Issuu on Google+

EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 14/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro porque uma colega minha apresentou-o e eu achei-o interessante. 2. Identificação do Livro 2.1. Título Errado e certo e ficar liberto 2.2. Autor(a) Lisa O. Engelhardt 2.3. Ilustrador(a) R. W. Alley 2.4. Editora Paulinas Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto Este livro fala sobre como as crianças se devem comportar e ajuda-as a distinguir o errado do certo. 3.2. Opinião sobre o livro Gostei muito do livro e recomendo-o para aquelas crianças que têm dificuldade em saber se as coisas que fazem estão erradas ou certas.

Data do fim da leitura: 14/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 10/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro por fazer parte do Plano Nacional de Leitura. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: A Fada Oriana 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen 2.3. Ilustradora: Natividade Corrêa 2.4. Editora: Figueirinhas Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Oriana era uma fada que guardava uma floresta que lhe fora entregue pela rainha das fadas, com a promessa de cuidar para sempre dela. A fada ajudava todos os habitantes e seres vivos da floresta. Um dia salvou a vida de um peixe que a elogiou e lhe disse que era muito bonita. A partir de então, Oriana trocou a floresta pela sua vaidade. Através da sua imagem refletida na água, convenceu-se que era mesmo linda e, ocupava o seu tempo a cuidar de si, esquecendo-se das suas obrigações. Quando a rainha das fadas viu a floresta abandonada, castigou-a, tirando-lhe as asas e a varinha de condão. Oriana ficou muito triste, mas a rainha só lhe devolveria os seus poderes quando ela os merecesse. A fada esforçou-se por levar as pessoas, que tinham ido para a cidade, de novo para a floresta. Quando Oriana viu a sua amiga velha quase a cair num abismo, foi a correr salvá-la, esquecendo-se que já não tinha asas nem varinha.


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

E, nesse momento, apareceu a rainha das fadas que lhe devolveu a varinha e as asas. 3.2. Opini達o sobre o livro Ensina-nos a nunca trocar a bondade pela vaidade, pois perdemos os nossos amigos que s達o melhores que a nossa beleza. Data do fim da leitura: 11/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 8/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1.

Motivos que me levaram à escolha deste livro:

Eu escolhi este livro por fazer parte do Plano Nacional de Leitura 2. Identificação do Livro 2.1. Título A Menina do Mar 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andersen 2.3. Ilustrador: Pedro Avelar 2.4. Editora: Figueirinhas Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: A amizade entre um menino e uma menina que vivia no mar com os seus amigos: um caranguejo, um polvo e um peixe. Um dia a menina sentiu curiosidade em conhecer a terra, mas os polvos não a deixaram. Os meninos não se viram durante muito tempo e só se voltaram a encontrar quando uma gaivota lhe trouxe uma poção para se transformar em menino do mar. 3.2. Opinião sobre o livro: É um livro muito bom, pois mostra que uma verdadeira amizade nunca termina. Recomendo. Data do fim da leitura: 9/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 23/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1.

Motivos que me levaram à escolha deste livro:

Eu escolhi este livro, apesar de já o ter lido várias vezes, por fazer parte do Plano Nacional de Leitura. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: A Menina que Sorria a Dormir 2.2. Autora: Isabel Zambujal 2.3. Ilustradora: Helena Nogueira 2.4. Editora: Oficina do Livro Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto Uma menina que, para dormir, precisava que lhe contassem histórias. Mal paravam de contá-las, ela perguntava: “E depois? E depois?” ou pedia que lhas contassem de novo. Toda a aldeia ajudava nesta tarefa de lhe contar histórias durante a noite. O seu pai viajava e escrevia o relato das suas viagens. Até que, um dia, lhe enviou uma fadinha de olhos fechados que lhe resolveu o problema… 3.2. Opinião sobre o livro: É um livro divertido e diferente, pois contém adivinhas e histórias dentro da própria história. Recomendo. Data do fim da leitura: 23/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 20/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1.

Motivos que me levaram à escolha deste livro:

Eu escolhi este livro, apesar de já o ter lido várias vezes, porque o acho muito divertido. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Uma Vaca de Estimação 2.2. Autora: Luísa Ducla Soares 2.3. Ilustrador: Paul Driver 2.4. Editora: Civilização Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: A história de um professor que vivia sozinho e tinha livros espalhados por toda a casa. Como nenhuma mulher o estava para aturar, resolveu comprar uma vaca de estimação. Os dois tiveram muitas aventuras engraçadas até a vaca morrer. 3.2. Opinião sobre o livro: Gostei muito do livro e recomendo-o a quem gosta de histórias engraçadas e divertidas. Data do fim da leitura: 20/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º: 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 24/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1.

Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro por fazer parte do Plano Nacional de Leitura.

2. Identificação do Livro 2.1. Título: A Floresta 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen 2.3. Ilustradora: Teresa Olazabal Cabral 2.4. Editora: Figueirinhas Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Isabel era uma menina que vivia numa quinta muito grande. Certo dia, resolveu construir uma casa pequenina para anões. Um dia foi visitar a casa e, como por magia, quando abriu a porta, apareceu-lhe um anão do tamanho de um palmo a dormir deitado na cama. A medo, o anão e Isabel tornaram-se amigos. O anão contou a Isabel que a sua quinta já fora uma floresta onde decorrera a história de uns ladrões que deixaram, antes de morrer, um enorme tesouro a três frades com o pedido de que estes entregassem o tesouro a uma pessoa de alma pura. Infelizmente, os frades também acabaram por morrer. Por sua vez, estes, que eram muito amigos dos anões, transmitiram-lhes a mensagem que receberam. Os anões não gostam de se sentir presos e, com o decorrer do tempo, um senhor (o pai de Isabel) comprou o terreno da floresta e transformou-o numa quinta cercada por muros. Como se sentiram presos, os anões quiseram ir embora. Mas tinham prometido aos frades que guardariam o tesouro até encontrarem a pessoa certa para o entregar. Resolveram


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

escolher um dos anões para ficar a guardar o tesouro e foi o anão que Isabel encontrou que ficou responsável por esse cargo. Até conhecer Isabel, o anão não tinha encontrado ninguém a quem entregar o tesouro. Foi então que Isabel se lembrou que o seu professor de música era o homem ideal para ficar com o tesouro. No dia seguinte, a menina foi chamar o seu professor de música e, depois de lhe ter falado no anão e no tesouro, levou-o a conhecer o seu amigo. Os três foram ao local onde se encontrava o tesouro mas o professor não o aceitou e sugeriu que o desse a um velho amigo que se chamava Dr. Máximo e que tinha dedicado toda a sua vida a descobrir a maneira de transformar as pedras em ouro para ajudar os pobres. O anão e Isabel colocaram o tesouro no laboratório do doutor e este, quando lá voltou, pensou que a sua experiência tinha resultado. Houve uma grande festa em honra do sábio mas, nessa mesma noite, o laboratório do doutor incendiou. Contudo o sábio não ficou triste pois livrara-se de todos os seus problemas. Chegara a hora de o anão ir embora. A menina chorou pois ia ter saudades, mas o seu professor de música disse que, se ela escrevesse uma história sobre essa aventura, iria recordar sempre esses momentos. 3.2. Opinião sobre o livro: Eu gostei muito do livro. Achei-o de fácil leitura. Aprendi que devemos ajudar os nossos amigos e recomendo-o a quem gosta de histórias bonitas. Data do fim da leitura: 26/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º: 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 7/01/2012 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1.

Motivos que me levaram à escolha deste livro:

Eu recebi este livro no dia de Reis e, como já tinha ouvido falar muito bem dele, decidi lê-lo. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: A Maior Flor do Mundo 2.2. Autor: José Saramago 2.3. Ilustrador: João Caetano 2.4. Editora: Caminho Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: O escritor confessa não saber contar histórias para crianças e, como tal, fez o resumo da que julgou mesmo ser a mais linda história do mundo. É a história de um menino que nas suas aventuras rega uma flor, apesar do enorme esforço que tem de fazer. Por fim, quando cansado, adormeceu e a flor cobriu-o com uma pétala. 3.2. Opinião sobre o livro: Com este livro podemos retirar uma grande lição: o tamanho não interessa pois, apesar de sermos pequenos, podemos ser grandes nos nossos atos. Não sendo de fácil compreensão, aconselho-o àqueles que dão importância a histórias pequenas com um grande significado. Data do fim da leitura: 7/01/2012


