Issuu on Google+

Cursos de

ENTREVISTA

Verão

Flávia Teixeira e Vinícius Villiger

Saiba + Dance Jobs

Internacional Misook Seo uma carreira em ascensão Dicas para cuidar bem da sua saúde no verão

TERRITÓRIO NU DB 1

DB 2

DB 3

Expediente DIretora eleusA lourenzoni reDação e JornalIsta responsável iVAn grAndi drt nº035658 sp conselho eDItorIal gerAldo grAndi, eleusA lourenzoni comercIal dAmAris rAFAel, pAtríciA d FurllAn arte / DesIgner lourruAmA morAes contábIl kAnAmAro & lucAs JUríDIco mAluF e gerAigire AdVogAdos - brAsil, escritório jurídico consenzA, shepArd mullin - euA expeDIção e cIrcUlação nilson sArAnz e luiz VittA atenDImento mAriAnA sAnches aDmInIstratIvo tâniA plAssA reporter fotográfIco colaboraDor reginAldo AzeVedo -são pAulo, jorge luís cAstro - rio de jAneiro colaboraDores celi bArbier, luis ArrietA, josé luis gioiA, miriAm lAmAs bAiAk, dr. mAurício póVoA, pAulo AzeVedo representante rIo De JaneIro hélio VAsconcellos helio@dAncAbrAsil.com.br ________________________________ assInatUras e-mAil: AssinAturAs@dAncAbrAsil.com.br ou ligue pArA (11) 2950.4082 ________________________________ atenDImento ao leItor (11) 2978-2097 / sAc@dAncAbrAsil.com.br reVistA dAnçAbrAsil® é umA publicAção mensAl dA db editorA. distribuição grAtuitA por intermédio de lojAs de Artigos de dAnçA, eVentos especíFicos e AssinAturAs. tIragem 10.000 exemplAres. regIstro inpi nº 828782261 www.dAncAbrAsil.com.br orkut: www.orkut.com.br/Aspx/dAncAbrAsil twitter: www.twitter.com/dAncAbrAsil youtube: www.youtube.com/jornAldAncAbrAsil FAcebook: www.FAcebook.com/dAncAbrAsil

Editorial Olá Amigos da Dança!

Nesta edição como matéria de capa a Cia Mário Nascimento, com Território NU. Reunimos para você os principais Cursos de Verão 2012, agende-se e aproveite! Também nessa edição uma entrevista exclusivissíma com o criador do Dance Jobs, Marcos Silva. Muitas dicas saudáveis de alimentação, plástica e aeróbica para você manter a forma neste verão. Confira as dicas de espetáculos e agende-se para os principais festivais do ano. Conheça Misook Seo, com sua carreira em ascensão e prestigie alguns profissionais em destaque na dança de salão, com Flávia Teixeira e Vinícius Villiger. Um excelente ano para você e nos vemos em algum lugar deste maravilhoso mundo da dança! Tenham todos uma ótima leitura.

Ivan Grandi

Revista Dança Brasil – a publicação oficial da dança no Brasil

Caixa Postal

enVie seu e-mAil pArA: contato@DancabrasIl.com.br Olá Ivan! Primeiramente queria agradecer pela linda matéria que fizemos, teve muita repercussão! Pessoas que eu nem imaginava que sofrem problemas parecidos com o que tive, estão me mandando mensagens desabafando e acho que era isso a intenção desta matéria.Fizemos um ótimo trabalho. Estou indo para Europa, vou trabalhar lá. Mais queria te agraceder antes. Obrigado pela oportunidade! Um grande beijo. Bruno Lobo.

reVistA dAnçAbrAsil® umA publicAção dA db editorA. não se responsAbilizA por conceitos emitidos em Artigos AssinAdos ou por quAlquer conteúdo publicitário e comerciAl, sendo este último de inteirA responsAbilidAde dos AnunciAntes.

os colAborAdores não recebem

remunerAção diretA do jornAl.

A equipe Dança Brasil, Quero agradecer por essa exemplar revista de Dança. Sou assinante e recebi todas as minhas edições de 2011... fiz um comparativo e estão a cada vez melhor. Mais informações, mais atualidade, mais dança. Só tenho a agradecer e pedir que continuem dessa mesma forma: melhorando cada dia mais. Nós, bailarinos e todos que amam a dança, agradecemos. Um ótimo ano para todos que trabalham para dança acontecer. Beijos. Ana Clara Santoro - SP

© 1991 - 2012 todos os direitos reserVAdos próxImo fechamento 15 de jAneiro de 2012 contato Da reDação (11) 2959-1589 / contAto@dAncAbrAsil.com.br endereço pArA correpondênciA r. joão pizArro gAbizo, 21 - sAntAnA são pAulo - sp - cep: 02038-040 contato Da pUblIcIDaDe contAto@dbeditorA.com.br Db eDItora ltDa www.dbeditorA.com.br pUblIcaçÕes: reVistA dAnçA brAsil, guiA dAs escolAs de dAnçA, dAnçA bAirro, dAnçA gospel.

ERRaTa Na coluna “Dança Brasil Visita”, da edição de Dezembro/2011, as fotos da Cia. Sociedade Masculina têm o crédito de Arnaldo J. G. Torres.

nossa

DB 4

ro/2011: ição de novemb Press. Matéria da ed Bruno Lobo. DB ce. an Ch a nd Segu

capa:

território nu. ciA. mário nAscimento. crédito: cuiA mAgAlhães

DB 5

Agende-se!

Cursos de

Verão Onde: Instituto Cumbre de Dança

Quando: 16 à 29 de janeiro Cursos e professores: Ballet Clássico (Rolando Candia e Maira Ribeiro); Aulas de Pas de Deux (Rolando Candia); Composição Coreográfica (Luís Arrieta); Dança Moderna (Flávio Lima); Musical Chicago (Mauro Rodruguez); Ritmo e Movimento (Dra. Rosa Maria Tollon); Francês dirigido ao Ballet Clássico (Lic. Viviana Serra); Jazz intermediário e avançado (João Vecker); Contemporâneo (João Pirahy). Contato: 11 2893.8805 www.dancascumbre.com.br

Onde: Academia TÂnia Ferreira QUANDO: 16 a 27 de janeiro Aproveite o período de férias para aprofundar-se em uma das seguintes modalidades. Cursos de: Danças Urbanas - com Igor Gasparini e professores convidados

DB 6

De 16 a 20 de Janeiro de 2012 das 20h às 22h. Resumo: A teoria e a prática do hip hop. O objetivo da oficina é fornecer um embasamento teórico e prático sobre o hip hop e as danças urbanas.

- Segunda: embasamento teórico, discussão e introdução ao Hip Hop Free Style. - Terça: parte teórica mais curta e fundamentalmente desenvolvimento de feeling, groving e danças sociais (Hip Hop Free Style). - Quarta: parte teórica e prática de Locking e B’boying. - Quinta: parte teórica e prática de Dancehall, Wacking e Voguing. - Sexta: parte teórica e prática de House dance e Krumping. Dança Contemporânea – com Frank Tavantti De 23 a 27 de Janeiro de 2012 das 20h às 22h. Resumo: A teoria e a prática da Dança Contemporânea.

- Segunda: Início das atividades, reconhecimento corporal e coletivo e introdução teórica da dança contemporânea. - Terça: Composição coreográfica. - Quarta: Composição coreográfica. - Quinta: Montagem e criação de seqüências propostas por um estudo coletivo de grupo. - Sexta: Levantamento, seleção e análise da movimentação proposta e estudada durante as atividades, proporcionando ao intérprete uma busca de movimentos próprios e criação de uma linha de movimento. Ao final do workshop, haverá uma apresentação do trabalho da semana. Ballet e Neoclássico – com Verónica Tandura (Argentina) De 16 a 20 de Janeiro de 2012 das 14h às 16h. Resumo: O objetivo é desenvolver uma aula de ballet com consciência corporal e por meio de exercícios de alongamento específicos para trabalhar

os diferentes grupos musculares. Serão também trabalhadas seqüências neoclássicas em busca de novas possibilidades e enriquecimento da técnica. - Segunda: Aula de Ballet e Alongamento. - Terça: Aula de Ballet e Sequências Neoclássicas. - Quarta: Aula de Ballet e Alongamento. - Quinta: Aula de Ballet e Sequências Neoclássicas. - Sexta: Aula de Ballet e Alongamento. Ballet

para

Crianças –

com

Regiane Ro-

man

A maioria dos cursos de férias é destinada a bailarinos com técnica refinada. Neste, a ideia é desenvolver a arte do ballet clássico de maneira diferenciada, especificamente para crianças. Informe-se no e-mail abaixo. Para cada um dos os workshops: 10h de Curso - 5 dias de aulas - 2 horas por dia - Aulas teóricas e práticas com professores especialistas nas modalidades. Local: Unidade 2 da Academia Tania Ferreira - Rua Emília Marengo, 626 Jd. Anália Franco. Informações e Inscrições pelo: (11) 2092.4777 igor@academiataniaferreira.com.br.

Onde: Academia Cristina Cará Quando: 26 a 29 de janeiro Cursos: Ballet Clássico (professores: Neide Rossi e Marco Sanche); Jazz (professores: Cristina Cará, Caio Nunes, Fran Manson e Edson Santos); Sapateado (professores: Samanta Varela, Charles Renato, Renata Defina e Kika Sampaio); Contemporâneo (professor: Jaruam Miguez). Contatos: (12) 3921.2820 e 3921.8212 www.academiacristinacara.com.br

Onde: Pulsarte Quando: 09 de janeiro a 11 de fevereiro *09 a 14 de janeiro - Ballet Clássico Pulsarte IX Iniciante, intermediário e avançado. Ensaio e apresentação inclusos. Professores: Aurea Ferreira, Luciana Basso e Wagner Alvarenga. *16 a 21 de janeiro Hip Hop e Waaking Todos os níveis. Encerramento com apresentação beneficente. Professora: Juliana Ramos. *23 a 28 de janeiro Dança Contemporânea Todos os níveis. Intensivo em técnica, consciência corporal, emoção e criatividade. Professor: João Pirahi *16 a 21 de janeiro Jazz Dance Power Aprimoramento técnico e artístico Iniciante, intermediário, avançado e profissional. Encerramento com apresentação beneficente. Professor: Anderson Couto. *16 a 21 de janeiro Módulos Teóricos -Consciência corporal e anatomia - Nomenclatura e bases metodológicas para Ballet Clássico - Prevenção de lesões - Concepção coreográfica - Pedagogia para professores e bailarinos - Prática de ensino - Bases metodológicas para professores de sapateado - Repetiteur - Iluminação Cênica - Produção Cultural - Organização e Vendas para Escolas de Dança Professores: Simone Sant’Anna, Wagner Alvarenga, Gisella Martins, Luciana Basso e Gladys Altafini *23 a 27 de janeiro Salsa Intensivo Iniciante. Garantia de aprendizado rápido. Professora: Ana Cristina

*08 a 11 de fevereiro Dança Afro Acústico Todos os níveis. Percussão ao vivo, História e Dança. Professora: Solange Ferreira *08 a 10 de fevereiro Samba no pé Iniciante e intermediário. Técnica diferenciada para rápido aprendizado. Prepare-se para o carnaval. Professora: Solange Ferreira. Contatos: 11 3868-2008 www.pulsarte.com.br

GRANDES NOMES DO BALLET MINISTRAM CURSO DE FÉRIAS EM SÃO PAULO QUANDO: 17 à 27 de janeiro Para aqueles que sonham em se tornar grandes profissionais na dança e ganhar os principais palcos do mundo, janeiro não é sinônimo de férias e sim de aperfeiçoar os seus conhecimentos. Por este motivo participar de cursos específicos que acontecem neste mês por todo o país, é muito importante para aumentar ainda mais o currículo profissional e fazer contatos com bailarinos experientes. Na capital paulista podemos destacar o 2º Curso de Férias de Metodologia Russa Mostra Dança, que acontecerá de 17 á 27 de janeiro, e trará a capital paulista grandes mestres do cenário da dança nacional e internacional para ministrarem aulas. O curso contará com aulas de técnicas de Ballet Clássico (Feminino e Masculino), Pas de deux, Variação de Repertório, Técnicas de pontas, Técnica Masculina, Alongamento, Dança Contemporânea, Jazz, Maquiagem, Teatro Musical , Sapateado e Dança de Rua. Serão cerca de 4 aulas por dia e acontecerão no período da manhã e tarde e o curso de metodologia para professores será divido em dois módulos. O staff de professores conta com um currículo impecável e todos com experiência internacional. Entre os professores da Escola do Teatro Bolshoi DB 7

no Brasil que lecionarão aulas durante o curso estão: Larissa de Araújo, Bruna Felício e Maikon Golini. Professores convidados estão: o russo Denis Nevidomyy, Erick Silva, Francisco Ribeiro , Rony Dias e Henry Camargo. Com direção do professor e coreógrafo Erick Silva e da bailarina e professora Stefania Petry, o curso tem por objetivo melhorar a capacidade técnica e artística dos alunos, além de oferecer a rotina das grandes escolas com aulas de altíssima qualidade. “Destinado a todos os níveis de bailarinos, pode participar do curso crianças a partir dos 5 anos (que contarão com um conteúdo diferenciado), adolescentes e adultos, desde o nível iniciante até profissionais”, complementa Erick, diretor do evento. Sobre a Mostra Dança - Entre os trabalhos e eventos realizados pelos organizadores do 2º Curso de Férias de Metodologia Russa, estão: o Curso de Férias Grande ABC, a Grande Gala Dança São Paulo, a I Mostra Santo André em Dança e o VII Fest Dance 2010. Os interessados em participar do curso devem fazer suas inscrições até o dia 16 de janeiro ou até acabarem o número de inscrições. A segunda edição do curso conta com patrocínio da Só Dança e D Cisne. Serviço: Curso de Férias de Metodologia Russa com Professores do Bolshoi Data: 17 à 27 de janeiro Local: Av. Imirim, 782 , Santana -SP Mais informações e ficha de inscrição : www.mostradanca.com Contato: (11)3257 – 2133 ou 22387360

Direção Artística: Cecília Kerche Cursos: Ballet Clássico, Pontas, Repertório, Pas de Deux, Ensaios supervisionados, Técnica masculina, danças de Caráter, Workshop de Dança Contemporânea, Maquiagem Cênica. Contatos: 11 2979.5646 www.especialacademia.com.br

ONDE: Ballet Sopro

Quando: 23 a 28 de janeiro Cursos: Jazz - iniciante, intermediário e avançado; Ballet Moderno; Contemporâneo; Pilates; Ballet Clássico - iniciante e intermediário; Ballet Clássico e Pas de Deux. Contatos: 11 3872.7918 www.movimentoemvida.com.br

Quando: 16 á 21 de janeiro Direção de Roberto Amorim e Tatiana Portella, ministrado por professores e coreógrafos qualificados e renomados de SP. Cursos de Ballet Clássico, Técnica de Pontas, Pas de Deux, Jazz, Contemporâneo, Dança de Salão, Street Dance, Dança Urbana. Mais informações: www.balletsopro.com.br (11) 3493.3111

Onde: Pavilhão D

ONDE: FACES OCULTAS

QUANDO: 09 a 21 de janeiro Serão duas semanas de aulas e ensaios, encerrando com a apresentação de um espetáculo criado durante o curso, no Teatro Paulo Goulart ( E.C. Banespa). A programação inclui aulas de ballet clássico, neoclássico, técnica de pontas, repertório, pas de deux, duos livres e dança contemporânea, de segunda a sábado, das 9h30 às 17h. Na parte da manhã ficam concentradas as aulas e o período da tarde é reservado aos ensaios para o espetáculo. Fazem parte do corpo docente: Ricardo Scheir, Andrea Pivatto, Fábia Vasconcellos, Fabiano Lima, Marjorie Alves.

QUANDO: 14 a 29 de janeiro Em 2012, mais uma edição do Curso de Férias Internacional de Dança, realizado pela Faces Ocultas Companhia de Dança e pela Prefeitura da Estância Turística de Salto. O Curso tem como objetivo valorizar o intercâmbio e a troca de experiência entre profissionais, amadores e estudantes, professores e alunos, através da dança, suprindo as necessidades do aprimoramento técnico e artístico, e ainda fomentar o acesso a cultura através da arte de dançar.

Onde: Movimento em Vida

Curso direcionado a professores: Módulo 1: “O BÁSICO ESSENCIAL” – MESTRE NEYDE ROSSI Dias 9, 11 e 13/01/2012 (das 13h30 às 15h30)

IX Temporada do Ballet Russo em São Paulo

Módulo 2 : “COMPOSIÇÃO COREGRÁFICA” – RICARDO SCHEIR Dias 16, 18 e 20/01/2012 (das 13h30 às 15h30)

Quando: 07 a 22 de janeiro As Bodas da Princesa Aurora e Divertssemen

As informações podem ser obtidas através do email:

DB 8

pavilhaod@pavilhaod.com.br ou pelos telefones 5093-36980/5535-1254 Endereço do Pavilhão D: Rua Estevão Baião, 801 - Campo Belo - São Paulo

Datas: 14 de janeiro: Gala de Abertura do Curso de Férias com convidados especiais, às 20h no Teatro CEC (Centro de Educação e Cultura de Salto, Sala Palma de Ouro, Rua Prudente de Moraes, 580, Centro). 15 a 28 de janeiro: Cursos de diversas modalidades (quatro aulas por período). 29 de janeiro: Gala de Encerramento no Teatro CEC, com participação dos alunos e professores do Curso de Férias 2012.

