Issuu on Google+

Bruna Caram se apresenta hoje, as 20h, no Centro Educacional

FOLHA

opinião

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

SÁBADO 12 DE ABRIL DE 2.014

NOVO PRONTO ATENDIMENTO

Cumprindo o que estava previsto no Plano de Governo, a prefeitura de Mairiporã esta executando em ritmo acelerado as obras de construção do novo Pronto Atendimento de Terra Preta. O novo prédio, cuja área de construção compreende 417,52 m2, está localizado ao lado onde atualmente funciona a Unidade Básica de Saúde – UBS Terra Preta. O prédio, que está sendo construído com recursos próprios, contribuirá para a melhoria do atendimento prestado à população, além de amPágina 3 plo e arejado, foi planejado para atender as normas de acessibilidade, garantindo o acesso de cadeirantes e deficientes físicos

Audiência Pública sobre o Plano de Mobilidade Urbana acontece na quarta, 16

Página 12


2

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

LEGISLATIVO

LEIS QUE NOS DEFENDEM

ESSIO MINOZZI

MENDES THAME

Mairiporã no mundo dos nets

Notas Os nomes de 50 vigilantes

Condomínio que cortou elevador de moradora inadimplente terá de pagar danos morais

da UEM (Universidade Estadual de Maringá) foram usados indevidamente pelo deputado licenciado André Vargas (PT-

A NET Serviços de Co-

dade carece de mais e

municações S/A respondeu

melhores serviços na área

a minha solicitação para

de comunicação. São inú-

implantar rede na cida-

meros os questionamentos

de de Mairiporã. Já está

que recebemos dos mairi-

avaliando a possibilidade

poranense. Desde a falta

desse atendimento. Alega

de sinais das operadoras

ser convergente com um de

de celulares, como da in-

Uma moradora, foi impe-

seus objetivos que é o de

ternet oferecida pela VIVO,

dida de usar o elevador para

O Tribunal entendeu que

R$ 90 e R$ 180, mas negaram

levar os seus serviços com

que adquiriu a empresa

chegar ao seu apartamento,

a medida fere a dignidade

ter contribuído. Um ano depois

qualidade ao maior número

Telefônica, acumulando a

no oitavo andar de um de-

da pessoa humana, porque

de assinantes possível.

telefonia fixa, móvel e in-

de as contas do deputado te-

terminado prédio residencial

evidencia perante os outros

Ao entrar em contato

ternet em nossa cidade, e

no Espírito Santo, por estar

moradores a condição de

rem sido apresentadas ao Tri-

com NET indaguei o por-

está no topo das reclama-

em atraso com as taxas do

devedor, e, além disso,

quê de nossa cidade não

ções com altos valores das

condomínio.

o condomínio tem outros

contar com seus serviços,

tarifas cobradas, falta de

O Superior Tribunal de

pois são muitos os interes-

oferta de linhas de telefone

Justiça (STJ) concedeu a

sados em adquiri-los e con-

fixo e serviços de internet

mesma compensação por

tar com telecomunicação e

ineficiente.

danos morais, no valor de

entretenimento via cabo.

Considero de bom tom

Esta coluna tem o objetivo de divulgar leis criadas para proteger o cidadão. Aumentar o conhecimento de direito e deveres é a forma mais eficiente de valorizar a cidadania e fazer valer os direitos individuais. Conhecer é poder.

R$ 10 mil.

Por isso, a NET infor-

oficiar a empresa agrade-

Segundo o condomínio,

mou por ofício, no último

cendo sua preocupação

devido ao atraso a progra-

dia 7, que a expansão de

em responder prontamente

mação dos elevadores foi

sua rede de cabos depen-

a solicitação feita e, tam-

alterada para não mais aten-

de da viabilidade técnica

bém, conveniente solicitar

der o oitavo andar, de modo

e econômica da região de

que nos informe o mais

que a família da devedora

interesse. Diante disso, a

breve possível o resultado

teria de passar a usar as

minha solicitação foi en-

desses estudos técnico e

escadas (o edifício tem um

caminhada para a área

financeiro.

de negócios competente,

Comprometo-me mantê-

a fim de que sejam reali-

-los informados sobre tais

zados estudos técnico e

indagações.

financeiro necessários ao atendimento. Na verdade, nossa ci-

ESSIO MINOZZI JR. Vereador do PR presidente da Câmara gestão 2013 / 2014 e professor pós graduado em Gestão Pública pela FUNDAP e em Gestão Educacional pela UNICAMP.

apartamento por andar).

meios para a cobrança da dívida. Processo:

REsp

1401815 N.B. - As situações acima são decisões resumidas e/ou orientações. Havendo dúvidas,

-PR) na prestação de contas referente às campanha de 2006 entregue à Justiça Eleitoral. Eles aparecem como doadores da campanha de Vargas com valores que variam entre

bunal Regional Eleitoral do Paraná, um grupo de vigilantes se sentiu prejudicado ao ver seus nomes associados ao do petista e decidiu mover ações de danos morais contra Vargas. O deputado foi condenado pelo 2º Juizado Especial Cível

oriente-se com profissional de

de Maringá a pagar indeniza-

sua confiança.

