Issuu on Google+

Ano XVII – Edição 135 – julho 2012

Resolução 363 é revogada!

A publicação da Resolução 404 revoga a Resolução 363 do Contran, que exigiria reconhecimento de firma em cartório nas indicações de condutores infratores. Veja avaliação do Secretário Municipal de Trânsito de Curitiba (PR), Marcelo José Araújo, a respeito da revogação, que implica em importante vitória do setor de locação e favorece também toda a sociedade. Página 6

Alberto de Camargo Vidigal Presidente enfatiza como o Sindloc SP trabalha para trazer benefícios às locadoras e aos parceiros do setor. Página 2

Paulo Miguel Jr. Diretor do Sindloc SP presente à VII Convenção Nacional da ABLA defende o combate à concorrência predatória no setor. Página 9

Carlos Faustino Consultor do Sindloc SP ministrou curso “Poder, Autoridade ou Liderança”, na Capital, dentro do projeto Sindloc 2012. Páginas 4 e 5

Carlos Figueiredo Diretor da Segplus fala da importância do seguro de Responsabilidade Civil durante curso do Sindloc SP. Página 10


EDITORIAL

Mais benefícios às associadas Divulgação Sindloc SP

Fazer parte do quadro associativo do Sindloc SP, além de significar um fator de confiança para os clientes no momento de decidir com quem irão trabalhar, gera para as locadoras de automóveis benefícios importantes, que já estão à disposição das associadas. Os novos cursos, a aproximação com as montadoras, com as concessionárias, com bancos e com escritórios de advocacia da mais alta qualidade são apenas alguns dos benefícios com os quais as empresas que fazem parte do nosso quadro associativo podem contar. Tudo isso contribui para melhorar a performance das empresas e, por consequência, do nosso setor no estado de São Paulo. Exatamente por isso, essa diretoria tem trabalhado no sentido de estimular ao máximo a participação e a utilização de todos os benefícios proporcionados. Temos feitos cursos de extremo interesse, caso de “Poder, Autoridade ou Liderança”, ministrado por Carlos Faustino, em junho. O curso teve grande aceitação e outros cursos já estão programados para serem realizados, periodicamente, em diferentes cidades do estado de São Paulo.

2

Temos trabalhado para tornar o Sindloc SP um referencial em prestação de serviços, gerando também oportunidades e retorno para nossos parceiros e patrocinadores. Para isso, há vários pontos que estão sendo bem trabalhados pelo Sindloc SP: os locais dos nossos eventos, a promoção, a divulgação e a logística, para que os produtos e serviços dos nossos fornecedores também fiquem em evidência. Graças a esta bem-sucedida execução das nossas iniciativas, cada vez mais o Sindloc SP conquista uma posição estratégica dentro do planejamento de marketing dos nossos parceiros. E isso é ótimo também para nós: temos tido novas e mais oportunidades para mantermos o contato direto, “olhos no olhos”, com os principais fornecedores da indústria do aluguel de automóveis. Nossa gestão está transformando o Sindloc SP num verdadeiro espaço para o estímulo aos negócios e para o retorno sobre os investimentos feitos pelas locadoras e pelos parceiros e patrocinadores. Trata-se de um trabalho que tem atraído atenção para o nosso setor e é também uma inequívoca prova do amadurecimento do Sindloc SP. Vamos em frente.

Alberto de Camargo Vidigal, presidente.

TOME NOTA

ABLA anuncia volta do “Preço Certo”

