Issuu on Google+

2012

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Educação de Jovens e Adultos

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

PREFEITURA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Educação

CATÁLOGO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

POLÍTICA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM EJA

Realização: Prefeitura de São Bernardo do Campo Secretaria de Educação Copyright © 2012 – Prefeitura de São Bernardo do Campo Organizador: Departamento de Ações Educacionais Divisão de EJA e Educação Profissional

Projeto Gráfico: Ricardo Ferreira de Carvalho Diagramação: Ricardo Ferreira de Carvalho Luiz Edgar de Carvalho

Fotos: Arquivos 2009 a 2012 – Divisão de EJA e Educação Profissional

1ª edição: Outubro de 2012

Parceiros do Projeto:

5 Sumário Apresentação Introdução As Especificidades do Catálogo da Educação Profissional Eixos Tecnológicos • Alimentação • Ambiente e Saúde • Confecção • Construção Civil • Imagem Pessoal • Informação, Comunicação e Serviços Administrativos • Meio Ambiente e Sustentabilidade • Produção Moveleira

Bibliografia

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Apresentação

Apresentação

A

Se, na verdade, não estou no mundo para simplesmente a ele me adaptar, mas para transformá-lo; se não é possível mudá-lo sem um certo sonho ou projeto de mundo, devo usar toda possibilidade que tenha para não apenas falar de minha utopia, mas participar de práticas com ela coerentes. Paulo Freire

organização deste material é uma construção coletiva, fruto da produção dos/as educadores/as de EJA e Educação Profissional de São Bernardo do Campo, sob uma concepção política que respeita a luta históri-

ca da Educação Profissional. Prevê a formação integral para trabalhadores/as em que ciência, cultura e trabalho estão articulados enquanto conhecimentos, além de colocar em debate que só se efetiva a integração do conhecimento se de fato se compreendem os sujeitos nas suas necessidades éticas, técnicas e estéticas. Nessa reflexão tivemos a oportunidade de pensar sobre a possibilidade de se organizar a Educação Profissional de formação inicial e continuada a partir de uma concepção educativa emancipatória, que dialoga com o perfil do/a trabalhador/a e com as realidades da Educação e as especificidades do Mundo do Trabalho. Esse movimento culminou na reorganização do processo formativo de educandos/as trabalhadores/as em São Bernardo do Campo em percursos educativos, denominados Itinerários Formativos verticais e horizontais, nos oito eixos tecnológicos: Alimentação; Ambiente e Saúde; Confecção; Construção Civil; Imagem Pessoal; Informação, Comunicação e Serviços Administrativos; Meio Ambiente e Sustentabilidade; Produção Moveleira. Assim sendo, este material é a sistematização deste trabalho coletivo, além de ser um instrumento para orientar e formatar a oferta de Educação Profissional de Qualificação Inicial e Continuada em São Bernardo do Campo, sob a ordem do direito e com a possibilidade de integrar a formação para o trabalho e para a cidadania. A consolidação desses princípios neste documento é fruto da percepção de que a formação de trabalhadores/as deve acontecer por inteiro, para que o desenvolvimento econômico e social de fato ocorra de forma articulada e com respeito à cidadania. Então, a proposta de Educação Profissional, já nos planos de curso de cada

10 Apresentação

eixo tecnológico, está concebida em dimensões formativas: tecnológica, cultural e política. Com essas três dimensões, e dentro dos pressupostos políticos, filosóficos e epistemológicos de Educação para Todos/as que sustentam nossa Diretriz Curricular, com o envolvimento dos/as educadores/as e com a escuta dos/as educandos/as na construção dessa reflexão, esperamos que este material seja uma fonte de pesquisa e orientação da ação educativa, pois é uma sistematização que apresenta os eixos tecnológicos, a descrição do perfil de cada oferta de curso, as possibilidades de atuação dos/as futuros/as trabalhadores/as, os temas a serem abordados em cada curso e infra estrutura para atendimento. Entendemos que este documento não é uma produção esgotável, mas um material que nos oferece a possibilidade de rever as práticas, organizá-las e se necessário efetuar mudanças que o processo de ensino aprendizagem venha a apresentar como necessidade, tendo em vista que a ação educativa se faz em constante movimento e, mais ainda, na especificidade da Educação Profissional, que convive com as demandas da educação, do trabalho e das expectativas do sujeito. Assim, por ser um documento escrito por várias mãos, resultado de vários diálogos reflexivos, por ter uma construção fundamentada na práxis, esperamos que esta produção seja entendida por todos/as como uma conquista e uma valorização da Educação Profissional realizada nas nossas Escolas Municipais. Bom trabalho a todos e todas!

Cleuza Rodrigues Repulho Secretária de Educação

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Introdução

Introdução “Se nossa opção é progressista, se estamos a favor da vida e não da morte, da equidade e não da injustiça, do direito e não do arbítrio, da convivência com o diferente e não de sua negação, não temos outro caminho se não viver plenamente a nossa opção...” Paulo Freire

A

A Educação Profissional em São Bernardo do Campo ação formativa em Qualificação Profissional em São Bernardo do Campo existe desde 1953, quando foram criados os Centros de Iniciação Profissional (CIP’s). No ano de 1998 essas unidades de atendimento fo-

ram transferidas para a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SE-

DESC), e a partir de 2010 retornaram à Secretaria de Educação como uma política de Educação Profissional, sob uma concepção em que educação e trabalho se articulam.

1ª Instalação (06/05/1953) Escola Profissional de Corte e Costura Professor Lázaro Gonçalves Teixeira Rua Dr. Amâncio de Carvalho, nº 88 Casa particular, cedida gentilmente pela Família Rondelli

A partir desse período, a Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo tem conciliado a Educação de Jovens e Adultos e a Educação Profissional, sob os preceitos políticos de educação para todos/as, sendo uma de nossas prioridades.

14 Introdução

Francisco Morganti, Dr. Jose Fornari, ProfºEdson França Rangel, Representante do Departamento de Educação, Profª Benedita Leite Campos “Dona Manna”, Antonia Ortega, Dr Takeshita e alunas do 1º curso de Corte e Costura de SBC.

Educandas do curso de Modelagem Geométrica - EM Pastor Delfino Martins Ferreira, 2012.

Essa responsabilidade se pauta na normativa que rege as ações educativas para EJA e Educação Profissional, que se apresenta na Constituição Federal no seu artigo 208: “...Art. 208 - Ensino fundamental obrigatório e gratuito, assegurada, inclusive, sua oferta gratuita para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria;...”

Tal compromisso também se baseia na especificidade de atendimento apresentada na Lei Federal das Diretrizes da Educação de nº 9394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB), no artigo 37: “...Art. 37. A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria...”

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

15 Introdução

Ainda na especificidade da Educação Profissional, citamos o decreto Federal 5154/04: “Art. 1- A educação profissional, prevista na Lei nº 9.394 , de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), observadas as diretrizes curriculares nacionais definidas pelo Conselho Nacional de Educação, será desenvolvida por meio de cursos e programas de: I -Formação inicial e continuada de trabalhadores;”

Para além de atender às determinações legais, o nosso compromisso está firmado em estabelecer políticas educativas pautadas nos preceitos de Educação Popular para a efetivação da Educação Permanente para todos/as.

EJA Servidor – CAGECP Secretaria de Educação

Educando EJA Servidor - EM Nair da Silva Prata (Paulicéia)

Com essa base legal e pressupostos políticos assumidos pela Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo, este Catálogo de Formação Inicial e Continuada da Rede foi construído a partir de estudos e pesquisas de referenciais teóricos e práticos que orientam a nossa ação educativa. Assim, por meio de debates que permearam nosso fazer pedagógico, compartilhamos saberes, e Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

16 Introdução

desse diálogo buscamos analisar o nosso processo formativo a ponto de erigir os oito eixos tecnológicos. Não obstante, ressaltamos que este documento reflete um marco histórico da Educação Profissional na cidade, sob a concepção de uma Educação que tem como princípios a Formação Integral e Educação ao longo da vida dos educando/as trabalhadores/as.