ções a 50 deles. Vargas che-

Antonio Carlos Mendes Thame é deputado federal (PSDB-SP), professor licenciado da ESALQ-USP e advogado (PUC-Campinas). Encaminhe sua sugestão ou questionamento para o e-mail: dep. mendesthame@camara.com.br e twitter. com/mendesthame

gou a contestar as decisões, mas a Turma Recursal rejeitou os recursos e aumentou em oito vezes o valor das indenizações em julho de 2010. Os

CITAÇÃO DA SEMANA

integrantes da Turma Recursal

“Todo sistema de educação é uma maneira política de manter ou de

entenderam que o valor fixado

modificar a apropriação dos discursos, com os saberes e os poderes

inicialmente não atendia à “fi-

que eles trazem consigo.”

nalidade punitiva, pedagógica

Michel Foucault, foi um importante filósofo francês e debatedor da relação entre poder e governamentalidade

e compensatória” da punição.

Publicação: Folha Opinião Comunicação, Eventos e Jornalismo Ltda - cnpj: 11.603.231/0001-06 Redação e publicidade: Av. Tabelião Passarela, 771, conjunto 2, centro, Mairiporã/SP – CEP: 07600-000 4419-4378 / 4275-0504 / 9-9529-2619 / redacao@folhaopiniao.com.br / comercial@folhaopiniao.com.br Reportagem: Tatiara Guariente

web: Hygor Uyeno

Colaboradores: Anderson Gonçalves, Antonio Carlos Mendes Thame, Éssio Minozzi Júnior, Lucas Goulart, Marisa Motta Cardone e Editor: Maurício Araújo

Tarcílio de Souza Barrros


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

CIDADE

3

Prefeitura realiza obras de construção de mais uma unidade de saúde Cumprindo o que estava

previsto no Plano de Governo,

a prefeitura de Mairiporã esta

executando em ritmo acelerado

as obras de construção do novo

Pronto Atendimento de Terra

Preta. O novo prédio, cuja área

de construção compreende

417,52 m2, está localizado ao

lado onde atualmente funciona

a Unidade Básica de Saúde –

UBS Terra Preta. O prédio, que está sendo

construído com recursos pró-

prios, contribuirá para a me-

lhoria do atendimento prestado

à população, além de amplo

e arejado, foi planejado para

atender as normas de acessi-

bilidade, garantindo o acesso

de cadeirantes e deficientes

físicos. P O P U L A Ç Ã O A P R O VA

SERVIÇOS “Com a construção desse

novo prédio eu acredito que

o atendimento que já é muito

bom, vai ficar ainda melhor. É

mento médico feito na unida-

bom. Mas esse novo prédio

de. “Estou sempre aqui e o

vai oferecer mais conforto aos

atendimento tem sido muito

pacientes”, comemorou.

muito bom saber que teremos

uma nova unidade em breve”,

disse Lurdes Santana, mora-

dora do bairro Jardim Paulista. Para Rosângela da Silva

Rosa, moradora do Jardim

Paulista, “o atendimento na uni-

dade já é muito bom. Fico muito

satisfeita em ver o avanço desta

construção que vai oferecer

mais conforto e um melhor aten-

dimento à população”, disse. O paciente Eustáquio Fran-

cisco Xavier, morador do bairro

São Francisco II, “disse estar

satisfeito com o acompanha-

Lurdes Santana

Rosângela da Silva Rosa


4

CIDADE

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014


CIDADE

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

5

Bruna Caram se apresenta hoje, no Centro Educacional A Prefeitura de Mairiporã, por meio da Secretaria de Assuntos Culturais, promove dia 12 de abril mais uma atração do Circuito Cultural Paulista. A cantora Bruna Caram apresenta seu novo show, a partir das 20h, no Centro Educacional, com entrada franca. Bruna tem entre outros trabalhos o CD “Essa Menina” e o álbum “Feriado Pessoal”, apresentou mais recentemente “Será Bem-Vindo Qualquer Sorriso”.

