Issuu on Google+

Araraquara • Ano 3 | Edição 55 - Nº 6 auditada por: PricewaterhouseCoopers

distribuição gratuita

22 de outubro de 2012

Graciano Chevrolet atinge nível de excelência em satisfação do consumidor O diretor comercial de Araraquara, José Augusto Silva, atribui os resultados aos investimentos nas concessionárias do grupo. Outro motivo pelo sucesso das vendas foram os 13 lançamentos nos últimos anos, que já lideram o mercado, entre eles o Agile, Cruze, Cobalt, Spin, Sonic, Camaro e a nova S10 1

kappa magazine

2 kappa magazine

kappa magazine 3

Fotos: Lucas Tannuri

educaÇÃo

Informe Publicitário

Linda Mikus, vestida de Maysa, dentro do túnel do tempo da música montado pelos alunos

COC promove Feira do Conhecimento tendo a mulher como tema Alunos foram convidados a pesquisar, montar seminário e apresentar projetos

N

os últimos dias 10 e 11 de outubro, a sede do Colégio COC de Araraquara se transformou em uma verdadeira exposição para a Feira de Ciência e Arte, que reuniu trabalhos de todos os alunos dos ensino fundamental I, fundamental II e médio. Este ano eles trabalharam a importância da figura feminina para a história da humanidade, sendo que cada turma teve uma abordagem diferente de pesquisa. Na verdade, os belos trabalhos que culminaram na Feciarte 2012 começaram lá no início do ano 4 kappa magazine

Alunas do 7º ano vestidas das personagens que fizeram história na literatura e Tv brasileiras

letivo, como explica o coordenador pedagógico Marcos Liba. “Sempre procuramos temas que façam parte da realidade deles e como percebemos um aumento da violência contra a mulher, principalmente na nossa região, escolhemos este para realçar a importância feminina em nossa sociedade. Os alunos gostaram muito das pesquisas e os meninos se surpreenderam com as descobertas”, conta. O coordenador ressalta que no decorrer dos meses houve mudanças de postura entre os alunos. “As piadinhas dos meninos para

as meninas diminuíram. Eles passaram a respeitar mais as colegas”, enfatiza. Um exemplo dos trabalhos foi a pesquisa do 6º ano, que buscou os ícones femininos da TV brasileira, tanto as primeiras propagandas, como as atrizes que iniciaram com o veículo e as figuras que marcam o jornalismo há décadas. Uma homenagem para a apresentadora Hebe Camargo foi feita também. Outra turma retratou a participação da mulher na história musical. Depois de estudar e conhecer a participação feminina em todo o mundo, os estu-

Os pais foram convidados a assistir às apresentações

Alunos do 9º ano que retrataram a mulher no esporte Pela primeira vez, alunos viram como funcionava um aparelho de som com discos de vinil

Alunos vestidos de cirurgiões para falar de parto cesariano e normal

dantes puderam escolher as cantoras que seriam abordadas. “Já tinha ouvido Elis Regina e gosto muito de uma música, mas não sabia que era dela e gostei muito”, diz Linda Mikus (12), aluna do 7º ano, que pesquisou sobre Elis e Maysa. Uma outra sala retratou as mulheres que revolucionaram a história da humanidade por meio das artes cênicas. Elas estudaram a participação da mulher na literatura, teatro, rádio e TV. O grupo não se conteve e montou um pequeno teatro com as personagens que fizeram história ao retratar suas gerações e revolucionar os costumes das épocas. Foram tantos os trabalhos, que fica difícil retratar um a um com a exatidão que se deve. Um tema importante

para a mulher foi a gravidez, também abordado por alunos do 7º ano e que contou todo o processo, desde a fecundação até os cuidados básicos com os bebês. A importância da amamentação para a criança nos primeiros meses de vida foi ressaltada pelos alunos, que até se vestiram de cirurgiões para falar dos processos de cesariana e parto normal. Eles também pesquisaram sobre o parto humanizado e descobriram que em outros países é comum a mulher optar por ter seu filho em casa. Uma turminha do 9º ano retratou a mulher no esporte ao longo da história, ressaltando as atletas araraquarenses, os esportes praticados só por mulheres e as esportistas paraolímpicas.

Muitos outros temas foram abordados, como religião, doenças sexualmente transmissíveis (DST), brasileiras que fizeram história no mundo. As apresentações dos trabalhos puderam ser conferidas pelos pais dos alunos, pelos alunos de todos os anos da escola e também por alunos de outras escolas públicas e particulares. O resultado de todo este trabalho de pesquisa e aprendizado não poderia receber nota menor que 10. “É muito melhor trabalhar dessa forma, porque a gente se aprofunda na pesquisa quando sai da sala de aula e vai até o local pesquisar e entender como as coisas funcionam. Nós nos interessamos muito mais pelo tema”, diz a aluna do 8º ano Gabriela Felli Basile (13).

Serviço COC Araraquara Rua Verbo Divino, 151, Jd. Morumbi Tel .(16) 3303-1620 matricula@cocararaquara.com.br

kappa magazine 5

sumário

10

capa

Investimentos que incluem contratação de pessoal e treinamento, reestruturação dos espaços, além de novos lançamentos, renderam à Graciano R. Affonso Chevrolet a liderança de vendas no varejo. Marca comemorada pelo diretor José Augusto Silva e sua equipe.

14

especial

A saúde bucal e todas as novas tecnologias aplicadas por profissionais do setor de Odontologia são destaque neste Especial Dentistas preparado pela kappa.

44

Comportamento

O Projeto Internet para a Terceira Idade, do Núcleo Aberto da Terceira Idade da Unesp, muda vidas de quem encara o desafio de acessar a internet após os 50 anos.

56

bairros

Conheça o Cecap e suas peculiaridades, como a praça rodeada de estabelecimentos comerciais, que se destaca pelo verde de suas imponentes árvores.

6 kappa magazine

38

beleza

40

moda

Clima quente requer cuidados especiais com o visual, inclusive com os cabelos. Confira corte que deve ser tendência nesta primavera-verão.

Com tantos modelos e marcas de óculos no mercado, de sol e de grau, há quem aproveite para fazer coleção do acessório.

62

personagem

Samuel Brasil Bueno pesquisou e publicou a história de centenas de personagens que foram homenageados com nome de ruas e avenidas.

92

social

Clicamos concurso de beleza, feira do conhecimento, evento na área de esporte e lançamento de coleção nesta edição da kappa.

editorial Por

Luciano Abelhaneda

Ano 3 | Edição 55 | Nº 6 Araraquara, 22 de outubro de 2012

auditada por: PricewaterhouseCoopers

distribuição gratuita

Tiragem desta edição: 25.000 exemplares Expediente: kappa é uma publicação da Abelhaneda Editora e Serviços de Comunicação Ltda. Diretor Comercial: Adilson Haddad Editora-chefe: Marcia Bessa Martins editoraara@revistakappa.com.br MTb. 24.567 Reportagem: Andressa Fernandes - redacao4@revistakappa.com.br MTb. 38.154 Patricia Piacentini - redacao2@revistakappa.com.br MTb. 42.440 Samara Ignácio- redacao@revistakappa.com.br MTb. 64. 887 Criação: Aldo Pasetto Francisco, Alexandre Veras e Michel Kary Fotógrafos: Fabiano Vagner - MTb. 67.502/ Lucas Tannuri - MTb.59.775 Colunista social: Antonieta Magalhães socialara@revistakappa.com.br Marcia Belotti karaka@portalk3.com.br Jornalista Responsável: Luciano Abelhaneda - MTb. 23.733 Revisão: Jussara Lopes Diretor Jurídico: Fernando Abelhaneda Diretor Financeiro: Mário Gonçalves de Mattos Jr. Diretora de Eventos: Daniela Abelhaneda

kappa magazine

Via Abdo Najn, 3555 - Jd. Santa Julia 16 3305-5533 - Araraquara-SP | 14.811-005 www.revistakappa.com.br Elogios, críticas e sugestões: contato@revistakappa.com.br Quero anunciar: comercial@revistakappa.com.br kappa não tem responsabilidade editorial pelos conceitos emitidos nos artigos assinados e informes publicitários.

facebook.com/kappamagazine

Modernidade e atendimento

O

mundo moderno gira em torno de novidades, atendimento ao cliente e competividade. Podemos resumir assim a virada da concessionária Graciano R. Affonso no mercado, da marca Chevrolet, que alcançou a liderança de vendas no varejo. Uma das mais antigas do Brasil, ainda na gestão da mesma família, a Graciano, como é conhecida, entrou na rota da modernidade e, com isso, colheu os frutos. Em parceria com a GM, que se reinventou depois da crise de 2008, a marca vem lançando veículos e novas tecnologias praticamente todos os meses. Contamos essa história de sucesso nesta edição e mostramos que, com investimento forte e equipe preparada, o resultado sempre é alcançado. Parabéns à família, que está chegando a 90 anos com a revenda.  É um marco para Araraquara e para o Brasil. Também nesta edição temos o Especial Dentistas. Quem não conhece um profissional desta área, em qualquer parte do País, que não tenha saído de Araraquara, cidade que conta com a conceituada Faculdade de Odontologia, há quase 90 anos? Coincidência ou não, é quase o tempo da Graciano no mercado. Neste especial teremos ainda um Raio X da tecnologia, que avança a cada dia, e profissionais que mostram seus serviços e novidades da área odontológica. Vale lembrar que estamos chegando ao final de mais um ano e teremos, mais uma vez, as edições especiais. A próxima será Especial Festas e depois os grandes especiais de Natal, no mês de dezembro. A kappa é hoje a maior vitrine da cidade, com mais de 340 anunciantes rotativos de todos os setores da economia. Temos uma solução para o seu negócio. Queria também falar com todos sobre o sucesso do portal K3, o único e exclusivo portal de notícias gratuito, atualizado 24 horas por dia. O k3 só respira notícias e prestação de serviços. Isso faz a diferença, porque nossos acessos são diretos para o conteúdo informativo do portal. E já estamos com tudo pronto para iniciar as operações do portal k3 na cidade de São Carlos. Passaremos a contar com outra estrutura em São Carlos, que também vai trabalhar 24 horas por dia. Ou seja, você terá duas plataformas com o maior conteúdo regional existente. Não precisaremos esperar o outro dia para ver notícias e fotos. O portal k3 é imediatista e irá “linkar” as duas regiões. Mas lembre-se: serão dois portais distintos e você poderá escolher o que ver primeiro. Se acessar os dois, será o internauta mais bem informado da Região Central em tempo real. Obrigado a todos pela audiência e confiança.

twitter.com/kappamagazine kappa magazine 77

cartas

Agradecemos do fundo do coração a maravilhosa reportagem da revista kappa “Sou mais conhecida em outras cidades do que aqui”, sobre a trajetória de Ju Marconato, na dança do ventre. Um sucesso. Obrigada pela confiança e parabéns pelo profissionalismo. Núcleo Ju Marconato Mais uma vez, a kappa se mostra antenada com os assuntos de Araraquara. O tema segurança, abordado como especial da última edição da revista (edição 54) foi muito pertinente e útil para nós leitores. Vivemos hoje um momento difícil, com casos de violências todos os dias. Lamentável essa situação. Parabéns à equipe de jornalistas. José Aurélio Souza Junior Gosto muito da kappa magazine, pelo seu conteúdo, com as matérias abordadas e até com os posts de quem anuncia. Revista que faltava para Araraquara e região. Célia Maria Minguini

8 kappa magazine

Parabéns pela edição 54 da revista kappa. Muita informação que comprova a competência dessa equipe de profissionais de primeira linha. Destaco a matéria de capa “Investimento da JBF garante aumento de R$ 12 milhões por ano no ICMS do Município”. Rita de Cássia Oliveira

kappa magazine 9

capa

Graciano Chevrolet lidera vendas no varejo de automóveis Grupo recebe classificação “A” pelos serviços prestados na região e satisfação do consumidor Por andressa Fernandes Fotos Lucas tannuri

C

om cinco unidades na região de Araraquara, cobrindo Matão, Ibitinga, Itápolis e Bariri, o grupo Graciano R. Affonso S.A. 1 0 kappa magazine

Veículos, concessionária da marca Chevrolet, tem muito o que comemorar. Os resultados de avaliação feita nas vendas do ano de 2011 a tornam líder de mercado de vendas no varejo, o que se reflete no nível de excelência do atendimento, me-

dido pelo índice de satisfação do consumidor. Os resultados são reflexo dos investimentos feitos nos últimos anos nas concessionárias do grupo; cerca de R$ 4,5 milhões, como afirma o diretor comercial das unidades de Matão e Arara-

Entrega do prêmio pelo diretor nacional da GM do Brasil, Luiz Lacreta, ao diretor da Graciano de Araraquara, José Augusto Silva, ao lado de Marlene D. Sualdini e Georgia Affonso

O diretor comercial da Graciano, José Augusto Silva

quara, José Augusto Silva. “Após a reforma e reestruturação de todas as unidades em 2009, conseguimos uma nova organização, com ambientes adequados, recursos humanos de ponta, contratação e treinamento de pessoal, além de aquisição de tecnologia para assegurar o atendimento no pós-venda. A nossa oficina, por exemplo, tem atendimento personalizado. O cliente agenda a visita e ainda conta com os serviços de leva e traz”, ressalta o diretor, acrescentando que a marca tem a seu favor ainda as menores taxas de financiamento

do mercado. Outro grande motivo pelo sucesso de vendas da GM em todo País foi a renovação total de seus modelos, sendo 13 lançamentos nos últimos dois anos, que já são líderes de vendas, como o Agile, Cruze, Cobalt, Spin, Sonic e a Nova S10. E as novidades não param por aí. No dia 24 deste mês de outubro, a Chevrolet lança no Salão do Automóvel de São Paulo sua grande estrela do ano, o Onix, que vem em duas versões, com motores 1.0 e 1.4, que chegam a 80 e 106 cavalos de potência, respectivamente, e conta com câmbio de cinco marchas para as versões manuais. Mas o que mais deve chamar a atenção no modelo é o preço, cotado em R$ 27 mil para versões mais simples, como a LS 1.0 básica, que já inclui os airbags frontais e freios ABS. A versão completa inclui direção

hidráulica, ar-condicionado e travas e vidros elétricos opcionais. O novo modelo também deve se destacar pelo espaço interno, que segue a mesma plataforma do Cobalt, proporcionando maior conforto ao motorista e passageiros. Também no Salão do Automóvel, a Chevrolet faz outro grande lançamento, a Trailblazer, nova geração da Blazer, lançada pela primeira vez em 1995. A nova versão do utilitário esportivo foi desenvolvida pela equipe de engenharia brasileira junto com a picape S10, que tem design marcado pelo cockpit duplo, comando no console central em círculo e traços do

Onix, o lançamento mais aguardado da Chevrolet para 2012 kappa magazine 11

capa

Trailblazer, nova geração da Blazer, um clássico do estilo SUV

Camaro em seu interior. O carro estreia com os motores 2.5 e 2.8 Duramax dieselturbo, com quatro cilindros em linha. O mais forte tem 182 cavalos de potência e torque de 47,9 kgfm, com transmissão automática de seis velocidades. Sua capacidade será para sete passageiros em três fileiras de bancos rebatíveis. Essa nova geração da Blazer começou a ser produzida na Tailândia e será exportada para mais de 50 países e as entregas começam a partir de já. CAMARO – Para 2013, o Camaro ganha o modelo 1LE, que traz no design seu grande diferencial, com um capuz preto fosco, divisor dianteiro e spoiler traseiro. Ele possui características da versão ZL1, como hardware, suspensão, sistema de combustível, volante de fundo chato e um shifter de curta distância. Já a versão ZL1 recebe barras estabilizadoras dianteiras e traseiras maiores, além de maior capacidade do eixo traseiro e meio, mono-amortecedores traseiros turbo e uma torre de braço cinta. O motor não foi modificado, sendo o mesmo 426-hp 6.2L LS3 V8 na SS. Já os americanos poderão contar 1 2 kappa magazine

Trailblazer tem espaço para transportar sete pessoas com muito conforto

com a versão conversível do modelo ao valor de US$ 60.445. Além de lindíssimo, o Camaro ZL1 Cabriolet tem sob o capô o poderoso bloco V8 6.2 supercharged com 580 cavalos de potência e 76,6 kgfm. CLASSIFICAÇÃO “A” – No dia 2 de outubro esteve na concessionária Graciano Chevrolet de Araraquara o diretor nacional da GM do Brasil, Luiz Lacreta, para a entrega de medalha e troféu da premiação denominada Classificação “A”. Trata-se de uma avaliação anual que a GM faz em todas as suas concessionárias pelo mundo, levando em consideração a infraestrutura das oficinas, as instalações das lojas, número de vendas, participação no mercado, tratamento pós-venda e o índice de satisfação do cliente. “O sistema da GM é tão rigoroso que, das mais de 530 concessionarias em todo o Brasil, apenas 15% conseguem alcançar a classificação A. E essa é uma conquista muito importante para nós, proporcionada pelo dinamismo de nosso diretor presidente, senhor Jorge Affonso, e da diretora vice-presidente, Marlene Sualdini, que mesmo em um período de crise econômica, como

o enfrentado desde 2008, não se intimidaram e investiram em suas unidades”, comenta José Augusto. O prêmio foi entregue ao diretor presidente Jorge Affonso, à diretora vice-presidente Marlene D. Sualdini e ao diretor comercial José Augusto Silva. O evento aconteceu na loja e reuniu os 90 colaboradores para ouvir o discurso de Luiz Lacreta. Ele entregou um troféu e uma medalha, a qual foi posta em um quadro onde a Graciano já contemplava outras duas medalhas de Classificação “A”. Na verdade, a entrega oficial dos resultados da avaliação foi realizada no mês de maio deste ano, só que em Milão, onde José Augusto Silva e Georgia Affonso, diretora jurídica estiveram presentes em cerimônia em que a Graciano foi homenageada. “Na ocasião, a entrega do prêmio foi feita pela Grace Lieblein, presidente da GM no Brasil. A cada ano eles realizam esta comemoração em um país diferente”, relembra José Augusto. A Graciano Chevrolet de Araraquara fica na Avenida Sete de Setembro, 1555, Centro. O telefone é o (16) 3301-4488.

kappa magazine 13

tratamento Sede do Cedeface no Jardim Santa Lúcia

Cedeface busca ajuda para continuar cirurgias Entidade muda a vida de pessoas que convivem com deformidades buco-faciais Por andressa Fernandes Fotos Lucas tannuri

E

xtraordinário. Não existe outra definição para o trabalho desenvolvido pelos cerca de 50 profissionais de uma equipe multidisciplinar, que compõe o Centro de Pesquisa e Tratamento das Deformidades Buco-Faciais (Cedeface) de Araraquara. Trata-se de uma associação civil, de caráter filantrópico 1 4 kappa magazine

e sem fins lucrativos, reconhecida como de utilidade pública, que existe há 18 anos e foi instituída pelos ortodontistas Roberto Della Coleta e Elcio Marcantonio, para prestar gratuitamente o tratamento e cirurgia ortognática. Eles tratam de pacientes com deformidades faciais, que apresentam padrão ósseo fora do ideal, um problema não somente estético, mas que influencia em outras questões como dores faciais e a má articulação da mandíbula.