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º: 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 8/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro por fazer parte do Plano Nacional de Leitura. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Trisavó de pistola à cinta e outras histórias 2.2. Autora: Alice Vieira 2.3. Ilustrador: Geraldo Valério 2.4. Editora: Caminho Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Este livro contém várias histórias, todas elas sobre famílias numerosas. 3.2. Opinião sobre o livro Gostei do livro apesar de o achar de compreensão difícil em certas partes… Data do fim da leitura: 23/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Ana Catarina N.º: 2 Turma: 5º I Data de início da leitura: 27/12/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro porque achei que o título é sugestivo e faz parte do Plano Nacional de Leitura. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Uma Aventura na Quinta das Lágrimas 2.2. Autora: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada 2.3. Ilustrador: Arlindo Fagundes 2.4. Editora Caminho Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: É uma aventura passada em Coimbra, na Quinta das Lágrimas. Esta história retrata a aventura de um grupo de amigos que se veem envolvidos num rapto de duas personagens em troca de uma joia valiosa (rubi). É uma aventura de suspense onde apenas no final desvendamos o mistério. 3.2. Opinião sobre o livro: É um livro muito interessante que desperta a curiosidade do leitor em saber como a história acaba. Aconselho-o a todos aqueles que gostam de aventuras de suspense. Data do fim da leitura: 2/01/2012 Curiosidade: A Quinta das Lágrimas foi habitada pela rainha Inês de Castro, onde se passou um dos mais fortes e trágicos romances da História de Portugal.


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Cristiana Mesquita Reis N.º 10 Turma: 5.º I Data de início da leitura:

09/11/2011

Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro:

Porque faz parte do Plano Nacional de Leitura. 2. Identificação do Livro 2.1. Título:

“ A Menina do mar “ 2.2. Autora: Sophia de Mello Bryener Andersen 2.3. Ilustrador: Pedro Avelar 2.4. Editora: Figueirinhas

Após a leitura do livro 3.Conteúdo do Livro

3.1. Assunto

Este livro fala de um menino que gostava muito do mar. Um dia, quando foi à praia, ouviu risos e encontrou, no meio das rochas, uma pequena menina, um caranguejo, um polvo e um peixe. Ficou algum tempo a observá-los, mas, entretanto, a maré subiu e ele foi-se embora, pois eles foram para o fundo do mar. No dia seguinte, o rapaz voltou ao mesmo local e ouviu novamente aqueles risos. Por entre as rochas espreitou e lá estavam as mesmas criaturas. Cheio de curiosidade, aproximou-se e pegou na pequena menina. Ao darem conta, o caranguejo começou a picar-lhe os pés com as suas pinças, o peixe tentou morder-lhe as canelas e o polvo subia por entre as suas pernas. O menino conseguiu escapar com a menina e fez-lhe bastantes perguntas. Este ficou a saber que ela se chamava Menina do Mar e que nascera de uma semente que uma gaivota trouxera e deixara cair na água. O polvo, o caranguejo e o peixe


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

encontraram-na e cuidaram dela. A menina ainda acrescentou que era a dançarina da Raia, de quem tinha medo e que era a rainha daquela zona do mar. A partir daí encontravam-se todos os dias, e este falava-lhe da Terra, da saudade… Até que a menina lhe disse que gostaria de conhecer a Terra. Combinaram encontrar-se e, quando o rapaz ia com a menina em direção à Terra, os polvos da rainha Raia agarraram-no e levaram a Menina do Mar para uma praia distante, para o reino do Rei do Mar. Todos os dias o menino ia à praia, mas a menina nunca estava lá. Certo dia apareceu uma gaivota que deixou cair um objeto e disse ao menino para beber o que estava lá dentro. O menino bebeu e ficou pequenino, como a Menina do Mar. Apanhou boleia de um golfinho que o levou até ela e, quando a encontrou, esta contou-lhe tudo. Disse-lhe que os búzios tinham ouvido a conversa e que tinham ido contar à rainha Raia. Esta ficou furiosa e por isso mandou levá-la para outro reino. Um dia, enquanto dançava para o Rei do Mar, este perguntou-lhe porque dançava tão mal. A menina respondeu que tinha saudades e o rei, com pena, chamou uma gaivota e deu-lhe um frasco com um líquido para ela entregar ao menino. Quando o encontrou, deu-lhe o frasco, ele bebeu e começou a encolher. E foi assim que ela conseguiu que ele fosse ter com ela. A menina então convidou-o para ficar com ela no fundo do mar e ele aceitou. Ela ficou feliz e, a partir daí, dançou como nunca tinha dançado.

3.2. Opinião sobre o livro

Gostei muito do livro. É muito interessante e recomendo a quem gosta de livros deste género.

