{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Ano VII - Edição LXXVII Maracanaú/CE, 27 de janeiro de 2020

Expressando nossa gente

www.jornalexpressoce.com

MEIO AMBIENTE

Sancionada a nova Lei Municipal de Licenciamento Ambiental no município de Maracanaú Foto: Divulgação

Luciano Moreira jornalexpressoce@gmail.com

Foi sancionada a Lei Municipal nº 2.888, de 11 de dezembro de 2019, novo marco regulatório do Licenciamento Ambiental em Maracanaú. A nova lei atualiza e moderniza a legislação sobre o tema, uma vez que incorpora as inovações trazidas pela Lei Complementar nº 140, de 8 de dezembro de 2011, em nível Federal, e a Resolução do COEMA nº 07, de 12 de setembro de 2019, em nível Estadual. Estas duas normas definem com precisão a comCULTURA

Cavalgada no Distrito de Itapebussú 2020 em Maranguape >> p3

Baixe o APP QR Code, acesse Expresso digital Edições anteriores

Fonte: PMM

petência de cada ente federativo (União, Estados e Municípios) em relação ao licenciamento ambiental e são posteriores à legislação ambiental municipal anterior, sancionada em 2006. Com a nova lei a lista de atividades e os critérios de classificação destas atividades ficam alinhadas com as

SUPERAÇÃO

A vida e a superação de um escritor em Maracanaú >> p4

adotadas pelo Estado do Ceará, permitindo que o Município tenha condições de receber processos de empresas anteriormente licenciadas pelo Estado, mas que passaram a ser de competência do Município a partir da promulgação destas legislações mais recentes. A nova lei passa a vigorar em 90 dias após sua publicação.

EXPRESSÃO CULTURAL

Reisado Estrela Guia no terreiro da Vidal em Lagoa do Juvenal >> p7

Circulação mensal: Maranguape, Maracanaú, Pacatuba e Guaiúba. Edição Digital dirigida para o Maciço do Baturité/CE.

Distribuição gratuita

ANUNCIE CONOSCO (85) 3382.3270 / 98823.0050


Maranguape www.jornalexpressoce.com SOLIDARIEDADE

Tradicional Forró Solidário dos Idosos, no Instituto dos Pobres de Maranguape Fotos: Dadynha Saturnino

27 de janeiro de 2020

ESPORTE

8ª edição da corrida de São Sebastião em Maranguape Foto: Divulgação

jornalexpressoce@gmail.com

Terceira idade, realizou-se mais um tradicional Forró Solidário dos Idosos no Instituto dos Pobres de Maranguape Abrigo dos Idosos, no dia 18 de janeiro. O encontro acontece todo 3° domingo de cada mês. O Instituto dos Pobres de Maranguape é uma entidade sem fins lucrativos. Os abrigados são oriundos da Justiça ou Serviço Social, em vulnerabilidade por sofrerem abandono, violência física e psíquica. O local é mantido pelas Irmãs Missionárias Capuchinhas e doações diversas da comunidade.

Por Luciano Moreira jornalexpressoce@gmail.com

Em sua oitava edição, a Corrida de São Sebastião, realizada em Maranguape no último dia 19 de janeiro, agitou a cidade. Padroeiro de Maranguape, o dia de São Sebastião é comemorado em 20 de janeiro. A corrida já faz parte do calendário oficial do município e contou com a participação de mais de 400 atletas, em diversas categorias. A promoção foi da Prefeitura de Maranguape, em parceria com a Fundação Viva Maranguape de Turismo, Esporte e Cultura – FITEC. A competição foi realizada com largada e chegada na Praça Capistrano de Abreu, com percursos de 2km, 5km e 10km. Os primeiros colocados, nas categorias feminino e masculino, receberam prêmios em dinheiro, além de troféus e medalhas. A 8ª Corrida de São Sebastião já faz parte do calendário esportivo da região e é a primeira corrida que abre o calendário anual das mais de 50 corridas que ocorrem em todo o Estado. Para a organização, o evento tem como objetivos promover a prática, integração e difusão do esporte na comunidade, objetivando a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.


