Page 1

R e v i s t a

UFC chega a Brasília com revanche dos gigantes Pezão e Arlovski três títulos em jogo envolvendo o brasil ainda em 2014

Edição nº 25 | Ano VIII

THOMAS ALMEIDA

Chega invicto ao ufc


2


3


Editorial

O que esperar de um atleta que tem 17 vitórias em 17 lutas e que na maioria delas venceu por nocaute no primeiro round? Esse é o cartel surpreendente do atleta Thomas Almeida, da Chute Boxe, recém contratado pelo UFC. Na nossa reportagem de capa desta edição, você vai conhecer um pouco mais sobre esta fera treinada por Diego Lima, em São Paulo, e que se junta a Felipe Sertanejo e Lucas Mineiro na maior organização de MMA do planeta. Falando em UFC, o segundo semestre do evento no Brasil começa em setembro, aterrissando pela primeira vez na Capital Federal - Brasília, e que traz no combate principal Antônio Pezão e Andrei Arlovski. No Foto Round Girl desta edição, apresentamos a atleta de São José dos Pinhais, Tayane Santos, em um ensaio ao ar livre. Na seção mais antiga da revista - Perfil, você conhece dos expoentes do MMA paranaense: Irmeson Oliveira e Luiz Cado Simon. Além de Renan Barão, que tenta recuperar seu cinturão em agosto, nos próximos meses mais três brasileiros estão envolvidos em luta pelo título no Ultimate, e você confere aqui uma reportagem especial sobre estes duelos. Tem muito mais nas próximas páginas. Boa leitura!


Expediente

Jornalista Responsável / Editor Marcio Roberto Lustosa do Valle DRT/PR N° 6021 jornalismo@primeiroround.com.br Reportagens Marcio Valle Isabely Vieira Keyla Cristiane Equipe de Videos Marlon Augusto Lustosa do Valle Luiz Danilo Ceciliato Fotografia Marcio Valle Larissa Joly Lídia Marques Departamento Comercial Erick Vinicius Santos Andressa Fontoura Côrrea comercial@primeiroround.com.br PRIMEIRO ROUND NA WEB:

Arte Daniela Baumguertner

/primeiroroundmma

3R Paraná Editora

@primeiroround

Webmaster Victor Hugo Carvalho Leite Mídia V7 www.midiav7.com.br


Indice

08

CA

PA

18 UFC

24 round girl


perfil 0 4

VT R P 2 3

42 ufc

52 ensaio

especial


Capa


THOMAS ALMEIDA ////////////////////////////////////////////////////

CHEGA INVICTO AO UFC Atleta da Chute Boxe comemora chegada no evento com 17 vitórias em 17 lutas No dia 22 de julho, Thomas Almeida foi confirmado como novo lutador peso-galo (até 61,2kg) do UFC. Para isso, foi preciso construir um cartel impressionante. Aos 22 anos, o paulista venceu todas as 17 lutas que fez na carreira, sendo 13 delas por nocaute, além de mais quatro finalizações. Em sua última apresentação, em junho deste ano, mandou o também brasileiro Caio Machado à lona ainda no primeiro round, conquistando o título do Legacy Fighting Championship.

Atleta da Chute Boxe, em São Paulo, a revelação brasileira terá a companhia de três grandes amigos no UFC. Felipe Sertanejo e Lucas Mineiro, que fazem parte da mesma equipe, e Charles do Bronx, que eventualmente treina com Thomas, todos ganhando cada dia mais destaque entre os pesos pena (até 66,1kg), e que já trocam experiências com o companheiro sobre o maior evento de MMA do mundo.

