Issuu on Google+

MEALHADA Destino de saúde, beleza e bem-estar ESCOLA SECUNDÁRIA DE PONTE DE LIMA 50 anos de formação técnica de qualidade

Revista Mensal - Nº 39 * Fevereiro

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LOURINHÃ Escola à tua medida

Ensino e Formação BTL

- Feira de Turismo

BTL Ensino e Formação

sumário

EDITORIAL

5

MIRA Um destino para todo o ano

8

MEALHADA Destino de saúde, beleza e bem-estar

12

SERTÃ No centro do País, mais perto de si

15

DOSSIER ENSINO E FORMAÇÃO

18

A

Feira Internacional de Turismo realiza-se entre os dias 29 de Fevereiro a 4 de Março na FIL, e pela importância

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LOURINHÃ Escola à tua medida

que possui na divulgação do país enquanto destino turístico.

23

Tornou-se para a TuriPortugal não só um acontecimento de

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PENALVA DO CASTELO Por uma educação de qualidade

relevo, mas também o ponto de partida para este balanço detalhado da atividade turística desenvolvida no nosso país. E como a TuriPortugal opta por uma informação multifacetada decidimos nesta mesma edição fazer um dossier cuja temática assenta no ensino e formação, uma vez que entre os dias 14 a 17 de Março irá realizar-se a Futurália - Salão de Oferta Educativa e Empregabilidade na FIL. Com este trabalho pretendemos divulgar os vários cursos escolas e alguns depoimentos de entidades, cuja atividade resulta na promoção do setor educativo. tP

26

EVENTOS

Ficha Técnica

Jorge Oliveira

Periodicidade: Mensal Directora: Anabela Lopes Dias Director de Produção: Jorge Coelho Departamento Comercial: Anabela Dias, Catarina Martins

Secretariado: Dulce Lamelas Redacção: Paulo Oliveira Grafismo/Paginação: QUADRI Print - Design Gráfico, Lda. paulojfc@gmail.com

Impressão e Acabamento: PRINTIPO - Indútrias Gráficas, Lda Alto da Belavista Estrada de Paço de Arcos nº 77 Pavilhão 20 - 2735-197 CACEM

Propriedade: Anabela Alves Lopes Dias R. Eng.º Lúcio de Azevedo nº 28 - 7ºA Casal de São Brás, 2700-348 Amadora Tel: 210165999 turiportugal@netcabo.pt Nº Depósito Legal: 238 449/06

3

turismo

BTL TECH - O Turismo do Futuro Feira Internacional de Turismo, vai decorrer de 29 de Fevereiro a 4 de Março

mo e hotelaria. A iniciativa decorre em parceria com a WTM - Window to Market”, uma empresa dedicada ao desenvolvimento de soluções de distribuição e promoção de produtos e serviços turísticos. A tecnologia está actualmente presente em todo o negócio do turismo fazendo parte integrante deste. Desde a promoção às reservas, tudo envolve tecnologia. Para responder a este cenário a BTL sentiu necessidade de dar maior destaque à Tecnologia, numa zona privilegiada da feira, onde os operadores desta área poderão apresentar a sua oferta ao sector e ao público. A BTL TECH, para além, da área de exposição irá promover um concurso de ideias e conceitos inovadores destinados a serem apresentados ao mercado, organizando paralelamente um conjunto de conferências que irão abordar os temas: - Mobile Business - O impacto do Mobile na selecção, reserva e pagamento de serviços turísticos e a sua relação com o prestador de serviços; - Revenue Management - Gestão em tempo de mudança, antecipar e reagir às tendências da procura; - Novas oportunidades de investimento em Turismo - Concurso de ideias inovadoras para novos negócios na área do Turismo.

N 4

A BTL é por excelência o salão de turismo em Portugal, e,

a sua 24ª edição vai estrear um novo espaço dedicado à

consciente desse estatuto, vai cada vez mais ao encontro das

tecnologia aplicada aos sectores do turismo e hotelaria

exigências imperadas pelos avanços quotidianos da tecnologia

- a BTL TECH.

respondendo sempre de uma forma pioneira.

Este espaço será uma área temática dedicada à exposição

Este ano, pela primeira vez, terá um aplicativo para smartphone

e demonstração de soluções tecnológicas especificamente

onde visitantes e expositores poderão ter a informação mais

desenvolvidas para as necessidades dos sectores do turis-

actualizada sobre tudo o que se está a passar na BTL. tP

turismo

Mira, um destino para todo o ano!

(Maio), as tradicionais Festas de São Tomé de Mira (Julho) e a Mostra Gastronómica da Região da Gândara (3º fim de semana de Setembro). Mas o roteiro de Bares e animação nocturna, quer na Vila de Mira, quer na Praia de Mira, serão outros motivos de vinda a Mira.

O

município de Mira, situado na Beira Litoral, sensivelmente

Mira, venha conhecer… ou redescobrir!

tP

entre Aveiro e Figueira da Foz, apresenta-se hoje como

um destino turístico por excelência não apenas no Verão, mas durante todo o ano. No Verão, a qualidade ambiental única de 25 anos ininterruptos do galardão Bandeira Azul da Europa atestam a boa opção de quem procura praias de iodo e um contacto próximo com praias, dunas, lagoas, floresta, num convite ímpar para o descanso e Lazer. No restante período, as tarefas diárias de gentes laboriosas com uma pesca tradicional de arrasto no mar, a construção artesanal de todos os apetrechos e artes a essa pesca ligadas, a agricultura, os inúmeros moinhos tradicionais ainda em laboração e sobretudo as excelentes condições naturais e de acolhimento são sempre um bom motivo para conhecer e redescobrir Mira, tal como uma ponte para a natureza. Óptimos acessos (A17 e A1) e instalações hoteleiras de referência, bem como 4 parques de campismo garantem uma estadia de qualidade. Uma pista Ciclopedonal de 22 Km num cenário natural privilegiado e muito rico em fauna e flora, e actividades desportivas de realce como os campeonatos internacionais de Columbofilia, várias provas de BTT, um Clube Náutico que oferece várias modalidades, um complexo desportivo com pavilhão, piscina e estádio garantem a dinâmica social e desportiva que movimenta a juventude e outras faixas etárias. Como principais eventos, destacam-se a Feira dos Grelos 5

turismo ever do Vouga, terra de gente hospitaleira, onde a

S

que irá beneficiar uma vez mais, de outra especialidade da

Natureza é magnânima, há também a tão afamada

região a saber, a VITELA ASSADA COM ARROZ DO FORNO.

