JC BOTUCATU - RJ Rua Botucatu, 215 - Grajaú - Rio de Janeiro - RJ

CEP 20541-340 - Tel.: (21) 3179-0932 JC ENGENHO NOVO Rua Barão do Bom Retiro, 963 - Engenho Novo Rio de Janeiro - RJ - CEP 20710-200 - Tel.: (21) 2241-9039 JC MARACANÃ Rua Felipe Camarão, 158 - Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ CEP 20511-010 - Tel.: (21) 2571-7735 JCN PAQUETÁ Rua Doutor Lacerda, 30 - Paquetá - Rio de Janeiro - RJ CEP 20397-000 - Tel.: (21) 3397-2642 JC RIACHUELO Rua Vinte e Quatro de Maio, 209 - Rocha Rio de Janeiro - RJ - CEP 20950-085 - Tel.: (21) 2595-5905 JC SAMPAIO Rua Lino Teixeira, 187 - Jacaré - Rio de Janeiro - RJ CEP 20970-001 - Tel.: (21) 2241-4300 JC TIJUCA Rua Itacuruçá, 74 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ CEP 20510-150 - Tel.: (21) 2268-3649 JC VILA ISABEL Rua Silva Pinto, 65 - Vila Isabel - Rio de Janeiro - RJ CEP 20551-190 - Tel.: (21) 3351-7356

IZUNOME

JOHREI CENTERS - REGIÃO OESTE


www.messianica.org.br

Revista Izunome Junho - 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you