EM Pastor Delfino Martins – Corte e Costura com Elevação de Escolaridade

A construção do catálogo se faz pela necessidade de sistematização do atendimento, em referência à Deliberação Municipal de nº 02/10, na qual o atendimento à Educação Profissional com Elevação de Escolaridade e Cursos Livres foi normatizado pelo Conselho Municipal de Educação. Tem ainda o objetivo de uniformizar o perfil de atendimento, de modo a garantir a qualidade do processo educativo e aperfeiçoar as ações de planejamento e avaliação.

Educandos das Oficinas de Trabalho e Cultura

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

17 Introdução

Dessa forma, este catálogo expõe a proposta para a oferta desta modalidade de atendimento, bem como reafirma que a Educação é um dos direitos que propiciam desenvolvimento social e econômico. Sendo assim, a organização da política de Educação Profissional em São Bernardo do Campo se consolida, primando por uma articulação entre a formação para a cidadania e para o trabalho. Tal entendimento nos permitiu organizar a política pública de Educação Profissional nos propósitos críticos que configuram pressupostos políticos, pedagógicos e filosóficos de integração na construção do conhecimento. Essa concepção firma a intenção em não restringir a proposta formativa de qualificação com apenas a dimensão tecnológica, mas sim enfatizar o processo educativo na integração da Qualificação Profissional Social: tecnológica, política e cultural. Nesse contexto, organizamos um sistema de Educação Profissional, com a intersecção entre Orientação Profissional, Qualificação Profissional e Certificação Profissional.

1

Essa ação política apresentada, nunca se afastou da análise das expectativas dos sujeitos que buscam a Educação Profissional. Em respeito primordial a esse aspecto, o formato da política resultou do acurado levantamento de informações do perfil dos/as educandos/as e também da análise da realidade do Mundo do Trabalho. 2 Assim, para que este documento atendesse, de fato, aos interesses do/a educando/a que procura por uma Qualificação Profissional, houve um intenso trabalho de pesquisa para revelar quais cursos poderiam ser implementados e ofertados dentro dos Eixos Tecnológicos consolidados nesse momento nas Escolas Municipais. Com o entendimento que a Qualificação Profissional é importante para o/a trabalhador/a, mas que ela por si só não atende às demandas formativas dos/as educandos/as, este documento trata da integração formativa entre Elevação de Escolaridade e a Qualificação Profissional. Para aqueles/as que tiveram oportunidade de acesso à escolarização será realizada a oferta em qualificação inicial, continuada e aperfeiçoamento, organizadas em cursos livres.

1 - A orientação profissional é uma das dimensões do atendimento da Educação Profissional e se faz sob o conceito de Orientação Profissional Social, em que há o respeitoàs especificidades, conhecimentos, expectativas dos/as trabalhadores/as em consonância à análise do Mundo do Trabalho. O processo executivo se faz pela orientação inicial, em que os/as trabalhadores/as são orientados/as para escolha da ação educativa e orientação permanente que ocorre no percurso formativo com orientação ao processo educativo e mundo do trabalho. 2 - A Secretaria de Educação para organização da política pública realiza um trabalho de sistematização, tratamento e comunicação de informações. Essa organização se faz por um Núcleo de Informação.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

As Especificidades do Catálogo da Educação Profissional

As Especificidades do Catálogo da Educação Profissional “Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender”. Paulo Freire “Participar do processo de elaboração do Catálogo de Educação Profissional foi uma experiência longa e enriquecedora, pela oportunidade de reflexão sobre este importante mecanismo de organização e orientação dos cursos profissionalizantes de formação inicial e continuada. Exaustivas foram as pesquisas a fim de construir um documento que regulamenta e uniformiza para validade em âmbito nacional o perfil dos profissionais, principais atividades desempenhadas , carga horária mínima, infra estrutura básica recomendada e possibilidades de atuação. A construção coletiva exigiu articulação de diferentes e importantes participações, realizando ajustes, alinhando ideias e conceitos. Orgulhamo-nos pelo cumprimento das etapas e das demandas, pela participação na construção deste documento que deverá ser adotado nacionalmente e que irá equalizar a estruturação dos cursos em torno dos Eixos Tecnológicos e não mais em áreas, valorizando os conhecimentos em detrimento da super valorização da ocupação.” Equipe gestora – EM Cleyde Apparecida

Este documento organiza os eixos tecnológicos em itinerários formativos.

Eixos tecnológicos:

22 As Especificidades do Catálogo da Educação Profissional

Além de apresentar as propostas formativas em que traz uma descrição do perfil profissional, possibilidades de atuação, temas a serem abordados e infraestrutura recomendada para a implantação é um documento normatizador e orientador. Por ter esse perfil e com base e orientação nos decretos e resoluções federais, entre eles: Decreto Federal 5154/04, Decreto Federal 5840/06, resolução de EJA nº03/2010, o catálogo define carga horária mínima para cada um dos cursos constantes neste documento, bem como o tempo da elevação de escolaridade já mencionado na Deliberação de nº2/10 do Conselho Municipal de Educação. Dessa forma a organização do processo formativo dos/as educandos/as se faz pela compreensão do currículo integrado, em que nas séries iniciais temos 1200 horas para Formação Geral e 200 horas para a Qualificação Profissional inicial e básica; já nas séries finais, o atendimento se realiza com 1400 horas em Formação Geral e 200 horas para Qualificação Profissional inicial e básica. Em Cursos Livres, o processo formativo de Qualificação Profissional inicial tem correspondência com a formação geral dos/as educandos/as e está organizado em no mínimo 200 horas. O tratamento que este catálogo traz sobre os eixos tecnológicos decorre da compreensão que essa maneira de organizar o processo formativo nos permite contemplar a formação integral, visto que se tem uma atenção à organização do conhecimento necessário para a formação ampla do sujeito. Este documento faz uma interface com o documento Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, pois a compreensão da Educação ao Longo da vida nos orienta para a responsabilidade da formação continuada. As Unidades Escolares que mantêm cursos de Formação Inicial e Continuada, cujas denominações e planos de curso estejam em conformidade com o Catálogo, não terão nenhuma providência a ser adotada, no âmbito do correspondente Sistema de Ensino. Considerando a autonomia das Escolas Municipais e com o entendimento que esses espaços também são locais de criação e estudo, as unidades escolares que tiverem a intenção de ofertar cursos de Formação Inicial e Continuada, cujas denominações e sistematização da proposta formativa não estejam contempladas neste documento, mas com as Orientadoras Pedagógicas e Assessores/as Técnicos/as tiverem organizado um estudo com avaliação da importância da sua realização, poderão mantê-los em caráter experimental, poCatálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

23 As Especificidades do Catálogo da Educação Profissional

dendo ofertá-los pelo prazo máximo de 01 (um) ano, findo o qual o curso em questão deverá integrar o catálogo ou ser extinto. As novas edições do catálogo serão reorganizadas através de resoluções e publicação online. “Participar da escrita do itinerário formativo na área de informática nos proporcionou ampliar o conhecimento e a gama de oportunidades que podemos oferecer aos nossos/as educandos/as. As ferramentas que a tecnologia pode nos oferecer são extensas e bastante complexas, o que nos fez pensar, por muitas vezes, na adequação dos conteúdos a serem oferecidos à demanda que atendemos. Foram realizados vários encontros entre os educadores/as, orientadoras pedagógicas e equipe de gestão da Unidade Escolar para finalizar esse processo de construção, onde todos puderam entender e compartilhar o processo de ensino-aprendizagem a ser oferecido.” (Depoimento da equipe da Escola Municipal de Qualificação Profissional- CQP)

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixos Tecnol贸gicos

Eixos Tecnológicos "Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino"."A educação necessita tanto de formação técnica e científica como de sonhos e utopias". Paulo Freire

Os cursos que constam deste catálogo têm como objetivo divulgar para os/as trabalhadores/as a qualificação profissional inicial e continuada, em diferentes eixos tecnológicos, na perspectiva da formação integral, articulando ciência, cultura e trabalho. A opção de organizar este documento em eixos tecnológicos se faz pela discussão epistemológica de reconhecer a atenção ao processo formativo do sujeito, além da intenção de abordar uma discussão ampla desse percurso do/a educando/a, para não se restringir a uma proposta de formação para a ocupação profissional. Ao atentar para o processo formativo em continuidade, foi utilizado como referência o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Essa sistematização que se formata num modelo uniforme de ação educativa não desconsidera os princípios de inclusão que são orientadores da prática pedagógica, visto que a formação deve respeitar as especificidades dos/as educandos/as. Isso nos conduz à necessidade de pensar um currículo flexível que se faz por reorganização de estratégias e práticas. Com o entendimento que a ação educativa é processual, que o currículo é dinâmico e pode ser reorganizado, o processo de certificação pode ser redimensionado conforme as especificidades dos/as educandos/as, principalmente ao tratarmos do processo formativo das pessoas com deficiência. Para a efetivação desta ação a unidade escolar será orientada pelas equipes da Secretaria, Orientação Pedagógica e Equipe de Orientação Técnica.