Mais informações: cursodeferiasfacesocultas@gmail.com (11) 4602-5236 (telefone e fax) www.facesocultas.wordpress.com (blog de notícias) www.facesocultas.com.br (site oficial)

ONDE: Eliane Fetzer Centro de Dança QUANDO: Intensivo Jazz de Férias de 09 a 20 de janeiro com Eliane Fetzer CURSO DE FÉRIAS de 21 a 25 de janeiro Jazz com Jhean Alex SP Dança Contemporânea com Airton Rodrigues PR Ballet Clássico e Pilates com Ian Mickiewicz PR

que tenham no mínimo seis meses de

1º Semana- Dias 12 e 14 de janeiro.

aulas o Studio de Dança Danny Negri,

Tema: Explorar as várias possibilidades

oferecerá um curso totalmente voltado

de movimentar o quadril. Exercícios de

para o aperfeiçoamento desta arte.

soltura e percepção.

Por este motivo a cada semana será

2ª Semana – Dias 19 e 21 de janeiro.

ministrado uma aula com um tema

Tema: Conhecer alguns dos movimen-

diferente e com uma bailarina profis-

tos sinuosos como os “oitos”, executa-

sional especializada no tema escolhido.

dos com o quadril. Explorar troca de

Já para as iniciantes o curso trará temas

peso para mudanças e amplitude de

específicos para quem quer iniciar e

movimentos sinuosos.

aprender esta bela arte egípcia.

3ª Semana – Dias 26 e 28 de janeiro. Tema: Conhecer um dos mais impor-

Abaixo segue a programação das aulas

tantes movimentos de acento da dança

e os temas:

do ventre, e explorar algumas variações do mesmo movimento.

1ª Semana – (Dias 10,11,12 e 14 ) Tema: Folclore do Golfo Pérsico, dança

Serviço:

Khalije.

Curso de Férias 2012

Professora: Polímnia Garro.

Valor: R$85,00 (alunas do Studio

ONDE: CENTRO DE ARTES GIOIA RARA

Terça-feira às 20:00h.

Danny Negri) e R$110,00 para alunos

Quarta-feira às 20:00h.

de fora.

PREPARAÇÃO FÍSICA PARA BAILARI-

Quinta-feira às 20:00h.

Local:Studio de Dança Danny Ne-

NOS E BAILARINAS

Sábado às 12:30h.

gri – Alameda Campestre, 956 Bairro Campestre - Santo André.

QUANDO: 13,14 e 15 de janeiro sexta as 15 horas

2ª Semana – (Dias 17,18,19 e 21 )

Informações e matrícula: 43166712

sábado as 15 horas

Tema: Condicionamento e consciência

ou 93655077.

domingo as 10 horas

corporal para bailarinas, explorando

Professor José Luiz Gioia

eixo e equilíbrio para uma melhor

Certificado de conclusão para todos ao

estabilidade na dança.

final do curso.

Professora: Carla Gomes.

Broadway Dance Center New York City E Anacã Corpo e Movimento

Local: CENTRO DE ARTES GIOIA RARA

Terça-feira às 20:00h.

Curso Internacional de férias

Av. Armando Steck 306 - 1o. andar

Quarta-feira às 20:00h.

com Lizz Picini - BDC

LOUVEIRA - SP

Quinta-feira às 20:00h.

Jazz e Zumba

disponibilidade de alojamento no lo-

Sábado às 12:30h.

QUANDO: 16 a 20 de Janeiro

3ª Semana – (Dias 24,25,26 e 28 )

Zumba:12h {as 13:30h (2ª à 6ª)

APROVEITE O MÊS DE JANEIRO PARA SE APERFEIÇOAR NA DANÇA DO VENTRE

Tema: Percepção musical para con-

Jazz: 17h30 às 19h00( 2ª à 6ª)

Professora: Danny Negri.

•Jazz Broadway

O mês de janeiro é uma ótima época

Terça-feira às 20:00h.

•Jazz contemporâneo

para iniciar um novo curso ou se aper-

Quarta-feira às 20:00h.

•Jazz autêntico

feiçoar nos estudos. E não é diferente

Quinta-feira às 20:00h.

•Jazz lírico

com a dança. Com várias opções de

Sábado às 12:30h.

•Jazz Street Dance

bailarinos e iniciantes uma alternativa

Programação para iniciantes

Av.Brasil, 649

de aproveitar este mês ganhando mais

Quinta-feira às 18:30h ou Sábado às

Tel: 3052-0763

conhecimentos.

10:00h,

Manobrista no local

Para as bailarinas de dança do ventre,

Professora : Danny Negri

Vagas Limitadas!

cal.

strução coreográfica.

cursos de férias o mês propicia aos

DB 9

Empreendedorismo

Dance Jobs Marcos Silva, fundador de um portal criativo e funcional

O que é o Dance Jobs? DanceJobs é um portal de empregos direcionado ao nicho dos profissionais de dança e/ou ligados a dança, que recebe cadastro de perfis profissionais e vagas de emprego, fazendo associação dos mesmos por um processo chamado JobMatch. Conheça o fundador O portal foi idealizado por Marcos Silva, CEO do Mundo Dança (www.mundodanca.com.br ). Atua ativamente como Analista de Sistemas, gestor do Mundo Dança e especialista em SEO e Marketing Digital. A implementação se deu pelo braço tecnológico do Mundo Dança, com layout feito e implementado por Michel Lima, Designer Gráfico (Mídia On-line e Offline), Ilustrador, animador Flash, modelador e animador 3D. Também trabalhou com edição de vídeo e tratamento e edição de fotografias, e Vinícius Amaral, desenvolvedor Web e entusiasta de diversos tipos de linguagens, frameworks e plataformas como: .NET (incluindo a plataforma corporativa Microsoft SharePoint), PHP, Python (Django) e Ruby (Ruby on Rails). utilização do site e cadastro A utilização é bastante intuitiva: candidatos (profissionais de dança) postam gratuitamente seus perfis profissionais, e empresas (empregadores) postam suas vagas. Feito isso o sistema notifica os candidatos quando uma vaga atender às classificações que escolheu, por exemplo: um candidato se cadastra e escolhe a categoria Bailarino Solista. Quando um empregador adicionar uma vaga procurando por “Bailarino Solista”, o candidato é avisado quando efetuar login no portal e pode se candidatar a vaga. O cadastramento para CANDIDATOS é feito acessando www.DanceJobs.com.br e clique em Registrar (aparece no canto superior direito, onde está “Candidatos!”). Preencha os dados, juntamente com o código de segurança (CAPTCHA, ele evita robôs de registro automático). DB 10

Divulgação.

Assim que terminar o preenchimento, o portal envia um e-mail para confirmar o cadastro. Por isso é importante colocar um endereço de e-mail válido e que o candidato acesse regularmente, pois as notificações do DanceJobs irão para lá. No que diz respeito a EMPRESAS, o processo de cadastro se dá acessando www.DanceJobs.com.br e clicando na aba EMPRESA e também clicando no link REGISTRAR. Então aparece a modalidade de conta (Pacote por Vaga / Pacote mensal). Feito isso o empresário cadastra sua empresa com logo, endereço e descrição para poder figurar no Roll de anunciantes. E ATENÇÃO, para os primeiros 50 que se cadastrarem, O PORTAL está com isenção de 70% por meio da utilização do cupom de desconto V9OSNRAZqxTinGcjGP9. Basta utilizar na hora de fazer o checkout (finalização da compra).

postar vagas Depois de comprar o pacote adequado às suas necessidades, o EMPREGADOR começa o cadastro da vaga selecionando campos como tipo de oferta (integral, meio expediente, temporário, freelance), Título, Vaga oferecida, salário e demais campos, como por exemplo, a data final para receber candidaturas para a vaga. Ai é só salvar, efetuar o pagamento quando aplicável, e aguardar a moderação do site. DANÇA BRASIL: De onde surgiu a ideia do Dance Jobs? MARCOS SILVA: Surgiu na constatação de descentralização das oportunidades, sem automação de referência para perfis profissionais. Existem blogs e sites que postam as vagas e audições, mas ainda assim caímos nos processos antigos de troca de e-mail e telefonemas, além de não se ter uma base consolidada de per-

DANÇA BRASIL: Como o portal pode beneficiar os bailarinos? MARCOS SILVA: O benefício imediato é a possibilidade de conhecer oportunidades que antes passavam despercebidas em virtude da descentralização. A preocupação em não onerar os profissionais de dança com pagamento por armazenamento de seus perfis é justamente para fomentar as participações em massa. Além disso, os bailarinos estarão sempre em contato com oportunidades de acordo com suas preferências, filtrando assim informações desnecessárias. DANÇA BRASIL: Em

sua opinião, há um

futuro promissor na dança?

MARCOS SILVA: Sim, claro! Com o passar do tempo temos notado uma considerável melhora em todos os aspectos relacionados à dança. Eles vão desde cursos e eventos, bem como novos fabricantes estrangeiros aportando em nosso país. Por isso é preciso que venhamos a fornecer subsídios para que este panorama seja sempre orientado ao progresso gradativo, visando sempre o mais profissional possível. A grande maioria dos profissionais de dança possui uma ou mais ocupações profissionais. Esta realidade não os permite ter a dedicação necessária para a dança, mas mesmo assim é notável o resultado que muitos apresentam. É preciso trabalhar no sentido de criar mais companhias profissionais no modelo empresa, promovendo estabilidade e condições dignas para que os profissionais de dança possam ter dedicação integral e remuneração adequada. DANÇA BRASIL: Como

nossos bailarinos

estão em relação a empregos x salário?

MARCOS SILVA: Antes de construir a plataforma entramos em contato com vários professores, escolas e bailarinos, sindicalizados inclusive, para avaliar as condições empregatícias e sua forma de trabalho. A grande maioria informou não ter conhecimento de plataforma que centralizasse as oportunidades, além de não ter um parâmetro definido sobre como ser remunerado pelos serviços prestados. Apesar de haver regulamentação e valores definidos e/ou sugeridos pelos Sindicatos, é comum haver casos de trabalho não remunerado, o que acaba causando desestímulo ao profissional,

Marcos Silva. Divulgação.

fis profissionais. Muita informação também fica dispersa nas redes sociais, o que dificulta muito a chegada da informação ao profissional certo no tempo certo.

visto que dançar não é tarefa fácil e demanda dedicação. Esperamos contribuir para mudar esse quadro. DANÇA BRASIL: Qual é o objetivo do portal? MARCOS SILVA: O objetivo do portal é a criação de uma rede de contatos que produza a conexão direta entre profissional e contratante. Centralizando o tratamento das vagas por nicho específico, esperamos adequar o portal de acordo com a colaboração dos usuários, bem como criar a cultura da valorização do profissional e de otimização na busca de talentos por parte dos empregadores. De uma maneira geral esperamos fomentar a proliferação de oportunidades e perfis profissionais, com base na tecnologia que dominamos, criando oportunidades concretizadas visando contratações efetivas. DANÇA BRASIL: O Que é Dança para você? MARCOS SILVA: Nosso ponto de vista como loja especializada em artigos de dança transcende aquele de somente vender e entregar produtos. Ao longo da existência do Mundo Dança percebemos que nossos clientes são nossos amigos, e estes amigos são talentosos. Numa dinâmica mais aprofundada de contato direto em visitas nas academias - isso pode ser visto em nosso blog - conhecemos diferentes realidades e necessidades. Vimos muita garra e vontade de realização em todos, o que nos leva a considerar a Dança não como um nicho para exploração, mas sim um setor com profissionais promissores e dedicados, o que nos motiva muito a participar dele ativamente na realização de seus sonhos com nossos diferentes projetos. DB 11

Ponto de Vista

Crédito: Antonio Carlos Cardoso.

LA.coluna

Hoje é dois de novembro. Dia dos mortos. Dia em que os vivos encorajam às almas com a esperança de vida, não a daqui nem a de lá senão a eterna, a de sempre, a sem tempo e sem espaço. Caminho pelo cemitério (*) de São Paulo sob uma chuva fina e leve, uma bruma balançada e chicoteada pelo vento. Monumentos, lápides e túmulos solitários até ontem hoje se cobrem da energia das mil cores das flores. O sexo ereto aberto e úmido da natureza grita sua promessa de vida sobre a matéria que obstinadamente reclama memória. Vermelho sobre negro mármore, amarelo e violeta sobre o cimento cinza, azul e rosa sobre verde bronze. Sabemos que o que guardamos em tão preciosos cofres se desfaz no ar como esta fina chuva. Sabemos que não sabemos da certeza da esperança e que este dia dois também é o nosso grito de medos e dúvidas. “Dios mío, qué solos se quedan los muertos!” (**) Dia de comercio de culpas, chantagens e deveres. Chegamos como autômatos movidos pelo primeiro e último instinto e, sem acreditar quase, renovamos a promessa a nós mesmos. DB 12

Não é a viagem solitária que tememos senão o olvido. “Dios mío, qué solos se quedan los muertos!” Amanha todas as belas forças da vida que trocemos murcharão sobre os túmulos, mais rápido ainda dos que dormem dentro deles, e nossos afazeres urgentes novamente nos ensurdecerão. Não é que tenhamos superado dúvidas e temores. Vivemos por hoje a vida dos vivos e o tempo é o de agora. Renasceremos amanha (ou já esta sendo?) em outro... nus e indefesos como aqui chegamos. Apreenderemos com sombras de luzes e sons que mal entendemos. Parecera-nos, às vezes, que ressoam mundos paralelos e, num dia dois, sentiremos a flagrância seminal das flores. Uma oração quase esquecida e não apreendida repetiremos desde lá para que aqui, a vida e a esperança, sigam. Luis Arrieta São Paulo, 2 de novembro de 2003 (*) a palavra grega koimitérion, de que resultou em latim coemiterium,e em português cemitério, quer dizer dormitório, lugar onde se dorme. (**) da Rima LXXIII do poeta espanhol Gustavo Adolfo Bécquer.

CURSO DE VERÃO INTENSIVO 2012 O curso de verão é o primeiro passo para o aluno ingressar no curso anual pré-profissionalizante. O curso tem como objetivo treinar a futura geraçao de bailarinos profissionais para o Boston Ballet e outras companhias.

ACEITAMOS AUDIÇÃO POR VIDEO ATÉ 17 DE FEVEREIRO Estudantes do mundo inteiro viajam para estudar com os professores internacionalmente renomados e ampliar sua experiência com o Boston Ballet. As aulas de Ballet são baseadas em um currículo especialmente desenvolvido para formar bailarinos versáteis e com total domínio da técnica. • É oferecido acomodação tanto para moças e rapazes. • Será levado em consideração os casos de pedidos de alunos que, por motivos escolares, não possam freqüentar todas as semanas de aulas. • Todos os alunos do Curso de Verão que desejarem continuar seus estudos na Escola do Boston Ballet, serão considerados.

Photo by: Sabi Varga ©vargaimages

23 de Junho a 28 de Julho

Idades 14 – 19

Escola official do

www.bostonballet.org/sdp 617.456.6298

SDP@bostonballet.org

Preferred International Airline Partner

Patrocinador das Audições Anuais do Boston Ballet

DB 13

Artigo

Micro-políticas

Os processos recorrentes à dança que aqui os introduzo à reflexão estão na ordem de postulados, hipóteses. Tratase de uma relação aberta do corpo enquanto “mídia” ou uma forma melhor delimitada que lhes apresento como “platô”. Conceito presente na obra de Gilles Deleuze, assim como “rizoma”, “desterritorialização” e “reterritorialização” ou “ritornelo”, é através do “platô”, das linhas de fuga, que outras conversações entre a percepção do “desejo” e do “corpo” podem sugerir intercorrências, variações.

(porque tem poder) e deve (porque tem saber) estar em outros “lugares” e habitar “paisagens” mais virgens. Entendido o desejo não apenas como estrutura fixa, mas em conjunto (na formulação imagética, com o ambiente), numa dimensão semiótica, pro-

DB 14

ponho o desenvolvimento do processo criativo como um nó de necessidades, uma teia de angústias produtivas ou uma “nónecessificação”, conceito que acabo de criar inspirado no mestre Deleuze. É esta mesma criação embalada por um desejo compartilhado e ou a renovação de um horizonte utópico que permite a construção da experiência, uma dança que se arrisca, sempre. Trata-se de política, acredito! Uma política para o corpo, mas que não esteja necessariamente compreendida numa potência que se encontra na exterioridade da história de vida do corpo que dança, de sua narrativa. Convido-os a transitar entre dois espaços de conversa: o primeiro é definir arte como resistência, justamente porque resiste e nunca morre; depois situemos o desejo como sinapse entre o corpo e o político, uma “prática para atravessar o muro”, muros que em particular me servem há mais de uma década como dimensão simbólica, mas também física para o processo criativo à dança.

Grafismos: Maria Eugênia Salcedo.

Parece-me significante compreender o diálogo ininterrupto das e entre as infinitas intensidades - multiplicação e transdisciplinaridade, ou alternativas de resistência, na qualidade de diferença. Justamente aquilo que Félix Guattari nos chamou atenção quanto ao comprometimento das subjetividades, dado os modelos de homogeneização e padronização de comportamentos - movimentos e gestos enjaulados num corpo atomizado. A dança, o corpo que dança, pode

Por Paulo Emílio Azevedo

Paulo Azevedo. Crédito: Dominik Fricker.

do corpo

Dança como discurso e mobilidade engarrafando o hall dos teatros, caotizando as avenidas pelas cidades, recriando arquiteturas e servindo de instrumento social, estético e transgressor aos homens que fazem o mundo conhecer novas cores e lágrimas. Paulo Azevedo é escritor e educador.

