Page 1

ANO 1 I | Nº Nº17 DISTRIBUIÇÃOGRATUITA GRATUITA| 10 | 27 outubro 2012 18 || DISTRIBUIÇÃO novembro

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Cidadedomar Penichededicamais um mês ao seu principal recursoeconómico, turisticoedesportivo //Centrais

Peniche

Pescadores queixam­se contra fiscalização da Marinha

PUBLICIDADE

// P2

Óbidos

Telmo Faria promove concelho a possíveis investidores

// P5

Caldas da Rainha Primeiro Dia do Exército fora de capital de distrito

// P6


| concelhos // peniche

Alterações de trânsito em arruamentos

Inspeções prejudicam pescadocerco

A Associação Mútua dos Armadores de Peniche (AMAP), representativa destas embarcações locais, acusou, no dia 6, a Marinha de prejudicar a produtividade da faina com fiscalizações que "desrespeitam a atividade e a lei comunitária"

Desde o passado dia 6, a cidade de Peniche apresenta alterações de trânsito nas suas ruas. As mudanças centram­se sobretudo no sentido único em alguns arruamentos. São eles a Rua António Cervantes, a Travessa do

Campo da República, o Largo Castilho e a Rua Francisco Seia, onde, a título de exemplo, para passar para as traseiras da Igreja de São Pedro, tem de se subir pelo lado esquerdo desta.

Prémio para prestígio e reconhecimento O Rotary Clube de Peniche leva a efeito a iniciativa “Prémio de Mérito Dr. Renato Fortes” para reconhecer e prestigiar os jovens da comunidade da cidade, ou que nela vivam, na faixa etária dos 12 aos 30 anos. Podem ser candidatos todos os jovens que na sequência de uma atividade tenham sido protagonistas de uma intervenção relevante e inovadora no concelho de Peniche, ou que de alguma forma prestigie a região, nos seguintes domínios da arte e

moda, desporto, ciência, empresarial, solidariedade, comunidade e ensino. As candidaturas serão propostas pelos sócios do Rotary Clube de Peniche, ou por uma das entidades constantes no regulamento da iniciativa, através do endereço eletrónico gracifaria43@gmail.com, ou por carta para Rotary Clube de Peniche, Remédios 2520 631 Peniche. O prazo para as candidaturas termina no próximo dia 15.

Expo Aves com bons números Entre o feriado de 1 de novembro e o domingo seguinte, a Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Ferrel recebeu a 22ª Expo­Aves de Peniche, a 8º Avilonga e o 4º Festival do Canário de Porte. Organizada pelo Clube Ornitológico de Peniche e pelo Clube Ornitológico de Vialonga, a exposição contou com, “2.290 aves a concurso, 973 canários de cor, 944 canários de porte, 243 exóticos e 130 psitacídeos”, disse Sérgio Rodrigues, um dos responsáveis pelo evento, acrescentando que “dificilmente haverá exposições locais com estes números”.

02

10 novembro 2012

Humberto Jorge, presidente da AMAP, explicou que a fiscalização feita a uma embarcação pela corveta João Coutinho "acabou por prejudicar gravemente a atividade económica, pois sete das 14 embarcações acabaram por regressar a terra sem pescado". Sem quaisquer resultados do dia de faina, o dirigente associativo adiantou que as embarcações somaram prejuízos à volta dos 21 mil euros. Contactada pela agência Lusa, a Marinha explicou que foi feita uma vistoria a uma única

embarcação que em outubro foi autuada por se encontrar a pescar dentro da Reserva Natural das Berlengas, e que "a vistoria demorou 10 a 15 minutos e a embarcação ainda não tinha iniciado a atividade da pesca". O presidente da mutua de armado­ res explicou que a abordagem, numa altura em que se preparavam para lançar as artes de pesca, desrespeita a lei comunitária que regulamenta a atividade, ao "importunar a pesca, visto que os barcos têm de estar parados à

Roubos de cobre a julgamento O Ministério Público pediu julgamento para os roubos de cobre ocorridos no concelho de Peniche entre fevereiro e outubro deste ano. Vão ser julgados 19 arguidos distribuídos por 11 processos, anunciou a Procuradoria­Geral Distrital de Lisboa (PGDL), no dia 2. A procuradoria adianta que os 19

arguidos, com idades entre os 20 e os 34 anos, são na maioria desempregados e com antecedentes criminais. O Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa assume ter dirigido estes processos com "a prioridade máxima", sendo coadjuvado pela PSP ou pela GNR consoante as áreas territoriais,

espera que o peixe venha à superfície da água para ser capturado". Humberto Jorge explicou que o regulamento de controlo da pesca estipula que a fiscalização seja concertada entre as autoridades e o armador ou adiada para uma fase posterior para que seja efetuada sem interromper a pesca. A Marinha adiantou que não existem explicações para o facto de as sete embarcações terem regressado a terra, uma vez que só uma foi fiscalizada.

fazendo­se notar "especiais dificuldades de deteção destes furtos praticados diariamente, com enorme dispersão, intensidade e incidência variadíssima", indica a PGDL, citada pela Lusa. Para além de Peniche, serão também julgados os crimes nos concelhos de Seixal, Almada, Lisboa, Sintra e Loures.


peniche // concelhos

AnimaçãoTurística projetadanaESTM

|

Primeiro Festival de cinema em alto mar

Terminou ontem a II Conferência Internacional em Animação Turística, ação promovida pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, do Instituto Politécnico de Leiria

A conferência realizada no âmbito do Projeto Oeste Ativo, apoiado pelo QREN, começou no dia 7 na Escola Superior de Turismo e Tec­ nologia do Mar de Peniche e a lista de 50 oradores convidados foi constituída “por especialistas de renome, tanto do meio académico como empresarial”, que se dispuseram a partilhar “a sua experiência inovadora no domínio da animação” explica Pedro Gonçalves, investigador da ESTM e membro da organização do evento. Este adiantou ainda que a instituição quer “contribuir para o estabelecimento de pontes entre os domínios académico e empresarial, dando a conhecer modelos de

excelência no domínio da animação, e fazendo com que este subsetor do turismo se torne cada vez eficiente”. Sobre a pertinência da conferência internacional, o responsável explica que "a crescente mobilidade turística põe cada vez mais em destaque a questão da interculturalidade no âmbito da animação turística e, nesse novo contexto, os profissionais de animação turística têm que saber lidar com uma grande diversidade de preferências, culturas, valores, atitudes e fenómenos globais, salienta, acrescentando ainda ser necessária a cooperação e a interdependência entre os profissionais e os

Caça submarina na costa Hoje e amanhã a Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas, em conjunto com o Clube Náutico dos Oficiais e Cadetes da Armada e o Clube Naval de Peniche vão levar a efeito uma prova de caça submarina a contar para o Campeonato Nacional de Triplas e a I Edição do Troféu de Pesca Submarina Beauchat & António Bessone Bastos. As provas decorrem a norte ou a sul da costa de Peniche e as

pesagens serão feitas na Ribeira ou no ISN, consoante as condições atmosféricas. Estará também patente um stand com imagens do trabalho federativo, nomeadamente campeonatos de fotografia subaquática, hóquei subaquático, pesca submarina e natação com barbatanas, e ainda os magazines em colaboração com a RTP2­ Desporto. Parte das capturas serão doadas a uma instituição de caridade e outras serão sorteadas.

