Page 1

MunicĂ­pio de Viana do Alentejo 87 | setembro | 2015

boletim municipal

Feira D’Aires 2015 Urbanismo

Conduta Viana - Aguiar

Desporto | Juventude

Cultura

Summer 2015

Feira do Chocalho


87

boletim municipal | Viana do Alentejo setembro | 2015

ÍNDICE

04 | Gestão Autárquica

05 | Urbanismo e Obras Municipais 08 | Ação Social 12 | Educação 16 | Desporto | Juventude 18 | Saúde 20 | Cultura | Aconteceu 26 | Ambiente 27 | Desenvolvimento Económico 28 | Associativismo 30 | Espaço à Memória 31 | Freguesias 34 | Cultura Popular 35 | Ação Municipal 36 | Agenda 37 | Informações Úteis

FICHA TÉCNICA

Diretor Presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo Edição Câmara Municipal de Viana do Alentejo Coordenação de Edição Florbela Fernandes Conceção gráfica e paginação Títulos e Rabiscos, LDA Textos Títulos e Rabiscos, LDA Fotografias D.D.S.H. - CMVA (Joaquim Filipe Bacalas)

Tiragem 3200 exemplares Periodicidade Trimestral Impressão Gráfica Eborense - Évora Distribuição gratuita

Faz parte integrante deste boletim municipal o encarte 14/2015 - Publicitações Obrigatórias - Decreto-Lei nº 75/2013 de 12 de setembro art. 56.


EDITORIAL

A IMPORTÂNCIA DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO TERRITORIAL: O PLANO DIRETOR MUNICIPAL (PDM)

Caros Munícipes

vicepresidente@cm-vianadoalentejo.pt

O novo PDM do Concelho de Viana do Alentejo foi aprovado por unanimidade em reunião de Assembleia Municipal do passado 26 de junho do corrente ano, após um processo complexo e moroso, onde estiveram envolvidas diversas entidades, forças vivas do Concelho e a população em geral. É preciso recordar que nos regíamos por um PDM elaborado em 1997, estando naturalmente desatualizado e sem capacidade de resposta às necessidades atuais, constatação já manifestada pelo executivo autárquico em funções no ano de 2005, ao determinar o início do respetivo processo de revisão. O PDM é um importante instrumento de gestão e ordenamento do território, mais concretamente um Plano Territorial de Âmbito Municipal, que contem uma estratégia de desenvolvimento local integrada, indispensável no apoio à gestão dos recursos bem como à definição de políticas de desenvolvimento municipal. É, por isso, o instrumento por excelência que determina as regras para utilização, ocupação e transformação do uso do solo em todo o território do Concelho, traduzindo-se as suas principais aplicações no âmbito da atividade do Município nas áreas do urbanismo e licenciamento municipais. Ao refletir, para além das realidades locais, as orientações de nível nacional e regional em matéria de ordenamento do território, é ainda o documento de maior impacto no dia-a-dia das populações, determinando a ocupação do território, as condicionantes a essa mesma ocupação e as opções de ordenamento do mesmo em articulação com as estratégias de desenvolvimento concelhio. Sempre na perspetiva de otimizar os recursos de que dispomos e no pre­ ssuposto constante de contribuir para a modernização e desenvolvimento do Concelho, preparando o futuro das novas gerações, o executivo municipal congratula-se com a conclusão de mais um compromisso que assumiu com a população, agradecendo a participação de todas as pessoas e entidades envolvidas neste processo. Cumprimentos a todos os munícipes, O Vice Presidente da Câmara Municipal, João Pereira


Gestão Autárquica

viana do alentejo | boletim municipal

Eficiência Energética Candidatura ao EEEF-European Energy Eficiency Fund

O Município de Viana do Alentejo conjuntamente com os outros municípios do distrito de Évora integra uma candidatura de apoio financeiro ao EEEF - European Energy Efficiency Fund, cujo objetivo principal é a realização de um plano estratégico para a energia no Alentejo Central, com vista à melhoria da gestão e eficiência energética que potencie poupanças económicas e uma sustentabilidade ambiental acrescida. Com o desenvolvimento do projeto pretende-se definir e implementar medidas de eficiência energética nas infraestruturas públicas da região que permitam reduzir custos energéticos e de manutenção dos municípios. Este projeto prevê um investimento total de cerca de 12 milhões de euros. Ao nível do plano estratégico, os objetivos são os seguintes: - Elaboração de um Plano de médio/longo prazo de estratégia energética; - Implementação do Centro de Operações de Energia; - Inventário dos ativos da iluminação pública de edifícios; - Adesão ao Pacto dos Autarcas. No domínio das medidas a desenvolver, pretende-se atingir os seguintes objetivos:

- Adequação e otimização da infraestrutura de iluminação pública; - Edifícios Inteligentes; - Instalação de iluminação pública e edifícios mais eficientes e sustentáveis; - Aumento da qualidade da iluminação pública/edifícios; - Maior segurança e sentido de pertença à cidade; - Maior concentração e produtividade nos edifícios; - Gestão e controlo total de energia consumida pelo município; - Redução do consumo energético em 50%; - Redução da emissão de CO2; - Contribuição para as metas europeias 20-20-20; - Frotas de veículos verdes na manutenção urbana.

Piscina Municipal de Alcáçovas celebrou 5 anos No passado dia 23 de julho, o complexo das Piscinas Municipais de Alcáçovas celebrou o 5º aniversário. Recorde-se que a piscina foi inaugurada em 2010 pelo secretário de estado da juventude e do desporto, Laurentino Dias. A infraestrutura custou perto de 2,4 milhões de euros, tendo sido cofinanciada pelo QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional que comparticipou em 1 milhão e 300 mil euros, aproximadamente.

04

De salientar que o complexo alberga 3 piscinas – 1 coberta no piso 0 e 2 para crianças no piso 1 – e um bar de apoio. Durante o horário de verão, as piscinas funcionam entre as 10h00 e as 20h00, encerrando à terça-feira. No período de inverno, a estrutura vai estar aberta de terça a quinta-feira, entre as 16h00 e as 20h30, e vai ter em funcionamento aulas de adaptação ao meio aquático e hidroginástica.


viana do alentejo | boletim municipal

Urbanismo e Obras Municipais

Recuperação do Paço dos Henriques Continuam as obras de recuperação do Paço dos Henriques, em Alcáçovas, que prevê a preservação e valorização deste património arquitetónico e histórico do concelho e da freguesia de Alcáçovas e que irá disponibilizar um recurso cultural e turístico de inestimável valor para o desenvolvimento económico, cultural e patrimonial do Município.

pio ao INALENTEJO – Programa Operacional do Alentejo. O projeto é cofinanciado pelo FEDER em 85%, cabendo ao Município de Viana do Alentejo perto de 15% do valor total da obra.

O projeto arquitetónico consiste na recuperação, conservação e reutilização do Paço dos Henriques, no seu todo, isto é, serão reabilitados o Paço Residencial, a Capela de N.ª Sr.ª da Conceição e o Jardim das Conchas “Horto do Paço”, com o seu magnífico espólio de embrechados, assim como a zona envolvente, nomeadamente, a Praça da República. A obra está avaliada em mais de 2 milhões de euros e resulta da aprovação do projeto apresentado pelo Municí-

Piscina Municipal de Alcáçovas Depois de terem sido detetadas várias anomalias após a construção da Piscina Municipal de Alcáçovas, a 1ª intervenção com vista à sua correção está concluída. Após a época balnear terá início uma 2ª intervenção que visa pequenas obras finais como remates nas coberturas, a fi­

xação da calha de cobertura amovível, a revisão do sistema de deteção de incêndios e a formação de funcionários, a aplicação de azulejos e ainda a pintura das paredes exteriores e interiores.

05


Urbanismo e Obras Municipais

Instalação de fibra ótica nas três freguesias do concelho A Câmara Municipal de Viana do Alentejo está a proceder à abertura de valas nas freguesias de Aguiar, Alcáçovas e Viana do Alentejo com o intuito de ligar vários edifícios com utilidade pública no município com fibra ótica. Esta infraestrutura vai permitir que os edifícios tenham acesso a internet de alta velocidade e implementação de vários serviços de comunicação e segurança: VOIP, Firewall, Proxy, webservices, entre outros. A intervenção está a ser efetuada por trabalhadores do município e a instalação da Fibra e Equipamentos está a cargo da Portugal Telecom. Neste projeto os edifícios contemplados com ligação à fibra ótica são os seguintes: Paços do Concelho, Estaleiro Municipal, Juntas de Freguesia, Jardim-de-infância de Agui­ ar, Escolas Básicas, Escola Secundária, Piscinas Municipais, Delegação de Alcáçovas, Posto de Turismo, Bibliotecas e Espaços Internet.

O Projeto está incluído na “MODERNIZAÇÃO ALENTEJO CENTRAL@2015” com o Apoio do SAMA 3.

Colocação de bancos de jardim

A Câmara Municipal de Viana do Alentejo procedeu, recentemente, à colocação de dois bancos de jardim no Largo 25 de abril, em Viana do Alentejo, uma zona que serve de lazer e ponto de encontro para os idosos.

06

O mesmo aconteceu junto à Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa. A intervenção foi efetuada por colaboradores do município.


viana do alentejo | boletim municipal

Substituição de troço de conduta Viana do Alentejo – Aguiar

A Águas Públicas do Alentejo, S.A. está a proceder à substituição do troço de conduta Viana do Alentejo – Aguiar (zona urbana), com o objetivo de melhorar o abasteci-

mento de água. Nesta altura, estão a concluir o troço junto à Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa.

EDP pretende melhorar qualidade do serviço

A EDP está a efetuar obras em Viana do Alentejo com o intuito de melhorar a qualidade do serviço aos consumidores e garantir uma maior estabilidade da rede elétrica. O primeiro troço, Castelo – Centro de Saúde, já está con-

cluído, faltando apenas colocar o betuminoso. A intervenção no segundo troço, Quinta do Marco – Horta de Santo António, começou no passado dia 7 de setembro. A obra está a cargo da empresa J.J. Tomé.

Pavimentação de Caminho agrícola Alcáçovas – S. Cristóvão

Está praticamente concluída a pavimentação de mais um troço do caminho agrícola Alcáçovas – S. Cristóvão. A intervenção está a ser feita pelos trabalhadores do município com a colaboração dos proprietários locais. A obra

permite, desta forma, melhorar o acesso ao concelho vi­ zinho de Montemor-o-Novo, bem como beneficiar o acesso às explorações agrícolas.

07


Ação Social

CAMPANHA DE RECOLHA DE MOBILIÁRIO: ESTANTES, PRATELEIRAS, ARMÁRIOS, MESAS E CADEIRAS. A Loja Social pretende proceder à recolha de bens doados por cidadãos e empresas, para posteriormente serem distribuídos pelas famílias mais carenciadas económica e socialmente do concelho de Viana do Alentejo. A Loja Social é uma iniciativa do Município de Viana do Alentejo, Associação Terra Mãe e Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado. Data da recolha: 16 de outubro (Sexta-feira) entre as 09:00h e as 16:00h. Os interessados em doar o referido mobiliário, deverão comunicar previamente essa intenção ao Município de Viana do Alentejo, à Associação Terra Mãe e Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado até dia 13 de outubro para os contactos em baixo indicados:

Município de Viana do Alentejo Rua Brito Camacho, 13 7090-237 Viana do Alentejo Telefone: 266 930 010 voluntariado@cm-vianadoalentejo.pt

08

Associação Terra Mãe Rua D. Martinho I, n.º 2 7090-099 Alcáçovas Telefone: 266 954 688 associacaoterramae@gmail.com

Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado Rua do Rossio de Pinheiro 7090-049 Alcáçovas Telefone: 266 948 070 terrasdentro@terrasdentro.pt


viana do alentejo | boletim municipal

Mês Sénior 2015 A Câmara Municipal de Viana do Alentejo em conjunto com as Juntas de Freguesia e Associações do Concelho vai levar a cabo durante o mês de outubro, um conjunto de iniciativas culturais, desportivas, informativas e de lazer com o propósito de comemorar o Dia Internacional do Idoso, que é celebrado anualmente a 1 de outubro. Este dia foi instituído em 1991, pela Organização das Nações Unidas, com o objetivo de sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar da população mais idosa. Proteger e cuidar significa respeitá-los, integrá-los na sociedade e valorizá-los. Respeitar as pessoas idosas é respeitar também o futuro, um dia todos seremos idosos; integrá-los na sociedade é mantê-los ativos tirando partido de todas as suas potencialidades e valorizá-los é ter consciência que quanto maior a idade, maior a sabedoria, a paciência e o amor.

