Page 1

LISBOA

TURISMO DE Hélder Sousa Silva

N.º 121 Janeiro 2014

Presidente da Câmara Municipal de Mafra

Um concelho vocacionado para o turismo TURISMO DE NEGÓCIOS

LISBOA É A CIDADE ONDE SE REALIZAM OS MELHORES CONGRESSOS CAPITAL PORTUGUESA CONQUISTA

DOIS NOVOS PRÉMIOS

OBSERVATÓRIO DO TURISMO DEZEMBRO DE LISBOA Índice LISBOA

XXXX

No Interior

2013


DESTAQUES

Editorial

Nacional

4

Crescer através da consolidação de estratégias que, a seu tempo, provaram já a sua eficácia, e identificar e investir noutras diferenciadoras, susceptíveis de proporcionarem maior notoriedade a Lisboa, são objectivos a que nos propomos dar continuidade em 2014 e que, estou certo, trarão maior notoriedade e ainda melhores resultados não só para Lisboa como a todo o país.

5

O Palácio Nacional de Mafra vai receber o Museu da Música, até agora instalado na estação de Metro do Alto dos Moinhos, espaço provisório disponibilizado pelo Metropolitano de Lisboa. A passagem para Mafra significa um regresso ao local que o acolheu, nas décadas de 1980-90, antes da exposição ao público, em Lisboa.

Entrevista

14

A verdadeira vocação do concelho de Mafra é o turismo e o desafio do presente e do futuro passa por consolidar esta vocação, afirma o presidente da Câmara Municipal de Mafra, Hélder Sousa Silva.

Lisboa Vista de Fora

20

Com uma presença contínua nos media internacionais, multiplicam-se os artigos dedicados à capital portuguesa que tecem os maiores elogios para descrever Lisboa.

Observatório

23

Os resultados estatísticos da hotelaria da Cidade de Lisboa, da Grande Lisboa e da Região, no mês de Dezembro de 2013. O movimento no Mercado de Cruzeiros e no Golfe da Região.

Tendências

31

O uso da internet como ferramenta para organizar viagens já é conhecido, no entanto talvez não se tenha ideia da sua real relevância. A internet é tão essencial para inspirar uma viagem quanto é para planeá-la.

Tesouros

32

O centenário Jardim do Campo Grande modernizou-se e está agora mais arejado. Abriu finalmente a ala norte e ao fim-de-semana já se pode passear de barco no lago, despertando o lado romântico deste espaço público.

Boletim Interno

35

Os congressistas internacionais consideram que Lisboa é a cidade onde se realizam os melhores congressos e recomendam a capital portuguesa enquanto destino turístico, revela Inquérito do Observatório do Turismo de Lisboa.

Market Place

39

Lisboa surpreende quem a visita e quem nela habita pela multiplicidade da oferta que, constantemente reinventada, adapta-se a todos os gostos e supera expectativas.

Notas Finais

50

Por estes dias fomos conhecendo a composição da nova administração do Turismo de Portugal. É uma equipa sem grandes surpresas, que terá pela frente a responsabilidade de ser um factor positivo no desenvolvimento da nossa indústria. E isto durante um mandato relativamente longo de 5 anos.

TURISMO DE LISBOA

|

3


EDITORIAL

Mário Machado Presidente Adjunto do Turismo de Lisboa

CRESCER, INOVAR E CONSOLIDAR Crescer através da consolidação de estratégias que, a seu tempo, provaram já a sua eficácia, e identificar e investir noutras diferenciadoras, susceptíveis de proporcionarem maior notoriedade a Lisboa, são objectivos a que nos propomos dar continuidade em 2014 e que, estou certo, trarão maior notoriedade e ainda melhores resultados não só para Lisboa como a todo o país. Foi com enorme satisfação que terminámos 2013 de forma muito positiva, visível nas inúmeras referências a Lisboa enquanto destino turístico de eleição, reconhecido internacionalmente pela riqueza e diversidade da sua oferta. Muito foi já feito, mas estamos cientes de que podemos ir ainda mais longe. E a promoção é, neste contexto, uma componente indispensável ao sucesso, porquanto a definição, este ano, do novo modelo a partir de 2015, assume um papel de destaque que há que definir, apoiado numa visão estratégica. Por isso mesmo, há que, uma vez mais, trabalhar em conjunto, tirando o maior partido de todas as contribuições, nomeadamente entre entidades públicas e privadas. Três notas a destacar ainda neste editorial: a instalação do Museu da Música em Ma-

4

| TURISMO DE LISBOA

fra, a eleição de Lisboa, na categoria de “City Trips”, pelos prémios “HolidayCheck Destination Award 2013” e a distinção da capital portuguesa pelo portal norte-americano de viagens “Jaunted”, ligado à “Condé Nast”, como “Destino do Ano”. Integrando uma das mais ricas colecções de instrumentos musicais, a instalação do Museu da Música em Mafra corresponde, na verdade, a um regresso ao local onde esteve já entre 1980 e 1990, constituindo, deste modo, mais um motivo para visitar Mafra e o seu Palácio Nacional, um monumento emblemático que em muito enriquece o património cultural da região. Quanto à atribuição do prémio “HolidayCheck Destination Award 2013” a Lisboa, esta é tanto mais relevante quanto a sua entrega resulta da opinião dos clientes deste operador turístico sobre a qualidade dos serviços oferecidos em hotéis, restaurantes, museus, locais de diversão e outras atracções turísticas. Por último, mas não menos relevante, é o reconhecimento da capital portuguesa como “Destino do Ano” pelo portal “Jaunted” que, também ele, considera ser tempo de os turistas norte-americanos descobrirem realmente Lisboa.

“CRESCER ATRAVÉS DA CONSOLIDAÇÃO DE ESTRATÉGIAS, IDENTIFICAR E INVESTIR NOUTRAS DIFERENCIADORAS, SUSCEPTÍVEIS DE PROPORCIONAREM MAIOR NOTORIEDADE A LISBOA, SÃO OBJECTIVOS PARA 2014” “A DEFINIÇÃO, ESTE ANO, DO NOVO MODELO DE PROMOÇÃO A PARTIR DE 2015, ASSUME UM PAPEL DE DESTAQUE” “TRÊS NOTAS A DESTACAR: A INSTALAÇÃO DO MUSEU DA MÚSICA EM MAFRA, A ATRIBUIÇÃO A LISBOA DO PRÉMIO ´HOLIDAYCHECK DESTINATION AWARD 2013´ E A DISTINÇÃO DA CAPITAL PORTUGUESA PELO PORTAL NORTE-AMERICANO DE VIAGENS ´JAUNTED´”


nacional

Lisboa conquista

Dois novos prémios Lisboa foi eleita Melhor Destino na categoria de City Trips pelos prémios HolidayCheck Destination Award 2013. A distinção foi atribuída com base na opinião dos clientes deste operador turístico sobre a qualidade dos serviços em hotéis, restaurantes, museus, locais de diversão e outras atracções turísticas do destino. A Associação Turismo de Lisboa (ATL) enaltece o reconhecimento da capital portuguesa como destino de eleição e acrescenta que esta distinção reflecte o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido e é sinal de que, para fazer mais e melhor, é preciso criatividade, estratégia e enfoque.

Jaunted, um portal ligado ao universo da gigante editorial Condé Nast, também atribuiu o seu “óscar” a Lisboa. Sediado nos EUA, este guia de cultura pop para globetrotters, viajantes incansáveis ou viajantes de sofá não tem dúvidas: é tempo de os turistas norte-americanos descobrirem realmente Lisboa. De acordo com os responsáveis do portal, «aprendemos uma lição valiosa logo no início da nossa viagem por Portugal: o facto de uma cidade/vila/país estar no mapa desde sempre não significa estar feita a sua descoberta».

Daí a equipa do site ter declarado Lisboa o destino do ano com direito a um dos Jauntys. Estes prémios anuais distinguem diversas categorias relacionadas com as viagens e os vencedores foram anunciados no final de 2013, com a capital portuguesa a suceder a Santiago do Chile, destino vencedor em 2012. Recentemente, Lisboa foi reconhecida como “Melhor Destino Europeu para City Break”, atribuído também pelos World Travel Awards, bem como “Melhor Destino City Break on a Budget”, uma distinção da Amadeus & World Travel Market.

MAFRA RECEBE

NOVO MUSEU DA MÚSICA O Palácio Nacional de Mafra vai receber o Museu da Música, até agora instalado na estação de Metro do Alto dos Moinhos, espaço provisório disponibilizado pelo Metropolitano de Lisboa. A passagem para Mafra significa um regresso ao local que o acolheu, nas décadas de 1980-90, antes da exposição ao público, em Lisboa. Instituição de âmbito nacional, tutelada pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC), integra uma das mais ricas colecções instrumentais da Europa, além de vários espólios documentais e dos acervos fonográfico e iconográfico.

A par da sua ligação à preservação do património instrumental através da história da Primeira República, a escolha do Palácio Nacional de Mafra deve-se às condições adequadas para acolher o Museu da Música e o arquivo sonoro, mas também à capacidade para incorporar os inúmeros e relevantes espécimes que, nos últimos anos, têm contribuído para o seu crescimento exponencial, sem que isso represente encargos financeiros avultados em obras de requalificação, ampliação ou remodelação e oferecendo, inclusivamente, a possibilidade de explorar

sinergias face aos serviços administrativos já existentes. Actualmente, o Museu da Música detém cerca de 1400 instrumentos, entre os quais o cravo de Joaquim José Antunes, o cravo de Pascal Taskin, o piano Boisselot, que o compositor e pianista Franz Liszt trouxe a Lisboa, em 1845, o violoncelo de Antonio Stradivari, que pertenceu ao Rei D. Luís, ou ainda os raros cornes ingleses Grenser e Grundman & Floth, do final do século XVIII, e as flautas de Ernesto Frederico Haupt, de meados do século XIX, que são exemplares únicos.

TURISMO DE LISBOA

|

5


PORTO DE LISBOA

ADJUDICA CONCESSÃO DO TERMINAL DE CRUZEIROS

A APL – Administração do Porto de Lisboa adjudicou a Concessão de Serviço Público no Terminal de Cruzeiros de Lisboa ao consórcio constituído pela Global Liman Isletmeleri A.S., Grupo Sousa, Investimentos, SGPS, Ld.ª, Royal Caribbean Cruises Ltd., e Creuers del Port de Barcelona, SA. Esta deliberação do conselho de administração da APL acontece depois de analisado o relatório final do júri do concurso internacional criado para o efeito, que considerou, por unanimidade, que a proposta se enquadra nos critérios estipulados nos termos do procedimento. A assinatura do contrato de concessão, que vigorará por 35 anos, ocorrerá depois do envio da respectiva minuta para o Tribunal de Contas e da pronúncia da Autoridade da Concorrência. O futuro concessionário propõe-se pagar à APL 300 mil euros por ano de taxa fixa e 0,22 euros por passageiro de taxa variável. A APL receberá, ainda, a contrapartida pelos serviços prestados (pilotagem e outros), que no ano de 2013 ascendeu a cerca de 2,5 milhões de euros. A proposta prevê o investimento de construção da nova gare de passageiros, um valor que a

APL estima em cerca de 22,7 milhões de euros. O projecto da nova gare e envolvente é um projecto amigo do ambiente, da autoria do arquitecto português João Carrilho da Graça e que participou na 13.ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza. Importa também referir que o futuro concessionário do serviço público no Terminal de Cruzeiros de Lisboa congrega a experiência e as competências que advêm da gestão de vários terminais de passageiros no mundo inteiro, e do facto de incluir um dos maiores armadores do mundo e um armador português. Por sua vez, a Global Liman Isletmeleri detém 40 por cento do consórcio, o Grupo Sousa, Investimentos tem 30 por cento, a Royal Caribbean Cruises tem uma participação de 20 por cento e a Creuers del Port de Barcelona participa com 10 por cento. Com esta adjudicação a APL vê concretizados os objectivos a que se propôs com este concurso internacional: a construção do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa e um crescimento sustentado do número anual médio de passageiros movimentados ao longo da concessão, dando, assim, execução ao Plano Estratégico dos Transportes.

AVIAÇÃO ESPANHOLA

REINVINDICA REDUÇÃO DAS TAXAS AEROPORTUÁRIAS A indústria de aviação espanhola voltou a reivindicar a redução das taxas aeroportuárias por forma a crescer e tornar-se competitiva, avança o jornal espanhol El País. Em três anos, as taxas sofreram um aumento de 100 por cento, e por isso, o sector qualifica as medidas do Governo Espanhol como “inadequadas” sublinhando que “quanto mais baratos forem os bilhetes de avião mais as pessoas viajam”. Esta petição foi lançada pelo CEO da Air Nostrum, Carlos Bertomeu, e pelo presidente da Vueling, Alex Cruz, durante a discussão sobre “Os desafios da política de transportes e gestão de infra-estrutura para promover a competitividade do turismo” no VII

6

| TURISMO DE LISBOA

Fórum de Liderança no Turismo da Exceltur, realizada em Madrid. Bertomeu relembrou que as taxas aeroportuárias são muito importantes nos resultados de uma empresa e salientou que o debate não se deve centrar no facto de os aeroportos espanhóis serem mais baratos, mas sim no momento de tomada de decisão, tal como foi feito aquando do declínio de número de turistas. Acrescenta ainda que o trabalho das companhias aéreas que operam, principalmente nas Ilhas Canárias e Baleares, deve ser facilitado de forma a permitir o crescimento do transporte aéreo em Espanha. Alex Cruz acrescentou um pedido ao Governo Espanhol,

no sentido de apoiar as agências que “permitam certificar aeronaves ou colocar wifi em aviões para melhorar o serviço”, expressando o seu apoio à privatização da Aena.”A privatização gradual, parcial ou total “, disse Cruz, garantindo que “qualquer capital privado vai ajudar tanto Aena como os operadores”. Ainda neste Fórum, o presidente da Balearia, Adolfo Utor, ressaltou que não se pode manter a indústria do turismo, sem investimento e solicitou ao Governo que se envolva no desenvolvimento de políticas de estímulo de transporte que não sejam baseadas nos subsídios, mas sim nas áreas fiscais.


NACIONAL

Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares

ASSINADO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Os municípios de Oeiras, Cascais, Loures e Sintra celebraram um protocolo de colaboração no âmbito da “Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares”. Desta forma, estabelecem-se os termos de uma parceria entre os quatro municípios, para a colaboração e participação conjunta no desenvolvimento turístico das regiões de Oeiras, Loures, Cascais e Sintra e de promoção dos Vinhos Bucelas, Carcavelos e Colares. Com este protocolo cada um dos municípios compromete-se, por um lado, a estabelecer percursos, itinerários e programas integrados no objectivo “Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares” dentro do seu território e, por outro, a disponibilizar informação turística abrangente, que inclua tudo o que diz respeito à Rota no seu conjunto, identificando os seus elementos diferenciadores, mas também fornecendo elementos como localização, produtos/actividades disponíveis, estabelecimentos comerciais e turísticos aderentes, horários de funcionamento, capacidade de acolhimento e acessibilidades, preços praticados, formas de pagamento, contactos e eventuais serviços complementares.

