Page 12

hora h

foto divulgação

beleza

O cOnsumO de OrgânicOs, que já está mais cOmum na alimentaçãO, agOra se estende para linhas de cOsméticOs e maquiagens

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva), a produção agrícola brasileira ocupa o primeiro lugar no ranking mundial em uso de agrotóxicos, e centenas de estudos já associaram alguns tipos de câncer à exposição aos controladores de pragas. Dito isso, assistimos os alimentos orgânicos tomarem um espaço cada vez maior nas prateleiras das principais redes de supermercados do país – uma vitória. Mas, agora, chegou a vez de se preocupar com os demais produtos que também contêm ingredientes vegetais carregados de pesticidas, como as maquiagens e cosméticos. Acnes, alergias, manchas, inflamações e coloração amarelada são alguns dos riscos corridos ao expor a pele a agrotóxicos. Pensando nisso, surgiram marcas preocupadas em desenvolver maquiagens de procedência natural, orgânica, sem químicos sintetizados, sem elementos de origem animal e sem testes em animais. Baims, Bioart e Simple Organic são algumas das marcas nacionais que se preocupam com o que as usuárias e usuários estão passando na pele. Além disso, a Baims procura explicar de onde cada substância é extraída e para que serve cada uma; a Bioart tem como lema a maquiagem não só como maquiagem, mas como nutrição para a pele, e a Simple Organic foca na utilização de

12 | 29HORAS | Julho 2017

foto joão paulo santos

BELEZA NATURAL À esq., as embalagens em bambu da Baims; à dir., maquiagens e cremes da Simple Organic, ambas marcas de orgânicos

embalagens sustentáveis e oferece uma linha de cremes, hidratantes e máscaras faciais. Segundo o Food Marketing Institute (FMI) dos Estados Unidos, um produto natural é aquele proveniente da natureza, havendo pouco processamento – se houver – e ausência de conservantes, corantes, estabilizantes, óleos hidrogenados e emulsificantes. Já um produto orgânico, ainda segundo o FMI, diz respeito principalmente ao processo de produção, que deve fazer uso responsável do solo, da água, do ar e demais recursos naturais e não utilizar substâncias que coloquem em risco a saúde humana e o meio ambiente, como pesticidas sintéticos, sementes transgênicas e fertilizantes à base de petróleo. Para verificar se as maquiagens são naturais e orgânicas, existem empresas certificadoras que investigam as plantações e as fontes de cada matéria-prima utilizada para produzir cada produto, além de garantir as boas condições de trabalho. As certificadoras mais conhecidas no Brasil são a ECOCERT, francesa, e a IBD, grupo nacional. Infelizmente os produtos não precisam ser constituídos 100% de matéria-prima vegetal de origem orgânica para receberem o selo de produto orgânico. Cada certificadora possui suas próprias normas e delimita uma porcentagem mínima de naturais e orgânicos para os produtos. A.J.C.

revista 29HORAS - ed. 93 - julho 2017  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no aeroporto de Congonhas. Capa: Pedro Andrade

revista 29HORAS - ed. 93 - julho 2017  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no aeroporto de Congonhas. Capa: Pedro Andrade