Page 1

JORNAL

MG TURISMO O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais

ANO XXX • Nº 339 • Belo Horizonte, Mg | Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015 • www.mgturismo.com.br • Editor: Antônio Claret Guerra

Circuito Cultural Praça da Liberdade receberá R$ 9 milhões para recuperação dos prédios públicos Governo de Minas Gerais anunciou que o início das obras emergenciais e a reabertura do Palácio da Liberdade estão previstas para o segundo semestre de 2015 O Governo do Estado vai investir R$ 9 milhões em obras emergenciais e projetos de recuperação dos edifícios públicos do Circuito Cultural Praça da Liberdade. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, e pela presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG), Michele Arroyo, em audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. As intervenções serão realizadas no Palácio da Liberdade, na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, no edifício da antiga Secretaria de Viação e Obras Públicas – que irá abrigar a Casa do Patrimônio de Minas Gerais – e no prédio Rainha da Sucata. A previsão é que o trabalho seja iniciado nos próximos dois meses. Segundo Michele Arroyo, as obras são consideradas emergenciais e essenciais para o funcionamento dos edifícios, que estão em situação precária e com diversos problemas estruturais. O secretário de Estado de Cultura enfatizou que o governo está empenhado em recuperar os prédios públicos para fortalecer o Circuito Cultural e ampliar seu diálogo com outras instituições do Estado. Além do início das obras, o secretário anunciou a reabertura da visitação do Palácio da Liberdade no segundo semestre deste ano. “O Palácio será reaberto com as condições museológicas corretas, que não existiam antes porque não havia um conceito do projeto”, afirmou. As intervenções no local incluem a melhoria da infraestrutura para acolhimento do

público e o desenvolvimento de novos roteiros de visitação, que contemplem diferentes olhares da história de Minas Gerais. Segundo a presidente do Iepha, a participação da sociedade civil na discussão sobre os temas do Circuito será uma prioridade desta gestão. “Essa é nossa principal mudança de foco. Agora irá existir uma política pública sólida de participação para que as comunidades de todas as regiões possam se integrar ao Circuito”, disse. Michele anunciou que a primeira grande ação que marcará o início deste diálogo será o seminário “Que Circuito queremos?”, que será realizado, em agosto, aberto ao público, para debater os projetos do complexo. A presidente do Iepha ressaltou a inclusão de grupos ligados à cultura popular de diversas regiões do Estado no Circuito Cultural Praça da Liberdade, com a implementação da Casa do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, no prédio da Secretaria de Viação e Obras Públicas. O espaço irá abrigar a sede do Iepha, que funcionou na Praça da Liberdade por quase 20 anos, a biblioteca, o Ateliê de Restauro Aberto, espaço expositivo e os conselhos de Cultura e de Patrimônio. Será um local para receber as manifestações da cultura popular, para implementação das políticas de salvaguarda junto às comunidades tradicionais (comunidades quilombolas, indígenas, ribeirinhas, congadeiros, folia de reis, benzedeiras, queijeiros) e também para atendimento às prefeituras, nos projetos ligados à cultura e ao patrimônio.

Manoel Marques/Imprensa MG


2

I n t e r n a c i o n a l

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Em Nova York, Ernst Langsner é exclusivo do Hotel San Carlos Divulgação

O muito conhecido executivo Mr. Ernst Langsner é, desde 1º de maio, representante internacional exclusivo do Hotel San Carlos, excelente localização em Nova York, deixando a InterConnect USA, onde atuou por mais de 15 anos. Ele anuncia, desde já, excelentes promoções para o mercado brasileiro, a vigorar de 1 de junho a 7 de setembro de 2015. Localizado no coração de Nova York, 150 East 50th Street do Hotel San Carlos, é fácil chegar, a pé, a várias atrações de Nova York como Nações Unidas, Rockefeller Center, Radio City Music Hall, Saks Fifth Avenue, Bloomingdales, Catedral de São Patrício, Theatre District, Central Park, Carnegie Hall, Grand Central Terminal, FAO Schwarz, American Folk Art Museum, New York Public Library, TKTS (Times Square)

PO N TO D E V IS TA SERGIO NEVES

Loterias Já está resolvido. A Caixa Federal começará a privatizar suas loterias a partir da raspadinha. Isso após aeroportos e estradas. Mas privatizará somente a nossa sorte. Nosso azar, não!

Críticas Pois é... Tentando se distanciar do mensalão, do petrolão e da lava-jato o ex-presidente Lula cuspiu fogo e mandou brasa. Criticou dura e publicamente seu amado PT. E também o governo de sua eleita Dilma. Só não fez autocrítica...

Entrevista

Ernst Langsner, amigo do Brasil e muito conhecido no “trade” internacional, em frente ao Hotel San Carlos localizado no coração de Nova York, 150 East 50th Street

J. Eugênio - nome presunçoso - Soares, digo Jô Soares continua ameaçado após sua presidencial entrevista com Dilma, de quem era fã desde criancinha. Encontro bolado e escrito, pautado e programado pelos marqueteiros oficiais de plantão palaciano. Incrível, fantástico, extraordinário e jamais visto antes na história deste país! Marqueteiros que julgam “humanizar” a presidente exibindo-a emagrecendo pouco, enquanto a economia do país emagrece muito. E pedalando sua bicicleta importada, enquanto suas pedaladas econômicas lhe são cobradas pela Controladoria Geral do Estado.

Denúncias

Fique seis noites, pague cinco Wi-Fi grátis Utilização gratuita do nosso 24/7 business e fitness CENTERS JORNAL entregue no quarto Serviço noturno com chocolates Todos os quartos com microondas, cafeteira e frigobar. Estadia mínima de seis (6) Noites Oferta Last Night cortesia

Terceira e quarta pessoa grátis utilizando as camas existentes. Datas black-out e previamente Feche Out Datas Aplicar. Não pode ser combinada com outros descontos ou aplicada a reservas anteriores / existentes. A oferta não é aplicável para grupos. Oferta sujeita a disponibilidade. Tarifas estão sujeitas a NY Estado e Cidade de impostos de 14,75% + $ 5,50 Jr. Suite / US $ 7,50 para Elite One Bedroom Suite.

Pesadas e robustas denuncias e elogios nas redes sociais, expostas também e até mesmo em onerosa propaganda paga com recursos públicos, ou seja, dinheiro nosso. Privilegiando alguns poucos veículos, entre pré-selecionados jornais e revistas. Com aplausos e com apupos, com calúnias e com injúrias, com verdades e com meias verdades. Falando mal do PSDB, do Aécio, do Anastasia e do seu grupo e bem do PT, da Dilma, do Pimentel e de toda sua enorme e onerosa turma. Coisas da política e da politicagem.

Gastança E tanto aqui no nosso amado estado, quanto lá no malquerido planalto brasiliense, a gastança sem fim aumenta e prossegue. Com desnecessário excesso de secretarias e de secretários, de assessores e de ministros disso e daquilo. E com o segredo total sobre os crescente gastos com os famosos e mal-afamados cartões corporativos. Tudo isso, tudinho mesmo, pago por nós os pobres cidadãos contribuintes. sergioneves@globo.com


Jornal MGTurismo

3

Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Céu de Brigadeiro

ant ô nio

c l aret g u erra claret.mgturismo@uol.com.br

Prominas

Deputado Federal Gabriel Guimarães (PT-MG) ELOY LANA

Na foto, o jovem deputado federal (32 anos) Gabriel Guimarães (PT -MG), já no segundo mandato, reeleito com mais de 200 mil votos, e sua bela mulher, a advogada Bruna Guimarães, 27 anos. A foto foi batida em Ouro Preto, quando da entrega da Medalha da Inconfidência.

