Issuu on Google+

PRA VOCÊ

ISSN 1983760-7

conteúdo de primeira www.felizcidade.net

Quem Somos

Com distribuição semanal em todos os Campi e Igrejas da Cidade, nossa revista tem como objetivo trazer matérias que informem, sensibilizem e tragam satisfação ao leitor. Nosso foco é levar boas notícias da nossa região e da família PIB, qualidade editorial e excelência quanto a forma, linguagem e conteúdo.

Conselho Gestor

Carlito Paes - Erich Prates - José Luiz Ovando Lázaro Carvalho – Marcos Madaleno

Editores

NAVEGANDO

Erich Prates - Mariana Madaleno

Coordenação Executiva Erich Prates

Mariana Madaleno faz parte da equipe editorial da Revista Felizcidade, conecte-se com ela

Jornalista Responsável

Talita Araújo - MTB 72 400

Direção de Arte Felipe Cavalcanti

facebook.com.br/mariceruks @mari_crks

Projeto Gráfico

Allan Marcel - Erich Prates

Designers

Lucas Anacleto - Júlio César Silva - Wagner Bonfim Thamara Ranciaro - Aline Tajes

Fotos

Acervo de fotografia Felizcidade

Foto capa

Mônica da Costa/TextoArte Vista geral do rio Paraíba do Sul, em Santa Branca (SP)

Anuncie (12) 3911-2228

anuncie@felizcidade.net

Informações

(12) 3941-4108 - contato@felizcidade.net Rua Euclides Miragaia, 548 - Centro – CEP: 12245-820 São José dos Campos - SP A Revista FelizCidade é uma publicação semanal da Editora Inspire em parceria com a PIB em São José dos Campos. As publicidades contidas nesta edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não cabendo a Editora Inspire qualquer obrigação de responder sobre o conteúdo e veracidade de tais peças. Fica também a critério da Editora Inspire selecionar as propagandas que serão veiculadas. O conteúdo e informações contidos nas matérias e artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos articulistas.

Circulação

Caçapava, Jacareí, Jambeiro, Paraibuna, São José dos Campos, Taubaté, São Paulo e São Bento do Sapucai.

Impressão

Allcor Gráfica

Distribuição

4.000 exemplares Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Para solicitar autorização envie e-mail para revista@felizcidade.net

Auditagem __________________________________________________

Diretora Executiva Carmen Rangel

Departamento Comercial Jordache Murta

Diretora de Redação

Mariana Ceruks Madaleno

Coordenação Editorial Viviane Godoy

M

esmo com toda a grandiosidade da engenharia humana, a ideia de controlar as águas de um rio nos causa espanto. Esse bem da natureza, tão cheio de vida e significados, fonte de reflexões e de recursos, faz nos pensar que, como as águas que correm sem cessar, há coisas na vida que não podemos controlar. Podemos apenas redirecioná-las, surfar em suas ondas ou, caso nos distraiamos, afogar nelas. Em destaque nessa semana, trazemos como reportagem de capa uma notícia que alarmou os moradores do Vale do Paraíba. Um estudo publicado pela Secretaria de Saneamento do Estado propõe a transposição do Rio Paraíba do Sul, visando atender a metrópole paulistana, até 2035. O projeto, que não sem razão fez surgir resistências importantes em nossa região, ainda não tem definições maiores, porém nos faz refletir sobre a importância desse recurso que empresta seu nome à nossa região. Nossas águas internas por vezes são tão difíceis de controlar quanto a correnteza do rio. Em Conteúdo, falaremos sobre os perigos da automedicação, desde acidentes com a hiperdosagem ao desenvolvimento da hipocondria. Males causados, sobretudo, por nosso desejo de controlar aquilo que por vezes não conhecemos muito bem: nosso corpo e nossas emoções. Nosso entrevistado da semana é Márcio Bertolini, consultor Jurídico do Sebrae - SP. Márcio nos fala sobre o empreendedorismo brasileiro, em especial das micro e pequenas empresas, e nos lembra como pode ser difícil o navegar nas águas caudalosas do mercado para aqueles que querem vencer e viver segundo uma ética cristã contundente e verdadeira. Um poeta de nossos dias falou sobre um certo rio torto (pois quem já viu um rio reto?), em que deixamos nos perder, mas também nos encontramos. Vamos navegar com rumo certo, controlando apenas o que é necessário e sem deixar de aproveitar as belas paisagens pelo caminho. Aproveite!

Informações

(12) 3911 2228 contato@editorainspire.com.br www.editorainspire.com.br felizcidade.net | 3

DIZ AÍ expressão e atitude

O dom de transformar

“Deus nos deu o dom de podermos aprender e ensinar. A PIB em SJC está unindo esses dons e semeando através do esporte e da educação. a possibilidade de reescrever histórias de vida e transformação. Ao dispor uma estrutura inovadora de educação e um Complexo Poliesportivo”. Tiago Roberti

Queremos sua participação no conteúdo da revista FelizCidade. Envie suas sugestões de matérias e faça parte da revista.Você pode estar na proxima edição. Você também pode acessar as edições anteriores da revista FelizCidade pelo site www.felizcidade.net e conferir todo conteúdo.

Esportistas para Cristo

“Com a construção deste complexo podemos perceber o cuidado de Deus e o compromisso da PIB em ganhar todos os esportistas de São José dos Campos para Jesus”. Luciano Ferreira

revista@felizcidade.net Foto: Carlito Paes

#EuLeioFelizcidade

revistafelizcidade

“Assim como os faróis são para os navegadores, a Igreja de Cristo precisa ser para os homens. Ela ilumina as trevas, guia em meio às tempestades, evita naufrágios e socorre os náufragos”. Pr. Carlito Paes

Farol da Roca entre Cascais e Sintra - Portugal

07

Pastoral Atravessando o luto com Jesus

22

Conteúdo Abuso de medicamentos

08

Quem? Pequenos empreendedores, grandes heróis

25

Cabide Dicas de cuidado para o esmalte

11

Conheça Rádio Cidade AM 1120

27

Missões Apoio ao Egito

13 15 21

Hummm Presunto de Parma

29 31 34

Vidas transformadas Restituição de vida

Elas Não desista dos seus sonhos Radar Aconteceu na semana

Abap Ação social Reflita Isso dá e passa!

17

CAPA

Paraíba do Sul, a disputa pelas águas

Fotos: Thiago Leon

NESTA EDIÇÃO

PASTORAL juntos somos melhores

Atravessando o luto com Jesus “Você não compreende agora o que estou lhe fazendo; mais tarde, porém, entenderá”. João 13.7

Viviam Ribeiro Pastora do Propósito de Discipulado facebook.com/viviam.siqueiraribeiro

A

perda de uma pessoa com a qual mantivemos um vínculo afetivo é uma experiência dolorosa. Sempre fere, machuca-nos e nos expõe à nossa própria impotência humana. Contudo, a dor é sempre um fator para o amadurecimento pessoal. Aprender a lidar com a dor e o sofrimento faz parte de nosso processo de crescimento interior. O luto provoca tanto a dor física quanto a emocional, e a forma como vamos lidar com ambas será a medida para mensurar nosso crescimento adquirido neste tempo. A dor do luto tem um tempo para ser vivida, tal como um prazo de validade. Se ele não terminar, não será possível vir outro sentimento, menos dolorido e de maior sensibilidade, que é a saudade. Em detrimento ao luto, na saudade, surge um grande movimento de cura em nossas almas. As lembranças voltam à nossa mente; os anos convividos parecem ganhar novamente forma e contorno, e as cenas ficam até mais lindas do que de fato foram, um dia. Faz-se uma linda fotografia do passado, em forma de agradecimento. Então, as oportunidades e o amor surgem em nosso coração. Vivi dois lutos importantes em minha família, além do luto por outros queridos que inspiraram minha vida. Sei que precisamos passar bem todas as fases de um luto, pois isso fundamentará toda a vida após este ambiente de quase morte para quem fica, mas que, depois recebe ainda mais vida.