Maranguape www.jornalexpressoce.com CULTURA

Cavalgada de Itapebussú 2020 Por Luciano Moreira jornalexpressoce@gmail.com

O Distrito de Itapebussú, em Maranguape, já conhecido por suas famosas vaquejadas em todo Brasil, sediou a “Cavalgada de Itapebussu 2020”, que foi a realizada no último dia 18 de janeiro. A concentração e saída

aconteceu do Parque Novilha de Prata, de lá, todos seguiram pela estrada do Rato; Agrovila; Sangrador do açude e com seu término no Parque, todos devidamente vestidos com a camisa do evento. Um evento idealizado e organizado por Márcia Vidal, uma amante das ca-

valgadas e muitos patrocinadores. A cavalgada foi puxada pela dupla Bernardo e Emanoel e pelo locutor Geovane Gois. E ao final da cavalgada teve muita animação com o forró D’Nome. Fotos: Divulgação / Victor Vidal

27 de janeiro de 2020


Maracanaú ACADEMIA MARACANAUENSE DE LETRAS

Jovem acadêmica fundadora da Academia Maracanauense de Letras do Amanhã. Coletânea FLORESCER DA CULTURA

CADÊ? Cadê os passarinhos Que estavam bem ali? Cadê nossos peixinhos Que estavam bem aqui? Cadê os leões? E os pavões? Cadê aquele elefante Que vale mais que diamante? A culpa é dos humanos Que matam os tucanos E outros animais pernambucanos Africanos ou americanos. Então por favor, Deixem de causar dor Pois eles são como uma flor. Tenha mais amor. Letícia Sousa Assunção Instituto Pedagógico Carlos Lobo. -----------------------------------------------------SONHO A vida é um sonho Uma doce ilusão Um bom pensamento De um lugar sem razão. Um sonho de verdadeiro Abre asas para a imaginação Até um lugarejo pequeno Se torna uma cidade, uma imensidão Assim como uma árvore faz parte de uma floresta Uma casa pode se transformar numa mansão. A verdadeira vontade de sonhar Vem do desejo de quem tem força para lutar. Amanda Helenita de Sousa Mendes. Escola Rachel de Queiroz. ----------------------------------------------------MANGUEIRA SAGRADA Em meio a tanta terra Tem uma mangueira sagrada Que já deu tantos frutos Índio levou de carrada. A mangueira representa O coração da aldeia Local sagrado ao índio E de tudo que lhe rodeia. A linda mangueira chora Em meio a tanta lembrança Dos índios torturados Que o branco tanto explora. A mangueira representa Força da natureza E pai Tupã É a nossa fortaleza. Duane Alicia Gonçalves dos Santos. Escola Municipal Pitaguary. Academia Maracanauense de Letras - AML Rua João Pereira de Andrade Filho, 1910, Centro - Maracanaú/CE

www.jornalexpressoce.com

27 de janeiro de 2020

SUPERAÇÃO

SOCIAL

Programa Mais Nutrição reduzindo A vida e a superação desperdício de alimentos de um escritor Por Luciano Moreira jornalexpressoce@gmail.com

Inaugurada em junho de 2019 na Ceasa-CE em Maracanaú, a Fábrica de Polpas e Sopas do Programa Mais Nutrição vem servindo de exemplo de como reduzir o desperdício de alimentos e proporcionar a segurança alimentar de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade assistidos por instituições cearenses. Instituições de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú são contempladas com a iniciativa. O Mais Nutrição realizou doações para 75 instituições de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, beneficiando 14.287 pessoas, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos. Desde sua inauguração até o mês de janeiro deste ano, foram distribuídos para as entidades 185.307 kg de produtos “in natura” e mix desidratados. O projeto faz parte do Programa Mais Infância Ceará, idea-

lizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Santana. O Mais Nutrição tem como objetivo o combate ao desperdício de alimentos, aproveitando frutas e legumes em boas condições de consumo, mas que não apresentam condições para serem comercializados, doados por permissionários da Ceasa-CE e empresas privadas. As doações são feitas “in natura” ou através de sopa desidratada e polpas de fruta, produzidas na fábrica do programa. Além da Ceasa-CE, o Programa Mais Nutrição conta também com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Instituto Agropolos do Ceará, Associação dos Usuários da Ceasa (Assucece) e grupo M. Dias Branco. Fonte e Foto: ceasa-ce.com.br

jornalexpressoce@gmail.com

A vida e superação do escritor Francisco Siqueira de Lima, foi contada em uma recente entrevista no jornal O Povo, pelo jornalista Demitri Túlio. Siqueira hoje presidente da Academia Maracanauense de Letras-AML, em Maracanaú, reconduzido por aclamação para dar continuidade aos trabalhos daquela arcadia, no biêenio 2020/2021. Contou que por 11 anos “perdeu” as festas de Réveillon porque estava encarcerado entre presídios do Rio de Janeiro e em Fortaleza. Hoje, livre há 30 anos, “liberdade” é o principal desejo de sua vida. Em um dos trechos da entrevista, Siqueira divide os capítulos de sua jornada. Um deles foi de como mudou de “a travessia da fase de erros” para a “emboscada da poesia”, e descobriu a “palavra como possibilidade de transformação”. Várias pessoas foram importantes para seguir em frente, podendo destacar a dona Eunísia Barroso e outros egressos do sistema carcerário do Ceará, onde o reencaminharam ao convívio da sociedade. Por tempos, Siqueira só palestrava sobre sua experiência carcerária, para servir de exemplo, mas hoje, prefere mudar o enredo falando sobre de como surgiu um escritor, retornando assim ao mundo de forma diferente. Tendo seu primeiro livro, Mãos ao alto, vozes da prisão, editado em 1986, pela Edições Paulinas. No ano de 1998, o jornalista Demócrito Dummar propôs republicar o livro com novo título, pela Fundação Demócrito Rocha, numa contribuição à ressocialização, lançando assim o Vozes da prisão, e esquecendo das “mãos ao alto”, com o intuito de “distribuir poesia e uma mensagem em favor da vida”. Fonte: Jornal O Povo


Maracanaú

www.jornalexpressoce.com

CULTURA

Adelco lança inventários socioambientais do Povo Pitaguary

27 de janeiro de 2020

EDUCAÇÃO

Lançado edital para Colégio da Polícia Militar em Maracanaú Foto: Divulgação

jornalexpressoce@gmail.com

A Associação para o Desenvolvimento Local Co-Produzido (Adelco) realizou no mês de janeiro o lançamento de dois inventários socioambientais: um do Povo Pitaguary e o outro do Povo Tremembé de Almofala. Os livros foram lançados nas próprias aldeias com presença dos caciques, pajés, lideranças tradicionais e convidados. Nos Pitaguarys, o lançamento aconteceu na Escola do Povo Pitaguary dia 13 de Janeiro de 2020. Já nos Tremembés, foi no dia 25 de janeiro de na Escola Maria Venâncio. Os inventários ambientais são importantes instrumentos para a gestão e o manejo socioambiental dos territórios indígenas. O conhecimento sobre a fauna e a flora é uma ferramenta imprescindível para o monitoramento do meio ambiente, já que muitas espécies indicam a qualidade de preservação dos ecossistemas. Fonte e Foto: adelco.org.br

jornalexpressoce@gmail.com

Foi lançado no último mês de janeiro, o edital para as unidades de ensino da Polícia Militar, nos municípios de Maracanaú e Sobral, pela Coordenadoria dos Colégios da Polícia Militar do Ceará. Através do decreto divulgado no Diário Oficial do Estado no último dia 14 de janeiro. A cidade de Maracanaú recebe o 3º Colégio da Polícia Militar do Ceará Tenente Mário Lima (3º CPM-TML) e a cidade de Sobral recebe o 4º Colégio da Polícia Militar Ministro Jarbas Passarinho (4º CPM-MJP).

