Issuu on Google+

#079 E ANO 08 / 2012 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA LEITURA NÃO RECOMENDADA PARA MENORES DE 18 ANOS.

MOTHER FUCKER

evoke studio

Mais de 20 anos de estrada, talento nato e muito feeling fizeram de Zegon um dos principais DJ’s e produtores do Brasil. Ex-skatista profissional, aproveitou o embalo dos anos como integrante do grupo Planet Hemp para aterrizar nas pistas dos festivais e clubes mais importantes e badalados do mundo e para rodar cinco continentes com sets que transitam por diversos estilos musicais. O Evoke DJ Zegon Signature Series sintetiza o freestyle do versátil Zegon, que vai do electro funk ao rock, de Nova York a Tóquio, do mainstream ao underground, com o compromisso único de não deixar ninguém parado. A vibração do músico faz pulsar com equilíbrio o estilo da Evoke, que fixou residência em diferentes universos com a mesma naturalidade do renomado DJ.

www.evoke.com.br/zegon

4 VOID #058 EU ACREDITO

VOID #059 BABY BOOM

VOID #060 NADAAVER

VOID #064 CORPO SINTÉTICO

VOID #065 BAZINGA!

VOID #066 FEZES

VOID #067 FOTOS

VOID #068 NA LINHA

VOID #069 MEIA NOVE

VOID #070 POIS FOI

VOID #074 NÃO COMPRE

VOID #075 TCHAN

VOID #076 SENGAYA

VOID #077 SABE MUITO

VOID #078 LAS CHICA PIRA

VOID #057 MAU SUJEITO

VOID #056 FOTOS

VOID #055 AGORA VAI!

VOID #054 HANN A AFMELI

VOID #053 CAPAI QUE NÃO

VOID #052 POR TRÁS

VOID #063 EM PELO

TIRAGEM_

VOID #073 AFIADA

A REVISTA VOID É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL COM DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E TIRAGEM DE 10 MIL EXEMPLARES. VOID #062 MOCADO

DISTRIBUIÇÃO_

VOID #072 OLHO DE GATO

VOID É DISTRIBUÍDA NO BANHEIRO DOS PRINCIPAIS BARES, LOJAS, GALERIAS E UNIVERSIDADES DE PORTO ALEGRE. CONFIRA A LISTA COMPLETA EM WWW.AVOID.COM.BR VOID #050 LÉGUAS DAQUI

VOID #040 NO MUSEU

VOID #030 PESÔ

VOID #020 EGO SUM LUX MUNDI

VOID #010 LARICA

VOID #009 DEBAIXO DO CHÃO

VOID #008 É TUDO DA LEI

VOID #007 NÃO PARA NÃO

VOID #006 POA PORNÔ

VOID #005 FOFOCA

VOID #004 TAMANHO DE PÊNIS

VOID #003 2005...

VOID #002 BAD TRIP

VOID #001 SEXO A TRÊS

Falamos com o Mateus Verdelho sobre música, skate e tattoos, e aproveitamos pra ver se pegamos um pouco do mel do cara com a mulherada.

VOID #019 XXX

VOID #018 NA TELA

VOID #017 VIROU FUMAÇA

VOID #016 SOU DA TINGA E DAÍ?

VOID #015 NO RIM

VOID #014 DEBAIXO DO PANO

VOID #013 ATOLA!

VOID #012 FURA BOLO

VOID #011 SE DEU BEM HEIN?

CLARO QUE ELAS PIRA

Uma banda no Yankee Stadium provou que baseball é muito chato, americanos são reis do entretenimento e, sim, dá tempo de cancelar a Copa em POA.

VOID #029 NINGUÉM SAI

VOID #028 LUGAR ERRADO

VOID #027 BEM-VINDO...

VOID #026 NUM GUENTA...

VOID #025 BODA DE PRATA

VOID #024 NA PARCERIA

VOID #023 NUNCA MORRE

VOID #022 QUE LOOOOOCO!

VOID #021 2 ANOS NA CARA

EMPIRE STATE OF BASEBALL

Fomos conferir o que faz do Rio Tavares tão foda durante a Skate Generation, um “campeonato” regado a trago, churrasco, festas e muita mina.

VOID #039 YES

VOID #038 PODEROSERRIMA

VOID #037 NA CALADA

VOID #036 NÃO TEM CAÔ

VOID #035 AQUI JAZ

VOID #034 FOTOS

VOID #033 TIRA O OLHO

VOID #032 3 ANOS NONSENSE

VOID #031 SÓ OS MUCHO LOCO

KERB SKATÍSTICO

VOID #049 FORA DO GELO

VOID #048 NA MOSCA

VOID #047 CHUTA

VOID #046 AUTO-ESTRADA

VOID #045 FOTOS

VOID #044 NO OLHO

VOID #043 É SÓ O COMEÇO

VOID #042 SHHHHH...

VOID #041 É FOFREE

FOTO DA CAPA: PETER CALYPSO

VOID #051 DE LADO

CAPA(S)

VOID #061 NÓIS QUE VOA

Pode ser um bairro de Floripa onde se juntou uma galera apaixonada pelo skate, pode ser o Bronx no estádio do time com a marca esportiva mais foda do mundo. Com os pés fincados na nossa pequena POA City, mas de tocaia em todo lugar, essa edição é um pequeno guia pra tu tocar o horror além do Mampituba. Mas naquele estilo Void, tá ligado, estilo Motherfucker.

VOID #071 SEMPRE

ENTREVERAGEM MOTHAFUCKA

NESTA EDIÇÃO

COLABORADORES

EXPEDIENTE

PERESTROIKA - Tiago Mattos e Felipe Anghinoni são Diretores de Whatever da Perestroika, escola de atividades criativas com sedes no RS, SP e RJ. Não gostam de nada sério, tirando coisas sérias.  perestroika.com.br

SHOOT THE SHIT - Shoot The Shit é um coletivo criativo que realiza ações para transformar Porto Alegre na cidade mais afudê do universo.  shoottheshit.cc 

STREET STYLE POA - O estilo das ruas é muito mais que fotos do que se usa pela cidade. Mais que moda de rua, o blog retrata o lifestyle de quem vive em Porto Alegre. streetstylepoa.com.br

LISE BING - Não consegue se controlar na frente de uma câmera, sempre mostra a língua. É dela uma cachorrinha chamada Pantufa e a coluna BING BANG. lisebing.tumblr.com

LUNCHBREAKTIME - A ideia deles é simples: no almoço, peça (quase) qualquer coisa. A ideia mais criativa será ilustrada e compartilhada com todos.

DOSE DUPLA - Os gêmeos Léo e Luis fazem pratos pra galera matar a larica depois da festa. E em outros momentos também. Cozinha simples, feita com o que tem.

facebook.com/lunchbreakmanager

facebook.com/programadosedupla

Direção Gabriel Rezende Marco Arioli Pedro Hemb Rodrigo Santanna Vicente Perrone   Conteúdo e Planejamento João Francisco Hein   Editor Leandro Vignoli   Comercial Emiliano Jobim   Marketing Helene Hermes   Financeiro Camila Bonfada   Projeto Gráfico Lucas Correa Rafael Chaves   Diagramação Henrique Lopes Produção Candi Damé Estagiária Gabriela Goularte   A Void é uma empresa do Grupo Slash/Slash que atua em 5 frentes: Void.Mag: revista Void.Party: eventos Void.On: online Void.PR: relacionamento com público  Void.EXE: planejamento, criação e produção de eventos e ações promocionais

6

CAROL ROSA colabora na seção Eleganza. Acredita em uma piscina de ondas em Porto Alegre. Enquanto isso colhe kiwi loucamente since 1986.

BRUNO ARALDI escreve na seção Na Base, no meio tempo entre bolar projetos de comunicação, atualizar o Surfreaks e arranjar formas de curtir a vida.

caroles.pan@gmail.com  collectsomething.tumblr.com

brunoaraldi@gmail.com  surfreaks.tumblr.com

MARLON OLIVEIRA divide seu tempo entre estudo, trabalho e entreveros. Entre uma atividade e outra, da um rolê de skate com os amigos. Quando sobra tempo, dorme.  marlondoliveira@hotmail.com

  Grupo Slash/Slash: C688 Complex EXE M/E/C/A/Festival TOW e Tow In Void

HAMPTON TEXTILE TÊNIS CANO MÉDIO / CADARÇO ÚNICO / PALMILHA ORTHOLITE MOLDÁVEL FORRO DE RAYON A BASE DE BAMBOO / CONSTRUÇÃO CUPSOLE FINO. FMEDSHTX | NVY

A Element, traz ao Brasil uma coleção completa de calçados, em duas linhas distintas: Skateboards (focada em performance), Emerald (priorizando o estilo e o meio ambiente), apresentamos a vocês a Emerald Collection: O Skateboard dita tendências, desafia tradições e quebra barreiras. É exatamente isso que faz os Skatistas terem um estilo único, e de relevância sem precedentes. Em honra a esses inovadores, a Element tem orgulho em apresentar a Coleção Emerald, uma progressão natural dos calçados de skate. Os tênis Element Emerald focam no design, modelagem e conforto fazendo uso de materiais e técnicas ecologicamente corretos, representando o “Conscious by Nature”. Element Emerald trás o mais alto nível da cor verde, que foi escolhida ao invés de prata e ouro para demonstrar a qualidade premium da coleção. Johnny Schillereff, Fundador

.