Eixo: Alimentação

Educandos do curso de Panificação – EM Maria Adelaide Rossi

Educandos do curso de Salgados – EM Maria Adelaide Rossi

Educandos da Elevação de Escolaridade e Cozinha Básica

30 Eixo Tecnológico: Alimentação

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

31 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Cozinha Básica Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para o trabalho na área de gastronomia dentro de todos os setores de cozinhas comerciais e industriais, com foco nas produções de base e técnicas iniciais em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua na linha de produção nas praças de pré-preparo, açougue, cocção, montagem de bufês, finalização de pratos e auxilia no processo de compras. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Boas práticas de manipulação de alimentos; • Métodos de cocção; • Fundos e molhos secundários; • Corte de legumes, frutas e vegetais; • Desossa de carnes brancas e vermelhas e cuidados com pescados em geral; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Restaurantes de pequeno porte a restaurantes industriais, • Lanchonetes, padarias, churrascarias, pizzarias, bufês em geral, supermercados, cozinhas particulares, • Empresas alimentícias em geral e trabalho em domicílio.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

32 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Cozinha Quente Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para o trabalho na área de alimentação nos diversos setores de produção, com foco na finalização de pratos dentro do universo da gastronomia em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua na linha de produção nas praças de pré-preparo, açougue, “garde manger”, cocção, montagem de bufês, finalização de pratos e auxilia no processo de compras. Temas Abordados • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Boas práticas de manipulação de alimentos ; • Métodos de cocção; • Bases de cozinha quente em geral ; • Cozinha brasileira; • Cozinha internacional; • Bases para sanduíche; • Organização do espaço e controle de estoques; Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

Restaurantes de pequeno porte a restaurantes industriais, • Lanchonetes, padarias, churrascarias, pizzarias, bufês em geral, supermercados, cozinhas particulares, • Empresas alimentícias em geral e trabalho em domicílio •

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

33 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Confeitaria Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para o trabalho no setor de confeitaria em geral. Através de técnicas necessárias, as diferentes produções e a utilização de utensílios e equipamentos em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua na produção, decoração e comercialização de sobremesas, bolos, doces em geral. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Boas práticas de manipulação de alimentos; • Confeitaria básica e confeitaria intermediária; • Sobremesas, sorvetes e chocolates; • Confeitaria de vitrines e festas; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Confeitarias na linha de produção ou balcão, • Padarias, supermercados, bufês em geral, • Trabalho em domicílio, restaurante e empresas alimentícias

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

34 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Confeitaria Artística Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos de confeitaria com a utilização de bicos e glacê real, pasta americana e elástica para o trabalho no setor de confeitaria fina, em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua na produção e comercialização de bolos com decorações artísticas.

Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos; • Decoração de bolos com bicos de confeitar ; • Decoração com massa elástica; • Decoração com pasta americana; • Organização do espaço e controle de estoques; Possibilidades de Atuação • Confeitarias artesanais, • Pastissier, • Bufês e trabalho em domicílio.

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico;

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

35 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Panificação Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos básicos para o trabalho na área de panificação comercial e industrial nos setores de pesagem, preparação de massas, modelagem, fermentação e forneamento em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua na produção, decoração e comercialização de pães e bolos em geral. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Boas práticas de manipulação de alimentos; • Preparo de pães e bolos tradicionais e artesanais; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de

trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Trabalhar em padarias na linha de produção ou balcão; • Supermercados, confeitarias, bufês, lanchonetes; • Indústrias de Panificação, empresas alimentícias em geral, trabalho em domicílio

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

36 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Salão e Bar Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para o trabalho na área de salão e bar desde a montagem dos ambientes, atendimento e preparação de bebidas diversas e coquetelaria em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Desempenha funções relativas à organização de espaços para preparo, comercialização de alimentos, bebidas e atendimento ao cliente. Temas Abordados trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos; • Serviços de garçom; • Serviços de bartender; • Decoração de ambientes; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Restaurantes, pizzarias, churrascarias, cafés, • Lanchonetes, casas de chá, boates, bares, bufês em geral, trabalho em domicílio

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

37 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Pizzaria Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para as funções inerentes à pizzaria desde o prépreparo, montagem, forneamento e embalagem, em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Produz pizzas e auxilia no processo de compras e comercialização. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos ; • Preparo de massas, molhos e recheios de pizzas; • Forneamento; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de

trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Laboratório específico; • Trabalhar em pizzarias, restaurantes, • Laboratório de informática; lanchonetes, bufês; • Serviços de festa com pizza e trabalho em • Biblioteca com acervo específico. domicílio.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

38 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Salgados Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para produção de diversos salgados em tamanhos variados procurando aperfeiçoar as técnicas para a produção em alta escala, em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Produz e comercializa salgados fritos e assados. Temas Abordados • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos; • Modelagem de mini salgados e salgados de vitrines; • Massas e recheios diversos; • Técnicas de congelamento; • Organização do espaço e controle de estoques; Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Trabalhar em restaurantes, lanchonetes, bufês; • Empresas alimentícias em geral e trabalho em domicílio.

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

39 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Atendimento em Lanchonete Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos básicos para o trabalho em lanchonete e similares desde a compra de mercadorias, produção e atendimento visando à qualidade dos serviços em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Atua no atendimento ao cliente, na elaboração de lanches, salgados, sucos, vitaminas e cafés. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos; • Elaboração de lanches; • Fabricação de salgados; • Preparo de sucos, vitaminas, cafés e bebidas em geral; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Laboratório específico; • Atuar no atendimento a clientes e na • Laboratório de informática; elaboração de produtos comercializados em lanchonetes, padarias, cafés e trabalho • Biblioteca com acervo específico. em domicílio.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

40 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Decoração de Festas Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo IV 8º Termo (Ensino Fundamental completo)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos que possibilitem a atuação em decoração de eventos em geral com entendimento e manipulação de equipamentos e materiais em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Auxilia na organização, decoração e comercialização de festas e eventos. Temas Abordados trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Cerimonial e protocolo; • Práticas de Decoração de Festas desenvolvendo trabalhos com bexiga, isopor e papel; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Produtoras de eventos, bufês, restaurantes, hotéis; • Centros de convenções, empresas privadas e públicas, feiras diversas; • Empresas do setor em geral e trabalho em domicílio.

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

41 Eixo Tecnológico: Alimentação

Curso: Produção de Eventos Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo IV 8º Termo (Ensino Fundamental completo)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos para o trabalho na produção de eventos nas diversas etapas dos eventos de pequeno, médio e grande porte, procurando desenvolver o trabalho de forma sustentável e em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Auxilia na organização, produção e comercialização de festas e eventos. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Práticas de manipulação de alimentos; • Cerimonial e protocolo; • Práticas de eventos; • Organização do espaço/ controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista,

identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Produtoras de eventos, bufês, restaurantes, hotéis; • Centros de convenções, empresas privadas e públicas, feiras diversas; • Empresas do setor em geral e trabalho em domicílio.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Ambiente e Saúde

Educandos do curso Atendimento em Farmácia - EM Cleyde Apparecida Costa F. da Silva

Educandos do curso Cuidados com a pessoa idosa e criança EM Cleyde Apparecida Costa F. da Silva

Educandos do curso Limpeza, desinfecção e organização de quartos e leitos no ambiente hospitalar - EM Cleyde Apparecida Costa F. da Silva