Expediente

A ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis) retomará o curso “Preço Certo ABLA 2.0”, que será ministrado por Jorge Miguel dos Santos. O instrutor está trabalhando na atualização do programa, trazendo novos aspectos em relação aos diversos fatores de custo que devem compor o preço da locação. Jorge Miguel apresentou, em primeira mão, durante a VII Convenção Nacional da ABLA (veja mais na página 9), o conteúdo reformulado para os conselheiros e diretores regionais da entidade, e também aos Diretores do Sindloc SP. “Essa apresentação foi importante para que os últimos ajustes possam ser feitos. Esperamos que ao final deste ciclo de cursos as locadoras estejam ainda mais preparadas para formatar seus preços, de maneira correta e justa”, explicou Jorge Miguel. O objetivo da ABLA é que o curso seja ministrado de Norte a Sul do Brasil, por meio de parcerias com os Sindlocs e com as Diretorias Regionais da própria associação. Informe Sindloc SP é uma publicação do Sindicato das Empresas Locadoras de Veículos Automotores do Estado de São Paulo, distribuído gratuitamente a empresas do setor, indústria automobilística, indústria do turismo, executivos financeiros, jornalistas. Presidente: Alberto de Camargo Vidigal Vice-Presidente: Eladio Paniagua Junior Diretor-Financeiro: Luiz Carlos de Carvalho Pinto Lang Diretor Secretário: Paulo Miguel Jr. Conselho Fiscal: Eliane Baida, Paulo Gaba Jr. e Paulo Hermas Bonilha Junior. Informe SINDLOC SP • 135 •

Edição: RAF Comunicação Jornalista Responsável: Olivo Pucci (MTb 22.949) Diagramação: Matiz Design (marcelo.almeida@matiz.com.br) Impressão: Neoband Tiragem: 5 mil exemplares Endereço: Praça Ramos de Azevedo, 209 – cj. 22 e 23 Telefone: (11) 3123 – 3131 e-mail: secretaria@sindlocsp.com.br É permitida a reprodução total ou parcial das reportagens, desde que citada a fonte.


Montadoras

Novo Uno é sucesso de vendas

Sentra 2013 com transmissão CVT Divulgação

Divulgação

Desde seu lançamento, em maio de 2010, até abril deste ano, o Novo Uno já soma mais de 300 mil unidades vendidas, boa parte delas para o setor de locação de automóveis. Para manter o modelo entre os mais requisitados da categoria, a Fiat desenvolveu itens de série que deixam o veículo muito mais atrativo. Além das famosas linhas marcadas pelo conceito “round square”, o Novo Uno 2013 traz equipamentos internos, como High Safety Drive, com air bag duplo e freios ABS com EBD e limpador com acionamento automático à ré, para as versões Way 1.4 e Sporting 1.4.

Nissan Sentra 2013 agora conta com uma nova opção de câmbio. Pioneira na tecnologia, a Nissan desenvolveu o câmbio XTRONIC®CVT para motores bicombustíveis. Disponível para a versão 2.0, o sistema CVT proporciona trocas de marchas sem trancos e economia de combustível em relação à opção manual, já que trabalha sempre na faixa de rotação ideal. Além disso, o sedã destaca-se também pelo seu motor 2.0 16 válvulas, que gera 143 cavalos a 5.200 rpm, independentemente do abastecimento a álcool ou a gasolina.


capacitação

Sindloc SP realiza Curso sobre Liderança

4

Curso teve atividades práticas que envolveram os participantes “Parabéns, o Sindloc está começando a fazer a diferença”. “Não parem com esse grande projeto”. “Esse curso foi atual, impactante”. Essas são apenas algumas das observações colhidas pelo Sindloc SP, após a realização do curso “Poder, Autoridade ou Liderança”, realizado na Capital, no dia 05 de junho passado, com apoio de parceiros importantes: Grand Brasil, Segplus, Locavia e Fiat. Entre os comentários deixados pelos participantes também apareceram, por exemplo, “é sempre bom conhecer, debater, refletir, aprender”; “esse curso foi primordial para os dirigentes das locadoras”; e “foi importante, pois trouxe ensinamentos para o nosso dia a dia”. De fato, o curso teve excelente avaliação (veja tabelas) e voltará a ser realizado no futuro, provavelmente também no interior do estado de São Paulo. Conforme Carlos Faustino, consultor contratado pelo Informe SINDLOC SP • 135 •