Inscrições

Festival de Joinville abre inscrições Foi dada a largada. Os grupos que desejam participar do 30º Festival de Dança de Joinville já podem se inscrever. Os regulamentos de inscrição e confirmação – para Mostra Competitiva, Meia Ponta e Palcos Abertos – estão disponíveis no site (www. festivaldedanca.com.br) com todas as informações necessárias para quem pretende subir ao palco em um ano de comemoração, afinal, são 30 anos do maior Festival de Dança do mundo. Além dos regulamentos apresentarem detalhes sobre as categorias, gênero, cenário, equipe, datas de envio material, entre outros, há uma novidade: a inscrição dos integrantes de cada grupo (bailarinos e equipe) será feita apenas pelo Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Por isso, todos devem ficar atentos na hora do cadastramento tanto para a Mostra Competitiva quanto para o Meia Ponta e Palcos Abertos. As inscrições para a 30ª edição podem

ser feitas até 30 de março de 2012 no site do Festival e o material deve ser enviado até 2 de abril de 2012. Em maio, a seletiva será feita e os grupos aprovados serão divulgados. “Estamos pensando em uma edição especial. A proposta é mostrar ao longo do evento os principais momentos do Festival nestes 30 anos”, diz o presidente do Instituto Festival de Dança, Ely Diniz. Além disso, ele revela o desejo de dar ainda mais apoio aos grupos. “Queremos apoiar mais quem vem dançar nos Palcos Abertos. Mas vale lembrar que o nosso convite é para todos. Que bailarinos de todo o País possam estar em Joinville participando desta edição histórica.” O Festival de Dança de Joinville será de 18 a 28 de julho de 2012. Mais informações www.festivaldedanca.com.br artistico@festivaldedanca.com.br

Festivais

Circuito Policultural Reafirmamos a seriedade e postura ética com que realiza suas atividades, a Circuito Policultural tem o prazer de comunicar que está a frente da organização e gerenciamento de cinco festivais de dança em 2012. Em abril, será a vez do Litoral Sul Dance Festival 2012, que acontece no Centro de Convenções de São Vicente na baixada paulista. Em junho, no feriado de Corpus Christi, o Itu Fest Dance 2012 na Estância Turística de Itu. De 6 a 9 de julho, o Circuito das Águas Dance Festival, no majestoso Centro de Convenções de Serra Negra, estância hidromineral paulista. E em setembro, o já tradicional Salto Fest Dance 2012. Em novembro, o Festival de Danças de Cubatão. Todos os locais escolhidos terão organização e disposição igual ao disposto no Foyer da Sala Palma de

Ouro por ocasião do Salto Fest Dance. Vale a pena ressaltar que em todos os festivais incluiremos além da Mostra Competitiva, dos workshop’s e das apresentações de convidados, as batalhas de modalidades do Street Dance. Para melhorar ainda mais o nível de nossos festivais, especificamente nesse tópico, foi firmada uma parceria com a Eclipse Cia de Dança, de Campinas, que vem somar com a nossa experiência o jeito de realizar festivais de dança. Para mais informações sobre apoio e patrocínio entre em contato com os realizadores do evento: (11) 7287.4892. Rua Rio Branco, 786 – Centro Salto – SP. circuitopolicultural@rcol.info DB 15

Exercício Físico

s e d Power Jump a d r itos e ve

O ortopedista e médico do esporte, Maurício Póvoa Barbosa, da clínica Orthobone, esclarece os mitos e verdades sobre o exercício aeróbico de alto impacto. O primeiro alerta é: “sedentários devem ficar de fora”. Antes de começar a pular, preste atenção nas dicas de saúde do ortopedista. “Como todo esporte, o jump também exige cuidados com o corpo antes, durante e após os exercícios. Para extrair ao máximo do esporte, é necessário uma atenção especial a alimentação e acompanhamento dos exercícios”, explica Maurício. Antes de fazer qualquer exercício físico, é importante fazer uma avaliação física completa. Boa parte das academias de ginástica dispõe de profissionais especializados em medicina esportiva, mas se você pretende fazer exercícios físicos sozinho, converse com seu médico. Na avaliação física, além de perguntas sobre o seu histórico de saúde, é pedido um teste de resistência feito na esteira - acompanhado de equipamentos que medirão a sua capacidade respiratória e cardíaca. O teste de resistência consiste em correr por alguns minutos em uma esteira com o acompanhamento de um equipamento que mede o número de batidas do coração. No teste de força, o avaliado usa alguns exercícios com pesos, levantando-os ao máximo suportado pelo seu corpo. Antes de qualquer atividade, faça um aquecimento de 5 a 10 minutos. Não esqueça também de alongar os músculos e procure se hidratar a cada 20 minutos.

MITOS E VERDADES ·Prejudica os seios: MITO – desde que utilize um top reforçado. Esqueça aqueles que parecem com biquínis. ·Não pode ser feito por crianças: MITO – a partir dos 10 anos a criança já tem condições motoras de acompanhar os movimentos executados na aula. Antes disso seria interessante adequar a aula usando movimentos mais fáceis. ·Utilizar caneleiras prejudica as articulações: VERDADE – o aumento da sobrecarga em exercícios cuja execução é feita rapidamente pode causar lesões. Se a intenção for aumentar o gasto calórico, utilize movimentos mais amplos, se for aumentar a massa muscular, combine com exercícios localizados. DB 16

m

·Não é recomendado para gestantes: VERDADE – apesar de ter o impacto diminuído, o ato de pular traz desconforto. Além disso, há risco de queda do equipamento. ·Proibido para quem tem labirintite: MITO – É contra indicado, mas se o indivíduo estiver medicado e não sentir desconforto pode ser liberado pelo médico. ·Bom para quem tem problemas articulares: MITO – apesar do trampolim ser usado na reabilitação de pessoas com lesões nas articulações, as aulas são desaconselhadas para quem tem instabilidade articular. ·Melhora a circulação: VERDADE – em função da força exercida ao empurrar a lona, há melhora no retorno venoso, melhorando a circulação como um todo. ·Exercício de baixo impacto: MITO – Apesar de gerar cerca de 80% a menos de impacto comparado ao mesmo movimento realizado no solo, o impacto é mediano. Equivale ao gerado por uma corrida. ·Combate a celulite: VERDADE – pois melhora a circulação. ·Gasta cerca de 350Kcal: VERDADE – esse é o gasto aproximado em 30 min. para indivíduos adultos com cerca de 70 kg. ·Proibido para quem tem problemas na coluna: MITO – depende do problema, se você pode correr provavelmente poderá fazer essa aula. Quem deve determinar é o médico.

Pessoas portadoras de qualquer tipo de hérnia ou patologia vertebral, indica-se, primeiramente, que façam uma avaliação clínica para saber, exatamente, o que compromete não só as atividades físicas que venham praticar como também suas “posturas” adotadas durante o cotidiano. Após esse parecer, é preciso definir junto ao seu professor as limitações de execução de cada movimento da atividade desejada para que não haja o desconforto e seguidamente dores locais. 
O Power Jump é uma atividade muito divertida e totalmente segura, mas nestes casos toda atenção é importante. SERVIÇO Maurício Póvoa Barbosa Ortopedista e Médico do Esporte www.orthobone.com.br

Saiba +

Dicas para cuidar bem da sua saúde no verão Muitas pessoas acreditam que o verão é a melhor estação do ano. Também pudera: neste nosso Brasil tropical a estação verão significa lindos dias de sol, calor, e de muita curtição. Nesse período, há aumento de transpiração com o objetivo de manter a temperatura corporal, levando a perda de água e sais que, se não repostos adequadamente com a alimentação e hidratação, podem levar à desidratação. Ao contrário do inverno, quando devemos ingerir alimentos mais energéticos (que geram mais calor durante seu metabolismo), no verão recomenda-se a ingestão de refeições mais leves e o mais naturais possível. A falta de cuidados com a higiene na limpeza de alimentos para consumo ou em sua conservação pode leva à ingestão de alimentos contaminados. Com isso, podemos encontrar quadros de verminoses e gastrenterites, que podem manifestar-se apenas como diarréia de variados graus, ou como quadros mais graves que necessitam até de internação hospitalar. Daí a necessidade de atenção quanto a esses cuidados. A ingestão de quantidades insuficientes de líquidos, aliada à perda aumentada devido à transpiração excessiva, predispõe à instalação de desidratação, que pode ser muito grave Assim sendo alguns cuidados devem ser tomados para que sua saúde não seja prejudicada nesta época, e recomenda-se cuidados ainda maiores com bebês e crianças, maiores de 65 anos e pessoas doentes , especialmente cardíacos ou com pressão alta. Para bem orientar sobre estes cuidados divulgamos as dicas preparadas pelo Dr. Rui Dammenhain, especialista em saúde pública, membro da equipe técnica do Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária: · Sempre que possível, evite sair nos

horários em que o sol estiver a pino, das 10h às 16h. Prefira sair de manhãzinha ou ao entardecer. · Use filtro solar, sempre! E cuidado para não comprar produto falsificado dando preferência de compra sempre em estabelecimentos como farmácias e supermercados e nunca de camelos ou ambulantes · Evite ficar exposto diretamente ao sol, procure caminhar pela sombra. E use boné ou chapéu. · Prefira uma alimentação leve: frutas suculentas, saladas - e, é claro, um sorvetinho para refrescar. · Mantenha-se hidratado: beba bastante líquido, a toda hora. Nem espere a sede reclamar. Leve sempre uma garrafinha de água · Evite bebidas com cafeína, álcool ou muito açúcar. Eles vão fazer com que você perca ainda mais líqüido corporal. · Facilite a transpiração: use roupas folgadas, de tecidos leves e claros. · Também não se esqueça dos óculos escuros. Mas não adianta ser qualquer um: ele precisa ter proteção ultravioleta total para evitar queimaduras da córnea e da retina, que causam lesões irreversíveis. · Para se refrescar nos momentos mais críticos procure, se puder, um ambiente público (shopping, biblioteca) com ar-condicionado. Mesmo que você não permaneça no local por muito tempo, essa providência vai ajudar a manter seu corpo mais fresco quando você tiver que retornar para o calor. · Após fazer exercícios ou dançar por um longo período, nada melhor do que água. De acordo com suas possibilidades, lave rosto, nuca, braços e mãos, tome uma ducha fria, mergulhe na piscina ou tome um banho de mar. Serviço Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária – INBRAVISA www.inbravisa.com.br DB 17

Este é o meu mundo, o mundo da dança. luzia@dancabrasil.com.br Ups, erreI! queridos, nA edição pAssAdA errei o nome dos meus Amiguinhos dA Foto 01. roberto amorIm, neIDe rossI e rIcarDo sheIr; 02. josé gioiA, ricArdo e giuliA; 03. joão butoh; 04. cid e reginAldo; 05. cecíliA e luis kerche; 06. cleusA e mArcelo; 07. octAVio e sArAbiA; 08. Amir sFAir Filho; 09. ArrietA e tAdeus; 10. AnA mendes; 11. williAm e wAlter; 12. éricA mendes AmbAr, de mAcAé; 13. márciA jAqueline; 14. tArA e mArisA; 15. ricArdo orso; 16. ricArdo sheir; 17. neide gArrido; 18. pAVel e silVAnA; 19. mônicA gordilho; 20. jurAndir rodrigues; 21. Anselmo e hugo; 22. dAniele, biAncA e zulmirA; 23. deborAh e iVAn; 24. irAcity cArdoso; 25. ArmAndo Aurich; 26. proF. jorge; 27. clArA pinto.

2

1

3

4

5

7

10

DB 18

6

8

11

9

12

27

26

25

24 23 22 21

20 17

19

16 18

13

14

15

DB 19

Entrevista

PROFISSIONAIS EM DESTAQUE Dança Brasil: Como foi o início de sua carreira? Flávia Teixeira: Comecei a dançar aos 8 anos de idade em um projeto social na Academia Stillo no CIEP de Ipanema, influenciada pela minha mãe que já fazia aulas de dança. Iniciei com os professores Maurício Wetzel, José Carlos Portilho e Luis Paulo. Vinicius Villiger: Com 13 anos de idade fui convidado por um amigo a entrar numa turma que estava iniciando no CIEP de Ipanema. Eu saía da escola e corria pra fazer a aula do horário mais cedo só para chegar em casa no horário em que minha mãe estipulava, pois minha mãe é evangélica e a religião não permitia fazer coisas que para eles são mundanas. Iniciei com 4 professores sendo eles: Maurício Wetzel, Marcelo Melo, Luiz Paulo e José Carlos. Hoje lá se vai 11 aninhos neste universo prazeroso dançante. DB: Qual seu contato com outras modalidades de dança? FT: Há uns anos atrás cursava a Escola Nacional de Circo, onde tinha como matéria o Ballet e Jazz. Atualmente o meu contato com as outras modalidades de dança é somente em festivais e congressos do qual eu e meu parceiro Vinicius Villiger somos contratados para ministrar workshop. VV: Fiz aulas de ballet, contemporâneo, Jazz e muito pouco de Break Dance. DB: Quais são suas influências na dança? FT, VV: Nossas maiores influência são nossos professores e todos os profissionais (Sheila Aquino e Marcelo Chocolate, Ana Paula Pereira e Carlos Bolacha, Yolanda Reis e Jimmy de Oliveira, Cristina Ramos e Valdeci de Souza, Raquel Mesquita e Álvaro Reis, Carlinhos de Jesus, entre outros) que existem desde o nosso surgimento na dança. Sempre contemplávamos cada DB 20

movimento executados por eles e nos inspirava demais na nossa dança. DB: Como você vê a vida do profissional de dança em nosso país? FT, VV: A dança de salão ainda precisa de apoios culturais, no Brasil se investe muito pouco nessa nossa cultura. Já melhoramos muito, hoje há muitos eventos de dança de salão, porém nem todos têm o apoio dos órgãos superiores. O profissional de dança de salão hoje tem como meio de trabalho congressos, festivais e shows. DB: Qual sua opinião sobre os festivais competitivos de dança? FT, VV: É uma vitrine para o mundo. O bailarino e o coreógrafo têm a oportunidade de mostrar suas habilidades e ter um reconhecimento. DB: Que você destaca na sua carreira? FT, VV: Destacamos o Campeonato Mundial de Samba World Championship, do qual fomos campeões. Esse foi o “passe” para o reconhecimento na Dança de Salão e os frutos que estamos colhendo hoje em dia deve-se muito a esse campeonato. DB: Como professor o que inspira em suas aulas? FT, VV: O que nos inspira é o cotidiano, os hábitos e hobbs implantados na dança. É super interessante quando conseguimos misturar hobbs dos alunos com a dança. Nós criamos, por exemplo, muitos movimentos observando dribles de futebol; observando uma caminhada diferente de pessoas nas ruas e também criando movimentos utilizados em outros tipos de dança como ballet, jazz, hip-hop, entre outras. Deste modo, podemos incentivar a criatividade do aluno fazendo com o que a aula seja muito prazerosa. DB: Qual a importância da graduação universitária em dança na formação de um profissional de dança?

FT, VV: A graduação universitária é

muito importante para nos aprofundarmos na origem da dança e na anatomia para que no futuro sejamos um profissional de gabarito! DB: Você ministra constantemente workshops pelo Brasil. Que objetivos você busca alcançar, que elementos utiliza e o que caracterizam suas aulas? FT, VV: Nosso principal objetivo é não perder a essência e a simplicidade. Esse dia-a-dia de chegar aos lugares sabendo entrar, sair e principalmente conhecendo as regras do lugar. Utilizamos muito as variações dos passos que os alunos já executam e o que caracterizam nossas aulas, é o amor e muita vontade de estar na sala de aula mostrando um pouco do nosso conhecimento. DB: Como é o mercado da dança em sua cidade? FT, VV: O mercado é bom, há alunos para todos os profissionais.
Se houvesse uma união entre as academias com o intuito de realizar amostras de dança com o apoio da Prefeitura e imprensa, estaríamos incentivando ainda mais a prática de dançar a dois, contribuindo assim para o aumento de alunos nas academias. DB: Qual seu maior sonho profissional? FT, VV: O nosso sonho é viver dignamente através da arte e ter um diferencial, mostrar o nosso talento para o Brasil e para o mundo. Continuar tendo solidariedade, continuar sendo coletivo e que isso esteja sempre regrado em nossa alma por que é com essa atitude que vamos abrir portas de trabalhos e obtendo respeito. Com isso estaremos influenciando todos os profissionais da nossa geração e da geração que ainda estão por vir. DB: O que é a dança para vocês? FT, VV: A dança é o nosso Oxigênio, é a nossa válvula de escape, é o que nos aproxima de níveis sociais altíssimos e percebendo que o que nos diferencia desse nível altíssimo é só o financeiro e não o intelectual. Isso é uma vitória inenarrável!

Flávia Teixeira e Vinícius Villiger. Divulgação.

Flávia Teixeira e VinÍcius Villiger

DB 21

Internacional

Misook Seo

~

Por Celi Barbier, correspondente especial na Europa

A edição 2011 destacou Misook Seo, uma das coreógrafas contemporâneas mais importantes do momento, que já foi comparada pela crítica especializada a Forsythe. Misook é simples. Sem marcas de diva, manias ou cóleras – traços que o sucesso deixa em alguns -, continua a mesma: gosta de bons pratos, ri com facilidade, mas sempre guardando o seu “outro” lado, seu “jardim secreto”, embora sem distanciar-se da realidade. Coreana de Seul, Misook Seo já obtivera grande sucesso em “Fluide”, (obra da qual falamos em Dança Brasil 2008, em sua passagem por Paris), apresentada no Festival d’Avignon, em 2007, que lhe valeu entrada no mundo fechado da Dança francesa. Dotada de inteligência e sensibilidade, assim cria suas músicas “ouvindo” o ruído das árvores, das águas dos lagos, rios e marés, e das montanhas, que transpõe depois ao músico coreano Seokmoon Jang. Como coreógrafa, apresenta-se nos mais prestigiosos festivais europeus, DB 22

Misook Seo Portrait. Free Rights.