Portugal será dos países da União Europeia com maior percentagem de idosos e menor percentagem de população ativa em 2050, de acordo com dados da Eurostat. Por estas razões a Câmara Municipal e outras Entidades do Concelho têm vindo, todos os anos, a congregar esforços para que o Dia do Idoso seja comemorado com dignidade, dinamismo e muita alegria. Este ano não será diferente. O desporto, os bailes, os fados, os espetáculos, o grande almoço piquenique e iniciativas de outra natureza terão lugar durante todo o mês de outubro para cumprirmos o grande objetivo de agradecer a todos os Idosos os seus contributos passados e presentes para a concretização de uma sociedade mais justa para todos. (Ver programa próprio)

100 Munícipes participaram na “Praia Ida e Volta 2015” Cerca de 100 munícipes das 3 freguesias do concelho participaram de 10 a 14 e de 24 a 28 de agosto, em mais uma edição do programa “Praia Ida e Volta 2015”, uma iniciativa da responsabilidade do Município de Viana do Alentejo, destinada aos munícipes das três freguesias.

A iniciativa, à semelhança de anos anteriores, teve como finalidade levar à praia de Troia munícipes do concelho que, de outra forma, não teriam a oportunidade de desfrutarem de uma ida à praia.

09


Ação Social

Bolsas de Estudo Inscrições para atribuição de Bolsa de Estudo - Ensino Superior A partir de 1 de outubro estão abertas as inscrições para a atribuição de bolsas de estudo aos alunos do con­celho que frequentem o ensino superior. A Bolsa de Estudo por Carência Económica visa apoiar os alunos no início e prosseguimento dos estudos, que comprovem ter dificuldades económicas e tenham aproveitamento escolar. Desta forma, a Câmara Municipal de Viana do Alentejo pretende minorar as dificuldades económicas sentidas por alguns agregados familiares do concelho, que representam sérios obstáculos ao prosseguimento dos estudos por parte dos seus educandos e garantir, assim, a igualdade de oportunidades a todos os jovens, independente-

mente da sua condição. A Bolsa de Estudo tem a duração de 10 meses, com o valor mensal de 80,00€, ou seja, 800€ por aluno e por ano letivo. Os interessados podem consultar o regulamento em: www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/site-servicos/balcao-municipal/regulamentos-municipais/Paginas/RegulamentosAcao-Social.aspx. Para mais informações contacte a Divisão de Desenvolvimento Social e Humano, através do telefone 266 930 010 ou por correio eletrónico para dasesocial@cm-vianadoalentejo.pt.

As férias de verão da Associação Terra Mãe - 2015 A ação Escola da Criança tem como objetivo geral enriquecer cultural, afetiva e socialmente a vida de algumas crianças. Este ano decidimos fazer um acantonamento na quinta da “Avó Miquelina”. Recebemos 6 crianças e passámos juntos 5 dias e 4 noites cheias de atividades e passeios: cinema, praia, piscinas de Montemor, visita a uma sala de robótica, passeio de charrete e comboio turístico também! Recebemos visitas muito queridas: uma contadora de histórias amorosa e um DJ para animar a noite de discoteca, no último dia recebemos os nossos familiares e jantámos todos juntos. Nos tempos “mortos” tomámos muitos banhos na piscina da quinta….Foram uns dias CHEIOS de animação e alegria. Partilhámos brincadeiras, refeições e soninhos bem dormidos!! Rimos, brincámos, divertimo-nos, estabelecemos relações estáveis e CRESCEMOS TODOS JUNTOS nesta semana repleta de magia e amizade. Este ano também não foi exceção o encaminhamento e acompanhamento de crianças do concelho para a Colónia de Férias fechada da Fundação O Século (5 crianças de Alcáçovas e 1 de Viana do Alentejo). Com a ajuda de muitos amigos estas 6 crianças passaram 9 dias animadíssimos nas praias de São Pedro do Estoril de forma completamente gratuita!

10

Aproveitamos, desde já, para agradecer a todos os que nos ajudaram nesta ação, designadamente Fundação Eugénio de Almeida, Câmara Municipal de Viana do Alentejo e Junta de Freguesia de Alcáçovas. Acreditem que estamos a fazer a diferença! A mudar mentalidades proporcionando experiências positivas. Enquanto coorganizadores do Summer Alcáçovas 2015 estivemos também presentes diariamente nas atividades realizadas. Foi um verão cheio de alegria e boa disposição. Para o ano há mais! (Convidamo-vos a visitar o nosso site – www.terramae.pt)


viana do alentejo | boletim municipal

TEMPO, FELICIDADE E FACILIDADE

Longe vão os tempos em que a felicidade não era necessariamente sinónimo de facilidade. Bastava pouco, muito pouco, para uma criança ser feliz. A atenção, o amor e o carinho dispensados pela família, vizinhos e amigos, compensavam a escassez de bens materiais. Uma lata abandonada, um pneu esquecido, meia dúzia de botões, dois ou três berlindes ou uma bola de trapos, faziam as delícias da pequenada. A rua era o palco para cada uma das crianças exibir as suas melhores habilidades. Em cada aldeia, em cada vila, havia tempo, liberdade e espaço para as crianças brincarem tranquila e alegremente. Ao contrário, nos nossos dias, as crianças tornaram-se perigosamente sedentárias, muitas das vezes absolutamente “agarradas” a ecrãs de telemóvel, a computadores e a toda uma panóplia de objetos tecnológicos a que difi-

cilmente conseguem resistir. A escola retira-lhes o tempo que antes era utilizado para brincar, para a aventura e para a construção do indispensável processo de autonomia. A sociedade transformou-se e a família enfrenta agora desafios para os quais não parece preparada. A gestão do tempo é, mais que nunca, um factor preponderante, ou até mesmo a chave para o desenvolvimento equilibrado de qualquer criança. Saber usá-lo é o desafio que se coloca a cada família. Não é com surpresa que assistimos cada vez mais ao recurso à lei da compensação, quer porque a família se desmembrou e o filho é usado pelos progenitores como arma de arremesso para vingar uma separação mal resolvida, ou até para resgatar bens materiais que ficaram em “terra de ninguém”; ou porque a mamã não tem tempo para dedicar ao menino, e por isso é preciso oferecer-lhe o modelo de telemóvel mais recente do mercado. O papá, por sua vez, tem mais em que pensar, e se for necessário, até lhe compra uma moto4 toda XPTO… O menino nem precisa abrir a boca, mas na escola, é o que se vê… são os problemas com os colegas, com os professores e o aproveitamento escolar está uma lástima. E nem o plano de recuperação elaborado pelo Conselho de Turma, nem a ajuda da psicóloga escolar lhe vão valer. No fundo, o que ele queria e gostava mesmo era um pouco mais de atenção da família, de preferência atenção acompanhada de amor e carinho… A CPCJ de Viana do Alentejo Siga-nos em www.facebook.com/cpcjviana

Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo foi alvo de acção de salvaguarda Entre Julho de 2014 e Junho de 2015 decorreu a implementação do projecto O Arquivo da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo: salvaguarda de uma memória histórica assistencial. O projecto, cuja proposta, concepção e implementação foi da responsabilidade de Fátima Farrica, foi um dos vencedores da edição de 2014 do concurso da Fundação Calouste Gulbenkian para apoio financeiro para Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais. A intervenção permitiu a organização, a inventariação e o acondicionamento da documentação existente e a disponibilização do seu inventário na base de dados FUNDIS (Fundos Documentais de Instituições do Sul), acessível no site do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora em fundis.cidehus.uevora. pt. Dispondo de documentos produzidos entre o séc. XVI e o séc. XX, o arquivo da Misericórdia é essencial para o conhecimento da história assistencial do concelho, tanto mais que integra documentação de outras instituições similares onde se destacam o Instituto de Piedade e Beneficência e a Comissão Municipal de Assistência. Todavia, a documentação que possui abrange campos de investigação mais variados como a sociedade, a economia, a religião e a cultura, o que permite considerá-lo como o conjunto documental histórico de maior relevância e­xistente em Viana, depois do Arquivo Histórico Municipal.

Esta acção permitiu salvaguardar este valioso património arquivístico que, lamentavelmente, pelas vicissitudes dos séculos, foi perdendo grande parte da documentação que possuía. Por outro lado, facilita o acesso à documentação pela instituição detentora do arquivo e promove, ainda, a investigação sobre o a­ cervo e a produção de conhecimento científico, a começar Frontispício do livro do tombo da Santa pela História, ainda Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo feito 1745. Desenhado a pena por Fr. pouco conhecida, da Veríssimo de Vila Nova da Província da própria Misericórdia. Piedade Facto especialmente importante, uma vez que a instituição completará 500 anos de e­xistência em 2016. Fátima Farrica Historiadora e arquivista

*Este artigo não utiliza as normas do novo acordo ortográfico

11


Educação

Ano letivo 2015/2016 A Câmara Municipal de Viana do Alentejo irá celebrar Protocolos de Cooperação com o Agrupamento de Escolas do Concelho de Viana do Alentejo, no âmbito das suas competências nesta matéria. Deste modo, até ao fecho da edição do boletim municipal existiam 106 alunos do 1º ciclo com ação social escolar no concelho, 54 dos quais no escalão A, o mais carenciado, e 51 no escalão B. O Município de Viana do Alentejo apoia estas crianças no pagamento das refeições e livros escolares. Já no Pré-Escolar, 39 alunos estão também a receber apoio por parte da Câmara Municipal.

No ano letivo em curso a Câmara Municipal irá disponibilizar 23 cedências do autocarro para visitas de estudo e desporto escolar destinadas a todos os alunos do concelho. À semelhança do ano anterior e no âmbito da CAF – Componente de Apoio à Família para o 1º ciclo, o Município irá disponibilizar pessoal para receber os alunos a partir das 8h00 e garantir o seu acompanhamento até às 18h30, nos casos em que, comprovadamente, os pais por limitações profissionais e/ou familiares, não consigam cumprir o horário escolar, entre as 9h00 e as 17h30.