“Estou junto deles diariamente e isso é ótimo porque já consigo ter uma noção de como é ser atleta do UFC. Participo da preparação deles para as lutas, sei como funcionam as coisas, a organização impecável, o alto nível do evento, tudo. Eles são meus amigos dentro e fora da academia. Sei que posso Thominhas, como é apelidado, é patrocinado contar ainda mais agora, já que trabalhamos pela MKS Combat Gear, e conviveu nos na mesma empresa”, comemora. últimos dois anos com a expectativa de A natural empolgação pela assinatura assinar contrato com o Ultimate. Mas foi de contrato com o UFC acaba para quando menos esperava que a oportunidade Thomas Almeida quando o assunto é a chegou. “Muita gente me perguntava responsabilidade que o novo desafio na quando eu lutaria pelo UFC, dizendo que já carreira traz. Ciente da diferença técnica estava na hora, e isso me deixava ansioso. com a qual vai se deparar dentro do octógono De um tempo para cá, o Diego Lima e às expectativas em torno dele, o atleta (treinador e empresário) sempre mandava patrocinado pela MKS Combat Gear promete vídeos das minhas lutas para o Sean Shelby ainda mais dedicação nos treinamentos para (matchmaker do evento), mas nunca pintava aumentar a já enorme sequência de vitórias a chance. Para essa última luta, nem pensei na carreira. nisso, deixei rolar naturalmente, e acabou acontecendo”, conta. 9


“Vou lutar onde os melhores caras do mundo estão. Isso é no nível mais alto do MMA mundial. Por isso, vou dobrar minha preparação para estar 110% pronto quando a estreia chegar. Não vou sentir pressão, minha cabeça sempre foi e continua tranquila, sabendo que a dificuldade de lutar no UFC será muito maior do que as que tive até hoje. O nível é mais alto mesmo, mas isso só me estimula a melhorar cada dia mais e mais”, garante Thomas, que ainda não tem data para estrear pelo evento.

10


11


O INÍCIO “Comecei aos 13 anos, no Muay Thai, na academia do (Jorge Patino) Macaco. Meus pais não gostavam da ideia de verem o filho lutando, mas, depois que eles se separaram, mudei de casa e a academia ficava perto. Não tinha como eles me segurarem (risos).

FOCO NA CARREIRA “Por ter começado cedo, sempre vivi do esporte. Antes de começar profissionalmente, pensei em parar e estudar, fiz dois anos de educação física na faculdade, mas não foi além. Um dia penso em voltar à faculdade, mas agora o foco total na carreira”.

SENSAÇÃO DE ESTAR INVICTO “É ótimo, só mostra que estou no caminho certo. Treino muito, me dedico muito para conquistar as vitórias. O trabalho comigo na Chute Boxe - SP é muito bem feito, e por isso estamos tendo sucesso”.

12


ROTINA DE TREINOS “Varia um pouco por causa do calendário de lutas, mas sempre estou treinando em ritmo intenso. Quando não sou eu que estou com luta marcada, são meus companheiros, então tenho que ajudá-los. Os treinos na Chute Boxe - SP são sempre muito fortes, e por isso nossos lutadores estão alcançando grandes resultados”.

ÍDOLOS NO MMA “Gosto muito do estilo de jogo do Edson Barboza e do Cain Velasquez”.

O QUE ESPERAR DE THOMAS ALMEIDA NO UFC “Podem esperar o mesmo lutador agressivo de sempre, que busca sempre a vitória. Vou lutar onde os melhores caras do mundo lutam, é o maior nível de lutas que se tem no MMA, e isso me dá ainda mais motivação para me preparar bem e vencer”.

13


14


MMA NACIONAL “Vejo uma evolução grande de uns anos para cá. Ainda tem muito o que melhorar, mas as coisas estão melhorando. Isso é muito importante para revelar novos lutadores. O MMA brasileiro precisa dessa reformulação, o que natural em todos os esportes. Temos uma nova geração de lutadores muito boa, e a evolução do esporte no Brasil pode ajudar ainda mais nesse sentido”.

15


16


17


UFC

18


UFC chega a Brasília com revanche dos gigantes ////////////////////////////////////////////////////

Pezão e Arlovski // Fotos: Gáspar Nobrega / Inovafoto

19


20


O Ultimate Fighting Championship inicia os eventos do segundo semestre no Brasil com uma revanche de gigantes em Brasília. No dia 13 de setembro, os fãs brasilienses poderão acompanhar de perto o maior evento de MMA do mundo. O Ginásio Nilson Nelson recebe o UFC FIGHT NIGHT COMBATE: PEZÃO vs. ARLOVSKI, que terá como luta principal a esperada revanche entre o brasiliense Antônio Pezão e o excampeão do UFC Andrei Arlovski, além de outras 10 lutas.