A equipe do Cedeface é composta de ortodontistas, psicólogos, fonoaudiólogos e uma gama de profissionais com a função de encaminhar o paciente para o tratamento e cirurgia de correção da mandíbula. Todos estes profissionais trabalham de maneira voluntária e o público alvo é a população carente, que não tem condições de pagar por uma cirurgia que custaria em torno de R$ 30 mil. Embora a faixa etária predominante dos atendidos seja de 15 a 25

anos, que já tenham a arcada dentária formada, o tratamento destina-se aos que compreendem entre 10 e 45 anos, havendo exceções diante do caso clínico. Nestas quase duas décadas de história, a entidade já tratou de 2 mil pessoas e realizou cerca de 500 cirurgias. Hoje, em tratamento estão cerca de 700 pessoas e 100 delas aguardam na fila para a cirurgia, realizada na Santa Casa de Araraquara, sendo quatro por mês. Todos os tratamentos são pagos por meio de verba do Ministério da Saúde, cerca de R$ 20 mil mensal, além de doações de empresas sensibilizadas com a causa. A entidade também realiza eventos beneficentes para arrecada-

Fernando Antonio Gonçalvez, presidente da entidade

ção de recursos como jantares, além de um congresso internacional por ano, com a presença de renomados professores que nada cobram pela participação.

“Com a verba que temos, conseguimos realizar apenas quatro cirurgias por mês. A fila de espera é grande e por isso acabamos não pegando novos tratamentos, então as pessoas

kappa magazine 15

tratamento acabam aguardando longos períodos para a cirurgia. Se conseguíssemos uma maior arrecadação, poderíamos aumentar a quantidade de cirurgias e diminuir a fila de espera”, informa o presidente do Cedeface, o médico ortodontista Fernando Antonio Gonçalvez. O Cedeface atende pacientes de todo o Brasil e tornou-se referência nacional na execução deste tipo de cirurgia. Em 2008, a entidade conseguiu realizar o sonho de construir sua sede própria, no Jardim São Jorge, onde conta com consultórios e salas para pequenas cirurgias. Em parceria com as universidades locais, os alunos dos cursos de Odontologia desenvolvem trabalhos de atendimento no Cedeface. “Aqui temos o trabalho voluntários de profissionais da região inteira. E é muito gratificante. Há alguns meses, por exemplo, conseguimos realizar a cirurgia em uma menina que veio do Amapá e que tinha a mandíbula travada. Ela nunca tinha conseguido mastigar

antes da cirurgia, e é maravilhoso ver o resultado”, diz Dr. Fernando. DEFORMIDADES BUCO-FACIAIS – A Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é uma especialidade da Odontologia que tem como objetivo o diagnóstico e tratamento das doenças, traumatismos, lesões e anomalias, congênitas e adquiridas, do aparelho mastigatório e anexos, e estruturas crânio-faciais associadas. Os médicos explicam que não existe tratamento preventivo para estas deformidades, pois as alterações de tamanho e posição de mandíbula ou maxilar estão relacionadas a um componente genético predominante. De acordo com o Cedeface, estatísticas americanas dizem que 5% da população mundial apresenta deformidades dento-faciais. Para colaborar com doações, basta acessar o site da entidade pelo www.cedeface.com.br/como-colaborar.

Consultório do Cedeface, com 30 cadeiras na sala

1 6 kappa magazine

Fabiano Vagner

centro odotoLÓgico

Equipe do Centro de Atendimento Odontológico

Uma família que tem tudo a ver com o ensino e com a odontologia Clínica reúne família de professores e profissionais especializados em implantes, cirurgia e ortodontia

O

Centro de Atendimento Odontológico reúne experiência e seriedade de mais de 40 anos, tendo à frente o Professor Dr. Elcio Marcantonio (CROSP 4.652), aposentado das faculdades de Odontologia da Unesp- Araraquara e da Unaerp- Ribeirão Preto. Exerce atividade profissional em seu consultório, sendo também coordenador de Curso da Implantandontia da APCD e professor do curso de mestrado e graduação da Odontologia da Uniara. O Centro também oferece inovação, reunindo uma família de professores e profissionais renomados na área de Odontologia, especializados em implantes, cirurgia e ortodontia. Além do Dr. Elcio, a equipe é formada por outros quatro renomados nomes da Odontologia: Dr. Elcio Marcantonio Júnior (CROSP 26063), coordenador de Implantologia da FAEPO e professor titular de periodontia da Unesp-Araraquara; Dr. Rodolfo Jorge Boeck Neto (CROSP 51670), professor de Cirurgia

e Implantologia da Unaerp- Ribeirão Preto; Claudio Marcantonio (CROSP: 34875), especialista em implantes, e a Doutora Heloisa Marcantonio Boeck (CROSP-51085), doutora e professora do curso de Graduação, Especialização e Mestrado da Uniara. Hoje, a clínica ocupa todo o terceiro andar e parcialmente o primeiro andar de um prédio da Avenida São Paulo. No setor de implantologia, a clínica já promove procedimentos inovadores de destaque, como a cirurgia sem corte, com a qual o paciente pode voltar às suas atividades no mesmo dia. Outra inovação são os implantes curtos. A técnica é utilizada quando o paciente tem perda óssea; com um pino mais curto, não é necessário enxertos, suportando também coroas mais longas. Os 40 anos de experiência também propiciam aos profissionais, capacidade para o planejamento virtual, que garante um estudo completo do paciente e a confecção de um gabarito de precisão na colocação do implante, per, evitando principalmente lesões

no nervo auveolar inferior, eliminado possibilidades de erros. INOVAÇÕES - E as novidades vão além, como as cargas imediatas, procedimento que promove implante de vários dentes na mesma sessão, e instalação da prótese logo após a instalação cirúrgica do implante. O paciente faz no mesmo dia a colocação do pino e do novo dente. Em cirurgia bucal, há também os procedimentos mais adequados para dentes inclusos e patologias bucais, como tumores e cistos, além de correção de deformidades dento-esqueléticas, garantindo melhores resultados e rápida recuperação do paciente. Já na área de Ortodontia, a Doutora Heloisa promove técnicas que promovem beleza no sorriso, com aparelhos modernos, discretos, mais eficientes, práticos e com resultados mais rápidos. O Centro de Atendimento Odontológico fica na Avenida São Paulo, 494 (1° e 3° andares), edifício Itaú. Os telefones são (16) 3332-1239 e 3332-1183. kappa magazine 17

pLano odontoLÓgico

Dr. Theóphilo Perche, Dr. Gustavo Loria Leoni e Dr. João Francisco Franco Filho, na Uniodonto

Uniodonto: valorizando cooperados e beneficiários Cooperativa obtém ano a ano os melhores índices de avaliações criados pela ANS

A

Odontologia como carreira vem atravessando momentos de dificuldades nos dias de hoje. O alto número de formandos ano a ano, especialmente em determinadas regiões do país, vem saturando o mercado de trabalho e faz com que esses profissionais, buscando um lugar ao sol, procurem os “convênios” para complementar sua carteira de rendimentos. 1 8 kappa magazine

Nesse contexto as operadoras de planos odontológicos são divididas em cooperativistas e mercantilistas. Nas mercantilistas, o fator acionista financeiro impera, buscando seus lucros pelo valor investido. E, desta forma, inúmeras empresas, mesmo aquelas que não têm atuação direta no setor, investem em parcerias com operadoras, buscando lucros na atividade que tem alta expectativa de

crescimento em nosso país. Diferentemente deste segmento, nasce há 40 anos o sistema cooperativista, alicerçado nos conceitos de benefícios a “todos” e não ao “eu”. O Sistema Nacional Uniodonto se destaca, como sendo a maior cooperativa odontológica do país. Com grande diferencial em seu gerenciamento, o Sistema Uniodonto busca valorizar seus cooperados e benefi-

Fachada da Uniodonto, em Araraquara: referência nacional

de dos tratamentos realizados pelos cooperados. Nesse sentido também, os Clientes Uniodonto são beneficiados, pois os pacientes não são submetidos a exames radiográficos desnecessários, fato este que justifica o apoio dos órgãos de defesa de classe, como o CFO (Conselho Federal de Odontologia) e CROS (Conselhos Regionais de Odontologia) ao Sistema Uniodonto. Desta maneira, podemos dizer que muito temos a almejar no setor, sempre visando qualidade e o melhor atendimento para os clientes. Com certeza o Sistema Uniodonto através do conceito cooperativista vem buscando dia a dia a valorização da classe odontológica, uma profissão altamente gratificante mesmo em momentos como esse. Assim, saudamos a todos os cirurgiões dentistas, cooperados ou não pela data especial.

Serviço Uniodonto Araraquara Rua Voluntários da Pátria, 1947, Centro Fone/Fax: (16) 3303-7133

kappa magazine 19

informe publicitário

A Uniodonto Brasil é uma cooperativa odontológica, formada por cirurgiõesdentistas que se associam segundo os princípios do cooperativismo, com o objetivo social de prestar assistência odontológica com alta qualidade a um custo acessível ao beneficiário. A grande característica do Sistema Nacional Uniodonto é garantir uma cobertura efetiva; o usuário da cooperativa que estiver viajando ou trabalhando fora é atendido em qualquer cidade do país que possua um profissional cooperado, sem burocracia. A Uniodonto é uma das líderes deste segmento de mercado, seja pelo número de usuários ou pela diversidade dos planos que sempre oferece aos seus clientes. É a primeira cooperativa de dentistas formada em todo o mundo. Constituído em 1972, o Sistema Nacional Uniodonto reúne mais de 22.000 cirurgiões-dentistas cooperados em todo o país, associados a mais de 170 cooperativas, agrupadas em federações regionais, uma delas, a Federação das Cooperativas Odontológicas do Estado de São Paulo, a Uniodonto Paulista, fundada em 25 de setembro de 1992. É maior do país; o número de cirurgiõesdentistas cooperados chega a 8 mil e o total de usuários ultrapassa a 1,3 milhão. As principais metas da Uniodonto Paulista são a realização de convênios federativos, além da realização de encontros estaduais e sua divulgação, através de brindes e material promocional. Obedece aos princípios éticos de seus órgãos de classe e à Lei n° 5.764/71, que rege o cooperativismo brasileiro.

Lucas Tannuri

História e objetivos do Sistema Nacional Uniodonto

ciários, pois sua administração é gerida por cirurgiões-dentistas. Todos os planos dos tratamentos sugeridos pelos cooperados passam por avaliações com prioridade na saúde e qualidade de seus beneficiários, diferentemente do caso dos mercantilistas, que são considerados, na maioria das vezes, apenas como números estatísticos. Outra questão é a do retorno, onde nas empresas mercantilistas, o acionista define o percentual de retorno do investimento e, desta maneira, todo o processo é focado na obtenção do lucro do investimento. Já na Uniodonto, por ser uma cooperativa de trabalho, seu objetivo maior é promover trabalho para o cirurgião-dentista, onde o resultado ao final do exercício não é objetivo principal. Com relação aos Clientes Uniodonto e mais especificamente de Araraquara, temos orgulho de afirmar que nossa singular é modelo para todo o sistema, pois estamos 100% adequados às exigências da Agência Nacional de Saúde Suplementar, órgão regulador do setor, obtendo ano a ano os melhores índices de avalições criados pela própria ANS. Outro fator importante é a qualidade do atendimento, onde temos em Araraquara perto de 100% dos consultórios dos cooperados equipados com câmeras especiais para captura de imagens dos tratamentos solicitados, o que dispensa o Cliente Uniodonto de ter que se deslocar até a sede da cooperativa para aprovação de seu tratamento, gerando assim ganho de tempo para o cliente e agilidade para o cooperado, que já tem sua guia de tratamento aprovada no dia da consulta. Outra vantagem deste sistema de imagens é a de se avaliar o planejamento do caso, bem como a qualida-

destaQue

Pesquisa sobre implante dentário feito na Unesp é premiada nos EUA Estudo envolveu animais; o próximo passo será a realização desse mesmo tipo de experimento em humanos Por agência Fapesp

P

esquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) conseguiram acelerar o processo de união do implante dentário ao tecido ósseo chamado de osseointegração em modelos animais, trabalho que rendeu o Prêmio de Melhor Apresentação de Pôster durante o 27º Encontro Anual da Academia Norte-Americana de Osseointegração, em Phoenix, no Arizona (EUA). O resultado do experimento, sintetizado em um pôster, concorreu com 231 trabalhos, provenientes das principais universidades dos Estados Unidos, Europa e Ásia. A premiação é concedida somente ao primeiro lugar. O experimento deu sequência à tese de doutorado de Thallita Pe2 0 kappa magazine

Thallita Pereira Queiroz, doutora em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela Unesp e professora da Uniara, recebe prêmio no 27º Encontro Anual da Academia Norte-Americana de Osseointegração, nos EUA

reira Queiroz, defendida em 2010 na área de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba (FOA), da Unesp. Atualmente, ela é professora do Centro Universitário de Araraquara (Uniara). De acordo com o coorientador da tese, Antônio Carlos Guastaldi, professor titular do Instituto de Química (IQ) da Unesp de Araraquara, responsável pelo desenvolvimento das superfícies de implantes, o estudo teve a participação de vários coautores, devido à sua complexidade e multidisciplinaridade. Além de Queiroz e Guastaldi, participaram do trabalho Rogério Margonar e Ana Paula de Souza Faloni – ambos do Programa de Pós-graduação em Ciências Odontológicas da Uniara –, a professora Roberta Okamoto, coorientadora do estu-

do e responsável pelo Laboratório de Imuno-Histoquímica da FOA-Unesp, e os professores Francisley Ávila Souza, Eduardo Hochuli Vieira e Idelmo Rangel Garcia Júnior, todos da FOA-Unesp. Os resultados obtidos no estudo, financiado pela Fapesp, permitiram concluir que as modificações físico-químicas, em escala nanométrica, promovidas nas superfícies dos implantes dentários, aceleraram a expressão de proteínas ósseas que constituem o primeiro passo na interação entre o osso e o implante. “Com isso, foi acelerada a resposta do tecido ósseo ao implante, favorecendo, dessa forma, a osseointegração em períodos de tempo mais curtos. O próximo passo será a realização desse mesmo tipo de experimento em humanos”, disse a pesquisadora.

ortodontia

Lucas Tannuri

O professor Tatsuko Sakima e seu filho, o professor Mauricio Sakima (FOAr-UNESP)

Técnica resolve casos graves dentro da ortodontia em adultos Filosofia veio para o Brasil trazida por Maurício Sakima em 2004

P

ouco tempo atrás não havia recursos tecnológicos para cuidar com eficácia de problemas relacionados à odontologia, em especial, à ortodontia. Nos últimos anos, a maioria dos dentistas tratava os adultos de forma convencional e, em alguns casos, o paciente não conseguia um resultado satisfatório e sofria com efeitos colaterais, que geravam o desconforto de passar anos e anos usando aparelho nos dentes. No entanto, existe uma técnica chamada Arco Segmentado, idealizada pelo professor Charles Burstone, do Departamento de Ortodontia da Universidade de Connecticut – EUA, que veio para o Brasil em 1990 pelas mãos do professor Tatsuko Sakima, durante seu pós-doutorado. Em 2002, seu filho, o professor Maurício Sakima (FOAr-Unesp) seguiu o mesmo caminho do pai, realizando um pós-doutorado na Universidade

de Aarhus (Dinamarca) sob a supervisão da professora Birte Melsen, pesquisadora e clínica reconhecida internacionalmente pela filosofia de tratamento de casos complexos, que também emprega a mesma técnica. O objetivo desta filosofia é agilizar o processo e obter resultados mais satisfatórios, principalmente em adultos, os quais já apresentam outros problemas odontológicos, por exemplo, perda de dentes. Maurício conta que muitas pessoas o procuram com recomendações de extração dentária ou com problemas severos na gengiva. “Aqui atendemos um caso, por exemplo, em que o paciente iria extrair todos os dentes e colocar dentadura, porém, com a filosofia trazida da Dinamarca, aliada a outras áreas da odontologia, nada disso precisou ser feito e conseguimos devolver a autoestima dele”, diz.