Em vias de completar 20 anos, com 27 apresentações por todo um mês a partir de 12 de janeiro 2012, o “Festival Suresnes cités danse” traz, agora, dez criações, 28 coreógrafos e 106 bailarinos. Sempre no Teatro Jean Vilar. Desde seu início, o Festival acompanha o surgimento de uma geração de bailarinos e coreógrafos oriundos do movimento hip hop. Um reencontro das danças hip hop e contemporânea que, no dizer do diretor artístico Olivier Meyer, permite propostas audaciosas.

cria obras para centros culturais sul-coreanos e para o Balé da Ópera de Seul, onde fez uma bela carreira como bailarina clássica, dedicando-se, paralelamente, à coreografia contemporânea de base clássica. Contudo, não conseguiu montar uma companhia própria, menos ainda ter a própria “casa”, um espaço seu, um teatro. O que faz é um trabalho de Sísifo a cada criação, com audições, lidar com finanças das salas, sobretudo em Paris, onde vive quando não está em Seul, dificuldades que só sua grande força interior supera. Ecléticos são os temas que aborda, minucioso o trabalho, porque bastante exigente, a partir do momento em que entra na sala de ensaios. O resultado, admirável, compensa. Chega a Suresnes com “Contrastes”, em criação mundial, sob tema

hip hop que desenvolveu, como de hábito, à sua maneira: cuidado com as luzes, beleza plástica e das linhas. Nada dos repetitivos solos de bailarinos isolados. “Contrastes” é um trabalho onde a acrobacia tem o seu lurgar, mas ela faz parte de um todo, e vai além do corporal; empregando uma dramaturgia interna das mais surprendentes. O hip hop de Misook mescla-se à dança moderna, suave, fluida, como em “Fluide”. A luz pálida aparecendo se vê uma corda pendente e três rapazes em calças pretas e tee shirt de mangas longas, que se apoderam da corda para voar, sob uma música de piano (sob a composição “Intro”, de Misook). Voam um depois do outro, bem alto, mantendo portanto a dimensão do espaço na largura. Trabalho preciso, musical. Uma moça

entra em abrigo longo e patins e com palavras sussurradas, faz proesas com a corda e os patins, se aproximando dos corpos. Mágico momento, sensual, quase desesperante, cortado por um solo de hip-hop, que até nos parece desnecessário, mas tinha que ser, para cortar a emoção. Curto blackout, pequenas lâmpadas se acendem tudo é branco e negro, percussões e piano, os rapazes estão agora em ternos negro e camisas de diversas cores, cada um a sua, azul, verde, laranja: instrumentos de corda os movimentos incríveis quanto ao trabalho do torso, e o hip-hop mesclado à moderndance, tudo em “elasticidade”, fluido, controlado. Um deles obriga os outros a repetir seus números acrobáticos rápidos, difíceis, como ele, cada vez mais desesperante, e também pulmonar. A noção do Poder se instala entre linhas. Acabam como bonecos. Quando se escuta a música oriental, “ela” aparece em vestido bege longo, e uma séria de portées, de um rapaz a outro, se sucedem, ela vôa. Tudo é muito rápido e cada um deles tenta sua chance, e há muito humor na compisição de Goran Bregovic, “Karmens”, seguindo os concorrentes. A gestual é finamente pensada. Não há caricatura nenhuma na cena, apresar do humor, e “ela” segue num solo lindo, onde feminilidade, elasticidade, acrobacia, fazem parte da dança, num adagio ao solo todo em de nuances, também pelo vestido, que sob as luzes agora claro-obscuro se transformam, entre o sombrio e o reluzente. O vocabulário coreográfico é vasto, exigindo também grandes saltos, piruetas variadas, contrações, deslocamentos. Difícil para ela (Marie Laure Gaveau, maravilhosa) de passar entre os vários estilos guardando uma unidade de dinâmica, sem perder-se. Neste solo a história da vida de uma mulher. Só agora pedindo à Misook, que está em

Seul, a trilha sonora da obra ficamos abismados com a coincidência. A composição dela se chama “Vida” (solo para guitarra). Os quatro bailarinos aparecem e veremos aqui um hip-hop completamente louco, corpos desconstruidos, trabalho do torso em infinitas possibilidades, cada um sua linguagem, tão rápido, tão rápido de se perder o fôlego, agora se desvestem, os tee-shirt do iníco sobre as cabeças parecem mais um capuz, estranho momento, rápido mas forte e eles deixam cair os tee-shirt no chão. E um outro mundo aparece, atraves das projeções em preto e branco ao fundo e os corpos em cena, um em cima do outro, folhas mortas, sob “Sonho”, música de Misook. Black out. Um suspiro... Misook Seo sabe buscar nosso subconsciente. Aqui as dificuldades técnicas são transformadas em beleza. O esforço incrível não transparece (estávamos bem perto dos bailarinos) parece que nem respiravam. A respiração, uma técnica também trabalhada por Misook. 33 minutos bem dosados, precisamente trabalhados em todas as etapas desta aventura humana, esse mergulho, (apesar da casca das aparências) na poesia, no humor fino apenas aparente, na angústia subreptícia. No universo de Misook não há lugar para subterfúgios, nem gentilezas. Há o claro e o obscuro, e encontrar a passagem de um ao outro e nos fazê-lo sentir, é arte pura, arte e alma. Bravo aos bailarinos e à toda a equipe. Misook está há meses em Seul, a fim de realizar um dos seus espantosos projetos, agora uma Comédia Musical, com bailarinos minuciosamente escolhidos por ela, vindos dos quatro cantos do mundo. Quanto a “Contrastes”, após o sucesso, vai ser “alongado” de mais meia hora. Boa sorte, Misook. DB 23

Fique Atento

Chegou a hora de atualizar sua escola Aproveite as férias... Em pleno inicio de férias, as proprietárias de escolas de escolas e academias de dança têm a oportunidade de reformar e adequar seus estabelecimentos de ensino de dança agregando mais valor aos serviços prestados para seus alunos. É o que acredita Ivan Grandi, que dá dicas para quem pensa em investir na idéia. Uma escola totalmente adequada proporciona o perfeito ensino da arte da dança, assegurando ainda a saúde e a integridade física de seus alunos. “Até um tempo atrás, era comum a utilização de simples residências ou salas comerciais que da noite para o dia se transformavam em escolas de dança sem adequação necessária, lembra. No entanto, atualmente, com a mudança dos hábitos dos brasileiros e o acesso a informação, pais e alunos buscam utilizar e freqüentar escolas atualizadas e climatizadas para dança. “Diversos itens devem ser pontuados como: Espaço adequado para recepção; Salas de aula e ambientes; com boa ventilação, iluminação e equipamentos adequados; Instalações sanitárias completas; Vestiários com duchas e armários individuais. A qualidade dos materiais utilizados também é fundamental. O ideal é pesquisar e verificar a procedência, evitando a compra de algo ruim, independentemente do valor. O serviço deve ser bem feito, em caso da reforma deve ser realizada visando à utilidade”, observa. Outra questão a ser lembrada é que a reforma deve contar com o acompanhamento de um bom profissional, que deve prestar atenção, em todos os detalhes e etapas a serem realizadas. Piso Flutuante O piso deve apresentar boa flexibilidade afim de prever lesões, fissuras musculares, impacto sobre os joelhos. Na maioria dos casos por questões de investimento financeiro, as salas de aula de dança no Brasil são “multiuso” sendo assim, partindo deste principio as DB 24

salas contemplam todas as modalidades de dança. Nestes casos o piso ideal “multiuso”, deve ter um meio termo para abrigar as diversas modalidades de dança a serem praticadas sob este piso. A dança de salão necessita de piso mais escorregadio, o sapateado piso mais duro e o ballet clássico piso mais flexível. O Piso para salas “multiuso” é construído sob uma estrutura de madeira e amortecedores, a estrutura base é coberta com compensado, o acabamento pode ser em resina de verniz ou recoberto com linóleo . Portanto, o piso “multiuso” é uma combinação de flexibilidade com rigidez, com baixo custo. Para atender de forma geral as diversas modalidades de dança, existem no mercado fornecedores como a empresa “Piso Flutuante Dança Brasil” www.pisoflutuante.com.br, que pode fornecer o piso “multiuso” entre outras opções nas diversas modalidades de dança. O que deve ficar bem claro é ter muito cuidado ao praticar dança em pisos inadequados como concreto, piso frio ou pisos laminados, afim de evitar lesões posteriores ou a longo prazo maiores complicações físicas. Cores... que cor pintar? Qual a melhor cor para sua escola e sala de dança afinal? Branco - É considerada uma cor neutra e muito usada. Pode ser aplicada em qualquer ambiente. Preto - Pode ser uma cor opressiva e depressiva, pode passar a sensação de angústia. Pode lembrar luto, perdas e tristezas. Verde - É uma cor neutra que representa o elemento madeira, acalma o sistema nervoso. Lilás/Violeta - Traz tranqüilidade, sossego e calma. Estimula a espiritualidade e a meditação. Laranja - Cor do intelecto e mental. Em doses pequenas, estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. Vermelho - É uma cor que pode estimular, autoestima, fama e prosperidade. Azul - É uma cor que tem um efeito calmante e tranqüilizante para as pessoas quando aplicado em um ambiente. Amarelo - Outra cor que estimula o intelecto e ajuda muito a comunicação, o mental. Em nossa próxima edição você poderá conferir mais dicas e informações.

Vêm Aí...

a SUa REVISTa DaNça bRaSIl COm NOVIDaDES PaRa 2012 Em busca de novos pontos de distribuição ”diferenciados” e ampliação de conteúdo editorial, a DB Editora firma parceria com o Jornal Empresas e Negócios na distribuição de suas publicações. “A DB Editora segue no caminho da consolidação no fornecimento de informações para os adeptos e participantes da arte da dança no Brasil” explica Ivan Grandi redator e jornalista responsável pelas publicações da editora no Brasil. “A confiança e o relacionamento profissional entre o Jornal Empresas e Negócios e a DB Editora, durante esses anos todos foi decisiva em nossa escolha de parceria” re-afirma Ivan Grandi. A partir de Janeiro os leitores e anunciantes do jornal Empresas e Negócios recebem a revista Dança Brasil, através de sua rede de distribuição que possui há décadas, onde serão contemplados: Bancas de jornal do estado de S. Paulo, além de grandes anunciantes e empresas de renome; os leitores da DB Editora através da revista Dança Brasil também recebem a edição mensal especial do Empresas e Negócios. “O Jornal Empresas e Negócios é uma referencia no mercado editorial, possui um time de primeira linha de colaboradores como Delfin Neto e expertise em distribuir noticias e informações diárias do mundo dos negócios entre outros assuntos relevantes a sociedade, acredito que nossos leitores irão curtir esta novidade”, finaliza Ivan Grandi.

Diário, dinâmico e objetivo...

para você que não tem tempo a perder Especializado em Publicidade Legal (Atas, balanços, editais e outros).

Acesse...

www.netjen.com.br

DB 25

Espetáculo

Território NU

A Cia Mário Nascimento estreou no segundo semestre de 2011 o espetáculo Território NU, que teve o apoio e a parceria do Fórum Internacional de Dança (FID – 15 anos) de Belo Horizonte.

Em 2012, com o patrocínio da Petrobras, a Cia Mário Nascimento fará a estréia e circulação de Nômade, cujo tema será o nomadismo, além da circulação do espetáculo Faladores (criação 2008).

A direção do trabalho é de Mário Nascimento, trilha original criada pelo músico Fábio Cardia e assistência coreográfica feita por Rosa Antuña. No elenco André Rosa, Brenda Melo, Eliatrice Guichewsky, Leandro Garcia, Mário Nascimento, Rafael Bittar e Rosa Antuña.

Também em 2012 a Cia MN fará a turnée do Palco Giratório, patrocinado pelo SESC. Serão mais de quarenta apresentações em trinta cidades que assistirão os espetáculos Escapada, Faladores e Mulher Selvagem, sendo este último, dirigido e interpretado por Rosa Antuña.

O espetáculo aborda o tema territorialidade, inspirado também pelo autor Milton Santos. A dança e os corpos que se movimentam e comunicam estabelecem cada qual seu próprio território. Relações de poder, disputa, cumplicidade são tratadas nessa arquitetura corporal que vai sendo construída ao longo da obra. A conquista de um espaço é feita aqui, através da linguagem de movimento desenvolvida por Mário Nascimento com sua Cia.

O Palco Giratório do SESC é um dos maiores projetos de circulação das artes cênicas no Brasil.

DB 26

TERRITÓRIO NU Sólido. Concreto. E não é seu. Definitivo. Delimitado. E isso é meu. É meu o território onde piso.

Expulso o espaço habitado. Transgrido a ordem esperada. Ocupo o terreno baldio. Cuspo no espaço que quero.

Observo. Espero. Ataco. Estudo minha trajetória. Invado a área restrita. Conquisto o que é meu por direito. Sufoco a segurança maldita. Desapego daquilo que acredito. Metralho antes que tenha dúvida. Duvido de quem me desafia. Desafio minha própria vida. Decreto. Registro. Demarco. Agradeço... Deixo pegadas e desapareço. por Rosa Antuña www.ciamn.blogspot.com www.rosaantuna.blogspot.com

“Os conceitos de território e territorialidade no sentido de espaço, área definida e caracterizado por relações de poder estão interligados. A noção de poder, domínio ou influência de vários agentes no espaço geográfico expressa a territorialidade, daí a afirmação ‘entrar em território alheio’ pode ser uma afronta. O Território é o espaço que sofre domínio desses agentes.” Milton Santos

O Território Nu pode ser definido como a forma com que indivíduos controlam um determinado espaço–território. Para conhecer o ambiente em que se vive e conquistar o seu espaço _ que pode ser caracterizado como físico ou interior_ temos que romper com o passado. Para conquistar um território é preciso se manter no presente. O Território Nu é pertencer aquilo que nos pertence, é um sentimento de exclusividade que prescindi a raça humana. É a luta e a preocupação com o destino e a construção de um possível futuro. Território Nu é desbravar caminhos insertos, superar obstáculos e conquistar espaços. O Território a ser conquistado pode estar dentro de você mesmo. Este trabalho é a própria história da Companhia Mário Nascimento, que vem conquistando seu espaço no universo da dança, experimentando, se arriscando e trilhando seu caminho próprio. Território Nu é caminho sem fim, é construir um lugar, é a ocupação, a fixação e a duração. É a angústia do fim. É voltar para um lugar que não se tem.

FICHA TÉCNICA Concepção e Direção: Mário Nascimento Coreografia: Mário Nascimento e Elenco Assistente de Direção e Coreografia: Rosa Antuña Professores e ensaiadores: Mário Nascimento e Rosa Antuña Trilha Sonora: Fábio Cardia Elenco: André Rosa, Brenda Melo, Eliatrice Gischewski, Léo Garcia, Rafael Bittar, Rosa Antuña e Mário Nascimento Participação especial: Fábio Cardia Preparação Teatral: Rosa Antuña Preparação Vocal: Barbara Penido e Rosa Antuña Criação de Luz: Mário Nascimento Operador de Luz: Ricardo Cavalcante Fonte Bibliográfica: Milton Santos Produção do Figurino: Cia MN A Cia veste Ave Maria, Leo Coelho e Cavalera Produção Geral: Luciana Lanza (Fulôres Produções)

Território NU. Cia. Mário Nascimento. Crédito: Cuia Magalhães.

Sobre o espetáculo: Território Nu O corpo e a dança que este produz são pensados em termos de território, “área definida e caracterizada por relações de poder estão interligados” (Milton Santos), que por sua vez, expande seu escopo. Esta obra pretende ser uma metáfora da história do grupo em suas conquistas e embates neste ambiente político cultural inóspito e anêmico. A aquisição de formas próprias de fazer dança e que, ao longo do tempo, vão modelando o corpo são resultados de um processo coadaptativo no qual estão implicados.

DB 27

DB 28

Artigo

BHARATA NATYAM BALLET CLÁSSICO

O homem começou a dançar na pré-história para expressar-se, comunicar-se com sua tribo e com os Deuses; pela exuberância física; para a fertilidade da terra e do homem; em nascimentos, casamentos e falecimentos; para pedir Sol ou chuva. A dança era sinônimo de religião, e a religião sinônimo de vida; e estes davam sentido aos movimentos humanos e significados a sua expressão. Durante anos o homem foi codificando e decodificando estes movimentos de acordo com suas crenças, necessidades e habilidades; e assim as diferentes danças surgiram em cada canto do mundo; cada qual com sua particularidade (BAIAK, 2007). Na Índia, há 5000 anos, segundo Sarabhai (2007), a dança clássica surgiu como meio de comunicação entre os humanos e os Deuses; revelando valores e crenças. Esta dança se desenvolveu de acordo com cada região da Índia, resultando em 7 estilos clássicos, sendo o Bharata natyam o mais antigo. A dança passou dos templos para os teatros, da Índia para o mundo; sofrendo modificações em sua estrutura e na vida de seus bailarinos (ANDRADE, 2007). Segundo Kothari (2000) uma das pessoas mais importantes na recuperação deste estilo de dança após o reinado britânico foi Rukmini Devi, que antes de iniciar seus estudos na dança indiana, fez ballet clássico sobre os cuidados de Anna Pavlova, grande bailarina clássica, que se inspirou na cultura indiana e japonesa para suas produções.