As mortes têm muitas causas e creio que para cada uma delas há uma dor e um sentimento. Há acidentes, uso de drogas, suicídio, erro médico, assaltos, aborto, velhice, dentre outros, mas o comum a todas elas é o desaparecer de alguém, um fato que, devido ao nosso amor ou pela própria vivência, nunca esperaríamos que pudesse acontecer. Lembro-me de que em ambos os lutos, havia sempre uma impressão de que iria encontrá-los na próxima esquina. Algo difícil de se viver, mas não impossível, se Jesus estiver conosco. Gostaria de listar algumas atitudes importantes para o convívio com os enlutados: 1. O silêncio consola. Ao se deparar com um recém enlutado, simplesmente fique ao lado, em silêncio, pois absolutamente nada do que disser trará consolo. Permita que o Espírito Santo seja a única voz a ser ouvida. 2. Aguarde as reações e dê apoio. Conforme caminha neste tempo de luto, perceba as reações e preste todo tipo de apoio possível. 3. Permita que a fala cure. Posteriormente aos trâmites que envolvem a primeira fase do luto, leve a pessoa a falar do parente, amigo ou conhecido que veio a falecer. Encoraje-o a lembrar de sua vida, dos momentos vividos juntos e de como essa pessoa deixou um legado. Isso trará cura e o levará à realidade.

Jesus, quando esteve aqui, conviveu com mortes e passou por lutos e, portanto, sabe como nos sentimos. Ouvir Dele como vamos agora viver, sem esse alguém muito especial, é de suma importância para você que está vivendo, viveu ou viverá um luto. Ele viveu sua própria morte. Sei que parece um tanto estranho, mas podemos afirmar que o caminho da felicidade plena só chegou a nós através da cruz e que diante dela, Jesus nos ofereceu vida, graça e perdão por nossos pecados. É somente através da cruz, e de toda a profunda mensagem que ela representa, que todos nós redescobrimos nossa essência. Nascemos, vivemos e morremos, mas em Jesus, viveremos a vida eterna e esta é uma grande notícia. Este é o único caminho que devemos trilhar, com muita fé, para sermos eternamente felizes. Confie no Senhor, pois nunca compreenderemos completamente o luto, afinal, nascemos para sermos imortais. Pare de lutar contra o que não vai conseguir vencer sozinho, mas atravesse este tempo com Aquele que venceu a morte. Reitero também que temos um grupo de apoio ao luto no Celebrando a Recuperação, todas as sextas-feiras, às 19h30, no Campus Colina.

felizcidade.net | 7

QUEM vida que faz a diferença • Texto Talita Araújo

Pequenos empreendedores, grandes heróis Micro e pequenas empresas são responsáveis por grande parte do fortalecimento da economia do país

O

empreendedorismo de pequenos e micro empresários no Brasil é uma das muitas frentes que possibilitam o crescimento econômico da nação. O Sebrae é a instituição que trabalha para que esses lutadores alcancem um alto potencial. Márcio Bertolini é Consultor Jurídico do Sebrae- SP, atua nas áreas de Assuntos Internacionais, Políticas Públicas, Atendimento Setorial e é palestrante da instituição. Ele ajuda a facilitar políticas públicas para que os pequenos e micro empresários cresçam e façam nosso país crescer. Bertolini também é pastor há 20 anos e membro da Igreja Batista da Borda do Campo em São Bernardo do Campo. À Felizcidade, o consultor e pastor fala do desenvolvimento econômico do Brasil e do empresariado cristão. Qual a importância do Sebrae para o desenvolvimento econômico do país? Das empresas brasileiras, 99% são de micro e pequenos empresários, grande parte da economia do país esta calçada em suas atividades. No ano de 2002 o mundo passou por uma crise econômica muito severa e o presidente na época disse que “para o Brasil isso não passa de uma ‘marolinha’”, neste momento ele se pautou pelos índices das micro e pequenas empresas, já que as grandes indústrias estavam demitindo em massa seus empregados. O Sebrae é a entidade que trabalha no apoio e capacitação dos pequenos negócios, também trabalha no ambiente governamental buscando os governos municipais e estaduais propondo que sejam aplicadas políticas públicas que trabalhem a desburocratização, facilidade ao crédito e com todos os recursos que o micro e pequeno empresário precisa. Nossa instituição esta focada em desenvolver este ambiente para que o micro e pequeno empreendedor se desenvolva e faça a nação crescer. Qual é a maior dificuldade, hoje, para o desenvolvimento dos micro e pequenos empreendedores no Brasil? Quando falamos de pequenos negócios esbarramos na burocracia, uma das grandes falhas do poder público no Brasil, outra é não investir em estruturas que garantam a esses negócios uma maior facilidade. Há pouco investimento por parte do governo em logística o que dificulta o escoamento de mercadoria. O empresário no Brasil passa muito tempo pagando impostos,

enquanto em outros países o sistema de pagamento é facilitado. Em resumo o problema do empresário brasileiro é a burocracia, as dificuldades de escoamento de mercadoria, a falta de acesso a tecnologia, a alta carga tributária, além de outros fatores. O empresário é o grande herói brasileiro. Ele é quem corre os riscos e quem faz a economia girar pagando uma alta carga tributária, com poucas políticas públicas de incentivo e reconhecimento. Como o poder público pode facilitar a vida dos empresários? Um dos maiores problemas do empresário no Brasil é a falta de conhecimento e capacitação. O Sebrae vem com estas ferramentas age nesta área com a capacitação, mostrando ao empresário onde ele pode investir, como está o mercado e quais as ferramentas e facilidades de crédito ele pode conseguir. O estado de São Paulo, por exemplo, é um dos estados mais avançados nesta área em comparação a outros. O que vemos na maioria do empresariado brasileiro é que ele quer as coisas da noite para o dia, falta planejamento. As coisas não saem bem desse modo. É preciso gestar a ideia, ou seja, se preparar para iniciar um bom negócio estudando o mercado e ter uma série de outras informações sobre o negócio. Não há 100% de garantias de um negócio dar certo, mas com planejamento e capacitação há uma grande chance de sucesso. Os conhecimentos que o Sebrae passa ajudam as pessoas na gestão da própria vida e de suas famílias? Acredito que o conjunto de expertise que o Sebrae tem é importante. A Palavra de Deus diz que Ele é a fonte de todo o conhecimento, tudo que é bom, tudo que é luz. Tudo que vai acrescentar coisas para vida do homem, melhorar, a fonte é Deus. Ele derrama desses dons a todos independente do que creem. O Sebrae como entidade complementa, sim, com esses valores. Não adianta querer gerir uma família, uma empresa, uma cidade, se não tiver planejamento. Não adianta querer ter sua empresa bem gerida e sua casa não, porque uma coisa se comunica com a outra. Nós somos únicos, não há como separar os papéis e tirar uma máscara. A missão do empresário não é só lucrar, mas também agregar outros valores na sociedade.