É importante ressaltar que todo adulto que não se sente bem esteticamente ou apresenta dores na face e na cabeça, deve procurar ajuda de um ortodontista, independente da saúde bucal que apresenta. “Antes víamos somente crianças e adolescentes usando aparelhos ortodônticos. Hoje os adultos podem e devem”, ressalta. PIONEIRISMO - Maurício é hoje o principal divulgador no Brasil da filosofia de tratamento de casos complexos desenvolvida pela professora Birte Melsen; foi o primeiro brasileiro aceito para permanecer dois anos naquele departamento, ministra aulas na pós-graduação em Ortodontia na Dinamarca desde 2003 e, recentemente, recebeu o convite para substituir sua professora Birte Melsen. Em Araraquara, ele ministra aulas na Unesp, na APCD e em sua clínica. kappa magazine 21

cLÍnica da Face

Fachada da Clínica da Face

Saúde e beleza tratadas com perfeição A Clínica reúne especialistas, mestres e doutores que buscam atualização constante em suas especialidades

H

á três anos em Araraquara, a Clínica da Face surgiu com a proposta de oferecer serviços diferenciados em odontologia e outras áreas da saúde, em um único espaço. A clínica foi projetada pensando na funcionalidade e conforto dos clientes, com infraestrutura voltada para os princípios de biossegurança e higiene, proporcionando total segurança aos seus pacientes.

Dra. Odilia Liliam Almeida Botelho Cirurgiã-dentista, Especialista em Prótese Dentária e Odontologia Estética

Dra. Mariana C. Matsumoto Tavares Cirurgiã-dentista, Especialista em Ortodontia CROSP 88526

CROSP 81331

2 2 kappa magazine

A equipe clínica é formada por especialistas, mestres e doutores que constantemente se atualizam em suas especialidades clínicas, nas mais diversas áreas da Odontologia: Cirurgia, Dentística, Prótese, Ortodontia, Endodontia, Odontopediatria, Periodontia, Implantes e Disfunção da ATM (Articulação Temporomandibular). Sendo assim, o trabalho em

Dr. Rafael Silveira Faeda Cirurgião-dentista Mestre Doutor e especialista em Periodontia e Implante CROSP 82207

Dra Paula Ap. Nakazone Guimarães Cirurgiã-dentista Especialista, Mestre e Doutoranda em Edontontia CROSP 86434

conjunto tem como foco a ética, a competência e o comprometimento de seus profissionais. Procedimentos inovadores e equipamentos modernos fazem parte da filosofia de trabalho da Clínica da Face, com a busca permanente de um atendimento individualizado, onde são desenvolvidos e realizados tratamentos direcionados às necessidades de cada paciente.

Dra. Juliana Rico Pires Cirurgiã-dentista Mestre e Doutora Especialista em Periodontia CROSP 71891

Dra. Leila C. Bertolucci Rudnytskyj Cirurgiã-entista, Especialista em Odontopediatria CROSP 37122

dtm

Odontologia e fisioterapia: tratamento multidisciplinar da dor orofacial Clínica da Face oferece técnicas que atuam direto nas causas da dor

Dicas que evitam o agravamento da dor: • Evite apertar os dentes, • Evite alimentos muito duros, • Mastigue dos dois lados, alternando, • Evite dormir de bruços.

rado. Com uma avaliação clínica bem realizada, que consiste em técnicas específicas de diagnóstico, o profissional irá explorar e analisar de maneira ordenada, recomendando o tratamento necessário não só na sua área, como também encaminhando o paciente para outros profissionais”. O tratamento inicial se baseia no alívio da dor, porém essa é somente a primeira condição. A Dra. Graziela Paronetto Caetano, fisioterapeuta da Clínica da Face, especialista em coluna e DTM, afirma que o tratamento deve ser focado no paciente como um todo, não tratando apenas a dor no momento que o indivíduo está sentindo. “Combater o processo inflamatório, restabelecer o funcionamento fisiológico da articulação e melhorar a postura mandibular e cervical é o grande objetivo da fisioterapia”, afirma ela. Os recursos fisioterapêuticos como a terapia térmica, o uso do laser de baixa intensidade e massoterapia visam a redução do quadro doloroso e limitação da abertura bucal. Também a aplicação da Kinesiotape, bandagem adesiva muito utilizada em atletas, exercícios específicos de fortalecimento e o RPG (Reeducação Postural Global) são técnicas utilizadas para o tratamento. Já a odontologia, contribui no tratamento usando dispositivos oclusais, as chama-

das “placas miorrelaxantes”, com a finalidade de proteger os dentes, estabilizar as funções articulares e induzir o relaxamento muscular através da desoclusão. Daí a importância de uma equipe completa e multidisciplinar, que investigue as reais causas da dor em busca de tratamentos que deem resultados.

Serviço Clínica da Face Av. Quinze de Novembro, 895, Centro – Araraquara Tel. (16) 3322-9879 / 3332-5025 clinicadaface@hotmail.com

Dra. Graziela Paronetto Caetano (Crefito3/47003-F) e Dra Odilia Liliam Almeida Botelho (CROSP 81331) da Clínica kappa magazine 23 da Face

Lucas Tannuri

A

Disfunção Temporomandibular (DTM) é uma doença pouco conhecida, embora cause sofrimento a milhões de pessoas no mundo, comprometendo a qualidade de vida. Sintomas mais comuns são dores de cabeça, na face e região cervical. Essas lesões são causadas geralmente por movimentos desnecessários que fazemos com a boca; hábitos simples como mascar chicletes, roer unhas, morder objetos, ranger ou apertar os dentes e, em alguns casos, interferências na oclusão (mordida) podem agravar o quadro. O treino para eliminação desses hábitos, proteção e relaxamento dos dentes e músculos, pode ser a chave para os sintomas dessa disfunção. De acordo com a Dra. Odilia, da Clínica da Face, cirurgiã-dentista, pós-graduada em Reabilitação Oral pela FOAr/Unesp, que atualmente vem concentrando seus estudos na Faculdade SLMandic-Campinas, na área de Disfunção Temporomandibular (DTM), os sintomas da doença são muito subjetivos e podem estar ligados a outros problemas médicos, como depressão, problemas otógicos, neurológicos ou reumatológicos. “O dentista muitas vezes é o último profissional a ser procu-

unesp

Fachada da Faculdade de Odontologia da Unesp de Araraquara

Faculdade de Odontologia: desafios e perspectivas da formação do cirurgião-dentista A Odonto da Unesp de Araraquara tem reconhecida capacidade de formar cidadãos e líderes Por andressa Fernandes Por Lucas tannuri e arquivo

A

Universidade é uma instituição fundamental na história da civilização moderna, com imensa capacidade de se adaptar a mudanças e de sofrer renovações constantes. Assim, as universidades de excelência, com valores acadêmicos e compromisso social, são colocadas entre os mais valiosos patrimônios das nações desenvolvidas, com reconhecida capacidade de formar cidadãos e líderes, além de papel central no progresso e no bem-estar das sociedades. A Unesp, criada em 1976, é uma Universidade bastante jovem, mesmo para os padrões brasileiros. Contudo, tem entre suas unidades de ensino superior as Faculdades 2 4 kappa magazine

de Odontologia e a de Ciências Farmacêuticas, criadas em 1923, como instituto Isolado e pioneiro de ensino superior de qualidade. Fundamentada no tripé ensino, pesquisa e extensão, cuja visão de conjunto ainda permanece como um desafio, a Unesp sofreu importantes transformações, muito impulsionadas pelas metas de seu Plano de Desenvolvimento Institu-

A vice-diretora da Odonto Elaine Maria Sagaviolo Massucato e a diretora Andréia Affonso Barretto Montandon

cional. O resultado desse conjunto de ações é bem conhecido no meio acadêmico, ou seja, a Unesp é hoje uma das mais ágeis, produtivas e representativas instituições universitárias do país. ANIVERSÁRIO - A Faculdade de Odontologia de Araraquara, que completará 90 anos em fevereiro do ano que vem, também tem sabido

enfrentar os desafios que lhe têm sido colocados. “Aos 14 anos entrei pela primeira vez no prédio desta faculdade para conhecer seu famoso Museu de Anatomia e aos 17 anos era aluna do primeiro ano. Sempre sonhei em conhecer este curioso prédio em frente ao cemitério da cidade e o que acontecia aqui. Hoje posso dizer que estou prestes a conhecer e entender melhor esta importante instituição de ensino”, disse a diretora e ex-aluna da Faculdade de Odontologia, professora Andréia Affonso Barretto Montandon. A Faculdade de Odontologia da Unesp de Araraquara fica na Rua Humaitá, 1680. O telefone é o (16) 3301-6300.

Quase 5 mil profissionais formados Desde sua fundação, 4.795 cirurgiões-dentistas foram formados pela Faculdade de Odontologia da Unesp. “Costumo dizer que antes de qualquer coisa, gostar de gente, sorrir sempre, ser observador, dar importância aos detalhes, ter possibilidade de desenvolver habilidades, mas também se portar com a segurança e respeito ao próximo são características fundamentais do futuro profissional de saúde”, pondera a professora Andréia. A partir de 2002, as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Odontologia foram propostas

com a finalidade de permitir que o currículo construído pudesse formar um perfil acadêmico e profissional com competências, habilidades e conteúdos dentro de perspectivas e abordagens contemporâneas de formação compatíveis com referências nacionais e internacionais e capazes de atuar com qualidade, eficiência e resolutividade no Sistema Único de Saúde (SUS), considerando o processo da Reforma Sanitária Brasileira. Um cirurgião-dentista com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico. Capacitado ainda ao exercício de atividades referentes à saúde bucal da popula-

kappa magazine 25

unesp ção, pautado em princípios éticos, legais e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade.

Emblema da Faculdade de Odontologia de Araraquara

2 6 kappa magazine

DIRETRIZES - Após as Diretrizes Curriculares Nacionais e a conclusão de sua última reestruturação em 2005, um novo perfil, um novo curso de graduação na Faculdade de Odontologia de Araraquara. Trabalho de Conclusão de Curso, cinco anos para integração, disciplinas optativas, intensificação do envolvimento dos alunos em atividades complementares como Iniciação Científica e Extensão Universitária, Núcleo Básico e

Profissionalizante, intercâmbios, novas tecnologias, Núcleo de Estudos e Práticas Pedagógicas, enfim, um novo conceito de formação. Um aprendizado mais dinâmico e voltado para expectativas individuais. Hoje, a faculdade reavalia e discute sua estrutura curricular, reconhecendo o dinamismo deste processo de desenvolvimento científico e formação profissional frente à necessidade contínua de atendimento à crescente demanda da sociedade por qualidade de vida, ainda segundo a professora, “somente um currículo comprometido com a tríade pesquisa, ensino e extensão universitária pode propiciar tal complexa e sonhada formação”.

kappa magazine 27

estÉtica

Um acessório discreto, mas que chama a atenção

Piercing: para um sorriso brilhante Os preços variam de R$ 200, no caso dos piercings de strass, e pode chegar a milhares de reais, no caso dos de diamante Por samara ignácio Foto Lucas tannuri

N

ão dói, não prejudica os dentes e ainda garante um charme especial ao sorriso. O piercing nos dentes tem tido uma procura grande por quem busca um brilho nos dentes. Entre alguns famosos não é apenas um strass, mas valiosos diamantes ou ouro, como a Madonna, Britney Spears, o lutador Vanderlei Silva, jogadores de futebol e pagodeiros. Ou seja, um detalhe que requer um investimento que parte de R$ 200, R$300 de strass, e pode chegar a milhares de reais, no caso do piercing de diamantes. Para colocar, basta aplicar um 2 8 kappa magazine

tipo de resina que garante a fixação, sem ser necessário desgaste. A aplicação de apenas 20 minutos pode durar mais de 6 meses. Mas dependendo dos cuidados o adereço pode permanecer por anos. “Não há contra-indicações. Por não ser invasivo, não há agressão. Os cuidados com a higiene garantirão mais tempo, pois bactérias facilitariam o descolamento. Além disso, nada de abrir lacres ou tampas com os dentes”, ressalta a dentista Odilia Liliam Almeida Botelho, especialista em Estética Odontológica - CRO 81331. Para tirar é bastante simples e não fica nenhuma marca ou mancha. “É muito comum após um clareamento

a decisão de tornar seu sorriso ainda mais atraente colocando um piercing dental. É um gosto muito pessoal e apenas de finalidade estética. Para aplicar é fundamental buscar um especialista”, ressalta Odilia. RISCOS - Já o piercing de perfuração em mucosas, como língua, bochecha e lábios é uma unanimidade entre dentistas: nunca devem ser colocados. Além de inflamações, infecções e lesões permanentes, algumas vertentes sugerem até mesmo o câncer. Independente da esterilização do metal ou mesmo do objeto de perfuração, a própria boca contém bactérias suficientes para desencadear os problemas.

tecnoLogia

Consultório é montado com o que há de mais moderno

Investimento em excelência e tecnologia

Dra. Carla Gimenez está sempre em busca de novas tecnologias

Opções inovadoras em ortodontia

E

specialista, mestre e doutora em ortodontia, a Dra. Carla Gimenez (CROSP 68255) está sempre em busca dos tratamentos mais avançados existentes no país e no mundo para garantir rapidez, excelência e conforto a seus pacientes. Por isso, seu atendimento é personalizado. Atualmente a tecnologia permite o uso de aparelhos linguais, fixados atrás dos dentes, deixando sempre um sorriso limpo e sem fios, e o tratamento fica em segredo. Esta técnica é instituída apenas em casos específicos de correção e já foi usada por pessoas como a atriz Deborah Secco

e o jogador Neymar. Porém, ela hoje é acessível e está disponível para toda a população. Há ainda aqueles aparelhos removíveis, onde o alinhamento dos dentes é feito por meio de placas transparentes e que não necessitam da colagem dos brackets dos aparelhos fixos comuns. O cantor teen Justin Bieber recorreu a esta técnica para correção. Os aparelhos ortodônticos utilizados pela Dra. Carla Gimenez são produzidos em cima de moldes e exames computadorizados, com softwares de tecnologia avançada. “Hoje, trabalhamos muito com o

laser, que garante rapidez e conforto nos tratamentos, principalmente os de estética, como o clareamento. Essa busca pelo novo tem ligação com a nossa realidade, pois as novas tecnologias sempre demoram um pouco a chegar ao Brasil”, confirma a Dra. Carla. Todos os tratamentos oferecidos em seu consultório, que faz parte da WR SPA na Rua Carlos Gomes nº 2181, têm embasamento científico e comprovados pelos órgãos competentes. As possibilidades de tratamento visam o bem estar do paciente, um conceito de qualidade de vida. kappa magazine 29

cLareamento

Clarear para sorrir Por samara ignácio Fotos Lucas tannuri

P

or mais que a higiene bucal seja impecável e a visita ao dentista regular, com o consumo de chás, refrigerantes, vinho, café e demais alimentos com corantes, é inevitável que os dentes fiquem amarelados. Se a pessoa for fumante, fica ainda mais difícil fugir dessa regra. Na busca pelo sorriso perfeito, existem três opções: clareamento caseiro orientado pelo profissional, procedimento no consultório e novos adesivos. No consultório, são feitas quatro sessões semanais de 40 minutos. É aplicado um gel clareador nos dentes, ativado por lazer para ampliar a eficácia. Para fazer clareamento em casa, é necessário produzir o molde a partir da arcada dentária. O próprio paciente aplica o produto clareador toda noite, durante um mês, com acompanhamento profissional quinzenal. Já os adesivos, recentemente comercializados no Brasil, mas já bastante conhecidos lá fora, ainda não têm eficácia ainda comprovada. Porém, antes de qualquer procedimento, é essencial realizar limpeza, com raspagem de todo tártaro, para garantir efeito dos produtos. A troca de restaurações deve vir após o clareamento, para garantir que todos os dentes cheguem ao mesmo tom na escala. Apenas dentes naturais são clareados, em dentes com canal, por exemplo, os 3 0 kappa magazine

A dentista Ana Paula Affonso Oliveira (CRO86071): “Mulheres grávidas ou amamentando devem evitar esses tratamentos”

resultados não são tão eficazes. SENSIBILIDADE - Após o clareamento é natural que o paciente tenha sensibilidade e dor. De acordo com a dentista Ana Paula Affonso Oliveira (CRO- 86071), esse incômodo é resultado do produto que penetra na polpa do dente. Apesar da sensibilidade, são procedimentos que não prejudicam os dentes “Quando é inevitável, receitamos analgésicos. Mas a sensibilidade é comum e passa após um período”, destaca. O efeito de dentes brancos dura em média seis meses até um ano, mas pacientes que evitam corantes terão resultados por mais tempo. “Manter o corante por pouco tempo na boca e fazer bochecho após

a ingestão destes alimentos também ajudam. Ressalto que cada pessoa tem uma coloração própria e nem todos ficam extremamente brancos, apesar de haver resultados significativos; temos pacientes que na escala de 1 a 4 saltou do último para o primeiro. Mas, em último caso, há opção de facetas. Uma espécie de capa em torno de todos os dentes, procurada principalmente por mulheres mais velhas”, revela, alertando ainda que os produtos clareadores são à base de amônia. “Algumas pessoas têm reações alérgicas, mas hoje já temos variedades de componentes. Porém, mulheres grávidas ou amamentando devem evitar esses tratamentos”, finaliza.