Sindloc SP para prestar consultoria de gestão à entidade, e também responsável por ministrar esse curso, “Poder, Autoridade ou Liderança” é exatamente pensado para a capacitação dos profissionais, “e por isso se encaixa perfeitamente às necessidades do setor de locação de automóveis”, afirma. O objetivo principal foi o de mostrar o que é, de fato, ser um líder. “Utilizamos exemplos práticos de liderança. Por exemplo, de imediato, cada grupo escolheu um líder e um relator e, em seguida, estimulamos a realização de exercícios e trabalhos em equipe”, conta Faustino. “Definimos claramente o que é poder, o que é autoridade e o que é liderança. A importância do ‘por favor’, do ‘obrigado’, palavras que constantemente estão na boca dos verdadeiros líderes”, acrescenta Faustino. No curso, foram utilizados vídeos para dar mais ênfase e dinâmica aos conceitos apresentados. Entre eles, um


capacitação

dos mais aplaudidos foi o vídeo “Delegar e não delargar”, sobre divisão e administração do tempo. Na prática, os resultados da pesquisa realizada após o encerramento do curso mostraram que os aproximadamente 40 participantes desta primeira edição (público formado por empresários do setor, gerentes, supervi-

sores, encarregados e coordenadores de locadoras), se surpreenderam positivamente. “A pesquisa nos deixou muito satisfeitos”, completa Faustino. “Mostrou que o Sindloc SP está trilhando o caminho correto, para efetivamente se transformar em um sindicato importante e essencial para o setor no estado de São Paulo”.

Carlos Faustino: “o objetivo principal foi mostrar o quanto um verdadeiro líder traz benefícios para a locadora”

5

Ótimo Bom Regular Fraco

Não atendidas Atendidas Superadas

Tema 71% 29% ---

Palestrante 71% 29% ---

Expectativas -74% 26%

Formato 49% 51% ---

Local 49% 51% ---

Organização 77% 23% ---

Curso Agregou Valor? Sim

100%

Não

-Informe SINDLOC SP • 135 •


legislação

Resolução 363 é revogada! A Resolução 404, de 12 de junho de 2012, republicada no último dia 25 de junho passado, em seu artigo 28 revogou a Resolução nº 363 do Contran, que tratava do reconhecimento em cartório dos condutores multados ao conduzir veículos de terceiros. Confira a avaliação do Secretário Municipal de Trânsito de Curitiba (PR), Marcelo José Araújo, advogado e professor de Direito de Trânsito, a respeito desta importante conquista do setor de locação de automóveis, que também favorece toda a sociedade.

6

Informe Sindloc SP: Em sua opinião, qual o artigo mais importante da Resolução nº 404? Marcelo José Araújo: O artigo 28, porque ele revoga, a partir da publicação da 404, a Resolução nº 363/2010 do Contran, aquela que tratava do reconhecimento de firma em cartório nas indicações de condutores infratores. Informe Sindloc SP: A revogação acaba com toda a confusão que seria causada pela Resolução 363? Marcelo José Araújo: Sim. A primeira confusão aconteceria já em 01º de julho desse ano, caso a Resolução 363 do Contran não tivesse sido revogada pelo artigo 28 da 404. Ela teria sua entrada em vigor exatamente em 01º de julho de 2012, pela Deliberação 115 do Contran, que revogaria então a Resolução 149, atualmente em vigor. Agora não. A Resolução 404, que entrará em vigor em 01º de janeiro de 2013, é que revogará a Resolução 149. E já revogou, desde já, a Resolução 363, resolvendo o problema do reconhecimento de firma em cartório nas indicações de condutores infratores. Informe Sindloc SP: Antes da 404, o que aconteceria entre 01º de julho de 2012 e 01º de janeiro de 2013? Marcelo José Araújo: Antes da 404, isso não estava esclarecido! Se a Resolução 363 entrasse em vigor, por um dia que fosse, causaria a maior confusão e um aparato de combate a incêndio teria de ser acionado! Informe Sindloc SP: A Resolução 404 também trata da regulamentação ou aplicação da penalidade da Advertência. Como ficará essa questão? Informe SINDLOC SP • 135 •