EH NÓIS NOS GAME Nada menos que Emicida assina a trilha sonora de Max Payne 3, um dos games mais aguardados do ano, que terá São Paulo como palco da trama. Segundo a Rockstar Games, o clima, cultura, polícia, armas e todos elementos da cidade serão o mais autêntico possível. Aos por fora, Max Payne é dos mais famosos games em terceira pessoa do mundo. O lançamento está previsto pra metade de maio em em PS3 e Xbox 360 e também para computador.

sound & vision

8

Um dos grandes baratos da vida de ser um playboy, playboy (mas tem de ser playboy, PLAYBOY!) é fazer dela o raio que você queira. O ator Johnny Depp resolveu abrir uma produtora só pra filmar Diário de Um Jornalista Bêbado (The Rum Diary), um projeto pessoal baseado no primeiro livro de Hunter Thompson, e que tá passando aí nos cinemas. No roteiro, a saga do escritor gonzo trabalhando em Porto Rico em plenos anos 50 - além de claro, se

entorpecer e fazer putaria. Johnny Depp já interpretou o cara em Medo e Delírio em Las Vegas, e não por coincidência, era amigaço dele na vida real (costuma até hoje usar um colar com as iniciais HST). Além disso, o ator que também é amigo do bizarro Marilyn Manson, participa do seu disco tocando guitarra e bateria na cover de “You’re So Vain” de Carly Simon. No tempo de folga da vida loka, ele ganha seus milhões fazendo um pirata no cinema.

ROCK AND RAP HALL OF FAME

<<

vida loka

E os branquelos do Beastie Boys são os novos integrantes do Rock n’ Roll Hall of Fame, em cerimônia realizada em abril. O grupo foi apresentado e chamado ao palco nada menos que por Chuck D, o vocalista e cérebro do Public Enemy (que ainda não podem fazer parte desse “hall da fama”). Pra ser qualificado, cada artista tem de ter pelo menos 25 anos de lançamento do primeiro álbum, que é o caso de Licensed to Ill, a antológica estreia do trio de Nova Iorque. O Run-D.M.C é o outro grupo de rap também integrante do museu, eleitos em 2009. Outros nomes importantes na lista desse ano incluem o Red Hot Chili Peppers, apresentados pelo comediante Chris Rock, e os Guns N’ Roses – sem a esperada reunião de Axl Rose e Slash pra receber o prêmio. Tomara que a gente não esteja por aqui quando lá por 2030 elegerem o Jonas Brothers pra essa bagaça.

SÓ COM MÁGICA

BEAT ON THE BRAT Foi lançado na gringa o livro Commando: The Autobiography of Johnny Ramone, um verdadeiro achado pros fãs de Ramones. A biografia conta com os últimos rascunhos, diários e declarações do guitarrista, morto em 2004 - tudo deixado por ele para sua viúva, Linda. O livro de 176 páginas é carregado de fotos inéditas, em algum “momento Caras” como no casamento da filha do

Elvis, mandando geral se fuder num festival no Canadá, ou mostrando . Johnny Ramone como um simples torcedor de baseball, fanático torcedor que era dos Yankees, frequentador e colecionador de artigos do time. Também mostra o guitarrista bem novinho, desde os primórdios do Ramones, como na foto. Uma coisa em comum em todas as imagens: Joãozinho Ramone nunca sorri, jamais.

Falando em baseball e Dodgers, o time de Los Angeles foi comprado por nada menos que 2 bilhões de dólares, e por ninguém menos que Magic Johnson, o genial ex-jogador de basquete dos Lakers. Essa é de longe a maior transação envolvendo uma franquia esportiva nos EUA. Apesar do valor, o time não ganha um título faz 26 anos. Mais do que a grana, precisam mesmo é da magia do lendário pentacampeão da NBA.

PARIS É UMA FESTA BEIJA GAROTAS

<<

Nunca dá pra saber se é verdade, mas Paris Hilton deve “interpretar” ela mesma no novo filme de Sofia Coppola (de Encontros e Desencontros). O roteiro é baseado na história real de alguns adolescentes em Los Angeles que invadiam casas de celebridades just for fun. Ela confirmou também um novo álbum, com participação de Snoop Dogg e produção da dupla LMFAO. Nada novo sobre pornozinho caseiro, que é o que ela faz melhor.

Nas antigas precisava duma trajetória de anos pra fazer uma biografia, mas hoje em dia meia dúzia de hits e já era. Nessa pilha a cantora Katy Perry lança em julho o documentário em 3D Party of Me, sobre sua vida e música. Gravado durante a turnê California Dreams, no trailer dá pra sacar que, além de shows,  o filme vai mostrar a rotina de trabalho de Katy e assuntos pessoais, como seu divórcio e família. O documentário terá a  participação de Snoop Dogg, que aparentemente está em todas.

9

LISTAS

CINCO FILMES QUE SÓ NERDS VÃO GOSTAR EM 2012 SUPER-HERÓIS, HISTÓRIAS EM QUADRINHOS, ELFOS E OUTRAS COISAS DE QUE VOCÊ NUNCA OUVIU FALAR NA VIDA. JÁ ERA, O MUNDO FOI COMPLETAMENTE DOMINADO PELOS NERDS.

10

E OS VINGADORES (NOS CINEMAS) – não bastou um filme ruim do Capitão América, um do Thor, 2 do Homem de Ferro e outros 2 do Hulk. Juntaram tudo num mesmo freak-show. Mais a Scarlett Johansson como Viúva Negra, pros nerds punheteiros. E O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA (JULHO) – esqueça tudo o que você já viu porque cansaram daquela primeira versão e vai começar tudo de novo. Muda o Homem-Aranha, muda a Mary Jane, só não muda a xaropice. E O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE (JULHO) – fim da trilogia Batman dirigida por Christopher Nolan. Mas daqui a pouco surge outra, completamente nada a ver, com o super-herói interpretado por um ator diferente. Quem sabe o ADAM SANDLER? E O VINGADOR DO FUTURO (AGOSTO) –remake da tosqueira master com o Arnold Schwarzenegger lá nos anos 90. Ficção científica, aparência de videogame e uma gostosinha. Praticamente um top 3 das preferências nerds. E O HOBBIT (DEZEMBRO) –pra quem achava que os geeks já tinham gastado toda a punheta com O Senhor dos Anéis, vem aí esse filme.

TOP 5 CELEBRIDADES GAÚCHAS – SÓ QUE NÃO

AH NÃO! UM TOP 5 BEM PEQUENINHO

QUE PORTO ALEGRE É DEMAIS (SÓ QUE NÃO!) JÁ PUDEMOS CONFERIR NA VOID PASSADA, POIS AGORA CHEGOU A VEZ DAS NOSSAS ESTRELAS DO DIA A DIA, OS QUE FAZEM DO BAIRRO MOINHOS O NOSSO POSTO 9 DO LEBLON. AQUELES QUE FAZEM A ALEGRIA COTIDIANA DO GASPAROTTO – SE É QUE AQUILO AINDA EXISTE.

O CINEMA AMERICANO TEM UM FETICHE POR ANÕES QUE NÃO É DE HOJE. MULTIPLICAM-SE PERSONAGENS EM FILMES, SERIADOS, VIDEOCLIPES E COMERCIAS DE TV. EXPLICAÇÃO? NÃO TEMOS A MENOR IDEIA. MAS, CASO VOCÊ NUNCA TENHA PERCEBIDO, SEGUE ABAIXO UM REMEMBER DE ALGUNS CLÁSSICOS DO NANISMO. CHAMA A BRANCA DE NEVE!

