Issuu on Google+

edição 35 • Ano Vii • r$ 10,00

belém do Pará

Conheça suas riquezas regionais

2011 • www.infogente.com.br

Giovanna Ewbank

hipnotiza a todos com seu talento e carisma

TableT mania a tecnologia que está mudando o cenário econômico de Ti

capa-imagem.indd 1

04/07/11 16:40

intel.indd 2

27/06/11 17:00

índice

• 30 • Capa giovanna Ewbank foto por andrE niColau

• 04 • • 05 • • 06 • • 08 • • 10 • • 14 • • 16 • • 18 •

indice.indd 3

Editorial Cartas Espaço rEsErvado artigo Zuffo aContECE info artigo graCia mErCado

• 22 • • 26 • • 28 • • 36 • • 38 • • 40 •

info univErso alCatEia wEb também quEro varEjo também quEro Corporativo CuriosidadEs

• 42 • • 44 • • 46 • • 48 • • 52 • • 54 • • 56 • • 58 • • 60 • • 62 • • 64 • • 66 •

pErfil artigo Eduardo Causos E Estórias turismo imagEns EsportE artigo norival Cultura piadas info Criança willy ExpEdiEntE

28/06/11 19:34

editorial

“Sucesso é a soma de pequenos esforços ,

repetidos o tempo todo” Robert Collier Em uma era em que as informações parecem perecíveis, temos de estar atentos às novidades para inserir isso no dia a dia e usar boas estratégias para sobreviver e se destacar. Estamos a um clique de tudo e é esse universo virtual que nos permite trocar informações, conhecer pessoas, otimizar tempos e propagar nossos esforços. É assim comigo e deve ser assim com você. Notebook, tablet, smartphone... cada um deles é agente facilitador e me permite pesquisar, informar e formar. O mercado de TI transborda inovações e são elas que fazem com que a nossa revista tenha pautas relevantes para preencher cada seção. E é assim desde a nossa edição número zero. A InfoGente completa neste mês 7 anos e quando olhamos para trás, percebemos quão sólido e verdadeiro foi o caminho traçado. Nesse tempo, vimos produtos serem lançados, o mercado aquecer, recuar, cobrimos as maiores feiras de TI do País, noticiamos transformações do mundo e estivemos perto de você, leitor e amigo conectado conosco. Esta revista chega como um aniversariante deve ser, ainda mais maduro e elegante. E de cara, você notará isso em nosso novo projeto gráfico, que chega com design clean e atual! E se o aniversário é nosso, estendemos nossos Parabéns a você, que é parte integrante disso.

SANdrA TESchNEr PUbliShEr sandra@InfOgEnTE.cOm.br

fOTO: arquIvO InfOgEnTE

Um abraço e boa leitura.

4 | www.infogente.com.br

editorial.indd 4

28/06/11 19:37

cartas

“Gostaria de parabenizá-los pela edição 34 da InfoGente. Os temas são bem atuais e as reportagens são muito envolventes. Vocês conquistaram a minha atenção e admiração!” ANDRESSA LIMA SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP

“Parabéns pelo trabalho! A revista é sensacional! A cada edição, as matérias ficam mais interessantes e atrativas.” ERIKA GONÇALVES CAMPINAS – SP “A Bruna di Tullio é muito linda e cheia de conteúdo. A capa ficou maravilhosa. Parabéns!” RICARDO PEREIRA SÃO PAULO – SP

“Gostei muito da revista InfoGente, pois ela aborda vários assuntos sobre tecnologia, todos eles muito interessantes!” GILSON MARTINS SÃO PAULO – SP

“Amei a matéria sobre Cuba, um país tão diferente da nossa cultura, realmente fascinante. Despertou o meu desejo de ir o mais breve possível para lá!” CARLA GONÇALVES SÃO PAULO – SP

“Matérias inteligentes que a cada edição ficam melhores!” SILVIA SOUZA E SILVA SÃO PAULO – SP

“Adoro os artigos da revista InfoGente. É interessante ler diferentes pontos de vista sobre os mais variados assuntos.” CARLOS HENRIQUE PORTO RIO DE JANEIRO – RJ

“Busco na InfoGente as informações de que preciso para me atualizar nesse mercado de tecnologia, acho a revista ótima, pois consegue explicar tudo de forma que todo mundo consiga entender.” CARLOS SAMPAIO FIGUEIREDO JUNDIAÍ – SP

“Quando leio a InfoGente, sei que estou sendo muito bem alimentado de informação sobre tecnologia, mas é com as piadas que me divirto muito, e também com as matérias de viagem, que são muito bacanas. Vocês estão de Parabéns.” ALBERTO SILVA CAMPINAS – SP

“Gostei muito das matérias sobre tablets e o crescimento do e-commerce. Foram bastante ilustrativas.” HENRIQUE DAMASCENO SÃO PAULO – SP

“A cada edição, uma surpresa agradável. Revista InfoGente é a minha publicação predileta.” PRISCILLA FERNANDES SÃO PAULO – SP

www.infogente.com.br | 5

cartas.indd 5

28/06/11 19:38

espaço reservado

Graças às várias mudanças que sofremos ao longo desses longos anos, principalmente no que diz respeito aos avanços tecnológicos (a internet, por exemplo, é o maior difusor de informações diversificadas da atualidade), o mundo começou a enxergar essas pessoas, ditas como fora do padrão, com outros olhos

Começo o meu artigo, caro leitor, com uma pergunta: Por que muitos de nós não conseguem viver com a diferença e a diversidade de pensamentos dos outros? Ou melhor, por qual motivo aquele que não se encaixa em nenhum padrão não é considerado uma pessoa “normal” pela sociedade e é sempre discriminado? Por muito tempo, nossos pais e avós viveram em uma ditadura política e social, em que as informações eram controladas e escassas e, quem saísse do “padrão” imposto pelos governantes era morto ou tinha de pedir asilo político em outros países, pois era considerado revolucionário. Na moda e na arte, a história também foi bem semelhante. Quem não andasse com aquele padrão que as revistas e a sociedade impunham era marginalizado e considerado “fora de moda”, e aqueles que iam contra o que era aceito pela maioria dos artistas da época, eram considerados loucos, anormais e sem futuro. Graças às várias mudanças que sofremos ao longo desses longos anos, principalmente no que diz respeito aos avanços tecnológicos (a internet, por exemplo, é o maior difusor de informações diversificadas da atualidade), o mundo começou a enxergar essas pessoas, ditas como fora do padrão, com outros olhos. Eu os chamo de “Pessoasesponja”, ou seja, indivíduos que convivem com vários tipos de gente e conseguem absorver o que cada um tem de melhor e, ao final, tornam-se um indivíduo com características únicas. Essa experiência é como se ele fizesse uma reciclagem cerebral toda vez em que recebesse alguma novidade, compreende? As “Pessoas-esponja” são dificilmente definidas, pois elas são uma mistura de experiências, atitudes, pensamentos e padrões diversificados. Por esse motivo é que esses camaleões humanos se tornam tão diferentes e especiais dos demais habitantes do mundo. Ele interage com o que não é igual a ele e absorve o que ele acha de interessante e incorpora ao seu “eu”. Você, caro leitor, conhece alguém assim? Se a resposta for positiva, aconselho a você observá-lo e compreendê-lo. Ele é o futuro da humanidade. Mentes obsoletas não conseguem abstrair e entender que o cérebro moderno é justamente aquele que está aberto a novas experiências e consegue sugar o que tem de melhor nelas e fazer algo diferente, único, só dele. Por isso, meu caro, convido-o a experimentar algo novo todos os dias e encare esse exercício como se fosse um “você” (sua essência), com algo a mais. Boas Vendas! Parabéns a InfoGente pelo seu sétimo ano de vida que, como o seu idealizador, possui esse “cérebro” moderno em constante mutação. José Rodrigues teve a coragem de sair do padrão da época e seguir algo novo, ajudando a construir a história da informática no Brasil.

MARiA DANiElA DiAS RODRiGuES CONSElhEiRA iNfOGENtE DANiElA@iNfOGENtE.COM.BR

fOtO: ARQuiVO PESSOAl DE MARiA DANiElA

Viva a diferença!

6 | www.infogente.com.br

espaço-reservado.indd 6

28/06/11 19:39

alcateia.indd 1

29/06/11 11:46

artigo PROF. DR. JOÃO ANTONIO ZUFFO CIENTISTA E PROF. TITULAR DA ESCOLA POLITÉCNICA DA USP

Poeira de Estrelas ventos o fim da física. Todavia, Eufrásio discordava veementemente deles. Sabia que o cérebro humano era capaz de enormes abstrações, como o caso da formulação da teoria das supercordas, cujas vibrações e objetos supradimensionais “p–branas” (p-branes) se estendiam por onze dimensões espaço-tempo, quando, no mundo físico em que vivemos, temos apenas quatro dimensões, três espaciais e uma temporal. Pensava: se um dado fundamental não existe em meu espírito, não posso realizar encadeamento dedutivo algum, e possivelmente estarei extremamente limitado na minha capacidade indutiva.

Faltavam apenas 6 anos para a comemoração dos 150 anos da formulação da teoria da relatividade restrita de Einstein, e ainda existia teoricamente a incompatibilidade original entre o muito pequeno descrito pela teoria dos quanta, de Max Planck e a teoria da relatividade geral, de Albert Einstein

Perturbava de forma profunda Eufrásio, a situação especial dos humanos, limitados no tempo, pois a existência humana, por mais que fosse prolongada, ainda seria curta, uma efeméride, face aos 13,73 bilhões de anos de vida provável de nosso universo, desde o “big bang” até nossos dias. Limitados também no espaço, num universo com mais de uma centena de bilhões de galáxias, tendo cada qual dezenas de bilhões de estrelas distantes com seu séquito

FOTO/IMAGEM: ARQUIVO INFOGENTE/SXC.HU

E

Eufrásio formara-se em física bastante jovem e hoje desenvolvia seus trabalhos teórico-experimentais como professor titular na Universidade de São Paulo, num dos muitos cargos de trabalhos a distância, com dedicação exclusiva. Em seu sítio em Rondônia, passava suas horas vagas à noite observando o céu estrelado, perto do Equador, com seu telescópio, um refletor Cassegrain, pacientemente vendo as estrelas, olhando e sonhando para onde sabia da existência de planetas não visíveis. É claro que a visão era muito menos espetacular do que a proporcionada pelo seu sistema holográfico de visão de espaço. Esse sistema instalado numa sala especial de sua casa lhe apresenta em tempo real uma imagem holográfica tridimensional sintetizada por computação, oriunda da rede de telescópios em órbita entre a Terra e Marte. Embora cobrisse um espectro de visão muito amplo, desde o infravermelho inferior até o ultravioleta profundo, incluindo raios X “moles”, na opinião de Eufrásio, talvez até por uma questão de ordem psicológica, obviamente esse sistema não fornecia imagens em tempo real sentimentalmente tão profundas como as vistas em seu telescópio antiquado. Faltavam apenas 6 anos para a comemoração dos 150 anos da formulação da teoria da relatividade restrita de Einstein, e ainda existia teoricamente a incompatibilidade original entre o muito pequeno descrito pela teoria dos quanta, de Max Planck e a teoria da relatividade geral, de Albert Einstein. O sonho da teoria de campo unificado, um sonho da física em que as forças fracas e fortes, a força da gravidade e as forças eletromagnéticas fossem reunidas num todo, formando um conjunto completo coerente, integrado e terminado, ainda não havia se concretizado. Na verdade, Eufrásio sabia que muitos físicos, entre os quais o físico inglês Stephen Hawking, com seus estudos de cosmologia teórica e gravidade quântica, haviam colocado desde o início do milênio que pouco havia para ser feito na física teórica, declaravam aos quatro 8 | www.infogente.com.br

artigo_zuffo.indd 8

28/06/11 19:40

de planetas, situadas também a bilhões de anos-luz, numa situação em que a máxima velocidade tecnicamente utilizável era a da luz, de apenas 300.000 km/s. Buracos negros, matérias escuras, neutrinos, anãs brancas, nebulosas, gigantes vermelhas, estrelas nêutron e pulsares, martelavam sua cabeça como fantasmas vagueando num limbo distante e perdido. Certamente, nunca veria de perto maravilhas espaciais como a nebulosa do caranguejo ou a nebulosa “cabeça de cavalo”, ou ainda havia o efeito gravitacional devastador de um buraco negro engolindo tudo, inclusive a luz, em sua vizinhança. Particularmente, tal singularidade apresentava ainda muitas incógnitas ao intelecto humano. Talvez um portal para outros universos? E quanto aos planetas extrassolares, agora descobertos aos milhares? A maior parte