Marcelo José Araújo: Quanto à suposta inovação em relação à penalidade de Advertência, a 404 não inova em nada e, da forma como foi divulgada, induz o leitor a erro. Passou-se a ideia que, a partir de janeiro de 2013, todos que cometerem infrações leves e médias terão a penalidade pecuniária comutada para Advertência. Informe Sindloc SP: Não será de fato assim? Marcelo José Araújo: Não. Primeiro que o artigo 267 do Código de Trânsito, que trata da Advertência, é um dispositivo “autoaplicável”, ou seja, não depende de regulamentação do Contran. Ele se esgota em si mesmo e está em vigor desde 22 de janeiro de 1998. Segundo que a dita Resolução 404 repete o disposto no artigo 267 do CTB, que confere à autoridade da via a decisão de aplicar ou não a Advertência em substituição à multa. Aliás, além de não inovar, incorre num pecado mortal de ceifar o direito de recorrer à pessoa que tenha sido agraciada com a Advertência em grau de defesa prévia. Informe Sindloc SP: Ou seja, a pessoa que tiver a multa substituída pela advertência em primeira instância, não poderia recorrer à Jari ou ao CETRAN para cancelar a Advertência? Marcelo José Araújo: Isso mesmo. É um absurdo, pois a Advertência não deixa de ser uma penalidade, só que ao invés de ser pecuniária ou restritiva de direito, como a multa e suspensão do direito de dirigir, ela tem caráter moral. E quem se sente injustiçado por ter sido considerado infrator não se contentará em levar uma reprimenda moral, a qual tem todo o direito de recorrer!


Montadoras

Novo Sandero alavanca Renault

Corolla é líder mundial Divulgação

Divulgação

O crescimento de 23,5% da Renault do Brasil, comparado aos 8,1% do mercado no primeiro semestre de 2011, é reflexo do lançamento do Novo Sandero. O resultado acumulado das vendas do modelo ajudou a colocar o Brasil na 3ª colocação do ranking mundial da montadora. Entre os diferenciais que põem o Novo Sandero no páreo entre os melhores de seu segmento está o câmbio automático opcional, que tem sido um fator a mais para atrair a atenção das pessoas físicas e das empresas sobre o modelo.

O Toyota Corolla foi o veículo mais vendido no mundo pela segunda vez consecutiva. Estudo da revista Forbes concluiu que, em 2011, a montadora comercializou 1,02 milhão de unidades do sedã médio, sendo 53.150 delas só no Brasil. Segundo os dados, consumidores de 150 países onde o modelo é vendido o escolhem por ser um automóvel confiável e com consumo eficiente de combustível. Sucesso no Brasil desde 1998, a linha 2013 agora também apresenta uma versão mais esportiva, a XRS.


setor

Sindloc SP na VII Convenção Nacional ABLA

Conselheiros e Diretores Regionais da ABLA na foto oficial do evento

8

O Sindloc SP esteve representado na VII Convenção Nacional da ABLA, reunião de trabalho em benefício do setor, realizada no final de junho, na cidade do Guarujá (SP). O presidente do Sindloc SP, Alberto de Camargo Vidigal, representou as locadoras de automóveis do estado de São Paulo no evento, ao lado dos diretores Eládio Paniágua e Paulo Miguel Jr. Na Convenção Nacional da ABLA os empresários que fazem parte das diretorias regionais, do conselho da entidade e da direção dos Sindlocs se reúnem para trabalhar em prol do setor como um todo, dedicando tempo de suas próprias empresas ao deixarem temporariamente seus negócios. A partir de uma agenda intensa de trabalho, são discutidas metas para o setor, com debates, palestras e definições de temas e ações de interesse para todas as