Câmara entrega Prémios de Mérito No próximo dia 2 de outubro, pelas 21h00, o Agrupamento de Escolas do Concelho de Viana do Alentejo promove, no Cineteatro Vianense, a cerimónia “Dia do Diploma”, que pretende reconhecer o mérito de alunos que, ao longo do ano letivo passado, se distinguiram no Agrupamento. Serão entregues diplomas aos alunos que completaram o ensino secundário no ano letivo anterior e aos alunos que se destacaram pela excelência das suas competências

12

académicas, quer no ensino básico, quer no ensino secundário e que passam a integrar o Quadro de Excelência da Escola. No âmbito do Regulamento do Prémio de Mérito, a Câmara Municipal de Viana do Alentejo irá atribuir um cheque no valor de 500,00 € aos melhores alunos dos cursos científico-humanísticos e profissionais/tecnológicos.


viana do alentejo | boletim municipal

13


Educação Summer 2015 juntou 180 jovens do concelho Terminou em festa no passado dia 21 de agosto, com o “Summer End 2015”, mais uma edição do Summer, um programa de ocupação dos tempos livres, que decorreu de 29 de junho a 21 de agosto, nas três freguesias do Concelho de Viana do Alentejo e que contou com a participação de 180 jovens entre os 6 e os 13 anos. Participaram ainda 28 monitores neste projeto promo­ vido pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Junta de Freguesia de Alcáçovas, Associação Terra Mãe e Associação de Pais e Encarregados de Educação de Viana do Alentejo e Aguiar com o apoio das Juntas de Freguesia de Aguiar e Viana do Alentejo e do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo. O programa decorreu durante 4 quinzenas e resultou de uma parceria alargada com várias associações locais que colaboraram realizando diversas atividades. O Summer procura disponibilizar um espaço de ocupação de tempos livres com um programa bastante diversificado, com destaque para a prática desportiva e para as atividades lúdicas e culturais. Para além de dar resposta a uma necessidade dos pais de conciliar a sua atividade profissional com as férias dos filhos, o programa pretende proporcionar novas aprendizagens, estimular o sentido de cooperação e do relacionamento interpessoal. De entre as atividades desenvolvidas o destaque vai para as visitas ao Museu dos Combatentes, ao Estádio e Museu do Sporting Clube de Portugal, ao Badoca Safari Park, ao Jardim Zoológico, à praia fluvial em Mértola, ao Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, ao Museu dos Coches

14

e ao Museu da Eletricidade. De salientar ainda as diversas atividades desportivas (pesca, futebol, atividades aquáticas, voleibol, basquetebol) e culturais que proporciona­ ram umas férias animadas e o convívio entre os jovens das freguesias. No “Summer End 2015”, o acampamento que encerrou o projeto e que teve lugar na Quinta da Joana, em Viana do Alentejo, nos dias 21 e 22 de agosto, participaram 105 jovens e 23 monitores. Para além do habitual convívio e muita brincadeira, depois do jantar, os jovens das três freguesias apresentaram diversos momentos culturais, onde não faltou o cante alentejano, muita música e dança. A noite de sexta-feira terminou com uma aula de quizomba. No sábado, depois de uma manhã de piscina, o “Summer End 2015” terminou à volta da mesa com um almoço que juntou pais e filhos.


viana do alentejo | boletim municipal

Caros Pais, Com o início de um novo ano letivo, não gostaríamos de deixar de partilhar o quanto foi gratificante para nós enquanto Associação de pais contribuir sempre que possível e necessário para o bem das nossas crianças, nomeadamente na defesa dos seus direitos e das suas necessidades. Das atividades desenvolvidas ao longo deste ano, gostaríamos de ressalvar a nossa participação enquanto entidade promotora do Aguiar Summer, onde muitas crianças, puderam usufruir de atividades lúdico pedagógicas, que tornaram as suas férias escolares mais divertidas, mais frutíferas e mais gratificantes. Foi com muito prazer que ajudamos a abraçar este projeto que, mais uma vez, decorreu de forma extremamente positiva e fecunda para todos os envolvidos. Também enquanto Associação unimos esforços para, em parceria com a Associação Tempos Brilhantes, e enquanto entidade promotora fazermos diligências para que as Ati­ vidades Extracurriculares no próximo ano letivo, decorram desde o início do mesmo, num projeto que é pautado pelo dinamismo, pelo trabalho de projeto, pelo envolvimento e pelo ensino aprendizagem feito de uma forma envolvente e frutífera para todos. Fazemos votos que tudo corra pelo melhor para que as crianças que nele vão participar se envolvam, aprendam, cresçam e que este seja um tempo de qualidade, que aliado à necessidade dos pais seja rico e gratificante para todos.

Terminamos, apelando mais uma vez à participação de todos os pais e encarregados de educação na participação da vida da Associação. Todos seremos mais fortes, juntos defenderemos melhor os inte­ resses dos nossos educandos, urge envolvermo-nos mais na vida académica das nossas crianças, é de suma importância que rememos juntos na maré das suas vidas. Juntem-se a nós, associem-se na associação, tragam i­deias, propostas, sugestões, vamos fazer do futuro dos nossos educandos um futuro melhor, onde vejam satisfeitas as suas necessidades, onde realizem os seus sonhos, em suma onde sejam assistidos os seus direitos e onde sejam felizes. BEM HAJAM! Até breve A Associação de Pais

Contactos .................................................................................................... telemóvel: 966 108 733 www.aevianadoalentejo.edu.pt/associacao-de-pais-enc-edu e-mail: associacaopaisvianaeaguiar@gmail.com

15


Desporto | Juventude

AGIR encheu festival jovem Abana Viana O cantor e compositor AGIR levou a rubro a plateia durante um concerto do Abana Viana Festival Jovem, que decorreu no passado, dia 11 de julho, na Quinta da Joana, em Viana do Alentejo, e do qual foi o cabeça de cartaz. A 5ª edição do festival começou com música, com a banda Pedra Rija, uma banda oriunda do concelho. Seguiu-se a Banda RED que revisitou os grandes hits dos anos 80 e os temas comerciais mais atuais. Para os mais resistentes, a noite terminou ao som dos Dj’s VMax e Van Breda + MC. O segundo dia trouxe de novo a música ao palco Pop & Rock com a Banda “P4R ou 1MPAR”. O projeto de Évora mostrou uma sonoridade única nos temas originais devido às várias influências de cada um dos elementos. A noite terminou com o espetáculo do cantor e compositor AGIR, que com a sua boa disposição e presença em palco pôs a plateia a saltar. Pela noite dentro houve ainda sound spot com os Dj’s Lorenzo e a dupla Mete Cá Sets.

16

O terceiro dia do festival terminou com a banda Sun7 e o Dj Mira. Como é habitual, a quinta edição do festival ofereceu ainda um conjunto de atividades que se estenderam ao longo do fim de semana. Para além das habituais tasqui­ nhas e bares, houve ainda o torneio de futsal Bairros do Concelho, que sagrou vencedora a equipa da Romeirinha, de Aguiar, rappel, speedminton e slide/escalada. Em termos desportivos o destaque foi ainda para a primeira edição da Color Summer Run, no domingo, com a participação de cerca de 230 inscritos. Durante os três dias do festival é de enaltecer o bom ambiente que se viveu com o público jovem a aderir a grande parte das atividades, com destaque para o cam­ pismo que duplicou o número de inscritos face ao ano passado. Duzentos e cinquenta jovens estiveram acampados na Quinta da Joana durante o festival.


viana do alentejo | boletim municipal

CAP de Viana do Alentejo tem Campeão Regional Individual de pesca

Depois de no ano passado, o Clube Amadores de Pesca (CAP) de Viana do Alentejo ter tido um campeão regional individual, repetiu o sucesso em 2015, estando a fazer uma época extremamente positiva em termos competitivos,

tanto em termos individuais, como em equipas. No Campeonato Regional Individual de Pesca Desportiva de Rio 2015, na categoria de Seniores, com provas realizadas em Mértola, Santa Clara de Louredo (Beja), Santa Margarida do Sado e na Barragem de Odivelas, o atleta João Carvalho obteve o 1.º lugar e o atleta João Reis ficou em 3º lugar entre cinquenta participantes. Durante os meses de setembro e outubro, vão disputar o Campeonato Interassociativo, a que se junta mais um atleta do clube que ga­ rantiu o apuramento direto. Relativamente ao Campeonato Regional de Clubes, que se encontra a meio, faltando realizar duas provas, o CAP de Viana do Alentejo encontra-se a disputar o título, estando em 1º lugar, com 7 pontos de vantagem em relação ao segundo classificado. Recordamos que, em maio passado, a equipa do CAP de Viana do Alentejo alcançou um honroso 3º lugar no competitivo Campeonato de Pesca de Mértola. O Clube conta com o apoio da Caixa de Crédito Agrícola, Junta de Freguesia e Câmara Municipal de Viana do Alentejo e o patrocínio da marca italiana COLMIC.

Equipa de Aguiar vence Festa da Malha em Borba Olímpio Dias e José Lopes sagraram-se vencedores da 23ª Festa da Malha que teve lugar no passado dia 13 de setembro, no Parque de Feiras, em Borba. O Município de Viana do Alentejo participou na prova com 6 equipas. A equipa de Aguiar que concorreu no escalão sénior deixou para trás 99 equipas. Muito popular na nossa região, a malha tem vindo a ga­ nhar praticantes de todas as idades. Recorde-se que a Festa da Malha organizada pela CIMAC começou em 1993 e já passou pelo concelho de Viana do Alentejo em 2005.

15º Grande Prémio de Atletismo Feira D’Aires Memorial Luís Filipe Branco O Município de Viana do Alentejo em parceria com o Clube da Natureza de Alvito realiza dia 27 de setembro, o 15º Grande Prémio de Atletismo Feira D’Aires - Memorial Luís Filipe Branco, em Viana do Alentejo. Pelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal pretende homenagear Luís Filipe Martins Branco, já falecido, uma personalidade que muito contribuiu para o desenvolvimento do desporto no Concelho. Fundou a Secção de Atletismo do Sporting Clube de Viana do Alentejo, através da qual organizou, por diversas vezes, o Grande Prémio de Atletismo Feira D’Aires. O 15º Grande Prémio decorre no recinto da Feira D’Aires, junto ao Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires, a partir das 9h00. Estão previstas várias corridas de diversos escalões. Os mais jovens competem em percursos delineados no recinto da feira e os restantes escalões correm em percursos de maior extensão. A corrida principal estender-se-á ao longo de 10 km pela malha urbana da vila. Já a Caminhada de 6 km possui um trajeto próprio, estando marcada para as 10h00. A inscrição nas provas de atletismo é gratuita e deve ser

efetuada diretamente com a Associação de Atletismo de Évora (ass.atletismo.evora@sapo.pt; Tel. e Fax.: 266 708 425), ao passo que os alistamentos (gratuitos) na cami­ nhada efetuam-se no Balcão Municipal (266 930 010), em Viana do Alentejo, na Biblioteca de Aguiar (266 939 106) e na Biblioteca de Alcáçovas (266 948 112).

17


Saúde

O sorriso é a curva mais bonita no corpo de qualquer pessoa “O sorriso é a curva mais bonita no corpo de uma mulher” Bob Marley “O sorriso é a melhor maquilhagem que uma mulher pode usar” Marilyn Monroe

Estas afirmações de duas conhecidas personagens da cultura contemporânea (acrescentando uma outra mais inclusiva - o sorriso é a curva mais bonita no corpo de qualquer pessoa) estão cheias de verdade. O sorriso é universalmente reconhecido como um sinal de simpatia e de empatia. Essa simples contração dos músculos zigomático major e orbicularis oculi tem o poder de estabelecer pontes entre as pessoas e de facilitar o diálogo, podendo até resolver situações de possível conflito. Como disse um conhecido comediante americano, o sorriso é uma curva que tem o poder de endireitar todas as situações. Para além disso, o sorriso tem comprovados benefícios para a saúde: - fortalece o sistema imunitário, conferindo maior resistência às infecções; - equilibra a tensão arterial, podendo prevenir crises hipertensivas; - liberta endorfinas e serotonina o que origina uma sensação de bem estar. Não é obrigatório que o sorriso descubra os dentes mas quando isso acontece é importante que a dentição surja regular e sem falhas. É que o Homem, seguindo leis universais da natureza, valoriza muito a simetria. (Teus dentes são como um rebanho de ovelhas tosquiadas, recém-saídas do lavadouro: cada um com seu par, sem perda alguma.- descrição da amada no terceiro canto do Cântico dos Cânticos de Salomão).

Uma alimentação equilibrada, cuidados de higiene e observação regular por um técnico especializado - um higienista oral ou um médico dentista - são práticas importantes para a manutenção de uma boa saúde oral. E devem ser aprendidas desde bem cedo, desde criança. Sabendo que dentes saudáveis são importantes para a saúde física, emocional e social os serviços de saúde têm desenvolvido programas de promoção da saúde oral que passam por intervenções individuais ou em grupo, pelo consultório ou pela sala de aula. Como resultado da acção conjunta das famílias e dos técnicos de saúde podemos orgulhar-nos de, em algumas décadas, os indicadores de saúde oral das crianças e jovens do Alentejo terem passado, em termos nacionais, do último para o primeiro lugar! Mas há ainda muito a melhorar! Assim, lembro que todos os anos os serviços de saúde colocam à disposição das crianças de 7, 10 e 13 anos de idade “cheques dentista” que permitem a observação e tratamento gratuito num dentista aderente, à escolha da família. Ora a utilização dessa oferta não chega a 50% o que significa que metade das famílias não aproveitam esta oportunidade de acesso a cuidados especializados importantes para a saúde dos seus filhos. Não pode ser! Mães e pais, vamos lá a ter mais atenção! Informem-se nos serviços de saúde e defendam a saúde e o sorriso dos vossos filhos! Eles agradecem. Dr. Augusto Brito - Delegado de Saúde

*Este artigo não utiliza as normas do novo acordo ortográfico

Obrigado à Câmara Municipal por nos abrir esta porta para o diálogo. Falem, Telefonem, Escrevam!

