Issuu on Google+

Folha Opinião é referência em comunicação na região

Mairiporã recebe Sebrae Móvel a partir desta segunda-feira

Página 11

SEXTA-FEIRA 14 DE JUNHO DE 2.013

Prefeito se reúne com chefe da Casa Civil No dia 10 de junho, o prefeito doutor Márcio Pampuri participou de reunião no gabinete da Casa Civil, juntamente com os chefes do Executivo das cinco prefeituras da Grande São Paulo ligadas ao Partido Verde (Itapevi, Jandira, Diadema, Francisco Morato e Várzea Paulista), presentes ao encontro, acompanhado dos deputados estaduais pelo PV, Beto Trícoli e Regina Gonçalves. Na ocasião, foram discutidas questões comuns aos municípios, com o secretário de Estado da Casa Civil, Edson Aparecido, como regulamentação fundiária, convênio para realização de trabalhos de topografia, Cidade Legal,

obras de infraestrutura, entre outros. Para as demandas afetas a Mairiporã, o secretário se comprometeu a viabilizar reuniões com os secretários de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (regulamentação fundiária), Habitação (Cidade Legal) e com a diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá (Fatec Ambiental). Presentes à reunião estiveram o prefeito de Itapevi, Jaci Tadeu; prefeito de Jandira, Geraldo Teotônio; prefeito de Diadema, Lauro Michels; prefeito de Francisco Morato, Marcelo Cecchettini; e o prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi.

Página 13

Na pauta, doutor Márcio Pampuri priorizou a solução de problemas voltados à regularização fundiária, habitação, e a implantação de uma FATEC Ambiental que atenda a região


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

LEGISLATIVO

NOTAS

LEIS QUE NOS DEFENDEM

ESSIO MINOZZI

MENDES THAME

Uma luz no fim do túnel

Meu vizinho não me deixa dormir: que faço?

Nesses poucos meses o go-

terça-feira, 11, aprovou, em primei-

verno municipal, Executivo e Le-

ra votação, projeto que possibilita

gislativo, vêm numa sequência de

aumentar desde já a remuneração

ações que podem fazer a diferença

de médicos e do restante dos pro-

para a melhoria no atendimento à

fissionais da saúde estimulando-os

Saúde de Mairiporã. O bom senso

a disponibilizarem mais tempo para

recomenda alguma cautela, mas é

o atendimento à população nas

inegável que as iniciativas, até o

emergências e nos ambulatórios.

momento, indicam que o prefeito

Veja detalhes em www.camaramai-

está disposto a alterar para me-

ripora.sp.gov.br.

lhorar as condições desse serviço

No ano passado foi aprovada

essencial. E, para isso, conta com a

autorização Legislativa de 25%

aprovação integral dos vereadores.

para remanejamento orçamentário

A falta de médicos começa a ser resolvida a partir da constatação de que paga-se muito pouco para um médico. Por óbvio, todo profissional busca remuneração justa, condições adequadas de trabalho e perspectiva de evolução na carreira. Mairiporã vinha

em 2013. Ela possibilitou governabilidade ao novo prefeito, que pôde adequar o orçamento às suas prioridades. Com isso, por exemplo, foram realocados na Saúde recursos do Programa de Atenção Básica [PAB], com a pretensão de

no sentido contrário, por isso hoje

adequar o espaço físico da UBS

faltam médicos em seus quadros.

da Terra Preta para implantação

Com salários muito baixos, os

de uma UPA (Unidade de Pronto

concursos públicos nos últimos

Atendimento) por 24 horas. Nela

tempos não preencheram essa

pretende-se contratar 20 médicos

lacuna. Em médio prazo o Plano de

e outros profissionais de apoio

Cargos e Salário da Saúde resolve

para oferecer um bom atendimen-

o problema. Sem recorrer ao velho discurso conformista que “a Saúde vai mal no país inteiro”, o Executivo resolveu agir. De imediato enxugou a folha de pagamento. O Legislativo, que aprovou autorização para contratação emergencial, na última

to. Uma necessidade reivindicada há muito tempo pelo distrito que o governo municipal busca atender. ESSIO MINOZZI JR. Vereador do PR

Esta coluna semanal tem o objetivo de divulgar leis criadas para proteger o cidadão. Aumentar o conhecimento de direito e deveres é a forma mais eficiente de valorizar a cidadania e fazer valer os direitos individuais. Conhecer é poder. A realização de obras em áreas comuns ou privativas, mudanças, transportes de materiais de construção, uso da piscina e das quadras de esportes e outras atividade: devem ter regulamentação precisa na Convenção, no que concerne aos horários permitidos para sua realização ou uso, dada a produção demasiada de barulho. O barulho é um dos problemas que mais geram atritos no condomínio. É difícil estabelecer o nível de ruído suportável, mas o barulho de música em alto volume, de brincadeiras das crianças, de latidos e de festas nos apartamentos estão entre os menos suportáveis pela maioria dos condôminos. Isso sem falar naqueles decorrentes de obras de reforma de apartamento - o uso de marretas, martelos e furadeiras pode causar irritação e, se isso ocorrer em horário inadequado, pode provocar estremecimentos nas relações entre vizinhos. Para evitar possíveis conflitos, todo condômino deve conhecer e obedecer ao que está estabelecido sobre o assunto na Convenção, que, se não contiver restrições ao barulho nem horários para obras, deve ser revista em assembléia para estabelecimento claro de proibições e de horários para atividades que produzam barulho.

