Page 42

ƵůƚƵƌĂWŽƉƵůĂƌ

ǀŝĂŶĂĚŽĂůĞŶƚĞũŽͮďŽůĞƟŵŵƵŶŝĐŝƉĂů

Poetas e Poesia Popular do Concelho de Viana do Alentejo O executivo municipal pretende editar o volume III GROLYURk3RHWDVH3RHVLD3RSXODUGR&RQFHOKRGH9LDQDGR$OHQWHMRyHYHQWXDOPHQWHHPRX Deste modo, solicitamos a todos os poetas populares do nosso concelho interessados em participar, que nos façam chegar os seus trabalhos para publicação em mãos na Câmara Municipal, por correio para a Rua Brito Camacho, nǑ13, ou para o correio eletrónico gabinete.informacao@cm-vianadoalentejo.pt.

Volume III Próxima edição 2016/2017

E

ENVI

S U E S OS

R A P

! E P I C I T

Dia 25 de outubro de 2015 Já é meia-noite, é cedo para deitar Cheguei agora à minha casa Fui ouvir os fados a Aguiar $TXLHVWRXRXWUDYH] Para a história da vila acabar 6²KRMHPHGHXQDJDQD Do que me havia de lembrar Já não moro em Aires Para Alcáçovas vim morar ,VWRF¢©TXH©ERP©o[H Comer e passear, passear sem parar Já lá morava há 42 anos Nunca pensei em regressar Mas um dia deu-me a veneta E cá estou a acampar Agora vou começar novamente Onde a história acabou Deixei de ser ama Mas a vida não parou Fui a dias trabalhar Parada não posso estar Trabalhei 9 anos na mesma casa Até a minha Petinha casar

ϰϮ

AS M E PO

Mas antes de tudo isto $LQGDWLYHXPDJUDQGHDpL¨¦R Meu marido doente e mais doente Teve de ser operado ao coração Tenho passado de tudo um pouco Doenças não é bom falar Já tive 2 AVC, 4 meses sem andar 2SHUDGDYH]HV£EDUULJD©XPQXQFDDFDEDU Fui operada à vesicula -¢Q¦RVHLRTXHID]HU Agora tenho o Parkinson É tremer e mais tremer A minha neta Rita tem 11 anos Está criada, o pior já passou Está uma linda menina &RPPXLWDVVDXGDGHVO¢oFRX *RVWRPXLWRGHF¢HVWDU Na minha casa no Alentejo Cá é muito mais sossego 6²Q¦RYHMR©R7HMR

6HP7­WXOR 0DULD%DJXLQKR Alcáçovas, Outubro de 2015

Profile for Municipio de Viana do Alentejo Viana do Alentejo

Boletim abril 2016  

Boletim abril 2016

Boletim abril 2016  

Boletim abril 2016

Profile for 67482
Advertisement