18

A Saúde não é uma coisa que os enfermeiros ou os médicos deem às pessoas. Também não se compra na farmácia ou no hospital. A Saúde é sim o resultado de um trabalho continuado que tem que nos envolver a todos.


viana do alentejo | boletim municipal

CLUBE DE SAÚDE SÉNIOR, SEMPRE! O CSS (Clube de Saúde Sénior) é um projeto que existe desde 2010 e tem como objetivo geral procurar retardar os efeitos do envelhecimento numa população predominantemente rural. Em termos específicos, o Clube de Saúde Sénior visa atuar na prevenção da doença e promoção da saúde da população sénior, cujas atividades se desenvolvem nas três freguesias do concelho: Viana do Alentejo, Alcáçovas e Aguiar; através da prática de exercício físico. Considerado um projeto piloto, é dinamizado pelo setor do desporto da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, na prática do exercício físico e beneficia do contributo de uma rede de parceiros públicos e privados dos quais fazem parte a UCC de Viana do Alentejo (Unidade de Cuidados na Comunidade). Por o considerarmos um projeto piloto, a UCC acompa­ nhou desde logo estes idosos, pois sempre acreditámos o quão era importante para a sua saúde. Das atividades desenvolvidas realçamos o acompanhamento nas sessões de desporto em que no início de cada sessão, a equipa de enfermagem da UCC faz uma avaliação sumária do estado de saúde destes utentes, medindo a tensão arterial, a frequência cardíaca e a glicémia. Ao longo destes anos foi sempre objetivo da UCC promover a saúde da população sénior, em particular neste grupo e, para isso, realizámos várias sessões de educação para a saúde, tais como: - Prevenção da Hipertensão Arterial; Cuidados de higiene e prevenção da gripe; Importância do exercício físico e reforço hídrico; Prevenção de quedas; Colóquio sobre “Saúde Mental”; Algumas considerações sobre o AVC; Cuidados com o sol/calor; Importância da atividade física e Peddy Paper Geracional com os alunos das escolas do concelho. Outra das atividades a que nos propusemos foram os rastreios em que avaliámos a tensão arterial, a glicémia (açúcar no sangue), o peso, o IMC (Indice de Massa Corporal) e o colesterol. No intuito de assinalar os dias comemorativos relacionados com a saúde, tivemos a preocupação

de trabalhar com o CSS, incentivando-os na prática de exercício físico, nomeadamente com demonstrações/dança no Cineteatro de Viana do Alentejo e caminhadas. No final da época que decorre no mês de julho, realiza-se um passeio com os três grupos do concelho, com o objetivo de promover a sua saúde mental. Nos últimos 3 anos fomos a Almada visitar o Monumento ao Cristo Rei e, em Lisboa, visitámos o Padrão dos Descobrimentos, a Assembleia da República, o Planetário, o Museu do Fado e o Aqueduto das Águas Livres. O almoço partilhado acontece nos Jardins de Belém e é seguido de uma demonstração/ dança, com direito a fotos e filme. A próxima temporada 2015/2016 tem início a 21 de setembro com a realização do I Colóquio da Saúde, no Cineteatro de Viana do Alentejo, e já estão planeadas as temáticas das sessões de educação para saúde que pretendemos realizar. O CSS conta com mais de 5 anos de atividade e, como tal, já não se considera um projeto, mas sim um grupo fami­ liar em que todos mantêm uma otima relação de amizade, de compromisso; um sentimento de necessidade do convívio que se vivencia e aguardado com alguma ansiedade. De salientar que o CSS já foi distinguido em 2012, a nível nacional, com o 1º prémio na categoria “Autarquias”, na 20ª Conferência Sinase. No mesmo ano, foi vencedor das Boas Práticas pela Plataforma Territorial Supraconcelhia do Distrito de Évora. Em Novembro de 2013 ganhou o Prémio de Reconhecimento na 21ª Conferência Sinase. Para a UCC este grupo é um excelente exemplo de que a idade não é obstáculo nem limita, e demonstra que a ve­ lhice é um estado da mente onde os interesses estão sempre voltados para o futuro, para a frente, para o amanhã, o que determina um espírito jovem. A equipa de Enfermagem da UCc Celeste Patinha e Marília Rasquinho

Unidade de Cuidados na Comunidade | Centro de Saúde de Viana do Alentejo Tel.: 266 930 050 | Tm: 969 352 804 | e-mail: marilia.rasquinho@alentejocentral2.min-saude.pt Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª das 9h00 às 20h | Sábados, Domingos e Feriados 8h00 às 14h00

19


Cultura | Aconteceu

Feira D’Aires começa a 25 de setembro Durante 4 dias, de 25 a 28 de setembro, junto ao Santuário de Nª Sr.ª D’Aires faz-se a festa numa união entre o profano e o sagrado. Atividades económicas, música, artesanato e gastronomia, para além da tradicional feira franca são os ingredientes de mais uma edição da Feira D’Aires, organizada pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo em parceria com a Junta de Freguesia local. Nesta edição do certame que assinala 264 anos participam expositores de diversos setores de atividade – artesanato, serviços, decoração, entre outros. Ao lado do pa-

20

vilhão dedicado às atividades económicas, fica a tenda da gastronomia que inclui restaurantes, tasquinhas e venda de produtos tradicionais e ainda muita animação musical. No palco principal, os cabeças de cartaz são os ÁTOA, António Zambujo e os DAMA. Mas, nem só de festa se faz a feira. Em termos religiosos o ponto alto é a procissão que tem lugar no Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires, no domingo, à tarde e que junta centenas de fiés.


viana do alentejo | boletim municipal

Viana em Festa de 18 a 24 de setembro Setembro é mês de festa em Viana do Alentejo. De 18 a 24 decorre mais uma edição da semana cultural “Viana em Festa” que antecede a centenária Feira D’Aires. A “Viana em Festa“ privilegia as artes do espetáculo, com destaque para a música e para o I Encontro de Poetas Populares do Concelho de Viana do Alentejo, dinamizando vários espaços públicos da vila, como a Escola de S. João, a Praça da República e o Cineteatro.

O I Encontro de Poetas Populares do Concelho de Viana do Alentejo realiza-se dia 24 de setembro, pelas 21h00, no Cineteatro Vianense. O Município de Viana do Alentejo pretende com este encontro promover a troca de experiências e o convívio entre os poetas populares e contribuir para a preservação desta expressão popular, enraizada no concelho. A animação vai estar a cargo do Grupo Seara Nova, da fadista Rute Belga e de acordeonistas.

“Concerto para olhos vendados” Igreja de São Francisco Centro Imaculado Coração de Maria 19 de setembro 2015 18h00

21


Cultura | Aconteceu

Feira do Chocalho 2015 apostou numa nova imagem Terminou com êxito no passado dia 26 de julho, mais uma edição da Feira do Chocalho que nesta edição apresentou um novo layout baseado em três grandes áreas temáticas: arte chocalheira, arte equestre e arte tauromáquica. O destaque vai para o I Colóquio Internacional Paisagens Sonoras que na sexta-feira, juntou na Casa Santos Murteira, alguns dos maiores especialistas nacionais e estrangeiros no fabrico, na história e no folclore associado às artes dos sinos, das campainhas e dos chocalhos. O colóquio, coordenado pelo antropólogo Paulo Lima, surgiu no âmbito da candidatura do fabrico dos chocalhos à Lista do Património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente, cuja decisão será conhecida em novembro. Durante o colóquio foi ainda apresentado o logotipo da candidatura e uma medalha alusiva. O evento contou ainda com um concerto do Carrilhão Lusitanus de Constância. Outro dos pontos altos do certame foi a inauguração da feira e do Picadeiro “Núncio”, criado pelo Município de Viana do Alentejo, pela Junta de Freguesia de Alcáçovas e pela Herdade da Mata, para a prática da atividade equestre, numa homenagem ao Mestre João Branco Núncio e à sua família com raízes locais e forte tradição equestre e tauromáquica. Presentes na cerimónia estiveram o presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Bengalinha Pinto, a presidente da Junta de Freguesia de Alcáçovas, Sara Pajote, em representação da Turismo do Alentejo e Ribatejo, Pedro Lancha, o responsável pela Herdade da Mata, Jorge Talmon, em representação da Associação Tauromáquica Alcaçovense, Francisco Mestre e

22

ainda representantes da Família Núncio, Francisco Núncio e Maria Beatriz Núncio, que agradeceram a homenagem e o reconhecimento efetuado pelas várias entidades. Na feira, na rua dedicada aos chocalhos, para além dos chocalheiros de Alcáçovas estiveram presentes chocalheiros dos Açores e também de Estremoz. Em termos musicais passaram pelo palco os fadistas José Gonçalez, Joana Amendoeira e Filipa Cardoso, no sábado. Houve ainda Cante Alentejano pelos grupos da freguesia, Cavaquinhos do Alentejo, a atuação da Banda da Sociedade União Alcaçovense, “Os Alentejanos de Serpa” e ainda o Grupo de Cantares Populares Seara Nova. A Associação Tauromáquica Alcaçovense promoveu um leque de atividades equestres no decorrer da feira – festival taurino, garraiada e o II Passeio a Cavalo “Miguel Grave”. Também a Herdade da Mata realizou no picadeiro demonstração de aulas do Centro Hípico, demonstração de atrelagem, o concurso Traje à Portuguesa e ainda o espetáculo “Equestrian Emotions” que, no domingo, encerrou mais uma edição do certame. Para além das atividades económicas, nomeadamente o artesanato, de realçar ainda o espaço criança, o projeto “Leva-me contigo” que pretendeu promover a adoção dos animais que estão no canil municipal e a caminhada “Canadas d’Alcáçovas”, organizada pelo Projeto Alcáçovas Outoor Trails. De realçar, mais uma vez, o sucesso do Summer Spot dinamizado pela Associação Cultural e Recreativa Alcaçovense e que teve como grande destaque a presença do conhecido Dj MastikSoul, no sábado.


viana do alentejo | boletim municipal

Festa da Minha Terra junta familiares e amigos Dias 22 e 23 de agosto, cerca de 100 pessoas participaram na “Festa da Minha Terra” que teve lugar na Quinta da Joana, em Viana do Alentejo, com o objetivo de acolher os cidadãos nascidos no concelho e que se encontram a residir no estrangeiro e/ou noutras localidades do país. A iniciativa da responsabilidade do Município de Viana do Alentejo e das Juntas de Freguesia de Aguiar, Alcáçovas e Viana do Alentejo serviu para o reencontro de alguns “fi­ lhos da terra” que há muito saíram à procura de melhores condições de vida. Nesta primeira edição do certame participaram essencialmente migrantes que vivem na zona de Lisboa e que vieram para a iniciativa a convite da Câmara Municipal que pretende que, para além de manterem o vínculo à terra, sejam, igualmente, embaixadores da região divulgando o concelho. Depois da receção pelo executivo municipal, realizou-se o almoço convívio oferecido pela Câmara Municipal e Juntas de Freguesia. Durante a tarde a animação esteve a cargo do Grupo Seara Nova e dos grupos corais do concelho. No domingo, pela manhã realizou-se um passeio turístico

pelo concelho. De salientar a presença de algumas empresas do ramo alimentar que mostraram o que de melhor o concelho tem para oferecer, a doçaria e os queijos. Na festa esteve presente uma jornalista do “Diário do Sul” que entrevistou 6 participantes. A notícia foi depois capa do jornal na edição de dia 25 de agosto. Deixamos aqui um excerto da entrevista ao sr. João Magro. “João Magro, 81 anos, foi um dos impulsionadores da iniciativa, residindo atualmente em Camarate. “Saí de Viana do Alentejo há 58 anos à procura de melhor vida para mim e para os meus filhos. Até à data consegui”, assegurou, frisando que “estou reformado, mas continuo no ativo, sou comerciante”. Disse ainda que “há 15 anos que ando a lutar por se realizar uma iniciativa deste género para vermos os conterrâneos e familiares, até porque há aqui pessoas que eu já não via desde que saí de Viana”. João Magro salientou que “foi preciso este presidente da Câmara para se organizar a festa”, consi­ derando que “é muito importante este convívio e que é uma iniciativa que deve realizar-se todos os anos”.

