Issuu on Google+

:: ANO 6 :: R$ 9,90 :: Edição 33

:: ANO 6 :: EDIÇÃO 33

:: www.locaweb.com.br ::

A Internet em Revista

::Chrome 17 ::Tipografia no CSS ::Webkit ::WebVTT

SUA EMPRESA NA INTERNET

Sua empresa na

internet

De advogados a médicos, passando por quem pretende vender algum produto ou consolidar uma marca, descubra o que a web oferece de melhor para impulsionar os mais variados tipos de negócio veja também

LOCAWEB

Novas profissões

Como conquistar um espaço no mercado de empregos abertos pelas mídias sociais

CapaLocaweb33.indd 1

Cloud Computing

Comparativo da Locaweb auxilia na escolha da solução mais completa, eficiente e barata

Aplicativos multiplataforma Passo a passo completo para você desenvolver apps que rodem em iOS, Windows Phone e Android

4/2/12 5:03 PM

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:47 Pรกgina 1

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:47 Pรกgina 2

lwao_leitor

Soluções para todos

M

édicos, advogados, publicitários, designers, músicos, consultores, desenvolvedores, donos de padarias, de agências de empregos, de hotéis... Não importa o ramo do mercado, a internet oferece soluções para impulsionar negócios em todas as áreas. A você, como profissional web ou entusiasta de tecnologia, porém, cabe uma missão importante: identificar quais entre as diversas ferramentas oferecidas pela rede são capazes de trazer retorno positivo para o cliente. E, para isso, é preciso levar em consideração, acima de tudo, o perfil do público-alvo que o seu parceiro pretende atingir. Assim, além de ajudá-lo a colocar as ideias em prática e crescer, você contabilizará cases de sucesso e alavancará o próprio negócio. Não é simples, entretanto, identificar qual é o melhor recurso disponível na rede para cada caso. Sites, ações em redes sociais, e-commerce, blogs, aplicativos mobile e Cloud Computing são apenas alguns exemplos do que aparece no vasto cardápio do mundo virtual. E é para ajudá-lo a saber onde aplicá-los que a repórter Fernanda Calgaro entrevistou especialistas, empresários e profissionais das mais variadas áreas de todo o Brasil. Confira as respostas na reportagem de capa desta edição. Nas próximas páginas, há também detalhes sobre as principais novidades que agitaram o mercado recentemente, como as ações efetivas do FBI no combate à pirataria, o iPad 3, a versão 17 do Google Chrome e a união entre gigantes da tecnologia e instituições financeiras na guerra contra o spam. As vantagens do Cloud Computing da Locaweb em relação ao da Amazon, os aplicativos multiplataforma e as novas profissões criadas com o advento das redes sociais são outros destaques que recheiam esta edição. Boa leitura!

:: ANO 6 :: R$ 9,90 :: Edição 33

:: ANO 6 :: EDIÇÃO 33

Claudio Gora editor@locawebemrevista.com.br

:: www.locaweb.com.br ::

A Internet em Revista

::Chrome 17 ::Tipografia no CSS ::Webkit ::WebVTT

SUA EMPRESA NA INTERNET

Sua empresa na

internet

De advogados a médicos, passando por quem pretende vender algum produto ou consolidar uma marca, descubra o que a web oferece de melhor para impulsionar os mais variados tipos de negócio veja também

LOCAWEB

Novas profissões

Como conquistar um espaço no mercado de empregos abertos pelas mídias sociais

Cloud Computing

Comparativo da Locaweb auxilia na escolha da solução mais completa, eficiente e barata

Aplicativos multiplataforma

Passo a passo completo para você desenvolver apps que rodem em iOS, Windows Phone e Android

CapaLocaweb33.indd 1

4/2/12 5:03 PM

Aydano Roriz Luiz Siqueira Tânia Roriz Vivi Carrara

EditorialeSumario.indd 4

Locaweb em Revista Edição 33 VP Comercial e Marketing: Claudio Gora Coordenação de Comunicação: Luis Carlos dos Anjos Coordenação Editorial: Fernanda Brianezi Valim Editora Europa Editor e Diretor Responsável: Aydano Roriz Diretor Executivo: Luiz Siqueira Diretor Editorial e Jornalista Responsável: Roberto Araújo - MTb.10.766 araujo@europanet.com.br

Editores: Paulo Basso Jr. e Sérgio Vinícius Revisão: Cátia de Almeida Editor de Arte (projeto gráfico): Alexandre Dias (Nani) Colaboração: Adèle Helena Ribeiro, Felipe Magalhães, Fernanda Calgaro, Flávio Carneiro, Max Jahnke e Stefano Correia Publicidade São Paulo: publicidade@europanet.com.br Diretor de Publicidade: Mauricio Dias (11) 3038-5093 Executivos de Negócios: Alessandro Donadio (coordenador), Ângela Taddeo, Adriana Gomes,

Nesta edição... O melhor Cloud Computing do Brasil Comparação entre ferramentas oferecidas pela Locaweb e pela Amazon auxilia na escolha pela melhor empresa em armazenamento virtual Gabriel Dudziak

P

ioneira na oferta de Cloud Computing no Brasil, com serviços lançados em setembro de 2008, a Locaweb oferece hoje uma plataforma robusta, que já superou 15 TB de memória e 500 TB de storage em uso, divididos em milhares de servidores. Todo mês, inclusive, a empresa ativa cerca de 500 novos servidores e, com isso, impulsiona o crescimento do sistema.

No entanto, a Locaweb não é a única a oferecer Cloud Computing no País. Recentemente, a norte-americana Amazon passou a comercializar o produto por aqui. E a dualidade da situação gerou dúvidas no público. Para sanar essas questões e entender o que levou o serviço da Locaweb a crescer 35% apenas em 2011, vale a pena comparar a plataforma da empresa brasileira com a que é fornecida pela Amazon.

Por conta disso, o teste comparativo entre o produto da Locaweb e o da Amazon utilizou critérios como serviços inclusos nos pacotes, desempenho, modelo de cobrança, suporte técnico e, claro, o preço. Acompanhe:

Para isso, é preciso verificar alguns aspectos importantes do produto. Apesar de ser um fator decisivo na contratação, guiar a escolha apenas pelo preço não é suficiente para uma decisão segura. É o que afirma Carlos Mendonça, gerente de produtos Cloud Computing da Locaweb. “É preciso analisar o pacote completo de utilidades oferecidas: ferramentas necessárias que facilitem o trabalho do administrador de servidores, cobrança simplificada, experiência do provedor e confiança na reputação da marca. Todos esses fatores devem ser levados em conta, já que pode ser o começo de uma longa parceria.”

Locaweb X Amazon Comparativo

Pacotes Não é incomum encontrar operadoras de serviços, de diversas áreas, que oferecem serviços picados, forçando o cliente a contratar vários produtos para atender toda a sua necessidade. O problema desse formato é que geralmente encarece o preço final e o comprador acaba adquirindo itens que não desejava para conseguir

o que realmente precisa. No caso da Locaweb, já estão incluídos em todos os planos, inclusive nos mais baratos, 50 GB de espaço, 175 GB

48locaweb 48locaweb

::Novas profissões 40

LocawebXAmazon.indd 48

4/2/12 4:59 PM

LocawebXAmazon.indd 49

4/2/12 4:59 PM

capaempresa_online capaempresa_online

Sua empresa na

O

s recursos e as possibilidades para impulsionar negócios com a ajuda da internet são incontáveis. Das mais simples às mais sofisticadas, as ferramentas disponíveis na web estão todas à mão para serem exploradas: desde e-mail marketing, ações em redes sociais e loja virtual até atendimento via chat e Cloud Computing, só para citar algumas. Mas, assim como no mundo offline as estratégias de marketing variam conforme o público-alvo, no universo digital é a mesma coisa. Por isso, é preciso conhecer bem a rede para explorar o seu potencial de acordo com a área em que atua. “Diante da vastidão da internet, não há uma receita de bolo sobre quais caminhos seguir, mesmo porque o que funciona para um pode não ser a melhor solução para outro”, ensina Alexandre Marquesi, professor da pós-graduação em marketing digital da ESPM São Paulo. Usar as tecnologias adequadas ao seu negócio, portanto, é a chave para garantir maior exposição da marca ou do serviço, mais

internet A web conta com recursos para impulsionar todos os tipos de negócios e profissionais. Saber usar as ferramentas corretas da internet para colocar as suas ideias em prática, consolidar a sua marca ou profissão e atingir o público-alvo de acordo com o seu perfil são segredos para o sucesso Fernanda Calgaro

vendas, atendimento mais eficiente e clientes mais satisfeitos. E a relevância e o impacto da internet nos negócios não podem ser subestimados: são mais de 80 milhões de brasileiros com acesso à rede, de acordo com dados do IBOPE Nielsen Online. Dos 63,5 milhões que usam em casa ou no trabalho, 47,5 milhões foram usuários ativos em janeiro. A participação nas redes sociais também é expressiva, com 97% dos usuários navegando por sites como Facebook e Twitter, o que coloca o Brasil entre os países

Para certas áreas, como turismo, o site tem papel fundamental para atrair clientes

30locaweb 30locaweb

locaweb31 locaweb31

4/2/12 4:41 PM

MateriaCapa.indd 31

4/2/12 4:41 PM

:: Sua empresa na internet agora 30 ::Entrevista: Renato Opice Blum ............ 6 ::Caixa de entrada ................................... 8 ::Notícias ................................................. 10 ::Case e WebStore.................................. 16 ::Espaço ABRADI ................................... 20 ::Opinião: Bruno Domingues................. 22 ::Opinião: Marcelo Negrini .................... 24 ::Review: Google Chrome 17 ................ 26 ::Design: Tipografia no CSS .................. 44 ::Nova autenticação de e-mail .............. 52 ::Webkit................................................... 54 ::Aplicativos multiplataforma ............... 56 ::WebVTT................................................ 60 ::Estatísticas Locaweb .......................... 64 ::Parceiros ............................................... 66

Elisangela Xavier, Ligia Caetano, Renato Peron, Rodrigo Sacomani e Rose Alves Criação Publicitária: Paulo Toledo Tráfego: Renan Pereira (11) 3038-5097 Circulação e Promoção Gerente: Ézio S. Vicente Desenvolvimento de Pessoal: Tânia Marilia Ribeiro Roriz e Elisangela Tokashiki Locaweb em Revista é uma publicação da Editora Europa Ltda.

Teste comparativo entre o serviço da Locaweb e o da Amazon revela que a plataforma da empresa brasileira sai na frente em todos os quesitos

locaweb49 locaweb49

::Cloud Computing 48

MateriaCapa.indd 30

especialcloud_computing

e do departamento de comunicação e marketing da Locaweb Serviços de Internet. A Editora Europa não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios de terceiros. Distribuidor Exclusivo para o Brasil: Fernando Chignalia Distribuidora S. A. Rua Teodoro da Silva, 907 - CEP 20563-900 - Grajaú - RJ Impressão: Prol Editora Gráfica Somos Filiados à ANER Associação Nacional dos Editores de Revistas

4/2/12 6:27 PM

lwentrevista

Blum deixa claro que sites de buscas e outras páginas que oferecem conteúdo autoral sem permissão podem sofrer punições tal qual os usuários comuns

Internet sem pirataria Depois do fortalecimento das leis antipirataria, a web não é mais um terreno tão livre como antes. Limites foram impostos, e o especialista em direito digital Renato Blum explica quais são eles Flávio Carneiro

C

om a queda recente do Megaupload, gigante de compartilhamento, o mundo da internet tremeu e diversos sites que oferecem arquivos para download se viram diante das investidas do FBI, a polícia federal dos EUA. Aos usuários, ficou um sentimento de incerteza sobre o que pode acontecer com a liberdade de conteúdo na

internet. Para elucidar tais questões e deixar claro o limite de compartilhamento de material com direitos autorais, a Locaweb em Revista entrevistou o coordenador do curso de direito digital da FGV e presidente do Conselho de Tecnologia da Informação da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, Renato Opice Blum. Acompanhe:

6locaweb

Entrevista.indd 6

4/2/12 3:23 PM

lwentrevista

Locaweb em Revista: O endurecimento das leis de conteúdo na internet após as investidas do FBI, que levaram ao fechamento do Megaupload, pode levar à punição de usuários comuns que compartilham materiais na internet? Renato Opice Blum: Sim. Quando um usuário compartilha algum filme ou qualquer outro material autoral na internet está infringindo a licença desse conteúdo. E isso significa que ele está passível de multa. O valor da autuação é calculado de acordo com os números de cópias feitas, multiplicado pelo custo da unidade do produto no mercado. Além disso, o usuário que quebrar a licença também pode sofrer uma pena de um a quatro anos de reclusão. LW E se apenas quem adquiriu o material tiver acesso? RB Nesse caso, não há problema. Mesmo assim, existem algumas ressalvas a serem feitas. O usuário que compra os produtos pode usufruir deles normalmente, mas criar qualquer tipo de cópia, virtual ou física, como passar as músicas de um CD para o computador, não é permitido. LW Um dos objetivos da SOPA e da PIPA – projetos que tramitaram no Congresso dos EUA visando alterações na forma de combate à pirataria na internet – era responsabilizar os buscadores pelo conteúdo ilegal. Até que ponto as plataformas podem ou devem arcar com isso? RB Os sites de buscas e outras páginas podem ser corresponsabilizados pelas infrações, tal qual os usuários. Mas, para que isso aconteça, primeiramente é preciso que seja comprovado que as empresas sabiam o que estava acontecendo. Por isso, antes de entrar com um processo jurídico, as produtoras de conteúdo costumam notificar os servidores de que encontraram uma violação. Se nada for feito, esses sites podem ser acionados na Justiça. LW Sob a óptica do direito, a comparação entre as empresas de busca de conteúdo e as fabricantes de armas é justa? De acordo com a analogia, as fábricas de armas não são responsáveis pelos assassinatos dos clientes que compram as armas, pois as fabricantes alegam que não influenciam o manuseio das armas. RB Essa comparação não se aplica, porque a questão das armas parte da premissa de que as fabricantes já sabem o que será feito com o material produzido antes

mesmo de o consumidor o adquirir. No caso das empresas de internet, é preciso avisá-las primeiro.

“Antes de entrar com um processo jurídico, as produtoras de conteúdo costumam notificar os servidores de que encontraram uma violação. Se nada for feito, esses sites podem ser acionados na Justiça”

LW Se outras pessoas assistirem a um filme após alguém adquiri-lo legalmente, pode-se dizer que está ocorrendo uma violação de direitos autorais? RB A legislação brasileira permite que esses produtos sejam reproduzidos livremente em ambientes familiares, sem nenhum fim lucrativo. Há alguns processos na Justiça a respeito de cobranças de direitos autorais de músicas que tocam em festas de casamento. Até hoje, os juízes deram ganho de causa para os usuários, pois consideram os casamentos ambientes familiares.

LW Os bares e estabelecimentos comerciais usam conteúdo das emissoras de TV para atrair público e ganhar dinheiro. Como funciona a questão dos direitos autorais nesses casos? RB Para que os bares e outros estabelecimentos comerciais possam usar esse recurso, é preciso pagar uma taxa para o ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição). Se essa tarifa não for recolhida, o órgão pode multar o estabelecimento e exigir que a reprodução seja cancelada. LW O que acontece nos países mais ricos costuma repetir em todo o mundo. Você acredita que outros países, inclusive o Brasil, seguirão os passos dos EUA no endurecimento das leis de combate à pirataria na internet? RB As legislações tendem a ser atualizadas com o tempo. A brasileira é relativamente nova, de 1998. Mas, nesse caso, é preciso que a lei seja revista. Já existem algumas ações no Brasil para atualizar as leis, mas nada tão polêmico quanto a PIPA ou a SOPA. Uma das propostas é permitir que o usuário possa fazer cópias do produto para uso próprio. Mas ainda haverá muitas discussões sobre todos esses assuntos.

locaweb7

Entrevista.indd 7

4/2/12 3:23 PM

lwcaixa_de_entrada //O canal direto entre você e a equipe de redação da Locaweb em Revista

Universitário Estou entrando em contato já que fiquei interessado na matéria “Desenvolva para equipamento móveis” da edição 25. A qual, por sinal, achei bem completa e interessante. Na matéria, foi comentado que, no caso dos universitários, a aquisição de uma licença de desenvolvedores iOS é de graça. Estou começando a desenvolver para iOS e sou universitário. Como posso adquirir essa licença? Alejandro Mangione // Por e-mail Para entrar no programa gratuito de desenvolvimento para universitários da Apple, é preciso, após ter uma iD

da Apple, se cadastrar no endereço https://developer. apple.com/programs/ios/ university. Nesse site, há todos os caminhos das pedras. Lá você encontra o último SDK, exemplos de códigos, vídeos de introdução e um vasto material em PDF para aprender os primeiros passos de programação. É material suficiente para alguns dias de aprendizado antes de comprar a versão paga do sistema. Só que tudo que há por lá está em inglês.