Por fim, vale lembrar que o Código Civil (artigo 1.277) trata dos direitos de vizinhança e protege quem tem o sossego, a segurança e a saúde ameaçados pelo vizinho, atribuindo-lhe o direito de fazer cessar essas interferências prejudiciais. Tal direito é atribuído indistintamente ao condômino e ao locatário. A Lei das Contravenções Penais também trata do assunto no artigo 42: “Perturbar alguém, o trabalho ou sossego alheios: l - com gritaria ou algazarra; III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; IV - provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda; Pena: prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa”. A multa é estabelecida pelo Juiz, no correspondente processo judicial. Referências legislativas: artigos 1.277, 1.313 do Código Civil. N.B. - As situações acima são decisões resumidas e/ou orientações. Havendo dúvidas, oriente-se com profissional de sua confiança. Antonio Carlos Mendes Thame é deputado federal (PSDB-SP), professor licenciado da ESALQ-USP e advogado (PUC-Campinas). Encaminhe sua sugestão ou questionamento para o e-mail: dep. mendesthame@camara.com.br e twitter. com/mendesthame

presidente da Câmara gestão 2013 / 2014 e professor pós graduado em Gestão Pública pela FUNDAP e em Gestão Educacional pela UNICAMP.

CITAÇÃO DA SEMANA “Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo... Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade...” Walt Disney, Criador dos celebre personagens Mickey e Pato Donald

Publicação:

Impressão: Atlântica

Redação e publicidade: 4275-0504 / 9-9529-2619 / redacao@folhaopiniao.com.br / comercial@folhaopiniao.com.br Colaboradores: Antonio Carlos Mendes Thame, Éssio Minozzi, Renato Sarvanini, Andre Chicoli e Tarcílio de Souza Barrros.

Distribuição: Mairiporã Terra Preta Serra da Cantareira

Folha Opinião Comunicação, Eventos e Jornalismo Ltda - cnpj: 11.603.231/0001-06 Rua Cardoso Cesar, 363, sala 3, Centro, Mairiporã – CEP: 07600-000

Editor: Maurício Araújo

Repasse Em sessão tumultuada, a Câmara dos Deputados não conseguiu votos suficientes para aprovar um texto que estabeleceria novas regras de distribuição dos recursos financeiros do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Eram necessários o mínimo de 257 votos favoráveis para a aprovação do texto, mas 218 votaram a favor e 115 contra. Com isso, o projeto vai ser arquivado. A aprovação de novas regras para a distribuição do FPE é uma exigência do Supremo Tribunal Federal (STF), que ao julgar, em 2010, ação direta de inconstitucionalidade apresentada à Corte pelos governos do Rio Grande do Sul, de Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. A ação questionava as regras de repasse do FPE, e o STF deu prazo até o fim do ano passado para o Congresso votar uma nova fórmula de repasse. Como não houve aprovação, o STF prorrogou o prazo até o próximo dia 23. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e o líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), tentaram, sem sucesso, convencer os deputados a aceitar o texto aprovado pelo Senado para evitar que a proposta tivesse que passar por nova votação pelos senadores. No entanto, os deputados aprovaram a preferência para a votação de uma emenda em substituição ao texto do Senado. A emenda aumentava o teto da renda domiciliar per capita, a partir do qual haveria corte desse fator no cálculo dos coeficientes do FPE e também o limite inferior do fator representativo da população. A medida beneficiaria os estados da Região Sul, o Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, reduzindo os repasses aos estados do Nordeste. Contudo, a emenda não alcançou os 257 votos necessários para aprovação. Com isso, foi retomada a votação do texto aprovado pelos senadores. Com as bancadas divididas, a proposta também não obteve os votos necessários para sua aprovação. O presidente da Casa lamentou o impasse. “Mais uma vez uma briga de estados se configurou, de maneira radicalizada, emocional, e lamento profundamente. Foi uma noite melancólica. O dano à imagem desta Casa ficou”, disse. Henrique Alves não descartou a possibilidade de pedir mais tempo ao Supremo para tentar votar nova proposta. “É uma possibilidade. Amanhã [13], depois de descansar vamos ver com a assessoria”, declarou. Tiragem: 3 mil