23


Cultura | Aconteceu

Cante Alentejano em exposição no Castelo de Viana do Alentejo No passado dia 18 de julho, foi inaugurada no Castelo de Viana do Alentejo, ao final da tarde, uma exposição fotográfica sobre os grupos de cante alentejano do Concelho de Viana do Alentejo, da responsabilidade do Município local. Associando-se ao reconhecimento do cante alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade e à importância desta identidade cultural que marca o concelho, o Município de Viana do Alentejo apresenta um a­cervo fotográfico de todos os seis grupos corais que, através das suas modas, refletem as caraterísticas e identidade de um povo. A exposição apresenta também fotos do Grupo Coral de Aguiar já desativado. Ao todo são 25 imagens que refletem uma homeagem ao cante do povo, uma das imagens de marca do Alentejo. Na inauguração da exposição estiveram presentes os vários grupos corais que brindaram os presentes com duas modas. A exposição pode ser apreciada até 4 de outubro, entre as 10h00 e as 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Promovida pelo Município de Viana do Alentejo e pelas três juntas de freguesia do concelho, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo, a exposição “Alma Alentejana” dá seguimento a um ciclo de exposições com o objetivo de enaltecer o trabalho que tem contribuido para a dinamização e promoção do concelho.

Cinema no Castelo dias 8 e 15 de agosto Dias 8 e 15 de agosto, o Castelo de Viana do Alentejo foi palco de duas sessões de cinema ao ar livre. Foram muitos aqueles que aproveitaram as noites de verão para visitar o espaço e assistir a cinema nacional. A iniciativa, da Câmara Municipal de Viana do Alentejo com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo, pretendeu proporcionar momentos de boa disposição e descontração num serão passado em família e com entrada livre. Na noite de 8 de agosto foi exibida a comédia “A Gaiola Dourada”, que retrata a comunidade de emigrantes portugueses radicada em França e, dia 15 de agosto, o filme “Pátio das Cantigas”, realizado em 1942 com as interpretações de Vasco Santana, António Silva e Ribeirinho.

24


viana do alentejo | boletim municipal

Almoço dos Ganhões junta 500 participantes em Aguiar Perto de 500 pessoas participaram no passado dia 5 de setembro, no jardim público, em Aguiar, no tradicional Almoço dos Ganhões, organizado pelo Grupo Cultural e Desportivo, que juntou à mesma mesa várias gerações. A 4ª edição do certame excedeu todas as expetativas juntando dezenas de familiares que aproveitaram a o­casião para regressar à freguesia. Este ano o almoço dos ganhões contou ainda com participantes do Algarve e também de

Espanha. Para além do almoço, houve ainda durante a manhã, uma caminhada e passeio BTT. Já durante a tarde, para além dos jogos tradicionais que proporcionaram uma tarde de convívio, a animação musical esteve a cargo do Grupo Seara Nova e de Bruno Cramez. A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Alentejo e das três juntas de freguesia do concelho.

José Manuel Água Morna expõe em Viana do Alentejo Dia 30 de outubro é inaugurada no antigo edifício da Escola de S. João, em Viana do Alentejo, pelas 18h00, a exposição “Esculpindo histórias” de José Manuel Água Morna. A exposição contempla representações do quotidiano alentejano, 29 esculturas com figuração zoo antropomórfica (diabos) e ainda velharias (torneiras, lanças e outros objetos individuais). Nascido em março de 1925 no concelho de Montemoro-Novo, José Manuel Água Morna vive há mais de 30 anos em Viana do Alentejo. Foi através da madeira que o artífice encontrou uma forma muito própria de contar histórias, com o Alentejo como pano de fundo. Inicialmente dedicou-se à temática agrícola e só mais tarde se interessou pela escultura dos diabos.

A exposição promovida pelo Município de Viana do Alentejo e Junta de Freguesia local está patente ao público até dia 13 de dezembro e pode ser visitada entre as 15h00 e as 18h00.

25


Ambiente

viana do alentejo | boletim municipal

Município vai distribuir Ecopontos Domésticos! No âmbito do projeto “Separar Sem Parar” promovido pela AMCAL e municípios associados, o município de Viana do Alentejo, vai entregar 30 ecopontos domésticos às famílias “mais Amigas” do Ambiente. Para poder obter o ecoponto doméstico deverá: 1.º) Juntar 3 sacos, 1 com resíduos de papel e cartão, outro com embalagens de plástico e metal e um 3.º com embalagens de vidro; 2.º) Dia 1 de outubro de 2015 deverá levar os sacos com os resíduos até ao Ecocentro (junto ao Estaleiro Municipal) em Viana do Alentejo; 3.º) O evento decorre entre as 9h30 e as 11h00; 4.º) Os primeiros 30 munícipes a entregarem no ecocentro os 3 sacos de resíduos recebem um ecoponto doméstico para a sua habitação. Participe!

Serviço de Desratização e Desinfestação no Concelho A Câmara Municipal procedeu nos dias 20 e 21 de agosto ao processo de desratização e desinfestação na rede de drenagem de águas pluviais e na rede de drenagem de água residuais no concelho. Este serviço foi realizado com base na pulverização e colocação de iscos nas áreas afetadas, ou seja, nas caixas de visita da rede de saneamento, de modo a que os munícipes não tenham acesso aos rodenticidas e inseticidas utilizados. Com estes dois processos pretendeu-se eliminar 2 tipos de infestantes: ratos e baratas. Este serviço será realizado com uma periodicidade de 3 campanhas por ano.

Espaço Juvenil Defesa da Floresta Sopa de Letras

NATUREZA INCÊNDIO FLORESTAL ÁGUA PREVENÇÃO QUEIMADA VENTO CALOR BOMBEIROS

D

A

G

H

O

E

R

I

Z

X

V

J

K

B

Q

S

F

R

E

C

D

A

O

P

E

I

O

O

A

T

S

Ê

T

G

A

F

O

F

N

R

Á

M

S

Á

G

U

A

R

T

A

T

I

T

S

G

B

F

E

R

S

O

U

E

R

A

G

O

F

L

E

P

R

E

V

E

N

Ç

Ã

O

R

O

L

D

I

L

R

I

T

I

O

N

A

G

O

R

O

A

R

Ç

J

F

A

U

L

Z

A

I

E

I

R

I

O

O

I

G

Q

U

E

I

M

A

D

A

E

U

S

E

A

Ç

E

R

G

V

I

N

E

O

S

S

N

R

L

S

U

E

A

R

Ê

E

R

I

T

O

V

T

S

T

A

H

P

C

E

Ç

O

E

A

R

R

B

A

H

C

E

N

O

L

A

C

A

L

O

R

N

E

I

R

I

M

T

R

H

E

F

R

A

H

Edital do 2.° Trimestre 2015 Poderá consultar o Edital do Controlo da Qualidade da Água para consumo humano do concelho de Viana do Alentejo refe­rente ao 2.° Trimestre 2015, no encarte desta edição do boletim municipal e, ainda, no site em www.cm-vianadoalentejo.pt. De referir que foram realizadas todas as análises previstas no Plano de Controlo da Qualidade de Água para o período em causa e que os resultados se encontram no intervalo de valores legislado, cumprindo o Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de agosto.

26


Desenvolvimento Económico

viana do alentejo | boletim municipal

GABINETE DE APOIO AO CONSUMIDOR EM VIANA DO ALENTEJO No próximo dia 25 de outubro o Gabinete de Apoio ao Consumidor celebra 3 anos de existência, sendo este fruto do protocolo assinado entre a DECO - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor e o Município de Viana do Alentejo. O Gabinete de Apoio ao Consumidor em Viana do Alentejo disponibiliza atendimentos individuais e personalizados aos munícipes prestados mensalmente por um técnico jurista da DECO, de forma totalmente gratuita, na área do consumo, endividamento e resolução de conflitos neste âmbito. Além dos atendimentos, esta parceria promove e organiza diversas sessões de esclarecimento dirigidas, na sua maioria, ao público em geral embora algumas sempre com o intuito de esclarecer e apoiar os munícipes no que toca aos direitos sobre consumo e endividamento. Aqui fica o balanço das atividades realizadas ao longo destes 3 anos de existência: Data

Denominação da Atividade

N.º de Parti­ cipantes/ atendimentos

25-10-2012

Sessão de Esclarecimento: “O Papel da DECO na Sociedade”

21

13-12-2012

Sessão de Esclarecimento: “Mudar de Co­ mercializador de Eletricidade e Gás Natural”

16

31-05-2013

Sessão de Esclarecimento: “Vendas Agressivas”

35

28-06-2013

Sessão de Esclarecimento: “Arrendamento Urbano”

7

29-11-2013

Sessão de Esclarecimento: “Os Direitos do Consumidor”

22

1º Trimestre de 2015

8 Sessões de Esclarecimento: “Energia Fantasma” promovidas para vários públicos e com o apoio à organização do CLDS + de Viana do Alentejo, Associação Terra Mãe e Escolas do concelho de Viana do Alentejo

275

26-06-2015

Sessão de Esclarecimento: “O consumidor na atualidade, que respostas dar?”

15

De novembro de 2012 a agosto de 2015

Atendimentos personalizados e individuais a munícipes de Viana do Alentejo

104

Os atendimentos personalizados e individuais acontecem na última sexta-feira de cada mês no período compreendido entre as 14h e as 17h, nas instalações da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, mediante marcação prévia de modo a operacionalizar o funcionamento e gestão do tempo.

Para mais informações, contactar o GADE – Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Económico e-mail gadecon@cm-vianadoalentejo.pt | telefone 266 930 010.

27


Associativismo Associação de Pais e Encarregados de Educação de Viana do Alentejo e Aguiar Prestes a começar o ano letivo, a Associação de Pais e Encarregados de Educação de Viana do Alentejo e Aguiar vai ser a promotora das Atividades de Enriquecimento Curricular para o 1º ciclo. Desde 2014 na direção da Associação, Cláudia Marques, lamenta a falta e envolvimento dos pais na vida da associação, que pretende “promover a participação mais ativa possível das famílias no dia-a-dia da escola”.