Quais as vantagens que os empreendedores têm ao se regularizar tanto na esfera secular quanto na esfera cristã? O principal é a cidadania. Primeiro quando está regularizado, ele não está a margem ou marginalizado, ele está vivendo sobre um ordenado jurídico e que traz direitos e requer deveres. A regularização é o ato para que eu possa exercer os meus direitos, um exemplo é a previdência social, quando se esta regularizado consegue se utilizar dos recursos desta instituição. Também, há facilidade de crédito nos órgãos financeiros. Não adianta o cristão achar que serve a Deus se ele não cumpre com o seu papel de cidadão. Quando um cristão não cumpre os preceitos da cidadania, ele está descumprindo uma ordenança bíblica e não esta amando ao seu irmão, pois amo meu irmão através do pagamento dos meus impostos, ainda que ele seja gerido de forma fraudulenta pelas autoridades, porque ele faz as engrenagens da sociedade girarem. A nossa fé tem que ser exercida tem todas as esferas de nossa vida, seja na igreja, no trabalho, na família. Tanto para cristão ou para não cristão a regularização se resume na palavra cidadania. Como realizar negócios à luz da Bíblia, entre o cristão e o mundo secular? Devemos conjugar o verbo “Cristo” em nossa vida, em todas nossas relações. Um bom negócio muitas vezes é deixar de ganhar dinheiro em uma transação, é ser cristão em todos os momentos. Senão começamos a conjugar o verbo “Maquiavel” (Livro O Príncipe, 1532) em nossa vida, ele em seu livro enfatizou que não importa os meios desde que alcance um fim. Deus não precisa do nosso dinheiro, Ele quer que tenhamos uma conduta, que nos posicionemos como servos. Ás vezes quando dizemos não para uma negociata errada estamos testemunhando Dele.

“Quando um cristão não cumpre os preceitos da cidadania, ele está descumprindo uma ordenança bíblica”.

felizcidade.net | 9

conheça fique por dentro • Texto Lázaro Carvalho

RÁDIO CIDADE AM 1120 CADA DIA MELHOR

C

om a experiência de 67 anos; líder de audiência em sua faixa nas principais cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira, com uma grade de programas dos mais variados, assim caminha dia a dia a nossa Rádio Cidade AM 1120. Adquirida do Grupo Bandeirantes de Comunicação em junho de 2011, daqui a poucos meses estaremos pagando integralmente os compromissos pela aquisição. É um tempo de muitos desafios, enormes progressos e grandes resultados. Hoje, a Rádio Cidade possui um estúdio de ponta, bem localizado na cidade e com equipamentos de última geração, não ficando nada a dever às maiores emissoras de rádio do país. Além de um time de profissionais de comunicação de excelência e de altíssimo nível. Conforme cláusula contratual, as torres de transmissão e o transmissor de sinais precisariam ser retirados da propriedade do Grupo Band em data prevista na negociação, sob pena de sair de um comodato e passar a pagar um alto aluguel pelo uso do terreno onde estão atualmente instaladas. Hoje, como podemos observar, quando chegamos ao Campus Colina, uma majestosa e potente torre de radiofusão já se encontra plantada no terreno da PIB em SJCampos e outra antena será colocada ao lado. Com a mudança das antenas, será instalado um novo transmissor de sinais, de última geração com potência condizente a 10.000W e assim os ouvintes da Rádio Cidade serão contemplados com som de melhor qualidade, além do aumento da abrangência dos sinais radiofônicos e resolvendo a questão do pagamento do aluguel ao Grupo Band. Como sempre e considerando que o melhor ainda está por vir, o governo federal vai publicar um decreto presidencial no dia 7 de novembro para estimular a migração das rádios AM para a frequência FM. Na data escolhida pelo Executivo federal é comemorado o Dia do Radialista. As associações estaduais

de radiodifusão estão organizando caravanas para acompanhar a assinatura do decreto de migração das rádios AM para o espectro FM nesta data e o pastor Carlito Paes participará representando a Rádio Cidade. Assim, a partir da data acima, a nossa Rádio Cidade AM 1120 poderá estar migrando para o grupo das emissoras para a faixa FM, usando os canais 5 e 6, utilizando-se a faixa de frequência que vai de 76 MHz a 88 MHz. A nossa Rádio Cidade passa hoje por seus melhores dias, vejam só: líder de audiência em sua faixa, recebendo transmissor novo; novas antenas, em local próprio, com migração prevista para faixa FM brevemente, com grande melhora na transmissão do som, abrangência aumentada e elevando consideravelmente seu valor de mercado, confirmando assim o grande negócio realizado com a aquisição da rádio. Portanto, não há dúvidas, temos que agradecer e comemorar com entusiasmo esse momento de mudanças e vitórias nas ondas da Rádio Cidade!

felizcidade.net | 11

HUMMM bom apetite

• Texto Chef Marco Antonio

facebook.com/aboacozinha.gastronomia

Presunto de Parma

Imagem maeramente ilustrativa

P

resunto de Parma, presunto cru; presunto serrano, jamón ou Pata Negra. São diversos nomes para produtos similares. Quem já experimentou sabe a delícia que é uma fatia de presunto cru. Muito consumido na Espanha e na Itália, países que disputam o primeiro lugar em qualidade, o presunto ou jamón é apreciado em todo o mundo. Produzido a partir do pernil suíno o processo de cura (secagem) do jamón serrano é um dos poucos momentos em que a tecnologia não interfere ou altera substancialmente o processo tradicional. Depois de salgá-los, os jamóns são pendurados no teto de secadores. A temperatura é controlada e isso propicia uma maior desidratação e, finalmente, faz que os jamóns desenvolvam lentamente seu sabor e aroma característicos. Em geral, os produtores oferecem duas ou três qualidades diferentes, segundo o período de cura. Seu sabor, intenso e ao mesmo tempo suave, deixa um sabor ligeiramente sutil e persistente; seu aroma é agradável, às vezes com algumas pitadas de nozes e sua textura é firme, ainda que delicada. Além de cumprir com seu papel de leal companheiro gastronômico, desde as mais tenras lembranças, o jamón serrano coincide com o enfoque moderno de gastronomia. Isso significa ser saboroso, saudável, fácil de manipular e de conservar, além de requerer pouco ou nenhum preparo, oferecer total segurança alimentar e permitir uma grande variedade de usos. Tudo isso a um preço razoável, apresentando uma excelente relação custo-benefício. O presunto é rico em aminoácidos e é uma fonte de vitamina B, além de nutrientes como o ferro, magnésio e zinco. Todos contribuem para uma estrutura corporal saudável. Na Espanha, é um lanche normal para as crianças. O jamón apresenta uma relação positiva entre ácidos de gorduras insaturadas e saturadas, o que afeta de forma positiva os níveis de colesterol.