especialistas do meio académico, de modo a facilitar a partilha de experiências inovadoras que levam à implementação de boas práticas no âmbito da animação". O painel de convidados contou com a presença de especialistas do setor provindos de universidades dos EUA e da Alemanha. Esteve também presente Arêas, diretora de marketing do Rock in Rio, José Parreira, da Óbidos Património, e mais de 20 empresas de animação turística. A segunda edição da Conferência Internacional em Animação Turística, contou com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

O Odisseia – Tourism & Ecology Film, primeiro festival de cinema flutuante do mundo, é organizado pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) de Peniche, em parceria com outras duas entidades internacionais. O festival, a bordo de um navio de cruzeiro, inicia­se amanhã em Génova, Itália, tem uma paragem em Barcelona, Espanha, e termina no dia 14 em Lisboa. Para o diretor do festival, Fernando Santos, “o objetivo é juntar as vertentes da ecologia, do turismo em geral e do turismo de cruzeiros em particular para fazer pela primeira vez um festival flutuante a nível mundial. Sendo este um festival itinerante há a particularidade de se deslocar às cidades e não o oposto.” Para além da componente turística, “o evento é uma competição de talentos realizado num ambiente temático, estando criadas as condições para a partilha de experiências, permitindo

aos participantes obter conhecimentos sobre novas tendências, criar novas redes de colaboração e dar a conhecer os seus próprios projetos a novos parceiros.” O professor Francisco Dias, responsável pelo GITUR – Grupo de Investigação em Turismo da ESTM, assegura que este “será um grande cineclube. Associando os espetadores cinéfilos e os produtores e realizadores de cinema aos turistas habituais de um navio de cruzeiros, esta mostra de cinema em pleno mar decorrerá a bordo de um dos maiores navios do mundo, o MSC Fantasia, com 333 metros de comprimento e capacidade para 4.000 turistas.” O painel de júris é constituído por personalidades ligadas ao cinema e à televisão, vindos desde a Austrália, Brasil, Inglaterra, Espanha e Cabo Verde. O grande prémio do festival é a “Grande Bússola de Ouro".

Dia de Restauração e Catering Os alunos do 3º ano do Curso de Restauração e Catering da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche vão desenvolver, no dia 27 de novembro, o " Dia de RC". Este evento consiste na realização de

palestras onde figuras na área da restauração irão dar parte do seu conhecimento e experiências ao longo da sua carreira. Existirão ainda vários workshops no mesmo tipo de área.

Interculturalidade entre alunos Os alunos finalistas da Licenciatura em Turismo da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar vão realizar o evento “Cultural Interchange” no dia 11 de dezembro. Segundo os alunos, o evento tem como tema e objetivo central a partilha de culturas entre a comunidade do Oeste e os alunos estrangeiros do programa académico Erasmus, oriundos de países da União Europeia, sendo primordial fomentar a interculturalidade entre comunidades e simultaneamente promover a cultura da região Oeste.

10 novembro 2012

3


| concelhos // óbidos

Vila Natal do princípio ao fim A Vila Natal está de volta à cerca do Castelo entre os dias 7 de dezembro e 2 de janeiro de 2013. Com o espaço aberto durante todos os dias (ao contrário do que sucedeu no Mercado Medieval e Feira do Chocolate), a Vila Natal de Óbidos oferece aos seus visitantes animações como o Oppidum Planetário, o Covil dos Musaranhos (escorregas), o

Virtuarium (casa de espelhos), o Paço do Natal (casa do Pai Natal), a Fábrica de Luz e espetáculos de marionetas e exposições de monstros marinhos, entre outras atividades ligadas ao espírito natalício. O preço de entrada para maiores de 3 anos é de 5€, se for em excursão o preço é de 4€.

Construçãodos edificios doParqueTecnológico

A obra dos novos edifícios centrais está avaliada em 5,4 milhões de euros deve estar concluída em 2013. Inserida no programa Inov C, a empreitada destaca a “componente da sustentabilidade”

Grupo de teatro apresenta “O Auto da Compadecida” “O Auto da Compadecida” é a peça estreada pelo grupo de teatro das Gaeiras, “Os Gaiatos da Vila”, no dia 17 de novembro pelas 21h30, no Complexo Escolar do Alvito. A sinopse da peça escrita em 1955 pelo brasileiro Ariano Suassuna, descreve "as aventuras de João Grilo, um homem pobre e mentiroso, e Chicó, o mais cobarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam vários

episódios, enganando todos os habitantes de uma pequena vila. João Grilo morre, juntamente com outras personagens, por um ataque à vila pelo temido cangaceiro apelidado de Severino. Todos vão para o céu onde se encontram com o Diabo, Jesus e Nossa Senhora da Compadecida… Uma vez lá veremos qual o destino de cada um”. A obra tem encenação de Pedro Bernardino.

Outono aquece com música

A vila de Óbidos dedica o início desta estação do ano à música. A iniciativa “Outono com música” começou no dia 27 de outubro, com a artista Sandra Russo e com a “Viagem ao Swing", com interpretação de Standards de Jazz. No dia 3 deste mês, ouviram­se as "Era uma vez..."e "Pais & Filhos", onde foram revividas bandas sonoras infantis da década de "80" até à atualidade. Hoje é dia do projeto multi­cultural “Uma

4

Voz, uma Alma”, e da Banda da União Filarmónica de A­da­Gorda atuarem no Auditório Municipal Casa da Música em Óbidos. O concerto da banda conta com vários convidados, nomeadamente Abel Gomes, no violoncelo, e António Carvalho e Pedro Barbosa, no contrabaixo de cordas. As entradas são livres e a iniciativa tem o apoio do Município de Óbidos e Óbidos Criativa, E.E.M.

10 novembro 2012

A empresa MRG, Engenharia e Construção S.A, foi a vencedora do concurso de empreitada dos edifícios centrais e arranjos exteriores do Parque Tecnológico de Óbidos, no qual participaram catorze concorrentes. O valor total da empreitada de construção é de 5,4 milhões de euros, verba incluída no programa estratégico Inov C, liderado pela Universidade de Coimbra. Este programa pretende “desenvolver um ecossistema de inovação na região Centro e permite ao Parque Tecnológico de Óbidos, um dos parceiros nucleares do programa, o acesso a apoio comunitário, através do QREN, destinado a parques de ciência e tecnologia e a incubadoras de base

científica e tecnológica. A percentagem de apoio comunitário negociada é de 85 por cento”, anuncia o Município de Óbidos. Jorge Mealha foi o arquiteto que projetou os edifícios com uma área total de construção superior a 4 mil m2, permitindo um aumento de oferta e de alternativas existentes para as empresas e empresários disponibilizando ao mesmo tempo melhores condições de instalação, de infraestrutura tecnológica, de cooperação entre as empresas e instituições parceiras (com destaque para a Universidade Técnica de Lisboa, a Universidade de Coimbra, o Instituto Politécnico de Leiria e a ETIC ­ Escola Técnica de Imagem e Comunicação), mais serviços de apoio

e excelentes condições de trabalho.

Sustentabilidade Outro destaque, admite a câmara de Óbidos, é a componente da sustentabilidade ligada à construção e manutenção. “Quase metade do edifício está coberto por uma estrutura vegetal criada sobre as coberturas dos espaços com o objetivo de maximizar a disponibilização de zonas verdes de enquadramento e de fruição. As zonas verdes são maioritariamente plantadas com espécies adaptadas ao clima da região, que requerem uma baixa manutenção, bem como a consequente redução das necessidades de rega”. O prazo de conclusão da obra está marcado para 2013.