Boletim Municipal – Quando é que foi constituída a Associação de Pais e com que objetivos? Cláudia Marques - A Associação já existe há alguns anos, tendo sido reativada em 2012. A nossa principal preocupação é promover a participação o mais ativa possível das famílias no dia-a-dia da escola, assim como, o acompanhamento do desenvolvimento pessoal, social e formativo dos seus filhos e educandos. Tentamos, pois, dar o nosso contributo para a criação e melhoria das condições necessárias que nos permitam a­tingir esses objetivos. B. M. - Que papel cabe à associação de pais no processo educativo? C. M. - Estamos, desde sempre, ao dispor dos pais, encarregados de educação, direção do agrupamento, Câmara Municipal, CPCJ (Comissão de Proteção de Crianças e Jovens) e demais entidades com quem estamos envolvidos para funcionarmos como um catalisador. Tentamos, pois, que as relações de colaboração e articulação sejam estabelecidas entre todos. Dialogamos com todas as entidades com responsabilidades, sejam elas diretas ou indiretas na gestão da escola. Fazemos ainda todos os contactos com as várias entidades e instituições que possuam instrumentos e desenvolvam atividades que possam contribuir para o enriquecimento e desenvolvimento dos alunos e das suas famílias. B. M. - Com que regularidade reúne a associação? C. M. - A Associação de Pais reúne, normalmente, uma vez por mês, mas sempre que necessário estamos ao dispor para conversar com os pais e encarregados de educação. No início do ano letivo, temos por hábito divulgar no facebook e no portal da escola, as datas das reuniões que se realizam em Viana do Alentejo e Aguiar, alternadamente. B. M. - Que serviços presta à comunidade escolar? C. M. - Trabalhamos para defender os interesses dos alunos na sua posição relativa à escola, à educação e à cultura. Estabelecemos ainda o diálogo necessário para uma reci­proca compreensão e colaboração entre todos os membros da escola. A Associação promove e coopera em iniciativas da escola, fundamentalmente nas de carater físico, recreativo e cultural. Promovemos ainda a realização de atividades de ocupação de tempos livres, incluindo o período de interrupção letivo. A partir deste ano letivo seremos os promotores das

28

atividades de enriquecimento curricular. Acabamos por, em parceria, com outras entidades públicas e privadas, estabelecer protocolos e acordos que promovam atividades para os alunos, pais e encarregados de educação. B. M. - Como é que carateriza a participação dos pais na vida da associação? C. M. - A participação dos pais na vida da associação é muito diminuta. Normalmente, quando planificamos e realizamos alguma atividade é em prol de todos. Mas, depois há uma fraca adesão dos pais na vida da associação. Não existe uma grande procura. Marcamos as reuniões e dificilmente aparece alguém. B. M. - E isso acontece porque não existem, de facto, grandes problemas que seja necessário recorrer à associação de pais? C. M. - Se houver um problema grave as pessoas deslocamse à associação, mas se estiver tudo bem e não houver nada de maior as pessoas não nos procuram só para dar uma sugestão. Nós damos a cara pela associação, mas a associação não somos apenas nós, são todos os pais ou encarregados de educação que tenham filhos na escola. Por vezes, a associação poderá não estar desperta para determinados pormenores e aí têm que ser os pais a vir ter connosco para nos chamar a atenção para esta ou outra atividade. Em Aguiar, por exemplo, são mais participativos, frequentam as reuniões e questionam-nos mais e dão su­ gestões. B. M. - Qual o maior desafio que a associação enfrentou no ano letivo passado e que, no fim, conseguiu alcançar? C. M. - No ano letivo passado foram, sem dúvida, as atividades relacionadas com as pausas letivas que acabámos por fazer. Enquanto associação não tínhamos conseguido se não tivéssemos funcionado com o apoio da Câmara Municipal e Junta de Freguesia. Nós fomos os promotores mas existia um polo comum e alguém que dinamizava e orientava tudo. O sucesso vê-se no número de participantes e, graças a Deus, não temos tido problemas e tudo tem corrido bem. B. M. - Como carateriza a relação da associação com a escola? C. M. - A nossa relação com a escola é cordial. Se temos alguma situação menos boa para tratar ou até alguma su­ gestão dirigimo-nos à escola, marcamos uma reunião. Nor-


viana do alentejo | boletim municipal

malmente, conseguimos chegar a acordo mas, por vezes, temos pontos de vista divergentes. Muitas vezes acabamos por servir de intermediário entre a Câmara e a escola. B. M. - À semelhança do ano passado, a Associação de Pais foi promotora do Summer na freguesia de Aguiar, um programa de tempos livres para crianças dos 6 aos 13 anos. Que balanço faz desta iniciativa? C. M. - É um balanço muito positivo. Participaram no Summer em Aguiar, por quinzena, cerca de 35 crianças e jovens. À medida que as atividades iam decorrendo, publicávamos as fotos e os miúdos gostaram. É importante frisar o papel de todas as pessoas e associações que estiveram envolvidas nas atividades, grande parte delas como voluntárias e de forma gratuita. B. M. - O novo ano letivo está prestes a começar. A associação será a promotora das Atividades de Enriquecimento Curricular para o 1º ciclo. As atividades começam no início do ano letivo? Que atividades ou aprendizagens vão ser implementadas neste ano letivo? C. M. - Quem vai dinamizar as AEC’S é a empresa “Tempos Brilhantes”. Estamos a fazer tudo por tudo para que as AEC’S comecem logo no início do ano letivo. Tudo depende da escola, porque enquanto a escola não tiver os horários definitivamente estabelecidos para os professores da escola, estes lugares não podem ainda ser preenchidos, um vez que, é preciso ter o número de professores necessários para depois avançar com a contratação. Já re-

cebemos cerca de 50 currículos e estamos interessados em contratar pessoas localmente, mas sabemos que é difícil com um horário tão pequeno. Vamos tentar que as atividades sejam mais atrativas e mais dinâmicas. A oferta é bastante diversificada. B. M. - Recebem apoios de alguma entidade? C. M. - Recebemos os apoios normais da Câmara Municipal e quando promovemos algumas iniciativas pedimos a colaboração da Junta de Freguesia. B. M. - A Associação tem sede própria? C. M. - A sede da associação fica nas instalações do antigo Centro de Saúde e foi cedida pela Misericórdia. De qualquer forma, a nossa morada é a da sede do agrupamento de escolas.

29


Espaço à Memória

viana do alentejo | boletim municipal

Os livros de tombo dos bens do concelho de Aguiar (sécs. XVIII e XIX) A vila de Aguiar e algum território envolvente, actual freguesia do concelho de Viana, formaram, até 1836, um concelho autónomo, com uma câmara municipal própria. A extinção da sua autonomia municipal deu-se na sequência da implantação do Regime Liberal, em 1820, e da sua legislação reformadora, nomeadamente do Decreto de 6 de Novembro de 1836, que extinguiu centenas de concelhos, e do Código Administrativo de 1836 que iniciou a reorganização administrativa do reino. O número de concelhos passou, então, de 799 para 351. Deduzimos que foi a extinção do concelho de Aguiar e a sua conversão em freguesia do concelho de Viana que justificam que parte da documentação da câmara aguiarense se localize hoje no Arquivo Histórico Municipal de Viana, para onde terá sido transferida. Entre essa documentação encontram-se dois livros de tombo. Um de 1747, que é um livro do tombo dos bens foreiros ao concelho; e um de 1806, designado tombo dos bens e propriedades, censos, foros e rendas, direitos e mais prerrogativas do concelho. Desde cedo que, em todas as instituições possuidoras de bens, era comum a existência de uns livros designados tombos. A palavra tombo deriva do grego tómos que si­ gnifica parte. Daí advêm as palavras tomo e volume. Por extensão a designação passou a identificar o livro onde se efectuavam determinados registos, referindo-se também ao próprio acto do registar. Num dos sentidos possíveis para a palavra, podemos dizer que nos tombos (livros) estavam tombadas ou deitadas, ou seja, registadas todas as propriedades rurais e urbanas, exploradas de forma directa ou indirecta, por uma instituição, bem como e­ xistências de outra natureza. Câmaras, misericórdias, confrarias, igrejas, conventos e outras entidades tinham tombos de bens. Existiam também tombos de outra natureza que consistiam em compilações de cópias de documentos imprescindíveis ao funcionamento das diversas organizações. Também o arquivo onde se guardavam estes registos podia assumir a mesma forma de identificação. A designação de Torre do Tombo – hoje, correspondente ao Arquivo Nacional e, no passado, ao Arquivo Régio – resulta da circunstância de numa das torres do Castelo de São Jorge estarem os tombos que registavam milhares de documentos com relevância para as mais variadas instâncias no reino, públicas e privadas, singulares e colectivas. O facto destes livros registarem bens e direitos do conce­ lho, significa que aqueles eram geridos e auferidos pela câmara de Aguiar. O conceito de concelho não se refere aqui apenas a uma subdivisão administrativa, mas também ao conjunto dos indivíduos que governam esse território, designado por concelho ou câmara cujo local de delibe­ração se denominava por paços do concelho ou câmara. O tombo de 1747 foi ordenado pelo Dr. Estêvão Fragoso Ribeiro, Provedor1 da Comarca de Évora e de Estremoz, de acordo com a Lei de 26 de Outubro de 1745 e com várias ordens do Conselho da Fazenda2 que se achavam registadas nos livros da câmara de Aguiar. Os livros referidos neste ponto são os livros de registo de leis, provisões, alvarás e ordens diversas, cuja existência era comum em 1 - Magistrado de nomeação régia que encabeçava uma provedoria. Esta consistia num território extenso dentro do qual se podiam encontrar as comarcas, territórios de menor dimensão à frente dos quais se encontrava um corregedor.

30

2 - Funcionou entre 1591 e 1832. Era um órgão da administração central régia cujas competências eram proteger e gerir os bens e as finanças da Coroa portuguesa.

Arquivo Histórico Municipal, Livro do tombo dos bens foreiros ao concelho de Aguiar, 1747

todas as câmaras, mas dos quais, no caso de Aguiar, só restam dois, com uma cronologia entre 1740 e 1830. Neles se registavam a legislação e as ordens do rei, bem como ordens de instâncias periféricas representativas do poder régio ou senhorial3 (provedores, corregedores4, ouvidores5, juízes de fora6) e de patentes militares. A Lei acima citada determinou a feitura de tombos em todo o reino. Daí que na câmara de Viana tenha sido feito, no mesmo ano e pelos mesmos provedor e escrivão, um tombo para o mesmo fim, que também se encontra no Arquivo Municipal. Por outro lado, o tombo de 1806 foi ordenado pelo juiz de fora e faz um registo mais alargado de bens ao incluir não só os que eram foreiros como também os que eram de propriedade do município e outros de diversa natureza. A execução destes livros era demorada, pois eram manus­ critos, por vezes o elenco de bens a registar era dilatado e a descrição feita era relativamente minuciosa. Mas os objectivos de tal empresa eram claros, pois era de toda a utilidade, a qualquer instituição, conhecer com exactidão os bens e direitos que detinha. Só deste modo se garantia uma boa administração de património e dos rendimentos e se providenciavam recursos para suprir as despesas necessárias. Assim, estes tombos indicam vários aspectos relacionados com cada bem ou direito que inventariam: as designações, a localização, a dimensão e as confrontações, os foreiros, os valores dos foros, os dias de pagamento...Estes dados fazem com que sejam fundamentais para o estudo da exploração da terra, do urbanismo, da toponímia, da economia e da sociedade no passado. No caso específico, estes dois livros permitem uma reconstituição do património e do rendimento da câmara de Aguiar, delineando a sua área geográfica de influência, entre os meados do século XVIII e o início do século XIX, pouco antes da extinção do concelho. Fátima Farrica | Historiadora e arquivista 3 - Tal acontecia nas terras de jurisdição dos senhores da nobreza ou do clero. Aguiar foi, aliás, uma das localidades de jurisdição do Barão de Alvito. 4 - Magistrados de nomeação régia que encabeçavam as comarcas, territórios dentro dos quais se encontravam vários concelhos. 5 - Magistrados de nomeação senhorial com poderes equivalentes aos corregedores régios, salvo algumas excepções. 6 - Magistrados de nomeação régia ou senhorial, conforme os concelhos, que presidiam a algumas câmaras municipais de maior proeminência, enquanto outras eram presididas por juízes ordinários de eleição local *Este artigo não utiliza as normas do novo acordo ortográfico