Duelo de gigantes no Nilson Nelson

Os fãs brasilienses poderão acompanhar de perto uma batalha de até cinco rounds entre dois gigantes pesos pesados: o 4º no ranking da categoria Antônio Pezão,e o ex-campeão do UFC Andrei Arlovski (15º colocado), em um acerto de contas esperado desde 2010. Naquele ano, o brasileiro e o bielorusso duelaram por três rounds no extinto Strikeforce, e o brasiliense radicado na Paraíba saiu vitorioso na decisão unânime dos jurados.

21


“Fiquei muito feliz em ser convidado para estar neste card. É a primeira vez que luto pelo UFC no Brasil, e ainda mais na cidade onde nasci, com todos torcendo por mim”, comemora Antonio “Pezão”. Mesmo sabendo que a torcida irá empurrar o brasileiro para mais uma vitória, o “Pitbull” não se intimida e planeja não “esperar” pelos jurados: “Dessa vez, não vou deixar a luta ir para o último round”.

22


Na luta co-principal da noite em Brasília, o brasileiro com

Card Principal

maior número de lutas pelo UFC Gleison Tibau enfrentará

Peso-pesado

o polonês Piotr Hallmann,

Antônio Pezão x Andrei Arlovski

pelos pesos leves. Também

Peso-leve

pelo card principal o fã poderá acompanhar: o vencedor do The Ultimate Fighter Brasil 2 Leo Santos entra no octógono contra Lukasz Sajewski; o duelo Brasil x Argentina com Wendell Negão encarando Santiago Ponzinibbio; Iuri Marajó em busca da terceira vitória seguida contra Russell Doane; e a brasileira Jessica Andrade enfrentando a canadense Valerie Letourneau. No card preliminar, Godofredo Pepey, Igor Araújo, Francisco Massaranduba, Paulo Thiago e Rani Yahya representam o Brasil em duelos contra quatro americanos e um mexicano.

Gleison Tibau x Piotr Hallmann Peso-leve Léo Santos x Lukasz Sajewski Peso-meio-médio Wendell Negão x Santiago Ponzinibbio Peso-galo Iuri Marajó x Russell Doane Peso-galo Jéssica Andrade x Valerie Letourneau

Card Preliminar Peso-pena Godofredo Pepey x Dashon Johnson Peso-meio-médio Igor Araújo x George Sullivan Peso-leve Francisco Massaranduba x Efrain Escudero Peso-meio-médio Paulo Thiago x Sean Spencer Peso-galo Rani Yahya x Johnny Bedford

23


24


Foto ////////////////////////////////////////////////////

Round Girl Tayane Santos

// Fotografia e edição: Marcio Valle 25


//Atleta: Tayane Santos //Equipe: Punhos de Aço Gym //Cidade: São José dos Pinhais/PR //Graduação: Vermelha //Idade: 21 anos

26


27


28


Tayane Santos se espelha na americana Ronda Rousey, ex-judoca e lutadora de MMA que foi a primeira campe達 pesogalo Feminino do UFC.

29


30


31


PRVT


Paraná Vale-Tudo: ////////////////////////////////////////////////////

A nova velha força do estado do Paraná Gilliard Paraná volta as raízes para construir uma equipe competitiva em Curitiba

Com sede no Rio de Janeiro, a PRVT, que começou os trabalhos em Curitiba, estava nos últimos anos um pouco esquecida no cenário paranaense. Apenas Saulo Eduardo, braço direito de Gilliard no estado do Paraná, comandava uma equipe pequena na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba.

Com a contratação do novo supervisor de Quem acompanha os eventos em Curitiba e Jiu Jitsu da equipe, a PRVT começou um região nos últimos dez anos, deve associar a processo de voltar onde fincou raízes no Paraná Vale-Tudo (PRVT) como uma equipe início da equipe. pequena, de atletas guerreiros que não Roberto Castro “Batata”, passou alguns escolhem adversários, mas que geralmente anos comandando o Jiu Jitsu da Chute Boxe. eram, em sua maioria, derrotados e que O primeiro professor de Gilliard Paraná, eram escolhidos a dedo por promotores para hoje é contratado da PRVT. E pediu ao fazer cartel de atletas de equipes maiores. líder da equipe mais atenção aos atletas A novidade é que esta prática ficou no paranaenses, como explica o líder da equipe: passado. “Quando trouxe pra trabalhar comigo o Hoje, ano de 2014, a equipe, liderada pelo Roberto Castro “Batata”, ele me pediu para mestre Gilliard Paraná, está nos maiores olharmos com mais atenção a equipe em eventos do Brasil e também no exterior, vem Curitiba. Como no Rio de Janeiro as coisas conquistando vitórias expressivas por onde estavam acontecendo desde que fundamos passam e participa do maior evento de MMA do a filial por lá, eu não tinha mais tempo de planeta: O UFC, com a atleta Jéssica Andrade vir pra cá. Mas agora, trouxemos a Jéssica “Bate-Estaca”, primeira mulher brasileira a Andrade para fazer o camp para o UFC em subir no octógono da organização. Brasília na cidade e com isso, estou reestruturando a equipe por aqui”.