Serviço: Bruna Caran Centro Educacional Avenida Tabelião Passarella, 850 20 horas, entrada franca


6

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014

Av. General Ataliba Leonel, 1205, Conj 95 Santana | Sรฃo Paulo | 02033-000 55 11 2337-3122


VARIEDADES

HORÓSCOPO

afeição e razão. O entendimento sutil entre

Vênus exaltada em Peixes e Mercúrio

as pessoas está particularmente favoreci-

em Áries formam hoje semi-sextil, aspecto

do nesta quinta-feira. O aspecto aponta

fraco, mas benéfico, indicador de enten-

ainda para o fato de que a sensibilidade e

dimento entre as pessoas e de harmonia

a razão andam de mãos dadas, facilitando

entre organização e sensibilidade, entre

o entendimento entre as pessoas

ÁRIES - 21.mar a 20.abr O sentido de proporção ajuda você a se entender consigo mesmo. Momento de colocar ordem em situações que estavam agitadas. Há limites a serem compreendidos.

LIBRA - 23.set a 22.out É tempo de conciliar os interesses no casamento, encontrando uma proporção que seja positiva para os dois. As amizades e o companheirismo estão favorecidos.

TOURO - 21.abr a 20.mai Um dia excelente para o convívio com amigos e para alcançar resultados materiais e financeiros no trabalho. Os amigos lhe ajudam na vida amorosa e financeira.

ESCORPIÃO - 23.out a 21.nov Dia estimulante para os sentimentos amorosos. Você pode mostrar o que sente. Talvez alguém ganhe sua confiança a esse ponto. Mas não racionalize demais ou pode estragar.

GÊMEOS - 21.mai a 20.jun Vênus e Mercúrio indicam ser bom momento para o trabalho profissional. As facilidades devem ser aproveitadas, e para isso é preciso disciplinar as ações e se relacionar bem.

SAGITÁRIO - 22.nov a 21.dez Hoje os resultados materiais do trabalho e das associações, inclusive os financeiros, serão bem compensadores. Encontre a justa proporção nas relações de negócio.

CÂNCER - 21.jun a 21.jul Um dia positivo para se dedicar a atividades culturais e artísticas de seu gosto. No amor, a seriedade se reconcilia com o prazer e a diversão. Faça aquilo que é do seu gosto. LEÃO - 22.jul a 22.ago A boa proporção nas atitudes permite formar bons relacionamentos Vênus e Mercúrio estimulam as boas relações, as amizades confiantes e a estabilidade dos sentimentos.

CAPRICÓRNIO - 22.dez a 20.jan Um dia de maior harmonia nas relações familiares. Os pontos sensíveis entre vocês serão mais bem cuidados. Procure a boa proporção entre os deveres e o prazer. AQUÁRIO - 21.jan a 19.fev Momento de harmonia nas relações familiares, e isto lhe faz sentir-se muito bem. Nas tarefas de rotina, mesmo os problemas podem se tornar fonte de realização e satisfação.

VIRGEM - 23.ago a 22.set As parcerias e compromissos firmam-se cada vez mais. O convívio com as pessoas certas é bastante produtivo. Uma confiança natural brota entre vocês.

PEIXES - 20.fev a 20.mar Vênus e Mercúrio em boa relação indicam a chance de consolidar valores e princípios morais em seu comportamento, de modo equilibrado e proporcional.

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

7


8

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

AVENTURA

tiginosa cidade de pinguins.

CULTURA

ouvimos um grito lancinante da

alegres nos inquiriam, sobre o

Caminhávamos entre eles,

mamãe pinguim. Do alto des-

que tínhamos visto. Entre são

observamos seu porte gra-

ceu uma gaivota direto, à um

convívio narramos fatos ex-

cioso, sua polidez nata, e seu

jovem e tenro pinguim, e o al-

perimentados, o que muito os

grande amor filial à espécie.

çou aos ares. Era sua refeição!

alegrou.

TARCÍLIO DE SOUZA BARROS

Foi quando deparamos com

Depois de tanto ver, de tan-

No dia seguinte o enorme

Viagem ao continente da Antártica

um ovo! Balançava lentamen-

tas experiências constatadas,

navio zarpou, e navegando pe-

te, quebrava-se a casca, e

nosso grupo cansado, retornou

los mares, numa viagem que

recém-nascido filhote vinha à

à base, onde nos despedimos

durou 40 dias, chegou ao porto

vida. Outros ovos eram cho-

de nossos anfitriões. Apanha-

de Santos, final de nossa admi-

cados pelo papai pinguim, a

mos o barco de borracha que

rável experiência no Continen-

mamãe se lançava às aguas

nos levou ao “Cabo de San

te da Antártica.

