Issuu on Google+

JORNAL

Editor: Antônio Claret Guerra ANO XXIX - Nº 321

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL 01 a 30 de janeiro de 2014 www.mgturismo.com.br

MG TURISMO

O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais facebook.com/antonio.c.guerra.1

twitter.com/JornalMGTurismo

A beleza da iluminação de Natal da Praça da Liberdade Inauguração contou com a presença do governador Antonio Anastasia e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Dinis Pinheiro

O presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro (PP), participou da inauguração das luzes de Natal da Praça da Liberdade, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ao lado do governador Antonio Anastasia, ele afirmou que o momento é de reflexão por um futuro melhor, de paz, alegria e amor. “Esta praça simboliza nossa história de liberdade e justiça. Vamos buscar inspiração no espírito natalino para que possamos construir uma sociedade mais cristã, mais tolerante, mais fraterna”, conclamou. O governador explicou que as cores da iluminação (verde, azul e branco) fazem referência à Copa do Mundo e à paixão dos brasileiros pelo esporte. “Belo Horizonte vai sediar seis jogos. Trata-se de uma oportu-

nidade única para que nossa cidade fiquei ainda mais internacional”, disse Anastasia. A inauguração das luzes foi feita ao som do Coral da Associação Recreativa e Cultural dos Empregados da Cemig (Gremig), com a presença de Papai Noel. Até 6 de janeiro, mais de 1,5 milhão de microlâmpadas, 20 mil metros de mangueiras luminosas e 4 mil figuras luminosas vão ficar acesas. Outro destaque são os mil tubos snow fal l, luzes azuis que simulam a queda de neve nas árvores. Segundo o governo do Estado, a decoração foi concebida de forma que os arranjos possam ser contemplados tanto durante o dia quanto à noite. Além do presidente da Assembleia e do governador, participaram da solenidade na Praça da Liberdade o vice-governa-

FOTOS DIVULGAÇÃO

As cores da iluminação (verde, azul e branco) fazem referência à Copa do Mundo e à paixão dos brasileiros pelo esporte

dor do Estado, Alberto Pinto Coelho; o prefeito em exercício de Belo Horizonte, Délio Malheiros; e o presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Djalma Bastos de Morais. Foi inaugurada também a iluminação do Palácio da Inconfidência, sede da As-

O governador Antônio Anastasia ao lado do Papai Noel, na inauguração das luzes de Natal da Praça da Liberdade

sembleia Legislativa de Minas Gerais, e da Praça Carlos Chagas, conhecida como Praça da Assembleia. As 300 vozes da Cantata de Natal, em sua sétima edição, deram início às comemorações organizadas pela Assembleia, que incluem a Vila do

Papai Noel (uma exposição com três mil papais noéis de 90 países) e show com fogos de artifício. Houve ainda a chegada do Papai Noel e seus auxiliares em carros decorados. A praça foi palco de uma decoração especial, toda feita de material reciclável.

Deputado Dinis Pinheiro na inauguração de Natal


2

M

I

N

A

S

G

E

R

A

Minas renova acordo com a região francesa de Nord-Pas de Calais Governador Anastasia assinou documento de renovação da parceria , cujo objetivo é ampliar o relacionamento entre mineiros e franceses A cada dia, Minas Gerais amplia as relações internacionais e estabelece parcerias que geram resultados positivos para a população. Por isso, aconteceu, em Belo Horizonte, o 3º Fórum de Atores, encontro de técnicos de diversas áreas de Minas Gerais e da região francesa de Nord-Pas de Calais, com o objetivo de construir uma agenda de trabalho de interesse mútuo. Durante a abertura do evento, no Centro Cultural BB, o governador Antonio Anastasia e a vicepresidente do Conselho Regional da Cidadania, Relações Internacionais e da Cooperação Descentralizada, Majdouline Sbai, assinaram acordo de renovação da cooperação entre Minas Gerais e Nord-Pas de Calais, estabelecido em 2009. Anastasia destacou que a renovação do acordo irá permitir um intercâmbio cada vez mais próximo, com grandes vantagens e consequências positivas para os dois lados. “Somos hoje o exemplo para as relações entre a França e o Brasil. Esse acordo que temos, já tradicional, está servindo de parâmetro para as demais regiões da França. Isso, é claro, nos impõe mais responsabilidade, nesse momento que esse acordo se fortalece na área do meio ambiente, da cooperação universitária, dos pesquisadores e da cultura”, disse o governador. O Fórum reúne um público de 40 franceses e 60 mineiros para avaliar as ações executadas e em curso, e para definir os próximos passos da cooperação. As discussões são realizadas em torno de quatro grupos de trabalho: Mineralogia, Cultura e Patrimônio, Meio Ambiente e Pesquisa e Ensino Superior e Inovação. Para a representante da região de Nord-Pas de Calais, Majdouline Sbai, Minas Gerais é um dos estados mais desenvolvidos no Brasil e a renovação da parceria é importante para proporcionar mais crescimento. “Vamos aumentar ainda mais a amizade e parceria com Minas Gerais nas diversas áreas, ampliar o relacionamento e estreitar os laços em prol do bem comum”, afirmou Majdouline. “A cooperação entre Minas Gerais e a região de Nord-Pas de Calais é fundamental e tenho certeza que ainda teremos nesse rela-

FOTO GIL LEONARDI

Anastasia destacou que a renovação do acordo terá grandes vantagens e consequências

cionamento, certamente, não só resultados cada vez mais concretos, mas frutos de uma amizade que, no passado, levaram os primeiros mineiros desse Estado a terem seus sonhos de liberdade exatamente com base nos ideias dos franceses quando deram os primeiros passos pela igualdade, fraternidade e liberdade, ideais esses que estão insculpidos igualmente na história de nosso Estado”, ressaltou o governador Anastasia. Na abertura do Fórum, a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) iniciou oficialmente a elaboração do Plano de Energia e Mudanças Climáticas de Minas Gerais, projeto fruto da cooperação com Nord-Pas de Calais. O início foi marcado pela assinatura de acordo tripartite entre a Feam, Ademe (Agência Francesa de Meio Ambiente e Energia) e a região de Nord-Pas de Calais. O governo regional de NordPas de Calais investiu cerca de 245 mil euros para a elaboração do plano, que será desenvolvido pela Enviro Consult. Trata-se de uma empresa de consultoria francesa que possui expertise internacional na elaboração de planos climáticos. Os trabalhos têm duração prevista de 20 meses. As etapas serão acompanhadas pela Gerência de Energia e Mudanças Climáticas da Feam e preveem, além da realização de um diagnóstico de vulnerabilidades regionais no contexto das mudanças climáticas, a realização de workshops, a fim de ouvir diversos setores econômicos para a elaboração de cenários e das propostas de políticas públicas a serem implementadas. Cooperação

A cooperação com a região francesa é, atualmente, a mais ativa do Estado dentre as parcerias com governos locais estrangeiros e vem apresentando produtos em todas as áreas de interesse elencadas pelas partes. Somente em 2011 e 2012, foram captados cerca de 1,3 milhão de euros para os próximos três anos, oriundos dos parceiros e de fontes externas, para a mobilidade acadêmica e desenvolvimento de projetos relevantes entre as partes, como a elaboração do Plano de Energia e Mudanças Climáticas. Em maio , o Governo de Minas formalizou, na sede da Agência Francesa de Desenvolvimento, em Paris, parceria tripartite entre o Governo de Minas, a AFD e a região de Nord-Pas de Calais. Por meio do Memorando de Entendimento, a AFD aportou 100 mil euros (a fundo perdido) para atividades de cooperação técnica entre Minas Gerais e atores franceses em cinco eixos, três dos quais terão envolvimento direto da região de Nord-Pas de Calais. As negociações para o acordo foram iniciadas no ano passado, durante a reunião da Rio+20. As áreas são mobilidade urbana, a elaboração do plano de energia/clima para o território, reconversão das áreas poluídas e degradadas, gestão de resíduos sólidos e desenvolvimento de polo tecnológico e aeronáutico. Na área cultural, também neste ano, foi assinada uma carta de intenções que tem por objetivo a cooperação entre as duas regiões (Minas Gerais e Nord-Pas de Calais), buscando a descentralização da ação pública em matéria cultural. pregabilidade por meio da cultura.

I

S

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

PONTO DE VISTA S E R G I O

N E V E S

Psicologia Prática

Sentes um enorme vazio. Vá comer pois é fome. Vista cansada? Ponha imediatamente em repouso. Quer perseguir seus sonhos? Pois então vá dormir. Olho grande em cima? Saia de baixo e aperte os olhos. Precisa descansar? Então primeiro se canse. Visitas chatas? Caia fora pelos fundos. Levou um pé na bunda? Compre uma almofada de rosquinha. Parentes insuportáveis? Troque de família rápido. Falta de grana? Entre num partido governista. Sente-se muito isolado? Tire toda a fita isolante. Seu time anda por baixo? Mude logo de time. Morte de pessoa querida? Pense, antes ele do que eu. Queda de cabelo? Quando ele chegar ao chão, ele para. Chifre? É como dente. Só dói pra valar quando está nascendo. Dívidas pesadas? Faça como os grandes: dê o cano. Depressão? Tome remédíos para baixar a pressão. Mulher feia? Plástica ou fuga com uma bonita. Dor de cabeça? gelo, muito gelo mesmo. Prisão de ventre? Advogado para pedir o relaxamento. Velhice? Asilo e, adeus...