2


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

POLÍTICA POLÍTICA

3

Mairiporã terá mais R$ 500 mil para investir em infraestrutura

Verba é resultado do esforço do prefeito Dr. Márcio Pampuri, que desde que assumiu o comando da Prefeitura, tem buscado apoio em todas as esferas governamentais, para investir em obras, saúde e infraestrutura Imprensa PMM

O prefeito informou que a emenda parlamentar de autoria do Deputado Federal Penna (PV), no valor de R$ 500 mil, deverá ser utilizada na realização de obras de infraestrutura. O prefeito da cidade, Dr. Márcio Pampuri, que esteve em Brasília em maio último, já conseguiu a liberação de R$ 1 milhão em recursos para serem investidos na infraestrutura da cidade, também por intermédio do deputado Penna. “Temos a grata satisfação de poder contar com parceiros como o deputado Penna”, comemorou o prefeito, dizendo que os recursos deverão ser aplicados em obras de pavimentação, drenagem e sinalização. “Vamos continuar buscando apoio de deputados e dos governos Federal e Estadual”, finalizou.

Prefeito Márcio Pampuri e Deputado Federal Penna

Olaria-A vence ‘Taça Cidade de Futebol’ No último domingo, dia 2 de junho, no Estádio Laudemiro de Oliveira Nascimento, em Mairiporã, aconteceu a final da Taça Cidade de Futebol, entre as equipes Olaria A x São Paulo. O jogo foi bastante disputado e as equipes perderam vários gols durante o tempo normal da partida. A decisão acabou sendo feita nos pênaltis e os goleiros Allan (São Paulo) e Rafael (Olaria) deram um show à parte defendendo muitos ataques. O secretário de Esportes, Dayvid Alves, parabenizou todos os jogadores e técnicos pelo belo jogo apresentado e disse que “agora, com a Secretaria de Esportes mais estruturada e o apoio que o prefeito, Dr. Márcio Pampuri, tem dedicado à área, teremos condições de melhor assistir as equipes para o próximo campeonato”. Ao final das cobranças de pênaltis o Olaria “A” saiu vitorioso (9) e o São Paulo sagrou-se vice-campeão da Taça Cidade (8).


44

GASTRONOMIA GASTRONOMIA

Macarrão ao molho de camarão e vinho branco Ingredientes

de sopa de azeite de oliva

coloque o creme de leite e

1 lata de creme de leite fres-

mexa bem, ponha os ca-

500g de camarão grande

co ou uma lata de creme de

marões e deixe cozinhar

limpo

leite light

por aproximadamente 7

300g de macarrão farfallo-

Preparo:

minutos, misture a abobri-

ne (gravatinha)

Cozinhe o macarrão con-

nha nesse molho, acerte

300ml de vinho branco

forme as instru ções d a

o sal e salpique cheiro

1 abobrinha

embalagem, enquanto isso

verde e o manjericão, jo-

1 cebola média picada

prepare o molho, lave os

gue esse molho sobre o

4 dentes de alho pica-

camarões e tempere com

macarrão e sirva.

dos

sal, limão e pimenta cozi-

manjericão a gosto ( a

nhe a abobrinha levemen-

Dicas:

gosto)

te, no ponto que ela fique

As opções de ingredien-

1 cubo de caldo de legu-

aldente (meio durinha).

tes são para deixar a

mes

Numa panela ou frigideira

receita mais magrinha. A

pimenta -do -reino a gos-

grande coloque o azeite e

receita é deliciosa, com

to

doure levemente a cebola e

sabor sofisticado. Use

suco de 2 limões

o alho, acrescente o vinho

vinho de boa qualidade,

sal a gosto

deixe cozinhar por aproxi-

senão a receita fica hor-

cheiro verde a gosto

madamente 4 minutos em

rível, amarga. Vinho bom

uma colher de sopa de

fogo médio dissolvendo o

para cozinhar custa mais

manteiga ou 3 colheres

cubo de caldo de legumes,

de R$ 20,00.

www.folhaopiniao.com.br www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, de2012 2013 Sexta-feira, 14 20 de de junho abril de

Brigadeiro de milho verde Ingredientes:

milho com a água e coe,

2 lata(s) de milho verde

misture o leite condensa-

2 lata(s) de leite conden-

do e a margarina até fer-

sado

ver, continue mexendo até

1 colher (sopa) de mar-

soltar do fundo da panela,

garina

sirva nos copinhos como

Copinhos descartavéis

brigadeiro de colher (sem enrolar), para decorar

Preparo

pode ser canela em pó ou

Bata no liquidificador o

coco ralado.