MKV Recentemente, recebi um material em uma extensão chamada MKV. Tentei rodar em players, abrir em editores de texto, em gerenciadores de imagem, mas ele não funciona em

lugar algum. O que é esse arquivo e como faço para ter acesso aos dados em seu interior? Paulo Lara Gusmão// Por e-mail MKV é uma extensão multimídia, que normalmente está ligada a conteúdo de áudio e vídeo, Atualmente, não são muitos players que conseguem reproduzir o formato. Entretanto, programas robustos e com diversos codecs incorporados, como o VCL Player e o KMplayer, conseguem rodar esse tipo de extensão sem quaisquer problemas. Outro inconveniente de arquivos multimídia gerados nesse formato é que raramente equipamentos domésticos, como televisores e Site da NIC.br: organização sem fins lucrativos coordena diversas áreas da internet no País

ENVIE SEU E-MAIL Se você tem alguma dúvida, sugestão ou crítica, entre em contato com nossa redação pelo e-mail locaweb@ europanet.com.br.

players de blu-ray ou DVD entendem o MK. Sendo assim, é praticamente impossível reproduzir seu conteúdo diretamente na TV; a não ser via notebook, quando conectado diretamente no eletrônico, por meio de cabos HDMI e similares.

NIC.BR Regularmente, leio reportagens sobre domínios de internet e sempre é citada uma organização chamada NIC.br. O que é isso? Anna Paul York// Por e-mail O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (www.nic.br) é uma entidade, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. O NIC.br coordena o registro de nomes de domínio (www.registro.br), estuda, responde e trata incidentes de segurança no Brasil (www.cert.br) e verifica e pesquisa tecnologias de redes e operações (www.ceptro.br).

8locaweb

Email.indd 8

4/2/12 4:16 PM

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:44 Pรกgina 1

lwnotícias //As novidades da Locaweb, a maior empresa de serviços de internet do Brasil

Prepare-se para crescer no mercado virtual Entenda como o cloud computing pode ajudá-lo a empreender e aproveitar as oportunidades de negócios na internet

S

e você já tem ou quer começar um projeto, sabe que garantir sua presença online é sinônimo de aproveitar as oportunidades que a internet oferece. Por isso, é muito importante escolher um ambiente de hospedagem que não limite suas possibilidades de crescimento e que não exija mais atenção ou investimento que o próprio negócio. O que antes era visto por empreendedores como uma dor de cabeça – que logo imaginavam a necessidade de uma área especializada de TI,

Por que colocar seus negócios no Cloud Server Pro: Suporte técnico ilimitado Atendimento em português, sem limite para a quantidade de contatos e sem nenhum custo adicional, disponível 24 horas por

Solução de Cloud Computing da Locaweb que oferece elasticidade para seu ambiente de TI

investimento em equipamentos, gastos com a manutenção e atualização de hardware e software, além dos riscos envolvidos nesta operação – passou a ser algo facilmente resolvido com a oferta de infraestrutura como

serviço (do inglês, infrastructure as a service ou IaaS).

dia e 7 dias por semana para tirar todas as suas dúvidas.

Pacote completo de funcionalidades Não é necessário se preocupar em montar sua infraestrutura: os planos são pré-configurados e já incluem todas as funcionalidades que um administrador de servidores precisa, como Snapshots e Templates, para facilitar a criação e a manutenção das máquinas.

Controle de custos O modelo de cobrança é simples, fácil de entender – ao final do mês, você sabe exatamente quanto vai pagar. Você evita surpresas com a fatura e ganha mais controle financeiro sobre os gastos com TI.

“Fomos pioneiros em lançar Cloud Computing ao Brasil em 2008. Desde o início, atendemos às pequenas e médias empresas,

10locaweb

Noticias 2.indd 10

4/17/12 5:32 PM

lwnotícias

principalmente porque os primeiros a adotar a inovação são sempre aqueles que têm menos recursos disponíveis. O Cloud possibilitou a estas empresas o acesso a uma enorme capacidade computacional a um preço que pela primeira vez era acessível para elas”, diz Gilberto Mautner, CEO da Locaweb. O Cloud Server Pro, produto de Cloud Computing da Locaweb que nasceu em 2008 e já está em sua segunda geração, é uma solução robusta e elástica para o ambiente de TI deste porte de empresa. Robusta porque comporta hospedar sites e aplicações web, como lojas virtuais, bancos de dados, sistemas de gestão empresarial e aplicativos de forma geral, com alto desempenho, disponibilidade e segurança, graças à exclusividade garantida de processamento, memória e espaço em disco para cada usuário. Elástica porque uma das principais características do Cloud Server Pro é a flexibilidade para configuração e reconfiguração dos servidores de acordo com a demanda. Isso significa que não é mais necessário superdimensionar sua infraestrutura – e pagar por ela – prevendo o crescimento em médio e

Foco no core business O Cloud Server Pro proporciona total autonomia no gerenciamento do servidor. Mas, caso prefira deixar a gestão e a monitoração da infraestrutura com uma equipe profissional e especializada, a Locaweb também oferece este serviço.

longo prazos. Basta ajustar os recursos conforme precisar, o que é ideal para empresas que estão em ascensão. Além disso, o Cloud Server Pro oferece um custo-benefício adequado para a realidade das empresas brasileiras a partir de uma mensalidade fixa, que começa em R$ 149.

O Cloud Server Pro na prática: Case Teleton / O Teleton é a campanha da AACD, transmitida pelo SBT, que tem o intuito de arrecadar fundos para assistência a deficientes físicos sem condições financeiras para obter um tratamento. Desafio: Hospedar o site do Teleton para suportar os picos de acessos e oferecer alta capacidade para processar transações financeiras sempre que o apresentador Silvio Santos e outros artistas mais famosos estavam no ar. Resultados: Alta performance e alta disponibilidade garantiram um serviço de qualidade em praticamente 100% do tempo. Isso permitiu melhor aproveitamento dos acessos e resultou no crescimento de 200% nas doações via internet.

Infraestrutura de ponta Com qualidade de infraestrutura seguindo padrões internacionais, a Locaweb possui 2 Data Centers no Brasil e um em Miami, que contam com equipamentos de última geração e garantem redundância, segurança e alto desempenho.

Venda mais no Dia das Mães

Para auxiliar o micro, pequeno e médio empreendedor, a Locaweb criou a Campanha para o Dia das Mães, que reúne soluções para impulsionar ainda mais as vendas nesta época do ano. Além de ferramentas como WebStore, WebChat, WebDesk, Email Marketing, PABX Virtual e hospedagem de sites com construtor, o site da campanha engloba dicas para e-commerce e depoimentos de clientes que alavancaram seus negócios pelas soluções Locaweb. Conheça mais em www.locaweb.com.br/vendamais.

Conheça o

Criador de Sites

A Locaweb acaba de desenvolver uma nova solução para micro e pequenos empresários, o Criador de Sites. Uma nova ferramenta fácil de usar, desenvolvida para todos que desejam ter uma página na internet sem se preocupar com questões técnicas e altos investimentos. Com planos a partir de R$ 29 ao mês, a solução oferece tudo que é necessário para colocar um site no ar. O Criador de Sites possui uma biblioteca gratuita de temas e imagens de alta qualidade, com uma forma intuitiva para inserção e edição de textos, o que facilita a utilização. Além disso, a solução já inclui a hospedagem das páginas, registro de domínio grátis no 1º ano, ferramenta de Email Marketing inclusa e suporte grátis ilimitado. Para conhecer acesse: www.locaweb.com.br/site locaweb11

Noticias 2.indd 11

4/17/12 5:32 PM

lwwishlist

O melhor da vitrine digital O que há de mais interessante nas prateleiras ao redor do mundo NOVO IPAD

A terceira geração do iPad, da Apple, chegou mais espessa e pesada do que a versão anterior, contando agora com 9.4 mm e 635 gramas. O maior destaque é o processador Apple A5X com gráficos quad-core, que promete respostas mais rápidas. Outra característica que chama a atenção é a nova tela touchscreen, que, apesar de manter o mesmo tamanho dos modelos anteriores, com 9,7 polegadas, melhorou a definição graças ao Retina Display, recurso que trabalha com 254 pixels por polegada. Assim, o novo iPad terá capacidade para rodar mídias e aplicativos com resolução de 2.048 x 1.536 pixels. O preço sugerido nos EUA do modelo mais simples, de 16 GB, é de US$ 499. Mais informações: www.apple.com

O BOM E VELHO TECLADO

Ainda que sejam os gadgets do momento, os tablets apresentam um problema ergonômico na hora de digitar textos longos. Para superar essa dificuldade, uma boa saída é contar com teclados externos, como o Ultra-Slim Bluetooth Wireless Mobile Keyboard, da Verbatim. O teclado, bem compacto, comunica-se com os tablets por meio de conexão Bluetooth e permite digitar de maneira tradicional. Disponível nos EUA nas cores branca ou preta pelo valor de US$ 50. Mais informações: www.verbatim.com

12locaweb

WishList.indd 12

4/2/12 3:34 PM

lwwishlist

BATERIA EXTRA PARA IPHONE

A Energizer criou uma capa de silicone para iPhone 4 e 4S com dupla função: além de proteger o aparelho, conta com uma bateria de lítio recarregável acoplada, que permite ao usuário falar até cinco horas a mais ao telefone, o dobro do tempo de uma bateria comum. Para usá-la, basta encaixar o aparelho no dispositivo da capinha e, quando quiser acionar a bateria extra, clicar no botão on/off. Para recarregar, basta conectar o dispositivo a uma porta USB ou ao adaptador original do iPhone. O preço sugerido no Brasil é de R$ 230. Mais informações: www.inovarbusiness.com.br

CÂMERA COM MONITOR TOUCHSCREEN

A Samsung MV800 é uma câmera fotográfica digital que tira fotos com resolução de 16,1 MPixels, possui zoom óptico de 3x e é capaz de gravar vídeos com resolução HD (1.280 x 720 pixels). A grande inovação é o fato de seu monitor LCD 3’’ touchscreen ser articulado no eixo horizontal com movimentação de até 180º. Dessa forma, a tarefa de registrar fotos em ângulos pouco convencionais torna-se muito mais fácil. Para fazer autorretratos, por exemplo, em vez de esticar o braço e apertar o disparador, basta programar a câmera com o timer e regular o monitor para se enquadrar na foto. No Brasil, a câmera está à venda por cerca de R$ 1,1 mil. Mais informações: www.samsung.com.br

DOCK ATRAENTE

O OnBeat é a opção da JBL no segmento de equipamentos de som compatíveis com aparelhos da Apple, inclusive o popular tablet iPad. Com design atraente, oferece potência sonora de 15 watts RMS. O controle das funções pode ser feito a partir de teclas sensíveis ao toque, assim como pelo controle remoto. A conexão com outros aparelhos de áudio é assegurada graças à presença da entrada P2. Além disso, a solução da JBL pode ser conectada a uma TV para a exibição de vídeos armazenados no iPhone, por exemplo. Futuras atualizações de firmware que aprimorem as funções do aparelho poderão ser feitas via USB. O dock para aparelhos da Apple é flexível. Está disponível pelo valor de R$ 800. Mais informações: www.jbl.com/pt-br

locaweb13

WishList.indd 13

4/2/12 3:34 PM

lwwishlist

PC COMPACTO

Hoje, o PC deixou de ser um equipamento de trabalho e chegou até ao home theater. Uma boa opção para esse propósito é o compacto Ideacentre Q180-31102AU, da Lenovo. O computador oferece processador Intel Atom, HD de 500 GB, 4 GB de RAM e conexões USB 3.0, VGA e HDMI. Além do uso como um PC tradicional, ele também é indicado para ser usado como um media player, ou HTPC (Home Theater PC), já que possui leitor de blu-ray. À venda nos EUA por US$ 450. Mais informações: www.lenovo.com

ÁUDIO E ARTE

O Soundsticks III da Harman Kardon é um sistema de som que tem duas caixas de som compostas de quatro pequenos alto-falantes cada, além de um subwoofer. Com potência sonora de 40 watts RMS, é uma excelente pedida para ser conectado a computadores, mas também é compatível com qualquer equipamento de áudio por meio da conexão P2. O controle de volume é feito por comandos sensíveis ao toque. O aspecto que mais chama a atenção, no entanto, é seu design elegante e arrojado. À venda por R$ 1 mil. Mais informações: br.harmankardon.com

MP3 AQUÁTICO

O SwiMP3 2G, da norte-americana Finis, é a solução para que os esportistas possam curtir músicas enquanto praticam natação. O aparelho é um MP3 player com 2 GB de armazenamento e conta com um diferencial muito interessante: é à prova d’água. O equipamento pode ser preso a quaisquer óculos de natação e a geração do som ocorre por condução óssea, o que dispensa o uso de fones de ouvidos. Pode ser encontrado nos EUA por US$ 150. Mais informações: www.finisinc.com

14locaweb

WishList.indd 14

4/2/12 3:34 PM

lwwishlist

CARREGADOR SOLAR

Quando a bateria de um portátil acaba em algum local sem acesso a energia elétrica, os usuários se sentem desamparados. A Piggyback Solar Powered Gadgetbag, da Neon Green, é uma mochila para ser usada nessas situações. Na parte traseira, ela tem um painel para captação de energia solar que fornece carga de até 1.000 mAh, suficiente para recarregar um iPhone, por exemplo. A mochila conta até com bateria reserva para os dias sem sol. Custa US$ 120 e está disponível em várias cores. Mais informações: www.goneongreen.com

SSD DE ALTO DESEMPENHO

O SSDNow V+200, cartão SSD (Unidade em Estado Sólido) desenvolvido pela Kingston, é um recurso de armazenamento de dados ideal para pequenas e médias empresas, integradores de sistema e gamers. O dispositivo usa as controladoras SandForce e tem interface SATA Rev. 3.0 de segunda geração com velocidade de até 6 GB/s, que, combinado ao NAND Asynchronous, opera com velocidade de leitura de até 535 MB/s e 480 MB/s de gravação. No campo da segurança, o SSDNow V+200 faz a criptografia de todos os arquivos, o que possibilita a recuperação e inibe o acesso de invasores. O equipamento está disponível em cinco capacidades, de 60 GB a 480 GB, com preços que variam de R$ 425 a R$ 3.275. Mais informações: www.rim.com

TV E MONITOR LCD DE LED FULL HD

O LE22H138 da AOC conta com painel LCD de LED com resolução Full HD (1.920 x 1.080 pixels), brilho de 300 cd/m2 e frequência de 60 Hz. Entre as conexões disponíveis, estão HDMI, vídeo componente, vídeo composto e VGA. O design da TV e monitor conta com elegante acabamento translúcido e foi ganhador de diversas premiações no exterior. Pode ser encontrado nas lojas por R$ 900. Mais informações: www.aoc.com.br

locaweb15

WishList.indd 15

4/2/12 3:34 PM

lwcase //Ações criadas pelos clientes da Locaweb para melhorar o dia a dia online

Segurança na internet Site Blindado se dedica a tornar a web um ambiente mais seguro e protegido para empresas e usuários Flávio Carneiro

E

ndereços, telefones e números de cartões de crédito vinculados a compras online, contas bancárias, senhas, documentos... Quase todo mundo tem algum dado pessoal atrelado à internet, o que levou a rede a se transformar em uma mina de ouro

virtual capaz de atrair um bocado de ações nocivas, como vírus, hackers, malwares e outras pragas. Dentro desse cenário, quem tem um site viu a segurança se tornar um fator decisivo para o sucesso do negócio, pois uma das principais questões levadas em conta pelos

internautas no momento de fazer um cadastro ou uma compra online é a confiabilidade que a página demonstra. De olho nesse mercado, empresas especializadas em defender informações pessoais e resguardar os clientes e sites que trabalham com bytes sigilosos se transformaram em figuras importantes no mundo da internet. É o caso da Site Blindado, que desenvolve esse papel ao oferecer ferramentas de segurança para clientes corporativos – entre elas a Blindagem Anti Malware, solução que avalia se um site está infectado e está disponível para os clientes da Locaweb. “A Site Blindado analisa todas as páginas de um site. Entre os milhares

NA DEFESA

Empresa: Site Blindado URL: www.siteblindado.com Área: segurança web

Na homepage da Site Blindado, há uma cartilha com dicas sobre como navegar com segurança. “Com o crescimento das vendas online, os consumidores ficaram carentes de informações sobre quais sinais devem ser observados na hora de descobrir se um site é confiável ou não. Por isso, não voltamos o foco apenas aos clientes corporativos. Nossa missão é criar um ambiente online mais seguro para empresas e pessoas”, afirma o diretor comercial da Site Blindado, Bernardo Carneiro.