Na verdade, Eufrásio sabia que muitos físicos, entre os quais o físico inglês Stephen Hawking, com seus estudos de cosmologia teórica e gravidade quântica, haviam colocado desde o início do milênio que pouco havia para ser feito na física teórica, declaravam aos quatro ventos o fim da física

das estrelas possui os seus, dos mais variados tipos, muitos deles semelhantes à Terra. As análises ultraespectrográficas mostravam isso. Haveria vida neles? Pensava Eufrásio: além de sermos limitados no tempo e no espaço, nossos sentidos são voltados apenas a nossa sobrevivência como animais, dando-nos com isso, dão uma visão distorcida e pouco clara do mundo real. Considerava que as máquinas atuais, com capacidade de processamento bilhões de vezes a capacidade do cérebro humano e com sentidos apurados, englobando, por exemplo, no caso da visão, todo espectro eletromagnético de frequências, desde os energéticos raios gama até as ondas de rádio extremamente longas, poderiam vir a ser dotadas de inteligência artificial superespecializada e levar o conhecimento de física teórica muito à frente. Eufrásio pretendia, também, criar universos virtuais paralelos, modificando ligeiramente as leis básicas da física e verificando, após sua implantação e análise pelas superinteligências artificiais, se poderia, de alguma forma, romper imensas limitações do fato de ser humano. O sonho de Eufrásio, sem dúvida, pode realizar-se dentro das potencialidades atualmente existentes, e Eufrásio está mergulhado nele até a raiz dos seus cabelos. No caso limite, está disposto a ser um dos primeiros seres humanos a transmitir toda informação de seu cérebro para seu avançado clone pessoal e se virtualizar completamente, tornando-se um pós-humano. Sem a limitação de seus sentidos corporais, poderia finalmente voar nas asas do Éter. Se viesse a se perder no vácuo infinito, pouco se importaria, pois como dizia o poeta “se um sonho é grande demais, mais vale morrer com ele do que deixar que morra sozinho”. www.infogente.com.br | 9

artigo_zuffo.indd 9

28/06/11 19:40

acontece em prOl dO meiO ambiente Com o objetivo de reforçar o compromisso da empresa em oferecer produtos, soluções e tecnologias cada vez mais sustentáveis, a Samsung lança o “Preservar a Natureza. Você pode mais”, sistema de coleta e descarte ecologicamente correto dos toners utilizados nas impressoras e multifuncionais da marca. O programa atende a consumidores finais, revendas e empresas, sem custo algum e independe do número de carcaças a serem descartadas. Para agendar a retirada, os usuários deverão efetuar o cadastro no site www.samsung.com.br/ recicle e informar o modelo do toner, a quantidade, o local e a data para a coleta. “Além de tecnologia de ponta e design inovador, nossos clientes buscam equipamentos e serviços com menor impacto ambiental, e que preservem os recursos naturais e a sustentabilidade do planeta.”, afirma João Hiroshi, gerente sênior de Produtos para a Divisão de Soluções de TI da Samsung. Após coletados por empresas especializadas e certificadas, os toners vazios são encaminhados para descaracterização e seus componentes enviados para reciclagem e descarte.

O Fascinante impériO de steve JObs O livro “O Fascinante Império de Steve Jobs”, escrito pelo jornalista americano Michel Moritz, precisou ser atualizado para abranger também o iPad, o mais recente sucesso de Steve Jobs, que movimentou a indústria editorial e está modificando definitivamente a maneira como as pessoas têm acesso ao livro. Com nova capa, o livro traz detalhes da vida do poderoso chefão da Apple. Moritz narra a trajetória, desde a infância, de Steve Jobs e Stephen Wozniak, como saíram do colégio e fundaram a Apple, em 1976, e como a empresa saltou de um hobby de garagem para a lista da “Fortune 500”. A obra tornou-se definitiva sobre a Apple, um retrato fascinante sobre as brigas e os tumultos que envolvem a criação de qualquer grande empresa.

A HP traz uma nova linha de computadores empresariais, com 15 novos modelos, entre notebooks, desktops e workstations. Os equipamentos trazem o que existe de mais moderno em tecnologia para o mercado corporativo, aliando melhor desempenho e menor consumo de energia a um design arrojado e com total segurança. Com a nova linha, a empresa oferece opções completas para o segmento corporativo, seja para as grandes empresas ou para os pequenos e médios negócios. “O objetivo da HP é atender de forma cada vez mais específica às necessidades do mercado corporativo brasileiro por meio de produtos que se adequem ao uso de cada profissional e cada empresa”, disse Fabiano Takahashi, diretor da unidade de Negócios Commercial da área de Computação Pessoal da HP. A linha conta com notebooks com novas tecnologias de processadores, ferramentas como o HP QuickWeb, que agiliza o acesso aos recursos baseados na internet, e o HP Connection Manager, que gerencia conexões de banda larga e sem fio, para otimizar a produtividade. Além disso, o HP Power Assistant prolonga a vida da bateria ao reduzir o consumo de energia por meio de uma simples interface com o usuário. No portfólio de desktops, recursos como o HP Face Recognition, que identifica os usuários do computador por meio da webcam, e o HP Carbon Calculator, que calcula os gastos em emissão de carbono, aliam segurança e sustentabilidade.

FOTOS/IMAgeNS: ArquIVO INFOgeNTe / DIVulgAçÃO

Hp lança nOva linHa de cOmputadOres cOrpOrativOs

10 | www.infogente.com.br

acontece.indd 10

28/06/11 19:41

eletrOlar 2011 Após o investimento de R$ 4,8 milhões, valor três vezes superior ao do ano passado, a sexta edição da Eletrolar Show contará com espaço 200% maior, com 24 mil m², e expectativa de visitação qualificada em 11 mil pessoas. Entre o valor investido, R$ 1,1 milhão é destinado à propaganda e ao marketing da feira, que será realizada entre os dias 5 e 8 de julho no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Maior feira latino-americana de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e TI, a Eletrolar Show é realizada dentro do conceito B2B e dirigida à indústria e ao varejo do segmento. A perspectiva é movimentar no setor cerca de R$ 1,5 bilhão a R$ 2 bilhões de um mercado que fatura aproximadamente R$ 60 bilhões por ano. Empresas do setor tecnológico correspondem a 30% e os outros 70% são divididos entre linha branca (30%) e eletroportáteis (40%). Mais uma vez, o Grupo Alcateia marca presença no evento com lançamentos especiais.

nOrtOn 360 versãO 5.0 Ocupa a primeira pOsiçãO em prOteçãO e desempenHO Conforme constatado pelo novo Norton Cybercrime Index (Índice de Crimes Cibernéticos da Norton) que monitora e alerta as pessoas contra os riscos dos crimes cibernéticos, os crimes on-line ocorrem diariamente em todo o mundo. No ano passado, a Symantec descobriu 286 milhões de ameaças distintas, uma média de nove novas ameaças a cada segundo, focando os computadores dos consumidores, empresas e governos. Considerando o enorme crescimento das ameaças, os consumidores necessitam de proteção mais sólida e abrangente possível, para proteger suas identidades, computadores e arquivos mais importantes quando estão fazendo pesquisas, comprando, realizando transações bancárias ou interagindo com outras pessoas on-line. Para oferecer aos usuários a proteção de que eles necessitam, a Norton da Symantec (Nasdaq: SYMC) lançou o Norton 360 versão 5.0, o pacote de segurança “tudo-em-um”. em novos testes em laboratórios independentes, o Norton 360 conquistou a primeira posição em proteção e desempenho de livros grossos, relatórios e outros documentos e conta com resolução óptica até 600 x 1.200 ppp.

Hp e canOn anunciam aliança estratégica A HP Brasil e a Canon anunciam uma parceria estratégica para a expansão de negócios na área de serviços de impressão. As empresas, que há 25 anos mantêm uma parceria tecnológica no mercado de impressão a laser, agora estarão juntas para ampliar atuação no mercado de outsourcing impressão, com foco em grandes companhias. De acordo com Mike Feldman, vice-presidente e gerente geral de Serviços de Impressão da HP para Américas, “Os Estados unidos foram o primeiro país a ter essa aliança estratégica de expansão de mercado entre HP e Canon. Na América Latina, escolhemos o Brasil pelos excelentes resultados de negócios que estamos tendo e pela grande oportunidade de negócios”. A Canon, por sua vez, pensa em expandir seu market share em impressoras de alto volume para o mercado corporativo e contar com a experiência e serviços da HP em outsourcing de impressão. De acordo com luciano quidicomo Neto, gerente de Canais da Canon, a empresa visualizou uma oportunidade de negócios de expansão de sua participação de mercado na parceria com a HP. “Com essa parceria, vamos atingir uma fatia importante do mercado de outsourcing de impressão, com foco em grandes companhias.”

www.infogente.com.br | 11

acontece.indd 11

28/06/11 19:41

acontece museu pessOal Criar e explorar um arquivo visual da vida social. É com esse objetivo que a Intel acaba de lançar o “The Museum of Me”, um aplicativo integrado ao Facebook que simula um museu virtual personalizado com base nas informações do perfil dos usuários da rede social. Ao se conectar à rede social, a ferramenta de interação da Intel irá ler as informações pessoais do perfil e automaticamente montará uma surpreendente exposição de seus dados pessoais. Por meio de fotos e vídeos postados pelo usuário, vídeos e fotos curtidas, amigos com os quais mais se relaciona e palavras mais citadas, entre outras funcionalidades oferecidas pelo Facebook, o novo aplicativo organiza diversas galerias virtuais dando a impressão de que os arquivos estão em um museu de verdade. Para criar o seu próprio museu virtual, basta visitar o site http://www.intel.com/museumofme/r/ index.htm.

gOOgle lança serviçO de músicas na “nuvem” O Google oficializou seu serviço de músicas durante a Google I/O, conferência anual para desenvolvedores que trabalham com as plataformas da empresa. O “Music Beta by Google” é focado na sincronização do conteúdo em diversas plataformas. O usuário pode colocar os álbuns que quiser em nuvem e depois ouvir as músicas no computador ou em tablets e smartphones que possuam o sistema operacional Android – tudo isso via streaming. Podem-se criar playlists, acrescentar ou remover arquivos, entre outras coisas. Além disso, com o Music, o usuário pode ouvir as músicas mesmo quando estiver off-line, pois o serviço sincroniza as informações automaticamente nas plataformas que a pessoa desejar. Por enquanto, o Music está disponível apenas para internautas norte-americanos e somente com convite.

A HP anuncia uma conquista importante: a marca de 1 bilhão de cartuchos de tinta fabricados com o uso de plásticos reciclados. A meta atingida é resultado de trabalho contínuo de posicionamento da empresa como líder em sustentabilidade ambiental e no desenvolvimento de programas de reciclagem e reinserção de matéria-prima. Nesse processo, apenas para 2011, a empresa definiu algumas metas significativas: • Economizar 1 bilhão de kW/h de energia por meio de estratégia do design sustentável dos notebooks e desktops da marca; • Reduzir em 50% a quantidade de papel e plástico usada nas embalagens de impressoras HP; • Utilização de 45 mil toneladas de plástico reciclado na fabricação de novos produtos de impressão HP; • Redução de 40% na emissão de GEE até o final de 2011, associados ao menor consumo de energia de produtos HP; • Melhorar em 40% a eficiência energética das impressoras HP Inkjet e Laserjet.

IMAgeNS: DIVulgAçÃO

Hp atinge a marca de 1 bilHãO de cartucHOs de tinta prOduzidOs cOm plásticO recicladO

12 | www.infogente.com.br

acontece.indd 12

28/06/11 19:41

kingston.indd 7

29/06/11 11:19

info

Novo cenário

com os tablets POr JACkELINE CArvALhO

Se por um lado essa novidade tecnológica impressiona e atrai investimento corporativo, por outro, pode provocar o aumento dos gastos com TI

Se por um lado a atração pelos tablets desperta as corporações para novas oportunidades de negócios, economia e adequação às novas exigências ambientais, por outro, procura os executivos de TIC quanto a um possível descontrole dos gastos no setor, motivado por decisões isoladas de usuários e áreas de negócios, sem adequação ao plano global de investimento da empresa. Recentemente, o Gartner, por exemplo, aumentou para 5,1% a sua estimativa de aumento dos gastos com TI, justamente porque incluiu estes dispositivos aos aportes das corporações em tablets. Segundo a consultoria, os gastos com hardware – categoria na qual os chamados tablets de mídia, como o iPad, estão inseridos – deverão crescer 9,5% em 2011, acima dos 7,5% registrados em 2010. No total, o hardware será responsável por 409 bilhões de dólares em gastos em 2011 – no ano anterior, esse valor foi de 374 bilhões. Globalmente, a estimativa dos gastos totais com esse tipo de equipamento é de US$ 29,4 bilhões, em 2011, acima dos US$ 9,6 bilhões registrados no ano passado. E até 2015, deverão aumentar 52%, ano a ano.

No fim de março, o Gartner divulgou um estudo no qual previu que o preço dos tablets deverá cair pela metade até 2015, dos 543 dólares atuais, em média, para 263 dólares. No Brasil, a MP 534 enquadrou os tablets na “Lei do Bem” e o equipamento passou a pertencer à mesma categoria dos computadores convencionais e notebooks como “máquinas automáticas de processamento de dados, portáteis, sem teclado, que tenham uma unidade central de processamento com entrada e saída de dados por meio de uma tela sensível ao toque de área superior a 140 cm2 (Tablet PC)”. O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloisio Mercadante, informou que 12 empresas já manifestaram interesse em fabricar tablets no Brasil. Além da Foxconn, que já havia informado que pretende produzir o iPad no País, o MCT

info.indd 14

FOTO: FOTOLIA © JAkUB JIrSák

Estímulo

28/06/11 19:42

No fim de março, o Gartner divulgou um estudo no qual previu que o preço dos tablets deverá cair pela metade até 2015, dos 543 dólares atuais, em média, para 263 dólares. No Brasil, a MP 534 enquadrou os tablets na “Lei do Bem” e o equipamento passou a pertencer à mesma categoria dos computadores convencionais e notebooks (...)

já cadastrou as companhias AIOX, Compalead, Envision, Itautec, LG, Motorola, MXT, Positivo, Samnia, Samsung e Semp Toshiba.

