Page 90

>viagem

para quem a Virgem Maria teria aparecido em 1830 aí mesmo, na capela. Vale o astral! A história de Santa Catarina Labouré é impressionante; seu corpo está preservado sob o altar da igreja há décadas e – incrível – mantém-se intacto. Na esquina mais próxima à igreja, ainda na Rue de Bac, encontra-se uma das grandes referências da gastronomia parisiense, a Grand Épicerie de Paris: um misto de fromagerie, supermercado, brasserie, enfim, um local que o deixará maravilhado. E se você não se controlar... Bem, passada esta primeira grande experiência, recomendamos um pit-stop em algum pequeno bistrô do bairro, que pode ser o L’Epi Dupin”, na Rue Dupin, 11 (tel.01-42 22 64 56). Fica ao lado da Grand Épicerie e tem excelente relação custo-benefício. Opte pelo prato do dia. À tarde, caminhe pelos bulevares que cortam Saint Germain. As vitrines são tentadoras – tudo fica mais bonito em Paris. Descansados e ambientados vamos ao nosso 2º dia. Levante-se e vá a uma boulangerie nos arredores para seu café da manhã. Siga os franceses recém-saídos de seus apartamentos: eles mostrarão o caminho para uma excelente baguete ou croissant. Sugerimos a Boulangerie Poilane, na Rue Du Cherche-Midi, 8. Deliciosa.! Para começar a sentir a vibração de Paris, siga pelo rio Sena até as proximidades do Arco do Triunfo e venha des-

90 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2010

cendo a pé pela nobreza do Champs Elysées. Siga para obter fotos incríveis e ver lojas chiquérrimas na Avenue Montaigne: lá você encontrará a verdadeiramente alta costura francesa, encimada por Dior. Fica na avenida também o famoso hotel Plaza Athenée. Puro luxo.

Para continuar curtindo todo esse glamour durante o almoço, sugerimos uma esticada ao famoso Bar des Theatres (Avenue Montaigne, 6) – que, segundo nosso querido Selim Nigri, é onde se come o melhor steak tartar da cidade. Além de toda a referência, e e em que pese a localização hiper privilegiada, o custo do prato de tartar é honestíssimo, apenas 15 euros. Feita a boquinha, volte ao Champs Elyseés, siga na direção Place de La Concorde e entre no Ladurée (Avenue des Champs Elysées, 75) – que desde o início do século 20, então na Rue Royale, é a melhor casa de chá de Paris – e coma, com um cafezinho, um dos melhores macarrons que você já provou em toda a sua vida. Imperdível. Eles também têm lojas tradicionais em Mônaco, Tóquio e Londres. Para o final do dia ou até mesmo para encerramos este dia intenso sugerimos uma paradinha no famoso Café de Flore, em pleno Boulevard Saint Germain, local hiper-tradicional que da década de 1920 até o final do século passado foi o ponto de encontro de intelectuais e artistas de todo o

revista 29HORAS - ed.13 - novembro 2010  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Capa: Uma Ode a Congonhas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you