Bicho Raro

Há bichos que não tem turma, não gostam de praias, não saboreiam churrascos, nem apreciam rock, nem bandas, nem duplas sertanejas. E que não amam cerveja e não bebem nem whisky, nem vinhos. Nem finos, nem grossos... Mas que bichos raros serão esses ? Que cara, qual cara poderás ser assim ? Confesso, este cara sou eu !

O justo e o injusto

Justiça Municipal, Justiça Estadual e Justiça Federal. E Justiça Superior e Justiça Suprema. Justiça Civil, Justiça Esportiva, Justiça Militar e Justiça Penal. Mas com tanto aparato, muita, muita injustiça. Quase sempre.

Nada de acabar

Entra ano, sai ano e o anúncio oficial nos chega com orgulho e espalhafato, por todas as mídias possíveis. O desmatamento da Amazônia - tanto legal, quanto ilegal, tanto da legal, quanto da ilegal - está sempre diminuindo, nunca acabando. Afinal o que estará efetivamente e realmente se reduzindo... A grande mata ou o enorme, constante e incompreensível e irreprimido desmatamento? Que em grande parte já devastou gigantescas áreas da maior floresta do planeta, patrimônio da humanidade e pulmão do mundo.

Natal é festa

Preferencialmente clubística, mas familiar, cheia e plena de Papais Noel e de Mamães Noelias. Assim devem ser as celebrações natalinas. Dada a espiral inflacionária, desejamos que o caro Papai Noel não lhe custe caro. E que o Ano-Novo lhe seja zero, novinho em folha e lhe seja leve. sergioneves@globo.com


3 CÉU DE BRIGADEIRO

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

ANTÔNIO CLARET GUERRA

Cruzeiro O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, recebeu no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, a equipe do Cruzeiro, campeã brasileira de 2013. O governador entregou ao goleiro Fábio, capitão da equipe, uma placa comemorativa, e recebeu dele uma camisa da equipe campeã.

Medalha Calmon Barreto FOTO CARLOS ALBERTO

O goleiro Fábio exibindo o troféu

FOTO WELLINGTON PEDRO

Governador Anastasia recebendo camisa Oficial da equipe campeã

O vice-presidente administrativo e financeiro da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Anderson Rocha, foi agraciado pela Secretaria Estadual de Turismo com a Medalha Calmon Barreto. A solenidade de entrega aconteceu no Teatro Municipal de Araxá. Para o vice-presidente, essa homenagem é o resultado do comprometimento da CDL/BH com o fortalecimento do turismo mineiro. “A rede do turismo é muito ampla e engloba vários segmentos da economia como, transporte, hotelaria, alimentação, e o comércio desempenha um papel de grande importância neste ciclo” explicou Rocha. A Medalha Calmon Barreto foi instituída em 1999, pela lei 13.371, com o objetivo de homenagear personalidades, empresas, instituições, associações e representantes de segmentos diversos, que, de alguma forma destacaram-se por suas atuações em prol do desenvolvimento

FOTO DIVULGAÇÃO

Anderson Rocha, vice-presidente

das atividades culturais e turísticas de Minas Gerais, contribuindo para o fortalecimento do segmento no Estado. A solenidade de condecoração é realizada anualmente e faz parte das comemorações do aniversário do município de Araxá. O nome da Medalha é uma homenagem ao artista plástico nascido em Araxá, que se destacou por suas obras como desenhista, pintor, escultor, e escritor.

claret.mgturismo@uol.com.br

Kimpton Hotels A Kimpton Hotels & Restaurants, coleção pioneira no conceito boutique nos Estados Unidos, anuncia como representante comercial para o mercado brasileiro a Connectworldwide, uma gigante em vendas globais, marketing internacional e relações públicas para hotéis, destinos e empresas do turismo. A gestão em vendas da Kimpton Hotels & Restaurants no Brasil seguirá sob o comando de Eduardo Genekian, com 14 anos de experiência na indústria do turismo e agora diretor regional da Connectworldwide Brasil, ou CWW Brasil. Genekian dará continuidade ao trabalho de vendas que vem desenvolvendo,

RAFAEL LOBATO

Alex Garcia, diretor da vendas e Eduardo Genekian, diretor do Kimpton Hotels & Restaurants para o Brasil

além de incorporar e desenvolver vendas e marketing de novos clientes que já expressaram interesse no Brasil. As ações da área de relações com a mídia e atendimento em assessoria de imprensa ficará à cargo da agência Press Pod, que passa a ser a assessoria de imprensa da CWW Brasil.


4

N

A C

I O

N

A

Hotel Luzeiros em Fortaleza (CE)

O Hotel Luzeiros Fortaleza (foto) é o primeiro hotel design do Ceará e seduz pela qualidade. É a mais completa tradução da famosa hospitalidade cearense e recebe seus hóspedes da forma mais cordial e hospitaleira possível. Localizado à beira-mar, o Hotel Luzeiros ocupa uma posição privilegiada na orla de Fortaleza.

Moderno, bonito e imponente, é de onde se descortina a mais bela vista da enseada do Mucuripe. É um dos hotéis mais completos da cidade, aliando funcionalidade, bom gosto e alto padrão de atendimento. São Luís do Maranhão também já conta com uma bela unidade do hotel Luzeiros com excelente localização.

Mercado Central de Fortaleza

Os visitantes podem encontrar no Mercado Restaurantes oferecem comidas típicas nordestiCentral (foto) artigos em couro (sandálias, sapa- nas. Escadas, rampas e o elevador facilitam o tos, chapéus, bolsas e malas), rendas e bordados acesso do público aos andares superiores. O Mercado Central de Fortaleza é o maior em roupas e em peças de cama, mesa e banho, rendas de bilro, camisetas, lembrancinhas como mercado do Nordeste, sendo uma forma de cemini-jangadas, bijuterias, jóias em ouro e artigos lebrar e manter sempre viva a rica história do Mercado Central que acompanhou e ainda para decoração. Os produtos regionais que encantam o paladar acompanha a história de Fortaleza. Visitá-lo é tornar-se também um personagem dos turistas como cachaça, licores, castanha e doce de caju, também estão à venda no mercado. desta história.

O Mercado Cenral de Fortaleza recebe diariamente milhares de visitantes

L

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

DESCOBRINDO SÃO PAULO A M A D E U

C A S TA N H O

Ano Novo Chinês em fevereiro

Em nenhuma outra cidade brasileira se encontra uma diversidade étnica tão grande como em São Paulo. Um dos resultados disso é a cidade ter populações com raízes em outros países maiores do muitas cidades nesses mesmos países, como no caso das colônias japonesa, libanesa, síria, coreana e daí por diante.Outro é a enorme variedade de restaurantes que oferecem comidas típicas, da armênia à vietnamita, sem esquecer a marroquina, a indiana, a coreana, a sérvia, a suíça, a tailandesa, a peruana, a grega, a boliviana, a colombiana, a argentina, são dezenas de opções e centenas de restaurantes. Dos italianos, portugueses e espanhóis, então, nem se fala, tamanha a variedade. Nesses casos, o foco deixa de ser nacional e passa a ser comida regional. Um outro reflexo é nos bairros, nos quais basta fechar os olhos para poder imaginar que se está noutro pais só de ouvir os habitantes conversarem entre si. Um dos mais típicos é a Liberdade, o bairro oriental de São Paulo, que tem comércio, restaurantes, decoração e até iluminação pública típicos. É lá que acontece nos dias 1º e 2 de fevereiro a festa que comemora a entrada do Ano Novo Chinês, que este ano festeja a entrada do Ano do Cavalo. Para os chineses, 2014 será uma época boa para fortalecer a flexibilidade nos relacionamentos. A comemoração deve reunir mais de 150 mil pessoas atraídas pela culinária e pela diversificada programação cultural, centradas na Praça da Liberdade e a rua Galvão Bueno. Nos dois dias são apresentadas diversas manifestações da cultura do país oriental, como as tradicionais danças do dragão e do leão, lutas marciais, atrações musicais e até mini-aulas de mandarim e feng shui. Além disto, barraquinhas nas ruas irão permitir que os visitantes tenham contato com um pouco da culinária, artesanato e outras atrações da cultura da China.