Anna Pavlova (artdecoblog.blogspot.com) e Rukmini Devi (mahamediaonline.com)

Foi na Renascença, quando a burguesia obteve novos valores, que o ballet clássico começou sua trajetória no mundo da dança para mostrar toda glória, luxo e poder através de apresentações com temas sobre príncipes e Deuses dentro dos próprios castelos e palácios. Graças ao incentivo de reis e rainhas, como Catarina de Médices e Luiz XIV, o ballet foi ganhando força perante a sociedade e teve seu apogeu de desenvolvimento nos séculos XVIII e XIX na França (PORTINARI, 1989). Na mesma época em que a Índia era invadida pelos ingleses e pelos franceses. Segundo Soneji (2010) depois da primeira apresentação de dança indiana na Europa, em

X

balletforever.zip.net

www.flickriver.com

1838, vários libretistas escreveram óperas e ballets com temas indianos; pois as dançarinas indianas encantaram o público europeu, assim como deixaram fascinadas as principais bailarinas francesas da época, Marie Taglioni e Fanny Elssler. O autor também cita que a Kalakshetra, academia internacional de artes fundada por Rukmini Devi, incluía aulas de ballet clássico como parte de seu treinamento de bharata natyam. A dança clássica indiana e a européia surgiram em países e em épocas diferentes, mas estas duas técnicas possivelmente se encontraram quando o ballet clássico foi codificado e o bharata natyam reformulado. Para Fischer (1959) a arte reflete a capacidade do homem de associar e circular experiências e idéias. Por isto, as semelhanças entre estas duas danças pode ser o resultado do “encontro” de duas sociedades distintas. As evidências históricas apontam para uma possível relação entre a dança clássica indiana bharata natyam e o ballet clássico. Mas, existem poucos estudos científicos sobre este tema. Assim, como a dança possui poucas pesquisas, no Brasil, onde ela ainda é pouco reconhecida como uma profissão e como uma área de conhecimento. Um exemplo desta realidade, está nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), onde a arte, incluíndo a dança, passou a fazer parte da educação, tornando-se uma área de conhecimento, somente em 1997 (MARQUES, 1999). Segundo Mauss (1974), a técnica é uma tradição que muda de acordo com cada sociedade e época; tendo diversos meios para diversos fins. Por isso, temos várias técnicas no mundo, cada indivíduo, cada sociedade possui uma cultura e uma história diferente da outra. O ballet clássico e o bharata natyam podem ser julgados por reconhecer critérios e padrões. Ambas são padronizadas por uma elite, e são apresentadas depois de anos de treino. É necessário conhecimento de técnica para sua completa apreciação. As técnicas corporais seriam nada mais que a capacidade do corpo de adaptar-se diante de variadas situações, criando, assim, um hábito que é passado às novas gerações; e mudando

http://www.taringa.net

Por Miriam Lamas Baiak

http://2nilssons.com

de acordo com cada povo e com cada período histórico. Quando duas ou mais técnicas se encontram em algum período da história, elas podem se fundir, levando as futuras gerações uma tradição modificada pela influência de outra sociedade e cultura. Levando em consideração as teorias de desenvolviemento humano de Gallahue e Ozmun (2001) somos resultado da nossa genética, do meio em que vivemos e das tarefas que realizamos; então se Rukmini Devi fez ballet clássico, não há como o estilo desenvolvido por ela do bharata natyam não ter sofrido influência do ballet ocidental. Assim, também o ocidente pode ter levado da Índia não apenas temas para seus ballets, mas também movimentos corporais; como Anna Pavlova além de resgatar o que a Europa havia esquecido, os grandes monumentos e as belas tradições das danças indianas, sofreu influência corporal em suas composições; com a ajuda de um bailarino indiano, Uday Shankar, que juntos montaram espetáculos como “Radha and Krishna” e “Hindu Wedding”; sendo um sucesso na Europa, no Estados Unidos e na própria Índia. Pavlova foi muito aplaudida com suas coreografias “modernas indianas”.

Anna Pavlova (artdecoblog.blogspot.com) Anna e Uday Shankar (rabiscosdabere.blogspot.com)

Mesmo o papel do bharathanatyam nos templos tendo uma dimensão totalmente diferente do ballet nos palácios europeus (GASTON, 1996) não podemos deixar de pensar em suas semelhanças técnicas que podem ser o resultado de um “encontro” no final do século XVIII e início do século XIX. Para Gaston (1996) a visão artística do bharata natyam sempre vai ser diversa e continuará como toda arte se adaptando e mudando. DB 29

anos

SISTEMA FLEXIPISO - COXPORT

O SISTEMA FLEXIPISO tem como sua principal característica a flexibilidade de um tablado flutuante por estar apoiado sobre amortecedores em Neoprene desenvolvidos especialmente para esta finalidade, que protegem os profissionais e alunos de dança e artes corporais contra impactos nocivos, além de eliminar ruídos e vibrações. Executado em placas modulares intertravadas com exclusivo sistema de encaixe macho-fêmea, é prático na montagem e desmontagem, contando ainda com bordas de fixação e rampas de transição caso seja necessário em seu projeto.

O SISTEMA FLEXIPISO é utilizado por companhias de dança, teatros e escolas, entre as quais se destacam: Twyla Tharp Dance Company Alvin Ailey American Dance Theater Netherlands Dance Theater II Cláudia Raia Produções Artísticas - RJ Grupo Corpo - MG Ballet da Cidade de São Paulo - SP Ballet Bolshoi - Joinville - SC Cisne Negro - SP Teatro Alfa - SP Instituto de Artes UNICAMP - SP Company Ballet - SP Escola Pulsarte - SP Artes Corporais - UNESP - SP Universidade Federal do Ceará - CE Entre outros.

Fone: (11) 3864 2000 Fax: (11) 3672 3220 e-mail:

DB 30

divisaoteatro@cox.com.br

Festival

Passo de Arte Instituto Passo de Arte divulga regulamentos das edições de 2012, competição atinge maioridade com vigor e aprimoramento. Em sua 20 ª edição, o Instituto Passo de Arte divulga os regulamentos para interessados em participar das edições regionais e do Passo de Arte Internacional que acontece de 07 a 17 de julho de 2012 na cidade de Indaiatuba, São Paulo. Hoje o projeto se constitui num organismo vivo, uma rede de competições pelo país, que funcionam ao longo ano conectando bailarinos, estudantes, festivais e escolas de dança O projeto prima por descobrir e proporcionar oportunidades de profissionalização a jovens talentos, novos coreógrafos e professores. Através de seleção nas regionais, nos eventos credenciados e por DVD, a competição internacional, faz uma opção pela qualidade. Com prêmios em dinheiro, troféus, medalhas e indicações para concursos internacionais o projeto é uma ponte entre o conhecido e o novo, procura identificar diferentes tribos, cultivando a diversidade e democratizando oportunidades. O formato do Passo de Arte é único no país e classifica os participantes por categorias especificas, agrupando os trabalhos por modalidade. As competições não se limitam apenas as disputas, procura também articular o aspecto pedagógico e artístico com a preocupação de formação, informação, difusão e profissionalização. Com a necessidade de estar sempre adequando o regulamento a ser uma ponte entre o tradicional e o moderno, entre o conhecido e o novo, IPAR acertou parcerias com escolas de dança americana para poder oferecer bolsas de estudos para estudantes de nível avançado e professores em 2013 num inédito programa de formação profissional, em todos os gêneros – Tap, Danças Urbanas, Jazz e Contemporâneo, estão é uma edição que pretende fazer história.

Divulgação.

31

REGIONAIS 2012 1. Passo de Arte Rio de 12 a 15 de Abril Complexo Esportivo Paulo Azevedo Ginásio do Botafogo Rio de Janeiro - RJ 2. Passo de Arte Espírito Santo de 03 a 06 de Maio Teatro Universitário – UFES Vitória – Espírito Santo 3. Passo de Arte Minas De 08 a 13 de maio de 2012 Teatro SESIMINAS Belo Horizonte – Minas Gerais 4. Passo de Arte SP de 24 a 27 de maio de 2013 de 31/05 a 03 de junho Teatro Municipal de Vinhedo Vinhedo – São Paulo 5. Passo de Arte Norte e Nordeste de 12 a 17 de junho de 2012 Centro de Convenções do Ceará Fortaleza – Ceará Internacional 20ª edição do Passo de Arte de 07 a 17 de julho de 2012 CIAEI – Centro de Apoio à Educação de Indaiatuba - São Paulo Datas para inscrições e outras informações através do tel.(0xx11) 4979.5709 ou pelo site: www.passodearte.com.br

Festival

Litoral Sul Dance Festival O Litoral Sul Dance Festival 2012 foi planejado como um festival de várias modalidades de danças, realizado anualmente em uma cidade do litoral sul paulista, sempre na 1ª quinzena do mês de maio. Em 2012, ele vai acontecer de 4 a 6 de maio, com três dias de duração, na cidade balneária de São Vicente. O festival tem a pretensão iniciar um trabalho e consolidar-se como um espaço de intensa troca cultural e interação entre coreógrafos, bailarinos, professores, jurados de mais de 50 grupos e Cias. de Dança, de todo o Brasil, com perto de mil participantes. A missão do festival é priorizar o intercâmbio entre estudantes e profissionais de dança, possibilitando uma ampla discussão de temas ligados às danças, estimulando o aperfeiçoamento técnico dos participantes, auxiliando a formação de novos bailarinos, revelando talentos e promovendo a dança como incentivo da arte entre jovens e artistas. As inscrições, detalhes e regulamento podem ser conferidos no site www.rcol.info/svdf e quanto antes os interessados fizerem suas inscrições, maior será o desconto. O Litoral Sul Dance Festival 2012 vai receber trabalhos coreográficos das seguintes modalidades: a) Ballet Clássico de Repertório - total fidelidade à obra. b) Ballet Clássico Livre - coreografias criadas e/ou remontadas que não pertençam à repertório. c) Moderno e Neoclássico - que adotem técnicas das escolas modernas, neoclássicas e seus pioneiros. d) Contemporâneo - todas as formas de dança que adotem conceitos da pós-modernidade. e) Livre - que englobem vários estilos e não se enquadrem em nenhuma modalidade. f) Jazz Dance - estruturadas na técnica jazz dance. g) Sapateado - baseado na técnica do sapateado em todos os seus estilos. h) Street Dance - trabalho originário dos movimentos de rua, variantes do break, funk e hip-hop. i) Dança Gospel - valores bíblicos direcionam o figurino, os temas coreografados e/ ou até a forma de dançar, mas as técnicas são as mesmas de cada modalidade. Só é julgada em separado. j) Danças Árabes - técnicas específicas de dança dos países Árabes. k) Dança Social - fundamentada nos estilos e técnicas das danças de salão. l) Caráter - fidelidade e técnica ao estilo étnico ou folclórico proposto de uma deter-

minada região ou país. O enquadramento em cada categoria será pela média da idade de seus componentes, sendo elas: Baby Class: de 4 a 6 anos (Mostra) ; Infantil: de 7 a 12 anos; Juvenil: de 13 a 17 anos; Adulto: de 18 a 50 anos; Sênior: acima de 51 anos e Mostra: Livre para todas as idades. O Litoral Sul Dance Festival 2012 tem a seguinte programação: NOITE DE ABERTURA Sexta, 13 de abril, 19h - Apresentação de Cias. e grupos convidados MOSTRA COMPETITIVA Sábado, 14 de abril 9h às 15h - Reconhecimento de Palco 17h às 21h - Mostra Competitiva 21h - Apresentação de Cia. e grupo convidado Domingo, 15 de abril 9h às 15h - Reconhecimento de Palco 17h às 21h - Mostra Competitiva 21h - Apresentação de Cia. e grupo convidado 21h30 - Premiação BATALHAS Domingo, 15 de abril das 13h às 16h - Batalha de Hip Hop Dance / Batalha de Breaking CURSOS: Sábado, 14 de abril: Danças de Salão, Krump e Popping (Street Dance) Domingo, 15 de abril: Ballet Clássico, Jazz Dance e Contemporâneo. Cada grupo participante do evento receberá um certificado de participação, entregue na recepção ao grupo. Os 1ºs, 2ºs e 3ºs lugares de cada modalidade e de cada categoria serão premiados com troféus personalizados. PRÊMIOS ESPECIAIS Todos os participantes da Mostra Competitiva poderão ser indicados pelos jurados e receber as premiações especiais, sendo elas: Melhor Grupo, Melhor Coreografia e Melhor Bailarino. Cada uma delas receberá troféus personalizados e prêmios em dinheiro no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais). A indicação é feita pelos jurados, em consenso, entre todas as categorias competidoras do Litoral Sul Dance Festival 2012. O festival é uma realização da Circuito Policultural em parceria com os grupos Eclipse Cultura e Arte, de Campinas; Grupo Criarte e Grupo Fator, ambos de São Vicente. O apoio logístico é da Prefeitura de São Vicente através da Secretaria da Cultura.

DB 31

Onde aprender? CENTRO DE aRTES ElEUSa lOURENzONI

Studio Coreográfico Corpore Sano

Direção: Mariana Ribeiro Sua melhor op��ão em Dança! R. Alvarez de Azevedo, 286 Centro Santo André/SP Tel: 3969-6100/ 4438-8704 www.studiocorporesano.com.br corporesanosa@yahoo.com.br

Apontado pelo Guia das Escolas de Dança 2011 como “Escola ideal”, onde os critérios básicos para uma boa escolha se pautaram pela ética e coerência com a preocupação e o cuidado na contribuição educativa de seus alunos, oferecendo cursos de dança com grande qualidade, possuindo amplas e modernas instalações e tendo como base de ensino o ballet clássico. A escola oferece ainda ao mercado potencial da cidade as oportunidades que a Dança permite, ou seja, atividades físicas lúdicas e ótima integração social de seus alunos; tendo consciência de ter se tornado uma importante referência na Dança no país e cumprir o seu papel social, gerando atividades culturais e empregos.

ESTÚDIO DE BALLET CISNE NEGRO. 50 ANOS DE TRADIÇÃO E QUALIDADE NO ENSINO DA DANÇA.

ROYAL ACADEMY OF

DANCE

CISNE NEGRO

Ballet Clássico, Contemporâneo Clássico para Adultos Jazz, Yoga, Pilates e Musical (11) 3031 0930 www.estudiocisnenegro.com.br

DB 32

centro De artes eleUsa loUrenzonI r. AlFredo pujol 829 - sAntAnA - sp - teleFone: (11) 2979-5646 secretAriA@eleusAlourenzoni.com www.eleusAlourenzoni.com

Musical

Fenômeno musical, ‘Hair’ tem nova montagem em SP O musical fará temporada em São Paulo, de 13 de janeiro a 29 de abril, no Teatro Frei Caneca Dupla dinâmica dos musicais brasileiros, Charles Moeller e Claudio Botelho apresentam em São Paulo, um dos mais conhecidos musicais de todos os tempos. Hair estréia dia 13 de Janeiro no palco no Teatro Frei Caneca, cercado de expectativas, com elenco praticamente renovado, selecionado a partir de testes. Ao retratar o nascimento do movimento cultural e comportamental dos anos 60 e 70, o musical se tornou um fenômeno e marcou época. A historia começa a partir do personagem Claude interpretado por Hugo Bonemer, um rapaz do interior que, prestes a se alistar para a Guerra do Vietnã, conhece um grupo de hippies em Nova York e com eles passa a conviver e viver experiências inéditas. A embalar os sonhos de paz e amor livre na nova versão brasileira de Hair conta com a grande novidade que é a pre-

sença de Kiara Sasso, destacamos ainda a participação de Mariana Gallindo que já participou da montagem carioca e vem se revelando uma das atrizes mais promissoras da cena musical do Brasil. Segundo Charles Moeller, “ O ganho de realizar testes de elenco é descobrir pessoas novas, é ter contato com um candidato várias vezes, pois ele muda, se prepara. A audição é fundamental no teatro musical. Hair é uma peça universal. Não fala de uma guerra específica e sim do horror da Guerra. O grito de liberdade do musical ecoa em todos os lugares. “ O elenco da montagem paulistana mescla atores que participaram da temporada carioca com novos componentes. Confira os nomes do elenco: Fernando Rocha (Berger), Hugo Bone-

mer (Claude), Carol Puntel (Sheila), Kiara Sasso (Jeanie), Marcel Octavio (Woof), Reynaldo Machado (Hud), Bruna Guerin (Mãe Claude), Conrado Helt (Pai Claude), Juliana Peppi (Dionne), Estrela Blanco (Crissy), Davi Guilhermme (Margaret Mead), Ricardo Nunes (Hubert), Emerson Espíndola (Tribo), Mariana Gallindo (Tribo), Renan Mattos (Tribo), Cássia Raquel (Tribo), Sérgio Dalcin (Tribo), Kotoe Karasawa (Tribo), Esdras de Lucia (Tribo), Jennifer Nascimento (Tribo), Giselle Lima (Tribo), Daniel Nunes (Tribo), Janaina Zuba (Tribo), Rooney Tuareg (Tribo), Juliana Lago (Tribo). Serviço: Musical Hair De 13.01 á 29.04 Onde: Teatro Frei Caneca R. Frei Caneca, 569 Consolação - São Paulo 11 3472-2233

DB 33

Entrevista

Farley Mattos brasil:

carreira?

Como

foi o início de sua

Farley Mattos: Foi em Goiás, aos nove anos, no Núcleo de Arte e Dança, na cidade de Ipameri, sob a orientação de Jô Tomazela, que hoje ensina em Rio Claro (SP). Também viajava para Caldas Novas, onde freqüentava as aulas da Escola Fermata. DB: Qual seu contato com outras modalidades de dança? FM: Faço aulas de outras técnicas como sapateado, jazz e ballet moderno. DB: Quais são suas influências na dança? FM: Dentre algumas posso citar os primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo e Manoel Francisco. DB: Como você vê a vida do profissional de dança em nosso país? FM: O profissional da dança no Brasil precisa de mais oportunidades e maior valorização. Produzimos excelentes bailarinos que o mundo todo importa, mas nós aqui dentro não absorvemos pelo mercado insuficiente... Isso é irônico! DB: Qual sua opinião sobre os festivais competitivos de dança? FM: Uma grande oportunidade de aprimoramento. As várias escolas e estilos se encontram, e essa imensa troca de informação é o maior lucro de todos. Mas para seguir carreira é necessário dançar numa companhia. Festival é o meio. O fim, o objetivo é sempre a carreira profissional junto a uma companhia. DB: Que você destaca na sua carreira? FM: Acho que ter uma escola sob minha direção é uma conquista. Também os prêmios que ganhei em vários festivais de dança. E exercitar a arte da coreografia, são destaques importantes. DB: Como professor o que inspira em suas aulas? FM: Expressão, técnica, disciplina, dedicação e levar tudo muito a sério, como se cada aula fosse a única, a mais importante da sua vida. DB: Qual a importância da graduação universitaria em dança na formação de um profissional de dança?

DB 34

FM: Como complemento acho ex-

Divulgação.