33


Gilliard Paraná comenta planos e expansão da equipe: “Estamos fomentando professores e organizando as sedes e treinos. Temos três academias em São José dos Pinhais, uma no Capão da Imbuía, Água Verde, Colombo e Jardim das Américas. Teremos treinos de Jiu Jitsu todos os dias as 12:30 horas. Treinos de MMA profissional as 15 horas. Estamos formando um time de MMA aqui pra ninguém botar defeito. Em uma semana já agreguei 100 pessoas para a equipe”. Entre os atletas que estão despontando no cenário do MMA profissional, além da atleta do UFC Jéssica Andrade, a PRVT conta com Sérgio “Kreator” Souza, que recentemente nocauteou Daniel Acácio no The Hills Fighters, no Rio Grande do Sul, Alisson Vicente, que em sua volta para a equipe conquistou uma importante vitória no Circuito Talent, sobre Fernando Santo Forte, com uma finalização, atleta que era o número 1 da categoria no Ranking Nacional. Outro atleta recém contratado pela equipe é Eliézer Ninja. Outros nomes fortes da equipe atualmente são Ricardo Hulk, Adriano Latino e Daniel Oliveira. Com esses números, Gilliard tem o ambicioso plano de se tornar, nos próximos anos, em uma das maiores equipes do estado:

“Voltamos para ser uma das maiores equipes do Paraná em um ano já vamos estar incomodando. No Brasil, já estamos no TOP 10 há dois anos no Ranking Nacional desde que o ranking existe. Queremos ser a Número 1 de Curitiba e não estamos medindo esforços pra isso”.

34


Eventos Além da equipe totalmente reestruturada em Curitiba, Gilliard Paraná não pretende ficar apenas nessa área. O líder da PRVT pretende investir em eventos. E já sabe por onde começar: “Paralelamente a isso, vou começar a mexer com eventos. Comprei três octógonos, vou fazer eventos no Rio, em Curitiba, em Santa Catarina e interior do Paraná. Sempre lutamos contra os melhores, nunca escolhemos adversários, e antigamente, nem ingressos a gente vendia, só nos preocupávamos em lutar. Hoje, ja vendemos 100 ingressos quando os atletas lutam aqui, na Copa Striker´s House, por exemplo. Muitos caras me procuram, eu ofereço meus melhores atletas e eles recusam. Aí fico fácil fazer cartel. Mas não vou mais sofrer com isso, vou fazer meus eventos agora, em parceria com o Macaris em São José dos Pinhais, em Santa Catarina, com a Karina, que é minha sócia, do Imbituba MMA. Montamos a Liga Paranaense de Muay Thai, fundada lá em Cascavel. Pegamos o exemplo da Liga Carioca de Muay Thai, do Flávio Almendra”. 35


Time Feminino Gilliard Paraná está investindo pesado no MMA feminino. Com Jéssica

Andrade

no

UFC

e

várias meninas a caminho da profissionalização no esporte, a PRVT quer ser referência também no esporte entre as mulheres: “A exemplo da campeã Ronda Rousey, que tem as “cavaleiras” dela lá nos Estados Unidos, em Curitiba a Jéssica também vai ter um time feminino a disposição. Estamos

com

várias

atletas

aqui, como a Thaisa Gasparoto, Quelli Cristina, Princesa Inka, Palominha, Jade, entre outras. Temos 10 meninas, três que vão estrear no MMA amador e sete no profissional ainda este ano”, comenta o mestre.