Turismo em copos

Quem desejar conhecer uma lado divertido e diferente de São Paulo passou a contar no ano passado com uma nova opção: o turismo de bares. É uma opção noturna, mais agitada e bem mais etílica do turismo de comida de boteco, que é uma concorrida opção nas tardes dos finais de semana. Boa oportunidade de fazer novas amizades e de conhecer os principais bares de uma cidade, além de sinônimo de diversão no mundo inteiro, o “pub crawl” é um tipo de turismo ainda pouco conhecido pelos brasileiros. O nicho tem muito potencial: segundo a São Paulo Turismo, a cidade deve somar 13,22 milhões de turistas em 2013, 84% brasileiros e 16%, estrangeiros. Uma pesquisa da empresa sobre o perfil de hóspedes de hotel revela que só 13,1% dos entrevistados revelaram ter aproveitado a vida noturna da cidade. Gastronomia e Compras tiveram maior destaque, com 26,8% e 17,7%, respectivamente. A cidade já tem duas empresas oferecendo essa opção de passeio, a Pub Crawl São Paulo e a Brazilian Pub Crawl. A ideia é reunir pessoas para conhecer à pé áreas badaladas da cidade, parando em diversos bares no meio do caminho. O encontro acontece em uma casa pré-determinada, onde o participante (conhecido como "crawler") tem direito a um drink grátis numa empresa e a cerveja e petiscos à vontade durante uma hora noutra. Depois disso, é visitado outro bar, onde é servida uma dose de bebida como boas vindas e, em seguida, o grupo vai para uma casa noturna. O valor dos passeios começa em R$20 para mulheres e R$40 para homens e dá direito aos drinks de noas vindas, entrada nos bares do roteiro e transporte entre as casas. Uma equipe da empresa acompanha cada passeio. A Brazilian Pub Crawl, que é mais nova das duas empresas, começou com uma média de 15 clientes por noite, número que já cresceu para 50 atualmente. Por enquanto, 60% dos seus clientes é estrangeiro. A empresa oferece roteiros pela região dos Jardins, outro pela da rua Augusta e outro dedicado ao público GBLT, que custam R$ 60 para homens e R$ 40 para mulheres, com 20% de desconto para quem compra no site. Segundo os proprietários, a vantagem do pub crawl é poder conhecer os bares da moda da cidade, sem ter de pagar consumação mínima, sem necessidade de enfrentar filas para entrar e ainda com direito a bebidas nas casas visitadas. No fim, um programa desses acaba sendo mais econômico do que sair por conta própria e ainda oferece mais segurança, praticidade e a oportunidade de fazer amizades, e ainda ganha um coquetel gratuito. Os deslocamentos são feitos a pé, devido à proximidade dos bares e baladas, mas o Brazilian Pub Crawl também disponibiliza transporte caso haja necessidade. No roteiro estão casas como Lions Night Club, Blue Velvet, Purgatorium 90, Volt, entre outros. amadeu.castanho@keris.com.br


VOO PANORÂMICO

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

Festival da Jabuticaba

Sucesso absoluto o 27º Festival de Jabuticaba de Sabará, que contou com uma estrutura bem mais aprimorada, com uma variedade muito maior de produtos. Nossa colunista de gastronomia, a chef Rosilene Campolina, apresentou grande variedade de receitas feitas com a deliciosa fruta que só tem no Brasil. Não foram cobradas taxas de entrada, facilitando o acesso de toda a população à festividade. Houve inovação no local da realização do evento, que aconteceu no Largo do Barão e ampliou a área de circulação do público, proporcionando melhor acomodação, maior conforto e segurança. Assim como na edição passada, simultaneamente ao Festival da Jabuticaba. aconteceu a 11ª Feira do Artesanato de Sabará, onde os visitantes puderam adquirir os mais belos

5

S U E LY C A L A I S

Arte de Valdelice

A Chef Rosilene Campolina com um dos pratos que preparou no Festival de Sabará

exemplares do artesanato local, cujo carro chefe segue com a palma barroca, a renda turca de bicos e os oratórios, tradicionais na cultura sabarense. Ano que vem não percam a oportunidade de vivenciar esta festa peculiar da cidade de Sabará, onde cultura, tradição e gastronomia são o forte do povo da histórica cidade.

O Ateliê da artista no bairro Mangabeiras

Valdelice Neves (foto) é bacharel em Artes Plásticas pela Universidade Estadual de Minas Gerais-Escola Guignard, especializou-se em Gravura em Metal pela UEMG, Escultura Contemporânea com o prof. Julie wesherman - Sheffield Hallem UniversityIngland/UEMG. Cursou Filosofia e História da Arte com a mestra Zahira Souki, fez Doutorado na L’Ecole de Paris. Tem formação em Museologia, participou do Grupo de Estudos de Arte Contemporânea no Rio de Janeiro/RJ, fez oficina Crítica em Petrópolis/RJ e atelier de reflexão e desenvolvimento de projetos com Solange Pessoa. Tem experiência nas áreas de Artes, com ênfase em Gravura em Metal, Escultura, Pintura, Vídeo e Performance. Ministra palestras, cursos e oficinas de arte. s u e l y. m g t u r i s m o @ u o l. co m . b r

EU ENTRO.

TU ENTRAS.

ELE ENTRA.

NÓS ENTRAMOS.

TODAS AS PORTAS DA ASSEMBLEIA ESTÃO ABERTAS PARA VOCÊ.

@assembleiamg assembleiademinas ALMG TV Assembleia, em BH, Canal 35 UHF – www.almg.gov.br www.almg.gov.br – Rua Rodrigues Caldas, 30 – Belo Horizonte – (31) 2108 7800


BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

I N

T

E

R

N

A C

A Rota do Châteaux de la Loire

A Rota do Châteaux de la LoireDesenvolvendo iniciativas em busca da excelência. O Vale do Loire (em francês, Val de Loire) está na Lista do Patrimônio Mundial, da UNESCO, desde novembro de 2000. Foi classificado de acordo com três critérios de seleção: a qualidade do seu patrimônio arquitetônico, sua paisagem cultural única ao longo de um grande rio, e seus monumentos culturais que demonstram, de forma excepcional, os ideais do Renascimento e do Iluminismo. Ele se estende desde o Sullysur-Loire (Loiret) até o Chalonnes sur-Loire (Anjou), ao longo de 280 km. Sua inclusão na lista da UNESCO resultou em iniciativas em busca da excelência para os grandes locais do vale do Loire, coordenadas e dirigidas pela Mission Val de Loire. Esse compromisso contínuo garante que o patrimônio histórico, arquitetônico, natural e humano seja aprimorado por ações inovadoras, em parceria com o Governo francês, de acordo com o “Plan Loire Grandeur Nature”. Os conselhos de turismo do Vale do Loire e do Pays de la Loire são encarregados de divulgar o Chateaux de la Loire como um destino turístico, em parceria com a Atout France. Uma atração turística cada vez mais popular, a rota do Vale do Loire inclui os 21 monumentos históricos mais importantes do Loire, de Sully-sur-Loire a Nantes. Cada um deles recebe mais de 50 mil visitantes por ano, garantindo um turismo de alta qualidade e hospitalidade, e contribuindo imensamente para a divulgação da região e de sua riqueza cultural. Conscientes do imenso desafio que enfrentam todo ano, os responsáveis por esses 21 grandes monumentos mantêm a excelência em mente, e trabalham juntos para tornar seus tesouros culturais mais acessíveis. Para atingir esse objetivo, eles desenvolvem constantemente novas iniciativas e criam novas atividades, como caça ao tesouro com tablets, exploração tátil para deficientes visuais, renovando os desenhos dos terrenos e os próprios museus. Castelo de Clos Lucé A convite de François I, Leonardo da Vinci viveu os últimos três anos de sua vida no Castelo de Clos Lucé e dedicou-se a concluir suas invenções. Prolífico e inspirado, trabalhou como engenheiro, arquiteto e até mesmo diretor, organizando festas extravagantes para a Corte. Por

I O

N

A

6

L

NA BAGAGEM DO NORDESTE FOTO T.BRONNER

Rogério Almeida (João PessoaPB)

Bancorbrás

Castelo de Chaumont-sur-Loire, que oferece uma vista espetacular para o Loire

trás da fachada rosa e branca do castelo Renascentista, ainda permanece o espírito do mestre italiano que viveu ali até sua morte, em 1519. Um caminho com paisagismo permite que os visitantes descubram as diversas facetas desse gênio do Renascimento.

Castelo de Amboise Construído sobre rochas com

Por trás do parque com paisagismo e antigos cedros, ergue-se o castelo de Chaumont-surLoire, que oferece uma vista espetacular para o Loire. O Patrimônio atingiu seu auge no final do século 19, sob a propriedade do Príncipe e da Princesa de Broglie. Estábulos modernos foram instalados, e o arquiteto paisagista Henri Duchêne ficou FOTO P. BOUSSEAUD

O castelo de Chambord continua fascinando os turistas

vista para o Loire, o Castelo de Amboise oferece uma das mais belas vistas do Vale do Loire. Essa antiga residência real une a imponência das fortalezas medievais à delicadeza do Renascimento. Diversos estudiosos e artistas europeus se hospedaram ali durante o Renascimento, inclusive Leonardo Da Vinci, que foi enterrado na capela do castelo.

Castelo de Chenonceau Construído em 1513, o Castelo de Chenonceau ainda carrega a marca de sua construtora, Katherine Bohier. Adornado sucessivamente por Diane de Poitiers e Catherine de Medici, e mantido durante a Revolução por Madame Dupin, o castelo merece seu nome de “château des dames” (“castelo das damas”). Uma espécie de Meca do Renascimento, destaca-se graças à sua arquitetura única, que se estende pelas águas do Cher e seus lindos jardins. O Chenonceau oferece uma impressionante coleção de pinturas dos grandes mestres e uma rara seleção de tapeçarias flamengas do século XVI. Patrimônio Regional de Chaumont-sur-Loire

Bancorbrás Administradora de Consórcios e Bancorbrás Corretora de Seguros inauguraram a primeira filial em Joao Pessoa e a oitava no país. Conhecida pela comercialização de títulos de turismo do Clube Bancorbrás, a empresa amplia sua oferta de serviços na Paraíba, e além de atender o mercado de turismo, chega também com produtos de seguros e consórcio. A Bancorbrás possui aproximadamente, 150 mil clientes ativos em todos os segmentos e a Paraíba representa mais de 10% dos clientes da empresa no país. FOTO KLEIDE TEIXEIRA

Jorge Alexandre Machado, Rogério Almeida (Presidente Abrajet PB), Jorge Tomio (dir. adm), e Carlos Eduardo Pereira (Sup. de Vendas)

Maria da Penha

A cearense Maria da Penha, um dos maiores símbolos nacionais da luta feminina por direitos e igualdade recebeu o título de cidadã de Campina Grande (PB). Maria da Penha Fernandes foi a mulher que inspirou a implementação da lei sancionada em 2006 por Lula. Ela ficou paraplégica após duas tentativas de assassinato pelo próprio marido, o colombiano Marco Antônio Heredia Viveros. Após dezenove anos de luta, Marco Antônio foi condenado a oito anos de prisão, tendo cumprido apenas um quarto da pena. O Nordeste é a região do país com maior índice de violência contra a mulher. FOTO DIVULGAÇÃO

encarregado de criar um parque inglês. A extravagante princesa era conhecida por organizar famosas recepções no local. Castelo de Blois O Castelo de Blois apresenta uma visão geral da arte e da história do Vale do Loire. Através da diversidade de seu estilo arquitetônico, a construção relembra a história e o destino de sete reis e dez rainhas. Por todo o pátio, as quatro alas do castelo formam um grande exemplo da evolução da arquitetura francesa entre o século XIII e o século XVII. Com 35 mil obras, o Castelo de Blois abriga o Musée des Beaux-Arts, localizado na ala Louis XII. Patrimônio Nacional de Chambord Após quase cinco séculos, o Chambord continua fascinando os turistas. Nascido de um sonho de François I, permanece sendo uma das maiores obras-primas arquitetônicas do Renascimento francês, com suas 77 escadarias, 282 lareiras e, principalmente, sua escadaria dupla onde duas pessoas conseguem subir e descer os degraus sem cruzar o caminho uma da outra.