Uniapac International Empresários brasileiros da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa do Brasil (ADCE), estiveram em Milão na Itália para participar do Uniapac International Meeting, que aconteceu entre os dias 11 e 15 junho. O evento faz parte do circuito da Expo Milano 2015, destinada ao incentivo da formação de parcerias entre cristãos para o desenvolvimento social. Promovido pela União Internacional de Empresários Cristãos (Uniapac), o evento atua com a proposta de reunir empresários de diversas origens para desenvolver ainda mais a atuação cristã no mundo dos negócios, articulando parcerias entre o empreendedorismo, instituições educacionais e entidades políticas para promover a ética, valores sociais e o bem maior. A unidade mineira da Associação foi representada no evento pelo presidente da ADCE-MG Sérgio Frade, pelo

Divulgação

O presidente da Prominas, Fernando Cabral, recebeu os deputados Antônio Carlos Arantes e Roberto Andrade, membros da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo da ALMG, para uma visita técnica aos espaços físicos da Expominas e Minascentro. A visita contou também com representantes da Secretaria de Estado de Turismo, do Belo Horizonte Convention e Visitors Bureau (BHCVB) e de outras instituições e entidades ligadas à cadeia de negócios do setor de turismo em Minas. Segundo o presidente da Prominas, com a visita os deputados tiveram a oportunidade para, além de conhecerem todas as instalações físicas e os equipamentos dos dois espaços, se inteirarem de iniciativas e projetos do atual governo para as ações da Prominas. Fernando Cabral ressaltou ainda a importância de parcerias para alavancar o setor de eventos e turismo de negócios no Estado e destacou o papel da Comissão da ALMG nesse cenário. Assessoria de Comunicação da Prominas

diretor Geraldo Luiz de Moura Tavares e pelo associado Alexandre Urbano Figueiredo. O encontro também conta com a presença de Gigi Cavalieri, presidente da ADCE-SP, e Sérgio Cavalieri, presidente da ADCE Brasil e da Uniapac Latino America. A foto foi batida na ocasião.

O presidente da Prominas, Fernando Cabral (à direita), recepciona os deputados Roberto Andrade e Antônio Carlos Arantes

VEJA ALGUNS DOS TRABALHOS QUE A ASSEMBLEIA REALIZOU NOS ÚLTIMOS DIAS NA ÁREA DE TURISMO:

Assembleia realiza audiência pública para debater problemas e demandas do setor hoteleiro, prejudicado com a baixa ocupação após a Copa do Mundo de 2014.

Deputados visitam Minascentro e Expominas, principais centros de convenções de Belo Horizonte, e reivindicam reformas para incrementar o turismo de negócios e eventos da Capital.

Para saber mais, acesse www.almg.gov.br/acompanhe/noticias. Saiba qual é o canal da TV Assembleia na sua cidade. Acesse www.almg.gov.br/acompanhe/tv_assembleia/sintonia. Você também pode receber notícias sobre os assuntos de seu interesse. Para isso, basta clicar em “Receba as nossas notícias” e se cadastrar.

Parlamentares se reúnem com o secretário de Turismo e cobram mudanças na legislação estadual para incentivar e modernizar o segmento turístico.


4

M i n a s

G e r a i s

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

11º Encontro da hotelaria mineira e gastronomia mineira O evento que aconteceu em Juiz de Fora, no Independência Trade Hotel, foi verdadeiro sucesso. Mais de 500 visitantes passaram pelo local. Só inscrições para as palestras, foram 400 online e 300 durante os dias de evento. O Encontro proporcionou a quem participou oportunidades de se reciclar, conhecer novidades do mercado, fazer networking, além de degustar a nossa culinária mineira pelas mãos de renomados chefes da hotelaria. Importantes empresas locais e nacionais participaram da mostra de produtos e serviços e prospectaram negócios com proprietários e profissionais do setor. As palestras, os minicursos e as consultorias foram concorridas e superaram as expectativas. O ponto alto foram dois Painéis que debateram sobre infraestrutura, qualificação profissional, promoção do turismo e o perfil da gastronomia da cidade e região. Na abertura do estiveram presentes: João José Ferreira Alves, Presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Juiz de Fora, Amaro Gadbem, Diretor da FBHA e Presidente do Sindicato de Hotéis de Caxambu, Sérgio Rodrigues, Vice-prefeito de Juiz de Fora,  Renata Tófolli, Diretora de Marketing da Secretaria de Turismo de Minas Gerais, Fernando Cabral, Presidente da Prominas e Aloisio José Vasconcelos Barbosa, Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora, entre outros. A banda Musical do 2º Batalhão da Polícia Militar de Juiz de Fora, Dois de Ouro, comandada pelo Subtenente Paulo César abriu a cerimônia tocando o Hino Nacional Brasileiro. Nos dois dias de eventos, profissionais renomados falaram sobre hotéis independentes e econômicos, tendências e indicadores de viagens e eventos corporativos, administração de custos, eficiência energética, retrofit, como maximizar

Fotos Divulgação

O mundo sobre rodas Arnaldo Moreira

Audi Q3 Inauguramos a Coluna de Automobilismo no JORNAL MG TURISMO com a certeza de que estaremos prestando um serviço aos leitores do jornal e para começar nada melhor do que apresentar o SUV Q3, da Audi, versão Ambiente, cedido pela montadora para testarmos. Tem um motor 2.0 turbo, S Tronic, câmbio automático de sete marchas, 4 x 4, amplo teto solar e muito charme, um carro extremamente equilibrado. A versão testada custa R$ 147.900,00 Bancos, de couro, confortáveis oferecem uma boa acomodação. A altura do habitáculo assegura que passageiros mais altos não toquem a cabeça no teto.

Hernani Castro, Márcio Abdo, Marcos Valério Rocha e Anderson Rocha

Tanto na frente - o do motorista tem regulagem elétrica - com atrás, os assentos têm uma boa ergometria e são confortáveis. Ainda importado, o modelo começará a ser produzido em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, a partir do 1º trimestre de 2016 - com motor 1.4 com turbocompressor e injeção direta. Muitos brasileiros, apaixonados por carros de qualidade, já sonham em poder comprar um Audi apostando em preços mais acessíveis, a partir da fabricação nacional.

Muraí Caetano, o prefeito de Tiradentes Ralf Justino e Marcos Valério Rocha

receitas no mercado virtual, closter da rota turística cervejeira, processo de limpeza úmida, atendimento, vendas e marketing, entre outros. Festival Gastronômico O Festival Gastronômico fez o encerramento do Encontro, que contou com os chefs: Chef Vandeca, da Pousada do Garimpo; Edson Souza, do Ritz Plaza Hotel Juiz de Fora, Geraldo Brito, do Mercure Lourdes Belo Horizonte, Paulo Goulart do Victory Business Hotel Juiz de Fora, Fábio Júlio de Jesus, do Max Savassi Apart Hotel, Giovani Freitas, do Independência Trade Hotel de Juiz de Fora, Ronie Pertersen, do Hotel Grogotó Senac de Barbacena e Chef Hélio Santos Filho, do Ouro Minas Palace Hotel. Os chefs elaboraram receitas especiais para o evento. Seguem alguns pratos preparados: o filé trufado com azeite (Chef Giovani),

polpetas de embutidos com polenta de milho cozido, azeite de manjericão e crispi de couve, (Chef Ronie), crepe a mineira (Chef Geraldo) e bamba garimpo, um prato de escravos que foi inserido na culinária mineira e leva costelinha de porco com feijão carioquinha, couve, polenta e queijo (Chef Vandeca). O Chef Edson Puiati da UNA Curso de Gastronomia preparou uma paella com ingredientes da culinária mineira e tempero espanhol. O Encontro da Hotelaria foi promovido pela FBHA e SHRBS-JF, com apoio do Fecomércio, Sesc e Senac, e de diversas entidades locais, tais como Juiz de Fora Convention Bureau, Associação Comercial, Sindicomércio de Juiz de Fora e Abrasel ZM. A 12ª edição do Encontro, esta programada para o mês de novembro. Aguardem novidades!