E FABRÍCIO CARPINEJAR – o poeta ganha centenas de retweets em qualquer coisa que escreve, mesmo em esquizofrenias como “tomate sem semente é coração sem alma”. Realmente, alguém devia fechar a Internet pra sempre. E THEDY CORRÊA – difícil saber se o pior é a música, as participações na TV Com, ter um blog sobre o Inter sem nunca ter pisado no Beira-Rio, ou, claro…o cabelo. Pra ficar um desastre só se o Nenhum de Nós fizesse um show tocando Beatl…OW WAIT. E TÚLIO MILMAN – apenas uma palavra vem a mente duma geração: TELE DORMINDO. Nem o Pedro Bial queima tanto o filme dele apresentando reality-shows. EZÉ VITOR CASTIEL –entra verão, sai verão e a semgracise de Homens de Perto volta em cartaz. Na verdade temos a impressão que aquele troço nunca sai de cartaz. A peça deve ser tipo uma bactéria: tá sempre presente, a gente é que não vê. E CIGANO IGOR – aquele ali não é o Cigano Igor? Tu nunca viu ele nas ruas? Ah, pára!

E TATTOO – os mais velhinhos vão lembrar do clássico anão de a Ilha da Fantasia, que passava na Globo nos anos 80. O ator Hervé Villechaize, que também fez um vilão num dos filmes do 007, se matou com um tiro na cabeça. Ananicídio? E MINI-ME – personagem da série de filmes Austin Powers, o bem conhecido ator Verne Troyer andou aparecendo no noticário após vazar uma sex-tape sua com a namorada. Praticamente um Paris Hilton dos baixinhos. E PROJECT X – o ator Marty Klebba, o já célebre anãozinho endiabrado no Projeto X, é nada menos que o detentor do recorde mundial dos 100 metros rasos para anões. Não era à toa que ele socava geral no filme e saía correndo. E OOMPA LOOMPAS – difícil enumerar o que era mais grotesco, se a cara alaranjada, o cabelo verde, ou aquelas música do capeta. Quem nunca teve pesadelo com essa porra é porque não teve infância. Pelo menos hoje é mais saudável. E DUENDE – o anão da moda da série da moda Game of Thrones. As atuações renderam ao ator Peter Dinklage os prêmios Emmy e Globo de Ouro. Não temos a informação se deram um troféu miniatura pro gurizão. (Piada ruim, trabalhamos!).

11

1001 DISCOS PRA OUVIR DEPOIS DE MORRER

espinhento pode reclamar de algo que não conhece e aqui a observação pode servir tanto pra mulher quanto ao heavy metal. Pra finalizar a embromação musical, a banda pegou o hip-hop e não sabendo bulhufas do que fazer com aquilo, contratou um timaço de MC’s com o melhor que o dinheiro pode comprar. Method Man e Redman (do Wu-Tan Clan) participam do disco só pela grana, mas isso ainda é melhor do que deixar o Fred Durst fazer rap, como ele às vezes pateticamente tenta.

LIMP BIZKIT CHOCOLATE STARFISH AND THE HOT DOG FLAVORED WATER

por leandro vignoli

12

O nu-metal é o gênero musical mais parecido com uma propaganda na história da música. E observando os méritos da coisa, como todo advertising ele soube atingir a mente juvenil americana como uma bomba. Ninguém tinha se aproveitado do filão de monte de jovens branquelos de classe média-alta de cidades suburbanas famintos por protestar sem nenhum motivo pra protestar. Saídos de Jakcsonville, na Flórida, uma cidade sem nada para reclamar, o Limp Bizkit sabia exatamente com quem falar. Fred Durst é ícone duma geração de caipiras adolescentes americanos que usam roupa larga pra disfarçar aquele jeito de gorducho de cara rosada e comedor de hambúrguer. Até porque ele mesmo é meio um obeso criado a ovomaltine. Fizeram tudo o que foi preciso ser feito. Pegaram o metal, apertaram, torceram e reprocessaram dum jeito que soasse pesado, mas ainda audível. Na verdade, o “heavy-metal” do Limp Bizkit é tão metal quanto aquele traveco do Ronaldo era mulher, mas nenhum adolescente

Além de ser o porta-voz do piazedo, Fred Durst sempre foi conhecido pelos seus óbvios problemas com mulher. Não bastasse o infame show no Woodstock ‘99, em que provocou (e estimulou) uma dezena de abusos sexuais, e do sucesso da música “Nookie” ser uma ode a ficar com mulheres “só pela trepada” nesse disco ele continuou sua saga de misoginia. Chama as mulheres de “fêmeas” em quantas músicas o possível, avacalha as minas que criticam o “seu jeito comedor” e sobre ser “estuprado verbalmente” (ele acha MESMO que é pior ser xingado do que currado?). Ficamos imaginando aqui o tipo de desventura sexual sofrida pelo sujeito para tamanho ódiozinho a esses seres tão perfumados e charmosos. Foi trocado por outra mina? Pegou a irmã na cozinha num gangbang com os amigos? Falta de fio terra? O caso é que a banda é uma somatória de erros do metal pirulito, rap branquelo, vocalista sexista, e shows com DANÇARINAS no palco fazendo coreografia. Tudo no Limp Bizkit é uma vergonha, mas tudo se explica porque Durst é o vice-presidente da gravadora, um babaca autochefiado com respaldo pra falar “fuck” 48 vezes numa música. Ou dedicar uma das letras ao BEN STILLER, e não só isso, ainda escrever uma dedicatória no encarte, por ele ser “grande fonte de inspiração”. Ok, ok, agora deu pra entender. É o legítimo “Entrando Numa Fria”.

winning CHARLIE SHEEN VIRIA AO BRASIL SER O “MESTRE DE CERIMÔNIAS” DO FESTIVAL METAL OPEN AIR, NO MARANHÃO. O LANCE TODO FOI CANCELADO PELA BAGUNÇA DA PRODUÇÃO, MAS AINDA ASSIM MANDAMOS O RATAZANA VOID DESCOBRIR O QUE O FIGURAÇA TINHA A DIZER.

Void_E aí, meu. Quer dizer que tu curte um heavy-metal? Charlie_ O que eu curto é zoar a banca e claramente o Brasil é o lugar pra isso. Fiquei sabendo que São Luís é a cidade do reggae, e reggaeiro curte aquilo que eu também curto, se é que tu me entende, então uma coisa levou a outra e tâmo aí. Entendi, o que tu quer então é desbravar a cultura do Brasil? Claro... a cultura da caipirinha, das mulheres semi-nuas, soube que aqui há monte de mulheres com nome de frutas, gostaria de provar cada uma. Fui ao Rio de Janeiro também aproveitar a brisa das 4:20 de lá, que é ótima. Encontrei algumas atrizes também, a Mônica Mattos e a Ju Pantera. Verdade que tu vai fazer uma participação no Pânico na TV?

Fui convidado e gostaria sim. Achei muito interessante a proposta, estive numa house party com algumas das participantes, todas muito gente fina. Adoro esse tipo de mulher, valoriza o que tem pra mostrar, uma das coisas que sempre detestei em Hollywood eram aquelas magrelas falando difícil. Falando nisso, chegou a ver o Ashton Kushter em Two and Half Men? O que achou da atuação?

role, mas tenho o telefone, taí uma coisa que valeria trocar com o Ashton. Winning! Mais alguém engatilhado na produção? Pode ser que haja muita gente que já tive contato na indústria dos filmes pornôs. Será uma revolução nas séries de comédia. Tiger blood, my friend. É verdade que sua primeira fala num filme foi “Drugs!”?

O que eu posso dizer é que o programa agora está mais pra One and Half, com todo respeito que merece alguém que já traçou a Demi Moore.

A mais pura. Eu que sugeri, quando me perguntaram como eu gostaria de receber o pagamento.

Fiquei sabendo que tu convidou a atriz pro seu novo programa?

Uma última pergunta. E aí, Bira, qual a sensação de ter sido o Charlie Sheen por um dia para essa entrevista?

Ela teve uns probleminhas tóxicos também e foi parar na mesma rehab da minha ex, a Brooke. Descolei o contato e ela ficou de me dar...a resposta. Talvez não

Bira_Foi massa! Convidem de novo quando “entrevistarem” o Ronaldinho Gaúcho.

bah veinho CARLOS EDUARDO MIRANDA, O JURADO FANFARRÃO DO ÍDOLOS, ASTROS E SEJA LÁ QUANTOS NOMES TEVE O PROGRAMA NO SBT, TAMBÉM FOI UM DOS CABEÇAS DO CHAMADO “ROCK GAÚCHO” NOS ANOS 80 E PRODUTOR DO CLÁSSICO PRIMEIRO DISCO DOS RAIMUNDOS. ELE CHEGOU EM POA MÊS PASSADO PARA AS INFO SESSIONS DO RED BULL MUSIC ACADEMY, UM PREVIEW DO EVENTO QUE ESSE ANO ROLA EM NY, E GENTE FOI LÁ APRENDER SOBRE MÚSICA, DAR UMAS RISADAS E PEGAR ALGUMAS FRASES: AS FRASES DE MIRANDA.