Mais um espaço para promover a criatividade

O Epic – Espaço para Promoção da Inovação e Criatividade abriu as portas em Óbidos no fim de semana de 26 e 27 de outubro. Este é um conceito de trabalho alternativo, em que todos os participantes contribuem com ideias e soluções para o desenvolvimento de projetos. O conceito, denominado “CoLab” (laboratório de laboração)

foi desenvolvido por Pedro Reis e Ron Reis, que, depois de viverem em vários países, escolheram Óbidos para instalar “um espaço de trabalho alternativo”. Na apresentação deste novo projeto, Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, explicou que “este é mais um modelo de trabalho que estamos a testar tendo em conta a aposta que temos

feito na atração de empreendedores das áreas criativas". Uma das particularidades reside no facto de, mesmo quem aluga apenas esporadicamente “ter acesso a todo o espaço, porque não existem salas ou mesas reservadas, existem espaços funcionais para usar conforme o que se está a fazer”, explicou Pedro Reis.


óbidos // concelhos

Óbidos mostra-se apossiveis investidores

O turismo residencial, a agricultura e as indústrias criativas são os principais chamarizes do concelho e Angola, Rússia, Finlândia e Turquia vieram conhecê­los. Telmo Faria quer “atrair massa cinzenta”

|

Pensar a cores

O Serviço Educativo do Museu matéria plástica e uma nova visão. Municipal de Óbidos já abriu as Cada inscrição para ver a exposição inscrições para a edição deste ano do tem o valor de 5€. “Pensar Colorido”, projeto que procura disponibilizar ao público um conjunto de propostas de sensibilização para as artes plásticas. A pintora Romarina Passos é a artista que concebe e realiza a ação ligada à educação artística entre os meses de novembro e julho do próximo ano, no Museu Municipal de Óbidos. Os ateliês terão como foco o acervo dos museus e galerias, numa temporada de atividades plásticas onde se articulam iniciativas concebidas para desenvolver a sensibilização para a pintura e os cuidados que se devem ter para salvaguardar o património, a história da pintura, evolução da

Conservadores de arte sob debate No dia 25 de novembro o Programa do Serviço Educativo da Rede de Museus e Galerias de Óbidos promove uma formação sobre curadoria. Intitulada “Desafios da mediação cultural”, a formação dedicada aos conservadores de arte aborda o impacto político e social destes, a sua importância e de que forma podem ser utilizados para facilitar a

comunicação numa instituição cultural. Dinamizada por Genoveva Oliveira, a formação irá debater ainda os temas: o curador enquanto mediador; a curadoria pode ter impacto social?; e o exemplo das práticas curatoriais feministas. A inscrição pode ser feita até ao próximo dia 20, através de genovevaoliveira@gmail.com. O custo da inscrição é de 25 euros.

“Like” à Biblioteca O turismo do concelho de Óbidos foi o principal motivo da visita de uma comitiva das embaixadas de Angola, Rússia, Finlândia e Turquia no dia 24 de outubro. A “Estratégia de Óbidos” foi apresentada pormenorizadamente por Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, que recebeu a comitiva no Salão Nobre dos Paços do Concelho, sem deixar de afirmar que “o turismo” e “as indústrias criativas” são setores “muito importantes” para este território. “Não se está a criar um cluster de negócios, mas de pessoas”, afirmou o autarca, sublinhando que se pretende atrair “massa cinzenta” para o

concelho. Por isso, para qualquer pessoa que tenha excelentes ideias, “é preciso suscitar condições, ou seja, criar uma nuvem criativa”, explicou, destacando que Óbidos quer “gente com capacidade para fazer coisas, pessoas que criem riqueza, que criem emprego”. Triângulo económico Estes três setores traduzem­se no “turismo residencial, agricultura e indústrias criativas”, e são a “aposta” para baixar os índices de construção no Plano Diretor Municipal concelhio. “Ajuda­nos a atrair mais investidores”. Quanto à componente agrícola, o autarca explica que

existem no concelho “cerca de 1500 empresas, das quais 80 por cento estão no setor da agricultura e, muitas delas, trabalham com grandes empresas exportadoras”, como é o caso da fruticultura. O Diretor Regional da Direção Regional de Economia de Lisboa e Vale do Tejo, entidade que solicitou o encontro, Ricardo Sousa Emílio, disse que “Óbidos é uma das pérolas” do nosso País, pelo que esta comitiva deveria conhecer, de perto, o que está a ser feito. “Óbidos tem uma grande dinâmica e, por isso, devemos partilhar este tipo de experiências”, acrescentou.

Desde a última quinzena de outubro que a Biblioteca Municipal de Óbidos oferece um novo serviço a todos os seus utilizadores, através da implementação da Comunidade Digital de Leitores. Este novo serviço, ativo na página de Facebook da biblioteca, “procura”, diz o município, “estreitar os laços entre

todos os utilizadores ou visitantes e o serviço de bibliotecas, utilizando uma comunicação mais prática, atual e simplificada”. Quem aceder a esta página e “gostar” da Biblioteca Municipal, tem conhecimento de propostas de leitura e iniciativas promovidas pelas bibliotecas de Óbidos.

Assalto a escola deixa alunos sem aulas O furto no Complexo Escolar do Furadouro, no concelho de Óbidos, deixou, no dia 2, mais de 200 alunos do primeiro e segundo ciclos sem aulas, informou fonte da autarquia. Esta adiantou que a escola esteve encerrada para “efeitos de peritagem”, mas foram asseguradas as refeições das crianças do jardim de infância.

A ocorrência ficou a cargo do Núcleo de Investigação Criminal da GNR das Caldas da Rainha, que disse à agência Lusa que "o alarme foi danificado" e que foram furtados "alguns computadores”. O Complexo Escolar do Furadouro foi inaugurado em 2010 e conta com 224 alunos, 134 do primeiro ciclo e 90 do segundo ciclo.

10 novembro 2012

5


| concelhos // caldas da rainha

Escola de Hotelaria e Turismo ao máximo

Umbom DiadoExército

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) está a funcionar em pleno da sua capacidade com cerca de 270 alunos, 50 dos quais oriundos da extinta Escola de Hotelaria e Turismo de Santarém. O encerramento da escola de Santarém, devido a uma reorganização da rede por parte do Turismo de Portugal, trouxe até à

instituição localizada nas Caldas da Rainha alunos de Rio Maior, Torres Vedras e de Santarém para uma dupla certificação, e do resto do país para formação especializada nas áreas da pastelaria e gestão de turismo. O Turismo de Portugal disponibiliza diariamente um autocarro para transportar os alunos e formadores de Santarém.

Foto: Dmytry Fotography

Pela primeira vez fora de uma capital de distrito, as Comemorações do Dia do Exército realizaram­se nas Caldas da Rainha com a presença do Ministro da Defesa Nacional e do Chefe do Estado­Maior do Exército. A população também correspondeu em grande número

Código do Trabalho em discussão No próximo dia 15 a AIRO ­ Associação Industrial da Região do Oeste­, organiza na Expoeste, Caldas da Rainha, um seminário sobre as Alterações ao Código do Trabalho. O programa, que começa às 14h30, englobará questões como as Obrigações Administrativas, a Duração do Trabalho, os Contratos

de Trabalho e a Compensação pela Cessão do Contrato de Trabalho, tendo como oradores Lacerda Dias, Ana Estrela e Rita Baptista. Para os associados da AIRO, cada empresa tem direito a uma inscrição gratuita, a partir da segunda cada elemento paga 10€, e para os não associados o preço é de 15€.