Esse desejo é compreensível, pois o que se sente ao andar no Q3 é um misto de conforto, desempenho e praFotos: Arnaldo Moreira zer de dirigir esse alemão econômico, apesar de seus 170 cv, que o mantém alerta o tempo todo. A economia tem a ver com os modernos propulsor e transmissão de sete velocidades, com troca manual de marchas nas borboletas, do Q3 que o fazem ir de 0 a 100 km/h em 7,3 s e atingir os 212 km/h de velocidade máxima. Na estrada é notável sua desenvoltura visível, também, nas subidas. É inevitável não realçar a eficiente acústica da cabine que aumenta o prazer de ouvir música, graças, também, ao sistema de som de boa qualidade. O Sync dá acesso ao telefone e à sua lista de músicas. O Q3 tem na suspensão outro ponto forte. Nas ruas esburacadas e de asfalto irregular essas irregularidades são muito bem absorvidas pela suspensão tipo multibraço, na traseira com barra estabilizadora, roda tipo independente, molas helicoidais e as rodas de 18”. E o barulho do motor incomoda? Em baixas rotações nem se percebe a sua existência, que só começa a notar-se em rotações mais altas. Aí, o propulsor 2.0 TSFI que entrega de 28,5 mkgf entre 1.700 e 4.200 rpm - deixa no seu ronco uma ameaça. Vai encarar?

armore@gmail.com


Jornal MGTurismo

5

Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Voo panorâmico

s u e l y c a l ais suely.mgturismo@uol.com.br

Skal Clube

Capela Barroca Divulgação

O Skal Inter nacional de Belo Horizonte realizou animado almoço (foto) no novo restaurante do Hotel Normandy. Presentes os associados, convidados e imprensa, recepcionados pelo dinâmico presidente Antônio Geraldo. O hotel, que foi palco de eventos históricos da nossa capital, restaurou recentemente suas instalações e o novo cardápio recebe elogios gerais. À frente, o expert em hotelaria José Carlos Menezes.

O Hotel fazenda Boa Esperança, de propriedade de Francisco Américo Mattos de Paiva e Suzana Souza Lima Mattos de Paiva, localizado em Florestal, a 60 quilômetros de Belo Horizonte, ganhou uma nova atração: uma capela barroca, que recebeu o nome de Nossa Senhora da Boa Esperança. A intenção da família, agora, é explorá-la como local para a realização de eventos comemorativos, como casamentos, bodas, batizados, aniversários e festas religiosas. Gustavo Lovallo

Special Tour Experience Foi uma grande oportunidade para o circuito gastronômico da capital mineira participar de uma experiência inédita com a gastronomia oriental, além de ampliar os conhecimentos sobre a aplicação do saquê, que foi apresentado em suas diversas formas de consumo: gelado, no caipisaquê de frutas, em drinks especiais ou na forma de frozen. Uma bebida versátil, elegante e saborosa que agrada aos

fotos Divulgação

mais variados paladares. O evento foi exclusivo para bartenders, chefs de cozinha, jornalistas e blogueiros que serão informados sobre a metodologia de produção, os processos de qualidade e o portfólio dos produtos Tozan e Azuma Kirin.

Fogo de Chão Um coquetel para convidados teve como objetivo lançar o Bar Fogo, um conceito mais informal de desfrutar os sabores que consagraram a marca, em um bar operante que possui ambiente e cardápio diferenciado com op-

ções de pratos e petiscos. A criação do bar surgiu a partir de uma ideia dos próprios clientes, que demonstraram o interesse em degustar os sabores brasileiros com o toque da especialista em churrasco gaúcho.

O MOVE já melhorou a vida de muita gente. E agora o que vai melhorar é a sua proteção.

MOVE 1 ANO

O MOVE de Belo Horizonte está completando 1 ano transportando cerca de meio milhão de passageiros por dia com mais conforto, rapidez e economia. E agora o MOVE vai melhorar também a sua proteção. A Prefeitura está colocando equipes de vigilância 24 horas, sete dias por semana, em todas as

estações do MOVE de BH. Ou seja, mais segurança e tranquilidade para quem usa o transporte na capital. Faça você também a sua parte e cuide do que é de todos nós. Um transporte coletivo com mais conforto, rapidez e segurança. É assim que a gente faz a melhor capital do Brasil.

CONFORTO

RAPIDEZ

ECONOMIA

Morador do Bairro Etelvina Carneiro

Morador do Bairro Santa Mônica

Moradora do Bairro Vitória

Antônio Pedrosa

“Pego o MOVE na Estação Vilarinho e gasto em torno de 25 minutos até o Centro. É uma terapia, pois os ônibus são realmente muito confortáveis.”

Para saber mais, ligue 156 ou acesse www.bhtrans.pbh.gov.br

Marcos Aguiar

“Do Centro até o Santa Mônica, eu gastava 1 hora e 10 minutos. Com a chegada do MOVE, hoje eu gasto meia horinha.”

Marilene Martins Terrinha “Do Bairro Vitória até a Estação São Gabriel, gasto de 20 a 30 minutos e, da Estação São Gabriel até o Centro, no máximo 20 minutos, e gasto só uma passagem.”

A MELHOR CAPITAL DO BRASIL


6

Jornal

N a c i o n a l

Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Pa i n e l

d o

na bagagem do nordeste

L e i to r

r o g é r i o a l m e i da

Não é fácil num cenário competitivo e de competência como é a imprensa mineira, estar presente 30 anos ininterruptos. Antônio Claret Guerra e sua família conseguiram este feito beneficiando todos os mineiros com um jornal especializado, serio e competente.