“MÚSICA BOA SEMPRE FOI FEITA POR QUEM NÃO TEM DINHEIRO.” “O PROBLEMA DAS BANDAS DE ROCK É QUE SÃO UM BANDO DE VAGABUNDO QUE SÓ QUEREM IR EM SHOW DE GRAÇA E COMER MULHER”. “NÃO EXISTE INDIE GAY, ELE É SÓ UM SUJEITO QUE GOSTA MAIS DE MÚSICA DO QUE DE SEXO”. “ROCK É MÚSICA PRA VELHO. QUE MOLEQUE PODE PAGAR 500 PAUS PRA IR A UM SHOW GRANDE?” “TEVE O PAGODE UNIVERSITÁRIO E ACABOU, O FORRÓ UNIVERSITÁRIO E ACABOU, O SERTANEJO UNIVERSITÁRIO E VAI ACABAR. UNIVERSIDADE É O ESTÁGIO EM QUE OS CARAS DESTROEM COM A MÚSICA.” “QUEM FAZ MÚSICA INSTIGANTE HOJE NO BRASIL É O POBRE CHINELÃO, SEJA NO FUNK, NO RAP, NO TECNO-BREGA.” “ISSO DE QUE A MÍDIA IMPÕE MÚSICA FULEIRA É LENDA. MÚSICA FULEIRA É NATURAL. AGRADA POBRE E RICO, APARECENDO OU NÃO NA TV.” “MÚSICA DE SUCESSO SEMPRE FOI MÚSICA PRA FAZER FILHINHO. POR QUE MICHEL TELÓ É SUCESSO? MÚSICA PRA FAZER FILHINHO!”

“ESSE SUJEITO DO INTERIOR ME APARECEU COM A MÚSICA ‘O ESPETINHO DA GURIA’ E EU DISSE QUE NUNCA DARIA CERTO EM SÃO PAULO. DUAS SEMANAS VEJO O DESGRAÇADO NA TV COM A MESMA MÚSICA, SÓ QUE CANTANDO ‘VAI PAMONHA? VAI CURAL?’ CUIDADO COM OS CONSELHOS QUE VOCÊS DÃO!” “O GESSINGER SÓ MONTOU O ENGENHEIROS DE INVEJA DA GENTE. EU QUE SOU O CULPADO DAQUILO LÁ.” “ME NEGUEI A PRODUZIR O DISCO DO DETONAUTAS. AQUILO ERA A REPETIÇÃO DA REPETIÇÃO DA REPETIÇÃO...DA REPETIÇÃO DA REPETIÇÃO!”

15

MATEUS VERDELHO É AQUELE CARA QUE TODO MOLEQUE GOSTARIA DE SER: DONO DA LATINHA QUE ESTAMPA UM OUTDOOR EM PLENA 5TH AVENUE DE NEW YORK E CASADO COM A EX-PANICAT DANI BOLINA. ALÉM DE SER MODELO INTERNACIONAL, DIVIDE SEU TEMPO ENTRE O SKATE, VÁRIOS OUTROS ESPORTES E TAMBÉM SER DJ. NUMA BANDA DELE POR POA, ONDE DISCOTECOU NO PROJETO V, A INSANA HOUSE PARTY DE LANÇAMENTO DA VOID #78, FOMOS ATRÁS DE DESCOBRIR O QUE ANDA FAZENDO SUA CABEÇA. APROVEITA AÍ PRA VER SE TU PEGA UM POUCO DO MEL DELE COM A MULHERADA.

Três sons que não podem faltar no DJ Set atualmente: TURN IT OUT - JURASSIC5

BOOM - SNOOP DOGG FEAT T-PAIN MAYBE SO, MAYBE NO - MAYER HAWTHORNE

Uma tattoo cabulosa que já viu em alguém e queria ter feito: UM ZIPER NA TAMPA DA CABEÇA, VI NO JAY ADAMS, SE PÁ EU VOU FAZER!

Três lugares IRADOS pra se conhecer: Paris -

PORQUE MOREI LÁ UM TEMPO, ACHO A CIDADE DO CARALHO MUITO DO ROCK, MUITO LINDA! SEMPRE COM MEU SKATE E MINHA FIXA( BIKE) PRA CIMA E PRA BAIXO, AMAVA FAZER O ROLÊ DE SKATE EM QUALQUER PRAÇA, NA FRENTE DO LOUVRE, DA TORRE...MUITO STYLE, FUI NUMA CATACUMBA TAMBÉM BEM LOKA, AH TUDO É DA HORA LÁ! FORA OS CREPES QUE VENDEM NA RUA!

Marrocos - ACHEI BEM LOKO, NA REAL MARRAKESH ONDE EU FUI, DIFERENTE PRA CARALHO, EXÓTICO, BONITO, POVO RECEPTIVO, COMIDA BOA, E O QUE MAIS ME CHAMOU ATENÇÃO LÁ, É QUE QUANDO EU ANDAVA NA RUA TODO MUNDO PASSAVA POR MIM E SUSSURRAVA NO MEU OUVIDO “HAXIXE”, ACHEI DIFERENTE!

Porto Alegre - PRIMEIRO PORQUE EU TENHO UMA BELA DE UMA GAÚCHA EM CASA NÉ, VALEU DEMAIS POA! MAS ENTÃO, GRAÇAS A MINHA MULHER CONHECI PORTO E O MEU SOGRO (CLAUDIÃO BOLINA) ME LEVOU PRO MARINHA E EU ME APAIXONEI DE CARA, EU GOSTO MUITO DO PESSOAL DE POA E DE ALMOÇAR NA VÓ IVONE TAMBÉM, E DOS XIS DA VIDA. “BAH!”

Um Top 5 dos trampos mais afudê que já fez como modelo: GOSTO DE FAZER AS FOTOS PRA SUMEMO, PRA UNDERBRAZIL, E DOS EDITORIAS TAMBÉM, O ÚLTIMO PRA ROLLING STONES BRASIL, A GQ ALEMANHA, SCHÖN MAGAZINE. JÁ FIZ UMA PÁ DE COISA, EU ESQUEÇO.

Três picos furiosos pra dar um rolê de skate: Marinha (POA) Complex (POA) São Bernô (SP)

NEWERA.COM.BR l NEWERA1920@NEWERACAP.COM.BR l +55 11 3312 23 33

TRISTAN EATON, ARTIST & TOY DESIGNER

NEWERACAP.COM/FLAGBEARERS

PERESTROIKA por tiago mattos imagem marcos torres

os malas da noite Nos últimos tempos, circulei por todo o tipo de pico. De barzinhos populares a festas secretas. De áreas vip a botecos com barata. De pubs mauricinhos a shows alternativos. Algumas baladas inesquecíveis. Algumas noites que não lembro absolutamente nada. Tive aí, sei lá: uns bons dois anos e meio de estudo antropológico na noite. E apesar das propostas diferentes e dos públicos diversos, parece que alguns personagens se repetem. Aqueles tipinhos que, não importa o lugar, sempre estão lá, azucrinando a vida da gente. Isso me fez escrever um post chamado Os Malas da Noite. Em homenagem à galeritcha que bate-ponto na balada e que, pelos mais diversos motivos, sempre encontra um jeito de incomodar as pessoas de bem. O texto teve boa repercussão. E me deixou com vontade de levar adiante a saga. Parece que este espaço na Void é perfeito pra isso. Agora, dá pra explicar com mais calma os Malas já analisados anteriormente. Apresentar alguns que esqueci de documentar na época. Sem falar, óbvio, na oportunidade dos leitores contribuírem. Ao longo das próximas colunas, você vai ver Os Malas da Noite na sua versão definitiva. Espero que você curta. Espero que você reconheça algumas das figurinhas. E se reconheça também. Porque, convenhamos: todos nós já fomos algum (ou vários) deles em algum momento da nossa vida.

18

Minas que gritam iurrrrrrrú! Você concorda comigo que, numa casa noturna, o som é alto. Mas ainda assim, sempre tem uma fofinha que entra a mil na roda de amigas gritando iurrrrrrrrú!!!. Veja bem: não é Iurrrú!. Não. É um agudo de dar calafrios, numa frequência que dá para ouvir de longe (tipo o plim-plim da Globo).