lampreia que desde os tempos da Idade Média, se prestava

Com data prevista para o período de 10 a 18 de Março,

como iguaria e como forma de pagamento de impostos aos

conta com a participação de alguns restaurantes, desig-

senhores feudais.

nadamente, “Santiago”, “Quinta do Barco”, “O Recanto”,

Foi pois com este objectivo que a Confraria Gastronómi-

“O Cortiço”, “O Vitorino” e o “Manjar da Pedra” integrando

ca de Sever do Vouga, aceitou, uma vez mais, o desafio

assim, a “Rota da Lampreia e da Vitela”.

lançado pelo Município de Sever do Vouga em organizar

É neste ambiente de festa que Sever do Vouga o convida a

este evento, contando para o efeito, com a colaboração da

saborear a sua gastronomia local nomeadamente, o “Arroz

Edilidade local e da Entidade Regional da Turismo Centro

de Lampreia”, a “Lampreia à Bordalesa” e a Vitela Assada

de Portugal na sua promoção. É por esta via que se faz

com Arroz do Forno.

justiça às tradições gastronómicas do concelho com a

São segredos de um povo que do saber e do imaginar temperam estes sabores fortes e requintados. tP

realização de mais uma Edição, a XII FESTA DA LAMPREIA 6

turismo

Sever do Vouga

Na Rota da Lampreia e da Vitela e das Paisagens Rurais... ste ano de 2012 faz-nos encarar as dificuldades e os

E

bem como por toda a freguesia de Couto de Esteves que os

desafios desencadeados pela crise, com mais consciên-

acolhe, constituindo-se num exemplo paradigmático de oferta

cia e com clara necessidade de apoiarmos e valorizarmos o

diferenciadora, não convencional, cada vez mais procurada

que realmente é bom e promotor de qualidade de vida dos

por um tipo de segmento de visitantes que busca o contacto

territórios e das suas gentes.

com a natureza, nomeadamente a fauna e a flora autóctones,

É neste contexto que a Confraria Gastronómica de Sever do

o silêncio, a gastronomia tradicional e biológica e o convívio

Vouga, com o apoio e o patrocínio do Município de Sever do

salutar com as gentes simples do território, numa partilha dos

Vouga e da Entidade Regional da Turismo Centro de Portu-

usos e costumes tradicionais.

gal, vêm a terreiro mais um ano, para apostar na divulgação

Apesar da sua aproximação ao litoral, Sever do Vouga, é

e promoção de mais um evento gastronómico - XII Edição

mais um concelho do interior pelas características rurais

da Festa da Lampreia e da Vitela - que faz deslocar milhares

que apresenta, determinando a sua identidade como região

de visitantes, em especial os apreciadores desta iguarias,

diferenciada.

ajudando assim na dinâmica da economia local e da Região

Por isso, deixamos pois, este desafio!

do Centro.

Venha até terras de Sever do Vouga e deguste, saboreie e

Associa-se a este evento, que vai decorrer de 8 a 10 de

sinta este território como um todo. Aqui encontrará os requi-

Março próximo em seis restaurantes aderentes conforme

sitos essenciais para fazer esta viagem/incursão e por cá

publicidade anexa, outros produtos como as belas paisagens,

ficar uns dias.

o património cultural e arqueológico e o alojamento que faz a

Situado no limite oriental do Distrito de Aveiro, o concelho

sua aposta na ruralidade e na envolvência da natureza como

de Sever do Vouga beneficia das seguintes acessibilidades:

um todo, respeitando o seu equilíbrio no meio onde se insere.

a relativa proximidade de alguns centros urbanos como

Falamos do casario que está a surgir por via da recuperação

Coimbra, Porto, Aveiro e Viseu, e dos principais eixos

feita pelos seus proprietários (naturais ou novos residentes)

rodoviários do país, nomeadamente a A1, A25 (principal

para alojamento temporário, na modalidade Alojamento

via de acesso do distrito e do concelho à Europa), A17,

Local ou TER (Turismo em Espaço Rural) disseminado pela

IC2 linha do norte, favorecido ainda pela proximidade ao

meia encosta da Serra do Arestal e margem do rio Vouga,

Porto de Aveiro. tP

7

turismo

Mealhada:

Destino de Saúde, Beleza e Bem-estar

C

om uma situação geográfica privilegiada e excelentes acessibilidades, o concelho da Mealhada goza de uma

centralidade estratégica ímpar. O turismo da Mealhada está intimamente ligado à gastronomia - que ganhou nova dinâmica com o recente lançamento do projecto “Água|Pão|Vinho|Leitão - 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” - mas também, historicamente, ao termalismo e às termas do Luso, cujas propriedades curativas das suas águas são usadas desde o último quartel do século XVIII para fins terapêuticos. A marca “Luso” é uma referência nos mercados nacional e internacional das águas minerais. Paralelamente, as modernas infra-estruturas desportivas existentes no concelho - centro de estágios, pavilhões, piscinas cobertas e de ar livre, squash, campos de ténis, ginásios são excelentes respostas ao turismo de desporto, saúde e de bem-estar. A marcar este cenário, a romântica Mata do Bussaco e o seu Palace Hotel, ex-libris do concelho, que proporcionam a todos momentos de verdadeira emoção em cada um dos seus mais encantados recantos e são uma porta aberta aos inúmeros desafios do turismo de natureza.