Freguesias

viana do alentejo | boletim municipal

Junta de Freguesia de Aguiar Caros Munícipes, Como é do conhecimento geral as dificuldades financeiras nas autarquias são grandes, sendo que as mais pequenas como é o caso de Aguiar são claramente insuficientes. Aguiar recebe atualmente do fundo de financiamento de freguesias cerca de 34.000 euros anuais. Dos acordos de execução e transferências de competências com a Câmara municipal 57.000 euros anuais. Em vencimentos são gastos aproximadamente 63.000 euros, ou seja mais de metade do orçamento. Temos as despesas correntes, para além de todo o material de escritório indispensável para os nossos serviços. Temos ainda as despesas de apoio contabilístico, telecomunicações, combustíveis, luz, água, produtos de limpeza etc. para o edifício da junta, casa mortuária, instalações da antiga cooperativa e todo o espaço envolvente para além dos produtos de limpeza para as escolas da freguesia. A somar às mencionadas despesas outras vão aparecendo pontualmente como foi o caso da aquisição de uma bomba de água, do necessário arranjo da carrinha que já conta com 15 anos de utilização e o arranjo do alarme do edifício da junta, entre muitas outras. Apesar de tudo, é nossa intenção manter algumas iniciativas tais como o aniversário da freguesia e as comemorações do 25 de abril, bem como, continuar a apoiar todas as iniciativas do movimento associativo que muito contribuem para a divulgação da nossa terra. Oferecer uma lembrança às nossas crianças nas datas festivas como no dia da criança, no Natal ou na Páscoa, apoiar o Summer como o fazemos até à data fornecendo leite, sumos, fruta, água e todos os materiais de limpeza. Este ano a par disso, oferecemos também com a colaboração da Associação de Pais, um lanche que incluiu frango assado, pizzas, salga-

dos, fruta e bolo, para assinalar o final do mesmo. Claro que, para isto ser possível, foi necessário fazer alguns cortes na despesa como por exemplo no combustível, renegociar o custo das telecomunicações e também na redução de pessoal onde há uns tempos atrás traba­ lhavam 6 pessoas trabalham atualmente 3 o que torna muito difícil conseguir manter todas as ruas limpas, espaços verdes arranjados, lagos e tanques limpos etc. Ainda assim, o executivo da junta crê ser possível me­ lhorar essa situação mas, para que tal seja possível, é necessário a colaboração de todos. Deste modo apelamos a todos os munícipes para manterem nos seus espaços os seus animais de estimação, vulgo os cães e quando os levarem a passear, por favor, levem os saquinhos para apanhar os seus dejetos. Apelamos ainda aos frequentadores do nosso jardim público que utilizem os recipientes ali existentes para colocar o lixo e que tentem manter o que existe a embelezar o espaço, como os bancos e os pneus que utilizamos como floreiras. Um pequeno gesto que faz toda a diferença, pois para além de desagradável é muito perigoso, garrafas de vidro partidas num espaço frequentado por crianças, uma vez que, é ali que está colocado o único parque infantil existente na freguesia. É possível manter aquele espaço limpo, onde todos nos sintamos bem mas, para isso, é preciso a colaboração de todos nós, o jardim é de todos e para todos.

Com os melhores cumprimentos, O Presidente da Junta de Freguesia, António Inácio Torrinha Lopes

31


Freguesias Junta de Freguesia de Alcáçovas Caros Munícipes, Alcáçovas como é sabido, é uma Vila com uma significativa riqueza em factos históricos. O mês de Setembro traz as datas comemorativas de alguns dos eventos mais marcantes, na vida desta Vila, ao longo de séculos. A 4 de Setembro de 1479, foi assinado no Paço Real, o Tratado de Alcáçovas, entre os representantes das coroas portuguesa e espanhola, tendo o mesmo sido ratificado pelos Reis Católicos a 6 de Março de 1480, em Toledo. Alguns conflitos subjacentes à sucessão do Trono de Castela, o qual se encontrava vago por morte do Rei Henrique IV em 1474, perturbavam as relações entre os dois reinos. Na disputa à sucessão encontravam-se duas mulheres: a infanta D. Isabel de Castela casada com D. Fernando de Aragão e a Princesa D. Joana, sobrinha de Afonso V, Rei de Portugal, a quem chamavam a Beltraneja. Foi neste contexto que foi firmado o Tratado de Alcáçovas, que reconheceu a D. Isabel o direito ao trono de Castela. Foram longas as negociações de tão importante Tratado, pois estava-se perante a primeira divisão do Mundo entre os dois países da Península Ibérica. D. João II impôs que ficasse acordado, que Portugal tinha a exclusividade do comércio e descobrimento das terras e ilhas da Costa Ocidental de África, das Ilhas Canárias para Sul, sendo estas pertença de Castela. O Tratado de Alcáçovas foi um importante passo no desenvolvimento de Portugal dado que, ao normalizar as relações entre Portugal e Castela, legitimou as pretensões portuguesas de domínio do Atlântico Sul e levou à hegemonia marítima entre os Países da Península Ibérica. O Tratado de Alcáçovas viria a ser ratificado pelo tratado de Tordesilhas em 1494, após a descoberta da América em 1492 por Cristóvão Colombo. Segundo o novo Tratado, Portugal ficou com o domínio desde o Brasil até à Índia e a Espanha da América do Sul e Extremo Oriente. Foi assim, que há seis séculos atrás Alcáçovas foi palco da primeira divisão do Mundo entre Portugal e Castela. Reza a história que a Vila de Alcáçovas seria um ponto de agradável estadia a alguns membros da Corte. Talvez por isso se tenham realizado no Paço Real as bodas matrimoniais de duas Infantas. Talvez pela mesma razão, o rei D. João II – Príncipe Perfeito – a 29 de Setembro de 1495 tenha recebido aqui D. Afonso da Silva, como embaixador dos reis de Castela e fez o seu testamento, declarando nesse documento o duque de Beja, D. Manuel como seu sucessor ao trono, o qual viria a reinar com o cognome de – O Venturoso. A história é uma continuidade de factos e isso mesmo o comprova, o acontecimento relatado em seguida. D. Manuel, o Venturoso (que foi declarado sucessor de D. João II no testamento que este fez em Alcáçovas), durante o seu reinado leva a cabo a reforma dos forais antigos. Seria a 10 de Setembro de 1512 que seria atribuído o foral novo à vila de Alcáçovas. O foral Manuelino para além de ter em conta os forais antigos, baseia-se em inquirições locais, elementos de

32

grande valia para elaboração de tão importante documento, o qual consagra à Vila de Alcáçovas usos e costumes da terra e deveres dos seus moradores, direitos e deveres das gentes locais. Saltemos agora uns séculos e paramos no Século XX. Portugal vive um prolongado regime de ditadura, quase meio século conduzido por António de Oliveira Salazar. O seu lema era ter um País com os cofres cheios de ouro, mas o povo vivia em condições precárias, mesmo de miséria, analfabeto, sujeito à exploração dos grandes senhores, oprimido e sem esperança. A juntar a tudo isto a Guerra Colonial durava há 12 anos, centenas de milhares de jovens já tinham e continuavam a ser mobilizados para uma das três frentes de guerra; contavam-se milhares de mortos e outros milhares de estropiados. Não havia família que não tivesse ou não tivesse tido um jovem num dos teatros de operações. Os movimentos de contestação começavam a subir de tom e alargavam-se a um número cada vez maior de portugueses. A incapacidade do regime para encontrar soluções para o conflito é cada vez mais visível e as Forças Armadas, vão de uma forma crescente sendo corresponsabilizadas pela trágica situação. É neste contexto controverso e de forma a salvaguardar o prestígio da “sua instituição” – Forças Armadas, que surge o movimento dos capitães. A 9 de Setembro de 1973 no Monte do Sobral, Freguesia de Alcáçovas, 136 capitães assinam um documento dirigido ao Presidente do Conselho, com conhecimento ao Presidente da República, sendo posteriormente feito circular para recolha de assinaturas. Foi assim que a partir de um movimento criado primordialmente por razões socioprofissionais, se consegue mobilizar os militares para uma posição de derrube ao regime instituído. Aqui teve início o movimento que conduziu ao fim de um regime obsoleto e opressivo que durou 48 longos anos. Foram alguns dos presentes a 9 de Setembro de 1973 no Monte do Sobral e muitos mais que, na madrugada de 24 de Abril de 1974, saíram de vários quartéis do País rumo a Lisboa e devolveram a liberdade ao Povo no dia 25 de Abril de 1974. Numa Revolução ímpar por este Mundo fora – dos canos das espingardas não saíram balas mas brotaram cravos vermelhos. É por estes e muitos outros factos que podem ser relatados, que dizemos orgulhosamente - Alcáçovas uma Vila com História. Saudações Alcaçovenses, A Presidente, Sara Cristina Cupido Carmo Grou Sim Sim Pajote *Este texto não foi escrito segundo o acordo ortográfico


viana do alentejo | boletim municipal

Junta de Freguesia de Viana do Alentejo Caros Munícipes, Chegou o mês de setembro, aquele que nos envolve em grandes preparativos para concretizar o maior evento da nossa freguesia – a Feira D’Aires/2015 Cumprindo uma tradição de fundo religioso e profano, a Feira D’Aires traz a Viana do Alentejo os familiares e amigos ausentes e todos aqueles que, por norma, cumprem este ritual de visita, nesta época do ano. Neste contexto, a Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, à semelhança de anos anteriores, colabora com a autarquia local na realização desta iniciativa. No que concerne à atividade deste órgão autárquico, ao longo destes meses de verão, destacamos o apoio ao projeto Viana Summer/2015, da responsabilidade da Câmara Municipal, que decorreu durante os meses de férias das crianças do nosso Concelho, proporcionando-lhes i­númeras atividades na ocupação dos seus tempos livres.

Salientamos também a colaboração na iniciativa: Festival Jovem ” Abana Viana” e ainda a participação nas diversas exposições patentes ao público, cuja organização esteve a cargo da Câmara Municipal. Não podemos deixar de manifestar a nossa preocupação constante com a limpeza urbana, já que, sendo uma das nossas competências, pretendemos que a mesma seja desenvolvida da melhor forma possível. Sabemos que nem sempre conseguimos corresponder às necessidades mais prementes e com a celeridade que gostaríamos. Por vezes, deparamo-nos com ausência de meios humanos, o que dificulta a limpeza atempada dos espaços, porém, tomada essa consciência, pomos em prática os meios de que dispomos para solucionar, o mais breve possível, qualquer situação que ocorra neste contexto e assegurar as tarefas que nos competem. Resta-nos desejar a todos uma excelente Feira D’Aires/2015, esperando que possam desfrutar dos espetáculos, da gastronomia, artesanato e de toda a variedade de produtos expostos.

Com os melhores cumprimentos O Presidente da Junta, Joaquim Rodolfo Viegas

33


Cultura Popular

viana do alentejo | boletim municipal

Poetas e Poesia Popular do Concelho de Viana do Alentejo O executivo municipal pretende editar o volume III livro “Poetas e Poesia Popular do Concelho de Viana Alentejo” eventualmente em 2016 ou 2017. Deste modo, solicitamos a todos os poetas populares nosso concelho interessados em participar, que nos

do do do fa-

çam chegar os seus trabalhos para publicação em mãos na Câmara Municipal, por correio para a Rua Brito Camacho, nº 13, ou para o correio eletrónico gabinete.informacao@cm-vianadoalentejo.pt.

Volume III Edição de 1983

Edição de 2013

Próxima edição 2016/2017

Banco de Manuais Escolares O Banco de Manuais Escolares para existir, precisa da participação de todos. Disponibilize os manuais escolares que já não precisa e que estejam em boas condições, entregueos nas Bibliotecas do Concelho, para que possamos satisfazer os pedidos das famílias. Ajude-nos a divulgar este projeto falando dele aos seus colegas, amigos, vizinhos e conhecidos… Mais informações: Bibliotecas do Concelho

34


viana do alentejo | boletim municipal

Ação Municipal

35


agenda cultural > outubro : cinema 09 : O Presidente

sexta-feira Um Presidente e a sua família governaram o país com punho de ferro durante anos, gozando de um estilo de vida luxuoso à custa da miséria do povo. Quando um golpe de estado derruba a ditadura, o Presidente inicia uma perigosa jornada na companhia do seu neto, fingindo ser um músico de rua, rumo a um navio que os levará em direção a um destino seguro. Misturado com o povo, o Presidente perceberá o que inspirou o ódio do povo à sua ditadura. Realizador: Mohsen Makhmalbaf | Intérpretes: Misha Gomiashvili, Dachi Orvelashvili, Ia Sukhitashvili FR, GR, DE, GB | 2014 | Cores | 105 min | Drama , Comédia | M14

16

: O Rapto de Freddy Heineken

sexta-feira Em 1983, um grupo de amigos de infância cometeram o crime do século: raptaram Freddy Heineken, um dos homens mais ricos do mundo e o herdeiro do império da cerveja Heineken. Este audacioso e chocante crime, cometido em flagrante à mão armada nas ruas de Amesterdão, resultou no maior resgate alguma vez pago por uma pessoa. Foi o crime perfeito. Até ao exacto momento em que o grupo de amigos conseguiu escapar… Realizador: Daniel Alfredson | Intérpretes: Sam Worthington, Jim Sturgess, Jemima West, Anthony Hopkins GB | 2015 | Cores | 95 min | Ação, Aventura | M14

18

domingo

: O Dador de Memórias

23

sexta-feira A impressionante história de Jonas, um jovem que vive num mundo sem cor

mas aparentemente perfeito e de harmoniosa conformidade. No entanto, Jonas começa a passar mais tempo com o Dador, o único guardião de todas as memórias da comunidade, e rapidamente começa a descobrir as verdades sinistras e mortais do passado desconhecido da sua comunidade. Com este novo poder, ele percebe que os riscos são maiores do que imaginava - uma questão de vida ou de morte para ele e para os que mais ama. No limite, Jonas sabe que tem de escapar do seu mundo para protegê-los - um desafio que ainda ninguém alcançou. Realizador: Philip Noyce | Intérpretes: Brenton Thwaites, Maryl Streep, Alexander Skarsgard, Jeff Bridges, Katie Holmes.US | 2014 | Cores | 94 min | Ficção Científica | M12

: eventos : Mês Senior outubro

Durante o mês de outubro, o Município de Viana do Alentejo assinala o Mês Sénior, com uma série de atividades culturais e de lazer, dirigida a esta camada da população.