44 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

45 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Curso: Limpeza, Desinfecção e Organização de Quartos e Leitos em Ambiente Hospitalar Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III 5º Termo (5ª Série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar o desenvolvimento de conhecimentos necessários na Limpeza e Organização em Ambientes de Saúde em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Realiza higienização e organização do ambiente de saúde e leitos hospitalares, de acordo com a legislação vigente e com os procedimentos das instituições. Temas Abordados • Sistemas de limpeza / Higiene Hospitalar; • Doenças transmissíveis e infecções hospitalares; • Conceitos de limpeza profissional; • Serviços de Camareira; • Organização e limpeza de quartos de hotéis, motéis e leitos hospitalares; • Segurança de objetos pessoais dos clientes; • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica;

• Organização do espaço/ controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática;

Possibilidades de Atuação • • • •

Hospitais, Ambulatórios Consultórios médicos e odontológicos Unidades básicas de Saúde, Unidades de realizações de exames laboratoriais e diagnóstico

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

46 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Curso: Cuidados com Pessoa Idosa e Criança Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III 5º Termo (5ª Série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar o desenvolvimento de conhecimentos que possibilitem a atuação no trabalho como acompanhante de idosos e crianças em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Cuida da higiene, conforto e alimentação do idoso e criança, observando possíveis alterações no estado geral. Zela pela integridade física do idoso e da criança, presta primeiros socorros e promove atividades de entretenimento. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Cuidados com Idosos e Crianças; • Alimentação, Higiene, Cuidados específicos com a faixa etária, fases do desenvolvimento e envelhecimento; • Primeiros Socorros; • Estatuto do Idoso, Estatuto da Criança e do Adolescente; • O envelhecimento humano: alterações, físicas, cognitivas e psicológicas; • Estímulos para crianças nas diferentes faixas etárias Possibilidades de Atuação • • • •

Clínicas Geriátricas Atendimento particular em domicilio Acompanhante em hospitais Creches/ Berçários.

• Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

47 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Curso: Atendente de farmácia Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo IV - 8º Termo (8ª Série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar o desenvolvimento de conhecimentos necessários ao desempenho no Atendimento em Farmácias através de técnicas que possibilitem a correta atuação no trabalho em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Comercializa e atua na dispersão de medicamentos e correlatos. Interpreta receitas prescritas pelo médico, dentista e presta esclarecimentos no que se refere ao uso correto dos medicamentos. Auxilia na organização do estabelecimento farmacêutico, no controle do estoque e no armazenamento de medicamentos. Trabalha sob supervisão do profissional farmacêutico. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Atendimento em Farmácia; • Comercialização de medicamentos; • Interpretação das receitas médicas; • Conceitos básicos sobre saúde e patologias; • Legislação farmacêutica e tipologia de medicamentos; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Farmácias alopáticas, homeopáticas e de manipulação; • Hospitais e unidades básicas de saúde.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

48 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Curso: Recepção e Acolhimento em Ambientes de Saúde Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo IV - 8º Termo (8ª Série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar o desenvolvimento de conhecimentos necessários ao desempenho na Recepção em Ambientes de Saúde.

Perfil do Profissional: Recepciona e atende diferentes clientes por meio de diversos canais de comunicação. Efetua os procedimentos de recepção, com observância às questões legais e burocráticas, com base nos processos, produtos e serviços da organização em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Recepção em Serviços de Saúde; • Meios de comunicação; • Atendimento ao cliente; • Serviços específicos para consultas, exames, internações e visitas; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de Possibilidades de Atuação • • • •

Hospitais, Ambulatórios; Consultórios médicos e odontológicos; Unidades básicas de Saúde; Unidades de realizações de exames laboratoriais e diagnóstico.

trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

49 Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde

Curso: Recepção e Atendimento em Laboratório Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo IV – 8° Termo (8ª Série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Propiciar o desenvolvimento de conhecimentos necessários ao Atendimento em Laboratório em conformidade com as normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Recebe o material biológico, orienta e verifica o preparo do paciente para o exame. Auxilia o técnico na organização do trabalho e no preparo dos meios de cultura, estabilizantes e hemoderivados, em conformidade com as normas técnicas e de biossegurança e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Atendimento em laboratório: • Orientação e auxílio na coleta de material; • Interpretação de requisições médicas; • Setores do laboratório clínico e estrutura física (material e humana); • Recepção e Atendimento; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde cultural, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática

Possibilidades de Atuação • Hospitais, Ambulatórios; • Unidades básicas de Saúde; • Unidades de realizações de exames laboratoriais e diagnóstico.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Confecção Educandas do curso de Modelagem Geométrica – EM Pastor Delfino Martins Ferreira

Educandas do curso de Corte e Costura Industrial EM Pastor Delfino Martins Ferreira

Educandas do curso de Corte e Costura Básica EM Pastor Delfino Martins Ferreira

Educandas

do

curso

de

Modelagem

EM Pastor Delfino Martins Ferreira

Geométrica

52 Eixo Tecnológico: Confecção

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

53 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Corte e Costura iniciante Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a organização do local de trabalho, preparo e manejo de máquinas de costura domiciliares e industriais, na montagem de peças em tecido, trabalhando sob orientação técnica, em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Organiza o local de trabalho, prepara e opera máquinas de costura domiciliares e industriais, na montagem em série e reparos em peças de vestuário, sob orientação técnica. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Tipos de materiais têxteis e aviamentos; • Tipos e procedimentos de regulagem e operação em máquinas de costura, corte, equipamentos e acessórios; • Conhecimentos básicos de Costura Domiciliar; • Conhecimentos básicos de Costura Industrial;

• Planejamento e execução de risco, corte e controle da produção; • Sequência operacional na montagem de confecções; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Empresa de desenvolvimento de produto; • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Alfaiatarias; • Cooperativas; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário; • Lavanderia (para reparos).

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

54 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Corte e Costura Domiciliar Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a confecção sob encomenda em máquinas domiciliares, atuando em todas as etapas da confecção de roupas sob medida, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Modela, corta e confecciona roupas sob medida, atuando em todas as etapas da confecção sob encomenda, desde o desenho do modelo até sua expedição. Participa diretamente da comercialização e atendimento ao cliente na prestação de serviços. Temas Abordados • Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Tipos de materiais têxteis; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Procedimentos de regulagem e operação em máquinas de costura, equipamentos e acessórios; • Planejamento e execução de risco, corte e controle de tempos; • Modelagem plana manual; Possibilidades de Atuação • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Alfaiatarias; • Cooperativas; • Ateliê de costura; • Lavanderia (para reparos)

• Interpretação de modelos; • Sequência operacional na costura domiciliar; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

55 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Corte e Costura Industrial Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a montagem em série de peças do vestuário, operando máquinas de costura industrial e equipamentos utilizados na indústria de confecção, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Prepara e opera máquinas de corte e máquinas de costura industriais diversificadas, participando em todas as etapas do fluxo produtivo, incluindo atividades de passadoria, embalagem e controle de estoques; prepara produtos para armazenagem e expedição; realiza controle de qualidade por processo e final. Temas Abordados • Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Fluxo produtivo em confecção; • Tipos de materiais têxteis; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Procedimentos de regulagem e operação em máquinas de corte e de costura, equipamentos e acessórios; • Planejamento e execução de risco/ encaixe, enfesto e corte, controle da produção; • Separação de lotes do corte e tipos de

• • • •

• •

Possibilidades de Atuação • Empresa de desenvolvimento de produto; • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Cooperativas; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário.

etiquetagem; Modelagem plana manual; Sequência operacional na costura industrial; Tipos de processos produtivos; Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

56 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Corte e Costura Moda Íntima Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos específicos para o manuseio de máquinas, equipamentos e matéria-prima para confecção de peças íntimas femininas e masculinas, lingerie dia e noite, atuando em todas as etapas da produção de modelos básicos, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Modela, corta e costura peças de moda íntima dia e noite. Confecciona modelos em lotes e também peças individuais utilizando bases pré - definidas para interpretação e modificação de modelos. Atua em todas as etapas da confecção, desde a escolha do modelo até a sua expedição. Realiza atendimento ao cliente e comercialização dos produtos. Temas Abordados • Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Tipos de materiais têxteis; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Procedimentos de regulagem e operação em máquinas de costura domiciliares e Industriais, equipamentos e acessórios; • Planejamento e execução de risco, corte e controle da produção; • Modelagem plana manual; Possibilidades de Atuação

• Sequência operacional na montagem de peças íntimas do vestuário; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Empresa de desenvolvimento de produto; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário.