Data do fim da leitura:

10/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Cristiana Mesquita Reis N.º 10 Turma: 5.ºI Data de início da leitura: 10/10/2011

Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Gosto de livros que não sejam muito acriançados. Gosto de livros com histórias emocionantes. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: “ A Misteriosa Voz do Coração” 2.2. Autora: Patrícia Campos 2.3. Ilustrador: Não tem 2.4. Editora: Patrícia Alexandra de Castro Campos

Após a leitura do livro 3.Conteúdo do Livro

3.1. Assunto

Este livro fala de uma menina chamada Beatriz que aos 2 anos foi abandonada numa instituição para crianças. Aos 17 anos decidiu descobrir os pais e o porquê de ali estar (instituição). A partir desse momento, começou a ouvir uma voz de uma mulher velha que lhe enche a cabeça de palavras e canções que a mãe dela lhe cantava quando era pequena. Apenas podia contar com a ajuda da sua melhor amiga Cláudia, que também estava na instituição, e com essa voz tão misteriosa. Beatriz, um dia, com a curiosidade de saber como era o Mundo lá fora, às escondidas, saiu da instituição. Quando saiu, a voz deu-lhe as dicas para chegar a uma casa. Nessa casa encontraria um vulto de quem se deveria aproximar. Quando chegou a essa casa,


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

encontrou um homem que se chamava André, tal como o seu pai… e que já tivera uma filha chamada Beatriz (tal como o seu nome). Quando voltou para a instituição, de tanto ouvir a tal voz, Beatriz desmaiou e foi levada para o hospital. Aí viu uma maca cheia de médicos à volta de uma pessoa e reparou que era André, o seu amigo. Beatriz foi a correr ter com ele e este começou a chamá-la de filha. Voltou à instituição, de onde voltou a sair no dia seguinte, mas, desta vez, sozinha. Foi a casa dele e ele contou-lhe toda a verdade: que era seu pai e que a sua melhor amiga é sua irmã… A sua mãe tivera uma doença fatal e, como não queria que isso afetasse as filhas, deixou-as lá. E a partir daí, a vida de Beatriz mudou, pois sabia que a razão de a abandonarem era por uma boa, apesar de ser uma triste causa…

3.2. Opinião sobre o livro

Achei o livro bastante emocionante e interessante. Qualquer um o pode ler e aconselho-o a quem gosta deste tipo de livros.

Data do fim da leitura: 27/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Pedro Pascoal N.º 18 Turma: I Data de início da leitura: 5/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Por curiosidade, uma vez que o meu irmão adorou o livro. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: “Big Nate volta a atacar” 2.2. Autor: Lincoln Peirce 2.3. Ilustrador(a) _______ 2.4. Editora: Arte Plural Edições Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Big Nate tenta ganhar, este ano, o campeonato de Velobol na sua escola. Para isso, faz um acordo com a pior jogadora da equipa, para evitar as derrotas. No último jogo, foi ela quem marcou, por sorte, o ponto para a vitória. 3.2. Opinião sobre o livro: É um livro muito divertido e com muitos acontecimentos engraçados. Recomendo a quem gostar de histórias divertidas. Data do fim da leitura: 12/10/2011

P.S.: Velobol: é um jogo semelhante ao basebol, mas realiza-se dentro de um pavilhão.


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Pedro Pascoal N.º 18 Turma: I Data de início da leitura: 26/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Como eu li o Astro Boy 1 e 2 há muito tempo, resolvi ler esta obra pois era a que me faltava desta coleção, após uma ida à Fnac. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Astro Boy 3 2.2. Autor: Osamu Tezuka 2.3. Ilustrador: Osamu Tezuka 2.4. Editora: Edições ASA II Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto Um homem malvado contratou um cientista para construir o mais poderoso robô do mundo. A sua função seria destruir os melhores robôs, sendo um deles o Astro Boy. Após a “morte” de várias máquinas, chegou a vez do Astro Boy. Contudo, a tarefa de o destruir não foi fácil, uma vez que o robô maldito, ao conhecer a irmã do Astro Boy, criou laços de amizade com ela. Isto impediu-o de fazer o mal, tornando-se amigo do Astro Boy e libertando-o dos poderes maléficos de outro robô construído pelo mesmo cientista, para o mesmo fim. 3.2. Opinião sobre o livro Gostei muito do livro. Aconselho-o a todos aqueles que apreciam aventuras e lutas entre o bem e o mal e que dão importância aos valores morais de amizade e justiça. Data do fim da leitura: 27/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Eduardo Amorim N.º 14 Turma: 5.ºI Data de início da leitura: 14-10-2011

Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro:

O motivo foi dar continuidade à leitura das obras que integram esta coleção. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Uma aventura nos Açores 2.2. Autor: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada 2.3. Ilustrador: Arlindo Fagundes 2.4. Editora: Caminho

Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: A história começa quando o patrão da mãe das gémeas, Teresa e Luísa, foi

convidado para ir aos Açores. Como o patrão era milionário, também convidou os amigos das gémeas, o Pedro, o João, o Chico e os seus animais faial e caracol. Já nos Açores, os amigos começaram a perceber a tentativa de matar o Tony, o patrão, pelo seu sobrinho Sam. Nesta confusão, os amigos conhecem o melhor investigador das Ilhas que, por acaso, também já estava nessa investigação. No meio de muitas aventuras, acabam por apanhar os bandidos e descobrem peças que pertenciam à cidade da Atlântida. 3.2. Opinião sobre o livro: Na minha opinião, é um bom livro, uma boa história onde eu

aprendi algumas lendas dos Açores que desconhecia.

Data do fim da leitura: 9/11/11


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Rita Menezes Abreu N.º 19 Turma: 5ºI Data de início da leitura: 21/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: O livro foi-me oferecido. Como gosto da primavera, li o livro... Vocês já vão perceber!... 2.Identificação do Livro 2.1. Título: O Rapaz que sabia acordar a primavera 2.2. Autora: Luísa Dacosta 2.3. Ilustradora: Cristina Valadas 2.4. Editora: ASA Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto O livro fala sobre um rapaz que gostava muito da Natureza. A sua estação preferida era a primavera... 3.2. Opinião sobre o livro O livro é interessante. É uma história pequena, mas não deixa de ser gira... Recomendo. Data do fim da leitura: 22/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Rita Menezes Abreu N.º 19 Turma: 5ºI Data de início da leitura: 20/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu decidi ler o livro, porque já conhecia livros da mesma coleção. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Livro com cheiro a morango 2.2. Autora: Alice Vieira 2.3. Ilustradora: Carla Nazareth 2.4. Editora: Texto Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: O livro, embora possam pensar que não, cheira mesmo a morango! Dentro do livro há 15 histórias diferentes e engraçadas. 3.2. Opinião sobre o livro: Gostei muito do livro. Recomendo a quem gosta de morangos. No final do livro, na última história, tem um texto sobre morangos,...

Data do fim da leitura: 22/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Rita Abreu N.º: 19 TURMA: 5ºI Data de início da leitura: 5/10/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Escolhi este livro, porque o seu título é entusiasmante e, como eu conhecia algumas histórias do autor, resolvi lê-lo. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: Desastre no dia de são Valentim 2.2. Autor: Gerónimo Stilton 2.3. Ilustrador(a): ________ 2.4. Editora: Editorial Presença Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: O livro fala sobre o Gerónimo Stilton, que é um rato, que, no dia de São Valentim , resolveu preparar uma festa, que lhe correu muito mal... 3.2. Opinião sobre o livro Gostei muito do livro. Acho-o interessante. Recomendo. Data do fim da leitura: 10/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Diogo Ribeiro Correia N.º: 11 Turma: 5º I Data de início da leitura: 29/09/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Curiosidade em saber mais. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: O Porquê das Coisas 2.2. Autor: Carlos Revejo 2.3. Ilustradora: Teresa Nóvoa 2.4. Editora: Girassol Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: São as perguntas que fazemos no dia a dia, as explicações que não conhecemos e algumas rimas. 3.2. Opinião sobre o livro O livro é interessante e divertido. Recomendo a quem tem muitas dúvidas. Data do fim da leitura: 14/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Diogo Ribeiro Correia N.º: 11 Turma: 5º I Data de início da leitura: 02/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Porque faz parte do PNL e tive curiosidade. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: A Menina do Mar 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen 2.3. Ilustrador: Luís Noronha da Costa 2.4. Editora: Figueirinhas Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto Era uma vez um menino que morava à beira mar. Um dia, foi à praia e ouviu uns risos estranhos. Quando reparou, viu um polvo, um caranguejo, um peixe e uma menina do mar. Ficaram aflitos, mas tudo se resolveu e ficaram grandes amigos. A menina do mar contou-lhe a sua história e o menino a dele. No dia seguinte, ela pediu-lhe que lhe trouxesse coisas da terra. Nos três dias seguintes, o rapaz trouxe uma rosa, uma caixa de fósforos e um copo de vinho. Nesse dia, o menino disse-lhe se não queria vir à terra. A menina do mar disse que, se fosse, ficava seca. O menino trouxe um balde, mas ela não podia ir por causa da raia. Passaram dias e dias sem a ver, até que um dia uma gaivota lhe deu um frasco para beber; bebeu-o e foi procurar a menina do mar. Encontrou-a numa gruta e todos ficaram felizes.