Além do procedimento em consultório, o clareamento pode ser feito em casa ou ainda por meio de adesivos

kappa magazine 31

3 2 kappa magazine

kappa magazine 33

Leonardo Henrique Ferreira Fraga, com a equipe do Grupo Ortodôntico Unificado (GOU)

Lucas Tannuri

QuaLidade

Sede do GOU, no Centro de Araraquara

GOU completa 2 anos em Araraquara Clínica oferece tratamentos ortodônticos e de clareamento de dentes

N

esse mês de outubro, o Grupo Ortodôntico Unificado (GOU) completa dois anos em Araraquara e comemora o sucesso de seu trabalho junto aos mais de mil pacientes atendidos. Trata-se de uma rede de franquias espalhadas pelo estado de São Paulo e em Araraquara funciona sob a administração de Leonardo Henrique Ferreira Fraga, na avenida Feijó, 567, entre as ruas São Bento (3) e Padre Duarte (4). Sua equipe de profissionais especialistas em Ortodontia trabalha para o desenvolvimento de tratamentos ortodônticos e de clareamento dentário. Eles são responsáveis por todo o tratamento, desde os exames para a documentação como a limpeza dos 3 4 kappa magazine

dentes, além de radiografias e moldagens. “Nosso objetivo é agilizar o tratamento, mas sempre visando o conforto e saúde bucal do paciente”, explica Leonardo Henrique. O processo de clareamento dentário tem a função de eliminar manchas que, em muitos casos, são causadas pelo uso do aparelho ortodôntico ou já existentes devido à pigmentação do dente. Ela proporciona um sorriso mais limpo, mais jovem e saudável. Já o tratamento ortodôntico é feito em duas etapas, com o objetivo de colocar os dentes em suas posições corretas, melhorando a distribuição de forças durante a mastigação. Esse processo é fundamental

para proteger as raízes dos dentes, o osso de suporte, a gengiva e a articulação da mandíbula. O alinhamento correto dos dentes ajuda na manutenção de uma boa higiene bucal e na diminuição dos riscos de cárie e doenças de gengiva. “Nossa missão é oferecer serviços de alto padrão, que sejam acessíveis e que tragam resultados ao paciente”, finaliza Leonardo Henrique Ferreira Fraga.

Serviço Clínica de Ortodontia GOU Av. Feijó, 567 – Centro Tel. (16) 3357-5567 sp.araraquara@goufranquias.com

kappa magazine 35

notas

Curso de Odonto de Araraquara recebe cinco estrelas Avaliação feita pelo Guia do Estudante, da Editora Abril

A

Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Araraquara, receber classificação cinco estrelas do Guia do Estudante, da Editora Abril, que começou a circular neste mês de outubro. As cinco estrelas representam a pontuação máxima que um curso pode obter segundo a avaliação da editora. Nesta lista, constam ainda as graduações em Administração Pública, Farmácia, Química e Letras da Unesp de Araraquara. Além disso, outros dois cursos do campus de Araraquara aparecem com a pontuação quatro estrelas, considerados muito bons – Ciências Sociais e

3 6 kappa magazine

Ciências Econômicas. O guia tem ainda uma lista de cursos com três estrelas, mas lá não há outras faculdades de Araraquara. O oitavo curso da Unesp na cidade, Pedagogia, não recebeu pontuação. A AVALIAÇÃO - Para fazer o levantamento, que é realizado há 22 anos pela Editora Abril, um grupo de profissionais, entre eles professores e coordenadores de 2.053 faculdades brasileiras, trabalha por cerca de nove meses para atribuir conceitos aos cursos.Um questionário é apresentado ao coordenador de cada graduação e

daí sairá a nota. O resultado dos últimos cinco anos também influencia na nota final. Os avaliadores indicam o curso como sendo excelente (cinco estrelas), muito bom (quatro estrelas), bom (três estrelas), regular, ruim ou prefiro não opinar. O “Guia do Estudante 2012” pode ser pesquisado no site guiadoestudante.abril.com.br, que traz orientações gerais sobre cada curso, tem testes simulados de vestibular, seção de orientação profissional, dados sobre o Exame Nacional do Ensino Médio, testes profissionais e dados sobre as universidades.

kappa magazine 37

BeLeZa

Antes: Gabriella de cabelos compridos

Depois: Gabriella com novo penteado, estilo Deborah Secco

Cortes mais curtos para o verão O desfiado é uma tendência que vem com tudo para dar leveza Por andressa Fernandes Fotos Fabiano Vagner

A

moda não para e se reinventa a cada dia. E tudo o que for necessário para montar um look e transparecer um estilo, sempre tem a atenção das pessoas que gostam de se manter perto do que há de novidade em tendências. Para estas pessoas, o verão 2013 já começou, haja vista os modelitos de roupas e calçados mais leves e solti3 8 kappa magazine

nhos para os dias quentes. A grande finalização deste look fica por conta dos cabelos, que para a próxima estação, além de estarem curtos, trazem tendências de desfiados, tudo para transparecer um tom de leveza e facilidade que a mulher contemporânea precisa no seu dia a dia. E como nunca pode faltar, é sempre bom dar uma pesquisada em revistas e sites de beleza para ficar antenado no que as atrizes e estrelas da TV estão usando. Esse acaba sendo o jei-

to mais rápido para a mulher comum saber das tendências do momento. Um fator importante é sempre procurar a opinião de um profissional sério e com experiência no mercado, pois o sucesso do corte depende de vários fatores, como o tipo de cabelo, o formato do rosto da pessoa e, principalmente, o seu estilo. Na opinião de Alessandra Compri Oliveira, profissional da beleza há 16 anos, o desfiado é a melhor opção para esses cortes moderninhos, pois

ele apresenta uma aparência de leveza, ao mesmo tempo em que traz praticidade para a pessoa na hora de arrumar o penteado do dia a dia. Para demonstrar, ela escolheu para a modelo Gabriella Caroline Mastriani de Freitas, de 14 anos, o novo corte da atriz Deborah Secco, que fica na altura dos ombros e é bem desfiado nas laterais. “É um corte prático de usar e pode ser finalizado com pomada modeladora, pois dá um acabamento mais bonito e é prático de fazer. O verão pede um cabelo com mais leveza”, conta. Alessandra explica que o desfiado pode ser usado para suavizar também os penteados mais longos, sendo aplicado ao redor do cabelo. “O corte desfiado ou degrafilado, como muitos conhecem, suaviza o rosto da pessoa, dando uma aparência jovem,

Alessandra desfiando o cabelo da modelo

limpa, leve. A franja desfiada, que pode ser jogada para traz, de um lado a outro, fica muito mais confortável para a pessoa”, afirma. O resultado não poderia ser diferente. “Eu sempre estou mudando o

corte de cabelo, adoro cortar e inventar. Adorei o novo corte”, conta a modelo Grabriella, que estava com os cabelos um pouco mais alongados e decidiu encurtar e ficar pronta para o verão.

kappa magazine 39

moda

Modelos de óculos e materiais diferenciados

Argentino da linha Absurda, fabricado pela Mormaii

Modelo que mistura acetato com metal

Ray Ban de grau

Eu uso óculos Brincar com os modelos é o jeito de driblar os problemas oftalmológicos Por micheli Valala Fotos Fabiano Vagner

“P

or que você não olha pra mim? Me diz o que eu tenho de mal? Por trás dessa lente tem um cara legal”. Pode até ser que a música Óculos dos Paralamas do Sucesso tenha conquistado o público na década de 80 ao simbolizar uma determinada parcela da sociedade, considerada nerd de quatro olhos que era massacrada pelos bonitões da época. Mas os tempos mudaram muito e hoje até os galãs à la James Dean se utilizam das lentes e armações, não tão fundos de garrafa assim, para fazer um charminho para a mulherada. Isso graças às marcas que ao longo dos anos têm investido em design e estilos diver4 0 kappa magazine

sificados, criando moda e atraindo cada vez mais o público jovem. A onda de óculos escuros do estilo new wave, da década de 80, que são bem coloridos e voltaram com tudo nos últimos anos é um bom exemplo disso. A galerinha não só comprou a ideia, como adotou os modelitos para os óculos de grau. E aqui já não se trata mais apenas de necessidade, mas de charme e estilo. “Essa linha retrô volta este ano com tudo, mas com materiais diferentes e a mescla deles, como o acetato, um material mais nobre, que pode ser mesclado com o metal e o titânio. Tudo depende do que a pessoa necessita”, diz o proprietário das Óticas Carol de Araraquara, Silvio Junquetti. Ele ressalta que para este ano, as coleções têm investido pesado em armações maiores e mais

largas, seguindo a tendência retrô. São modelos muitíssimos usados há décadas atrás, que podemos muito bem relembrá-los assistindo séries e filmes americanos antigos. “São os mais procurados pelos jovens. Os de acetato são requeridos por todas as idades, quanto maior a armação, melhor”, conta. Outro modelo de óculos de grau que caiu no gosto popular é a armação em estilo aviador da Ray Ban. Não é novidade, haja vista que é usada há anos pelo cantor Lobão, mas nunca se viu tantos jovens nas ruas com as armações, e quanto maiores, melhor. Afinal, ao mesmo tempo que ela atribui um toque de intelectualidade, também mostra todo um estilo esportivo e despojado, para homens e mulheres. Com tanta diversidade, hoje é im-

possível ter uma única armação. O mais legal, é que tudo vira brincadeira. Uma novidade para este ano entre os óculos de sol é o argentino da linha Absurda, fabricado pela Mormaii. Voltado para homens, tem a armação bem grande e quadrada e traz lentes coloridas e espelhadas. O modelo está sendo muito usado por artistas e esportistas em destaque no mundo das celebridades. “As tribos adotam um estilo e ele acaba estourando nas ruas”, completa Silvio. EM FAMÍLIA – E há quem pega gosto e acaba com uma coleção, em família. Os óculos também estão presentes na vida da família Lazaro. O patriarca Elias é óptico desde 1966. Com 20 anos, descobriu que tinha miopia. Hoje, convive com astigmatismo e hipermetropia. Seu primeiro par de óculos era bem tradicional, com armação redonda. Porém, de uns tempos para cá, incen-

tivado pela esposa Mariza e pela filha Lia Gabriela, começou a ousar e usar modelos coloridos e formatos diversos. Mariza usa óculos há pouco tempo, desde que descobriu que tinha hipermetropia. “Atualmente tenho umas quatro armações, uma para cada ocasião. Adoro combinar com a roupa que estou vestindo. Acho que, somando todos os óculos da família, devemos ter uns 200 pares”, diz. Lia Gabriela foi a que passou a usar óculos mais cedo; desde os 6 anos. Ela tem miopia e astigmatismo. “Antes de precisar usar, eu amava e pedia para meu pai fazer armações com lentes sem grau. Quando soube do meu problema, rejeitei o uso, mas não tive saída. O meu primeiro modelo foi o mais transparente possível. Conforme fui crescendo, comecei a curtir e ousar. Tenho mais de 40 modelos”, conta.

Elias Lazaro, a filha Lia Gabriela e a mulher Mariza: “família faz coleção de óculos” kappa magazine 41

caBeLos

Sede da Fortrix l, no Jardim ona essi Prof Universal Manoel Messias dos Reis Filho e Ricardo Vieira, proprietários da Fortrix

Fortrix tem quatro lançamentos para este ano Linha de produtos profissionais ganha os melhores salões do País

A

Fortrix é uma empresa de Araraquara que produz linhas de cosméticos para cabelos, voltadas para o uso profissional dos salões de beleza. Comandada por Manoel Messias dos Reis Filho e Ricardo Vieira, dois experientes profissionais do ramo, em dois anos já dispõem de 30 franqueados e está em 7 mil salões de cabeleireiro em todo o País, inclusive nos mais importantes de Araraquara e região. Os sócios comemoram a entrada de outras quatro novas linhas à família Fortrix, sendo lançada uma a cada mês. Em setembro, por exemplo, eles apresentaram a linha Bottox Liss, utilizada por profissionais em processos de alisamento e redução de volume. 4 2 kappa magazine

Ela alisa o cabelo de maneira rápida, dispensando o relaxamento habitual, deixando uma aparência saudável, com movimento, brilho e maciez. Em outubro foi a vez da linha Violet Soft Hair, com xampu, condicionador, máscara e óleo de argan voltados para as loiras, que neutralizam os tons amarelados, esverdeados ou grisalhos e devolve a tonalidade prateada aos cabelos. O produto também tem a função de hidratar os fios maltratados pelo poder da química. Para novembro, dezembro e janeiro, a equipe trabalha pesado para o lançamento de três linhas que devem revolucionar o mercado, sendo uma de fluido desfrisante protetor térmico, usado como facilitador de

escova; uma linha de pó descolorante para as “platinadas”, e uma para manutenção de cabelos alisados. A marca vai além, pois a empresa conta com uma equipe especializada que não apenas oferece o produto para os salões, mas ministra cursos para a melhor utilização das linhas. Em todas as apresentações a Fortrix monta palestras com três tópicos: utilização das linhas, gestão de negócios para profissionais da beleza e tendências de cortes de cabelo. “Nossa preocupação é levar informação e mostrar que o produto funciona, por isso fazemos questão de capacitar este profissional para seu uso correto, atingindo o resultado desejado pela cliente”, explica Ricardo Vieira.

Últimos lançamentos da linha Fortrix

Esta linha traz uma poderosa combinação entre óleo de argan e extrato de caviar que sela as cutículas e adiciona maciez e brilho aos fios, enquanto disciplina e corrige as pontas duplas.

Parte dos cursos é ministrada na sede da empresa em Araraquara, que dispõem de um Centro Técnico Especializado para treinamento de funcionários, profissionais e revendedores. Porém, sua estrutura é deslocada para qualquer lugar do Brasil para a apresentação e treinamento de profissionais da beleza. “A nossa filosofia é adequar o nosso produto ao que as clientes querem. E é por isso que estamos na rua conversando com as pessoas, pedindo opinião de uso das profissionais de salão, participando do desenvolvimento em laboratório”, completa Manoel. No mês de novembro, os empresários estarão em Ribeirão Preto, no dia 5; Bauru, dia 12, e Jundiaí, dia 26,

Linha Violet

Uma linha de shampoo, condicionador, máscara e óleo de argan matizador, para dar luminosidade radiante aos cabelos loiros e grisalhos. Ela possui uma mistura balanceada de pigmentos violetas que agem diretamente na neutralização dos tons amarelados, devolvendo a tonalidade prateada aos cabelos, além de brilho e maciez.

para apresentar e treinar profissionais da beleza. CONSAGRADOS NO MERCADO – Os lançamentos da Fortrix pretendem revolucionar o mercado, mas os carros-chefe da empresa até então já são consagrados entre as profissionais, como a linha Fashionliss, de alinhamento de fios; a Fashionliss Selante, para recuperação de fios danificados; Fashionliss Manutenção, para cabelos com alisamento; a Soft Hair Reconstrução Capilar, para cabelos danificados; a Soft Hair Manutenção, com extratos de caviar para cabelos quimicamente danificados; além da linha de finalizadores, como óleos de argan, sérum anti-frizz e

Linha BottoxLiss

Com tecnologia de última geração, promove alisamento e redução de volume em todos os tipos de cabelos, sem conter formol ou derivados. Alisamento perfeito, inclusive em cabelos étnicos, dispensando relaxamento.

spray de brilho hidratante. Entre no site da Fortrix (www.fortrixcosmeticos.com.br), conheça melhor os produtos e peça para o seu cabeleireiro.