• Laboratório específico; • Biblioteca com acervo específico; • Laboratório de informática.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

57 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Alfaiataria Feminina e Masculina Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a confecção de roupas sob medida, atuando em todas as etapas da confecção, atendendo uma área de costura diferenciada, com operações de acabamentos específicos e artesanais, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Projeta e modela confecções de roupas em tecido plano no estilo alfaiate, atendendo sob encomenda, exercendo inclusive atividades de passadoria e embalagem. Atua em todas as etapas da confecção de roupas sob medida, desde o desenho do modelo até sua expedição. Temas Abordados • Sequência operacional utilizada na alfaiataria; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Tipos de materiais têxteis; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Procedimentos de regulagem e operação em máquinas de costura domiciliares e industriais, equipamentos e acessórios; • Planejamento e execução de risco, corte e controle de qualidade de produto; • Modelagem plana manual; Possibilidades de Atuação • Empresa de desenvolvimento de produto; • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Alfaiatarias; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário.

Infraestrutura • • • •

Laboratório específico; Tecidoteca; Biblioteca com acervo específico; Laboratório de informática.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

58 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Corte e Costura – Segmento Esportivo e Fitness Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo( 4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a confecção de roupas do segmento esportivo, atuando em todas as etapas da confecção, criando e adaptando modelos para execução de peças diferenciadas, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Modela, corta e costura peças esportivas e fitness. Confecciona modelos em lotes e também peças individuais utilizando bases pré-definidas para interpretação e modificação de modelos. Atua em todas as etapas da confecção, desde o desenho do modelo até a sua expedição. Realiza atendimento ao cliente e comercialização dos produtos. Temas Abordados • Sequência operacional na montagem de peças do vestuário no segmento esportivo e fitness; • Controle de qualidade do produto; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

• Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Tipos de materiais têxteis específicos do seguimento; • Organização do espaço e controle de estoque; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Procedimentos de regulagem e operação em máquinas de costura industriais, equipamentos e acessórios; • Planejamento e execução de risco, enfesto, corte e controle da produção; • Modelagem manual; Possibilidades de Atuação

Infraestrutura

• Empresa de desenvolvimento de produto; • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário.

• • • •

Laboratório específico; Tecidoteca; Biblioteca com acervo específico; Laboratório de informática.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

59 Eixo Tecnológico: Confecção

Curso: Modelagem Geométrica – Feminina e Masculina Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série) Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem desenvolver a modelagem de peças do vestuário feminino e masculino aplicando técnicas bidimensionais e tridimensionais, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Projeta, modela e gradua peças de vestuário feminino e masculino. Atua em todas as etapas do desenvolvimento de produto, desde o desenho/criação do modelo até a aprovação da peça-piloto. Temas Abordados • Fundamentação histórica e socioeconômica do vestuário; • Legislação específica; • Tipos de materiais têxteis; • Organização do espaço; • Modelagem plana manual; • Modelagem tridimensional; • Gradação de peças; • Elaboração e manuseio de Ficha Técnica da peça; • Desenho técnico;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Empresa de desenvolvimento de produto; • Oficinas de ajustes, reformas e customização de roupas; • Alfaiatarias; • Cooperativas; • Ateliê de costura; • Indústria de confecção de Vestuário.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Construção Civil Educandos do curso de Alvenaria - EM Madre Celina Polci

Educandos do curso de Alvenaria - EM Madre Celina Polci

Educandos do curso de Elétrica - EM Madre Celina Polci

Educando do curso de Alvenaria - EM Madre Celina Polci

62 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

63 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Alvenaria e Revestimento Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º Termo(4ª série)

Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem atuação em obras de construção, reforma e manutenção de edificações em geral com entendimento e manipulação de equipamentos e materiais, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Executa a elevação de paredes em alvenaria com revestimentos e acabamentos; trabalha conceitos básicos sobre gabaritos, fundações, impermeabilizações, estruturas, coberturas e colocação de portas e janelas; realiza desenho e leitura de projetos de edificação. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Técnicas de execução de alvenaria, revestimentos e acabamentos; • Cuidados com equipamentos; • Conceitos básicos sobre gabaritos, fundações, impermeabilizações, estruturas, coberturas e colocação de portas e janelas; • Desenhos e leitura de projetos; • Organização do espaço e controle de estoques;

• Técnicas de construção menos degradantes ao meio ambiente; • Acessibilidade universal; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática

Possibilidades de Atuação • Obras de construção nova. • Reformas e manutenção de edificações em geral.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

64 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Instalação Hidráulica e Uso Sustentável da Água Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem compreender e executar o sistema de instalações hidráulicas estruturais na edificação e interligação a outros sistemas (rede de esgoto e estrutura de aquecimento de pequeno porte alternativo), trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Executa as instalações hidráulicas de água, esgoto, e águas da chuva, bem como realiza instalações em cisternas e aquecimento solar. Compreende os procedimentos de instalações de equipamentos de incêndio, coberturas verdes e obras de aumento da permeabilidade do solo. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Técnicas de execução de instalações de água, esgoto e captação de águas da chuva em cisternas e aquecimento solar; • Cuidados com equipamentos; • Noções básicas de tratamento de esgotos domiciliares, instalações de incêndio, coberturas verdes e obras de aumento da permeabilidade do solo; • Organização do trabalho de obra pela leitura de projetos e elaboração de desenhos de execução de instalações hidráulicas e de uso sustentável da água; • Técnicas de construção menos Possibilidades de Atuação

degradantes ao meio ambiente; • Acessibilidade universal; • Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Obras de construção nova • Reformas e manutenção de edificações em geral

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

65 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Pintura e Texturização Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a identificação de diferentes superfícies, de modo a compreender e executar as diversas técnicas de pintura e texturização para as superfícies analisadas, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Analisa e corrige as patologias e infiltrações; realiza a impermeabilização, pintura e texturização sobre alvenaria e outras superfícies; organiza os trabalhos de obra pela leitura de projetos e elabora desenhos da pintura e texturização a ser realizada. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Técnicas de execução de pintura e texturização sobre alvenaria e outras superfícies; • Cuidados com equipamentos; • Conceitos básicos sobre correção de patologias e infiltrações, impermeabilização; • Organização do trabalho de obra pela leitura de projetos e elaboração de desenhos da pintura e texturização; • Técnicas de pintura com utilização de produtos menos degradantes ao meio

• • •

• •

Possibilidades de Atuação • Obras de construção nova • Reforma e manutenção de edificações em geral

ambiente; Acessibilidade universal; Organização do espaço e controle de estoques; Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

66 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Gesso e Drywall – Construção Seca Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos para a aplicação e realização de acabamentos em gesso e instalação de estruturas e paredes de drywall, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Aplica e realiza acabamentos em gesso e instala estruturas e paredes de drywall; organiza os trabalhos de obra pela execução e leitura de projetos e desenhos. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Técnicas de aplicação de gesso e instalação de estruturas e paredes de drywall; • Cuidados com equipamentos; • Organização do trabalho de obra pela leitura de projetos e elaboração de desenhos de execução de gesso e drywall; • Técnicas e utilização de produtos menos degradantes ao meio ambiente; • Acessibilidade universal; Possibilidades de Atuação

• Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática; Infraestrutura

• Obras de construção nova • Reforma e manutenção de edificações em geral

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

67 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Manutenção Predial e Recepção de Condomínio Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos de recepção de condomínio e manutenção predial, nas áreas de elétrica, pintura, alvenaria e hidráulica, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Realiza a recepção de condomínio; executa manutenção predial e condominial nas áreas de elétrica, pintura, alvenaria e hidráulica. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica e Normas Regulamentadoras nº 10; • Técnicas de manutenção predial e condominial nas áreas: elétrica, pintura, alvenaria e hidráulica; • Recepção em condomínio; • Técnicas de construção menos degradantes ao meio ambiente; • Organização do espaço e controle de estoques ; • Cuidados com equipamentos;

• Acessibilidade universal; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Edifícios de grande e pequeno porte; • Condomínios verticais (prédios) ou horizontais (casas).

