Issuu on Google+


Curta nossa pรกgina no Facebook !


Para anunciar, ligue : 8893.5996

Dia da Pizza Desde o dia 10 de julho de 1985, nós, brasileiros, comemoramos o Dia da Pizza. Um dia para pensarmos naquele disco fininho de massa crocante e macia, coberto de condimentos inebriantes, queijos derretidos que esticam feito suculentos elásticos e, sim, salpicado com temperos que nos fazem suspirar. Pizza é tão bom que tem dois dias em sua homenagem: internacionalmente, a comemoração é no dia 7 de setembro. A primeira pizza surgiu antes de Cristo e era uma fina camada de massa conhecida como “pão de Abraão”. Era chamada de Piscea, por isso o nome pizza. No Brasil e nos outros países, a pizza chegou por intermédio dos imigrantes italianos. Pizza é bom e todo mundo gosta, mas, atenção, ela não pode ser consumida sem moderação. Para quem quer perder ou o manter peso, o ideal é não passar de duas fatias. Quando escolhemos os sabores adequados, o alimento pode ser muito nutritivo. A massa da pizza é boa fonte de carboidrato, principal fornecedor de energia ao corpo. O alimento costuma ser rico em calorias devido à cobertura, que contém gordura, por isso, deve-se prestar bastante atenção na hora de fazer a escolha dos ingredientes. Fonte : http://bemleve.bolsademulher.com/


Curta nossa página no Facebook !

Salmos 27 27:1 O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O SENHOR é a fortaleza da minha vida; a quem temerei? 27:2 Quando malfeitores me sobrevêm para me destruir, meus opressores e inimigos, eles é que tropeçam e caem. 27:3 Ainda que um exército se acampe contra mim, não se atemorizará o meu coração; e, se estourar contra mim a guerra, ainda assim terei confiança. 27:4 Uma coisa peço ao SENHOR, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do SENHOR e meditar no seu templo. 27:5 Pois, no dia da adversidade, ele me ocultará no seu pavilhão; no recôndito do seu tabernáculo, me acolherá; elevar-me-á sobre uma rocha. 27:6 Agora, será exaltada a minha cabeça acima dos inimigos que me cercam. No seu tabernáculo, oferecerei sacrifício de júbilo; cantarei e salmodiarei ao SENHOR. 27:7 Ouve, SENHOR, a minha voz; eu clamo; compadece-te de mim e responde-me. 27:8 Ao meu coração me ocorre: Buscai a minha presença; buscarei, pois, SENHOR, a tua presença. 27:9 Não me escondas, SENHOR, a tua face, não rejeites com ira o teu servo; tu és o meu auxílio, não me recuses, nem me desampares, ó Deus da minha salvação. 27:10 Porque, se meu pai e minha mãe me desampararem, o SENHOR me acolherá. 27:11 Ensina-me, SENHOR, o teu caminho e guia-me por vereda plana, por causa dos que me espreitam. 27:12 Não me deixes à vontade dos meus adversários; pois contra mim se levantam falsas testemunhas e os que só respiram crueldade. 27:13 Eu creio que verei a bondade do SENHOR na terra dos viventes. 27:14 Espera pelo SENHOR, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo SENHOR.


Para anunciar, ligue : 8893.5996

Buscas no Google poluem o mesmo que uma chaleira elétrica Uma simples consulta no Google que parece inofensiva é capaz de produzir quase a mesma quantidade de dióxido de carbono que ferver uma chaleira de água. Essa é conclusão de um estudo feito pelo físico norte-americano Alex Wissner-Gross, que mostra o impacto da maior ferramenta de busca no meio ambiente. Pela análise de Gross, o Google emite 7 gramas de dióxido de carbono, ou seja, duas buscas equivalem a uma chaleira elétrica enquanto ferve água, 14 gramas. O cientista fundamenta que as emissões geradas pelo site são derivadas do tempo que o computador fica ligado, mas principalmente, pelo gasto dos centros operacionais de dados do Google. Uma das justificativas para a afirmação acima está, segundo o físico, na quantidade de bancos de dados que o sistema de busca utiliza para dar o rápido resultado às consultas dos usuários, sendo assim, produz mais dióxido de carbono que seus concorrentes.

Malabarismo aumenta o poder do cérebro Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, analisaram 24 adultos que não sabiam fazer malabarismo durante um período de seis semanas. Os participantes foram divididos em dois grupos – o primeiro recebeu seis semanas de treinamento de malabarismo e praticaram a atividade 30 minutos por dia. O segundo grupo permaneceu sem a atividade. Os resultados indicam que os adultos que praticaram malabarismo apresentaram um aumento de 5% na chamada massa branca. O aumento foi identificado na parte posterior do cérebro chamada de sulco intraparietal, que contém nervos que reagem quando tentamos alcançar objetos incluídos na visão periférica. Fonte http://www.naosalvo.com.br/


Curta nossa página no Facebook !

Receita do Mês

FAROFA FRIA INGREDIENTES • 300 gr. de salsicha picada • 1 cebola picada • 1 salsinha picada • 300 gr. de azeitona • 1 pimenta dedo de moça picada • Sal e pimenta do reino a gosto • Azeite até umidecer a farinha • 1 pct. de 500 gr. de farinha Bijú Deuza

MODO DE PREPARO Coloque os ingredientes bem picadinhos em uma vasilha grande, junte a farinha Biju aos poucos e vá mexendo, adicione os temperos, pimenta, sal, salsinha e o azeite. Misture bem até a farofa ficar bem molhadinha.

Receita Fornecida pela nossa amiga e colaboradora Wanda Nascimento


Para anunciar, ligue : 8893.5996 Previna-se contra as doenças típicas do inverno O número de espirros denuncia: o inverno chegou. A estação fria chega a aumentar em 40% a incidência das doenças respiratórias, como gripe, rinite e asma. Isso acontece por vários motivos, afirma o pneumologista Roberto Rodrigues Junior, do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA. Tudo começa com o próprio frio, que funciona como um irritante para as vias aéreas de algumas pessoas. Além disso, há redução da umidade relativa do ar; a inversão térmica (responsável pelo acúmulo maior de poluentes na atmosfera); a maior concentração de pessoas em locais fechados e pouco arejados e também o uso de casacos de lã e cobertores, que ficam guardados no armário por longos períodos e acumulam poeira. Na maioria dos casos, o principal sintoma é o desencadeamento de uma crise alérgica, provocada pela reação de hipersensibilidade do organismo. . Fonte: http://www.minhavida.com.br/



revista-junho-pdf