As duas novas unidades de ensino integraram a rede de colégios já consolidada pelo sucesso na educação pública estadual. As inscrições para o Processo Seletivo para as duas novas unidades aconteceram entre os dias 24 a 27 de janeiro, pela internet. O Colégio de Maracanaú ofertará 280 vagas, já no colégio de Sobral serão 820 vagas ambas para o Ensino Médio. Após a fase de inscrições, a aplicação da prova do processo seletivo foi dia 09 de fevereiro (domingo) com uma avaliação contemplando os

conteúdos de português e matemática. As vagas nos dois colégios serão preenchidas por candidatos Dependentes de Servidores estaduais das forças de segurança pública (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Perícia Forense) e por Não Dependentes (Público Geral). Ad mi ni st ra d a s pel a PMCE, as novas instituições de ensino iniciaram suas atividades em prol da educação. Fonte: cpmgef.ce.gov.br/


Pacatuba www.jornalexpressoce.com MODA & BELEZA A Exposição Barbie no Shopping Benfica fechou a 10ª edição com mais um desfile onde as BABS, Davilla e Caiane foram as estrelas ao lado de Priscila Cavalcanti.

27 de janeiro de 2020

EXPEDIENTE

SALVAMENTO

Salvamento na Serra de Pacatuba pelo Corpo de Bombeiros 1ª Cia/2ºBBM de Maracanaú que a guarnição de salvamento os encontrou a cerca de 500 metros do começo da trilha. “Os treinamentos devem ser feitos em ambientes controlados e sob condições de minimização de riscos. Em situações reais, os responsáveis pelas simulações devem elaborar planos de emergência situacionais para evitar agravamento das emergências”, esclareceu o TC QOBM Luiz Claudio Araújo Coelho, Comandante da 1ª Companhia de Bombeiros/2º BBM.

Parceria se deverá estender para a próxima edição da 11ª Agulha de Ouro que realizarse-á em outubro. E você verá aqui em primeira mão no seu Expresso. Fotos: Tomé Gomes

jornalexpressoce@gmail.com

A guarnição de salvamento da 1ª CIA/2ºBBM, com sede em Maracanaú, foi acionada para dar apoio a um grupo que descia a Serra da Pacatuba e teve dificuldades para completar o percurso. A ocorrência para o Salv 03 deu entrada às 23:00 horas do dia 24/01/2020. A Ciops informou que se tratava de um grupo de bombeiros civis que estavam com problemas para descer a serra pois duas pessoas haviam se lesionado. O grupo subiu a serra e permaneceu às margens do Açude Boaçu para treinamento. Eles iniciaram a descida por voltas das 17:00 horas. Devido a lesão no tornozelo, as pessoas foram auxiliadas pelos demais integrantes do grupo até

As pessoas com dificuldades de mobilidade foram conduzidas pelos bombeiros-militares até o início da trilha, próximo ao Balneário das Andréas. A ocorrência foi encerrada por volta da 1:00 hora da manhã com todas as pessoas em boas condições de saúde. Participaram da ação de salvamento, os bombeiros: ST Odair, ST Alexandro, SGT Luciano, SD Bruno e SD David. Os bombeiros alertam para os seguintes cuidados: - Não subir serra a noite; - Estar bem alimentado e hidratado; - Estar com o calçado ideal; - Levar equipamentos básicos; - Levar o celular sempre carregado; - Deixar smpre alguém avisado; - Ficar de olho na previsão do tempo; - Fazer o mapeamento do local; - Evitar descer à noite; - Sempre leve uma lanterna; - Não leve peso em excesso; - Ter um plano para casos de emergência. Fonte e foto: Corpo de Bomeniros/ 2ºBBM, com sede em Maracanaú