Grissini com cream cheese e presunto cru Ingredientes

10 grissinis (são pequenos bastões torrados e secos de pão) 1 colher de sopa de cream cheese 10 fatias de presunto cru

Preparo

Corte os grissinis ao meio. Distribua o cream cheese nas fatias de presunto cru e enrole nos grissinis. Aproveite este delicioso aperitivo.

felizcidade.net | 13

ELaS um caminho de determinação • Texto Ana Paula Oliveira

NÃO DESISTA DOS SEUS SONHOS

V

ocê se lembra de algo extraordinário que aconteceu em sua vida, e que até hoje é a prova de que milagres são reais? Recorda-se de um sonho que teve dormindo ou mesmo de um pensamento lindo, que sobrenaturalmente tornou-se real? Lembra-se de algo que a levou a suspirar e que em seu interior borbulhou, como se uma força maior, do nada, a lhe inspirar? Se a sua resposta foi sim, para alguma das perguntas acima, você está entre as mulheres que o “Senhor dos Sonhos” decidiu escolher para realizar Seus planos extravagantes! Sou uma delas. Sou uma sonhadora! Tenho um “Livro dos Sonhos” que eu mesma criei para colar fotos e recortes, escrever textos e apontamentos divinos para o meu coração. Nele estão as ideias que jamais, em meu comodismo ou impossibilidades pessoais, existiriam se o próprio Senhor dos Sonhos não as entregasse à mim. Para quem me conhece, sabe que em uma das páginas do meu livro está colada a foto de uma pessoa internacionalmente conhecida. Longe de mim a tietagem! Nunca, jamais teria colocado essa foto, se não fosse divinamente inspirada a crer, e hoje creio mesmo, que ainda seremos grandes amigas colaboradoras do Reino de Deus! A ideia é que ela venha em minha casa e tome muitos cafés, além de almoços, jantares, que também podem ser feitos na casa dela. Entende? Sonho extravagante, não é mesmo? Os sonhos de um Rei para Seus filhos são sempre exuberantes. Aliás, da minha parte tenho feito alguns esforços para me aproximar dessa pessoa, mesmo que tudo momentaneamente diga que ainda esteja longe de realizar esse sonho. Já sabemos que sonhos sem objetivo, sem esforço ou sacrifício não passam de desejos que acabam levando pessoas à frustração e à autocomiseração. Charlie Jones disse acertadamente que “Uma porção de pessoas está esperando que seu

navio chegue, embora nunca o tenham enviado a lugar algum”. A colaboração da visão, juntamente, com à ação são fatores conduzem à grandeza. Charles R. Swindoll definiu sonhos como uma ideia, plano, agenda e objetivo provenientes de Deus que conduzem o homem a resultados que honram o Soberano. Ele disse que “as pessoas que voam como águias, que vivem acima da chatice da mediocridade, são pessoas que têm sonhos. Demonstram energia vinda de Deus porque receberam sonhos vindos de Deus”. Sonhar e trabalhar de olho no futuro, crendo que em Deus existe mais, muito mais do que é experimentado momentaneamente, são alavancas para pessoas naturais se transformarem em pessoas extraordinárias. Este é o caso de Raabe, a mulher descrita em Josué 2. Por que uma mulher desprezada pela sociedade, seria escolhida pelo Senhor dos Sonhos para acolher os dois espias dEle? Penso que aquela mulher marginalizada tinha o poderoso sonho em seu coração de sair de um estado e de um território medíocres, que foi isso que atraiu o olhar do maior patrocinador de mudanças radicais. O sonho e a obediência aliaram-se à decisão arriscada de Raabe em favorecer e proteger aqueles que soube serem agentes do “Deus em cima nos céus e embaixo da terra”, como ela mesma disse (Josué 2.11). Sua vida e família foram poupadas da destruição de toda uma cidade porque sonhou, obedeceu e agiu. De rejeitada pela sociedade, transformou-se na tataravó do Rei Davi e na mulher citada na genealogia do Reis dos reis, Jesus Cristo de Nazaré! Sonhos não são permitidos para corações escravizados. Eles não se sentem no direito de sonhar. Sonhos são liberados somente para princesas que, diária e intimamente, se assentam à mesa do Rei. É nesse lugar de comunhão, que mulheres da Realeza são sobrenaturalmente inspiradas a começarem ou a continuarem sonhando bem alto as coisas abundantes e extravagantes de um Pai que “realiza os desejos daqueles que o temem” (Salmo 145.19). Se você é uma princesa, não desista dos sonhos que o Rei entregou só à você!

felizcidade.ntet | 15

CAPA

• Texto Talita Araújo

Paraíba do Sul, a disputa pelas águas Importante rio da região pode ser desviado para atender metrópole paulistana

O

planeta se chama Terra, mas poderia se chamar Planeta Água, já que possui 71% de sua superfície coberta por água. Contudo, grande parte dessa água não é potável, e faz parte dos oceanos e mares que é constituído de água salgada e imprópria para o consumo humano. O fato faz com que a parcela de água potável no mundo se torne um bem precioso e disputado. No Brasil, esse é um risco que parece um pouco menor, mas o crescimento populacional, a poluição e a urbanização sem planejamento têm colaborado para que o cenário da escassez de água se acentue. Esse pode ser o caso do conhecido Rio Paraíba do Sul que percorre três importantes estados da nação, incluindo o Vale do Paraíba, e pode passar por uma alteração do curso natural de suas águas. O rio atende a milhões de pessoas que ainda não sabem como se desenhará seu futuro se o projeto for colocado em prática.

felizcidade.net | 17

CAPA

T

emos em nossa região um rio muito conhecido, que representa com o seu nome toda uma população, o rio Paraíba do Sul. Suas águas chegam longe e levam sustento, movem economias locais e até de outros estados. Esse rio que banha tantas cidades do nosso Vale encontra-se em um iminente projeto de mudança. Com o crescimento desenfreado da população do Alto Tietê e Grande São Paulo, as águas do Vale que passam por tantas cidades históricas podem ser transpostas, ou seja, desviadas para atender a demanda por abastecimento da metrópole paulistana. A informação faz parte de um estudo publicado pela Secretaria de Saneamento do Estado de São Paulo. Segundo esse órgão, o objetivo da transposição seria o de suprir água bruta para o abastecimento urbano, o uso industrial e a irrigação de toda metrópole até 2035. A transposição ocorreria em dois pontos: em Guararema e no reservatório do Jaguari, na região do munícipio de Jacareí. Hoje, a região da metrópole consome 97% da água produzida internamente, o que, para os elaboradores do estudo, é considerado um limite preocupante. As águas do reservatório de Jaguari seriam transpostas para a Bacia PCJ que compreende os rios Piracicaba, Capivari e Jaguari, e as da região de Guararema seriam direcionadas ao Alto do Tietê. A proposta apresentada como solução para o abastecimento de água na região metropolitana de São Paulo não informou como ficaria o abastecimento das regiões que são atendidas atualmente pelas águas do rio e que compreendem munícipios da região do Vale do Paraíba e de outros dois estados. Esse cenário tem preocupado os gestores de muitos municípios e os governos estaduais. A notícia fez com que o Ministério Público de Campos, no Rio de Janeiro, recomendasse ao Governo do Estado de São Paulo, responsável pelo órgão que realizou o estudo, que a transposição das águas não fosse realizada, pois hoje o rio atende mais de 12 milhões de pessoas, somente nesse estado. Na região do Vale do Paraíba militâncias políticas regionais tem se manifestado contrárias a proposta, pois temem que a economia e o abastecimento dessa região sejam afetados. “Não sabemos ainda se o estudo é uma proposta fechada ou aberta a sugestões. Do jeito que está, há risco de faltar água na nossa região e isso nos preocupa”, afirmou o engenheiro Luiz Roberto Barretti, vice-presidente do Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul, que desenvolve ações de monitoramento e recuperação do rio. O inegável é que o rio atende a população, indústrias, agricultura, pecuária e comércio ao longo do seu trajeto. Ele já tem sido afetado pela poluição e o assoreamento causado pelas cavas de areia. Todo o conjunto dessas ações colocam em risco a sua sustentabilidade e de uma grande população.