Maria da Penha recebe título de cidadã de Campina Grande (PB)

Tamandaré

Um dos destinos mais procurados nestas férias de verão é Tamandaré no litoral sul de Pernambuco e como meio de hospedagem o Apart Hotel Marinas Tamandaré (Sandra Novaes e Sandra Ramos). Destaque para o passeio de Catamarã Manguezal Ecoturismo, de Adiel Correia, o restaurante Tapera do Sabor, o Aromas Café e o Degutti, de Welington e Luciane Maioli. FOTO DIVULGAÇÃO

Maria da Penha recebe título de cidadã de Campina Grande (PB)

rogerioalmeidatur@gmail.com


7

M

I

N

A

S

G

E

R

A

I S

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

O “visto americano” foi negado na seção 221 (g), ou na 214 (b)? Entenda os motivos e veja como evitar que isso aconteça

A lei de imigração e nacionalidade norte-americana é bem específica para autorizar a entrada de turistas no país, mas geralmente o consulado norte-americano se baseia nas seções 214(b) ou 221(g) para explicar porque negou o visto a um imigrante, ou para alertar para a falta de documentos e comprovações, respectivamente. Ocorre da seguinte forma: quando o órgão considera que ainda há a necessidade de solicitar informações ou comprovações, o alerta é feito com o código 221 (g). Ao final do atendimento, uma carta é entregue ao solicitante, determinando os dados que devem ser acrescentados ao processo, para que tenha sua autorização aprovada para viajar para os EUA. Neste caso, a pessoa não precisa pagar as taxas novamente, nem fazer

outra entrevista. Apenas será preciso anexar as comprovações que faltam. “Este procedimento já faz parte do nosso dia a dia na Infovistos. Todos os dias recebemos pedidos de ajuda de viajantes que não querem correr o risco de ter seu visto negado.”, ilustra Alexandre Luis Pedrosa, diretor-presidente da Infovistos. Negativa complicado é Mais quando o viajante se depara com o código 214 (b). Conforme a lei de imigração e nacionalidade norte-americana, isso quer dizer que a pessoa não conseguiu provar que não é um imigrante. Em outras palavras, a pessoa não conseguiu convencer o consulado de que tem bons motivos para voltar para casa, e por isso não vai querer ficar de forma perma-

nente nos EUA. Para a imigração dos EUA, todas as relações com o país onde a pessoa mora são vínculos e provam que ela não irá os abandonar. Falamos de marido ou esposa, filhos, posses, e principalmente, trabalho e estudo. Por isso, todas as comprovações de vínculos com seu país de origem são bem-vindas. Conforme a Infovistos, outra situação que pode diminuir a desconfiança da imigração é já ter feito viagens internacionais, mas não há mais de 3 ou 4 anos. “É claro que isso não é uma regra, mas o fato de a pessoa já ter visitado outros países anteriormente facilita, porque ela já foi e voltou outras vezes para outros países, o que indica que tem o comportamento de turista mesmo, e não de imigrante.”, completa Alexan-

dre. Contudo, ser surpreendido com o código 214 (b) não significa que você nunca mais conseguirá o visto. “É possível fazer novas tentativas, porém, será necessário pagar todas as taxas e reiniciar o processo. Mas o mais importante é saber porque teve a negativa e regularizar a situação, com documentos e comprovações.”, tranquiliza Alexandre. Nervosismo A ansiedade ou falta de preparo na hora da entrevista também são motivos para que o visto de um turista seja recusado. Há casos em que o perfil do viajante está de acordo com as exigências do consulado, mas houve mal entendimento do que ele disse ao oficial da imigração durante a entrevista.

“Às vezes a pessoa não teve preparo para aquela situação, está nervosa, e não consegue se expressar direito. Aí o oficial não interpreta as informações como deveria, e nega o visto .”, alerta o diretor-presidente da Infovistos, que é muito procurada por clientes que já tiveram o visto para os EUA recusado . Por isso, além de se concentrar para preencher os formulários corretamente e separar todos os documentos e comprovações necessários, o requerente deve estar orientado, sabendo como será a entrevista. Mas acima de tudo, deve estar tranquilo, com o objetivo da viagem e respostas para questionamentos já esclarecidas. Para saber mais informações, acesse www.infovistos.com.br ou ligue para (11) 3926-2144/(11) 5042-642.

ICMS Turístico beneficiará mais de 150 municípios mineiros O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, divulga, nesta quarta-feira (20/11), listagem referente aos municípios habilitados a receberem parcela do ICMS Turístico em 2014. O número de municípios habilitados em 2013 chega a 155, representando um aumento de 72% no número de municípios habilitados desde a primeira habilitação ocorrida em 2010. Pioneira no Brasil, a inclusão do critério Turismo no ICMS - resultado de esforço coletivo entre as Associações de Circuitos Turísticos e a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) - faz parte de uma estratégia maior que visa a descentralização de recursos e tem por objetivo estimular a implementação de uma gestão municipal voltada para o turismo, além de incentivar o aumento dos investimentos no turismo

local, promover melhorias nos serviços, aumentar o potencial turístico, oferecer mais atrações e, assim, fortalecer o turismo no interior de Minas Gerais e oferecer produtos turísticos que estimulem os viajantes a permanecer por mais tempo nos destinos. Assim, o recurso oriundo do ICMS Turístico poderá ser investido em ações, programas e projetos voltados para o desenvolvimento turístico dos municípios. De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus, “os recursos estão sendo aplicados pelos municípios em diversas áreas e já trazem enormes ganhos para o turismo de Minas.” Requisitos - Os requisitos mínimos para habilitação do município são: participar de uma Associação de Circuito Turístico reconhecida pela SETUR/MG, nos termos do

FOTO ANA FLÁVIA JUNQUEIRA

O secretário de Turismo, Agostinho Patrus, (ao centro) faz apresentação, ao lado da secretária-adjunta da Setur, Silvana Nascimento, do vice-presidente do CET, Caio Rodrigues, e do presidente da ACMinas, Roberto Luciano Fortes Fagundes

Programa de Regionalização do Turismo no Estado de Minas Gerais; ter elaborada e em implementação uma política municipal de turismo; possuir Conselho Municipal de Turismo (Comtur), em funcionamento e possuir Fundo Municipal de Turismo (Fumtur), em funcionamento. Também é desejável

que o município participe nos critérios ICMS Meio Ambiente e Patrimônio Cultural da Lei Robin Hood.

ICMS Turístico A inclusão do critério Turismo no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em Minas Gerais ocorreu através da Lei n.º 18.030/2009,

também conhecida como Lei Robin Hood. A previsão é que a relação dos municípios habilitados e dos seus respectivos índices provisórios seja publicada na imprensa oficial no dia 20/11/2013. Após a publicação a relação também poderá ser consultada no site www.turismo.mg.gov.br


8

O

P

I

N

I Ã O

Dicas de segurança para as férias de janeiro

Niv Yossef * Compras

- Procure não ir às compras sozinhas, se possível leve alguém para acompanhá-lo, é mais seguro. Nunca deixe sua bolsa ou compras em locais onde possam ser roubados (balcões, mesas, guichês, etc). - Prefira pagar suas compras com cartão ou cheque, assim você não precisa portar grandes quantias em dinheiro. Nunca divulgue a existência de valores em espécie a ninguém. - Procure não entrar em lojas muito cheias, faça suas compras em horários de menor movimento e evite carregar muitos pacotes para não ocupar as duas mãos. - Nunca mostre dinheiro em lugares públicos, especialmente em bares, restaurantes, cinemas, lojas, barracas de camelôs, etc. No caso de furto ou qualquer ocorrência policial, não perca tempo, comunique imediatamente à Delegacia de Polícia mais próxima da área. - Nunca reagir contra o bandido, tentando agarrá-lo ou agredi-lo, ele poderá estar acompanhado de outros cúmplices. É sempre importante manter a calma, isso ajudará na memorização das características dos meliantes (aparência, vestuário, etc), que é fundamental para a polícia capturá-los e também não ter em seu poder armas, pois ela poderá aumentar o risco em caso de um assalto. - Se presenciar um furto, ligar para o 190 e tentar não interferir. Registrar o Boletim de Ocorrência, mesmo que tenha ocorrido somente tentativa de assalto.