Língua Gestual para miúdos e graúdos A Nova Versão ­ Associação de Actividades Desportivas e Lazer promove na Expoeste um curso de Língua Gestual para crianças e adultos. As inscrições já estão abertas e os mais novos terão aulas às segundas­feiras e quartas­feiras, das 18h30 às 19h30 o aos sábados, entre as 11h00 e as 12h00. Os adultos terão aulas às segundas e quartas, entre as 20h00 e as 21h00 ou aos sábados das 10h00 às 11h00. A formação é de 32 horas e pode fazer a sua inscrição através do e­ mail novav.aadl@gmail.com ou te­ lefone 919873836.

Juventude solidária com brinquedos e livros O Centro da Juventude das Caldas da Rainha lançou esta semana uma campanha para angariar brinquedos e livros para oferecer neste Natal a crianças desfavorecidas. Lançando o mote, “Este Natal recolhe os brinquedos e livros infantis que já não usas e oferece­os para outras

6

10 novembro 2012

crianças brincarem”, a “Juventude Solidária” tem em vigor esta campanha até 7 de dezembro no Centro da Juventude de Caldas da Rainha (Rua Vitorino Fróis, nº22 – frente à biblioteca municipal) ou na loja da Surfoz, junto ao Pingo Doce e da Biblioteca da cidade.

No fim de semana de 26 e 28 de outubro decorreram as Comemorações do Dia do Exército. A cerimónia militar na Avenida 1.º de Maio, no domingo, foi presidida pelo Ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar­Branco, que criticou os “comentadores de fato cinzento e gravata azul que enchem as páginas dos jornais e as horas de noticiário televisivo a perguntarem para que servem as Forças Armadas”. Perguntas às quais o ministro responde que “esse discurso de um Portugal desarmado é profundamente perigoso, ainda pior que qualquer outra ameaça externa”. O bispo das Forças Armadas e de Segurança, D. Januário Torgal Ferreira, também falou noutro tipo de ameaças. “A atual debilidade da coesão nacional, fruto de desajustes, e o desequilíbrio escandaloso entre os

que têm mais em comparação com quem nada têm são uma ameaça à solidez do país”, disse o bispo durante a missa, que foi transmitida pela RTP1.

Empreendedorismo a concurso “O dia 30 de outubro foi a data escolhida pela OesteCIM (Comunidade Intermunicipal do Oeste) para as primeiras Ações Piloto da Rede Oeste Empreendedor: a Sessão de Sensibilização ­ Da ideia ao negócio e o Atelier de Ideias. Com sede nas Caldas da Rainha, para onde se deslocaram cerca de

40 pessoas, a OesteCIM apresentou a rede de apoio ao empreendedor disponível na região Oeste e os passos relevantes para se passar de uma ideia a um negócio viável. Realizou­se também o Atelier de Ideias, que te­ ve o objetivo de apoiar a geração de projetos de negócio que possam candidatar­se ao Concurso

O Chefe do Estado­Maior do Exército, General Artur Pina Monteiro, deixou o alerta para a falta de 5.000 homens e mulheres para compor as necessidades da estrutura e anunciou a criação da Escola Prática das Armas, substituta das sete escolas do Exército, e a junção dos hospitais do Exército, da Marinha e da Força Aérea num único Hospital das Forças Armadas. Durante as comemorações assistiu­ se também ao concerto da Orquestra Ligeira do Exército, a demonstração de atividades e ao concerto da Banda Sinfónica do Exército, “atividades que registaram uma elevada afluência da população das Caldas da Rainha”, anuncia o Exército na sua página oficial.

Regional de Ideias. O concurso de empreendedorismo decorre até 18 de janeiro de 2013 e terá como prémio um pacote de consultoria de cerca de 100 horas. Mais informações em www.oestecim.pt/CostumPages/co ncursodeideias.


caldas da rainha // concelhos

|

Comédia no CCC

ESAD "esquece" Saramago

Foto: Margarida Elias

A exposição "Esquecer Saramago" é uma parceria entre a escola das Caldas Rainha e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova. O certame dá também nome a um livro sobre o autor

A Biblioteca José Saramago, do Instituto Politécnico de Leiria recebe até 14 de novembro a exposição itinerante de arte contemporânea “Esquecer Saramago”, uma parceria entre a Escola Superior de Artes e Design (ESAD), a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e a Fundação José Saramago. Todas as obras, unicamente criadas para o projeto, (à exceção das do convidado Pedro Penilo) são da

2005 e 2007 e no ano passado recebeu a Medalha de Mérito pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário. O presidente da associação, Abílio Camacho descreve Jack Casimiro como “um bom líder, alguém de grande caráter, integridade e força que orgulha todos os portugueses”, e que deixou a direção e o comando dos bombeiros “sensibilizados e profundamente emocionados ao saberem que dentro e fora de Portugal existem caldenses que se revêm nos seus bombeiros”.

Rui Sinel de Cordes e Luís Franco­ Bastos regressam agora para atuar no grande auditório e apresentar a 3ª temporada deste projeto de stand­up comedy, que percorre o país entre outubro e dezembro.

Centenas de sabonetes, champôs e desodorizantes foram furtados, na madrugada da passada quarta­feira, de uma fábrica de produtos de higiene e cosmética, nas Caldas da Rainha, mas acabaram espalhados numa rotunda onde os assaltantes se despistaram, informou a PSP. Os assaltantes furtaram ainda um veículo ligeiro de mercadorias que se encontrava estacionado no parque da empresa, para onde

carregaram o material roubado. Porém, “dado o veículo estar substancialmente carregado, despistou­se logo numa rotunda próxima da saída da fábrica”, adiantou fonte das relações públicas do Comando de Leiria da PSP. Os assaltantes puseram­se em fuga, deixando no local a carrinha e o produto do furto, que está a ser investigado pela Polícia de Segu­ rança Pública.

Assaltantes despistam-se e espalham sabonetes, champôs e desodorizantes autoria de estudantes e ex­ estudantes da ESAD e invocam 11 textos de José Saramago. A exposição tem ainda imagens dos extras do filme “José e Pilar”, cedidas pelo realizador Miguel Gonçalves Mendes. Será ainda lançado um livro com o mesmo nome, cuja apresentação decorrea 12 de dezembro, também na Biblioteca José Saramago, com a presença de Pilar del Río, viúva do escritor.

Jack Casimiro dá 25.000 dólares aos Bombeiros

No passado dia 20, Joaquim Casimiro entregou ao presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas da Rainha um donativo no valor de 25.000 dólares. Joaquim Casimiro (ou Jack Casimiro) é natural da Serra do Bouro, tem 66 anos, foi distinguido com a medalha de prata do Município Caldense em 2002, foi eleito por duas vezes o Português do Ano nas comemorações do Dia de Portugal em Newark, New Jersey, nos Estados Unidos da América, em

Os LX Comedy Club estão de regresso ao CCC no próximo dia 17, às 21h30. Depois do espetaculo de junho ter esgotado os 200 lugares do pequeno auditório, Ricardo Vilão, Salvador Martinha,

Casal de idosos assaltado e agredido Um casal de idosos, residente em Broeiros, A­dos Francos, no concelho das Caldas da Rainha foi hospitalizado na madrugada de dia 6 após ser vítima de assalto e agressões com arma branca. "O casal encontrava­se a dormir cerca das 04h00, quando foi assaltado por dois indivíduos que os agrediram com um pau, sendo transportados ao hospital [das Caldas da Rainha] com ferimentos na zona da face", disse à Lusa Ana Vaz, comandante da GNR das Caldas da Rainha. Os idosos, de 85 e 83 anos, foram transportados para o hospital pelos bombeiros das Caldas da Rainha, acionados pelo Centro Distrital de Operações de Socorro de Leiria às 04h09 e que

deslocaram para os locais seis operacionais e três veículos. Segundo a GNR, os assaltantes roubaram várias peças de ouro e outros objetos.