16locaweb

Case.indd 16

4/2/12 4:00 PM

lwcasesite_blindado

“Ao efetuar o monitoramento, demonstramos ao usuário que ele está em um ambiente blindado” ::Bernardo Carneiro Diretor comercial da empresa

de testes que aplicamos, existem as análises das situações que, de alguma forma, podem expor o consumidor a algum risco. Ao efetuar constantemente o monitoramento das páginas, podemos demonstrar ao usuário (cliente) do site que ele está em um ambiente blindado e não corre riscos de invasão e roubo de dados durante sua compra online, por exemplo.”, explica Bernardo Carneiro, diretor comercial da empresa.

O site Na homepage da Site Blindado, a apresentação do ambiente web e a função da segurança em um e-commerce são expostas de forma simples em um vídeo que fica localizado no canto esquerdo da página. A animação conta com gráficos didáticos, que ilustram os

ataques de bytes maliciosos aos computadores com fantasmas e outras criaturas. O vídeo também explica as melhorias que o serviço da Site Blindado pode proporcionar à loja virtual do cliente. Centralizado na página principal, há um link em que estão organizados os detalhes sobre os conceitos de blindagem virtual da empresa. Com o gancho da comparação entre blindagem de carros e o procedimento na web, o site expõe os planos disponíveis para contratação e mostra quais aplicativos estão incluídos em cada um deles.

Barra de navegação O primeiro elemento que aparece na barra de navegação do portal da Site Blindado é dedicado a informações institucionais, incluindo dados

que contam a história, a relação da companhia com os investidores e quem são os parceiros da corporação. Depois de mostrar ao internauta quem é a empresa, o site oferece ao consumidor um link que apresenta uma lista de serviços e produtos desenvolvidos pela companhia. Basta clicar em cada um deles para obter detalhes e conhecer com mais profundidade as ferramentas disponíveis. Ao lado dos itens que são comercializados, aparece uma lista dos clientes da companhia. Divididas em categorias de e-commerce, provedores de serviços e datacenters, há mais de 50 marcas. Além disso, existe uma área reservada para os depoimentos de alguns desses parceiros, inclusive com declarações de profissionais. Vale conferir.

GAME DO PHISHING Algumas seções da homepage da Site Blindado oferecem um link para acesso a uma ferramenta interativa sobre a prática de phishing (sites fraudulentos que tentam se passar por outros para capturar dados). Trata-se de um game (goo.gl/bmlAs) que traz uma série de comparações entre sites originais e falsos. O objetivo é descobrir qual é o verdadeiro, como em um jogo de sete erros. No fim da jornada, uma animação explica que algumas vezes é difícil descobrir qual é o site verdadeiro e um software desenvolvido pela empresa é capaz de auxiliar o cliente, deixando a barra de endereços original com um fundo verde.

locaweb17

Case.indd 17

4/2/12 4:00 PM

lwcasewebstore

Sua loja AQUI! Se você também tem uma WebStore

Locaweb e deseja aparecer nesta seção, entre em contato conosco por meio do e-mail locaweb@europanet.com.br. Aguardamos seu contato!

www.paixaoeditores.com

O SITE Ao acessar o site da Paixão Editores, o internauta encontra um menu com informações institucionais da editora, como apresentação, contato e acesso de imprensa. É lá também que está a opção Livraria, que leva diretamente à WebStore (dir.), onde é possível ver livros em destaque e um menu de navegação que facilita busca e compra do produto de interesse.

18locaweb

CaseWebstore.indd 18

4/2/12 4:01 PM

lwcasewebstorepaixao_editores

Paixão Editores Ferramenta de loja virtual da Locaweb faz editora de livros jurídicos e contábeis ampliar oportunidades de negócios

N

o início de 2011, a Paixão Editores, editora especializada em livros jurídicos e contábeis, começou a comercializar os seus próprios títulos por meio da internet. Alguns dos fatores que levaram a editora até esse novo mercado foram o alto crescimento do e-commerce no Brasil e, sobretudo, o número cada vez maior de pessoas conectadas à internet. E foi com o auxílio da WebStore Locaweb, solução de loja virtual oferecida pela empresa, que a Paixão Editores se lançou no mundo virtual. Presente no mercado há 21 anos e com larga experiência em produção, diagramação e revisão de conteúdos jurídicos, além do desenvolvimento de projetos para a publicação de obras encomendadas (portfólio) e voltadas para a área médica, a Paixão Editores iniciou as atividades prestando serviços de digitação, revisão e diagramação para grandes editoras. Recentemente, aliou as oportunidades que o mercado oferecia à experiência adquirida ao longo dos anos e passou a editar seus próprios livros. A partir da necessidade de criar um canal de vendas, a empresa, que já tinha o seu site hospedado na Locaweb, realizou pesquisas no

Após quase um ano de contratação da WebStore, a Paixão Editores incrementou o volume de vendas, reduziu custos e gerou mais rentabilidade mercado para a contratação de um serviço de loja virtual. Tendo em vista as facilidades geradas pela WebStore Locaweb, além das ótimas referências pessoais relatadas pelos parceiros e a satisfação com o serviço já prestado pela empresa de hospedagem, a editora reforçou sua ideia inicial e teve a certeza de que a escolha certa seria pelo serviço da Locaweb. Ao completar quase um ano de contratação do serviço, a Paixão Editores já conseguiu incrementar o volume de vendas e reduzir custos de operação, já que praticamente todo o processo é feito via internet. Consequentemente, gerou mais rentabilidade para a empresa. Hoje, a WebStore Locaweb da Paixão Editores já ultrapassa 30% das vendas totais da empresa. Entre em www. paixaoeditores.com e confira.

locaweb19

CaseWebstore.indd 19

4/2/12 4:01 PM

lwopinião

espaçoabradi

Por que não aqui? C

Marcello Barbusci Autor do blog barbusci.com.br E-mail: marcello@barbusci. com.br Twitter: @mbarbusci

Não importa o tamanho da sua empresa e quantos funcionários você tem dentro ou fora dela. O que importa é o quanto você é bom para gerar soluções para os clientes

ada vez mais temos ferramentas disponíveis para divulgar, administrar e monitorar o nosso empreendimento. Independentemente do setor, tudo está ao nosso dispor. Não importa o tamanho da sua empresa, do seu negócio. O que mais interessa é o bom atendimento para gerar ótimos resultados. Na prática, entretanto, a verdade não é bem essa. Lá fora, as coisas já funcionam de maneira diferente há algum tempo. No ano passado estive em Londres visitando um amigo que é dono de uma agência digital e reparei que ele havia reduzido o número de funcionários perante o que eu havia presenciado em 2010, quando o conheci. Causou-me um pouco de estranheza ver a agência com espaços ocupados por pufes e telões de LCD, onde antes havia pessoas com seus desktops. Mas há uma razão para tudo isso: hoje, meu amigo trabalha com as mesmas pessoas que antes ficavam em sua agência presencialmente, porém, agora, elas estão cada um no ambiente que melhor lhes convém. Isso mesmo, trabalham de casa, dos pubs e por aí vai. Ele manteve a gerência na agência e colocou a mão de obra especializada para trabalhar online. Como os funcionários já atuavam com remuneração

fixa somada a uma variação por resultados, ele simplesmente manteve o mesmo padrão e deu mais qualidade de vida para todos. Hoje, a equipe se reúne na agência apenas para os famosos “torós de ideias” (brainstorm) e, por vezes, fazem isso em pubs ou via Skype. Mas qual é a relação da minha viagem e do meu amigo londrino com as ferramentas disponíveis que comumente tratamos neste espaço? Toda, eu diria. Pois foi por conta de uma pesquisa no Google que eu o conheci, abri um contato via Facebook e tive a chance de descobrir que uma das melhores agências da Inglaterra, que atende a grandes empresas, como Honda Motos, usa ferramentas digitais para gerar ótimos resultados. Então, não importa o tamanho da sua empresa e quantos funcionários você tem dentro ou fora dela. O que importa hoje em dia é o quanto você é bom para gerar soluções para os clientes. Mas tudo isso tem funcionado bem no mercado externo, não se esqueça disso. E por que não aqui? Simplesmente porque nossos empresários ainda não abriram os olhos para isso ou porque já tiveram péssimas experiências anteriores com prestadores irresponsáveis. Cabe a nós, pequenos empresários, mostrarmos que essa experiência pode ser diferente.

20locaweb

ColunaABRADI.indd 20

4/2/12 4:03 PM

lwopinião

mercado

Segurança na nuvem:

mitos e verdades A Bruno Domingues Arquiteto de soluções sênior E-mail: bruno.domingues@ intel.com

Arquiteto sênior de soluções da Intel e Gilberto Mautner, CEO da Locaweb, irão compartilhar informações sobre Cloud Computing nas próximas edições e webcasts. Fique atento às novidades

eletricidade mudou o mundo no século 19. Substituiu nas indústrias o trabalho manual e as máquinas a vapor. Nos espaços urbanos, as lâmpadas de querosene foram substituídas por elétricas. Porém, a energia era gerada de forma privada, por cada empresa, por meio de geradores adquiridos da General Eletric, empresa fundada por Thomas Edison. A verdadeira revolução veio com a criação das redes elétricas, oferecendo energia para as empresas e cobrando pelo consumo de cada uma. Mais tarde, novas formas de tarifação foram criadas para explorar o máximo da sua infraestrutura: taxas menores pela energia consumida de madrugada e sobretaxas nas horas de pico. Consequentemente, a energia gerada em uma empresa não tinha como competir com o ganho de escala oferecido pela rede elétrica, o que mais tarde chegou aos domicílios e viabilizou a refrigeração, a conservação de alimentos, o surgimento de supermercados e o estabelecimento da vida moderna. Foi a rede elétrica, não necessariamente a energia, que realmente mudou a vida das pessoas. A computação em nuvem é uma realidade hoje e o ganho de escala provido

é inquestionável. Porém, diferentemente da energia elétrica, que é uma commodity, a informação de uma empresa não é, em muitos casos, o diferencial competitivo. Portanto, como ter o ganho de escala ao mesmo tempo em que se mantêm seguras as informações? Primeiro, é preciso desconstruir a ideia de que qualquer informação na nuvem não está segura. Na verdade, em vários aspectos é na nuvem que se consegue mais resistência à indisponibilidade. As melhores oportunidades residem na garantia de sigilo, integridade e auditoria. No entanto, mesmo essas áreas seguras têm apresentado evolução nos últimos anos, como é o caso dos pools de computadores seguros, que permitem validação via hardware da integridade do hypervisor pela instrução Trusted Execution Technology (i.e. TXT) e o teste da integridade de cada máquina virtual de forma independente. Essa abordagem permite a uma mesma infraestrutura compartilhar serviços com níveis de criticidade distintas. Apesar dos avanços, ainda há espaço para melhorias. O fato é que a computação em nuvem tem o potencial de trazer grandes receitas. Basta para isso dosar bem o risco e os ganhos. E, sem dúvida, são essas expertises que trarão o resultado competitivo positivo.

22locaweb

ColunaMercado1.indd 22

4/2/12 4:04 PM

lwopinião

mercado

Conheça o cliente e aumente suas vendas M

Marcelo Negrini Diretor de expansão internacional da X.Commerce E-mail: mnegrini@x.com Dúvidas: www.formspring. me/mnegrini

Saber como o cliente médio se comporta no e-commerce vai ajudá-lo a fazer a “sintonia fina” de seu site e vender muito mais

esmo à distância, é possível conhecer o cliente eletrônico. A diferença é que a maior parte dos dados que você vai levantar é coletiva, vinda de pesquisas. E o fato é que saber como o cliente médio se comporta no e-commerce vai ajudá-lo a fazer a “sintonia fina” de seu site e vender muito mais. Aqui, segue um perfil comum do cliente de 2012:

• É egoísta. Por isso, a sua loja deve falar a linguagem do cliente, não a sua. A tarefa mais difícil para varejistas eletrônicos é pensar de fora para dentro, mas essa mudança de pensamento pode multiplicar as vendas em mais de dez vezes. • É visual. Por isso, faça com que a parte superior das páginas seja rica em fotos e vídeos. Mesmo que você use muito texto para otimizar sua posição em busca, organize a informação de modo que o cliente chegue “devagar” aos grandes textos. • Gosta de padrões. Boas lojas conseguem um balanço entre a segurança de uma navegação consistente e a oferta de surpresas em pontoschave. Use a criatividade nas homes do site e seja muito consistente desde o momento de colocar o produto no carrinho até o fechamento da compra.

• É atraído por contrastes. Por isso, sua loja deve sempre ter banners, destaques de produtos, carrosséis e outras formas interativas de experimentar ofertas. Evite só listar produtos com ferramentas padrões de sua plataforma. • Gosta de fatos. Não gaste espaço com adjetivos como “revolucionário” ou “inovador”. Fale dos produtos de maneira concreta e evite usar palavras que possam ser mal interpretadas. • Tem memória péssima. Por isso, use todas as ferramentas possíveis para lembrá-lo de produtos que viu anteriormente, mas não comprou. De e-mail marketing a retargeting, vale tudo. É mais fácil dar o empurrão final do que começar um novo funil de conversão. • Cria cegueira onde não deve. Aqui mora a maior dor de cabeça do varejista eletrônico. Banners tradicionais, em formatos e lugares repetidos, “desaparecem”. Você deve investir em design e usabilidade, incluindo testes de cliques.

• Gosta dos primeiros resultados. Por isso, a busca no seu site deve ser inteligente. Deve ser exibido nos primeiros resultados o que você quer vender e não o que um algoritmo decide que deva aparecer.

24locaweb

ColunaMercado2.indd 24

4/2/12 4:03 PM

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:45 Pรกgina 1

lwreview

Programa: Chrome 17 Fabricante: Google Site: www.google.com/chrome

//Os últimos lançamentos e novidades quando o assunto é software

Novo Google Chrome 17 Upgrade é automático para quem usa o browser. Novos usuários podem baixá-lo na página oficial

Navegador chega à nova versão com melhorias no desempenho e quase nenhuma mudança no visual Flávio Carneiro

O

s fãs da franquia Google de navegação na internet têm uma ótima notícia para comemorar: o Google Chrome 17 saiu da fase beta de desenvolvimento pelo fabricante e passou a ser instalado automaticamente assim que o usuário roda o navegador. O

browser terminou de ser assado e saiu quentinho do forno com novidades que buscam melhorar o desempenho na hora de abrir páginas e ampliar a segurança do computador contra infecções. Já a cobertura do Chrome continua a mesma, mantendo a interface simples e funcional, com alterações

O NÚMERO 1 As modificações da versão 17 do Chrome chegam para melhorar um software que entrou no mercado em 2008, quando o Internet Explorer ainda liderava a briga em número de usuários. E, desde que apareceu para dividir o público com o Firefox e o IE, não parou de crescer. Em 2011 o programa deixou os concorrentes para trás, e a versão 15 do navegador assumiu a posição de mais utilizada no mercado, com 26,5% de preferência entre os usuários, de acordo com o site de estatísticas da internet StatCounter.