Serviço Fortrix Professional Av. Cônego Aldomiro Storniolo, 123, Jd. Universal www.fortrixcosmeticos.com.br contato@fortrixcosmeticos.com.br comercial@fortrixcosmeticos. com.br

kappa magazine 43

informe publicitário

Linha Soft Hair Reconstrução Capilar

Comportamento Alunos de informática do Núcleo da Universidade Aberta à Terceira Idade, Unati/Unesp

Conectados na terceira idade Universidade Aberta à Terceira Idade da Unesp promove inclusão digital para maiores de 50 anos Por Samara Ignácio Fotos Lucas Tannuri

O

Projeto Internet para Terceira Idade, que faz parte do núcleo da Universidade Aberta à Terceira Idade, Unati/ Unesp, possibilita aos idosos ultrapassarem barreiras. Desde 2003, o programa promoveu para mais de 140 pessoas com mais de 50 anos o acesso à internet e a oportunidade de compreender desde o simples 4 4 kappa magazine

clique, até criar, enviar e receber um email. O que é simples e óbvio hoje em dia para crianças e adolescentes, se torna um desafio para quem se depara com a mídia após a terceira idade. A aposentada Benedita Bezerra de Oliveira, 71 anos, que participa do projeto, comprou até um computador para dar continuidade ao aprendizado em casa. “Hoje eu vejo de tudo, até recordo algumas

músicas. E agora, todo dia, tem um neto em casa. Eles dizem: vamos à casa da vovó que lá tem internet”, brinca. “Meus filhos cobravam que eu fizesse uma atividade para exercitar o cérebro, não ficar parada. Quando criança era uma ótima aluna, agora tudo é muito mais difícil”, acrescenta ela, destacando que, além do aprendizado, o melhor da aula mesmo é o grupo, as novas amizades. Os alunos aprendem sobre co-

municação via email, sites de pesquisas e até a criar uma conta na rede social. “Eu vejo de casa jornais, revistas, troco emails. Foi uma nova janela que se abriu, descobri um novo mundo” ressalta o aposentado Dorival Caetano, 69 anos. Com aulas ministradas pela coordenadora do projeto e professora Edivani Viante Dolta, que conta com o apoio de estagiários do ensino médio da rede pública es-

tadual e também monitores da Faculdade de Odontologia da Unesp, são atendidos até 20 alunos por turma anual e a fila de espera para a turma para o próximo ano já está completa. A coordenadora Edivani Viante Dolta enfatiza que os objetivos vão além da inclusão digital: incluem socialização, coordenação motora e estímulo. “Iniciamos com a informática básica, desde abrir janelas,

utilizar o teclado, o pendrive, criar um documento, até chegarmos a anexar um arquivo para enviar por email. Mas também ressaltamos a segurança, desde ocultar senhas e não abrir spam. Depois, cada enter é gratificante. São duas horas da semana recompensadoras”, garante ela. Para Silvestre Preto Neto, 25, estudante de Odontologia e monitor do projeto, sem dúvida, os alunos

kappa magazine 45

Comportamento

A professora e coordenadora do projeto, Edivani Viante Dolta

da terceira idade são muito aplicados. “Há muito mais dedicação e também mais questionamentos, em comparação a crianças e adolescentes. O que para nós é simples e compreendido desde sempre, para eles é novo e desafiador. Todos estão aqui porque têm vontade de aprender e evoluem muito ao longo do curso“, conclui ele. O PROJETO - O núcleo local da Universidade Aberta à Terceira Idade, Unati/Unesp de Araraquara teve origem no Projeto Sênior desenvolvido pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas a partir de 1994. Após a institucionalização da Unati pela Unesp, em 2001, o Núcleo de Araraquara foi estruturado com o apoio e participação das quatro unidades que compõem o campus local: além da Farmácia, a Faculdade de Ciências e Letras, Faculdade de Odontologia e Instituto 4 6 kappa magazine

de Química (IQ). O projeto cumpre parte do papel da extensão universitária desenvolvida pela Unesp e contribui para a melhoria da qualidade de vida desse grupo crescente da população, promovendo a integração entre universidade, comunidade e articulação extensão, ensino e pesquisa, envolvendo docentes, alunos, funcionários e a população em geral. O objetivo é facilitar o acesso dos idosos ao meio universitário, possibilitando a aquisição de novos conhecimentos e incentivando a troca de experiências entre os participantes e a comunidade acadêmica jovem. Além de informática, a Unati  promove outras atividades artísticas e culturais. Para 2013, a coordenação local pretende implantar cursos de idiomas. Para mais informações sobre a Unati/Unesp Araraquara, o telefone é o (16) 3301-6941.

kappa magazine 47

Solidariedade

Crianças do Jardim dos Industriários e adjacências brincam em festa organizada pela ONG

A presidente da ONG Nova Geração de Vida em Araraquara, Luzia Josefa de Medeiros

ONG conta com consultoria de universitários para arrecadar fundos com empresas Há 15 anos, entidade recebe crianças de mais de seis bairros da região Sudeste para recreação, mas depende de doações Por Andressa Fernandes Fotos Lucas Tannuri

A

ONG Nova Geração de Vida em Araraquara (NGVA), que existe há 15 anos e atua junto a crianças e jovens de 5 a 17 anos com objetivo de promover inclusão social por meio do esporte, agora busca arrecadar fundos para manter esse atendimento e também conseguir construir sua sede própria, no terreno de 1,5 mil metros quadrados, 4 8 kappa magazine

doado há cerca de três anos pela Prefeitura. Hoje tem 65 crianças cadastradas, mas já chegou a atender 150 crianças com atividades esportivas na área de lazer do Jardim Ieda. São crianças dos bairros Victório De Santi, Jardim Imperial, Industriários, Silvestre, Esplanada, Del Rey e outros da região Sudeste, uma das mais precárias da cidade. Porém, depende de doações. Além do trabalho de voluntários que ajudam no desenvolvimento

das atividades com as crianças e na administração das poucas doações que a ONG recebe, a NGVA passou a contar, há dois meses, com a consultoria de um grupo de sete alunos do curso de Gestão em Processos Gerenciais, da Universidade Paulista (Unip), em Araraquara. Como trabalho de conclusão de curso, estes alunos têm a missão de desenvolver um planejamento estratégico para esta entidade. “Nosso objetivo aqui é promover uma ação

Eloise Matsumoto Koga, aluna da Unip do curso de Gestão em Processos Gerenciais

solidária entre as empresas locais, para que colaborem com a entidade. Hoje, são os voluntários que compram pão para o lanche das crianças e mais nada. Desenvolvemos um planejamento financeiro que, se conseguíssemos ao menos R$ 450 por mês, conseguiríamos dar um pão, suco e fruta para as crianças que participam aos sábados”, diz Eloise Matsumoto Koga, uma das alunas da Unip que atuam no projeto. O nome da campanha, segundo ela, é “Promovendo a Cidadania em Araraquara” e será apresentada aos comerciantes e empresários locais por meio de um folder explicativo, contando a história da ONG e o seu trabalho. O INÍCIO - De acordo com a presidente da ONG, Luzia Josefa de Medeiros, de 47 anos, tudo começou quando seu filho Julio César, na época com 3 anos, ficou acamado por conta de uma forte pneumonia. “Ele ficou 20 dias na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e quando foi para a casa, precisava de muitos cuidados. Ele

era louco por futebol, então, começamos a levá-lo para jogar e a turminha começou a aumentar. Até que fiz a promessa de que, se ele sarasse, eu ajudaria a cuidar de outras crianças”, recorda a presidente. “E é o tentamos fazer, com muita luta, esses anos todos”, concluiu. O último evento realizado pela ONG envolvendo as crianças dos bairros, com a participação dos alunos de Gestão em Processos Gerenciais da Unip na organização, foi uma festa para comemorar o Dia das Crianças no último sábado (13), para cerca de cem crianças. Havia música, cama elástica, piscina de bolinhas, futebol e muita pipoca e algodão-doce. A festa foi em frente ao terreno onde deve ser construída a sede da ONG. Quem quiser contribuir com a mesma antes de a campanha começar, pode entrar em contato por meio do telefone (16) 3333-4867. A sede da entidade, que deve contar com espaço para o desenvolvimento de esportes, não tem previsão para construção, pois eles dependem de doações. kappa magazine 49

cuidados

Home Angels: cuida com você Ângela Moccellin, diretora comercial da Home Angels de Araraquara

Pacientes continuam no conforto de suas casas, contando com o apoio dos cuidadores da Home Angels

5 0 kappa magazine

assistência emocional e física para que os clientes mantenham a qualidade de vida, com cuidados especiais, ao mesmo tempo que usufruem do convívio com seus familiares. Ainda de acordo com Angela, “já está comprovado que o apoio na residência garante ao paciente recuperação mais rápida e mais qualidade de vida.” Geraldo de Oliveira, diretor financeiro, ressalta que hoje são mais de 200 unidades espalhadas por todo o país. Segundo ele, o cliente não tem vinculo empregatício com o cuidador, apenas um contrato com a empresa e os serviços podem ser adaptados a qualquer horário e dia. “Eles podem ser agendados para poucas horas, um dia inteiro, uma semana ou todos os dias e pode ser adaptado conforme a necessidade da família e do paciente. Para os clientes que já possuem cuidadores contratados, a empresa oferece serviço de supervisão e treinamento, assim como terceirização de serviços de cuidadores para empresas””, explica. Ângela ressalta ainda que a profissão dos cuidadores é regulamentada, “O papel do cuidador ultrapassa o simples acompanhamento das atividades diárias. Independente da condição da pessoa que necessita de cuidado: se é saudável, enfermo, acamado, em situação de risco ou fragilizado”, enfatiza ela. Isso porque a Home Angels acredita na importância do convívio familiar para auxiliar na recuperação

de quadros de saúde. Assim, ao invés de colocar o ente querido em uma instituição, o cliente tem um profissional cuidando em sua própria residência. ESPECIALIDADES – As especialidades da Home Angel estão focadas no atendimento de idosos, pessoas com limitação física, portadores de Síndrome de Down, portadores de artrite, portadores de mal de Alzheimer, diabéticos, portadores de mal de Parkinson, pessoas em recuperação motora, vítimas de acidentes, pessoas em recuperação cirúrgica, mulheres grávidas, mulheres pós-parto ou pós-cesárea, bebês recém-nascidos, distúrbios visuais ou auditivos, acamados, cadeirantes e também cuidados para pessoas sadias que necessitam de companhia preventiva e cuidadora , entre muitos outros casos que necessitem de respeito, carinho e confiança

Serviço Home Angels - Atendimento ao Cliente Fone: (16)3472-2084 e (16) 9790-1920 araraquara-centro@homeangels-sp.com.br

informe publicitário

A

Home Angels Araraquara promove cuidadores qualificados às famílias de idosos, portadores de necessidades especiais, bebês, crianças, pacientes em recuperação pós-cirúrgica, grávidas, entre muitos outros casos que necessitem de apoio em domicílio. O acompanhamento temporário ou permanente é executado utilizando as melhores práticas em cuidados, com experiência e, principalmente, carinho e respeito. Com profissionais treinados e com padrão de qualidade de franquia, o perfil do cuidador é adaptado a necessidade do clinte. A equipe conta com 18 profissionais qualificados e a previsão é duplicar o quadro de funcionários para atender Araraquara e região. Angela Moccellin, diretora comercial da Home Angels de Araraquara, conta que a ideia de abrir uma unidade da franquia partiu de uma necessidade pessoal, pois seu avô era portador do mal de Alzheimer. “Não haviam pessoas capacitadas para este trabalho e quando conseguíamos alguém, não havia controle sobre os cuidados e havia muita rotatividade de pessoas na casa. Sentindo na pele a insegurança, fomos em busca da franquia de Campinas para implantar o modelo de serviço em Araraquara. Com a empresa não há este risco. A família do paciente terá suporte 24 horas de um profissionalespecializado, que passa por treinamentos quinzenais e supervisão dos serviços”, destaca. O foco é prestar

nota

Fórum de políticas culturais está com inscrições abertas Evento será realizado no dia 30 de outubro, no Palacete das Rosas

O

Fórum de Políticas Culturais de Araraquara e Região, que será realizado no dia 30 de outubro, das 9 às 18 horas, no Palacete das Rosas, está com as inscrições abertas. O evento é organizado pela Secretaria Municipal da Cultura, Fundação de Arte e Cultura de Araraquara (Fundart) e Conselho Municipal da Cultura. Os interessados devem enviar e-mail para seccultura.araraquara@ gmail.com nome completo, endere-

ço, e-mail, telefone, RG e área de atuação. As vagas são limitadas. PROGRAMAÇÃO – O Fórum terá como tema a “Economia Criativa”. Na abertura, a convidada Larissa Ortiz falará sobre o tema. Ela é profissional atuante em projetos de leis de incentivo em Economia Criativa e consultora da Associação Brasileira de Estilistas (Abest) e do Sebrae Nacional no projeto “+B”.

Depois do intervalo, o Fórum retorna às atividades às 14 horas, com Adolfo Menezes Melito, que aborda o tema “O desafio das empresas na era da Economia Criativa”. Às 16 horas, será realizada apresentação de casos e troca de experiências entre projetos criativos de Araraquara e cidades da região, no “Painel das Cidades Criativas”. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (16) 3322-7390.

kappa magazine 51

CRJA

Jovens participam de atividade no CRJA

Diálogo e orientação para jovens e adolescentes O Centro de Referência do Jovem e do Adolescente presta mais de 1,3 mil atendimentos mensais Por Samara Ignácio Fotos Lucas Tannuri

O

dolescente precisa de orientação, diálogo e, acima de tudo, ser ouvido. Com essa filosofia, o Centro de Referência do Jovem e do Adolescente (CRJA), órgão da Secretaria Municipal da Saú5 2 kappa magazine

de, dá voz a meninos e meninas há mais de 10 anos em Araraquara. São mais de 1,3 mil atendimentos mensais, para jovens entre 12 e 18 anos, visando a inclusão social e diminuição de conflitos, que vão desde violência doméstica e sexual, gravidez precoce, distúrbios alimentares a depressão e transtorno obsessivo com-

pulsivo. O acolhimento e assistência são feitos de janeiro a janeiro, por meio de oficinas culturais e projetos de orientação, além de atendimento ambulatorial com psicólogos, fonoaudiólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais e enfermeiras. Os projetos são gratuitos e destinados a todos os jovens que estão

A fonoaudióloga e gestora do CRJA, Luciana Donato Castro

nessa faixa etária, independente da renda familiar. Entre eles, são desenvolvidas palestras em escolas e

atividades de artesanato com oficinas semanais ou mensais de decupagem, pintura em tela e mosaico, buscando, principalmente, estimular a paciência e coordenação motora. Também fazem parte do atendimento do CRJA os projetos “Meninas em Campo”, “Papo de Muleke”, “Grupo de Pais”, “Dinâmica Familiar”, “Acolhimento em Psiquiatria”, “Cine-game” e o “Emprego Jovem”, uma parceria com o Posto de Atendimento ao Trabalhador, no qual os jovens têm dicas para formatar um currículo ou mesmo como se comportar durante uma entrevista.