Dança

celente, mas o que de fato forma um bailarino profissional é o trabalho prático, de anos, numa sala de aula. A graduação amplia esse conhecimento com toda certeza, mas não substitui. DB: Você ministra constantemente workshops pelo Brasil. Que objetivos você busca alcançar, que elementos utiliza e o que caracterizam suas aulas? FM: Disciplina, concentração, empenho são importantíssimos. Tento unir o técnico ao artístico, para que isso dê força e linha em cada corpo, cada bailarino sinta beleza e prazer. DB: Como é o mercado da dança em sua cidade? FM: A demanda vem crescendo muito, tanto que tenho duas escolas, uma em Ipameri e outra em Caldas Novas. E o número maior de alunos a cada ano ilustra isso. DB: Qual seu maior sonho profissional? FM: Levar o meu conhecimento para várias cidades do Brasil e do mundo, e aprender a cada dia mais. Aprender ensinando. DB: O que é a dança para você? FM: A frase “Que seja esquecido o único dia em que não se dançou” resume bem o que sinto em relação a dança. Ela é minha vida! Agradeço os grandes mestres que me ensinaram e me inspiram ate hoje: Manoel Francisco, Jô Tomazela, Leydi Scobar, Gisela Vaz, Zulma Emerich, Adriana Assaf, Cecilia Kerch, Toshie, Ana Botafogo.

Saiba +

Catarse Foi aprovada a participação da Fletir no programa “Catarse” (http://catarse.me/pt). Sentimo-nos valorizados e gratificados porque é um programa bastante seletivo e por isso mesmo muito difícil de se ter acesso a ele. Nestes três últimos anos conseguimos caminhar graças à ação de colaboradores diretos ou indiretos. Por exemplo, a Equipe Médica é formada por profissionais competentes, todos colaboradores. O Governo do Estado de São Paulo cedeunos espaço no complexo do Ginásio do Ibirapuera, onde temos hoje a nossa sede. A Brasfond Fundações Especiais nos apoiou pela Lei Mendonça de incentivo fiscal municipal, cedeu-nos um escritório em seu edifício-sede e investiu dinheiro vivo no projeto. A Awicca também nos deu seu apoio pela Lei Mendonça e tem desenvolvido para nós alguns trabalhos de arte gráfica. AIdeiadigital criou nosso site e ajuda-nos também com trabalhos de arte gráfica. A Runner, por dois anos, cedeunos espaço em suas unidades para nossos ensaios e treinamento. Há um ano a Casa da Comida vem nos fornecendo almoço e muita felicidade. A UNIPAZ-DF cedeunos suas instalações para que pudéssemos realizar nossa pré-temporada, em janeiro. A Duopharma sempre nos faz um grande desconto na aquisição dos medicamentos que precisamos. O Teatro Alfa, essa maravilhosa casa de espetáculos, por intermédio do Fernando, sempre nos abre suas portas para a apresentação de nossos trabalhos. Enfim, sem colaboradores não teríamos chegado onde chegamos. Agradeço de coração a todas as pessoas que direta ou indiretamente têm colaborado para o crescimento da Fletir. Com certeza, você teve também sua parcela de responsabilidade nesse sucesso. Obrigado! Por meio do programa Catarse - essa grande idéia - teremos agora a oportunidade de ampliar nosso quadro de colaboradores. Precisamos fazer isso com urgência, pois temos uma organização operando com dez bailarinos, diretor, produtor, com uso de telefone e xerox, aquisição de medicamentos e serviços de manutenção em geral. É uma grande despesa, mas existe uma instabilidade financeira gerada pela dependência que temos da aprovação dos nossos projetos pelos Governos Municipal, Estadual ou Federal. Esses

Por Luis Cury

projetos são fundamentais, pois trarão recursos financeiros para a montagem dos espetáculos, para o pagamento de cachês, das despesas com os deslocamentos etc., contudo não contemplam a manutenção do próprio projeto, o que nos coloca na corda bamba. Temos avançado em relação aos nossos objetivos. Talvez poucos projetos culturais, pouquíssimas companhias de dança tenham conseguido avançar tanto em tão pouco tempo. Atingimos 10 mil espectadores no Estado de São Paulo através dos programas “Viagem Teatral do SESI” e “Circuito Cultural SP”. E quando falo que atingimos 10 mil espectadores não me refiro somente ao fato de terem eles assistido os espetáculos, mas especialmente ao fato de termos levado a eles o conteúdo que desejávamos. O bate-papo ao final de cada espetáculo tem sido elogiado por todos porque tem um papel esclarecedor e faz com que o espectador perceba o sentido que têm tudo o que lhes foi apresentado. Suas consciências foram ampliadas. Bingo! Levamos nossos espetáculos também para 6 mil adolescentes em 13 CEU’s no município de São Paulo. Escutar os alunos, professores e orientadores, receber e ler as redações feitas com base na percepção do espetáculo pelos jovens foi para nós algo extraordinário. Sentimos que realmente tocamos aqueles corações... Parece muito blá-blá-blá? Nada disso. A verdade é que temos feito um trabalho super-honesto, ético, limpo, digno e de cunho extremamente social. Interna e externamente. Pessoas têm chegado para integrar a Fletir e saído com uma mente aberta, ampliada, um corpo mais bem preparado. Um Ser mais íntegro, mais completo, mais humano. Missão cumprida! Por tudo isso que dissemos e principalmente porque você acredita em nosso trabalho, peço-lhe que seja mais um colaborador do Projeto Fletir. Se você, como nós, vê nele uma ferramenta de trabalho eficaz para o alcance de um mundo mais digno e harmonioso, então você não tem porque não colaborar. Para colaborar entre neste link: http://catarse.me/pt/projects/464-fletir-integritudeteatro-alianca-francesa-sp www.fletir.com.br DB 35

Dica Saudável

FROZEN YOGURT

OPÇÃO SAUDÁVEL E REFRESCANTE QUE CHEGOU PARA FICAR! Por Alexandra Corrêa de Freitas, nutricionista - alexandracfreitas@gmail.com

das à flora microbiana intestinal, como diarréia, constipação intestinal, entre outras; auxiliando assim, no sistema imunológico de forma geral. Com um consumo regular, favorece o equilíbrio da flora intestinal, elevando a quantidade de bactérias benéficas e diminuindo o número de bactérias prejudiciais, especialmente aquelas associadas aos processos cancerígenos e de doenças inflamatórias intestinais. Consumir o “Frozen Yogurt” ainda proporciona outros benefícios à saúde: - Contém Cálcio, mineral essencial para a formação e manutenção dos ossos e dentes; além de uma grande variedade de vitaminas, como vitaminas do complexo B e vitamina A. - Possui proteína, importante nutriente para o crescimento, desenvolvimento muscular, manutenção dos tecidos corporais como pele, unhas, cabelos e órgãos. - Produzido a partir do leite, possui proteínas que são bem absorvidas e de fácil digestão. - Assim como os iogurtes comuns, contém baixo teor de lactose (açúcar do leite), por isso, sob orientação médica e/ou de nutricionista pode ser consumido por indivíduos com intolerância à lactose sem intercorrências. - Contém baixo teor ou zero por

Divulgação.

No Brasil, o “Frozen Yogurt” ou “sorvete de iogurte”, como é mais conhecido, é uma sobremesa congelada que utiliza leites fermentados como principal matéria-prima e que se tornou uma mania entre as pessoas que buscam sabor agradável, prazer, refrescância e saúde. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), “Frozen Yogurt” são os produtos obtidos basicamente do leite, submetidos à fermentação láctea através da ação de dois microorganismos: o Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus ou a partir de iogurte com ou sem a adição de outras substâncias alimentícias, sendo posteriormente aerado e congelado. Devido à presença desses microorganismos o “Frozen Yogurt” é considerado um alimento funcional, ou seja, além de possuir propriedades nutricionais básicas, tem a capacidade de regular funções corporais e auxiliar na proteção contra doenças. Além de alimentar, nutrir e agradar o paladar; este alimento possui benefícios ligados à manutenção, prevenção e recuperação de doenças relaciona-

DB 36

cento de gordura, e ainda, há formulações e sabores que não contém açúcar refinado. A versão diet apresenta uma redução de calorias e carboidrato, mesmo assim, indivíduos diabéticos devem ter atenção para a composição exata deste produto, pois muitas vezes os produtos de versão diet não contêm sacarose, mas podem apresentar açúcar em outras formas como maltodextrina, amido, frutose e etc, estas substâncias também devem ser consideradas no planejamento e controle de uma dieta. Quando comparamos o valor nutricional do Frozen Yogurt ao do sorvete comum, as calorias podem estar reduzidas pela metade, ter cerca de 70% menos gordura e menor teor de sódio, sendo assim, boa opção para quem está realizando educação alimentar para redução ou controle de peso e também de doenças como hipertensão, colesterol, triglicérides elevados e outras que exijam melhores escolhas alimentares. Pode-se dizer que este produto permite aliar o prazer do sorvete com as vantagens nutricionais do iogurte. No entanto, algumas lojas que comercializam o frozen permitem que o cliente crie combinações e complementos para seu sorvete de iogurte. Neste caso, é preciso ter atenção, pois esses acompanhamentos podem torná-lo tão ou mais calórico que o sorvete tradicional! A melhor e mais saudável opção é consumir o produto puro ou acompanhado de frutas, que são ricas em vitaminas, minerais e ainda possuem propriedades antioxidantes. Também pode ser interessante incluir uma opção de cereal rico em fibras, como a farofa de castanha do pará, flocos de milho, granola, aveia e ração humana fazendo com que o seu frozen fique ainda mais nutritivo. Em contrapartida, evite as caldas de chocolate, caramelo, chantilly, gotas de chocolate, leite condensado e balas. Também é importante atentar-se ao tamanho da porção que vai comprar. O cálculo mostrado acima e geralmente exposto nas lojas é feito baseado em 100 g de produto e, às vezes, até mesmo a menor porção pode ter peso superior à 100 g.

Divulgação.

Confira o valor nutricional do Frozen Yogurt comparado ao sorvete tradicional: Informação Nutricional Quantidade por porção/100g

SORVETE (creme)

FROZEN YOGURT (natural)

Valor calórico

178Kcal

88Kcal

Carboidratos

25g

21g

Proteínas

2,8g

2,1g

Gorduras totais

7,5g

0g

Gorduras saturadas

4,0g

0g

Gorduras trans

0g

0g

Fibra alimentar

0g

0,8g

Sódio

100mg

24mg

Cálcio

163 mg

308 mg

Gourmellow Special Foods A mais nova opção gastronômica no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

DB PRESS.

Nem sempre é fácil encontrar um bom lugar para almoçar, comer um lanche à tarde ou jantar. Mas agora, o bairro de Pinheiros ganhou uma excelente opção. De fácil acesso, ambiente confortável e descontraído, a Gourmellow oferece ainda um cardápio variado cheio de sabor que agrada a todos os gostos.

Delícias Leves: ingredientes selecionados e fresquinhos para garantir uma alimentação rica em nutrientes e sabor.

Crepe no palito, crepe no cone, waffles, omeletes, lanche ciabata, wraps, salada de frutas, açaí, smoothies e frozen yogurt.

Acreditamos que para viver bem é preciso recarregar as energias com qualidade e prazer, sem perder tempo esperando a comida ficar pronta.

Delícias Quentes: o cardápio possui grande variedade de sabores de recheios e coberturas para as delícias quentes. Os pratos são preparados na hora! Delícias Geladas: para dar aquela refrescada! Escolha um delicioso sabor de Smoothie, um gostoso açaí ou monte seu frozen. Opção é o que não falta.

Qualidade no ritmo que você precisa!

Gourmellow Special Foods Av. Pedroso de Moraes, 499, Pinheiros, São Paulo - SP (11) 3034-4450 www.gourmellow.com DB 37

Curiosidade

Revivendo 5.000 anos de civilização através da dança Você já ouviu falar da China como sendo “O Império Celestial”? Antigos mitos e lendas recordam que o Reino Central foi continuamente guiado por seres celestiais. A cultura tradicional chinesa atribui todos os aspectos de sua civilização ao céu, incluindo sua escrita, medicina, vestimenta, música e dança. É essa tradição cultural divinamente inspirada que o Shen Yun Performing Arts apresentará no Lincoln Center em janeiro próximo. “Shen Yun significa ‘a beleza dos seres divinos dançando’”, diz Julie Xu, uma das apresentadoras do espetáculo. “É um grupo artístico extremamente raro. O Shen Yun apresenta ao público ao redor do mundo a verdadeira cultura chinesa, algo que mesmo na China você não vê hoje em dia.” O Shen Yun tem feito turnês ao redor do mundo há cinco temporadas, compartilhando através da dança clássica chinesa a beleza desta cultura perdida. A dança clássica chinesa é um dos sistemas de dança mais abrangentes no mundo. Dinastia após dinastia, ela foi passada entre o povo, em palácios imperiais e peças antigas. Milhares de anos puderam refiná-la num sistema distinto que incorpora a estética tradicional. É uma forma de arte de rica expressão, capaz de representar uma vasta gama de emoções e virtudes, como retidão, lealdade, benevolência e tolerância. Os movimentos podem ser masculinos ou suaves, vigorosos ou graciosos, sombrios ou alegres. Essa variedade é alcançada através do atributo e da forma. Atributo é a expressão física do espírito da pessoa. O espírito leva ao movimento, e, por conseguinte, o atributo leva a forma, centenas de movimentos únicos e posturas. Um artista talentoso os faz parecer fáceis, mas eles requerem anos de treino rigoroso. A dança tradicional chinesa tem uma extensa série de técnicas, saltos, giros, acrobacias e outros movimentos. Eles elevam o poder expressivo da dança enquanto acrescentam vigor físico e tremenda energia. No entanto, esta forma de dança é DB 38

Espetáculo impressiona pela riqueza em detalhes. © 2011 Shen Yun Performing Arts

O espetáculo da companhia Shen Yun “Manchurian Elegance”. © 2011 Shen Yun Performing Arts

ainda praticamente desconhecida no Ocidente. Mas isso está para mudar. O Shen Yun, a primeira companhia de música e dança chinesa no mundo, está sediada em Nova York. Com sua missão de reviver a cultura tradicional chinesa, o Shen Yun é diferente das companhias vindas da China. “Nós usamos a dança clássica chinesa na sua forma mais pura. Nós não misturamos formas modernas, contemporâneas, ou balé ao ponto de você não saber o que está assistindo”, disse a coreógrafa Vina Lee. “A dança clássica chinesa autêntica pode realmente dar à audiência uma experiência elevadora de bondade pura e consumada beleza.” E com 5.000 anos de civilização chinesa como referência, o Shen Yun tem fonte de inspiração abundante. Através da dança, os Guerreiros de Terracota despertam, o Macaco Rei escapa de situações perigosas, divindades embelezam um palácio celestial, e tambores fazem tremer os planaltos do Reino Central. Uma renascença da cultura chinesa se desdobra e pode ser testemunhada bem aqui, em Nova York. Mais informação: www.ShenYun2012.com/NYC

Saiba +

A Supervisão Cultural da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) lança, em 2012, os concursos de Dança de Salão e Intérprete de Música, que irão ocorrer durante o período de funcionamento da Quadra da Cultura, no balneário Cassino – Rio Grande – RS. Com início em janeiro, os concursos serão divididos em etapas semanais, com finais previstas para fevereiro. Em cada etapa, os candidatos selecionados deverão apresentar uma peça de acordo com o gênero determinado pela organização do evento, seja em música, ou categoria coreográfica. Durante as etapas, os participantes serão avaliados por uma banca especializada em cada área e, ao final, o primeiro lugar de cada concurso será premiado. Todos podem participar, tendo como única restrição a idade mínima de quatorze anos. As inscrições podem ser realizadas, gratuitamente, na loja 6 do Mercado Público Municipal do Rio Grande - RS. Mais informações pelo telefone (53) 3235.7803.

Assembléia Legislativa do RIO PRESERVA COMPANHIA DE BALLET DE NITERÓI A Assembléia Legislativa do Rio, aprovou no dia 15/12, em sessão extraordinária às 13h, o projeto de lei 1.110/11, que declara a Companhia de Ballet da Cidade de Niterói um bem cultural de natureza imaterial. A proposta é assinada conjuntamente pelos deputados Marcelo Freixo (PSol) e Robson Leite (PT) e pretende preservar a identidade da companhia pública. Freixo destaca o valor do grupo, um dos 13 existentes em todo o País, que foi criado em 1992. “É uma marca cultural da cidade de Niterói. A companhia passou por problemas sérios de conflito com o prefeito e seus membros foram perseguidos. Dar esse reconhecimento é tornar pública a necessidade de apoio ao grupo”

Divulgação.

Quadra da cultura 2012 terá concursos de dança e música

diz ele, explicando que a companhia já tem este mesmo título em âmbito municipal. Robson Leite confirmou que a proposta busca encerrar ameaças sofridas pelos servidores do balé, “todos concursados”. “Queremos garantir essa estabilidade merecida”, diz. O projeto será enviado ao governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto.

DB 39

Saiba +

Formação

Nesta sessão apresentaremos diversas entidades que podem levar você estudante de dança, a possuir a graduação em dança. Estas matérias permitiram traçar a geografia atual do Ensino Superior em Dança no Brasil, em nível de graduação. Ao compartilhar estas informações com nossos leitores, abrimos também a um canal de intercâmbio com estas instituições para o avanço da formação do profissional da Dança em nível universitário. dos cursos ministrados

UNIDANÇA. A Unidança já proporcionou um Seminário de Dança instrutivo para os pais e pessoas interessadas abordando temas como Noções Básicas de Ortopedia ligada as atividades artísticas, Pedagogia, História da Dança,e esclarecimento sobre nossas ações conjuntas como curso de Rítmo e Musicalidade (Lelena Lucas), BMC (Body Mind, Center) Técnica Psicossomática para aprofundamento da consciência corporal, (Rose Ackras), Dança Clássica (Tindaro Silvano) entre outros. pela

Qual

a duração média da formação

em dança?

Em média uma pessoa leva de 07 a 10 anos para se tornar um profissional de dança. Fale do currículo dos professores da UNIDANÇA. Na realidade procuramos convidar pessoas de áreas distintas que possam colaborar com informações de qualidade para nossos diretores e professores. Reciclar e aprofundar as informações são prioridades para a Unidança.