26locaweb

ReviewChrome.indd 26

4/2/12 4:09 PM

lwreviewchrome 17

Quase nada mudou na interface e na barra de navegação superior do navegador, que continua apostando na simplicidade

perceptíveis apenas aos internautas mais detalhistas e atenciosos. Ou confeiteiros experientes. O maior destaque em meio às novidades da 17ª versão do navegador da Google é o aprimoramento na hora de carregar os sites. A tecnologia, batizada de Instant Pages, verifica o que está sendo digitado na barra de endereço e cruza as informações com as páginas preferidas do usuário. Dessa forma, o navegador consegue prever qual será o site acessado e o carregará em background, antes que o usuário execute a solicitação. Caso o programa acerte na escolha, o carregamento das informações será muito mais rápido. No blog oficial do Chrome, Noé Lutz, o engenheiro de software e vigilante de malware da Google, comparou o processo a uma lanchonete que já conhece o lanche preferido do cliente e deixa o produto pré-pronto. Assim, consegue atender ao pedido com mais eficiência e agilidade.

MAIS APLICATIVOS Um dos atrativos do software para cativar o público é a oferta abundante de aplicativos e extensões que podem ser instalados no navegador, deixando o browser com as preferências de quem está utilizando. Além disso, os aplicativos também servem para suprir eventuais falhas do Chrome ou turbinar suas funções. A gama de acessórios virtuais para o Chrome pode ser encontrada na Chrome Web Store, que reúne extensões de vários tipos, inclusive as gratuitas. A loja virtual já está disponível para os brasileiros em português.

alerta será exibido na tela. A lista de correções e melhorias aplicadas pode ser acessada no link bit.ly/wb2Jlk.

Interface Como é de praxe, o Chrome manteve a interface praticamente inalterada, apostando no conceito de que menos é mais. A tradicional skin cinza em degradê, com ícones de borda arredondada, e a tela inicial que mostra os sites recém-visitados continuam lá. Uma pequena mudança ocorreu no botão que abre novas abas. Antes, era possível visualizar um sinal de + dentro do quadradinho, mas agora ele foi retirado. No entanto, a ausência do sinal de mais realmente só é sentida pelos internautas mais detalhistas.

Foco na segurança Outro upgrade relevante da nova versão do navegador é o recurso de proteção contra malwares. Nas outras edições, o foco da segurança estava em barrar bytes mal-intencionados nos sites. No Chrome 17, os arquivos executáveis (como as extensões .exe) que forem baixados também serão rastreados. Se esses instaladores não estiverem na lista de itens seguros do navegador, uma busca pela internet será feita pelo browser. Caso haja algum problema ou potencial ameaça, um

locaweb27

ReviewChrome.indd 27

4/2/12 4:09 PM

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:48 Pรกgina 1

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:48 Pรกgina 2

Sua empresa na

internet A web conta com recursos para impulsionar todos os tipos de negócios e profissionais. Saber usar as ferramentas corretas da internet para colocar as suas ideias em prática, consolidar a sua marca ou profissão e atingir o público-alvo de acordo com o seu perfil são segredos para o sucesso Fernanda Calgaro

30locaweb

MateriaCapa.indd 30

4/2/12 4:41 PM

capaempresa_online capaempresa_online

O

s recursos e as possibilidades para impulsionar negócios com a ajuda da internet são incontáveis. Das mais simples às mais sofisticadas, as ferramentas disponíveis na web estão todas à mão para serem exploradas: desde e-mail marketing, ações em redes sociais e loja virtual até atendimento via chat e Cloud Computing, só para citar algumas. Mas, assim como no mundo offline as estratégias de marketing variam conforme o público-alvo, no universo digital é a mesma coisa. Por isso, é preciso conhecer bem a rede para explorar o seu potencial de acordo com a área em que atua. “Diante da vastidão da internet, não há uma receita de bolo sobre quais caminhos seguir, mesmo porque o que funciona para um pode não ser a melhor solução para outro”, ensina Alexandre Marquesi, professor da pós-graduação em marketing digital da ESPM São Paulo. Usar as tecnologias adequadas ao seu negócio, portanto, é a chave para garantir maior exposição da marca ou do serviço, mais

t

vendas, atendimento mais eficiente e clientes mais satisfeitos. E a relevância e o impacto da internet nos negócios não podem ser subestimados: são mais de 80 milhões de brasileiros com acesso à rede, de acordo com dados do IBOPE Nielsen Online. Dos 63,5 milhões que usam em casa ou no trabalho, 47,5 milhões foram usuários ativos em janeiro. A participação nas redes sociais também é expressiva, com 97% dos usuários navegando por sites como Facebook e Twitter, o que coloca o Brasil entre os países

Para certas áreas, como turismo, o site tem papel fundamental para atrair clientes

locaweb31

MateriaCapa.indd 31

4/2/12 4:41 PM

mais “sociais” do planeta, como aponta pesquisa da comScore. Outro indicativo da importância da web é o crescimento do comércio eletrônico nacional em 21% no ano de 2011, chegando a R$ 21,5 bilhões, segundo a consultoria Forrester Research. A expectativa é que alcance R$ 39,3 bilhões nos próximos três anos. Outro fato relevante para quem deseja impulsionar o negócio na internet é que não é apenas do computador que os brasileiros têm acessado à rede. O número de aparelhos com banda larga móvel, como smartphones e tablets, e modens 3G dobrou de 2010 para 2011, ultrapassando 40 milhões, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Com mais gente conectada e a banda larga ganhando espaço no Brasil, a internet transformou-se em um mercado fundamental para investimentos. E todo mundo tem seu lugar, não importa o ramo de atividade. Estar fora da web é perder uma chance valiosa de atingir todo

? Site Para todo tipo de

profissional liberal ou empresa de qualquer ramo.

is indicados para quem Sites estáticos são ma teúdo a toda hora, con o dar mu não precisa cia, consultórios oca adv de como escritórios manicures, o com médicos, profissionais a antes de vendas. Par ent res rep e ros irei cabele borracharias e o com l, tua vir loja comércios sem e. estático também resolv lojas de costura, o site ições titu ins a par a pen a Sites dinâmicos valem de alizações constantes que precisam fazer atu , faculdades, éis hot o com do, teú fotos ou con as. bares e casas noturn

o potencial do seu negócio”, avalia Alberto Medeiros, professor de e-business no curso de administração da Universidade Presbiteriana Mackenzie. “O sucesso reside em conseguir se destacar nesse meio e, para isso, é importante usar os recursos certos”, completa.

Profissionais e empresas na web De um modo geral, é possível dividir as empresas em dois grandes grupos conforme o seu perfil diante das possibilidades oferecidas pela web.

Segundo Marquesi, toda empresa que comercializa algum tipo de produto deve pensar em montar uma loja virtual. As instituições ou profissionais que vendem um serviço, por sua vez, devem ver a internet como mais um canal para divulgar seu negócio e se relacionar com consumidores. Além disso, há um aspecto básico que vale para qualquer um, empresa ou profissional, interessado em usar a web a seu favor. “Ter um site bem estruturado, com informações atualizadas e completas e canais de contato, como e-mail e telefone, é Para Canella, os sites são como uma vitrine, que pode atrair ou espantar clientes

A Locaweb oferece soluções variadas que se adaptam a empresas de todos os setores

32locaweb

MateriaCapa.indd 32

4/2/12 4:42 PM

capaempresa_online

O QUE A LOCAWEB OFERECE Confira os serviços e ferramentas que a Locaweb oferece para alavancar o seu negócio:

HOSPEDAGEM

Hospedagem de Sites • É o serviço que possibilita armazenar o conteúdo de um site para ser acessado na internet. A Locaweb possui planos de hospedagem de sites sob medida, e também oferece registro de domínio, escolhido pelo cliente e que pode ser vinculado à hospedagem.

“Estar fora da internet é perder uma chance valiosa de atingir todo o potencial do seu negócio” ::Alberto Medeiros Professor de e-business da Universidade Presbiteriana Mackenzie

essencial. Ele é a sua vitrine e pode atrair ou espantar a clientela”, afirma Allessandro Canella, CEO da agência de marketing digital BeeWeb (www. beeweb.com.br), de Salvador. Grosso modo, os tipos de site variam entre estáticos, com o conteúdo fixo, e dinâmicos, em que são feitas atualizações constantes. Para um escritório de advocacia ou profissional da área de saúde, como médico ou dentista, por exemplo, a recomendação geral é colocar no ar um site estático e fazer campanhas de envio de e-mail marketing com um newsletter por mês, sugere Canella.

Revenda de Hospedagem • Ideal para quem precisa hospedar diversos sites num único plano ou para quem quiser ter a sua própria empresa de hospedagem. Em um plano de revenda, é possível hospedar de dez a 200 sites e optar por um plano compartilhado ou em cloud, de acordo com o desempenho desejado ou o tipo de aplicações instaladas.

E-MAIL

E-mail Marketing • É uma ferramenta para gerenciar o envio de e-mails com o objetivo de potencializar vendas e fidelizar a carteira de clientes. Acima, página da agência de marketing digital BeeWeb; abaixo, site da Equipe-S

“Se a área de atuação do advogado for trabalhista, os assuntos podem orbitar em torno de novidades na legislação do trabalho ou de orientações do que fazer em determinada situação”, afirma. E não é preciso ser uma empresa para ter um site. Qualquer pessoa pode ter o seu, desde aquela que presta algum tipo de serviço até quem quer ter o seu portfólio online. “Já chegamos a fazer site para uma moça que era representante de Avon e outra que era cabeleireira e queria que as pessoas fizessem o agendamento do horário pelo site”, conta Silvestre Carvalho Neto, consultor de negócios web e proprietário da agência Equipe-S (equipesweb.com.br), que fica em

E-mail Locaweb • O Exchange é a solução de comunicação integrada da Microsoft desenvolvida para gerenciar facilmente todas as contas dos funcionários, criando novas caixas postais e editando opções de sincronização remota.

CLOUD COMPUTING

• Cloud Server Pro é uma solução de computação em nuvem que permite a virtualização dos servidores com alto desempenho e segurança. Ideal para substituir a infraestrutura física de TI, pode ser utilizada para as mais diversas situações, como em banco de dados, ERP’s, aplicações web, CRM’s ou como revenda de hospedagem de sites.

locaweb33

MateriaCapa.indd 33

4/2/12 4:42 PM

? Loja virtual Para toda empresa que quiser vender algum produto pela internet.

que seriam tomados Os mesmos cuidados em ser aplicados no dev ca físi loja a com um a loja virtual exige um r nta Mo e-commerce. fácil navegação de e desde um site claro am ao cliente fazer mit per e qu ios me até segura. Empresas pagamentos de forma começando no ão est e menores ou qu preferência para dar e-commerce devem que cumprem esses ferramentas prontas, ocupação ou pre ar ger sem requisitos . sta loji ao trabalho extra

Mato Grosso. “Todo tipo de profissional encontra vantagens em ter o seu próprio site. Alguns que atuam como consultores, por exemplo, podem contar com uma página com ferramentas dinâmicas, vídeos com palestras e links para download”, completa.

Site vira cartão de visita Há mais de 15 anos na web e com 1,5 milhão de visitantes únicos por ano, o site é o principal cartão de visita da instituição de ensino superior FMU (fmu.br), em São Paulo. “A nossa página na internet é responsável por ajudar na decisão

do candidato a estudar na faculdade. A escolha é anterior, com base na indicação de amigos, familiares e do mercado de trabalho, mas é no site que a decisão é consolidada e a inscrição, feita”, avalia Wilson Diniz, diretor de marketing e comercial da FMU. No caso de um hotel ou pousada, o site também é a ferramenta inicial para receber os hóspedes. Fotos funcionam como chamariz e, por isso, devem ser nítidas e em número suficiente para mostrar os principais atrativos do local. No site devem constar preços, formas de contato e consulta à oferta de vagas. “A internet é um grande

trampolim”, afirma Bárbara Gama, gerente de marketing e vendas do resort de luxo Kiaroa (www.kiaroa. com.br), em Maraú (BA). “Viagem normalmente é algo que as pessoas programam com antecipação, não é uma compra de impulso. E o site desempenha um papel decisivo para convencê-las.” O contato com os clientes também acontece nas redes sociais por meio de ações de relacionamento, como concursos em que os prêmios são diários. Se o site é importante para todo tipo de empresa, para algumas ele é imprescindível e funciona como o motor dos negócios. A agência de babás e empregados domésticos Casa & Café (www.casaecafe.com.br), por exemplo, mantém no ar um extenso cadastro de vagas nessas áreas e currículos de profissionais buscando emprego. “O nosso foco gira em torno do site, que é o carro-chefe do negócio. Então, a página precisa ser muito funcional e fácil de navegar”, diz a psicóloga Daniele Kuipers Neaime, sócia do Casa & Café, que começou as operações em 2008.

Loja virtual, e-mail marketing e chat De lá para cá, o Casa & Café abriu uma loja virtual para a venda de uniformes, graças à facilidade da ferramenta WebStore, da Locaweb (www.locaweb.com.br/Loja), e

FMU aposta em várias soluções web, enquanto Casa & Café investe em loja virtual

34locaweb

MateriaCapa.indd 34

4/2/12 4:42 PM

capaempresa_online

O QUE A LOCAWEB OFERECE

E-commerce da Hobby Delivery impulsionou a abertura de uma loja física

tem quatro escritórios físicos, dois em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Campinas. Ainda neste ano, pretende inaugurar franquias em Belo Horizonte, Salvador, Brasília, Recife e Porto Alegre. Todos os franqueados têm acesso ao mesmo banco de dados, que é nacional. Até por conta disso, além de telefone e e-mail, a agência conta com atendimento via chat, serviço também prestado pela Locaweb (www.locaweb.com.br/ WebChat). “Muitas vezes os telefones estão ocupados e o chat atende. Por dia, são mais de 30. E não é só o cliente que usa, os candidatos também. É bem prático e eficiente”, diz Daniele. Outra loja que soube usar bem os recursos disponíveis na internet é a Hobby Delivery (www. hobbydelivery.com.br), que vende aeromodelos e carros elétricos, entre outros produtos. Trata-se de uma loja virtual cujo sucesso impulsionou a abertura de uma loja física. Hoje, o público fiel da marca consegue acompanhar as novidades e promoções pelas redes sociais, como Twitter, Facebook e YouTube, e o e-mail marketing enviado diariamente atinge de 30 a 40 mil pessoas com conteúdos promocionais e institucionais. A estratégia de e-mail também é adotada pela loja virtual Aprovando (www.aprovando.com.br), dedicada em vender apostilas de direito e CDs para quem vai prestar concurso

“Ter um site bem estruturado, com informações atualizadas e canais de contato, como e-mail e telefone, é essencial. Ele é a sua vitrine e pode atrair ou espantar a clientela” ::Allessandro Canella CEO da BeeWeb

público ou exame da OAB. “Mandamos e-mail marketing duas vezes por semana e temos um ótimo retorno de pessoas interessadas. Assim, sempre conseguimos atrair novos clientes”, conta o programador Rafael Cabral. A sacada para usar a ferramenta de forma eficaz, de acordo com o publicitário Allessandro Canella, é enviar a mensagem para os usuários que tiverem clicado para receber e-mail da empresa, como é chamado o recurso de opt-in. “Assim, o e-mail não é encarado como spam e atinge o público-alvo, que é o que importa.” O atendimento ao cliente, aliás, é algo que merece atenção para a sobrevivência dos negócios. Ferramentas como o chat online oferecem uma alternativa eficiente de diálogo com o consumidor e garantem mais profissionalismo. No caso da Hobby Delivery, as vendas online respondem por 35% do faturamento e as por telefone ultrapassam 35%, mas a ideia é reter ainda mais os clientes pelo chat. A intenção de contratar o WebChat,

VoIP

PABX Virtual • O PABX Virtual da Locaweb é uma solução de telefonia VoIP econômica, que permite contratar quantos ramais quiser e usá-los em qualquer local com acesso à internet. Além disso, não há custo de ligações entre ramais.