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

68 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Decoração e Projetos de interiores Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos para compreensão e realização de planos e projetos de decoração de interiores de diferentes edificações de pequeno porte, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Realiza atividades relacionadas à criação e execução de planos e projetos de decoração de residências de pequeno porte, bem como áreas comerciais. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Diferentes tendências de design; • Técnicas de execução de planos e projetos de decoração de residências de pequeno porte, bem como áreas comerciais; • Técnicas e utilização de produtos menos degradantes ao meio ambiente; • Acessibilidade universal; • Organização do espaço e controle de estoques; Possibilidades de Atuação

• Cuidados com equipamentos; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Obras de construção nova • Reforma e manutenção de edificações em geral

• Espaço adequado; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

69 Eixo Tecnológico: Construção Civil

Curso: Instalação Elétrica Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série) Idade: 18 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem conhecer o sistema elétrico e realizar instalações elétricas domiciliares, com montagem de quadro de luz e instalações de fios, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Organiza os trabalhos de obra pela leitura de projetos e elaboração de desenhos de execução, calcula circuitos, executa as instalações elétricas e monta quadros de luz para edificações de pequeno porte. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Técnicas de execução de instalações elétricas e montagem de quadros de luz para edificações de pequeno porte; • Cuidados com equipamentos; • Cálculo e desenho de circuitos; • Organização do trabalho de obra pela leitura de projetos e elaboração de desenhos de execução; • Legislação específica – Normas Regulamentadoras nº 10; • Acessibilidade universal;

• Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • Obras de construção nova • Reforma e manutenção de edificações em geral

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Imagem Pessoal Educandos do curso de Manicure e Epilação EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Cabeleireiro EM Aracy de Ângelo

Educandos do curso de Cabeleireiro EM Aracy de Ângelo

Educandos do curso de Manicure e Epilação EM Aracy de Ângelo

72 Eixo Tecnológico: Imagem Pessoal

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

73 Eixo Tecnológico: Imagem Pessoal

Curso: Manicure e Epilação Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II – 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Qualificar no segmento de imagem pessoal, nas especificidades de unhas e pelos, para a realização das técnicas elaboradas inerentes à manicure e epilação, em consonância com as normas de saúde, segurança e meio ambiente.

Perfil do Profissional: Realiza técnicas de manicurar, pedicurar, cuticular, hidratar, esmaltar, embelezar as unhas e epilações em geral. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • História dos padrões estéticos; • Legislação específica; • Organização do espaço e controle de estoques; • Cuidados com equipamentos; • Estudo da pele, da unha e do pelo; • Técnicas de: assepsia, desinfecção, esterilização; • Técnicas de epilação, hidratação e descoloração;

• Técnicas de cuticulagem, esmaltação e hidratação; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho: • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • • • • • • •

Salões de beleza; Spas; Clínicas de estética; Hospitais; Empresas de cosméticos; Camarins/ eventos; Atendimento em domicílio.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

74 Eixo Tecnológico: Imagem Pessoal

Curso: Manicure e Epilação Artística Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II – 4º termo ( 4ª série) Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Qualificar no segmento de imagem pessoal para a realização das técnicas aprimoradas, essenciais à manicure e epilação artística, em consonância com as normas de saúde, segurança e meio ambiente.

Perfil do Profissional: Realiza as técnicas avançadas de manicurar, pedicurar, cuticular, esmaltar, hidratar, embelezar unhas dos pés e das mãos e realiza epilações artísticas em geral, profundos conhecimentos técnicos de esterilização, higiene, segurança e meio ambiente. Temas Abordados • Aprofundamento da história da profissão; • História dos padrões estéticos; • Legislação específica; • Organização do espaço e controle de estoques; • Cuidados com equipamentos; • Procedimentos de unhas artísticas e alongamentos de unhas; • Procedimentos de epilação artística; • Técnicas de assepsia, desinfecção e esterilização; Possibilidades de Atuação • • • • • • •

Salões de beleza; Spas; Clínicas de estética; Hospitais; Empresas de cosméticos; Camarins/ eventos; Atendimento em domicílio.

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educaç��o Profissional de São Bernardo do Campo

75 Eixo Tecnológico: Imagem Pessoal

Curso: Cabeleireiro Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série) Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Qualificar no segmento de imagem pessoal capilar para o desenvolvimento e realização das técnicas essenciais à profissão, em consonância com as normas de saúde, segurança e meio ambiente.

Perfil do Profissional: Realiza as técnicas de lavagens, escovações, preparo de penteados, cortes, colorações e tratamentos químicos capilares. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • História dos padrões estéticos; • Legislação específica; • Estudo da estrutura capilar; • Organização do espaço e controle de estoques; • Desinfecção e esterilização de instrumentos; • Técnicas: tratamentos, pré penteados, cortes, colorações e tonalizações;

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • • • • •

Salões de beleza; Spas; Empresas de cosméticos; Camarins/ eventos; Atendimento em domicílio.

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

76 Eixo Tecnológico: Imagem Pessoal

Curso: Cabeleireiro e Maquiagem Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Qualificar no segmento de imagem pessoal capilar e facial, para a realização de técnicas elaboradas essenciais à profissão de cabeleireiro e maquiador, em consonância com as normas de saúde, segurança e meio ambiente.

Perfil do Profissional: Realiza técnicas diferenciadas de cortes, de penteados, com noções básicas de maquiagem e design de sobrancelhas. Temas Abordados • Aprofundamento da história da profissão; • História dos padrões estéticos; • Legislação específica; • Cuidados com equipamentos; • Desinfecção e esterilização de instrumentos; • Estudo da estrutura do cabelo e pele; • Organização do espaço e controle de estoques; • Técnicas: penteados para festas em geral; cortes elaborados, colorações e tonalizações. • Técnicas de maquiagem: auto Possibilidades de Atuação • • • • •

Salões de beleza; Spas; Empresas de cosméticos; Camarins/eventos; Atendimento em domicílio.

• •

• •

maquiagem, festas em geral Design de sobrancelhas; Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática Infraestrutura

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos Educandos do curso de Informática Básica com noções de serviços administrativos EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Informática Básica com noções de serviços administrativos EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Informática Básica com noções de serviços administrativos Centro de Qualificação Profissional

Educandos do curso de Informática Básica com noções de serviços administrativos Centro de Qualificação Profissional

78 Eixo Tecnológico: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

79 Eixo Tecnológico: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos

Curso: Informática com noções de Serviços Administrativos Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série) Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Possibilitar a construção e a reflexão sobre saberes tecnológicos, através da utilização de ferramentas básicas de Informática, associadas ao trabalho em Serviços Administrativos, em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Realiza atividades da área administrativa (recepção e atendimento, digitação) que exigem utilização de microcomputadores. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Partes do computador: lógica (software) e física (hardware); • Ambiente gráfico do Sistema Operacional; • Editor de textos; • Planilha eletrônica; • Editor de slides; • Classificação e organização departamental de empresas; • Formas de certificação de qualidade; • Técnicas de arquivamento de documentos;

Correspondência comercial; Recepção e atendimento; Materiais e equipamentos de escritório; Organização do espaço; Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. • • • • •

Possibilidades de Atuação • Rotinas administrativas e recepção em escritórios, consultórios e demais locais de atendimento ao público.

Infraestrutura • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

80 Eixo Tecnológico: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos

Curso: Informática com noções de Montagem e Manutenção de Microcomputadores Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Possibilitar a construção e a reflexão sobre saberes tecnológicos, através da utilização de ferramentas básicas de Informática, associadas ao conhecimento elementar de montagem e manutenção de microcomputadores, em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Monta e realiza manutenção e consertos de microcomputadores, atuando sob orientação técnica. Temas Abordados • História da Informática; • Partes do computador: lógica (software) e física (hardware); • Sistemas operacionais; • Editor de textos (noções básicas); • Planilha eletrônica (noções básicas); • Editor de slides (noções básicas); • Unidades de medidas: conversões entre sistemas, Bit e Byte; • Fontes de alimentação; • Microprocessadores; • Tipos de Memória; • Dispositivos de Armazenamento; • Placas: vídeo, rede, faxmodem, som, diversas; Possibilidades de Atuação

• Periféricos e modelos; • Montagem e desmontagem de CPUs; • Manutenção preventiva e corretiva (noções básicas); • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura

• Montagem e conserto em oficinas; • Manutenção no local de uso (doméstico ou comercial).