DB 40

Temos entre os associados Centros de Formações com ênfase em várias técnicas assim procuramos atender as necessidades de todos nós.

Suely Machado, presidente da UNIDANÇA, diretora do 1º Ato Centro de Dança e diretora do Grupo Primeiro Ato. Divulgação.

Fale

Qual o curso mais procurado? Até agora preenchemos o total de vagas de todos os cursos que proporcionamos. Qual

é o perfil do aluno que procura

os cursos da bailarinos?

UNIDANÇA? São

jovens

Profissionais que já atuam há anos na dança? São adolescentes que se formaram no ensino médio e escolheram a faculdade de dança para iniciarem sua carreira? São geralmente os professores das escolas associadas, alunos de níveis mais avançados por serem cursos de aprofundamento e não cursos básicos.

Como

você vê o mercado de trabalho

para o profissional de dança?

Este mercado tem melhorado muito e ampliado as possibilidades de formação. Os cursos livres tem tido mais qualidade e os profissionais mais preocupação com a formação. Com o inicio do curso de Graduação em Dança na UFMG a dança passa a ter um curso regular na Universidade possibilitando uma formação acadêmica que legitimiza a profissão oferecendo escolhas para aqueles que querem ampliar sua prática de dança acrescentando embasamento histórico e teórico. Esse curso surgiu a partir da reivindicação da Unidança de um Curso de Extenção na Faculdade de Belas Artes da UFMG de PEDAGOGIA DO MOVIMENTO PARA O ENSINO DA DANÇA e assim abriu portas para a criação da graduação em Dança através do Professor, Doutor Arnaldo Alvarenga que na época era o coordenador de dança do Curso de Artes Cênicas da Faculdade de Belas Artes da UFMG.

Qual

a expectativa do salário médio

inicial para um profissional de dança?

Os professores de dança geralmente trabalham pela hora-aula. Os salários dependem da quantidade de aulas que conseguem dar por mês. Qual o futuro da dança no Brasil? Quem me dera poder responder sua pergunta. O futuro a Deus pertence. Nossa única certeza é que temos que lutar a cada dia pela valorização de nossa profissão, pelo reconhecimento dos profissionais no mercado de trabalho, pela legitimização da profissão pelos órgãos públicos, por uma política eficaz de dança a nível municipal, estadual e federal e para que a dança tenha um lugar no orçamento público do país. O que é dança para você? A dança é a linguagem que escolhi para me comunicar com o mundo. É um modo de vida com o qual trabalhei para me tornar uma pessoa mais consciente, sensível, atenta as pessoas e ao mundo. A dança me possibilitou viajar, conhecer outras culturas, me reconhecer e perceber meus valores e minhas escolhas.

DB 41

dicas

Arrase no verão Dossiê da plástica, o que pode e o que não pode!

A prevenção antes de se expor ao sol é sempre a melhor alternativa, seja por meio de atitudes, seja por meio de procedimentos corretivos. Nesse caso, pacientes devem buscar informação sobre seu médico e o tipo de intervenção a que irá se submeter. O cirurgião plástico Alexandre Barbosa, da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo esclarece as dúvidas para quem quer- e pode!- se submeter a algum procedimento cirúrgico na época mais quente do ano. É de fundamental importância sabermos que, ao chegar o verão, nossa pele fica exposta a um risco maior. Enquadram-se aí desde o aparecimento de infecções fúngicas até o câncer de pele, como o melanoma, de alta gravidade. Sem falar que a exposição solar excessiva aumenta o risco do envelhecimento cutâneo, por meio do surgimento de manchas em consequência da radiação solar. E provoca também a flacidez, tanto facial quanto corporal, devido ao consumo de fibras de colágeno. Então, a proteção solar é algo essencial para a segurança da população. Lipoaspiração e correção de mamas Na fase preparatória ao verão, muitas pacientes procuram os serviços de cirurgia plástica para poderem estar bem para a exposição do corpo e da face. É muito comum a procura pelas cirurgias de lipoaspiração, que, basicamente, visam à correção da gordura localizada com o uso de cânulas especiais que removem as células de gordura, proporcionando um corpo mais esculpido e torneado. Temos também uma procura acentuada por correção das mamas, tanto para o aumento mamário - com o uso das próteses de silicone - como para a sua redução, além das cirurgias corretivas de queda. Assim quando forem à praia ou à piscina, essas mulheres sentem-se mais confortáveis e até mesmo seguras para usar roupas de banho. Intervenções no abdome e na face Neste período, é muito comum, ainda, a procura por correções na região do abdome, seja por meio da lipoaspiração ou de plásticas que corrigem o excesso de pele e a flacidez muscular. Dentro das possibilidades de intervenção no abdome, podemos usar o chamado miniabdome - com incisões menores que as plásticas convencionais. Temos também as dermolipectomias clássicas e as cirurgias mais modernas, como a lipoabdominoplastia, uma combinação de plástica e lipoaspiração. Podemos ainda, neste período, realizar as cirurgias de rejuvenescimento facial, por meio de intervenções na face que, por sua vez, podem ser totais - como a ritidoplastia - ou parciais - como as cirurgias de pálpebras, nariz boca ou, até mesmo, na parte superior ou inferior da face. Pós-operatório também requer cuidados Claro que as pacientes, ao optarem por realizar uma cirurgia plástica antes do verão - até para poderem desfrutar deste período com DB 42

um corpo ou mesmo um rosto mais jovem e atraente -, devem ser informadas sobre os cuidados do pós-operatório. É necessário um tempo no qual a paciente não pode se expor ao sol, pelo risco de manchar a pele e as cicatrizes, comprometendo o resultado da cirurgia. Ela deve evitar também os banhos de piscina e mar, de forma a blindar-se contra uma possível a contaminação das incisões cirúrgicas. Normalmente, o período de restrição solar vai depender do procedimento a ser escolhido, bem como das características da pele do paciente. Por exemplo: pessoas com pele muito clara devem aguardar um período maior para se expor ao sol. PRAIA À VISTA! Com o verão batendo à sua porta, não dá mais para esperar. É hora de tomar uma providência e colocar a silhueta em dia de uma vez por todas. Para ajudá-la a modelar cada centímetro das suas curvas em tempo de desfilar belíssima na próxima estação, selecionamos tratamentos incríveis para todos os bolsos. O ano passou voando e pegou você de calças curtas? Ou pior!! Roupas justas? Nem por isso é preciso se esconder por aí. Mesmo que ainda esteja faltando uma ou outra curvinha na silhueta, ainda dá tempo de colocar tudo em ordem e desfilar aquele corpão de sereia antes mesmo do que você imagina. Como? Simples, com a ajuda das técnicas cirúrgicas e dos tratamentos estéticos mais eficazes do mercado. Há solução para todos os gostos, bolsos e necessidades. E elas transitam entre as plásticas e as clínicas de estéticas. Para saber para onde a sua vontade aponta mais forte, basta responder à questão: você deseja resultados mais rápidos ou prefere uma transformação light? Seja qual for a sua escolha, o certo é que a hora de se mexer é agora. A boa notícia é que mesmo optando pela plástica, não é preciso passar a estação inteira fugindo do sol. “O indicado é evitar o banho de sol por 30 dias após a cirurgia. Depois ele fica liberado, desde que a cicatriz esteja bem protegida – pelo menos, por seis meses”, detalha o cirurgião plástico Alexandre Barbosa. Interessada? Então veja a seguir o “menu da beleza”, converse com o seu médico e invista no que for melhor para você. SEIOS EMPINADOS Tratamento: Mastopexia O que é: “Trata-se de uma cirurgia para a elevação das mamas que preserva seu conteúdo. É indicada para seios de bom tamanho, de aspecto e forma, mas que tenham adquirido flacidez”, explica Alexandre Barbosa. Como é feito: por meio da técnica, é possível ajustar o “sutiã de pele” ao volume mamário com o próprio tecido da paciente, removendo

e remanejando pele e tecidos. “Os seios arrebitados podem ser obtidos sem a colocação da prótese”, descreve Alexandre. Por se tratar de uma cirurgia, o método exige internação e anestesia. Em tempo: a cicatriz é uma consequencia do procedimento. Na mastopexia, ela é um T invertido na mama e em torno da auréola. CULOTE SEQUINHO Tratamento: Lipoaspiração O que é: técnica que aspira a gordura corporal Como é feito: “Depois de anestesia peridual ou geral, parte do tecido adiposo é aspirada por cânulas finas”, detalha Alexandre. Há variações da cirurgia, que pode ser com prévia infiltração da associação de soro e adrenalina oara diminuir o sangramento ou com a aplicação do ultra-som, que auxilia na separação da gordura retirada. Em tempo: o pós-operatório é dolorido e exige repouso relativo de uma semana. Com a cirurgia não é emagrecedora, a paciente deve estar próxima ao peso ideal. BARRIGA CHAPADA Tratamento: Lipoabdominoplastia O que é: cirurgia que combate excesso de gordura e de pele na região abdominal, já que elimina tecido adiposo e cutâneo. Como é feito: primeiro é feita a lipoaspiração na área. Em seguida, o cirurgião faz o corte na altura da bacia, descola e retira o excesso de pele do abdômen. Quando necessário, refaz o umbigo. Em tempo: a cicatriz é parecida com a de uma cesárea. BUMBUM ARREBITADO Tratamento: Gluteoplastia O que é: aumento de volume pela colocação de silicone da região glútea. Como é feito: com anestesia peridual ou geral, o médico faz uma incisão vertical entre as nádegas e posiciona o implante abaixo do músculo. Em tempo: a cicatriz fica localizada entre as duas nádegas, próxima à região do cóccix. “Nos primeiros dias, será preciso sentar com o tronco reto, basicamente sobre as coxas para evitar a pressão sobre a região manipulada”, completa Alexandre Barbosa. PARA O ROSTO! A grande vantagem dos tratamentos é que todos são eficazes tanto em seu procedimento, quanto no resultado. O que significa que ainda há tempo para buscar o rejuvenescimento para aproveitar ainda mais o verão. Para o Cirurgião Plástico Alexandre Barbosa, ainda dá tempo de ficar bonita, e esta é a melhor época para iniciar tratamentos estéticos. “Neste período, as pessoas anseiam por uma aparência melhor e rejuvenescida, além disso, a fisionomia está mais cansada depois de um ano de muitas atividades”, comenta. Fios de Sustentação: Indicado para pessoas entre 35 e 45 anos, que não tenham excesso de pele facial, nem flacidez excessiva, ou que já tenham feito Lifting anterior. O objetivo do procedimento cirúrgico é esticar a pele para cima ou para os lados. Os fios são implanta-

dos no tecido gorduroso e não no músculo, desta forma, provocam uma tração, esticando e dando sustentabilidade à pele. Dura no máximo 60 minutos e é feito com anestesia local. Não exige internação e pode ser feito em consultório. Ao término do implante, a paciente já pode notar os resultados e o incomodo é mínimo. Para o pós- operatório, deve-se evitar a ginástica facial, falar e rir em demasia durante dois dias. “Como o implante estimula a produção de colágeno e de elastina, melhora a circulação, potencializa a nutrição dos tecidos faciais, e faz com que a pele volte a ganhar viço, é recomendado o uso de cremes esfoliantes, clareadores e hidratantes”, aconselha Alexandre. Preenchimento: Este método é utilizado para disfarçar as rugas e depressões faciais nas áreas em que o Botox não pode ser aplicado ou para complementar o tratamento do Botox. O objetivo é dar uma aparência mais jovem ao rosto, por meio da aplicação de certos produtos nos sulcos e rugas da face. Dura em média 40 minutos, Alexandre conta que uma seção não é suficiente para atingir o resultado perfeito, geralmente uma etapa posterior atinge o idealizado. Internação e anestesia são dispensadas, assim como o repouso também não é necessário para o pós-operatório, a volta para o trabalho é imediata, seguindo as orientações médicas. Botox: A injeção do rejuvenescimento! Aplicada diretamente nos músculos responsáveis pela formação da linha de expressão ou ruga, o efeito é de relaxá-los temporariamente. O objetivo é o de proporcionar uma aparência mais jovem para a paciente. “Uma única aplicação de Botox para rugas profundas é ineficiente, sendo necessárias outras seções da aplicação para que o resultado ideal seja atingido”, esclarece Alexandre. O procedimento dura cerca de 15 minutos, e o paciente é liberado imediatamente, dispensando a necessidade de internação. A aplicação é praticamente indolor e o resultado fica visível entre 48-72 horas após o tratamento, enquanto a duração total do efeito é de 4 a 6 meses. Mini Lifting: É indicado para pessoas que tenham flacidez no rosto ou excesso de pele nos níveis leve e moderado, visa corrigir essas consequências da idade, atenuar as rugas estáticas, melhorar o contorno facial, e atingir o resultado de um rosto rejuvenescido.O curativo pode ser retirado após 24 horas, é comum o inchaço ou roxidão na face e no pescoço, mas no período médio de 14 dias, o rosto volta ao normal, e o resultado fica mais aparente. “Para o resultado perfeito, é necessário o tempo médio de seis meses, que é o tempo correspondente ao amadurecimento da cicatriz que fica na região das costeletas”, finaliza Alexandre. Sempre que pensar em realizar uma cirurgia plástica, procure se informar na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), verificando se seu médico é cadastrado nesta sociedade. Busque também alguma referência, pois, assim, você estará se protegendo. Serviço Alexandre Barbosa – Cirurgião Plástico Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo DB 43

Black Swan

Ser bailarina é um sonho de muitas meninas, pela sua beleza, postura e expressividade e com certeza um dos pontos mais marcantes de uma bailarina e a principal fonte de expressão é o olhar extremamente destacado no filme Cisne Negro. Sua maquiagem tão expressiva e um tanto quanto profissional, nos levam a pensar que seria muito difícil se transformar em “Black Swan”, mas a Revista Dança Brasil junto com o maquiador e bailarino Mansueto, do Studio Kenzo localizado na Zona Norte de São Paulo mostram o passo-a-passo de como se transformar em um cisne negro de um modo bem fácil (pode acreditar!). Uma dica importante é que por causa da intensa iluminação no palco e a transpiração que aumenta durante a dança, é recomendável usar maquiagem à prova d’água.

Mansueto, do Studio Kenzo. DB Press.

passo a passo

PASSO A PASSO 1º limpe muito bem o rosto, isto é essencial

para a maquiagem fixar removendo toda oleosidade da pele.

É essencial para a maquiagem

artística usar produtos de boa qualidade.

2º Comece passando o corretivo e depois use o pancake molhando a esponja para ficar bem uniforme.

Segundo Mansueto, os olhos “Eles têm que sobressair”, diz. merecem atenção especial.

3º Para conseguir um efeito legal, marque

os olhos com lápis preto fazendo o desenho, depois use a sombra branca para preencher o

desenho, use a preta também para esfumaçar.

4º Use o delineador para finalizar e realçar o desenho. Esfumace com gliter para dar um brilho. 5º Na boca, primeiro faça o contorno com

lápis preto e preencha com batom cor de boca.

postiços.

Para cobrir a cola, aplique uma

camada de delineador rente aos cílios.

Pronto agora você já esta pronta para fazer Palco. Durante o espetáculo toda a atenção esta voltada para a bailarina. a sua própria maquiagem e ir para o

DB 44

Nossa modelo: Daniele. DB PRESS.

6º O grande “truque” para dar um efeito bombástico aos olhos é colocar cílios

DB 45

a t i s i v DANÇA BRASIL

Imagens DB Press.

companhia athletica

beth ballet

Inauguração loja cravo e canela kids

DB 46

Espetáculo danz’arte

Movimento em vida

sopro escola de danças

DB 47

Preparação Física para bailarinos

ANO NOVO, DE NOVO

Por José Luiz O. Gioia

Na edição de janeiro do ano passado escrevi sobre recomeço. É super importante começar bem o ano, com muita energia e, revitalizar para o ano todo. Transformar nossa energia em coisas positivas. E como havia escrito, nada de falsas promessas. Chegamos a mais um ano onde podemos escolher o que fazer. Qual caminho percorrer. E fazer o que for necessário para aprimorarmos nossa dança. E claro que neste mês podemos aproveitar um pouco e fazer coisas que fogem muitas vezes de nossas rotinas. Como ir a praia sem tanta preocupação com horário pra aula ou ensaio. Ir à piscina e pegar um bronzeado que naturalmente perderemos pelo ano, pois ficar horas e horas dentro de uma sala de aula acaba com qualquer bronzeado. Isto e muitas outras coisas pra aproveitarmos um pequeno período de férias. E claro que há aqueles que também preferem fazer cursos de férias. É sempre muito importante buscar novos conhecimentos. Estes devem sempre ser renovados. E neste mês não há desculpa para não fazer estes. Somente em casos de muita necessidade de descanso mesmo. Eu mesmo após me programar e depois de muito tempo s ministrarei curso de preparação física este mês em nosso centro de artes. Acho que você deve saber melhor do que ninguém o que deve fazer. Todos sabemos que é ANO NOVO DE NOVO. Não há novidade nisto, afinal é o ciclo da vida. Porem sempre peço para que você tome suas próprias decisões e veja o que lhe cai melhor. Descanso ou curso? No artigo do ano passado disse para você o óbvio que seria a necessidade de se ralar muito para conseguir alcançar seus objetivos. Não há como fugir DB 48

disto. Escrevi sobre a falsa ilusão de que chegando o ano novo é tudo novo e assim vai. Não acho que mudou muita coisa. Muita gente vai tentar se iludir e se enganar. Eu gosto de uma frase que diz: POR QUE CAÍMOS? PARA APRENDERMOS A NOS LEVANTAR! Bom acho que essa foi uma direta para você que está meio por baixo, meio deprimido e que acha que este é só mais um ANO NOVO. NÃO! NÃO É. E NUNCA SERÁ. Cada ano é um ano. E ele é o que você faz. Posso escrever muito sobre estar por baixo, por não ter nenhum nome, não ganhar prêmios e outras coisas da dança que vivi e que com muito trabalho, dedicação e persistência estou conseguindo alcançar. Não sou nenhum mestre ou algo assim. Muito pelo contrário. Procuro servir de exemplo para minhas filhas, minhas alunas e para com aqueles que posso passar sempre uma mensagem otimista. De como é possível vencer de forma convincente para você mesmo. Independente de troféus ou outros. Onde você se sente bem. Onde você busca melhorar e se aperfeiçoar. Conseguindo atingir objetivos que antes eram inimagináveis para você. Eu tinha JOINVILLE como uma da minhas muitas metas. E consegui em 2010 ministrar curso lá. Consolidando que há uma corrente muito forte disto que faço e amo. Então meu humilde exemplo, espero que sirva para que todos possam fazer o mesmo. DEDICAÇÃO E PERSEVERANÇA. Sem isto não há como se ter um ANO NOVO. Desejo para todos, aquilo que eu tenho na dança e na minha família. Muita luz e muito amor. Pois me sinto realizado e neste mês

onde começa meu ano, já estou novamente fazendo todos os meus planos. Buscando meus objetivos novamente. Buscando meus sonhos. Então por que você não pode fazer o mesmo? Fico sempre lisonjeado quando as pessoas me reconhecem e querem tirar foto ou algo assim. Pra pedir dicas, uma consulta ou mesmo um bate papo. Mas isto não me torna maior ou melhor do que ninguém. Só sou uma pessoa que ainda busco meu lugar na dança como você. E sei que com isto me mantenho na trilha e no caminho para meus sonhos. Com humildade de aceitar quem sou e que aprendo e ensino ao mesmo tempo. Pois mestre não é quem ensina, mas quem de repente aprende. E agradeço a DEUS mais um ano que posso estar aqui compartilhando meus ensinamentos com vocês. Então digo que é ANO NOVO DE NOVO, GRAÇAS A DEUS. Na próxima edição estarei completando 3 ANOS ininterruptos de artigos na REVISTA DANÇA BRASIL. Que para mim é uma honra e uma grande satisfação. E que traremos algumas alterações no formato dos artigos. PORTANTO MUITO OBRIGADO A TODOS. MUITO OBRIGADO IVAN. E que para todos seja como será para mim. FELIZ ANO NOVO DE NOVO!! E lembrem-se Uma dança com perfeição É uma dança com uma boa preparação.