8

turismo

Gastronomia • • • • •

Leitão da Mealhada Pão da Mealhada ainda cozido em fornos de lenha. Chanfana e Negalhos Caramujos e Cavacas da vila de Luso. Enoturismo: Vinhos Espumantes e Vinho Tinto 4 Maravilhas

Eventos em destaque: • • • • • • • • • •

Gala do Desporto - 30 Janeiro 2012 Carnaval da Mealhada - 17 a 21 de Fevereiro 2012 Dia Mundial da Floresta na Mata do Buçaco - 21 de Março 2012 Semana Santa no Bussaco - de 06 a 15 de Abril 2012; Queima do Judas - Pampilhosa - Domingo de Páscoa Feira de Artesanato e Gastronomia - 02 a 10 Junho 2012 Gala “Água|Pão|Vinho|Leitão - As 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” - Julho 2012 Pampi’Arte, Mostra de Artes da Freguesia da Pampilhosa - Julho 2012 Feira do Pão e do Mel - Luso (fim de semana de 15 de Agosto 2012) Feira de Gastronomia de Casal Comba e Festival de Folclore - (fim de semana de 15 de Agosto 2012)

• Feira de Gastronomia da Vacariça (primeiro fim de semana de Setembro 2012) • Comemorações da Batalha do Bussaco - 27 Setembro 2012 • PAMPIVITA - Mostra de Produtos Naturais, Tradicionais, Gastronómicos e Medicinas Alternativas

• Encontro Micológico Pampilhosa - Novembro 2012 • Natal na Mata - 15 de Dezembro de 2012 a 9 de Janeiro de 2013.

tP

A visitar • • • • • • •

Mata Nacional do Bussaco e Fonte Fria; Palace Hotel e Convento de Santa Cruz - Buçaco Museu Militar; Vila Termal de Luso; Mosteiro da Vacariça, Casa Rural Quinhentista Inúmeros Chatlets do início de século passado que povoam algumas das povoações mais emblemáticas

• Miradouro da Cruz Alta do Buçaco • Parque da Cidade.

O que fazer • • • • • • •

Percursos Pedestres da Mata do Bussaco; Via Sacra - Bussaco; Mata do Buçaco - oficinas para famílias - 1ºs e 3ºs Domingos de cada mês Buçaco ao Luar - mensalmente, em noites de lua cheia Termas do Luso; Romarias nas aldeias do concelho Marcha e Corrida nos Centros Nacionais de Marcha e Corrida de Mealhada e Luso

A conhecer • • • • •

Projecto “Água|Pão|Vinho|Leitão - As 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” Romaria da Ascensão em 5ª feira de Ascensão do Senhor - Luso Empalhamento de garrafões, sapateiro tradicional, artesãos ceramistas Museu Etnográfico da Pampilhosa e Núcleo Museológico do Porco Parque da Cidade 9

turismo

D

urante estes três dias poderá degustar e comprar, não só o afamado Queijo Serpa mas também outros queijos de renome da região e do país. Este certame

único reúne produtores de Norte a Sul de Portugal. O pão, os enchidos, o mel, o vinho, o azeite e as azeitonas, assim como a doçaria e o artesanato complementam na perfeição o leque de produtos tradicionais que irá encontrar nesta que já é considerada uma das melhores feiras do género no país. Desfrute, com a família e amigos, das delícias da gastronomia local e aproveite para ouvir o cante alentejano, agora candidato a Património da Humanidade.

A programação cultural inclui:  música dos anos 60 e 70  baile popular  música tradicional   DJ . animação circulante  ateliê do queijo  demonstrações equestres   teatro  ateliê de reciclagem  tosquia e ordenha de ovelhas   demonstrações de culinária / show-cooking 

Horário: Exposição/stands sexta-feira e sábado das 11h00 às 23h00 domingo das 11h00 às 22h00 Tasquinhas encerram às 02h00 sexta-feira e sábado e às 22h00 no domingo

Entrada Livre

10

tP

turismo

Despertar os 5 sentidos em Alcácer do Sal Sado. Ou então, descobrir os melhores trilhos para passeios em bicicleta; aprender a arte tradicional de extrair sal das águas do rio ou de transformar o couro em belas peças de calçado e apetrechos para equitação; conhecer os segredos do melhor azeite, do vinho mais aromático, do mel mais doce ou dos mais Natureza, património, aventura e gastronomia são as

A

saborosos pinhões…

propostas de “Alcácer dos 5 Sentido”, um vasto programa

Tudo é possível na segunda edição do “Alcácer dos 5 Sentidos”,

de atividades para todos os gostos que dá a conhecer aquele

que para além destas experiências inesquecíveis, dá a provar os

imenso território entre o oceano e a planície alentejana.