JORNAL EXPRESSO É um veículo da Publicmais – Edição de Jornais e Revistas (registro nº 423498, de 15 de agosto de 2013). Fundador, Editor e Redator: Luciano Moreira de Araújo - Jornalista Reg. DRT/CE nº 3411, filiado à Aceji Mat. 1593, Sindjorce/ Fenaj Mat. 2055 Diretor Institucional: Aluízio de Araújo Projeto Gráfico: Mayara de Araújo Revisão: Alonso Hygino - Aceji 1578 Fotografia: Tomé Gomes Design Gráfico Comercial: Raimundo Tinôco Adm/Financeiro: Christiane Conde financeiropublic@gmail.com Colaboradores: Érika Alessandra, França de Assis, Jorge Costa e Paulo Roberto Neves. Rep. Comercial: Edival Lima (85) 98758.0862 /99924.1522 edivalpublic@gmail.com Tiragem: 5.000 exemplares Circulação Mensal: Maranguape, Maracanaú, Pacatuba e Guaiúba. Edição Digital dirigida para o Maciço de Baturité/CE. Distribuição Gratuita para: Anunciantes, Academias, Assembleia, Associações, CDL, Bibliotecas, Câmaras, Comércio, Clínicas, Salões de Beleza, Escolas, Faculdades, Indústrias, Prefeituras, Sindicatos, Sine, Shoppings e Mailing via email e WhatsApp, para nossos contatos. Rua 110 nº 131–A CEP 61.936-100 Conjunto Timbó – Maracanaú/CE CNPJ 17.725.171/0001-80 Fone: (85) 3382.3270 jornalexpressoce@gmail.com

www.jornalexpressoce.com


Redação www.jornalexpressoce.com Você sabia que fazer gato é estelionato? A prática comum de alterar o medidor de energia para que ele não marque corretamente a quantidade de energia consumida pelo imóvel é conhecida como “gato”. Normalmente, as pessoas pagam um eletricista particular para fazer a ligação entre o poste de energia e a própria casa e, desse modo, acabam economizando na conta de energia. Muitas pessoas não sabem, entretanto, que essa prática não traz nenhum tipo de vantagem. Além de todos os riscos para a saúde e integridade física de quem faz a ligação, a prática do “gato” ocasiona prejuízos sociais. Como as empresas de energia elétrica têm prejuízos grandes com a prática, o valor é repassado na tarifa da energia, aumentando o quanto toda a sociedade paga para ter energia elétrica em casa. Outro ponto que torna tal prática indesejável são as consequências jurídicas que ela traz. Ao contrário do que muitos acreditam, esta prática é punida, uma vez que é considerada ilegal. Inclusive, fazer “gato” pode ser considerado crime de estelionato. De acordo com o Código Penal Brasileiro, o ato de obter vantagem ilícita para si ou para outra pessoa, causando prejuízo alheio é considerado estelionato. Quando você faz um gato para pagar menos na conta de energia, está obtendo uma vantagem ilícita, uma vez que fazer gatos é ilegal, e causando prejuízos para a empresa fornecedora e para a sociedade em geral. Além disso, a quinta turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) já considera a prática de alterar o medidor de energia para subtração e inversão da posse da energia a partir da instalação de pontos clandestinos como estelionato. Lembramos que quem comete o crime de estelionato poderá pagar multa e sofrer reclusão de 1 a 5 anos, a depender da gravidade do caso. Colaboração www.vlvadvogados.com

27 de janeiro de 2020

HISTÓRIA

Prosa: A Conexão Ibiapaba

A aliança entre holandeses e potiguaras teve início em 1625 quando 13 indígenas, dentre eles Antônio Paraupaba e Pedro Poti, futuros regedores do Rio Grande e da Paraíba, embarcaram para estudar na Holanda, retornando no cerco de Olinda em 1630. Em 1645 Domingos Fernandes Carapeba foi o anfitrião da Assembléia Indígena para análise, debate e aprovação de uma lei vinda da Holanda sobre a liberdade indígena, quando foi eleito Regedor de Goiana dos índios de Itamaracá e Pernambuco. Seu prestígio era tão grande que foi a ele, mesmo sem ainda saber falar o neerlandês, que foi entregue a “Carta de liberdade”, o documento feito pelo conselho da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais (WIC) sobre a liberdade indígena. Após a capitulação holandesa no Recife com a assinatura do Tratado de Taborda, em 1654, participou do plano potiguara de refúgio na Serra da Ibiapaba no Ceará. Ainda em 1654, juntamente com o Capitão Antônio Paraupaba, estabeleceu a conexão Ibiapaba e refugiaram nesta região mais de 4 mil indígenas numa marcha herói-

