Page 65

Meeting of favela meetingofavela.blogspot.com

Quebra de paradigmas, é o que promove o evento Meeting of Favela, popularmente conhecido como MOF, esta ação solidária vem posicionando seu espaço na cena carioca há mais de seis anos, idealizado e organizado pelos grafiteiros Bobi, Bunys, Kajaman, Combo, Next2 entre outros. O evento acontece na comunidade Vila Operária, cidade de Duque de Caxias, na baixada Fluminense do estado do Rio de Janeiro, reunindo um apanhado dos melhores grafiteiros e artistas contemporâneos do Brasil (na última edição tivemos mais de 500 artistas deixando suas criações), sejam eles do meio musical, plástico, entre outras vertentes, realizando, em um só momento um conjunto de manifestações culturais por toda a comunidade. Sendo assim, a comunidade se transforma em um enorme museu a céu aberto, no qual o morador tem total acesso à produção artística que por ali ocorre, ele se torna expectador, repórter, aluno, cúmplice desta grande intervenção com o estreitamento de uma arte qualitativa para o público local. “A cena do graffiti no Rio é bem diferente da de Brasilia, a primeira vez que fui ao Mof, nunca havia ido ao Rio de janeiro, outro clima outras pessoas. O MOF foi um aprendizado muito bom, valeu tambem o contato com a comunidade... E além disso tudo, ver a força do Graffiti, ver Vários Graffiteiros de outros estados indo simplesmente pelo prazer de Fazer graffiti.”, este foi o depoimento do grafiteiro RDoze - DF. Outra possibilidade que o MOF traz é a troca de conhecimento entre os artistas, independente da experiência que tenham, a repertório que cada artista traz consigo, culturalmente falando é um ferramenta fundamental na troca de informações. Um fato curioso, o termo MOF Meeting of favela, é uma criação inspirada em um evento europeu chamado MOS, que significa Meeting of style, porém, a versão brasileira se diferencia por se tratar de um evento aberto aos convidados, que trabalham voluntariamente.

Por: Diogenes Gene Fotos: Clarissa Piveta

Shift in paradigm, is what promotes the event Meeting of Favela, popularly known as MOF, this joint action has been positioning its place in Rio scene for over six years, conceived and organized by graffiti writers Bobi, Bunys, Kajaman, Combo, Next2 among others. The event takes place in the community called Vila Operária, city of Duque de Caxias, Fluminense lowlands in the state of Rio de Janeiro, bringing together a roundup of the best contemporary artists and graffiti writers from Brazil (in the last edition had over 500 artists painting their creations) from the music, fine arts scene, among other areas, performing in a moment a number of cultural events throughout the community. Therefore, the community turns into a huge open air museum, where the resident has full access to artistic production that occurs over there, he becomes a spectator, reporter, student, an accomplice of this great intervention with the narrowing of an art with quality to local audiences. “The graffiti scene in Rio is very different from Brasilia, the first time I went to Mof, had never been to Rio de Janeiro, another mood another people. The MOF is a very good learning, also beacuse you get in touch with the community ... And beyond all this, you see the strength of Graffiti, you see a lot of Graffiti writers from other states going just for the pleasure of Making Graffiti. “, This was the testimony of graffiti RDoze - DF. Another possibility that the MOF brings is the knowledge exchange among artists, regardless of experience that they might have, the repertoire that each artist brings with it, culturally speaking is an essential tool for information exchange. A curious fact is that the term MOF , Meeting of Favela, is a creation inspired by an European event called MOS, which stands for Meeting of style, however, the Brazilian version is different because it is an event open to the guests, who work voluntarily. 400ML 65

400ml - 8°ed  

8# Edição / issue 400ML Graffiti Mag

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you