Enroladinho de salsicha frito Ingredientes

nela alta a água, o leite,

2 copos (requeijão) de

o caldo de carne, a mar-

água

garina e o sal até ferver,

3 copos (requeijão) de leite

retire do fogo e acrescente

1 tablete de caldo de carne

a farinha de trigo e o ovo,

100 g de margarina

leve ao fogo até despren-

1 colher (sopa) rasa de sal

der da panela, sove a

1 ovo batido

massa, abra e recheie

5 xícaras (chá) de farinha

com um pedaço de salsi-

de trigo

cha, enrole em forma de

Salsicha aferventada

croquete, passe no leite e

Preparo

na farinha de rosca, frite

Leve ao fogo em uma pa-

em óleo quente.


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

POLĂ?TICA

5


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

6

ESPAÇO ACE

Lei que determina a discriminação dos tributos na nota fiscal entra em vigor A Lei nº 12.741/12 que determina a discriminação dos impostos nas notas e cupons fiscais emitidos em todo País começou a valer no dia 10/06/2013. Por intermédio da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) foi aprovada a Lei 12.741/12. O movimento teve início em 2006, quando 104 entidades recolheram mais de 1,5 milhão de assinaturas com o objetivo de tornar a discriminação dos impostos nas notas fiscais uma realidade. Em 2007 o Projeto de Lei 1472/07 foi aprovado na Câmara dos Deputados, mas foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff apenas em 8 de dezembro de 2012. A lei prevê a discriminação aproximada dos seguintes tributos: ICMS, IPI, ISS, PIS/ Pasep ,Cofins, IOF e Cide. A Lei existe para que os cidadãos tomem conhecimento da quantidade e do valor que pagam em impostos e cobrem serviços públicos de qualidade. As ferramentas para a aplicação da Lei “De Olho no Imposto” já estão prontas e mais de 13 mil empresas estão preparadas para cumprirem a lei. No Portal www.movimentoac.com.br/deolhonoimposto estão disponíveis o Manual de Integração para a adequação da Lei De olho no Imposto e os arquivos de download das alíquotas de tributação média dos produtos e serviços comercializados no Brasil.

CRÔNICA MARISA MOTTA CARDONE

Um verso por um chinelo A vida é feita de pequenas

Toda feliz lá vai a poeta

coisas, às vezes até sem graça,

(já levando uns quatro exem-

outras porém nos fazem pen-

plares do seu livro - otimista

sar, rir e também chorar.

como ela só), entra na lojinha

Tenho uma amiga, a qual considero uma grande poeta,

e logo vem a dona e da mão lhe tira um , vira, revira...

seus versos nos fazem viajar

Ah ! Mas que lindo, que

literalmente no espaço sideral,

capa bonita, parabéns, e

no universo infinito e belo.

logo em seguida lhe devolve

Um dia destes foi protagonis-

rapidamente dizendo: será

ta de uma situação no mínimo

que você poderia me trazer

hilária.

alguns chinelos, para vender

Todos nós sabemos como é difícil aos autores, principal-

na loja? A procura tem sido bem grande.

mente poetas, venderem seus

Os sonhos da minha poeta,

livros nas grandes livrarias,

para onde irão agora? Nós os

assim sendo cada um busca

poetas não podemos nunca

O sistema servirá para quem possui ferramentas automatizadas e também para quem emite notas fiscais manualmente.

a alternativa mais plausível no

deixar de poetar e nem de

momento. As bancas de jornal

sonhar...

A ACE Mairiporã oferece acesso ao SCPC disponibilizando ferramentas e soluções para a gestão dos seus negócios e suas decisões de crédito.

na esquina do bairro, a papela-

Faça de conta de que sua

ria do material das crianças, a

capa está na livraria mais ilu-

lojinha do xerox, o sarau literá-

minada. Mais frequentada da

rio com direito a chá e bolinhos,

cidade, não importa que não

(as amigas não falham). Numa

os venda, a esperança ai está,

dessas opções, entra a poeta

concreta, palpável.

Amplie a segurança de suas operações, conte com a gente. Ligue 11 4419-0922 / 4419-2642 e peça visita de um representante.

na lojinha para tirar uma cópia

Não desanime, afinal nin-

Associação Comercial e Empresarial de

da critica literária sobre sua

guém da família saiu no preju-

Mairiporã

obra, saída num jornal. Conver-

ízo, sempre haverá de sobrar

sa vai, conversa vem e a dona

o lucro dos chinelos.