• Laboratório de Informática; • Laboratório com microcomputadores para montagem e desmontagem; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

81 Eixo Tecnológico: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos

Curso: Montagem e Manutenção de Microcomputadores e Notebooks Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série) Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Possibilitar a construção e a reflexão sobre saberes tecnológicos, desenvolvendo conhecimentos e habilidades necessários à montagem e manutenção de microcomputadores e notebooks, em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Monta e realiza manutenção e consertos de microcomputadores e notebooks. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Sistemas de numeração: Decimal, Binário, Hexadecimal, Octal; • Unidades de medidas: conversões entre sistemas, Bit e Byte; • Eletricidade; • Fontes de alimentação; • Microprocessadores; • Tipos de Memória; • Dispositivos de Armazenamento; • Placas: vídeo, rede, faxmodem, som, diversas; • Periféricos e modelos; • Baterias; • Estrutura de Computadores; • Sistemas operacionais; • SETUP/ BIOS;

• • • • • •

• •

Possibilidades de Atuação • Montagem e conserto em oficinas; • Manutenção no local de uso (doméstico ou comercial).

Programas de teste; Redes; Montagem e desmontagem de CPUs; Manutenção preventiva e corretiva (aperfeiçoamento); Organização do espaço/ controle de estoques; Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática; Infraestrutura

• Laboratório de Informática; • Laboratório com computadores e notebooks para montagem e desmontagem; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

82 Eixo Tecnológico: Informação, Comunicação e Serviços Administrativos

Curso: Informática com Introdução ao Design Gráfico Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 6º termo (6ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Possibilitar a construção e a reflexão sobre saberes tecnológicos, através da utilização de ferramentas básicas de Editoração Eletrônica e Design Gráfico, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Perfil do Profissional: Elabora e/ou cria, através de programas digitais, arte para a confecção de cartões de visita, folders, logotipos, adesivos, moldes para estamparia e outras publicações ligadas à área de marketing (comunicação/ divulgação). Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Planilha eletrônica; ferramentas, fórmulas, funções, ordenação e filtragem de dados, geração de gráficos; • Diagramação Gráfica:ferramentas de desenho; cores e alinhamentos de objetos; textos vetorização de logotipos e objetos; efeitos; fechamento de arquivo e impressão; configurações para impressão; ferramentas avançadas de desenho e preenchimento; • Edição de imagens; ferramentas; paleta ajustes de filtros;filtros de estilização Possibilidades de Atuação • Departamento de Comunicação de diferentes empresas; • Gráficas; • Editoras; • Agências de Publicidade.

• • •

• •

e outros;inversão de áreas clonadas; Construção de Blog; Layout e organização do espaço/ controle de estoques Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática; Infraestrutura

• Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Meio Ambiente e Sustentabilidade Educandos da Elevação de Escolaridade com Jardinagem - Programa Oportunidades – EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Jardinagem EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Jardinagem EM Marly Buíssa Chiedde

Educandos do curso de Jardinagem EM Marly Buíssa Chiedde

84 Eixo Tecnológico: Meio Ambiente e Sustentabilidade

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

85 Eixo Tecnológico: Meio Ambiente e Sustentabilidade

Curso: Agricultura Urbana Sustentável, Horta e Jardinagem Carga Horária: 200horas

Escolaridade: Ciclo II, 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos teóricos e práticos sobre o cultivo de hortaliças e plantas ornamentais. Orientar sobre tratos culturais e fitossanitários à plantação, agindo em consonância com os fundamentos da sustentabilidade urbana e ambiental e da alimentação saudável, cumprindo com os princípios da agroecologia e trabalhando de acordo com normas de segurança.

Perfil do Profissional: Cultiva flores, plantas ornamentais, legumes, verduras, ervas aromáticas/medicinais e espécies nativas dos biomas brasileiros. Prepara a terra, fazendo canteiros, plantando sementes e mudas. Conserva hortas, parques, jardins públicos e privados. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação ambiental; • Planejamento: definição de local, projeto, classificação/seleção de plantas, épocas de cultivo; • Execução: identificação e uso das ferramentas, sementeiras, transplantio, preparo do local; • Manutenção: regagem, drenagem, adubagem (química e orgânica); • Cultivo e comercialização de flores, ervas, plantas ornamentais, espécies hortículas e florestais; • Meio Ambiente e sustentabilidade sócio

ambiental; • Organização do espaço/ controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do trabalhador, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática.

Possibilidades de Atuação • • • • • •

Viveiros; Parques; Jardins; Hortas; Lojas do ramo; Empresas de engenharia de obras.

Infraestrutura • Terreno para implantação de canteiros e jardins; • Viveiros para cultivo de plantas; • Biblioteca com acervo específico; • Laboratório de informática.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

86 Eixo Tecnológico: Meio Ambiente e Sustentabilidade

Curso: Paisagismo e Arte Floral Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo III, 5º termo (5ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Proporcionar a aquisição de conhecimentos básicos de paisagismo, arte com plantas e flores ornamentais, assim como a elaboração e comercialização de arranjos e decoração de ambientes, agindo em consonância com os fundamentos da sustentabilidade urbana e ambiental e trabalhando de acordo com normas de segurança e saúde.

Perfil do Profissional: Projeta e executa a decoração floral e paisagismo de espaços urbanos, residenciais, comerciais, industriais, vitrines e eventos. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação ambiental; • Identificação e caracterização dos locais de implantação dos projetos; • Planejamento de anteprojeto e Projeto de Paisagismo: escalas, legendas e representações gráficas; • Execução do Projeto; • Identificação de espécies vegetais; • Técnicas de corte, armazenamento e conservação de flores e plantas ornamentais; • Criação e confecção de arranjos ornamentais com plantas e flores; Possibilidades de Atuação • Eventos em diferentes espaços; • Paisagismo em espaços urbanos (vias, parques e jardins); • Lojas do ramo.

• Decoração de ambientes com flores e plantas ornamentais; • Organização do espaço/ controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Estufa para conservação de plantas ornamentais; • Biblioteca com acervo específico; • Laboratório de informática.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Eixo: Produção Moveleira

Educandos do curso de Marcenaria Avançada - EM Nair da Silva Prata

88 Eixo Tecnológico: Produção Moveleira

Itinerário Formativo

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

89 Eixo Tecnológico: Produção Moveleira

Curso: Marcenaria Básica Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Oferecer conhecimentos que possibilitem a organização do local de trabalho, preparo e manejo de máquinas, reparo e iniciação na produção de móveis e outras peças em madeira e derivados, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde, num processo de reconhecimento social, cultural e profissional.

Perfil do Profissional: Executa os processos básicos da produção de mobiliários; prepara o local de trabalho e participa do fluxo produtivo de móveis e outras peças em madeira e derivados, trabalhando sob orientação técnica. Temas Abordados • História dos usos da madeira e do mobiliário; • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • Técnicas básicas de trabalho com ferramentas e máquinas manuais e elétricas; • Materiais e insumos; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Etapas do processo produtivo: do projeto ao acabamento; • Leitura e elaboração de esboço;

• Organização do espaço, controle e cuidados de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador /a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática;

Possibilidades de Atuação • Marcenaria domiciliar ou industrial; • Fábricas de móveis; • Comércio: lojas de móveis, de ferramentas, etc

Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

90 Eixo Tecnológico: Produção Moveleira

Curso: Marcenaria Avançada Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Proporcionar conhecimentos dos processos necessários para a construção de móveis, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde, num processo de reconhecimento social, cultural e profissional.

Perfil do Profissional: Executa com autonomia os processos da produção de mobiliários; compreende e encaminha o fluxo do processo de produção; constrói móveis de madeira e derivados. Temas Abordados • Aprofundamento da história dos usos da madeira e do mobiliário; • Legislação específica; • Técnicas de trabalho com ferramentas, máquinas manuais e elétricas; • Materiais e insumos; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Noções sobre os processos de beneficiamento da madeira; • Etapas do processo produtivo: do projeto ao acabamento; • Leitura de desenhos e elaboração de projetos com noções do uso de Possibilidades de Atuação • Marcenaria domiciliar ou industrial; • Fábricas de móveis; • Comércio: lojas de móveis, de ferramentas, etc

programas de computador; • Organização do espaço, controle e cuidados de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática; Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

91 Eixo Tecnológico: Produção Moveleira

Curso: Tapeçaria e Estofados Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos dos processos necessários para a reforma e construção de estofados, adotando critérios estéticos, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde, num processo de reconhecimento social, cultural e profissional.