AplicAção Com forte característica de mobilidade, os tablets têm como atratividade o fato de serem uma espécie de sonho de consumo do usuário e, portanto, despertarem a atenção de interlocutores em reuniões de apresentação de produtos, serviços e vendas em geral. Tanto que, no Brasil, Fernando Belfort, analista de mercado da Frost & Sullivan, indica a força de venda como principal motivador de investimento corporativo em tablet. “São muitos os casos de implantação de tablet PCs e há muitas empresas testando o uso dos dispositivos”, afirma. Segundo a Frost & Sullivan, as verticais pioneiras no uso de tablets são a indústria farmacêutica, a construção civil e a indústria de bens de consumo. Belfort diz que 2010 foi um ano de experiência no uso de tablets pelas empresas e que 2011 será marcado pelo início da adoção em massa destes equipamentos na área corporativa. A Eurofarma fechou a aquisição de 600 iPads, a um custo total de cerca de r$ 1,5 milhão. A maior compra de tablets da Apple feita por uma empresa brasileira, segundo a indústria farmacêutica. Com o iPad, os propagandistas poderão fazer demonstrações de produtos com interatividade junto à classe médica. A empresa informou, em comunicado, que os equipamentos serão usados para controle do trabalho e treinamentos, além de reduzir as impressões em aproximadamente 55 toneladas de papel. Os 1,5 mil propagandistas da Eurofarma realizam uma média de 380 mil contatos mensais com médicos.

Em AltA O número de empresas adotando o uso de tablets deve dobrar no primeiro trimestre de 2011, de acordo com um relatório da ChangeWave research, que ouviu 1,6 mil profissionais responsáveis pelos gastos de TI em suas corporações. Já no Brasil, menos de um

ano após a chegada dos primeiros tablets às prateleiras, 21% das grandes empresas do País já adotaram o dispositivo para trabalho, de acordo com sondagem feita pela Frost & Sullivan, que ouviu CIOs de 70 companhias de grande porte. Entre as iniciativas, destaca-se a área educacional que, inclusive, já influenciou as vendas em 2010. Para 63% dos executivos ouvidos por outro estudo, realizado pela robert half, os tablets já são vistos como uma ferramenta capaz de interferir positivamente nos negócios. A pesquisa entrevistou 290 presidentes, diretores, especialistas, analistas e coordenadores, que analisaram se o uso de tablets no dia a dia das empresas interferia positivamente nos negócios. As principais razões apontadas para a utilização dos tablets são: recebimento e envio de e-mails, gerenciamento de força de vendas

O número de empresas adotando o uso de tablets deve dobrar no primeiro trimestre de 2011, de acordo com um relatório da ChangeWave Research, que ouviu 1,6 mil profissionais responsáveis pelos gastos de TI em suas corporações. Já no Brasil, menos de um ano após a chegada dos primeiros tablets às prateleiras, 21% das grandes empresas do País já adotaram o dispositivo para trabalho e campanhas de marketing. A Frost & Sullivan também perguntou aos CIOs sobre o grau de satisfação com o uso dos dispositivos e a marca de preferência. A marca e as especificações técnicas foram apontadas por 73,3% dos CIOs entrevistados como o principal fator considerado por eles no momento de escolher qual tablet comprar. Preço, design e duração da bateria também foram citados como quesitos importantes que influenciam a decisão de compra. Dentre aqueles que usam o produto, 77% se consideram “muito satisfeito” com a experiência até o momento. Entre as empresas que ainda não adotaram o dispositivo móvel, as razões para isto são o alto preço, a falta de orçamento para inovação e a falta de cases de sucesso no mercado. www.infogente.com.br | 15

info.indd 15

28/06/11 19:42

artigo José Gracia Junior cientista e enGenheiro de sistemas

Pode acontecer com você... Abrindo a malinha, tirou um pequeno martelo e adentrou à gigantesca fábrica parada. Olhou para um lado e para o outro, seguiu por quarenta metros, subiu três lances de uma escada, andou mais dez metros por um corredor e parou frente a um painel todo fixado com parafusos à volta. Olhou para um deles, deu uma pequena martelada e, maravilha, toda a fábrica voltou a funcionar instantaneamente. Voltou para onde estavam os diretores e guardou o martelo. O presidente da diretoria, ainda boquiaberto falou então: “Cem milhões por uma martelada?”. Ao que o senhor respondeu: “Pela martelada, os senhores pagam um, os noventa e nove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove, pagam porque não sabem onde dar a martelada”. Pois leitoras e leitores, pensem um pouco, será você o presidente, um membro da diretoria, um gerente ou aquele que sabe onde dar a martelada?

Um poderoso grupo industrial resolveu construir uma grande fábrica e a orientação dada pela sua diretoria, mediante estudos feitos pelas gerências, foi que aquela fosse a mais automática possível, que dependesse minimamente de mão de obra para produzir

FOtO: ArqUiVO inFOgEntE

C

Conversava com um saudoso amigo que já se foi, quando a certa altura, não me recordo por que, contei-lhe a seguinte estória, que também já não me lembro de como vim a saber. Certa feita, um poderoso grupo industrial resolveu construir uma grande fábrica e a orientação dada pela sua diretoria, mediante estudos feitos pelas gerências, foi que aquela fosse a mais automática possível, que dependesse minimamente de mão de obra para produzir. Aberta uma concorrência, saiu vencedora uma proposta vinda de uma companhia situada em um país muito avançado. Era garantida uma planta de produção totalmente robotizada. Acompanhava a proposta, a oferta de um financiamento a juros quase zero, a garantia de funcionamento por um período mínimo de dez anos e assistência técnica por cinquenta anos. O negócio foi fechado. Passados dois anos, a fábrica ficou pronta. Uma beleza, não tinha um operário sequer e o tempo transcorria tranquilo para seus donos, que engordavam altos lucros. Mas eis que, no dia seguinte aos dez anos de operação, a fábrica toda para misteriosamente. Um tumulto, todos davam palpites, dezenas de reuniões e nada, a produção parada. Finalmente, ligaram para o fornecedor, que assim respondeu: “Dentro de dois dias, a manutenção será feita, custará cem milhões!”. E não houve outra forma, com a produção parada, os contratos de entrega vencendo, a diretoria conformou-se em pagar o valor pedido. Dois dias depois, surge na fábrica um senhor de meia idade, portando uma pequena maleta. – Mas como é isto? – disseram os diretores e gerentes. Ao que o senhor respondeu: “Acalmem-se e deixem-me trabalhar”. 16 | www.infogente.com.br

artigo_gracia.indd 16

28/06/11 19:43

linksys.indd 13

29/06/11 11:20

mercado

O competitivo

e mutável mercado dos smartphones POR COMUNiCAÇÃO iNTERATiVA

H

ouve um tempo em que os telefones celulares eram privilégio de poucos: feios, desengonçados, enormes e, sobretudo, caros, eram símbolo de status e ostentados como joias ou carros zero quilômetro. A evolução tecnológica desses dispositivos (e dos serviços de telecomunicações no País e no mundo) tornou possível sua popularização. Hoje, eles são onipresentes. No Brasil, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em abril de 2011, eram 212,6 milhões de acessos feitos

iMAGEM: FOTOLiA

Os celulares evoluíram e podem alcançar 15 bilhões de unidades vendidas até 2015

18 | www.infogente.com.br

mercado.indd 18

28/06/11 19:44

de dispositivos móveis às redes sem fio. Para cada cem brasileiros, existem aproximadamente 109 telefones celulares ativos, ou seja, foi ultrapassada a simbólica marca de mais de um celular por habitante. Só nos primeiros quatro meses deste ano, foram habilitadas 9,6 milhões de linhas, crescimento de 4,74% com relação ao mesmo período do ano passado. O cenário mundial é semelhante em termos de pujança. Segundo o instituto de pesquisas Gartner, o número de dispositivos móveis vendidos para usuários finais em 2010 foi de 1,6 bilhão de unidades, aumento de 31,8% em relação ao ano anterior. Desse total, 19% (ou mais de 300 milhões) eram smartphones, os telefones inteligentes. As vendas desse tipo de aparelho aumentaram 72,1% na comparação ano a ano.

CoMo CoMPUTador Um smartphone é um telefone celular que oferece mais recursos computacionais e de conectividade que um aparelho comum, mesmo os do tipo “feature phone”. Ambos são pensados como computadores de mão integrados a um telefone celular, mas enquanto a maioria dos recursos roda aplicações baseadas em plataformas como o Java, um smartphone permite executar múltiplas tarefas e aplicativos nativos ao hardware, ou seja, desenvolvidos especificamente para eles. Os smartphones, assim como os desktops convencionais, funcionam com sistemas operacionais completos, que servem de plataforma para desenvolvedores. Os smartphones são cada vez mais populares, e espera-se que no futuro eles se tornem um novo padrão tecnológico. A Cisco, por exemplo, prevê que o número desses dispositivos conectados em rede será superior a 15 bilhões em 2015, o dobro da população mundial.

Segundo a Pesquisa Consumidor Móvel, realizada pela pontomobi, do Grupo RBS, e pela WMcCann, estima-se que 30% dos usuários brasileiros possuam smartphones. Esse número, no entanto, é relativo à percepção dos próprios consumidores, e pode não ser exato No Brasil, os números da penetração de mercado dos smartphones ainda são desencontrados (geralmente oriundos das próprias operadoras, que desconsideram uma série de fatores na contagem). Segundo a Pesquisa Consumidor Móvel, realizada pela pontomobi, do Grupo RBS, e pela WMcCann, estima-se que 30% dos usuários brasileiros possuam smartphones. Esse número, no entanto, é relativo à percepção dos próprios consumidores, e pode não ser exato. www.infogente.com.br | 19

mercado.indd 19

28/06/11 19:44

A pesquisa da pontomobi aponta ainda que 40,5% dos donos de dispositivos móveis pretendem trocar de aparelho nos próximos seis meses, e é bem provável que esses consumidores adquiram aparelhos com funções avançadas. Já a IDC calcula que os smartphones devem liderar o mercado de mobilidade nacional em 2011, com aumento de 67%, resultado da diminuição dos preços e popularização entre as classes B e C. Em 2012, as vendas no País devem ultrapassar as de notebooks e desktops. Dado seu potencial, é natural que a competição no mercado de smartphones seja acirrada. Afinal, sob ele repousa a expectativa de pautar o futuro das telecomunicações.

o sistema operacional mais comum em smartphones, com 32,9 milhões de unidades vendidas (contra 31 milhões). No primeiro trimestre deste ano, segundo o mesmo Gartner, essa posição se estabeleceu definitivamente. O Android equipa 36% dos smartphones vendidos contra 27,4% do Symbian. O iOS, da Apple, aparece em terceiro lugar, com 16,8%, seguido pelo BlackBerry, da RIM, com 12,9% e pelo Windows Phone, da Microsoft, com apenas 3,6%.

iPhone

Segundo o instituto de pesquisas Gartner, o número de dispositivos móveis vendidos para usuários finais em 2010 foi de 1,6 bilhão de unidades, aumento de 31,8% em relação ao ano anterior.

Para cada cem brasileiros, existem aproximadamente 109 telefones celulares ativos, ou seja, foi ultrapassada a simbólica marca de mais de um celular por habitante. Só nos primeiros quatro meses deste ano, foram habilitadas 9,6 milhões de linhas, crescimento de 4,74% com relação ao mesmo período do ano passado

Liderança? Apesar da incapacidade de manter seu sistema operacional no topo do mercado, a Nokia ainda é a empresa que mais vende telefones celulares no mundo, com 25,1% do mercado, seguida pela Samsung (16,1%), LG (5,1%), Apple (3,9%) e RIM (3%). Longe de parecer definido, o cenário de sistemas operacionais para dispositivos móveis ainda pode sofrer reviravoltas. Recentemente, em um acordo comercial bastante controverso, a Nokia anunciou que irá abandonar o Symbian para adotar o Windows Phone 7, da Microsoft, em uma aliança destinada a reforçar a presença de ambas as empresas no mercado de celulares. Os primeiros aparelhos frutos da parceria devem ser lançados nos próximos meses. Apesar do ceticismo do mercado e dos analistas, a parceria NokiaMicrosoft pode desequilibrar o mercado dominado pela Apple e pelo Google. O instituto de pesquisas Pyramid, por exemplo, acredita que o Windows Phone levará o sucesso da Microsoft nos desktops para os celulares, e será o sistema operacional líder de mercado já em 2014, ultrapassando o iOS e o Android. “Acreditamos que a parceria Nokia-Microsoft é muito poderosa, e vai mostrar sua força total no fim de 2013”, relatou a Pyramid, em comunicado.

iMAGEM: SXC.HU

Movida pelo sucesso mundial de seu tocador de música digital iPod, a Apple lançou em 2007 o primeiro iPhone, um dos primeiros telefones móveis controlados totalmente por meio da tela sensível ao toque, que no caso era eficiente e intuitiva. O funcionamento do iOS (sistema operacional que equipa o aparelho) primava pela usabilidade. Possuía também integração com a iTunes, a loja de conteúdo digital da Apple. No entanto, o iPhone foi criticado por não oferecer suporte a tecnologias 3G. Esse problema foi corrigido no ano seguinte. O iPhone 3G passou a contar também com a App Store, loja de aplicativos que permitia o acesso a conteúdo de terceiros (tanto gratuitos como pagos), sem a necessidade de computador. O conteúdo podia ser acessado direto do dispositivo via rede 3G ou Wi-Fi. O sucesso de vendas do iPhone (e do iOS) alterou o mercado de smartphones. Em resposta, a Nokia continuou apostando suas fichas no Symbian, o aparentemente insuperável líder do mercado. O Google anunciou sua entrada no mercado de celulares em 2008 com o Android, plataforma de código aberto utilizada pela primeira vez em um aparelho da HTC e distribuído nos Estados Unidos pela T-Mobile. A suíte de aplicativos incluída nos telefones Android contava com mapas, calendário, o Gmail e um navegador com suporte HTML completo. A Android Market, loja lançada em outubro do mesmo ano, permitia a aquisição de aplicativos de terceiros. Enquanto o iOS e o Symbian equipavam quase que exclusivamente os celulares da Apple e Nokia, respectivamente, o Android foi adotado por uma série de outros fabricantes, como HTC, LG, Motorola e Samsung. Isso permitiu que, no último trimestre de 2010, segundo o Gartner, o Android ultrapassasse o Symbian como