Está se divertindo? Gosta da música? É fã do DJ? Legal. Mas por favor: guarde toda essa felicidade pra si. E poupe meus tímpanos. Air Guitar Hero Bastou tocar uma música com riff legal, ou um solo debulhante, que sempre vai ter um herói solitário na pista mostrando suas habilidades no Air Guitar. Air guitar, para quem não sabe, é fingir que você está tocando uma guitarra, mas no ar. A expressão mais nítida de um músico frustrado. E, sim: algo extremamente constrangedor. Vergonha alheia total. Nada, NADA é mais pega-ning do que um Air Guitar Hero. Mas se isso faz o cara feliz, que viva a diversidade. Manda ver, Slash!

O cara-que-perde-tudo. Todo grupo de amigos tem um sem noção, que se chapa mais do que devia e perde tudo. Quando não é a consumação, é a carteira. Quando não é a carteira, é a chave de casa. Quando não é a chave, é o celular. E quando não é o celular, é a dignidade. Se for só uma foto bebaço no Facebook, até dá para administrar. Se for uma mensagem para a ex, a coisa complica. Agora, se for uma certa dificuldade para sentar no outro dia, aí ferrou de vez. Na próxima edição, a gente continua. Se você tiver sugestões, escreva para tiago@perestroika.com.br. E se você for um desses Malas, por favor: vá fazer noite bem longe de mim.

VOCÊ ENCONTRA NAS LOJAS Bourbon Wallig

M I C K FA N N I N G www.ripcurl.com

SECA EM MINUTOS / NEOPRENE E3+ / 100% VEDADA

A RO U P A D E BO R R AC H A CO M A M A I S R Á P I D A S EC AG E M DO M U N DO

SHOOT Nós adoramos adesivos THE SHIT Passarela da PUC: sinônimo de desordem. Certamente um dos pontos mais caóticos para quem está com um pouquinho de pressa para pegar um ônibus ou chegar na aula na hora certa. Quem quer andar mais rápido precisa desviar e driblar as outras pessoas que andam lentamente (e até na “contramão”), como se estivessem sozinhas no mundo. É provável que essas mesmas pessoas que passeiam na passarela sejam as mesmas que trancam as escadas rolantes, os corredores e o trânsito. Não é a toa que a pista da esquerda é sempre a mais lenta. 

Na Europa, por exemplo, já faz parte da cultura a pessoa entrar na escada rolante e ficar à direita, para quem estiver com pressa ter o caminho livre pela esquerda. Então lá fomos nós mais uma vez. Sinalizamos a passarela com adesivos indicando a direção que se deve ir, utilizando a mesma lógica que serve para o trânsito.

por luciano braga imagens shoot the shit

20

BING BANG

DANDO BANDA

SURF É ARTE

Quer saber tudinho sobre uma banda que você amaaaaa e as mina pira? Você precisa do Musikki. Ele é um buscador de conteúdo musical que coloca tudo numa única página a biografia, vídeos, fotos, agenda de concertos e os últimos tweets postados sobre a banda através de buscas simultâneas no YouTube, Last.FM, Amazon, Flickr e Twitter. Não é genial? É!

Todos os dias de manhã, o www.saltmotion.com é alimentado com fotos de manobras de surf, fotos do mar, das ondas, da natureza. Mas não são fotinhos normais. O autor Joel Coleman consegue transformá-las em verdadeiras obras de arte. Ele passa o dia todo fotografando e depois adiciona às imagens técnicas de tratamento que ele mesmo inventou. Entra no site, baba na fotos e olha o que é surfar. O portal também tem loja online. Os preços? De obra de arte, né, mané.

Acessa agora: http://www.musikki.com/ por lise bing

FOTOGRAFE O PASSADO NO PRESENTE O Dear Photograph é um projeto de fotografia onde a proposta é “take a picture from the past in the present” (tire uma foto da mesma foto do passado no presente). O blog americano Taylor Jones convida pessoas do mundo a juntar imagens do passado com novos registros do presente. Para isso, basta encontrar uma fotografia que demonstre um momento especial, voltar ao lugar que ela foi clicada pela câmera analógica e fazer um novo registro com essa inserida na paisagem. Dê uma passada por lá e deixe sair o sorriso no rosto enquanto navega por ele.

NSFW Meninas de biquini, meninas de calcinha, meninas de lingerie, meninas sem sutiãs e meninas sem nada, todas tirando fotos delas mesmas. De nada. Mas como o título diz: veja num lugar privado, nada de ficar olhando esse site no meio da repartição na frente das suas colegas, não fica legal. Não fica bonito. Fica é com motivo de demissão por justa causa. Acessa em casa com calma, muita calma, meu amigo:

http://dearphotograph.com/ http://sexysubmittedself.tumblr.com/

22

A Escola de Criação da ESPM-Sul oferece cursos nas áreas de comunicação, design e gestão sob a perspectiva da criatividade e inovação. Os professores são referência nos cenários gaúcho e nacional, o que possibilita aos alunos uma maior aproximação com a realidade de grandes estúdios, agências e produtoras. Entre em conexão direta com o mercado na Escola de Criação da ESPM-Sul.

Informações e inscrições pelo site: escoladecriacao.espm.br E-mail: centralinfo-rs@espm.br | Fone: (51) 3218.1400

DOSE DUPLA O CAMINHO DE VOLTA DE UMA NOITADA, MUITAS VEZES, RESERVA AQUELA PARADA NO POSTO MAIS PRÓXIMO PARA A COMPRA DE UMA LARICA. GERALMENTE, ROLA NAQUELE MOMENTO EM QUE O CRONÔMETRO DO GAME OVER JÁ ESTÁ MARCANDO OS CINCO SEGUNDOS FINAIS E É OU FILAR QUALQUER TRASHERA OU DORMIR NA JANELA COM O VIDRO ABERTO ENQUANTO OS TEUS BROTHERS RIEM DA TUA CARA.

por joão francisco hein imagens grabriela marimon

24

Bem, isso aconteceria se os nossos comparsas do Dose Dupla não estivessem aí para te ensinar a ser mais marotão. Nesse segundo episódio, eles até sugerem que você passe em algum posto para comprar aquele pacote monstro de Doritos Queijo Nacho, mas eles clamam que você se segure por alguns minutos até chegar em casa e prepare uma vasilha, ou melhor, uma bacia de super nachos. Fica esperto nos nossos canais online que nessa edição MOTHER FUCKER da Void, os gêmeos endiabrados irão apresentar uns nachos com cubos de frango cobertos com muito queijo e aquela pitada de pimenta de bafo de dragão para deixar o pessoal do Pueblo do Complex com as pestanas bem abertas. revistavoid.com.br facebook.com/revistavoid facebook.com/programadosedupla *Agradecimentos a equipe de filmagem composta pelo trio ternura Gui Moreno, Jorge Junior e Marcelo Ogliari.

#M/E/C/A/FESTIVAL @LAURABIER absurda.com / facebook.com/absurdaoficial / twitter.com/absurdamkt

MELHOR Nテグ TEXTO E FOTOS POR PETER CALYPSO

EM CIMA DO MORRO, OS EIXOS RASPANDO NA BORDA, O SOM BOMBANDO E A ZOEIRA DO PÚBLICO. NA BEIRA DA PRAIA, A TRANQUILIDADE, O SURF E A BRISA PERFUMADA. NO MEIO DO CAMINHO, UM BANDO DE SKATISTAS DE DIFERENTES NACIONALIDADES, CERVEJADAS, CHURRASCOS, FESTAS E UM IMPRESSIONANTE DESFILE DE BELDADES LOCAIS. O RIO TAVARES, EM FLORIANÓPOLIS, ESTÁ SE TORNANDO UM LUGAR CADA VEZ MAIS INTERESSANTE DE SE VISITAR, ESPECIALMENTE DURANTE O RED BULL SKATE GENERATION.