Antes de viajar

- O melhor seria não deixar a casa sozinha, mas se isso não for possível, peça a um vizinho ou parente visitar diariamente o imóvel.

- Não passe informações da sua viagem (local, data de saída e data de chegada) para estranhos ou serviçais. Informe apenas pessoa da sua confiança. - Se possível, peça para uma pessoa de sua confiança recolher as correspondências, jornais e até os dejetos de cachorro se houver, verificar movimentos estranhos de pessoas rondando a residência. - Não deixe as luzes acesas durante o dia, pois isso significa ausência de moradores. - Se possível, instale um aparelho de fotocélula para acender e apagar as luzes externas à noite e de dia, respectivamente. - Deixe algum telefone de contato com um vizinho, parente ou amigo, para informarem alguma ocorrência. - Em condomínios fechados ou edifícios não deixe as chaves na portaria. - Se possível, instale um sistema de monitoramento de alarme e imagens, contratando uma empresa especializada em segurança eletrônica. - É aconselhável que poucas pessoas saibam do sistema de segurança de sua casa.

- Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega, evitando assim a perda dos seus pertences ou lhe traga facilidade para identificá-los, caso tenha perdido. - Não se descuide das bagagens de mão dentro do ônibus ou avião, fique sempre atento. - Não deixe a bolsa, carteira ou pacotes em locais abertos ao público sem a devida vigilância. - Evite fazer compras estando sozinho (a), os meliantes aproveitam-se de qualquer descuido. - Não entre em lojas muito cheias, procure fazer compras em horário de menor movimento, isso vale também para ida ao banco. - Em ônibus com poucos passageiros prefira ficar próximo ao motorista ou ao cobrador. - Se estiver com crianças: alerta dobrado! Elas costumam ficar impacientes enquanto esperam e a qualquer descuido do responsável elas podem se perder ou mesmo serem sequestradas.

- Procure trocar o dinheiro somente em casas de câmbio ou bancos autorizados e, se possível, não o faça nas rodoviárias ou aeroportos. - Utilize somente táxis credenciados. - Não exiba grandes quantidades de dinheiro, tablets, relógio ou joias, pois despertam a atenção e o interesse dos ladrões. - Evite carregar passaporte e cheques de viagem, e em caso de extravio comunique imediatamente a polícia. - Normalmente as malas são muitas, então, não as perca de vista nem por um minuto.

- Evite andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou em horário muito avançado, principalmente em locais desconhecidos, pois estes são os pontos preferidos pelos meliantes que se aproveitam das condições para atacar suas vítimas. - Caso precise pedir informações, procure alguém autorizado ou dirija-se a um balcão de informações. - Não peça ajuda ou informações para pessoas estranhas, procure se informar sobre o local visitado com gente de confiança (recepção dos hotéis ou dono do imóvel locado) antes de sair.

Rodovias e Aeroportos

Viagem

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

- Não reaja durante um assalto. Mantenha-se calmo (a), por mais difícil que possa ser. - Lembre-se de que o assaltante está atrás do dinheiro ou pertence de valor e costuma atirar somente quando fica assustado ou acuado, principalmente diante de uma reação da vítima.

Viajar de carro

- Dirija com os vidros fechados, usando o sistema interno de ventilação e portas travadas; - Não deixe os seus documentos no porta-luvas; - Evite também deixar à mostra (ou mesmo sob os bancos) embrulhos, pastas e bolsas - o ideal é colocá-los no porta-malas do carro; - No carro, evite adesivos, placas ou crachás que identifiquem o local onde você mora ou costuma frequentar; - Ao parar nos semáforos, fique atento ao retrovisor de seu carro e mantenha o veículo engatado em 1ª marcha e distante do carro da frente o suficiente para arrancar, em caso de emergência; - Evite atividades que tirem sua atenção do ambiente ao seu redor quando estiver parado (ex.: maquiar-se, falar ao celular, ler jornal, etc); - Se for fumante, não fume parado no trânsito e muito menos com a janela aberta, pois essa conduta facilita a ação de criminosos; - Se perceber estar sendo seguido por outro veículo, procure agir com naturalidade e dirija-se para ruas movimentadas; - Ocorrendo uma leve colisão na traseira do seu veículo e você desconfiar de algo, dirija-se até um local movimentado e procure uma viatura ou posto policial; - Evite ostentar o uso de joias, celulares, câmeras digitais, notebooks ou tablets;

- Atentar, ao chegar ou sair de casa, para a presença de estranhos nas imediações; - Jamais dê carona a estranhos e não pare para auxiliar outros motoristas em locais ermos e horário avançado; - Procure não transportar valores em seu carro quando estiver desacompanhado(a); - Se um dos pneus esvaziar sem motivo aparente, não pare no primeiro momento, procure um lugar seguro para efetuar a troca; - Evite deixar seu carro estacionado na rua, principalmente durante a madrugada; - Desligue o carro, retire a chave do contato e tranque o veículo ao estacionar, mesmo que por poucos minutos; - Procure estacionar em ruas iluminadas e próximo a locais vigiados dia e noite; - Evite namorar dentro do carro, principalmente à noite e em lugares desertos; - Não pare para discutir "fechadas" ou "batidinhas". É comum que ladrões provoquem isso, só para assaltar

Atenção

Cuidado com falsos mecânicos, sempre solícitos, que aparecem "milagrosamente" para ajudá-lo em locais ermos, tão logo seu carro entre em pane. Sinalize seu carro e peça apoio para a primeira viatura de polícia que cruzar por você. - Deixe algum telefone de contato com um vizinho, parente ou amigo, para informarem alguma ocorrência; - Em condomínios fechados ou edifícios não deixe as chaves na portaria; - Se possível, instale um sistema de monitoramento de alarme e imagens, contratando uma empresa especializada em segurança eletrônica; - É aconselhável que poucas pessoas saibam do sistema de segurança de sua casa.

* Gerente de projetos de segurança do GRUPO

Flash O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais

Fundado em 22/10/1986

Endereço: Av. Cristóvão Colombo, 519 sl. 102

Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil. CEP: 30140-140 Telefones: 3282-2666/3055-3577 www.mgturismo.com.br

DIRETOR-GERAL E EDITOR Antônio Claret Guerra Jornalista MG 02142/JP claret.mgturismo@uol.com.br

DIRETORA DE EXPANSÃO Suely Calais Guerra suely.mgturismo@uol.com.br

CONSELHO EDITORIAL EM CONSTITUIÇÃO

CONSELHO CONSULTIVO EM CONSTITUIÇÃO

Gerente-Geral Rafael Lobato

Procissão noturna em Lourdes - França Foto: Jader Oliveira


BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

O

Editorial

ECONOMIA, JUSTIÇA E POLÍTICA

Para alguns atrasar e retardar parece bem conveniente. Para outros tantos se ver submetido a um estressante compasso de espera se mostra penoso, desgastante e inconveniente. Em edição anterior este mesmo JORNAL MG TURISMO teve a feliz oportunidade de comentar um curto, mas objetivo comentário sobre julgamentos do Supremo Tribunal Federal já iniciados, já agendados ou previstos para o primeiro semestre de 2.014. Todos consequentes, definitivos e preocupantes. O primeiro deles, cronologicamente, se refere ao financiamento de campanhas políticas por parte de grandes empresas e corporações, tais como as pertencentes a bancos e empreiteiras, e a sua permissão ou proibição. O segundo, muito cobrado pelo Partido dos Trabalhadores e indesejado pelo Partido da Social Democracia Brasileira diz respeito ao denominado Mensalão de Minas, frequentemente referido como berço das ilegais, ousadas e inovadoras financeiras "valerianas". Este aguardado há muito se vê afetado pela diversidade de instâncias jurisdicionais envolvidas, por tanto contar com indiciados comuns, quanto com detentores de foro privilegiado. O terceiro, com problemas de primeira, se volta para a arquimilionária questão dos prejuízos causados por heterodoxos planos financeiros governamentais, num suposto combate a então galopante inflação, dois deles adotados por Sarney, os dois outros por Collor. Curiosamente nos dois iniciais foi poupado o nome do então presidente, sem contudo proteger e resguardar o segundo. A ultra-vultosa pletora cujo valor poderá superar a casa dos trilhões de reais, deverá retirá-los dos cofres bancários e, ou, governamentais, devolvendoa aos pobres poupadores ou lhes negar a pretensão, deixando-os num pesado prejuízo. Nunca uma popular expressão poderá voltar a ser tão adequada e propriadamente citada: "é pagar para ver..." E pagar caro, muito caro mesmo. Quem pagará, só o tempo dirá. DIAGRAMAÇÃO/PAGINAÇÃO FUNDADORES Antônio Claret Guerra Carolina Haddad Ênio Fonseca (in memorian) PROJETO GRÁFICO Elber Monteiro de Castro Araújo Alysson Lisboa Neves - MTB 0177/MG (in memorian) Para anunciar FILIADO A (31) 3282-2666 IMPRESSÃO: Sempre Editora Distribuição BH Home - (31)3297-3874/2511-8711 Marca Registrada no I.N.P.I. sob o n° 816392529 de 25/05/93 Publicação da Tour Press Ltda - CNPJ 21.612.775.0001-98 Insc. Estadual 062.131218.00-55/ Insc. Municipal 339813/001-3

O jornal não se responsabiliza pelos conceitos emitidos pelos artigos e assinados, que são da responsabilidade de seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião do jornal.