ASSOCIAÇÃO DA HOTELARIA DE PORTUGAL AFIRMA

REPOSIÇÃO DE SUBSÍDIOS TRAVOU QUEBRA DE 2013

A presidente da direcção executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, considera que o abrandamento da quebra do mercado interno na hotelaria está directamente relacionado com a reposição dos subsídios na função pública. “O ano passado a quebra do mercado português foi violentíssima, por comparação a 2011. O mercado português tem estado sustentadamente a descer. De 2012 para 2011 já se tinha assistido a uma variação muito negativa. Os hóspedes de Portugal

tinham caído, de 2011 para 2012, 6,3 por cento, e as dormidas de portugueses tinham caído 7,5 por cento. Este ano continuou a quebrar, em acumulado a Outubro, mas ainda assim quebrou menos”, disse a responsável à Lusa. Cristina Siza Vieira refere que, no ano passado, “o mercado português continuou a cair, mas obviamente com um abrandamento já muito substancial, o que significa que houve um efeito directo em todo o consumo da reposição dos subsídios, por um lado, por outro pelo facto de muitos portugueses estarem a fazer férias em Portugal e não tanto a sair”.

O abrandamento da quebra da procura de 2,2 por cento justifica-se com o facto de os portugueses estarem a optar mais por férias em território nacional, ainda que com algumas alterações face ao comportamento de outros. “Estimamos que este abrandamento de 2,2 por cento se justifique um pouco por isso: fazem mais férias cá, ajustaram o padrão de consumo, estão menos períodos, mas vão fazendo algumas férias em Portugal e não vão tanto para o estrangeiro”, salientou Cristina Siza Vieira. A AHP diz que a descida do mercado interno tem vindo a ser compensada pela subida do mercado externo que, no acumulado até Outubro, aumentou oito pontos percentuais em hóspedes e dormidas face ao ano anterior. Nos primeiros 10 meses do ano, o mercado alemão destacou-se por ter apresentado o maior crescimento em termos de números de hóspedes, seguindo-se mercados como os EUA e a França. “Achamos que a Alemanha tem um potencial imenso, é onde se tem dado o maior crescimento, mas ainda assim é praticamente metade do mercado do Reino Unido”, que se mantém como principal mercado do turismo português. TURISMO DE LISBOA

|

7


capital portuguesa É AEROPORTO DA PORTELA

ROTA NA EUROPA COM MAIS SUCESSO PARA A EMIRATES O country manager da Emirates para Portugal, David Quito, afirmou que Lisboa já “é uma das rotas com mais sucesso na Europa” e faz um balanço muito positivo da operação para a capital portuguesa, que arrancou em Julho de 2012. De acordo com o responsável, a Emirates já transportou 200 mil passageiros na rota de Lisboa, com uma taxa de ocupação muito próxima dos 80 por cento, numa “ponte directa para o Dubai”, que “transformou o mercado, criando novas oportunidades”. Apesar do sucesso em Lisboa, a Emirates não tem, para já, planos para vir a voar para qualquer outra cidade portuguesa, ainda que David Quito não descarte totalmente essa hipótese, afirmando que “na Emirates tudo é possível. Ninguém diria que íamos abrir Lisboa em plena crise e abrimos.”

CIDADE IDEAL PARA VISITAR COM AMIGOS

A capital portuguesa volta a merecer destaque na imprensa estrangeira. Desta vez, o jornal online Huffington Post elegeu as melhores cidades europeias para se visitar com amigos e Lisboa está entre as nove escolhidas ao lado de Roma, Barcelona ou Budapeste. De acordo com o artigo, a Europa tem uma cidade para cada tipo de visitantes. Desta vez, o jornal decidiu dar destaque às cidades onde a diversão com os amigos é garantida. Lisboa merece destaque pela sua vida nocturna e discotecas que, garante o jornal, são “muito divertidas”. A capital portuguesa é também elogiada pelas “bonitas praias” e pelos passeios a pé que proporciona.

NOVO DOCUMENTÁRIO PROPÕE

ARRÁBIDA A PATRIMÓNIO MUNDIAL

No âmbito da candidatura da Arrábida a Património Mundial, a Câmara Municipal de Palmela lançou um documentário sobre a tradição, os saberes e a paisagem, com a história das populações que ali se fixaram ao longo dos tempos. Com o nome “Arrábida Imaterial”, o novo documentário encontra-se disponível no canal do YouTube da Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) em www.youtube.com/user/AMRSetubal1. Segundo comunicado, o mesmo reflecte “uma leitura possível do território, mostrando-o como um lugar mágico e transcendente, mas simultaneamente real, onde,

8

| TURISMO DE LISBOA

ao longo do ano, o ciclo da vida prossegue”. Depois de um olhar sobre a vertente natural “deste vasto território que abrange os concelhos de Palmela, Setúbal e Sesimbra”, as atenções voltam-se para o “património cultural imaterial e manifestações que contam a história” da Arrábida.A narrativa do filme “intercala o sagrado com os saber-fazer, desenhado a Arrábida como fonte de sustento, de memória e de identidades”. Neste caso é “a devoção à Nossa Senhora do Cabo Espichel que, por parte do Círio da Sociedade Filarmónica Humanitária, dá o mote para o ano, que corresponde a um ciclo agrícola”.


NACIONAL

LISBOA PROCURA

PROJECTOS ARTÍSTICOS PARA OS TRANSPORTES

A EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação, responsável pela produção e organização das Festas de Lisboa, está à procura de projectos artísticos que, durante o mês de Junho, transformem os transportes públicos da capital portuguesa. À semelhança do que aconteceu em anos anteriores, a iniciativa “Andar em Festa 2014”, apresentada pela EGEAC, «ambiciona ser participativa, convidando todas as pessoas a criar e a recriar, a divertir-se e a fazer parte de um momento num

espaço urbano determinado». A empresa municipal explica que o desafio apresentado aos cidadãos passa pelo «desenvolvimento de várias disciplinas artísticas nos transportes públicos da cidade de Lisboa, reivindicando estes ‹espaços› como meio de expressão e interação» com a população lisboeta. Pretende-se «incentivar jovens criadores e potenciar a produção de projectos artísticos nas mais diferentes áreas disciplinares». Os melhores projectos vão ser seleccionados para serem apresen-

tados no âmbito iniciativa “Andar em Festa”, integrada na programação das Festas de Lisboa 14. A acção vai decorrer no Metropolitano de Lisboa, nos comboios da linha de Cascais, nos autocarros, ascensores e barcos (ligações fluviais). Porém, a EGEAC admite considerar «nas propostas a apresentar, outros espaços que se enquadrem» no conceito pretendido. Os participantes têm liberdade para apresentar, no máximo, duas propostas de projecto de criação artística para cada um dos espaços supracitados, sendo que cada projecto por espaço não poderá apresentar um orçamento superior a 10 mil euros, estabelece o regulamento. A EGEAC sublinha ainda que, apesar «de se pretender romper a monotonia do quotidiano, a proposta deverá ter em consideração que a realização do(s) projecto(s) não pode perturbar ou dificultar o normal funcionamento dos transportes públicos em causa e a respectiva circulação de pessoas», devendo também «considerar e/ou adaptar-se às normas de segurança existentes nos mesmos.” No processo de avaliação serão tidos em conta valências como o carácter inovador e diferenciador do projecto, a criatividade, a adaptabilidade contextual e a exequibilidade prática e orçamental.

NOVO MUSEU DOS COCHES

REPRESENTADO NO CACILHEIRO TRAFARIA PRAIA POR JOANA VASCONCELOS

A primeira representação gráfica do novo edifício do Museu dos Coches foi colocada no Cacilheiro Trafaria Praia de Joana Vasconcelos, que representou Portugal na 55.ª Bienal de Veneza de 2013. No exterior do navio, da proa à popa, a artista aplicou um painel de azulejos de grande escala em azul e branco, pintado à mão, que reproduz uma vista contemporânea de Lisboa, da Torre do Bugio à Torre Vasco da Gama. A obra inspira-se num outro painel de azulejos de grande escala,

o Grande Panorama de Lisboa, que mostra a cidade antes do sismo de 1755, e é uma expressão fundamental do estilo barroco da era dourada da produção azulejista em Portugal. O edifício em Belém, cuja construção foi orçada em 35 milhões de euros, está sob a tutela da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) e encontra-se terminado desde o final de 2012. A data que surge, como referência no jornal Expresso, para a sua inauguração é Maio de 2015.

TURISMO DE LISBOA

|

9


ESTORIL ACOLHE

1.º ENCONTRO MUNDIAL DE TRIPULANTES DE CABINE De 6 a 9 de Fevereiro, o Centro de Congressos do Estoril irá acolher o 1.º Encontro Mundial de Tripulantes de Cabine. No programa do evento constam seis painéis onde diversos profissionais irão debater assuntos que marcam o sector, nomeadamente a segurança, a saúde, e o medo de voar. Pela primeira vez pretende-se reunir Tripulantes de Cabine “de todo o mundo durante quatro dias numa localização privilegiada, como é a região do Estoril, num fórum único de intercâmbio de conhecimentos, experiências e contactos”, informa a organização do evento. No final, será anunciado o destino do próximo Encontro Mundial de Tripulantes de Cabine, em 2015.

BAIRRO ALTO

MEIO MILÉNIO DE EXISTÊNCIA O Bairro Alto, em Lisboa, comemorou cinco séculos de existência com um bolo-rei de 85 metros estendido ao longo da Travessa da Queimada. O evento contou ainda com discursos das várias entidades ligadas ao bairro lisboeta e o fado como som ambiente de uma festa que já vem desde Abril do ano passado. Os parabéns “ao menino Bairro Alto” começaram a ser cantados pelos marchantes do Lisboa Clube Rio de Janeiro, vestidos a rigor para a ocasião, mas pouco depois também as vozes da população se fizeram ouvir. Apagadas as velas foi altura de partir o longo bolo-rei em fatias e distribuí-las por aqueles que ali estavam para celebrar “meio milénio de Bairro Alto”. As comemorações do 500.º aniversário do bairro arrancaram em Abril, com iniciativas de associações de moradores, alfarrabistas e livreiros, do Lisboa Clube Rio de Janeiro, da Irmandade de São Roque e do Museu de Farmácia. Com o apoio de mais 20 entidades (entre elas a Associação de Comerciantes do Bairro Alto, a Câmara de Lisboa e a Santa Casa da Misericórdia) e a criação de uma “comissão de comemorações”, os festejos têm vindo a ser assinalados com mercados, passeios, tertúlias, cinema, teatro e música. Para além de todas estas iniciativas decorreu ainda uma lotaria da Santa Casa dedicada ao aniversário e uma corrida de atletismo pelo bairro. Citado pela Lusa, Luís Paisana, da Associação de Moradores do Bairro Alto, avançou que o objectivo era «mostrar a perspectiva de um bairro com património e cultura, rodeado de História e monumentos.” Já para Carla Madeira, presidente da Junta de Freguesia da Misericórdia, os «500 anos do Bairro Alto permitiram divulgar o bairro para o resto da cidade de Lisboa e até para o resto do país», pelo que as comemorações pelo meio milénio «deviam continuar, para divulgar o que de bom é feito no bairro e não só os seus problemas.” 10

| TURISMO DE LISBOA


NACIONAL

CAPITAL PORTUGUESA É

O 23.º LOCAL MAIS FOTOGRAFADO DO MUNDO Lisboa é o 23.º local mais fotografado do mundo. Quem o diz é o site ‘Sightsmap’, um mapa geotérmico cujas áreas assinaladas como as ‘mais quentes’ correspondem aquelas onde são tiradas mais fotos com base nos dados fornecidos pelo portal Panoramio, a Wikipedia e a plataforma FourSquare. Os locais assinalados por cores mais claras (amarelo e laranja) são os ‘mais quentes’ do mapa, ou seja, aqueles onde são tiradas mais fotografias. Cada uma delas, por sua vez, possui diferentes marcadores a assinalar, especificamente, as localidades mais fotografadas naquela zona. Em termos de continentes, a Europa lidera claramente a lista de sítios com mais ‘cliques’ de câmaras fotográficas, surgindo no mapa como

uma mancha luminosa de amarelos e laranjas. Ao passar por cima dos pins é possível conhecer os dados relativos aos spots. O pódio é formado por Nova Iorque, em primeiro lugar do ranking internacional, seguida por Roma, em segundo lugar, e Barcelona, na terceira posição.

”EL PAÍS” ELEGE

OS MELHORES TERRAÇOS DA CAPITAL Num artigo publicado no suplemento ‘El Viajero’ do jornal El País dá-se a conhecer os oito terraços com as melhores vistas sobre a capital portuguesa. O café e esplanada “Sétimo”, na Avenida Sidónio Pais, encabeça a selecção de Daniel Toledo, jornalista que assina o artigo. Caracterizado como um dos locais «mais elegantes da cidade» é apresentado como um bom sítio para petiscos e outras refeições leves. Segue-se o “Park“ e o “Zambeze“, um café e um restaurante, respectivamente. O primeiro fica no topo de um parque de

estacionamento privativo e o segundo no telhado do já extinto Mercado do Chão do Loureiro. Para Daniel Toledo, em Lisboa, é típico encontrar «as melhores vistas, os melhores lugares e as melhores pessoas, nos sítios mais inesperados.” É o caso do terraço de Polux, um café «simples e barato», que fica no topo de um centro comercial, e que oferece vistas para a Baixa, o Quartel do Carmo e o rio Tejo. O café lounge Portas do Sol e o Lost in, no Príncipe Real são outras das selecções do jornalista espanhol.

GRUPO HOTUSA

INVESTE 35 MILHÕES EM LISBOA E CASCAIS O Grupo Hotusa vai iniciar a construção de um hotel de cinco estrelas da marca Eurostars em Lisboa, no início de 2014. Trata-se de um projecto para o Campo das Cebolas (Cais de Santarém), anunciado em 2008. De acordo com o jornal Publituris, ainda no primeiro trimestre, o grupo vai dar início a um outro projecto, mas de quatro estrelas, em Cascais. Ambos têm previsão de abertura em Setembro de 2015. De acordo com Luís Cruz, director executivo da Hotusa em Portugal, os dois projectos totalizam um investimento de 35 milhões de euros (22 milhões para o hotel em Lisboa e 13 milhões para o de Cascais). No caso da unidade no Cais de Santarém, esta terá 89 quartos e resulta da recuperação de antigo edifício, já o hotel de Cascais será construído de raiz, num terreno junto ao restaurante Entraguas e terá a marca Exe Hotels.

TURISMO DE LISBOA

|

11


‘THE GUARDIAN’

SUGERE ROTEIRO “LUXURIANTE” PELA CIDADE

PÔR-DO-SOL NO CABO ESPICHEL

GANHA PRÉMIO DO EL PAÍS Um momento captado no cabo Espichel, a ocidente da vila portuguesa de Sesimbra, acaba de conquistar o prémio de fotografia El PaísAguilar, promovido pela publicação espanhola. A autora é Carolina Guimerans Arce, uma cidadã espanhola natural de Vigo, que, num passeio em terras portuguesas, quis tirar à filha, Lola, de sete anos, uma fotografia com o pôr-do-sol como pano de fundo. Inicialmente, o objectivo da mãe era que a menina se virasse de costas para a paisagem, mas Lola preferiu continuar a caminhar de costas para a objectiva e em direcção aos tons de amarelo e laranja.