COMÉRCIO ELETRÔNICO

WebStore (loja virtual) • A WebStore é uma solução de loja virtual ideal para quem não tem conhecimentos técnicos. Oferece aos clientes pagamento por cartões de crédito e transferência bancária. Gateway de pagamentos • Sistema de e-commerce que permite à loja virtual oferecer diversos meios de pagamento com segurança. A integração com o serviço de cálculo de frete, oferecido gratuitamente pelos Correios, facilita para o cliente na hora da venda.

GESTÃO DE ATENDIMENTO

WebDesk • Ferramenta que profissionaliza o atendimento ao organizá-lo em chamados (tickets), que podem ser gerenciados pela web, sem uso de softwares. O WebDesk pode ser usado de duas maneiras: 1) Helpdesk interno: Suporte de TI e outros processos podem ser classificados de diversas maneiras, como por prazo ou prioridade. 2) Relacionamento com clientes: Suporte e acompanhamento de dúvidas ou pedidos dos clientes podem ser organizados por relatórios, o que agiliza na hora de saber em que etapa está o atendimento. WebChat • O WebChat é uma solução de atendimento online para esclarecer dúvidas dos clientes enquanto navegam no site. O chat serve para qualquer tipo de site, como blogs, lojas virtuais e páginas institucionais.

locaweb35

MateriaCapa.indd 35

4/2/12 4:42 PM

segundo Simone Cristina Cardoso, gerente de marketing, é fazer com que o cliente que estiver no site finalize a compra na hora, sem precisar ligar para o televendas. “Às vezes a pessoa deixa para telefonar depois e não liga ou compra de um concorrente.” O chat pode ser incorporado por qualquer tipo de negócio. A empresa de recuperação de crédito JA Rezende (www.jarezende.com.br), de São Paulo, é um ótimo exemplo. “A estratégia é enviar um SMS para a pessoa devedora solicitando que entre em contato por telefone ou chat. E a resposta por esse segundo meio é muito grande, com uma média de 100 a 150 por dia”, afirma José Marcelo Silva Tse, coordenador de telecom e infraestrutura da empresa. O chat também é útil para facilitar a vida do vestibulando durante o processo de inscrição na FMU. “Pelo bate-papo online, o usuário consegue tirar dúvidas na hora sobre curso, taxa de inscrição e preço. É importante dar essa alternativa de contato, especialmente porque é uma ferramenta que o jovem está

? Redes sociais Para empresas

interessadas em se relacionar com os clientes para saber o que acham do seu produto e promover ações de engajamento.

Acima, site da JA Rezende, que trabalha com WebChat; abaixo, página do Padaria Bar

acostumado a usar”, afirma Wilson Diniz, diretor de marketing e comercial da instituição.

Negócios nas redes sociais Outro meio poderoso de divulgar produtos e propagar ideias no mundo digital são as mídias sociais. E o filão está aí para ser explorado por empresas dos mais variados tamanhos e áreas de atuação. “Padarias, por

que nem todo É importante verificar estar nas redes. a par ado qu perfil é ade o que estiver na arr cig Um fabricante de mplo, de ser exe rede corre o risco, por o. Ou, no caso and lam rec s ista ativ alvo de s, talvez ore vad ele de sa pre de uma em redes nas ar est o tid não faça muito sen compra elevador são em qu e qu por , iais soc costumam usar construtoras, que não de fazer ações em ten pre em Qu esse canal. es sociais o red nas massa e enxerga vez, deve investir sua por , lvo o-a blic pú r um importante pesado no serviço e cria com o consumidor. o ent nam cio canal de rela

exemplo, podem usar o Twitter para indicar quando sai uma nova fornada, serviço ideal para quem está na região e quer pão quentinho”, sugere Canella, da agência digital BeeWeb. Com uma decoração contemporânea-retrô e programação musical afinada, que atrai celebridades e anônimos, o Padaria Bar (www.padariabar.com.br), famoso boteco em Salvador, não dispensa as mídias sociais para manter os clientes por dentro do que está por vir. “Pelas redes, promovemos eventos e atualizamos os fãs”, afirma o empresário Ildázio Tavares Jr., um dos sócios do local. Por conversar principalmente com jovens, a faculdade FMU também baseia sua estratégia de marketing nas redes sociais. Está presente em 15 delas, mas atua com mais ênfase em sete principais, incluindo Facebook e Twitter, além de ter criado uma rede própria para reunir ex-alunos que conta com mais de 1.600 membros. “É importante uma instituição de ensino saber o que estão falando sobre ela e relacionar-se com os alunos e vestibulandos, a fim de apresentar uma solução rápida às dúvidas ou problemas”, explica Diniz, diretor comercial e de marketing da FMU. No entanto, estar nas redes sociais também é algo a ser analisado de acordo com o perfil da empresa, recomenda Canella. “Certa vez, uma clínica de reprodução humana nos procurou para melhorar sua imagem na internet. Ao buscar a clínica pelo nome no Google, a primeira coisa que aparecia era o comentário negativo no blog de uma pessoa que havia sido atendida anos antes.” A estratégia foi montar um site para a clínica e trabalhar com técnicas de SEO, que, de um modo simplificado, são a otimização de um

36locaweb

MateriaCapa.indd 36

4/2/12 4:42 PM

capaempresa_online

site com o uso de palavras-chave para posicioná-lo melhor nos resultados de busca na web. “Hoje, ao pesquisar pelo nome da clínica na internet, o que aparece primeiro é o site em questão e outras páginas dentro do próprio portal da clínica.” Também foram feitos links patrocinados, que é um formato de anúncio publicitário veiculado na internet. Em relação às mídias sociais, a decisão foi manter a clínica de fora, mas criar uma página para a médica, dona da empresa. “Não haveria público interessado em seguir a página de uma clínica de reprodução assistida, porque quem busca tratamento normalmente quer manter isso na esfera privada”, explica. Mais uma vez, foi respeitado o perfil do negócio.

O alcance dos blogs Bastante influentes, os blogs têm deixado de ser um meio para escrever apenas relatos pessoais e passaram a ser usados por instituições para construir discussões na rede. “O blog é visto como algo relacionado a

pessoas físicas, mas está mudando. Basta analisar o case da construtora Tecnisa (www.tecnisa.com.br), em que profissionais de diversas áreas da empresa dão sua opinião sobre assuntos que as pessoas interessadas em comprar um imóvel querem saber, num tom menos formal”, afirma Canella. Para um consultório médico ou escritório jurídico, um blog pode ser interessante, desde que sejam feitos posts com regularidade. “O conteúdo deve ser útil para o leitor, mesmo porque o médico não pode fazer nenhum tipo de propaganda

“A indicação para fazer um aplicativo mobile depende muito do ramo da empresa e do público” ::Saulo Arruda Cofundador da Jera Software

de produto ou remédio”, pondera Medeiros, do Mackenzie. Olhar para o público-alvo também faz parte do conceito de blog da FMU, que mantém uma página sobre carreiras e vestibular. “Não tem nada de promocional. A ideia é oferecer informações relevantes para o candidato em potencial”, explica Diniz. O programador visual Maudy Pedrão sabe bem o alcance que um blog pode ter. Dono de uma agência digital, ele começou a publicar em um blog as soluções que garimpava pela web sobre os sistemas Ubuntu, para compartilhá-las com outros programadores. Do sucesso da página, que chegou a receber prêmio, ele montou um site, o Ubuntu Dicas (www.ubuntudicas.com.br). “As atualizações devem ser diárias e atuais para cativar os leitores. Ninguém quer ler notícia velha”, ensina.

Cloud Computing Com a capacidade de processar e armazenar dados de forma remota e acessível pela internet, o Cloud

Blog Ubuntu Dicas faz sucesso, enquanto ClanHost aposta em Cloud Computing

Na página da Tecnisa, profissionais falam sobre assuntos que interessam ao público-alvo

locaweb37

MateriaCapa.indd 37

4/2/12 4:42 PM

Computing, ou computação em nuvem, tem diversas aplicações para os mais variados tipos de negócios. O que começou como uma brincadeira para o engenheiro de computação mineiro Delson Glauber Ferreira, por exemplo, virou negócio. Ele sempre foi fã de jogos de RPG na internet, mas se cansava de ter de parar de jogar para digitar a fim de combinar a estratégia com os outros jogadores. “Tudo era digitado, o que impedia a ação”, lembra. Ferreira descobriu um aplicativo de stream de voz, que permite jogar e conversar simultaneamente. De olho nesse nicho de mercado, montou a ClanHost (www.clanhost.com.br), que aluga esses aplicativos e ainda faz a locação de hospedagem. O uso agora vai além do jogo e empresas de segurança e cursos a distância também utilizam o serviço, que fica no Cloud Server Pro, da Locaweb (www.locaweb.com.br/ Cloud-computing). A computação em nuvem possibilita colocar em prática serviços como o aplicativo desenvolvido pelo engenheiro hidráulico Peter Cheung, de Campo Grande. Trata-se do Infosan (infosan. com.br), plataforma que monitora dados ambientais e de energia pela web por meio de um cloud. “Os sensores instalados em campo, programados para medir, por exemplo, a quantidade de chuva, são configurados para enviar dados a cada minuto. As informações são armazenadas na nuvem e podem ser consultadas na internet de forma bem simples.”

Aplicativos e internet mobile Febre no mundo digital, os aplicativos para internet mobile, baixados nos smartphones e tablets, incorporam mais recursos web que

?

O conteúdo do e-mail, ia cuja periodicidade var deve ser conforme a empresa, e seja relevante. O ideal é qu s que nte clie os a par enviado ebê-lo. tiverem optado por rec

E-mail marketing Para profissionais ou empresas que querem manter sua rede de clientes informada sobre as novidades a respeito do seu serviço ou produtos.

De relato mais pessoal para as estratégias de marketing das empresas, os blogs têm sido uma ferramenta de comunicação institucional cada vez mais comum adotada por empresas. É importante que as atualizações sejam constantes e com conteúdo relevante e informativo, sem ser promocional, para manter o interesse do público.

Blog Para empresas e

profissionais dos mais variados setores.

Aplicativo para iPhone da cantora de música brasileira e cubana Marina de la Riva

têm despertado cada vez mais o interesse de empresas e profissionais no Brasil. “Os aplicativos podem ser criativos e funcionais, mas a indicação para fazer um depende muito do ramo da empresa e do público. Às vezes, pode acontecer de o cliente, por conta do seu perfil, acessar mais a web e aí não valer a pena”, diz Saulo Arruda, cofundador e desenvolvedor da Jera Software (jera.com.br), agência que desenvolve produtos para web e

aplicativos para smartphones. Música, porém, é sempre uma área bemsucedida no ramo dos aplicativos. Ciente disso, a cantora de música brasileira e cubana Marina de la Riva lançou recentemente um aplicativo para iPhone e iPod em que é possível ouvir suas canções. O aplicativo nem tinha sido lançado oficialmente e já fazia sucesso na internet. É que, ao ser finalizado, a agência publicou uma nota no seu blog, que logo caiu no Twitter e as pessoas começaram a baixar o aplicativo. Aí está uma prova irrefutável da força das redes sociais e de tudo que a internet oferece para impulsionar o seu negócio. Basta, para isso, usá-la exatamente de acordo com o seu perfil e colher os frutos do investimento.

38locaweb

MateriaCapa.indd 38

4/2/12 4:43 PM

especialredes_sociais

Rede social é coisa séria Navegar horas a fio pelas novas mídias ganhou importância nas empresas e se transformou em uma área promissora para os profissionais web Flávio Carneiro

A

ntes da atual onda de ambientes voltados para a troca de informações, era impossível imaginar que grande parte da comunicação realizada entre as corporações e os clientes estaria calcada na web. Mas ao perceber que Facebook, Twitter e outras redes sociais conseguiam interligar clientes com qualidade, as companhias viram uma ótima oportunidade para aprimorar o contato com o público, medir a satisfação dos consumidores com os produtos lançados e divulgar novas ações de marketing.

Segundo dados do Ibramerc (Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado), 65% das companhias de grande e médio porte do Brasil usam as redes sociais para se comunicar com os consumidores. Isso porque, desde a popularização desses sistemas, a quantidade de usuários não para de crescer. Em 2011, o volume de pessoas interagindo nas redes sociais no País atingiu 35 milhões, o que representa 79% das pessoas que usam internet no Brasil, conforme relata o Instituto de Pesquisas IBOPE Media. Curiosamente, porém, boa parte das empresas, inclusive as que já

40locaweb

ProfissoesRedesSocias.indd 40

4/2/12 6:26 PM

especialredes_sociais

a investem na área, não tem convicção do retorno proporcionado por esse tipo de campanha online. E foi exatamente para tornar esse ambiente mais profissional que surgiram figuras como as dos analistas de redes sociais, métricas e marketing digital, novas profissões que têm aberto ótimas oportunidades no mercado de trabalho web. “É importante lembrar que, diferentemente da televisão, ou mesmo de algumas formas de divulgação

na web, as redes sociais são uma maneira nova de fazer comunicação, que funciona como uma via de mão dupla”, explica o consultor de redes sociais Robinson Melgar. “Ocorre que a empresa divulga informações sobre ela, mas também recebe rapidamente o feedback do cliente, que pode ser crítica, dúvida ou elogio. Assim, além de esperar conseguir mais clientes quando entra nas redes sociais, a empresa também deve ter o objetivo de estreitar o seu relacionamento com eles. E para

PROFISSÕES OBSOLETAS Na esteira do avanço tecnológico, o surgimento de profissões novas faz com que alguns cargos fiquem para trás tornando-se obsoletos. Uma lista da revista norte-americana Forbes indica uma previsão de quais carreiras serão extintas até 2020. Estão presentes no levantamento profissões como operador de serviços postais, operador de painel de controle, digitador, vendedor, entre outros. O estudo é baseado nos índices apresentados pelo governo dos EUA sobre o desgaste que as profissões que exigem pouca qualificação sofrerão no futuro.

locaweb41

ProfissoesRedesSocias.indd 41

4/2/12 6:26 PM

especialredes_sociais

Cerca de 80% das pessoas que usam internet no Brasil interagem nas redes sociais. O número é do instituto de pesquisas IBOPE Media

Página do Facebook da FD Comunicação: conhecimentos de jornalismo aplicados na área

gerenciar tudo isso é fundamental contar com o apoio de um profissional especializado”, completa o analista, que já trabalhou com redes sociais na Editora Abril e na Vostu.

Cada um no seu quadrado Para quem enxerga com bons olhos a possibilidade de ingressar nesse mercado, é válido ressaltar que, da mesma forma que acontece em outros setores das empresas, as funções relacionadas às novas mídias são divididas em áreas específicas. Cabe ao analista de redes sociais, por exemplo, a responsabilidade por monitorar as redes sociais da companhia. O objetivo, em geral, é responder questões dos clientes, atender às críticas recebidas e divulgar

Site Curriculum.com indica que a média salarial de quem atua na área é de R$ 1.500

Ibramerc revela que 65% das empresas grandes e médias do País usam redes sociais

os produtos. Mas, além dessas ações pontuais, o profissional que exerce essa função precisa saber observar o termômetro da rede social que está cuidando, para entender o que os clientes precisam ou esperam da empresa em que trabalha. E assim trazer retorno para quem o contratou. O responsável pelo marketing digital, por sua vez, atua de forma distinta. Em geral, ele é incumbido de criar campanhas para as redes sociais e outros meios de comunicação digital da empresa, incluindo o site. Os objetivos podem ser: divulgar novidades, aproximar o público da marca, fidelizar as visitas a partir de atualizações periódicas e saber a opinião das pessoas ou como o público vê a companhia. Para isso, pode usar enquetes ou formulários, entre outras inúmeras possibilidades.

Entre as profissões que ganharam força com a popularização das redes sociais, chama a atenção também a do analista de métricas. O dia a dia desse especialista em web consiste na coleta de dados sobre a navegação dos usuários nas redes sociais da empresa. Depois de organizar os números, o próximo passo é analisar as informações. Se houver algum problema, como o acesso remoto ou pequeno a uma página, é preciso identificar o porquê. Verificar qual texto ou vídeo teve mais tempo de exibição na tela dos usuários, ver quais links foram mais acessados e medir a popularidade dos conteúdos publicados também fazem parte das atribuições desse profissional.