20 | www.infogente.com.br

mercado.indd 20

28/06/11 19:44

seagate.indd 17

29/06/11 11:21

info

Alta densidade

e explosão de

consumo os mais de 73 milhões de brasileiros conectados à internet movimentam a e-economia e provocam mudanças no eixo das negociações, sejam entre empresas e usuários finais ou especificamente de uma organização para outra

Foto: SXc.hu

Por Jackeline carvalho

22 | www.infogente.com.br

info2.indd 22

28/06/11 19:45

Segundo o ibope nielsen online, o número de pessoas com acesso à internet no Brasil atingiu 73,9 milhões no quarto trimestre de 2010. O número considera todo tipo de acesso, ou seja, aquele feito em casa, no trabalho, em escolas, lan houses ou outros locais, e evidencia um crescimento de quase 10% (9,6%) em relação ao ano anterior. O acesso mensal à internet do trabalho e residencial foi o que mais cresceu, segundo o ibope. o número de pessoas com acesso em pelo menos um desses ambientes alcançou 56 milhões em fevereiro deste ano, um aumento de 19,2% sobre o mesmo período de 2010. Deste total, 41,4 milhões foram usuários ativos, diminuição de 3,3% em relação a janeiro e crescimento de 12,7% em comparação a fevereiro de 2010. O número de pessoas que moram em domicílios com acesso à internet cresceu 24% no mesmo período, e passa de 52,8 milhões. Todo esse contingente refaz o perfil da economia brasileira e altera o modelo de negociações, segundo especialistas. homens com mais de 30 anos são os principais consumidores da internet brasileira, de acordo com informações apuradas em estudo feito pela “Vendas on-line no Brasil”, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A pesquisa mostrou que 22% dos internautas homens compraram pela internet em 2010, contra apenas 17% das mulheres. A faixa etária que mais consome pela internet é entre 35 e 44 anos, na proporção de 29%. Quanto ao grau de escolaridade, usuários com nível superior estão à frente (41%), seguidos pelos de nível médio (18%). As compras on-line são mais populares na Região Sudeste, onde 23% dos internautas utilizam serviços de e-commerce. Na sequência, estão as Regiões Sul (20%), Norte e Centro-Oeste (19%) e Nordeste (12%).

De acordo com a WebShoppers, em pesquisa realizada pelo e-bit, os itens de informática e eletrônicos de alto valor agregado, como TVs, notebooks, produtos da Apple são os mais buscados pelos internautas

Outra pesquisa que apura o comportamento da internet brasileira é feita pela Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV), que tem como alvo o comportamento das empresas na rede. De acordo com estudo recentemente divulgado pela instituição, 100% das negociações do País, sejam entre empresas ou no comércio (empresa cliente final), começam e terminam na internet ou ao menos passam pela rede, para consultas de preços, pontos de venda, ficha

técnica de produtos, etc. O comércio eletrônico não para de crescer. Em 2010, mais de um terço (33,02%) de todas as transações entre varejo e consumidores foram feitas eletronicamente. Naquelas realizadas entre empresas, o índice sobe para quase dois terços do total, para 65,25%, de acordo com a 13ª edição da Pesquisa FGV-EAESP, divulgada pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas.

A faixa etária que mais consome pela internet é entre 35 e 44 anos, na proporção de 29%. Quanto ao grau de escolaridade, usuários com nível superior estão à frente (41%), seguidos pelos de nível médio (18%). As compras on-line são mais populares na Região Sudeste, onde 23% dos internautas utilizam serviços de e-commerce. Na sequência, estão as Regiões Sul (20%), Norte e CentroOeste (19%) e Nordeste (12%)

A Pesquisa foi elaborada pelo professor Alberto Luiz Albertin, coordenador do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada (GVcia) e do Programa de Excelência em Negócios da Era Digital (NED). Foram consideradas 470 empresas de vários tamanhos, setores e ramos de atividade, nacionais ou multinacionais que operam no mercado brasileiro e atuam em algum nível no ambiente digital. As pequenas organizações, no entanto, ainda têm participação tímida nos resultados, conforme a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), segundo a qual, do total de receitas do comércio eletrônico brasileiro, apenas 20% correspondem ao obtido pelas PMEs. Dados recentes da entidade indicam que, apesar de representarem 98% dos negócios formais no País, elas responderam por menos de um quinto dos R$ 14,8 bilhões gerados pelo setor em 2010. As empresas pesquisadas pela FGV-SP disseram não ter aumentado significativamente seus gastos e aplicações em comércio eletrônico. Na média, apenas 1,53% da receita líquida teve esse destino. Na indústria, essa proporção foi de 0,48%, no comércio, 1,44% e de 2,21% no setor de serviços. No geral, esse investimento foi feito de forma mais ampla, objetivando não só o consumidor final, mas também os processos de negócio das próprias empresas. A utilização de aplicações em comércio eletrônico para integração www.infogente.com.br | 23

info2.indd 23

28/06/11 19:45

As pequenas organizações, no entanto, ainda têm participação tímida nos resultados, conforme a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), segundo a qual, do total de receitas do comércio eletrônico brasileiro, apenas 20% correspondem ao obtido pelas PMEs. Dados recentes da entidade indicam que, apesar de representarem 98% dos negócios formais no País, elas responderam por menos de um quinto dos R$ 14,8 bilhões gerados pelo setor em 2010

NOVA BOLHA? O segmento de leilões de centavos acirra concorrência on-line. Só em uma semana, no mês de maio, duas iniciativas foram apresentadas ao mercado brasileiro: umbarato e arremate Club. No caso do primeiro, o diferencial é que caso o internauta não consiga o sonho de consumo usando seus créditos para lance, os mesmos podem ser aproveitados em compras de outros produtos na loja umbaratoShop e, no caso do segundo, a ideia é funcionar como um clube de associados com prêmios e bônus. Umbarato prevê 10 ofertas por dia e, até o fim de 2011, chegar a 50 leilões novos a cada dia. Também é possível usar os créditos que não arremataram os produtos desejados no leilão como desconto para comprá-los na loja on-line do site. De acordo com a WebShoppers, em pesquisa realizada pelo e-bit, os itens de informática e eletrônicos de alto valor agregado, como TVs, notebooks, produtos da Apple são os mais buscados pelos internautas. O Arremate Club estima de 14 a 16 leilões por dia. Aqueles que se associarem terão lances gratuitos todo mês, isenção no pagamento de arremates dos produtos e um leilão mensal grátis, além de compras de lances com descontos exclusivos. Os primeiros pacotes de lances estão sendo vendidos com 60% de desconto e, aproveitando a onda dos sites de compras coletivas, serão feitas promoções neles. Esse site desenhou para seu modelo de negócios o semanal Leilão 500, no qual, para produtos disputados ou combos deles, os participantes que comprarem qualquer pacote de lances ganharão mais 500 grátis. Outra modalidade será o Leilão Metade, no qual, quando o valor de um produto atingir um mínimo estipulado previamente, todos os participantes recebem de volta metade dos lances feitos.

trônica de dados são as aplicações tradicionalmente mais utilizadas pelas empresas, mas a pesquisa detecta o surgimento de formas “mais inovadoras”, como as redes sociais. Esses usos são apoiados pela evolução das telecomunicações no País, que apesar de ainda muito caras e lentas apresentam evolução e se popularizam. Os aspectos mais importantes na utilização do e-commerce são relacionamento com clientes, privacidade e segurança, além de adoção de clientes e alinhamento estratégico. A FGV considera essas preocupações coerentes com o cenário atual e as tendências futuras. Com o levantamento, a FGV-SP conclui que as empresas estão utilizando o comércio eletrônico de forma mais abrangente, incluindo no processo o relacionamento externo com os clientes e fornecedores. Para a Fundação, a tendência nos próximos anos é integrar de maneira automática os ambientes internos e externos.

COmérCiO eLetrôNiCO Fugindo da febre dos sites de compras coletivas e leilões virtuais, mas também tornando a disputa no mercado virtual mais aquecida, chega ao País o e-commerce espanhol MeQuedoUno, planejando faturar R$ 2,4 milhões em 2011 e descontos de 30% a 70% em seus produtos, que valem 24 horas. O sócio fundador Borja Recolons espera 1 milhão de usuários neste ano e “que o Brasil se torne o maior mercado em um ano, ultrapassando a Espanha”. Lá, a empresa faturou 1,5 milhão de euros em 2010 e este ano está alcançando receita mensal de 600 mil euros. no ano passado, vendeu 30 mil produtos e espera vender 20 mil itens mensais em 2011.

Foto: SXc.hu

entre empresas e fornecedores já atinge 72% dos entrevistados no setor de comércio. Na integração com clientes, esse índice sobe para 82%. Os principais processos utilizados objetivam recebimento de pedidos, suporte à utilização e divulgação de informações. Portais para comércio eletrônico, e-mail marketing e troca ele-

24 | www.infogente.com.br

info2.indd 24

28/06/11 19:46

sandisk.indd 21

29/06/11 11:23

universo alcateia

Notícias do grupo

Aqui você encontra todas as novidades que fazem parte do Universo Alcateia

ALCATEIA CONFERENCE

FOTOS/IMAGENS: ARQUIVO INFOGENTE

Para discutir os rumos do mercado de Tecnologia da Informação (TI) no País junto aos seus principais clientes, a Alcateia trouxe um convidado especial, a Hewlett-Packard (HP), para o Alcateia Conference. Na programação, foram incluídas conversas com o diretor de Canais da HP, Ronaldo Aloise, sobre a nova estrutura de canais da empresa, a tecnologia ISS, os hardwares da StorageWorks Division (SWD), a plataforma Business Critical Sytems (BCS), o HP Networking (HPN) e o programa PartnerOne Elite. Além disso, o público pôde ouvir a palestra do diretor comercial da Alcateia, Carlos Tirich, sobre a estrutura de ações e o valor agregado para canais da distribuidora. “A Alcateia promove o evento com o objetivo de viabilizar parcerias entre fabricantes e, também, fortalecer o debate de questões comerciais”, explica o gerente de Marketing da distribuidora, Rodrigo Silva.

26 | www.infogente.com.br

universo alcateia.indd 26

29/06/11 11:04

ALCATEIA E WESTERN DIGITAL INICIAM ACORDO DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS NO BRASIL A Alcateia e a Western Digital (WD), líder mundial no fornecimento de discos rígidos (HDs), iniciaram um acordo para distribuição de toda a linha de HDs interno, da WD em todas as regiões do Brasil. Nesse início da parceria, a Alcateia distribuirá os discos rígidos internos para desktops e notebooks, incluindo o WD Caviar® e WD Scropio®, com o intuito de complementar o seu portfólio de produtos para conquistar novos clientes e oferecer mais opções aos já existentes. “A Western Digital é um dos principais fabricantes de HDs no mundo. Sua visão de inovação e sua constante busca pela melhoria e expansão do seu portfólio de produtos estão totalmente alinhadas com nossa estratégia de oferecer sempre os melhores produtos para o mercado”, explica Carlos Tirich, diretor comercial da Alcateia. Com a parceria, a Western Digital contará com a capilaridade da Alcateia, que dispõe de uma rede com 12 mil canais de vendas espalhados em todo o território nacional – composta por lojas de informática, grandes varejos, integradores e VARs. Além disso, outro destaque da companhia em relação ao mercado é a estrutura de

ROTA CULTURAL NA REVISTA EXAME A revista fez uma reportagem mostrando que, desde 2008, a Alcateia promove trimestralmente a ação Rota Cultural, que leva os melhores clientes rankeados por faturamento para encontros temáticos, como a reunião com o tema “Anos 1920”. Os participantes foram recebidos com colares de pérolas e charutos de chocolate e puderam tirar fotos com roupas de época.

universo alcateia.indd 27

logística. “A nossa capacidade de entrega é um dos nossos grandes diferenciais. Conseguimos distribuir produtos em todas as regiões e dentro dos prazos acordados”, afirma Tirich. “Aliar o constante crescimento de demandas de empresas brasileiras é uma prioridade para a Western Digital, além de assinarmos nosso comprometimento em longo prazo com o mercado brasileiro. Juntos com a Alcateia, vamos continuar apresentando nossa habilidade de expandir e ir ao encontro das necessidades dos clientes, os quais procuram valores como qualidade, credibilidade, performance e disponibilidade da WD”, disse Ron Pack, diretor de vendas da Western Digital na América Latina.

MATÉRIA NO JORNAL VALOR ECONÔMICO O diretor comercial do Grupo, Carlos Tirich, fala sobre os efeitos do tsunami no Japão no mercado de tecnologia.