P

I

N

I Ã O

9

Início de um novo ano, simplesmente pare ! Fábio Zugman*

Mais uma vez nos encontramos naquele momento em que o trabalho para, famílias se encontram, brindes são feitos, votos de uma vida melhor são trocados. Em meio a tudo isso, é normal reavaliarmos nossa rotina, o ponto em que chegamos em nossas vidas e nossos objetivos. As famosas “resoluções de ano novo” costumam aparecer, trazendo esperança de mudança no ano que se inicia. Para Fábio Zugman, autor de Administração para Profissionais Liberais e Empreendedores Esquecidos, entre outros, o melhor a fazer, antes de qualquer coisa, é parar. “Vivemos em uma sociedade com muitos estímulos, muitas escolhas, muitas atividades. É muito comum nesse período do ano as pessoas sentirem uma inquietação e quererem mudar, mas o risco é exagerar na dose” Diz Zugman. Segundo o autor, há cada vez mais escolhas, e cada vez menos respostas certas: “Antigamente, a pessoa tinha uma carreira, trabalhava praticamente a vida toda na mesma empresa. Hoje, é possível ter várias carreiras diferentes ao longo da vida. E não só isso, há várias atividades e opções, de segundos e terceiros casamentos e um leque de opções do que fazer no tempo livre que antes não existiam - você assiste um filme pela Internet ou tenta aquele esporte novo na academia?” Por isso mesmo, a melhor coisa é aproveitar esse período para parar um pouco. Literalmente parar. É normal sentirmos um certo desgaste conforme o ano se acaba, mas esse desgaste pode trazer um dano maior que imaginamos. O cansaço cognitivo, a insatisfação, pode nos fazer tomar decisões ruins e erradas. Então, antes de fazer promessas, analisar sua vida e esperar mudar várias coisas, pare e descanse. Leia um livro diferente, vá ao cinema, viaje. De nada adianta ir à praia e ficar se preocupando com os mesmos problemas - é preciso de alguns dias para que você realmente consiga se desligar, esvaziar um pouco sua mente e começar a pensar com mais objetividade. A partir do momento em que você se sente descansado, o que fazer? Evite se desesperar ao lembrar da rotina. Procure identificar pontos simples e práticas que podem ser mudados. Tome ações concretas para tornar seu dia a dia melhor. “Uma das melhores coisas a fazer é automatizar decisões” diz Zugman. Isso quer dizer, fazer menos escolhas. Se todo mês você sofre para economizar algum dinheiro, identifique uma quantia que você consegue guardar, e pague a você mesmo esse “imposto" investindo em alguma coisa assim que recebe seu salário. Se você quer emagrecer, identifique um novo caminho que não passe em frente aquela panificadora que você está acostumado a parar para um docinho. "As pessoas acham que mudar é algo ativo, como por exemplo, ir ao shopping e resistir a fazer compras no cartão. Um modo muito mais eficaz de atingir o objetivo é aprender a decidir antes das coisas acontecerem. Você pode diminuir o limite do seu cartão, ou simplesmente deixá-lo em casa quando sair passear.” Para isso, antes, é preciso de um certo descanso e distanciamento. “Quando estamos em meio ao estresse do dia a dia, é difícil enxergar todas as opções de uma situação.” por isso o bom é esperar as férias chegarem ao fim para esse tipo de resolução. “Não só isso, mas separar os desejos que realmente importam dos que não importam tanto assim, é algo que só aparece quando pisamos no freio. No dia a dia é normal perdermos nossos objetivos de vista e nos dedicarmos à questões que, analisando friamente, nem são tão importantes” completa o autor. Por isso, antes de começar a tomar resoluções e fazer decisões, coloque o pé no freio, descanse um pouco e deixe sua mente relaxar. *Fábio Zugman é paulistano e tem 33 anos. É professor universitário e Mestre em Administração pela UFPR. É autor dos livros Empreendedores esquecidos (Elsevier, 2011); Administração para profissionais liberais (Elsevier, 2005); Governo eletrônico: saiba tudo sobre essa revolução (Livro pronto, 2006); O mito da criatividade (Elsevier, 2008); e coautor de Dicionário de termos de estratégia empresarial (Atlas, 2009) e Criatividade sem segredos (Atlas, 2010). Zugman também diretor do Space 242.


10

Troféu Primeira Linha

BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

O auditório da Fiemg ficou lotado de agraciados e convidados para a solenidade de entrega do Prêmio Primeira Linha editado pelo jornal do mesmo nome. O jornalista José Lopes agraciou empresários que se destacam em Minas Gerais pelo trabalho valoroso, cada um em seu setor de atividades. O jornalista João Carlos Amaral foi o mestre de cerimônias e como sempre conduziu muito bem os trabalhos da premiação. Ao final, houve uma grande confraternização entre convidados e homenageados no salão de festas do auditório.

FOTOS DIVULGAÇÃO

O jornalista José Lopes faz discurso na abertura do evento

Ingredientes

- Carne de Lata do Engenho: 800g de carne de lata Sabor do Engenho 100 ml de cachaça de Jabuticaba Sabor da Terra de Sabará

- Chutney de jabuticabas: 500g de cascas de jabuticabas lavadas e higienizadas (sem os caroços) / 80 g de açúcar mascavo / 20 ml de óleo de coco extra virgem Copra ou azeite de oliva Andorinha / 02 dentes de alho / 60 g de mel silvestre da Medrado Faz. Engenho D’água / 50 ml de vinagre (pode ser de jabuticaba, maçã ou arroz) / 10 ml de suco de limão / 15 g de gengibre ralado ou o próprio suco 1 colher (chá) de cravo-daíndia em pó. / 05 bagas de cardamomo (especiaria indiana) / 01 anis estrelado 01 pau de canela / 20 ml de licor de jabuticaba Sabor da Terra / Sal e pimenta vermelha desidratada (tipo calabresa) a gosto / 01 Folha de louro / 01 Litro de água filtrada aproximadamente para cozimento /

Homenagem a Raquel Faria e Pedro Paulo Machado de Souza

A Confraria do Fogão a Lenha continua firme no propósito de homenagear pessoas e entidades. Desta vez, a confraternização foi em torno da coluna de Raquel Faria no jornal “O Tempo”, pelo sucesso da parceria com o expert em fotografia Pedro Paulo Machado de Souza. Amigos e leitores da coluna foram prestigiar os homenageados na residência de Roberto Gontijo, no Alto Santa Lúcia.

A bonita Ione e o jornalista Eujácio Silva

O auditório da Fiemg ficou lotado com convidados, autoridades e agraciados

Carne flambada na cachaça

Confraria do Fogão a Lenha

FOTOS ELOY LANA E PEDRO PAULO SOUSA

Roberto Gontijo, Luiz Tito, vice-presidente de “O Tempo”, Raquel Faria e Pedro Paulo Machado de Sousa

José de Carvalho Jorge, Aldja Starling Jorge, Maria Victória Capelão e Emilienne Santos

ROSILENE CAMPOLINA portalgastronomico@chefachef.com.br

2 colheres (sopa) de amido de milho / 10 g de sementes de mostarda (finalizar) / Flor de Sal brasileira Cimsal para finalizar

Modo de Preparo - Aquecer a carne na sua própria gordura (banha), em fogo baixo, sem fritar; - Pingar um pouquinho de água para não ressecar; - Fatiar a carne em porções desejadas; - Numa frigideira, colocar um fio de gordura da própria carne (banha) e grelhar levemente; - Flambar com a cachaça de jabuticaba. Reservar aquecido. Chutney de jabuticabas: Leve todos os ingredientes ao fogo numa panela grossa e deixe cozinhar até as cascas ficarem macias.

FOTO CRISTIANE SILVA

Aberto ao público

Avenida Bandeirantes - 2323 - Serra Belo Horizonte Tel.:3227 - 0338 Unidade 1 Rua Padre Odorico,38 São Pedro - BH 3227 0562

Unidade 2 Rua Sergipe, 811 Funcionários BH 3261 5930


11 BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

BH do arraial à metrópole: 300 anos de história

Historiografia da Cidade Renovada surge na obra de pesquisa "Belo Horizonte: do Arraial à Metrópole, 300 anos de História", livro de José Maria Rabêlo. O expoente cultural José Maria Rabêlo, aos bem-vividos 85 anos, baluarte da imprensa e da literatura mineiras, lança obra espetacular que cobre três séculos da História de Belo Horizonte. O livro conta casos pitorescos do povo comum do Curral Del Rey, quando BH era também conhecida como cidade ‘Piolhuda’, devido à quantidade de piolhos que havia por aqui devido às vacas e aos animais de curral sem o devido trato, ou como ‘Papolândia’, devido à alta incidência de pessoas papudas, o que é explicado na obra. Mas, tudo progredia, apesar de grandes crimes cometidos contra a natureza, para que nossa cidade se tornasse o que hoje é. Para o autor, seu livro é uma “grande reportagem não-acadêmica: nada fiz para me exibir a meus pares intelectuais, assim, não enchi o livro de citações e transcrições. São 8 anos de pesquisas que agregam 164 fotos legendadas. Estas agradarão

também aos Internautas, que gostam de leitura rápida e informativa. O texto está agradável, sendo este estilo o meu instrumento de comunicação desenvolvido durante meio século de prática. Nada ficou carrancudo, fiz uma obra amena e creio que apetitosa.” O projeto, aprovado pela Lei Rouanet, foi assim avaliado: “o livro renova a historiografia da cidade”. É obra de reflexão, crítica e analítica, escreve João Antônio de Pádua, no Prefácio. “Esperamos que meu esforço, ao tornar a cidade mais conhecida, faça crescer o Amor por ela”, diz José Maria Rabêlo.