Stefan Bogdan Barenboim Salej Presidente da SALEJ Desenvolvimento empresarial Ex-presidente da FIEMG - Federação das Indústrias de Minas Gerais

Homenagem O Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Ceará Substituto, Francisco Wellington da Silva comandou a solenidade comemorativa dos 75 anos de existência do órgão em Fortaleza (CE). Na ocasião foram homenageados os Ex- Superintendentes. In Memoriam foi homenageado o advogado e Ex- Superintendente Jefferson Quesado, cuja homenagem foi recebida por sua filha, Yluska Regina Quesado de Almeida, esposa deste jornalista. Rogério Almeida

Parabéns ao JORNAL MG TURISMO. Competência e brilhantismo. Electra Benevides Desembargadora - Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Parabéns ao jornalista Antônio Claret Guerra (a você e a todos da equipe) pelo relevante trabalho. Pela qualidade do resultado, podemos estimar a alta demanda e o empenho para concretizar cada etapa desse trabalho. O JORNAL MG TURISMO reflete a competência e a dedicação, que certamente são expressões de atitudes profissionais exemplares. Um prazer ter o Claret Guerra na turma da disciplina “Neurociências e Ciências Sociais Aplicadas”, que faz parte da grade curricular dos Programas de Pós-graduação em Administração e Pós-graduação em Neurociências da UFMG. Ângela Maria Ribeiro, Ph.D. Depto de Bioquímica e Imunologia Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Obrigada pelo pronto retorno e carinho. A festa foi linda, vocês estão mesmo de parabéns. É motivo de orgulho para todos nós mineiros o sucesso de vocês à frente do Jornal MG turismo. Cássia Morato Diretora do Development Liderança em Coaching

Muito linda a edição. Parabéns e mais 30 anos de vida! Blima Bracher Jornalista/ Documentarista/Ouro Preto - MG Leio com interesse as notícias e sempre tenho motivos para parabenizar esta publicação. Eymard Brandão Artista plástico

Parabéns pela linda, merecida e prestigiada festa. Afinal, 30 anos é para comemorar, brindar e agradecer! Maria Christina Fabel Gontijo Diretora Pedagógica do Colégio ICJ Parabéns pelo alto nível do JORNAL MG TURISMO. Está cada vez melhor e com repercussão em várias áreas. Dalva Soares Gomes de Sousa Revisão e Consultoria em Língua Portuguesa

Yluska Regina Quesado de Almeida e o Superintendente Regional do Trabalho do Ceará Substituto, Francisco Wellington

Comitê Paraíba- Connecticut O Comitê Paraíba – Connecticut da rede internacional de voluntários “Companheiros das Américas empossou a nova diretoria no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco, em João Pessoa. A nova diretoria executiva ficou constituída como presidente, este jornalista (Rogério Almeida), vice, Yluska Regina Quesado de Almeida, secretária Gloria de Maria Mousinho Obermark e tesoureira e diretora executiva Selma do Carmo Benevides Felizardo. A posse contou com a presença da Reitora da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Diniz. O Comitê Paraíba – Connecticut faz parte da organização fundada pelo presidente norte-americano John Kennedy para uma parceria entre os Estados Unidos e os países latino-americanos. Além do intercâmbio cultural e profissional, o programa realiza ações que beneficiam os dois países.

Projeto Sereias da Penha Artesãs da Praia da Penha no litoral sul da Paraíba estão trabalhando a riqueza escondida nas escamas de peixe, antes jogadas no lixo e hoje transformadas em produtos artesanais de luxo com direito a estrelar em passarelas de moda como o São Paulo Fashion Week. Esculpidas em colares, arranjos, pulseiras, bolsas e peças do vestuário as biojoias fazem brilhar os olhos de quem faz e de quem

Cornélio Felipe

Primeira Dama Maíza Cartaxo e artesã Vitória Maria

vê as peças produzidas pelas artesãs com a consultoria do estilista Ronaldo Fraga. A primeira-dama de João Pessoa, Maíza Cartaxo é uma das coordenadoras e madrinha das ‘sereias’.

rogerioalmeidaturismo@yahoo.com.br


7

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

No bicentenário da Batalha de Waterloo, novos títulos chegam às livrarias Uma encenação grandiosa marcará a comemoração do bicentenário da Batalha de Waterloo. De 18 a 21 de junho, 5.000 atores, 300 cavalos e 100 canhões tomarão a cidade de Braine-l’Alleud (Bélgica) para recriar o confronto que culminou com a queda de Napoleão. Para quem não está no velho continente, a boa notícia é que chegam às livrarias brasileiras, também em junho, alguns títulos que fazem referência a esse momento histórico. Sobre a guerra, lançamento da editora Civilização Brasileira, reúne, em um único volume, todo o pensamento de Napoleão Bonaparte sobre a arte da batalha e da estratégia. A edição é organizada e comentada pelo historiador Bruno Colson (professor da Universidade de Namur, na Bélgica). Da editora Record, chegam às lojas as obras Waterloo, primeiro trabalho de não-ficção do autor best-seller inglês Bernard Cornwell, e A sábia de Waterloo, romance lúdico e inusitado da inglesa Leona Francombe, que fala sobre a guerra da perspectiva de um jovem coelho. Mais sobre os livros SOBRE A GUERRA (Não ficção) De Napoleão Bonaparte Organização e comentários de Bruno Colson Ainda que tenha sofrido derrotas no final de sua carreira, Napoleão Bonaparte entrou para a história como o general dos generais. Liderou um número sem igual de batalhas, realizadas em terrenos com características diversas, sob condições climáticas nem sempre favoráveis e contra povos de diferentes origens. Por sua experiência na área militar, conquistou a admiração até mesmo de adversários. Mas Napoleão fez ainda mais: conferiu à sua profissão uma envergadura intelectual. Sua imensa produção escrita é ainda hoje uma referência para acadêmicos, pesquisadores e militares. Agora, pela primeira vez, seus pensamentos sobre a guerra estão reunidos em um único volume. Sobre a guerra – A arte da batalha e da estratégia, comentado e organizado pelo historiador Bruno Colson (da Universidade de Namur, Bélgica), chega às livrarias pela Civilização Brasileira. A edição brasileira conta com orelha e revisão técnica de Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia da USP, ministro da Educação e grande especialista na história de Napoleão. Tradução de Clóvis Marques / 630 páginas / R$ 89,00 / Civilização Brasileira

WATERLOO (Não ficção) De Bernard Cornwell Centenas e memórias e cartas descrevem aqueles terríveis dias de

junho de 1815, que culminaram na queda definitiva de Napoleão Bonaparte e na baixa de cerca de 65.000 mil homens. Ainda assim, é difícil se imaginar no campo de batalha de um dos episódios mais estudados da História. Essa é a façanha de Bernard Cornwell em Waterloo, que chega às livrarias brasileiras pela Editora Record. Com base em trechos de cartas e diários de Napoleão, do duque de Wellington, de oficiais e de soldados, o autor dá vida aos quatro dias e às três batalhas sangrentas que se sucederam à fuga do imperador da ilha de Elba, onde estava em exílio por imposição do Tratado de Fontainebleau. No livro, Cornwell recria os momentos dramáticos da disputa dos exércitos aliados contra a guarda imperial francesa, comandada por Napoleão. Os relatos emocionados de ambos os lados servem de insumo para a reconstrução do “passo a passo” da batalha final, travada em 18 de junho. Tradução de Bruno Casoti / 364 páginas / R$ 42,00 / Editora Record SÁBIA DE WATERLOO Ficção De Leona Francombe

William nasceu e cresceu na fazenda de Hougoumont, propriedade que, duzentos anos antes, havia sido um dos palcos da emblemática batalha de Waterloo. Quando criança, ele gostava da fazenda, um lugar bucólico, muito verde e com árvores centenárias. Sua avó, entretanto, fazia questão de lembrar que aquela terra esteve, em outra época, encharcada de sangue. Com duas orelhas enormes, cujas pontas gelavam quando o medo batia, nosso protagonista ouvia atento às narrativas de Dona Lavanda sobre os combates e as derrotas de Napoleão. William é um coelho e, da perspectiva de seu cercado, os leitores de A sábia de Waterloo poderão entender, de forma mágica, as marcas que aquela guerra deixou na história. Primeiro livro da inglesa Leona Francombe a ser publicado no Brasil, A sábia de Waterloo chega às livrarias em junho pela editora Record. Tradução de Juliana Romeiro / 240 páginas / R$ 30,00 / Editora Record

A Prestheza Turismo tem como missão levar ao mundo as belezas da região centro-oeste, tanto para turistas contemplativos, quanto para executivos ou participantes de evento na Capital Federal. A empresa também trabalha com pacotes turísticos, passagens aéreas nacionais e internacionais, reservas de hotéis e locação de veículo. Como resultado de todos esses anos de trabalho, a Prestheza Turismo vem com uma nova proposta voltada para o Turismo Sustentável. Segmentos como o Eco Turismo, Turismo de Aventura e até mesmo os convencionais são desenvolvidos nos moldes deste importante conceito. Os produtos são formatados visando à satisfação de seus clientes levando em conta a preservação ambiental, valorização da cultura local e respeito aos aspectos sócio-ambientais de cada região.