Mercado promissor A boa notícia para quem deseja atuar em algum desses cargos é que o mercado é promissor. “Acredito que ainda há muitas oportunidades. Na Abril, por exemplo, praticamente todos os produtos têm um perfil no Facebook e uma conta no Twitter. O mesmo pode se dizer de outras empresas grandes, que não podem se dar ao luxo de não ter um profissional cuidando da presença da companhia nessas redes. Então, há demanda e ela só

42locaweb

ProfissoesRedesSocias.indd 42

4/2/12 6:26 PM

especialredes_sociais

E VEM MAIS POR AÍ... Assim como as redes sociais criaram profissões para os dias atuais, novas atividades podem surgir no futuro, já que o mundo vive em constante transformação. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa realizada pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). O estudo englobou 402 empresas do Brasil que, no total, empregam 2,2 milhões de pessoas. O levantamento revelou quais são as áreas que estarão em destaque nos próximos anos. De acordo com o resultado, todos os cargos estão ligados à informática, química e eletrônica, setores que demandam alta tecnologia. As três carreiras que obtiveram melhor resultado são supervisor de produção em indústria de transformação de plástico, engenheiro de petróleo e técnico em sistemas de informação. Fique de olho!

tende a crescer”, afirma Melgar. Hoje, a média salarial informada pelo site de recrutamento Curriculum.com para a função de analista de redes sociais é de R$ 1.500. O cálculo é feito a partir das informações de vagas colocadas no portal pelas empresas que desejam contratar novos profissionais, juntamente com os salários que os especialistas da área afirmam ter recebido em empregos anteriores. O estudante Gregore Candalez aproveitou o bom momento do mercado. Ele está utilizando os conhecimentos adquiridos na faculdade de jornalismo para trabalhar com redes sociais na assessoria de imprensa FD Comunicação. “Uma das minhas funções é cuidar das redes. Eu organizo e realizo promoções, acompanho mentions e RTs no Twitter, faço atendimento aos usuários e alimento os sites com links de notícias”, explica. Assim como Candalez, o perfil dos profissionais

Twitter da Vostu: para o analista Robinson Melgar, redes servem para divulgar e receber críticas

dessa área está ligado ao mundo da comunicação. As carreiras mais procuradas para preencher essas vagas são publicidade, jornalismo e relações públicas. Além do estudo, é importante ter domínio da língua portuguesa, pois grande parte da troca de informações é realizada por textos. É fundamental também que a pessoa goste e atue com frequência na rede social em que trabalha. Juntamente a essas características, é necessário ter curiosidade e estar preparado para aprender e se adaptar corriqueiramente a novos cenários, pois a evolução da tecnologia faz com que tudo possa

Da mesma forma que acontece em outros setores, as funções relacionadas às novas mídias são divididas em áreas específicas mudar rapidamente. O fato é que as portas estão abertas. Cabe a quem está entrando no mercado agora agarrar a oportunidade.

locaweb43

ProfissoesRedesSocias.indd 43

4/2/12 6:26 PM

designweb_fontes

Aprenda a trabalhar, com fontes diversasr sem se preocupa se aparecer達o corretamente no computador de seus visitantes

Stefano Correa

44locaweb

Design33.indd 44

4/2/12 4:06 PM

designweb_fontes

A

grande maioria de designers gráficos, acostumados com toda a praticidade do meio impresso, sofre horrores com as limitações tipográficas quando passam a trabalhar no mundo da web. Para usar uma fonte em um site, ela devia estar instalada no computador do usuário para que pudesse ser visualizada corretamente. Isso restringia a um pequeno número de fontes padrões contidas nos sistemas operacionais. O pior: tais fontes teriam de existir em vários sistemas operacionais ao mesmo tempo (que acabaram nomeadas como “web-save fonts”). Uma das primeiras soluções para esse problema foi adicionar o texto que continha uma tipografia diferenciada em forma de imagens. Entretanto, trocar textos por imagens não é o recomendado por inúmeras razões: desempenho, infraestrutura, acessibilidade e, principalmente, indexação do conteúdo e até mesmo a semântica do documento. A técnica CSS Sprite foi uma das tentativas para solucionar esses problemas. Ou, pelo menos, um dos mais importantes deles: a indexação. A grosso modo, o CSS Sprite consiste em empurrar o texto para um local onde não aparecerá usando a propriedade text-indent, dando lugar a um background-image com a tipografia desejada. Eis um exemplo: #logo{ display:block; background: url(imagem.png) transparent; width:100px; height:100px; text-indent:-9999px; overflow:hidden; } Nesse caso, a propriedade overflow serve para que não apareça uma caixa

Sites como o MikeIndustries (www.mikeindustries.com), em inglês, explica com didática o processo de criar páginas eletrônicas de forma acessível, com textos selecionáveis

pontilhada do lado esquerdo do site quando o elemento for clicável. Outras soluções foram surgindo. Uma delas era o sIFR, que usa javascript e uma fonte embutida em um arquivo SWF, substituindo os textos do site pela tipografia desejada. Dessa forma, poderíamos usar qualquer fonte em nosso site de forma acessível, com os textos se mantendo selecionáveis (o site http://www. mikeindustries.com/blog/sifr, que tem conteúdo em inglês, explica bem todo o processo). Todavia, utilizar um arquivo fechado e proprietário como o Flash, mais um arquivo javascript apenas para essa função, não é o ideal. Realizar mais dois processos apenas para isso, muitas vezes, é inapropriado.

O @font-face está de volta O @font-face já fazia parte da especificação do CSS2 desde 1998. Mas como essa técnica não foi muito usada, foi removida da especificação logo na sequência (com o CSS2.1). Entretanto, o Internet Explorer já havia adicionado o suporte ao @font-face em sua versão 4 em diante. Como a nova especificação para o CSS3 traz de volta o @font-face, praticamente todas as últimas versões dos navegadores já suportam o recurso. O @font-face

FONTES NA WEB Por falar em fontes, confira algumas páginas eletrônicas das quais é possível baixar seu conteúdo gratuitamente, sem grandes problemas.

Da Font: www.dafont.com/

1001 FreeFonts: www.1001freefonts.com/

Net Fontes: www.netfontes.com.br/

locaweb45

Design33.indd 45

4/2/12 4:06 PM

designweb_fontes

O @font-face permite o uso de fontes não instaladas no computador do usuário, abrindo um leque gigantesco permite que você utilize fontes que não estão instaladas no computador do usuário, abrindo assim um leque gigantesco de possibilidades. Basta, para isso, manter o arquivo da fonte disponível no servidor para que o navegador do usuário reconheça, acesse e use em tempo real o arquivo source da fonte. Dessa forma, especifica-se no CSS o nome e o caminho do arquivo da fonte. Não é necessário nenhum outro recurso, do tipo “gambiarra”, como o javascript ou SWF externo.

Utilize o @font-face Alguns sites como o Typekit (http:// typekit.com) e o Font Deck (http:// fontdeck.com) disponibilizam esse

serviço de forma paga, hospedando uma grande variedade de fontes em seus servers. A Google também lançou o seu próprio serviço de Web Fonts (http://google.com/webfonts), que é gratuito, mas possui poucas opções. Você pode utilizar esse recurso sem depender de nenhum serviço adicional. Para isso, basta possuir o arquivo da fonte desejada e disponibilizá-la em seu servidor. Um bom site para buscar fontes gratuitamente é o daFont (http://dafont.com). Nem sempre todos os navegadores suportam um mesmo formato de arquivo de fonte. Um serviço que pode ajudar o seu site a não ficar devendo nenhum formato de arquivo para nenhum browser é o Font Squirrel (http://fontsquirrel.com/ fontface/generator), no qual você pode fazer upload de um arquivo como o True Type (TTF). Para que sejam gerados os demais arquivos de fontes que você precisa, como o Embedded OpenType (EOT), Web Open Font Format (WOFF) e SVG. Ao baixar o pacote com as fontes geradas, também acompanham arquivos HTML e CSS com uma versão demo da implementação. A seguir, um exemplo de código CSS gerado pelo Font Squirrel:

Fine Typography: site oferece truques e macetes para usuários que trabalham com tipografia

@font-face { font-family: 'nome-da-fonte'; src: url('nome-da-fonte-webfont.eot'); src: url('nome-da-fonte-webfont. eot?#iefix') format('eot'), url('nome-da-fonte-webfont.woff') format('woff'), url('nome-da-fonte-webfont.ttf') format('truetype'), url('nome-da-fonte-webfont.svg#') format('svg'); font-weight: normal; font-style: normal; } body{ font-family: 'nome-da-fonte'; } Para apps e páginas personalizadas (ou compatíveis) com mobile, a Apple informou sobre melhorias do iOS em bugs na renderização de web fonts e no suporte a fontes True Type pelo Safari. Melhorias similares também foram feitas no Android.

Cuidados É importante ressaltar que, mesmo com uma propriedade designada para exercer tal função de maneira mais simples e efetiva, o fator “tempo de carregamento” deve ser levado em consideração. Se temos uma preocupação em “minificar” o arquivo javascript para ganhar alguns kbytes de vantagem no carregamento da página, por que acrescentaríamos mais algumas dezenas de kbytes extra apenas para a visualização da fonte? Tudo tem de ser previamente estudado em diversos pontos. Seu site tem milhares de acessos e o foco está nas funcionalidades? Talvez esta não seja a melhor ocasião para utilizar uma fonte diferente das padrões. Mas, se um dos seus principais focos for o visual, como o site de uma agência de publicidade, portfólio ou outro do gênero, definitivamente, não existirão mais motivos para você não incrementar a tipografia personalizada.

46locaweb

Design33.indd 46

4/2/12 4:06 PM

Untitled-1 1

16/03/2012 14:42:32

O melho Cloud Comput do Brasi Comparação entre ferramentas oferecidas pela Locaweb e pela Amazon auxilia na escolha pela melhor empresa em armazenamento virtual Gabriel Dudziak

P

ioneira na oferta de Cloud Computing no Brasil, com serviços lançados em setembro de 2008, a Locaweb oferece hoje uma plataforma robusta, que já superou 15 TB de memória e 500 TB de storage em uso, divididos em milhares de servidores. Todo mês, inclusive, a empresa ativa cerca de 500 novos servidores e, com isso, impulsiona o crescimento do sistema.

No entanto, a Locaweb não é a única a oferecer Cloud Computing no País. Recentemente, a norte-americana Amazon passou a comercializar o produto por aqui. E a dualidade da situação gerou dúvidas no público. Para sanar essas questões e entender o que levou o serviço da Locaweb a crescer 35% apenas em 2011, vale a pena comparar a plataforma da empresa brasileira com a que é fornecida pela Amazon.

Para isso, é preciso verificar alguns aspectos importantes do produto. Apesar de ser um fator decisivo na contratação, guiar a escolha apenas pelo preço não é suficiente para uma decisão segura. É o que afirma Carlos Mendonça, gerente de produtos Cloud Computing da Locaweb. “É preciso analisar o pacote completo de utilidades oferecidas: ferramentas necessárias que facilitem o trabalho do administrador de servidores, cobrança simplificada, experiência do provedor e confiança na reputação da marca. Todos esses fatores devem ser levados em conta, já que pode ser o começo de uma longa parceria.”

48locaweb

LocawebXAmazon.indd 48

4/2/12 4:59 PM

hor uting sil Por conta disso, o teste comparativo entre o produto da Locaweb e o da Amazon utilizou critérios como serviços inclusos nos pacotes, desempenho, modelo de cobrança, suporte técnico e, claro, o preço. Acompanhe:

especialcloud_computing

Locaweb X Amazon Comparativo

Pacotes Não é incomum encontrar operadoras de serviços, de diversas áreas, que oferecem serviços picados, forçando o cliente a contratar vários produtos para atender toda a sua necessidade. O problema desse formato é que geralmente encarece o preço final e o comprador acaba adquirindo itens que não desejava para conseguir

o que realmente precisa. No caso da Locaweb, já estão incluídos em todos os planos, inclusive nos mais baratos, 50 GB de espaço, 175 GB

Teste comparativo entre o serviço da Locaweb e o da Amazon revela que a plataforma da empresa brasileira sai na frente em todos os quesitos

locaweb49

LocawebXAmazon.indd 49

4/2/12 4:59 PM

especialcloud_computing

Produto da empresa norte-americana cobra taxas extras pelo suporte técnico

de transferência, 2 snapshots, um template e suporte técnico ilimitado. Na Amazon, esses itens são vistos como adicionais e precisam ser contratados separadamente do pacote inicial, encarecendo a proposta.

Desempenho Em um teste comparativo baseado no GeekBench (www.primatelabs.ca/ geekbench), software público que realiza comparações de benchmarks, o desempenho da Locaweb em pontos flutuantes foi quase três vezes maior em relação ao Cloud Computing da Amazon. Em pontos inteiros e no sistema

Levando em conta todos os aspectos do teste, a Locaweb obteve 300% mais pontos que a concorrente

PREÇO

“É preciso analisar o pacote de utilidades oferecidas, como suporte técnico, experiência do provedor e confiança na reputação da marca”

stream, o desempenho teve o dobro de pontuação. Na média do teste, levando em conta todos os aspectos, a empresa brasileira obteve 2,5 vezes mais pontos que a norte-americana.

::Carlos Mendonça Gerente de produtos Cloud Computing da Locaweb

Para comparar valores, é importante analisar pacotes semelhantes, como o Cloud Server Pro 2 GB da Locaweb e o IC2 – Instância On-Demand, com padrão pequeno de 1,7 GB, da Amazon. A quantia cobrada pela empresa brasileira é de R$ 199 por mês, enquanto o produto norte-americano sai por US$ 217 no mesmo período. Além da diferença direta nos valores, também é preciso pensar na cotação do dólar e em tarifas internacionais, que encarecem o serviço pago em moeda estrangeira.

Pagamento O sistema de cobrança da Locaweb está baseado em uma forma de pagamento mensal com valor fixo, inclusive com os impostos, sem surpresas. Dessa forma, não ocorrem sustos no fim do mês. A opção da

Amazon em relação à plataforma de Cloud Computing tem cobrança flutuante, em que o valor varia de acordo com o uso das máquinas, os serviços contratados e variação cambial, já que a contratação é realizada em dólar.

Suporte técnico Quem trabalha com tecnologia sabe que dúvidas aparecem cedo ou tarde. Por isso, contar com um suporte técnico de qualidade e disponível sempre que for preciso pode fazer toda a diferença. Nesse quesito, a Locaweb oferece todo o respaldo necessário e também sai na frente da Amazon. O suporte técnico da empresa brasileira está incluído nos planos de Cloud Computing e funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, sem acréscimos na conta. O contato pode ser feito via telefone, chat ou helpdesk – com utilizações ilimitadas. Enquanto isso, o pacote de auxílio ao usuário na Amazon mais parecido com o modelo da Locaweb, chamado US400, exige um investimento de US$ 783,04 por mês. As cifras do serviço de atendimento devem ser somadas ao valor de outras assinaturas para calcular o custo final.

50locaweb

LocawebXAmazon.indd 50

4/16/12 7:52 PM

O futuro chegou Já tem revistas e livros da Editora Europa também no iPad, iPhone e iPod Touch

Compatível com iPad 1 e 2 e todas as versões do iPhone

1 Cada revista tem a sua biblioteca, com a edição do mês e as anteriores. Você pode comprar apenas um exemplar ou fazer assinatura, semestral ou anual.

2

3

Sumário ilustrado e “deslizante” no rodapé. Com um toque de dedo, você vai direto para a página escolhida.

É fantástico! Você pode folhear a revista na horizontal, vendo páginas duplas, ou na vertical, página por página.

São mais de

300 opções

de títulos em português, inglês e espanhol.