Citada pelo El País, Carolina Guimerans Arce explicou que esta região, a cerca de meia hora de Lisboa, «atrai, no Verão, muitos turistas, que ali se reúnem para ver os espectaculares crepúsculos.” Na fotografia é também possível identificar a pequena Ermida da Memória, «que se destaca pela sua exótica cúpula arabesca», escreve o jornal espanhol. Segundo a publicação, a fotógrafa tem por hábito visitar Portugal com a família nas férias de Verão e recomenda, em particular, a Serra da Arrábida, uma reserva natural «com praias lindas e pouco concorridas.”

BLOGUE ITALIANO APRESENTA

25 RAZÕES PARA AMAR LISBOA Uma jovem italiana que escreve no blogue “Mercoledì Tutta la Settimana”, sobre viagens e outros temas, destacou numa das suas publicações a sua paixão por Lisboa, enumerando 25 razões para amar a capital portuguesa. A autora do blogue, garante que os seis meses que viveu em Lisboa foram os melhores da sua juventude. “É por isso que falo sempre de Lisboa com o entusiasmo mais genuíno, acompanhando as minhas memórias com largos e gordos sorrisos”, sublinha. Serena encontrou a lista de 25 razões para Amar lisboa no site Lisbon Magazine e decidiu traduzir o texto para o seu blogue pois acredita que o artigo “explica o amor que sente” pela cidade e também porque espera, assim, despertar nos seus leitores “a vontade de visitar Lisboa.” A tolerância e a liberdade, a arte espalhada pela cidade (desde os azulejos à street art), a pastelaria de excelência, os inúmeros museus, o rio Tejo, o espírito boémio e contemporâneo, a diversidade arquitectónica, a segurança nas ruas e o sol que lhe confere “o melhor clima do mundo” são alguns dos 25 pontos elogiosos do artigo.

12

| TURISMO DE LISBOA

Num artigo publicado pelo jornal britânico “The Guardian” os leitores são convidados a fazerem um percurso “luxuriante” por Lisboa, marcado pela “boa comida e por vistas fantásticas.” Joanne O’Connor, jornalista que assina a peça, começa por sugerir uma viagem pelas ruas “íngremes e estreitas” do bairro de Alfama a bordo do eléctrico amarelo n.º 28, “um passeio que está em todos os guias turísticos da capital portuguesa.” De acordo com o jornal britânico, o parapeito do Castelo de São Jorge e o Miradouro das Portas do Sol oferecem algumas das melhores vistas sobre toda a cidade. Para os mais culturais, Joanne sugere ainda, na mesma zona da cidade, a visita aos museus do Azulejo e do Fado, «duas das mais distintivas formas de arte» de Lisboa. Sugestões para comer e dormir estão também incluídas no roteiro. A autora recomenda o hotel Memmo Alfama, com «quartos simples, mas estilosos», e o Pois Café que oferece brunchs, refeições leves e cocktails. Ainda no que diz respeito aos petiscos lisboetas, Joanne aceitou as recomendações de Célia Pedroso, escritora gastronómica e co-fundadora do portal ‘Eat, Drink, Walk’. A jornalista experimentou o restaurante Patrono para para degustar a “simples e verdadeira comida portuguesa”, seguindo-se uma bebida no Chapitô à Mesa, “cujo terraço oferece uma vista panorâmica para a cidade”.


NACIONAL

PORTO DE LISBOA

ADJUDICA CONCESSÃO DO TERMINAL DE CRUZEIROS

A APL – Administração do Porto de Lisboa adjudicou a Concessão de Serviço Público no Terminal de Cruzeiros de Lisboa ao consórcio constituído pela Global Liman Isletmeleri A.S., Grupo Sousa, Investimentos, SGPS, Ld.ª, Royal Caribbean Cruises Ltd., e Creuers del Port de Barcelona, SA. Esta deliberação do conselho de administração da APL acontece depois de analisado o relatório final do júri do concurso internacional criado para o efeito, que considerou, por unanimidade, que a proposta se enquadra nos critérios estipulados nos termos do procedimento. A assinatura do contrato de concessão, que vigorará por 35 anos, ocorrerá depois do envio da respectiva minuta para o Tribunal de Contas e da pronúncia da Autoridade da Concorrência. O futuro concessionário propõe-se pagar à APL 300 mil euros por ano de taxa fixa e 0,22 euros por passageiro de taxa variável. A APL receberá, ainda, a contrapartida pelos serviços prestados (pilotagem e outros), que no ano de 2013 ascendeu a cerca de 2,5 milhões de euros. A proposta prevê o investimento de construção da nova gare de passageiros, um valor que a APL

estima em cerca de 22,7 milhões de euros. O projecto da nova gare e envolvente é um projecto amigo do ambiente, da autoria do arquitecto português João Carrilho da Graça e que participou na 13.ª Mostra Internacional de Arquitectura da Bienal de Veneza. Importa também referir que o futuro concessionário do serviço público no Terminal de Cruzeiros de Lisboa congrega a experiência e as competências que advêm da gestão de vários terminais de passageiros no mundo inteiro, e do facto de incluir um dos maiores armadores do mundo e um armador português. Por sua vez, a Global Liman Isletmeleri detém 40 por cento do consórcio, o Grupo Sousa, Investimentos tem 30 por cento, a Royal Caribbean Cruises tem uma participação de 20 por cento e a Creuers del Port de Barcelona participa com 10 por cento. Com esta adjudicação a APL vê concretizados os objectivos a que se propôs com este concurso internacional: a construção do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa e um crescimento sustentado do número anual médio de passageiros movimentados ao longo da concessão, dando, assim, execução ao Plano Estratégico dos Transportes.

pontes gémeas de LISBOA E SÃO FRANCISCO

UNidas NO INSTAGRAM As pontes 25 de Abril, em Lisboa, e Golden Gate Bridge, em São Francisco, na Califórnia, estiveram em destaque no Instagram para tentar ligar a comunidade europeia de “instagrammers” com a vasta comunidade norte- americana. Na capital portuguesa, alguns dos mais influentes utilizadores desta rede social fotografaram e partilharam fotografias da ponte da cidade. O encontro de Lisboa terminou com um passeio à beira-Tejo para fotografar a ponte. Em São Francisco, alguns dos membros mais influentes do Instagram também estiveram a fotografar, em simultâneo, a Golden Gate. “Com esta acção, o Instagram pretende apresentar ao mundo inteiro a identidade visual e conceptual da comunidade de “instagrammers” da Europa, assim como estabelecer ligações com as comunidades nos EUA e o resto do mundo», disse Manuel Pita, um dos responsáveis do encontro de Lisboa, ao P3 do jornal Público. A Câmara Municipal de Lisboa também deu apoio logístico ao evento, que incluiu um almoço onde, entre “instagrammers” estrangeiros e portugueses, discutiram a identidade europeia do Instagram.

CASCAIS RECEBE

DUAS CADEIAS HOTELEIRAS INTERNACIONAIS Duas cadeias internacionais de hotéis vão instalar-se na vila de Cascais para a construção de duas novas unidades hoteleiras, refere o Publituris. Uma das futuras unidades, de quatro estrelas, ficará localizada em frente à estação de comboio no local do antigo Hotel Nau, e a segunda, de cinco estrelas, abrirá portas no edifício do antigo Hotel Atlântico. O promotor deste último é a Porta da Frente/Christies.

TURISMO DE LISBOA

|

13


ENTREVISTA Hélder sousa silva

PRESIDENTE DA câmara municipal de mafra

GERIR RECURSOS E IDENTIFICAR SINGULARIDADES 14

| TURISMO DE LISBOA


A VERDADEIRA VOCAÇÃO DO CONCELHO DE MAFRA É O TURISMO E O DESAFIO DO PRESENTE E DO FUTURO PASSA POR CONSOLIDAR ESTA VOCAÇÃO, AFIRMA O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MAFRA, HÉLDER SOUSA SILVA

Enquanto presidente da Câmara Municipal de Mafra, quais são as suas prioridades? Este não é o tempo dos grandes projectos infra-estruturais e das grandes despesas. Por isso, a prioridade imediata é a gestão adequada dos recursos, que são de todos nós. Este exercício de gestão inclui, estrategicamente, a identificação das singularidades do território e a adequada promoção da sua visibilidade. Ora, num contexto cada vez mais competitivo, a diferenciação é o motor para atrair visitantes, turistas e negócios e, deste modo, dinamizar a economia local, criar postos de trabalho e gerar riqueza. O Concelho de Mafra é diferente e tem de projectar essa diferença. Como caracteriza e de que modo se propõe “renovar” Mafra? “Renovar” constitui um duplo compromisso. Implica continuar a fazer o que se faz bem, consolidando as linhas de intervenção preconizadas em anteriores mandatos, mas sobretudo inovar em quatro eixos de actuação primordiais: o eixo das famílias, desenvolvendo uma política coerente e articulada na aplicação de medidas de equidade e de apoio que contribuam para o pleno desenvolvimento da pessoa; o eixo da ruralidade, valorizando turisticamente esta característica natural do Concelho de Mafra através do apoio à agricultura e à agroindústria; o eixo da maritimidade, explorando o potencial da nossa costa por meio de uma estratégia alargada que abarca os sectores da pesca, da aquacultura, do turismo e dos desportos náuticos; e o eixo da sustentabilidade, princípio de adequada gestão de recursos que, pela sua transversalidade, agrega quer as áreas já enumeradas, quer ainda a economia, o ambiente, a cultura, o desporto, a educação, o lazer, o ordenamento do território, a segurança ou a democracia local.

Mafra no quadro da ERT-RL Como vê Mafra no quadro da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL)? O Concelho de Mafra é o exemplo paradigmático do “espírito” da região, fazendo a simbiose entre o campo e a praia, o rural e o urbano, o tradicional e o cosmopolita. É nesta diversidade que reside o seu potencial turístico, possibilitando aos visitantes uma oferta pluridisciplinar num território com identidade própria, próximo da capital. No contexto da ERT-RL, é intenção do Executivo Municipal ter uma participação activa, desenvolvendo sinergias e complementaridades

para que, em cooperação com os sectores público e privado, seja possível dinamizar eficazmente o destino. A integração na rede regional de postos de turismo é também um dos objectivos de ligação à ERT-RL, que importa realçar. O que gostaria que fosse incluído – na óptica de Mafra – no Plano Regional de Turismo da ERT-RL? O grande desafio que se coloca às entidades que integram a ERT-RL é, independentemente das caraterísticas distintivas de cada território, ter a capacidade de identificar os produtos turísticos que se constituem como absolutamente estratégicos para a região (quer pela sua transversalidade, quer pela sua especificidade), possibilitando o desenho de uma eficaz estratégia de intervenção à escala supramunicipal. Na óptica de Mafra, e para além dos segmentos ditos mais tradicionais, nos quais se evidencia o turismo cultural, deve ser preconizada uma aposta na maritimidade, com ênfase nos desportos de ondas, de modo a disponibilizar ofertas não sazonais e possibilitar a captação de públicos alternativos.

Turismo: oferta multifacetada Na vertente do Turismo, quais são as acções que estão planeadas e qual a sua calendarização? Enquanto destino turístico, o grande mérito do Concelho de Mafra é reunir, num mesmo território, uma oferta multifacetada.

Prioridades da oferta turística Para Hélder Sousa Silva as prioridades em termos de oferta turística passam pela conclusão do projecto de candidatura do conjunto patrimonial Palácio, Convento e Tapada de Mafra a Património Mundial da UNESCO. “Um tal reconhecimento potenciará a valorização económica local, com o aumento esperado do número de visitantes, além do que se constitui como uma alavanca crucial na projecção nacional e internacional concelhia no âmbito do turismo cultural”, disse.

TURISMO DE LISBOA

|

15


oportunidade de negócio dada a insuficiente oferta de camas para responder à procura turística. Por último, sublinho o importante trabalho desenvolvido no âmbito do Gabinete de Apoio ao Empresário Turístico. Quais são os segmentos que mais interesse têm despertado a quem solicita informações ao Gabinete de Apoio ao Empresário Turístico? O maior número de pedidos de informação diz respeito ao licenciamento de alojamentos locais, quer para o segmento do surf e dos desportos de ondas, quer ainda para outros segmentos alternativos no âmbito do turismo de aventura. Esta realidade crescente é, claramente, um dos efeitos indirectos da atribuição do galardão “Reserva Mundial de Surf” à Ericeira, o qual não só contribuiu para o reforço da projecção internacional, como também permitiu o desenvolvimento de novos negócios.

A costa marítima é uma das nossas grandes riquezas do Concelho

Neste contexto, para além das apostas continuadas nos segmentos da cultura e dos desportos de ondas, podem apontar-se, como novidades, o desenvolvimento do Turismo de Natureza, bem como a promoção dos produtos locais, em colaboração com as organizações do sector, explorando o seu potencial turístico. Aliás, o Plano Anual de Feiras para 2014, recentemente aprovado, é bem representativo desta aposta, preconizando o reforço da promoção dos tradicionais espaços de comercialização, como a centenária feira da Malveira, e, ao mesmo tempo, a criação de novas montras privilegiadas para divulgação das especificidades locais, sobretudo quanto aos produtos agrícolas e ao artesanato. 16

| TURISMO DE LISBOA

Está equacionada, por exemplo, alguma medida de incentivo para promover a iniciativa privada em termos de turismo? Ao investir na qualificação das infra-estruturas concelhias e, complementarmente, ao promover produtos turísticos estratégicos, a Câmara Municipal está, inequivocamente, a aumentar a atractividade concelhia e, consequentemente, a incentivar a iniciativa privada. Também neste capítulo convém mencionar que o Município de Mafra tem disponível para alienação, por hasta pública, uma parcela de terreno, com 43.826,00 m2, destacada da área ocupada pelo Parque de Campismo Mil Regos, na Ericeira, com uma localização privilegiada junto ao mar, a qual se destina à edificação de um hotel de 4/5 estrelas, constituindo uma

Como pretende desenvolver o “Eixo da Maritimidade”? A costa marítima do Concelho de Mafra é uma das nossas grandes riquezas, portanto é intenção da Câmara Municipal criar condições para que todos possam, de forma sustentada, tirar partido dessa dádiva. Para o efeito, pretende-se valorizar a actividade da pesca (profissional e lúdica), rentabilizando o investimento público que foi efectuado na requalificação do molhe da Ericeira, bem como desenvolver esforços, junto da Administração Central, para a concretização da segunda fase do projecto, ampliando o porto de pesca e de abrigo ao leque de actividades e serviços náuticos. Paralelamente, objectiva-se a continuação das acções de conservação e requalificação da orla costeira, potenciando as condições de fruição. Por outro lado, será dado o necessário apoio aos investimentos na produção de mariscos em regime de aquacultura, assim como às actividades de Investigação e Desenvolvimento relacionadas com o meio marinho. Por último, merecem destaque os projectos específicos no âmbito dos desportos de deslize (surf, bodyboard, paddling e skimboard).