da fria baía em busca de pei-

Roque”, revimos nossos com-

xe para alimentar o lar. Eis que

panheiros de jornada, que

Tarcílio de Souza Barros é crítico de arte e

Caro leitor, estamos che-

perguntou se queríamos visitar

gando à 3.ª e última parte da

uma “Pinguinera”! Ante nos-

narrativa sobre a viagem efe-

sa surpresa, explicou ser esta

tuada na Antártica. Conforme

uma cidade de pinguins. De

descrevemos na reportagem

imediato aceitamos com entu-

anterior, o que vos escreve e

siasmo o convite. Nosso grupo

sua filha Silvana eram hospe-

se preparou com mochila às

des na base chilena. O jovem

costas, contendo provisão ali-

tenente chileno sempre solicito

mentar. Éramos em cinco pes-

nos levou à porta dos fundos

soas, Massão, um fotografo ja-

da

meteorológica,

ponês, Alessandra, uma jovem

abriu à mesma, e para nossa

de São Paulo, este narrador,

estupor vimos sobre as cama-

Silvana, sua filha, e o tenente

das de neve, uma imensa va-

chileno.

estação

riedade das saborosas frutas

Deixando a porta princi-

do país andino. Maçãs, peras,

pal da estação de estudos do

uvas, nectarinas, damascos,

tempo para trás, nosso grupo

pêssegos, etc., aliás é sabido

caminhou por sobre as ondu-

que as frutas chilenas são as

lantes camadas de gelo por

melhores do mundo.

6 horas. No caminho havia

A Marinha Chilena, mesmo

fiordes, onde se amontoavam

ante as intempéries climáticas,

uivando Lobos e Elefantes Ma-

abastece à base com toda sor-

rinhos que estranhavam nossa

te de alimentos, duas vezes

presença em seus territórios.

por ano. As coloridas frutas

Após tanto caminharmos

chilenas ali estavam expostas

ao subir uma colina, depara-

fazia um ano.

mos com imensa plataforma

Após escolhermos as deli-

branca de gelo, contrastando

ciosas nectarinas, que ao levar

com uma multidão inquieta de

à boca se desmanchavam em

grande variedade de pinguins.

suculento caldo, nosso guia,

Haviamos chegado à uma ver-

analista de temas culturais


www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014

9


10

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

‘Dia D’ contra a dengue acontece em Terra Preta A Prefeitura de Mairiporã

tas casa a casa, trabalho de

Em cada residência a equi-

sua parte. “Aprendi bastante

BLOQUEIO QUÍMICO

realizou no sábado, 5, o “Dia

orientação sobre as formas

pe formada por agentes de

coisa com a visita dos agen-

Vale lembrar que a pre-

D” de combate à dengue em

de prevenção, entrega de

saúde, vigilância e funcioná-

tes da prefeitura. Todos nós

feitura também realiza o blo-

Terra Preta, com várias ativi-

panfletos educativos, além da

rios voluntários da prefeitura

temos que ajudar a acabar

queio químico – aplicação de

dades de mobilização social.

eliminação de possíveis cria-

conversava com os morado-

com a dengue”, disse Maria

inseticida -, em locais onde

O objetivo da administração

douros nos bairros Chácara

res e explicava a importância

Silveira, moradora do bairro

existem focos do mosquito da

é mobilizar a população so-

São Jorge, Jardim Nippon,

do trabalho de combate ao

Colinas.

dengue. No entanto, segundo

bre a necessidade da parti-

Jardim Vanessa, Jardim são

mosquito da dengue.

cipação de todos na cons-

Francisco I e II, Jardim Perei-

cientização,

fiscalização

e

combate à dengue. Durante o dia foram realizadas ações como visi-

No sábado, 12, será reali-

a vigilância em saúde da pre-

Para Maria da Silva mora-

zado novamente, das 10h às

feitura, 5 em cada 10 residên-

ra, Jardim da Lagoa, Jardim

dora do bairro Jardim Nippon

16h, o “Dia D” de Combate

cias visitadas pelos agentes,

Bela Vista, Jardim Lucia I e II,

a ação realizada pela Pre-

à Dengue em outros vários

não está sendo realizado o

Santa Rita, Colinas I e II e re-

feitura é muito importante,

bairros Terra Preta, dando

bloqueio por resistência dos

gião central.

mas cada um tem que fazer a

continuidade à campanha.

próprios moradores.