Jessica Andrade vs. Valerie Letourneau UFC Fight Night 51: Bigfoot vs. Arlovski 2 Sábado, 13 de setembro de 2014 Ginásio Nilson Nelson Brasília / DF - Brasil

36


Inovação PRVT Patrócínio para atletas Quando se fala em patrocínio para atletas, dá pra imaginar diferentes marcas e nicho de mercado apostando no esporte. A PRVT está começando a oferecer patrocínio a alguns atletas: “Já estamos patrocinando a Thaisa (Gasparoto) e a Quelli (Cristina), alunas do Saulo. Em breve vamos patrocinar mais atletas nossos”, comenta Paraná. “Algumas pessoas estranharam eu sair do Rio e vir fazer o camp da Jéssica Andrade aqui em Curitiba. Mas no Rio, não tem atleta mulher e lá os caras a maioria são tudo pesados. Aqui a Jéssica consegue responder a altura e os Sparrings conseguem bater nela que não vai ser aquela desigualdade que é no Rio. Ela está se sentindo bem a vontade aqui e sempre me diz que está melhor do que lá no Rio. Aqui está espetacular, ela pode sair na mão de igual pra igual”. garante Gilliard Paraná, que comenta que a realização do camp da atleta em Curitiba faz parte da reestruturação da equipe na cidade.

Tem três lutas no UFC. Foi derrotada na estreia para Liz Carmouche, mas se recuperou vencendo Rosi Sexton e Raquel Pennington. Valerie Letourneau é canadense, natural da cidade de Montreau. Tem seis vitórias e três derrotas na carreira. Estreou no UFC com vitória em junho deste ano frente a Elizabeth Philipps.

Paraná comenta sobre o duelo: “Assistimos a luta dela, porque o Sean Shelby já tinha falado que lutaríamos com a vencedora. Ela é técnica, mas não tem pegada. E o ponto forte da Jéssica é a pegada, então a estratégia é sair na mão. Deve ser uma grande luta. Ela defende bem as quedas, Natural de Umuarama, no interior do estado do então nem quero que a Jéssica tente derrubar, Paraná, Andrade tem 22 anos, 11 vitórias e três quero que vá pra cima e saia na porrada”. derrotas na carreira. 37


Perf il

Luiz Ricardo Simon

Nome: Luiz Ricardo Simon Apelido: Cado Data de nascimento: 28/11/1992 Idade: 21 anos Signo: Sagitário Altura: 1,84m Peso: 77 Kg Cidade natal: Curitiba Estado civil: Casado Filhos: Não Religião: Equipe: Ogum Team/ Gracie Barra/ Imortal Fight Mestre: Gustavo Paiva e Cristiano Ribas Esporte que pratica: Muay Thai/ Jiu jitsu/ Wrestling Graduação: Estilo musical: Rap Banda favorita: Sabotage Música de entrada no ringue: Nego Drama Animal de estimação: Cachorro Cor: Preto Filme: Rocky Frase: FamÌlia em primeiro lugar Hobby: Odeio: Ficar esperando os outros Adoro: Treinar Livros: Programas de TV: Family Guy Medo: De decepcionar a mim mesmo e a os outros Prato preferido: Pizza Bebida preferida: Suco de Abacaxi Qualidade: Dedicado Defeito: Impaciente Mania: Ídolo: Meu Pai Saudades: Do Brasil Sonho: Não tenho sonhos, tenho objetivos O maior orgulho: Ter chegado aonde cheguei Time: Coritiba Se não fosse lutador...: Não seria nada 38


39


Perf il

40

Irmeson de Oliveira


Nome: Irmeson de Oliveira Apelido: Não tenho Data de nascimento: 19/03/1987 Idade: 27 anos Signo: Nem sei, não ligo pra isso! Altura: 1,61m Peso: 57Kg para lutar, 65Kg normal Cidade natal: Manaus Estado civil: Casado Filhos: Ainda não Religião: Cristo Equipe: Evolução Thai Mestre: André Dida Esporte que pratica: Jiu Jitsu e corrida Graduação: Faixa Preta de Jiu Jitsu Estilo musical: Evangélica Banda favorita: Fernandinho, Toque no Altar Música de entrada no ringue: O Hino e Nova História, do Fernandinho Animal de estimação: Não tenho Cor: Branco e azul Filme: Homens de Honra Frase: “Em Deus tenho posto minha confiança” Hobby: Correr Odeio: Quando o Flamengo perde Adoro: Viajar Livros: Bíblia Programas de TV: Combate e esportes Medo: Morrer Prato preferido: Arroz, feijão, frango grelhado e saladas Bebida preferida: Coca-Cola Qualidade: Verdadeiro Defeito: Ficar mexendo no celular Mania: Ficar balançando as pernas Ídolo: Saudades: Da infância Sonho: UFC, casa própria O maior orgulho: De ter uma FamÌlia Time: Flamengo Se não fosse lutador...: Seria jogador de futebol 41