De acordo com a fonoaudióloga e gestora do CRJA, Luciana Donato Castro, o centro foi criado em 2002, com a fusão dos encaminhamentos do Centro de Reabilitação e do antigo Programa de Atenção Integral à Saúde do Adolescente (PAISA). Hoje, além da demanda espontânea, ou seja, pais que buscam ajuda no programa, há também adolescentes encaminhados pela Secretaria de Saúde, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Vara da Infância e Juventude e escolas, entre outros. “Atendemos todas as classes sociais. Uma vez, uma professora de escola

kappa magazine 53

CRJA

particular destacou que um aluno da classe era um dos mais comportados e quietos. Constatamos que o adolescente tinha uma surdez parcial, que nunca foi percebida pelos pais”, exemplifica. Luciana relembra também um dos casos em que o adolescente chegou aos 12 anos completamente analfabeto, gago e com baixa autoestima. “Depois de cinco anos de acompanhamento, incluindo pedagogas, fonoaudióloga e psicólogas, o resultado foi gratificante. Hoje, ele está terminando a faculdade, tem esposa, filho, emprego, enfim, seguiu a vida. Quais seriam as chances de isso acontecer se continuasse analfabeto?”, questiona. Ela enfatiza ainda que, além dos problemas decorrentes de famílias desestruturadas, muitos jovens atendidos refletem o problema na educação básica. “Temos diversos adolescentes no 7° ou 8° ano que não sabem ler. Se lá no começo teve dificuldade no aprendizado, deveria receber uma atenção especial. Ao contrário, vão seguindo para as demais séries, sem ter compreendido o básico do aprendizado. O resultado é dificuldade na comunicação, falta de socialização, baixa autoestima e, consequentemente, dificuldade

Centro atende e encaminha jovens de todas as classe sociais 5 4 kappa magazine

para se relacionar ou encontrar um emprego. Mesmo com nosso trabalho de acompanhamento, as sequelas serão por toda a vida. Recentemente recebi um jovem da 7a série que não sabe ler e escrever. Consequentemente não tem cognição. O único desejo dele é este: aprender a ler”, contextualiza a gestora. A unidade do Centro de Referência do Jovem e Adolescente fica na Avenida Arcângelo Nigro, 422, no Centro, próximo ao Melusa Clube, esquina com a Gonçalves Dias. O horário de funcionamento é de 2ª a 6ª feira, das 7 às 19 h. Os telefones são (16) 3334-2383 ou (16) 3334-2459 e o email é adolec. saude@araraquara.sp.gov.br VAMOS ATÉ A MONTANHA – Mas o projeto não fica só aguardando a iniciativa dos jovens e de seus familiares; também vai até as escolas, assentamentos e bairros periféricos, levando, principalmente, os projetos “Papo Moleque” e “Meninas em Campo”, que abordam discussões como DSTs, consumo de drogas e álcool e gravidez na adolescência, mas sempre com dinâmicas envolventes, em parceria com os CRAS e postos de saúde.

kappa magazine 55

Bairro

Praça do Cecap: marco do bairro que hoje é uma minicidade

Parque Cecap, sob o olhar de seus moradores Conjunto deixou de ser apenas residencial e virou uma minicidade Por andressa Fernandes Fotos Lucas tannuri

O

Parque Cecap está localizado na região norte da cidade, próximo à rodovia Washington Luís e ao Distrito Industrial II. Ele compreende dois loteamentos, sendo o Cecap I e II que juntos possuem 1.010 casas e aproximadamente 3.030 moradores, uma média de três por residência. Desde janeiro de 1986, por decreto do prefeito Clodoaldo Medina, o bairro passou a se chamar Jardim Dr. Tancredo A. Neves, só que ninguém o conhece pelo verdadeiro nome. Nem mesmo as buscas no Google Mapas trazem a localização do bairro com esta nomeação. No ano de 1978, com 424 casas, 5 6 kappa magazine

sendo algumas geminadas, e oito estabelecimentos comerciais, o Conjunto Habitacional Cecap I foi aprovado pela Cohab. Sete anos depois, em setembro de 1985 o Cecap II foi aprovado com 586 lotes. Juntos, ocupam uma extensão de quase 242 m². No entorno de sua praça, que se destaca pelo verde de suas imponentes árvores, o bairro hoje possui muitos comércios, como bares, mercadinhos, restaurantes, farmácias, madeireira, marcenaria, funilaria, casa de ração, uma escola estadual, creche e posto de gasolina, além de igrejas. A população local não precisa se deslocar para o centro da cidade devido às opções, inclusive no vizinho Iguatemi. O Cecap possui ainda um posto de saúde e uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

TRÊS DÉCADAS - O metalúrgico aposentado Geraldo de Jesus Assis, 67 anos, contesta as notícias de que o bairro é um lugar perigoso e violento. “Estes dias, um jornal disse que o Cecap e o Iguatemi são os lugares mais perigosos da cidade. Nos meus 27 anos morando aqui, nunca vi nada disso. Para mim, o Cecap era bom no começo, agora é melhor ainda. Tanto pela tranquilidade, pelos conhecidos e pelos comércios que tem hoje. Já disse para meus filhos que só saio daqui para ir para o São Bento, o cemitério”, brinca Assis, que chegou no bairro em 1985, quando foi sorteado pela Cohab para o Cecap II. Conhece a maioria dos moradores e afirma que formam uma grande família. “Até hoje, no final da tarde, temos o privilégio de poder colocar as cadei-

ras na rua e conversar”, diz. Seu Geraldo só sente falta de uma pessoa, o Zé Caroço, falecido há um ano e que era dono de um bar no Iguatemi. “Todos os anos, no Dia das Crianças, ele fazia uma festa para a molecada com comida e bebida, era uma alegria só. Hoje, não tem ninguém que queria assumir esta responsabilidade”, lamenta. Da mesma opinião compartilha a cozinheira Maria Aparecida Soares Byona, 47, que também se mudou para o Cecap em 1986. “Gosto de morar aqui. Tive meus filhos e os criei aqui. A vizinhança é boa. Só neste emprego, estou há 10 anos e moro perto. A maioria das coisas que preciso também consigo encontrar no bairro. E ele continua crescendo, esta semana mesmo inaugurou uma academia”,

Maria Aparecida mora e trabalha no Cecap II, que não troca por nenhum outro lugar

conta Cida, que quando chegou, o bairro dispunha apenas de água e luz. O asfalto foi conquistado sete meses

depois. Também sempre ouviu falar nas conquistas da Associação de Moradores, como a praça e a cobertura

kappa magazine 57

Bairro Há controvérsias da quadra de esportes do bairro, que além de tudo, hoje conta com um vigilante. “Aqui é tranquilo de se viver. A maioria dos moradores está desde o começo do bairro e todos se conhecem. Não trocaria por nenhum outro lugar”, diz.

Seu Geraldo, morador do Cecap II, fala com carinho do bairro

5 8 kappa magazine

O subtenente aposentado Antonino dos Reis, mais conhecido como Cabo Reis, discorda um pouco desta tranquilidade toda. Ele, que mora no Cecap I, diz que nos últimos tempos o bairro tem sido alvo de bandidos. “Aqui no nosso pedacinho, é uma paz, é maravilhoso. Os vizinhos se conhecem e não há problemas porque aqui não temos bares e comércios, mas, lá para cima, sempre tem carro de polícia”, conta. A divisão entre os conjuntos é feita por meio de uma grande praça. Cabo Reis afirma ainda que as coisas pioraram muito depois da inauguração de novos condomínios, há cerca de seis meses. Ele veio morar no Cecap depois que conquistou a aposentadoria, mas já conhecia bem o pedaço. Disse que antes era tudo mato e cana e, por isso, servia de refúgio para bandidos, isso há cerca de 40 anos. Ele não se lembra de quem eram estas terras, apenas que eram muitas propriedades. “Quando comprei a casa o mato era muito alto, muito sujo, tinha muito bicho. Aí, fui limpando por conta própria. Plantei árvores

no quarteirão todo. Aqui temos damas da noite, pés de acerola, quaresmeira rosa, roxa, pés de romã, figo. A maior parte das mudas eu trouxe há 18 anos da fazenda Arangá”, conta. Ele diz que hoje não tem mais saúde para fazer os serviços de jardinagem, por isso paga uma pessoa para cuidar das plantas. Outras reclamações são falta de limpeza pública no local, mas uma coisa da qual ele não tem do que se queixar é da vizinhança. “Os vizinhos aqui valem ouro. Todo mundo se gosta, se respeita”, diz. Cabo Reis trabalhou muito para arborização do bairro Cecap I

kappa magazine 59

saúde dos pÉs

Rosana dos Santos Silva, podóloga

Fachada da Clínica Tempropé

Lucas Tannuri

Clínica Tempropé oferece podologia e acupuntura Técnicas visam a melhora na qualidade de vida dos pacientes

ACUPUNTURA – É um ramo da medicina chinesa que avalia e trata desequilíbrios nos trajetos de ener6 0 kappa magazine

gia no corpo, denominados meridianos. A farmacêutica e fitoterapeuta holística, especializada em acupuntura, Daniela Blumer, explica que não há idade para os tratamentos, uma vez que são usados diversos materiais. “Em crianças, por exemplo, ativamos os pontos com sementinhas, cristais, ouro, prata e inox. Também se usa o laser, que é indolor e ativa os pontos sem aplicação de agulhas”. Daniela afirma que suas técnicas têm também cunho estético, como a utilização do Hai Huá, um aparelho com dois eletrodos que, posicionados sobre os pontos dos meridianos, liberam mínimas descargas elétricas, responsáveis pelo relaxamento. “Além de relaxar a dor, estes pontos podem ser usados para o combate da obesidade, aparecimento de rugas, contra a flacidez. Isso porque, os pequenos choques estimulam a produção de colágeno, principal proteína que constitui a matriz extracelular”, afirma Daniela, que trabalha ainda com outras técnicas como a utilização de ventosas, pe-

Daniela Blumer, farmacêutica fitoterapeuta, especializada em acupuntura

quenos copinhos para sucção e drenagem do calor interno, e a acupuntura aromática, que consiste no uso de óleos essenciais (de uso externo) para a prevenção e profilaxia das doenças. Trata ainda, por meio da dietoterapia e da fitoterapia chinesa e indiana.

Serviço Clínica Tempropé Podologia Rua Gonçalves Dias, 1794 – Centro – Araraquara Tel. (16) 3335-9296

informe publicitário

A

Clínica Tempropé de Araraquara oferece tratamentos alternativos em podologia e acupuntura. A podologia é um ramo auxiliar da saúde, cuja atuação está na anatomia e fisiologia dos pés. A podóloga Rosana dos Santos Silva trabalha há 15 anos no ramo, com tratamentos para pés diabéticos, unhas encravadas, auxílio no tratamento de micoses, calo com núcleo, calosidades, fissuras, além de aplicação de aparelho para unhas encravadas, chamado órtose. Trata-se de fitas de fibra de memória molecular utilizadas para a correção da curvatura da unha. Com o tratamento pode-se evitar a cirurgia. “O aparelho é colado em cima da unha e tem função de tracioná-la para não fechar com o crescimento. Casos críticos, acompanhamos uma vez por mês, com o corte certo e a troca do aparelho”, indica Rosana.

kappa magazine 61

Personagem da kappa Samuel Brasil Bueno

Por Samara Ignácio Fotos: Lucas Tannuri

A

“Quero ser uma alameda” Empresário do setor farmacêutico com faro de repórter resgata histórias de homenageados nas placas de ruas e avenidas

Samuel Brasil Bueno: “Daqui a uns 30 anos, quando morrer, quero ser nome de rua”

6 2 kappa magazine

os 71 anos, Samuel Brasil Bueno pesquisou e publicou a história de homenageados em 680 denominações de ruas, avenidas, alamedas e vias de Araraquara. Em outros tempos, sem a facilidade da internet, a pesquisa detalhada começava com o Projeto de Lei na Câmara Municipal, seguia para visitas a cartórios, muito diálogo com famílias e instinto. Sua curiosidade foi despertada já nos anos 70, quando ouviu um taxista de São Paulo ser desafiado por um programa de rádio a indicar centenas de nomes de ruas da capital. A partir de então, o empresário do ramo farmacêutico, impressionado com a capacidade de memória geográfica do paulistano, passou a também decorar as localidades das ruas da Morada do Sol. “Quando havia uma entrega da drogaria, o cliente se espantava por não precisar explicar ou dar pontos de referência. Eu, na maioria das vezes, já sabia onde era”, destaca. Mas, somente em 1997, seu interesse pela história das personalidades por trás de cada nome de rua começou a se materializar no papel. “Passei a questionar o porquê de cada denominação. Descobri um jornal de São Paulo que tinha uma coluna para que o leitor conhecesse mais a cidade e tive a ideia de me oferecer para desenvolver um projeto semelhante no jornal O Imparcial. Entrei em contato com o jornalista e amigo Sidney Schiavon, já falecido, e criamos a seção Seu Nome está na Rua. Mas o primeiro ficou muito ruim. Foi sobre a Rua Mario Barros de Almeida; não ficou como eu esperava, muito fraco”, avalia. A partir de então, as famílias dos homenageados passaram a dar sugestões. O que era apenas uma coluna, vi-

rou uma ou até duas páginas. Em cada artigo, havia fotos antigas, a origem do sobrenome e até mesmo a árvore genealógica. “As pessoas sugeriam quais deveriam ser as próximas pesquisadas. Tive algumas desafiadoras, outras, a família nunca permitiu a pesquisa, além daquelas que simplesmente não há dados, como a Padre Duarte. Não daria nem uma linha, pois foi um homem que nunca veio a Araraquara, apenas tinha terras por aqui”, revela. Para Samuel, o trabalho foi além do resgate histórico. Com o objetivo de reunir informações sobre as famílias, por conta de seu trabalho, muitos irmãos, primos que há tempos não se falavam, restabeleceram contato. “Valorizamos sobrenomes, mergulhamos em memórias, resgatamos histórias, emocionamos famílias”, orgulha-se. “Mas, algumas vezes, a demora na entrega de dados pelas famílias fez com que eu apelasse: fazia sobre a 9 de Julho ou Avenida São Paulo”, confessa. Seu trabalho de pesquisa durou de 1997 a 2010, semanalmente. A seção Seu Nome está na Rua era publicada aos domingos e era um a das mais lidas do jornal. Hoje, O Imparcial republica os artigos, mas Samuel faz questão de atualizá-los. “Era muito trabalhoso. Começava no domingo à noite e terminava no outro domingo no almoço de família. Agora, daqui uns 30 anos, quando eu morrer, quero se nome de rua, quero ser uma alameda”, ressalta, aos risos.

3 anos, quando os avós, os pais e os 8 irmãos solteiros da mãe resolveram instalar um açougue e uma loja de embutidos na cidade . Estudou, casou-se com Maria Teresa, teve duas filhas, Samantha e Priscila. Trabalhou como representante de laboratórios farmacêuticos durante muitos anos. Nos anos 70, ficou sócio de uma farmácia quase falida em São Carlos, mas, com muito trabalho, contatos e perseverança, venceu e chegou a ter sete filiais lá e em Araraquara. Por aqui, todos sabiam quem era o Samuel da Farmácia. “Quando começaram a abrir as grandes redes, com preços difíceis de competir, resolvi encerrar e me aposentar. Mas, como trabalho desde os 16 anos, foi difícil simplesmente parar. Após uma semana de folga fui convidado para ser o presidente do Ceproesc. Desde então, trabalho com mais de 260 jovens aprendizes, iniciantes no mercado de trabalho”, orgulha-se.

Samuel tem arquivadas todas as publicações do Seu Nome está na Rua

BRASIL BUENO - Apesar do faro de repórter e mesmo tendo desvendado centenas de histórias de outras famílias, Samuel Brasil Bueno conhece pouco sobre o próprio sobrenome. O avô morreu quando o pai tinha apenas 3 anos, restando poucas informações. Mas conhece bem a história dos avós maternos. Nascido em Rio Claro (SP), Samuel veio para Araraquara aos kappa magazine 63

6 4 kappa magazine

kappa magazine 65

nota

Toma posse novo chefe da delegacia da Polícia Federal O delegado Nelson Edilberto Cerqueira deixa o cargo, ocupado pelo delegado Alexandre Custódio Neto

O

delegado Alexandre Custódio Neto tomou posse nesta sexta-feira (19), como chefe da Polícia Federal de Araraquara. Em seu discurso, ele classificou o cargo como “um desafio especial após nove anos na Polícia Federal passando por quatro Estados diferentes.” O superintendente regional da Polícia Federal no Estado de São Paulo, Roberto Ciciliati Troncon Filho, partici-

6 6 kappa magazine

pou da cerimônia de posse e destacou o trabalho realizado pelo antecessor de Custódio Neto no cargo, o delegado Nelson Edilberto Cerqueira. A circunscrição da Polícia Federal da cidade abrange 29 municípios. Desde junho de 2011, Custódio era chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Superintendência Regional da Polícia Federal de São Paulo, na capital paulista.

O delegado Alexandre Custódio Neto

kappa magazine 67

Saúde

Alongamento: uma prática diária necessária Atividade previne dores e lesões e melhora a postura Por Patricia Piacentini Fotos Fabiano Vagner e Arquivo

P

rofissionais da saúde recomendam que você perca alguns minutos durante o dia para se alongar, isso porque são inúmeros benefícios que essa prática proporciona. “Podemos destacar a prevenção de dores tensionais, lesões tendíneas e alterações posturais como sendo as principais”, salienta o professor da Uniara Artur Cesar do Amaral, que é fisioterapeuta e mestre em Biomecânica pela USP. O professor da Unip Milton José de Azevedo, profissional de educação física, fisioterapeuta e especialista em Fisiologia e Biomecânica do Exercício Físico pela Famerp, reforça as vantagens. “Eles promovem um relaxamento muscular e, com essas tensões diminuídas, as articulações do corpo estão sempre flexíveis. Sem a flexibilidade, as articulações vão 6 8 kappa magazine

perdendo sua mobilidade e com o passar dos anos tem-se um prejuízo na saúde por aumentar as dificuldades em realizar determinadas atividades da vida diária”. Mas antes de começar a se “esticar” é necessário a orientação de um profissional, como destaca Amaral: “O alongamento deve sempre ser orientado, supervisionado ou realizado por um profissional qualificado, pois o alongamento realizado de forma incorreta pode ocasionar lesões”. Azevedo também enfatiza a importância dessa orientação: “É sempre necessário um profissional da área que entenda e conheça músculos, no caso um educador físico, para que se evitem lesões. No entanto, depois que o profissional ensine a pessoa a forma correta, ela pode realizar a atividade sozinha”, ressalta. COMO REALIZAR – Segundo Azevedo, o alongamento deve ser realizado de forma lenta e suave. “De-

O alongamento é indicado de acordo com a necessidade de cada pessoa

Antes ou depois da atividade física? Existe uma discussão ampla sobre a realização do alongamento antes ou depois da atividade física. “Atualmente está sendo indicado um alongamento leve antes da atividade física, associado a um aquecimento mais vigoroso, preparando o músculo para a atividade. Depois, é recomendado o relaxamento muscular, que é composto por uma atividade menos intensa, como um trabalho na piscina, um trote leve ou até mesmo a caminhada, sendo este relaxamento sempre finalizado com o alongamento muscular”, orienta Amaral. Já Azevedo diz que o alongamento antes da atividade física é indicado para alguns exercícios. “O alongamento, de forma isolada, não é muito favorável, pois pode prejudicar a atividade, sendo mais utilizado o próprio exercício, com cargas leves e algumas repetições lentas, em que se promove o alongamento necessário para realização do mesmo”, justifica. “No final dos exercícios, o alongamento é recomendado para prevenção de encurtamento muscular, devido a fortes e sucessivas contrações musculares e também para continuar realizando atividades posteriores a esses exercícios físicos”, finaliza.

ve-se realizar o movimento contrário à ação muscular, até um ponto onde sinta o músculo alongado, podendo até ser estendido quando sentir um leve desconforto. Deste ponto, deve-se manter por um período de tempo nessa posição e voltar para a posição inicial do músculo relaxado”, detalha. Para o professor da Uniara, o alongamento deve ser realizado sempre de uma forma ergonômica. “A pessoa deve estar numa posição confortável e com a coluna bem posicionada, principalmente se ela já apresenta um histórico de dor na coluna vertebral”, orienta. INDICAÇÃO – O alongamento é indicado de acordo com a necessidade de cada pessoa. “Genericamente, podemos dizer que pessoas que apresentam dores ou rigidez pela manhã podem realizar os alonga-

mentos ao acordarem. Já, para aquelas pessoas que apresentam dores tensionais na coluna vertebral, o ideal é alongar antes, durante e após o expediente de trabalho”, diz Amaral.