Ericeira: atingir patamar de excelência Disse que a Ericeira teria um papel de relevo no seu mandato. O que planeia, concretamente? Para além da continuação da requalificação da orla costeira, os desafios passam por de-


E ntrevista

“Em breves palavras, diria que, uma vez projectadas as condições naturais e consolidadas as condições edificadas, o grande desafio que se coloca à Ericeira é qualificar a oferta turística e elevá-la a patamares de excelência.”

senvolver mecanismos de incentivo ao investimento privado em áreas como a hotelaria, o comércio e os serviços. No conjunto destes mecanismos, merecem referência especial os grandes eventos musicais e desportivos, que são âncoras de atractividade de visitantes e turistas. Ao mesmo tempo, foi identificada a necessidade de rever a circulação rodoviária e melhorar o estacionamento na vila. Em breves palavras, diria que, uma vez projectadas as condições naturais e consolidadas as condições edificadas, o grande desafio que se

coloca à Ericeira é qualificar a oferta turística e elevá-la a patamares de excelência. Quais são os benefícios obtidos com o reconhecimento da Ericeira como 1.ª Reserva de Surf da Europa e 2.ª do Mundo? Como irá ser dinamizada? O benefício primeiro é, sem dúvida, o reforço da notoriedade do destino turístico, com consequências positivas no aumento do número de visitantes, mas também no reforço dos negócios associados aos desportos de ondas:

Sol &Mar: no enfoque da promoção Os principais produtos turísticos alvo de promoção são, indiscutivelmente, o “Sol & Mar” (potenciando os 11 km de costa), o “Turismo Desportivo” (valorizando os desportos de ondas e, por outro lado, as instalações desportivas municipais de qualidade) e o “Touring Cultural” (com destaque para o imponente Palácio Nacional, afirma Hélder Sousa Silva. A estes três produtos, refere, juntam-se os fortes das Linhas de Torres, o património religioso e as artes e os ofícios tradicionais (como a olaria), o “Turismo de Natureza” (dinamizando actividades como os passeios pedestres e de BTT, o birdwatching ou o geocaching) e, no âmbito da “Gastronomia e Vinhos”, um maior enfoque dado à vocação agrícola e piscatória do território. Além do famoso “Pão de Mafra”, o Concelho tem para oferecer a pera-rocha, o vinho regional, os morangos do Sobral da Abelheira, os queijos saloios frescos e curados, o peixe fresco e os mariscos, e as carnes, entre tantos outros exemplos, concluiu.

as escolas de surf, os hostels temáticos, a indústria das pranchas e do surfwear, entre muitos outros exemplos. Ora, de modo a explorar as vantagens decorrentes deste reconhecimento, foram priorizadas duas áreas fundamentais: ao nível infra-estrutural, assegurou-se a continuidade do projecto alargado de requalificação da orla costeira, transformando Ribeira d’Ilhas numa autêntica praia temática, dotada dos mais modernos equipamentos para a prática do surf; ao nível da divulgação, investiu-se na edição de publicações específicas e na instalação de pórticos que identificam, ao longo da costa, as ondas distinguidas com o galardão. Entretanto, o novo Executivo Municipal está a preparar uma estratégia alargada, na qual a dinamização da Reserva Mundial de Surf constitui o projecto primordial. Neste capítulo da promoção, acrescem as competições desportivas de alto nível, a continuação da realização de festivais e grandes eventos temáticos, bem como a criação do primeiro Museu Português do Surf, consolidando a marca Ericeira no panorama mundial do surfing. Paralelamente, importa também desenvolver um trabalho ao nível da regulamentação, nomeadamente do uso da praia por banhistas e surfistas. TURISMO DE LISBOA

|

17


O que pensa fazer em termos de património, quer ao nível da requalificação quer da promoção? A par da valorização do património existente, o maior projecto de promoção é, inequivocamente, a candidatura do Palácio, Convento e Tapada de Mafra a Património Mundial da UNESCO, cujo sucesso depende de uma actuação concertada entre as várias entidades com responsabilidades de gestão. Neste domínio, apraz sublinhar, por um lado, a recente iniciativa que juntou a Tapada Nacional de Mafra, a Direcção Geral do Património Cultural/Palácio Nacional de Mafra e a Escola das Armas, estabelecendo uma parceria para abrir a ligação interna entre o Palácio e a Tapada Real, através da Tapada Militar, e assim diversificar a oferta por meio de programas de visita e bilhetes conjuntos. Por outro lado, merece destaque a instalação do Museu da Música nas instalações do Palácio que estão sob a gestão da autarquia, conforme anunciado recentemente pelo secretário de Estado da Cultura. Para o Concelho, esta é uma oportunidade única na qualificação da oferta cultural, uma montra ampliada na visibilidade internacional, um impulso decisivo na atractividade turística e um desafio oportuno na dinamização económica. Por último, prioriza-se a realização das obras de conservação dos carrilhões do Palácio Nacional de Mafra, as quais estão a cargo da Secretaria de Estado da Cultura. A avaliar pelo verdadeiro sucesso que constituiu a requalificação dos seis órgãos históricos do monumento, cativando públicos dos quatro cantos do mundo, não tenho dúvidas que a reabilitação dos carrilhões, conjunto único no mundo pelas suas dimensões e originalidade do seu mecanismo, contribuirá para alavancar a dinâmica turístico-cultural do Concelho e da região.

Aliar a cultura, o turismo e a solidariedade Uma das formas de atrair maior fluxo de turistas é através da realização de eventos. Qual tem sido a dinâmica nesta área? O primeiro exemplo da dinâmica que se pretende promover ao nível da organização dos eventos, e que constituiu uma novidade, foi “O Natal chegou à Vila”, que juntou artesãos, responsáveis pela comercialização de produtos regionais e instituições de apoio social num mesmo espaço de venda e de recolha de bens de primeira necessidade (a envolvente do Palácio 18

| TURISMO DE LISBOA

Nacional de Mafra, recentemente requalificada), complementado por inúmeras actividades de animação (folclore, música filarmónica, leitura, dança e teatro). Trata-se de aliar a cultura, o turismo e a solidariedade, tendo como ponto de partida ofertas diferenciadoras e que traduzem bem a identidade local. Acrescento que é intenção do Executivo Municipal assegurar a continuidade dos grandes eventos nas áreas da música (clássica e reggae) e do desporto (em especial, o surf), assim como valorizar o potencial turístico das actividades culturais singulares do Concelho de Mafra (exemplo das procissões da Quaresma), inscrevendo-as no calendário da região.

No que diz respeito à gestão, está prevista alguma alteração, nomeadamente de forma a aumentar a rentabilidade do património? É nossa opção partilhar competências e colaborar em permanência com as Juntas de Freguesia, interlocutores próximos dos cidadãos. Por isso, no que diz respeito ao património municipal, nomeadamente às instalações culturais e desportivas, pretende-se estabelecer parcerias com estes órgãos do Poder Local, de modo a rentabilizar estes espaços, tornando-os acessíveis ao maior número possível de munícipes e visitantes.


E ntrevista

Criar sinergias com agentes económicos locais

O maior projecto de promoção é, inequivocamente, a candidatura do Palácio, Convento e Tapada de Mafra a Património Mundial da UNESCO

O grande mérito de produtos como os desportos de deslize é o facto de poderem ser praticados durante todo o ano

Processo de autodescoberta Como analisa a evolução do turismo em Mafra e como a perspectiva? O Concelho de Mafra viveu, diria eu, um processo de autodescoberta, tendo identificado e reforçado a sua notoriedade em produtos turísticos alternativos que se constituíram como uma janela de oportunidades para a dinamização do sector. De tal modo que, hoje, é possível afirmar que a verdadeira vocação do Concelho de Mafra é o turismo. O desafio do presente e do futuro é consolidar esta vocação. As infra-estruturas que possui estão aptas a responder às necessidades de um sector em permanente evolução? O que fará, eventualmente, falta? De um modo geral, verifica-se que as princi-

pais infra-estruturas estão construídas. Compete agora à iniciativa privada rentabilizar as condições criadas, constatando-se que a lacuna fundamental centra-se na oferta hoteleira. Urge aumentar o número de camas existentes, de modo a ampliar os tempos de permanência dos visitantes. A sazonalidade é também um factor que afecta o turismo em Mafra? O que poderá ser feito para o minimizar? O grande mérito de produtos como os desportos de deslize é o facto de poderem ser praticados durante todo o ano. Portanto, diria que a sazonalidade – frequentemente associada ao segmento “Sol & Mar” – é, cada vez menos, um factor que afecta o turismo em Mafra. Hoje, o Concelho apresenta uma diversidade de produtos que lhe permite ter turismo durante os 365 dias do ano.

Relativamente ao que falta cumprir do Plano Estratégico para o Turismo no Concelho de Mafra (2007-2016), Hélder Sousa Silva garante que muitos dos objectivos traçados no documento foram alcançados, nomeadamente no que concerne ao desenvolvimento turístico. Assim, ao nível da valorização de Mafra como destino, diz, são merecedoras de realce as intervenções de requalificação da envolvente do Palácio Nacional de Mafra e da orla costeira, bem como a relocalização do centro de acolhimento ao turista em Mafra e a modernização do posto de turismo da Ericeira em parceria com a Associação Turismo de Lisboa, transformando-se em mais um interface com a região de Lisboa. Por outro lado, ao nível da estratégia de valorização dos serviços turísticos, salienta a organização de acções de formação para os profissionais do sector, as quais ainda decorrem, assim como a promoção da qualificação da oferta de alojamento turístico, assegurada através do Gabinete de Apoio ao Empresário Turístico e da elaboração do Regulamento de Instalação e Funcionamentos dos Estabelecimentos de Hospedagem do Município de Mafra, o qual veio, na sequência da alteração legislativa, dar um enquadramento adequado ao fenómeno dos hostels. “No entanto, considerando o quadro económico-financeiro que se vive em Portugal, muitas das prioridades alteraram-se. Assim, os objectivos não concretizados terão de ser necessariamente reequacionados, procurando criar mais sinergias com os agentes económicos locais, as verdadeiras forças motrizes do turismo no Concelho de Mafra”, destacou Hélder Sousa Silva.

TURISMO DE LISBOA

|

19


lisboa vista de fora

LISBOA NA ROTA DA IMPRENSA INTERNACIONAL COM UMA PRESENÇA CONTÍNUA NOS MEDIA INTERNACIONAIS, MULTIPLICAM-SE OS ARTIGOS DEDICADOS À CAPITAL PORTUGUESA QUE TECEM OS MAIORES ELOGIOS PARA DESCREVER LISBOA. O clima ameno ao longo de todo ano, o cosmopolitismo, a relação qualidade-preço inigualável em toda a Europa, a diversidade da oferta, o dinamismo e a hospitalidade característica dos portugueses são alguns dos atributos que a imprensa internacional destaca

nos artigos dedicados à capital portuguesa. O interesse dos jornalistas estrangeiros por Lisboa é crescente e as visitas de imprensa à capital portuguesa sucedem-se, dando origem a peças jornalísticas que contribuem para aumentar não só a sua notoriedade,

como também para a posicionar no top of mind dos turistas. O Turismo de Lisboa seleccionou alguns dos artigos mais relevantes publicados em 2013, na imprensa internacional, e apresenta como Lisboa é vista por quem visita.

FINLÂNDIA “A Brasileira já serve cafés há mais de cem anos e vale sempre a pena fazer-lhe uma visita. Podemos escolher entre um Café pingado, um Galão, ou uma bica, o tradicional “expresso”. Anneli Lenkkeri TOIMITTAJA / Ilpo Musto VALOKUVAAJA Jornalistas da Matkaopas

FRANÇA “Em suma, uma delicadeza emocionante, um saboroso prazer, ao som de fado.” Gilles Pudlowski Jornalista da Le Point

“Sempre quente, a cidade das sete colinas nunca deixa de seduzir” “A viagem de eléctrico leva-nos desde os lugares mais típicos aos da última moda” Marie-Amal Bizalion Jornalista da Le Fígaro Magazine

“Bonita e nostálgica, antiga e futurista, foi construída à beira da água. A capital portuguesa desempenha contrastes.” Gilles Pudlowski Jornalista da Cuisine et Vins de France

20

| TURISMO DE LISBOA


EUA “Lojas e vida nocturna trazem as pessoas para o histórico bairro do Príncipe Real”. “O terraço da Esplanada Portas do Sol oferece uma visão ininterrupta do bairro de Alfama”. Tom Downey Jornalista da Travel+Leisure

“Lisboa é diferente. Nenhuma outra cidade pode reivindicar tamanho grupo diversificado de imigrantes que estejam unidos por uma língua comum e cultura. “ Tom Downey Jornalista da Afar Mag

“Campo de Ourique tem uma longa história... Enquanto destino turístico, ele nunca o foi, mas agora está mudado, graças a um afluxo de moradores mais jovens e uma vanguarda de lojas e restaurantes.” Jeanine Barone Jornalista do The New York Times

BRASIL “A recepção calorosa nas ruas me inspira passeios ao ar livre por vielas…” “Protector da cidade, o Castelo de São Jorge é passeio para uma tarde. Com uma vista espectacular é um ponto obrigatório para turistas que querem vislumbrar Lisboa inteira.” Paulo Campos Jornalista do Jornal Pampulha

ITÁLIA “A capital de Portugal é uma mistura de homem, mas cosmopolita. Tradicional, mas virado para o futuro. Tem muitas faces e tudo é interessante.” “Quer dançar até altas horas da noite? No Bairro Alto pode. E para comer bem, basta seguir o cheiro das sardinhas.” Manuela Soressi Jornalista da Donna Moderna

TURISMO DE LISBOA

|

21


LISBOA VISTA DE FORA

REINO UNIDO “Da moda para a gastronomia e presentes, a cidade oferece um conjunto completo de atracções para o consumidor.” “Aqui estão algumas das nossas escolhas para uma sessão de compras para todos os gostos.” Josh Fehnert Jornalista da Monocle

“Alfama é Lisboa, com o seu ar mais sedutor. As suas ruelas sinuosas, as casas pitorescas de arquitectura medieval e o imperioso Castelo de São Jorge fazem parte do coração histórico e romântico da cidade”. Susan d’Arcy Jornalista do Sunday Times

“Nomeada como “Melhor Destino City Break da Europa”, pelos World Travel Awards deste ano, Lisboa oferece uma boa relação de valor-qualidade, tem uma cultura excepcional, e ainda consagra as melhores praias, apenas 20 minutos do centro da cidade.” Guyan Mitra Jornalista do Telegraph Online

RÚSSIA “Lisboa é a mais ocidental, a mais verde, a mais quente, a mais modesta... – para falar sobre esta cidade digo sempre com o epíteto de “mais”.

ALEMANHA “A Torre de Belém, monumento histórico é uma das maiores lembranças do passado imperioso de Portugal.”

