Page 36

hora h

hora livre luiz toledo

Democracia envelhece De volta à escola. De volta às urnas. De volta ao passado. entrava e saía correndo, não entro mais. Mas até aí tudo bem, dos males o menor. O problema é que não apenas crescemos. À medida que fui encontrando meus antigos colegas de classe, o bichou pegou. Os antes meninos hoje são homens – um pouco mais ou um pouco menos do que isso, dependendo do ponto de vista. A maioria tem cabelos brancos, e essa é a boa notícia: muitos nem cabelo têm. Com raríssimas

exceções, são todos barrigudos. A musa do vôlei, objeto de desejo de toda a escola, sempre com seu indefectível shortinho vermelho, é hoje uma avó que lobo mau nenhum conseguiria encarar (mudei o esporte e a cor do shortinho para tentar poupá-la). O tempo parece ser ainda mais implacável com as mulheres. A única que escapou ilesa dessa batalha das décadas é a Cynthia.

Encontrei-a enquanto eu descia a escadaria da escola (pelos degraus e não mais pelo corrimão, como antigamente). Ela continua jovem, loira e linda. Mas não me reconheceu e insistia não se chamar Cynthia. Na verdade, seu nome é Fabiana e, no apogeu dos seus 16 anos, estava votando pela primeira vez para presidente. Era a filha da Cynthia. yestoledo@gmail.com

divulgação

Meu domicílio eleitoral é numa escola, no bairro onde nasci e me criei. Portanto, no meu caso, votar significa voltar ao passado. Uns 40 anos pelo menos. Não vou revelar meu voto, mas farei algumas revelações sobre essa minha volta no tempo. A primeira é de que tudo encolheu: a fachada do colégio, a sala de aula, o quadro-negro virou um quadrinho. E verde. Nas carteiras, onde eu

36 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 novembro de 2010

revista 29HORAS - ed.13 - novembro 2010  
revista 29HORAS - ed.13 - novembro 2010  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Capa: Uma Ode a Congonhas