Av. Tabelião Passarella, 375 A – centro - Mairiporã.

da loja indaga: mas esse livro é

Sem mais nada a dizer, lhe

seu? Não sabia que você “fazia

convido para comigo poetar

livros”; quero que me traga para

nas terras de Parnaso, onde

ver de perto. Neste interim lhes informo

seus poemas certamente se-

que a senhora mãezinha da

NAMASTE - à nós os “PO-

poeta, adora fazer seus chinelinhos (por sinal por demais graciosos).

rão apreciados e valorizados. ETAS”

Marisa Motta Cardone é escritora e jornalista


www.folhaopiniao.com.br 14de demaio junho 2013 Sexta-feira, 4 dede 2012

HORÓSCOPO Vênus em Câncer entra em conflito com o rebelde e independente Urano em Áries, apontando problemas entre a necessidade pessoal de liberdade e as afinidades afetivas. De algum modo,

temos desde ontem e também hoje, que encontrar alguma conciliação entre o anseio de liberdade pessoal e a afinidade afetiva em que vivemos. Por outro lado, os desejos amorosos tendem a ir além do convencional, nem sempre com solução feliz. Enfim, mais um dia delicado para as ligações afetivas

ÁRIES - 21.mar a 20.abr As relações pessoais e familiares estão sob conflito. A simples continuidade do bem estar nestas relações não é suficiente. Alguma renovação forçada irá se impor nestes dias.

LIBRA - 23.set a 22.out Sua imaginação está bastante estimulada, nem sempre para o bem. Urano e Vênus atiçam o espírito de mudança no trabalho, mesmo quando isso cria perturbação.

TOURO - 21.abr a 20.mai Se pretendia encontrar-se com alguma pessoa, e até se deseja ansiosamente esse encontro, prepare-se, pois algum contratempo irá se antepor entre você e ele.

ESCORPIÃO - 23.out a 21.nov Os sonhos mais róseos podem ser perturbados por imagens um tanto cruas da realidade. Nem tanto ao sonho agradável e inconsistente, nem tanto à crueza. Renove as afeições.

GÊMEOS - 21.mai a 20.jun Forte indício de negação para seus desejos de bem estar e usufruir boas coisas materiais. Talvez devesse desejar coisas muito melhores junto com as pessoas, do que sozinho.

SAGITÁRIO - 22.nov a 21.dez A contrariedade de sua afeição, em relação a certas pessoas em particular, pode se dar por situações sociais maiores. Cuidado também com os negócios que se rompam.

CÂNCER - 21.jun a 21.jul Alguma aflição interior toma conta de você neste dia. Receios difusos tendem a se fazer presentes. Um dia delicado, se você pretende manter o equilíbrio emocional e afetivo. LEÃO - 22.jul a 22.ago Um dia de revelação de aspectos interiores. O impedimento a um desejo subliminar ou inconsciente irá mostrar a presença e a força com que este desejo agia em seu interior.

CAPRICÓRNIO - 22.dez a 20.jan A forte intensidade de desejos nas relações pessoais e de trabalho pode confundir suas ações. Cuidado para não cultivar uma frustração no casamento ou no âmbito familiar. AQUÁRIO - 21.jan a 19.fev Momento de agitação na vida amorosa e na lida com os afazeres práticos do dia. Algum conforto pode lhe ser negado. Melhor será você se adaptar às condições vigentes.

VIRGEM - 23.ago a 22.set Você pode se divertir com as mudanças e novidades que venham a surgir nas relações sociais. Mas pode ficar angustiado pelas novidades que apareçam sem aviso.

PEIXES - 20.fev a 20.mar As frustrações e desilusões amorosas devem ser compreendidas dentro de seu contexto maior, e não apenas como simples negação dos desejos. É sempre difícil lidar com isso.

VARIEDADES VARIEDADES

CRUZADAS

7


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

8 ESPECIAL

TARCILIO DE SOUZA BARROS

Patagônia exibe outra face do Chile

Pablo Neruda, celebre poeta chileno cantou em versos a beleza de seu país. “Bajo los volcanes, juntos a los ventisqueiros, entre los lagos el fragrante, el silencioso, el emaranhado bosque chileno, quien no conoce el bosque chileno no conoce este planeta”. Recomendamos ao caro leitor visitar a Patagônia Chilena para admirar um dos cenários naturais mais belos da terra. Lagos azuis resultantes do degelo, bosques silenciosos, formosas cordilheiras e vulcões em atividades. De Puerto Montt, cidade cos-

teira, situada à mil quilômetros de Santiago, partem transbordadores, barcos de carga adaptados para transportar passageiros com todo conforto que navegando por quatro dias e três noites através dos Canais Fueguinos te deixarão em Puerto Natales. Pela aventurosa navegação percorreremos fiordes, golfos e pitorescas caletas de pescadores. A navegação é tranquila, porém ao cruzar o Golfo das Penãs, segundo as condições climáticas que são por vezes severas nestas frias paragens do sul do Chile, o barco balança forte por 12 horas sobrevindo o mareo nos