“A Baía de Setúbal é o habitat de muitos golfinhos. Quem os observa também pode ficar a conhecer melhor outras espécies que aqui coexistem.” Von Dominik Bollow Jornalista do Frankfurt Allgemeine Zeitung

Jornalista da Condé Nast Traveler

HOLANDA Lisboa é “urban” e “outdoor”. Em cada esquina da capital de Portugal, encontram-se altas falésias costeiras com vários parques naturais.” Petra Strijdhorst Jornalista da Oppad

22

| TURISMO DE LISBOA


tendências INTERNET NO TURISMO

UM BEM ESSENCIAL PARA OS VIAJANTES? O USO DA INTERNET COMO FERRAMENTA PARA ORGANIZAR VIAGENS JÁ É CONHECIDO, NO ENTANTO TALVEZ NÃO SE TENHA IDEIA DA SUA REAL RELEVÂNCIA. A INTERNET É TÃO ESSENCIAL PARA INSPIRAR UMA VIAGEM QUANTO É PARA PLANEÁ-LA.

O comportamento das sociedades tem mudado muito nestes últimos anos e muito se deve ao acesso facilitado de informação derivado do uso da internet. Com a sua utilização diária, as pessoas começaram a pesquisar tudo o que queriam saber a respeito de negócios e inclusive começou a ser possível fazer comparações mais detalhadas sobre a concorrência. O sector turístico está a sofrer grandes alterações no seu modelo de negócio e os operadores e agências de turismo estão a reinventar-se, com estratégias de comunicação na Internet. As novas ferramentas de comunicação na Internet estão a conduzir o Turismo para era 2.0. De acordo com o Estudo Google Traveler 2013, a “pesquisa” permanece em 1.º lugar como ferramenta de planeamento de viagens para viajantes em lazer e em 3.º lugar para viajantes em negócios. A análise revela ainda que 58 por cento dos viajantes em lazer tem por hábito começar o planeamento e as reservas das suas viagens pela pesquisa, sendo que, por exemplo, em 2012 apenas 56 por cento tinha esse hábito. Em relação aos viajantes em negócios, cerca de 64 por cento tem o mesmo hábito de pesquisa, sendo que nesta categoria o crescimento foi

ainda maior, porque em 2012 apenas 58 por cento dos viajantes começavam o planeamento e as reservas das viagens pela pesquisa.

Agências de viagens online pesadelo ou inspiração? Num mundo cada vez mais globalizado e em constante mudança, os principais players da dinâmica e do desenvolvimento económico – as empresas – são obrigados a reposicionar o negócio e adequar as estratégias às novas necessidades de consumo e a níveis de exigência dos mercados consumidores de produtos e serviços. Cada vez mais, as pessoas que viajam em lazer, tendem a utilizar as agências de viagens online para apoiar, suportar, inspirar ou até mesmo ajudar a decidir qual o melhor destino de turismo a realizar. Posto isto, a fase de planeamento é bastante importante porque os possíveis viajantes acabam normalmente por vir a consultar agências de viagens online, para lhes darem um feedback maior, relativamente àquilo que estão à procura e para fazer as reservas de hotel e de viagem.

Consequentemente, em termos de percentagens de utilizadores 51 por cento pensam em alguns destinos específicos, 43 por cento sabem exactamente para onde querem ir e seis por cento consideram a hipótese de existir um leque bastante abrangente de possíveis destinos. As agências online tornam a escolha mais fácil e variada, evitando perda de tempo, ajudando à comparação de preços e à tomada de decisões e aproximando o consumidor daquilo que pretende. Oferecem, portanto, um serviço, rápido, eficaz e completo, quer em termos de reservas online de hotéis, quer na marcação de viagens. A internet diferencia-se, assim, dos tradicionais guias de viagem e meios convencionais de promoção do turismo porque, inclusive, expõem a avaliação dos próprios usuários que estiveram nos hotéis, pousadas e pontos turísticos. Assume, por isso, um papel decisivo na disponibilização de informação de apoio ao turista durante o processo de selecção do destino, criando novas oportunidades de acesso, e novos canais de distribuição, e verifica-se um crescimento de ano para ano, o que a torna cada vez mais importante e imprescindível nos dias de hoje. TURISMO DE LISBOA

|

31


TESOUROS JARDIM DO CAMPO GRANDE

NOVOS ESPAÇOS DE LAZER O CENTENÁRIO JARDIM DO CAMPO GRANDE MODERNIZOU-SE E ESTÁ AGORA MAIS AREJADO. ABRIU FINALMENTE A ALA NORTE E AO FIM-DE-SEMANA JÁ SE PODE PASSEAR DE BARCO NO LAGO, DESPERTANDO O LADO ROMÂNTICO DESTE ESPAÇO PÚBLICO.

A diversidade de vegetação, equipamentos e património arquitectónico confere ao jardim do Campo Grande um cariz lúdico e desportivo, numa extensão de um quilómetro

Localizado numa das antigas entradas de Lisboa, outrora cheia de campos e hortas, o Jardim do Campo Grande ocupa uma área de 15 hectares. O local onde está o Jardim foi, até ao século XVI, Passeio Público, altura em que era conhecido como Campo de Alvalade. Começou a ser construído em 1801, ao estilo do passeio romântico, segundo o projecto do Conde de Linhares, após as ordens do Príncipe Regente D. João. Neste espaço verde foram colocadas 32 plantas, sendo de destacar as amoreiras-de-papel, as figueiras ou os plátanos. Em 1816 realizaram-se as primeiras corridas de cavalos, existindo ainda hoje, nas proximidades 32

| TURISMO DE LISBOA

do jardim, um hipódromo para concursos hípicos. A diversidade de vegetação, equipamentos e património arquitectónico conferem-lhe um cariz lúdico e desportivo, numa extensão de um quilómetro. Dotado de diversos equipamentos, nomeadamente, campos de ténis, ringue de patinagem, parque infantil, piscinas, restaurante, sanitários públicos e casa de ferramentas, o Jardim foi recentemente renovado. Em Dezembro de 2013 foi convertido pela Câmara Municipal de Lisboa num espaço verde mais atractivo e com maior capacidade de carga para albergar novos usos e funções. A intervenção, de acordo com a Autarquia

de Lisboa, teve como objectivo recuperar o Jardim, que constitui uma ampla estrutura verde, dando-lhe maior visibilidade e profundidade, onde predominam os relvados e os prados. Toda a estrutura verde arbórea foi mantida e recuperada, e plantados novos espécimes. Na área central, de espaço livre, foi evitada a presença de arbustos, procurando a clareira, vector fundamental para aumentar a capacidade de carga e a segurança e potenciar a sua proximidade a toda a área do Campus Universitário. A iluminação pública foi também renovada, tornando o jardim mais iluminado durante o período nocturno.


Com a requalificação do espaço, uma das novidades do Jardim do Campo Grande é o primeiro recinto de recreio canino da cidade de Lisboa, um espaço vedado com vários obstáculos, onde os cães podem correr e brincar soltos e em segurança, infra-estrutura que se pretende alargar a outros espaços verdes da cidade. O lago, elemento central do jardim, foi impermeabilizado e remodelado de modo a potenciar a sua relação com o edifício do Caleidoscópio, nomeadamente na incorporação de uma superfície de estada. Contempla agora, ainda, um novo sistema de tratamento simplificado e sinergético com a rede de rega, utilizando o recurso hídrico subterrâneo. Por outro lado, e de forma a contribuir para o aumento da eficiência hídrica do Jardim, o sistema de drenagem foi concebido de modo a optimizar os usos da água das chuvas. De forma a minimizar o impacto negativo da circulação rodoviária ao redor do jardim, foi privilegiada a instalação de uma orla arbustiva densa associada à modelação do terreno. A Universidade de Lisboa, que tem a responsabilidade de recuperar o edifício do Caleidoscópio através de protocolo com o município, colaborou na reabilitação do edifício de apoio às actividades desportivas que dará suporte ao uso dos novos campos de Padel, três dos quais já concluídos. Outra das surpresas do Jardim resulta da parceria entre a CML e a Sociedade Portuguesa de Matemática. Assim, foram criados vários elementos que decoram o espaço. O quarto de Ames, peça inventada pelo oftalmologista americano Adalbert Ames em 1934, pretende ser uma ilusão de óptica em que o observador percepciona a forma de um quarto como

O lago, elemento central do jardim, foi impermeabilizado e remodelado

Os espaços verdes das cidades são hoje áreas de extrema importância para a quem as visita e para quem nelas vive

cúbica, com paredes paralelas, quando na realidade não o é; uma escala, ao longo do jardim, com os principais feitos na área da matemática; e quatro «bancos matemáticos»: «o Mancala», o «Alquerque», o «Moinho» e o «Hex». Caso se queira fugir das pressas da cidade, ou se precise dum oásis no calor do Verão ou simplesmente apeteça um passeio por

entre as árvores, o renovado Jardim do Campo Grande é uma opção que promete não desiludir turistas e alfacinhas. Os espaços verdes das cidades são hoje áreas de extrema importância para a quem as visita e para quem nelas vive. São locais de convívio e recreio, que se podem usufruir, mas que têm muito para ensinar. TURISMO DE LISBOA

|

33


TESOUROS

Recuperação da Piscina?

A Universidade de Lisboa tem a responsabilidade de recuperar o edifício do Caleidoscópio através de protocolo com o município

A Piscina Municipal do Campo Grande, dedicada apenas ao público infantil como várias outras obras de Keil do Amaral, originalmente uma iniciativa do ministro Duarte Pacheco, foi inaugurada em 1964 pelo então Presidente da República Américo Tomás (1894-1987) e pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, entre 1959 e 1970, António Vitorino França Borges. O equipamento começa por ter um enorme sucesso durante os anos seguintes, mas no final dos Anos 70 entra em decadência. Foi ainda reutilizado durante a década de 80 como piscina-escola concessionado a um clube desportivo, contudo acabou condenada à destruição e abandono.

Caleidoscópio O edifício Caleidoscópio, onde durante décadas funcionou um pequeno centro comercial, foi cedido pela autarquia da capital à Universidade de Lisboa e vai albergar um centro académico. Todo o interior vai ser alvo de remodelação integral para instalar salas para associações de estudantes e de ambientalistas, uma galeria, um auditório, áreas de estudo, uma cafetaria e um restaurante. Esta intervenção ficará a cargo da universidade. O quarto de Ames, peça inventada pelo oftalmologista americano Adalbert Ames em 1934

A envolvência Muito perto do jardim estão o Museu da Cidade, o Museu Bordalo Pinheiro, a Cidade Universitária e a Biblioteca Nacional. A melhor forma de descobrir este jardim é a pé, ou de bicicleta. Ilude-se quem pensa que o conhece apenas passando de carro.

Transportes Metro: Campo Grande ou Entrecampos Comboio: Entrecampos Autocarro (Carris): 701, 7, 36, 38, 45, 50, 108, 738, 767 O renovado Jardim do Campo Grande é uma opção que promete não desiludir turistas e alfacinhas 34

| TURISMO DE LISBOA


boletim interno TURISMO DE NEGÓCIOS

LISBOA É A CIDADE ONDE SE REALIZAM OS MELHORES CONGRESSOS

Os congressistas internacionais consideram que Lisboa é a cidade onde se realizam os melhores congressos e recomendam a capital portuguesa enquanto destino turístico, revela Inquérito do Observatório do Turismo de Lisboa. O estudo foi realizado junto de indivíduos que assistiram a congressos realizados na capital portuguesa e acrescenta que 45,9 por cento dos entrevistados classifica a probabilidade de regresso como muito provável.

Quanto ao perfil do congressista internacional o inquérito indica que a nacionalidade mais relevante é a espanhola, sendo o sexo masculino maioritário entre os participantes (57,8 por cento), destacando-se a faixa etária dos 36 aos 45 anos, nos homens, e dos 26 aos 35 anos, nas mulheres. Na generalidade, os congressistas são profissionais com habilitações universitárias e gastam, em média, 1.641,31 euros

durante a estada em Lisboa. Transporte e Inscrição no Congresso, Alojamento, Deslocações, Alimentação são os principais componentes nas despesas efectuadas pelos participantes que, em média, permanecem na capital portuguesa 4,1 dias. O Inquérito do Observatório do Turismo de Lisboa a Congressistas Internacionais foi realizado com base numa amostra composta por 912 entrevistas, nos meses de Maio, Junho e Setembro de 2013. TURISMO DE LISBOA

|

35


RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

dezembro 2013 ASSOCIATIVISMO Desenvolvimento do Associativismo Revista do Turismo de Lisboa Edição do 120.º número da Revista Institucional do Turismo de Lisboa. Esta Edição contempla o Plano de Actividades e Orçamento para 2014. Esta publicação foi enviada para os Associados, Delegações do TdP , lista institucional do TL, Organismos Oficiais ligados ao turismo, trade do sector, imprensa especializada. A Revista tem uma aplicação para iPad.

Consulta a Associados Durante o mês de dezembro foram feitas as seguintes consultas: Alojamento

16

Agências de Viagens + Guias

5

Transportes

10

TOTAL

40

Gestão dos processos de adesão Durante o mês de Dezembro foram enviadas 25 propostas de adesão: Categoria

Brand Events

F. Serviços

Fatima Mini Tours

Animação Turistica

Avenue

Restaurante

Lycamobile

F. Serviços

Trevisan Roteiros Web, Unipessoal - “7Lisboa”,

F. Serviços

Onyria

Hotel 5*

El Paraguas Amarillo

Passeios e Circuitos

Weekend Treasure

AV

Paga Aqui

F. Serviços

Jardim Botanico Tropical de Lisboa

Museus/Monumentos

O quotidiano

F. Serviços

WeddInPt

F. Serviços

Loja de Artesanato

Artesanato

36

| TURISMO DE LISBOA

Associação

United By Adventure Lda

Passeios e Circuitos

Vestigius

Bar

Apartamentos

Alojamento Local

Lisbon Records Shop

F. Serviços

Novo Hotel 4* na Av Liberdade

Hotel 4*

Taste of Lisboa Food Tours

Passeios e Circuitos

Perfect XP

AV

A Sail in Portugal by Araribóia

Passeios e Circuitos

Lucas Bus

Transfers

Restaurante

Restauração

Liger

F. Serviços

9

Restaurantes + Fado

Entidade

Associação Renovar a Mouraria

Outros: Actualização contínua dos associados nas bases de dados, no site e nas publicações Follow Me e RTL. Mailings enviados Durante o mês de Dezembro foram enviados os seguintes mailings: > Mapa de ligações aéreas para Lisboa para os associados; > Follow Me via email para os associados; > Boletim do Lisboa Story Centre para os associados; > Circular para os associados sobre o espectáculo de luz e som no Terreiro do Paço, “Circo de Luz”; > Circular para os associados sobre o prémio da HolidayCheck atribuído a Lisboa; > Circular para os associados com o postal de Natal do Turismo de Lisboa; > Circular para os associados alojamento e equipamentos LCB com inquérito de reuniões e eventos em 2013 Actividades Institucionais > Congresso da APAVT de 6 a 9 de Dezembro, nos Açores; > Assembleia Geral Ordinária, dia 19 no átrio da ATL

PROMOÇÃO TURÍSTICA 1. Plano de Promoção Regional Contratado com o Turismo de Portugal Promoção do Destino – Acções Multiprodutos Canais online Actualização de conteúdos / eventos Adaptação de imagens aos diferentes formatos Adaptação de textos e hiperligações; Selecção e adaptação de conteúdos para a Homepage. Introdução dos PDF’s das publicações mensais


boletim interno

Press Trips (16 visitas – 27 participantes)

Outros “posts” diários no facebook - 49 Actualização Twitter - 23 Actualização no Pintarest Visitas ao site Dezembro: 190 705

País de Origem

Visitas

Páginas por visita

Tempo médio no site

190,705

1.91

00:01:29

% de novas visitas 78.44%

1

Russia

44,246

1.2

00:00:57

69.88%

2

Portugal

40,629

2.3

00:01:56

78.40%

3

Espanha

33,699

1.76

00:01:14

81.52%

4

Brasil

29,356

1.58

00:01:13

82.10%

5

Reino Unido

10,907

1.55

00:00:47

86.04%

6

Alemanha

7,350

2.04

00:01:17

85.47%

7

sem indicação

5,517

1.28

00:00:48

83.18%

8

França

4,629

4.38

00:03:59

75.61%

9

Italia

3,874

4.49

00:04:12

76.20%

10

Estados Unidos

2,013

2.42

00:01:36

87.68%

Participação Institucional em certames generalistas (Fitur, AbAV, ITB(Berlim), WTM (Londres), Top Resa, Vakantibeurs, MITT (Moscovo) MULTIMERCADOS - Gestão da participação da ARPT Lisboa e do seu trade nos certames internacionais de 2013 e 2014, através do portal Feiras do TdP. POLÓNIA – Participação da ARPT Lisboa na feira TTWarsaw em Varsovia. Evento para público e profissionais. Presentes 02 empresas associadas c/ módulo negócio. Envio de materiais para FITUR 2014

Promoção City Breaks Campanha de publicidade na Internet Acompanhamento da campanha online – 355 133 cliques/ 5730 likes Parcerias com Operadores Turísticos MULTIMERCADOS – Acompanhamento de parcerias. Produção e envio de conteúdos e materiais gráficos. Gestão e controlo de conteúdos de parcerias em canais “online”. Análise de resultados.