Contato (61) 3226 6224 - Brasília - DF

ARMÁRIO DE LETRAS

Romance original com narrativa detalhada e criativa, Padma é sucesso entre as blogueiras do Brasil e é escolha excelente para quem aprecia histórias de literatura fantástica e personagens cativantes. A autora Kelly Hamiso apostou em um enigmático título para a obra. De origem tibetana, a palavra “padma” tem em seu significado a “Flor de Lótus”, uma espécie de planta aquática que cresce em meio à lama e ao lodo e está relacionada ao crescimento espiritual e a pureza do coração e da mente. Em países do Oriente, a flor de lótus é considerada sagrada, possuindo, assim, grande importância cultural. A metáfora, manifestada dentro da obra de Kelly Hamiso, pode ser relacionada à pureza do sentimento entre os protagonistas Jéssica e Beto. Mas, há de se destacar que Padma não conta apenas uma história de amor, o livro traz na moralidade de seu conteúdo assuntos como esperança, superação, o amor como condição e o desejo de mudança. Mudança esta, que simbolizada pela flor, garantiu a evolução mútua dos personagens, além de assegurar um enredo emocionante. Em Padma, um jovem casal precisa enfrentar as barreiras do tempo, transgressões, inveja e desafetos para conseguirem ficar juntos, além de encarar a presença de seres sobrenaturais que, ao possuírem influência dentro da história, conduzem os personagens às decisões que afetarão seus destinos. Kelly garantiu ao leitor um desfecho excepcional para esta obra, e é a escolha certa para quem quer viver uma verdadeira e intensa história de amor. Título: Padma Autora: Kelly Hamiso Editora: Novo Século Páginas: 511 Ano: 2014 Gênero: Ficção


8

o p i n i ã o

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

David e os profetas de Aleijadinho *Mauro Werkema - Jornalista

Concluída por Michelangelo em 1504, a escultura em mármore de carrara do David permaneceu em frente ao Palácio Vecchio, na Piazza della Signoria, em Florença, até 1873. Obra prima, expressa, com a genialidade do escultor, o realismo anatômico do Renascimento. Foi transferida para a Galeria d’Academia, e é o mais famoso atrativo artístico de Florença, visitada por milhares de turistas que fazem longas filas para vê-la. Protegida do tempo e dos próprios turistas, se resguarda para a eternidade, com plena compreensão dos florentinos e visitantes de todo o mundo. Assim como o David, centenas de outras esculturas, mesmo do gótico e do barroco, foram removidas para recintos adequados, substituídas por cópias de absoluta qualidade, como a réplica colocada no local originário do David, tão magnífica quando a original. Em Minas, há meio século se discute a proteção das esculturas originais dos 12 Profetas de Congonhas do Campo, esculpidas por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1737/1814), que trabalhou no conjunto durante os anos de 1796 a 1805, para um museu ou local adequado à sua preservação. Recentemente, o IPHAN, que tem a responsabilidade legal de proteger todo o conjunto, em função de seu tombamento federal realizado em 1938, com apoio da Unesco que o incluiu na lista dos Patrimônios Culturais da Humanidade, não consegue esta remoção, impedidos pela opinião da população de Congonhas e pela Igreja Católica, proprietária do Santuário de Bom Jesus do Matosinhos, que inclui a Igreja, o conjunto escultórico das estátuas dos profetas e as 66 estátuas menores que estão nas seis capelas retratando a Paixão de Cristo. Em 1976, o então governador Francelino Pereira tentou levar alguns destas esculturas menores para uma exposição em Nova Iorque, no hall de entrada ONU, denominada “From Aleijadinho to Niemeyer”. Não conseguiu e foi ameaçado até de excomunhão. Nos últimos cinco anos, o IPHAN mobilizou-se, com apoio da Unesco,

em construir um museu ao lado do Morro do Maranhão e das Romarias de Congonhas, com o objetivo principal de receber adequadamente os profetas, colocando réplicas. Projeto de Gustavo Penna, com recursos patrocinados, apoio da Prefeitura, o Museu se encontra quase concluído ao mesmo tempo em que se aprovou projeto de oficina para confecção das réplicas. Mas a oposição radical da cidade e da Igreja levou o IPHAN e a Unesco, e mesmo o Ministério Público que procura solução, a praticamente abandonarem a intenção inicial. O Museu será ocupado por uma coleção de arte sacra, com a esperança de que, no futuro, espelhando-se nos exemplos de todo o mundo, possam as esculturas serem transferidas e devidamente preservadas. Nos últimos anos, várias pesquisas e diagnósticos sobre as esculturas foram feitas. Revelou-se a instabilidade da pedra, sua deterioração natural pela exposição ao tempo e mesmo a ação de vândalos que mutilaram as esculturas, que já mostram rachaduras e tem partes perdidas. Agora, descobriu-se que estão sendo cobertas por um tipo de ferrugem que se atribui à intensa exploração de minério de ferro da região, com o seu transporte se fazendo pela cidade. E a opinião de especialistas, inclusive os estrangeiros, é que as estátuas terão vida encurtada se não forem devidamente protegidas, até porque a pedra sabão é geologicamente mais frágil ao tempo e a intervenções de vandalismo. Esta é uma discussão importante e que precisa encontrar conclusão. Já é hora de um patrimônio histórico e artístico mineiro, que tem em Aleijadinho e em Congonhas sua expressão maior, seguir os exemplos de todo o mundo civilizado e educado. Afinal, o conceito de tombamento significa socializar, ou seja, preservar um patrimônio que é de toda a Humanidade.

Jornal

Expediente

O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais

Fundado em 22/10/1986

Endereço: Av. Cristóvão Colombo, 519 - sl. 102 Telefones: 3282 - 2666 | 3055 - 3577 Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil | CEP: 30140-140 www.mgturismo.com.br

CONSELHO EDITORIAL

IMPRESSÃO

Em Constituição

Marca Registrada no I.N.P.I. sob o n° 816392529 de 25/05/93 Publicação da Tour Press Ltda

CONSELHO CONSULTIVO Em Constituição

FUNDADORES

Antônio Claret Guerra Ênio Fonseca (in memorian) Elber Monteiro de Castro Araújo (in memorian)

Gerente-Geral

Filiado a

Sempre Editora

CNPJ 21.612.775.0001-98 Insc. Estadual 062.131218.00-55/ Insc. Municipal 339813/001-3

Rafael Lobato

DIAGRAMAÇÃO / PAGINAÇÃO DIRETOR-GERAL E EDITOR

Antônio Claret Guerra Jornalista MG 02142/JP claret.mgturismo@uol.com.br

Fatine Oliveira

PROJETO GRÁFICO

Alysson Lisboa Neves - MTB 0177/MG

Para anunciar DIRETORA DE EXPANSÃO

Suely Calais Guerra suely.mgturismo@uol.com.br

(31) 3282-2666

*O jornal não se responsabiliza pelos conceitos emitidos pelos artigos e assinados, que são da responsabilidade de seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião do jornal.