Cachaça, o espírito mineiro

"As Terras Altas de Minas Gerais produzem, em seus quase nove mil alambiques, a mais apreciada cachaça do Brasil. Os valores de uma cachaça estão hoje, por obra de contribuições apaixonadas e abnegadas, preservados em espaços de consumo, de promoção, de memória e também em trabalhos de resgate cultural, arte e ciência, que poderão ser apreciados, neste volume. O qual pretende trazer à luz e congelar no tempo, para registro e referência, um pouco da cachaça, um produto que pela sua importância é hoje patrimônio cultural de Minas Gerais por Lei Estadual e bebida nacional do Brasil por Decreto Federal. Escrito com refinamento, elegância e simplicidade por José Lúcio Mendes Ferreira,

respeitado em todo o país e internacionalmente por suas contribuições para o desenvolvimento do setor, onde se destacam a Expocachaça Belo Horizonte e a Expocachaça Dose Dupla em São Paulo. Tem competente, delicado e esmerado projeto gráfico de Maurízio Manzo e fotografia de Marcílio Gazzinelli, que capturou em suas lentes, detalhes de uma bebida que nas próximas décadas vai se consolidar como o destilado mais vendido no mundo.

ARMÁRIO DE LETRAS

O livro fala sobre a vaidade e a luxúria entrelaçados aos mecanismos da corrupção. Não é um romance policial, nem mesmo um drama. É uma história que demonstra as ações como resultado final e não como instrumento de mediação. Através de Carmem e seus amantes, o livro discorre as ambições do ser humano e sua maneira de atingilas, suas paixões e os diversos caminhos usados para saciá-la, e a febril sensação de estar em cima de tudo.

Neste livro, José Olavo Mourão Alves Pinto aborda em profundidade a questão da falta de acesso ao planejamento familiar. Com a racionalidade de engenheiro, ele disseca os dados demográficos brasileiros para mostrar a tragédia social dos que têm mais filhos do que condições para criá-los e educá-los de forma adequada para enfrentar os desafios do século 21.

ĐŽƉĂ͘ĐŽŵ

ĠƉŽƐƐş

Cristianismo Reformado é ďƌŝƌŽƐĐĠƵƐĚĞĞůŽ,Žƌŝnj uma verdadeira obra de arte, que combina a apresentação ĂƵŵŵƵŶĚŽĚĞŽƉŽƌƚƵŶŝĚĂĚĞƐ cuidadosa e meticulosa dos

ŽŶĞĐƚĂŵŽƐǀŽĐġĂŵĂŝƐĚĞƐƟŶŽƐŶĂƐŵĠƌ selos comemorativos da Reforma publicados mundo afora ĐŽŵĂƐŵĞůŚŽƌĞƐĨƌĞƋƵġŶĐŝĂƐĞŚŽƌĄƌŝŽƐ͘ com um relato histórico primoroso. Trata-se de obra inédita no Brasil, que aponta a tremenda influência do pensamento reformado na cultura e nas artes.


12 BELO HORIZONTE, MG - BRASIL,01 a 30 de janeiro de 2014

IV Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza em noite de gala no Cine Brasil Foi realizada a quarta edição do Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza, conhecido como o Oscar da Ecologia. Presidido pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e pelo governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, o evento premiou seis categorias e homenageou outras oito em noite de gala no Cine Theatro BrasilVallourec. Na oportunidade, a ministra, o secretário de Meio Ambiente, Adriano Magalhães, e o presidente do Instituto Estadual de Florestas (IEF) de Minas Gerais, Bertholdino Apolonio Teixeira, assinaram o Cadastro Ambiental Rural de Minas Gerais. “Esse cadastro, assinado na presença do governador Antonio Anastasia e do prefeito Márcio Lacerda, é o primeiro passo para mudar a realidade da gestão pública ambiental no país. Essa política inclusive significa sustentabilidade na prática”, explicou Izabella

FOTO GLAUCIA RODRIGUES

Marcio Lacerda, Izabella Teixeira, Antonio Anastasia E Hiram Firmino

Teixeira. O governador completou: “O papel de defesa do meio ambiente deve ser da sociedade como um todo, não apenas do poder público e de organizações não governamentais. Por acreditar que somente a educação leva à verdadeira conscientização ambiental, estamos orgulhosos em anunciar que a partir da próxima lua cheia, todas as mais de 4 mil escolas estaduais de Minas Gerais receberão exemplares da Revista Ecológico”. Entre os vencedores desta edição, que concorreram com 80 cases de todo o país, estão grandes

empresas como a AngloGold Ashanti e Votorantim Metais, além de ONGs e instituições como Terra Brasilis e CEMPRE – Compromisso Empresarial para a Reciclagem. Os principais homenageados da noite foram o ex-Beatle Paul McCartney, por lutar contra a causa da destruição da Amazônia pela pecuária extensiva e criminosa, e Augusto Azevedo Antunes, Dr. Antunes, um dos principais nomes da mineração brasileira que, pioneiramente, praticou o desenvolvimento econômico com sustentabilidade na década de 50.

NOTÍCIAS DA AMAZÔNIA N I LT O N

G U E D E S

Avaliação positiva Ao chegarmos à passagem de ano, quando 2014 se apresenta como promissor em vista de diversos aspectos, entre os quais a realização da Copa do Mundo de futebol, faço uma rápida avaliação das ações levadas a efeito no segmento do Turismo e concluo que, apesar dos pesares, o resultado final foi positivo. O JORNAL MG TURISMO, mais uma vez e de forma ininterrupta, cumpriu seu papel de bem informar e, em especial, premiar com o reconhecimento dos que, direta ou indiretamente, contribuíram para o sucesso dessa chamada “indústria sem chaminé”. Na condição de colunista na ainda intrigante e exótica região amazônica, tive a satisfação de indicar à vitoriosa premiação do Troféu “Mulher Influente”, a ex-presidente da Paratur, Socorro Costa, o que muito repercutiu no Pará e Estados vizinhos. Da mesma maneira como, exercendo com imparcialidade e com único compromisso com a verdade, pude relatar fatos que além de alvissareiros traduzem o resultado satisfatório de um trabalho conjunto executado com o objetivo precípuo de colocar o Pará no merecido lugar de destaque no setor turístico regional. Tenho certeza que, a partir deste início de ano, respostas mais contundentes virão por parte do empresariado amazônico, principalmente no que diz respeito ao fortalecimento do intercâmbio Minas Gerais – Pará, visto que um dos destinos contemplados no plano de Turismo elaborado pelos dirigentes de órgãos ligados ao trade é o rico e potencialmente estruturado Estado de Minas Gerais.

*Contabilidade *Consultoria Contábil *Planejamento Tributário e Fiscal *Legalização Empresarial e Estruturação Societária ***

(31) 3222-3831

contato@verscontabilidade.com.br www.verscontabilidade.com.br

Diretor-geral da TAP para a América Latina, Mário Carvalho, fala sobre voos Europa – Amazônia, tendo ao fundo o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, e o presidente da Paratur, Marcelo Mendes

niltonguedespereira@gmail.com


13 BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

Luzes e cultura marcam janeiro no Circuito Cultural Praça da Liberdade

Às quintas-feiras, museus funcionam em horário estendido, uma boa opção na Praça da Liberdade, com acesso gratuito

O público prestigiando a tradicional iluminação de Natal da Praça da Liberdade e os museus do Circuito Cultural Praça da Liberdade são opções de lazer para quem quer completar a visita. Nove espaços estão em funcionamento em dias e horários variados, sendo que às quintas-feiras o atendimento é estendido, chegando até às 22h. O acesso é gratuito e atende ao público de todas as idades. Além das exposições fixas de cada museu, os interessados encontram programação variada de exposições temporárias, contação de histórias, visitas temáticas, apresentações musicais, entre outras atrações. Durante todo o mês de dezembro o público ainda conta com programação intensa de shows que integram o programa de ocupação artística do Circuito Cultural Praça da Liberdade, o Circuito Aberto. Os detalhes da programação de cada museu/espaço podem ser consultados pelo site www.circuitoculturalliberdade.com.br ou pelo telefone (31) 3239-2000.

Dias e horários de funcionamento Arquivo Público Mineiro De segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h. Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa Coleções especiais e Hemeroteca: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h; Braille e Infanto-Juvenil: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h; Empréstimo, Referência e estudos e Periódicos: de segunda a sexta-feira, das 8h às

As belas fontes d’água da Praça da Liberdade

20h, e aos sábados, das 8h às 13h. Centro Cultural Banco do Brasil De quarta a segunda, das 9h às 21h (fechamento às terças-feiras) Centro de Arte Popular – Cemig Às terças, quartas e sextas-feiras, das 10h às 19h. Quinta-feira, das 12h às 21h e, aos sábados e domingos, das 12h às 19h. Espaço do Conhecimento UFMG De terça a domingo, das 10h às 17h. Quintafeira, das 10h às 21h. Ingressos apenas para o Planetário: R$ 6,00 inteira e R$ 3,00 a meia-entrada. Memorial Minas Gerais Vale De terça-feira a sábado, das 10h às 17h30, com

FOTO ELCIO PARAISO

permanência até às 18h. Às quintas-feiras, das 10h às 21h30, com permanência até às 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até às 16h. Museu das Minas e do Metal De terça-feira a domingo, das 12h às 18h e, às quintas-feiras, das 12h às 22h. Museu Mineiro Terças, quartas e sextas-feiras, das 10h às 19h. Quinta-feira, das 12h às 21h e, aos sábados e domingos, das 12h às 19h. Palácio da Liberdade Sábados, domingos e feriados, das 10h às 15h (com permanência até 16h).