O objetivo é mobilizar a população sobre a necessidade da participação de todos na conscientização, fiscalização e combate à dengue


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Shopping Eldorado recebe exposição de ovos de Páscoa Até o dia 22 de abril, o Shopping Eldorado abre as portas para a exposição Ovo Parade, a mostra que reúne peças decoradas por muitos famosos, como a apresentadora Xuxa Meneghel, tem o seu conceito inspirado em eventos que fizeram sucesso entre os paulistanos, como a recente Mônica Parade, que comemorou os 50 anos da personagem de Maurício de Sousa, e a Cow Parade, que espalhou réplicas de vacas pelas ruas da cidade em 2010. A exposição também inclui modelos pintados por artistas e profissionais como Ale Magrini, Ana K, Anapana, Anita Kauffman e Mayara Takigami Fujii, que usou cristais Swarovski em sua criação. Vale lembra que no dia 24 de abril, todos os ovos customizados serão leiloados, a partir das 19h30, no Teatro das Artes, e a sua renda será revertida ao Instituto Cacau Show - Rede de chocolates que patrocina o evento. Serviço: Onde: Shopping Eldorado - Av. Rebouças, 3.970 Quando: 02 a 22 de abril – De segunda à sexta, das 10h às 22h, domingos e feriados, das 12h às 22h

11


12

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Prefeitura realiza 1ª Audiência Pública do Plano de Mobilidade Urbana

A Prefeitura de Mairiporã, através da Coordenadoria de Segurança e Mobilidade Urbana, irá realizar dia 16 de abril, às 10h, a 1ª Audiência Pública do Plano de Mobilidade Urbana. A audiência será realizada a sede da Associação Comercialmente e Empresarial, localizada na Avenida Tabelião Passarella, 375-A – Centro.


13

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Frango Inca com chocolate Ingredientes:

Modo de preparo:

2 filés de frango cortados

Tempere o frango com sal,

em tiras

pimenta e ¼ do chili. Deixe

½ colher de

dourar. Junte a cebola, o

chili em pó

alho, o restante do chili, o

4 colheres de azeite

cominho e a canela. Cozi-

½ cebola fatiada

nhe por 1 minuto e Acres-

2 dentes de alho

cente o molho de tomate.

½ colher de cominho

Aos poucos, coloque o

1 pitada de canela

chocolate. Acerte o sal e a

2 xícaras de molho de

pimenta. O molho também

tomate

pode ser feito na mesma

50g de chocolate meio

panela em que o filé de

amargo

frango foi dourado, mas

Sal e pimenta

sem ele. Depois coloque o

à gosto

molho sobre a carne.

Bebida de chocolate com leite de coco

Pudim de Chocolate

Ingredientes:

do à gosto

Ingredientes:

Modo de preparo

torrões de açúcar e a calda

300ml de leite

Coco ralado para decorar

1 xícara (chá) de açúcar

Calda:

até engrossar. Forre com esta

1 vidro de leite de coco

Modo de preparo:

1 lata de leite condensado

Em uma panela derreta o açú-

calda uma fôrma com furo

(200ml)

Bata todos os ingredientes

1 xícara de chocolate em pó

car até ficar dourado. Junte

central e reserve.

3 colheres (sopa) de cho-

no liquidificador e decore

2 vezes a mesma medida

meia xícara (chá) de água

Pudim:

colate em pó

com o coco ralado. Sirva

(da lata) de leite

quente, mexa com uma colher

Bata no liquidificador o leite

Açúcar ou leite condensa-

quente ou gelado

3 ovos

e deixe ferver até dissolver os

condensado, o leite, o chocolate e os ovos até que fique homogêneo. Despeje na fôrma caramelada. Cubra a fôrma com papel de alumínio e asse em banho-maria em forno médio, por cerca de uma hora e 30 minutos. Espere esfriar e leve à geladeira para gelar por cerca de 6 horas. Desenforme e sirva a seguir.


14

Limpeza e capinação acontece em diversos bairros da cidade Para manter a cidade limpa e segura e melhorar cada vez mais a qualidade de vida da população a Prefeitura de Mairiporã realiza com frequência serviços de manutenção em todos os bairros da cidade. Nesta semana foram realizados serviços de limpeza e capinação nos bairros Jardim Fernão Dias e Parque do Moinho e na praça da Vila Sabesp.

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014


www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014

15


16

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

17

Mairiporã é contemplada com vagas do Programa ‘Via Rápida Emprego’ Entre os cursos dispo-

no valor de R$ 150,00, para

dendo totalizar nesses casos

níveis pelo programa Via

transporte, e de R$ 100,00,

R$ 460,00.

Rápida Emprego, estão: As-

para alimentação. Aos alu-

Todos os benefícios são

sistente Administrativo, Infor-

nos que estão desemprega-

pagos mensalmente de acor-

mática e Auxiliar de Logísti-

dos e que não recebem o se-

do com a duração do curso,

ca, totalizando 94 vagas.

guro-desemprego ou outro

na modalidade presencial.