28/06/11 19:47

web Standing CloCk

www.standingclock.com

o Site ajuda a CalCular o tempo em que voCê paSSa em pé e Sentado. BaSta entrar nele e fazer o login com sua conta google (obrigatório). Depois, sempre que levantar, clique em “stanD up!” e deixe o Contador Somar quantoS minutoS voCê permanece em pé, melhoranDo o conDicionamento do Seu Corpo. repita o proCedimento Sempre que alterar a poSição. é uma forma SimpleS de ComBate ao SedentariSmo.

jog.fm

http://jog.fm/workout-songs o Site dá SugeStõeS de múSiCaS para ouvir durante a prátiCa de exerCíCioS fíSiCoS. ao ColoCar a taxa de BatimentoS CardíaCoS que voCê normalmente atinge Durante uma corriDa, assim como a Distância que normalmente percorre, o site prepara uma playliSt eSpeCial para que Se ConSiga o melhor proveito Do exercício. o Jog.fm combina a taxa de BatimentoS CardíaCoS Com a veloCidade Da música e entrega a melhor opção.

CarBonmade

http://carbonmade.com/ monte um portfólio on-line com este site. ele diSponiBiliza eSpaço para puBliCar SeuS traBalhos e tem uma reDe social, com Direito a botões “curtir” e “seguir”. tem lugar para quem cria, quem Contrata e até para quem quer apenaS ver as imagens. não há limite De número para as puBliCaçõeS.

greplin

www.greplin.com com este site, é possível encontrar e-mails Do gmail, arquivos no Dropbox, Documentos e planilhas no google Docs ou mesmo postagens e mensagens no facebook, além De tuítes e DaDos de ContatoS na rede profiSSional linkedin. BaSta digitar o termo no Campo indiCado que a reSpoSta vem em SegundoS. e ainda é poSSível filtrar oS resultaDos por tipo (arquivos, mensagens, pessoas, fluxo e eventos) ou por fonte De informação.

web.indd 28

28/06/11 19:47

lenovo.indd 29

29/06/11 11:51

Foto: Andre nicolAu, inclusive cApA

30 | www.infogente.com.br

mat.capa.indd 30

28/06/11 19:49

Giovanna Ewbank fez (e faz) por merecer! Dona de uma beleza hipnotizante, a atriz prova a cada dia que veio para ficar! Com talento, paixão pelo que faz e muita beleza, ela está em plena ascensão! por AdriAnA rosA

C

om apenas 25 anos, ela já estudou moda, teatro, ingressou na conceituada rede Globo e se casou com um dos atores mais cobiçados do momento, Bruno Gagliasso. você acha que ela tem sorte? pode ser, mas junto estão garra e determinação. nascida na capital paulista, ela teve uma infância saudável, não ligava para vaidade e passava a maior parte do tempo brincando de boneca. esse tempo foi tão intenso que ela se diverte quando lembra que só largou a infância com quinze anos “Minha infância foi maravilhosa, aproveitei ao máximo tudo o que pude. Brinquei de boneca até os 15 anos (um pouco tarde demais, hehe), não tinha vaidade nenhuma, fui a última da minha turma a me maquiar, beijar, me relacionar, eu gostava mesmo era de brincar!”, relembra a atriz. Filha de um arquiteto e de uma designer têxtil, herdou da mãe a paixão pelo mundo das passarelas, área esta que pretendia seguir, ingressando na faculdade de Moda. o teatro surgiu para que ela

pudesse perder a timidez: “Eu nunca tive o desejo de ser atriz, as coisas foram acontecendo de uma maneira muito natural, eu fazia faculdade de Moda e, desde os 16 anos, faço cursos de teatro, pois sempre fui muito tímida e o teatro me ajudou muito como pessoa, como ser humano.comecei a ter uma relação diferente do que eu tinha com as pessoas, vê-las de maneira diferente, ENXERGÁ-LAS! Eu fui me interessando cada vez mais por arte e procurava entender e aprender. depois de um tempo, começaram a surgir algumas oportunidades de testes e trabalhos, como foi o caso do meu primeiro trabalho na televisão”, conta. e o primeiro trabalho, a personagem Marcinha de “Malhação” (2006) a fez largar a faculdade e se mudar para o rio de Janeiro. dois anos depois, Giovanna já estava no horário nobre da rede Globo como a garota de programa sharon da novela “A Favorita”. Em 2009, integrou o núcleo de apresentadores do programa infantil de desenhos animados tv Globinho, mas logo precisou sair para dar vida à personagem suely, na novela “escrito nas estrelas”. este ano, ela estará no “Acampamento de Férias”, especial de renato Aragão www.infogente.com.br | 31

mat.capa.indd 31

28/06/11 19:49

InfoGente: Antes da paixão por moda e televisão, você imaginou seguir outra profissão? Giovanna Ewbank: sim! A princípio, sempre quis ser veterinária, pois gosto muito de animais, estou sempre pegando animais de rua para cuidar e doar, ajudo ONGs, mas não tive coragem o bastante de seguir essa carreira tão maravilhosa, pois fico muito mal em ver animais sofrendo, então decidi fazer faculdade de Moda. IG: A cidade de São Paulo é bem diferente do Rio de Janeiro. Como foi o processo de adaptação? G. E.: Muito fácil. Apesar de ser paulistana, sempre gostei muito de praia, natureza... todos os fins de semana, eu passava na minha casa na praia da Baleia (litoral norte). Amo o contato com a natureza, preciso disso para viver. por isso, foi muito fácil. IG: Sente falta de Sampa? G. E.: Algumas coisas sim e outras, não. como, por exemplo, a cidade funcionar 24 horas por dia, você sempre tem alguma coisa pra fazer,

“Minha infância foi maravilhosa, aproveitei ao máximo tudo o que pude. Brinquei de boneca até os 15 anos (um pouco tarde demais, hehe), não tinha vaidade nenhuma, fui a última da minha turma a me maquiar, beijar, me relacionar, eu gostava mesmo era de brincar!” um bom restaurante, uma boa peça, uma boa exposição. sinto muita saudade da minha família e amigos! Amo SP! Mas meus pais continuam morando lá, então, a cada 15 dias, volto para a minha cidade! IG: Como foi interpretar uma prostituta? O que você aprendeu com esse personagem? G. E.: Foi maravilhoso! Aprendi muito, principalmente a não julgar as pessoas!Fiz um laboratório no qual conheci muitas garotas de programa, muitas histórias e trajetórias. conheci uma mulher em especial que tinha filho, marido e era garota de programa. Uma

Fotos: Andre nicolAu/tv GloBo João MiGuel Junior

que vai ao ar no segundo semestre. entre eventos, fotos e gravações, Giovanna conseguiu um tempo para bater um papo exclusivo com a equipe da InfoGente. Confira:

32 | www.infogente.com.br

mat.capa.indd 32

28/06/11 19:49

história muito triste, mas nem por isso essa mulher tira o sorriso do rosto. Uma grande história de vida! IG: Você casou com o ator Bruno Gagliasso (que além de ótimo ator é muito assediado pelas fãs). Você é ciumenta? G. e.: Um pouco de ciúmes é natural em todos os casais, mas não muito, senão fica chato, a relação tem de ser gostosa, tem de ter confiança. IG: Como você imagina estar daqui a 10 anos? G. e.: Em uma casa com um belo jardim, meu marido, dois filhos, meus cachorros e muita paz! IG: Os marmanjos de plantão não conseguem achar defeito em você. E você, enxerga algum? G. e.: Vários, mas não vou contar, senão vão começar a reparar (risos)!

Aprendi muito (interpretando uma prostituta), principalmente a não julgar as pessoas!

IG: Vamos falar um pouco de tecnologia... Você se lembra de qual foi o seu primeiro contato com ela? G. e.: Sim, foi o ICQ!! Ficava horas conversando com os amigos. Como eu era muito tímida, me dava melhor com cartas, mensagens, do que falar pessoalmente! Hoje em dia, não sou assim, prefiro o contato com as pessoas, olho no olho! IG: É daquelas pessoas conectadas que fica on-line quase o dia todo? G. e.: Não. Não tenho tempo. Gostaria de ficar mais conectada! IG: Participa das redes sociais? Quais as vantagens e desvantagens dela? G. e.: Participo. As vantagens são: manter contato com amigos de infância e ficar mais próximo das pessoas que gostam do meu trabalho, que são tão queridas e carinhosas. Não vejo desvantagens. IG: Se pudesse, com apenas um clique do mouse, mudar algo no mundo, o que seria? G. e.: Acabar com a miséria no mundo e dar uma vida mais digna para todos! IG: E em você, o que mudaria? G. e.: Meu perfeccionismo que às vezes me atrapalha.

Bate-Bola Se tivesse somente mais uma ligação, para quem seria e o que diria? Meus pais...”Muito obrigada por tudo.” Com quem gostaria de contracenar? Marco Nanini. Neste momento, o que está rolando no seu iPod? Sempre Marvin Gaye, Norah Jones, Barry White, Nando Reis, Lenine, Beatles, Oasis, U2, Trio Ternura e agora Carla Bruni. eu me amo porque... Me respeito. em 2011, eu quero... Fazer teatro. Me tira do sério... Maus tratos com os animais. Se eu governasse o País por um dia... Convidaria Cristovam Buarque para ficar no meu lugar! Só a educação salva!

www.infogente.com.br | 33

mat.capa.indd 33

29/06/11 11:05

hp-duplo.indd 34

29/06/11 11:53

hp-duplo.indd 35

29/06/11 11:53

Unidade de disco Rígido seagate stac3000100 3tB UsB 2.0 exteRnal Black HD Externo GOFLEX oferece uma vasta capacidade de armazenamento e upgrade de interface. Produto com diferencial, você pode usar em PC e MAC sem problemas de incompatibilidade

monitoR aoc led e2343F2k Ultra Slim Design (apenas 1,29 cm de espessura), tecnologia LED backlight (até 59% de economia de energia em relação a um LCD comum, maior durabilidade), teclas de controle frontais sensíveis ao toque, Eco Mode, Picture Boost, DCB (amplificação dinâmica de cores).

varejo

também O primeiro Eee PC™ Touch com suporte para Multi-touch! Tela de 10.1” sensível ao toque, desenvolvido para oferecer diversão nas pontas de seus dedos – Tecnologia PenWrite que permite que você faça anotações naturalmente, utilizando a caneta exclusiva stylus.

Unidade de aRmazenamento Removível sandisk SDCZ51-008G-B35 Prático e com um design elegante e atraente, é acessível em termos de custo e atende às necessidades do usuário econômico, bem como às necessidades daqueles que procuram por capacidade significativa de armazenamento em um design leve e compacto.

tb quero varejo.indd 36

Fotos: divulgaçÃo das marcas

netBook ASuS T101MTBlk062m 10 in

28/06/11 19:50

noTeBook ACeR AS57506_BR858 15.6in i3 2310M 3G 500gB dvdRW Win7 Desfrute do brilho multimidia, poder e performance com o Notebook Acer® Aspire AS5750-6_BR858 apresentando uma tela vívida 15,6 “HD CineCrystal LEDbacklight™, o desempenho do processador Intel® Core™ i3-2310M. Acrescente isso a um design elegante e funcional, de ponta e mídia digital com funcionalidades e conectividade sem precedentes, facilitando suas tarefas, seja criativo e desfrute do seu entretenimento preferido em casa ou na estrada.

kiT MiCRoSofT 2Lf-00023 WiReLeSS DeSkToP 800 Deixe a sua mesa organizada com estilo e liberdade com o Wireless Desktop 800, um compacto e eficiente conjunto de mouse e teclado. A melhor e mais confiável tecnologia sem fio permite que você escolha onde vai trabalhar. É simples de usar, basta colocar a pilha e plugar o minirreceptor, e começar a digitar!

quero

RouTeR D-Link Di-524/Z BR

O D-Link DI-524/Z é um Internet Server Sem Fio maximizado, pertencente à linha AirPlus XtremeG da D-Link, que atende ao padrão 802.11a/b/g/z, operando em uma largura de banda de 150 Mbps, e que graças ao novo Chip da Atheros, exclusivo da D-Link, pode alcançar um throughput três vezes maior que de uma rede Wireless de 54 Mbps.

tb quero varejo.indd 37

noTeBook SAMSunG nP-R440Jd05BR 14.0 in

Projetado para realçar o seu estilo, um notebook confiável para todas as tarefas do dia a dia. Um projeto de engenharia que visa à ergonomia e utilização de materiais resistentes que fazem com que o notebook Samsung R440 seja versátil sem perder o estilo.

28/06/11 19:50

Telefone IP CIsCo CP-7911G O telefone IP 7911G da Cisco é multifuncional e proporciona comunicação de voz na mesma rede de dados utilizada pelo seu computador, permitindo efetuar e receber chamadas, colocar chamadas em espera, transferir chamadas, efetuar chamadas em conferência, etc. (A compra deste equipamento está condicionada à aquisição do serviço CON-SNT-CP7911 ou superior).

noTebook HP 4320s-le621 13.3 Novo design em alumínio escovado, sofisticadas opções de cor em caviar ou champanhe com muita durabilidade. Desfrute do ArcSoft TotalMedia Suite que lhe permite jogar, editar e criar ficheiros vídeo e áudio

corporativo

também

Servidor iBM x3550 M3 7944A2U

noTebook lenovo sl4102842-A73 14.0 In Os notebooks SL410 oferecem recursos multimídia e recursos para apresentações, opções de conexões confiáveis e segurança líder de mercado.

tb quero corporativo.indd 38

Fotos: divulgaçÃo das marcas

Todos os servidores System x incluem o aplicativo IBM Director gratuito. O IBM Director é um software que gerencia servidores IBM e não IBM.