PSP recupera veículos roubados No passado dia 4, às 12h15 e às 19h50, a Polícia de Segurança Publica recuperou, em dois locais distintos, um veículo ligeiro de passageiros e um veículo ligeiro de mercadorias que haviam sido furtados durante a noite do dia anterior na cidade, segundo os

autos elaborados pela polícia. Depois das peritagens técnicas, os veículos foram entregues aos seus proprietários, que os haviam avaliado em cerca de 750€ e 1.100€ respetivamente, disse a PSP em comunicado.

10 novembro 2012

7


Penichevai mais um mês aomar

Março recebeu o Capítulo Perfeito, junho, julho e agosto receberam o verão, outubro o campeonato do mundo de surf e novembro é o “Mês do Mar”. Peniche está cada vez mais virado para o recurso que o abraça e as atividades comprovam­no. Expedições, palestras, economia, ambiente e, claro, o surf fazem parte da agenda Teresa Mouga, diretora da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche, Instituto Politécnico de Leiria, abriu a sessão de apresentação do "Mês do Mar", a falar de um evento que encerra durante o certame: “A escola acolheu todas estas iniciativas com muito bom grado, vão decorrer algumas extremamente interessantes para a instituição, para a comunidade e para Peniche em particular. Também vamos passar um conjunto de filmes e trabalhos, mas há um trabalho importante com a Ema para a extensão da plataforma continental”. Em setembro, e durante duas semanas, decorreu a exploração do mar da Berlenga, “com resultados muitíssimo interessantes para a ciência, uma vez que foram encontradas muitas espécies que não estavam documentadas nas Berlengas”, disse a diretora. O encerramento desta campanha será no dia 12, quando decorrerem também na escola alguns workshops de identificação das espécies. Teresa Mouga afirma que estas “são atividades ligadas ao mar que enriquecem o nosso currículo e a nossa atividade diária mais virada à docência que nos vai permitir trabalhar ligados ao mar. É o que se pretende fazer durante este mês”. António José Correia também esteve

8

10 novembro 2012

presente na apresentação do “Novembro Mês do Mar”, no dia 5, e destacou o envolvimento que este recurso tem proporcionado. “Ver a quantidade de logos associadas [a esta iniciativa] afigura o envolvimento que existe em torno da questão do mar”. Os sete anos de existência desta marca ajudam o presidente da Câmara Muni­ cipal de Peniche a chegar a uma conclusão: “Duvido que outros municípios tenham esta concentração tão elevada de temas durante um mês, com tanta gente a participar e com trabalhos de investigação que acho particularmente interessantes. Também há congressos para englobar esta caldeirada que vamos servir”. António José Correia enfatiza a diversificação de atividades, mas também dos seus locais de execução. “Muitas delas têm lugar aqui mas o mês do mar vai ser levado a outros pontos da cidade e do concelho”. O dia 12 veio novamente à baila: “A atividade desse dia vai contar com a presença do Secretário de Estado do Mar, uma oportunidade interessante por parte da divulgação dos resultados da campanha, e também em ouvir o senhor secretário a fim de algumas coisas necessárias para que haja definição relativamente ao futuro do nosso porto

e das entidades que são associadas, na área portuária propriamente dita”. Re­ ferente aos outros locais de atividades, o presidente da câmara destaca um deles. “O mar português por aquilo que também contribui para a aprendizagem em contacto com os mais novos é particularmente importante. Vamos dar a conhecer aquilo que a comunidade local tem feito de modo a chegar aos diversos níveis de ensino secundário através da "Semana Tanto Mar", mas também nos outros níveis através de projetos de mar pedagógico que vai ser interessante nós tentarmos disseminar”. Ricardo Esteves, presidente do Rotary Clube de Peniche, destacou, entre as atividades deste mês, as dedicadas às alterações climáticas. “Pareceu­me fazer todo o sentido enquadrar este tema no mês do mar. Vão ser faladas também as implicações do impacto que essas alterações terão nas atividades económicas locais, nos comerciantes, nas pescas, agricultura e turismo e sobre o que cada um de nós poderá fazer para mitigar esse impacto”. Como o mar não é só estudos e economia, Paulo Ferreira, presidente da Península de Peniche Surf Clube, explicou o conceito do clube.

“Desenvolvemos atividades desportivas com tudo o que seja relacionado com a onda. Peniche é a capital da onda e praticam­se mais atividades para além do surf”. Mas ainda no surf, falou de novos projetos: “Na nova direção já começamos com os conjuntos de cariz social na questão do surf adaptado, uma temática bastante interessante, onde contamos com a ajuda da ESTM para o desenvolvimento da modalidade e darem­nos aquilo que nós não temos, quer nas áreas do turismo, realização de eventos, e tudo o que esteja relacionado com o mar”.

Diário de bordo

Quem ainda não participou em nenh atividades programadas para o “No Mês do Mar”, fica a saber que perdeu 6, à abertura da Feria do Livro “Surf ­mas ainda a pode visitar até ao dia Salão Nobre da Fortaleza de Penic exibição do documentário “Berlenga – Farol.


huma das Se ficou com vontade de conhecer mais Novembro sobre o mês dedicado ao mar, O Jornal eu, no dia diz­lhe que há muito por escolher. Na f e Mar” próxima segunda feira é a sessão de a 25, no encerramento da“Campanha che­, e à EMEPC/M@rbis/Berlengas2012”, no – Ilha do auditório da ESTM às 21h00. No dia 14 decorre uma ação de campo da parte da manhã (sessões que se repetem a dia 18, 24 e 25) e à tarde uma palestra na apresentação pública do livro “Cetáceos de Portugal”. A Escola Secundária de Peniche também é palco das atividades deste mês e no dia 15 recebe uma paletra sobre as Berlengas e os seus “Caminhos para a Sustentabilidade”. O auditório Stella Maris recebe no dia 17 uma biografia teatralizada de Torga, “Teatro Mar”, pelas 21h00. No dia 19, o GAC Oeste apresenta os projetos IEO para o desenvolvimento sustentável das comunidades costeiras, no anfiteatro da ESTM às 18h00. A “Promoção do Mar Português e o Despertar de Novas Vocações para o Mar",

é debatido às 10h00 no auditório da escola superior pelo velejador solitário Ricardo Diniz, pelo Colégio Padre Arrupe, pela Fórum Estudante e pela Câmara Municipal de Peniche. O Engenheiro Carlos Borrego, professor catedrático da Universidade de Aveiro dá uma palestra no auditório da câmara municipal às 21h00 do dia 22 sobre as “Alterações Climáticas: Uma Realidade Transformada em Desafio”. O impacto económico do Rip Curl Pro Portugal é discutido no dia 27, e no dia seguinte é apresentado o documentário “Berlenga 2012". O Desporto também marca presença na agenda deste mês com o batismo de surf no dia 17 feito pelo Península Peniche Surf Clube. O clube da cidade vai também estrear a prova “Refresh Drop Knee, que tem um tempo de espera entre 24 do mês do mar e 1 de dezembro.