18 | felizcidade.net

Cavas de areia e poluição

Fotos: Thiago Leon

A transposição do rio Paraíba não é a única modificação por qual pode passar a região. A poluição causada pelo esgoto doméstico e industrial na região fluminense e paulistana também tem atingido o Paraíba. De acordo com Agevap (Agência da Bacia do Rio Paraíba do Sul), no Estado do Rio de Janeiro, a poluição doméstica é o principal problema enfrentado pelo rio Paraíba do Sul. Assim é também com as cavas de areia, que, com a grande demanda do setor imobiliário, atingem as margens do rio no Vale do Paraíba. “Explosões de minas a céu aberto podem lançar fragmentos e desestabilizar as margens dos rios. E o uso de dragas para mineração de areia e cascalho aumenta os sedimentos em suspensão na água. Tudo isso contribui para o assoreamento do rio, ou seja, a obstrução do seu fluxo por camadas de terra, pedras ou areia”, explica o professor Caetano Juliani, do Instituto de Geociências (IGC) da Universidade de São Paulo (USP).

O rio

O Paraíba do Sul é um rio brasileiro que passa por três estados importantes de nossa nação: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Ele é formado pela confluência dos rios Paraitinga (SP) e Paraibuna (SP) e nasce na Serra da Bocaina, quando recebe o nome de rio Paraíba do Sul. É considerado, em superfície, uma das três maiores bacias hidrográficas secundárias do Brasil, abrangendo uma área aproximada de 57.000km². Ele abrange 39 munícipios do Vale do Paraíba (SP), 88 munícipios da Zona da Mata Mineira (MG) e 57 munícipios da região Fluminense (RJ), totalizando 184 cidades. Em sua bacia hidrográfica concentra-se 12% do PIB (Produto Interno Bruto) do país, aproximadamente 5,5 milhões de habitantes e mais de oito mil indústrias (cerca de 3.800 no Rio), segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A água é um fator essencial para a vida. Sem uma fonte potável de água não vivemos. Não importa onde moramos, como vivemos, nós precisamos dela. O rio Paraíba, com sua grande extensão, tornou-se uma dessas fontes essenciais que alimenta de grandes a pequenas cidades e movimenta a roda da vida. Devemos cuidar e zelar do meio ambiente para que, no futuro, todos tenhamos fontes de água potável que continuem abastecendo a todos sem distinção. felizcidade.net | 19

radar fique por dentro • Texto Talita Araújo

Cresce a equipe Mais um líder foi ordenado a pastor na PIB em SJC

A

pós o Concílio Pastoral realizado no mês de outubro e com aprova��ão do conselho pastoral da PIB em SJCampos, mais líder da igreja pode ser ordenado ao cargo de pastor. A ordenação de Ricardo Rezende aconteceu no dia 29, quarta-feira, no Campus Colina. Ele é casado com Renata Porto Rezende, estudou Teologia na Faculdade Teológica Sul Americana do Paraná, era o ministro que liderava o Eleve, ministério para jovens, na Igreja da Cidade de Jambeiro. Sua preparação para o concílio e ordenação começou com a elaboração de um trabalho escrito para depois passar por

perguntas e avaliação pessoal. Os avaliadores verificaram seu conhecimentos bíblicos sobre: Chamado, Deus, Igreja e Ética, além de suas referências, citações, explanação sobre os assuntos e excelência no manuseio das Bíblia. Ricardo aceitou a Cristo na PIB em SJCampos, teve sua vida transformada e empenhou-se em trabalhos de liderança. “Continuei crescendo e Deus me agraciou com um chamado. Ser ordenado como um dos pastores desta igreja foi incrível. Agradeço a Deus tudo que Ele fez em minha vida.” conta Ricardo. Com mais essa ordenação cresce a equipe, a igreja contabiliza só esse ano 4 aprovações.

Culto celebra o Dia do Servidor Servidores municipais ouviram palavras de ânimo

N

o último dia 25, sexta-feira, foi celebrado um culto ecumênico em comemoração ao Dia do Servidor, que é no dia 28 de outubro, no Paço Municipal da Prefeitura de São José dos Campos. Os servidores puderam ouvir as palavras de ânimo do pastor sênior da PIB em SJCampos, Carlito Paes. Ele destacou importância primordial do servidor público municipal para o funcionamento e benefício da cidade. Estiveram presentes cerca de 800 servidores municipais que também ouviram uma apresentação do Coral de Servidores.

20 | felizcidade.net

• Texto Talita Araújo

Vida quebrantada e renovada Retiro Restauração teve o maior público de todas suas edições

D

os dias 25 a 27 de outubro aconteceu o último Retiro Restauração de 2013 para o público feminino e masculino. Esta edição teve um número de participantes recorde, 65 pessoas, em comparação a outros retiros com a finalidade de restaurar vidas. O Restauração está dentro do Circuito Vida e faz parte de um tempo muito importante na vida do membros da PIB em SJCampos, são reforçados nos momentos de reunião o posicionamento e a liberdade que todos temos como filho amado de Deus. “O fim de semana foi especial. Deus me restaurou para viver melhor a vida que já tenho, mas agora de uma forma diferente. Foi um tempo de descobertas sobre minha vida, sobre minha família e principalmente sobre quem Deus é. Minha vida jamais será a mesma”, afirmou Thamara Ranciaro. Este retiro promove um ambiente para ação do Espírito Santo na vida dos participantes e os conduz a um arrependimento, uma real visão de como vivem e através da reconciliação podem chegar onde Deus quer que estejam. Ministrações como entrega, quebrantamento, orgulho e submissão fazem parte, dentre outros, de um momento de cuidado e cura para cada participante. “Cremos por nossas próprias vidas e pelos testemunhos de outros que este instrumento de Deus tem abençoado grandemente nossa Igreja. Muitas pessoas estão sendo inspiradas a proporcionarem este tempo de reflexão onde receberam muito do Senhor”, conta a pastora Viviam. As ministrações do retiro no texto que diz: “Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres” (João 8.36). Que no próximo ano muitas pessoas possam passar por este tempo de restauração de sua vida.

Cura e libertação

Em 2014, também, serão iniciadas as aulas de um curso totalmente voltado para cura e libertação que se chamará “Karis” (Graça). Neste ambiente de ensino será feita a capacitação na área. Além de ministrações, as pessoas interessadas em seguir no ministério receberão um cuidado especial. “Atuaremos tendo como fundamento o ensino e a prática. Somos uma igreja que preza pela unidade de todos os ministérios que estão nesta área, portanto as disciplinas e docência desta escola serão dadas por nossos pastores e ministros, e teremos como base as vivências de quatro ministérios fundamentais (Celebrando Recuperação, Ministério de Libertação, Retiro Restauração e Ministério de Intercessão de nossa igreja)”, relata Viviam, a pastora responsável pela iniciativa. Este é mais um ministério de unção e unidade, que nasceu para que o poder restaurador de Deus alcance mais vidas. Aguardem informações e os processos para admissão.

AGENDA RETIRO

Ainda este ano haverá o Retiro Restauração direcionado a mulheres. No próximo ano será lançado o calendário 2014 do Retiro Restauração. Fique atento! Informações: restauracao@pibnet.com.br

felizcidade.net | 21

CONTEúDO amplie seu conhecimento

• Texto Talita Araújo

E agora, eu sou o doutor? Até os medicamentos mais comuns podem causar sérios danos a saúde

Q

uem nunca correu para a farmácia por que teve uma tossezinha ou mesmo uma pequena dor de cabeça? E chegando lá, não se deparou com prateleiras cheias de opções? Fica difícil escolher, com tantos nomes, cores e tamanhos. Na dúvida, sempre levamos mais do que precisamos, afinal, pode vir um resfriado ou um enjoo futuramente. Em muitas casas, há sempre a caixinha com medicamentos de emergência. Muitas vezes, medicamentos parecem servir mais para a prevenção do que para o remediar. Nos enganamos. A melhor prevenção é aquela que não faz o uso de medicamentos necessária, pois o uso indiscriminado do mais simples componente pode prejudicar muito a nossa saúde e em casos mais extremos, levar à morte. Um estudo realizado pela ONG Pro Publica, associação sem fins lucrativos dos Estados Unidos, mostrou que um medicamento muito conhecido dos americanos e até dos brasileiros causou