28/06/11 19:51

Switch 3coM 3CR17333A-91 24 PoRTAs 10/100+2 GIGAbIT sfP Switch 4210, gerenciável, 24 portas 10/100+ 2 portas 10/100/1.000 (COMBO), empilhável e garantia LIFETIME.

no-bReAk APC sURT15kRMXlI RT 12 kw/15 kvA RM 230 v/230 v on-lIne Protege seu investimento de hardware e garante total disponibilidade de servidores em caso de falta de energia. Diminui os riscos de indisponibilidade ao permitir conectar o UPS a duas fontes de energia diferentes. Gerenciáveis. Reduz as necessidades de serviço de manutenção preventiva ao monitorar a saúde e status das baterias externas e seu tempo de operação esperado. Potencia 12 kW / 15 kVA, Entrada 230 V, 400 V 3PH / Saída 230 V, Interface de comunicação DB-9 RS-232, RJ-45 10/100 Base-T, Smart-Slot, Extended runtime model, altura do Rack 12 U.

quero swITCH D-lInk DGs-3100-24 24PoRTAs 10/100/1.000 MbP

MeDIA PlAyeR seAGATe sTAJ100 MPIseA GofleX Tv

O switch D-Link® DGS-3100-24 fornece desempenho gerenciado Layer 2 em termos de entrada, com velocidades na faixa dos gigabits. O switch DGS-3100-24 também vem equipado com 4 portas combo SFP, o que oferece a você maior flexibilidade de rede e 2 Portas HDMI para empilhamento de alta velocidade do switch.

Media Player Full-HD. Fotos, músicas e vídeos em HD – eles estão em seu computador, nas suas unidades USB, na internet, mas como apreciá-los na sua TV? Agora é fácil! Assista a uma ampla variedade de mídias Full-HD de 1080p na tela grande da TV com o media player HD.

tb quero corporativo.indd 39

28/06/11 19:51

curiosidades • EstacionE sEu mousE cópia dE um vErdadEiro porschE, o pEquEno mousE pratEado dEvE ficar muito lEgal Estacionado sobrE qualquEr mEsa dE trabalho. pEquEno E aparEntEmEntE confortávEl dE usar, o carrinho é wirElEss, vEm com sacolinha para transportE, pilhas E mousE pad. só não dá para fazEr tEst-drivEr antEs!

• cofrE EspErto o simpático cofrE criado pElo dEsignEr burak kaynak quE prEtEndE lEvar o “curtir” (ou “likE” na vErsão original do facEbook) para a vida rEal. podE sEr usado para arrEcadar gorjEtas ou uso pEssoal.

• pirulitos musicais disponívEis Em cinco saborEs, cErEja, limão, bluEbErry, laranja E maçã vErdE, EstEs pirulitos tocam música. são rEcarrEgávEis (usb) E promEtEm aproximadamEntE sEis horas dE música.

• anEl Emoticon a colEção “signs” traz os símbolos mais comuns quE fo ram rEp lic ad o s Em fo rmato d E anéis d E prata! a criação é dos finlandEsEs da chao & EEro jEwEl E faz os gEEks muito fElizEs.

• cabos dE guErra

Fotos: divulgaçÃo das marcas

EstE navio dE guErra é pErfEito para vEncEr a guErra dos fios Espalhados. é possívEl organizar dE manEira divErtida E criativa o Escritório ou a árEa ondE ficam os computadorEs E imprEssoras.

40 | www.infogente.com.br

curiosidades2.indd 40

28/06/11 19:51

IBM.indd 41

29/06/11 11:54

perfil

Crescendo

sempre A HB Brasil Informática investe em treinamento e aperfeiçoamento para que a empresa esteja sempre entre as melhores Por MIrellA STIvANI

F

undada por profissionais altamente qualificados e certificados com experiência de 15 anos no mercado, cujo o proprietário é Carlos Antonio da Silva, a HB Brasil Informática desenvolve com excelência projetos e soluções específicas em tecnologia da informação para os diversos segmentos de mercado. Seu objetivo é ser cada vez mais reconhecida por essa oferta sempre adaptada à realidade e às necessidades de cada cliente que busca o retorno de capital investido, suporte ao crescimento e a excelência operacional. A seguir, Helen Blande, diretora comercial HB Brasil Informática, conta um pouco mais sobre a empresa. Quais são as estratégias de marketing da empresa? Com o objetivo de atender às necessidades de nossos clientes, de forma eficaz, nós da HB Brasil adotamos uma estratégia de marketing que trabalha o produto, o preço, o prazo com uma comunicação agressiva, porém eficaz. Nossos clientes encontram soluções de uma maneira econômica, rápida e conveniente. Trabalhamos com o envio de e-mails marketing, anúncios na internet e revista, participação em feiras, eventos corporativos e treinamentos na área de TI. Dessa

forma, agregamos valor a nossas ações e levamos ao nosso público tecnologias e novidades do setor. Nossa comunicação não se limita somente à venda, mas no pré e pós-vendas. Como a empresa motiva e treina os funcionários? Aos olhos do cliente, o colaborador é a própria HB Brasil e, por esse motivo, é fundamental mantê-lo motivado na empresa, pois é por meio dele que chegamos aos clientes e criamos a nossa identidade. Para motivar nossa equipe, contamos com campanhas mensais de vendas, premiações (Tvs, computadores, notebooks, multi cash, vale-presente, Cinemark, entre outros), treinamentos e certificações com o objetivo de melhorar as vendas e o relacionamento interno. Algumas campanhas: relaxamento /meditação, trabalho em equipe, “Quem mexeu no queijo?”, etc. em todas as campanhas, contamos com o empenho e participação de todos os colaboradores da HB Brasil e obtemos ótimos resultados de vendas e clima organizacional. Qual a estratégia usada para a divulgação da empresa e dos produtos? Nossa estratégia de divulgação envolve cinco ações:

42 | www.infogente.com.br

perfil.indd 42

29/06/11 11:38

eQuIPe HB BrASIl INFormáTICA: NomeS DA DIreITA PArA A eSQuerDA: mArCelo FAVero, AleSSANDrA rIBeIro, HeleN BlANDe, mArISTelA loPeS, mAurICIo BorToNe, CrISTIANe FerNANDeS, DIeGo olIVeIrA, HeleNA ANDrADe, leSlIy PAulA, BruNo olIVeIrA, CeCílIA KASHIHArA

A HB Brasil Informática desenvolve com excelência projetos e soluções específicas em tecnologia da informação para os diversos segmentos de mercado

FoToS: ArQuIVo PeSSoAl HeleN BlANDe

• Internet: por meio de anúncios (Google) e com o disparo de e-mails marketing para divulgar nossos eventos e promoções. • Telemarketing: o telemarketing com a prospecção de novos clientes. • equipe de gerentes de contas: que visita os clientes, com o objetivo de tirar dúvidas, estreitar relações e conquistar a sua confiança; para esta ação, temos o apoio de fabricantes e especialistas de produtos que nos acompanham nas visitas; desta forma, agregamos mais qualidade ao produto que vendemos. • eventos: realizamos eventos para a divulgação de novos produtos, serviços, soluções e novidades do setor, é uma grande oportunidade que temos para tirar dúvidas de nossos clientes, além de levar oportunidades de negócios. • Treinamentos: para melhor atender às necessidades de nossos clientes, constantemente, treinamos nossa equipe, usando temas como: o lançamento de novos produtos, técnicas de vendas, entre outros. Qual o diferencial da empresa em relação aos concorrentes? Contamos com o nosso próprio espaço (auditório) para treinamentos e eventos. Dessa forma, o cliente vem até nós e criamos uma relação de confiança, proximidade e estabilidade entre a empresa HB Brasil, fabricantes e clientes. Trabalhamos uma solução chamada Trade-in, na qual o cliente tem a oportunidade de trocar suas máquinas velhas por novas e ganhar um superdesconto na compra da nova. essa campanha leva o nome de “Troque o velho pelo novo”. Além de ser vantajoso ao cliente, contribuímos para a inclusão digital e reciclagem de materiais, pois os equipamentos são refor-

HeleN BlANDe – DIreTorA ComerCIAl HB BrASIl INFormáTICA

mados e revendidos a preços acessíveis para um público de renda inferior. No Projeto mobilidade, nós levamos até nossos clientes toda a linha de produtos de informática com preços promocionais e com o desconto direto em folha de pagamento. Quais são os projetos futuros? Ser a maior integradora de serviços e uma das maiores revendas autorizadas HP em toda a linha de produtos, atingindo as metas do quarter, e implantar o nosso e-commerce. Para nossos colaboradores, buscamos treinamentos, certificações e convênios com universidades. outro projeto seria implantar quiosques de vendas em várias empresas, de uso exclusivo ao funcionário, o qual faz a compra e tem desconto direto em folha de pagamento. Assim como o Projeto mobilidade, só que fixo no local. www.infogente.com.br | 43

perfil.indd 43

28/06/11 19:52

artigo EDUARDO FERRAZ CONSULTOR EM GESTÃO DE PESSOAS E ESPECIALISTA EM TREINAMENTOS E CONSULTORIA “IN COMPANY”

Dedique tempo na gestão das pessoas e aumente a produtividade O principal desafio de um gestor é descobrir quais são os talentos de seus funcionários, aperfeiçoá-los e posicioná-los corretamente. Se a pessoa está no lugar errado e não houver outro adequado a ela, demita-a e comece a procurar outra! uma clara tendência para o futuro. A personalidade, ao contrário do que muitos pensam, é relativamente estável e, portanto, previsível. Coloque pessoas com rastro impecável e aptidão para a vaga, e as chances de acertar uma contratação aumentam muito. Há quem duvide que um presidente de empresa gaste tanto tempo com recrutamento, sendo ele tão ocupado. São raros, mas existem. Não digo que os dirigentes têm de substituir ou fazer o papel do RH, mas trabalhar em total sintonia, participando da seleção em todos os cargos estratégicos, desde as dinâmicas de grupo e até da análise do que deu certo ou errado em cada contratação. Não espere um “prato feito”, prepare a comida junto com sua equipe de RH. Se você, como líder, investir seu tempo nessa análise, com certeza, colocará com muito mais frequência as pessoas nos lugares certos.

FOTO: ARQUIVO INFOGENTE

A

A pergunta que mais ouço é: qual o caminho mais seguro para uma empresa aumentar sua produtividade e lucratividade? A minha resposta: os líderes deveriam gastar no mínimo 30% de seu tempo contratando, treinando e avaliando pessoas. Tomo emprestada a metáfora do consultor Jim Colins, que diz mais ou menos o seguinte: Se a empresa fosse um avião, o comandante deveria ter quatro prioridades: 1• Embarcar as pessoas certas e desembarcar as erradas; 2• Colocar as pessoas certas nos lugares certos; 3• Definir a rota junto com estas pessoas; 4• Não descansar enquanto no mínimo 90% das pessoas estiverem orientadas e posicionadas. Pode parecer muito tempo dedicado a essa atividade, mas além de facilitar a decisão na hora de promover, transferir ou demitir alguém, este tempo aumentará enormemente sua capacidade de aproveitar as pessoas no que elas têm de melhor, posicionando-as nos lugares certos, aumentando consideravelmente sua produtividade e motivação para o trabalho. O principal desafio de um gestor é descobrir quais são os talentos de seus funcionários, aperfeiçoá-los e posicioná-los corretamente. Se a pessoa está no lugar errado e não houver outro adequado a ela, demita-a e comece a procurar outra! Em vez de olhar apenas o currículo dos candidatos, de dentro ou de fora da empresa, coloque uma lupa no histórico, pois, todo mundo, sem exceção, deixa um rastro durante a vida, o qual mostra 44 | www.infogente.com.br

artigo_convidado.indd 44

28/06/11 19:53

epson.indd 45

29/06/11 11:54

causos e estórias

A cegonhA já erA como contAr Aos filhos destA novA gerAção A mAis AntigA dAs questões: “de onde vêm os bebês?” “PAi, como é que eu nAsci?” “muito bem, tínhAmos de ter essA conversA um diA!!! o que Aconteceu foi o seguinte: eu e suA mãe nos conhecemos e nos encontrAmos num chAt desses dA web, que existem PArA conversAr. o PAPAi mArcou um interfAce com A mAmãe num cybercAfé e AcAbAmos PlugAdos no bAnheiro dele. A seguir, A mAmãe fez uns downloAds no joystick do PAPAi e, quAndo estAvA tudo Pronto PArA A trAnsferênciA de Arquivo, descobrimos que não hAviA quAlquer tiPo de firewAll conosco. como erA tArde demAis PArA dAr o esc, PAPAi AcAbou fAzendo o uPloAd de quAlquer jeito com A mAmãe e, nove meses dePois, APAreceu você: o vírus...”