10 novembro 2012

9


| região

Representantes do distrito na JS

Tiago Gonçalves foi eleito presidente da Comissão Nacional de Jurisdição da Juventude Socialista no XVIII Congresso Nacional do partido, nos dias 2, 3 e 4 deste mês. No congresso que culminou com a eleição de um novo Secretário­geral, João Torres, estiveram presentes mais de 300 delegados oriundos de todo o país. Entre a eleição de novos órgãos nacionais, destacam­se os do distrito de Leiria. Para além de Tiago Gonçalves, natural de Peniche, também António Santos, de Alvaiázere, José Semião, de Alcobaça, Fábio Santos, de Porto de Mós, e Bruno Correia, natural do Bombarral, ocuparam cargos nacionais na JS.

All thatDavid wantis Peniche

O músico, natural de Leiria e vocalista dos extintos Silence 4, estreou no dia 8 o videoclip do seu novo single “All that i wanted”, gravado na integra em Peniche e no Baleal, e produzido por si. O Jornal falou com ele para saber porque escolheu esta cidade, e ficou a conhecer as suas raizes, inspi­ rações e quase alguns dos seus segredos. Em 24 horas,o video teve mais de 10.000 visualizações

Centro de Dia inaugurado um ano depois

A Associação de Solidadriedade de Montejunto (ASM), na Pragança, Cadaval, inaugurou no passado dia 4 o Centro de Dia, situado na base da serra. A funcionar desde dezembro de 2011, o novo equipamento social só agora pôde ser inaugurado, uma vez que se aguardava a entrega da viatura especial de transporte de utentes, disse Marlene Fernandes, diretora técnica do centro. Orçada em 430 mil euros, a

construção da infraestrutura foi cofinanciada em 190 mil euros pelo Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais, 100 mil euros por via de donativos da população, e os restantes 140 mil resultaram de empréstimo bancário. Esta associação, a sétima no concelho do Cadaval, tem capa­ cidade para 30 utentes, e projeta serviço social domiciliário a 30 lares.

Jardim Escola recebe diversões

O Jardim de Infância do Vale da Várzea, Bombarral, recebeu no início do ano três novos equipamentos, um baloiço, um escorrega e um balancé. O presidente da junta desta localidade, António Feliciano Júnior diz que esta instalação deve­se “a um pedido efetuado há já algum tempo pelas educadoras e pelas crianças deste jardim, uma vez que o mesmo não dispunha deste tipo de equipamento”. Este adiantou ainda que a resposta a este pedido só foi possível “com uma parceria entre a junta e o hipermercado Continente existente na vila.”

10

10 novembro 2012

O seu novo trabalho, "Seasons: Falling" retrata um ano da sua vida em músicas. “All that i wanted” tem alguma inspiração nesta zona? Os meus avós maternos são de Peniche e tenho uma ligação com a cidade desde a minha infância. Resolvi gravar o vídeo de “All That I Wanted” em Peniche porque queria filmar a ideia da memória e nostalgia, algo que me é muito pessoal neste local. Tem mais alguma música inspirada aqui? Fiz várias canções em Peniche, costumo fazer retiros musicais na casa dos meus avós e lembro­me que escrevi uma das minhas mais

conhecidas canções na cozinha O que mais lhe atrai em Peniche? dessa casa: “Someone That Um certo ar selvagem que as Cannot Love”. praias conseguem reter, a ligação com inúmeras coisas boas da “All that i wanted, all i ever minha infância, as Berlengas, os needed”, como diz a letra, e sendo passeios de bicicleta, é um local uma música calma, transforma­se onde praticamente só existem de alguma forma num “desejo” coisas boas para mim. Como em querer estar neste “paraíso”, referi, tenho ligações familiares à que é a costa de Peniche, em cidade e continuo a voltar sempre alturas mais complicadas da nossa que tenho oportunidade, é um dos vida? Precisamos deste tipo de meus locais preferidos de ambiente? Portugal. A canção não fala da cidade, mas acho que Peniche e o Baleal são “Keep this a secret”, tem algo ideais para projetar uma série de secreto guardado em Peniche, que metáforas que estão presentes na nos possa revelar? Muitos, mas canção: a memória, a nostalgia, a não vou contar nenhum... solidão, o passado.


região |

Cortes "violentos" impedem Abertura Solene no IPL

Oestecom vinhos deouro

As aguardentes da Lourinhã voltaram a demonstrar porque continuam a ser das melhores a nível mundial e o vinho branco de Óbidos também saiu reconhecido do Concurso de Vinhos Engarrafados de Lisboa com uma medalha de ouro

Os resultados do Concurso de de outubro na Quinta de S. Gonçalo, Vinhos Engarrafados de Lisboa na Ventosa de Alenquer, onde foram conhecidos nos dias 26 e 27 vinhos de Óbidos e da Lourinhã foram distinguidos, com uma medalha de ouro na categoria de vinhos brancos e duas medalhas de ouro na classe das aguardentes, respetivamente. O vinho branco reserva da Quinta das Cerejeiras, DO Óbidos, de 2010, da Companhia Agrícola do Sanguinhal venceu o primeiro prémio da categoria e a Aguardente da Lourinhã dominou os prémios das aguardentes, com uma medalha de ouro para a Quinta do Rol, da Sociedade Agrícola Quinta do Rol e outra para a Adega Cooperativa da Lourinhã. Numa iniciativa conjunta da Confraria dos Enófilos da Estremadura e da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa, que tem por objetivo destacar e premiar os melhores produtos vínicos certificados da região, este concurso, aberto a vinhos e aguardentes engarrafados com Denominação de Origem "Alenquer", "Arruda", "Bucelas", "Carcavelos", "Colares", "Encostas d'Aire", "Óbidos", "Torres Vedras" e Lourinhã ou Indicação Geográfica Lisboa, contempla as classes de vinhos tranquilos, vinhos espumantes, vinhos licorosos e

aguardente com denominação de origem. Dos 102 candidatos, 45 foram avaliados pelo Júri Especial, tendo sido apuradas 8 Medalhas de Ouro e 23 Medalhas de Prata. Entre outros medalhados estão, nos vinhos brancos, a DO Bucelas, nos vinhos tintos pela IG Lisboa (com 3 medalhas) e no vinho licoroso na DO Carcavelos. A divulgação dos resultados e a entrega dos prémios tiveram lugar num jantar promovido pela CVR Lisboa no dia 26 de outubro, na Quinta de S. Gonçalo, no âmbito do Simpósio Vitinícola da Região de Lisboa. Deste encontro saíram também conclusões sobre o estado das explorações diárias, onde se discutiu a decisão de fazer ou não enrelvamento entre as carreiras das vinhas, as que têm a ver com a maturação dos vinhos em madeira, os vários tipos de madeira que podem ser usados, a pegada do carbono. Segundo a organização, “este simpósio foi um dos mais importantes para a vinha e o vinho em geral, e o nível da participação (160 inscritos) é disso uma boa prova, como o é também o interesse geral despertado pelas comunicações que geraram debates muito interessantes”.