4 Dá até para buscar um assunto do seu interesse, digitando apenas uma palavra-chave. Anuncio Ipad Simples.indd 1

5 Se preferir, pode ampliar qualquer texto ou detalhe de uma imagem, sem perda de qualidade. 6/2/2012 15:29:40

lwemailautenticação

O mundo cont Gigantes da tecnologia e instituições financeiras se juntam para combater uma das piores pragas virtuais do mundo digital e apostam suas fichas no DMARC Flávio Carneiro

A

lgumas das maiores empresas de tecnologia e instituições financeiras do mundo se uniram para enfrentar o envio maciço de e-mails, o famoso spam. A iniciativa recebeu o nome de DMARC (dmarc.org), abreviação de Domain-based Message Authentication, Reporting & Conformance (autenticação, reporte e confirmação de mensagens baseadas em domínios, em português). A ação reúne nomes

como Google, Microsoft, Facebook, Aol, Yahoo!, PayPal, entre outros. O objetivo do projeto é criar uma rede segura de correspondência, na qual os servidores de envio e recebimento das mensagens terão uma espécie de assinatura digital. Esse protocolo será conferido nos momentos de envio e recebimento da mensagem, garantindo a legitimidade do e-mail. Caso o servidor não conte com essa identificação, há grandes chances de a mensagem eletrônica

ser bloqueado pela empresa que gerencia o recebimento de e-mails, evitando que o usuário seja infectado.

Como funciona Na prática, o processo impede que o usuário receba a correspondência falsa, evitando armadilhas. Afinal, é comum encontrar situações em que os hackers enviam mensagens se passando por bancos, tentando capturar os dados pessoais dos clientes. Com o procedimento

A FORÇA DO PHISHING O phishing é uma das principais preocupações da segurança na internet. A prática de tentar enganar os usuários alcançou o nível em que um em cada 358 e-mails enviados no mundo contém algum tipo de armadilha. O principal alvo dessa onda de golpes é o setor público, totalizando uma ocorrência a cada 84 mensagens eletrônicas. A entidade de proteção virtual Anti-Phishing Working (trabalho de proteção contra phishing, em português) afirma que mais de 300 marcas são utilizadas ilegalmente para atrair o clique desavisado dos usuários e roubar suas informações pessoais.

52locaweb

Email Autenticacao.indd 52

4/2/12 4:13 PM

“Já existiram alternativas que não funcionaram por falta de adesão. O DMARC é uma boa iniciativa, mas é preciso que o mercado também se adapte e passe a usar o serviço, em larga escala” ::André Carretto Gerente de engenharia de sistemas da Symantec

ntra o spam proposto pelo DMARC seria possível filtrar os e-mails recebidos e permitir que apenas as mensagens que tenham o selo de segurança – e, portanto, originais – cheguem até as pessoas. Dessa forma, a própria caixa de entrada dos aplicativos de e-mails saberá tomar a decisão sobre qual correio eletrônico deverá ser barrado ou não. Nos casos em que a mensagem for enviada por uma fonte confiável do usuário e seja reprovado pelo sistema do DMARC, o protocolo oferece uma ferramenta de comunicação entre os dois pontos para que o remetente seja autorizado. O êxito do projeto, entretanto, está diretamente relacionado à quantidade de empresas que

A ação reúne nomes como Google, Microsoft, Facebook, Aol, Yahoo! e PayPal, entre outros

aderirem à ferramenta. “Já existiram alternativas que não funcionaram por falta de adesão. O DMARC é uma boa iniciativa, mas é preciso que o mercado também se adapte e passe a usar o serviço em larga escala”, afirma André Carretto, gerente de engenharia de sistemas da Symantec, empresa especialista em segurança na internet. Sem que as companhias utilizem a assinatura digital, o fato é que os servidores de e-mail não terão como identificar se a mensagem eletrônica é de fonte confiável.

SPAMS NO BRASIL Uma pesquisa da Symantec mostra que a situação brasileira em relação aos bytes malévolos é pior que a média mundial, de 68% dos e-mails enviados. Por aqui, 73,1% das mensagens disparadas têm segundas intenções. Esse desempenho terrivelmente exuberante rendeu ao País a terceira posição no ranking mundial de spams. De acordo com a empresa, 6,2% de todo o conteúdo ruim de e-mails do mundo em 2011 saíram do Brasil.

Correio infestado Todo esse esforço das grandes empresas de tecnologia e instituições financeiras pode ser justificado diante de uma análise dos números da internet. De acordo com um levantamento realizado pela empresa de tecnologia Radicat, em 2011 existiam mais de 3 bilhões de contas de e-mail ativas no mundo. A quantidade de mensagens enviadas diariamente, por sua vez, superava na época a casa de 290 bilhões. E a tendência é de crescimento.

Mas, se apenas os números totais de mensagens eletrônicas fossem gigantescos, tudo estaria perfeito. O problema é que a maior parte desses bytes não tem boas intenções. Um estudo realizado mensalmente pela Symantec aponta que 68% de toda essa comunicação pode ser reportada como spams. É contra esse cenário que o grupo DMARC pretende lutar. Aos usuários, resta torcer para que a estratégia funcione.

locaweb53

Email Autenticacao.indd 53

4/2/12 4:13 PM

lwprogramação Serviço: Renderizador de páginas web

Nível técnico: Iniciante/Intermediário/Profissional

Aproveite o Webkit Conheça os truques do renderizador de páginas presente em Google Chrome, Safari, iOS e Android Max Reinhold Jahnke e Adèle Helena Ribeiro PÁGINA A principal referência para quem está interessado em começar a desenvolver usando o Webkit é a própria página do projeto. Lá há todas as instruções de como instalar o kit de desenvolvimento, obter, compilar e rodar o código, além de possuir diversas informações sobre desenvolvimento e até mesmo dicas de como se tornar um desenvolvedor do Webkit. Página oficial: www.webkit.org.

O

Webkit é um renderizador de páginas web que é usado por navegadores como o Apple Safari e Google Chrome, e também como base do navegador do e-book da Amazon, o Kindle. Portanto, é o renderizador padrão do navegador de diversos sistemas operacionais para dispositivos móveis. O destaque, claro, está

no iOS e no Android, mas também é usado no BlackBerry Tablet OS e webOS.

Breve história Antes de surgir o Webkit, a Apple trabalhava com o KHTML e com a KJS (engine de JavaScript), ambos os projetos pertencentes ao KDE. A Apple fazia diversas modificações para deixar o código portável e, principalmente,

KDE (K Desktop Environment) é um famoso ambiente de Desktop usado em sistemas unix como BSD, GNU e outros. O KDE é um projeto muito grande e importante que deu origem a diversas tecnologias muito difundidas, como o próprio Webkit e bibliotecas de desenvolvimento gráfico como a QT.

compatível com o Mac OS X. Porém, devido a vários conflitos, como o fato de a Apple enviar patches longos, complicados e mal documentados, além de fazer exigências burocráticas antes de permitir que os desenvolvedores vissem o código dela, houve um “divórcio” entre as equipes de desenvolvimento. Os desenvolvedores do KHTML decidiram que trabalhar com a Apple foi uma falha, e a Apple acabou criando um fork do projeto. Assim, nasceu o Webkit. Por alguns anos, o código do Webkit foi mantido

fechado. Em 2007, o desenvolvedor Dave Hyatt anunciou, no blog pessoal dele, que a Apple abriria todo o código do Webkit. Algumas partes do projeto foram liberadas sob a licença GNU Lesses General Public License, outras eram licenças parecidas com a da BSD. Hoje, o Webkit é um forte projeto livre que conta com o apoio de diversas empresas, como Apple, Nokia, Google, KDE, Samsung e muitas outras. Essas empresas contribuem com correções de bugs, melhorias em segurança e aumento da portabilidade.

54locaweb

Programacao_WebKit.indd 54

4/2/12 3:42 PM

lwprogramação

ENGINES

Apesar de o prestígio ficar com os navegadores, os responsáveis pelo trabalho sujo são as engines. Na próxima tabela, você pode conhecer algumas engines e os navegadores onde são usadas: Renderizador Gecko KHTML Presto Tasman Trident

O navegador Apple Safari é um dos pioneiros a usar o Webkit para renderizar páginas

Webkit

Vantagens O Webkit possui diversas vantagens quando comparado com outros renderizadores: •A Apple é o principal desenvolvedor do Webkit e o usa no Mac OS e no iOS. Exatamente por esse motivo, há garantia do interesse dela em manter a engine o mais robusta e eficiente possível. •Todo o código do Webkit está disponível sob licenças livres, portanto, há muita

liberdade quanto ao uso e à customização da engine, abrindo possibilidades para que ela possa ser usada nos mais diversos projetos. •Por mais atrativos que os dois recursos acima sejam, o potencial deles só é plenamente atingido porque o Webkit funciona em diversas plataformas: Windows, Mac OS X, Linux, BSD e Symbian OS. •Tem custo zero.

Os principais concorrentes do Webkit são o Gecko, que é usado pelo Firefox; o Trident, que é usado pelo Internet Explorer; e o Presto, usado pelo Opera. Confira a tabela de compatibilidade com sistemas operacionais. WINDOWS Sim Sim Sim Sim

MAC OS X Sim Sim Não Sim

LINUX Sim Sim Não Sim

BSD Sim Sim Não Sim

O renderizador Webkit é livre, multiplataforma, segue os padrões web e é muito rápido e leve, como o Chrome Em resumo, o Webkit é um aplicativo confiável, que pode ser customizado livremente e também funciona em diversas plataformas.

Conclusão

CONCORRÊNCIA

ENGINE Gecko Presto Trident WebKit

Navegadores Firefox e Netscape Konqueror (navegador do KDE) Opera 7 IE5 (para MAC) IE, a partir da versão 4; mininavegadores do Winamp e RealPlayer. Safari, Chrome, Arora, Midori, Epiphany, iOS

SYMBIAN OS Não Sim Não Sim

Note que o único com características similares ao Webkit é o Presto, mas é um software proprietário que só é distribuído como parte do navegador Opera.

O Webkit é um renderizador fantástico, que, além de ser livre, é multiplataforma, segue os padrões web e é muito rápido e leve, como todo usuário de Safari e Chrome está cansado de saber. Certamente, é a engine ideal para usar em qualquer aplicativo que precise apresentar conteúdo web para o usuário. É uma pena que este renderizador não seja usado no Internet Explorer.sar, pois aumenta o conforto e a agilidade na criação de suas páginas e não se restringe apenas a blogs.

locaweb55

Programacao_WebKit.indd 55

4/2/12 3:42 PM

lwprogramação Serviço: Gerenciador de sites

Nível técnico: Iniciante/Intermediário/Profissional

Multiplataforma para dispositivos móveis Aprenda a criar sistemas para qualquer portátil, como os baseados em Android, os Apple, entre outros Max Reinhold Jahnke e Adèle Helena Ribeiro WPHONE Ao lado, captura de tela dos telefones com sistema Windows (chamados de WPhone ou WindowsPhone). Interface será a mesma para portáteis e também para desktops que estiverem dotados de Windows 8, versão do sistema operacional que substituirá o Win 7

É

inegável o impressionante crescimento das vendas de iPhones, smartphones com Android, Windows Mobile, BlackBerry e, recentemente, também tablets como iPad e Kindle Fire, da Amazon. Justamente por causa da explosão desse

mercado, a demanda por trabalhos para essas plataformas tem crescido muito. Não só o volume de “jobs” tem crescido, como as exigências também, já que toda empresa deseja que os usuários das mais diversas plataformas tenham acesso aos produtos.

As Ferramentas multiplataforma podem tornar o trabalho mais rápido

A alternativa mais comum é ter várias equipes, cada uma especializada num dispositivo. Essa é a alternativa que garante um melhor desempenho dos aplicativos e também um uso mais consciente dos recursos disponíveis. Porém, nem todos os aplicativos precisam de um alto nível de otimização. Para esses, o mais inteligente pode ser fazer o uso de ferramentas de desenvolvimento multiplataforma.

Considerações iniciais Antes de conhecer as ferramentas para desenvolvimento multiplataforma, é bom ter em mente algumas dicas para que o projeto seja bem-sucedido. A maior parte dos programadores sabe que desenvolvimento não se resume a apenas gerar código. Mas, mesmo assim, muitas considerações precisam ser feitas previamente, de maneira que sejam evitadas surpresas ou descobertas

56locaweb

Programacao_MultiPlataforma.indd 56

4/2/12 3:41 PM

lwprogramação

Existem diversas ferramentas para desenvolvimento multiplataforma, cada uma delas com características bem específicas. Escolher o framework de desenvolvimento correto para a sua aplicação é essencial para o sucesso.

Ferramentas para desenvolvimento geral

Em 2011, Brasil teve um aumento de vendas de smarthpones de 179%, de acordo com a Nielsen

desagradáveis. É importante ter uma ideia clara de como o software será usado, qual público-alvo e em quais dispositivos ele precisa funcionar. Talvez, com tantas opções no mercado, a decisão mais delicada seja justamente a escolha das plataformas. Desenvolver para iOS e Android é praticamente obrigatório, mas é possível ganhar bastante mercado atingindo outros dispositivos, como MeeGo, WebOS, BlackBerry OS, Symbian, Windows Phone 7 e Maemo. Por outro lado, cada nova plataforma suportada é um mar de restrições e problemas em potencial. Para desenvolver para diversas plataformas, é importante responder cuidadosamente algumas perguntas:

comprometida usando um framework de desenvolvimento multiplataforma? Para cada plataforma, realmente é melhor ter uma estética diferente? •Quais recursos de hardware são estritamente necessários e quais podem ser deixados de lado em nome da adoção de uma nova plataforma?

•RhoMobile / A RhoMobile faz parte do grupo Motorola Solutions e disponibiliza ferramentas para desenvolvimento mobile como o Rhodes, um framework open-source e livre sob a licença MIT, mas também com versões comerciais. É baseado em Ruby e permite o desenvolvimento de aplicativos nativos para diversos smartphones e sistemas operacionais, como iPhone, Android, Windows Mobile, RIM e Symbian. O Rhodes disponibiliza um gerador de aplicativos que cria uma estrutura inicial baseada em MVC, além de um sistema completo de sincronização e gerenciamento de RhoMobile

•É melhor manter dois códigos diferentes e completamente independentes, ou é melhor procurar formas de desenvolvimento híbrido, com uma única base de código? •Quanto da customização da interface e da usabilidade será

locaweb57

Programacao_MultiPlataforma.indd 57

4/2/12 3:41 PM

lwprogramação Multiplataforma para dispositivos móveis

Appcelerator Titanium

PhoneGap

objetos relacionais. Os aplicativos são construídos de forma nativa, permitindo criar funcionalidades que exigem acesso ao hardware, como GPS, assinatura digital por câmera (biometria), leitura de código de barras e comunicação via bluetooth. Também é oferecido o RhoHub, um ambiente de desenvolvimento online, gratuito, com controle de versão usando Git, e o RhoSync, um servidor que permite enviar e sincronizar dados do usuário do seu aplicativo mobile. A grande vantagem dessa plataforma de desenvolvimento é o uso da linguagem Ruby, que é muito simples, de fácil aprendizado e não deixa de fora nenhum recurso presente nas linguagens oficiais de cada um dos dispositivos. A vantagem é muito mais clara quando se compara com o desenvolvimento para iOS, que exige o conhecimento de uma linguagem exótica e muitas vezes considerada difícil: a Objetive-C. A página do RhoMobile é www.rhomobile.com.

Appcelerator Titanium / Sendo, talvez, a mais popular das ferramentas para desenvolvimento multiplataformas para dispositivos móveis, o Appcelerator Titanium

É possível ganhar bastante mercado atingindo dispositivos como MeeGo, WebOS, BlackBerry está disponível sob a licença Apache v2. Foi vencedor do Global Mobile Awards 2012 pela melhor tecnologia baseada em Clouds e oferece suporte para desenvolvimento iPhone, iPad e Android. O suporte para Blackberry foi anunciado em 2010, mas ainda está na versão beta. Podem ser usadas as linguagens JavaScript, PHP, Python, Ruby e HTML. Também há suporte integrado a ferramentas populares como JQuery, YUI, MooTools e Scriptaculous. O que certamente dá uma grande oportunidade para que designers e desenvolvedores web ampliem as possibilidades de trabalho. A documentação do Appcelerator Titanium é ampla, ensinando como interagir com redes sociais e fornecendo várias informações

sobre como usar recursos nativos, como câmera, vídeo, acelerômetro, mapas e geolocalização. A página do Appcelerator é http://www. appcelerator.com.