José Luiz O.Gioia é diretor e preparador físico da Cia de dança GIOIA RARA. Atua como professor e Instrutor de musculação. joseluiz@dancabrasil.com.br twitter:@gioiarara

Dica

DIFERENÇAS ENTRE

DEPILAÇÃO A LASER E LUZ PULSADA Essa é uma das melhores épocas para iniciar tratamentos de depilação de longa duração, porque permite assegurar as condições necessárias ao cuidado da pele e do pêlo, sem que o desejo de bronzear o corpo interrompa a realização das sessões de tratamento mais adequadas a cada caso. Contudo, as dúvidas e desconhecimento do público face às múltiplas soluções de depilação de longa duração existentes no mercado são, em muitos casos, inibidores à realização de tratamentos seguros, eficazes e muito acessíveis nos cuidados com a sua imagem e bem-estar. Pensando nisso, Rita de Cássia Marques, diretora da Soft Skin Laser, esclarece as diferenças entre luz pulsada e laser, ideal para quem quer saber qual o melhor método de depilação. Fotodepilação é o termo usado para a destruição de pêlos e folículos sob forte energia em forma de luz, seja Laser ou Luz pulsada. Baseia-se na capacidade da melanina, (presente nos pêlos) de receber e absorver grandes quantidades de energia sob a forma de luz. É o método mais eficaz para eliminar os pêlos indesejados em qualquer zona do corpo de forma prolongada e permanente e é adequado para mulheres e homens em qualquer idade.

Depilação Laser

Depilação Luz Pulsada

Emite uma luz pura de uma só cor (monocromática) que sai em linha

posta por muitos tipos de fótons

Emite uma luz mista com-

reta e todos os seus fótons

(policromática) a luz espalha-se

que integram a luz viajam todos

em todas as direções

na mesma direção

Mais eficaz, menos sessões

Menos eficaz, mais sessões

Elimina o pêlo pela

A luz pulsada debilita o

célula germinativa

pêlo e não elimina

“Este método assegura a depilação prolongada de até 95% dos pêlos tratados. No entanto, a nossa pele é um órgão vivo em constante regeneração. Por isso podem sempre surgir novos folículos pilosos e, consequentemente, novos pêlos. O termo depilação definitiva não é totalmente adequado já que não existe, atualmente, qualquer técnica ou equipamento que possa garantir que nunca mais surgirão novos pêlos depois do tratamento. No entanto, depois de terminado o tratamento de Fotodepilação uma sessão anual de manutenção será suficiente para assegurar um resultado muito próximo da tão desejada depilação definitiva, já que os pêlos que nascerem serão escassos e finos”, explica Rita.

Para entender melhor, Rita, esclarece que o laser é um feixe de luz altamente concentrado. A luz emitida é absorvida pelo pigmento localizado na raiz do pêlo (melanina), numa fração de segundos, tempo suficiente para atingir a raiz, impedindo seu crescimento. De acordo com Rita, a luz emitida pelo laser faz com que 40% dos pêlos desapareçam em uma única sessão. A luz intensa pulsada (LIP) trabalha com comprimentos de onda muito amplos e não muito específicos para a depilação. Sem dúvida alguma, o laser proporciona resultados superiores ao da luz intensa pulsada”, explica Rita. SERVIÇO: Soft Skin Laser www.softskinlaser.com.br

DB 49

sua

Confira onde encontrar a revista Dança Brasil BAHIA Capezio Av. Otávio Mangabeira, 815 - lj. 36 cep 41830-050 - Pituba Sol Shopping – Salvador – BA Dance Av. Getúlio Vargas, 330 loja 8 cep 44001-192 – Centro – Feira de Santana – BA Dora Moda Ballet R. Barão de Cotegipe, 23 – Centro cep 48903-440 – Juazeiro - BA CEARÁ Capezio Av. Dom Luiz, 300 lj. 152 cep 60160-230 – Aldeota – Fortaleza – CE Só Dança - Fortaleza Av. Santos Dumont, 3.130 ljs 226/227 - cep 60150-161 – Aldeota – Fortaleza - CE DISTRITO FEDERAL Capezio - Brasília I SCLN, 308 - BL. B lj. 07 cep 70747-520 - Asa Norte – Brasília – DF Capézio - Brasilia II SHCS. EQ 302/ 303 Bl. A nr.6 lj. 115 - Shop.Fashion Mall - cep 70338-400 – Brasília – DF GOIÁS Capezio Av. 85, 1.853 - sl. 10 - Gal.Via Maria cep 74160-010 – Marista – Goiânia – GO D’Vargas – Artigos Para Dança Av. Anhanguera, 7840 QD 99 A – Loja 222 - cep 74503-100 – Goiania - GO MATO GROSSO DO SUL PRA DANÇAR Rua Antônio Maria Coelho, 2486 Jardim dos Estados - cep 79002221 Campo Grande - MS MINAS GERAIS Academia Espaço Movimento Rua Lais Franco, 209 cep 36400-000 - Conselheiro Lafaite – MG Ballet Evidence Rua Bernardo da Veiga, 14 cep 37400-000 – Campanha – MG Balé Mania R. São Paulo, 656 loja 64 cep 30170-130 – Centro - Belo Horizonte – MG Capezio - BH R. Antonio de Albuquerque, 749 - lj.1 e 3 cep 30112-010 – Savassi – Belo Horizonte – MG Capezio - Uberlândia R. Machado de Assis, 501 lj 7/9 cep 38400-112 – Centro – Uberlândia – MG CENTRO CULTURAL AIRES DE ESPAÑA Av. Guarapari, 1111 Sta Amélia - cep 31560-300 - Belo Horizonte - MG Max Dance Av. Dom Pedro II, 3.151 cep 30720-460- Caiçara – Belo Horizonte - MG Studio de Artes Núcleo de Danças R. Dr. Otávio Soares, 401 3º andar – Palmeiras - cep 35430-229 – Ponte Nova Tatitassis Rua Israel Pinheiro, 2397 – Centro cep 35010-130 – Governador Valadares – MG Toda Balezinho R. Marechal Deodoro, 444 – Loja 231 Ed. Marechal Center - Centro - cep 36013-001 – Juiz de Fora Universo da Dança R. Alagoas, 1.314 loja 22 A cep 30130-160 – Funcionário – Belo Horizonte – MG PARÁ Ballet & Cia Rua dos Pariquis, 1735 – Ed. José Elias Apto. 404 – Bloco B – Batista Campos - cep 66035-370 – Belém Kukuka Dance Trav. Francisco Caldeira Castelo Branco, 1.271 - cep 66063-000 - São Brás – Belém – PA SAPATILHAS Av. Conselheiro Furtado, 1270 - Batista Campos cep 66035-350 - Belém - PA PARANÁ Beco da Dança R. Barão de Antonina, 269 cep 86020-030 - São Francisco – Curitiba – PR Capezio - Londrina R. Paranaguá, 921 - lj 03 cep 86020-030 – Centro - Londrina – PR Dance Shop Al. Dr. Carlos de Carvalho,603 – loja 5 Galeria Omini – Centro - cep 80430-180 – Curitiba - PR PERNAMBUCO Capezio Av. Herculano Bandeira, 513 - 1º andar sl. 12 cep 51110-131 – Pina – Recife – PB

DB 50

RIO DE JANEIRO Bailarine Estr.do Gabinal, 313 - lj. 111 A cep 22763-153 – Jacarépaguá - Rio de Janeiro – RJ Ballet House R. Visconde de Pirajá, 207 loja 109 cep 22410-001 – Ipanema – Rio de Janeiro – RJ Capezio - Copacabana R. Barata Ribeiro, 370 - Lj. 112 cep 22040-000 – Copacabana – Rio de janeiro – RJ Capezio - Flamengo R. Marques de Abrantes, 177 Loja 112 - cep 22230-060– Flamengo – Rio de Janeiro – RJ Capezio - Nova Iguaçú Av. Marechal Floriano Peixoto, 1.480 lj 142 - cep 26220-060 - Nova Igauçú – Rio de Janeiro CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RJ R. José Higino, 115 - cep 20520-201 - Tijuca - RJ Corpo e Dança Av. Nsra. De Copacabana, 769 - conj 802 cep 22050-000- Copacabana-Rio de Janeiro- RJ DA DANÇA Av. Getulho de Moura, 1701 - Lj. B cep 26525-001 - Nilópolis - RJ DA DANÇA R. Alberto Torres, 270 - Lj. 14 cep 24426-270 - Jd. Guanabara - RJ Let’s Dance R. Lopes Trovão, 134 lj. 141 cep 24220-070 - Icaraí – Niterói – RJ Magia da Dança Iate Clube Jardim Guanabara - R. Alberto Torres, 270 Lj. 14 - cep 23010-200 – Ilha do Governador – RJ Marie Villany Boutique de Dança R. do Catete, 228 loja 310 - cep 22220-001 – Catete – Rio de Janeiro – RJ Plié & Cia R. Maria Francelina Barroso, 83 cep 28621-300 - Cônego – Nova Friburgo- RJ Rosa Branca R. Ramalho Ortigão, 09 - lj. 08 cep 20051-050 – Centro – Rio de Janeiro – RJ Shoes Point R. Dias da Cruz, 188 - sobreloja 243 cep 20720-012 – Méier – Rio de Janeiro – RJ Silkir Ginástica Trav. Ferreira Borges, 20 lj 03 cep 23050-350 – Campo Grande – Rio de Janeiro – RJ Stillo Dança & Cia Est. Francisco da Cruz Nunes, 7007 lj. 202 - cep 24340-000 – Itaipú – Niterói – RJ RIO GRANDE DO NORTE Studio Corpo de Baile R. Dr. Carlos Passos, 1.738 cep 59015-310 - Morro Branco – Natal – RN RIO GRANDE DO SUL Capezio R. Mostardeiro, 120 - lj. 5 Galeria 5º Av. Center cep 90430-000 – Rio Branco – Porto Alegre – RS SANTA CATARINA Todoesporte Rua Felipe Schmidt, 249 lj.201 Centro Comercial ARS - cep 88010-000 – Florianópolis - SC SÃO PAULO CAPITAL Academia Tânia Ferreira R. Síria, 180 – Tatuapé cep 03086-040 – São Paulo - SP Biju Ballet Av. Nova Cantareira, 4.368 cep 02341-002 - Vl. Albertina - São Paulo – SP CaSa D’ ADÉLIA Av. Santa Inês, 1321 – Parque Mandaqui cep 02415-001 – São Paulo - SP Capezio - Brooklin Novo R. Barão do Triunfo, 502 lj. 10 - cep 04602-002 - Brooklin Novo – São Paulo – SP Capezio - Ipiranga R. Agostinho Gomes, 1.537 cep 04206-000 – Ipiranga – São Paulo – SP Capezio - Itaim R. João Cachoeira, 225 cep 04535-010 – Itaim – São Paulo – SP Capezio - Jardins R. Augusta, 2.767 loja 1 cep 01412-100 – Cerqueira Cézar – São Paulo – SP Capezio - Moema Av. Moaci, 137 cep 04083-000 – Moema – São Paulo – SP Capezio - Penha R. Capitão Avelino Carneiro, 232 cep 03603-010 – Penha – São Paulo – SP Capezio - Santana R. Alfredo Pujol, 381 cep 02017-010 – Santana – São Paulo - SP Capezio - Saúde R. Paracatu, 210 cep 04302-020 – Saúde – São Paulo – SP CAPEZIO - TATUAPÉ R. Itapura, 1529 - Tatuapé

03310-000 - São Paulo - SP Dancesmeralda R. Pires da Mota, 44 – apto. 1230 Aclimação - cep 01529-000 – São Paulo - SP Escola de Ballet Sopro R. Três Mosqueteiros, 50 1º andar – Santana - cep 02013-060 – São Paulo – SP Geração XXI Av. Leôncio Magalhães, 627 cep 02042-011 – Jd. São Paulo – São Paulo – SP Loja BR Mania Av. Santa Inês, 1255 – Parque Mandaqui cep 02415-001 – São Paulo – SP Padaria e Confeitaria Mirante Rua Guajurus, 31 Jd.São Paulo - cep 02045-070 – São Paulo – SP Planet Dance R. Itapura, 1.529 cep 03310-000 – São Paulo – SP Ponta Firme R. República do Iraque, 1411 cep 04611-002 – Campo Belo – São Paulo – SP Pulsarte R. Pereira Leite, 55 cep 05442-000 - Alto de Pinheiros – São Paulo - SP Só Dança - Brooklin R. Joaquim Nabuco, 146 cep 04621-001 – Brooklin – São Paulo –SP Só Dança - Jardins R. Augusta, 2.672 cep 01412-100 - Cerqueira Cesar – São Paulo – SP cep

GRANDE SÃO PAULO CAPEZIO - SANTO ANDRÉ Av. Lino Jardim, 580 cep 09041-031 Jardim Bela Vista - santo André - SP Capezio - Guarulhos R. Dr. Timóteo Penteado, 05 sl. 07 cep 07094-000 – Guarulhos – SP Capezio – Osasco R. Primitiva Vianco, 244 2º piso lj.36 Shop.Primitiva - cep 06016-000 – Osasco - SP Vest Dance R. Dr. Eduardo Monteiro, 311 cep 09041-300 Jardim Bela Vista - Santo André - SP INTERIOR Aplauso dance & fitness R. DR. Corrêa, 501 - Centro cep 08710-040 - Mogi das cruzes - SP Caliman - Sorocaba R. General Carneiro, 218 cep 18043-000 – Cerrado – Sorocaba – SP CAPEZIO - RIBEIRÃO PRETO R. Tibiriça, 457 - Centro cep 14010-090 - Ribeirão Preto - SP Capezio - São Bernardo do Campo R. Reginaldo de Lima, 152 - Pq.S. Diogo - cep 09732-550 – SBC - SP Capezio - São José do Rio Preto R. Antonio de Godoy, 3.676 -cep 15015-100 - Redentora - São José do Rio Preto – SP Dança Comigo R. Rangel Pestana, 1.086 cep 13201-000 – Centro – Jundiaí – SP DANÇA MARIA R. Nove de Julho, 291 cep 13280-000 - Centro - Vinhedo - SP Danzarin Av. Sete de Setembro, 719 - Centro cep 14800-390 - Araraquara - SP Ellou Fitness e Dancewear Av. São João, 644 lj. 24 cep 12242-840 – Esplanada – São José dos Campos – SP Grazie Mille R. da Penha, 1.135 cep 18010-004 – Centro – Sorocaba – SP Ironia Dance Av. Irmã Serafina, 985 – Centro cep 13015-201 – Campinas – SP La Ballerina R. Guilherme da Silva, 300 cep 13025-070 – Cambui – Campinas – SP Raça Artigos de Dança Av. Manoel Goulart, 389 cep 19010-270 – Presidente Prudente - SP Só Dança R. Santa Augusta, 409 cep 17700-000 - Osvaldo Cruz – SP SÓ DANÇA SJC R. João Bosco Ribeiro, 1307 Jd. Das Indústrias - cep 12241-070 – São Jose dos Campos – SP Só Dança - Trinys R. Paes Leme, 89 cep 17500-150 – Centro – Marília – SP SPETACULO STORE R. Conceição Sammartino, 33 - Sala 08 1º andar - Centro - cep 06600-980 - Jandira - SP LITORAL Calimam Rua Lucas Fortunato, 175 – Vila Matias cep 111075-201 – Santos - SP Caliman Rua Dr. Oswaldo Cruz, 319 - Boqueirão cep 11045-101 - Santos - SP

DB 51

DB 52


Revista Dança Brasil - Janeiro 2012