3.2. Opinião sobre o livro O livro é bom, e recomendo a quem gosta de belas histórias. Data do fim da leitura: 04/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Diogo Ribeiro Correia N.º 11 Turma: 5º I Data de início da leitura: 31/ 12/ 2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Gosto muito dos livros da coleção do Geronimo Stilton porque são divertidos. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: A verdadeira história de Geronimo Stilton 2.2. Autor: Cuscacúsqui Ratatz 2.3. Ilustradora: Silvia Bigolin 2.4. Editora: Editorial Presença Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto Geronimo Stilton vive na Ratázia. É diretor do Diário dos Roedores, o jornal mais famoso da ilha dos Ratos. Geronimo, em pequeno, dava-se bem com o seu primo Esparrela. Terá Geronimo uma namorada secreta? Será Geronimo um roedor tecnológico? Ele enjoa andar de carro? Prefere os bombons de gorgonzola ou de queijo fresco? O que gosta de ler? O que faz nos tempos livres?... Estas e muitas mais respostas são o assunto deste livro. 3.2. Opinião sobre o livro O livro é divertido e fácil de ler. Data do fim da leitura: 02/01/2012


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Diogo Ribeiro Correia, N.º: 11, Turma: 5.º I Data de início da leitura: 04/02/2012 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Foi um presente de aniversário. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: O cavaleiro da Dinamarca 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen 2.3. Ilustrador: Armando Alves 2.4. Editora: Figueirinhas

Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Havia um cavaleiro que vivia na Dinamarca. Num certo Natal, disse à sua família que ia em peregrinação à Terra Santa e que ia passar o Natal seguinte na gruta onde Cristo nascera e que voltaria dali a dois Natais. Na sua viagem, conheceu lugares fantásticos e, no dia de Natal, chegou à gruta em Belém. Rezou toda a noite no lugar onde Jesus fora adorado. Em fevereiro, despediu-se de Jerusalém para regressar à sua terra. No entanto, devido a alguns contratempos, foi obrigado a adiar a viagem e, entre os peregrinos, conheceu um mercador de Veneza que o convidou para ir à sua cidade. O cavaleiro ficou impressionado com a beleza do sítio e com as histórias que o amigo lhe contara. Depois, o cavaleiro partiu em direção a Florença. Parou na casa de um banqueiro que o mercador de Veneza lhe indicara. Também ele lhe contou muitas histórias e convidou-o a ficar,

mas o cavaleiro não aceitou. Deu-lhe uma carta de

recomendação para um rico comerciante de Flandres que o alimentou e o vestiu quando ele lá chegou. Aí o cavaleiro, que pensava conhecer o mundo, ficou


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

surpreendido com as histórias espantosas de um capitão que tinha percorrido o mundo. Apesar dos gelos e temporais de novembro, o cavaleiro tinha de seguir viagem para a Dinamarca, pois tinha muitas saudades da família. Finalmente, na antevéspera de Natal, o cavaleiro chegou a uma povoação que ficava perto da floresta onde vivia. Os amigos receberam-no com alegria, pois já o julgavam perdido. Como os dias eram curtos e o tempo estava invernoso, o cavaleiro perdiase com facilidade na escuridão até que viu uma pequena claridade que o guiou até à clareira onde ficava a sua casa. Ao lado dela, a maior árvore da floresta estava enfeitada com de pequenas estrelas para guiar o cavaleiro. Diz-se que é por isso que na noite de Natal se iluminam os pinheiros. 3.2. Opinião sobre o livro O livro é interessante, transmite uma boa história e é fácil de ler. Data do fim da leitura: 05/02/2012