PhoneGap / Ganhador do People’s Choice Award na Conferência de Web 2.0, da O’Reilly Media, em 2009, e disponível livremente sob a licença Apache, o PhoneGap é um framework desenvolvido pela Adobe Systems. Os aplicativos podem ser desenvolvidos para as plataformas Apple iOS, Google Android, HP webOS, Microsoft Windows Phone, Nokia Symbian OS e RIM BlackBerry; as linguagens usadas são JavaScript, HTML5 e CSS3. Apesar de essas linguagens não parecerem muito sofisticadas, com esta ferramenta é possível criar funcionalidades que precisam de acesso direto ao hardware, como GPS, acelerômetro, câmera e som. Para facilitar o desenvolvimento, a Adobe criou um aplicativo de Adobe AIR que funciona como um simulador multiplataforma, oferecendo também treinamentos online. Como as linguagens usadas são típicas de desenvolvimento web, é quase uma

58locaweb

Programacao_MultiPlataforma.indd 58

4/2/12 3:41 PM

lwprogramação

obrigação que profissionais da web confiram os recursos desta ferramenta. Certamente, ela pode abrir uma grande gama de negócios. A página do PhoneGap pode ser acessada em www.phonegap.com.

Desenvolvimento de jogos

Unity 3D / A Unity é uma engine para desenvolvimento de jogos que ganhou, na área de software, o “Technology Innovation Award” de 2010, do Wall Street Journal. E a Unity Technologies foi nomeada “Top 5 Game Companies of 2009” pelo Gamasutra. Além da engine, Unity 3D possui uma IDE para desenvolvimento e criação de modelos, mapas e outros conteúdos de jogos. Também possui alguma semelhança com outras plataformas famosas, como a Blender Game Engine ou Gamestudio. Entre as plataformas suportadas estão Windows, Mac OS X, iPad, iPhone, Android, incluindo suporte aos consoles PS3, Xbox 360 e Wii; permite ainda o desenvolvimento para aplicativos web. Vários jogos profissionais já foram desenvolvidos com Unity. No site do projeto, há uma lista incompleta dos jogos. Na página é possível filtrar os jogos por plataforma e gênero e é possível ter uma ideia da qualidade dos jogos. Basta acessar o link: <http://unity3d.com/gallery/madewith-unity/game-list>. A página da Unity é http://www.unity3d.com.

além de oferecerem suporte a scripts escritos na famosa linguagem brasileira Lua. Apesar de não ser tão famosa quanto a Unity, uma rápida pesquisa na internet revela que existe uma grande comunidade de desenvolvedores independentes usando a SIO2; e ela também serviu de base para a criação de diversos games profissionais. Há um grande volume de material de aprendizado de SIO2, desde simples tutoriais mostrando como se cria projetos, passando por detalhes técnicos e também vídeos explicando, de maneira intuitiva, como usar diversos recursos. O local ideal para começar a aprender é http://sio2interactive. com/learningresource.php. A página do SIO2 Engine é http:// sio2interactive.com.

Conclusão O crescimento do mercado de dispositivos móveis deixa bem claro que existem diversas oportunidades de negócio e novos ramos para aprimoramento profissional para

SIO2 Engine

programadores e especialistas da área web. São dois possíveis caminhos: a especialização em plataformas específicas e bem estabelecidas, como iPhone ou Android; ou o desenvolvimento de aplicativos gerais que, apesar de não poderem ser otimizados, ganham em tempo de desenvolvimento e mercado. Há diversos recursos para auxiliar o desenvolvimento multiplataforma, o que poderia impelir o desenvolvedor a dar suporte a maior número de plataformas. Porém, é importante ter em mente que, para cada nova plataforma, limitações de hardware e restrições de recursos são impostas, dificultando o desenvolvimento. Unity 3D

SIO2 Engine / Engine com suporte a gráficos 2D e 3D que possui todos os recursos modernos de engines de jogos e oferece suporte e às plataformas iOS, Android, MacOS e Windows. Os jogos podem ser desenvolvidos usando C e C++,

locaweb59

Programacao_MultiPlataforma.indd 59

4/2/12 3:41 PM

lwprogramação Serviço: Gerenciador de legendas

Nível técnico: Iniciante/Intermediário/Profissional

WebVTT Uma nova especificação web tenta deixar vídeos exibidos via navegador mais acessíveis Felipe Magalhães TED Site do TED contém palestras em inglês e a maior parte delas conta com legendas em diversos idiomas; apesar de já haver boa possibilidade de manuseio de vídeos na web, ainda não são 100% acessíveis. O plano do WebVTT é mudar esse panorama.

O

HTML 5 surgiu com ares de “revolucionário” em vários itens. Um dos fatores que mais causou repercussão foi o trabalho com vídeos. O trabalho com arquivos multimídia por meio dessa linguagem de programação tem cada vez mais novidades e alternativas, seja em formatos, seja em compatibilidade. Algo que tem ganhado destaque

ultimamente é o trabalho para a aplicação de legendas. Com HTML 5, há a possibilidade de embutir vídeos na página sem a necessidade de um plugin. Por mais que ainda haja certas inconveniências causadas por problemas com codecs, surgem outras ações pertinentes a esse elemento. O próximo passo é a adição de recurso de legenda ao vídeo, tornando-o mais acessível e disponibilizando

O HTML5 permite embutir vídeos na página da web sem o uso de plugins

mais opções para quem está assistindo. Atualmente, não há meios de prover informações sobre o que está acontecendo ou sendo dito em um vídeo, o que significa que o filme ainda não é um recurso com boa acessibilidade. O usuário não pode navegar facilmente para uma determinada seção do vídeo, por exemplo. Felizmente, há a especificação para um novo formato que solucione esse problema, chamado WebVTT. Acrônimo para web vídeo text tracks, ele começou como uma

especificação do Web Hypertext Application Technology Working Group, um grupo de pessoas ligadas a empresas como Mozilla, Opera, Apple e que discute temas relacionados a evolução e inovações no HTML (conhecido pela sigla WHATWG, para saber mais, acesse o site www.whatwg. org). Recentemente, ela foi aceita como especificação W3C pelo grupo responsável por esse tipo de conteúdo dentro da World Wide Web Consortium, o W3C Web Media Text Tracks Community Group. Pode ser que você já tenha visto algo sobre

60locaweb

Programacao_WebVTT.indd 60

4/2/12 3:58 PM

lwprogramação

facilitem o trabalho com video text trackings e sua exportação, no estilo de programas como o Universal Subtitles (http://www. universalsubtitles.org/). Para iniciar, na primeira linha do documento, deverá haver a informação “WEBVTT” (em maiúsculas, sem aspas e apenas isso na linha). Dentro do arquivo, as informações que conhecemos são listadas como se fossem etapas. Um arquivo WebVTT deve conter de uma a quantas etapas forem necessárias, e cada item se inicia com um identificador, seguido pelo tempo no qual a informação será exibida e o texto a ser mostrado. Cada uma é separada da outra por uma linha em branco, como no exemplo:

Site do Web Hypertext Application Technology Working Group, que apoia o WebVTT

legendas em vídeos com HTML 5 citando o formato WebSRT (Web Subtitle Resource Tracks). Esse formato foi rediscutido e houve algumas alterações, o que acarretou numa alteração em seu nome para WebVTT. Um arquivo WebVTT é um texto simples, contendo alguns tipos de informação sobre o vídeo, como: • Subtítulo: envolve a transcrição dos diálogos que ocorrem no decorrer do vídeo. • Textos explicativos (captions): como o próprio nome sugere, são similares aos subtítulos, contudo, são utilizados para efeitos sonoros ou outras informações de áudio válidas para serem transcorridas como texto. • Descrições: tem por intuito ser um arquivo de texto separado que descreve o vídeo por meio da tela. • Capítulos: permite auxiliar o usuário a navegar pelas seções do vídeo.

WEBVTT 00:01.050 --> 00:06.040 <v Sergio>Finalmente chegamos ao Rio.</v>

Página com editores de texto: para criar um arquivo WebVTT basta um bloco de notas

• Metadados: informações e conteúdos sobre o vídeo, que por padrão não são exibidas ao espectador, apesar de haver a possibilidade de exibir tais informações por meio de Javascript. Para criar um arquivo WebVTT, você pode utilizar até o Bloco de Notas. Basta montar um texto seguindo algumas premissas básicas da estrutura do arquivo de video text tracking, que serão abordados no decorrer desta matéria. Apenas não se esqueça de salvar o arquivo com a extensão vtt em vez de txt. A expectativa para o futuro é que possam haver ferramentas que

00:10.045 --> 00:12.600 <v Paulo>E num calor infernal…</v> 00:15.850 --> 00:19.900 <v Paulo>Bem, pelo menos temos a praia por aqui!</v> 00:22.000 --> 00:26.450 <v Sergio>É, vai ser possível tirar esse bronzeado de escritório</v> 00:30.000 --> 00:33.100 <v Paulo>Ou ficarmos vermelhos como um camarão</v> No exemplo acima há algumas etapas que possuem o identificador (número, em ordem crescente), o momento inicial e final da exibição (no formato hh:mm:ss.mmm) e o conteúdo. Note que também citamos

locaweb61

Programacao_WebVTT.indd 61

4/2/12 3:58 PM

lwprogramação Conheça o WebVTT

Página com especificação do CSS: folhas de estilo podem trabalhar com o WebVTT Site do Universal Subtitles, que facilita muito a exportação de legendas, tornando o processo simples

quem é o locutor (voice) por meio da demarcação <v>, acompanhado do nome da voz atual. Essa informação será exibida juntamente ao texto e permite um gancho para a estilização do conteúdo (por exemplo, uma cor para a fala de cada personagem; esse item será melhor explicado a seguir). Outro recurso muito interessante que o WebVTT permite é a exibição de legenda no estilo de videokê. Quando estamos em um karaokê, a legenda transcorrida da música é realçada para destacar o que já passou na linha de tempo. Para isso, devemos embutir dentro do conteúdo uma maneira de sinalizar subetapas na exibição de um conteúdo: 1 00:00:01.000 --> 00:00:12.400 A esperança equilibrista <00:00:03.000> sabe que o show de todo artista <00:00:07.000> tem que continuar Esse recurso fica mais poderoso ainda quando combinamos com a estilização do efeito. Sim, é possível trabalharmos com folhas de estilo (CSS) em cima de WebVTT. A

Um recurso que chama a atenção no WebVTT é a exibição de legenda no estilo de videokê, com linha do tempo maneira de trabalhar com CSS para legendas demarcadas por tempo, como o exemplo dado, ocorre por dois pseudosseletores (:past e :future) atrelados ao principal pseudoelemento do track, o ::cue. Para aplicarmos estilo ao texto que passou e ao que está por vir, podemos fazer como no exemplo: ::cue:past { color: red; } ::cue:future { text-shadow: black 0 0 3px; } Outra possibilidade de estilização do texto do track é por meio de classes atreladas ao pseudosseletor ::cue, como será mostrado a seguir:

1 00:00:01.000 --> 00:00:05.500 Embora tudo tenha sido <c.destaque>cansativo</c>, obtivemos sucesso. E no CSS: ::cue .destaque{ color: #FF000; text-transform: uppercase; font-weight: bolder; } Outra possibilidade que se tem para estilizar o conteúdo é aplicar elementos de formatação diretamente em seu conteúdo, como as tags <b>, <u> e <i>. 1 00:00:01.000 --> 00:00:05.500 Embora <b>tudo</b> tenha sido <u>cansativo</u>, obtivemos <i>sucesso</i>. Por fim, a demarcação de capítulos se faz de maneira semelhante à das legendas: WEBVTT cap-1 00:00:00.000 --> 00:00:20.000 Introdução cap-2 00:00:20.001 --> 00:01:00.000 Decorrer dos fatos

62locaweb

Programacao_WebVTT.indd 62

4/2/12 3:58 PM

lwprogramação

cap-3 00:01:00.001 --> 00:02:00.000 Como tudo termina Lembre-se de que o arquivo de capítulos deve ser separado do arquivo de legendas.

Utilize o recurso de WebVTT no documento HTML Seu documento de video text tracking está devidamente montando. Mas, e agora, como atrelar esse elemento a um vídeo no HTML5? Bem, para isso temos o item <track>, filho do elemento <video>, que possui atributos (opcionais) como o caminho para o arquivo .vtt que servirá como fonte de informações (src), a linguagem na qual se encontra a legenda (srclang), os rótulos legíveis ao espectador (label) e o tipo de legenda (kind) que pode ser subtitles, captions, entre outros. Vale ressaltar que, se não for especificado o atributo kind, o valor

Produtos da Apple: empresa é uma das principais entusiastas e responsáveis pelo padrão WebVTT

Página de download do Opera: empresa do navegador é entusiasta da tecnologia

padrão é subtitles; se o valor do atributo kind for subtitles, então o atributo srclang é obrigatório. Não podem haver dois <track> com o mesmo valor para os atributos kind e label. Com isso, podemos aplicar um vtt a um vídeo conforme o exemplo a seguir: <video width="600" height="400" controls> <source src="filmagem.mp4" type="video/mp4" /> <source src="filmagem.webm" type="video/webm" /> <track src="legendas.vtt"

Profissionais de Mozilla, Opera, Apple e outras companhias dão grande suporte ao WebVTT, não adotado, até agora, pela MS kind="subtitles" srclang="pt-BR" label="Português do Brasil" /> <track src="subtitle.vtt" kind="subtitles" srclang="en" label="English" /> <track src="captions_en.vtt" kind="captions" label="English Captions" srclang="en"> <track src="chapters.vtt" kind="chapters" label="Chapters" srclang="en"> <track src="capitulos.vtt" kind="chapters" label="Capítulos" srclang="pt-BR"> </video> Lembre-se de que a existência de múltiplos sources para o vídeo ocorre em decorrência das diferenças de codecs entre navegadores existentes. Depois dos sources são aplicados os tracks. Podem haver vários para legendas, capítulos, metadados. Outro ponto que merece atenção é o fato de que a Microsoft oferece suporte ao formato de video text tracking TTML. Esse formato não foi implementado por outros navegadores e deve ser ultrapassado em breve. É o velho problema de incompatibilidade entre navegadores, infelizmente (ou felizmente) já conhecido por quem atua com desenvolvimento para este meio.

locaweb63

Programacao_WebVTT.indd 63

4/2/12 3:58 PM

lwnúmeros //Precisando de referências para projetos web? Acompanhe os dados de acesso ao site www.locaweb.com.br, que recebe milhões de visitantes por mês

Estatísticas Locaweb

A

companhe os dados de acesso ao site www. locaweb.com.br, que recebe milhões de visitantes por mês, e use-os como referência para seus projetos. A Locaweb sabe o quanto é importante para quem faz web ter acesso a números reais e confiáveis na hora de basear projetos de design. Por isso, a cada edição, você tem a oportunidade de acompanhar aqui os dados de OS, browsers e resoluções, entre outros, do site www.locaweb.com.br, com milhões de acessos ao mês. A vantagem de usar os dados do site da Locaweb como referência é que ele atrai todo tipo de público. Por isso, os números divulgados podem dar uma noção razoável do que vai enfrentar nos mais variados projetos. Acompanhe os screenshots do Google Analytics do mês de fevereiro de 2012:

Sistemas operacionais 91,53%

4,89%

Navegadores 47,35%

27,64% 18,78%

64locaweb

EstatisticasLW.indd 64

4/2/12 3:31 PM

lwnúmeros

Navegadores X OS

47,34%

26,35%

16,99%

Versões do IE

Resoluções de tela

65,81%

23,46%

8,58%

Versões de Flash 6,73% 17,91%

6,81%

23,43% 12,39% 35,13%

locaweb65

EstatisticasLW.indd 65

4/2/12 3:31 PM

lwparceiros //Empresas e profissionais liberais que oferecem serviços de desenvolvimento de sites

TWC Comunicação

Sidney Mansur Webdesigner

Criamix

SMSAWEB

Degrau

Marketing Shop

www.twcnet.com.br

www.criamix.com.br

www.degraupublicidade.com.br

www.sidney.mansur.nom.br

www.smsaweb.com.br

www.marketingshop.com.br

66locaweb

Parceiros.indd 66

4/2/12 3:36 PM

205 X 275:Layout 1 02/04/2012 17:55 Pรกgina 1


Edição 33