Issuu on Google+

Colégio Integrado Monte Maior

AGRICULTURA DE PLANTAÇÃO

Trabalho realizado no âmbito da disciplina de Geografia Professora: Isa Ribeiro Titulo: Agricultura de Plantação Em 3 de Junho de 2009 Autor: Ana Beatriz Lourenço de Azevedo Nº1 da Turma

Índice

Breve evolução histórica……...……………….……………….………………………..…….….3 Conceito……………………...……………………………………………………………..………....…4 Vantagens da implementação da agricultura de plantação do ponto de vista do pais receptor ………………………….……………………………..………………………..... 5 Vantagens da implementação da agricultura de plantação do ponto de vista do consumidor…………………………………………………………….. ……………………......6 Vantagens da implementação da agricultura de plantação do ponto de vista ambiental……………………………………...…….………………………….…………….……..….7 Continente e países com maior percentagem de território afecto á agricultura de plantação………………………………………………………….………………………....8 Obstáculos á generalização da produção e consumo de produtos deste género de agricultura………………………………………………………………………………..9 Conclusão e Bibliografia……………………..…………………………………..……………….10

Página 2

Agricultura de Plantação

Breve Evolução Histórica

A Agricultura de plantação teve a sua origem no período colonial sendo bastante utilizada durante a exploração das Américas. Os solos férteis e um clima propicio fizeram com que nestas zonas fossem cultivadas as mais variadas espécies vegetais. Este tipo de plantação era organizada e apoiada por tecnologia e capital europeu. Muitas vezes foi usada mão de obra escrava ou indígena para trabalhar nas plantações. Era um sistema de mono cultura especulativa para exportação e não visava nenhum interesse ou melhoria para o país em que era estabelecido. Apesar de ter sido mais utilizado no período da colonização hoje em dia é praticada nos países em desenvolvimento onde os solos são mais ricos. Nos dias de hoje as plantações pertencem aos nacionais mas no entanto são as grandes sociedades estrangeiras que dominam a sua produções e comercialização. A economia de plantação depende de capitais europeus e americanos que assim controlam os preços de distribuição dos produtos. As plantações tem vindo a sofrer transformações mas o seu objectivo principal tem se mantido: fornecer produtos agrícolas tropicais aos países industrializados. Página 3

Agricultura de Plantação

Conceito Em 1958 a Organização Internacional de Trabalho (agencia da ONU) definiu a plantação como uma exploração agrícola situada numa região tropical ou subtropical que emprega um grande número de trabalhadores assalariados e onde são principalmente cultivados produtos para fins comerciais: o chá; o café, o algodão, cana-de-açúcar, as bananas, o ananás entre outros.

Plantação de Banana OIT, Agência da ONU

Plantação de Ananás

Plantação de algodão Plantação de chá Plantação de cana-deaçúcar

Plantação de café Página 4

Agricultura de Plantação

Vantagens da Implementação da agricultura de plantação do ponto de vista do país receptor A agricultura de Plantação é praticada essencialmente em ex-colónias, tem a sua produção virada exclusivamente para o mercado externo o que faz com que os países em que é praticada fiquem dependentes e vulneráveis ao comércio mundial. Este tipo de agricultura faz mono produção de produtos como o café e o algodão e as empresas são normalmente multinacionais com sedes em países desenvolvidos, esta pratica cria emprego, introduz técnicas agrícolas modernas e dinamiza as exportações, portanto, as grandes plantações pesam muito no equilíbrio económico e social dos países em que se instalam. Apesar de ter sido mais utilizada no período da colonização hoje em dia ainda é praticada nos países em desenvolvimento, onde os solos são mais ricos. Nos dias de hoje as plantações pertencem aos nacionais dos países mas no entanto, são as grandes sociedades estrangeiras que dominam a sua produção e comercialização. A economia de plantação depende de capitais europeus e americanos que assim controlam os preços e distribuição desses produtos. As plantações tem vindo a sofrer transformações, mas o seu objectivo principal tem-se mantido: fornecer produtos agrícolas tropicais aos países industrializados.

Principais produtores de produtos provenientes de explorações agrícolas de plantação em 2005

Página 5

Agricultura de Plantação

Vantagens da Implementação da agricultura de plantação do ponto de vista do consumidor A agricultura de plantação como já foi dito anteriormente caracteriza-se por agricultura com sistema mono cultural e intensiva com grandes áreas de cultura, destinando-se á produção maciça de um único produto, produtos estes que variam de continente para continente dependendo das suas características ambientais propicias a cada tipo de monocultura. Apesar desta agricultura mecanizada e cientifica ter tido como função produzir em quantidade mas como também para obter o máximo por sector nas monoculturas teve a necessidade de introduzir as mais modernas técnicas agrícolas, ao nível cientifico com as pesquisas efectuadas nos institutos especializados, este procedimento foi permitindo o combate ás pragas de doenças e parasitas das plantas, e ao mesmo tempo fazendo selecção das sementes para um melhoramento das espécies e assim torna-las mais produtivas e fiáveis a alimentação humana, todas estas evoluções tiveram optimizações tanto em quantidade produzida como em qualidade, para que o consumidor final tivesse acesso a melhores produtos e quantidade.