“sabores de Alcácer”, uma mostra gastronómica a decorrer nos

Ver, provar, cheirar, escutar, tocar. Numa palavra: SENTIR

restaurantes associados ao evento. Para além das ementas ha-

Alcácer do Sal. Este é o desafio proposto por “Alcácer dos 5

bituais, podem provar-se pratos que em abril evocarão os melho-

sentidos”: um vasto conjunto de atividades a decorrer entre abril

res “Sabores da terra”, em junho promoverão os “Sabores do mar

e novembro para dar a conhecer aquele imenso território entre

e do rio” e, finalmente, em setembro e outubro, desvendarão os

o oceano e a planície alentejana.

mais requintados “Sabores da caça, numa gastronomia única em

Aventurar-se de canoa no rio Sado ou numa das duas grandes

que os sabores alentejanos são enriquecidos pela brisa costeira.

albufeiras existentes no concelho; caminhar entre arrozais e

As informações, inscrições e ementas dos restaurantes

pinhais; ser guiado por centros históricos com uma história

aderentes estão disponíveis atempadamente no Posto de

milenar; observar de perto incontáveis espécies de aves que

Turismo de Alcácer do Sal, através do número 265 610 071

encontram o seu refúgio na Reserva Natural do Estuário do

e em www.cm-alcacerdosal.pt. tP

11

turismo

Sertã:

no centro do País, mais perto de Si

O

Concelho da Sertã situa-se na região Centro de Portugal, distrito de Castelo Branco. Berço de

homens tão notáveis como D. Nuno Alvares Pereira, Gonçalo Rodrigues Caldeira, António Lopes dos Santos Valente e Padre Manuel Antunes. As suas origens históricas remontam ao terceiro milénio A.C. Os primeiros sinais de povoamento são-nos dados pela existência de antas. No primeiro milénio A.C. existem vários testemunhos de castros – Santa Maria Madalena, em Cernache do Bonjardim e Nossa Senhora da Confiança, em Pedrógão Pequeno. Da mesma

12

época, encontramos nos dias de hoje, manifestações

ras no interior da Beira, em 9 de Maio de 1111, após ter

artísticas gravadas na rocha – Fechadura, na freguesia

procedido a reedificação da Vila e do seu castelo. Em

do Figueiredo e Lajeira, na freguesia da Ermida.

1165, D. Afonso Henriques doou esta região à Ordem

Conta-nos a lenda que nos tempos de Sertório, a forti-

dos Templários. Em 1174, foi entregue à Ordem dos

ficação foi atacada pelos Romanos, tendo morrido na

Hospitalários, por D. Sancho I.

refrega um corajoso Lusitano, cuja mulher, de seu nome,

Em 20 de outubro de 1513, D. Manuel I concede novo

Celinda, ao ter conhecimento da sua morte, e estando

foral declarando expressamente que é dado à Sertã,

a fritar ovos numa sertã (frigideira), despejou o azeite

“por inquirições e justificação, em razão de não aparecer

a ferver sobre o inimigo que assim se viu impedido de

o antigo”.

tomar de assalto a fortaleza.

Desde o século XII surgiram vários lugares, aldeias,

E para memória de tal façanha se deu o nome de SERTÃ

vilas e templos.

à vila, sede de Concelho.

Destacam-se as vilas de Cernache do Bonjardim e

Alguns historiadores defendem que o foral foi concedido

de Pedrógão Pequeno, e em termos arquitetónicos

pelo Conde D. Henrique, então senhor de todas as ter-

relevam-se os Paços Bonjardim, em Cernache do

Igrejas do Seminário das Missões e Matrizes da Sertã, Cernache do Bonjardim e Pedrógão Pequeno. No século passado, o Concelho foi contemplado com

turismo

Bonjardim, onde nasceu D. Nuno Álvares Pereira e as

o privilégio de desfrutar das potencialidades de três grandes albufeiras de barragens que regularizaram o impetuoso rio Zêzere: Cabril, Bouçã e Castelo do Bode. De uma raridade preciosa é a gastronomia deste Concelho. As iguarias mais conhecidas são o maranho, o bucho recheado e a sopa de peixe, mas os enchidos, o peixe do rio, a broa de milho, os cartuchos de amêndoa, os coscorões, as merendas doces, os queijinhos de cabra, o queijo fresco e a aguardente de medronho são igualmente de relevar. Enfim, encontramo-nos numa região marcada pela ruralidade, situada na Zona Centro, onde a Beira Baixa toca a Beira Litoral e o Ribatejo, fazendo fronteira com os Concelhos de Oleiros, Proença-a-Nova, Vila de Rei, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, Mação e Ferreira do Zêzere. O Município da Sertã é composto por catorze freguesias: Cabeçudo, Carvalhal, Castelo, Cernache do Bonjardim, Cumeada, Ermida, Figueiredo, Marmeleiro, Nesperal, Palhais, Pedrógão Pequeno, Sertã, Troviscal e Várzea dos Cavaleiros, com características distintas, nomeadamente, no que concerne ao número de habitantes residentes, condições económicas e sociais. Com agrupamentos populacionais de pequenas dimensões dispersos por toda a sua área, envoltos por uma extensa área florestal, tem como principais localidades as Vilas da Sertã, sede de Concelho, Cernache do Bonjardim e Pedrógão Pequeno. A fisiografia serrana do Concelho estabelece uma sucessão de cabeços arredondados de xisto cobertos de pinheiro bravo, havendo lugar para a mimosa, giestas, rosmaninhos, estevas, para a presença de água e de vales profundos. Os naturais e os residentes da Sertã guardam como memórias as recordações dos trabalhos de campo, dos pastores de rebanhos, dos resineiros, dos lenhadores e dos carvoeiros. Memórias que são experiências de vida a que acrescem conhecimentos novos, afirmação de valores, adoção de outros usos e costumes, acesso a mais recursos e também criação de novas paisagens, materializadas nas novas construções a que correspondem novas práticas do espaço e novas identidades rurais. Por tudo isto, o Concelho da Sertã continua a ser um local mágico, de paixão, repleto de histórias, de lendas e de sonhos. Uma sala de estar que partilhamos com os nossos e com todos os que nos visitam, no centro do País, mais perto de Si. tP 13

turismo

Signos do Zodíaco animam o Carnaval da Madeira

14

Carnaval da Madeira vai dedicar este ano o tema aos signos

O

Alegórico, que irá encher a Avenida do Mar e das Comunidades

do zodíaco, mobilizando milhares de pessoas, residentes

Madeirenses e a Avenida Francisco Sá Carneiro. O cortejo es-

e visitantes até à baixa do Funchal de 18 a 22 de Fevereiro.

tará a cargo dos mais de mil foliões que integram os oito grupos

Todos os anos a Madeira recebe milhares de turistas durante

de animação, fazendo jus à temática “Os Signos do Zodíaco”.

aquele que é um dos seus cartazes de promoção turística e este

No programa está ainda o Baile de Carnaval, a cargo das trupes,

ano o ambiente que se prevê é de grande animação e folia, com

que terá lugar, pela primeira vez, na Praça do Mar e o Cortejo

as festas na rua.