22 | felizcidade.net

cerca de 150 mortes por ano, de 2001 a 2010, por intoxicação. As mortes ocorreram porque a diferença entre as doses diárias recomendadas do paracetamol, comercializado pelo nome Tylenol, e a quantidade que pode causar danos ao fígado é muito pequena, facilitando a overdose acidental ao longo do tempo de uso. Em nota a fabricante do Tylenol, Johnson & Johnson, diz que ele tem “um dos melhores perfis de segurança entre os analgésicos isentos de prescrição. Os consumidores devem sempre ler a bula, não ingerir mais do que a dose recomendada e seguir sempre a orientação de um médico”. A dipirona, juntamente com o paracetamol, é um princípio ativo muito vendido no Brasil sem receita médica, mas se ambos forem utilizados diariamente podem causar sérios danos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) é uma falácia considerar que um medicamento possa ser inócuo. Como substância estranha ao organismo humano, qualquer fármaco traz inerentemente algum risco potencial ao ser administrado, mesmo em doses usuais. Se somos os primeiros “doutores” a avaliar nossa saúde, por vezes procuramos sanar a dor e incorremos no risco de propiciar situações mais sérias. O ideal não é correr a farmácia para nos medicarmos e sim avaliarmos o que tem causado o problema. Passar longos períodos sem comer? Não ter uma boa noite de sono? Falta de atividade física? Colocar alimentos gordurosos e com alto teor de açúcar no prato? Se o problema persistir ou se mostrar mais sério, é preciso procurar um médico que irá avaliar e receitar algum medicamento conforme o necessário.

O auto diagnóstico

O hábito da automedicação pode levar ao desenvolvimento de um transtorno psíquico pouco falado, a hipocondria. Diferentemente do que a maioria acredita, ela não é somente o problema de uma pessoa que toma remédio para tudo e a toda hora, mas também, aquele que pensa frequentemente possuir algum mal. Enquanto as pessoas comuns não ligam muito para pequenas dores, desconfortos ou marquinhas na pele, as pessoas que sofrem desse problema interpretam esses fenômenos habituais de maneira., geralmente, exagerada. A hipocondria é um dos diagnósticos de um grupo de doenças chamado Transtornos Somatoformes, quando indivíduos relatam ter sintomas que não são explicados pelas investigações médicas. Pacientes com este tipo de transtorno tendem a ter dores e sensações que, ao serem investigadas, não apresentam alterações significantes. Os sintomas da hipocondria também se apresentam em transtornos não somatoformes, como a depressão. “A diferença é que, nestes casos, quando melhoram do quadro depressivo, deixam de acreditar que possuíam alguma outra doença”, explica o psiquiatra e coordenador do Programa de Atendimento a Estudos de Somatização da Unifesp, Dr. José Atílio Bombana. Ainda são investigadas as causas da doença, mas um fator que colabora para o seu surgimento são as famílias que valorizam demasiadamente o corpo, impondo dietas ou

treinamentos pesados. Pessoas que convivem com pais com doenças graves como diabetes ou hipertensão também têm um fator predisponente. Segundo os especialistas, pessoas com estes tipos de distúrbio já se sentem melhor pelo fato de serem ouvidas. Para quem convive com um hipocondríaco, a indicação é ter paciência para ouvir as reclamações, sem se deixar levar. “Só de serem ouvidas, já se sentem muito melhor. E para quadros mais importantes, indicamos que ajudem o indivíduo a procurar terapia profissional”, conclui o psiquiatra da Unifesp. Os grupos de apoio à depressão para casos de uso indiscriminado de medicamentos nesses casos são recursos importantes. Contudo, evitar a automedicação – ainda que com remédios comuns, vendidos livremente – e buscar a saúde emocional são indicações positivas para todos nós.

Celebrando Recuperação

Toda sexta, às 19h30, no Campus Colina - a partir dos 4 anos Todo domingo, às 17h, no Campus Colina - Jovens Venha celebrar sua recuperação em Jesus!

felizcidade.net | 23

CABIDE do seu estilo • Texto Paula Talmelli

BELEZA: DICAS PARA O ESMALTE DURAR MAIS

N

ão sei quanto a vocês, mas o esmalte dura pouquíssimo nas minhas unhas da mão, e sempre estou na busca de dicas para manter a unha bem feita por mais tempo. Reuni para a coluna desta semana, os truques mais legais – e que mais funcionaram comigo: Dica de especialista: uso imediato de extra-brilho. Quando fizer as unhas, logo que acabar de passar o esmalte, passe também um extra-brilho. Além de ajudar na secagem, ele previne as indesejadas bolinhas e protege o brilho natural da cor. Se a unha começar a desbotar depois de alguns dias, renove a camada de extra-brilho, mas cuidado enquanto as unhas secam, pois com uma camada a mais, elas irão demorar mais para secar. Esteja preparada: Sempre retire os resíduos das unhas e seque-as bem. Creme hidratante e resto de esmalte prejudicam a aderência do esmalte nas unhas. Lixe a unha: Existem lixas próprias para você lixar a parte de cima da unha –elas tem a textura mais fina, e são mais macias. É bom lixar a unha de leve antes de passar a base, ajuda a fixar o esmalte. Base sempre: além de facilitar a fixação do esmalte, ela evita que as unham fiquem danificadas. Ande com o novo: esmalte velho nunca é bom. Estar

atento a textura do produto é muito importante. Se o esmalte estiver muito grosso, ele pode durar menos na sua unha. Conserte logo: unhas mal lixadas, esmalte lascado. Deixar aquela pontinha descamada da unha ajuda no desbotamento do esmalte. Se caso isso acontecer, passe assim que perceber o esmalte novamente por cima da unha, ou na pontinha que estragou. Não espere mais unhas ficarem assim para refazer tudo de uma vez.

#CONECTE

www.glammais.com.br facebook.com/paulatalmelli

felizcidade.net | 25

IDE vida com propósitos • Texto Douglas Santos

apoio ao egito

S

em dúvida um dos países que mais necessitam de nosso apoio espiritual é o Egito. Hoje este país é considerado o 25º no ranking da Igreja Perseguida (Missão Portas Abertas). Os cristãos sofrem uma perseguição moderada, já os muçulmanos que se convertem sofrem severa perseguição. Eles podem ser marginalizados pela sociedade, presos, torturados e até mortos. Tudo isso acontece, em primeiro lugar, porque o governo não reconhece a conversão de muçulmanos à outra religião. Um pastor missionário dá um breve resumo do que tem feito lá. Nos últimos meses, a Igreja no Egito tem sofrido com o conflito que assola o país e já destruiu dezenas de propriedades cristãs, entre casas, templos e lojas. O clima é de hostilidade e insegurança. A perseguição religiosa que os cristãos egípcios enfrentam há anos e, hoje, com mais intensidade, unicamente por seguirem a Jesus Cristo, nos faz querer apoiá-los para que suportem tudo em amor. Muitos cristãos que vivem sob perseguição relatam que as orações têm sido o sustento que os faz permanecer firmes mesmo em meio à opressão. Em momentos difíceis, Deus os tem consolado através da intercessão de irmãos ao redor do mundo.