27

Mas haja energético pra guentar o tranco. O evento, que rola no quintal da casa do skatista Pedro Barros e se espalha pelos bares, pousadas e casas das redondezas, parece mais um kerb do que um campeonato. Tem sempre alguma coisa acontecendo em algum lugar, às vezes várias, ao mesmo tempo, em lugares diferentes. A receita pra perder o mínimo possível? Poucas horas de sono, algum alimento e grandes quantidades do elixir ligante no café da manhã. Sorte que o patrocinador foi generoso no fornecimento, ou essa matéria, e outras que estavam sendo produzidas, provavalmente teriam acabado em alguma beira de praia. Como aconteceu em 2011, a legião estrangeira chegou municiada, dessa vez com Christian Hosoi, Duane Peters, Jeff Grosso, Omar Hassan, Rune Glifberg e Raven Tershy. Mas a representação nacional também não deixou barato, com nomes como Lincoln Ueda, Mauro Mureta, Leo Kakinho, Formiga, Sandro Dias e o anfitrião Pedro Barros que, pra variar, fez gringos e compatriotas comerem pó de cimento. O editor da revista Thrasher Jake Phelps, ou o que sobrou dele, estava na área outra vez com seus comparsas, contribuindo decisivamente para a estiagem da cerveja. Aliás, isso é um ponto interessante de se salientar: gringo skatista, quando vem pro Brasil, bebe o que vier pela frente em matéria de ceva. Tanto que o evento poderia ter sido facilmente chamado de Itaipava Skate Generation ou Antarctica Sub Zero Skate Generation ou Caracu Skate Generation. Não importava a cor da lata ou o que tinha dentro, os caras mandavam brasa sem perdão nem critério. De preferência, caminhando pela rua ou atirados numa calçada, que é a alegria do bebum americano, acostumado a ter que esconder o goró na sacolinha de papel. Mas voltando ao quintal do Pedro, o formato de competição por equipes mostrou mais uma vez que o que menos importa é a competição. Venceu quem todo mundo sabia que ia vencer e isso não tirou um pingo de emoção do espetáculo. Afinal, a grande atração do Red Bull Skate Generation não são os resultados ou a premiação, mas sim a mistura que rola na pista, de gringos com brasileiros, profissionais com amadores, lendas com promessas. É disso que o povo gosta, com razão. E mesmo depois que a função acabou, o público não arredou pé e ficou pra conferir o gran finale: uma sessão com os argentinos Dario Matarolo e Milton Martinez, o brasileiro Marlon Silva e o americano Raven Tershy, esse último mandando manoras pesadas de pés descalços. Era um outro lado do skate entrando em cena, mais descontraído, menos televisivo e igualmente impressionante. Ou até mais. Depois de três dias intensos em meio ao kerb skatístico da família Barros, dá pra se chegar a duas conclusões. A primeira, é que deve ter alguma coisa na água desse Rio Tavares, porque não pára de brotar diversão e skate de alto nível por lá. A segunda, é que a organização do Red Bull Skate Generation tem uma decisão importante pela frente, caso não queira estragar o evento no ano que vem: não melhorar.

29

Š2012 Luxottica group. All rights reserved.

SAC 4003-8225

QUERO VER NA COPA TEXTO POR LEANDRO VIGNOLI / IMAGENS POR BARBARA MATTIVY

A TRADIÇÃO ESPORTIVA DE NEW YORK, ALÉM DO JOGO, EM SI, ENGLOBA MODA E CULTURA – OU VAI DIZER QUE TU NUNCA VIU AQUELE CAMELÔ DE BONEZINHO NY, SÍMBOLO DOS YANKEES? COM A COPA DO MUNDO LOGO ALI, FUI AOS TEMPLOS DO BASEBALL E DO BASQUETE DOS NEW YORKERS PRA VER SE É MESMO TODA ESSA CHIQUEZA. VÂMO PROVAR QUE OS NOVOS BEIRA-RIO E ARENA DO GRÊMIO NÃO DEVEM EM NADA? É…SÓ QUE NÃO…DE NOVO.

yankee stadium BASEBALL É O REAL EQUIVALENTE DELES DO NOSSO FUTEBOL. O ESTÁDIO FICA EM PLENO BRONX E COM MÍSEROS 2 DÓLARES TU ASSISTE UMA PARTIDA SEM GALHO. E É DO POVÃO PORQUE ATRAI TODO TIPO DE GENTE: BRANQUELO, NEGRO, ASIÁTICO, TURISTA REDNECK E PRINCIPALMENTE HISPÂNICO, JÁ QUE A CHICANADA ADORA O ESPORTE. MAS SERÁ QUE ISSO FAZ DELE PIOR EM RELAÇÃO AO QUE ESTAMOS ACOSTUMADOS NA NOSSA VALOROSA CAPITAL?

gada n i r g ACESSO Ingresso comprado é cadeira marcadinha, chegue a hora que chegar. Não é aquele nosso aimeudeus brabo no espremeespreme.

gada n i r g ESTÁDIO Telão gigante em HD, elevador, assento estofadinho com portacopo estilo cinema, tudo é incomparável. Testei até o banheiro: limpinho, mas cheiro de mijo é cheiro de mijo em qualquer lugar do mundo.

TORCIDA

eh nóis

Os caras meio que são robozinhos que só vibram quando algo dá certo. Nossos cantos, xingamentos e doidêra são mais preza.

RANGO

gringada

Vende-se ceva sem frescura, o que já é BAITA vantagem. Nas comidas rola de tudo: nacho, hot dog, pizza, pretzel, e um pão caprichado no ENTREVERO de steak e queijo. Foi por isso que testei o banheiro.

35

DIVERSÃO

empatô

O jogo é tão chato que fazem de tudo pra animar: filmam a galera e celebridades, tem cheerleaders e concurso de dança. Tudo bem que a única atração que temos nos jogos em POA é coçar a bunda, mas pelo menos não precisamos PARAR O JOGO pra cantar God Bless America.

JOGO

eh nóis

Deve ter coisa mais chata que baseball, mas não sei o que é. Dá pra terminar dois jogos de futebol com a demora daquela lenga-lenga. De vez em quando até os torcedores se dispersam, o que aumentam as chances de tomar uma bolada a 100 km/h na zorêia.

CHINELAGEM

eh nóis

Não importa quantos chicanos do Bronx possam estar presentes, parecem tudo a Paris Hilton perto da nossa chinelagem de berço. A saída foi mais chocha e tranquila do que quando a gente leva a avó ao Teatro São Pedro pra ver alguma peça com o Edson Celulari.

37

madison square garden NO BASQUETE A COISA É MAIS ELITE, FICA TIPO QUASE IMPOSSÍVEL DESCOLAR INGRESSO PRUM JOGO BOM POR MENOS DE 100 PAUS. A COMPARAÇÃO É TÃO INJUSTA QUE COLOCAR LADO A LADO COM O GIGANTINHO SERIA COMO TER DE ESCOLHER ENTRE A GISELE BUNDCHEN PELADA NA CAMA OU FICAR PRESO NO ELEVADOR COM A REGINA CASÉ. NÃO DÁ NEM PRO COMEÇO, TAL DIFERENÇA DE NÍVEL ATÉ MESMO EM RELAÇÃO AS ESTRUTURAS QUE VEMOS AQUI NOS NOSSO ESTÁDIOS. CONFERE UM PEQUENO APANHADO DA BAGAÇA TODA SÓ NO TIRA-GOSTO.

OS CHINAS ADORAM O CHINA, E OLHA QUE O CHINA NEM JOGOU

SÓ OS CHUCHUZINHOS

SENTE A CHINFRA DO PLACARZINHO

SAÍ DAÍ ROSTÃO, VIM AQUI FOI PRA VER O SPIKE LEE

STREET STYLE POA

LOOKS

E

E

E

E

Os bem vestidos na galera.

E Urban rocker. E High & low. E Xadrez + skid grip = <3 E Mãe, olha meu Superga!

INSTAMISSION

CORRENDO NA FRENTE

Quem nunca teve uma camiseta de banda que atire a primeira baqueta. Vale aquela naturalmente estonada do Metallica, até a mais novinha e trendy do Foster The People. O que queremos ver esse mês no instagram de todo mundo são tees musicais. Anota as hashtags e começa a postar freneticamente: #t-shirtmusical #streetstylepoa.

Pra você ficar esperto, correr na frente e viver seu momento trendsetter, clicamos pela cidade o que ainda não virou hit mas vai virar, pode anotar.

por barbara mattivy helene hermes

imagens claudinha palma barbara mattivy mell helade

40

Headbanger

Hey ho, let’s GO!

Pai Bowie

The Queen is dead

Boné com tela + milistarismo

Cardigan ao contrário.

Boat shoes neles!