Trapalhão da terça-feira de Carnaval, dia 21 de Fevereiro, “um

Durante estes dias, os ritmos das bandas filarmónicas e das

desfile onde o humor e a sátira social assumem o papel principal

trupes carnavalescas que actuarão em toda a baixa citadina,

da festa”.

de forma constante e permanente, darão o mote necessário

A Festa de Carnaval das Crianças, na Placa Central da Avenida

para que, mais uma vez, se crie o ambiente de folia próprio

Arriaga e o Carnaval Solidário, que culmina com um espectáculo

desta época.

musical no Auditório do Jardim Municipal, ambos no dia 17 são

Do programa das festas destaca-se, a 18 de Fevereiro, o Cortejo

ainda eventos que fazem parte do programa deste ano. tP

D o Ensin ssier o e Fo rmaรง รฃo

ensino e formação

A Futurália continua a surpreender A

FUTURÁLIA tem como objetivo primordial a apresentação de ofertas diversificadas ao nível da Educação

e Formação aliando, o Evento, a um espírito Jovem e Dinâmico.

Uma Feira para todos A Futurália é um Evento para todas as gerações: alunos (do 9º ao 12º Ano), Recém-Licenciados e Ativos (que procuram novas valorizações académicas, profissionais e pessoais apostando na Formação ao longo da vida), Pais/Encarregados de Educação e Profissionais da Educação e Formação. A melhoria de qualificações académicas e profissionais deve ser vista como intemporal. A aprendizagem deve ser uma constante. Aqui, encontra-se soluções adaptadas ao projeto pessoal de cada um.

Animação Apostamos, fortemente, na área da Juventude e em diversas Atividades Paralelas e Complementares à Feira geradoras de um grande dinamismo - Seminários, Workshops, Conferências, Música, Dança, Desporto, entre outros. tP

16

H

á 5 anos iniciámos um projecto de formação profissional na área do turismo, certos que preenchíamos uma área de

oferta de formação, muito importante para a nossa região. Na realidade o crescimento do turismo de qualidade no Oeste, exige uma mão de obra qualificada e solidamente formada para fazer

ensino e formação

Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro face aos desafios que a próxima década nos vai trazer. Assim, elaboramos um plano de formação onde privilegiámos a componente prática nas atividades extra curriculares, organizando eventos de temáticas muito diversificadas e sempre em parceria com outras empresas ou instituições. Os nossos alunos têm sido o suporte destas atividades, aprofundando os conhecimentos adquiridos na sala de aula e desenvolvendo outros, que vão para além do que é exigido no plano curricular. Estas atividades têm sido tão profícuas que hoje em dia somos solicitados por muitas empresas que nos pedem ajuda na organização e/ou execução dos seus eventos, destaco como exemplo termos participado no dia 3 de Fevereiro de 2012, na organização da inauguração do Europeia Hotel de 3 estrelas em Caldas da Rainha. Ao longo dos três anos de formação temos realizado vários workshops que vão desde a animação turística, o serviço de mesa e bar, à organização de eventos, etc. Esta formação complementar, veio a desenvolver nos nossos alunos novas competências e mais flexibilidade para o mundo do trabalho na área do turismo. Olhando para os primeiros resultados obtidos, com dois cursos finalizados, verificamos que cerca de 25% dos alunos prosseguiram os seus estudos na área do turismo em escolas superiores, 50% dos alunos estão a trabalhar na área do turismo, os restantes alunos que finalizaram o seu curso ou estão sem actividade ou a trabalhar em áreas diferentes. Pretendemos manter a ligação com estes alunos que já finalizaram os seus estudos na nossa escola ajudando-os na procura de emprego ou aconselhando-os na continuação da sua formação. A par desta realidade temos um envolvimento com a comunidade empresarial verdadeiramente notável, ao longo destes últimos 5 anos criámos uma rede de parcerias com empresas e instituições públicas que ultrapassa já a meia centena. Como principal desafio para o futuro ambicionamos manter os elevados níveis de procura na nossa formação e desenvolver um projecto da criação de uma rede de sinergias ligadas ao turismo que nos permita contribuir para o desenvolvimento sustentável do turismo na nossa região e a estreita relação entre o mundo empresarial privado e a nossa escola. tP Dr. António Xavier Director do Curso Técnico de Turismo da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro

17

ensino e formação

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LOURINHÃ

Uma escola à tua medida O

recém-criado Agrupamento de Escolas da Lourinhã integra dezoito estabelecimentos de ensino, desde

o Pré-escolar ao Secundário, e tem como escola-sede a Escola Secundária da Lourinhã. Apesar de geograficamente bastante dispersas, as várias escolas e jardins de infância têm envidado esforços, no sentido de se adaptarem à realidade de instituição única, orientada para uma missão comum. Neste sentido, Direção, Docentes e as várias estruturas educativas têm planeado e implementado diversas atividades, favorecedoras da transversalidade dos curricula dos vários níveis de ensino. Sediado numa região predominantemente rural, mas com um relevante património cultural e com fortes potencialidades turísticas, o Agrupamento de Escolas da Lourinhã procura, através dos vários percursos formativos que oferece, ir ao encontro das necessidades da comunidade local e dos interesses dos jovens estudantes. Assim, a par dos cursos Científico-Humanísticos, que têm assegurado a entrada no Ensino Superior a mais de 95%dos candidatos do Agrupamento e classificações relevantes nos rankings nacionais, é possível optar por percursos de formação alternativos, nomeadamente, pelos Cursos de Educação e Formação e pelos Cursos Profissionais, predominantemente orientados para o ingresso na vida ativa, após a conclusão do 3º Ciclo e do Secundário respetivamente. As ofertas educativas passam ainda pelas Novas Oportunidades, onde os adultos encontram a possibilidade de reconhecimento e validação das suas competências ou de formação complementar diversa, quer através das formações modulares, quer dos Cursos de Educação e Formação de Adultos, quer ainda de outras possibilidades como o Curso de Português para Falantes de Outras Línguas ou o Programa de Formação em Competências Básicas. Logo no início de cada ano lectivo, são programadas várias actividades multi e interdisciplinares dos diversos cursos/formações em funcionamento, no sentido de contextualizar os conteúdos lecionados no espaço da sala de aula, ao mesmo tempo que se promovem a motivação e o gosto pela aprendizagem, rentabilizando os recursos disponibilizados, quer pelo Ministério da Educação e Ciência (via Agrupamento), quer pelo Programa Operacional Potencial Humano (POPH), quer

18

Destacamos, por isso, a visita de estudo, no passado mês de Novembro, à Adega de Aguardente DOC da Lourinhã (Lourinhac) e ao Museu da Lourinhã, cujos espólios fazem parte do património cultural e arqueológico do concelho, envolvendo as turmas dos Cursos Profissionais de Técnico de Informática de Gestão e de Técnico de Comunicação - Marketing, Relações Públicas e Publicidade, bem como a visita guiada ao arquipélago das Berlengas (concelho de Peniche) pela turma do 3º ano do Curso Profissional de Técnico de

ensino e formação

pela autarquia e demais entidades locais protocoladas.

Turismo. Apesar do vasto Plano Anual de Actividades do Agrupamento para 2011/2012, e no que respeita à Formação Novas Oportunidades - Ensino Profissional, estão previstas a realização de duas importantes visitas para este segundo período lectivo: visita a Guimarães, enquanto Capital Europeia da Cultura 2012; visita à Futurália - Salão de Oferta Educativa, Formação e Empregabilidade. Importa ainda dar destaque à realização, no nosso Agrupamento, da Gala Nacional do Desporto Escolar 2011, no passado mês de Novembro, contando com diversas individualidades do Ministério da Educação e Ciência (DGIDC - GCDE) e do desporto nacional. Para tal, contou-se com o envolvimento de todos os alunos das 3 turmas do Curso Profissional de Técnico de Turismo, quer na preparação, quer na organização do evento, tais como na recepção dos convidados, no ato de entrega dos diversos prémios de reconhecimento ou no enquadramento das actividades a decorrer em simultâneo. São estas características que fazem do Agrupamento de Escolas da Lourinhã uma instituição pública de qualidade que, acreditando no potencial humano, nele investe de forma a construir o presente e o futuro. tP

19

ensino e formação 20

Projeto da UA é considerado exemplo de boas práticas na Europa s Competições Nacionais de Ci-

A

No relatório anual de 2011, recentemente

um projeto singular, cuja longevidade

ência, um projeto do PmatE da

publicado pela STENCIL - Science Tea-

confirma a sua relevância na promoção

Universidade de Aveiro, que todos os

ching European Network for Creativity

do interesse e do sucesso na Matemá-

anos mobilizam cerca de 20 mil alunos

and Innovation in Learning -, as Compe-

tica, Biologia, Física, Química e Língua

dos vários graus de ensino, foram apon-

tições Nacionais de Ciência surgem em

Portuguesa», salientam.

tadas como exemplo de boas práticas

destaque na rubrica Novas Abordagens

Esta não é, porém, a primeira distinção,

de Inovação em Ensino/Aprendizagem

Pedagógicas - Inovação em Ensino/

pois já em 2009, o PmatE foi selecionado

na Europa. Apenas dois projetos por-

Aprendizagem enquanto «projeto de

pelo eBook STELLA, «Science Edu-

tugueses mereceram a distinção deste

vanguarda».

cation in European Schools - Selected

organismo europeu.

A rede STENCIL destaca os Modelos

Practices from the STELLA Catalogue»

As Competições Nacionais de Ciência,

Geradores de Questões, estrutura digital

como um exemplo de boas práticas a

organizadas pelo Projecto Matemática

de apresentação de conteúdos desen-

nível europeu.

Ensino (PmatE) da Universidade de

volvida pelo PmatE, como o coração de

Recorde-se que, desde 1990, as Com-

Aveiro há 22 anos, estão entre os projetos

todo o trabalho e aquilo que faz dele «um

petições Nacionais de Ciência mobili-

realçados como exemplos de boas práti-

projeto pioneiro na representação da

zam milhares de alunos e professores,

cas pela rede STENCIL. O outro projeto

Matemática». «Estes modelos são ela-

envolvendo toda a comunidade escolar

é a Casa das Ciências, da Fundação

borados por docentes de cada área, ten-

em torno da promoção e divulgação das

Gulbenkian.

do em conta a sua relevância científica,

Ciências. Este envolvimento fomenta o

pedagógica e tecnológica, e funcionam

gosto pela disciplina, ajuda a combater o

de forma aleatória, gerando questões di-

insucesso e o abandono escolar, promo-

ferentes, o que permite que dois ou mais

vendo também, o uso dos computadores

utilizadores trabalhem a mesma área em

e da Internet, e favorecendo um melhor

simultâneo»,acrescenta o relatório.