: Axtérix: O Domínio dos Deuses

Atormentado com a incapacidade dos seus soldados conquistarem aquele pequeno grupo de resistentes, o governador Júlio César percebe que o melhor a fazer é alterar o modo da sua investida e instalar um condomínio de luxo precisamente ao lado da aldeia. Agora, com a tentação à sua frente, serão os habitantes capazes de resistir à invasão romana? Inflexíveis a qualquer tipo de aproximação estarão sempre Astérix e Obélix, que tudo farão para manter os romanos bem longe da sua pequena comunidade de valentes. Infelizmente, os demais gauleses não vão ficar indiferentes a esta provocação romana, por Toutatis!... Realizador: Louis Clichy, Alexandre Astier | Vozes : Manuel Marques e Eduardo Madeira FR | 2015 | Cores | 86 min | Animação | M3

cineteatro vianense

Rua Dr. António José de Almeida, 27 | 7090 - 269 | Viana do Alentejo Tel.: 266 791 007 | E-mail: cine-teatro@cm-vianadoalentejo.pt Horário da Bilheteira: De Quarta-Feira a Sexta-Feira das 14h30 às 17h30 | Dia de cinema ou espetáculo abre uma hora antes Preço dos Bilhetes: Sexta-Feira: 3€ Domingo: 2,5€ IVA incluído em vigor Todas as reservas devem ser levantadas até meia hora antes do espetáculo/sessão.

Sugestões de leitura...

Uma mulher diferente de Penny Vincenzy

“O casamento de Cressida Forrest ia ser perfeito. Com o seu aspeto esbelto e inocente, Cressida daria a mais bela das noivas, e Oliver Bergin, um jovem médico em ascensão, o noivo ideal. Com tudo preparado para o seu dia de sonho, Cressida deitou-se serena e feliz. Mas, na manhã seguinte, tinha fugido - sem causa aparente e sem deixar rasto. E o pesadelo começou... Chocadas, preocupadas e atónitas, as duas famílias enfrentam um longo e doloroso dia de revelações, à medida que uma complexa e frágil teia de segredos sexuais, conjugais e financeiros vão sendo conhecidos como consequência do desaparecimento de Cressida. Por que razão abandonou ela tudo e todos?”

Porta-te bem

Uns óculos para a Rita

“Um livro que reúne as atitudes, cuidados e atenções que as crianças devem ter para serem bem educadas. Este livro ajuda os pais, avós e outros educadores a ensinar as boas maneiras às crianças. Há algumas escolas do 1º ciclo do ensino básico que adotaram este livro nas aulas · José Jorge Letria é um autor de referência na literatura infantil.”

“Há crianças que resistem a usar óculos porque acham que eles não as desfavorecem. Mas não reparam que os óculos servem de moldura a uns lindos olhos. Com eles o mundo, de repente, torna-se mais rico, mais nítido e colorido. Conseguem ver a formiga atarefada, o botão que caiu na carpete, a pintinha do i, o berlinde que rebolou para longe. Passam de alunos desatentos a garotos interessados. E começam a ter boas notas…”

de José Jorge Letria

Veja e descarregue o boletim municipal em: www.cm-vianadoalentejo.pt | Acontece | Boletim Municipal

Receba o boletim municipal no seu e-mail, enviando uma mensagem com a sua identificação para: gabinete.comunicacao@cm-vianadoalentejo.pt

Destaque aqui e leve consigo

de Luísa Ducla Soares


informações úteis

DESCONTOS DO CARTÃO SÉNIOR

Para além dos descontos na fatura da água e da oficina domiciliária, o Cartão Sénior oferece, aos seus beneficiários, muitos descontos em várias empresas do concelho, que se associaram a esta iniciativa do Município, dos quais se destaca o setor da saúde, com descontos em medicamentos, óculos e lentes, consultas de oftalmologia e exames complementares de diagnóstico e pedicure medical. Para além da área da saúde, a energia, a beleza e estética, a construção civil e os produtos alimentares são outros setores onde os beneficiários do Cartão Sénior podem usufruir de descontos. Utilize o seu cartão e usufrua destes descontos nas empresas que se seguem:

Convite às empresas Várias empresas do concelho juntaram-se à Câmara Municipal de Viana do Alentejo na concessão de descontos e vantagens na aquisição de serviços/produtos aos portadores do Cartão do Idoso. Os descontos de que os idosos beneficiam em vários bens e serviços variam entre os 5% e os 50%, desde a saúde à alimentação, passando pela estética e materiais de construção, entre outros. Uma ajuda importante para fazer face às dificuldades com que vivem os idosos. Convidamos as empresas do nosso concelho que ainda não aderiram a esta parceria, a juntarse a esta iniciativa em prol dos nossos seniores.


informações úteis

AVISOS Campanha de informação e sensibilização A limpeza dos dejetos de animais na via pública é uma obrigação pois prejudica a higiene nos espaços públicos e provoca doenças graves.

PROIBIDO Circular sem trela

(Art.os 7º. e 14º. Do Dec-Lei n.º 314/2003 – punível com coima até 3.740€)

Circular sem trela e açaimo

- Cães perigosos ou potencialmente perigosos (Art.os 13.º e 38.º do Dec-Lei n.º 315/2009 – punível com coima até 3.740€)

OBRIGATÓRIO Remover os dejetos

(Art.os 42º e 63º do Regulamento Municipal de Resíduos Sólidos Urbanos e Higiene e Limpeza dos Lugares Públicos - punível com coima até 2.500€)

i

Os dejetos de um cão alojam vírus, bactérias e parasitas pe­ rigosos para a saúde humana, sobretudo a das crianças.

Caros Munícipes, Compete às câmaras municipais, atuando dentro das suas atribuições no domínio da defesa da saúde pública e do meio ambiente, proceder à captura dos cães e gatos vadios ou errantes – é assim que nos dita a Lei. Neste sentido, temos vindo a apelar ao bom senso de cada um para que não deixem os vossos animais circular livremente na via pública (ruas, jardins); a Lei obriga, inclusive, à circulação dos cães com trela e, ainda, com açaime, caso pertençam às raças potencialmente perigosas. Devemos estar conscientes que um cão errante pode representar um perigo para a saúde pública, havendo o risco de propagação de bactérias e vírus através dos seus dejetos. Assim, devemos levar os cães à rua com trela e apanhar sempre as suas fezes, de forma a evitar problemas de saúde pública e reduzir eventuais incómodos aos outros utilizadores da via pública. Devemos sempre lembrar-nos que as ruas, os jardins, são espaços de todos nós. Sendo assim, caso seja detetado um cão errante ou vadio, a Câmara Municipal tem o dever de o recolher. Posterior-

mente, fazer a sua divulgação para encontrar o dono. Se não o encontrar, a lei permite o seu abate, se não houver nenhum interessado em ficar com o animal. Com o preocupante aumento do número de cães abandonados, o Canil Municipal encontra-se lotado, não havendo espaço e condições para acolher mais animais, pelo que no futuro teme-se que se tenha que proceder ao abate, caso o dono não seja localizado no período legal (oito dias). Assim, apelamos ao cuidado com os vossos animais. Devemos protege-los, passeá-los com trela e apanhar as suas fezes. Não devemos, em momento algum, abandoná-los! A Câmara Municipal de Viana do Alentejo gostaria também de vos dar conhecimento que temos vários cães disponíveis para adoção responsável no nosso Canil Municipal, localizado na freguesia de Alcáçovas. Caso alguém esteja interessado em conhecê-los, poderá contactar o número de telefone: 266 930 010. O Médico Veterinário Municipal, Dr. José Joaquim Fialho

Comunique avarias ou anomalias na Iluminação Pública

Ligue 800 911 911

Ou aceda a: www.edp.pt/pt/particulares/apoioaocliente/faleconnosco/ Pages/FormularioReclamacaoAvariaIluminacao.aspx Para avarias em casa deverá contactar 800 506 506 (24h chamada grátis) e indicar o código de identificação do local, indicado na fatura de eletricidade

Colabore!


informação online

contactos úteis

7

313

to gos

s

Câmara Municipal de Viana do Alentejo Rua Brito Camacho, 13 7090-237 Viana do Alentejo tel. 266 930 010 fax. 266 930 019 camara@cm-vianadoalentejo.pt Gabinete de Apoio à Vereação gaver@cm-vianadoalentejo.pt

Divisão de Administração Urbanística e Processual daurb@cm-vianadoalentejo.pt Divisão de Gestão de Recursos dafin@cm-vianadoalentejo.pt compras@cm-vianadoalentejo.pt Divisão de Desenvolvimento Social e Humano ddsh@cm-vianadoalentejo.pt

Siga-nos em: www.facebook.com/municipiovianadoalentejo

Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Económico gadecon@cm-vianadoalentejo.pt Delegação da Câmara em Alcáçovas | 266 954 522 Junta de Freguesia de Aguiar | 266 930 863 Junta de Freguesia de Alcáçovas | 266 954 181 Junta de Freguesia de Viana do Alentejo | 266 953 317 Estaleiro | 266 930 017/8 Serviço de Águas | 967 979 711 (8h/22h) Cineteatro Vianense | 266 791 007 Posto de Turismo de Viana do Alentejo | 266 930 012

Siga-nos em: www.facebook.com/RomariaACavaloMoitaVianaDoAlentejo

163 os

víde

2

03 0 1 1 visu

es açõ aliz

Posto de Turismo e Biblioteca de Alcáçovas | 266 948 112 Biblioteca de Viana do Alentejo | 266 930 011 Biblioteca de Aguiar | 266 939 106 Piscinas Municipais de Viana do Alentejo | 266 930 014 Piscinas Municipais de Alcáçovas | 961 371 967 Pavilhão Gimnodesportivo de Viana | 266 930 015 Oficina Aberta | 266 791 007 Linha de Proteção à Floresta | 117 Linha de Saúde Pública | 808 211 311 Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo | 266 953 123 Centro de Saúde de Viana do Alentejo | 266 930 060

Siga-nos em: www.youtube.com/vianaconcelho

Extensão de Saúde de Aguiar | 266 791 278 Extensão de Saúde de Alcáçovas | 266 949 045 Guarda Nacional Republicana Alcáçovas | 266 954 118 Guarda Nacional Republicana Viana do Alentejo | 266 953 126 Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Viana do Alentejo | 266 791 411 Correios de Portugal Viana do Alentejo | 266 939 000 Correios de Portugal Alcáçovas | 266 949 152 Serviço de Finanças de Viana do Alentejo | 266 953 146 Conservatórias e Cartório Notarial de Viana do Alentejo | 266 930 040


Os pr贸ximos eventos

Profile for Municipio de Viana do Alentejo Viana do Alentejo

Boletim setembro 2015  

Boletim setembro 2015  

Profile for 67482
Advertisement