Friendship bracelets

C AVALER A BARR A SUL Barra Shopping Sul Av. Diário de Notícias, 300 - loja 2036 C r i s t a l - Po r t o A l e g re - R S

C AVA L E R A I G U AT E M I BRE VE INAUGUR AÇ ÃO! Av. João Wallig, 1800 Passo da Areia - Porto Alegre - RS

w w w w w .. cc a av va a ll e e rr a a .. cc o om m .. b b rr w

por carol rosa

CHILDREN OF REVOLUTION

ARTESANAL É MAIS PREZA

“AMERICAN APPAREL IS an industrial revolution”. É assim mesmo, como uma revolução industrial, que a própria grife americana se intitula. Aliada à campanhas publicitárias polêmicas, a marca AMERICAN APPAREL está se transformando em um ícone rebelde da moda. Em uma mistura clássica de peças em algodão orgânico e lycra, geralmente sem estampas, coloridas, esportivas e com uma referência inquestionável nos anos 80, a marca faz uma moda básica com peças funcionais: moletons, camisetas, jeans, meias e cintos. Tudo muito colorido, incrível e com uma qualidade absurda. Pra quem nunca ouviu falar, ou não teve a chance de conhecer, vestir e até mesmo de pintar as unhas com um esmalte da AP, fiquem beeem ligados, pois a loja TOW já largou a letrinha, a rebeldia politizada da AMERICAN APPAREL está cada vez mais perto dos gaúchos!

Vocês já ouviram falar em MUTTA SHOES?! Pra quem ainda não conhece, a Mutta Shoes, criada pelo designer Matheus Simões Pires Costa, é um projeto independente de produção artesanal de calçados fabricados no Rio Grande do Sul. As coleções são focadas em qualidade, originalidade e diferenciação, um conceito que é facilmente perceptível assim que você tem a chance de olhar, tocar e calçar um Mutta Shoes. “Um lance clássico e crafted com uma pegada experimental” como descreve o Matheus. “Foi um processo natural. No momento que eu era a pessoa que fazia, consegui fazer com que as pessoas também tivessem a oportunidade de mudar o resultado final e isso fez com que elas desejassem ainda mais, não só pelo produto, mas por este envolvimento no desenvolvimento dele”. Os produtos são vistos como algo completamente distante, imutável. A proposta da MUTTA é exatamente o contrário, ela busca a aproximação. Infos: www. muttashoes.tumblr.com

eleganza

42

LIFE IS A JOKE Foi em 2003 que a cidade da luz foi invadida por caveiras, muito rock e um desapego despretensioso dos jovens urbanos. A marca parisiense prêt-à-porter ELEVEN PARIS combina o estilo casual cool com um estilo elegante, descontraído e contemporâneo. Conhecida por suas estampas bem humoradas, com uma pitada de acidez, trazendo temas do cenário rock e minimalista de pegada underground, a Eleven Paris quer ser vista como uma marca fácil de usar e acessível. Entre os highlights da marca queridinha da cidade de l’amour, podemos ver uma grande variedade de t-shirts, button downs, cardigans, mini-saias, denim, e diversos outros acessórios. Vale a pesquisa em observar as inúmeras celebridades que já usaram os famosos bigodinhos da EP, desde Rihanna à Karl Lagerfeld.

TIPO OS GURIS

YES WE OBEY

A marca COMME des GARÇONS (do francês, “tal como meninos/rapazes”), criada pela estilista japonesa Rei Kawakubo, apresenta em conjunto com a marca SUPREME a colaboração mais aguardada dos próximos meses (aqui e na gringa), a SUPREME x COMME des GARÇONS - Capsule Collection Spring/Summer 2012. Quando duas das maiores marcas de streewear atuais se juntam, no mínimo podemos esperar algo inédito. A coleção cápsula, que conta ainda com a participação da VANS ( ERA e SK8-HI) customizados, é composta por camisas, camisetas, hoodies e bonés, trabalhando com tons padronizados de listras (pinstripe) e pontilhados (polka dot). DEMAIS!

Não é só de arte que vive o genial street artist Shepard Fairey, mais conhecido como Obey e por sua série de pôsters que suportaram a candidatura de Barack Obama com o iconizado retrato “HOPE”, indo parar em diversos museus como uma obra de arte moderna, inclusive o MOMA (NY). Hoje em dia o cara assina uma das mais badaladas marca de roupas e acessórios, a OBEY CLOTHING. Na produção de suas coleções, a OBEY tenta traduzir um pouco do incrível trabalho que Shepard grava pelas ruas e galerias, sempre com um DNA político e crítico, sem esquecer da estética das peças, principalmente nas camisetas estampadas. Shepard Fairey, independente das acusações por fraude e uso indevido da foto na criação do poster de Obama (que o mesmo se declarou culpado de todas as alegações!) é inspiração pura. * Você pode encontrar algumas peças da OBEY na Tow.

43

T-SHIRT THE HUNDREDS COLAB VOID? 44 TOW

É muito provável que os frequentadores dos entreveros “Voidianos” achem um tanto familiar esta estampa, principalmente os que foram no “Projeto V” (house party de lançamento da nova Void). Sim, parece que a marca californiana The Hundreds veio buscar inspiração para esta incrível t-shirt.

EVOKE X ZEGON

Já foi skatista, integrante do Planet Hemp, hoje DJ mundialmente conhecido, Zegon teve o mesmo feeling usado nas pickups para criar seu óculos. A linha Evoke Signature Series DJ Zegon tem mais 7 variações de cores e lentes, além desta com armação na cor preta e lente azul espelhada.

GAITA DE BOCA SUPREME

Esse é um daqueles produtos que fazem a Supreme ser oque é, uma marca original, a frente de todas as outras! Uma gaita de boca Hohner com o logotipo gravado, é uma verdadeira peça de colecionador. Sensacional!

NIXON IVY GUNMETAL/ GOLD

A combinação entre dois metais de cores diferentes foge do padrão comum usado na criação destes acessórios. Este Nixon oferece tecnologia, design e inovação.

ADIDAS SEELEY POOL/WHITE/ BLACK

A Adidas vêm investindo no skateboard, dessa vez apresenta um modelo estilo old-school, cano baixo, leve e confortável, com solado vulcanizado e camurça premium, perfeito para colocar nos pés e sair manobrando, com estilo é claro!

TOUCA DIAMOND

A Diamond Suplly é considerada, se não a maior, uma das maiores marcas de lifestyle. Aqui temos uma touca Diamond modelo City Cuff Beanie in Burgundy. Style!

BLACK LABEL EXTRA CRISPY

AM X BARRON CLAIBORNE – THE NOTORIOUS B.I.G

A after midnight (AM) fez esta colaboração com o fotógrafo Barron Claiborne, o resultado é nada mais, nada menos, que uma foto do “gangsta” Notorious B.I.G estampada em toda frente da t-shirt! Essa é pra quem “larga os braços”!

BONÉ OBEY

RAT-BONES 60MM – 97A

Não há duvidas, a Obey, do artista de rua Shepard Fairey, é uma marca que cresceu muito e conquistou um espaço invejável no cenário streetwear, seus bonés snap backs seguem uma linha clássica com os traços inconfundíveis do artista.

A consagrada Powell Peralta pensa em todos os tipos e tamanhos de rodas, para diferentes situações. Esta Rat-Bones, por exemplo, é perfeita para um rolê naquele bowl que não está tão lisinho, onde o concreto já sentiu a ação do tempo e uma roda mais dura poderia prejudicar o desempenho.

Muito criativa a arte desse shape inspirada no inconfundível logo do Pringles e assinado pelo skater Peter Watkins. A Black Label fabrica seus shapes com materiais de alta qualidade para oferecer um shape com pop de maior duração.

* Todos esses produtos e mais, você encontra na loja TOW do Complex.

45

<<

THE HOT 100 MOVIE

A famosa seção HOT 100 da Surfer faz um ranking dos melhores surfistas jovens do mundo. Esse ano, além da lista, os caras pediram pra todos os escolhidos enviarem algumas imagens ainda não vistas pelo mundo. Feito! Os caras compilaram e fizeram um filme. Tá se debatendo aí na cadeira de tanta vontade de assistir? Então vai lá no site da Surfer e curte o filme.