passageiros. Entretanto todo o percurso da viagem marítima é permeada de uma inolvidável beleza cênica única no mundo, pois o Chile é um país privilegiado pela natureza. No terceiro dia de viagem o barco assenta ancora na silenciosa caleta Puerto Eden onde ainda vivem apenas 12 índios Alcalufes, últimos remanescentes dos antigos habitantes desta região e que foram destruídos pela civilização. Conversamos com algum deles nos impressionando sua beleza física, estatura e pureza de sentimentos, mas vimos em seus olhos a certeza da extinção de uma grande raça indígena. O ponto final da viagem se dá em Puerto Natales, cidade que conta 20 mil habitantes. Casório de madeira com tetos coloridos, de cujo interior se desprende fumarolas azuladas que confirmam aquecimentos interiores. Em dezembro de 1557 o capitão espanhol Juan Fernandez de Ladrillero a bordo da nau San Luís descobriu o Seño de La Última

Esperanza, fundando esta cidade. O capitão e tripulação deram este nome pois era a última esperança eis ventos de cem quilômetros por hora ameaçavam soçobrar o barco! Estando o leitor nesta cidade situada no Hemisfério sul é recomendável fazer um tour com o cutter 21 de mayo ao Parque Nacional Bernardo O’ Higgins através do fiorde, Última Esperanza para contemplar os soberbos glaciares Balmaceda y Serrano com suas imensas e eternas massas de gelo. No retorno à Puerto Natales irá encontrar vários e bons restaurantes para saborear um “salmão à la mantequilla”, salada de lechuga, acompanhado do saboroso “vino pimpeno”, produzido pelos camponeses chilenos. De Puerto Natales é o acesso ao soberbo Parque Nacional Torres del Paine com sua “wild life” que o faz único no mundo. Em outra matéria vamos delinear o significado deste Parque com sua vida selvagem e onde estão situadas as Torres

del Paine, majestoso maciço de basalto com dois metros de altura, cobertos de neve no inverno do hemisfério sul. Serviço ao leitor Transporte marítimo: Puerto Montt - Puerto Natales - NAVIMAG Naviera Magallanes S/A - Partidas de Angelmó.

Hospedagem econômicas: Casas de

famílias conhecidas por “Hospedagem”, média três dólares por noite. Agasalhos: Roupas quentes, parkas, gorros e luvas. Gastronomia: Farta, variada e preços convidativos ao turista. Melhor época para ir? Dezembro à Março. Tempo de viagem aérea à Santiago: 1 hora e 30 minutos. Tarcílio de Souza Barros é crítico de arte e analista de temas culturais. tarciliosouza@yahoo.com.br Tarcílio de Souza

Vulcão Chungará, no parque nacional de Lauca


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

9 TarcĂ­lio de Souza

Torres Del Paine, no Chile Austral


10

CIDADE

www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013 Tarcílio de Souza

O silêncio na cordilheira, interior do Parque Nacional Torre del Paine

Vasta extensão do Glaciar Grey, na Patagonia Chilena


8

www.folhaopiniao.com.br VARIEDADES Sexta-feira, 14 de junho de 2013

11

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 27 de abril de 2013

Folha Opinião é referência em comunicação na região A tecnologia está cada dia mais presente na vida das pessoas. No decorrer do nosso dia, quantas vezes não recorremos a recursos tecnológicos para facilitar nossas tarefas ou encurtar distâncias? Os celulares já ultrapassam o número de pes-

soas no Brasil, computadores estão cada vez menores e mais acessíveis a grande massa, e a internet se consolidando como o principal e mais democrático meio de comunicação do planeta. A internet transformou a

forma das pessoas consumirem variados tipos de conteúdo. O CD de música, com encarte, hoje é baixado pra ouvir no celular ou iPod. O livro que antes era de papel, que se alugava na biblioteca, hoje é também baixado e lido na tela de um computador

Cleriston Pereira do Valle, 38 anos, secretário municipal de Captação de Recursos e Relações Institucionais “O jornal Folha Opinião tem um conteúdo bastante diversificado. Além de disponibilizar todo seu conteúdo na internet, o jornal é o único de Mairiporã que conta com duas edições por semana. Cidades vizinhas, até mesmo menores que a nossa, tem jornais com mais de uma edição por semana ou até mesmo diária, e isso é muito importante, pois em uma semana uma notícia pode estar defasada, deixando de manter seu leitor atualizado.” Sidney Miyazaki, 41 anos, publicitário “A importância do jornal Folha Opinião na cidade de Mairiporã se traduz na quantidade de acessos que sua versão digital tem recebido. São quase 6.000 pessoas, tanto de Mairiporã quanto de outras cidades, que procuram informações relevantes e conteúdo realista. Sendo morador de Mairiporã desde 1978, posso afirmar que o jornal Folha Opinião é uma importante fonte de informação para mim.”