Canion Rio Poty

ca de 700 km pelos sertões nordestinos desde Recife. Da Ibiapaba, Carapeba e a família de Paraupaba, cruzaram a chapada pelo boqueirão do rio Poti descendo por seu cannion até a confluência com o rio Parnaíba e alcançando o delta das Américas, área desmilitarizada onde teriam embarcado para a Holanda para apresentarem as condições de seu povo aos Estados Gerais Holandeses, cujo teor consta do “manifesto brasiliano” (As representações escritas por Antônio Paraupaba em 1654 e 1656). Foi enviado aonde não queria (Caribe) e levou a viúva Paulina e os filhos de Paraupaba consigo. No curso da viagem para Barbados orientou a aguada no Delta do Parnaíba para resgatar mais potiguares pela conexão Ibiapaba para as Antilhas holandesas. Não parou de lutar, ainda insistiu em chegar o mais próximo à Ibiapaba e seus refugiados, pedindo remoção para Tobago. (VIRAÇÃO, Francisca Jaquelini de Souza.Oficina do Historiador EDIPUCRS, Porto Alegre, v.11 n.2, p.118 a 138, jul/dez.2018). Por Paulo Neves Pereira (Pesquisador e escritor)

EXPRESSÃO CULTURAL

Reisado Estrela Guia no terreiro da Vidal Luciano Moreira jornalexpressoce@gmail.com

A cordelista e folclorista Teresinha Vidal, promoveu no dia 23 de janeiro, no distrito da Lagoa do Juvenal em Maranguape, o Reisado Estrela Guia no terreiro da Vidal. Mais uma mostra de expressão e magia, revivendo uma das festas mais populares e tradicionais da cultura brasileira. E uma das maiores e vivas expressões nordestinas, onde se reúne vários elementos, sendo o Bumba-meuboi o mais conhecido e importante dentre eles. O reisado possui um caráter cultural e religioso, que ocorre no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro, que atravessa gerações.

Fotos: Isla Márcia


Guaiúba

www.jornalexpressoce.com

27 de janeiro de 2020

ARTE & CULTURA

Cearc em Guaiúba promove capacitações e arte jornalexpressoce@gmail.com

Fundado no dia 20 de dezembro de 2007, o Centro Educacional de Arte e Cultura Portal da Serra (Cearc), tem como objetivo de proporcionar à comunidade capacitações, cursos, espetáculo, debates e fóruns, além de democratizar a arte e a cultura. Ligado à Secretaria de Cultura e Juventude do município. Os serviços disponíveis são: Música: violão, teclado, contrabaixo, bateria, percussão, acordeon, instrumentos de sopro; Dança: ballet, zumba, aeróbica, forró e ritmos baby class; Coral: adulto e infantil; Lutas: jiu-jitsu e judô; Capoeira: adulto e infantil; Teatro: adulto e infantil; Musicalização e pintura. Mais informações no Cearc.

Fonte fotos: Cearc

Profile for  Jornal Expresso CE

Jornal Expresso CE  

Veículo da Publicmais - Edição de Jornais e Revistas, fundado em 15/08/2013, no formato tabloide, com circulação mensal impressa, nos municí...

Jornal Expresso CE  

Veículo da Publicmais - Edição de Jornais e Revistas, fundado em 15/08/2013, no formato tabloide, com circulação mensal impressa, nos municí...

Profile for 07351
Advertisement