Ministério de Esportes rumo ao Oriente Médio

Pela segunda vez o Ministério Conexão Esportes da PIB em SJCampos e Rede de Igrejas da Cidade vai ao Egito para um evento esportivo e missionário. A viagem será na próxima semana, a equipe de esportistas será composta por: Márcio Keske, Ipergnon Almeida, Júlio Spada, José Costa Aguiar Neto e Renato Santiago que farão apresentações de Artes Marciais e Futebol. O ministro Lucas Pacheco fará a captação das imagens e também trabalhará com a área musical. “Estamos por dentro de tudo que está acontecendo naquele país e temos a plena convicção de que quem está nos enviando é Deus, sabemos que Ele vai operar milagres através de nossas vidas”, conta o líder do Conexão Esportes. A última ida do ministério ao oriente foi no ano de 2010. O evento é organizado pela maior igreja evangélica do Oriente Médio, a Kars El Dobara, que em 2012 teve uma frequência de 60.000 pessoas, com 30.000 decisões por Cristo. Deus está agindo no Egito de forma maravilhosa e sobrenatural.

Pedidos de oração

• Interceda pelo restabelecimento da paz no Egito e pela estabilidade política no país. • Ore pela proteção dos cristãos que têm sofrido retaliações por conta da queda do ex-presidente Morsi. • Peça ao Senhor para que a Igreja de Cristo no Egito, a maior do mundo árabe, seja sal e luz neste momento de instabilidade e incertezas; para que os cristãos testemunhem do amor de Deus aos muçulmanos. • Clame pelos cristãos que tiveram suas igrejas e propriedades destruídas e que perderam entes queridos, para que tenham a paz descrita em Filipenses 4.7, para que manifestem o perdão de Deus a seus agressores e consigam reconstruir suas vidas e igrejas. • Ore pela conversão dos muçulmanos ao Senhor Jesus, especialmente os membros da Irmandade Muçulmana e de grupos radicais islâmicos que atuam no país. • Interceda pelos membros da PIB em SJCampos que irão ao Egito para participar do Festival de Esportes, para que eles sejam protegidos por Deus e para que tenham liberdade para falar de Cristo.

felizcidade.net | 27

vidas transformadas histórias de superação • Texto Talita Araújo

Restituição da vida

P

erdas são comuns a vida de todas as pessoas. O incomum, infelizmente, é a restituição. São emoções, sonhos, pessoas queridas que se vão. Mas com Deus tudo se torna possível e foi assim na vida de Ana Cássia que buscou no Pai Celestial sua cura e encontrou uma fonte inesgotável de amor. Ela teve sua vida e seus restituídos. “Cheguei à igreja em 2009, o “Ano de restituição”! Depressiva, desiludida, triste, passiva. Não entendia o sentido da vida. Precisei ser acompanhada por uma psicóloga, foi quando finalmente abri o meu coração para contar que tinha sido vítima de abuso sexual por uma pessoa muito próxima. No meu contexto familiar passei por vários tipos de problemas. O foco sempre foi meu pai. Foram muitas brigas, bebidas e perdas. Um dia a psicóloga sugeriu: “Ana desenhe um sonho para o seu futuro!”. Comecei a desenhar uma casinha simples, mas não terminei e comecei a chorar. Sentia uma dor inexplicável. Com a ajuda dela depois de um tempo consegui desenhar um sonho de ter uma família (me casar) e ter um lugar especial para morar, com piscina e tudo mais. Mas, no fundo parecia que isto nunca seria possível. Continuei frequentando os cultos na PIB em SJCampos aos domingos e sentia a presença de Deus impactar minha vida. Decidi me batizar e já na entrevista recebi muito carinho, atenção, compaixão e amor. Fui acolhida! Recebi muitas orientações e segui todas. Um fator importante me proposto foi de participar do Retiro Restauração. Participei e lá percebi o quanto eu tinha feridas na alma. Tinha estado muito distante de Deus, pois transferi para Ele as decepções sofridas com o meu pai. Porém, em cada ministração no Retiro a certeza do amor de Deus foi aumentando e me invadindo, trazendo cura e iniciando um processo de transformação definitiva em minha vida. Depois de um tempo consegui perdoar o meu pai. Ele faleceu, porém graças a Deus pude honrá-lo até seus últimos momentos de vida. Em 2011 me casei com um homem de Deus, amigo, provedor, fiel, bênção em minha vida. O sonho que eu havia

colocado no papel na dinâmica proposta pela psicóloga aconteceu. Deus me surpreendeu com sua graça. Ele me concedeu um ótimo marido, um lar e até a piscina. Agora temos nosso bebê e a felicidade concedida por Deus de sermos pais. Aprendi nesta Igreja que a nossa dor pode resultar em fruto e se tornar um ministério. Hoje, como líder de célula, tenho amadurecido e ajudado pessoas no processo de restauração. Nunca deixarei de agradecer a Deus pelos seus feitos. Caminho um dia de cada vez, sabendo que sempre poderei esperar algo especial de Deus Pai”.

felizcidade.net | 29

DESDE 1980 CONSTRUINDO SOLUÇÕES PARA SUA OBRA. Tecnologia em produtos aliada à excelência em serviços faz da PISOVALE uma empresa de destaque em seu segmento no Vale do Paraíba.

Vale Sul Shopping: teto, sanca e revestimento de gesso acartonado Knauf; revestimento Cleaneo Acústico Knauf; revestimento Multipainel Woodgrain da Hunter Douglas.

• • • • • • •

Drywall (teto e parede) Forros Pisos Carpetes Divisórias Brises Revestimentos

Tel.: (12) 3941-5522 – www.pisovale.com.br

SOLIDARIEDADE o que vale é a ação • Texto Sérgio Ivo

CÉLULAS REALIZAM EVENTO NO CENTRO SOCIAL PRIMAVERA

O

Centro Social Primavera atua em várias frentes com a comunidade:

• Sons da Primavera – Formação musical com crianças e adolescentes • Práticas esportivas com criança e adolescentes como Taekwondo e Jiu-Jtsu • Atendimento a gestantes • Farmácia Comunitária • Mercado Solidário fornece alimentos para as famílias • Inclusão digital Este mês tivemos um evento realizado por um grupo de Células que mobilizou a comunidade atendendo mais de 100 crianças, adolescentes e famílias. Tivemos a participação de um grupo de alunos de odontologia da Univap que atendeu as crianças com palestras interativas sobre saúde bucal, outro grupo com ações na área da beleza como corte de cabelo e escova. Além de lanche para as crianças e muitas brincadeiras que divertiram e ao mesmo tempo ensinaram valores e princípios como solidariedade, respeito e amor ao próximo. Você pode participar deste lindo projeto no bairro Primavera. Organize com sua célula uma data aos finais de semana e venha servir a Deus atuando tanto no Centro Social como na igreja em várias frentes. Vamos neste ano da doação fazer a diferença e transformar realidades.

Venha ser um voluntário ou também adotar uma criança deste projeto contribuindo financeiramente. A ABAP precisa de sua ajuda para continuar avançando com seus projetos sociais.

para agendar datas: (12) 3023-1544

Faça sua doação. Ligue, agende e contribua!