Página 6

Agricultura de Plantação

Vantagens da Implementação da agricultura de plantação do ponto de vista ambiental

O factor mais importante e adverso ao meio ambiente é o local onde se faz a plantação. Se a floresta natural for “limpa” para criar uma plantação logo, existe uma redução da biodiversidade e perda de habitats. Uma vez a plantação estabelecida é a forma como é gerida que a torna importante relativamente ao meio ambiente. O factor mais importante da gestão é a rotação do período de plantio. Plantações colhidas em períodos mais longos de rotação (30 ou mais anos) pode proporcionar benefícios para a regeneração natural das florestas. A aplicação do progresso técnico conduz a existência de uma agricultura intensiva que utiliza muitos produtos químicos (adubos e pesticidas). Esta utilização maciça dos meios vindos do exterior pode ter efeitos nefastos no ambiente, a poluição das aguas subterrâneas pelos adubos é um destes efeitos. As paisagens rurais das plantações caracterizam-se pelo gigantismo e monotonia.

O que resta da floresta numa plantação de soja em Mato Grosso no Brasil. Página 7

Agricultura de Plantação

Continente e países com maior percentagem de território afecto á agricultura de plantação

Os países com maior afecto a este género de produção agrícola localizam-se normalmente em países costeiros, não só pelo clima proporcionado pela temperatura costeira como também pelo beneficio da costa no que respeita ao transporte marítimo dos produtos para os países responsáveis por esta produção como a Europa e o norte da América. Os países com maior percentagem deste género de produção são: No Continente Sul Americano o Peru e o Brasil, no América Central; a Guatemala e México, no Continente Africano; O Senegal, Guine; Costa do Marfim, Ghana, Libéria, Togo, Nigéria, Moçambique, Tanzânia e Sudão; no Continente Asiático; a Birmânia, Bangladesh e a Malásia, daqui se conclui que o continente com maior percentagem de países afecto á produção agrícola de plantação é o Africano.

Agricultura de Plantação

Página 8

Agricultura de Plantação

Obstáculos á generalização da produção e consumo de produtos deste género de agricultura Provavelmente os principais obstáculos á agricultura de plantação são os fracos e baixos rendimentos de produtividade local, provocando conflitos epidemias e por consequência a fome, a desflorestação em locais onde elas existem, provocam a erosão dos terrenos o que resulta nas queimadas e respectivo abandono dos campos, esta desertificação humana finda com a destruição dos solos e consequente êxodo rural. O esgotamento dos solos e a poluição das águas devido a produção intensiva com a infiltração de produtos químicos nos lençóis freáticos é outra das razões negativas. Um dos grandes obstáculos da agricultura de plantação são os perigos subjacentes da monoprodução, que para alem dos problemas naturais existe uma excessiva dependência económica para os países produtores. Quanto aos obstáculos, relativamente ao consumidor final é a constante aplicação de práticas científicas tanto para melhoramento como para aumento da produção para que no menor espaço de tempo possam satisfazer as necessidades do aumento da população mundial, o que provocará com certeza alterações genéticas das produções, com causas desconhecidas.

Esgotamento dos solos Página 9

Alterações genéticas

Agricultura de Plantação

Conclusão A Agricultura de Plantação Localiza-se nas zonas tropicais, caracteriza-se por cultivos destinados a exportação (palmeira, café, chá, cacau, algodão), para satisfazer a crescente demanda dos países desenvolvidos. As empresas multinacionais agroalimentares dominam o mercado mundial dos produtos de plantação que faz com que muitos países do Terceiro Mundo sejam submetidos a seus interesses.

Bibliografia SUPORTE FISICO “ Grande Enciclopédia Universal” Durclub s.a. “ Enciclopédia Larrouse” “Enciclopédia portuguesa e Brasileira “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira” “Enciclopédia Verbo” SUPORTE DIGITAL scribd.com/doc/2742493/Rosangela-Leonel-e-maida-agricultura-de-plantacao infoescola.com klickeducacao.com.br/2006/materia/16/display/0,5912,-16-45-633-,00.html cf-sebastiao-gama.rcts.pt/formacao/2003/pd1/trabalhos/agricultura/trabalhos2.htm fotosearch.com.br/fotos-imagens/planta%C3%A7%C3%A3o.html

Página 10

Agricultura de Plantação


agricultura de plantação