ou tablet. Apesar de toda a facilidade para quem adquire o conteúdo, o proprietário dos direitos autorais não fica nada contente com essa distribuição desenfreada e sem retorno financeiro. Entretanto, a internet e seus frutos são uma realidade e devemos nos adaptar a eles e não tentar reprimir seu curso natural. É nessa ideia de utilizar a internet como parceira que o jornal Folha Opinião inovou ao se tornar o primeiro a veicular todo seu conteúdo na web, totalmente de graça. Afinal, se a internet está dentro da casa das pessoas, por que não fazer parte dessa grande rede? A novidade traz para Mairiporã algo que ainda não existia, o jornalismo digital. O jornal também inova ao fazer duas edições por semana, mantendo uma rápida atualiza-

ção das notícias. O jornal já circula pela web a mais de dois anos, com notícias da cidade e também de todo o Brasil. Tem se tornado referência em comunicação na região, tanto jornalisticamente como também na publicidade, devido a grande média de visualização. São mais de seis mil acessos por semana, números impressionantes para os padrões da região. O site do jornal é o www. folhaopiniao.com.br. Lá você encontra toda quarta e sábado, uma edição inédita, com as principais notícias e eventos da região norte da grande SP. O jornal está disponível para download em PDF. Ou então, no site www.issuu.com/6124, você pode visualizar todas as edições em HD. Veja o que alguns leitores dizem a respeito do jornal:

Carlos Eduardo Pereira (Risada), 42 anos, administrador “O que eu acho mais interessante do jornal online é o fato de possibilitar ao

leitor manter um acervo histórico das

notícias da cidade. O arquivo para download é pequeno, não ocupa muito espaço no computador e tem uma fácil visualização. Assim é possível relembrar o que estava se passando na cidade em determinada data.”

Luis Paulo Cavana, 25 anos, estudante “Como estudante de publicidade, acho fantástica a ideia do jornal online. É bom para o leitor, que acessa de casa, e é bom para o anunciante, que além da propaganda no impresso, tem visibilidade também na web, que é a plataforma do momento.”

Marcelo de Oliveira, 27 anos, autônomo

“Acho legal o jornal ficar disponível pra ler e baixar na internet. Posso ver de casa, ou de qualquer lugar, é muito prático. E o conteúdo também é bem informativo.”


12

www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

13

Aparência não é tudo, mas loja arrumada vende mais Aparência não é tudo, diz a sabedoria popular. Mas que ajuda a faturar mais, isso ajuda. Estudo do Sebrae-SP mostra que a loja organizada e com visual bem cuidado aumenta as vendas entre 12% e 40%. Para quem pensa que dar uma repaginada no estabelecimento requer grandes gastos, aí vai a boa notícia: com menos de R$ 1 mil é possível fazer mudanças; em alguns casos, nem há custo, basta rearrumar o local. A necessidade do que deve ser alterado ou reformado varia conforme o grau de organização da loja. A fachada é o primeiro contato do consumidor com o estabelecimento. É ela que envia a mensagem inicial para o público, convidando-o a se aproximar (ou não). Por isso, deve ser pintada periodicamente e a escolha de cores, luminosos e letreiros precisa ser feita com critério, sem excessos. Também deve informar claramente a natureza e estilo do negócio. Assim como a fachada, a vitrine é outro elemento de enorme importância na comunicação com o cliente. Precisa ser renovada constantemente e nada de colocar nela tudo o que a loja vende, poluindo o espaço. A ideia é mostrar o que o estabelecimento tem de melhor, pois terá poucos segundos para cativar a atenção de quem passa.

CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP

Se fachada e vitrine são o cartão de visita, o interior também merece todo o cuidado. A boa iluminação torna o ambiente aconchegante sem abafa-lo nem distorcer cores, valorizando o local e os produtos expostos. Estes precisam estar organizados de modo que permitam ao cliente saber de toda a variedade oferecida e encontrá-los pelo tipo, marca, tamanho, sabor, etc. Loja em que o cliente não consegue ver direito o que é vendido faz gol contra. Os móveis não podem ocupar mais do que 40% do espaço e tampouco representar obstáculos para que as mercadorias sejam observadas e para a circulação no local. Não há dúvida de que um ponto de venda bem montado agrada mais. O varejista que pensa que basta ter preço e produto e não cuida da aparência de seu negócio perde a oportunidade de chamar a atenção do público e, consequentemente, deixa de ganhar dinheiro.

CONSEG MAIRIPORÃ consegmairipa@ig.com.br

O CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA DE MAIRIPORÃ (CONSEG), convida você e sua família, para participarem do CERIMONIAL DE POSSE da Nova Diretoria do CONSEG mandato 2013/2015 que será realizado no dia 27 de Junho de 2013, as 19h30m, nas Obras Sociais São José, sito a rua Pio XII, nº 130, Centro. Neste evento estarão presentes o prefeito, doutor Marcio Pampuri, o Coordenador Estadual dos CONSEG´s, o Promotor de Justiça, Secretários da Prefeitura, lideranças de bairros e a diretoria do CONSEG. Venha você também fazer a diferença, participe do CONSEG.