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Diogo Ribeiro Correia N.º 11 Turma: 5º I Data de início da leitura: 17/03/2012 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Foi um presente de aniversário e o gosto por mistérios. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: O Diário do Micas - Mistério no Museu da Presidência 2.2. Autora: Patrícia Reis 2.3. Ilustrador: Pedro Alves /Ressearcher.com 2.4. Editora: Quidnovi – QN –Edição e conteúdos, S.A. Após a leitura do livro 3.Conteúdo do Livro 3.1. Assunto O Micas e os seus amigos reuniram-se novamente num programa de verão dos museus. Neste ano, devido a obras de requalificação no Museu Nacional de Arte Antiga, tiveram de ir para o Museu da Presidência. Neste museu, encontraram um historiador que lhes pediu ajuda para resolver um mistério. O historiador falou-lhes da “visita do século” da rainha Isabel II de Inglaterra a Portugal e das mordomias que Salazar lhe providenciou. Parecia que a rainha teria deixado uma mensagem a um grupo de resistentes ao regime Salazarista, ou seja, havia uma correspondência secreta entre a rainha e os opositores de Salazar. O historiador informou-os que tinha já descoberto uma pista, uma carta que a rainha teria escrito e que a ligava a Salazar. O grupo de amigos, além de fazer o seu trabalho de pesquisa, teve a ajuda do historiador para entender a época de Salazar e obter informações sobre a rainha Isabel II e a sua visita a Portugal. Pela boca do historiador, os amigos souberam que o pai dele acreditava na democracia, justiça e liberdade e, como trabalhava para o


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

estado, optou por combate-lo através de uma atividade clandestina, uma sociedade secreta. Deixou-lhe, então, uma mensagem misteriosa que ele precisava de desvendar. Um dia, numa zona do pátio do palácio de Belém, encontraram um quadro na parede que era igual ao que estava em casa do pai do historiador – retratava uma embarcação a navegar no rio Tamisa, em Londres.

na

sala

do

historiador,

ao

inspecionar

o

quadro,

encontraram dentro dele uma carta, onde o pai do historiador pedia ajuda aos Ingleses para fazer sair do país algumas pessoas que eram procuradas pela PIDE, a polícia secreta do Salazar. O historiador ficou orgulhoso do seu pai e dos amigos que o ajudaram a resolver o mistério, apenas tinha de continuar a pesquisa para descobrir mais coisas importantes. 3.2. Opinião sobre o livro Gostei muito deste livro. Recomendo a quem gosta de mistério e aventura.

Data do fim da leitura: 31/03/2012


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Gabriel Portela

N.º 9

Turma: I

Data de início da leitura: 17/11/2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Escolhi este livro do PNL, porque o achei interessante, divertido e porque falava da viagem marítima de Bartolomeu Dias. 2. Identificação do Livro 2.1. Título: As Naus de Verde Pinho 2.2. Autor: Manuel Alegre 2.3. Ilustrador: Afonso Alegre Duarte 2.4. Editora: Caminho Após a leitura do livro 3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Portugal era um país governado por D. Dinis que gostava de cantar. Como o reino era pequeno, mandou plantar um pinhal que se tornou em caravela (navio). E começaram a navegar no mar desconhecido, rumo ao sul, procurando novas terras. De repente, viu-se um monte pela terra dentro, uma nuvem preta sobre as naus e caravelas e ouviu-se o vento a uivar. Surgiu um monstro e o capitão Bartolomeu Dias disse que ia passar o cabo a bem ou a mal e o monstro desapareceu. Desde aí, sem medos, com o astrolábio e o quadrante, os Portugueses avançaram no mar descobrindo novas terras. 3.2. Opinião sobre o livro Adorei. Foi muito emocionante, divertido e misterioso. Recomendo-o a quem gostar de aventuras da nossa antiga História de Portugal. É muito fácil de ler e de perceber! Esta obra fez-me lembrar dois poemas do livro “A Mensagem” de Fernando Pessoa: “O Mostrengo” e o “Infante”. Data do fim da leitura:

17/11/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura NOME DO ALUNO: Gabriel Portela

N.º 9

Turma: I

Data de início da leitura: 10/10/2011

Antes de ler o livro

1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Escolhi este livro, porque gosto de aventuras no mar e iria achar interessante e misterioso visitar a Antártida.