Montadoras próximas do setor

locadoras de automóveis que atuam no País. Os trabalhos contaram também com as presenças de dirigentes da Peugeot/Citroën e da Fiat, entre as montadoras que atendem o setor de locação de automóveis. Na área financeira, a VII Convenção da ABLA teve ainda a participação de dirigentes do Banco Itaú, importante parceiro das locadoras no que tange ao financiamento para o crescimento da frota do setor. Também participaram representantes do escritório de advogados Correia da Silva (especializado em processos governamentais), a Hay Group do Brasil (que tratou de liderança, motivação e sucessão nas locadoras de automóveis), o tributarista Paulo Henrique Audit (em palestra sobre a tecnologia aplicada atualmente pela Receita Federal), a Segplus (apresentando produtos e soluções voltadas à proteção da frota e também dos colaboradores das empresas do setor) e, ainda, a ST Corretora, em parceria com o Cesvi Brasil, mostrando novidades em termos de dispositivos voltados a diminuir a incidência de roubos e furtos nas frotas das locadoras de veículos. Conforme Eladio Paniágua Jr., vice-presidente do Sindloc SP, a agenda de trabalho foi intensa, “exatamente para estimular o debate e para obtermos os diagnósticos mais apurados a respeito dos temas que permeiam o nosso setor. Os empresários que dedicaram tempo de seus próprios negócios para estarem aqui nos ajudaram, com essa dedicação, a projetar o nosso setor para os próximos anos”, afirmou. Segundo ele, além disso, questões como pagamento de multas, desmobilização dos ativos das locadoras, o futuro do rent a car e da terceirização, os custos de compra, venda e reparação de veículos, entre outros temas, também estiveram entre os assuntos trabalhados, “provando que o encontro foi produtivo e que será benéfico para todas as locadoras, no médio e no longo prazo”.

Autoridades e lideranças do setor turístico e econômico também estiveram na VII Convenção Nacional da ABLA, que marcou a posse dos novos membros do Conselho Nacional e Diretores Regionais da entidade, diplomados na ocasião. A PSA (Peugeot/Citroën) marcou presença nas reuniões de trabalho e aproveitou para reforçar a importância que o setor de locação de automóveis tem para a indústria automobilística. “Vimos que a PSA criou uma nova estrutura para se consolidar como forte parceiro das locadoras, principalmente no ramo de terceirização”, observou Paulo Gaba Jr, presidente do Conselho Nacional da ABLA. Além de apresentar seus principais números referentes a vendas, crescimento, produção e exportação, entre outros, os dirigentes da PSA procuraram focar suas palavras nos assuntos diretamente relacionados à atividade de locação. A tendência é que esse relacionamento cresça ainda mais. “É um caminho sem volta. Cada vez mais, montadoras e locadoras precisarão dialogar e buscar novas soluções para atender a esse crescente mercado da locação. Vimos isso acontecer de maneira muito positiva este ano”, completou Gaba Jr. Informe SINDLOC SP • 135 •


setor

Sindloc SP apoia combate à concorrência predatória Presente nas reuniões acerca da realidade do mercado para o setor de locação de automóveis, a questão envolvendo o preço praticado pelas empresas foi discutida durante a VII Convenção da ABLA. Paulo Miguel Jr., diretor do Sindloc SP, enumerou os problemas gerados pela aplicação, por parte de algumas locadoras, de preços substancialmente abaixo da realidade do setor, durante a apresentação de Jorge Miguel dos Santos, que ministrará o novo curso “Preço Certo ABLA 2.0” (veja mais na página 2). Segundo Paulo Miguel Jr., a concorrência predatória provoca perda de credibilidade junto aos fornecedores e a queda de qualidade nos serviços prestados aos clientes. “Locadoras que aviltam preços, embora tendam a desaparecer do mercado, deixam prejuízos de imagem às locadoras que trabalham com seriedade”, afirmou. Em consenso, com apoio do Sindloc SP, foi concluído que a prática do aviltamento de preços vem do despreparo de uma minoria de empresários, que partem para esse caminho ‘suicida’. Daí a importância do curso ‘Preço

Certo ABLA 2.0’, que seguirá forte em todo o País durante os próximos anos, conforme a ABLA.

Segundo Paulo Miguel Jr., a concorrência predatória provoca perda de credibilidade junto aos fornecedores e a queda de qualidade nos serviços prestados aos clientes. “Locadoras que aviltam preços, embora tendam a desaparecer do mercado, deixam prejuízos de imagem às locadoras que trabalham com seriedade”, afirmou.