<<

OUT2BRUNCH

<<

60 ANOS DE INOVAÇÃO

na base

46

Com esse conceito, a O’neill lançou um projetaço em comemoração ao seu aniversário de seis décadas: um tour mundial de exposição de arte/inovação da marca. Siniiistra a parada! Só pra constar no teu bloquinho de notas mental: a O’neill foi a marca que inventou a roupa de neoprene, teve a primeira surf shop do mundo nos arredores de San Francisco, criou o leash, tem projetos culturais/educativos como o Sea Odissey que leva crianças para tour em alto mar para conscientização ambiental e conhecimento do oceano, patrocina atletas do naipe de Jordy Smith e John John Florence. Só pra começo. O foda é que o projeto não vem ao Brasil. O tour que começou na Austrália inclui Europa, América do Norte, Ásia e África. É, nos deixaram de fora dessa. Confere o que anda rolando no blog: http://60yearsofinnovation.tumblr.com/

WHATYOUTH

<<

por bruno araldi marlon oliveira

Matt Wilkinson é um dos surfistas mais figurões da atualidade. Fato. Além do estilo único, dentro e fora da água, os vídeos que ele produz sempre são muito bem humorados, com trilhas sonoras ducaralho e com alto nível de performance. Aí, de um simples canal no Vimeo o cara resolveu lançar um blog, o Out2Brunch, com esses vídeos, mais algumas imagens e comentários mucho locos. Então vai lá e fica por dentro do que o aussie locão tá aprontando: http://www.out2brunch.com/

<< GOOGLE SURF TOUR Pelo título dá pra sacar fácil o que é, né?! Mais ou menos? Então se liga, o Google em parceria com a Wannasurf lançou um vídeo de cinco minutos percorrendo os principais picos de surf no mundo, tudo com imagens do Google Earth. Isso aí, imagens aéreas via satélite percorrem o globo, aproximam no local exato do pico, junto com uma locução descrevendo as características de cada onda. Caralho. É de deixar nêgo inquieto na cadeira pensando como vai fazer pra juntar uns trocados pra próxima surf trip.

WhatYouth é um projeto ainda meio confidencial do Kai Neville, diretor de filmes como Modern Collective. Segundo pesquisas insanas no Google será uma nova plataforma de conteúdo do Kai em parceria com a Surfing. Má vâmu lá, pra começar o buzz o cara lançou um primeiro vídeo com imagens de uma trupe de peso formada por Dane Reynolds, Kolohe Andino, Yadin Nicol e Conner Coffin quebrando tudo no Japão. Além de performance, tem imagens incríveis da terra do sol nascente e isso tudo faz parte do Dear Suburbia, novo filme do diretor. E pra chamar mais atenção ainda, o vídeo só pode ser visto no site WhatYouth. Então corre, assiste o vídeo e já fica ligado no que vai surgindo por lá na sequência.

Se curtiu a pilha, todos os vídeos estão de bandeja no www.avoid.com.br

PRIMEIRO 1080° BEN WATTS + 3X1

ITALO ROMANO NO TAMPA PRO 2012

<<

O fotógrafo inglês Ben Watts é conhecido por seus trabalhos em revistas de moda, anúncios para marcas famosas como Nike, Reebok e Gap, além de campanhas publicitárias para grandes empresas, como Kodak, Sony Music e Apple. Pois o cara juntou-se à 3x1 em uma série limitada de shapes, são cinco decks cada um com a foto de uma top model. O line-up inclui Jessica Hart, Lake Bell, Elsa Hosk, Behati Prinsloo e Chanel Iman, ou seja, lindos shapes! Todo o lucro da venda será para caridade.

Aconteceu no final de março mais um Tampa Pro, foi a 18° edição desse campeonato que já faz parte da história do skate mundial. Em meio a nata dos melhores skatistas do street skate estava o brasileiro Italo Romano, que foi o destaque do evento. Todos estavam impressionados com as manobras, mesmo com sua deficiência em consequência de um acidente na infância que lhe tirou as duas pernas. Toda vez que o locutor Jeff Pang anunciava o nome de Italo a galera começava a fazer muito barulho. Enquanto isso os outros skatistas que esperavam a vez, ficavam fotografando e filmando as manobras com seus celulares e postando nas redes sociais, com frases de admiração. Italo passou para as semifinais andando de igual pra igual com os demais skatistas e acertou boas manobras em suas linhas, servindo como inspiração a todos que estavam presentes. No geral ele terminou em 28° lugar o campeonato que teve as seguintes colocações: 1º Torey Pudwill; 2º Chas Ortiz e 3º Sean Malto e Best Trick: Rodrigo Leal (Brasil).

R.I.P LARRY STEVENSON Morreu no dia 26 de março, aos 81 anos de idade, Larry Stevenson. Salvavidas em Venice Beach na década de 60, ele foi um dos responsáveis pela popularização do skate na Califórnia. Como bom observador tanto da praia quanto das ruas, percebeu que os skates daquela época impossibilitavam os jovens de desenvolver suas manobras. Aí que foi criada a marca Makaha e ele começou a produzir o que chamou de SURF SKATE, unindo o surf style com aquela modalidade nova que instigava a molecada californiana. “Eu queria fazer algo melhor e maior” disse Larry Stevenson, em entrevista à Transworld Skateboarding Magazine, em 2008. Ele também foi o responsável pela criação do kicktail (o tail deixou de ser reto e ficou inclinado), revolucionando a maneira de andar de skate. A sua colaboração não para por aí, as primeiras demonstrações e campeonatos de skate são creditados a ele. Também esteve no meio informativo desse estilo de vida, criando duas revistas, Surf Guide em 1963 e mais tarde, em 1988, passou a responder pela Poweredge Magazine. Thanks for all Larry Stevenson!

Não há limites no skate e muito menos idade para superá-los. O prodígio de 12 anos de idade Tom Schaar, de Malibu, Califórnia, nos provou isso ao acertar o primeiro 1080° da história. A Red Bull montou uma estrutura que possibilitasse a conclusão da manobra, construiu um roll-over personalizado proporcionando um drop de 70 pés e não 50, como é a estrutura normal da Mega Rampa da Woodward West em Tehachapi, CA. Com a velocidade necessária e habilidade de dar inveja, Tom Schaar foi de fakie no quarter pipe e girou 3 vezes no ar, voltando nas bases a trick. Damn!

FREEZE

SECOND HAND / 26.04 / LIVE SPORT PUB

FOTOS: TALLES KUNZLER

FREEZE

SODA POP / 30.03 / CABARET

FOTOS: GABRIELA MO

FREEZE

PROJETO V / 31.03 / HOUSE PARTY

FOTOS: ALINE DA SILVEIRA / PETER KRAUSE / MAD GIOVANNI

©2012 Oakley, Inc. | All Rights Reserved | SAC 4003-8225 | Facebook.com/OakleyBrasil

ONDE ARTE E

CIÊNCIA COLIDEM DEVIATION™ POLARIZADO

Fala aí Madonna, tudo na paz? Imagino que esteja numa correria, né, com esse disco novo e a turnê pelo mundo, mas espero que possa parar um pouco pra ler essa cartinha. Porquê pra ser sincero ando preocupado com suas atitudes, que não condizem mais com a sua idade de vovó. Primeiro o nome desse disco aí, “MDNA”, tu acha que ninguém tá ligado que é um trocadilho com MDMA, uma das substâncias do ecstasy que dá a ligadêra? Minha sobrinha de 12 anos leu a respeito disso no Google e tive um trabalhão pra explicar a ela que a “balinha” que tu tanto gosta não é a Sete Belos.

CARTA ABERTA 54

E aquela malandrâgi num festival de Miami, de perguntar ao público “quantas pessoas viram Molly”. Acha que ninguém sacou que essa é uma gíria para a droga? E mesmo que a tal de Molly fosse realmente só a música dum amigo como tu disse, aquela tua cara travadaça te denunciou, querida. Muito pilha fraca estimular tóxico a essa altura do campeonato, antes de eu nascer tu já lançava disco, e era bem mais massa quando tu ficava lá de virginzinha safada tentando seduzir o padre no vídeo. Entendo que com a tua idade é difícil ficar de cara por duas horas num palco dançando, cantando e voando nos negócios, mas há vários energéticos por aí pra fazer uma parceria em vez de se encher de doce. Porque quem vai ao teu show são os padezêros mesmo, mas a juventude é influenciável, os paparazzi já pegaram tua filha Lola fumando as escondidas. É isso que tu quer? O Sean Penn ter colocado tua cabeça no forno não lhe ensinou nada? Sem me estender muito, meu conselho é que talvez seja a hora de diminuir o ritmo das turnês. Tua apresentação no intervalo do Superbowl foi meio vergonha alheia, tu ali toda de cheerleader, e perdoe-me a franqueza, era pelanca pra todo lado. Não vou negar que já te fiz aquela homenagem de canto, mas hoje não dá mais. Bom, vou ficando por aqui, espero que possamos nos encontrar no fim do ano agora que soube que tu vem à Porto Alegre. Caso não seja possível, por favor, não revele um novo Jesus Luz. Já temos gente suficiente atacando de DJ. Kkkkkkkk.

O ano de 2012 marca o 20º Aniversário do Half Cab: a mais duradoura história de um tênis assinado por um Skatista, Steve Caballero. Skate.vans.com/halfcab20 vansbr.com facebook.com/vansbrasil twitter.com/vansdobrasil

©2012 Vans, Inc.

converseallstar.com.br


VOID #079 - MOTHER FUCKER