2. Identificação do Livro 2.1. Título: Uma aventura no Alto Mar 2.2. Autoras: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada 2.3. Ilustrador: Arlindo Fagundes 2.4. Editora: Caminho

Após a leitura do livro

3. Conteúdo do Livro 3.1. Assunto: Estavam os cinco amigos (jovens) num acampamento e saíram para dar um passeio num barco a remos que encontraram numa praia. O barco virou e eles foram salvos por uma quadrilha de criminosos que seguiam noutro barco. Os bandidos obrigaram-nos a trabalhar para eles, até que um dia chegaram a uma ilha: a ilha dos Pássaros. Nesta ilha, os cinco amigos conheceram um náufrago que tinha sido raptado pelos mesmos criminosos e, juntos, conseguiram enganar os bandidos e fugir no seu barco. Em alto mar, foram resgatados por um navio (Nice Ice) onde seguiam cientistas que iam em missão para a Antártida. Quando

chegaram

à

Antártida,

foram

conhecer

a

base

onde

os

cientistas

trabalhavam e o trabalho que faziam. Entretanto, os bandidos foram salvos pelos seus cúmplices e seguiram o rasto do navio “Nice Ice”, através da rádio. Na Antártida, os bandidos confrontaram-se com os cientistas e com os miúdos, mas acabaram por ser dominados e entregues à polícia que, entretanto, viera de helicóptero para a Antártida para resgatar os cinco amigos e entregá-los às suas famílias. 3.2. Opinião sobre o livro É um livro cheio de ação e recomendo-o a quem gosta de aventuras no mar.

Data do fim da leitura:

23/10/2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA

Ficha de leitura

NOME DO ALUNO: Mariana Tavares Gonçalves Oliveira N.º17 Turma: 5ºI Data de início da leitura: 20-10-2011 Antes de ler o livro 1. Escolha do livro 1.1. Motivos que me levaram à escolha deste livro: Eu escolhi este livro porque sempre gostei dos livros desta escritora, principalmente da Menina do Mar e do Cavaleiro da Dinamarca. 2. Identificação do livro 2.1. Título: A Floresta 2.2. Autora: Sophia de Mello Breyner Andersen 2.3. Ilustradora: Teresa Olazabal Cabral 2.4. Editora: Figueirinhas Após a leitura do livro 1. Conteúdo do Livro 1. 1. Assunto: Este livro trata de uma menina chamada Isabel, que, desde de pequena, acreditava que os anões existiam. Um dia, ela decidiu construir uma pequena casa numa floresta perto de casa dela. Passados três dias, Isabel foi lá visitar a casinha e, com um grande espanto, encontrou lá dentro um anão. Ao longo do tempo foram ganhando confiança e o anão decidiu contar a história da sua vida. Contou que, quando era mais novo, na floresta, vivia um bando de ladrões que assaltavam quem ali passava, roubando joias, ouro, seda e dinheiro. Os ladrões envelheceram e, quando todos morreram, só restava o capitão que foi levado para um convento perto da floresta. Quando morreu, confessou que havia duas arcas perto de uma árvore à beira do rio que estavam cheias de ouro e queria que as dessem a uma pessoa muito generosa. Os frades morreram e os anões tiveram de guardar aquelas arcas. Os anões fizeram uma sala subterrânea para as duas arcas que, até agora, ainda lá estão. Então Isabel sugeriu chamar o seu professor de música que era um bom homem. Ele também sugeriu dar o ouro todo ao seu amigo que era louco pela ciência e que estava a tentar fazer uma experiência: transformar pedras em ouro. Foi ao seu laboratório colocar as moedas e, quando o cientista viu aquilo, ficou muito contente e decidiu dar aquelas moedas aos mais pobres.


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

A cidade ficou muito feliz ao saber daquilo e, então, foi um dia de festejos cheios de alegria. Mas o seu laboratório incendiou-se com um balão e ele percebeu que nada daquilo interessava. 2. Opinião sobre o livro Eu achei este livro maravilhoso pois a Natureza (floresta) é o centro de toda a ação bem como a defesa de valores importantes. Eu recomendo este livro a quem aprecia as obras da autora Sophia de Mello Breyner Andersen. Data do fim da leitura: 22-10-2011


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

Este espaço espera pela tua ficha… E não te esqueças… Quanto faças, supremamente faze*. Mais vale, se a memória é quanto temos, Lembrar muito que pouco. E se o muito no pouco te é possível, Mais ampla liberdade de lembrança Te tornará teu dono. Ricardo Reis, in "Odes" Heterónimo de Fernando Pessoa

* antiga forma ortográfica


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A

LÍNGUA PORTUGUESA Ficha de leitura


EES SC CO OLLA A EE.. B B.. 2 2,, 3 3D DEE FFEER RN NA AN ND DO OP PEES SS SO OA A


Fichas Leitura Marco