Você pode comprar produtos e fazer doações com seu cartão de débito no estande da ABAP no Campus Colina. ABAP – Associação Beneficente de Ajuda ao Próximo Registro de Utilidade Pública Municipal: Lei n° 5.758 de 05 de outubro de 2000. Registro de Utilidade Pública Estadual: Lei nº 13.520 de 29 de abril de 2009. Avenida Deputado Benedito Matarazzo, 8333. Vila Betânia - São José dos Campos/SP. Contato: (12) 3923-1544/3308-1354

www.abapsjc.org.br facebook.com.br/abapsjc

felizcidade.net | 31

Você acaba de ganhar

20% de DESCONTO

na sua troca de Promoção óleovalida e atefiltro Dez/2013 Um espaço para cuidar do seu carro

e uma estrutura para melhor atender você

3

PAGUE SEM JUROS

X

Imagens meramente ilustrativas

TÔ DE FOLGA cultura, lazer e afins

• Texto Talita Araújo

filmes

Tráfico de Inocentes, da Graça Filmes

Por trás do belo cenário de uma cidade turística do atual sudeste asiático, encontramos, em uma palafita, um quarto imundo e uma cama com lençóis sujos. Neste local, uma garotinha aguarda pelo homem que entrará em seguida, ele é Alex (Dermot Mulroney), um investigador de tráfico de seres humanos, desempenha o papel de seu próximo cliente, e, assim, negocia com o cafetão o uso da criança. Claire (Mira Sorvino), a esposa de Alex, em meio ao luto pela perda da filha, tenta reconstruir sua vida nesta nação de costumes tão diferentes dos seus. Ela decide, então, ser voluntária em um abrigo de apoio às vítimas de abuso sexual, onde a liberdade e a dignidade de uma garotinha estão ameaçadas. Histórias paralelas se entrelaçam em uma caçada perigosa e emocionante para resgatar a inocência roubada pelo submundo do tráfico de seres humanos, em uma história de luta, esperança e redenção. Um filme que retrata a triste realidade do tráfico e exploração de seres humanos na Ásia, Tráfico de Inocentes - Quando o indefeso clama em silêncio, traz cenas de grande impacto e mostra um lado da sociedade que muitos ignoram, mas que está presente em diversas partes do mundo. Lançado pela Graça Filmes chegou este mês em DVD e é estrelado por Dermot Mulroney (protagonista com Julia Roberts do Casamento do meu melhor Amigo, um dos seus mais recentes trabalhos foi Jobs que conta a história do gênio da tecnologia Steve Jobs) e Mira Sorvino (do drama: Quando as coisas acontecem e participante de Woddy Allen – Um documentário). Um filme que nos faz refletir.

Ou isto ou aquilo, de Cecília Meirelles com ilustrações de Odilon Moraes

livro

Lançado originalmente em 1964, que até hoje encanta as crianças, o livro “Ou isto ou aquilo” (Editora Global) da poeta, cronista, tradutora e educadora, Cecília Meirelles, recebeu em sua mais recente edição uma nova roupagem com as ilustrações de Odilon Moraes. A obra reúne mais de 50 poemas que navegam nos mais diversos temas do universo infantil. E chama a atenção por apresentar explicitamente aos pequenos leitores as questões da “escolha”, um tema que permeia toda a nossa trajetória de vida. Os poemas brincam com os sons e faz enxergar muitas oportunidades ao resgatar as cantigas de ninar, cantigas de roda, parlendas, trava­­­‑línguas e adivinhas que são formas de expressão muito próximas do mundo da criança e que possuem efeitos estéticos bastante sugestivos, criativos e lúdicos. A autora “brinca” com as palavras, explora a sonoridade, o ritmo, as rimas, as repetições, a musicalidade. O universo infantil é rodeado por perguntas imprevisíveis, monólogos, situações surpreendentes, comparações incomuns, presença da fantasia e da imaginação. A publicação recebeu posição destaque na literatura infantil brasileira, por ter imprimido sua marca na memória afetiva de várias gerações de leitores. O livro é atemporal e pode ser aproveitado em um momento de descontração por toda a família, de crianças pequeninas as mais crescidinhas. felizcidade.net | 33

REFLITA valores para vida

Isso dá e passa!

E

m minha infância, na rua em que vivia, convivíamos em um grupo de cerca de dez crianças. Era divertido mas, vez ou outra, os atritos surgiam - nada atípico em um grupo heterogêneo em sua formação. Chegava chateada em casa, cabisbaixa, e contava para minha mãe “a briga da vez”. “Fulana não quer mais brincar comigo”; “colocaram um passarinho morto em minha cabeça”; “caí e todos riram de mim”. Coisas de criança. Depois de um abraço cheio de compreensão, mamãe dizia diante daquele turbilhão de sentimentos em minha cabecinha: “isso dá e passa”. Enfrentamos situações exaustivas e desesperadoras em nosso cotidiano. Bem mais complexas do que as vivenciadas na infância, as dificuldades parecem chegar de repente e abalar o melhor planejamento de nossos dias. Sentimentos demasiadamente difíceis de suportar, como se o deserto se instaurasse à nossa frente. Um aperto no coração, a sensação de solidão e a percepção de que a água não será suficiente para atravessar o local ermo. Talvez você até mesmo tenha balbuciado algo do tipo “dessa eu não passo”! Passa. Aprendi com a minha mãe – e tirei a prova com as circunstâncias da vida – que isso dá e passa. Não passa porque o tempo resolve (aliás, se o tempo resolvesse, Deus seria desnecessário!), também não passa porque cai no esquecimento. Passa porque Deus toma você pela mão e o leva a atravessar o deserto. Passa porque é plano Daquele que te criou usar momentos de tensão para forjar seu caráter e prepará-lo para a vida. Passa porque Ele controla o tempo, o tamanho da dor e a força de uma circunstância adversa.

34 | felizcidade.net

No livro de Atos, vemos a narração de uma viagem bem tumultuada, tanto que o autor fala “porque os ventos eram contrários”, (Atos 27.4). Pior do que ventos contrários, porém, é a ausência de ventos! Quando o cenário é adverso, algo nos impulsiona a sair dali, a mudar a realidade e logo mais ver o ocorrido no passado. Como por exemplo: • A conversa desconfortante com o padrasto. • O irmão mais novo declara a falência da empresa. • A prima engravida aos 16 anos. • Uma amizade encerrada por um comentário. Situações corriqueiras, porém doloridas. Será para sempre? Não, isso dá e passa. Com um pouco de paciência e joelhos no chão, logo Deus estabelece a paz novamente e nos leva a enxergar tudo à partir de uma nova perspectiva. E isso nada tem a ver com nossa habilidade em driblar as situações, mas sim com o tamanho da graça de Deus. Ele sabe por quanto tempo aguentamos e o quanto aprendemos em cada momento de dor. Olho para trás e lembro-me de dias desastrosos. Pensava que fosse desfalecer. A dor, a incerteza, a mágoa, o abandono – o caos. Mas hoje – anos, meses, dias depois – tudo parece distante da realidade atual. Não consigo sequer lembrar com exatidão os sentimentos que dominavam meu coração. É como olhar para uma cicatriz – sei como aconteceu, mas já não lembro a dor que me causou. Um dos textos que tem me acompanhado durante este ano é “Senhor, tu és a minha porção e o meu cálice; és tu que garantes o meu futuro.” (Salmo 16.5). É nesta certeza que confio o meu coração,

Queila Schmidt da Rosa Coordenadora de eventos da PIB em SJC facebook.com/queiladarosa @queiladarosa queila@pibnet.com.br

“Quando o cenário é adverso, algo nos impulsiona a sair dali, a mudar a realidade e logo mais ver o ocorrido no passado.” de que em cada situação difícil verei, em breve, as nuvens se dissiparem, o mar se acalmar e o sol raiar. Acredite, isso dá e passa, e o seu futuro é Ele quem garante.

Prazer em ler

De 2 a 10 de novembro no Parque da Cidade. Mais informações: www.sjc.sp.gov.br Parque da Cidade - Pavilhão Gaivotas: Av. Olivo Gomes, 100. Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9 às 22h. Sábados e domingos, das 10 às 22h - Entrada gratuita. APOIO

REALIZAÇÃO


FelizCidade #44