O professor da Uniara, Artur Cesar do Amaral, fisioterapeuta e mestre em Biomecânica pela USP

kappa magazine 69

Saúde “No meio do expediente, a cada duas horas de trabalho em média, deve-se fazer pausas para se movimentar e nessas pausas realizar alongamentos para os músculos mais solicitados (tensionados)”, recomenda o professor da Unip.

Benefícios do alongamento: • Diminui dor nas articulações e nos músculos • Prepara o corpo para atividades físicas • Previne lesões • Melhora a funções de órgãos de todo o corpo • Melhora as oxigenação do cérebro • Proporciona maior consciência corporal • Reduz estresse • Melhora concentração • Melhora a postura • Melhora a respiração

7 0 kappa magazine

Milton José de Azevedo, professor da Unip, profissional de educação física, fisioterapeuta e especialista em Fisiologia e Biomecânica do Exercício Físico pela Famerp

kappa magazine 71

reFormas e pinturas Lucas Tannuri

O antes e o depois de uma obra assinada pela Madu Pinturas e Serviços

Textura: qualidade nos mínimos detalhes

Madu Pinturas e Serviços: qualidade e comprometimento

Os proprietários José Rafael Alves dos Santos e Ellen Canova dos Santos, com a filha Maria Eduarda, a Madu

Empresa realiza serviços em residências e prédios, que vão da reforma e pintura à limpeza após a obra

7 2 kappa magazine

tas utilizadas e dos serviços de grafiatos. Em prédios, o trabalho também é executado com agilidade, seguindo as normas de segurança. “Temos funcionários que executam o serviço com rapidez e sem sujeira. Alguns, inclusive, com experiência na Alemanha”, exemplifica. “Trabalhamos com pinturas residenciais, industriais e comerciais, fazemos sinalizações e faixas de ruas e avenidas”, destaca. A Madu Pinturas e Serviços realiza a colocação de gesso acartonado, forro PVC, drywall, entre outros. “Hoje estamos trabalhando em Nova Europa, Dourado, além das obras em Araraquara. Só iniciamos um novo serviço quando tudo está finalizado. A seriedade da empresa é que tem nos fortalecido no mercado. Uma empresa formal, dentro das leis, com CNPJ e impostos em dia, pronta para atender toda a região e o público como um todo. Mantendo o espírito familiar, com respeito e carinho por cada desafio e acompanhando de

perto cada trabalho”, diz. MADU - O nome da empresa é uma homenagem à pequena Maria Eduarda, a Madu, filha dos proprietários Éllen e José Rafael Alves dos Santos. A filha representa exatamente o objetivo do casal: crescer. A empresa saiu da informalidade e já traça novos planos. “Agora caminhamos para nos tornar uma construtora. A experiência e envolvimento há anos neste ramo nos impulsionam a crescer ainda mais, mas sempre mantendo a qualidade do serviço”, finaliza.

Serviço Madu Pinturas e Serviços Avenida Pedro Aranha do Amaral, 558, São José/ Fones: (16) 3214-1117/ 9807-3069 madupinturas@hotmail.com

informe publicitário

A

raraquara conta agora com uma experiente empresa do setor de construção civil: a Madu Pinturas e Serviços. A empresa familiar, que já marca presença em toda a região, chega na Morada do Sol com muitos diferenciais, entre eles a qualidade no serviço prestado, comprometimento com o cliente e com os prazos, menor preço e pagamento facilitado. O trabalho vai desde a reforma até a limpeza final da obra. Nas reformas em geral, a proprietária Éllen Priscila Canova dos Santos destaca a experiência da equipe que, com mais de 20 anos de atuação, realiza desde a demolição, construção e revestimentos até a limpeza pós- obra. “A experiência nos garante conhecer produtos que facilitam a limpeza final sem agredir pisos ou acabamentos. E esse serviço também pode ser requisitado separadamente”, ressalta. Em pinturas residenciais, Ellen aponta também a qualidade das tin-

kappa magazine 73

meio amBiente

Verde é qualidade de vida Araraquara tem tudo para ser uma cidade preservacionista Por micheli Valala Fotos kris tavares

Q

Tipuanas da Avenida Espanha, destaque da arborização da área central

7 4 kappa magazine

ualidade de vida é um dos fatores que fazem com que araraquarenses permaneçam na cidade e que cidadãos de outros municípios procurem se instalar aqui. E qualidade de vida está ligada à preservação ambiental. Neste quesito, Araraquara tem mostrado que está no caminho certo. Embora haja muito a ser feito, especialistas demonstram otimismo e acreditam que aqui estão todas as possibilidades para, futuramente, Araraquara ser uma cidade preservacionista. Conhecida como Morada do Sol, Araraquara também poderia ser chamada de Morada do Verde: hoje é a sexta cidade mais arborizada do estado de São Paulo, entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e recebeu o Certificado de Município Verde Azul por três anos consecutivos, em 2009, 2010 e 2011, além de ter conquistado duas vezes o prêmio Franco Montoro (em 2010 e 2011) pela Bacia Tietê-Jacaré, por conta da recuperação de mananciais, entre eles Tanquinho, Chácara Flora, Córrego do Vieira, Água Branca e Ribeirão das Cruzes.

Estes são apenas alguns exemplos que tornam Araraquara bem qualificada no quesito meio ambiente, cujo secretário José dos Reis Santos Filho afirma que pretende, até 2014, recuperar 14 nascentes que se encontram em estado de risco, ou seja, ameaçadas em sua própria existência, segundo ele. Dessas, a secretaria revitalizou duas: as nascentes do Jardim Água Branca e São Rafael. A do Cupim está em andamento e outras três estão sendo analisadas. Reis explica que a primeira fase do trabalho implica na limpeza da área, depois vêm os cuidados de desobstrução do espaço da nascente. Em seguida, há a demarcação e plantação de mudas nativas no raio de 50 metros a partir do olho d’água. Finalmente, chega o tempo de cercar esse perímetro, de forma a preservar o trabalho. A partir daí, deve-se cuidar da manutenção e

José dos Reis Santos Filho, secretário municipal de Meio Ambiente: “Araraquara será uma cidade preservacionista”

do monitoramento do desenvolvimento das mudas. De acordo com Reis, se trata de um trabalho permanente que pode demo-

rar até cinco anos. Há ainda casos em que a nascente se encontra em área privada. Quando isso ocorre, ele explica que a secretaria lança mão de colaboração com a Promotoria Pública, a qual atribui ao proprietário o trabalho e os custos com a recuperação da nascente. Quanto aos mananciais, no início deste ano, a secretaria terminou toda a recuperação das áreas públicas de preservação permanente do Ribeirão das Cruzes. Acabou de apresentar um relatório da situação do Serralhal ao Ministério Público e está terminando um plano de trabalho que fará com que proprietários e município se envolvam com a recuperação do manancial. O Rio Pinheirinho tem sua área em estado de recuperação e plantio e o Ribeirão do Ouro é objeto de cuidados intensivos desde o início do ano. “De fato, nossa gerência de reflores-

kappa magazine 75

MEIO AMBIENTE

Confira o mapa das nascentes de Araraquara

tamento, ao lado das de licenciamento, fiscalização e monitoramento, está com atividade febril em torno desses projetos. Queremos planejar o término da proteção do conjunto dos mananciais do município para, o mais tardar, final de 2014. É uma atividade que significa resolver, superar um passivo de décadas de abandono”, diz. A revitalização da nascente do Jardim Água Branca, por exemplo, já está bem avançada. Reis conta que na fase da limpeza foram tirados nove caminhões de entulho, depois toda a área foi cercada com 600 pneus abandonados e criou-se um caminho que liga os bairros Jardim Cruzeiro do Sul e Jardim Dumont. “Nota-se que os pneus foram furados e enterrados em 40% de tal maneira que essa parte de cavidade fica cheia de terra.” MONITORAMENTO – Esta atividade, bastante importante dentro da secretaria, chamada de monitoramen7 6 kappa magazine

Nascente do Jardim Água Branca, antes e depois da revitalização

to, serve para observar a qualidade do meio ambiente em Araraquara. Neste momento, o município está elaborando um mapa dos mananciais e das áre-

Meio ambiente e sua ouvidoria as de preservação permanente desses mananciais. LICENCIAMENTO – A secretaria municipal de Meio Ambiente tem um trabalho muito importante, que é o serviço de licenciamento, procurado por empresas que querem se instalar em Araraquara. Só em 2011, quase 300 empresas solicitaram este ofício. De janeiro até junho deste ano, foram 116 pedidos. Reis explica que toda empresa, que de alguma forma possa causar algum impacto ambiental, precisa desse licenciamento em função de um convênio firmado entre a secretaria e o governo do estado de São Paulo. Para Reis, trata-se de um trbalho essencial, pois uma vez licenciada, a empresa passa a ser fiscalizada, evitando assim a poluição dos mananciais.

A ouvidoria é mais uma atividade importante oferecida pela Secretaria do Meio Ambiente do Município, porque é diferente do disque denúncia, diz o secretário José dos Reis Santos Filho. O ouvidor defende o consumidor e cabe a ele mobilizar qualquer outra secretaria para solucionar a queixa. Só em julho, foram feitas 140 denúncias, a maioria de queimadas, podas drásticas, resíduos de construção civil em terrenos baldios e mato alto. O telefone para contato é 0800-7740440. “Estamos começando. É um trabalho extremamente complexo e ainda vai precisar de alguns anos para que possamos realmente trabalhar com o conjunto dos problemas. O que fizemos com bastante sucesso nesses quatro anos foi um trabalho intenso de resgate dos mananciais da cidade. Além disso, trabalhamos fortemente na parte de educação ambiental e na parte de fiscalização, pois um complementa o outro. Há muito ainda por fazer. Nosso futuro próximo é uma discussão sobre sustentabilidade, como o conjunto de atividades cotidianas que nós exercemos podem ser sustentáveis, ou seja, como as pessoas podem gastar menos de recursos não renováveis. Para isso seremos obrigados a vencer hábitos e preparar a cidade. Espero que daqui a 10 a 20 anos, no máximo, Araraquara seja uma cidade preservacionista, tem tudo para ser”, conclui Reis.

IPTU VERDE – Mais um diferencial do governo municipal é o IPTU Verde, implantado pela Lei n.º 7.152, de 2009, que oferece descontos no IPTU de 10% a 40%. Para participar, o morador deve procurar a Secretaria Municipal de Meio

Ambiente, ter uma área igual ou maior de 2 mil m², com mais de 30% de vegetação, igual ou maior de 1 ½ metro de altura, sendo que 20% devem ser plantas nativas e o restante pode ser exótica ou frutífera. Após a solicitação é feita uma vistoria que determinará o

kappa magazine 77

meio amBiente

valor do subsídio. São atribuídos três tipos de descontos: 10% no IPTU para áreas com 30% a 45% de vegetação, 20% para áreas com 45% a 80% de área verde e 40% para áreas acima de 80% de vegetação. SELO VERDE E AZUL - O Programa Município Verde e Azul, criado pelo governo do estado, tem como objetivo estimular as cidades paulistas a investirem em questões ambientais. Para isso, avalia anualmente um relatório emitido por cada cidade, com base em 10 diretivas: esgoto tratado, resíduos sólidos, mata ciliar, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, uso da água, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental.

7 8 kappa magazine

Os Oitis da Rua 5

Práticas de sustentabilidade Para o biólogo e docente da Uniara Adalberto Cunha, uma ideia sustentável seria estimular as pessoas a terem áreas para a permeabilidade do solo. A calçada, por exemplo, pode ser feita de um gramado total, passando por partes de concreto, ou intermediado

entre grama e bloquetes. Já a garagem e os jardins, de frente, laterais e fundos, poderiam ter a presença de vegetação que reforce o conceito de absorção de água, nunca concretando totalmente. “No calor há maior retenção e com isso a temperatura sempre fica mais elevada”, ressalta. Segundo o biólogo, a presença de plantas ajuda a arejar o ambiente, tornando-o mais fresco. Medidas simples, como observar a posição do sol na hora de construir uma casa, segundo especialistas, podem representar redução de despesas e melhora na qualidade de vida,. Isso inclui localização do empreendimento e seus impactos na região, eficiência no consumo de água, eficiência energética, insumos utilizados, qualidade do ar em ambientes internos e inovação nos projetos.

kappa magazine 79

Fabiano Vagner

Ótica

Interior da ótica: modernidade e conforto

Aparelho de última geração; exclusividade da Oculi

Fachada da Oculi Óptica de Precisão, no Centro

Oculi inova com tecnologia de ponta Equipamento importado decifra o código do olho

8 0 kappa magazine

Com 20 anos de experiência no mercado, Juliano Nogueira, proprietário da Oculi e técnico em ótica, ressalta que pacientes com a mesma dioptria, com grau igual para perto, longe ou intermediário, nunca têm a mesma posição e profundidade de olhos. “Com o nosso aparelho é possível confeccionar uma lente única, com indicação da armação adequada. Ao invés da medição manual, fazemos uma computadorizada e precisa, já mostrando para o cliente como ficará o óculos, especificando o peso e espessura da lente. Somos o primeiro a apostar nesta tecnologia”, enfatiza ele. EXCLUSIVIDADE - A Oculi oferece sempre exclusividade aos clientes. Em Araraquara, você só encontra lá a grife Tag Heuer, com armações para óculos de sol e de receituário. A linha já teve à frente da marca Ayrton Sen-

na, Steve Mcqueen, entre muitos outros. Mas a Oculi é também multimarcas, com as principais tendências e atendimento especializado por profissionais capacitadas, estacionamento, qualidade nos produtos em um espaço confortável. Além de aceitar cartões, ainda possui convênio com a Unimed, através do Uniclub. “Completando quase dois anos, estamos entre as preferidas e consolidamos um grande nome, já com loja também em São Carlos”, destaca o ousado empresário Juliano.