Além do aprendizado, o

benefício previdenciário, é

As inscrições devem ser

aluno matriculado no progra-

oferecida uma bolsa-auxílio

feitas no site www.viarapida.

ma tem direito a um auxílio

no valor de R$ 210,00, po-

sp.gov.br

Av. Lucas Nogueira Garcez, 3.030 - Atibaia - SP - (11) 4411 9137


18

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Ruas no parque do Moinho recebem sinalização horizontal Para manter as vias pú-

Prefeitura de Mairiporã esta

os serviços foram realizados

Além da pintura das fai-

ção de trânsito e a notifi-

blicas devidamente sinaliza-

realizando a pintura da faixa

no bairro Jardim Fernão Dias

xas, a prefeitura está reali-

cação e identificação dos

das e garantir a segurança

de pedestres em vários pon-

em frente à escola municipal

zando uma série de ações

proprietários de veículos

de pedestres e motoristas a

tos da cidade. Nesta semana

Armando Pavanelli.

educativas e de fiscaliza-

abandonados.


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

19

Festival de rock contra a homofobia leva diversos shows ao Dynamite Pub O

Festival

de

rock

Derrota e Jesus Macaco,

“Queers & Queens” chega

e os DJs Lucas Andrade,

à sua terceira edição com

Thais Maranho, Dave San-

a resposta clara e certeira:

tos e Vini Maran.

“não”. Shows, palestras e

Serviço

manifestações contra a ho-

O que

molesbotransfobia tomam

Festival de rock Queers &

conta do Dynamite Pub

Queens

nos dias 12 e 13 de abril, a

Quando:

partir das 15h. E a entrada

Sáb, 12, às 15h

é ‘babado’: apenas R$ 10.

Dom, 13, às 15h

O festival é idealizado

Quanto

pelos produtores culturais

R$10

Shamil Silva e Hanilton

Onde

Scofield e tem um critério

Dynamite Pub

de seleção para as ban-

Rua 13 de Maio , 393

das: ao menos um dos

Bela Vista

integrantes tem que ser

São Paulo

assumidamente homosse-

(11) 3064-1197

xual. Todos os grupos são ligados ao punk, apoiadores da contracultura e da causa gay. Fazem parte da programação o criador do Cansei de ser Sexy, Adriano Cintra, as bandas Dance of Days, Hollowood, Stranger Danger,

Horace

Green,

Chalk Outlines, The New Bats, Ataque à Jugular,


20

ENTREVISTA

“O que sei é que gosto demais daqui”

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Certamente poderíamos esperar mais da sociedade, se a sabedoria e a serenidade de nossa entrevistada fosse multiplicada ao menos um pouquinho. Aos 84 anos, com uma clareza e transparência ímpar em suas palavras, Dona Alice Clara Frias nos revela um pouco de sua experiência com as crianças como professora e relata o que Mairiporã tem de mais encantador aos seus olhos. Folha Opinião - Dona Ali-

na cidade fiz um trabalho no

ainda se vê, mas nos bair-

posso afirmar que aqui ain-

tante. O ensinamento não

ce, como a Senhora che-

colégio Ermelina com aulas

ros, não mais em toda a ci-

da há muitas pessoas boas.

é para eles, eles só preci-

gou até Mairiporã?

de português e após o fale-

dade como antigamente.

Eu conheço um grupo mui-

sam ser mais ouvidos. Po-

Dona Alice - Eu morava e

cimento da minha mãe, em

Ao seus olhos o que é

to grande de gente amiga

rém, os professores estão

lecionava em São Paulo,

1993, eu iniciei o meu tra-

necessário para que Mai-

nessa cidade.

cansados, inclusive de dia-

até que em 1983 eu rece-

balho na cidade com aulas

riporã chegue perto de

Se a Senhora pudesse

logar. Se eu tivesse aquela

bi a minha aposentadoria e

particulares. No primeiro

uma cidade ideal?

deixar mais um ensina-

varinha que disse anterior-

optei por Mairiporã. Já que

mandato da gestão anterior

Precisamos ter mais amor

mento para essa nova ge-

mente e a minha facilidade

aqui era uma cidade que

à do Dr. Márcio eu fui con-

com o próximo, ter mais

ração, qual seria?

de comunicação com as

sempre me agradou e en-

tratada pela Prefeitura de

Deus em nossas vidas.