O Instituto Politécnico de Leiria (IPL) não realiza este ano a tradicional cerimónia de abertura solene do ano letivo, “devido aos cortes orçamentais que o Governo está a tentar impor à instituição” assumiu Nuno Mangas, presidente do instituto. Este acrescenta e que “se trata de um corte de 1,8 milhões de euros, ou seja, as verbas previstas para 2013 oriundas do Orçamento do Estado passam de 20,9 milhões de euros para 19,1 milhões de euros”. Nuno Mangas, em comunicado, considera que é necessário fazer sentir ao Governo, e neste momento em particular ao parlamento (onde se discute o orçamento na especialidade) e ao Ministério das Finanças, “a violência e a insustentabilidade destes cortes, que tornam o orçamento do IP Leiria, tal como os das outras instituições do ensino superior, absolutamente inexecutáveis e fortemente ameaçadores da viabilidade do IP Leiria e da generalidade do sistema”. João Sobrinho Teixeira, presidente

do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, também alertou que “é impossível funcionar com este corte adicional de cerca 8%, o que implicará, obviamente, que fiquem coisas por pagar”. Nuno Mangas salienta que “o IPL e as suas escolas adotaram ao longo dos últimos dois anos um elevado número de medidas de racionalização e corte na despesa, e por esta razão, a margem para novas medidas é já muito reduzida”, adiantando que, “caso esta situação não se altere, o normal funcionamento da instituição estará em causa, pelo que acredito que será encontrada uma solução, em sede própria”. No total, o Politécnico de Leiria ministrou, no ano letivo 2011/2012, 67 cursos de licenciatura (46 em regime diurno, 16 em regime pós­ laboral e cinco em regime de ensino à distância), 36 cursos de mestrado e 12 cursos de pós­ graduação, 27 cursos de especialização tecnológica e um Curso Preparatório para as provas M23.

"Cadaval para Todos" Realiza­se hoje na Biblioteca Municipal do Cadaval uma sessão de participação cívica no âmbito do Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade do Concelho de Cadaval – “Cadaval Para Todos”. Esta iniciativa quer proporcionar aos munícipes uma oportunidade de poderem expressar a sua opinião sobre esta temática. A sessão em apreço insere­se no âmbito do Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade do Concelho de Cadaval a ser desenvolvido por aquele município, sendo cofinanciado pelo Programa Operacional Potencial Humano. Desta feita, os participantes serão integrados em atividades de grupo, sendo convidados a partilhar ideias,

debater pontos de vista, resolver situações e discutir cenários futuros sobre o seu município. As principais conclusões deste encontro serão posteriormente apresentados publicamente, juntamente com os resultados dos inquéritos de rua realizados anteriormente.

Atividades e apoio no Bombarral As Atividades de Enriquecimento Curricular e a Componente de Apoio à Família iniciaram­se no passado dia 2 e prolongam­se durante todo o período escolar, entre as 15h30 e as 17h30, no Bombarral. As iniciativas destinam­se aos alunos do 1º Ciclo e contam com as seguintes ações: Inglês, Apoio ao Estudo, Atividade Lúdico­Expressiva e Atividade Física. A Componente de Apoio à Família dirige­se às crianças dos

Jardim­de­infância inscritas neste serviço e consiste na realização de ocupações lúdicas com acompanhamento de uma educadora de infância. O município do Bombarral anuncia também, em comunicado que os encarregadas de educação de que o período de pagamento do serviço de refeições e da Componente de Apoio à Família decorre entre os dias 9 e 16 de cada mês.

10 novembro 2012

11


| eventos

Últimoasair

Fotos cedidas por: PPSC

Fotos: Dmitry M

A 102Fm­Rádio proporcionou no dia 1 de novembro a oportunidade dos seus ouvintes ganharem prémios! Só tinham de aguentar o mais tempo possível na rotunda do Cencal, junto aos estúdios da estação emissora nas Caldas da Rainha

12

10 novembro 2012


Fotos: Carlos Tiago

Fotos: Carlos Tiago

eventos |

10 novembro 2012

13


| eventos

FestadeSãoLeonardo

Fotos: Marcelo Chagas

A tradicional Feira Anual de São Leonardo e dos Frutos Secos realizou­se como sempre a 6 de novembro. Cerca de 200 feirantes animaram o centro da vila de Atouguia da Baleia oferecendo todo o tipo de produtos a preço “de feira”. E o bom tempo ajudou à grande adesão do povo

14

10 novembro 2012


opinião |

TristeProfecia adoProfessor

Ramiro Viegas Professor

"Os professores eram vítimas de violência - física, verbal e moral que lhes era destinada por pobres e ricos. Viraram o saco de pancadas de todo o mundo." O ano é 2020 D.C. ­ ou seja, daqui a oito anos, numa conversa entre avô e neto tem início a partir da seguinte interpelação: “Vovô, por que o mundo está acabando?” A calma da pergunta revela a inocência da alma infante. E, no mesmo tom o avô dá a seguinte resposta: “Porque não existem mais Professores, meu anjo”. ­ Professores? Mas o que é isso? O que fazia um professor? O velho responde, então, que professores eram homens e mulheres

Tenho a dizer que a visita da chanceler Angela Merkle a Portugal foi uma vergonha! Não só pela senhora do cabelo à tigela ter condicionado o tráfego aéreo, terrestre e da carteira dos portugueses, também não posso deixar de me indignar contra a ementa do seu almoço. Eu, como sardinha orgulhosa em ser portuguesa, tenho de me opor ao cabrito servido no almoço da comitiva alemã. A não ser, claro, que quisessem transmitir alguma mensagem subliminar ao servir esse pobre animal à sua outra espécime do sexo feminino. E como sardinha atenta e sem

PROPRIEDADE: Hora H ­ Agência Global de Comunicação, Lda. DIRETOR E ADMINISTRADOR: Luis Parreira COORDENADOR: José Monteiro

REDAÇÃO: Letícia Martins Marcelo Chagas Nuno Jorge COLABORADORES: António Louro António Marques Carlos Tiago Dmitry M João Carlos Costa

elegantes e dedicados, que se expressavam sempre de maneira muito culta e que, muitos anos atrás, transmitiam conhecimentos e ensinavam as pessoas a ler, falar, escrever, a fazer coisa tão belas, na música, dança, artes, se comportar, localizar­se no mundo e na história, entre muitas outras coisas. Principalmente, ensinavam as pessoas a “Pensar” a Saber: “Ser”­“Fazer” e “Qu­ erer” “Eles ensinavam tudo isso? Mas eles eram sábios?”

equivalências que sou (sim, porque agora as cavalas também andam a saltar nas ondas e a aparecer na televisão e andam agora todas pimponas a julgar que são surfistas), descobri que é exatamente neste ponto onde Portugal não consegue mudar as ideias à Merkle: no estômago. Toda a gente vê que a senhora é um bom garfo, faca e tacho e tudo o que der para encher o bandulho serve. Porque é que a Grécia está como está? Quando a mulher vai às reuniões helénicas a única coisa que come são iogurtes gregos. Apesar de bons, vamos ser sinceros: também não estou a ver o Fernando Mendes a trabalhar à

Sim, ensinavam, mas não eram todos sábios. Apenas alguns, os grandes professores, que ensinavam outros professores, e eram amados pelos alunos. “E como foi que eles desapareceram, vovô?” Ah, foi tudo parte de um plano secreto e genial, que foi executado aos poucos por alguns vilões da sociedade. O vovô não se lembra bem, direito do que veio primeiro, mas sem dúvida, os políticos ajudaram muito. Eles acabaram com todas as formas de avaliação dos alunos, apenas para mostrar estatísticas de aprovação. Assim, sabendo ou não sabendo alguma coisa, os alunos eram aprovados. Isso liquidou o estímulo para o estudo e apenas os alunos mais interessados conseguiam aprender alguma coisa.