Jornal

o p i n i ã O

9

Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

e d i t o r i a l

Medicalização O assunto “judicialização” está na moda e é sempre focalizado pela imprensa escrita, falada e televisada.

Desenvolva sua Capacidade de Poupança! *Samuel Magalhães

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, ter um bom salário não Com o Judiciário se queixando de excesso de traba- quer dizer ser independente financeiramente, muito menos ser rico. Sei que lho e de sua convocação para o cumprimento de mis- esse tipo de afirmação contraria a lógica, mas a lógica, às vezes, precisa ser sões e de tarefas indesejadas. contrariada. E com o Legislativo reclamando que várias das suas Conheço um promotor que ganha R$25 mil por mês e, mesmo assim, exclusivas funções constitucionais andam sendo indevivia no cheque especial. Conheço também um vendedor que ganha menos vidamente assumidas pelo poder judiciário. Mas, apesar de recente entrevista recomendar a de R$2 mil por mês e ainda consegue economizar pelo menos R$500 todo “humanização” dos médicos, nada ou pouco se fala santo mês. sobre o surgimento e crescimento de uma nova quesComo podemos ver, nem um dos melhores salários do funcionalismo tão, de um recente problema.

público foi suficiente para este homem da lei colocar suas finanças em ordem. Enquanto para o vendedor, um salário bem inferior foi mais do que o Neologismo que procura identificar os possíveis bastante para ele pagar todas as suas contas e, ainda por cima, poupar uma riscos dos frequentes excessos que envolvem o relaboa quantia. cionamento médico-paciente, com equívocos produziA despeito do que a maioria de nós costuma pensar, os rendimentos dos tanto pelos experientes doutores, quanto por seus inadvertidos e preocupados clientes. pouco dizem sobre nossa saúde financeira. O que realmente conta é nossa Dentre várias outras consequências, de equivalen- Capacidade de Poupança, ou seja, quanto do que recebemos todos os mete relevância, situa-se a “mercantilização” que pode e ses conseguimos poupar para investir no nosso futuro e alcançar nossos costuma ocorrer tanto no SUS - Sistema Único de Saúobjetivos. Estamos nos referindo a “medicalização”.

de, quanto nos planos e seguros-saúde.

Um contracheque gordo não é garantia de uma vida financeira bem-suCom ambos pagando pouco por consulta e por cirurgias aos atendentes médicos, clínicas e laboratórios cedida. Se esta pessoa não poupar parte do que ganha e utilizar esses recredenciados. cursos para investir no seu futuro, pode até viver bem pelo resto da vida, O que leva a um irônico e irresponsável comentário mas dificilmente atingirá sua independência financeira. Ganhos elevados, de que os planos fingem que pagam e os médicos fin- em geral, vem seguidos por gastos também elevados. E, se no fim do mês, gem que atendem. sobra pouco ou nada, não importa quanto você tenha ganhado, você sim-

A “mercantilização” conduz à “popularização” do plesmente não conseguiu acumular riqueza. processo já denominado de medicina popular.

A maioria das pessoas acredita que a única forma de melhorar suas fiQue, por sua vez, passa a exigir a “sanitarização”, visando evitar e prevenir males maiores ao cobrar me- nanças é aumentando seus rendimentos e acabam esquecendo que tão imlhor qualidade da água consumida pela população e portante quanto ganhar é poupar parte dos ganhos. maior qualidade dos alimentos que lhe são oferecidos, Portanto, independente do quanto você ganhe, caso almeje ter um futuro frequentemente invadidos por agressivos e nocivos financeiro próspero, é bom começar a poupar o quanto antes. agrotóxicos. A soma da “mercantilização” acrescida pela “popularização” e pela “sanitização”, gera algo aparentemente benéfico, embora raramente o seja. A “democratização”, consequência natural da união de suas citadas antecessoras é agravada pelas constantes pesquisas individuais e particulares a google, via internet. Recurso digital hoje disponível em computadores de mesa, em notebooks, em tablets e até em smart-phones. É a soma de todas as questões e problemas supra referidos que se dá o nome de “medicalização”, vocábulo que deu estímulo a novos estudos sobre o delicado relacionamento entre os médicos e seus pacientes, no isolado silêncio dos seus brancos consultórios. facebook.com/antonio.c.guerra.1

twitter.com/JornalMGTurismo

O autor: Samuel Magalhães é Consultor Financeiro e Palestrante na área de Finanças Pessoais e Investimentos. Para conhecer melhor o trabalho do autor, tirar dúvidas, fazer críticas ou dar sugestões, envie um e-mail para: samuel@invistafacil.com ou acesse: www.invistafacil.com. Sua participação é fundamental!


10

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Ouro Preto recebe Festival de Turismo de braços abertos O cenário não poderia ser mais atraente. Caracterizada pelas ruas de paralelepípedo e pela arquitetura barroca, entre museus e casarios, chafarizes e oratórios, museus e igrejas, esta cidade esconde em cada canto a diversidade histórica da colonização. Ouro Preto, antiga Vila Rica, considerada uma das maiores riquezas do estado de Minas Gerias, é a cidade das nuances, da arte de Aleijadinho, da Inconfidência Mineira, de Tiradentes, da Escola de Minas e da UFOP, de Carlos Bracher e de tantos outros artistas e artesãos espalhados pelos seus becos e vielas. Além das mostras de turismo com o intuito de divulgar roteiros e circuitos nacionais e internacionais com stands de operadoras, parques temáticos, circuitos gastronômicos, hotéis, resorts, navios, companhias aéreas, e tudo mais que envolve uma boa viagem, serão oferecidas aos agentes, palestras e workshops e as visitas de familiarização por maravilhosos destinos.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ouro Preto - ASCOM/PMOP

Da esquerda para direita:Valéria Chaves ( Professora do curso de Turismo da Ufop), Alexandre Araújo (Diretor Administrativo da Fire assessoria de eventos, Willian Adeodato ( Diretor Executivo do Convention & Visitors Bureau de Ouro Preto e Presidente do COMTUR), Felipe Vecchia Guerra ( Secretário Municipal de Turismo, Indústria e Comércio), Erika Curtiss dos Santos ( Secretária Municipal de Meio Ambiente), Antônio da Matta ( Presidente da ABAV-MG) e Milton Pimentel ( Gerente Comercial do Centro de Artes e Convenções de Ouro Preto)

N ot í c ias da A m a zô nia Ni lto n g u e d e s

Ajuruteua Com a aproximação do período de veraneio do meio do ano, integrantes do Fomentur (Fórum Estadual de Turismo) discutiram e encaminharam ações que objetivam a preservação da praia de Ajuruteua, localizada no município de Bragança, conhecido como a “Pérola do Caeté”, distante 210 quilômetros da capital paraense. Considerada uma das praias mais belas do mundo, Ajuruteua enfrenta problemas causados pelo avanço do mar em sua orla, entre os quais acelerada erosão. Uma campanha de conscientização de diversos segmentos da população local está em curso, objetivando manter o fluxo de turistas que, a cada ano, aumenta em busca de momentos de entretenimento e lazer proporcionados pela orla bragantina. Agência Pará