Eu sempre procurei esti-

pessoas eu mudaria defini-

cantou os olhos de minha

Mairiporã para fazer um tra-

Aqui no Clube de Campo,

mular o aluno. É importan-

tivamente essa tristeza de

mãe, além de ter minha

balho de recuperação com

onde moro, ainda se tem

te dar valor à esses jovens

droga nessa nova geração.

irmã que já residia aqui.

as crianças das escolas

um ambiente sincero en-

que estão chegando. Quan-

O que se tinha há 30 anos

Como foi partilhar da

municipais.

tre vizinhos e amigos. Eu

do vou dar uma aula e sou

atrás e que ainda se tem

educação de muitos jo-

Por que Mairiporã, Dona

gostaria muito de ter uma

interrompida por dois jo-

preservado?

vens da cidade? Como

Alice?

varinha e conseguir esse

vens estudantes que estão

Além da nossa natureza,

foi esse trabalho?

O que sei é que gosto de-

ideal de sociedade ao me-

conversando, eu paro a mi-

nos bairros ainda há muita

Como eu gostava muito de

mais daqui e essa é uma ci-

nos em nossa cidade. Eu

nha explicação e aguardo o

amizade. Você sai às ruas

dar aulas e ter esse contato

dade que teve um ambien-

estou aqui há 31 anos, por

que eles têm à dizer um ao

e as pessoas se conhecem,

com as crianças e adoles-

te familiar muito assíduo.

ter sido professora conheço

outro, porque com certeza

se tem bondade e prontidão.

centes, assim que cheguei

Atualmente, esse ambiente

muita gente em Mairiporã, e

também deve ser impor-

Tatiara Guariente


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Prefeitura busca redução de energia em prédios públicos No dia 2 de abril, quarta-feira,

o

prefeito

Dr.

Márcio Pampuri assinou convênio de participação

atuação conjunta Prefeitu-

públicos. “A ideia é con-

ra /Elektro na redução do

templar todos os prédios

consumo de energia.

municipais o mais rápido

Segundo

o

prefeito,

possível e assim garantir

complementar ao Progra-

esse gerenciamento eco-

uma economia de energia

ma de Eficiência Energéti-

nômico do setor elétrico

elétrica

ca, que estabelece as con-

municipal, deve abranger,

mente de recursos públi-

dições necessárias para a

inicialmente, oito imóveis

cos”, concluiu.

e

consequente-

21


22

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014


23

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

CRÔNICA

MARISA MOTTA CARDONE

Tobias, o bom mendigo Estava outra noite numa

tou lembrando; dizia um. Eu

roda de “velhos” amigos,

também vejo na minha ca-

e conversa vai, conversa

beça, a figura do Tobias: e

vem, caímos no lugar co-

que figura!

mum, que nada mais é do

Tobias era a própria figu-

que relembrar o que para

ra de um bom mendigo, com

nós foi a melhor fase de

seus dois metros de altura

nossas vidas. O bairro, o co-

e dois de diâmetro causava

légio, a rabugice das freiras

impacto, susto em qualquer

que nos davam aulas (cate-

um mais desavisado. Não

cismo também), o antigo e

para nós que o adoráva-

extinto cinema, as lojinhas

mos simplesmente. Tudo

que se tornaram grandes

nele nos causava alegria,

magazines em shoppings, a

sua negritude, seus olhos

banca de jornais, a pastela-

brilhantes mas bondosos,

ria, a dona Maria “brasileira”

até seu longo sobretudo se-

que fazia doces irresistíveis,

boso que lhe chegava aos

a fábrica de bolachas onde

pés, não nos chocava, mas

todas as tardes íamos fazer

Tobias não era um mendigo

nossas “comprinhas”, a Vila

qualquer não senhor, ele

Maria Zélia famosa no bair-

era único em suas excen-

ro e palco de travessuras à

tricidades nada comum na

beira do rio, corrida de pa-

época. Nunca soubemos

tins na rua de paralelepípe-

de onde ele veio, do nada

dos (que loucura!), tombos,

talvez, do outro mundo, vá

risadas, lembranças.

lá saber!

No meio de uma des-

Sabíamos que ele estava

sas conversas, como num

próximo, ao ouvir o já co-

“flash” gritei: lembrei, lem-

nhecido barulhão que suas

brei, vocês lembram do To-

panelas e utensílios faziam,

bias? De imediato ninguém

pois ele tinha sua cozinha,

lembrou, mas logo em se-

quarto, sala, etc. pendura-

guida despertaram para as

dos no pescoço. Era como

memórias

pareciam

se uma orquestra percor-

não ter existido. Agora es-

resse as ruas em festa, o

que

barulho era inconfundível,

descíamos a rua para casa

conta de que Tobias ainda

o chacoalhar das panelas

com ele ao lado dançando,

não havia aparecido. Pedi-

uma nas outras, parecia

nos deixava e seguia o seu

mos ajuda aos nossos pais,

uma orquestra regida pelo

caminho, o barulho das pa-

aos nossos amigos de ou-

vento e pelo andar gigante

nelinhas ficando mais longe,

tras ruas que percorremos

do Tobias.

mais longe até sumir dos

sem parar dias a fio.