Serviço Oculi Óptica de Precisão Endereço: Avenida Bandeirantes, 436 - Centro Telefone: (16) 3331-4031 Loja possui estacionamento exclusivo em sua lateral

informe publicitário

A

Oculi Óptica de Precisão traz da França para Araraquara mais uma exclusividade; o aparelho VisioOffice, capaz de decifrar o Eye Codes, o código do olho. O equipamento tem tecnologia para promover leitura de dados completa, desde o centro de rotação da visão até posicionamento de pupila. Com essa inovação, a Oculi consegue confeccionar óculos únicos e personalizados, garantindo conforto, principalmente nas lentes multifocais, com imediata adaptação. Esta semana, será a vez dos oftalmologistas da cidade conhecerem o equipamento francês da Essilor Solutions, que também fabricante das lentes Varilux. Será realizada uma palestra especial a todos os profissionais de Araraquara. Por isso, você já pode pedir ao seu médico oftalmologista de confiança a indicação para ter um óculos exclusivo e individualizado.

kappa magazine 81

Kappinha

Da sala de aula para as passarelas Leonardo e Maria Julia, Mister e Miss Teen do Colégio COC Araraquara

Moçadinha mostra que não tem medo de desfilar para o público Por Andressa Fernandes Fotos Lucas Tannuri

O

s vencedores do DescCOC, desfile promovido pelo Colégio COC para eleger sua Miss e seu Mister, mostraram que não se assustam com passarela. Na categoria Teen deste ano, os eleitos foram a Miss Maria Julia Gobatti, de 12 anos, do 7º ano B, e o Mister Leonardo Caparelli Elias, 11, da 6ª série C. Leonardo disse que, pela escola, essa foi a primeira vez que desfilou, mas já tinha outras experiências, sendo que por duas vezes participou de eventos para divulgar uma marca de roupas. “Quando é para desfilar para mostrar roupas, tem que ficar mais sério, mas para desfilar para a escola a gente pode se soltar mais, sorrir. Desfilar para a escola é mais legal”, conta. O menino diz que não tem medo nem vergo8 2 kappa magazine

nha de subir na passarela, mas que não gostaria de ser modelo. Já a sua parceira, Maria Julia, mostra que já é profissional. “Há dois anos eu faço um curso de modelo aqui na cidade, ano que vem eu me formo. Já tenho, inclusive, convite de uma agência de São Paulo para integrar a equipe deles”, confessa. Maria Julia já desfilou em vários eventos de Araraquara e para algumas lojas de roupa. Ela leva tão a sério que recentemente ingressou em um curso de teatro. “Gosto muito de desfilar, mas prefiro ser atriz”, admite. De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, Juliana Andrade Delilo da Silveira, o principal critério avaliado para a seleção da Miss e Mister foi a simpatia e desenvoltura estudantil. “Nos anos anteriores o desfile acontecia junto com a gincana e era vinculado às notas escolares. Neste ano fizemos diferente,

foi um evento separado de qualquer outro, simplesmente para eles se divertirem”, diz. A coordenadora contou que todos os alunos e pais foram convidados, sendo que 400 pessoas lotaram a casa de shows para ver o desfile, curtir uma banda ao vivo e mais DJ, tudo até a meia-noite. Dentre as outras representantes do 6º ano, estavam Rachel Sayuri Lopes Homma, Bruna Couto Lopes Mills e Nicoli Carrascasa, as três com 11 anos, que também foram escolhidas pela maioria dos alunos de suas salas para representá-las no concurso. Rachel já havia desfilado para uma loja de roupas e disse que foi difícil no começo. Para o desfile da escola, ela levou 15 dos 26 votos. “Acho que é porque sou amiga de quase todos”, diz. Nicoli nunca tinha desfilado antes, mas disse que chegou a receber um convite de uma loja de um shopping center de Campinas

(SP). “Estávamos em excursão e uma representante da loja disse que eu e minhas amigas éramos muito bonitas e que poderíamos desfilar. Meus pais também dizem que eu deveria ser modelo quando crescer, mas eu não quero, acho que deve ser muito chato”, diz a menina. Agora, difícil mesmo foi para a tímida Bruna subir na passarela. “Era uma amiga minha que ia desfilar, mas ela se machucou e eu, que fui a segunda mais votada, tive que ir”, conta a menina. Segundo ela, o nervosismo passou depois que subiu na passarela e tudo deu certo. Ela até gostou da experiência. MENINOS - O time dos meninos do 6º ano foi representado pelos guerreiros Enzo Rocha de Mattos e André Ricardo Dalperio, além do

Da esquerda para a direita: os Misters e Misses: André, Enzo, Leonardo, Bruna, Rachel e Nicoli

vencedor Leonardo. Para Enzo, não foi difícil a experiência, apesar de nunca antes ter subido em uma passarela. “Até gosto de desfilar, já recebi um convite uma vez, mas não deu certo de participar. Acho que fui escolhido porque sou muito amigo de todos e porque sou engraçado. Mas gosto mais de praticar esportes”, afirma o garoto, já confessando o interesse em participar do desfile do ano que vem. Já para o André, a história foi

mais complicada, porém, com final feliz. Ele é novo na escola e não queria participar, mas acabou sendo escolhido. Mesmo com toda a timidez, disse que no final acabou gostando de desfilar, achou divertido e, de quebra, fez novos amigos durante a festa. Agora, o jeito é torcer para que os eleitos de Araraquara tenham pontuação suficiente para disputarem as etapas regional e estadual, rumo à nacional do DesCOC.

kappa magazine 83

Gourmet

Bauru do Gaúcho: sucesso há mais de três décadas

Ari Francisco Botega, o Gaúcho, com o famoso bauru de filé mignon e o lanche no prato, que é o carro-chefe do estabelecimento

Lanchonete vende média de 100 lanches por dia e é frequentada por todo tipo de público Por Andressa Fernandes Fotos Lucas Tannuri

A

ri Francisco Botega, o Gaúcho, é natural do Rio Grande do Sul e resolveu abrir a Lanchonete do Gaúcho depois de 12 anos em Araraquara, trabalhando como garçom. Essa decisão foi tomada há 32 anos, tendo fixado seu negócio na Av. 7 de setembro. Parte do sucesso de seu estabelecimento ele credita ao fato de ter escolhido andar na contramão dos conterrâneos, que investiram em churrascarias. Ari queria investir em algo diferente, e decidiu que iria vender o tradicional bauru de filé mignon, composto de pão, carne, queijo e tomate. “Abri a lanchonete sempre vendendo os mesmos lanches, bauru e misto, e sempre tentando melhorar”, diz Ari. A vontade de inovar, aliada com os pedidos cada vez mais inusitados de clientes que vinham de todas as partes, foi aper8 4 kappa magazine

feiçoando o cardápio, que hoje é muito variado. O carro-chefe da casa continua sendo o bauru, mas com uma grande diferença: ele é feito em um pão francês duplo. Com os novos pedidos, começaram a surgir os baurus de calabresa, de filé de frango, de lombo, mortadela. Hoje, um dos queridinhos do público é o bauru de provolone. A média de vendas é de 100 lanches por dia. O Gaúcho fala meio “ressabiado’” sobre a divulgação do cardápio, com medo de sua ideia ser copiada. O que ele deve se atentar mesmo é que a magia de seus lanches está na procura pelo aprimoramento da receita, que somente suas três décadas de experiência

conseguem traduzir em um delicioso pedaço de pão com carne e queijo. O trabalho nunca foi feito sozinho. Além de uma gama enorme de colaboradores ao longo dos anos, a lanchonete sempre foi tocada com muito esforço e trabalho, além de carinho e simplicidade, pela dona Teresa Buttignon Botega, sua esposa, araraquarense nata e de muita garra. A vontade de agradar o público é tamanha que desenvolveu um jeitinho especial de fazer as famosas bolachas de provolone, que o cliente pode apreciar em porções, acompanhadas de uma cervejinha gelada. O bauru do Gaúcho é tão popular

Gaúcho e a esposa Teresa Buttignon Botega mostram a foto da família Outra delícia do Gaúcho: as bolachas de provolone

em Araraquara que inúmeras vezes atraiu gente famosa, de passagem pela cidade. A ex-primeira dama do País, dona Ruth Cardoso, já falecida, encomendou um bauru, uma vez, quando

visitava a família. O Gaúcho só soube do ilustre pedido dias depois, quando o entregador lhe confidenciou. “Se soubesse antes, teria caprichado mais”, diz, relembrando o fato inusitado que, na

época, o deixou espantado. O cantor Jair Rodrigues, depois de fazer show no Sesc, foi pessoalmente buscar o seu bauru no prato, para levar para o hotel e beliscar durante roda de cantoria. “Ele é exatamente igual ao que vemos na televisão, alegre, simples, simpático”, lembra. Tanto sucesso se deve à simplicidade com que se trabalha e atende os clientes, que acabam tornando-se amigos, que modificam aos poucos o jeito de fazer os lanches e aperfeiçoar o que já é bom demais.

kappa magazine 85

deLÍcias Uma das especialidades: no lugar da massa de bolo, vão as carolinas, uma camada de recheio branco, outra de recheio preto e a cobertura de ganache de chocolate

A nutricionista Isa Tavares, a responsável pelas delícias da confetteria

Lucas Tannuri

Isa Tavares Confetteria: delícias em novo endereço Confira os doces temáticos decorados

8 6 kappa magazine

ser feitas por telefone, a partir das 9 horas. “Pedimos que sejam feitas com a maior antecedência possível, para garantir maior elaboração e mais opções”, ressalta ela. E a Isa Tavares Confetteria também capricha nas delícias feitas com exclusividade para datas especiais. Agora para o Natal, por exemplo, já começaram a ser confeccionados os recheados chocotones, os deliciosos panetones e a novidade: o cupcake com carinha de Papai Noel. Oferece ainda a delicada opção de presentear o amigo secreto com as caixas de doces sortidos, que também podem ser saborosas lembranças de Natal para aquela pessoa especial. Outro diferencial são os bolos falsos de casamento e, claro, os verdadeiros, feitos com cobertura de pasta americana, confeccionada no local. ESPECIALISTA EM DOCES FINOS - Formada em Nutrição, Isa Tavares

teve um momento da vida em que ficou dividida entre a profissão e a paixão pela culinária, afinal, desde os 8 anos já participava de cursos e elaborava deliciosas receitas. Especialista em doces refinados, com o tempo passou a se dedicar às delicadas guloseimas, aliando às receitas seus conhecimentos de nutricionista.

Serviço Isa Tavares Rua Major Carvalho Filho (Rua 0), 2243 Próximo à Casa Deliza Telefones: (16) 3324-0741 ou 3336-6259 Atendimento pronta-entrega: terça a sexta, das 13 às 16 h./ sábado, das 10 as 14 h. Encomendas por telefone: de terça a sábado, a partir das 9 horas Facebook: Isa Tavares Confetteria

informe publicitário

A

Isa Tavares Confetteria está em novo endereço para melhor atender seus clientes, mantendo a qualidade de seus doces deliciosos, a pronta-entrega ou feitos sob encomenda, para festas de casamento, formaturas, aniversários infantis e adultos. Tendo à frente a nutricionista Isabela Tavares, a confetteria oferece ainda, como novidade, doces temáticos decorados que podem ser encomendados. Isso tudo sem contar com o prazer de saborear os doces na própria delicatesse. Por lá, você encontra bolo, pão de mel, doces, biscoitos, bolo no palito, cupcakes, macarrons, mousses, Pavê da Vó Auta, Sorvete Gelado Crocante, pirulitos, além do delicioso café Nespresso. Entre os doces mais pedidos, segundo Isa, aponta brigadeiro branco com casquinha crocante, o exclusivo Doce Bela, bolo de carolinas e muitos outros elaborados com muito carinho. As encomendas podem

kappa magazine 87

8 8 kappa magazine

kappa

cultural Circo Navegador apresenta Quixotes no Sesc Dois atores de rua contam a história do cavaleiro que acreditava poder consertar o mundo

I

nspirado no clássico do autor Miguel de Cervantes e com direção de Mário Bolognesie, o espetáculo Quixotes, da Cia. Circo Navegador será destaque no Teatro do Sesc de Araraquara, no próximo dia 2 de novembro, às 11 h. A peça narra as aventuras de dois artistas populares que saem pelo mundo encenando em praças, ruas e teatros as histórias dos personagens Dom Quixote e Sancho Pança. A dupla de atores de rua chega ao espaço cênico para contar a história do cavaleiro que acreditava poder con-

sertar o mundo. Durante a narrativa confundem as aventuras e desventuras escritas por Cervantes com a própria trajetória de artistas mambembes que são. Assim como as personagens que representam, acreditam poder transformar o mundo, porém aqui, por meio das histórias exemplares que contam. A simplicidade é o ponto forte do espetáculo. O cenário se resume a dois caixotes de madeira. Espetáculo estreou na Mostra de Dramaturgias Contemporâneas, em outubro de 2005 no Centro Cultural São Paulo. Neste mes-

Atores da Cia Circo Navegador, em cena com Quixotes

mo ano participou de algumas comemorações pelo quarto centenário da publicação do primeiro livro de Miguel de Cervantes. De 2005 a 2006 apresentou-se nas periferias da cidade de São Paulo dentro do Projeto Palhaços de Todos os Tempos, contemplado com a lei de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. Em maio de 2006, percorreu o litoral norte de São Paulo dentro do mesmo projeto financiado pelo Prêmio de Estímulo ao Circo da Funarte.

kappa magazine 89

Cinema

cuLtura Casa da Cultura “Luiz Antônio Martinez Corrêa”

PROJETO “CINEMA EM SÉRIE” Especial: “Mês das Crianças” Dia 29/10, às 20 h., Grátis Coraline e o Mundo Secreto O longa mostra a história de Coraline, uma menina que se muda com sua família para uma enorme casa. Explorando as inúmeras portas do local, a menina acaba abrindo uma que dá para outra casa, em uma realidade paralela, onde seus habitantes querem mantê-la presa, como sua filha.

Dir: Almir Santos e Marcelo Santos Costa Exibição seguida de debate com os diretores Almir Santos e Marcelo Santos Costa; os membros da equipe Antônio Basílio (edição e trilha) e Mariana Veloso (assistente de edição); e o jornalista Alex Antunes.

SESC

Teatro

Cinema - Sessão Comentada Dia 28/10, às 14h., Grátis Bizz: jornalismo, causos e rock’n’roll

SESI

Espetáculo: Para onde leva o rio? Dia 25/10, às 14 h., Grátis Grupo de Teatro Boccaccione

9 0 kappa magazine

SESC

TEATRADA Dia 28/10, às 11h., Grátis Palavra Encantada, com a Cia. Megamini.

Evento

Música SESI

Sexteto Carlos Gomes Dia 26/10, às 15 h. Na apresentação, os músicos interpretam um repertório diversificado que vai do erudito ao jazz, passando por sucessos da música popular brasileira, como Aquarela do Brasil, de Ari Barroso

Sesc

Zeca Colares, show Pés Descalços Dia 27/10, às 20 h

Músico e compositor, apresentação de instrumental de viola brasileira/caipira Show – Os Originais do Samba Dia 28/10, às 16h., Grátis O conjunto carioca de vocal e percussão nascido na década de 60, resgata a tradição do samba, enfileirando sucessos autorais e também canções de outros artistas, como Jorge Ben Jor, Eduardo Gudin, entre outros.

12ª Jornada de Propaganda e Marketing da Unip

De 22 a 26/10 - Palestras, workshops, exposições, mostra de curta-metragem e cases das agências de Araraquara e região, além da Feira de Negócios com exposição de produtos e serviços dos patrocinadores. Dia 25/10 - Show de Talentos e do Concurso Garoto / Garota Unip. Dia 26/10 - Festival PIRA NOS 30” - produções independentes dos alunos do curso, cujo tema para este ano foi as Eleições 2012. Dia 26/10 Festa de encerramento no Almanaque. Unip - Av. Alberto Benassi, 200 – Parque das Laranjeiras.

kappa magazine 91

kappa

social

Por

Antonieta

MagalhĂŁes

fotos Fabiano Vagner

WR Spa Galera do WR Spa, marcando presença nos principais eventos esportivos de Araraquara e região. Carol, Cesar, Estevan e Kellen

Marcia, Prof. Milton e Dona Maria Nery

9 2 kappa magazine

Maria Antonieta e Ana Paula

Rodolfo e Bruna

Marina, Rossana e Guilherme Alves

Galera do WR Spa

Rosa e Paulo

Fernando Malfarรก, Patricia Corbi e Felipe

kappa magazine 93

kappa

Por

social

Márcia

Belotti

karaka@portalk3.com.br

Aunos da 4ª série, com a professora Amélia Basile

Turminha da professora Andreza Fragala

Feciarte

Márcio Marine, Roberta e Enzo

9 4 kappa magazine

Um café da manhã com a presença de autoridades, convidados, professores e alunos marcou a abertura da Feciarte – Feira de ciência, arte e tecnologia do Colégio COC.

Daniele Perez e Renata Crespi

Enzo Bezerra, Maria Julia Gobati, Amanda Aguiar e Lucas Godoy

Casais mais elegantes do COC Leonardo Nacir, Lucas Fenerich, Mariana Fazen e Gustavo Henrique

A escolha dos casais DesCOC 2012 levou muita wgente bonita para a passarela montada na Led Eventos, com animação do Grupo Sambalanço. Parabéns aos vencedores!

Luca Isler, Vithor Zago e Lucas Henrique

Heloisa Andrade

kappa magazine 95

sociaL 7º aniversário Toda a equipe da Acqua, alunos e convidados festejaram o sétimo aniversário da escola de natação, no Bazuah Café.

Aline, Amanda, Ademir de Souza Filho e Ademir Neto

Vanessa e Jorge Louzada, Juliana Cury e Fábio

9 6 kappa magazine

Lavínia e Adriana Possi

Mateus, Marcelo Monteiro e Evelin

Elenice Silva e Edilene Galassine

José Elias, Flávia e Marina

Laerte Pimentel Nobre, Dante, Luísa e Helena

kappa magazine 97

sociaL Prateleira renovada

Paulo José e Victor Diniz

Os proprietários da P&B Company apresentaram a nova coleção primavera-verão aos seus clientes e convidados. Bom gosto e exclusividade!

Nadia e Ivan Ornelas

Júlia e Valéria Biruel

Danielle Schimidt, Daiane Cavalheiro e Fábio Ribeiro

Fabrício Cunha e Claudiane Almeida

Adriana Portari Biagioni e Marcelus

VaraL

Polo VR Blusinha Moça Bonita

Colar Libertá Velas Decorativas

Lamparina e Caixas de Presente

Bonecos Decorativos

Papel Arte Papelaria (16) 3333.7733

Shorts ME TOO

Bermuda VR

Papelartepapelaria

P&B Company

Sandália VR

Fone : (16) 3331-7530

Presépio

9 8 kappa magazine

Papai Noel Relógio

kappa magazine 99

100 kappa magazine


Kappa Magazine