Festival de Turismo Ouro Preto Centro de Convenções da UFOP De 15 a 17 de outubro de 2015 www.festivaldeturismoouropreto.com.br

Belém-Paramaribo No mês de agosto vindouro, mais precisamente no dia 25, a Gol Linhas Aéreas iniciará a operação da rota internacional Belém-Paramaribo. O voo inaugural efetiva mais uma rota aérea que, igualmente às linhas Belém-Miami e Belém-Lisboa, oferecidas pela TAM e pela TAP, se constituem em alternativas ao turista e oportunidades de negócios no setor. Esta ação faz parte de uma estratégia do Governo do Estado, definida no Plano de Turismo Ver-o -Pará, para atrair voos internacionais ao Estado, visando garantir e facilitar a entrada e a acessibilidade de turistas estrangeiros no Pará. Em reunião com o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, e com a presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV-PA), Edna Rocha, as executivas da companhia Gol Linhas Aéreas, Adriana Motta, Cristina Damasceno e Fabianni Rebelo discutiram estratégias de operacionalização, promoção e comercialização do novo voo em ambos os destinos. Com duas frequências semanais, partindo do Aeroporto Internacional de Belém às terças-feiras (17h10) e aos sábados (14h05), com média de 1h45 de duração, os voos fortalecem a relação Pará-Suriname. De acordo com dados da própria companhia, o novo voo visa atender aos 15 mil brasileiros que vivem em Suriname e que se locomovem entre o país e o norte do Brasil. Somente em 2014, cerca de 350 brasileiros voaram, semanalmente, para esse destino. A rota permitirá, também, a ligação com diversas cidades operadas pela Gol na América do Sul, Caribe e Estados Unidos, assim como com a companhia holandesa parceira KLM (sigla em português para Companhia Real de Aviação), que opera, quatro vezes por semana, entre Amsterdã e Paramaribo. niltonguedes@parabolicamazonica.com


11

Jornal

Fortaleza (Ce)

Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Cabaña del Primo Rio Mar é um belo restaurante no Jardins Open Mall fotos Iratuã freitas

O Cabaña del Primo foi idealizado no conceito argentino e é especializado em carnes com cortes especiais preparados em uma parrilla, onde as carnes são assadas em uma grelha móvel e recebem apenas o calor da brasa. Localizado no charmoso Jardins Open Mall, o restaurante tem projeto assinado pelo arquiteto Marcos Monteiro e oferece um espaço agradável que remete aos ares portenhos nos sabores, músicas e sensações. Local ideal para encontros de negócios, com amigos ou com a família. O menu do Cabaña del Primo é variado: além dos cortes de carnes especiais e criativas guarnições, conta com diversas opções de entradas, saladas, pratos à base de aves, peixes e camarão. Os cortes de carnes de maior destaque são: o Bife de Tira, o Prime Rib, o Bife de Chorizo, o Bife del Primo , o T-Bone, Steak de Cordeiro, o Super Bife de Tira e o Coração de Picanha. E novidades em cortes nobres fazem parte do cardápio, como os de gado Wagyu que possuem carne extremamente macia, devido ao intenso marmoreio: Rib Eye Wagyu, Short Ribs Wagyu e Coração de Wagyu. Um item bem interessante é a faca especial do Cabaña del Primo, para uso dos clientes, de forma que possam usufruir ainda melhor dos cortes nobres da casa. Para harmonizar, a casa dispõe de uma seleta carta de vinhos, com mais de 140 rótulos e para os que preferem as cervejas, são mais de 20 marcas entre nacionais e importadas, dispostas no interessante ofurô, logo na entrada do restaurante. As sobremesas são tentadoras. Destaque para o Churros Premium com doce de leite e para o Trio Gateau (trio de mini gateaus nos sabores de chocolate, doce de leite e de café. Acompanha sorvete de creme). A equipe de atendimento do Cabaña del Primo é atenciosa e altamente qualificada.

Na visita do JORNAL MG TURISMO a Fortaleza, jornalistas Iratuã Freitas e Marisa Quixadá recebem os colegas mineiros Antônio Claret Guerra e Suely e Rafael Lobato

D ireto de B H R a fa e l Lo b ato

Tag Intercâmbios & Viagens O time da TAG INTERCÂMBIOS & VIAGENS está iniciando uma campanha de expansão nacional de seus programas VOU PRA DISNEY. E claro, Minas Gerais não poderia ficar de fora desta: para isto, o Diretor Lucas Tuchtenhagen estará visitando Belo Horizonte a partir do dia 22 de julho com o intuito de apresentar e estabelecer parcerias com agências de viagens da capital. Para maiores informações, basta acessar o site: w w w.v oupradisney.com.br e mandar um e-mail para: eu@voupradisney.com.br Divulgação

Uma das iguarias da casa

Cabaña del Primo Rua Maria Tomásia, 503 - Jardins Open Mall - Aldeota - Fortaleza Fone: (85) 3244 - 3691 Aberto para almoço e jantar Cartões de crédito VISA, Mastercard e American Express Cabaña del Primo Rio Mar a partir de 29 de outubro 2014 Shopping Center Rio Mar – piso L1 – Espaço Gourmet Rua Lauro Nogueira, 1500 – Fortaleza Fone (85)3035-3691 – aberto para almoço e jantar

QUEM VAI DE AVIÃO, VAI DE CONEXÃO. ÔNIBUS EXECUTIVO PRA CONFINS. •Wi-fi e ar-condicionado. •Partidas sincronizadas com voos. •Trajeto pela pista rápida do MOVE. BH-CONFINS:

R$ 23,70 BETIM-CONFINS:

R$ 36,05 CONEXAOAEROPORTO.COM.BR | 3224.1002 CONEXAOAEROPORTO.COM.BR | 3224.1002

Uma bela trajetória Nascido na região de Aquiráz (Ceará), Rafael da Silva Monteiro (foto) nasceu numa família simples, filho de pescadores, e participou de uma seleção para exercício em várias atividades no Complexo Turístico que está sendo desenvolvido, com o Hotel Dom Pedro Laguna já em pleno funcionamento. Rafael foi selecionado para atuar como auxiliar do professor de Golf, Max Lima, no belíssimo Campo que faz parte do empreendimento. Apaixonou-se pelo esporte e hoje é Nível 6 – Hand Cap, campeão de dupla brasileiro. O pai ainda é pescador e muito orgulhoso do filho estar se destacando em um esporte de elite mas sem deixar a humildade de lado, o esforço para seguir em frente, e a atenção com que trata as pessoas que frequentam o Clube. É muito agradecido ao diretor Jorge Duarte e ao professor no Clube Hausen, Max Lima. Rafael se sente realizado na vida e sua felicidade ficou completa com o nascimento recente da filhinha Júlia. Os Enviados Especiais do JORNAL MG TURISMO, Suely Guerra e Rafael Lobato (foto) tiveram a grande oportunidade de ter algumas aulas com o professor Rafael Monteiro que, muito generosamente, disse que se saíram muito bem e que têm um belo futuro pela frente no Golf, esse esporte apaixonante e desafiador. rafaellobato@mgturismo.com.br


12

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

Jornalista mineira cria Unika Jóias Contemporâneas

Sem par, as peças valorizam a rusticidade das pedras em seus contornos naturais. A marca chega para desconstruir as tradicionais joias da vovó, transformando os colares de pérola em peças modernas para todas as idades. Além das releituras há clássicos como o colar de duas voltas com pérolas negras e brancas. São gemas cultivadas em rios ou lagos como o Biwa, do Japão. Algumas têm acabamento rústico por terem permanecido menos tempo dentro dos Contatos: Email: unika.joias@yahoo.com.br Telefone: (31) 9950-0996