ENÉSIO LOPES CERQUEIRA

CLERISTON PEREIRA DO VALLE

PRESIDENTE

SECRETÁRIO GERAL

PARA QUE OS MAUS TRIUNFEM, BASTA QUE OS BONS NÃO FAÇAM NADA!


14

CIDADE

www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

Mairiporã recebe Sebrae Móvel a partir desta segunda-feira O Sebrae-SP em Guarulhos, em parceria com a Prefeitura de Mairiporã, preparou uma programação especial para atendimento de micro e pequenas empresas da cidade, de 17 a 20 de junho. Mairiporã vai receber o Sebrae Móvel, onde os empreendedores terão atendimento sobre temas variados como marketing, finanças, qualidade e administração. O objetivo é orientá-los e auxiliá-los na abertura de um negócio, na gestão empresarial e de como sair da informalidade. Os atendimentos serão feitos individuais e por meio de palestras e oficinas. O Sebrae Móvel estará no Espaço Viário Mário Covas, no Centro de Mairiporã (atrás da rodoviária da cidade), das 9h às 17h. Já as palestras e oficinas serão realizadas no PAE – Posto de Atendimento ao Empreendedor de Mairiporã (Avenida Tabelião Passarella, 382). Mais informações no PAE, pelo telefone 4419-5790. Programação: Dia 17/06 – Palestra EI Formalização Horário: das 10h às12h Dia 18/06 – Oficina SEI Planejar Horário: das 9h às12h

Dia 19/06 – Oficina SEI Vender Horário: das 9h às12h Dia 20/06 – Oficina SEI Controlar Meu Dinheiro Horário: das 9h às12h Serviço Sebrae-SP Móvel – Mairiporã De 17 a 20 de junho

Local: Espaço Viário Mário Covas – Centro Horário: das 9h às 17h Oficinas e Palestras De 17 a 20 de junho Local: PAE – Posto de Atendimento ao Empreendedor End.: Avenida Tabelião Passarella, 382 Tel.: 4419-5790


www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013

15

Prefeitura promove festival de futebol para crianças O evento foi realizado no último dia 8 de junho, na quadra do Fratello, entre as modalidades Baby 1 e 2, para crianças de 5 a 8 anos. Promovido pela Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer juntamente com o Projeto Bola da Vez, Caminho da Bola e Esporte Clube

Secretário Cleriston Pereira; o presidente municipal do PMDB, Fernando Pais; deputada Vanessa Damo; prefeito Márcio Pampuri e o administrador regional Fernando Rachas

Pampuri recebe a deputada Vanessa Damo

A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) visitou o prefeito de Mairiporã, Dr. Márcio Pampuri (PV), na última sexta-feira, dia 7 de junho, juntamente com o secretário de Captação de Recursos e Relações Institucionais do município, Cleriston Pereira; o Administrador Regional da Serra da Cantareira, Fernando Rachas Ribeiro; e o presidente do PMDB local, Fernando Pais Ribeiro. Na ocasião, ela reafirmou seu compromisso de trabalho com a população, na busca de recursos e programas junto ao Governo do Estado. “É fundamental que o deputado conheça de perto a realidade da população que pretende ajudar para que seus pedidos para a cidade sejam sempre voltados às prioridades”, destacou Vanessa. O prefeito agradeceu o empenho da deputada e falou sobre a importância do seu

apoio. “É muito importante poder contar com parcerias que venham somar esforços na viabilização de nossos projetos”, declarou o chefe do Executivo. DELEGACIA DA MULHER - A deputada encaminhou solicitação ao Executivo estadual, para a instalação de uma

Delegacia da Mulher na cidade. O pedido foi levado pela parlamentar, no final do mês passado, ao delegado-geral da Polícia Civil do Estado de São Paulo, Luiz Maurício Souza Blazeck, que se comprometeu a analisar a demanda para verificar a possibilidade de viabilização o mais breve possível.

POPULARIDADE

No dia 8 de junho, o prefeito Dr. Márcio Pampuri passou pela feira livre (Espaço Mário Covas), ocasião em que pode conversar com munícipes, ouvir suas solicitações e ainda aproveitou para comer um pastel

Mairiporã, o festival teve como campeão, na categoria Baby 1 (cinco e seis anos), foi o Vasco e na categoria Baby 2 (sete e oito anos). Na ocasião, a Secretaria de Esportes homenageou mais de noventa atletas com medalhas de honra ao mérito.


16

www.folhaopiniao.com.br Sexta-feira, 14 de junho de 2013


Edicao 140613 issuu