Perfil do Profissional: Compreende e executa os processos básicos de tapeçaria e estofamentos; prepara o local de trabalho e encaminha o fluxo do processo de produção na construção dos produtos de tapeçaria. Temas Abordados • Contextualização histórica e sócio econômica da profissão; • Legislação específica; • História do mobiliário (tendências de design); • Técnicas de trabalho com ferramentas, máquinas manuais e elétricas: • Materiais e insumos; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Etapas do processo produtivo dos acabamentos de mobiliários; • Leitura e elaboração básica de desenhos;

• Organização do espaço e controle de estoques; • Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática;

Possibilidades de Atuação • • • •

Infraestrutura

• Laboratório específico; Tapeçarias; • Laboratório de informática; Marcenarias; • Biblioteca com acervo específico. Fábricas de móveis; Comércio: lojas de móveis e materiais para estofados, etc.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

92 Eixo Tecnológico: Produção Moveleira

Curso: Marchetaria e Restauro de Móveis Carga Horária: 200 horas

Escolaridade: Ciclo II 4º termo (4ª série)

Idade: 16 anos

Objetivo Geral: Propiciar conhecimentos dos processos necessários para a aplicação de marchetaria e restauro de móveis adotando critérios estéticos, trabalhando em conformidade a normas e procedimentos de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde, num processo de reconhecimento social, cultural e profissional.

Perfil do Profissional: Compreende e constrói os processos básicos de marchetaria e restauro de móveis; prepara o local de trabalho e encaminha o fluxo do processo relacionado à marchetaria e restauro. Temas Abordados • Aprofundamento da história dos usos da madeira e do mobiliário; • Legislação específica; • Técnicas de marchetaria; • Técnicas de restauro de móveis; • Materiais e insumos; • Cuidados e manutenção básica de equipamentos; • Organização do espaço/ controle de estoques; • Noções de patologias em madeiras; • Composição e criação de desenhos; Possibilidades de Atuação • Marcenarias domiciliares; • Oficinas de produção de artesanato e brinquedos de madeira; • Comércios de artesanatos de madeira; • Ateliês de Restauro; • Antiquários.

• Mundo do Trabalho: conceito de trabalho; legislação trabalhista, identidade de classe, organização do/a trabalhador/a e gestão do trabalho; • Ética e Cidadania: identidade, solidariedade, diversidade, etnia/raça, gênero; • Saúde: saúde social, saúde do/a trabalhador/a, segurança no trabalho; • Linguagem: oral; escrita; matemática; corporal; tecnológica: informática. Infraestrutura • Laboratório específico; • Laboratório de informática; • Biblioteca com acervo específico.

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Bibliografia

Bibliografia APPLE, Michael W. Ideologia e Currículo. Ed. Ática, 3ª edição, 2009 ARROYO, Miguel G. Imagens Quebradas: Trajetórias e tempos de alunos e mestres. Rio de Janeiro: Vozes, 2004 ARROYO, Miguel G. Trabalho, educação e teoria pedagógica. In Frigotto, Gaudêncio (org) Educação e crise do trabalho: perspectivas de final de século. Petrópolis- R.J., 1998 BARRETO, Vera (org.), Confabulando. São Paulo/Brasília- Vereda em Educação, 1994. BEISEGEL,Celso de Rui. Educação e sociedade no Brasil após 1.930. São Paulo, 1984. BEISEGEL,Celso de Rui. Política e Educação Popular; a teoria e a prática de Paulo Freire no Brasil. São Paulo: Ática, 1982 BOFF, LEONARDO . Nova Era: A civilização planetária .Ática. são Paulo, 1994 BRANDÃO, C. R. Educação Popular. 3. ed. SP: Brasiliense, 1986. BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil, DF: Senado Federal BRASIL. Resolução do Conselho Nacional de Educação e Câmara da Educação Básica nº 1 - Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília, 2000 BRASIL. Parecer CNE/CEB nº 11/2000, estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos BRASIL. Decreto 5154/2004, regulamenta a Educação Profissional. CIEJA; Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos de São Paulo D’AMBRÓSIO, UBIRATAN: Da realidade à ação – Reflexões sobre a Educação matemática - Summus editorial, 1986 DIRETRIZES CURRICULARES DA EJA, São Bernardo do Campo, 2012. ESTEBAN, Maria Teresa. A avaliação no cotidiano escolar. In.: ESTEBAN, Maria Tereza (Org.). Avaliação: Uma prática em busca de novos sentidos. 3. ed. Rio de Janeiro, 2001 FREIRE, P; NOGUEIRA, A. Que fazer? Teoria e prática em educação. São Paulo: Vozes, 2002

96 Bibliografia

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra. São Paulo, 1997 FREIRE, P. Pedagogia da Esperança. Paz e Terra. São Paulo, 1982 FREIRE, P. Educação e Mudança. Paz e Terra. São Paulo, 1979 FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 27ª ed. RJ, Paz e Terra. 1987 FRIGOTTO, GAUDÊNCIO: O trabalho como princípio educativo: por uma superação das ambiguidades. Rio de Janeiro, 1985 GADOTTI, M. Pedagogia da Terra: Ecopedagogia e Educação sustentável. Fundação Peirópolis. São Paulo, 2000 ( série Brasil Cidadão) GIMENO SACRISTAN,J. Currículo e diversidade cultural- Petrópolis, 1995. GIMENO SACRISTAN,J. O currículo- Uma reflexão sobre a prática- Artmed- Porto Alegre; 2000 GOMEZ, Carlos Minayo; FRIGOTTO; ARRUDA; ARROYO. NOSELLA. Trabalho e Conhecimento: Dilemas na Educação do Trabalhador. Ed. Cortez. 4ª Edição. São Paulo, 2002 GUTIÉRREZ, FRANCISCO E CRUZ PRADO- Ecopedagogia e Cidadania Planetária. Cortez. São Paulo, 2000 HADDAD, Sérgio. Breve histórico da Política de educação de adultos no Brasil, Cortez, 1986. MEC, Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, 2008. MEC, Educação de Jovens e Adultos: Uma memória contemporânea 19962004. Org. Jane Paiva, Maria M. Machado e Timothy Ireland. Brasília, 2004 MEC, Lei de Diretrizes e Bases, 9394/96. Brasília, 1996 MEC, PROEJA- Programa Nacional de Integração da Educação profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, Brasília, 2007 PAIVA, Vanilda Pereira. Educação Popular e Educação de adultos. São Paulo. Loyola, 1987 PARO, Vitor Henrique. Gestão da Escola Pública: alguns fundamentos. Educação em revista (UFMG), 1996 PINTO, Álvaro Vieira. Sete lições sobre educação de adultos. São Paulo: Cortez, 1982. POSSANI, Lourdes de Fátima Paschoaleto. Educação de Jovens e Adultos_ um olhar sobre a exclusão. São paulo, 2007 Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

97 Bibliografia

RAMOS, MARISE. Trabalho, educação e correntes pedagógicas no Brasil. UFRJ: EPSJV/Fiocruz, 2010 RAMOS, MARISE. Org. Frigotto, Gaudêncio, Ciavatta, Maria: Trabalho e políticas públicas de Educação: Projetos em disputa na sociedade brasileira. UFRJ:EPSJV/ Fiocruz, 2006 RIBEIRO, Vera Massagão. Educação de jovens e adultos: proposta curricular para o primeiro segmento. São Paulo: Ação Educativa. Brasília, MEC, 1998 RIOS, Terezinha: Compreender e ensinar: por uma docência da melhor qualidade. Ed. Cortez. São Paulo, 2002 SECAD, Secretaria de Educação continuada, alfabetização e Diversidade. Formação de Educadores de jovens e adultos. Org. Maria M. Machado. Brasília, 2008

Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo

Prefeitura de S達o Bernardo do Campo


Catálogo da Educação Profissional de São Bernardo do Campo