Gestão

Preço e Rentabilidade em debate O Sindloc SP promoveu um debate exclusivo para empresários de locadoras de automóveis, na noite de 11 de junho, no Hotel Braston. O objetivo foi discutir aspectos envolvendo a questão dos preços da locação “versus” a rentabilidade do negócio. O encontro foi mais uma das ações que fazem parte do projeto “Sindloc 2012”, que envolve ações que, ao mesmo tempo, promoverão a divulgação do sindicato, as suas atividades e os benefícios oferecidos, estimulando a adesão e a participação de mais locadoras associadas. Carlos Faustino, consultor contratado pelo Sindloc SP para coordenar o projeto, diz que “esse encontro proporcionou instrumentos para que, por meio do Sindloc SP, os empresários cresçam e estejam unidos em torno dos objetivos comuns do setor no nosso Estado. Vamos seguir com essa linha de trabalho e temos certeza que alçaremos o Sindloc SP a um patamar de profissionalização jamais visto em sua história”, acrescenta.

Sindloc SP reuniu empresários do setor para troca de experiências e informações sobre rentabilidade do negócio

Fique atento aos comunicados a serem enviados por e-mail pelo Sindloc SP, a respeito dos eventos programados. E programe-se você também para não perdê-los.

Segplus faz apresentação ao setor 10

A Segplus apresentou aos associados do Sindloc SP soluções para garantir a execução satisfatória das obrigações judiciais ou extrajudiciais, basicamente cobertas pelo Seguro de Responsabilidade Civil para Locadores. Carlos Figueiredo, diretor da empresa, explica que o seguro serve para reembolsar ao segurado a indenização à qual ele estiver obrigado a pagar, judicial ou extrajudicialmente, em consequência de danos corporais e/ ou materiais involuntários causados a terceiros. “Nosso diferencial implica no fato de termos desenvolvido um produto específico para as locadoras de automóveis. O cliente paga o seguro por meio de fatura mensal, eliminando o custo de apólice nas movimentações”, afirmou. Outra vantagem é que toda a movimentação é feita via internet, por meio do site da Segplus, proporcionando mais conforto, praticidade e, mais importante, segurança na operação. As locadoras arcam apenas com a franquia, em caso de sinistro, quando contratada. “Ou seja, o seguro implica numa segurança importantíssima, que na prática elimina o risco de uma locadora ter de arcar com uma quantia muito alta, quando obrigada a indenizar um terceiro em consequência de danos corporais ou materiais”, explica Figueiredo. Dependendo da dimensão do sinistro, um acidente deste tipo pode gerar um prejuízo difícil de ser recom-

Informe SINDLOC SP • 135 •

posto pela locadora, principalmente aquelas de pequeno e médio porte. “Tendo o seguro, essa realidade muda, ou seja, a locadora fica muito protegida diante desse tipo de risco”, afirma o diretor da Segplus. A Segplus tem acordo com as principais companhias seguradoras do mercado. “Isso também gera segurança e tranquilidade”, acrescenta Figueiredo. “Apenas para citar algumas, temos a garantia da Sul América, Mapfre, Mitsu, Mutual, Generali e Bradesco”, afirma. A demanda pelo produto está em alta. A responsabilidade civil assumiu um papel de destaque quanto às novas relações jurídicas do mundo moderno, devido ao crescente número de situações que provocam danos às vítimas e ensejam uma necessidade de reparação. “Isso faz com que o produto ganhe ainda mais importância e, como consequência, tem sim sido mais procurado”, ratifica Figueiredo. A Segplus comercializa o seguro desde 1994. “É um produto testado e aprovado. Essa longevidade também é prova da qualidade, da eficiência e da eficácia deste seguro”, acrescenta o diretor. “A empresa também presta consultoria, informando todas as alternativas do mercado segurador, detalhando benefícios e as proteções”, completa Figueiredo. “Estamos próximos do setor de locação não é de hoje. Isso nos dá um diferencial importante para o atendimento personalizado às empresas locadoras. Vale a pena nos consultar”.


Consulte as novas tabelas de preรงos e descontos em uma de nossas concessionรกrias.

Cinto de seguranรงa salva vidas.

Vendas Diretas

Montadoras:

FIAT

RENAULT

TOYOTA

NISSAN

11 3767.2628

11 2900.3046 11 2900.3047

11 5681.0013

11 3619.7005

w w w . g r a n d b r a s i l . c o m . b r



Informe Sindloc 135