Issuu on Google+

A Menina do Mar Um dia, um rapaz, quando foi à praia, ouviu risos e encontrou uma pequena menina, um caranguejo, um polvo e um peixe. Ficou algum tempo a observá-los mas, entretanto, a maré subiu e ele foi-se embora. No dia seguinte, o rapaz voltou ao mesmo local e ouviu novamente aqueles risos. Espreitou por entre as rochas e lá estavam as mesmas criaturas. Cheio de curiosidade, aproximou-se e pegou na pequena menina. O caranguejo, o peixe e o polvo tentaram ajudá-la mas em vão. Este ficou a saber que ela se chamava Menina do Mar. A menina disse também que era a dançarina da Raia, a rainha daquela zona do mar de quem tinham medo. A partir daí encontravam-se todos os dias. Um dia, o rapaz combinou levar a menina a ver a terra, mas, quando pegou nela, os polvos da rainha Raia agarraram-no e levaram-na para outra praia. Todos os dias o menino ia à praia, mas a menina nunca estava lá. Certo dia apareceu uma gaivota que deixou cair um objeto e disse ao menino para beber o que lá estava. O menino bebeu e ficou pequenino, como a Menina do Mar. Apanhou boleia de um golfinho que o levou até ela e, quando a encontrou, esta contou-lhe tudo o que se tinha passado. A menina, depois, convidou-o para ficar com ela no fundo do mar e ele aceitou. Ela ficou muito feliz e, a partir daí, dançou como nunca!...

Cristiana Reis, nº 10, 5.º I


A Menina do Mar - Cris