UFC

TRÊS CINTUR

//////////////////////////////////////

42


RÕES

///////////////

TRÊS TÍTULOS EM JOGO ENVOLVENDO O BRASIL AINDA EM 2014 A Copa do Mundo de futebol pode não ter terminado do jeito que os torcedores brasileiros gostariam, porém o segundo semestre de 2014 reserva algumas emoções para o fã do Brasil nos esportes. No UFC, o Brasil já teve quatro cinturões simultaneamente, mas hoje, o cenário mantém apenas um atleta nacional no topo: José Aldo. Mas o país pode terminar o ano com três títulos, pois até 2015 chegar - três disputas de cinturão estão programadas no Ultimate. O próprio José Aldo coloca seu cinturão em jogo na revanche contra Chad Mendes, luta essa que era pra acontecer em agosto, mas uma lesão afastou o brasileiro da Nova União do octógono. O duelo acontece no dia 25 de outubro, no Ginásio do Maracanazinho, no Rio de Janeiro, no UFC 179. No dia 15 de novembro, Fabrício Werdum vai encarar Cain Velasquez no México. E no dia 6 de dezembro, Vitor Belfort desafia o título de Chris Weidman. Nas próximas páginas, a Primeiro Round preparou uma comparação em números sobre estes três combates e os atletas envolvidos nestas disputas.

43


44


Natural de Manaus, treinando na Nova União, no Rio de Janeiro, José Aldo tem 27 anos e um cartel de 24 vitórias e apenas uma derrota na carreira. Está invicto desde que chegou do extinto WEC, onde já era o campeão, e entrou no UFC já com o título. Foram seis defesas até agora, incluindo contra o próprio Chad Mendes, no UFC 142, no Rio de Janeiro. Chad Mendes é americano, tem 29 anos, tem 16 vitórias e uma única derrota na carreira, pra José Aldo.

UFC 179: 25/10 JOSÉ ALDO VS. CHAD MENDES 2 45


46


UFC 180: 15/11 MÉXICO: CAIN VELASQUEZ VS. FABRÍCIO WERDUM Fabrício Werdum “Vai Cavalo”, tem 36 anos, é gaúcho, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Tem 18 vitórias, cinco derrotas e um empate na carreira. Está invicto há quatro combates. Chocou o mundo ao finalizar a lenda russa Fedor Emelianenko, durante o Strikeforce. Velasquez é americano, tem 31 anos, 13 vitórias e apenas uma derrota na carreira. Derrota essa para Junior Cigano, quando perdeu o cinturão. Depois, na revanche tomou o cinturão do brasileiro e está invicto desde então.

47


Belfort é carioca, 37 anos, 24 vitórias e 10 derrotas na carreira. Luta profissionalmente desde 1996. Na história recente do UFC, em oito lutas, só foi derrotado duas vezes, para Jon Jones e Anderson Silva. Está invicto há três combates e conseguiu a liberação da Comissão Atlética de Nevada para disputar o título nos Estados Unidos. Chris Weidman é americano, tem 30 anos, 12 vitórias em 12 lutas. Está invicto. Já derrotou os brasileiros Demian Maia, Anderson Silva e Lyoto Machida. Chocou o mundo ao derrotar o até então campeão por duas vezes.

UFC 181: 06/12 LAS VEGAS: CHRIS WEIDMAN VS. VITOR BELFORT: 48


49


50


51


Ensaio Especial

///////////// 52


M a r iana M a r t y

//////////////////////////////////////// // Fotografia e edição: Marcio Valle 53


//MODELO: Mariana Marty //Idade: 19 anos //Cidade: Curitiba/PR //Ocupação: Estudante

54


55


56


57


58


59


60

1º Round - Edição 25 - Agosto,2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you