ALEMANHA – Blog www.puriy.com. Programa realizado em Lisboa. Presentes 02 elementos. ALEMANHA – TV “ARTE”. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. ALEMANHA – Jornalista freelance “Sandra Tigges”. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. BRASIL – Programa “Viagem Cultural” da TV Record. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. BRASIL – Jornal “A Folha de S. Paulo”. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. BRASIL – Jornal “MG Turismo”. Programa realizado em Lisboa. Presentes 03 elementos. CANADÁ – Jornalista freelance – Sheldon Chad. Programa realçizado em Lisboa. Presente 01 elemento. DINAMARCA – Jornal “Helsingor Dagblad”, em colaboração com o Turismo de Portugal. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. ESPANHA – Rádio “Onda Cero”. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. FRANÇA – TV “Telématin”. Programa realizado em Lisboa. Presentes 03 elementos. FRANÇA – Revista “Madame Fígaro/pocket”. Programa realizado em Lisboa. Presentes 02 elementos. FRANÇA – Revista “Avantages”, em colaboração com o Turismo de Portugal. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. IRLANDA – Jornalista Freelance “Sile Mcardle”. Programa realizado em Lisboa. Presentes 02 elementos. ITÁLIA – Jornal “La Repubblica” em colaboração com o Turismo de Portugal. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento. POLÓNIA – “Grupo Polónia” em colaboração com o Turismo de Portugal. Programa realizado em Lisboa. Presente 05 elementos dos seguintes meios de comunicação: Jornal “Gazeta Wroclawska”; Jornal Diário nacional “Rzeczpospolita”; Revista “Traveller” by National Geographic; Jornal “Gazeta Wyborcza”. REINO UNIDO – Blog de viagens “www.adlibtraveller.com”. Programa realizado em Lisboa. Presente 01 elemento.

Outros: Actualização da Lista de Eventos 2013 /2014 Apoio a Meios de Comunicação: ALEMANHA – Agência de comunicação “dpa- Themedienst” BRASIL – Revista “Metrópole” ESPANHA – Revista “Men’s Health” ESPANHA – Rádio “Marca” ESPANHA –Rádio “Voz de Galicia” FRANÇA – Revista “Miss Ebène” FRANÇA – Revista “Version Femina” REINO UNIDO – Revista “INK” – revista de bordo da Easyjet REINO UNIDO – Revista “Post Office”

Fam Trips ISRAEL – Fam Trip “Raimon Tours”. Programa realizado na Cidade de Lisboa. Presentes 21 participantes. ITÁLIA – Fam Trip “Vinci Lisbona”. Programa realizado na Cidade de Lisboa. Presentes 02 elementos. POLÓNIA – Fam Trip “TAP/Top agents / AICEP”. Programa realizado na Cidade de Lisboa. Presentes 09 elementos.

TURISMO DE LISBOA

|

37


boletim interno

Promoção MI – Meetings Industry Campanha de publicidade específica Acompanhamento da campanha e envio de conteúdos editoriais para as revistas do sector Participação Institucional em certames especializados de MI (EIBTM, IMEX Frankfurt e IMEX América) Mercado Francês - Participação no workshop French Mice & Upmarket em Paris. Presentes 52 buyers MI entre agências e corporate. Presentes 29 expositores internacionais.

Promoção e Apoio a Congressos e Incentivos WETM-IAC 2015 – Candidatura de Lisboa Acforum 2015 - Candidatura de Lisboa ISPGR 2015/16 – Candidatura de Lisboa LASA 2018 – Candidatura de Lisboa SETAC Europe 2017 – Candidatura de Lisboa IEC 2017 – Candidatura de Lisboa NIPS 2015 – Candidatura de Lisboa Euroson 2016 e 2017 – Candidatura de Lisboa CEspM 2016 – Candidatura de Lisboa NCM 2017 – avaliação para avançar com candidatura de Lisboa

Apoio nas edições em Lisboa Symposium WFNS 2014 Congresso ATOL 2014 SIU 2017 ISPGR 2015/16 + NCM 2017 16th European Symposium in Group Analysis Press trips Mercado Holanda - Mice Travel magazine Fam Trips Mercado Republica Checa – Acção iniciativa do Associado Oásis. Presentes 9 pax. Apoio com refeição jantar em restaurante associado.

Parcerias com operadores turísticos MULTIMERCADOS – Acompanhamento de parcerias. Produção e envio de conteúdos e materiais gráficos. Gestão e controlo de conteúdos de parcerias em canais “online”. Análise de resultados e facturação.

Press Trips (04 visitas – 11 participantes) ESPANHA – Rádio “Cope”. Programa realizado em Óbidos. Presente 01 elemento. EUA – Rabi “Shlomo Morris”. Programa realizado em Lisboa e Tomar. Presente 01 elemento FRANÇA – “Colectiva França / Arte”. Programa realizado em Lisboa, Cascais, Fátima, Caldas da Rainha e Vila Franca de Xira. Presentes 05 elementos dos seguintes meios de comunicação: Jornal “Le Journal du Dimanche”; Revista “VSD”; Jornal “L’Express”; Revista “EK” REINO UNIDO – Colectiva Gastronomia. Programa realizado em Lisboa e Azeitão. Presentes 04 elementos dos seguintes meios de comunicação: Revista “Blue Tomato”; Jornal “Scottish Sun”; Revista “Sainsbury’s Magazine”; Revista “Hello Magazine” e blog Charlotte’s Kitchen.

Promoção Golfe Fam Trips HOLANDA – fam trip “3D Golf Vankanties”. Programa realizado na Região Lisboa (Oeste). Presentes 14 participantes.

Plano de Comercialização e Vendas Programa da Iniciativa da ARPT Participação das Empresas em Feiras e outros Certames MULTIMERCADOS - Gestão da participação da ARPT Lisboa e do seu trade nos certames internacionais de 2013 e 2014, através do portal Feiras do TdP.

Promoção Touring

INFORMAÇÃO TURÍSTICA

Campanha de publicidade na Internet

Turistas atendidos: 74.407 Pedidos de informação escritos respondidos: 153

Acompanhamento da campanha online Dezembro: 32 likes

38

| TURISMO DE LISBOA


MARKET PLACE

BOAS-VINDAS TÁ NO IR Sedeada em Sintra, Tá No IR é uma pequena empresa familiar dedicada ao transporte de passageiros. Com mais de 25 anos de experiência tem como objectivo proporcionar ao cliente conforto, qualidade de transporte e momentos agradáveis durante as suas visitas a Sintra\Cascais ou a outros pontos de Portugal. Este novo associado do Turismo de Lisboa propicia um vasto número de serviços de qualidade que vai desde o transporte de Animação Turística, Transporte Personalizado, Todo-o-Terreno, Transfers e Serviço de Táxi. A sua equipa de profissionais é focada na satisfação das necessidades do cliente, levando-o a vários locais culturais, paisagísticos, rurais e citadinos em veículos apropriados para o serviço desejado. Para os responsáveis do projecto, a adesão à Associação do Turismo Lisboa é uma oportunidade para divulgar e expandir os serviços. Estrada Macieira, 2-cv-E Tel. 960 067 176

CLUBE DE GOLFE PAÇO DO LUMIAR O Clube de Golfe Paço do Lumiar é o único campo de golfe situado no centro da cidade de Lisboa. Para além do campo de nove buracos tem uma Academia de ensino da modalidade, com profissionais de golfe altamente qualificados. O Clube oferece, ainda, uma zona de treino de jogo curto, putting green, loja de golfe, recepção ao cliente, o Restaurante “Par e Paço”, com cozinha nacional e internacional, que serve pequenos-almoços, almoços e jantares, e espaços para organização de eventos. É possível treinar nos dias de semana, até às 21h00, e aos fins-de-semana, até às 19h00, com acesso permitido a qualquer pessoa que queira utilizar qualquer uma das funções dentro das instalações. Para o novo associado, “nos dias de hoje, é de extrema importância para o Clube de Golfe Paço do Lumiar, aderir à Associação Turismo de Lisboa, pela exposição no site da ATL, que consideramos muito bem estruturado e com uma grande visibilidade para todos os mercados que visitam Lisboa. Também é de extrema importância ser integrado nos meios de comunicação da ATL, revista “Follow Me”, e outros que estejam sob a sua alçada. Finalmente as acções promocionais organizadas pela ATL (produto golfe) junto dos mercados estrangeiros e da especialidade em que eventualmente, o Clube de Golfe Paço do Lumiar, possa vir a estar presente.” Rua Principal – Quinta dos Alcoutins Tel. 217 591 719 www.golfepacodolumiar.pt www.golf-in-lisbon.com TURISMO DE LISBOA

|

39


ADAPTED & SENIOR TOURS PORTUGAL A Adapted & Senior Tours Portugal é uma empresa direccionada para um segmento de mercado específico. Sensibilizada para os problemas dos que enfrentam desafios de mobilidade promove um Turismo para todos. O objecto principal da sua actividade é a realização de passeios turísticos de um dia ou meio-dia, utilizando veículos adaptados e pontos de interesse turístico acessíveis a mobilidade reduzida. Destaque para a oferta do serviço porta-a-porta e o guia intérprete em todos os nossos passeios, além da possibilidade de assistência de um enfermeiro durante o passeio. A oferta de passeios é variada, dirigindo-se a interesses tão distintos como o de visitar cidades históricas, museus ou locais classificados como Património da Humanidade, desfrutar de lindas paisagens ou de um almoço numa vila à beira-mar, fazer uma peregrinação a Fátima ou admirar o riquíssimo património religioso. No que diz respeito à adesão à Associação Turismo de Lisboa, a Adapted & Senior Tours Portugal identifica uma oportunidade de reconhecimento do seu projecto empresarial e da sua actividade. Por isso, tornar-se associado da ATL é uma forma de participar activamente na oferta turística na Região de Lisboa e beneficiar da promoção e divulgação dos seus serviços. Esta união com o Turismo de Lisboa pretende ser um símbolo de credibilidade da empresa e um factor importante para o estabelecimento de parcerias com outras instituições do sector. Tel. 916 190 414 www.adaptedtoursportugal.com

ÓPTICA OLHAR DE PRATA A Olhar de Prata apresenta aos seus clientes técnicos especializados um atendimento exclusivo, com aconselhamento técnico e estético da melhor solução. Exclusiva de algumas das mais luxuosas e vanguardistas marcas e pela alta tecnologia dos seus equipamentos, a Óptica Olhar de Prata, é o representante exclusivo da marca de luxo de óculos e acessórios MAYBACH – ICONS OF LUXURY, com exposição no primeiro piso, num ambiente reservado. Para os responsáveis da loja, o principal motivo que levou a adesão à ATL prende-se com a visibilidade, a experiência e o dinamismo que a Associação tem demonstrado na prossecução do objectivo de promoção da cidade. A importância que a mesma tem assumido na divulgação de informação sobre a cidade e apoio aos turistas, constituindo uma mais-valia para os seus parceiros, nomeadamente para o comércio local, é outro dos motivos apresentados. Avenida Fontes Pereira de Melo, 21 Tel. 21 513 230 www.olhardeprata.pt

40

| TURISMO DE LISBOA


MARKET PLACE

MUSEU DO ORIENTE

PROGRAMAÇÃO JANEIRO-MARÇO 2014

O primeiro trimestre de 2014 no Museu do Oriente oferece aos visitantes novas exposições, espectáculos, workshops e oficinas para toda a família, numa programação marcada pelo Ano Novo Chinês, sob o signo do Cavalo. Os três primeiros meses do ano são ricos em inaugurações de exposições: de 6 de Fevereiro a 27 de Abril, o trabalho de Jiang Shanqing, grande pintor contemporâneo chinês; de 13 de Fevereiro a 27 de Abril, a mostra Febre – 15 Artistas Contemporâneos de Macau expõe 66 trabalhos de uma variedade de estilos, materiais e expressões distintas; finalmente, de 21 de Fevereiro a 18 de Maio, os Itine-

rários de Arlinda Frota expõem pintura em porcelana. A 3 de Fevereiro, sobe ao palco do Museu do Oriente a Orquestra de Música Chinesa de Jiangsu, um agrupamento que combina vários estilos de arte performativa. Os visitantes do Museu têm, este trimestre, a oportunidade de participar em diversos cursos sobre a cultura do Oriente, onde se destacam o workshop de alinhavos para bordar, cursos de chá, especiarias, origami, caligrafia japonesa e cozinha Ayurvédica, entre tantos outros. Já os mais pequenos têm, como habitual, inúmeras actividades ao seu dispor. Para além

da programação especial dedicada ao Ano Novo Chinês e à comemoração da primavera, há oficinas todos os sábados e domingos onde podem aprender mais sobre a cultura do Oriente enquanto se divertem com marionetas, cursos de chinês, aulas de ioga ou de literatura e histórias e lendas de países longínquos. A visita à exposição Sombras da Ásia, que ocupa o 2.º piso do Museu desde meados do ano passado, mantém-se obrigatória. Avenida Brasília Tel. 213 585 200 www.museudooriente.pt