A seguinte frAse: “uns conhecem bem, outros fAzem direito, e Alguns sAbem AdministrAr o que têm, mAs PlAntAr A mAndiocA como nós ninguém consegue!” o PessoAl dA PublicidAde lArgou estA: “de que AdiAntA conhecer bem, fAzer direito, sAber AdministrAr e PlAntAr A mAndiocA, se dePois não Puder contAr PrA todo mundo?” A turmA dA engenhAriA: “de que AdiAntA conhecer bem, fAzer direito, sAber AdministrAr, PlAntAr A mAndiocA, e Poder contAr PrA todo mundo, se não tiver energiA e PotênciA PArA fAzer váriAs vezes?” A frAse cAmPeã erA A dA economiA: “de que AdiAntA conhecer bem, fAzer direito, sAber AdministrAr, PlAntAr A mAndiocA, Poder contAr PrA todo mundo, ter energiA e PotênciA PArA fAzer váriAs vezes, se mulher gostA mesmo é de dinheiro?” novA frAse dAs meninAs do curso de nutrição: “de que AdiAntA conhecer bem, fAzer direito, sAber AdministrAr, PlAntAr A mAndiocA, Poder contAr PrA todo mundo, ter energiA e PotênciA PArA fAzer váriAs vezes e ter dinheiro… se no finAl dAs contAs, A gente semPre PrecisA ensinAr A comer?”

imagens: sxc.hu

A frAse vencedorA tudo começou quAndo A turmA de direito resolveu colocAr umA célebre frAse em cAmisetA e elA virou modA no cAmPus: “seu nAmorAdo não fAz direito? vem cá que eu fAço.“ em seguidA, o PessoAl de medicinA lArgou A seguinte: “ele Pode Até fAzer direito, mAs ninguém conhece seu corPo melhor que eu.” o PessoAl de AdministrAção não deixou Por menos: “não AdiAntA conhecer o corPo, fAzer direito se não souber AdministrAr o que tem!” o PessoAl de AdministrAção ficou bem nA fitA, quAndo A turmA de AgronomiA APAreceu com

46 | www.infogente.com.br

causos.indd 46

28/06/11 19:54

corel.indd 47

29/06/11 11:55

turismo

Simplesmente

inesquecível Conheça Belém do Pará, um lugar que mistura belezas naturais e uma rica cultura regional

CErâMiCA MArAjOArA

POr MirEllA stivANi

Belém, capital do Pará, é uma metrópole única: reúne belezas naturais, arquitetura colonial e uma extensa e variada cultura regional. Conhecida como o Portal da Amazônia, está localizada às margens da Baía do Guajará e do rio Guamá. Mais da metade de sua área, com uma extensão total de 718 quilômetros quadrados, é formada por ilhas. Em alguma delas, como a das Onças, dos Papagaios, Arapiranga e Tatuoca, é possível a prática do ecoturismo. Além disso, no centro da cidade, concentra-se uma grande quantidade de casarões coloniais. Fundada em 1616, pelo explorador português Francisco Caldeira Castello Branco, traz um clima bastante quente e úmido. As temperaturas variam entre 26oC e 35oC e, por isso mesmo, dias de chuva são bastante comuns. Para amenizar o constante calor, nas ruas amplamente arborizadas, existe uma grande quantidade de mangueiras. Na época da safra (entre janeiro e fevereiro), é possível se deliciar à vontade com as mangas – uma ocasião perfeita para os amantes da fruta. 48 | www.infogente.com.br

turismo.indd 48

28/06/11 19:55

FOTOS: EMBrATur - chrISTIAn knEppEr/ luIz BrAgA

MAngAl DAS gArçAS

No início do século 20, Belém passou por momentos áureos por ocasião da exploração da borracha. várias famílias europeias imigraram para a cidade, o que acabou por influenciar em sua arquitetura. O reflexo dessa fase permanece até hoje: casarões, igrejas e capelas ainda mantêm características típicas dessa época. Ao visitar a cidade, não deixe de apreciar (e comprar) peças do artesanato local. Suas raízes sofreram influências diretas de grupos indígenas que habitavam a região muito antes de Belém ser fundada. Entre o material mais utilizado, está a cerâmica. A de estilo marajoara (proveniente da Ilha de Marajó) é ornamentada com figuras pintadas em preto e vermelho. Entre os objetos mais cobiçados pelos turistas, estão as urnas, vasos e estatuetas. Fibras de palmeiras também são utilizadas para criar diferentes produtos, como bolsas e cuias. Já a cerâmica Tapajônica (dos índios Tapajós) é feita com argila e cauxixi, uma esponja de rio. A mistura fica dura e leve como porcelana. Outra característica bastante apreciada em Belém é a sua culinária típica. Diversos pratos já serviram de inspiração para grandes chefs do Brasil todo. tacacá (sopa de tucupi, um líquido amarelo e amargo, mandioca cozida, camarão, jambu e pimenta-de-cheiro), Pato no tucupi (feito com folhas de jambu, que provocam uma leve dormência na boca) e Maniçoba (feijoada paraense), entre outros, fazem a alegria dos turistas. De sobremesa, opções não faltam: frutas regionais, sorvete de tapioca, doce de buriti, etc.

FrutAs rEGiONAis

Belém é o principal portão de entrada da região amazônica. Encontra-se a 160 quilômetros da linha do Equador e tem uma população estimada em 1,4 milhões de habitantes www.infogente.com.br | 49

turismo.indd 49

28/06/11 19:55

IlhA DE MArAJó

Belém também é conhecida pelas festas religiosas. O Círio de Nazaré é realizado desde 1793, sempre no segundo domingo de outubro. A procissão, que atrai cerca de 2 milhões de pessoas, homenageia a imagem de Nossa senhora de Nazaré e faz parte do patrimônio cultural de natureza imaterial do Brasil. Entre os objetos simbólicos que caracterizam a celebração, estão a corda (com 400 metros de comprimento) e as velas (retratando várias partes do corpo humano ou com a altura de quem está pagando a promessa).

PrinciPais Pontos turísticos • Bairro da cidade Velha Concentra grande parte do patrimônio arquitetônico, como palacetes, casarões e igrejas em estilo neoclássico. Também é nessa região que estão várias outras atrações turísticas, como Forte do Castelo, igreja da sé, Palácio Antônio lemos, entre outros.

• Bosque da Cidade É um bosque secular com mais de 2,5 mil espécies nativas, além de ter um orquidário e aquário com peixes da região. Abriga animais em cativeiro, como arara, macaco-prego, tucano, jandaia-verdadeira, garça, periquito asa branca, jabuti, jacaré, papagaio e ararajuba, e outros em liberdade, como cutias, macacos-de-cheiro e preguiças.

FOTOS: DIvulgAçÃO

DOcAS

50 | www.infogente.com.br

turismo.indd 50

28/06/11 19:55

círIO DE nAzArÉ

• estação das doCas Com uma área de 32 mil metros quadrados em 500 metros de orla fluvial, é um grande complexo de lazer, excelente para qualquer idade e para todos os gostos. ideal para passear e contemplar a Baía do Guajará, tomar deliciosos sorvetes de frutas regionais.

A população de Belém é a mistura de brancos, negros e índios. Por isso, sua cultura é tão rica e variada e se reflete desde a arquitetura até o artesanato

• Feliz luzitânia Complexo que reúne o Museu de Arte sacra, a igreja de santo Alexandre, ladeira do Castelo e Galeria de Arte Fidanza, entre outros. A região sofreu uma minuciosa restauração, para recuperar as características arquitetônicas que sofreram alterações ao longo dos anos.

FOTOS: EMBrATur - chrISTIAn knEppEr/ luIz BrAgA/ JOÃO rAMID

• ilha de Marajó localizada na foz do Amazonas, é a maior ilha fluviomarinha do mundo com cerca de 40 mil quilômetros quadrados. É um verdadeiro santuário ecológico, onde é possível encontrar florestas, praias, dunas, igarapés e fazendas com criação de búfalos. também é possível apreciar o carimbó, uma dança típica da região, de origem indígena e influência negra.

• MerCado Ver-o-Peso É uma imensa feira livre que reúne cerca de mil barracas. lá, encontra-se de tudo: peixes, frutos do mar, doces, temperos, ervas aromáticas, artesanato, etc. Aproveite para conhecer as frutas típicas da região, como bacuri, ingá, graviola, muruci, pupunha, piquiá, macaxeira, entre outras. Funciona desde a segunda metade

do século 17. Diariamente, milhares de pessoas transitam por lá, entre turistas e moradores da cidade. • Mangal das garças localizado às margens do rio Guamá, ocupa uma área de 34,7 mil metros quadrados. possui um pórtico, restaurante, viveiro de borboletas e beija-flores, viveiro de pássaros, quiosques para lanches e uma torre mirante. • teatro da Paz Construção neoclássica da época do ciclo da borracha. O responsável por sua elaboração foi o engenheiro tibúrcio Pereira Magalhães. As colunas externas foram inspiradas no estilo grego.

curiosidade Quando foi fundada, a cidade recebeu o nome de Feliz lusitânia. tempos depois, passou a ser santa Maria do Grão Pará, santa Maria de Belém Grão Pará até chegar ao nome atual, Belém. www.infogente.com.br | 51

turismo.indd 51

28/06/11 19:55

Imagens: envIadas pelos leItores em forma de correspondĂŞncIa, sem pretensĂľes autoraIs

imagens

52 | www.infogente.com.br

imagem.indd 52

28/06/11 19:55

microsoft.indd 53

29/06/11 11:56

esporte

A plenitude do encontro Conheça a impressionante trajetória de vida de uma administradora de empresas enquanto nadava nas águas geladas entre Inglaterra e França Por Maria helena Bellini

físico. a mente relaxou e desligou dos ‘problemas’. esse equilíbrio traz benefícios tanto na vida pessoal quanto na profissional”, ensina.

O prOjetO Considerado um dos mais difíceis desafios da natação, os 33 km de extensão do Canal da Mancha – percurso que liga Dover (inglaterra) a Calais (França) – em águas abertas apresentam uma combinação de fatores de risco que exigem resistência e performance do nadador para enfrentar as variações de maré, que são grandes e geram correntes que mudam de direção a cada seis horas, ventos fortes e cerca de 700 embarcações comerciais que cruzam

Fotos: Juliana Moraes/sXC.hu

Luciana Mesquita trabalha muito e ama o que faz. Na Cisco há cinco anos como gerente de processos e sistemas, ela participa de conferências com seus inseparáveis laptop e celular. Para desestressar, pratica natação, hábito que começou na infância quando sua mãe, a fim de conter a hiperatividade da filha e do filho (Flavio), resolveu matriculá-los em vários cursos e a piscina foi uma das opções. Luciana destaca que o esporte é sua válvula de escape. “Quando começo a nadar, minha mente ainda está processando os e-mails a responder, as atividades a serem cumpridas no próximo dia, as reuniões, mas aos poucos, a cada braçada, vou deixando estas questões na água. Quando termino, me sinto bem, leve. Meu cansaço é 54 | www.infogente.com.br

esporte.indd 54

28/06/11 19:59

diariamente o canal. Suas águas são extremamente geladas, e Luciana resolveu atravessá-las sem a proteção de neoprone, roupa especial para a manutenção do calor do corpo, a uma temperatura da água em torno de 170C. Inspirada em um nadador brasileiro, tomou a decisão de fazer a travessia enquanto assistia a um programa de esportes em que viu a reportagem que mostrava o atleta exausto caminhando pela praia com a bandeira do Brasil nos ombros. “A conquista da Costa Francesa me pareceu uma experiência única, e senti que gostaria de passar por aquela emoção”, diz. A maratona para realizar seu sonho teve início com a coragem que poucos possuem na vida. Os treinos para entrar no antigo ritmo contavam com a supervisão do técnico Cleyton Carregari, especialista há 12 anos na categoria de desafio aquático, que abraçou a ideia. O projeto foi apadrinhado pelo ilustre e querido medalhista olímpico, Gustavo Borges. O patrocínio da Duracell aconteceu naturalmente após um contato de Luciana. “O projeto casou perfeitamente e a empresa me apoiou”, revela. A rotina de treinos para conseguir obter êxito na travessia se intensificou seis meses antes da data marcada – agosto de 2009. “Treinava de segunda a sexta, das 18h30 às 21h30. Aos sábados, se o treinamento era na piscina, nadava das 9h às 14h. Se era externamente, fazia uma travessia ou nadava em alguma represa. Uma vez, fui ao Guarujá para nadar da praia de Perequê ao Tombo”, relembra.

a travessia Conheça a seguir o relato emocionante e emocionado feito por Luciana Mesquita: “Foi única! Era o dia 13 de agosto de 2009. Estava no hotel planejando com meu técnico que preparação ainda deveríamos fazer. A expectativa era de que a travessia seria em dois dias. Por volta das 10h, escuto chamarem meu nome. Atendi o telefone, era o barqueiro. Ele me informou que a equipe de revezamento que estava nadando naquele dia desistiu e como as condições do mar eram boas, me perguntou se eu gostaria de ir. Se concordasse, sairíamos às 14h. Meu coração disparou, minha cabeça começou a fazer os cálculos, de imediato me dei conta de que nadaria mais da metade do percurso na escuridão, que o Sol não estaria lá... que o frio seria mais intenso... A essa altura, meu técnico estava ao meu lado lendo meus pensamentos. Pegou o telefone e disse que ligaríamos dentro de cinco minutos para confirmar. Eu não precisei dizer o que estava sentindo, ele sabia. Me olhou nos olhos e disse: ‘Não se preocupe, você vai conseguir’. A sua confiança me contagiou e me deu segurança. Não havia o que decidir, eu só precisava nadar. E nadei! Senti frio, cansaço, mas estava feliz. Lembrava dos amigos, dos treinos, pensava na minha volta, no reencontro, em como compartilharia a felicidade da minha conquista... As horas foram passando, os quilômetros percorridos aumentando, o frio já não assustava tanto,

as câimbras não incomodavam... Quando vi o bote inflável sendo lançado ao mar e o aviso de que havíamos chegado, pensei que daquele ponto em diante o barco não me seguiria mais, apenas o bote. Como estava escuro, eu não enxergava a praia, mas sabia que estava ali... Comecei a nadar mais forte, mas logo percebi que não tinha energia, me acalmei e voltei ao ritmo em que estava antes. Olhava para frente e não enxergava nada além da escuridão, quando toquei uma pedra, me rastejei por ela, passei por outra e percebi: “Cheguei”! Fiquei em pé, levantei os braços e comemorei! Escutei o alerta sonoro vindo do barco validando minha travessia, o cronômetro parou às 11:44:33. Eu extravasei os limites do meu corpo, estava escuro, não existia limite físico entre a praia e mim, éramos um só. Plenitude!”.