Acho que eram seus pés enormes que sustentavam

nossos ouvidos se perdendo no silêncio da noite.

Os dias foram passando, os meses, os anos, cres-

tanta tralha, quase todos

Uma manhã, ao sair para

cemos, deixamos o colégio

os dias tomava uma cane-

o colégio, fui pelo caminho

e Tobias nunca mais apa-

ca de café (caneca do seu

olhando todos os cantos

receu, foi embora como

paneleiro; fazia questão),

como fazia havia anos, mas

veio, do nada, perdeu-se

em nossa porta e sorria, um

não encontrei Tobias: talvez

na imensidão deste mun-

sorriso sem dentes, mas

dormia em outra rua, e o es-

do. Mendigos porém nunca

tão amável, que se tornava

queci no momento. Deixei o

mais iguais a Tobias tive-

lindo. Não causava medo a

colégio e algo me incomo-

mos, ele foi o único e sua

ninguém da minha turma,

dava, mas não sabia bem o

grande figura ficará para

e quando algum moleque

que seria e ao encontrar a

sempre nas memórias de

malvado queria achincalhar

turma logo perguntei: vocês

minha boa infância.

sua figura, íamos todos em

viram o Tobias hoje? Parece

sua defesa, pois era um ser

que todos então se deram

enorme mas com alma de criança. Dormia em qualquer canto, deitando sem tirar dos ombros as suas panelas, guardava, vigiava, medo de ser roubado do pouco que tinha. Ele simplesmente apareceu como que já fazendo parte do bairro. Como se tivesse nascido ali mesmo, patrimônio nosso. O tempo foi correndo, os anos, mas nada parecia mudar; aquela figura ali estava, e atrás dele íamos alegres fazendo eco para a música das panelas. Quando saiamos do cinema lá estava Tobias na calçada sorrindo, balbuciando palavras desconexas, mas que achávamos uma boa conversa,

Marisa Motta Cardone é jornalista e escritora


24

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014


25

www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

Encontro do Circuito Entre Serras e Águas reuniu nove municípios da região Na quarta-feira, 9, acon- do nove – Guarulhos, Mai-

das metas propostas e rea-

teceu no Hotel Tauá em Ati- riporã, Atibaia, Joanópolis,

lizadas nessa primeira ofici-

baia, o início do Projeto de Bragança Paulista, Tuiuti,

na. Ficou também demons-

feito Saulo Pedroso, deu

O primeiro passo foi

Desenvolvimento Turístico Pedra Bela e Piracaia e Na-

trada a necessidade da

as boas vindas aos parti-

dado e o SENAC convida a

do Circuito Entre Serras e zaré Paulista – dos treze

construção desse espaço

cipantes e ressaltou a im-

todos os interessados a se

Águas, coordenado pelo municípios do Circuito Entre

do diálogo entre os setores

portância desta integração

juntar ao projeto.

SENAC e com o apoio de Serras e Águas.

envolvidos no desenvolvi-

para o reconhecimento do

Só será possível trilhar

instituições como Atibaia e

O projeto contempla a

mento do turismo da região,

potencial turístico do nosso

esse caminho com a sua

Região Convetion & Visitors realização de 6 encontros,

e que o primeiro passo

Circuito.

participação!

Bureau, Guarulhos CVB, nos

se

para o sucesso do projeto

AHAR, ABRATURR-SP e prontificarem a recebê-lo.

é aprendermos quais são

Unicidades.

as primeiras perguntas que

municípios

que

O próximo já está agenda-

O evento contou com a do para o dia 7 de maio em participação de aproxima- Mairiporã, sempre com a

devemos fazer e ouvir. Atibaia foi a cidade anfi-

damente 70 pessoas dos coordenação do SENAC.

triã deste primeiro encontro

segmentos do poder públi-

O sentimento geral divi-

e o Sr. Jaime Santos, Se-

co, empresários, estudantes dido foi o de integração en-

cretário de Turismo de Ati-

e professores, representan- tre os presentes e alcance

baia representando o Pre-


26

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014


www.folhaopiniao.com.br Sábado, 12 de abril de 2014

ADMITIMOS - Webdesign; - Vendedora de telemarketing com experiência. Enviar currículo para:

odete_ribeiro07@hotmail.com SINDESTÉTICA

27


28

www.folhaopiniao.com.br Sรกbado, 12 de abril de 2014

PURGATORIUM 90 RUA AUGUSTA, 552 - 9 9301-9390


Edicao 11042014 issuu