GRUPO VILA GALÉ

ATRIBUI BOLSAS DE MÉRITO ESCOLAR O Grupo Vila Galé atribuiu duas bolsas de mérito escolar a dois estudantes, com valor correspondente ao montante das propinas do primeiro ano dos respectivos cursos. Uma das bolsas foi conferida ao aluno que ingressou com a melhor classificação no curso de Gestão Hoteleira da Universidade do Algarve, enquanto a outra foi atribuída, internamente, ao filho de um dos colaboradores do Vila Galé Porto, que ingressou na Faculdade de Direito da Universidade do Porto, com 18,3 valores no ensino secundário. Para Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador da Vila Galé, estas bolsas “têm uma dupla finalidade: por um lado, premiar o esforço e estimular o mérito, por outro, num tempo em que especiais sacrifícios são pedidos às famílias portuguesas, continuar a dar um sinal positivo de proximidade junto dos nossos colaboradores, ajudando-os assim a minimizar os seus esforços financeiros.” Campo Grande, 28 – 11.º Tel. 217 907 600 www.vilagale.pt TURISMO DE LISBOA

|

41


MARKET PLACE

CENTRO DE ARTES DRAMÁTICAS DE OEIRAS

PENHA LONGA

RECEBE EXPOSIÇÃO ALBERTO ANAHORY SILVA – CRIADOR DE SONHOS

BAR DE VODKAS COM 87 VARIEDADES

O Centro de Artes Dramáticas de Oeiras, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, João Rafael, herdeiro de Alberto Anahory, em parceria com o Museu Nacional do Teatro, apresentam até 4 de Março de 2014, a exposição Alberto Anahory Silva - Criador de Sonhos. Esta iniciativa pretende homenagear Alberto Anahory, fundador da Casa Anahory, que dedicou a sua vida à História do Trajo e da Moda, desde o figurino cénico ao desenho de moda, criou nos seus ateliers milhares de modelos, que hoje são considerados património nacional. Serão exibidos mais de 40 modelos escolhidos nos armazéns Anahory numa superpro-

dução: dos palcos do teatro, da ópera, do bailado, dos estúdios do cinema e da televisão, aos modelos exclusivos simplesmente extraordinários, espantosos no seu classicismo e na sua beleza. Todos os estilos se conjugam, momentos que tornam o sonho realidade. A entrada para a exposição é gratuita e o horário é de quinta-feira a sábado, das 15h00 às 21h30, e ao domingo, das 14h00 às 18h00. O visitante pode também optar por uma visita guiada que se realiza às quartas-feiras, das 15h00 às 18h00. Rua Mestre de Aviz Tel. 214 408 411

O Penha Longa Resort acaba de criar um Bar de Vodkas Premium, um espaço para degustação desta bebida que tem ao dispor 87 variedades de vodka, entre puras e combinações. Consoante o dia da semana e o DJ presente são diferentes os tipos de música que se podem ouvir neste bar que apresenta um visual novo, informa o hotel em comunicado. O gin pode ser acompanhado por tapas e blinis feitos no momento. O bar funciona todos os dias da semana, com excepção da segunda e terça-feira, até à 1h00. Estrada da Lagoa Azul Sintra Tel. 219 249 011 www.penhalonga.com 42

| TURISMO DE LISBOA


VISÕES

CASINO DE LISBOA

ATRIBUI MAIS DE 287 MILHÕES DE EUROS EM 2013 Marta Tavares da Silva Administradora do Bairro Alto Hotel

Lisboa... Lisboa é única, e está na moda. E ainda bem!

O Casino de Lisboa distribuiu, durante o ano de 2013, mais de 287 milhões de euros em prémios pagos aos seus visitantes. O espaço dedicado ao jogo atribuiu uma média diária superior a 787 mil euros, com 26 jackpots, superiores a 25 mil euros. Só no mês de Dezembro, foi distribuído um valor global de prémios pagos de 24 milhões 413 mil e 771 euros. Em comunicado de imprensa, o Casino Lisboa defende através destes dados, a consolidação da sua política de distribuição de prémios. Alameda dos Oceanos, Lt. 1.03.01 Tel. 218 929 000 www.casinolisboa.pt

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

ABERTO EM FEVEREIRO

Ao contrário de anos anteriores, o Palácio Nacional da Ajuda estará aberto durante o mês de Fevereiro e poderá ser visitado nos horários habituais (das 10h00 às 18h00, encerrando às quartas-feiras, 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro.) A acção de conservação preventiva, limpeza e restauro que habitualmente ocorre nesta época será realizada na mesma, mas com o Palácio aberto ao público. Largo Ajuda Tel. 213 637 095 www.palacioajuda.pt

Quando somos naturais de uma determinada cidade muitas vezes temos tendência a não nos apercebermos do óbvio, é um lugar tão natural para nós, que, às vezes, não vemos aquilo que os que nos visitam vêem. E Lisboa tem muito para ver! É sempre que regresso de uma viagem, ainda no avião ao sobrevoar a Ponte Sobre o Tejo, com aquele reflexo no rio da luz típica de Lisboa, do emaranhado de ruas, ruelas, casas e os telhados de telha cerâmica, que gosto mais dela e lhe dou mais valor. Valor, esse, que todos aqueles que nos visitam reconhecem no primeiro instante. Porque Lisboa é, de facto, única; diferente de qualquer outra cidade europeia. A dimensão da cidade aliada à genuína hospitalidade das suas gentes, na minha opinião, é o que faz de Lisboa tão especial e tão próxima de todos os que a visitam. Depois há a luz, a história rica de uma das cidades mais antigas da Europa, os bairros típicos onde tudo continua a passar-se devagar, como se o séc. XXI ainda não tivesse chegado ali, as colinas, as ruas sinuosas, o eléctrico 28, a gastronomia tradicional ímpar, uma oferta cultural que já não envergonha, e, claro está, um preço muito apetecível para uma oferta turística de cada vez mais qualidade. Desde há cerca de uma década e meia, mais precisamente desde a Expo 98, que Lisboa tem vindo a sofrer uma grande metamorfose, na maioria dos aspectos, para melhor. Embora ainda haja muito por fazer. Mas, até então, vivia-se em Lisboa agora vive-se Lisboa! Os lisboetas não tinham o hábito (porque também não existiam as condições e as infra-estruturas) de sair muito de casa, agora vêem-se, finalmente, as ruas, os jardins, os cafés e as esplanadas cheias de pessoas, e não apenas de turistas, mas de alfacinhas que começaram a viver a sua cidade. A cada vez maior oferta de espectáculos culturais ao ar livre, a recente reconversão do Terreiro do Paço e da zona ribeirinha numa zona de lazer, uma Avenida da Liberdade mais digna de uma cidade verdadeiramente cosmopolita, um Chiado cada vez mais revigorado, um Cais do Sodré em plena reconversão e a fervilhar de vida nocturna, um clima inigualável em toda a Europa e uma óptima relação qualidade/preço; tudo isto levou as pessoas a passarem a viver Lisboa. Consequentemente e paralelamente, assiste-se a um boom de oferta hoteleira e de restauração de altíssima qualidade, a par, ou mesmo superior, a qualquer outra cidade europeia. Somos exímios na arte de bem receber, porque esta é uma característica intrínseca nossa é cultural; somos puros e genuínos, capazes de nos “desviar” do nosso caminho, desdobrar-nos em esforços para falarmos uma língua que não dominamos, pelo puro prazer de agradar a quem nos visita. Não é servilismo é hospitalidade. E quem é bem recebido, geralmente, regressa. Lisboa está a dar nas vistas, está na moda…e ainda bem, porque Lisboa é única!

TURISMO DE LISBOA

|

43


MARKET PLACE

RESTAURANTE DOCA PEIXE

AVIS

NOVA ESPLANADA

PREMIADA NOS WORLD TRAVEL AWARDS

Situado na Doca de Santo Amaro, junto aos barcos e à ponte sobre o rio Tejo, o restaurante Doca Peixe oferece uma das melhores selecções de peixe fresco de Lisboa. À entrada, o cliente pode logo escolher o peixe ou marisco fresco da sua preferência, que será posteriormente preparado de acordo com as suas preferências. Possuidor de uma localização privilegiada e de um ambiente simultaneamente sofisticado e informal a Doca Peixe inaugura, agora, uma esplanada fechada e aqueci-

da para continuar a poder receber os seus clientes nos dias mais frios. Por forma a tornar a sua experiência gastronómica ainda mais prazerosa, o Doca Peixe oferece o estacionamento no parque por de baixo da Ponte sobre o Tejo. O restaurante está aberto todos os dias, das 12h30 às 02h00. Doca de Santo Amaro Armazém 14, Lisboa Tel. 213 973 565 www.docapeixe.com

LISBOA VISTA DO TEJO

COMEMORA O DIA DE SÃO VALENTIM O Dia de São Valentim é a desculpa perfeita para celebrar o amor de uma forma inesquecível. Lisboa Vista do Tejo oferece um jantar com ingredientes que prometem adoçar os apaixonados. O percurso do navio-restaurante inicia na Doca de Alcântara, passando por Belém e Santa Apolónia retornando no final da noite, novamente, à Doca. Num ambiente requintado e elegante, onde a música está sempre presente, o Lisboa Vista do Tejo Lisboa Vista do Tejo” proporciona aos seus passageiros a singular experiência de saborear uma refeição a bordo, durante um passeio pelo rio que banha Lisboa. Depois do jantar os clientes podem ainda desfrutar de música ao vivo para dançar. O preço por pessoa é de 58 euros, com bebidas incluídas. Edifício Lisboa Vista do Tejo - Doca de Alcântara Norte Tel. 213 913 030 www.lvt.pt

A rent-a-car Avis e o seu site institucional foram distinguidos na fase final dos World Travel Awards. A Avis foi distinguida com o prémio “World’s Leading Car Hire” e o seu site institucional foi reconhecido com o galardão “World’s Leading Car Rental Company Website”. Para Ronald L. Nelson, chairman e chief executive officer do Avis Budget Group “este é um reconhecimento claro do resultado do nosso trabalho, que se tem focado na melhoria contínua dos nossos processos, dos nossos produtos e numa atitude mais orientada para o cliente por parte dos nossos colaboradores. Esta distinção é um motivo de orgulho para todos os colaboradores da Avis em todo o mundo.” Desde 1997, quando foi eleita pela primeira vez “World’s Leading Business Car Rental Company”, a Avis recebeu já mais de 80 distinções nos WTA, incluindo os reconhecimentos de “Africa’s Leading Business Car Rental Company,” “Asia’s Leading Car Hire,” “Europe’s Leading Business Car Rental Company,” “Mexico and Central America’s Leading Business Car Rental Company,” “North America’s Leading Car Hire” e “South America’s Leading Car Hire”. Av. Marechal Craveiro Lopes, 2-2º e 3º, Tel. 217 547 800 www.avis.com.pt

EVIDÊNCIA HOTÉIS

ADERE A PROGRAMA DA WWF A Evidência Hotéis acaba de aderir ao programa Check Out For Nature (COFN) da World Wide Fund for Nature (WWF) em três dos hotéis do Grupo – Evidência Astoria Creative Hotel, Evidência Light Santa Catarina Hotel, ambos localizados em Lisboa e o Evidência Belverde Atitude Hotel, localizado em Belverde (Seixal). A Evidência Hotéis torna-se assim na segunda cadeia hotelei-

44

| TURISMO DE LISBOA

ra em Portugal a implementar este programa de angariação de fundos para a organização de conservação global e a apoiar a biodiversidade local. Av. de Belverde 70 Tel. 210 426 900 www.evidenciabelverde.com


VISÕES

Miguel Tiago de Oliveira Diretor Comercial e Operações Oceanário de Lisboa

ACCOR

LANÇA IBIS SWEET BED O grupo Accor anuncia o lançamento da ibis Sweet Bed, uma solução de conforto que pode ser adquirida pelos clientes das unidades da marca. O sucesso do conceito desta cama leva a que o grupo disponibilize este produto na sua loja online ibisstore.com, de forma a que os seus clientes possam comprar e levar esta opção de conforto para as suas casas. A criação deste produto prende-se com a estratégia da marca, que visa proporcionar conforto aos seus hóspedes, dentro do seu segmento económico. Rua Joshua Benoliel, 6 Tel. 213 717 135 www.accorhotels.com

MARLIN BOAT TOURS

NOVO SERVIÇO Lisbon on Board | Hop on Hop off style é o novo passeio de barco por Lisboa com paragem em vários pontos da cidade para que os turistas possam visitar os monumentos ou passear e regressar ao barco mais tarde. Com passeios todos os dias e passagem pelos mesmos pontos de duas em duas horas, a criação deste novo produto tem como objectivo aumentar a oferta de actividades náuticas durante o Inverno. O turista pode embarcar e desembarcar em qualquer um dos pontos. O bilhete que tem o valor de 25 euros e é válido para o dia inteiro. A Marlin Boat Tours foi criada para oferecer uma experiência inesquecível a todos os que queiram conhecer Lisboa passeando no maravilhoso Rio Tejo. Avenida de Brasília Tel. 919 275 509 www.marlinboattours.com

Lisboa, simplesmente Lisboa Lisboa é uma mulher velha, melancólica e sabedora, com história em todas as suas ruas sinuosas e calçadas sujas e desleixadas, com memórias por detrás de cada janela envidraçada e de cada porta de madeira, com a tinta a estalar, já gasta pelo tempo. É magnífica e orgulhosa, capital de um império d’Aquém e d’Além Mar. É pequena e caseira, pois também Portugal é um país pequeno e caseiro, mas nem por isso menos orgulhoso e esplendoroso. Enfim, se caminharmos por Lisboa, tanto veremos pequenas casas enfileiradas, separadas por estreitíssimas ruas, como veremos palácios, igrejas colossais e pórticos onde, orgulhoso e, talvez, alheio à passagem dos séculos, ainda se vê o brasão que simboliza Lisboa e a sua nação. E em todos, se sente Lisboa. Lisboa é misteriosa, suas ruas estreitas levam-nos, como que por magia, através de recantos escondidos, que aparecem inesperadamente ao virar de cada esquina. Uma praceta, um jardim com uma bela fonte ao centro, onde, outrora, apaixonados trocavam carícias. Um palacete meio abandonado, onde viveu uma alegre família. Um miradouro, de onde, como se fôssemos deuses ou seres superiores, vemos as colinas que se estendem à nossa volta, cada uma com o seu nome e a sua personalidade, a sua história e o seu perfil, todas elas vestidas com luzes que saem das janelas, à noite, e o Tejo, a embalá-las. E aí, nesse ponto alto, no meio de tantos outros, onde o acaso nos levar, através do labirinto das vielas lisboetas, aí se sente Lisboa. Lisboa é jovem. É airosa e despreocupada, ansiosa por se dar a conhecer ao mundo e por conhecer o mundo. Consegue juntar as altas costuras e as novas tecnologias com uma velha retrosaria onde, todos os dias de manhã, um senhor de bigode dá um pouco de si, ao arrumar os botões de punho e as gravatas, ou com uma cantora vestida de preto, que canta a sua alma num fado triste e saudoso. Em todos eles, vive Lisboa. Lisboa é Lisboa. Sim, simplesmente, Lisboa.