José Neto Alves/Divulgação

moluscos, resultando em formas especiais. Já os colares e pulseiras com pedras são trabalhos atemporais que adquirem ar moderno e ao mesmo tempo rústico. São misturas de lava de vulcão com pérola, turquesas da Indonésia, corais, jades, ágatas e até âmbar colombiano, que pelas mãos dos pré-colombinos tornouse a primeira joia usada por povos primitivos. O fóssil que protege as raízes das árvores, comumente encontrado no Mar Báltico mas também no México, Costa Rica e Colômbia, serve também como proteção para quem o usa. As peças estão à venda na loja Mary Caetano, do Bairro Funcionários, e estão na vitrine aquário criada pela própria design no Pecatore Banca de Peixe. Na vitrine do retaurante, as pérolas estão expostas entre redes de pesca e anzóis em instalação única.

fotos: Gladyston Rodrigues/Divulgação

Os colares e pulseiras da Unika Jóias Contemporâneas são criados e confeccionados pela jornalista Gracie Santos, que sempre foi apaixonada por pedras. São peças trabalhadas artesanalmente com pérolas cultivadas em água doce e pedras como corais, ágatas, turquesas, jade, ónix, âmbar e lava de vulcão. Da mesma forma que pedras não se repetem, as peças têm design diferenciado.


13

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

O sucesso da psicanalista Cláudia Coutinho nas artes Cláudia Coutinho (foto), artista plástica formada pela Escola Guignard, psicanalista e escritora, apresenta seus trabalhos em Belo horizonte e outras cidades brasileiras, desde 1995. Em agosto deste ano estará participando do projeto “Morar Mais” em Belo Horizonte, com a exposição de alguns trabalhos.Em setembro inaugurará duas exposições, sendo uma coletiva na Galeria Otto Cirne com um grupo de seis artistas de Paris e outra individual em Berlim, no Forum Brasil. Ainda em dezembro deste ano Cláudia estará expondo com o amigo Michael King, de Lousville,USA, também em Belo Horizonte.. Em abril do próximo ano, Cláudia estará apresentando aos belorizontinos , seu grande amigo galego, Xosé Luis Otero, com duas belas exposições no Museu Inimá de Paula e sua amiga sueca, Alícia Larsson,em espaço a ser divulgado. Em seus frequentes contatos com grandes artistas em

todo o mundo, Cláudia procura aprender sempre mais, pela observação e treinos constantes em seu atelier. Tendo como estilo atual o expressionismo abstrato, tendendo , como seus amigos franceses, ao lirismo abstrato, Cláudia. se expressa em grandes telas e papel, utilizando largos pincéis e espátulas e tinta acrílica sobre tela, em movimentos livres , deixando fluir seu inconsciente. Cláudia dedicou-se por quase quarenta anos à psicanálise de crianças e adultos e também à literatura, tendo dois livros de crônicas editados e várias premiações, com participação em diversas ontologias. Segundo a artista, a psicanálise propiciou-lhe a descoberta de novos caminhos, além de seu ofício de psicanalista e a gratificante experiência de “dizer criando”, tanto na literatura como na pintura. Cláudia considera a arte como “uma forma de linguagem em que o artista,

fotos Arquivo pessoal

mais que qualquer outra pessoa,tem o privilégio de se inscrever como sujeito, materializando assim seu desejo e aliviando, de forma mais satisfatória, a dor da falta.Gozando do duplo prazer de criar e provocar o prazer do outro,o artista vive também da alegria de estabelecer uma comunicação profunda com o mundo e de poder tocá-lo com sua criação, apontando para a possibilidade da diferença e da singularidade, nesse cruel cenário em que vivemos, de plena massificação e distanciamento de nossos próprios desejos.”


14

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

BH Convention Bureau tem nova diretoria Foi apresentada a nova diretoria do Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau (BHC&VB), eleita para o biênio 2015/2016. O evento realizado na Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte CDL/BH reuniu as entidades do trade turístico da Capital. Segundo o novo presidente Anderson Rocha (foto), o desafio agora é colocar em prática ações já planejadas pelo Convention com o objetivo de envolver todos os segmentos dessa cadeia produtiva e reforçar o slogan que o turismo, como atividade econômica, é negócio. “Minas Gerais é o segundo destino emissor do Brasil, mas queremos nos tornar o destino mais visitado do país também. Por isso, não queremos perder tempo com nada. O planejamento já está pronto, assim como o planejamento de marketing da Belotur (Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte), então é colocar em prática todas as ações”, explica Rocha.

Alcance Comunicação

A proposta da instituição é dialogar com as cadeias produtivas de cada segmento como moda, tecnologia da informação e medicina. “Vamos falar com essas, e outras cadeias, que são vocacionadas da cidade e da região metropolitana e identificar as oportunidades no ambiente nacional e também internacional. Belo Horizonte já é destaque em várias frentes de atuação, então temos que apresentar isso de forma mais constante. Devemos abordar o turismo como uma cadeia econômica de geração de emprego e renda”, destaca o presidente do BHC&VB. Para o presidente da CDL-BH, Bruno Falci, esse entendimento é fundamental. “Se o turismo vai bem, o comércio também vai. Afinal o desenvolvimento do Estado também tem e precisa ter cada vez mais, o turismo como um dos seus caminhos”, avalia.

Presidente da Dufry do Brasil, Humberto Mota, fala na ADCE MG O advogado e presidente da Dufry do Brasil, Humberto Mota, foi o convidado para o almoço do semestre da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE MG), realizado na Fiemg (foto). Com o tema: “Cenários Brasileiros em 2015 e 2016”, Mota traçou um panorama do atual momento econômico, social, político e de mercado e suas perspectivas e possíveis desdobramentos no próximo ano. O empresário ressaltou que a sociedade brasileira tem que ter uma atitude de cobrança para que a agenda do Brasil seja a agenda da sociedade. Destacou que as perspectivas para o PIB em 2015, juntamente coma inflação, são algumas das principais preocupações. “As perspectivas para o PIB desse ano não são das melhores, especialistas de mercado apontam para um resultado negativo. Temos de ficar atentos também

Divulgação

com a inflação para que ela não chegue aos dois dígitos. Inflação acima da zona de conforto provoca a perda de referência de preços o que acaba corroendo a renda e penalizando sempre quem está na base da pirâmide”, disse Mota. O executivo acredita que em 2016 o Brasil já apresente números positivos em alguns setores, principalmente o de commodities. Citou como exemplo a reabertura do mercado russo e chinês para a carne brasileira, além de forte demanda para outros insumos como milho e soja em países europeus e americanos. Para empresários, Mota destacou que o momento é para se evitar dívidas já que o dinheiro está muito caro. Mas para aqueles que estão com dinheiro em caixa é o momento para buscar novas oportunidades de negócios e se preparar para a retomada da economia.


15

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015


16

Jornal Belo Horizonte, MG - Brasil • 15 de junho a 15 de julho de 2015

/tapbrasil

Profile for JORNAL MG TURISMO

Jornal MG Turismo - Julho 2015 - Edição 339  

Jornal MG Turismo - Julho 2015 - Edição 339

Jornal MG Turismo - Julho 2015 - Edição 339  

Jornal MG Turismo - Julho 2015 - Edição 339

Profile for 220192
Advertisement