Planos e conselhos Luciana conta que começou a nadar com 11 anos, mas no momento não treina com regularidade. “Em julho, volto a nadar três vezes por semana e preciso ‘encaixar’ nessa programação os treinos de corrida e pedal.” Como a sexta brasileira a ter atravessado a nado o Canal da Macha, a atleta não encara esse como seu único desafio. “Sem dúvida foi o que mais precisou de energia e resistência”, revelou. Para ela, que no ano passado começou a correr e agora, a pedalar, o objetivo que se mostra em seus horizontes futuros são as provas de Triátlon e “quem sabe um Ironman”, deixa escapar sorridente. Às pessoas que são sedendárias e alegam falta de tempo para praticar algum esporte, ela aconselha: “A questão não é o tempo, mas sim a importância. Sempre encontramos tempo para o que consideramos importante. Acho que o primeiro passo é ‘traduzir’ atividade física como um momento que dedicamos a nós mesmos e que, além dos benefícios para saúde e bem-estar, nos trará, também, prazer e realização. Dessa maneira, temos a vontade, a disposição e acabamos encontrando o tempo”. Fica a dica! www.infogente.com.br | 55

esporte.indd 55

29/06/11 11:41

artigo NORIVAL LUCIO JR. STRATEGY OFFICER DA BRANDME

C

Como o próprio termo demonstra, a marca tem limites que, quando não observados, rompem o tratado que foi documentado durante o processo que determinou sua arquitetura. A quebra do limite também compromete a base, ou o alicerce, que garantia sua consistência. Como consequência, a (in) consistência confunde seu cliente. A reação natural que catalisa a imagem da empresa com sua identidade começa a ficar estranha, comprometendo ou neutralizando o posicionamento. A concorrência sempre agradece! Esse erro mortal é muito comum nas empresas que acreditam que suas marcas podem abraçar qualquer iniciativa mirabolante fora de suas competências centrais. Definitivamente, as empresas não são boas em tudo o que fazem. Portanto, existem dois fenômenos que resultam desse tipo de aventura.

ESTAGNAÇÃO E FALTA DE ELASTICIDADE Têm como diagnóstico a amnésia dos clientes que se esquecem de forma quase irreversível de sua existência. A conexão “marca versus cliente” desaparece e, para refazê-la, é quase como iniciar a empresa do zero, com o desafio de ainda ter de limpar a sujeira deixada pelo passado, ou seja, as percepções negativas que arruinaram a satisfação dos então clientes. A redefinição da imagem, identidade, promessa na forma de produtos e serviços, posicionamento, etc. seguidos de muito dinheiro e muita resiliência são a base da receita na tentativa de reavivá-la. Mesmo assim, o mercado ou o cliente podem não estar mais lá. Sua empresa deve mudar enquanto pode, não quando é forçada a mudar. Nesse caso, pode não haver mais tempo ou o mercado simplesmente ter desaparecido. Essa situação, quando não revertida a tempo, compromete seriamente a rentabilidade. Seus produtos não têm mais nenhum vestígio da alma da marca. São um comodite fácilmente substituído por um similar chinês custando um terço do preço.

A cronicidade desses casos torna o modelo de negócio vulnerável e, na sequência, inviável. “A marca funciona como um elástico. Se não exercitar, ele ressecará e se quebrará, assim como, esticando demais, ele também quebra.” O investimento na marca deve ser dissociado da venda de produtos ou da receita da empresa. Uma boa estratégia é, no planejamento do ano fiscal, durante a fase orçamento, separar o investimento em marca e determinar com rigor e disciplina o destino desse investimento. Só assim o diretor de vendas espertalhão não vai pegar essa grana e colocar na forma de descontos numa negociata qualquer. No entanto, nas metas do tal diretor de vendas, devem estar incluídos os investimentos em Marca. Se ele te perguntar por que, responda: “Quando você bate à porta do cliente e diz que é o Joãozinho da empresa X e o cara abre a porta, isso é Marketing! Quando você estiver fora da empresa X e bater à mesma porta e disser que é só o Joãozinho e o cara não abrir... aí, você entenderá a diferença”. O sucesso no reconhecimento da marca está vinculado ao cuidado na sua construção que passa por três fases, sem atalhos. O objetivo é atingir um determinado “EQUITY” que representa o valor que a marca tem, independentemente dos ativos da empresa listados no seu balanço. As três fases são: awareness, preferência e convicção. Na cabeça do cliente, o processo de compra, que pode ser sempre mais ou menos racional, passa por essas três fases subsequentes. Não há atalhos nem jeitinho que encurte a chegada ao destino final, a CONVICÇÃO pela marca que atinge o “EQUITY” e finalmente é transformada em mais vendas. Muitas são as falhas que a marca terá de amargar antes de conquistar sua plenitude. Pior, quando chegar lá, já estará ameaçada por um concorrente mais esperto ou por outro que simplesmente copiou seu produto.

FOTO: ARQUIVO INFOGENTE

Elasticidade da Marca

56 | www.infogente.com.br

artigo_nori.indd 56

28/06/11 20:01

AMD.indd 57

29/06/11 11:56

cultura

Cinema A Árvore dA vidA O filme aproxima o foco na relação entre pai e filho de uma família comum, e expande a ótica desta rica relação, ao longo dos séculos, desde o Big Bang até o fim dos tempos, em uma fabulosa viagem pela história da vida e seus mistérios que culmina na busca pelo amor altruísta e o perdão. Distribuição: Imagem Filmes.

Cd PArAlAmAs do sucesso Captado em 14 de dezembro passado durante apresentação no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro, o “Multishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora” retrata a maturidade dos Paralamas como músicos e reafirma sua devoção aos palcos. Trata-se de um registro essencial da carreira de Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, com rica visualidade, som luxuoso e performance de arrepiar. Gravadora EMI.

Teatro O texto original é de Wood Allen. A comédia mostra o encontro entre o roteirista de cinema Jim Swain (Fábio Assunção), de recente sucesso, e um típico “homeless” americano, Fred (Norival Rizzo). Jim está à espera de sua amante, para terminar o relacionamento. Fred, esquizofrênico e extremamente inteligente, se aproxima, puxa uma conversa trivial. Em cartaz no Teatro Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 - 6º andar), onde será apresentado de sexta a domingo.

Fotos/imagens: divulgaçÃo

Adultério

58 | www.infogente.com.br

cultura.indd 58

29/06/11 11:44

d-link.indd 59

29/06/11 11:57

piadas

O médicO e O mecânicO Um mecânicO está desmOntandO O cabeçOte de Um mOtOr qUandO ele vê na Oficina Um cirUrgiãO cardiOlOgista mUitO cOnhecidO. ele está OlhandO O mecânicO trabalhar. entãO O mecânicO para e pergUnta: ei, dOUtOr, pOssO lhe fazer Uma pergUnta? O cirUrgiãO, Um tantO sUrpresO, cOncOrda e vai até O mOtOr nO qUal O mecânicO está trabalhandO. O mecânicO se levanta e cOmeça: dOUtOr, Olhe este mOtOr. eU abrO seU cOraçãO, tirO válvUlas, conserto-as, ponho-as de volta e, quando eU terminO, ele vOlta a trabalhar cOmO se fOsse nOvO. cOmO é entãO qUe eU ganhO tãO pOUcO e O senhOr tantO, qUandO nOssO trabalhO é praticamente O mesmO? entãO O cirUrgiãO dá Um sOrrisO, se inclina e fala bem baixinhO para O mecânicO: tente fazer issO, cOm O mOtOr fUnciOnandO!

fraUde atençãO! issO nãO é Uma cOrrente, m a s est e e-m a i l precisa ser repassadO para tOdOs Os seUs amigOs hOmens. nOva fraUde na internet veJam cOmO fUnciOna: Um amigO pagOU $100 dólares pOr Um aparelhO para aUmentar O pênis. e Os safadOs lhe mandaram Uma lUpa! tenham cUidadO.

zíper abertO a secretária percebe qUe a bragUilha dO chefe (que não usava cueca) está aberta. para não parecer mal-educada, avisa-o de forma sutil: – doutor carlos, o senhor esqueceu a porta da sUa garagem aberta. ele fechOU rapidamente O zíper e, apreciandO a criatividade da mOça, pergUntOU cheiO de malícia: – dona ana, por acaso a senhora viu a minha ferrari vermelha? – não, senhor. tudo o que eu vi foi um fusquinha antigO e desbOtadO, cOm Os dOis pneUs traseirOs tOtalmente mUrchOs...

imagens: sxc.hu

cadê JesUs? certa tarde, JOãOzinhO e seU amigO qUe se chamava JesUs estavam caminhandO pOr Uma velha estrada de terra. pertO de chegar em casa, JesUs, qUe era Um meninO mUitO pObre, avistOU Uma gOiabeira cOm cara de ter gOiabas madUras. – Joãozinho, vamos dar uma parada rápida pra cOmer Umas gOiabas, estOU famintO. – está bem, Jesus. – Joãozinho, faz o seguinte, me empreste os seUs chinelOs, para qUe eU pOssa sUbir nO trOncO da árvOre sem me machUcar. ai entãO, JesUs escalOU a árvOre. mas ele escalOU tãO altO, qUe as fOlhas nãO deixavam JOãOzinhO ver seU amigO. depOis de Uma hOra esperandO, JOãOzinhO gritOU: – Jesus! Jesus! desce logo! nissO, passava Um padre na mesma estrada qUe OUviU Os gritOs de JOãOzinhO. – ah, meu filho. que lindo da sua parte chamar pOr JesUs, mas infelizmente, JesUs sUbiU para nUnca mais vOltar! e O JOãOzinhO: – e u n ão ac r e d i to, e l e a i n da l e vo u m e u chinelO!!!

60 | www.infogente.com.br

piadas.indd 60

28/06/11 20:03

eletrolar.indd 61

29/06/11 11:58

info criança

Se pudesse escolher, quem você gostaria que saísse de surpresa de dentro do seu bolo de aniversário?

“Queria que saísse do bolo um mundo de paz, amor e mais limpo.” Matheus Nacif, 9 anos

“Queria que saísse do bolo um mundo melhor, onde as crianças pudessem ter muito mais brincadeiras nas ruas cheias de árvores.” Daniel Nacif, 7 anos “Eu queria que saísse do bolo uma menina e um menino para brincarem comigo.” Maria Alice Rosso Naves, 2 anos

“O Patati Patata.” Mariana Castro Guimarães, 2 anos

62 | www.infogente.com.br

criança.indd 62

28/06/11 20:05

“Eu queria que saísse do bolo o Buzz Lightyear (Bade), porque ele é o meu super-herói preferido.” Gustavo Hudson Augusto, 2 anos

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL - FOTOS ENVIADAS PELOS PARTICIPANTES / IMAGENS: SXC.HU

“Eu gostaria que fosse o Ben 10. Ficaria muito feliz em brincar com ele no meu aniversário!” Carlos Eduardo Pereira de Almeida, 4 anos

“Eu gostaria que a mamãe saísse do bolo.” Cauã Almeida Albuquerque Carioca, 1 ano

“Gostaria que fosse o Relâmpago MacQueen, para eu brincar em alta velocidade com ele.” Gabriel Chiaradia Rahal, 6 anos www.infogente.com.br | 63

criança.indd 63

28/06/11 20:05

willy.indd 64

28/06/11 20:05

LG.indd 65

29/06/11 11:58

www.infogente.com.br

Publisher Sandra Teschner | sandra@infogente.com.br Jornalista Responsável Adriana Rosa – Mtb 47337 | adriana@infogente.com.br Conselho Editorial Alberto Marcolino Jeronimo Rodrigues, Adriana Maria Dias Rodrigues, Carlos Henrique Tirich, Camilo Rodrigues, Maria Daniela Rodrigues, Rodrigo Silva, Sandra Teschner, Thais Rios e Thieny Biló Jornalistas Dio Jaguarível, Jackeline Carvalho (Comunicação Interativa), Maria Helena Bellini, Marisa Abel, Mirella Stivani Colaboradores Danyael Lopes | danyael@infogente.com.br Gabriel Sales | gabriel@infogente.com.br José Gracia Junior | gracia@infogente.com.br João Antonio Zuffo | zuffo@infogente.com.br Norival Lucio Jr. | norival@infogente.com.br Direção de Criação Flávia Matsunaga | flavia@infogente.com.br Projeto Gráfico e Edição de Arte Alice Hecker Designers: Claudia Carvalho, Danielle Lima Revisão Maria Elisa Albuquerque Redação redacao@infogente.com.br Cartas cartas@infogente.com.br Atendimento ao Cliente atendimento@infogente.com.br Publicidade publicidade@infogente.com.br Impressão CTP, Impressão e Acabamento IBEP gráfica A revista InfoGente® é uma publicação da Profashional Editora Ltda., sob licença da Alcateia Engenharia de Sistemas Ltda. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a opinião da revista, da Editora ou da Alcateia. É permitida a reprodução das matérias e dos artigos, desde que previamente autorizado por escrito pela Editora e com crédito da fonte.

Alcateia Engenharia de Sistemas Ltda. Rua dos Italianos, 1.127 – Bom Retiro | CEP 01131- 000 | São Paulo/SP Telefone: (11) 3226 - 2626 | www.alcateia.com.br

Profashional Editora Ltda. Av. Jandira, 843 – Moema CEP 04080-005 | São Paulo/SP Telefone: (11) 5051- 4084 www.profashional.com

expediente.indd 66

Filiada à

28/06/11 20:07

cisco.indd 67

27/06/11 15:00

hp.indd 68

27/06/11 15:01


INFOGENTE ed 35