TURISMO DE LISBOA

|

45


GRUPO HOTI HOTÉIS

LANÇA PLATAFORMA MAIS APELATIVA

RITZ FOUR SEASONS LISBOA

DISTINGUIDO PELA CONDÉ NAST TRAVELER

O novo site do Hoti Hotéis, disponível em www.hotihoteis.com, acaba de ser lançado com o objectivo de apresentar as valências do Grupo enquanto gestor e explorador de unidades hoteleiras, com a opção de participação no capital das sociedades promotoras. Com diversas áreas de interesse, o site mostra as principais atribuições do Hoti Hoteis: o histórico de associação de hotéis ao Grupo, parte do directório actual de unidades hoteleiras sob contrato com o Hoti Hoteis, uma área dedicada partilha de informações com os stakeholders e um formulário para envio de candidaturas, entre outras novidades. Avenida da República 85, Tel. 217 955 171 www.hotihoteis.com

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

EXPOSIÇÃO DO MUSEU DO PRADO JÁ RECEBEU 20 MIL VISITANTES

A primeira exposição do Museu do Prado, em Lisboa, no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), já totaliza 20 mil visitantes desde a sua abertura, a 3 de Dezembro de 2013. A exposição, aberta ao público até dia 30 de Março do presente ano, expõe os grandes mestres da paisagem do século XVII. O espaço oferece agora, na compra do bilhete conjunto que inclui a visita à exposição e à colecção permanente do MNAA, a possibilidade de ver as duas obras convidadas de Goya, os retratos dos Reis Carlos IV e Maria Luísa de Parma. Rua Janelas Verdes Tel. 213 912 800 www.museudearteantiga.pt 46

| TURISMO DE LISBOA

Pelo quinto ano consecutivo, o Ritz Four Seasons Hotel Lisboa integra a “Gold List” anual da revista Condé Nast Traveler que identifica os 511 melhores sítios do mundo, um posicionamento que lhe permite constar também do “Platinum Circle”. Quase 80 mil leitores da Condé Nast Traveler, um número recorde, responderam ao inquérito da revista, tendo o resultado determinado, uma vez mais, a presença do Ritz Four Seasons Hotel Lisboa na “Gold List”, informa o hotel em comunicado. Do “Platinum Circle” fazem apenas parte as entidades que ao longo de cinco anos consecutivos integraram a “Gold List”, sendo que, em ambos os casos, o Ritz Four Seasons Hotel Lisboa é o único hotel português distinguido. Rua Rodrigo da Fonseca, 88 Tel. 213 811 400 www.fourseasons.com/lisbon


MARKET PLACE

DISPONÍVEL NUM AEROPORTO PERTO DE SI.

LIVENING LEVE PARA FORA O QUE DE MELHOR SE FAZ CÁ DENTRO.

A REVISTA SOBRE A OFERTA COMERCIAL DOS NOSSOS AEROPORTOS

TURISMO DE LISBOA

|

47


EVERYTHING IS NEW

OPTIMUS ALIVE ELEITO UM DOS 10 MELHORES FESTIVAIS PARA 2014 O Optimus Alive foi eleito pelo reconhecido site inglês de música, Gigwise, como um dos 10 melhores festivais de 2014. Já o ano passado foi considerado também pelo site como um dos melhores festivais de Verão. O Optimus Alive’14 tem data marcada para 10, 11 e 12 de Julho, no Passeio Marítimo de Algés. Os bilhetes do festival encontram-se à venda nos locais habituais. Artistas já confirmados: Arctic Monkeys, Caribou, Chet Faker, Interpol, Imagine Dragons, MGMT, Poliça, The Black Keys e The Lumineers. Escadinhas da Praia, 3 Tel. 213 933 770 www.everythingisnew.pt

PARQUES E MONUMENTOS DE SINTRA

ACTIVIDADES PARA OS MAIS PEQUENOS Fevereiro é um mês especial para os mais pequenos nos Parques e Monumentos de Sintra com aventuras e peças de teatro, bem com as apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre e as exibições de falcoaria. Durante todo o mês prosseguem igualmente os workshops, a possibilidade de fazer slide ou andar de cavalo ou pónei, bem como exposições temáticas nos vários polos sob gestão da Parques de Sintra. Dia 9 de Fevereiro, o Palácio da Pena vai ser palco de uma grande aventura, na qual os participantes vão poder executar tarefas e descobrir mistérios que levarão à solução de um enigma há muito por desvendar. A 16, no auditório do Parque de Monserrate, as crianças vão poder assistir à encenação do conto ‘A Princesa e a Ervilha’. No dia 22 de Fevereiro tem lugar a quinta sessão de “Horticultura Biológica”, dedicada às Sementeiras de Viveiros no Solo e em Alvéolos, na Quintinha de Monserrate. Prosseguem também os workshops dedicados às aves e ao seu habitat na Serra de Sintra: a 5 de Fevereiro as “Sessões de Anilhagem de Aves”, no dia 15 ‘Workshop sobre Comedouros e Anilhagem de Aves’ e a 23 o “Workshop sobre Caixas-Ninho para Aves”, todos no Parque de Monserrate. Continuam também, mediante reserva, os Passeios a Cavalo, de Pónei ou de Charrete no Parque da Pena, bem como o ‘Sintra Canopy

48

| TURISMO DE LISBOA

– A Floresta Vista de Cima’, percurso em slide pelas copas das árvores na encosta do Castelo dos Mouros. As exposições dos concursos de fotografia “Captar Sintra – A Biodiversidade das estações”, realizadas no âmbito do Projeto BIO+Sintra, mantêm-se patentes, em Fevereiro, no Espaço Info Parques de Sintra e no Palácio de Monserrate e, no Palácio da Pena é possível a visita à exposição “Vitrais e Vidros: um gosto de D. Fernando II”, agora enriquecida com peças da colecção do Museu Nacional de Arte Antiga. Nos Jardins do Palácio de Queluz, todas as quartas-feiras, às 11h00, continuam as apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre. No mesmo local, mas de terça a domingo têm lugar as exibições de voo de falcões, visitas guiadas às instalações da falcoaria e à exposição temática sobre esta arte. Todas as actividades, à excepção das Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, exposições e exibições de Falcoaria requerem inscrição prévia. O ‘Sintra Canopy’, as Apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre, as Exibições de Falcoaria e os Passeios a Cavalo e de Pónei estão dependentes das condições meteorológicas. Parque de Monserrate Tel. 219 237 300 www.parquesdesintra.pt


MARKET PLACE

LISBOA MARRIOTT HOTEL

TAP

NOVAS DIRECÇÕES

ANUNCIA NOVOS DESTINOS E MAIS AVIÕES PARA 2014

O Lisboa Marriott Hotel conta com duas novas chefias nas áreas dos Eventos & Casamentos e Vendas. João Viegas é o novo coordenador de Eventos & Casamentos. Licenciado em Gestão Hoteleira e Turismo no Instituto Politécnico Internacional em 2003, iniciou sua carreira como coordenador de eventos no CDV Events & Catering, em Julho de 2003. No seu percurso profissional incluem-se o desempenho de funções no departamento de Vendas & Marketing no Hotel Tivoli de Lisboa, o controlo de Stocks no Hotel Altis Lisboa e a coordenação de Grupos do Hotel Tivoli Sintra e Palácio de Seteais. Na área das Vendas, Gonçalo Nunes foi nomeado para senior sales executive, licenciado em Gestão Hoteleira e Turismo no Instituto Superior Politécnico Internacional, em 2006. Ao longo do seu percurso profissional desempenhou funções como assistente de bar no Hotel Samasa (2003), assistente de recepção & reservas no Hotel Porto Santo (2004), coordenador de vendas no Corinthia Lisboa Hotel (2005), chefe de vendas na Vigia Resorts (2009), e mais recentemente promotor de Vendas no Lisboa Marriott Hotel (2010). Av. dos Combatentes, 45 Tel. 217 235 400 www.lisbonmarriott.com

A TAP, no final de 2013, apresentou um crescimento de cinco por cento face ao ano anterior. Este resultado ficou a dever-se à significativa melhoria da taxa de ocupação dos voos, que subiu de 76,8 para 79,4 por cento, traduzindo um crescimento de 2,6 pontos percentuais. Fernando Pinto, presidente da TAP, anunciou, ainda, numa mensagem aos passageiros da companhia aérea, os 10 novos destinos para 2014. Nantes (França), Hannover (Alemanha), Gotemburgo (Suécia), Belgrado (Sérvia), Tallin (Estónia) e São Petersburgo (Rússia), são os seis novos destinos que a companhia aérea vai inaugurar até Julho. Aos já anunciados voos para Belém e Manaus, no Brasil, a TAP vai abrir também a ligação para Bogotá (Colômbia) e Panamá (Panamá). De acordo com Fernando Pinto, até Julho a “melhor companhia aérea entre a Europa, África e a América do Sul” vai contar com mais 900 frequências na sua rede e um total de mais 180 mil novos lugares. A empresa vai igualmente contar com um reforço na sua frota. No decorrer de 2014 vai acrescentar à sua oferta seis aviões, dois de longo curso e quatro de médio curso. Aeroporto de Lisboa, Edifício 25 Tel. 218 415 000 www.tap.pt

EVENTS BY TLC

TEM NOVA SOLUTIONS MANAGER Ana Pinto Ribeiro é a nova solutions manager da events by tlc, a empresa portuguesa que concebe, planeia e realiza eventos corporativos e experiências para clientes de dimensão global. Com uma carreira internacional ligada às relações públicas e à organização de grandes eventos, Ana Pinto Ribeiro vem reforçar a equipa da events by tlc na concepção e planeamento de eventos corporativos e associativos pensados ao pormenor. Anteriormente, a profissional passou por diversas funções enquanto relações públicas e gestora de projectos ligados

à area dos eventos, nomeadamente na HULT Prize, na China, na Rede 106, no Brasil e no Grupo K, em Portugal. Licenciada em Gestão pela Universidade Católica e Mestre em Gestão Internacional pela Hult International Business School na China e nos EUA, Ana Pinto Ribeiro encara esta nova etapa como uma oportunidade para crescer profissionalmente e estar ligada à expansão de um projecto com o qual se identifica. Rua 1° Dezembro, 80 Tel. 213 213 060 www.eventsbytlc.com

TURISMO DE LISBOA

|

49


LISBOA

TURISMO DE

NOTA S FINAIS

Revista dirigida aos associados do Turismo de Lisboa, empresários, decisores e estudiosos da indústria turística.

Vítor Costa Director-Geral do Turismo de Lisboa

UMA QUESTÃO DE PRINCÍPIOS Por estes dias fomos conhecendo a composição da nova administração do Turismo de Portugal. É uma equipa sem grandes surpresas, que terá pela frente a responsabilidade de ser um factor positivo no desenvolvimento da nossa indústria. E isto durante um mandato relativamente longo de 5 anos. Ao contrário do que, por vezes, nos querem fazer crer, o Turismo não vive sentado na dependência do Turismo de Portugal. As empresas, os investidores, os trabalhadores, os dirigentes empresariais e associativos, as associações, os municípios  e os diversos organismos regionais constituem, hoje em dia, uma imensa rede virtuosa que assegura o progresso do sector, mesmo nos momentos (ou especialmente nos momentos) em que o Estado atravessa dificuldades financeiras. Mas, no plano de coordenação, de supervisão e de apoio financeiro, o Turismo de Portugal é uma entidade incontornável, com um protagonismo evidente e relevante e cujas políticas e resultados atingem transversalmente os demais agentes.  Por isso, no momento em que a nova equipa do Turismo de Portugal assume  tamanha responsabilidade queremos deixar claro que fazemos parte do grupo dos que esperam que as coisas corram bem e que estaremos empenhados em trabalhar em concertação e parceria com o Instituto. Para que tal ocorra torna-se fundamental que a actuação do “novo” Turismo de Portugal, perante os demais agentes do sector, assuma um conjunto de princípios fundamentais, dos quais destacamos quatro. Estabilidade. A entrada em funções da nova equipa para um mandato relativamente prolongado deve pressupor o início de um período de estabilidade das práticas legislativas e administrativas do Estado. Não podemos continuar a ter alteradas, amiúde, as estratégias, as práticas, os

Director Vítor Costa vcosta@visitlisboa.com TURISMO DE LISBOA Tel: 21 031 27 00 Fax: 21 031 28 99 www.visitlisboa.com atl@visitlisboa.com

programas. E, mesmo sendo uma nova equipa, esta deve “mexer” apenas naquilo que está reconhecidamente mal. Por favor, pedimos, não mexam apenas por mexer. Justiça. Os diversos agentes do Turismo, sejam empresas, sejam associações, sejam entidades regionais, sejam agências promocionais, devem ser tratados sem favorecimentos, de maneira equilibrada e com justiça. Decisões arbitrárias com “fundamentação” exclusivamente política são prejudiciais à nossa actividade (por exemplo porque desperdiçam os poucos recursos financeiros de que o Estado dispõe), mas são, sobretudo, negativas para a credibilidade do Turismo de Portugal e da sua equipa de gestão. Rigor.  É em momentos de dificuldades, como este que o País atravessa, que temos de ser todos - mais rigorosos na gestão dos fundos do Estado, especialmente aqueles que são canalizados para os investimentos na oferta ou para a promoção de Portugal e das suas Regiões. Neste âmbito, atrevemo-nos a pedir à administração do Turismo de Portugal que actue com rigor perante os seus parceiros e que dê o exemplo nas suas práticas próprias. Respeito. Os organismos do Estado têm, em Portugal, ainda uma certa sobranceria perante as outras partes, sejam empresas privadas, associações ou entidades regionais. O respeito pelo espírito de cooperação e pelo equilíbrio das parcerias deverá nortear a actuação do “novo” Turismo de Portugal. Só assim será possível obter o máximo de cada um dos participantes.  A Região de Lisboa, que é, hoje em dia, um factor determinante para o progresso do Turismo, em termos de imagem, de economia e de impacto social, espera ter a oportunidade de poder vir a partilhar com a nova equipa do Turismo de Portugal os desejados êxitos dos próximos 5 anos turísticos. Assim se respeitem os princípios enunciados. 

Editor

Edifício Lisboa Oriente, Avenida Infante D. Henrique, 333 H Escritório 49 • 1800-282 Lisboa Tel. 21 850 81 10 - Fax 21 853 04 26 Email: lpmcom@lpmcom.pt Secretariado ANA PAULA PAIS anapaulapais@lpmcom.pt

Consultora Comercial sónia coutinho soniacoutinho@lpmcom.pt Tel.: 96 150 45 80 Tel.: 21 850 81 10 Fax: 21 853 04 26

Tiragem 2000 exemplares Periodicidade Mensal Impressão RPO Depósito Legal 206156/04 Isento de registo no ICS ao abrigo do artigo 9º da Lei de Imprensa nº2/99 de 13 de Janeiro DISTRIBUIÇÃO GRATUITA AOS ASSOCIADOS DO TURISMO DE LISBOA

Assinatura anual 24 euros

50

| TURISMO DE LISBOA


PUB


Revista ATL  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you