Depois, muitas famílias estimularam à falta de respeito pelos professores, que passaram a ser vistos como empregados de seus filhos. Estes foram ensinados a dizer "eu estou a pagar e você tem que me ensinar", ou "para quê estudar se meu pai não estudou e ganha muito mais do que você" ou ainda "meu pai me dá mais de mesada do que você ganha". Isso, quando não iam os próprios pais gritar com os professores nas escolas. Para isso muito ajudou a multiplicação de escolas particulares, as quais, mais interessadas nas mensalidades que na qualidade do ensino, quando recebiam reclamações dos pais, pressionavam os professores, dizendo que eles não estavam conseguindo "gerir a relação com o aluno". Os professores eram vítimas da violência ­ física, verbal e moral que lhes era destinada por pobres e ricos.Viraram a saco de pancadas de todo mundo. Além disso, qualquer proposta de ensino sério e inovador sempre esbarrava na obsessão dos pais com a aprovação do filho de ano, para qualquer faculdade que fosse. "Ah, eu quero saber se isso que vocês estão a ensinar vai fazer meu filho passar de ano", diziam os pais nas reuniões com as escolas. E assim, praticamente todo o ensino foi orientado para os alunos passarem de ano. Lá se foi toda a aprendizagem de conceitos, as

discussões de idéias, tudo, enfim, virou decoração de fórmulas. Com a Internet, os trabalhos escolares e as fórmulas ficaram acessíveis a todos e, nunca mais ninguém precisou ir à escola para estudar a sério. Em seguida, os professores foram desmoralizados.Seus salários foram gradualmente sendo esquecidos e ninguém mais queria se dedicar à profissão.Quando alguém criticava a qualidade do ensino, sempre vinha algum tonto dizer que a culpa era do professor. As pessoas também se tornaram descrentes da educação, pois viam que as pessoas "bem sucedidas" eram políticos e empresários que os financiavam, modelos, jogadores de futebol, artistas de novelas da televisão ­ enfim, pessoas sem nenhuma formação ou contribuição real para a sociedade. Qualquer semelhança com a situação deste País ultrajado e saqueado por políticos quadrilheiros e mafiosos, não é mera coincidência.Também não é mera coincidência o facto de ter havido um ministro relvas que "continuou a monte", ou seja, continuou a fazer parte do monte dos despreparados ministros que tivemos, os quais, não sabendo como governar, roubaram o povo e inclusive desrespeitaram a “Constituição da República Portuguesa”.

Meiadúziap'ráMerkle

base de iogurtes, quanto mais a Merkle. É claro que o cabrito é bom e enche o bandulho, mas como isto está, amanhã ela vem cá e nem frango tem para comer. Os “parceiros” económicos portugueses reunidos com a chanceler fazem parte de apenas 3% de Portugal, ou seja, da zona terrestre. Podíamos investir mais no mar. Porque não? São 97% do nosso país, de certeza que há aqui muito mais peixinho para a chanceler quando ela cá vier do que cabrito. É verdade que peixe não puxa carroça, mas os bois têm de se alimentar de alguma coisa.

Marcelo Chagas Humorista

"É verdade que peixe não puxa carroça, mas os bois têm de se alimentar de alguma coisa"

Luis Duarte DEPARTAMENTO COMERCIAL: Paulo Rodrigues Cláudia Ramalho

Rua Ramiro Matos Bilhau 10, 3º Esq 2520­486 Peniche Av. Engenheiro Luis Paiva e Sousa, 2D 2500­329 Caldas da Rainha Contactos: 91 857 99 40 ­ 262 787 222 ­ 262 842 648 102fm@sapo.pt IMPRESSÃO: Fig­Indústrias Gráficas, S.A. Rua Adriano Lucas 3020­265 Coimbra

10 novembro 2012

15


| última

Penichedávida

Foto: Athila Bertoncini

Além do lema “Dar sangue é dar vida”, o responsável pela associação fala num “acto de solidariedade e voluntariado na sua essência mais expressiva. Ao dar sangue, que é a parte fundamental de si, a pessoa está a exercer um acto de amor e carinho, sabendo que aquela unidade vai contribuir decisivamente para quem dele vai precisar. E todos os dias alguém precisa de sangue, em Portugal são precisas entre 2.000 a 3.000 unidades por dia”. Presidente há 5 anos, explicou que o objetivo social da associação fundada a 5 de julho de 1995 “é promover e incentivar a dádiva de sangue no nosso concelho, junto das camadas jovens e dos dadores atuais” e quando se fala em números concretos: “Ronda as 100 dádivas por mês. Nestes 17 anos tem havido sempre uma grande preocupação em incentivar o sangue”. Condições, vantagens e sonhos: Para ser “dador de vida” tem de ter mais de 18 anos, mais de 50kg de peso, até 65 anos e ser saudável, sem problemas de maior em termos de

saúde. Se for mulher e estiver grávida não pode dar sangue, o mesmo acontece se estiver em medicação (homem ou mulher). “No dia da recolha de sangue deve ter o pequeno almoço tomado, um copo de leite, um bolo sem cremes, uma peça de fruta, mas nada de pão, porque este pesa no estômago e pode cair mal aquando da dádiva. Depois, tomar um café, beber muitos líquidos ao longo do dia, essencialmente água, e não fazer esforços, é aconselhável ter um dia calmo”, disse Jorge Guerreiro. A dádiva é uniforme ­ 450 milímetros ­, e desdobra­se por 3 unidades, por uma dádiva está a salvar três vidas. Ser dador de sangue – ou possuir o cartão de dador benévolo de sangue – no nosso país já teve mais benefícios, mas ainda há vantagens. “O sangue vai ser tratado, processado e analisado: se algum dos patamares estiver fora dos parâmetros normais ao nível da saúde, a pessoa recebe em casa um relatório completo, e gratuito, para consultar o seu médico de família o mais rápido possível”. Apesar de se terem perdido as isenções nas urgências, o responsável ainda fala em

PUBLICIDADE

16

10 novembro 2012

exceções: “Se for ao centro de saúde a uma consulta do médico como dador não paga, se por algum motivo o médico entender que deverá ir à urgência no imediato, perante esta passagem do centro de saúde para a urgência a isenção mantém­se”. Com sede provisória na Rua João Matos Bilhau, junto ao espaço internet, a associação tem o sonho de uma sede própria, mas ainda falta muito. “Nestes 17 anos já temos cerca de 10.000 vidas salvas pela instituição. A conceção da nossa sede, cedida pela CMP, em frente às atuais instalações, não se coaduna com os tempos atuais, estamos a falar de um projeto de 60 a 70 mil euros. Chegamos à conclusão que sem apoio do Governo, que não temos há seis anos, a exequibilidade deste projeto tornou­se um sonho difícil. Há uma janela de oportunidade que é a refundação deste para uma sede mais pequena para tentarmos pôr em prática com alguns meios monetários que temos vindo a poupar há 17 anos. Está adiado, mas não esta esquecido".

Centro de Saúde condicionado A utilização do Centro de Saúde de Peniche esteve recentemente interdito à associação “alegadamente por redução de despesas, por instruções governamentais”, adianta Jorge Guerreiro, acrescentando, com alguma mágoa: “Fomos apanhados de surpresa, fomos contactados através de uma carta escrita para fazermos a recolha de

Fotos: Carlos Tiago

Jorge Guerreiro é o presidente da Associação Benévolos de Sangue de Peniche e esteve no programa da 102Fm­Rádio, José Monteiro Com Vida, a falar do passado, presente e dos sonhos da instituição

sangue noutro local, quem sabe até na rua, onde é proibido fazer”. Mas a situação foi regularizada através de outra “documentação escrita, datada desses mesmos anos, quer do hospital quer da direcção do centro de saúde a autenticar por fim indeterminado a autorização da nossa associação poder recolher as recolhas de sangue naquelas instalações”, assegurou.

O Jornal Edição nº18  

O Jornal da região Oeste

Advertisement