desempenho no estudo. Todos os anos,

Os avaliadores sublinham ainda o caráter

reúnem-se na final cerca de vinte mil

exclusivo do trabalho do PmatE. «Esta

alunos vindos de todo o país e Moçam-

filosofia única em Portugal, e talvez

bique, onde está igualmente sedeado o

mesmo no mundo inteiro, faz do PmatE

projeto. tP

e não as vou nomear porque são muitas, que sempre acolheram com profissionalismo o desenvolvimento da parte prática dos cursos profissionalizantes e ultimamente, com os Cursos Profissionais, firmámos protocolos de formação com o IPO,

ensino e formação

Escola Secundária de S. Pedro da Cova os Hospitais de S. João, de Stº António e de Gaia, Faculdade de Engenharia da UP e na Escola Superior de Engenharia do IPP. Todas as empresas ou instituições, da mais pequena à maior, da mais conhecida à mais desconhecida que connosco colaboram são essenciais e aqui quero manifestar o nosso

História da escola e evolução junto da comunidade

agradecimento público.

Esta escola iniciou a sua actividade em 1998. Surgiu para dar resposta à sobrelotação das escolas do Concelho de Gondo-

Uma escola que se distingue das demais…

mar e para acolher, sobretudo, os alunos das freguesias de

Esta escola distingue-se pelo esforço que faz pela integra-

S. Pedro da Cova e Fânzeres que pretendiam prosseguir os

ção de todos os alunos, sobretudo dos mais carenciados a

estudos no Ensino Secundário.

vários níveis. Tem sido realizado um trabalho persistente

Nos primeiros anos foi difícil a fixação de alunos. Em 2000

para combater o abandono escolar, as saídas precoces e o

existiam cerca de 400 alunos e actualmente frequentam cerca

insucesso, assim como os baixos níveis de escolaridade da

de 800 alunos. Para que isto tivesse acontecido, tivemos que

população adulta do qual se tem vindo a colher, embora muito

mostrar que o trabalho desenvolvido nesta escola tem qualida-

lentamente, alguns frutos. tP

de, que é uma escola segura, sem problemas de indisciplina graves, que tem bons equipamentos e um corpo docente que está motivado para a melhoria contínua, através de um trabalho colaborativo. Além disso, primamos por estabelecer uma relação de grande proximidade entre alunos, professores, funcionários e Direcção. Nesta escola o aluno tem um nome e não é um mero número.

Plano formativo da escola para este ano lectivo Esta escola, por estar inserida num meio desfavorecido, social e economicamente, sempre apostou numa oferta formativa que fosse ao encontro dos interesses de um certo número de alunos que não pretende ingressar no Ensino Superior. Este ano são 11 turmas de cursos profissionalizantes: CEF tipo 2 e Tipo3 e Cursos Profissionais. Foi sempre política desta escola apostar num ensino diversificado, prático e com alguma perspectiva de empregabilidade. Com a obrigatoriedade da escolaridade de 12 anos, esta escolha terá que ser bem ponderada porque será essencial.

Parcerias com entidades da região que garantam lugares de estágio aos estudantes Temos conseguido todos os lugares de estágio necessários para todos os alunos que reúnam condições de os realizar. Mantemos há vários anos parcerias com empresas da região, 21

por uma educação de qualidade de qualificações da população adulta do concelho, a Educação e Formação de Adultos – cursos EFA de nível básico (2º e 3º ciclos) e secundário (percursos de tipo A - 2 anos e de tipo C - 6 meses). Entre os projetos estruturantes que têm integrado o Plano de Atividades do Agrupamento, destacam-se os seguintes: - O percurso pedestre histórico-cultural “Caminho dos Galegos”, que é uma referência na dinamização das relações com a comunidade local e regional;

ensino e formação

Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo:

a participação na Feira-Festa anual do Pastor e do Queijo Serra da Estrela, no Desfile de Carnaval local, envolvendo todas as crianças da educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico, e a participação em projetos concelho de Penalva do Castelo encontra-se localizado na região Cen-

O

internacionais, no âmbito do Programa Comenius, em que são desenvolvidos

tro (interior), pertencendo à sub-região Dão-Lafões. A região Centro

trabalhos de índole colaborativa entre escolas europeias, através de parcerias

caracteriza-se por uma forte declivagem, nomeadamente demográfica, entre o

multilaterais e projetos etwining cujas mobilidades permitem alargar horizontes

litoral e o interior. Este desequilíbrio acentuou-se ao longo dos anos, na medida

a toda a comunidade educativa, desenvolvendo o sentido de pertença e de

em que o litoral ganhou população, em detrimento da restante região, que tem

cidadania europeia, eliminando preconceitos e sentimentos estereotipados,

visto a sua população diminuir, registando o nosso concelho, de acordo com

ao mesmo tempo que elevam o espírito crítico e desenvolvem a necessidade

os censos de 2011, o total de 7956 habitantes.

de aprender a aprender.