SETUR/MG e BELOTUR assinam termo de cooperação para incrementar Turismo de Negócios em BH

Objetivo é garantir compartilhamento da gestão e suporte de informações às entidades e seus associados ligados em rede do Segmento de Turismo de Negócios e Eventos de Belo Horizonte Para incrementar o turismo de negócios em Belo Horizonte, o Governo de Minas assinou, em 2008, um convênio com o BID para a aplicação de US$ 5,6 milhões até 2013. O principal objetivo do Programa foi implantar uma metodologia inovadora de trabalho em rede entre entidades públicas e privadas ligadas ao turismo da capital mineira para a captação, realização e promoção conjunta e articulada de eventos para Belo Horizonte. Considerando que o Programa findou em 4 de novembro de 2013 e a partir do entendimento de que a metodologia implantada

e de suas ferramentas operacionais, devem ser sistematizadas e operacionalizadas de modo a garantir a sustentabilidade de todo o trabalho desenvolvido. A SETUR por meio de um Termo de Cooperação Técnica transfere à BELOTUR a partir de 2014, a gestão das atividades que competem ao fomento do segmento de Turismo de Negócios de Belo Horizonte. Foi feita ainda a transição também para a BELOTUR do Escritório de Processos, contratado pela SETUR e implantado para a então Execução do Programa BID no Instituto

Voo

Euvaldo Lodi-IEL, vincuA partir do Programa de lado à FIEMG. Aumento da Competitividade Territorial de Belo Termo de cooperação Horizonte foi permitida a Constitui objeto do completa transição de suas termo de cooperação a atividades à Empresa Muconjugação de esforços nicipal de Turismo de Belo dos partícipes para conti- Horizonte S/A – BELOnuidade e sustentabilidade TUR. Por meio do Termo de do trabalho em rede da cadeia produtiva do turismo Cooperação, a BELOTUR de negócios e eventos de além de garantir o pleno funcionamento do trabalho BH e região. O objetivo da coopera- em rede operacionalizando ção técnica entre os partí- o Sistema Integrado do Tucipes é garantir rismo de Negócios e Evencompartilhamento da ges- tos, dará continuidade as tão e suporte de informa- ações de apoio às entidações às entidades e seus des e empresas do setor, associados ligados em rede por meio de editais, para do Segmento de Turismo captação e promoção de de Negócios e Eventos de eventos para Belo Horizonte. Belo Horizonte.

Se tem voo, tem ônibus. Saídas integradas com o horário dos voos. Valor da passagem: R$ 19,70.

3224-1002 U |KU@QDR"@AQ@K  +NTQCDR conexaoaeroporto.com.br

Ônibus executivos, "NMƥMR !' "NMƥMR


14 BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

“Vila do Papai Noel” é destaque na Assembleia A Assembleia Legislativa abriu as comemorações de fim de ano com a Cantata de Natal. Uma noite mágica para simbolizar a chegada do Natal. Essa é uma das maneiras de definir a Cantata de Natal da Assemblei. A Cantata reuniu um coral formado por 300 vozes que encantou o público. A iluminação do Palácio Tiradentes e da Praça Carlos Chagas também foi inaugurada. E Papai Noel, caminhando sob uma tempestade de neve feita de papel picado, apareceu para emocionar as crianças. O momento de alegria e amor ao próximo proporcionado pelo Natal foi lembrado pelo presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PP), anfitrião da cerimônia. “O momento é alegre, de festa para todos nós que lutamos todos os dias para a constru-

ção de uma Minas mais próspera, mais justa. Mas o momento também é de revigorar o compromisso com os valores da família, da ética, da justiça social. Esse sentimento de fé, de religiosidade, é o que dá força para buscar com mais afinco o caminho da solidariedade e do respeito ao próximo. Por isso, desejo a todos os mineiros um Natal recheado de paz e de saúde”, afirmou. A Praça Carlos Chagas ficou lotada. Muitas famílias se reuniram para assistir à Cantata. Ao todo, 19 corais cantaram canções natalinas, eruditas e populares. Após a apresentação do coral, houve queima de fogos para inaugurar a ornamentação do Palácio e da Praça da Assembleia. Aproximadamente 26 mil micro-lâmpadas e 2 mil figuras (estrelas, cometas e bolas) iluminam os dois espaços. O

trabalho artístico de catadores de material reciclável também fez parte do espetáculo. Árvores de Natal de diferentes formas foram construídas com garrafas pet, tampinhas e outros objetos reutilizáveis. Durante a Cantata, as crianças tiveram um momento especial. Papai Noel, símbolo do espírito natalino, apareceu entre seus duendes, distribuindo sorrisos e carinho. Ele caminhou entre uma chuva de papel picado e sentou-se em um trono, colocado em frente ao Hall das Bandeiras. Muitas crianças o rodearam e esperaram ansiosamente pela oportunidade de abraçar o bom velhinho, além de ganhar os já tradicionais presentes de Natal. O Papai Noel recebeu os pedidos de presentes das crianças– de segunda a sextafeira, das 9 às 21 horas, e aos sábados e domingos, das 13 às 21 horas.

FOTOS WILLIAN DIAS E ALEXANDRE ALMEIDA

Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado estadual Dinis Pinheiro (PP)

A novidade deste ano é a Vila do Papai Noel, localizada na Galeria de Arte da Assembleia. São mais de 3 mil bonecos de Papai Noel oriundos de 90 países. Todos eles com-

põem o acervo da ex-deputada Maria Elvira Salles Ferreira, que começou sua coleção há mais de 30 anos. A mostra é aberta para visitação gratuita.

Coral abrilhantou o acontecimento natalino

A Assembléia Legislativa se transformou numa perfeita “Vila de Natal”

A beleza da exposição

A coleção particular de papais noeis da ex-deputada federal Maria Elvira encantou crianças e adultos


15

M

I

N A

S

G

E

R

A

I

S BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de dezembro de 2013

Marilu Araújo festeja seu aniversário em prestigiada festa no Automóvel Clube BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

A socialite mineira Marilu Araujo não deixa seu aniversário passar em branco. Em 2013 não foi diferente , comemorado com um festão no Automóvel Clube. Presentes toda a família e amigos numa festa alegre e descontraída que foi acabar pela madrugada. Música excelente de Zuza com a Banda

Hocus Pocus. Todos dançaram muito quando tocaram as inesquecíveis músicas dos Beatles. Coquetéis e jantar do próprio Automóvel Clube com excelente cardápio e mesa de chocolates. Marilu estava feliz rodeada de amigos e já prometeu que em 2014 tem mais.

A felicidade de Marilu com a família, filhos, netos, genro e noras

Marilu com Marcelo Abi-Saber e Maria Elvira

Marilu e os filhos Lílian Tunes, Flávio Araújo e Gilberto

FOTOS TIÃO MOURÃO

Marilu Araújo ao lado do Diploma de Honra ao Mérito que recebeu da Prefeitura de Sete Lagoas (MG)

Aldja Jorge, Victória Capelão e Jeanete Mazziero

Marilu e o jornalista Paulo Navarro

O casal Amir e Anelise Verdine com Kátia Lage e Ildeu Koscky

Marilu com o embaixador Geraldo Muzzi


BELO HORIZONTE, MG - BRASIL, 01 a 30 de janeiro de 2014

N

A C

I

O

N

16

A L

Maria Elvira recebe Medalha da Ordem Alencarina

ANTÔNIO CLARET GUERRA SUELY CALAIS Enviados a Fortaleza (CE)

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará homenageou 20 autoridades e personalidades que prestaram relevantes serviços à Justiça do Trabalho. Entre os homenageados, a vice-presidente do PSBMG, Maria Elvira, ex-secretária de Turismo de Minas e ex-deputada federal. Criada em 1993, a Ordem Alencarina do Mérito Judiciário do Trabalho é entregue a cada dois anos e constituída por seis graus. O mais elevado é Grão-

Colar, concedido apenas para presidentes da República e chefes de Estados estrangeiros. Abaixo dele aparecem, respectivamente, os graus Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. A desembargadora Dulcina de Holanda Palhano (ex-presidente do Tribunal) , conteporânea e amiga de Maria Elvira da Universidade de Lisboa, foi quem fez a indicação para receber o Colar Gran Oficial da Ordem Alencarina do Mérito Judiciário do Trabalho. Após a solenidade, Dulcina Palhano recebeu seleto grupo para um jantar em seu belo apartamento na enseada do Mucuripe.

Fotos Iratuâ Freitas

A líder política exibe, orgulhosa, a Medalha, nos jardins do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará

Maria Elvira e o influente secretário da PBH, Marcelo Abi-Saber

Jornalista Antônio Claret Guerra e Suely, promocurador de justiça Luis Eduardo Santos e Liduina, Maria Elvira, diretora do jornal “O Estado” Wanda Palhano, e a desembargadora anfitriã Dulcina Palhano

Maria Elvira e a desembargadora federal Dulcina Palhano

Advogada Silvia Auad, Olguinha Geo, professora Christina Fabel e juiza Diva Dorothy participam do concorrido jantar no belo apto. de 800 m2, situado em Mucuripe, a elegante orla marítima de Fortaleza


Jornal MG Turismo edição 321