Devido à falta de resposta em termos de empregabilidade, o concelho carateriza-

A missão do Agrupamento é concretizada com o contributo de várias entidades

-se por uma emigração bastante representativa, numa zona rural de grande inte-

parceiras, nomeadamente as autarquias e instituições de solidariedade sociais

rioridade, caracterizando-se por um nível socioeconómico médio-baixo/baixo.

locais, a Associação de Pais e Encarregados de Educação, a Associação de

O Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo abrange a área geográfica

Estudantes e as empresas da região que têm acolhido formandos dos cursos

correspondente a todo o concelho que lhe dá o nome, tendo inscritos, no

profissionalizantes, no âmbito da respetiva formação em contexto de trabalho

presente ano letivo, 1150 alunos, desde a educação pré-escolar até ao ensino

e mediante protocolo de colaboração. tP

secundário. Foi constituído no ano letivo de 2010/2011, a partir da Resolução do Conselho de Ministros nº 44/2010, de 14 de junho, e na sequência de despacho do Sr. Secretário de Estado da Educação, de 25 de junho de 2010, com efeitos a 1 de agosto de 2010, resultante da agregação das duas unidades de gestão existentes até então: Agrupamento de Escolas com sede na EBI de Ínsua e Escola EB2,3/S. Integra atualmente a Escola EB3/S de Penalva do Castelo (Escola Sede), a Escola Básica Integrada de Ínsua, 3 Escolas Básicas do 1º Ciclo (Roriz, Castelo de Penalva e Sezures) e 6 Jardins-de-Infância (Corga, Germil, Castelo de Penalva, Esmolfe, Antas e Penalva do Castelo). As escolas e jardins integrados no Agrupamento encontram-se em bom estado de conservação, pois têm sido sujeitos a sucessivas obras de recuperação por parte da Autarquia, no sentido de serem otimizados os espaços exteriores e as condições das salas onde decorrem as atividades letivas e da componente de apoio à família. É de realçar também que todos os jardins oferecem esta componente. Para além da oferta educativa/formativa do regime normal, desde a educação pré-escolar até ao curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias no ensino secundário, passando pelo 1º, 2º e 3º ciclo do ensino básico, o Agrupamento procura igualmente dar outras respostas aos desafios que se lhe colocam, hoje, proporcionando outras ofertas formativas/qualificativas como o ensino profissionalizante (ver lista de cursos em caixa), de níveis 2 e 3 de educação/formação e níveis 2 e 4 de qualificação, à luz do novo Quadro Europeu de Qualificações, e, em regime noturno e procurando elevar o nível 23

ensino e formação Oferta formativa 2011/2012 • Técnico de Restauração (variante Restaurante-Bar) • Técnico de Restauração (variante Cozinha-Pastelaria)

Escola Profissional de Cinfães A escola fora de portas

P

ara além de uma sólida formação profissional pretendemos que os nossos alunos cresçam connosco como pessoas. Não nos podemos ficar somente pelo saber fazer. É tão ou mais relevante o saber ser, saber fazer e saber conviver com os outros, nesta sociedade cada vez mais plural, mais multicultural e mais global…

Nesse sentido, nos próximos dias 1 e 2 de fevereiro, os alunos finalistas estarão presentes na 13ª edição do Salón Gallego de Gastronomia y Turismo, em Xantar. Esta comunidade educativa acolhe este ano mais duas turmas do Curso de Técnico de Restauração, a juntar a outras que frequentam os anos terminais. Alunos e respetivas famílias depositam no nosso trabalho a responsabilidade de capacitar estes jovens para enfrentar o mundo do trabalho e a escola tem a obrigação de corresponder às expectativas de cada um! tP 24

eventos

U

m espetáculo que vai levar as Famílias numa viagem pelas histórias contemporâ-

neas e clássicas da Disney e os seus heróis. Desta produção fazem também parte personagens animadas e em tamanho real do filme da Disney/Pixar - Cars. E uma adaptação ao vivo dos heróis da Disney/Pixar’s - Toy Story 3. O público vai ser levado numa viagem que passa pela pista de corridas do filme Carros, pelo quarto de Andy e divertir-se como ele no filme Toy Story 3, pelo fundo do mar com Ariel e conhecer o mundo da Pequena Sereia e por fim, pelo mundo mágico dos pós de perlimpimpim da Sininho. Neste espetáculo, com o selo de garantia da Disney, todas estas aventuras serão apresentadas com a cor, o movimento e alegria que caracterizam os espetáculos da Disney On Ice. O público vai dançar e cantar ao som das

PAVILHÃO ATLÂNTICO 24 e 25/03/2012

DISNEY ON ICE Mundos de Fantasia

músicas da Disney e voltar a emocionar-se com as suas histórias favoritas contadas de uma forma muito especial, cheias de cor, adereços fantásticos e patinadores fabulosos (ex campeões olímpicos e mundiais de patinagem). Baseado em histórias que fazem parte dos memórias de várias gerações, este é o verdadeiro espetáculo para toda a família. tP

PAVILHÃO ATLÂNTICO

IL DIVO & ORCHESTRA IN CONCERT 28 e 29/04/2012 Com as suas vozes e arranjos, o grupo clássico mais bem sucedido da atualidade prepara-se para mais uma tournée mundial que os levará aos 5 continentes. Esta é a tournée que sucede a ‘An Evening With Il Divo’ – um espetáculo que esgotou em mais de 130 cidades, incluindo Lisboa, e que lhes valeu um galardão da Billboard para uma das tournées mais lucrativas do ano. Neste novo espetáculo, concebido pela mesmo diretor do espetáculo a “A New Day” que Celine Dion apresentou no Caesars Palace em Las Vegas, os IL DIVO apresentam-se ao vivo com orquestras famosas de cada cidade. Esta tournée promete momentos inesquecíveis quer a nível musical como visual. Os fãs vão poder ouvir ao vivo os seus grandes sucessos mas também as músicas do novo álbum Wicked Game que será lançado na Europa a 28 de novembro. Com 25 milhões de álbuns vendidos, os IL DIVO são um sucesso à escala mundial, tendo atingido a impressionante marca de 2 milhões de bilhetes vendidos para os seus concertos. O seu segundo álbum valeu-lhes um feito histórico – foram o primeiro grupo clássico a colocar uma música diretamente no número 1 da Billboard. No dia 28 de Abril os IL DIVO vão certamente protagonizar uma noite inesquecível aos fãs portugueses. tP 26


turiPortugal nº 39